PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIO EM CALÇADA DE CONCRETO (6.261,89 M²) DIVERSAS RUAS - CONJ. HAB. PREF. JOSÉ NEVES FLORÊNCIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIO EM CALÇADA DE CONCRETO (6.261,89 M²) DIVERSAS RUAS - CONJ. HAB. PREF. JOSÉ NEVES FLORÊNCIO"

Transcrição

1 PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIO EM CALÇADA DE CONCRETO (6.261,89 M²) DIVERSAS RUAS - CONJ. HAB. PREF. JOSÉ NEVES FLORÊNCIO PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Fabia Roberta P. Eleutério de Oliveira Engenheira Civil CREA /SP

2 Índice 1 Apresentação Serviços Iniciais Placa de Obra Locação da Obra Trabalhos em Terra Limpeza do Terreno Escavação, Carga e Transporte Procedimentos de Execução Legislação e Normas Aplicaveis Passeios Calçada de Concreto Piso Cimentado Lastro de Concreto Magro Rampas para portadores de necessidades Especiais Sinalização Viária Limpeza Final da Obra Observações Entrega da Obra Quantitativos e Serviços utilizados Considerações Finais Anexos... 10

3 1 APRESENTAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA O presente memorial descritivo destina-se à elementos construtivos e procedimentos de execução que compõem o Projeto Executivo de Arquitetura para a construção da pavimentação de passeio em calçada de concreto com área de 6.261,89m². O projeto contempla equipamentos que permitam a acessibilidade de pessoas com deficiência, com mobilidade reduzida e em cadeiras de rodas. Todos os produtos e subprodutos florestais de origem nativa da flora brasileira, ou de origem exótica que serão utilizados na obra, sejam eles permanentes ou provisórios, deverão atender às exigências da legislação brasileira vigente, no âmbito federal, estadual e municipal. Os serviços a serem executados estão descritos de forma sequencial independente da etapa na qual serão executados e do local. Iniciando pelas alvenarias, revestimento, acabamentos, componentes e outros elementos. FISCALIZAÇÃO: A fiscalização da obra será efetuada pelo setor de engenharia da Prefeitura Municipal de Guapirama Paraná. OBJETIVO: O presente memorial tem por finalidade descrever as obras para execução do projeto de pavimentação de passeio em calçada de concreto em ruas da zona urbana do Município da Prefeitura Municipal de Guapirama Paraná. GENERALIDADES: O calçamento será executado em concreto usinado.

4 2 SERVIÇOS INICIAIS 2.1 Placa de Obra: A contratada confeccionará, fixará e conservará em local apropriado e bem visível, a placa da obra obedecendo ao modelo que será fornecido pela Fiscalização, tudo à custa da Contratada. A Placa deverá ser em chapa galvanizada nº 18, com adesivo serigrafado colado na mesma. O tamanho será de 1,20 x 2,40 m. 2.2 Locação da Obra: As obras serão locadas obedecendo ao projeto de loteamento local. O perfil longitudinal será lançado sobre o terreno existente conforme projeto gráfico. O perfil transversal sofrerá as compensações necessárias para manter as declividades i= 3%. 3 TRABALHOS EM TERRA 3.1 Limpeza de Terreno: Deverão ser executados os serviços de limpeza, raspagem de camada vegetal, retirando os materiais inadequados existentes na área em que será executada a calçada. 3.2 Escavação, Carga e Transporte: Todo solo excedente e/ou inservível na obra deverá ser removido para fora do canteiro de serviço, exceto quando o mesmo por suas características possa ser aproveitado como aterro. 3.3 Procedimentos de execução: A execução dos serviços de retirada do entulho deverá cumprir todas as exigências e determinações previstas na legislação e normas da Associação Brasileira de Normas ABNT. Após a retirada ou demolição dos elementos e / ou materiais que não serão reaproveitados, promover a fragmentação, a seleção e a acomodação manual do entulho em lotes, em local indicado pela Gerenciadora e / ou Contratante, para a posterior remoção.

5 Os materiais que serão reaproveitados deverão ser devidamente protegidos e depositados em local apropriado indicado pela Gerenciadora e / ou Contratante. 3.4 Legislação e normas aplicáveis: Resolução nº 307, de 5 de julho de Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil, do Conselho Nacional do Meio Ambiente ( CONAMA ). Resolução nº 348, de 16 de agosto de 2004 Altera a Resolução CONAMA nº 307, incluindo o amianto na classe de resíduos perigosos, do Conselho Nacional do Meio Ambiente ( CONAMA ). NBR 5682 / Contratação, execução e supervisão de demolições. NBR 8419 / 1996 Apresentação de projetos de aterros sanitários de resíduos sólidos urbanos. NBR / 2004 Resíduos da construção civil e resíduos volumosos Áreas de transbordo e triagem Diretrizes para projeto, implantação e operação. NBR / 2004 Resíduos sólidos da construção civil e resíduos inertes Aterros Diretrizes para projeto, implantação e operação. NBR / 2004 Resíduos sólidos da construção civil Áreas de reciclagem Diretrizes para projeto, implantação e operação. 4 PASSEIOS: 4.1Calçada de Concreto: Serão executados passeios de uso público nos locais indicados em plantas em anexo. Para execução das calçadas deverá ser feito o nivelamento e apiloamento do terreno. Os passeios serão executados em concreto usinado com espessura de 7 cm.

6 4.2 Piso cimentado: Nos locais onde a base para a execução do cimentado for o terreno natural, deverá ser executado lastro em concreto magro, com espessura média de 7 cm. 4.3 Lastro de concreto magro: Para execução do lastro, o solo deverá estar perfeitamente nivelado e apiloado, posteriormente será espalhado um lastro de brita ao solo, que deverá ser umedecido para favorecer a cura do concreto. O lastro deverá ser lançado sobre terreno firme, compactado com maço de aproximadamente 30 kg, em camadas de 20 cm, com auxílio de formas de madeira, configurando o patamar e a rampa de acesso, ou as calçadas, conforme projeto. Antes de lançar o concreto, instalar formas de madeira, em seguida umedecê-las, irrigando-as ligeiramente. O concreto deverá ser lançado, espalhado e adensado com ferramental apropriado, em seguida promover a regularização com régua de madeira ou metálica, e o acabamento por meio de desempenadeira de madeira. Com auxílio de colher de pedreiro preencher as falhas junto às formas e remover os excessos. A superfície do lastro em concreto deve ser mantida continuamente úmida, assim que o concreto esteja endurecido, por meio de irrigação direta, durante um período de 7 dias. Devem ser executadas juntas de dilatação de 5 mm a cada 3,00 metros de calçada, no sentido transversal a mesma com material adequado para este fim.

7 A declividade do passeio no sentido transversal deverá estar compreendida entre 2% e 3%. O concreto deverá ser devidamente nivelado e desempenado. 4.4 Rampas para Portadores de Necessidades Especiais: Serão executadas rampas de acesso nos locais indicados em planta. As rampas serão executadas em concreto usinado, com uma espessura de 7 cm. O concreto deverá ser devidamente nivelado e desempenado. As rampas terão as dimensões indicadas em planta, sendo que sempre a rampa do lado oposto da via deverá ficar alinhada com a primeira. Os rebaixamentos serão sinalizados com sinalização tátil de alerta, com piso em peças de concreto simples, nas dimensões 25 x 25 x 2 cm, atendendo as normas da ABNT NBR A sinalização tátil deverá ser assentada sobre lastro de concreto de 5 cm, fck de 15 Mpa. O piso tátil deverá ser colado diretamente no concreto, enquanto o mesmo ainda estiver verde. Deve-se tomar o cuidado para que o piso acabado fique no mesmo nível que a calçada. 5 SINALIZAÇÃO VIÁRIA: A sinalização viária vertical será com placas com dimensões conforme especificado para vias urbanas nos manuais do CONTRAN. A fixação dos tubos de suporte das placas deverá ser com concreto de no mínimo 15 Mpa, em cavas de 30x30x50 cm (ladoxladoxaltura), conforme projeto gráfico. 6 LIMPEZA FINAL DA OBRA: A obra deverá ser entregue em perfeito estado de limpeza e conservação, apresentando funcionamento ideal, para todas as instalações. Todo entulho proveniente dos serviços e obras efetuadas, bem como sobras de materiais, e também as instalações e equipamentos utilizados

8 na execução dos trabalhos deverão ser retirados do local da obra pela Empreiteira Contratada. OBSERVAÇÕES: Onde está especificado o uso de concreto usinado não será permitida a utilização de concreto executado na obra. ENTREGA DA OBRA: As obras serão recebidas provisoriamente após a última medição e definitivamente 60 dias após a última medição, desde que corrigidos todos os defeitos oriundos de vícios de contração, surgidos no período. QUANTITATIVOS E SERVIÇOS UTILIZADOS: Com base na seção tipo do projeto, bem como no presente Memorial Descritivo, a descrição dos serviços e suas quantidades encontra-se na planilha orçamentária em anexo. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Quaisquer informações adicionais ou dúvidas referentes à execução dos serviços deverão ser dirimidas junto ao setor de Engenharia da Prefeitura municipal de Guapirama. Para sua perfeita execução, deve ser utilizado, obrigatoriamente, o DIÁRIO DE OBRA. O DIÁRIO DE OBRA ou REGISTRO DE OCORRÊNCIAS é o documento rotineiro de comunicação entre a fiscalização e o responsável técnico da contratada, é o elemento hábil para comprovação, registro e avaliação de todos os fatos e assuntos relacionados e referentes à execução da obra, onde tanto a contratada quanto a fiscalização deverão proceder às anotações visando à comprovação real do andamento das obras e execução dos termos do contrato, sendo visadas diariamente por profissionais credenciados por ambas as partes. No DIÁRIO DE OBRA será anotado diariamente o andamento dos serviços: os períodos com chuva que impeçam a execução normal dos serviços; o número de

9 operários em atividade; os problemas ocorridos; as solicitações de providências pelo contratado e as determinações da fiscalização. Guapirama PR, 29 de junho de 2015 Fabia Roberta P. Eleutério de Oliveira Engenheira Civil CREA /SP Pedro Oliveira Prefeito Municipal

10 ANEXOS PAVIMENTAÇÃO DE CALÇADA EM CONCRETO 6.261,89m² RUA FRANCISCO FARIAS SOBRINHO: 1.045,27m² TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 96,55m de extensão x 2,40m de largura = 231,72m²; TRECHO 02 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 137,58m de extensão x 2,10m de largura = 288,92m²; TRECHO 03 entre a Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 43,95m de extensão x 2,30m de largura = 101,08m²; TRECHO 04 entre a Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 43,90m de extensão x 2,30 de largura = 100,97m²; TRECHO 05 entre a Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 43,90m de extensão x 2,60m de largura = 114,14m²; TRECHO 06 entre a Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 77,20m de extensão x 2,70m de largura = 208,44m². RUA AUGUSTO LANDIS: 686,72m² TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 43,95m de extensão x 2,40m de largura = 105,48m²; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 44,00m de extensão x 2,40m de largura = 105,60m²; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 44,00m de extensão x 2,40m de largura = 105,60m²; TRECHO 04 entre Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 12,04m de extensão x 2,40m de largura = 28,90m²; TRECHO 05 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 43,95m de extensão x 2,40m de largura = 105,48m²;

11 TRECHO 06 - entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 44,00m de extensão x 2,40m de largura = 105,60m²; TRECHO 07 - entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 54,14m de extensão x 2,40m de largura = 129,94m². RUA JOSÉ MORELIN: 642,54m² TRECHO 01 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,20m de largura = 176,00m²; TRECHO 02 entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 194,39m de extensão x 2,40m de largura = 466,54m². RUA ALFREDO NUNES DE MACEDO: 1.058,70m² TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,50m de largura = 200,00m²; TRECHO 02 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 129,23m de extensão x 2,30m de largura = 297,23m²; TRECHO 03 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,50m de largura = 200,00m²; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 144,59m de extensão x 2,50m de largura = 361,47m²; RUA SEBASTIÃO RIBEIRO DA SILVA: 767,13m² TRECHO 01 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis com 19,50m de extensão x 2,20m de largura = 42,90m²; TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,20m de largura = 176,00m²; TRECHO 03 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 65,31m de extensão x 2,20m de largura = 143,68m²; TRECHO 04 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis com 19,50m de extensão x 2,20m de largura = 42,90m²;

12 TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,30m de largura = 184,00m²; TRECHO 06 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 80,75m de extensão x 2,20m de largura = 177,65m²; RUA ANTONIO NALDONY: 320,00m² TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,00m de largura = 160,00m²; TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 80,00m de extensão x 2,00m de largura = 160,00m². RUA FRANCISCO DA SILVA: 1.741,53m² TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 70,36m de extensão x 2,00m de largura = 140,72m²; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 69,32m de extensão x 2,00m de largura = 138,64m²; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Augusto Landis com 83,40m de extensão x 2,00m de largura = 166,80m²; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco Farias Sobrinho com 95,52m de extensão x 2,00m de largura = 191,04m²; TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Sem Saída com 29,87m de extensão x 2,00m de largura = 59,74m²; TRECHO 06 - entre Rua José Morelin até Rua Pedro Rodrigues com 172,71m de extensão x 2,00m de largura = 345,42m²; TRECHO 07 - entre Rua Pedro Rodrigues até Rua Avelina Francisca Rodrigues com 90,77m de extensão x 2,60m de largura = 236,00m²; TRECHO 08 - entre Rua Avelina Francisca Rodrigues até Rua Sem Saída com 144,74m de extensão x 3,20m de largura = 463,17m²; RAMPAS DE ACESSO PARA PESSOAS COM MOBILIDADES REDUZIDAS NBR rampas

13 RUA FRANCISCO FARIAS SOBRINHO: 16 rampas TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 4 (quatro) rampas; TRECHO 02 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 4 (quatro) rampas; TRECHO 03 entre a Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 2 (duas) rampas; TRECHO 04 entre a Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 05 entre a Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 2 (duas) rampas; TRECHO 06 entre a Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas. RUA AUGUSTO LANDIS: 14 rampas TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 2 (duas) rampas; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 2 (duas) rampas; TRECHO 04 entre Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) rampa; TRECHO 05 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 2 (duas) rampas; TRECHO 06 - entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 07 - entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 3 (três) rampas. RUA JOSÉ MORELIN: 8 rampas

14 TRECHO 01 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 02 entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 03 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Francisco da Silva com 4 (quatro) rampas. RUA ALFREDO NUNES DE MACEDO: 8 rampas TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 02 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 03 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas; RUA SEBASTIÃO RIBEIRO DA SILVA: 8 rampas TRECHO 01 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis sem rampa; TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 03 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 04 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis sem rampa; TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 06 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) rampas. RUA ANTONIO NALDONY: 4 rampas

15 TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas. RUA FRANCISCO DA SILVA: 13 rampas TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 2 (duas) rampas; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) rampas; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Augusto Landis com 2 (duas) rampas; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco Farias Sobrinho com 2 (duas) rampas; TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Sem Saída sem rampas; TRECHO 06 - entre Rua José Morelin até Rua Pedro Rodrigues com 2 (duas) rampas; TRECHO 07 - entre Rua Pedro Rodrigues até Rua Avelina Francisca Rodrigues com 2 (duas) rampas; TRECHO 08 - entre Rua Avelina Francisca Rodrigues até Rua Sem Saída com 1 (uma) rampas; SINALIZAÇÃO 28 placas de sinalização e 24 placas de logradouro RUA FRANCISCO FARIAS SOBRINHO: 8 placas de sinalização e 8 placas de logradouro TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) placas de sinalização; TRECHO 02 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) placas de sinalização;

16 TRECHO 03 entre a Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 04 entre a Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 05 entre a Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 06 entre a Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro. RUA AUGUSTO LANDIS: 2 placas de sinalização e 10 placas de logradouro TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva sem placas; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Antônio Naldony com 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 04 entre Rua Antônio Naldony até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 05 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 4 (quatro) placas de logradouro; TRECHO 06 - entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 2 (duas) placas de logradouro; TRECHO 07 - entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização. RUA JOSÉ MORELIN: 2 placas de logradouro TRECHO 01 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis sem placas;

17 TRECHO 02 entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 2 (duas) placas de logradouro; RUA ALFREDO NUNES DE MACEDO: 4 placas de sinalização e 2 placas de logradouro TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 02 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 03 entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro. RUA SEBASTIÃO RIBEIRO DA SILVA: 4 placas de sinalização e 2 placas de logradouro TRECHO 01 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis sem placas; TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 03 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 04 entre Rua Sem Saída até Rua Francisco Farias Sobrinho Augusto Landis sem placas; TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 06 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco da Silva com 1 (uma) placa de sinalização e 2 (duas) placas de logradouro. RUA ANTONIO NALDONY: 2 placas de sinalização TRECHO 01 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização;

18 TRECHO 02 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização. RUA FRANCISCO DA SILVA: 8 placas de sinalização TRECHO 01 - entre Rua José Morelin até Rua Alfredo Nunes de Macedo com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 02 entre Rua Alfredo Nunes de Macedo até Rua Sebastião Ribeiro da Silva com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 03 entre Rua Sebastião Ribeiro da Silva até Rua Augusto Landis com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 04 - entre Rua Augusto Landis até Rua Francisco Farias Sobrinho com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 05 - entre Rua Francisco Farias Sobrinho até Rua Sem Saída sem placas; TRECHO 06 - entre Rua José Morelin até Rua Pedro Rodrigues com 2 (duas) placas de sinalização; TRECHO 07 - entre Rua Pedro Rodrigues até Rua Avelina Francisca Rodrigues com 1 (uma) placa de sinalização; TRECHO 08 - entre Rua Avelina Francisca Rodrigues até Rua Sem Saída com 1 (uma) placa de sinalização. Fabia Roberta P. Eleutério de Oliveira Engenheira Civil CREA /SP Pedro Oliveira Prefeito Municipal

CÂMARA MUNICIPAL DE IJACI Legislatura 2009/2012

CÂMARA MUNICIPAL DE IJACI Legislatura 2009/2012 ANEXO II TOMADA DE PREÇO Nº 001/2010 MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES DE SERVIÇOS Considerações gerais: Destina se o presente Memorial Descritivo e as Especificações Técnicas constantes no mesmo prestar

Leia mais

PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO URBANA MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO URBANA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO URBANA MEMORIAL DESCRITIVO Obra: PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO RUA HUGO HARTMANN TRECHO II Local: MUNICIPIO DE CAPITAO/RS O presente memorial tem por finalidade estabelecer os materiais

Leia mais

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva PREFEITURA MUNICIPAL DE ILICÍNEA Estado de Minas Gerais CNPJ: 18.239.608/0001-39 Praça. Padre João Lourenço Leite, 53 Centro Ilicínea Tel (fax).: (35) 3854 1319 CEP: 37175-000 Memorial Descritivo Escola

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO BUEIROS CELULARES DE CONCRETO Grupo de Serviço DRENAGEM Código DERBA-ES-D-010/01 1. OBJETIVO Esta especificação de serviço tem por objetivo definir e orientar a execução de bueiros

Leia mais

COBERTURA EM ESTRUTURA METÁLICA EM TESOURAS E TELHA METÁLICA DE UM BARRACÃO DE EVENTOS (960,00 M²)

COBERTURA EM ESTRUTURA METÁLICA EM TESOURAS E TELHA METÁLICA DE UM BARRACÃO DE EVENTOS (960,00 M²) COBERTURA EM ESTRUTURA METÁLICA EM TESOURAS E TELHA METÁLICA DE UM BARRACÃO DE EVENTOS (960,00 M²) PARQUE DE EXPOSIÇÃO ALCIDES PRUDENTE PAVAN PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS.

Leia mais

CONSTRUÇÃO DA REDE DE COLETA DE ESGOTO E DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE AGUA DA RUA SETE DE SETEMBRO

CONSTRUÇÃO DA REDE DE COLETA DE ESGOTO E DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE AGUA DA RUA SETE DE SETEMBRO MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA REDE DE COLETA DE ESGOTO E DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE AGUA DA RUA SETE DE SETEMBRO Rede de água 1-DETERMINAÇÕES CONSTRUTIVAS A Empresa responsável pela execução das redes

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO APRESENTAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO APRESENTAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO APRESENTAÇÃO As presentes especificações referem-se aos serviços da construção de um pavilhão em concreto pré-moldado. Trata-se de uma cobertura para a quadra de esportes da escola

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM BLOCOS DE CONCRETO RUA MUNIZ FERRAZ

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM BLOCOS DE CONCRETO RUA MUNIZ FERRAZ MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM BLOCOS DE CONCRETO RUA MUNIZ FERRAZ DADOS IDENTIFICAÇÃO OBRA: Pavimentação em 2 trechos da Rua Muniz Ferraz LOCAL DA OBRA: Trecho 1 - Rua Muniz Ferraz entre as Ruas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura Municipal de Roque Gonzales MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE DRENAGEM DO BALNEÁRIO MUNICIPAL - PRAINHA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura Municipal de Roque Gonzales MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE DRENAGEM DO BALNEÁRIO MUNICIPAL - PRAINHA Página 1 de 5 MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE DRENAGEM DO BALNEÁRIO MUNICIPAL - PRAINHA APRESENTAÇÃO As presentes especificações referem-se aos serviços de drenagem de parte da via projetada para o Balneário

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO: MELHORIAS CALÇADAS QUADRA CENTRO ADMINISTRATIVO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL SERAFINA CORRÊA-RS LOCALIZAÇÃO: QUADRA COMPREENDIDA ENTRE RUA ORESTES ASSONI, RUA CASTELO

Leia mais

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m.

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO OBRAS / LOCALIZAÇÃO 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. 01 BUEIRO triplo na RS 715 com 3,00m X 2,00m X 19m,

Leia mais

PAVIMENTAÇÃO RUA SÃO LEOPOLDO. MEMORIAL DESCRITIVO Nq 01 TRÊS DE MAIO. Anexo I. 9". p 09 _. Prefeitura Municipal de

PAVIMENTAÇÃO RUA SÃO LEOPOLDO. MEMORIAL DESCRITIVO Nq 01 TRÊS DE MAIO. Anexo I. 9. p 09 _. Prefeitura Municipal de Prefeitura Municipal de TRÊS DE MAIO Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO Nq 01 PAVIMENTAÇÃO RUA SÃO LEOPOLDO Doe órgãos, doe sangue: Salve vidas. Rua Minas Gerais. 4g _ 9". p 09 _ Fone: (55) 3535-1tzz - raxi is{)gõïsãzs

Leia mais

MUNICÍPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PASSEIO PÚBLICO PROPRIETÁRIO: LOCAL: RUA COMANDANTE HENRIQUE SALOMONI, CENTRO ERECHIM - RS TEMPO ESTIMADO DE EXECUÇÃO: 90 DIAS 1 Observações: A obra deverá ser entregue limpa,

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE ADEQUAÇÃO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá/RS SETOR DE SERViÇOS URBANOS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá/RS SETOR DE SERViÇOS URBANOS MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PAVIMENTAÇÃO C/PEDRAS IRREGULARES DE BASALTO LOCAL: RUA ABC, RUA DAS FLORES, RUA DAS ROSEIRAS MUNICíPIO: BOA VISTA DO BURlCi - RS ÁREA PAVIMENTAÇÃO: 5096,80 m 2 e 1012 m de Meio-fio.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DESCRIÇÃO DA OBRA

MEMORIAL DESCRITIVO DESCRIÇÃO DA OBRA MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Rampas para passagem de caminhões de grande porte. Área: 115,20 m² Local: Localidade Boa Vista Saída para Marau (Sede Coleta de Lixo) Contratante: Cia de Desenvolvimento de Passo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CALÇAMENTO COM PEDRAS IRREGULARES DE BASALTO NA ESTRADA PRINCIPAL E ACESSO AO BALNEAREO CASCATINHA NO MUNICÍPIO DE ALEGRIA/RS. 1)ESTRADA PRINCIPAL-EXTENSÃO (335,37+20,13)m x LARG

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico Projeto Básico Reforma no fechamento e construção de cobertura de proteção na Escola Municipal Maria do Carmo Balestero Gutierre 1.0 Objeto Trata-se da obra de pintura do muro de fechamento (em alvenaria),

Leia mais

SUMÁRIO. laboração Revisão Data da revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Luiz Fernando J. Albrecht

SUMÁRIO. laboração Revisão Data da revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Luiz Fernando J. Albrecht SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 4. Condições para início dos serviços...2 5. Materiais e equipamentos necessários...3 5.1 Materiais...3 5.2 Equipamentos...3

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA BARREIRAS RIGIDAS EM CONCRETO ARMADO

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA BARREIRAS RIGIDAS EM CONCRETO ARMADO 1 de 6 1. OBJETIVO 1.1. A presente especificação tem por objetivo fixar as características técnicas e condições mínimas para aceitação dos serviços na execução de barreiras rígidas, em concreto armado,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Os serviços de topografia ficarão a encargo da empresa licitante.

MEMORIAL DESCRITIVO. Os serviços de topografia ficarão a encargo da empresa licitante. MEMORIAL DESCRITIVO DADO GERAIS: OBRA: Pavimentação com Blocos de Concreto e Microdrenagem Urbana LOCAL: Rua do Comércio PROPRIETÁRIO: Município de Toropi DATA: Novembro/2008 OBJETO Pavimentação com blocos

Leia mais

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS ES-F01 FUNDAÇÕES RASAS DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. OBJETO E OBJETIVO... 3 2. S... 3 3. CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 4. MATERIAIS... 4 5. EXECUÇÃO DA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES PROJETO ARQUITETÔNICO REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA THOMAZ PEREIRA MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO Revitalização da Praça Thomaz Pereira 1. OBJETIVO: A presente especificação tem por objetivo estabelecer

Leia mais

CARIMBO DA EMPRESA: ASS. DO RESPONSÁVEL

CARIMBO DA EMPRESA: ASS. DO RESPONSÁVEL ANEXO I PROPOSTA FINANCEIRA LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 008/2011 Item Quant. Descrição do Objeto Valor Mat. Valor Serviços Valor mat+serv. Total R$ 01 07 Bocas de Lobo (un) 02 433,8 Tubos (m) assentados

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES OBRA: EXECUÇÃO DE CALÇAMENTO COM PEDRAS IRREGULARES LOCALIZAÇÃO: RUA A, RUA B, RUA C, RUA D e RUA E, LOTEAMENTO FUNDEC MUNICÍPIO: ITATIBA DO SUL/RS

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO PROPRIETÁRIO: Município de Três Arroios OBRA: Pavilhão em concreto armado, coberto com estrutura metálica, destinado a Ginásio de Esportes (1ª etapa) LOCAL: Parte do lote

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS 2º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE SERVIÇOS DE SERRALHERIA LOCALIZAÇÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. O projeto de construção das coberturas dos bicicletários, rampas e escadas externas compreende:

MEMORIAL DESCRITIVO. O projeto de construção das coberturas dos bicicletários, rampas e escadas externas compreende: MEMORIAL DESCRITIVO IFES - CAMPUS VENDA NOVA DO IMIGRANTE 1. Histórico O presente memorial descritivo visa esclarecer as soluções arquitetônicas e as especificações técnicas dos materiais a serem utilizados

Leia mais

OBRA: EXECUÇÃO DE PAISAGISMO ESCOLA: LICEU DE CAUCAIA ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

OBRA: EXECUÇÃO DE PAISAGISMO ESCOLA: LICEU DE CAUCAIA ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: EXECUÇÃO DE PAISAGISMO ESCOLA: LICEU DE CAUCAIA ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01. OBJETO: 01.01. Estas especificações dizem respeito à execução do paisagismo. 01.02. Ela tem por finalidade definir

Leia mais

REFORMA DA CASA FAMILIAR RURAL DE ANAPÚ MEMORIAL DESCRITIVO

REFORMA DA CASA FAMILIAR RURAL DE ANAPÚ MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CASA FAMILIAR RURAL DE ANAPÚ MEMORIAL DESCRITIVO 1 de 6 I CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.1 Características A Casa Familiar Rural de Anapú é constituída de um Bloco Administrativo, Salas de aula, Auditório,

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO MISTO DE SOLO REFORÇADO E SOLO GRAMPEADO NA BASE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO MISTO DE SOLO REFORÇADO E SOLO GRAMPEADO NA BASE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO MISTO DE SOLO REFORÇADO E SOLO GRAMPEADO NA BASE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim PERÍODO 2005 Revisado ABRIL 2011 - Departamento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA Especificação de Serviço 1. Página 1 de 5 DEFINIÇÃO São caixas intermediárias que se localizam ao longo da rede para permitir modificações de alinhamento, dimensões, declividades

Leia mais

MEIOS FIOS, SARJETAS E SARJETÕES

MEIOS FIOS, SARJETAS E SARJETÕES MEIOS FIOS, SARJETAS E SARJETÕES Especificação Particular C D T - CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Dezembro de 2015 DESIGNAÇÃO - ARTERIS ES 012 Rev.00 12/2015 ES 012 Rev0 pg. 1 - Centro de Desenvolvimento

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÃO

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÃO 1 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÃO 2 ÍNDICE Lista de Abreviaturas 03 Introdução 04 Parte I 05 Instruções Gerais 05 Modelo de Selo Padrão 07 Parte II Instruções Específicas

Leia mais

PROJETO DE TERRAPLENAGEM

PROJETO DE TERRAPLENAGEM PROJETO DE TERRAPLENAGEM C A D E I A D E J O V E N S E A D U L T O S A e B Estrada do Capão Grande Várzea Grande / MT Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado de Mato Grosso - SEJUDH Setembro

Leia mais

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Estado do Pará Prefeitura Municipal de Primavera Secretaria Municipal de Obras Urbanismo e Transportes ANEXO I MEMORIAL DISCRITIVO Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Paulo José

Leia mais

Gestão de Resíduos de Construção Civil. Plano de Gerenciamento de RCD. Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho

Gestão de Resíduos de Construção Civil. Plano de Gerenciamento de RCD. Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho Gestão de Resíduos de Construção Civil Plano de Gerenciamento de RCD Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho Construção Civil do ponto de vista ambiental LELA CARVALHO Reflexão: De onde vêm os recursos naturais

Leia mais

DECRETO Nº 20.604 DE 20 DE AGOSTO DE 2004

DECRETO Nº 20.604 DE 20 DE AGOSTO DE 2004 Publicado no DOM de 2108/2004 DECRETO Nº 20.604 DE 20 DE AGOSTO DE 2004 EMENTA: Regulamenta a Lei nº. 16.890, de 11 de agosto de 2003, que altera a seção IV do capítulo II, título IV da Lei 16.292, de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A EXECUÇÃO DE UM MURO EM CONCRETO ARMADO, NO CANTEIRO CENTRAL DA RUA ÁLVARO ALVIN.

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A EXECUÇÃO DE UM MURO EM CONCRETO ARMADO, NO CANTEIRO CENTRAL DA RUA ÁLVARO ALVIN. TERMO DE REFERÊNCIA PARA A EXECUÇÃO DE UM MURO EM CONCRETO ARMADO, NO CANTEIRO CENTRAL DA RUA ÁLVARO ALVIN. ANEXO XII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1- GENERALIDADES 1.1- Trata a presente Licitação na execução

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MEMORIAL DESCRITIVO FORNECIMENTO E EXECUÇÃO

Leia mais

CEAA COMÉRCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA-ME CNPJ / MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO

CEAA COMÉRCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA-ME CNPJ / MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO SECRETÁRIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE -PROJETO BASE PARA BALANÇA DE CONCRETO, -PROJETO ESCRITÓRIO DE CONTROLE DE CARGAS. -DESCRIÇÃO BALANÇA RODOVIÁRIA

Leia mais

PAVIMENTAÇÃO DE VIAS PÚBLICAS EM BLOCO DE CONCRETO SEXTAVADO MEMORIAL DESCRITIVO

PAVIMENTAÇÃO DE VIAS PÚBLICAS EM BLOCO DE CONCRETO SEXTAVADO MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO DE VIAS PÚBLICAS EM BLOCO DE CONCRETO SEXTAVADO MEMORIAL DESCRITIVO INDICE 1. GENERALIDADES 2. PROJETO GEOMÉTRICO 3. TRAÇADO DE PLANTA 4. TRAÇADO EM PERFIL 5. ALTERNATIVA DE SOLUÇÃO 1. GENERALIDADES

Leia mais

G O V E R N O F E D E R A L P A Í S R I C O É P A Í S S E M P O B R E Z A QUADRA ESCOLAR 02 CGEST - C Geral de Infraestrutura Educacional PLANTA BAIXA, CORTE A-B e DETALHES EST FORMATO A1 (841 X 594) R.01

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA UNIUV

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA UNIUV CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA UNIUV Reforma da caixa d agua MEMORIAL DESCRITIVO Dezembro/2014 INFORMAÇÕES GERAIS A obra de que trata o presente memorial descritivo, é da reforma da Caixa d'água

Leia mais

2 CONDIÇÕES GERAIS: Fazem parte do presente projeto, projetos de Localização da área, o presente memorial descritivo e planilha orçamentária.

2 CONDIÇÕES GERAIS: Fazem parte do presente projeto, projetos de Localização da área, o presente memorial descritivo e planilha orçamentária. MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DO MEIO TIPO: CONSTRUÇÃO DE BASE DE CONCRETO PARA RECEBER EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS ACADEMIA AO AR LIVRE LOCALIZAÇÃO: UMA ACADEMIA LOCALIZADA

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA N 020/2011-MANUTENÇÃO IMPERMEABILIZAÇÃO DO CRMPR Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na Instrução Normativa nº 02/2008 do MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. OBRA: Pavimentação em Paralelepípedo em diversas ruas do Alto da Raiz.

MEMORIAL DESCRITIVO. OBRA: Pavimentação em Paralelepípedo em diversas ruas do Alto da Raiz. MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Pavimentação em Paralelepípedo em diversas ruas do Alto da Raiz. Março / 2010 1 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. PLACA DA OBRA:... 3 3. REGULARIZAÇÃO DO SUBLEITO:... 3 4. COLCHÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA DA USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO BOM SUCESSO

MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA DA USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO BOM SUCESSO ANEXO X MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DO USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO - BOMSUCESSO 1. Histórico A unidade de Saúde Familiar Cornélia da Conceição do Bairro Bom Sucesso atende cerca de 70 usuários por dia, abrangendo

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 11 CONTRAPISOS O contrapiso é uma camada de argamassa executada sobre uma base, que pode ser a laje de um pavimento ou um lastro de concreto, se for sobre o solo. Sua função é regularizar a superfície

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: SUBSTITUIÇÃO DO PISO DA QUADRA POR ASSOALHO DE MADEIRA COM SISTEMA DE APOIO FLEXÍVEL-FLUTUANTE LOCAL: CENTRO MUNICIPAL DE

Leia mais

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa.

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. Distribuição gratuita Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. 1 Este folheto fornece informações úteis para orientá-lo na construção ou reforma de sua casa. Qualquer construção ou

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R I A L D E S C R I T I V O OBRA : PROJETO PAVIMENTAÇÃO TIPO : CALÇAMENTO COM PEDRAS IRREGULARES LOCAL : Trecho das Rua B, 1 de Maio, 22 de Abril, Sem Denominação, 16 de Abril 15 de Novembro, 14

Leia mais

DECRETO N 11295/2012. O Prefeito Municipal de Niterói, no uso de suas atribuições legais e,

DECRETO N 11295/2012. O Prefeito Municipal de Niterói, no uso de suas atribuições legais e, Publicado em 29 de dezembro de 2012 DECRETO N 11295/2012 Regulamenta a Lei nº 2.624, de 29 de dezembro de 2008, no que trata dos passeios públicos do Município de Niterói, instituindo a obrigatoriedade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Obra: Reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente APP em área pública no bairro Manancial Cordeiro/RJ. Orientações gerais 01- Serviços de escritório;

Leia mais

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT.

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT. ORÇAMENTO ART/RRT Nº: 20152130286 BDI já incluso no orçamento: 2,04% Tomador: Município Tupãssi DATA BASE: fevereiro-2015 Encargos sociais s/ m.o. Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato:

Leia mais

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU Código Rev. Folha SD.KLA.PA.RE.001 2 1/ Código do cliente Rev. 0 KLABIN S. A. PARANAGUA PR TERRENO ROCHA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO GEOTÉCNICA FUROS DE SONDAGENS Cliente : KLABIN S. A. Obra : LEVANTAMENTO

Leia mais

Cliente: Prefeitura Municipal de Fontoura Xavier/RS.

Cliente: Prefeitura Municipal de Fontoura Xavier/RS. PROJETO EXECUTIVO DE PAVIMENTAÇÃO, DRENAGEM, ACESSIBILIDADE E SINALIZAÇÃO DE VIAS URBANAS DO MUNICÍPIO /RS Cliente: Prefeitura Municipal de Fontoura Xavier/RS. Tomada de Preços nº xx/2016 Volume III PROJETO

Leia mais

ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA E PEDRISCO E CALÇADA CASA DO MEL

ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA E PEDRISCO E CALÇADA CASA DO MEL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FEIRA COBERTA LOCAL: VILA CASA DE TÁBUA MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS016 REATERRO E COMPACTAÇÃO DE VALAS Revisão: 02 Mar.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS016 REATERRO E COMPACTAÇÃO DE VALAS Revisão: 02 Mar. SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 4. Condições para início dos serviços...2 5. Materiais e equipamentos necessários...2 5.1 Material do reaterro...2 5.1.1

Leia mais

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA 1. MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO 8.550.312,46 1.1 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE PESSOAL PESS 70,000 1.778,00 124.460,00 1.2 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS VG 40,000 22.225,00 889.000,00

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA I - IDENTIFICAÇÃO DA OBRA E DO PROPRIETÁRIO: PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CÂNDIDO DE ABREU -

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA I - IDENTIFICAÇÃO DA OBRA E DO PROPRIETÁRIO: PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CÂNDIDO DE ABREU - MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA I - IDENTIFICAÇÃO DA OBRA E DO PROPRIETÁRIO: PR PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CÂNDIDO DE ABREU - OBRA: Pista de Skate ENDEREÇO: Centro da Criança e do Adolescente TIPO:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZ ALTA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZ ALTA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBJETIVO: O presente memorial tem por objetivo descrever as técnicas de execução e os materiais a serem empregados na REMODELAGEM DA PRAÇA CORONEL ANIBAL SOARES, localizada no bairro

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura Municipal de Roque Gonzales MEMORIAL DESCRITIVO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura Municipal de Roque Gonzales MEMORIAL DESCRITIVO Página 1 de 7 MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO POLIÉDRICA DE RUAS DO NÚCLEO HABITACIONAL APRESENTAÇÃO As presentes especificações referem-se aos serviços de pavimentação com pedras irregulares

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA VISTORIA

ROTEIRO BÁSICO PARA VISTORIA M I N I S T É R I O P Ú B L I C O F E D E R A L PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO PROCURADORIAS DA REPÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Ações implementadas para a obtenção da acessibilidade

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m²

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² MEMORIAL DE CÁLCULO 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² 10214 Retirada de portas e janelas de madeira, inclusive batentes

Leia mais

01- SERVIÇOS PRELIMINARES

01- SERVIÇOS PRELIMINARES MEMORIAL DESCRITIVO Este memorial descritivo destina-se a descrever e especificar os serviços e materiais a serem utilizados na construção de um PRÉDIO EM ALVENARIA E CONCRETO PARA INSTALAÇÃO DA PREFEITURA

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES E NORMAS TÉCNICAS PARA RECUPERAÇÃO PARCIAL DO MURO DE CONTENÇÃO NO MOSQUEIRO PRAIA DO MURUBIRA E PORTO ARTHUR

ESPECIFICAÇÕES E NORMAS TÉCNICAS PARA RECUPERAÇÃO PARCIAL DO MURO DE CONTENÇÃO NO MOSQUEIRO PRAIA DO MURUBIRA E PORTO ARTHUR 1 ESPECIFICAÇÕES E NORMAS TÉCNICAS PARA RECUPERAÇÃO PARCIAL DO MURO DE CONTENÇÃO NO MOSQUEIRO PRAIA DO MURUBIRA E PORTO ARTHUR GENERALIDADES Esta especificação tem como objetivo estabelecer as normas e

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO

MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE RESPONSÁVEL: ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO CREA/CAU: A5819-0 CONTRATANTE: OBRA: CAMPUS EIRUNEPÉ LOCAL: AMAZONAS 1 CONTROLE DE REVISÕES REVISÃO DATA DESCRIÇÃO 00 26/08/2016 EMISSÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE GINÁSIO POLIESPORTIVO LOCAL: SEDE DO MUNICÍPIO MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO EMPREENDIMENTO: Paróquia Santo Antônio do Partenon PROPRIETÁRIO: Mitra da Archidiocese de POA Paróquia St Antônio do Partenon

Leia mais

Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes

Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes PROPOSTAS INICIAIS PARA DIRETRIZES DE LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE MANEJO Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes INEXISTÊNCIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS PRIORIDADE COLETA CORRETIVA Geradores Empresas

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO QUIOSQUE METÁLICO PARA AUTOATENDIMENTO

MEMORIAL DESCRITIVO QUIOSQUE METÁLICO PARA AUTOATENDIMENTO MEMORIAL DESCRITIVO QUIOSQUE METÁLICO PARA AUTOATENDIMENTO 1. FINALIDADE O presente memorial tem por finalidade apresentar, nortear e fornecer elementos para elaboração de orçamentos, composição de custos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO IMPLANTAÇÃO DE CICLOFAIXA GENERALIDADES O presente memorial tem por finalidade descrever os materiais e serviços que serão utilizados e observados

Leia mais

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker Projeto para Pavimentação de Calçamento de Pedra Irregular da Rua Cândida Correa Becker dos Trechos Esquina Modesto Vargas até Manoel Schumacker MONTE CARLO SC Janeiro de 2014 Proprietário: PREFEITURA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO

MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO AGUA BOA - MT AGROVILA SANTA MARIA Rua Projetada A - B - C Avenida Projetada - LD e LE 3.1 - CALÇADA 3.1.1- Introdução Calçamentos são elementos complementares

Leia mais

Argamassa Colante. Argamassa Colante. Areia fina. Aditivos. Adições

Argamassa Colante. Argamassa Colante. Areia fina. Aditivos. Adições Argamassa Colante Argamassa Colante q As argamassas colantes são formadas pela composição de agregados, aglomerantes, aditivos, água e eventualmente adições. Cimento Portland Areia fina Argamassa Colante

Leia mais

DESCRIÇÃO TÉCNICA SERVIÇOS A SEREM EXECUTADOS

DESCRIÇÃO TÉCNICA SERVIÇOS A SEREM EXECUTADOS DESCRIÇÃO TÉCNICA MEMORIAL DESCRITIVO REFERENTE AOS SERVIÇOS DE MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA DO GINASIO MUNICIPAL 3 DE JUNHO DO MUNICIPIO DE CHAPADA RS. O presente memorial tem por objetivo estabelecer

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO OBRA: CONSTRUÇÃO-BLOCO DIREITO PROPRIETÁRIO: FUNDAÇAO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE MINEIROS (FIMES) ENDEREÇO OBRA:RUA 22 ESQ.

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL MEMORIAL DESCRITIVO

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CALÇAMENTO COM PEDRAS DE BASALTO IRREGULAR ÁREA: 4.990,99m² - CONTRATO 1016190.50 LOCAL: Rua Andina M. de Quadros, Dosalina M. de Quadros e Manoel Ferreira da Silva no Bairro

Leia mais

Endereço da obra: RS 122 Km 137, Vila Damiani Ipê RS Data: 22/06/2009 Modalidade: Construção Edificação Nova MEMORIAL DESCRITIVO

Endereço da obra: RS 122 Km 137, Vila Damiani Ipê RS Data: 22/06/2009 Modalidade: Construção Edificação Nova MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS: 1.0 APRESENTAÇÃO - OBRA: Quadra Poliesportiva Coberta, edificação nova. - ENDEREÇO: RS 122, Km 137, Vila Damiani, Ipê, RS. - ÁREA TOTAL: 910,00 m². - PROPRIETÁRI0:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO PAVIMENTAÇÃO E CERCAMENTO COM MUROS E TELAS DA ÁREA DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL- TIPO C 1.INTRODUÇÃO 1.1-As presentes especificações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. IPPUC Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba OBRA REQUALIFICAÇÃO AV.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. IPPUC Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba OBRA REQUALIFICAÇÃO AV. PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA IPPUC Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba OBRA REQUALIFICAÇÃO AV. MARECHAL FLORIANO ALARGAMENTO DA PONTE CANAL PARALELO RIO IGUAÇU PROJETO DE OBRA DE

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO CRAS CENTRO DE REFERÊNCIA ASSISTÊNCIA SOCIAL Obra: CALÇADAS, DRENAGEM, CANTEIROS E ADEQUAÇÃO DO PÁTIO DO CENTRO DE REFERÊNCIA ASSISTÊNCIA SOCIAL Localização: RUA FERNANDO

Leia mais

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia:

ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia: ANÁLISE DE EMPREENDIMENTO PÓLO GERADOR DE TRÁFEGO (PGT) A análise pela SETTRANS dos PGT utiliza-se da seguinte metodologia: Projeto arquitetônico da edificação: além de observar, no que cabe, as leis de

Leia mais

TECNOLOGIA DE ARGAMASSAS (Parte II)

TECNOLOGIA DE ARGAMASSAS (Parte II) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Departamento de Construção Civil TC 034 Materiais de Construção III TECNOLOGIA DE ARGAMASSAS (Parte II) Aulas: Prof a. Marienne R.M.Maron da Costa colaboração Prof.Eduardo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. O projeto deverá seguir os critérios do projeto básico estabelecido pela Comissão Especial de Obras do CAU/AL (arquivo básico).

TERMO DE REFERÊNCIA. O projeto deverá seguir os critérios do projeto básico estabelecido pela Comissão Especial de Obras do CAU/AL (arquivo básico). 1. OBJETO E JUSTIFICATIVA. TERMO DE REFERÊNCIA Este termo de referência visa estabelecer os critérios mínimos para contratação de profissional e/ou empresa especializada e habilitada para apresentação

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA REATERRO DE VALAS NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA ET-6000-6520-940-TME-010 ET-65-940-CPG-010 1 / 5 CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS ESTA FOLHA DE CONTROLE

Leia mais

DER/PR ES-OA 03/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ARMADURAS PARA CONCRETO ARMADO

DER/PR ES-OA 03/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ARMADURAS PARA CONCRETO ARMADO DER/PR ES-OA 03/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ARMADURAS PARA CONCRETO ARMADO Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná - DER/PR Avenida Iguaçu 420 CEP 80230 902 Curitiba Paraná Fone (41) 3304

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO URBANO

TRANSPORTE COLETIVO URBANO TRANSPORTE COLETIVO URBANO ABRIGOS PARA PONTOS DE PARADA PROJETO ARQUITETÔNICO Julho 2007 PARADAS DE ÔNIBUS Memorial Justificativo A proposta é a construção de mobiliário urbano para abrigo da população

Leia mais

3. COMPILAÇÃO DE DADOS EXISTENTES

3. COMPILAÇÃO DE DADOS EXISTENTES DAER-RS INSTRUÇÕES DE SERVIÇO PARA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS GEOTÉCNICOS IS-101/94 1. OBJETIVO Os Estudos Geotécnicos tem como objetivo a obtenção dos dados geotécnicos do subleito da rodovia projetada, empréstimos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013. Altera dispositivos e os Anexos da Resolução CONTRAN nº 402, de 26 de abril de 2012, com redação dada pelas Deliberações nº 104 de 24 de dezembro de 2010 e nº

Leia mais

Rampas. Fabrícia Mitiko Ikuta e Verônica de Freitas

Rampas. Fabrícia Mitiko Ikuta e Verônica de Freitas Rampas Fabrícia Mitiko Ikuta e Verônica de Freitas RAMPAS: CONCEITO De acordo com a Pontifícia Universidade Católica (2009), as rampas, diferentemente das escadas, podem se constituir meios de circulação

Leia mais

PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE

PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE CLIENTE-EMBRAPA CLIMA TEMPERADO ONSTRUÇÃO Projeto - Avicultura Colonial Aviário para 500 aves de corte Cliente Embrapa Clima Temperado Junho,

Leia mais

Laje de concreto com esferas plásticas

Laje de concreto com esferas plásticas Laje de concreto com esferas plásticas Augusto Freire, engenheiro civil, diretor técnico da BubbleDeck Brasil BubbleDeck é um sistema construtivo formado por esferas plásticas contidas entre uma pré-laje

Leia mais

CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO

CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO ÍNDICE: Introdução...03 2. Impermeabilização A pisos e paredes em contato com o solo... 04 3. Impermeabilização B reservatórios... 06 4. Impermeabilização C pisos frios... 08

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTALINA OBRA: SINALIZAÇÃO HORIZONTAL E VERTICAL MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO INTRODUÇÃO Devido ao pequeno tráfego de pessoas nos locais a serem pavimentados foi

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE TAUÁ Administração Fazendo Acontecer

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE TAUÁ Administração Fazendo Acontecer LEI MUNICIPAL Nº 1425 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2006. ASSEGURA DIREITOS ÀS PESSOAS DEFICIENTES E IDOSOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A PREFEITA MUNICIPAL DE TAUÁ, no uso de suas atribuições legais: Lei: Faço saber

Leia mais

Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Sinalização dos Aviários Coloniais

Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Sinalização dos Aviários Coloniais Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Sinalização dos Aviários Coloniais Responsavel: João Pedro Zabaleta Pesquisador II, Agricultura Familiar e Agroecologia. 1 Placas de sinalização

Leia mais

ANEXO 02 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: SUBST PISO RESIDEN 01 CONDOM SOBRAL LOCALIZAÇÃO: CONDOMINIO SOBRAL

ANEXO 02 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: SUBST PISO RESIDEN 01 CONDOM SOBRAL LOCALIZAÇÃO: CONDOMINIO SOBRAL OBRA: SUBST PISO RESIDEN 01 CONDOM SOBRAL LOCALIZAÇÃO: CONDOMINIO SOBRAL ANEXO 02 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS O reboco será demolido com ferramentas adequadas, tendo todo o cuidado para não causar nenhum dano

Leia mais