Relatório de. Diretoria. Gestão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de. Diretoria. Gestão 2010-2012"

Transcrição

1 Relatório de Gestão

2

3 Relatório de Diretoria Gestão Fortaleza, novembro de 2012

4

5 FBG A força da ética e do valor científico em nossa especialidade é o legado de 63 anos de trabalho de várias vidas dedicadas à Federação Brasileira de Gastroenterologia. A meta máxima da gestão foi favorecer o aperfeiçoamento profissional de qualidade a todos gastroenterologistas do Brasil

6 Diretoria Gestão Presidente: José Galvão Alves (RJ) Vice-Presidente: José Roberto de Almeida (PE) Secretário Geral: Sender Jankiel Mizsputen (SP) 1º Secretário: Adávio de Oliveira e Silva (SP) Diretor Financeiro: Rubens Basile (RJ) Coordenadora do FAPEGE: Maria do Carmo Friche Passos (MG) Presidente eleito ( ): José Roberto de Almeida (PE) 6

7 Comissões Relatório de Gestão Comissões COMISSÕES PERMANENTES Título de Especialista Luciana Dias Moretzsohn (MG) Presidente Mauro Bafutto (GO) Celso Mirra de Paula e Silva (MG) James Ramalho Marinho (AL) José Miguel Luz Parente (AL) Odery Ramos Junior (PR) FAPEGE Maria do Carmo Friche Passos (MG) Coordenadora Eponina M. O. Lemme (RJ) Laércio Tenório Ribeiro (AL) Departamento de Eventos FBG Renato Dani (MG) Diretor Ética Médica Carlos Fernando de Magalhães Franciscone (RS) Coordenador Joffre Rezende Filho (GO) Carlos Sandoval Gonçalves (ES) Defesa Profissional Dr. Gaspar de Jesus Lopes Filho (SP) ) Coordenador Dr. Jece Freitas Brandão (BA) Dr. Julio M. Fonseca Chebli (MG) Conselho Fiscal José Augusto da Silva Messias (RJ) ) Coordenador Pedro Ferreira de Souza Filho (PB) Octavio Augusto B. Gomes de Souza Junior (PA) Suplentes do Conselho Fiscal Sérgio Pessoa (CE) José Nonato Fernandes Spinelli (PB) Fábio Gomes Teixeira (MA) Conferencista Nacional X SBAD 2011 Jaime Natan Eisig (SP) COMISSÕES TEMPORÁRIAS E REPRESENTANTES Relações Governamentais Isac Jorge Filho (SP) Pedro Braz Macedo Filho (PE) Relações Internacionais Glaciomar Machado Olive (RJ) Flavio Steinwurz (SP) Ângelo Alves de Mattos (RS) Igelmar Barreto Paes (BA) Comissão de Ensino Farid Butros Iunan Nader (RS) Flair J. Carrilho (SP) Julio M. Fonseca Chebli (MG) Paulo Pimentel de Assumpção (PA) Luiz João Abrahão (RJ) Comissão Científica do Site Dra. Maria do Carmo F. Passos (MG) Dr. Marco Antonio Zerôncio (RN) Dr. Mário Reis Álvares-da-Silva (RS) Laércio Tenório Ribeiro (AL) Comissão Acervo Histórico Ulysses G. Meneghelli (SP) Representante na AMB Rogério Toledo Junior (SP) Representante na CNA Comissão Nacional de Acreditação Dulce Reis Guarita (SP) Representante na Área Técnica Saúde 7

8 Comissões do Homem no Ministério da Saúde Ulysses G. Meneghelli (SP) Rogério Toledo Junior (SP) Representante na ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária Sender Jankiel Miszputen (SP) Revista GED José Murilo Robilotta Zeitune (SP) Editor de Gastroenterologia Revista Arquivos de Gastroenterologia Flavio Antonio Quilici (SP) Editor de Gastroenterologia Jornal da FBG Heitor Rosa (GO) Comissão Jovem Gastroenterologista Odery Ramos Junior (PR) Silvando Barbalho Rodrigues (RJ) Sergio Pessoa (CE) Raul Carlos Wahle (SP) Daniela A. Cavalcanti (RJ) Residente PJG Comissão do Selo de Certificação da FBG Edson Braga Lameu (RJ) Rubens Basile (RJ) Sender Jankiel Mizsputen (SP) Comissão de Pesquisa Básica Raquel Canzi Almada de Souza (PR) André C. Lyra (BA) Clínica Luiz Gonzaga Vaz Coelho (MG) José Alves de Freitas (SP) Comissão de Credenciamento dos Cursos de Especialização Adávio de Oliveira e Silva Raul Wahle José Galvão Alves Comissão Reforma Estatuto e Regimento Laércio Tenório Ribeiro Celso Mirra de Paula e Silva 8

9 Federadas Sociedades federadas e seus presidentes ( ) Sociedade Alagoana de Gastroenterologia Edgar Valente de Lima Neto Sociedade de Gastroenterologia do Amazonas Agostinho Massulo Sociedade de Gastroenterologia da Bahia Nelma Pereira de Santana Sociedade Cearense de Gastroenterologia Cícero Robério Motta Sociedade de Gastroenterologia do Espírito Santo Maria da Penha Zago Gomes Sociedade Goiana de Gastroenterologia Américo de Oliveira Silvério Sociedade de Gastroenterologia de Brasília Adélia Carmen Silva de Jesus Sociedade Maranhense de Gastroenterologia Licia Maria Rodrigues Fonseca Sociedade Mato-Grossense de Gastroenterologia e Nutrição Elton Hugo Maia Teixeira Sociedade Sul-Mato-Grossense de Gastroenterologia Jesus da Cunha Garcia14 Federação Brasileira de Gastroenterologia Sociedade de Gastroenterologia e Nutrição de Minas Gerais Áureo de Almeida Delgado Sociedade Paraense de Gastroenterologia Betânia Cavalcante Pinheiro Sociedade de Gastroenterologia e Nutrição da Paraíba José Eymard M. de Medeiros Filho Sociedade Paranaense de Gastroenterologia e Nutrição Julio Cesar Pisani Sociedade Pernambucana de Gastroenterologia Ana Botler Wilheim Sociedade de Gastroenterologia do Piauí Simone Barbosa da Silva Leal Sociedade de Gastroenterologia do Rio de Janeiro Edson Jurado da Silva Sociedade de Gastroenterologia do Rio Grande do Norte Auzelívia Pastora Rego Medeiros Sociedade Gaúcha de Gastroenterologia Carlos Kupski Sociedade Catarinense de Gastroenterologia Eduardo Nobuyuki Usuy Jr. Sociedade de Gastroenterologia de São Paulo Joaquim Prado P. de Moraes Filho Sociedade de Gastroenterologia de Sergipe Gilvan Pinto Monteiro Sociedade de Gastroenterologia do Tocantins Jônio de Arruda Luz 9

10 Em cumprimento ao Estatuto da FBG art. 12 1º item, a atual diretoria elaborou este relatório com a finalidade de prestar contas aos membros do Conselho Diretor, das atividades realizadas durante o Biênio

11 Índice Apresentação A valorização do trabalho em equipe A FBG HOJE RESULTADOS EXECUTIVO Secretaria Executiva Comissões Título de Especialista Comissão de credenciamento de cursos de pós-graduação e residência médica Pesquisa Nacional sobre cursos de pós-graduação e residência médica (questionário nacional) Normas do Credenciamento dos programas de pós-graduação e residência médica Ética Defesa Profissional Assessoria Jurídica Reforma do Estatuto Comissão de Relações Governamentais Comissão de Convênios e Seguros Médicos e Representatividade com a AMB FINANCEIRO Equilíbrio Financeiro Parcerias comerciais CIENTÍFICO - Formação profissional e Educação Continuada FAPEGE educação continuada Cursos presenciais Portal da FBG curso, serviços e rede de relacionamentos a. Recursos digitais e estrutura do site b. Números do Portal FBG c. Cursos On Line - Programas de educação continuada à distância d. Biblioteca Rima de revistas científicas internacionais e. Prêmio Rima f. Espectrogastro g. Web Cast h. Campeonato Brasileiro de Casos Clínicos i. DDW Itinerante e Presencial j. DDW 2011/2012 Cobertura on line l. Destaques da Cobertura Projeto Jovem Gastro a. História b. Núcleos Regionais c. Simpósio Jovem Gastro

12 Índice d. Prêmio Jovem Gatro Prêmio Jovem Gastro 2011 Prêmio Jovem Gastro 2012 e. Curso de Motilidade Faringo Esofagiana UFRJ Publicações da FBG Revistas impressas e eletrônicas Arquivos de Gastroenterologia Revista GED Jornal Brasileiro de Gastroenterologia Jornal da FBG Boletim Informativo Impresso Jornal Eletrônico da FBG Livros da FBG a. Edições Monotemáticas b. Livros do Pré-congresso da FBG Gastroenterologia na pratica clínica (2011) Terapêutica em Gastroenterologia (2012) c. Temas de Atualização em Gastroenterologia(Jornada S. Casa do Rio de Janeiro) d. Tratado Gastointestinal e Doenças do Fígado Sleisenger e Fordtran Eventos Eventos Regionais organizados e apoiados pela FBG a. X Congresso de Gastroenterologia do Norte Nordeste b. XXXIII Jornada da Santa Casa de Misericórdia Rio de Janeiro c. I Congresso Brasil Central de Gastroenterologia Goiânia d. Jornada de Gastro do Cariri Ceará e. Gastrorecife Recife f. Congresso Mineiro de Gastroenterologia Eventos Nacionais a. Semana Brasileira do Aparelho Digestivo SBAD SBAD 2011 Porto Alegre SBAD Fortaleza b. Pré-Congresso da FBG Pré-congresso 2011 Pré-congresso 2012 Eventos Internacionais no Brasil a. Train The Trainers WGO /FBG -Porto Alegre Comissão Nacional de Acreditação CNA TV Senado Convênios Internacionais 1. SAGE Argentina SGP Portugal WGO Cursos e Centros de Referencia no Brasil A Hepatologia Campanhas de Conscientização da Comunidade

13 Índice Comunicação da FBG 1. Assessoria de Imprensa Divulgação Boletins Eletrônicos SMS Sites de Relacionamento Facebook Benefícios Ao Associado 1. Benefícios Depoimentos Departamentos Especializados Sociedade Brasileira para o Estudo do Pâncreas (SBEP) 2. Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva (SBMD) 3. Núcleo de Estudos do H.Pilory) 4. Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasil (GEDIIB) Federadas Atividades Agenda do Presidente Agradecimentos Anexos

14 Apresentação Através de sonhos, ideias e ideais, iniciamos nossa gestão bem antes do ano de Em 2010, já presidente eleito, pensei e repensei a diretoria e as possíveis realizações. Acompanharam-me nestas escolhas, o desejo de ver crescer e interiorizar-se a Federação Brasileira de Gastroenterologia. Além de manter e incentivar importantes atividades que nortearam a FBG buscamos criar novos caminhos e motivar antigos e recentes companheiros. Criamos os Livros Monotemáticos, mas continuamos a incentivar o Arquivo de Gastroenterologia, a GED e o elegante e abrangente Jornal da FBG. As atividades científicas presenciais -FAPEGE e Jovem Gastro - foram cumpridas com afinco e delas participaram na condição de docentes em 2011 cerca de 90 colegas e em 2012 próximo a 80 outros, distribuídos por todo país. Buscamos incessantemente a troca de experiência entre os sócios de todo Brasil. Viajamos dezenas de vezes para inúmeras cidades brasileiras no intuito de levar e representar a FBG. Estimulamos inúmeros colegas a divulgar a Gastroenterologia na imprensa escrita e falada. Procuramos autoridades federais, políticos e membros da Comissão Nacional de Residência Médica, Associação Médica Brasileira, e Conselho Federal de Medicina lutando e defendendo a FBG e seus associados. Mas se de tudo algo ficou foi o contato, o convívio com os colegas e a satisfação de conhecer um grande país com riquezas inimagináveis. Na gestão inicia-se a Semana Brasileira do Aparelho Digestivo Anual (SBAD) e realizam-se dois grandes eventos Porto Alegre e Fortaleza que com a união FBG, SOBED e CBDC garantem sucesso e futuro. Ao apresentar este relatório da Gestão , faço-o com o carinho e respeito que merecem FBG e sócios de todo Brasil. Agradeço aos prezados e queridos colegas de diretoria e a secretaria da FBG exemplos de lealdade, companheirismo e dedicação. José Galvão-Alves Presidente 14

15 A valorização do trabalho em equipe Em 2005, quando José Galvão-Alves me convidou a participar de sua diretoria, disse a ele que aceitaria caso sua gestão tivesse o compromisso de integrar todas as áreas da Federação, sempre buscando o equilíbrio científico e cultural. Logo no início do trabalho, pude constar que ele compartilhava desta mesma preocupação. Nossa parceria firmou-se e o trabalho nesses dois anos de gestão rendeu frutos muito positivos para a Gastroenterologia e seus associados. São realizados diversos Cursos de Atualização da FBG em formato presencial, com inclusão ou não de interativos para participação de sócios de vários Estados brasileiros. Sua gestão proporcionou a descentralização da FBG e, ao mesmo tempo, a união entre todos os associados. Valorizando cada região do Brasil, José Galvão-Alves ofereceu ferramentas para que todos trabalhassem em prol da Gastroenterologia brasileira. Foram realizados diversos eventos regionais, a criação da Federada de Tocantins, o congresso Brasil-Central, entre tantas outras ações benéficas aos associados. Como vice-presidente, pude participar e acompanhar o desenvolvimento da FBG e acredito que todos estão satisfeitos com o crescimento da nossa Federada. Parabenizo a diretoria 2011/2012 por todas as realizações, por todo o trabalho desenvolvido. José Roberto de Almeida Vice-presidente 15

16 A FBG Hoje Com 63 anos de atividades, a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) tem prestado um excelente serviço à classe médica e à população brasileira. Hoje, congrega 23 federadas distribuídas por todo país, com uma rica representatividade na Gastroenterologia nacional, com associados. Todos os resultados até aqui alcançados devem-se a sucessivas gestões que empenharam esforços para o crescimento da especialidade no país. Acreditamos que a capacidade de atualização e interação entre os mais variados centros brasileiros projetam um futuro com mais qualidade. Por isso, entendemos que é necessário um trabalho precioso em nível de graduação e na formação de residentes da clinica médica para incentivar a busca pela especialidade. Um segundo ponto de preocupação da FBG é a disseminação democrática e harmônica do conhecimento. Por isso, a entidade, através da internet e cursos regionais em locais mais variados e sem apoio de empresas para atualização do médico em todas as regiões brasileiras, tem tido um papel relevante no ensino continuado. A FBG tem como maior desafio promover a troca de conhecimento de cada região, realizando atividades onde ouvir as experiências locais seja mais importante do que tentar solidificar rotinas não realísticas ou inviáveis àquela região. Neste contexto, a Gestão apoiou a realização de eventos em regiões que não recebem normalmente incentivos da indústria e com isso quebramos alguns tabus e para nós, foi uma grata surpresa o sucesso extraordinário nos cursos realizados nessas regiões. Propostas da Gestão Ética e humanização Valorização e Dignidade Profissional Valorização e Dignidade Profissional Conhecimento, Tecnologia e Atualização Científica 16 Formação, Aperfeiçoamento e Educação Continuada do Gastroenterologista

17 Resultados do Biênio A diretoria da gestão concentrou suas atividades na realização de importantes parcerias e convênios com entidades nacionais e internacionais, empresas privadas e centros médicos visando o aprimoramento dos profissionais associados, a educação continuada e o treinamento específico para professores. A Um dos destaques de nossa gestão foi a realização do Train the Trainers em Porto Alegre, uma iniciativa da FBG que investiu recursos para trazer este importante evento para o Brasil. O curso contou com a presença de 60 participantes, destes 25 eram brasileiros e os demais representantes das entidades de gastroenterologia da América Latina, e 12 professores credenciados pela World Gastroenterology Organisation (WGO). Outro ponto que merece destaque foi o início do credenciamento de cursos, de pós-graduações e estágios pela FBG para reconhecer os centros e 126 novos títulos de especialistas. Nesses dois anos realizamos 47 eventos presenciais (simpósios, jornadas regionais, cursos de atualização do FAPEGE) com apoio e/ou organização da FBG, duas edições da Semana Brasileira do Aparelho Digestivo (SBAD), um curso internacional Train the Trainers e 47 cursos a distância pelo site Mais de médicos participaram das atividades presenciais nesses cursos e efetivamente completaram as aulas pela internet. Neste período percorremos 49 cidades diferentes. Nosso site recebeu acessos/ IP (número de computadores diferentes), destes foram feitos através de login e senha, o que nos permite dizer que 612 horas foram destinadas ao conhecimento e informação médica de qualidade para o aprimoramento dos associados. Estivemos presentes no Digestive Disease Week (DDW) San Diego - onde 6 professores e jornalistas se esforçaram em transmitir, através de textos e vídeos, o que há de melhor e as novidades do congresso para o portal da FBG. Aproveitamos e criamos o DDW itinerante, com dois professores em cinco cursos presenciais. Na internet, a cobertura do DDW obteve o recorde de acessos, e tivemos a participação 429 gastroenterologistas nos cursos em cidades diferentes. No período, um total de 166 professores diferentes ministraram aulas em todo país e pela internet. Uma grande jornada foi cumprida na atualização médica presencial e/ou pela internet. Foram impressas um total de 19 revistas científicas, editamos 13 livros entre os do pré-congresso da FBG (2), Edições Monotemáticas (9) e Temas de Atualização em Gastroeterologia Jornada da Santa Casa do RJ (2). Estes textos foram escritos por 102 autores diferentes. 54 mil livros distribuídos Em novembro completaremos 54 mil livros distribuídos, sendo que desses 45 mil são da coleção monotemática. Este com certeza é o maior investimento que fizemos para que a FBG pudesse levar a seus associados de todos os cantos do país, o ensino continuado e a atualização tão necessários numa época de crescimento exuberante da Medicina. Recebemos trabalhos científicos entre temas de atualização, casos clínicos publicados em anais de congressos e jornadas organizados pela FBG ou no site, como o Campeonato Brasileiro de Casos Clínicos. Entregamos dois prêmios do Jovem Gastro para os melhores trabalhos, isso demonstra a força da pesquisa em nosso país. Firmamos acordos bilaterais de produção científica com a Sociedade de Gastroenterologia da Argentina, um passo decisivo para a integração latina americana e relacionamento com as Sociedades internacionais. A FBG, juntamente com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), encaminhou ao Conselho Federal de Medicina (CFM), argumento em favor da manutenção de selos de qualidade outorgados pelas entidades que representam as empresas que atuam no setor de alimentação durante reunião mantida entre eles e a 17

18 Resultados do Biênio diretoria do CFM em Brasília. O documento está em análise aguardando parecer definitivo. Outro ponto a ser destacado foi o encontro com o Senador Humberto Costa, em Brasília, para apresentar assuntos de suma importância para a Gastroenterologia Brasileira. Na ocasião, foram levadas propostas de incentivo aos projetos da Federação Brasileira de Gastroenterologia. São eles: Train the Trainers, da World Gastroenterology Organization WGO; espaço na TV Senado para programação destinada à prevenção de doenças digestivas; e incentivo ao intercâmbio nacional de médicos, residentes e pós-graduandos em Gastroenterologia em centros e excelência no Brasil e no exterior. Foram entregues os protocolos de cada projeto e a expectativa é muito positiva. São ações da FBG que visam promover o aperfeiçoamento técnico e científico dos profissionais e a divulgação da Gastroenterologia Brasileira. Estamos traduzindo o livro da gastroenterologia mais consultado do mundo, o Sleisenger and Fordtrans, um trabalho com mais de páginas. Na SBAD de Fortaleza, lançaremos uma Separata anunciando todos os colaboradores que aceitaram de uma forma maravilhosa o difícil trabalho de traduzir e adaptar uma obra tão vultuosamente aclamada em nossa especialidade. Foram 2 anos de dedicação que resultará no lançamento em Aprofundamos o relacionamento com o Jovem estudante atuando diretamente no projeto Jovem Gastro (PJG), que tem como objetivo principal promover a consciência associativa do jovem especialista. Cada Unidade Federada da FBG conta agora com um Núcleo do PJG, e também firmamos as bases e transformamos o projeto em uma Comissão que foi incorporada ao estatuto. Enfatizamos também nosso foco no residente, pósgraduando e estudantes de ligas acadêmicas da área de gastroenterologia clínica, cirúrgica, hepatologia e endoscopia digestiva, abrangendo todo o país. O PJG tem por objetivo estimular a participação ativa e inovadora do jovem gastroenterologista, fundamentada em atividades de educação continuada, esclarecimentos a respeito do mercado de trabalho e promoção de maior integração entre os núcleos formadores. Nosso esforço dependeu de profissionais competentes para nos assessorar em vários serviços prestados pela FBG: informática, advocacia, contabilidade, imprensa, gestão da informação, designes, logística, pesquisa entre outros. Estas realizações foram feitas para o aprimoramento do gastroenterologista brasileiro. Nossas mentes e corações se dedicaram em levar o que de melhor se produziu no Brasil em nossa especialidade. As Prioridades permanentes da FBG Valorização Profissional Apoio às Regionais e ao Associado Defesa Profissional Visibilidade junto à população Comprometimento com a informação à comunidade sobre Doenças Digestivas 18

19 O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher. Cora Coralina 19

20 Executivo A Secretaria Executiva Desafios Promover assistência ao associado e Federadas através da excelência nos serviços prestados para qualidade total do atendimento. Missão Ser referência nos serviços prestados ao associado com excelência tecnológica e humana. Congregar para crescer A FBG é uma sociedade sem fins lucrativos, devidamente registrada no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPH) e no Cadastro de Contribuintes Municipais (CCM), com sete funcionários contratados. Na atual gestão, o trabalho da secretaria executiva foi direcionado na implantação de um cadastro incorporado à internet, permitindo o desenvolvimento de um banco de dados para gerenciar tanto os controles internos quanto a liberação de benefícios do site aos associados integrado ao site. gabaritados auxiliam na difícil tarefa de escrever a história da Federação de Gastroenterologia. A prestação de serviços é um ponto de grande destaque entre os trabalhos da secretaria. O considerável aumento de sócios vem permitindo uma participação mais efetiva de especialistas. Sender J. Mizputen Secretario Geral O relacionamento com as Federadas também mereceu destaque neste biênio, assim com as respectivas secretarias para a organização legal, admissão e atualização do cadastro, administrativo-financeira, regularização de atas e estatutos. 20 Com as novas frentes de trabalho, a FBG cria projetos cada vez mais ousados, que envolvem campanha de educação junto à comunidade, ao especialista e ao residente de gastroenterologia, aliada a ações de gestões anteriores que continuam em pleno vigor. O grande desafio agora é dar continuidade à trajetória ascendente na qualidade de seus serviços. Manter os sócios cada vez mais atualizados é o objetivo que está no cerne desta questão, gerando novas ideias e ações para beneficiar os especialistas, a comunidade e a saúde pública. Nos próximos anos, dado o avanço da especialidade e acompanhando as mudanças do cenário em que se insere a medicina atual, a secretaria executiva deve continuar sua tarefa de ser um guia de informações onde profissionais A sede A história da sede da FBG localizada na Av. Faria Lima, 2391 começa em 1986, através de reuniões de médicos, que trabalhavam em escolas médicas, instituições beneficentes e serviços de Gastroentroenterologia oficiais ou particulares, para debater casos clínicos e discutir a revisão do ato médico e suas especificidades e necessidades dentro da especialidade. Historicamente a criação da sede surgiu com a finalidade de organizar eventos, principalmente os de porte nacional, e também pelo aumento do número de gastroenterologistas.

21 Executivo A FBG sempre se caracterizou pela continuidade de suas ações entre uma gestão e outra. Graças ao esforço conjunto, reunidos em torno de um mesmo objetivo, viabilizaram-se iniciativas importantes para a história da entidade, como a compra da sede, a manutenção de sua infraestrutura e os constantes investimentos, transformando-a no atual projeto, que intercala modernidade e praticidade para o desenvolvimento dos inúmeros trabalhos da secretaria executiva. A atual gestão trabalhou sem estrutura de um departamento de eventos diretamente contratado. Buscou em seus funcionários o lastro para organizar todos os eventos sob a coordenação da FBG, atuando em todas as frentes para sua organização e logística. Áreas de suporte da Secretaria da FBG Secretaria Jurídico Fiscal & Contábil Comunicação & Marketing Tecnologia da Informação Comercial Educação Continuada / Ensino Treinamento Financeiro Organização administrativa A organização sistemática permitiu a viabilização de vários projetos que dará confiança à sua continuidade. Alguns dos trabalhos da secretaria que auxiliam nosso dia a dia: Cadastro de sócios Contas a pagar e receber Arquivo geral de notas e documentação Contabilidade Secretariar reuniões da diretoria e comissões permanentes Acervo histórico Anuidades Administração e recebimento de artigos para revistas informativas e cientificas Contato com professores e fornecedores para eventos promovidos pela FBG Correspondências gerais Secretaria de reuniões, comissões e consensos Financeiro Administração geral e organização do FAPEGE Confecção do selo de especialista e do título de associado FBG Confecção de produtos para loja da FBG Organização operacional dos Simpósios Jovens Gastro, cursos presenciais do FAPEGE e gravações das aulas do Especgastro, que compreendem ainda: passagem aérea, hospedagem, transporte, locação espaço, alimentação, locação equipamentos entre outros. Contatos com fornecedores para manutenção sede FBG: limpeza, material escritório, prestadores serviço (encanador, eletricista, pintor, etc ). Contato com fornecedores para suporte às atividades de secretaria da FBG: motoboy, correio, copiadora entre outros. Cotações diversas para logística de eventos. Apoio na Criação e edição de periódicos Assessoria de Imprensa Auxílio na geração de conteúdo websites Portal: Divulgação de eventos Regionais Torpedo FBG: Divulgação Nacional e Regional de eventos das Regionais Boletim eletrônicos sincronizados Criação de Folder e Mala Diretas Produtos/ Serviços conveniados p/ o Associado Produtos/ Serviços conveniados para o Associado Os Associados da FBG possuem vantagens para usufruir melhor a sua profissão: Educação continuada especializada, acesso aos mais avançados conhecimentos da especialidade, facilidade em cursos e eventos da FBG. Serviços e produtos e serviços Descontos em eventos da FBG SBAD Norte/Nordeste Brasil Central Serviços e produtos e serviços Odontológico, Cartões de viagem pré-pagos, Previdência Privada,Descontos na aquisição de publicações de livrarias e editoras médicas (Atheneu, Revinter, Medbook, Rubio), Livraria Cultura on line, Contabilidade médica AGL, Agências de viagens - CorpTravel e Accessible Tour, Redes Transamérica e Blue Tree, Churrascaria Porcão Selo de Especialista Valoriza o portador do Título de Especialista em Gastroenterologia, perante seus pacientes. O selo é identificado com o nome e CRM estadual do Titular. Certificado de Associado da FBG Expedido para as categorias de Sócio Titular e Sócio Efetivo. Aventais com logomarca da FBG 21

22 Executivo 22 Organograma GERENTE Ocupante: Jaider Henrique da Silva Data admissão: 03 de janeiro de 2000 y Reporte a diretoria (Presidente, Secretários, Diretoria Financeira e Membros do FAPEGE) na demanda gerencial da federação; y Gestão de recursos humanos e de ferramentas para a equipe administrativa; y Definição de estratégias, planos de vendas e ações à viabilização de projetos institucionais, científicos e outros; y Gerenciamento de fluxo financeiro (receitas e despesas); y Relacionamento com sociedades federadas, comissões permanentes, departamentos e sociedades médicas no desenvolvimento de parcerias e projetos em educação médica continuada; y Planejamento e supervisão de projetos com equipes terceirizadas (logística, jurídico, contábil, imprensa e informática); ysupervisão e acompanhamento de eventos institucionais e com sociedades médicas; yelaboração de relatórios gerenciais periódicos ASSESSORA DE COMUNICAÇÃO Ocupante: Maria de Fátima Lombardi dos Santos Data admissão: 16 de agosto de 2001 ycoordenação do conteúdo técnico, científico e informativo do site. y Atualização do Site y Boletim eletrônico confecção e adaptações. y Desenvolvimento de novos produtos e convênios para os benefícios ao associado y Coordenação da divulgação internet e SMS da FBG y Divulgação dos cursos do FAPEGE (site, Boletim Eletrônico, MKT) ydesenvolver soluções para implementação dos serviços prestados ao associado através do site. ysuporte Administrativo às Comissões Permanentes yacervo Histórico, disponibilização de dados e arquivos ysuporte Administrativo à novos projetos institucionais y CNA cadastro de cursos e eventos, encaminhamento de dados pós-evento y Revista GED coordenação editorial e preparação de textos. y Elaboração de relatórios de diretoria y Apoio na operacionalização de cursos: Jovem Gastro, DDW Itinerante, FAPEGE e outros ASSESSORA FINANCEIRA Ocupante: Martha R. A. Sylvio Data admissão: 02 de maio de 2005 y Coordenação do fluxo de contas a pagar e receber FBG e SBAD yelaboração de relatórios e acompanhamento de contas - correntes y Coordenação das atividades dos cargos de Auxiliares Administrativos y Acompanhamento de reuniões da Diretoria e Comissões y Produção de estrutura necessária para realização de reuniões (passagem aérea, hospedagem, transporte e alimentação) y Acompanhamento da manutenção e limpeza sede ycompra de material escritório, equipamentos e limpeza e contratação de prestação serviços y Coordenação da cobrança da anuidade yelaboração de correspondências gerais e arquivo y Acompanhamento de contratos y Apoio na operacionalização de cursos: Jovem Gastro, DDW Itinerante, FAPEGE e outros ASSISTENTE ADMINISTRATIVO Ocupante: Karina Raquel da Silva Souza Data admissão: 09 de abril de 2007 y Controle do cadastro de associados: Atualizações, exclusões, inclusões, correção de erros do sistema, contato com federadas, admissão de novos sócios, retirada de relatórios; envio carta de boas vindas novos associados, cartas a jubilados. y Jovem Gastro: Serviços de secretaria, organização do cadastro inserção fichas sistema, atualização anual de banco de dados dos residentes. yresposta a s recebidos no site, orientação referente pagamento da anuidade, envio de declarações via ou correio, atendimento telefônico, postagens de livros, revistas, certificados. yacompanhamento de publicações y Acompanhamento de inscritos no exame para título de especialista e confecção de títulos e certificados y Apoio na operacionalização de cursos: Jovem Gastro, DDW Itinerante, FAPEGE e outros AUXILIAR ADMINISTRATIVO Ocupante: Rosimar Costa Data admissão: 01/05/2011 y Recebimento de malotes yacompanhamento de agenda

São Paulo, 18 de março - 2012

São Paulo, 18 de março - 2012 São Paulo, 18 de março - 2012 Abertura Sender J. Miszputen (SP) 2º Consenso Brasileiro da Doença Inflamatória Intestinal Aderson Damião (SP) Estudo etnográfico com pacientes portadores da Doença de Crohn

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Edital do Processo Seletivo para o Curso Micropolítica da Gestão e Trabalho em Saúde Ênfase na Gestão Estadual do Sistema Único de Saúde

Edital do Processo Seletivo para o Curso Micropolítica da Gestão e Trabalho em Saúde Ênfase na Gestão Estadual do Sistema Único de Saúde 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Rio de Janeiro, em 06 de outubro

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CARTA COLIC Nº 20/2010 Brasília-DF, 12 de maio de 2010. À Empresa Interclip A/C. Sra. Danielle de Paula Fone/Fax: (31) 3211-7523 Prezada Senhora, A presente carta faz-se em consideração aos questionamentos

Leia mais

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL Por Profa.Dra. Cyllene de M.OC de Souza Dra em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFRRJ), Mestre em Vigilância Sanitária (INCQS-FIOCRUZ) Supervisora

Leia mais

Normas de regulamentação para a certificação de. atualização profissional de títulos de especialista e certificados de área de atuação.

Normas de regulamentação para a certificação de. atualização profissional de títulos de especialista e certificados de área de atuação. Normas de regulamentação para a certificação de atualização profissional de título de especialista e certificado de área de atuação Em decorrência do convênio celebrado entre a Associação Médica Brasileira

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTOS DOS CONSELHOS ESCOLARES PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento.

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento. A Genzyme do Brasil ( Genzyme ) torna pública a abertura do Edital 001/2015 para o Programa de Apoio aos Projetos de Associações de Pacientes ( PAPAP ) e define o processo seletivo para o ano de 2016,

Leia mais

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita BIÊNIO 2014/2016 Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita Associados de todo o Brasil elegeram, nos dias 5 e 6 de junho, a chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral.

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral. APRESENTAÇÃO 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. 2. E-mail para contato eje@tre-rj.gov.br. 3. Nome do Projeto. 4. Tema escolhido Gestão Sócio Ambiental. 5.

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.772/2005 (Publicada no D.O.U. de 12.08.2005, Seção I, p. 141-142) Revogada pela Resolução CFM nº 1984/2012 Institui o Certificado de Atualização Profissional

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I Natureza, Finalidade, Sede e Foro Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - CONARENF, criada pela Portaria

Leia mais

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br Psicologia Intensiva uma especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br PSICOLOGIA INTENSIVA O intensivismo é uma especialidade que apresenta um caráter interdisciplinar voltado

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA

PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA Programa Nacional de Capacitação e Qualificação ABLA Convênio nº 635/2007. Objeto: Aumentar a qualidade na prestação de serviços e competitividade dos

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA DO CHS Vivian Heringer Pizzinga APROVADO 1 Luiza do Carmo Louzada APROVADO 2 Thais Klein de Angelis APROVADO 3 Alessandra Teixeira Marques Pinto APROVADO 4 Mercedes Duarte e Silva APROVADO 5 Carlos Emmanuel

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Relatório de Comunicação e Engajamento COE Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Declaração de Apoio Continuo do Presidente 21/08/2015 Para as partes interessadas: Tenho o prazer de confirmar

Leia mais

Roteiro de Cerimônia para a Condução dos Trabalhos de Conclusão das Turmas do Projeto Crescer 2013

Roteiro de Cerimônia para a Condução dos Trabalhos de Conclusão das Turmas do Projeto Crescer 2013 Instituto Crescer Movimento Cidadania e Juventude Projeto Crescer Cidadania, Ética e Responsabilidade Roteiro de Cerimônia para a Condução dos Trabalhos de Conclusão das Turmas do Projeto Crescer 2013

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL DEPARTAMENTO DE ACOMPANHAMENTO DO FUNDEF PRESIDENTES DOS CONSELHOS ESTADUAIS DO FUNDEF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL DEPARTAMENTO DE ACOMPANHAMENTO DO FUNDEF PRESIDENTES DOS CONSELHOS ESTADUAIS DO FUNDEF 1. AC 2. AM JONATHAS SANTOS ALMEIDA DE CARVALHO HERALDO LUCAS MELO (068) 922-3257 / 226-4656 / 226-3939 Fax (068) 223-6421 jsantos@tre/ac.gov.br Rua Manoel Cesário, 100 Bairro Capoeira 69.000-000 Rio Branco

Leia mais

REPRESENTANTES - 5ª CCR

REPRESENTANTES - 5ª CCR REPRESENTANTES - 5ª CCR Unidade Procurador(a) E-mail Telefones 5ªCCR Composição 5ª CCR Denise Vinci Túlio Coordenadora Rodrigo Janot Monteiro de Barros Membro-Titular Valquíria Oliveira Quixadá Nunes Membro-Titular

Leia mais

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA DPABR Nº 0014-01/2015

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA DPABR Nº 0014-01/2015 PROCESSO INTERESSADO ASSUNTO CAU/BR IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA COORDENADORIA DA RIA DELIBERAÇÃO PLENÁRIA DPABR Nº 0014-01/2015 Altera a Deliberação Plenária n 38, de 2014, que dispõe

Leia mais

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes pág. 1 PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes MISSÃO Somos uma rede nacional escoteira de

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino 54 55 Ensino Principais realizações Início da primeira etapa do Projeto de Diagnóstico de Recursos Humanos em Oncologia no país. Implementação da inscrição informatizada. Início do Projeto de Educação

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO EM PERÍCIA MÉDICA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO EM PERÍCIA MÉDICA EDITAL DE CONVOCAÇÃO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO EM PERÍCIA MÉDICA Pelo presente edital, a Sociedade Brasileira de Perícias considerando: Médicas, o

Leia mais

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania 1. Sobre o Projeto 1.1. O que é o Projeto Serviços e Cidadania? É um canal de serviços gratuitos que oferece apoio nas áreas de gestão, jurídica e comunicação

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO DESPACHO DIGES 1536

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO DESPACHO DIGES 1536 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA ª REGIÃO DESPACHO DIGES 536 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO E STRICTO SENSU RESULTADO DA CLASSIFICAÇÃO FINAL Em conformidade

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1- O QUE É UMA LIGA ACADÊMICA? As Ligas Acadêmicas são entidades sem fins lucrativos. As Ligas Acadêmicas

Leia mais

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES PORTARIA INSTITUCIONAL Nº 08 A Direção Geral da Faculdades SPEI, no uso das suas atribuições, ouvido o Conselho Superior e aprovado pela Mantenedora, conforme Regimento Interno, RESOLVE: Estabelecer o

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Projeto 6 Capacitação para a Inovação

Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Projeto 6 Capacitação para a Inovação Projeto de Inovação Tecnológica - (PIT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Projeto 6 Capacitação para a Inovação Vicente Mattos Sinduscon-BA Coordenador Geral: Equipe Técnica Vicente Mattos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MANUTENÇÃO

REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MANUTENÇÃO REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MANUTENÇÃO Capítulo I da Finalidade Art. 1o. - Este Regimento Interno complementa e disciplina disposições do Estatuto da Associação Brasileira de Manutenção

Leia mais

DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO

DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO 1 de 5 11/06/2015 18:57 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO E STRICTO SENSU RESULTADO

Leia mais

Estruturação dos Projetos ENSINO IMPLANTAÇÃO DE AUDITÓRIO PRÓPRIO Problema / Oportunidade

Estruturação dos Projetos ENSINO IMPLANTAÇÃO DE AUDITÓRIO PRÓPRIO Problema / Oportunidade IMPLANTAÇÃO DE AUDITÓRIO PRÓPRIO Falta de estrutura física para o sócio estar presente na SAESP e espaço próprio para realização de eventos e cursos de aperfeiçoamento de pequeno e médio porte. Não temos

Leia mais

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR!

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! Eleições 2014 Faculdade de Odontologia UFRJ VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! PLANO DE TRABALHO EQUIPE - CHAPA 1: Diretor - Maria Cynésia Medeiros de Barros Substituto Eventual do Diretor - Ednilson

Leia mais

Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria

Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria Ficha de cadastro de atividades de Formação Profissional Ficha de cadastro de atividades de Educação

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

Energisa e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO

Energisa e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO Energisa e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO Minas Gerais 2013 1 SUMÁRIO Resultados Gerais Junior Achievement... 2 Resultados Conquistados desta parceria... 3 Resultados Conquistados

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Educação Técnica e Tecnológica Aberta e a Distância NETTAD - CAVG. O Presidente em exercício do Conselho Coordenador do

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 17, DE 08 DE OUTUBRO DE 2007 - RESULTADO DO CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes pág. 1 VISÃO GERAL Objetivo 1 - No âmbito da seção escoteira, apoiar a correta aplicação do método escoteiro, em especial as práticas democráticas previstas

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004 REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor Brasília, outubro de 2004 FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS FENAJ http://www.fenaj.org.br FÓRUM NACIONAL DOS PROFESSORES DE JORNALISMO - FNPJ

Leia mais

Diagnóstico da institucionalização da Política Nacional de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social nos estados brasileiros

Diagnóstico da institucionalização da Política Nacional de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social nos estados brasileiros Diagnóstico da institucionalização da Política Nacional de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social nos estados brasileiros Denise Mafra Gonçalves; Maria Cristina Abreu Martins de Lima;

Leia mais

Estruturação dos Projetos SERVIÇOS CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Problema / Oportunidade

Estruturação dos Projetos SERVIÇOS CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Problema / Oportunidade CANAL DE SUPORTE JURÍDICO Dificuldade do associado, quando questionado juridicamente ou com a possibilidade de uma situação de solução através da justiça; muitas vezes não sabe a que área do direito recorrer.

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html Página 1 de 5 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.559, DE 1º DE AGOSTO DE 2008 Institui a Política Nacional

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Oficina EVIPNet Brasil. Ferramentas SUPPORT para Políticas Informadas por Evidências. Recife PE, 23 e 24 de fevereiro de 2015

RELATÓRIO TÉCNICO. Oficina EVIPNet Brasil. Ferramentas SUPPORT para Políticas Informadas por Evidências. Recife PE, 23 e 24 de fevereiro de 2015 Ministério da Saúde do Brasil Secretaria de Ciência, Tecnologia, Insumos Estratégicos (SCTIE) Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) Coordenação Geral de Gestão do Conhecimento (CGGC) RELATÓRIO TÉCNICO

Leia mais

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA ( 44.ª EDIÇÃO ) AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PRESIDENTE Ronaldo Mota Sardenberg CONSELHEIROS Emília

Leia mais

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 46 Samuel Souza Evangelista 130 104 Jussara Cândida Soares Desclassificada 45 Bruno José Rupino 130 61 Fabiana Grigógio

Leia mais

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 45 Brasília - DF, 07 de Novembro de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 45 Brasília - DF, 07 de Novembro de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 45 Brasília - DF, 07 de Novembro de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA 01 II - ÓRGÃOS DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA À DIRETORIA DA ANAC a) Gabinete b) Assessoria de Relações

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Estruturação dos Projetos COMUNICAÇÃO NOVA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Estruturação dos Projetos COMUNICAÇÃO NOVA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Organização de um plano de comunicação com os associados e com a mídia, relativos a imagem da Sociedade, e do médico anestesista, agregando valor à Sociedade e ao médico anestesista. Ações balizadas por

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º As atividades culturais e artísticas desenvolvidas pela POIESIS reger-se-ão pelas normas deste Regimento Interno e pelas demais disposições

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

CREA-JÚNIOR UM FUTURO PROMISSOR

CREA-JÚNIOR UM FUTURO PROMISSOR CREA-JÚNIOR UM FUTURO PROMISSOR LOMBARDO, Antonio lombardo@net.em.com.br, lombardo@crea-mg.com.br Universidade de Itaúna, Departamento de Engenharia Mecânica Campus Verde Universidade de Itaúna 35.680-033

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

Diretrizes Nacionais em Ligas

Diretrizes Nacionais em Ligas Diretrizes Nacionais em Ligas Acadêmicas de Medicina Introdução As Ligas Acadêmicas são entidades constituídas fundamentalmente por estudantes, em que se busca aprofundar temas em uma determinada área

Leia mais

Estimados Professores, Estudantes e Funcionários

Estimados Professores, Estudantes e Funcionários UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal Nº 77.496 DE 27.4.1976 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19.12.86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271, de

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Relação de Alunos Aprovados

Relação de Alunos Aprovados Página 1 de 8 Processo Seletivo: 2015.2 Curso: Técnico em Automação Turno: Noite Candidatos Classificados (ordem alfabética) 040 ABNER LUIZ DE FREITAS FERNANDES 100 ADRIANO MATIAS DA SILVA 134 ALEXANDRE

Leia mais

2.2 Representantes da ANATEL Sr. Carlos Bezerra Braga e Sr. Francisco Jose Matias da Costa Terceiro 2.3 Representantes da Oi

2.2 Representantes da ANATEL Sr. Carlos Bezerra Braga e Sr. Francisco Jose Matias da Costa Terceiro 2.3 Representantes da Oi ATA DA 5ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE USUÁRIOS DOS SERVIÇOS DE 1. Data, Hora e Local: Aos 13 dias, do mês de março de 2015, às 09h00min, horário local, nas dependências da Oi em Teresina PI, localizada

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE ADAPTAÇÃO DE OFICIAIS DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ CADO/PM/2012

CONCURSO PÚBLICO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE ADAPTAÇÃO DE OFICIAIS DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ CADO/PM/2012 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ CONCURSO PÚBLICO Nº 002/PMPA/2012 EDITAL Nº 08, DE 25 DE ABRIL

Leia mais

Atendimento no sábado 06/11/2010. Grupo I 8h00 às 10h30. Local: Campus Samambaia. José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino

Atendimento no sábado 06/11/2010. Grupo I 8h00 às 10h30. Local: Campus Samambaia. José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino Atendimento no sábado 06/11/2010 Grupo I 8h00 às 10h30 NOME José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino Edmilson de Araujo Cavalcante Alexandre Brito dos Santos Vacirlene Moura

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2004 - ENCERRADOS. Projeto Oficinas de gestão para as associações de moradores do Bairro da Lagoa da Conceição

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2004 - ENCERRADOS. Projeto Oficinas de gestão para as associações de moradores do Bairro da Lagoa da Conceição AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2004 - ENCERRADOS Projeto Oficinas de gestão para as associações de moradores do Bairro da Lagoa da Conceição Arnaldo José de Lima Bolsista: Fernando César Fiorini Ribas O objetivo

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Jorge Humberto Moreira Sampaio V.P. de Planej. e Desenvolv.

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

(II Conferência Nacional de Segurança Alimentar Nutricional, 2004)

(II Conferência Nacional de Segurança Alimentar Nutricional, 2004) 1 Segurança Alimentar e Nutricional Segurança alimentar é a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a

Leia mais

PROCESSO DE CONTRATAÇÃO DO DIRETOR GERAL DO IBIO AGB DOCE

PROCESSO DE CONTRATAÇÃO DO DIRETOR GERAL DO IBIO AGB DOCE PROCESSO DE CONTRATAÇÃO DO DIRETOR GERAL DO IBIO AGB DOCE Data: 08/05/2014 Sumário 1. CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO CARGO... 4 3. QUALIFICAÇÃO... 5 3.1. FORMAÇÃO ACADÊMICA:... 5 3.2. EXPERIÊNCIA

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ GOVERNO MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ GOVERNO MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 004/2015 O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE convoca os candidatos aprovados no CONCURSO PÚBLICO promovido pela PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE (conforme

Leia mais

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEAD / UNIRIO PROGRAMA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PNAP CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Ata de Reunião. Local: Ibram

Ata de Reunião. Local: Ibram Ata de Reunião Equipe Comuse/Ibram e membros da Comissão da Teia e Comissão Provisória de Gestão Participativa/Compartilhada do Programa Pontos de Memória - Cogepaco Data: 18 e 19/09/2014 Horário: 9h às

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 2010/2012

RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 2010/2012 RELATÓRIO SOBRE O CADASTRAMENTO DAS COORDENAÇÕES MUNICIPAIS DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - CMCIH 200/202 Brasília, Maio de 202 Diretores: Dirceu Brás Aparecido Barbano Diretor-Presidente Jaime Cesar

Leia mais

RELATÓRIO RESUMIDO PRELIMINAR DOS RESULTADOS DA IV OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA IV OBA

RELATÓRIO RESUMIDO PRELIMINAR DOS RESULTADOS DA IV OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA IV OBA RELATÓRIO RESUMIDO PRELIMINAR DOS RESULTADOS DA IV OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA IV OBA Dr. João Batista Garcia Canalle (IF/UERJ) (Coordenador Nacional) Drª Adriana Roque da Silva (Mackenzie) (Vice

Leia mais

Gestão Colaborativa. Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009. Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise INOVAÇÃO

Gestão Colaborativa. Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009. Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise INOVAÇÃO Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise Gestão Colaborativa INOVAÇÃO SUSTENTABILIDADE GESTÃO COLABORATIVA EMPREENDEDORISMO CRIATIVIDADE Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009

Leia mais

2 3ATA DA 128ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE 4DE FORTALEZA 5Às quatorze horas do dia doze de janeiro do ano de dois mil e dez, no

2 3ATA DA 128ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE 4DE FORTALEZA 5Às quatorze horas do dia doze de janeiro do ano de dois mil e dez, no 1 3ATA DA 18ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE 4DE FORTALEZA 5Às quatorze horas do dia doze de janeiro do ano de dois mil e dez, no Auditório do 6CMSF, situado na Rua do Rosário, nº 83

Leia mais