Gestão de Saúde Empresarial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão de Saúde Empresarial"

Transcrição

1 Gstão Saú Emprsarial

2 Uma parcria indispnsávl para a sua tranquilida As soluçõs m Gstão Saú Emprsarial do Imtp foram criadas sob mdida para garantir a saú do su capital humano. Imtp tornou-s rfrência m sua ára atuação, pois busca continuamnt oportunidas mlhoria m sus srviços infrastrutura. A mprsa ofrc um mix complto srviços qu atnm às ncssidas dos sus clints prmitm garantir, m todo o trritório nacional, a tranquilida qu sua mprsa prcisa. Nossa Missão Promovr a nas mprsas, Promovr ofrcidas a gstão gstão da da saú saú nasimtp mprsas, valorizando valorizando a a qualida qualida vida vida sus sus Palstras plo colaboradors, a fim incrmntar a produtivida a rntabilida. colaboradors, a fim incrmntar a produtivida a rntabilida. Comportamnto sguro DSTs HIVVisão Nossa Dirção fnsiva, plo ducação comportamnto trânsito Sr mrcado como ficint Sr rconhcida rconhcida plo mrcado como a a mlhor mlhor no mais mais ficint mprsa mprsa gstão gstão saú saú mprsarial, atnndo a xpctativa nossos clints, acionistas colaboradors. Estrss, ansida, prssão suas rlaçõs com a qualida vida pssoal profissional mprsarial, atnndo a xpctativa nossos clints, acionistas colaboradors. Hábitos posturais rlacionados ao trabalho lvantamnto pso Política Gstão Intgrada Higin comportamntal ambintal Imtp, visando sr Imtp, visando sr uma uma mprsa mprsa ficint ficint m m Gstão Gstão Saú, Saú, busca busca através através su su Mio ambint cidadania Sistma Gstão da Qualida Sgurança Saú no Trabalho, o aprimoramnto Sistma Gstão da Qualida Sgurança Saú no Trabalho, o aprimoramnto contínuo contínuo Motivação sus sus procssos procssos : : Nutrição para uma vida saudávl A A satisfação Satisfação sus sus clints clints colaboradors; colaboradors; Primiros socorros: prvnção no trabalho m casa Prsrvar um ambint Prsrvar um ambint sguro sguro saudávl saudávl para para sus sus clints, clints, colaboradors colaboradors trciros; trciros; Qualida vida, ativida física, alimntação lazr Garantir qu sus forncdors sjam qualificados; Garantir qu sus forncdors sjam qualificados; Atnr à rquisitos aplicávis. Atnr a Lgislação Lgislação mais mais rquisitos aplicávis. Saú mocional, bm-star na vida no trabalho Sgurança do trabalho, conscintização uso EPIs EPCs Crtificaçõs Tabagismo, alcoolismo drogas HSAS HSAS 18001: :2007. btida btida pla pla primira primira vz vz m m agosto agosto 2009, 2009, atsta atsta a a mprsa mprsa com com rlação rlação ao sistma gstão Sgurança Saú no Trabalho. ao sistma gstão Sgurança Saú no Trabalho. IS IS 9001: :2008. btida btida m m rnovada rnovada m m 2009, 2009, assgura assgura o o planjamnto planjamnto control control das das opraçõs opraçõs dos dos procssos procssos do do Imtp. Imtp. Atuação Para Para um um atndimnto atndimnto complto complto difrnciado difrnciado o o Imtp Imtp stá stá struturado struturado m 4 unidas ngócio: m 4 unidas ngócio: Programas spcíficos Difrnciais Anális rgonômica Adaptação conform ncssida da mprsa Assssoria para implantação CIPA Disponibilida para atndimnto m datas altrnativas Mapamnto spaços confinados Matrial didático atualizado constantmnt SIPATs Instrutors capacitados com formação spcífica rintação nutricional Aulas simuladas conform o risco PAE Plano ação mrgência Exclnts rfrências clints satisfitos Lvantamnto Riscos NR-12 NR-12 - Anxo II Lvantamnto Riscos Trinamnto Capacitação para pradors Máquinas.

3 Infrastrutura ial para ofrcr o mlhor para você Na s s da da mprsa, mprsa, com com localização localização cntral cntral fácil fácil acsso, acsso, aa strutura strutura Na foi planjada planjada para para otimizar otimizar oo tmpo tmpo garantir garantir qualida qualida agilida agilida foi no atndimnto. atndimnto. no ambint ambint éé climatizado climatizado agradávl. agradávl. Tudo Tudo m m um um único único lugar, lugar, com com agndamnto consultas consultas xams xams com com hora hora marcada marcada sistma sistma agndamnto totalmnt informatizado. informatizado. totalmnt frcmos xams xams laboratoriais laboratoriais clínicos clínicos com com rapiz rapiz ficiência. ficiência. frcmos No Imtp Imtp oo grnciamnto grnciamnto da da saú saú ocupacional ocupacional sus sus colaboradors colaboradors No sinônimo produtivida produtivida qualida qualida vida vida para para sua sua organização. organização. éé sinônimo Unidas Atndimnto Imtp stá on você prcisa. prcisa Imtp Imtp coloca coloca aa saú saú da da sua sua mprsa mprsa smpr smpr m m primiro primiro lugar. lugar. Assim, apossuímos a stratégia xpansão mlhoria constant Assim, mprsa possui a stratégia xpansão mlhoria nossos srviços strutura. as Confira unidas qu Imtp stão constant sus srviços Confira strutura. asimtp unidas prontas para lh atnr. qu stão prontas para lh atnr. S Curitiba Curitiba S Unida São José José dos dos Pinhais Pinhais Unida São Unida São São Paulo Paulo Unida Unida Rio Rio Janiro Janiro Unida

4 Imtp m númros Alguns Númros do Imtp Aproximadamnt clints mprsas clints; Gstão da Saú cupacional aproximadamnt Atndimnto aproximadamnt Gstão Espcialistas m bm-star sgurança vidas vidas; pacints/mês m nossa Matriz Matriz; Ambulatórios 60 Ambulatórios; Atndimnto a à aproximadamnt Aproximadamnt vidas com PGL (Programa Ginástica Laboral) Laboral); funcionários 800 funcionários. Equip Imtp A quip técnica do Imtp é multidisciplinar, xprint continuamnt capacitada. Nosso tim stá prparado para dar o suport ial à sua mprsa sus colaboradors.

5 Programas Qualida Vida PAT - Programa Auxílio ao Tabagista PAT conscintiza os colaboradors sobr os problmas rlacionados ao hábito fumar ofrc apoio aos tabagistas qu sjam parar. É composto por várias tapas como palstras ducativas, açõs prvntivas, motivação para hábitos saudávis grupos trapêuticos. PMLI - Programa Mais Lv Imtp Bm-star complto: muito além da saú física mntal. A qualida vida dos colaboradors influncia dirtamnt os rsultados do su ngócio. Contar com funcionários bm dispostos satisfitos faz toda difrnça no clima no andamnto dos procssos organizacionais. Invista no bm-star das pssoas sinta os rflxos na produtivida na imagm da sua mprsa. Imtp ofrc programas compltos para atnr às ncssidas sus colaboradors. PMLI ofrc orintaçõs apoio para o control rdução da obsida. programa conta com consultas individuais m grupo, além xams acompanhamnto volução dos rsultados. PADI - Programa Álcool Drogas Imtp PADI promov a conscintização dos colaboradors quanto ao uso álcool drogas sus prjuízos à saú. Com ss programa sua mprsa porá agir no tratamnto prvntivamnt no foco do problma, promovndo qualida vida mlhor smpnho dos profissionais. Ginástica Laboral A quip Imtp propõ atividas divrsificadas para tornar a prática atrativa aos colaboradors fazr ss momnto também uma oportunida scontração alívio das tnsõs. Entr m contato solicit uma aula xprimntal. Massagm Rápida A massagm é ralizada m uma caira spcífica, própria para uso das técnicas aplicação prssão m áras nrijcidas, tais como, pscoço, ombros, costas, cabça, braços mãos. Grupo Caminhada Programa smanal trinamntos caminhada com orintação profissional, conform objtivo disponibilida do colaborador. A orintação srá ralizada por profissionais Educação Física. Aprsnta alto índic asão ntr os colaboradors quando comparada a outros xrcícios. É tão complta quanto a corrida ou a natação a ocorrência lsõs é quas zro. Chck up Emprsarial colaborador passa por uma batria xams consultas, com o intuito avaliar su stado saú m sua totalida invstigar possívis problmas saú. A mprsa po tr uma visão gral da saú sus colaboradors agir nas causas ou prvntivamnt. Gstão Vacinas Control, compra aplicação das vacinas nas mprsas, garantindo prvnção a divrsas donças. Avaliação Física É uma frramnta utilizada para struturar um Programa Qualida Vida a partir da finição do prfil físico do colaborador, aliando condiçõs mprsariais às ncssidas físicas individuais. Ants iniciar os Programas Qualida Vida é important tr uma visão gral do quadro saú dos colaboradors. Essa frramnta é ssncial para finir quais são as principais ncssidas da quip propor as mlhors soluçõs para atndê-las. rintação Postural A orintação é fita individualmnt ao colaborador sobr como é a postura ial m su posto trabalho. Ess srviço auxilia na conscintização do funcionário sobr suas ncssidas mudança. Principais rsultados dos Programas Qualida Vida Imtp Diminui o absntísmo o turnovr Rduz os acints trabalho custos com assistência médica Prvin as donças por traumas cumulativos Mlhora aumnta a intgração ntr colaboradors Rduz o valor do imposto FAP (Fator Acintário Prvnção) Maior protção lgal

6 Equip Gstão Ambulatórios Ddicação: pssoas compromtidas fazndo a difrnça difrnça. Gstão Srviços A tranquilida qu sua mprsa mrc. Na ára Gstão Srviços, o Imtp conta com uma sólida xpriência atnndo a mprsas todos os ports, nacionais a multinacionais, com agilida comptência. Nosso tim profissionais stá smpr pronto a prstar o mlhor atndimnto, com a vida atnção qu a saú sua mprsa mrc. Imtp conta com aproximadamnt 460 colaboradors capacitados atualizados constantmnt para o mlhor smpnho suas funçõs. Equip RH Imtp tm uma Equip RH spcializada no rcrutamnto profissionais da ára saú trabalha m conjunto com a sua mprsa na gstão da Equip Ambulatorial, além ralizar visitas quinznais apoio sclarcimnto runiõs priódicas com os coornadors, para avaliação acompanhamnto do trabalho. Imtp também raliza runiõs para alinhamnto procssos atndimnto disponibiliza um técnico xclusivo para cuidar das scalas dos médicos nfrmiros. Equip Saú Médicos técnicos nfrmagm plantão para substituição profissionais. Gstão Ambulatórios A saú finitivamnt irá intgrar a sua stratégia mprsarial. mprsarial s ambulatórios grnciados plo Imtp são prparados para o atndimnto ocupacional /ou assistncial ntro das mprsas. Tndo m su portfólio ambulatórios com mais mais 70 profissionais 70 profissionais multidisciplinars multidisciplinars ntrntr ls: ls: médicos gnralistas, médicos gnralistas, médicos médicos spcialistas, spcialistas, fisiotraputas, fisiotraputas, fonoaudiólogos, fonoaudiólogos, nfrmiros, técnicos m nfrmagm, motoristas socorristas, técnicos m radiologia. Além da gstão dos profissionais, o Imtp disponibiliza a gstão rcursos como struturação do ambulatório com quipamntos, máquinas, instrumntos, mobiliário, vículos mdicamntos. Vantagns qu sua mprsa tm ao contar com um ambulatório grnciado plo Imtp Atndimntos ocupacionais Atndimntos assistnciais Atndimnto Atndimntosaaurgências urgênciasmrgências mrgências Monitoramnto atstados Acompanhamnto dos casos crônicos Promoção da qualida vida Cogstão do plano saú Programas Espciais Dissminação do Conhcimnto Equip Saú Imtp s procupa com a saú dos como um todo Médicos técnicos nfrmagm colaboradors plantão promov continuamnt campanhas prvnção promoção da saú. para substituição profissionais. PGDC (Programa Grnciamnto Donças Crônicas) é um mapamnto complto qu raliza açõs spcíficas para cada grupo colaboradors, acordo com o rsultado da anális. Programas Espciais Chck up Emprsarial Dissminação do Conhcimnto Chck up Emprsarial tm como princípio a prvnção. colaborador Imtp suma procupa a saúdos colaboradors como umavaliar todo o stado passa por batriacom xams consultas com o intuito promov continuamnt campanhas prvnção promoção da saú. saú m sua totalida invstigar possívis problmas saú. PGDC (Programa Grnciamnto Donças Crônicas) é um A mprsa também po tr uma visão gral do stado saú da mapamnto raliza açõs spcíficas cada grupo população qucomplto ralizou qu os xams agir nas causas para ou prvntivamnt. colaboradors, acordo com o rsultado da anális. Gstão Vacinas SIRE - Srviço Imtp Rmoção Emprsarial Imtp provincia o control, compra aplicação das vacinas nas mprsas srviço é prvnção prstado por mio donças. Unidas Tratamnto Intnsivo móvis garantindo a divrsas quip spcializada nst tipo atndimnto. Mais sgurança no dia a dia dos sus colaboradors da sua mprsa. SIRE - Srviço Imtp Rmoção Emprsarial srviço é prstado por mio Unidas Tratamnto Intnsivo móvis quip spcializada nst tipo atndimnto. Mais sgurança no dia a dia dos sus colaboradors da sua mprsa.

7 Portfólio Srviços PPRA - Programa Prvnção Riscos Ambintais PPRA - Programa Prvnção Riscos Ambintais Programa Saú Programa SgurançaSaú do Trabalho Sgurança do Trabalho Sua mprsa produzindo com saú sgurança. Sua mprsa produzindo com saú sgurança Imtp ofrc srviços na ára saú ocupacional para minimizar riscos prvnir trabalho donças Imtp ofrc srviços na áraacints saú ocupacional para minimizar ocupacionais, tndo como principal objtivo protgr riscos prvnir acints trabalho donças ocupacionais, a tndo intgrida a capacida trabalho do su colaborador. como principalobjtivo protgr a intgrida a capacida trabalho do su colaborador. s srviços ofrcidos plo Imtp pnsados sprogramas programas srviços ofrcidos plosão Imtp são pnsados spcialmnt para mlhorar a qualida vida a sgurança do spcialmnt para mlhorar a qualida vida a sgurança ambint trabalho da sua mprsa. do ambint trabalho da sua mprsa. Atuando prvntivamnt junto com o Imtp, sua mprsa stará cada vz mais sgura! Atuando prvntivamnt junto com o Imtp, sua mprsa stará cada vz mais sgura! PCMS - Programa Control Médico Saú cupacional PCMS - Programa Control Médico Saú cupacional PCMAT - Programa Condiçõs Mio Ambint Trabalho PCMAT - Programa Condiçõs Mio Ambint Trabalho LTCAT - Laudo Técnico das Condiçõs do Ambint Trabalho LTCAT - Laudo Técnico das Condiçõs do Ambint Trabalho PPP - Prfil Profissiográfico Prvinciário PPP - Prfil Profissiográfico Prvinciário PCA - Programa Consrvação Auditiva PCA - Programa Consrvação Auditiva PPR - Programa Protção Rspiratória PPR - Programa Protção Rspiratória Laudo Priculosida Insalubrida Laudo Priculosida Insalubrida Avaliaçõs Quantitativas Avaliaçõs Quantitativas Mapas Risco Mapas Risco

8 Palstras ofrcidas plo Imtp Cursos Trinamntos Imtp conta com instrutors capacitados com vivência na ára atuação, além matrial didático atualizado constantmnt. s trinamntos possum simulaçõs práticas qu prparam os colaboradors para as situaçõs rais risco. Imtp também ofrc cursos trinamntos in company com adaptaçõs acordo com as ncssidas cada organização. Brigada Emrgência Carga horária: 16 horas Sgurança para Trabalhos m Espaço Confinado NR-33 Comportamnto sguro DSTs HIV Dirção fnsiva, ducação comportamnto no trânsito Estrss, ansida, prssão suas rlaçõs com a qualida vida pssoal profissional Hábitos posturais rlacionados ao trabalho lvantamnto pso Higin comportamntal ambintal Mio ambint cidadania Motivação Nutrição para uma vida saudávl Primiros socorros: prvnção no trabalho m casa Qualida vida, ativida física, alimntação lazr Saú mocional, bm-star na vida no trabalho Sgurança do trabalho, conscintização uso EPIs EPCs Tabagismo, alcoolismo drogas Excutants vigias com carga horária 16h Suprvisors com carga horária 40h CIPA - NR-5 Carga horária: 20h prador Empilhaira Carga horária: 16h Dirção Dfnsiva Carga horária: 8h prador Rbocador Elétrico Programas spcíficos Difrnciais Carga horária: 10h Anális rgonômica Adaptação conform ncssida da mprsa Assssoria para implantação CIPA Disponibilida para atndimnto m datas altrnativas Mapamnto spaços confinados Matrial didático atualizado constantmnt SIPATs Instrutors capacitados com formação spcífica rintação nutricional Aulas simuladas conform o risco PAE Plano ação mrgência Exclnts rfrências clints satisfitos prador Calira Vasos Prssão NR-13 Carga horária: 40h aula tórica 60h contúdo prático (stágio suprvisionado). Primiros Socorros Carga horária: 16h Trinamnto Capacitação Sgurança para Trabalhos m Altura NR-35 Carga horária: o sistma trabalho da mprsa é analisado, acordo com as ncssidas, são stablcidas as técnicas aquadas a cada situação. prador Pont Rolant Talha Elétrica Carga horária: 10h Trinamnto Sgurança m Instalaçõs Srviços com Eltricida NR-10 Básico SEP Carga horária: 40h Lvantamnto Riscos NR-12 NR-12 - Anxo II Lvantamnto Riscos Trinamnto Capacitação para pradors Máquinas.

9 midia art Rsponsávl Técnico: Dr. João Romano Zucon - CRM 327 S Curitiba Rua Emiliano Prnta, , andars Tl/Fax: +55 (41) Cp: Curitiba. PR Unida São José dos Pinhais Rua Izabl Rntora, Cntro Tl/Fax: +55 (41) CEP São José dos Pinhais. PR Unida Rio Janiro Rua da Quitanda, 86 2 andar Edifício Sul América Cntro Tl/Fax: +55 (21) CEP Rio Janiro. RJ Unida São Paulo Rua Algr, 470 Conjunto 301 Tl/Fax: +55 (11) Cp: São Catano. SP SIAC

NR-35 TRABALHO EM ALTURA

NR-35 TRABALHO EM ALTURA Sgurança Saúd do Trabalho ao su alcanc! NR-35 TRABALHO EM ALTURA PREVENÇÃO Esta é a palavra do dia. TODOS OS DIAS! PRECAUÇÃO: Ato ou fito d prvnir ou d s prvnir; A ação d vitar ou diminuir os riscos através

Leia mais

Criando Valor para o Negócio com a Solução SAP para Gestão de Capital Humano

Criando Valor para o Negócio com a Solução SAP para Gestão de Capital Humano Crian Valor o Ngócio a SAP Gstão Capital Hno Grans Grans Dsafi Dsafi na na Gstão Gstão Rcurs Rcurs Hn Hn Gstão Talnt Gstão Talnt Atrair rtr o talnto quan o mrca é Atrair Atrair Atrair rtr rtr rtr talnto

Leia mais

As Abordagens do Lean Seis Sigma

As Abordagens do Lean Seis Sigma As Abordagns do Lan Sis Julho/2010 Por: Márcio Abraham (mabraham@stcnt..br) Dirtor Prsidnt Doutor m Engnharia d Produção pla Escola Politécnica da Univrsidad d São Paulo, ond lcionou por 10 anos. Mastr

Leia mais

Apresentação Institucional e Estratégia. Março de 2015

Apresentação Institucional e Estratégia. Março de 2015 Aprsntação Institucional Estratégia Março 2015 História História A Dot.Lib é uma mprsa brasilira dicada à dissminação da informação cintífica através do acsso onlin a livros digitais, priódicos ltrônicos

Leia mais

Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade em Software PBQPS - Ciclo 2005. Encontro da Qualidade e Produtividade em Software RECIFE

Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade em Software PBQPS - Ciclo 2005. Encontro da Qualidade e Produtividade em Software RECIFE Programa Brasiliro da Qualida Produtivida m Softwar PBQPS - Ciclo 2005 Encontro da Qualida Produtivida m Softwar RECIFE Data: 26 27 stmbro 2005 Local: Hotl Villa Rica Promoção: Ministério da Ciência Tcnologia

Leia mais

Criação, Design e Implementação de Soluções Educacionais Corporativas. www.braune.com.br

Criação, Design e Implementação de Soluções Educacionais Corporativas. www.braune.com.br Criação, Dsign Implmntação Soluçõs Eucacionais Corporativas www.braun.com.br QUEM SOMOS Somos uma mprsa xclência na art ucar gstors-lírs organizaçõs com foco m aspctos o comportamnto humano no ambint organizacional.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO PARA FINS DE CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO E AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE EDUCAÇÃO

Leia mais

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro.

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro. INEC AUDITRIA Prof. CLAUDECIR PATN ESPECIALIZAÇÃ EM : GERÊNCIA CNTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITRIA TURMA III 1 Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 utubro. CNTRLE - Concitos; - Auditoria Control Intrno; - Importância

Leia mais

Estado da arte do software de mineração e o impacto nas melhores práticas de planejamento de lavra

Estado da arte do software de mineração e o impacto nas melhores práticas de planejamento de lavra Estado da art do softwar d minração o impacto nas mlhors práticas d planjamnto d lavra Prof. Dr. Giorgio d Tomi Profssor Associado, Dpto. Engnharia d Minas d Ptrólo da EPUSP Dirtor d Opraçõs, Dvx Tcnologia

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Discipli: Qualida Softwar Profa. : Kátia Lops Silva Slis adpatados do Prof. Ricardo Almida Falbo Tópicos Espciais Qualida Softwar 007/ Dpartamnto

Leia mais

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NAIR FORTES ABU-MERHY TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO DO PARQUE TECNOLÓGICO 2011-2013 Tcnologia d Informação - FEAP 1 - Rlação

Leia mais

A Certificação de Qualidade na Área dos Seguros. Sandra Santos - ADQ-Ok! TeleSeguro Certificação de Qualidade na Área de Seguros

A Certificação de Qualidade na Área dos Seguros. Sandra Santos - ADQ-Ok! TeleSeguro Certificação de Qualidade na Área de Seguros A Crtificação d Qualidad na Ára d Sgur Importância da difrnciação pla Qualidad do Srviço/ Produto Principal Canal Canal d d Distribuição Tlfon Intrnt Má Má imagm d d Call Call Cntrs Dificuldad m m difrnciar

Leia mais

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional Plano Dirtor d Tcnologia da Informação 2012-2013 88 Anxo 2 Projtos idntificados no Plano d Dsnvolvimnto Institucional Cód Projto/Programa (Ncssidad) 1 Espaço Cinma I II Equipar salas com datashow, room

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pgógica (4) (5) Mtas Rorganizar a distribuição dos discnts. Elaborar uma Política d contratação gstão d pssoal Rvisar o Projto Pgógico. Rstruturar

Leia mais

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO Marclo Sucna http://www.sucna.ng.br msucna@cntral.rj.gov.br / marclo@sucna.ng.br ABR/2008 MÓDULO 1 A VISÃO SISTÊMICA DO TRANSPORTE s A anális dos subsistmas sus componnts é tão

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM MAPA DE PESSOAL - 2013 ANEXO I Caracterização do posto de trabalho. Página 1 de 77

MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM MAPA DE PESSOAL - 2013 ANEXO I Caracterização do posto de trabalho. Página 1 de 77 MAPA DE PESSOAL - 203 Caractrização do posto d trabalho Gabint d Apoio à Prsidência. Carrira - Assistnt Técnico Contúdo funcional Dscrição da função GAP - AT0 Funçõs d naturza xcutiva, d aplicação d métodos

Leia mais

ANEXO II VAGAS 1.1 VAGAS PARA PROFESSORES DE CURSOS FIC PRONATEC MULHERES MIL CAMPUS URUAÇU RUA FORMOSA, SN QD. 28/29 - SETOR SANTANA;

ANEXO II VAGAS 1.1 VAGAS PARA PROFESSORES DE CURSOS FIC PRONATEC MULHERES MIL CAMPUS URUAÇU RUA FORMOSA, SN QD. 28/29 - SETOR SANTANA; APLICADOR DE REVESTIMENTO CERÂMICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL

Leia mais

ANEXO III CATÁLOGO DE DESCRIÇÃO DE CARGOS

ANEXO III CATÁLOGO DE DESCRIÇÃO DE CARGOS ANEXO III CATÁLOGO DE S Tndo m vista a ncssidad do Plano d Cargos, Carriras Salários - PCCS prvr os cargos xistnts dntro do CREA- TO, aprsnta st Catálogo d Dscrição d Cargos quais srão as atribuiçõs qu

Leia mais

2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO

2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO 1. ÁREA DO CONHECIMENTO CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA 2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO 3. JUSTIFICATIVA: Prspctivas no Mrcado Amazonns: A cidad d Manaus possui

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2013-2015.3 ÍNDICE

PLANO ESTRATÉGICO 2013-2015.3 ÍNDICE ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO 2013-2015.3 I. ENQUADRAMENTO..4 II. VISÃO, MISSÃO, VALORES E POLÍTICA DA QUALIDADE..5 III. MODELO ORGANIZACIONAL...10 IV. DIAGNÓSTICO EXTERNO.12 V. DIAGNÓSTICO INTERNO..14 VI.

Leia mais

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos:

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos: INSTRUÇÕES Estas instruçõs srvm d orintação para o trino das atividads planadas no projto Europu Uptak_ICT2lifcycl: digital litracy and inclusion to larnrs with disadvantagd background. Dvrão sr usadas

Leia mais

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 1.- A Informação, o conhcimnto o mundo das tcnologias A volução das tcnologias d informação

Leia mais

RESULTADO DOS CONSULTORES CREDENCIADOS

RESULTADO DOS CONSULTORES CREDENCIADOS RESULTADO DOS CONSULTORES CREDENCIADOS Rlação d nom dos consultors mprsas crdnciadas a prstar srviços d Técnica Tcnológica ao SENAI/RR d acordo com o EDITAL 05/2013. Consultor/Emprsa Alimnttus - ME Eldr

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO O Município d Duartina, Estado d São Paulo, no uso d suas atribuiçõs lgais, torna público o Edital d Prorrogação das Inscriçõs,

Leia mais

Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno

Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno Pág. 1 Caractrização Curso: PROEJA-FIC ( Curso d Formação Inicial Continuada m Alimntação Intgrado ao Ensino Fundamntal na Modalidad d EJA) Ano/Smstr ltivo: 2011 Príodo/Séri: 5ª a 8ª séri Turno: ( ) Matutino

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010 [Digit txto] 1 IDENTIFICAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dzmbro/2010 Programa: Opraçõs Coltivas Contrato CAIXA nº: 0233.389.09/2007 Ação/Modalidad: Construção d unidad habitacional

Leia mais

Planificação das Actividades Eixo I PROPORCIONAR AOS IDOSOS MELHOR QUALIDADE DE VIDA INCLUINDO MEDIDAS DE COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

Planificação das Actividades Eixo I PROPORCIONAR AOS IDOSOS MELHOR QUALIDADE DE VIDA INCLUINDO MEDIDAS DE COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL PLANO DE ACÇÃO O Plano acção é um documnto anual ond s idntificam os projctos intrvnçõs prvistas para cada ano, dvidamnt nquadradas nas stratégias dfinidas m Plano d Dsnvolvimnto Social. No sgundo PDS,

Leia mais

Planejamento de capacidade

Planejamento de capacidade Administração da Produção Opraçõs II Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad é uma atividad crítica dsnvolvida parallamnt ao planjamnto d matriais a) Capacidad insuficint lva

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia de Informação e Comunicação. Versão 0.1 PDTIC MINISTÉRIO DA DEFESA COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012/2015

Plano Diretor de Tecnologia de Informação e Comunicação. Versão 0.1 PDTIC MINISTÉRIO DA DEFESA COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012/2015 Plano Dirtor d Tcnologia d Informação Comunicação Vrsão 0.1 PDTIC MINISTÉRIO DA DEFESA COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012/2015 Brasília, 2012 MINISTÉRIO DA DEFESA Ministro d Estado da Dfsa Clso Luiz

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: CURRÍCULO DE PEDAGOGIA, FORMAÇÃO,EDUCAÇÃO INFANTIL, IDENTIDADE PROFISSIONAL

PALAVRAS-CHAVE: CURRÍCULO DE PEDAGOGIA, FORMAÇÃO,EDUCAÇÃO INFANTIL, IDENTIDADE PROFISSIONAL Govrno do Estado do Rio Grand do Nort Scrtariado d Estado da Educação Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Ritoria d Psquisa Pós-Graduação PROPEG Dpartamnto d Psquisa

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Curso Profissional d Técnico d Markting Ano Ltivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL MARKETING 2º Ano Comptências Grais Colaborar na laboração ralização d studos d mrcado, bm

Leia mais

PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO DA UNIDADE

PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO DA UNIDADE Campus d Ilha Soltira PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO DA UNIDADE Aos dz (10) dias do mês d stmbro (09) do ano d dois mil doz (2012), na Sala d Runiõs da Congrgação, as parts abaio nomadas tomaram ciência do

Leia mais

cargo Programa de Visitas CAC Atendimento NEWSLETTER

cargo Programa de Visitas CAC Atendimento NEWSLETTER NEWSLETTER cargo 02 2013 Para ampliar a comunicação com os usuários clints, o GRU Airport Cargo criou o novo portal www.grucargo.com.br. No sit é possívl conhcr a strutura dos armazéns, srviços disponívis,

Leia mais

República de Moçambique Ministério dos Transportes e Comunicações Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique

República de Moçambique Ministério dos Transportes e Comunicações Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique Rpública d Moçambiqu Ministério dos Transports Comunicaçõs Instituto Nacional das Comunicaçõs d Moçambiqu PROPOSTA DA ESTRATÉGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO SECTOR POSTAL Junho, 2014 V-1ÍNDICE Abrviaturas...5

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR de ORIGEM: Pedagogia Licenciatura Compartilhada Noturno Estrutura Curricular 1 (Parecer CONSUNI-CONSEPE n 2.

ESTRUTURA CURRICULAR de ORIGEM: Pedagogia Licenciatura Compartilhada Noturno Estrutura Curricular 1 (Parecer CONSUNI-CONSEPE n 2. Conslho Univrsitário - CONSUNI Câmara d Ensino Curso d Graduação m Pdagogia da UNIPLAC Quadro d Equivalência para Fins d Aprovitamnto d Estudos ntr duas Estruturas Curriculars Disciplinars ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo Rsidência para coltivos na Casa do Povo Chamada abrta tativo - Rsidência para coltivos na Casa do Povo Há mais d 60 anos, a Casa do Povo atua como lugar d mmória cntro cultural m sintonia com o pnsamnto

Leia mais

GroupLife da ebaotech. e melhor serviço ao cliente. O GroupLife cobre o ciclo de vida completo das operações de

GroupLife da ebaotech. e melhor serviço ao cliente. O GroupLife cobre o ciclo de vida completo das operações de Dfinição Atndimnto Manual Clint Inscrição Faturamnto Configuração Tratado Intgração Dados/ Entrpris Srvics Bus (ESB) Colocação mais rápida produtos no mrcado mlhor srviço ao clint Tabla Dstaqus Técnicos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS DE CURSOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS ESTRANGEIROS DE ENSINO, PELO INSITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA- IFB. 1. DA ABERTURA 1.1

Leia mais

Em acordo com o que estabelece o Anexo III da DN-TCU-117/2011, e em face dos exames realizados, efetuamos as seguintes análises:

Em acordo com o que estabelece o Anexo III da DN-TCU-117/2011, e em face dos exames realizados, efetuamos as seguintes análises: Unida Auditada: DEPARTAMENTO REGIONAL DO SENAI EM RORAIMA Exrcício: 2011 Procsso: 00221.000375/2012-17 Município - UF: Boa Vista - RR Rlatório nº: 201204077 UCI Excutora: CONTROLADORIA REGIONAL DA UNIÃO

Leia mais

CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA MEDICINA VETERINÁRIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC

CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA MEDICINA VETERINÁRIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA MEDICINA VETERINÁRIA Nom IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA Dados intificação da Univrsida Cuiabá - UNIC Dirignt da Mantndora Prsint: Ed. Rodrigo

Leia mais

Conselho Universitário - Consuni

Conselho Universitário - Consuni Cntro Univrsitário Brusqu - Unifb PROCESSO nº. 001/12 Procdência: PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO. ASSUNTO: ALTERAÇÕES NO EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. PARECER nº. 002/12 DATA: 08/02/12

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt da Rpública Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planjamnto, Orçamnto Gstão Paulo Brnardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt Eduardo Prira Nuns Dirtor-Excutivo

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Curso Profissional d Técnico d Markting Ano Ltivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL MARKETING 3º Ano Comptências Grais Colaborar na laboração ralização d studos d mrcado, bm

Leia mais

O projeto O CONHECIMENTO QUE SALVA, foi desenvolvido em parceria pelo

O projeto O CONHECIMENTO QUE SALVA, foi desenvolvido em parceria pelo O projto O CONHECIMENTO QUE SALVA, foi dsnvolvido m parcria plo Hospital Municipal Matrnidad Escola Dr. Mário d Moras Altnfldr Silva IGM Instituto d Gincologia Mastologia do Hospital Bnficência Portugusa

Leia mais

Empreendedorismo e Empregabilidade PE04/V01

Empreendedorismo e Empregabilidade PE04/V01 1 APROVAÇÃO DO DOCUMENTO Rsponsávl plo Procsso Validação Função Nom Razão para a nova vrsão Coord. CTCO José Pirs dos Ris Não - vrsão inicial Pró-Prsidnt para a Qualidad João Lal Aprovação Prsidnt IPBja

Leia mais

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade.

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade. Informação - Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Duração da prova: 120 minutos / 24.06.2013 12º Ano Escolarida Curso Tcnológico

Leia mais

Gestão de Riscos Abordagem Prática. Igor Rocha Ferreira MSc., PMP, CRMA, CoBIT

Gestão de Riscos Abordagem Prática. Igor Rocha Ferreira MSc., PMP, CRMA, CoBIT Gstão d Riscos Abordagm Prática Igor Rocha Frrira MSc., PMP, CRMA, CoBIT Agnda Brv Histórico da Gstão d Riscos As Organizaçõs, sus Sgmntos Procssos Maturidad d Gstão d Riscos Transição para a Gstão Intgrada

Leia mais

Senado Federal maio/2008

Senado Federal maio/2008 Audiência Pública PL 213/2007 Difrnciação d Prços nas Vndas com Cartõs d Crédito José Antonio Marciano Brasília Snado Fdral maio/2008 1 Rgra d Não Sobr-pr prço - Dfinição Rgra contratual imposta plas socidads

Leia mais

Plano de Estudo 5º ano - ANUAL

Plano de Estudo 5º ano - ANUAL Plano d Estudo 5º ano - ANUAL Disciplina: Ciências Naturais Unidad Tmática Contúdos 1 Importância das rochas do solo na manutnção dvida. Por qu razão xist vida na Trra? Qu ambint xistm na Trra? Ond xist

Leia mais

O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO

O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO 9 CONGRESSO INTERNACIONAL DA QUALIDADE E COMPETITIVIDADE FIERGS POA/RS O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D DE 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO Aod Cunha d Moras Junior

Leia mais

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA. Prof. Jos é Ricardo Tóffoli

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA. Prof. Jos é Ricardo Tóffoli PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA Prof. Jos é Ricardo Tóffoli PARTICIPAÇÃO DA S EGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO A qualidad d vida na mprs a dpnd do trabalho d uma quip multidis ciplinar, da qual

Leia mais

Empresa Elétrica Bragantina S.A

Empresa Elétrica Bragantina S.A Emprsa Elétrica Bragantina S.A Programa Anual d Psquisa Dsnvolvimnto - P&D Ciclo 2006-2007 COMUNICADO 002/2007 A Emprsa Elétrica Bragantina S.A, concssionária d srviço público d distribuição d nrgia létrica,

Leia mais

Automotive Service Center Soluções completas para empresas e profissionais do setor automotivo

Automotive Service Center Soluções completas para empresas e profissionais do setor automotivo A Boch traz para você a oficina do futuro Oficina autopça d todo o mundo têm a Boch como um grand técnico mprariai criado pcialmnt para difrnciar ua mpra no mrcado. té A gama mai complta d pça d rpoição.

Leia mais

Employer Branding. José Bancaleiro Managing Partner da Stanton Chase international

Employer Branding. José Bancaleiro Managing Partner da Stanton Chase international Employr Branding José Bancaliro Managing Partnr da Stanton Chas intrnational Num mundo marcado pla globalização, a complxidad a comptitividad no qual o talnto humano s transformou no principal factor d

Leia mais

ENE/08. ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Geral de Técnicos de Saúde e Educação em Equitação Terapêutica

ENE/08. ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Geral de Técnicos de Saúde e Educação em Equitação Terapêutica NEF nº nº 23A/ENE/0 ENE/08 Lisboa, 18 d Novmbro d 2008 ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Gral d Técnicos d Saúd Educação m Equitação Trapêutica ========== X ========== NOTA: A prsnt

Leia mais

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2012

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2012 TRMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS M 2012 ORDM CRONOLÓGICA PRIMIRO TRMO ADITIVO Nº DO CONTRATO 08/2012 PRSTAÇÃO D SRVIÇOS D DSNVOLVIMNTO IMPLANTAÇÃO D PROGRAMAS PRVNTIVOS OBJTO DO CONTRATO OCUPACIONAIS

Leia mais

PROJETO CONFECÇÃO DE SACOLAS E CAIXAS ARTESANAIS. Rua Hibiscos nº 86 Bairro Regina Belo Horizonte MG (031)33853893 85214283 valeriamelo@pop.com.

PROJETO CONFECÇÃO DE SACOLAS E CAIXAS ARTESANAIS. Rua Hibiscos nº 86 Bairro Regina Belo Horizonte MG (031)33853893 85214283 valeriamelo@pop.com. PROJETO CONFECÇÃO DE SACOLAS E CAIAS ARTESANAIS Valéria Ribiro Salgado Mlo E.E.Dr. Amaro Nvs Barrto Rua Hibiscos nº 86 Bairro Rgina Blo Horizont MG (031)33853893 85214283 valriamlo@pop.com.br A E.E. Dr.

Leia mais

Melhoria contínua da qualidade do ensino

Melhoria contínua da qualidade do ensino 1. OBJETIVO Est procdimnto visa normalizar as ativis snvolvis no âmbito mlhoria contínua quali do nsino dos cursos ministrados na Escola Naval (EN). 2. CAMPO DE APLICAÇÃO O prsnt procdimnto é aplicávl

Leia mais

Série V300. Excelente controle de temperatura para caminhões pequenos e furgões

Série V300. Excelente controle de temperatura para caminhões pequenos e furgões Séri V300 Exclnt control para caminhõs pqunos furgõs A solução para obtr Exclnt smpnho Alta confiabilida Fácil manutnção Montagm frontal ou no tto Construção compacta AEssa sérilinha V-300 ofrc uma xclnt

Leia mais

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 5/6.- Exploração d ambints computacionais Criação d um produto original d forma colaborativa

Leia mais

AJUSTE FISCAL ESTRUTURAL E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA. PROJETO GOVERNO DO ESTADO / PGQP Secretaria da Fazenda

AJUSTE FISCAL ESTRUTURAL E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA. PROJETO GOVERNO DO ESTADO / PGQP Secretaria da Fazenda AJUSTE FISCAL ESTRUTURAL E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA PROJETO GOVERNO DO ESTADO / PGQP Scrtaria da Faznda 10 d Março d 2008 AGENDA Estratégia d Govrno 3 Eixos Frnts d Trabalho Govrno/PGQP Rsultados

Leia mais

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2013

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2013 TRMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS M 2013 ORDM CRONOLÓGICA PRIMIRO TRMO ADITIVO Nº DO CONTRATO 14/2013 MOTIVO PRAZO VALOR PRSTAÇÃO D SRVIÇOS PARA LABORAÇÃO D TRMO D RFRÊNCIA PARA ATUALIZAÇÃO DO PLANO

Leia mais

PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE VIGÊNCIA 2013 /17 ÍNDICE: 1. EQUIPA DE TRABALHO... 3 1. Comptência da Coordnadora do Projto d Promoção Educação para a Saúd (PES)... 4 2. Comptência da Equipa

Leia mais

V300 Séries. Excelente controle de temperatura para caminhões pequenos e furgões

V300 Séries. Excelente controle de temperatura para caminhões pequenos e furgões V300 Séris Exclnt control caminhõs pqus furgõs A obtr Exclnt smpnho Alta confiabili Manutnção fácil Montagm frontal ou tto Construção pacta séri ofrc ofrc xclnt xclnt AAAséri séri ofrc xclnt A séri ofrc

Leia mais

Orientações Agricultura e Floresta

Orientações Agricultura e Floresta Orintaçõs Agricultura Florsta Promovr o dsnvolvimnto rural na óptica da multifuncionalidad dos spaços, através d stratégias instrumntos qu nglobm os divrsos actors públicos privados com intrsss nsts domínios.

Leia mais

ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA.

ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA. ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA. REF.: VIABILIZAÇÃO A AÇÃO FISCAL - Qubra da bas sindical, Rdução d salário, Aumnto d jornada d trabalho,

Leia mais

PLANO de ESTUDO 6.º ANO - ANUAL

PLANO de ESTUDO 6.º ANO - ANUAL PLANO d ESTUDO 6.º ANO - ANUAL Contúdos 1. Trocas nutricionais ntr o organismo o mio nos animais. 1.1. Os alimntos como vículo d nutrints. 1.2.Sistma digstivo do sr d outros animais. 1.2.1. Órgãos do sistma

Leia mais

S is tem a de G es tã o da Qua lida de. S egura n ça do T ra ba lho

S is tem a de G es tã o da Qua lida de. S egura n ça do T ra ba lho S is tm a d G s tã o da Qua lida d S gura n ça do T ra ba lho G s tã o da Qua lida d I n t r n a ti o n a l O r g a n i za ti o n fo r S ta n d a r d i za ti o n (I S O ) Organização Normalização. Intrnacional

Leia mais

INTRODUÇÃO COMO INSERIR O OTIF NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DAS ORGANIZAÇÕES?

INTRODUÇÃO COMO INSERIR O OTIF NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DAS ORGANIZAÇÕES? ROBUSTCIMNTO DA GSTÃO LOGÍSTICA ATRVÉS S DO COM LAN SIS SIGMA Porto Alegre - RS 8 de Junho de 28 INTRODUÇÃO Aquecimento do mercado de aquisições e fusões: procura por indicadores genéricos e holísticos;

Leia mais

Atividades desenvolvidas pela secretaria da Agricultura Fomento Agropecuário e Meio Ambiente durante o ano de 2009.

Atividades desenvolvidas pela secretaria da Agricultura Fomento Agropecuário e Meio Ambiente durante o ano de 2009. Ativis snvolvis pla scrtaria Agricultura Fomnto Agropcuário Mio Ambint durant o ano 2009. Locação um imóvl: Com a locação do novo spaço para funcionamnto Scrtaria Agricultura, EPAGRI microbacia, o spaço

Leia mais

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014 F i n a l i d a d O r i n t a r o u s u á r i o p a r a q u s t o b t PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Vrsão: 27/08/2014 Atualizado m: 27/08/2014

Leia mais

A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO

A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO FLH NÃO É UM OPÇÃO José Wagnr Braidotti Junior (1) Rsumo prssão por mlhors indicadors d produtividad, disponibilidad confiabilidad nas organizaçõs tm aumntado a cada ano, tornando os divrsos procssos d

Leia mais

ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO

ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO RESULTADOS Avaliação Intrna da Escola PROJETO DE MELHORIA DA ESCOLA ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO Articulação ntr o Quadro d Rfrência da IGEC o Procsso d Autoavaliação da Escola Do mí nio s

Leia mais

PLANO DE CURSO 2011. 3 aulas Data show Aulas expositivas Estudo de casos e análise de precedentes dos Tribunais Estaduais e Superiores.

PLANO DE CURSO 2011. 3 aulas Data show Aulas expositivas Estudo de casos e análise de precedentes dos Tribunais Estaduais e Superiores. Est Plano d Curso podrá sofrr altraçõs a critério do profssor / ou da Coordnação. PLANO DE CURSO 2011 DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Excução civil, tutlas d urgência procdimntos spciais. PROFESSOR:

Leia mais

EMPRESA ESTRUTURA. Com diversificado, a Tubonasa possui uma sólida infraestrutura seguindo padrões internacionais de armazenagem e manuseio.

EMPRESA ESTRUTURA. Com diversificado, a Tubonasa possui uma sólida infraestrutura seguindo padrões internacionais de armazenagem e manuseio. EMPRES Tubonasa ços é uma organização prsnt há mais d anos no mrcado, é pionira m su sgmnto d distribuição d tubos m aço carbono, quadrados, rtangulars rdondos; m suas mais divrsas normas, para as mais

Leia mais

SANEAMENTO SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA. Definição. Definição de Saúde Pública

SANEAMENTO SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA. Definição. Definição de Saúde Pública SANEAMENTO Dfinição É o control d todos os fators do mio físico do homm, qu xrcm ou podm xrcr fitos nocivos sobr su bm star físico, mntal social (OMS) Srviços d Sanamnto abastcimnto d água (qualidad quantidad)

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000038 - ENGENHARIA CIVIL Nivl: Suprior Ara Profissional: 0007 - CONSTRUCAO CIVIL Ara Atuacao: 0049 - PROJ.SANEAMENTO/CONSTR.CIVIL

Leia mais

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO I. PRINCÍPIOS: 1. Suprmacia do Intrss Público sobr o Particular Em sndo a finalidad única do Estado o bm comum, m um vntual confronto ntr um intrss individual o intrss coltivo dv prvalcr o sgundo. 2. Indisponibilidad

Leia mais

Situação atual: ações fitossanitárias PORTOS DE ENTRADA EM RECIFE, PE PARCERIA MAPA E EMBRAPA

Situação atual: ações fitossanitárias PORTOS DE ENTRADA EM RECIFE, PE PARCERIA MAPA E EMBRAPA Situação atual: açõs fitossanitárias SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO REMOTA DE PRAGAS PARA A SEGURANÇA BIOLÓGICA DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO PORTOS DE ENTRADA EM RECIFE, PE PARCERIA MAPA E EMBRAPA Objtivo: intificar

Leia mais

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO SISTEMA CONSTRUTIVO PAREDES DE CONCRETO NBR60 PAREDES DE CONCRETO Sistma construtivo m qu as lajs as pards são moldadas m conjunto, formando um lmnto monolítico.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTENDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTENDA 0 - NCARGOS SPCIAIS - PPA 2014 / 2017 PAGAMNTO D AMORTIZACAO, JUROS OUTROS NCARGOS DCORRNTS D MPRSTIMOS FINANCIAMNTOS DA DIVIDA PUBLICA OUTROS NCARGOS SPCIAIS QU CONSTITUM OBRIGAÇÕS NA ADMINISTRACAO PUBLICA

Leia mais

Informativo de Cursos 2º semestre de 2012 Santos Cubatão Bertioga

Informativo de Cursos 2º semestre de 2012 Santos Cubatão Bertioga Informativo d s 2º smstr d 2012 Automação Automobilística Caldiraria Construção Civil Rstauração Dsnho Eltroltrônica Logística Manutnção Mcânica Mtalmcânica Mtalurgia Rfrigração Climatização Tcnologia

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Smstr/2015 Ensin Técnic Códig: 0262 ETEC ANHANGUERA Municípi: Santana d Parnaíba Cmpnnt Curricular: Gstã Emprsarial Módul: 1 Eix Tcnlógic: Sgurança C. H. Smanal: 2,5 Habilitaçã

Leia mais

Alunos dos 1 anos participam de concurso de exposições sobre Inovação e Sustentabilidade na Agropecuária

Alunos dos 1 anos participam de concurso de exposições sobre Inovação e Sustentabilidade na Agropecuária Alunos dos 1 anos participam concurso xposiçõs sobr Inovação Sustntabilida na Agropcuária Na última trçafira, 23 junho, as turmas Curso 1 anos Técnico do m Agropcuária participaram do concurso xposiçõs

Leia mais

ÉTICA EMPRESARIAL UM COMPROMISSO SOCIAL QUE PODE MAXIMIZAR RESULTADOS. Fernanda Ribeiro Roda¹, Rafael de Souza Fonseca², Valdevino Krom

ÉTICA EMPRESARIAL UM COMPROMISSO SOCIAL QUE PODE MAXIMIZAR RESULTADOS. Fernanda Ribeiro Roda¹, Rafael de Souza Fonseca², Valdevino Krom ÉTICA EMPRESARIAL UM COMPROMISSO SOCIAL QUE PODE MAXIMIZAR RESULTADOS Frnan Ribiro Ro¹, Rafal d Souza Fonsca², Valdvino Krom 3 1 Aluna Faculd d Administração d Emprsas Ngócios Univrsid do Val do Paraíba.

Leia mais

Gestão de melhoria e mudança: um estudo de caso do setor automotivo

Gestão de melhoria e mudança: um estudo de caso do setor automotivo Gstão mlhoria mudança: um studo caso do stor automotivo Olívia Toshi Oiko (EESC-USP) olivia@sc.usp.br Matus Ccílio Grolamo (EESC-USP) grolamo@sc.usp.br Luiz C. R. Carpintti (EESC-USP) carpint@tigr.prod.sc.sc.usp.br

Leia mais

Conheça nossos Serviços

Conheça nossos Serviços BEM VINDO! Oferecemos completa Assessoria e Consultoria nos aspectos legais, técnicos e normativos relacionados à quaisquer serviços de SEGURANÇA, SAÚDE E MEDICINA DO TRABALHO. Conheça nossos Serviços

Leia mais

SINTEC-SP - CEETEPS - CREA-SP

SINTEC-SP - CEETEPS - CREA-SP SINTEC-SP - CEETEPS - CREA-SP 2008 PROJETO EDUCAÇÃO CONTINUADA EMPREENDEDORISMO 2 Sumário. Introdução 3 2. Justificativa 3 3. Objtivos 5 4. Coordnação do Curso 5 5. Formação dos Coordnadors 5 6. Caractrísticas

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Govrno do Estado do Rio Grand do Nort Scrtariado d Estado da Educação Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Ritoria d Psquisa Pós-Graduação PROPEG Dpartamnto d Psquisa

Leia mais

Informativo de Cursos 1º semestre de 2013

Informativo de Cursos 1º semestre de 2013 Informativo d s 1º smstr d 2013 Escolas SENAI - - Automação Automobilística Caldiraria Construção Civil Rstauração Dsnho Eltroltrônica Logística Manutnção Mcânica Mtalmcânica Mtalurgia Rfrigração Climatização

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO

PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO POR BENEFICIÁRIOS DE PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO A prnchr plo IEFP, I.

Leia mais

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita:

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita: Máquinas Térmicas Para qu um dado sistma raliz um procsso cíclico no qual rtira crta quantidad d nrgia, por calor, d um rsrvatório térmico cd, por trabalho, outra quantidad d nrgia à vizinhança, são ncssários

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE ENFERMAGEM

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE ENFERMAGEM PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE ENFERMAGEM Barrtos SP Página 1 d 237 CENTRO UNIFICADO DE EDUCAÇÃO BARRETOS FACULDADE BARRETOS Prsidnt da Mantndora André Luiz Rzk Dirtor Gral Prof. Dr. Chad Rzk Nto Dirtor Acadêmico

Leia mais

EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA

EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA 1. Disposiçõs Grais A Protção Social Espcial

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt da Rpública Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planjamnto, Orçamnto Gstão Guido Mantga INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt Sérgio Bssrman Vianna Dirtor Excutivo Nuno

Leia mais

14 ISSN 1677-7042. Nº 96, quarta-feira, 21 de maio de 2008. ANEXO Portaria MEC n o - 608, DE 20 DE MAIO DE 2008. PORTARIA N o - .

14 ISSN 1677-7042. Nº 96, quarta-feira, 21 de maio de 2008. ANEXO Portaria MEC n o - 608, DE 20 DE MAIO DE 2008. PORTARIA N o - . 4 ISSN 677-7042 Nº 96, quarta-fira, 2 d maio d 2008 608, DE 20 DE MAIO DE 2008 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso d suas atribuiçõs lgais tndo m vista o disposto na Portaria MP n o 450,

Leia mais

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho Ano 2 Lagdo, Domingo, 31 d maio d 2015 N o 12 Datas das próximas viagns da UFMG Data Casa 12 29 d maio a 31 d maio d 2015 Alcion/Paulo 13 26 d junho a 28 d junho d 2015 Gralda/Antônio 14 24 d julho a 26

Leia mais

4.1 Método das Aproximações Sucessivas ou Método de Iteração Linear (MIL)

4.1 Método das Aproximações Sucessivas ou Método de Iteração Linear (MIL) 4. Método das Aproimaçõs Sucssivas ou Método d Itração Linar MIL O método da itração linar é um procsso itrativo qu aprsnta vantagns dsvantagns m rlação ao método da bisscção. Sja uma função f contínua

Leia mais

A Implantação da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais do Brasil (INDE)

A Implantação da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais do Brasil (INDE) A Implantação da Infrastrutura Nacional d Dados Espaciais do Brasil (INDE) GEO SUMMIT LATIN AMERICA 2009 23 Julho 2009 São Paulo - SP 1 Tmário I - Infrastruturas d Dados Espaciais: Concitos II - Açõs da

Leia mais