Não há conflito de interesses

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Não há conflito de interesses"

Transcrição

1 Dr. Ricardo Sales dos Santos Médico UFBA, Salvador Cirurgia Geral e Torax UNICAMP, Campinas Minimally Invasive Surgery UPMC, Pittsburgh Lung Transplantation UPMC, Pittsburgh MIS Instructor & Robotic Surgery BMC, Boston Hospital Israelita Albert Einstein São Paulo Pós Graduação Fac. Santa Casa São Paulo Não há conflito de interesses

2 Cirurgia Minimamente Invasiva Tecnologia (do grego τεχνη) "técnica, arte, ofício" e λογια "estudo") é um termo que envolve o conhecimento técnico e científico e as ferramentas, processos e materiais criados e/ou utilizados a partir de tal conhecimento.

3 Papel da Cirurgia Torácica Minimamente Invasiva VATS Detecção Precoce Intervenção guiada por imagem Crioterapia Gastro Enterologia Pneumologia Patologia Radiologia Paliação Endobrônquica Navegação eltromagnética Cirurgia Geral Endoscopia Paciente Oncologia Intervencionista Engenharia Clínica Cirurgia Robótica RVATS Ablação Pulmonar Radioterapia i Industria Endoscopia EBUS Cirurgia Estereotactica

4 Cirurgia Minimamente Invasiva Road Map - Oncologia Cirúrgica Controle eficaz da doença Prevenção e diagnóstico i precoce Menor agressão Vídeo Imagem Radioterapia Melhor custo benefício Integração multidisciplinar e profissional

5 Prevenção e diagnóstico precoce Prevenção primária Promoção de saúde Prevenção secundária ProPulmão Informação em saúde Qualidade de vida

6 PET-CT 11 Broncoscopias 5 EBUS 2 Punção transtorácica 5 Cirurgias (Vídeo e robótica) 5 Resultados do anatomopatológico Câncer (1 st round) 5 Lesões benignas (Hamartoma, 4 Schwannoma, Histoplasmoma) N =14 3,5 % 1,2 % CA pulmão Tuberculose 1 BOOP 1

7

8

9

10

11

12

13

14

15 Cirurgia Minimamente Invasiva Road Map - Oncologia Cirúrgica Controle eficaz da doença Prevenção e diagnóstico i precoce Menor agressão Vídeo Imagem Radioterapia Melhor custo benefício Integração multidisciplinar e profissional

16 Tratamento Cirúrgico Incisão póstero lateral VATS / RVATS

17 Lobectomia por Vídeo Benefícios Experiência Duke University n= 1079 (697 VATS, 382 open) Menor incidência na VATS Fibrilação Atrial Atelectasia Fuga aérea Transfusão Pneumonia Morte Hartwig & D Amico, Ann Thorac Surg 2010;89:S

18 Lobectomia Vídeo Assistida Incisões csõesde taba trabalho Tratamento Cirúrgico X Auxílio (10mm) Trabalho 3 a 5 cm X Câmera (10mm)

19 Lobectomia video assistida Instrumentação Standard instrumentation Open /close and rotation only

20

21 Lobectomia video assistida Instrumentação robótica

22 Cirurgia Robótica DaVinci S DaVinci Si

23 Cenário da cirurgia robótica

24 Decisão Palpação pç digital

25 Qual o paciente ideal para a cirurgia i minimamente i invasiva? i

26 Cirurgia Video Assistida

27 VATS Lobectomy Series Number Cancer Mortality Lewis Yim (0.4%) 7 Stay Kaseda (0.8%) NA Hermansson Ohtsuka (1.0%) 8 Walker (1.8%) 6 Gharagozloo (0.5%) 4 Roviaro NA Solaini Tatsumi McKenna (0.8%) 3 Total (88%) 16 (0.7%) 6

28 Robotic VATS Lobectomy Series Number Cancer Mortality Stay Park 2012 (USA, Italy) (0.3%) 5 (2-28) 28) Cerfolio o 2011 ((USA) (1-7) Dylewsky 2011 (USA) (1.5%) 3 (1-44) Jang 2011 (Korea) (4-22) Augustin 2011 (Austria) (3.8%) 11 (7-53) Fortes 2011 (USA) (1-13) 13) Giulianotti 2010 (USA) (26%) (2.6%) 10 (3-24) Gharagozloo 2009 (USA) (3%) 4 (3-42) Anderson 2007 (USA) (2-10) Total (89%) 0,9% 5

29 Masculino 60 anos 50 anos/maço

30 Protocolo PROPULMÃO Elementos da cirurgia minimamente invasiva

31 PET positivo = SUV 5,5 INDICADA CIRURGIA

32 Lobectomia vídeo assistida

33 Lobectomia T1aNOMO Carcinoma Epidermóide In Situ 1,2 cm

34 Open, video assisted thoracic surgery, and robotic lobectomy: review of a national database. Kent M, Wang T, Whyte R, Curran T, Flores R, Gangadharan S Modalidade Aberta P Robótica P Vídeo N= 33,095 20, ,427 Mortalidade 2% ,2% 0,12 1,1% Tempo hospitalar (dias) 8,2 < ,9 0,45 6,3 Morbidade 54,1% ,8% 0,68 45,3% Ann Thorac Surg Jan;97(1):236-42; discussion 242-4

35 Long term survival after lobectomy for non small cell lung cancer by video assisted thoracic surgery versus thoracotomy. Lee PC, Nasar A, Port JL, Paul S, Stiles B, Chiu YL, Andrews WG, Altorki NK. Análise pareada Vídeo P Toracotomia N = 416 N = 208 N = 208 Linfonodos 11, ,3 Estações linfonodais 3,1 < ,8 Sobrevida 3 / 5 anos 87,4% / 76,5 % NS 81,6% / 77,5% *Multivariate Cox regression analyses of OS and DFS confirmed the noninferiority of VATS. Ann Thorac Surg Sep;96(3):951-60; discussion 960-1

36 Linfadenectomia Robótica

37 Cirurgia Minimamente Invasiva Road Map - Oncologia Cirúrgica Controle eficaz da doença Prevenção e diagnóstico i precoce Menor agressão Vídeo Imagem Radioterapia Melhor custo benefício Integração multidisciplinar e profissional

38 Fluxograma Câncer de Pulmão Avaliação Multidisciplinar Diagnóstico Anatomo patológico? Não Indicação de Biopsia? Cirurgia Torácica Minimamente i Invasiva Resultado Anatomo patológico Maligno Sim Benigno Estadiamento Lobectomia não sim Avançado Não Avançado Radioterapia e ou Quimioterapia Acompanhamento Clínico

39

Câncer de Pulmão Tratamento cirúrgico atual Indicações e Técnicas

Câncer de Pulmão Tratamento cirúrgico atual Indicações e Técnicas Câncer de Pulmão Tratamento cirúrgico atual Indicações e Técnicas Dr. Ricardo Sales dos Santos UFBA, UNICAMP, UNIFESP, UPMC, BU Coordenador Médico Centro de Cirurgia Torácica Minimamente Invasiva, Robótica

Leia mais

NÓDULO PULMONAR SOLITÁRIO

NÓDULO PULMONAR SOLITÁRIO Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Medicina Hospital São Lucas SERVIÇO DE CIRURGIA TORÁCICA José Antônio de Figueiredo Pinto DEFINIÇÃO Lesão arredondada, menor que 3.0 cm

Leia mais

PET-CT NO NÓDULO PULMONAR SOLITÁRIO. Dr. Mauro Esteves -

PET-CT NO NÓDULO PULMONAR SOLITÁRIO. Dr. Mauro Esteves - PET-CT NO NÓDULO PULMONAR SOLITÁRIO Dr. Mauro Esteves - mauro.rad@hotmail.com PET-CT no nódulo pulmonar solitário nódulo pulmonar - definição opacidade nodular 3 cm de diâmetro circundada por tecido pulmonar

Leia mais

É um nódulo pulmonar?

É um nódulo pulmonar? Avaliação dos Pequenos Nódulos Pulmonares Alexandre Dias Mançano Radiologia Anchieta Hospital Regional de Taguatinga DF É um nódulo pulmonar? Até 20% são imagens que mimetizam nódulos ao RX Fratura de

Leia mais

José Rodrigues Pereira Médico Pneumologista Hospital São José. Rastreamento do Câncer de Pulmão: Como e quando realizar

José Rodrigues Pereira Médico Pneumologista Hospital São José. Rastreamento do Câncer de Pulmão: Como e quando realizar José Rodrigues Pereira Médico Pneumologista Hospital São José Rastreamento do Câncer de Pulmão: Como e quando realizar www.globocan.iarc.fr National Cancer Institute 2016 National Cancer Institute 2016

Leia mais

Valéria Mika Massunaga Enfermeira do setor da Radioterapia do Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital Israelita Albert Einstein

Valéria Mika Massunaga Enfermeira do setor da Radioterapia do Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital Israelita Albert Einstein Câncer de pulmão Valéria Mika Massunaga Enfermeira do setor da Radioterapia do Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital Israelita Albert Einstein QUIMIOTERAPIA Introdução O câncer de pulmão é um dos

Leia mais

Altair da Silva Costa Júnior

Altair da Silva Costa Júnior 1 O seu médico recomendou a cirurgia do pulmão porque é a melhor forma para tratar a sua doença. Provavelmente você deve ter realizado diversos exames para a decisão da cirurgia, em conjunto com seu médico.

Leia mais

manejo do nódulo pulmonar subsólido Dr. Mauro Esteves -

manejo do nódulo pulmonar subsólido Dr. Mauro Esteves - manejo do nódulo pulmonar subsólido Dr. Mauro Esteves - mauro.rad@hotmail.com NPS no RX de Tórax história - exame físico - RX de Tórax antigos definitivamente benigno definitivamente maligno interromper

Leia mais

Cirurgia Torácica Robótica Presente ou futuro? Robotic Thoracic Surgery Present or future?

Cirurgia Torácica Robótica Presente ou futuro? Robotic Thoracic Surgery Present or future? Artigo Cirurgia Torácica Robótica Presente ou futuro? Robotic Thoracic Surgery Present or future? Ricardo Sales dos Santos 1 Resumo últimos 20 anos. A evolução tecnológica constante dos instrumentos de

Leia mais

Fábio José Haddad. Departamento de Cirurgia Torácica Hospital do Câncer A. C. Camargo. Hospital Sírio-Libanês Cirurgião Torácico

Fábio José Haddad. Departamento de Cirurgia Torácica Hospital do Câncer A. C. Camargo. Hospital Sírio-Libanês Cirurgião Torácico Tratamento t Cirúrgico i das Metástases Pulmonares Fábio José Haddad Departamento de Cirurgia Torácica Hospital do Câncer A. C. Camargo Núcleo Avançado de Tórax Hospital Sírio-Libanês Cirurgião Torácico

Leia mais

Caixa de Assistência dos Empregados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Procedimentos que necessitam de Autorização

Caixa de Assistência dos Empregados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Procedimentos que necessitam de Autorização Caixa de Assistência dos Empregados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Procedimentos que necessitam de Autorização ESPECIALIDADE ENDOSCOPIA DIGESTIVA COLANGIOPANCRETOGRAFIA RETRÓGRADA (CPRE)

Leia mais

Up to date da radiologia no câncer de pulmão

Up to date da radiologia no câncer de pulmão Up to date da radiologia no câncer de pulmão Ana Paula Santo Lima Radiologista torácica Med Imagem ÍNDICE Difusão é superior ao PET-CT na detecção e avaliação linfonodal no câncer de pulmão Nódulos pulmonares

Leia mais

Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)?

Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)? Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)? Dr. Ormando Campos Jr. Oncologista Clínico Conflito de Interesses Quimioterapia + Radioterapia.

Leia mais

Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico

Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico Hospital Israelita Albert Einstein Dr. Pedro Luiz S. Usón Jr Tópicos de discussão Câncer Gástrico operável - Quimioterapia perioperatória - Quimioterapia adjuvante

Leia mais

IIIa-N2: Papel para Cirurgião no Tratamento Multidisciplinar

IIIa-N2: Papel para Cirurgião no Tratamento Multidisciplinar Câncer de Pulmão Não Pequenas Células IIIa-N2: Papel para Cirurgião no Tratamento Multidisciplinar Riad N. Younes Núcleo Avançado de Tórax Hospital Sírio-Libanês Departamento de Cirurgia Torácica Hospital

Leia mais

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Tratamento de Resgate após Falha da Radioterapia Eu prefiro HIFU ou Crioterapia i GUSTAVO CARDOSO GUIMARÃES CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Câncer da Próstata Estados Unidos Siegel R, CA CANCER J CLIN 2014

Leia mais

Abordagem cirúrgica do câncer de pulmão: lobectomia ou ressecções sublobares?

Abordagem cirúrgica do câncer de pulmão: lobectomia ou ressecções sublobares? Abordagem cirúrgica do câncer de pulmão: lobectomia ou ressecções sublobares? AUTOR: Altair da Silva Costa Jr. Médico da Disciplina de Cirurgia Torácica da Escola Paulista de Medicina Universidade Federal

Leia mais

Tratamento da doença localizada

Tratamento da doença localizada Tratamento da doença localizada Marco A. Arap, MD. PhD. Hospital das Clínicas - Universidade de São Paulo Uro-oncology Fellow M.D.Anderson Cancer Center Núcleo de Urologia do Hospital Sírio Libanês Disclosures

Leia mais

XXII WORSHOP UROLOGIA ONCOLÓGICA Março 2017 Hotel Solverde, Espinho

XXII WORSHOP UROLOGIA ONCOLÓGICA Março 2017 Hotel Solverde, Espinho 09h00 10h00 POSTERS Sexta-Feira,Friday, 10 Março 10h00 10h15 coffee-break ANDROLOGIA - ANDROLOGY 10h15 10h30 Como optimizar a terapêutica médica na disfunção eréctil? How to optimize the medical treatment

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE PET CT NO DIAGNÓSTICO DE NEOPLASIA PULMONAR

UTILIZAÇÃO DE PET CT NO DIAGNÓSTICO DE NEOPLASIA PULMONAR UTILIZAÇÃO DE PET CT NO DIAGNÓSTICO DE NEOPLASIA PULMONAR Michele Vidotto Rosa 1, Marjorie do Val Ietsugu 2 1 Tecnóloga em Radiologia Faculdade de Tecnologia de Botucatu. E-mail: mizinha-86@hotmail.com.

Leia mais

Lobectomia pulmonar robótica para tratamento do câncer de pulmão e de metástases pulmonares: implantação do programa e experiência inicial

Lobectomia pulmonar robótica para tratamento do câncer de pulmão e de metástases pulmonares: implantação do programa e experiência inicial J Bras Pneumol. 2016;42(3):185-190 http://dx.doi.org/10.1590/s1806-37562015000000212 ARTIGO ORIGINAL Lobectomia pulmonar robótica para tratamento do câncer de pulmão e de metástases pulmonares: implantação

Leia mais

PET- TC aplicações no Tórax

PET- TC aplicações no Tórax PET- TC aplicações no Tórax Disciplina de Pneumologia InCor- HCFMUSP Prof. Dr. Mário Terra Filho 1906 1863 Eisenberg 1992 (J. Kavakama) RxTC- Sec XIX-XX Lyons-Petrucelli 1978 Sec XIX PET- Sec XX-XXI PET

Leia mais

CARCINOMA DUCTAL INVASOR INICIAL DA BIDIMENSIONAL VERSUS TRIDIMENSIONAL NÍVEIS I E II

CARCINOMA DUCTAL INVASOR INICIAL DA BIDIMENSIONAL VERSUS TRIDIMENSIONAL NÍVEIS I E II CARCINOMA DUCTAL INVASOR INICIAL DA MAMA D: A RADIOTERAPIA BIDIMENSIONAL VERSUS TRIDIMENSIONAL É INFERIOR NA ABRANGÊNCIA MAMÁRIA E NÍVEIS I E II Da Costa AB, Diaz OC, Carvalho MCR, Dias TM, Alves MS, Duarte

Leia mais

Gaudencio Barbosa R3CCP HUWC

Gaudencio Barbosa R3CCP HUWC Gaudencio Barbosa R3CCP HUWC Pacientes com carcinoma de celulas escamosas (CEC) comumente se apresentam com massa cervical O primario geralmente é revelado após avaliação clínica O primário pode ser desconhecido

Leia mais

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas?

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Tratamento combinado em câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências

Leia mais

Trabalho de biologia

Trabalho de biologia câncer Trabalho de biologia neste livro darei exemplos de dois tipos de câncer, que são eles: Câncer de esôfago E Pulmão. A quais falei e seguida. Câncer de esôfago O câncer de esôfago pode ter duas linhagens,

Leia mais

Indicações e passo-a-passo para realização de SBRT

Indicações e passo-a-passo para realização de SBRT Indicações e passo-a-passo para realização de SBRT Heloisa de Andrade Carvalho heloisa.carvalho@hc.fm.usp.br heloisa.carvalho@hsl.org.br SBRT O que é? Porquê? Para quê? Passo-a-passo SBRT O que é? Stereotactic

Leia mais

Hamartoma pulmonar como diagnóstico diferencial de metástase de carcinoma de mama: relato de caso*

Hamartoma pulmonar como diagnóstico diferencial de metástase de carcinoma de mama: relato de caso* Relato de Caso Hamartoma pulmonar como diagnóstico diferencial de metástase de carcinoma de mama: relato de caso* Pulmonary hamartoma as a differential diagnosis of breast cancer metastasis: case report

Leia mais

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS A Beneficência Portuguesa de São Paulo e a Casa de Portugal tem a mesma origem e cooperam entre si há mais de 80 anos.

Leia mais

Rodrigo de Morais Hanriot Radioterapeuta Sênior Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Rodrigo de Morais Hanriot Radioterapeuta Sênior Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Alemão Oswaldo Cruz Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer Ginecológico Rodrigo de Morais Hanriot Radioterapeuta Sênior Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Alemão Oswaldo Cruz Índice Neoplasia endometrial

Leia mais

Enquadramento e Racional

Enquadramento e Racional LungOS Advanced non-small cell Lung cancer treatment patterns and Overall Survival: real-world outcomes research study from the Southern Portugal Cancer Registry (ROR-SUL). Enquadramento e Racional O cancro

Leia mais

Debate em saúde. Câncer de pulmão: prevenção e cura parte 2

Debate em saúde. Câncer de pulmão: prevenção e cura parte 2 Debate em saúde A medicina está longe de ser uma ciência exata. Tal qual uma partitura musical que permite várias interpretações, lidar com doentes e doenças também permite diferentes opções, ainda que

Leia mais

Câncer de Pulmão. Tratamento Cirúrgico DR. RAFAEL PANOSSO CADORE

Câncer de Pulmão. Tratamento Cirúrgico DR. RAFAEL PANOSSO CADORE Câncer de Pulmão Tratamento Cirúrgico DR. RAFAEL PANOSSO CADORE Epidemiologia! O câncer de pulmão é a neoplasia que mais mata no mundo desde 1953 ( mulheres 1985). No Brasil, para 2014, foram 16.400 casos

Leia mais

Módulo: Câncer de Próstata Localizado Alto Risco

Módulo: Câncer de Próstata Localizado Alto Risco Módulo: Câncer de Próstata Localizado Alto Risco Caso 1 PFA, 55 anos, masculino Sem comorbidades, pratica tênis 2x/semana PSA = 11 ng/ml (primeiro PSA) TR com nódulo pétreo a E de 2 cm Biópsia Gleason

Leia mais

irurgia Revista Portuguesa de Órgão Oficial da Sociedade Portuguesa de Cirurgia II Série N. 14 Setembro 2010

irurgia Revista Portuguesa de Órgão Oficial da Sociedade Portuguesa de Cirurgia II Série N. 14 Setembro 2010 Revista Portuguesa de Cirurgia II Série N. 14 Setembro 2010 Revista Portuguesa de irurgia II Série N. 14 Setembro 2010 ISSN 1646-6918 Órgão Oficial da Sociedade Portuguesa de Cirurgia CADERNO ESPECIAL

Leia mais

RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA

RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA RADIOTERAPIA ESTEREOTÁXICA CORPÓREA Bases da Radioterapia Tipos de Radioterapia Efeitos Colaterais Enf. Alexandre Barros Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein - SP Paciente :

Leia mais

Vigilância das Doenças Crônicas Não

Vigilância das Doenças Crônicas Não Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde Coletiva MEB Epidemiologia IV Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia

Leia mais

RADIOTERAPIA EM TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO LOCALMENTE AVANÇADOS E IRRESSECÁVEIS (IVB): QUANDO EVITAR TRATAMENTOS RADICAIS?

RADIOTERAPIA EM TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO LOCALMENTE AVANÇADOS E IRRESSECÁVEIS (IVB): QUANDO EVITAR TRATAMENTOS RADICAIS? RADIOTERAPIA EM TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO LOCALMENTE AVANÇADOS E IRRESSECÁVEIS (IVB): QUANDO EVITAR TRATAMENTOS RADICAIS? HENRIQUE FARIA BRAGA 1,2 ; HELOISA DE ANDRADE CARVALHO 1 ; ANDRE TSIN CHIH CHEN

Leia mais

Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil

Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde Coletiva MEB Epidemiologia IV Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Este tipo de registro se caracteriza em um centro de coleta, armazenamento,

Leia mais

Vigilância das Doenças Crônicas Não

Vigilância das Doenças Crônicas Não Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde Coletiva MEB Epidemiologia IV Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia

Leia mais

CONJUGAÇÃO DO EXAME DE PET/CT COM IMRT NO DELINEAMENTO E PLANEJAMENTO EM TUMORES DE CANAL ANAL. Lílian d Antonino Faroni Rio de Janeiro 2012

CONJUGAÇÃO DO EXAME DE PET/CT COM IMRT NO DELINEAMENTO E PLANEJAMENTO EM TUMORES DE CANAL ANAL. Lílian d Antonino Faroni Rio de Janeiro 2012 CONJUGAÇÃO DO EXAME DE PET/CT COM IMRT NO DELINEAMENTO E PLANEJAMENTO EM TUMORES DE CANAL ANAL Lílian d Antonino Faroni Rio de Janeiro 2012 Introdução 2 % dos tumores malignos do intestino grosso e 4%

Leia mais

Os tumores neuroendócrinos retais expressam marcadores como cromogranina e sinaptofisina, embora nem sempre sejam positivo.

Os tumores neuroendócrinos retais expressam marcadores como cromogranina e sinaptofisina, embora nem sempre sejam positivo. Os tumores neuroendócrinos (TNE) retais correspondem a 34% dos tumores neuroendócrinos do TGI, ficando atrás em incidência apenas dos TNE de delgado. A incidência de tumores neuroendócrinos retais tem

Leia mais

Caso Clínico Clinical Case

Caso Clínico Clinical Case Caso Clínico Clinical Case Mauro Zamboni 1 Deborah C Lannes 2 Andreia Monteiro 3 Aureliano Cavalcanti 4 Carla Regina Santos De Carli 5 Melissa Iole Da Cás Vita 5 Edson Toscano 6 Samuel Z de Biasi 7 Gustavo

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas

Leia mais

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede

4ª Reunião do GT de Oncologia. Projeto OncoRede 4ª Reunião do GT de Oncologia Projeto OncoRede Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor Rio de Janeiro, 02 de Setembro de 2016 Clique para editar local e data Pauta da 4ª

Leia mais

Estadiamento do Mediastino. PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS

Estadiamento do Mediastino. PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS II Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão Estadiamento do Mediastino PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS Fabio José Haddad Cirurgia Torácica II Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão Estadiamento

Leia mais

A imagem não pode ser exibida. Talvez o computador nã

A imagem não pode ser exibida. Talvez o computador nã Diretrizes de contorno para planejamento: pulmão e mediastino Michael Jenwei Chen Serviço de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo SP 39ª Jornada Paulista de Radiologia 30 de abril

Leia mais

RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO

RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO XI Congresso Brasileiro de Radioterapia RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO FELIPE QUINTINO KUHNEN Hospital de Caridade Florianópolis, SC CEPON Florianópolis, SC Hospital São José Criciúma,

Leia mais

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS HEAD AND NECK CANCER TREATMENT IN ELDERLY PATIENTS OVER 80 YEARS OLD 1,4,6 TERENCE PIRES DE FARIAS 5 GABRIEL MANFRO 1,2,3

Leia mais

Características endoscópicas dos tumores neuroendócrinos retais podem prever metástases linfonodais? - julho 2016

Características endoscópicas dos tumores neuroendócrinos retais podem prever metástases linfonodais? - julho 2016 A incidência de tumores neuroendócrinos (TNE) retais tem aumentado ao longo dos últimos 35 anos. A maioria dos TNEs retais são diagnosticados por acaso, provavelmente devido ao aumento do número de sigmoidoscopias

Leia mais

A obstrução colônica aguda é uma condição grave que traz risco de vida, e que requer tratamento cirúrgico imediato.

A obstrução colônica aguda é uma condição grave que traz risco de vida, e que requer tratamento cirúrgico imediato. INTRODUÇÃO: Cerca de 10 a 30% dos pacientes com câncer colorretal (CCR) vão apresentar obstrução colônica como apresentação inicial. A obstrução colônica aguda é uma condição grave que traz risco de vida,

Leia mais

www.sobope2016.com.br Câncer Infanto-Juvenil Nos últimos anos tem havido uma diminuição importante da mortalidade por câncer em crianças e adolescentes nos países de alta renda. Entretanto, no nosso continente

Leia mais

Imagiologia Mamária. Manuela Gonçalo. Director: Prof. Doutor F. Caseiro Alves. Serviço de Radiologia HUC

Imagiologia Mamária. Manuela Gonçalo. Director: Prof. Doutor F. Caseiro Alves. Serviço de Radiologia HUC Imagiologia Mamária Manuela Gonçalo Serviço de Radiologia HUC Director: Prof. Doutor F. Caseiro Alves Imagiologia Mamografia (M. Digital) (referência) Diagnóstico Rastreio Ecografia R.M. Galactografia

Leia mais

Módulo: Câncer de Bexiga Localizado

Módulo: Câncer de Bexiga Localizado Módulo: Câncer de Bexiga Localizado Caso 1 RS, 67 anos, masculino, tabagista Jan/2012: Hematúria e disúria. Sem outras queixas Paciente sem comorbidades Função renal normal Março/2012: Cistoscopia + RTU:

Leia mais

UNITERMOS: Neoplasias Pulmonares, Neoplasias Pulmonares/Cirurgia, Neoplasias Pulmonares/Diagnóstico.

UNITERMOS: Neoplasias Pulmonares, Neoplasias Pulmonares/Cirurgia, Neoplasias Pulmonares/Diagnóstico. ARTIGO ORIGINAL Pulmão 192 : Modelo de referenciamento de pacientes com lesões pulmonares para serviço terciário em um município da região metropolitana de Porto Alegre, RS Lung 192 : a model for referral

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM COLOPROCTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

S R E V R I V Ç I O D E E C IR I URGIA I A T O T RÁCIC I A

S R E V R I V Ç I O D E E C IR I URGIA I A T O T RÁCIC I A Neoadjuvância Julio Espinel R2 CIT Cristiano Feijó Andrade Outubro 2009 Importância Estadiamento linfonodal Unificar para discutir e poder propor modificações; Selecionar tratamento multimodais; Discordâncias

Leia mais

Rastreamento para Câncer de Pulmão

Rastreamento para Câncer de Pulmão Rastreamento para Câncer de Pulmão Rosana S Rodrigues Coordenadora de Pesquisa - Área de Imagem ID Or Médica Radiologista Hospital Copa D Or e HUCFF/UFRJ Rastreamento anual por TC de baixa dose (LDCT)

Leia mais

Diagnóstico diferencial de nódulos pulmonares suspeitos: quando e como investigar

Diagnóstico diferencial de nódulos pulmonares suspeitos: quando e como investigar Diagnóstico diferencial de nódulos pulmonares suspeitos: quando e como investigar Definição Nódulo pulmonar é uma estrutura circular de margens definidas, de 2 a 30 mm de diâmetro. Micronódulo menos de

Leia mais

DIA MUNDIAL DO CANCRO: 4/2/2015 ONCOLOGIA NA RAM - RELATÓRIO INFOGRÁFICO

DIA MUNDIAL DO CANCRO: 4/2/2015 ONCOLOGIA NA RAM - RELATÓRIO INFOGRÁFICO 1. CARACTERIZAÇÃO DA MORTALIDADE 1.1 Principais causas de morte, 2010-2013, RAM 1.2 Taxa de mortalidade padronizada (/100.000 hab), Região (RAM, RAA e Portugal), 2009 a 2012 Fonte: Estatísticas da Saúde,

Leia mais

L u iz F elip e N o b re. luizfelipenobresc@gmail.com

L u iz F elip e N o b re. luizfelipenobresc@gmail.com NÓDULO PULMONAR os Dez Mandamentos CNAP / SBPT São Paulo, 2013 L u iz F elip e N o b re luizfelipenobresc@gmail.com NÓDULO PULMONAR Def. Opacidade relativamente esférica com diâmetro

Leia mais

18/12/2007. Traqueíte Úlceras rasas Cartilagem exposta Cartilagem destruída

18/12/2007. Traqueíte Úlceras rasas Cartilagem exposta Cartilagem destruída Princípios Técnicas i Resultados Estenose: Lesão p/ Balonete Cooper. Ann Surg 1969;169:334 n=3 pacientes V.M. prolongada (1-6 dias) Traqueíte Úlceras rasas Cartilagem exposta Cartilagem destruída Departamento

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Aspectos cirúrgicos no tratamento de tumores hepatobiliares caninos: uma revisão

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Aspectos cirúrgicos no tratamento de tumores hepatobiliares caninos: uma revisão PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Aspectos cirúrgicos no tratamento de tumores hepatobiliares caninos: uma revisão Marcel Vasconcellos Médico Veterinário, Zootecnista, discente do

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES GERAIS DA CIRURGIA DISCIPLINA DE MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E REVISÃO SISTEMÁTICA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES GERAIS DA CIRURGIA DISCIPLINA DE MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E REVISÃO SISTEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES GERAIS DA CIRURGIA DISCIPLINA DE MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E REVISÃO SISTEMÁTICA - Área de Concentração: Epidemiologia Cirúrgica - Linha de Pesquisa: Epidemiologia

Leia mais

PRINCIPAIS AGRAVOS UROLÓGICOS FORUM POLÍTICAS PUBLICAS E SAÚDE DO HOMEM/2014

PRINCIPAIS AGRAVOS UROLÓGICOS FORUM POLÍTICAS PUBLICAS E SAÚDE DO HOMEM/2014 PRINCIPAIS AGRAVOS UROLÓGICOS FORUM POLÍTICAS PUBLICAS E SAÚDE DO HOMEM/2014 CARLOS CORRADI CHEFE SERV. UROLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL MINAS GERAIS PRESIDENTE SOCIEDADE BRASILEIRA DE UROLOGIA 2014-2015

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA

CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA Internato Médico de Radioterapia para o ano de Hospital: Serviço / Departamento: 1 Existência

Leia mais

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir)

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Tópicos atuais em câncer de mama Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências em

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Jornalismo 332 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Relações Públicas 56 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área:

Leia mais

Manejo do Nódulo Pulmonar

Manejo do Nódulo Pulmonar Manejo do Nódulo Pulmonar Bruno Hochhegger MD, PhD Médico Radiologista do Pavilhão Pereira Filho e INSCER PUC/RS Professor de Radiologia da UFCSPA e PUC/RS brunohochhegger@gmail.com Manejo do Nódulo Pulmonar

Leia mais

Doença Localizada. Radioterapia exclusiva em estádios iniciais: quando indicar? Robson Ferrigno

Doença Localizada. Radioterapia exclusiva em estádios iniciais: quando indicar? Robson Ferrigno Doença Localizada Radioterapia exclusiva em estádios iniciais: quando indicar? Robson Ferrigno Esta apresentação não tem qualquer conflito Esta apresentação não tem qualquer conflito de interesse Câncer

Leia mais

A N E X O III A T R I B U I Ç Õ E S

A N E X O III A T R I B U I Ç Õ E S A N E X O III A T R I B U I Ç Õ E S MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR Realizar procedimentos diagnósticos e terapêuticos, inclusive em Hemodinâmica; Prescrever e ministrar tratamento para as diversas afecções

Leia mais

Tratamento Radioterápico do Câncer de Próstata

Tratamento Radioterápico do Câncer de Próstata MONTEIRO, Daniella Santos [1] SANTOS, Domingas Silva dos [2] CARDOSO, Ivanilson dos Santos [3] MARQUES, Kélya Mendes [4] SANTOS, Raone Domingues dos [5] SOARES, Wanessa Danielle Barbosa [6] MONTEIRO, Daniella

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento UROLOGIA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento UROLOGIA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas

Leia mais

ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA

ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Anestesiologia Cirurgia Geral Clínica Médica Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia

Leia mais

ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA

ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Anestesiologia Cirurgia Geral Clínica Médica Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia

Leia mais

PAPEL DA RESSECÇÃO LIMITADA NA CIRURGIA DO CÂNCER DE PULMÃO Paulo de Biasi

PAPEL DA RESSECÇÃO LIMITADA NA CIRURGIA DO CÂNCER DE PULMÃO Paulo de Biasi PAPEL DA RESSECÇÃO LIMITADA NA CIRURGIA DO CÂNCER DE PULMÃO Paulo de Biasi Introdução Durante muitos anos, a ressecção lobar foi considerada a menor cirurgia possível para tratar adequadamente o câncer

Leia mais

Redução do tempo de hospitalização após cirurgia torácica de grande porte: identificação de factores determinantes

Redução do tempo de hospitalização após cirurgia torácica de grande porte: identificação de factores determinantes REV PORT DE FACTORES PNEUMOL DETERMINANTES/NUNO IX (3): 205-213 FEVEREIRO FERREIRA DE LIMA, ANDRÉ LUÍS DE AQUINO CARVALHO ARTIGO ORIGINAL/ORIGINALARTICLE Redução do tempo de hospitalização após cirurgia

Leia mais

Avaliação de Desempenho Médico. Erica Mota de Sousa Batista Médica Infectologista Gerente Qualidade Nacional do Americas Serviços Médicos

Avaliação de Desempenho Médico. Erica Mota de Sousa Batista Médica Infectologista Gerente Qualidade Nacional do Americas Serviços Médicos Avaliação de Desempenho Médico Erica Mota de Sousa Batista Médica Infectologista Gerente Qualidade Nacional do Americas Serviços Médicos 1 Hospital Business Map 2 Estrutura Hospitalar e Ambulatorial 3

Leia mais

Manuseio do Nódulo Pulmonar Solitário

Manuseio do Nódulo Pulmonar Solitário VIII Congresso de Pneumologia e Tisiologia do Estado do Rio de Janeiro Manuseio do Nódulo Pulmonar Solitário Universidade do Estado do Rio de Janeiro Faculdade de Ciências Médicas Hospital Universitário

Leia mais

Do ultrassom à cirurgia robótica: um guia prático para a abordagem oncológica do mediastino

Do ultrassom à cirurgia robótica: um guia prático para a abordagem oncológica do mediastino Artigo de revisão Review article Do ultrassom à cirurgia robótica: um guia prático para a abordagem oncológica do mediastino From ultrasound to robotic surgery: a practical guide to oncological approach

Leia mais

RICARDO SALES DOS SANTOS TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DE TÓRAX COM BAIXA DOSAGEM NO RASTREAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO NO BRASIL

RICARDO SALES DOS SANTOS TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DE TÓRAX COM BAIXA DOSAGEM NO RASTREAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO NO BRASIL RICARDO SALES DOS SANTOS TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DE TÓRAX COM BAIXA DOSAGEM NO RASTREAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO NO BRASIL Tese apresentada ao Curso de Pós- Graduação da Faculdade de Ciências Médicas

Leia mais

- Papel da Quimioterapia Neo e

- Papel da Quimioterapia Neo e Carcinoma Urotelial de Bexiga: Tratamento Sistêmico na Doença Músculo-Invasiva - Papel da Quimioterapia Neo e Adjuvante Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Prof. Medicina Interna Univ. Católica de Brasília

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU UNESP

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU UNESP Seguem abaixo os ramais com suas respectivas classificações. RAM AL LOCAL CLASSIF. 6284 Acesso Legal - Rafael 2 6412 Agendamento - Bloco 2 6425 Agendamento - Núcleo - Administração 4 6427 Agendamento -

Leia mais

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia

22 - Como se diagnostica um câncer? nódulos Nódulos: Endoscopia digestiva alta e colonoscopia 22 - Como se diagnostica um câncer? Antes de responder tecnicamente sobre métodos usados para o diagnóstico do câncer, é importante destacar como se suspeita de sua presença. As situações mais comuns que

Leia mais

IV Jornadas ANCI. Tiago Cunha, RN, MsC.

IV Jornadas ANCI. Tiago Cunha, RN, MsC. Tiago Cunha, RN, MsC tiagocunha@sapo.pt Introdução A Infecção do Local Cirúrgico foi 20%, 16%, 13%, 12,2% e 14,3% das IACS nos inquéritos de prevalência de 1988, 1993, 2003, 2009 e 2010 (PNCI, 2004:4;

Leia mais

Reirradiação após recidiva de tumor em cabeça e pescoço : Indicações e Resultados. Priscila Guimarães Cardoso R3 - Radioterapia

Reirradiação após recidiva de tumor em cabeça e pescoço : Indicações e Resultados. Priscila Guimarães Cardoso R3 - Radioterapia Reirradiação após recidiva de tumor em cabeça e pescoço : Indicações e Resultados Priscila Guimarães Cardoso R3 - Radioterapia Introdução 30 a 50% Recorrência Locorregional (LCR) Risco de 2 primário de

Leia mais

Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal

Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal Paulo Eduardo Novaes, MD, PhD Departamento de Radioterapia Hospital AC

Leia mais

09:00 às 09:45 SIMPÓSIO DE CIRURGIA. TORÁCICA TORACOTOMIA NA SALA DE EMERGÊNCIA 09:45 às 10:30. 09:00 às 10:30 SIMPÓSIO DE CIRURGIA

09:00 às 09:45 SIMPÓSIO DE CIRURGIA. TORÁCICA TORACOTOMIA NA SALA DE EMERGÊNCIA 09:45 às 10:30. 09:00 às 10:30 SIMPÓSIO DE CIRURGIA 21 de agosto de 2011 ROBERTO SAAD ORLANDO MARQUES VIEIRA SAMIR RASSLAN 1 2 ENDO VIDEOCIRURGIA EM CÂNCER DE PRÓSTATA URGÊNCIA E COMPLICAÇÕES EM ASPECTOS ATUAIS DO TRATAMENTO DO CÂNCER COLORRETAL SITUAÇÃO

Leia mais

AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA NAS RESSECÇÕES PULMONARES POR NEOPLASIA DE PULMÃO

AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA NAS RESSECÇÕES PULMONARES POR NEOPLASIA DE PULMÃO AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA NAS RESSECÇÕES PULMONARES POR NEOPLASIA DE PULMÃO Sonia Maria Faresin Doutora em Medicina pela UNIFESP Coordenadora do Ambulatório de Risco Cirúrgico Disciplina de Pneumologia

Leia mais

Revisão da Anatomia e definição dos volumes de tratamento: câncer de próstata

Revisão da Anatomia e definição dos volumes de tratamento: câncer de próstata FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS UNIVERSIDADE DE CAMPINAS Revisão da Anatomia e definição dos volumes de tratamento: câncer de próstata JUMARA MARTINS R3 RADIOTERAPIA/ 2013 FCM- UNICAMP Anatomia Classificação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ALCIDES CARNEIRO DIA - 20/12/2009 CARGO: MASTOLOGISTA C O N C U R S O P Ú B L I C O - H U A C / 2 0 0 9 Comissão de Processos

Leia mais

Epidemiologia. Tipos de Estudos Epidemiológicos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde

Epidemiologia. Tipos de Estudos Epidemiológicos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde Epidemiologia Tipos de Estudos Epidemiológicos Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde TIPOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS Observacionais Experimental x Observacional Relatos de Casos Série de casos Transversal

Leia mais

Onde o PET/CT tem evidência de custo/benefício em Oncologia? Carlos A. Buchpiguel

Onde o PET/CT tem evidência de custo/benefício em Oncologia? Carlos A. Buchpiguel Onde o PET/CT tem evidência de custo/benefício em Oncologia? Carlos A. Buchpiguel Porque Investir nesta Tecnologia? Aplicações Clínicas FDG ONCOLOGIA CARDIOLOGIA (viabilidade) 80 a 90% dos estudos nos

Leia mais

Radioterapia e SBRT para doença oligometastática. Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Radioterapia e SBRT para doença oligometastática. Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz Radioterapia e SBRT para doença oligometastática Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz Ca Cancer J Clin 2016;66(1)7 30 Incidência de câncer por sexo Ca Cancer J Clin 2016;66(1)7

Leia mais

Módulo: Câncer de Rim Metastático

Módulo: Câncer de Rim Metastático Módulo: Câncer de Rim Metastático Caso 1 RKG, 54 anos, masculino Assintomático Hipertensão arterial e Diabetes controlados Lesão observada em USG de rotina Nov/2009: RM de abdômen a seguir... RKG, 54 anos,

Leia mais

EXAME AMRIGS Instruções

EXAME AMRIGS Instruções EXAME AMRIGS 2016 Instruções Leia atentamente e cumpra rigorosamente as instruções que seguem, pois elas são parte integrante das provas e das normas que regem o Exame AMRIGS, ACM e AMMS. 1. Atente-se

Leia mais