Mini curso de Visual Basic.NET

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mini curso de Visual Basic.NET"

Transcrição

1 Mini curso de Visual Basic.NET Índice Introdução... 2 Exercício Exercício Exercício Exercício ToolTip... 6 Menus... 7 Teclas de atalho... 8 Try Catch... 9 Janelas Modal Aplicações MDI Caixas de diálogo Barra de estado Timer Ícone na área de notificação Menus de contexto Acesso a dados ADO.NET Consulta de um registo Commands Publicar uma aplicação Inserir pastas e ficheiros Debug Fazer o publish Instalação / 31

2 Introdução Este pequeno manual resulta de uma acção de formação, onde os formandos já tinham noções de programação, pelo que não demonstra os primeiros passos na programação e na linguagem VB.NET. Foram utilizados alguns exercícios como introdução à sintaxe e ao IDE (integrated development environment ambiente integrado de desenvolvimento) usado, o VB.NET 2008 Express fornecido gratuitamente pela Microsoft. Com o lançamento de novas versões do IDE da Microsoft, poderá ser necessário alguma adaptação destas matérias, sendo esta tipicamente simples. Exercício 1 Criar uma aplicação de nome botoes.exe, com as seguintes características: 1. Tem quatro botões, um em cada canto do form; 2. O form tem um ícone diferente do default; 3. Ao clicar em cada botão, abre uma msgbox; 4. Cada msgbox tem um ícone e botões diferentes; 5. Ao redimensionar o form, os botões mantêm-se nos cantos. Solução do exercício: Public Class Form1 2 / 31

3 Private Sub Button1_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button1.Click MsgBox("Mensagem 1", MsgBoxStyle.Critical + MsgBoxStyle.OkOnly, "MSG 1") End Sub Private Sub Button3_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button3.Click MsgBox("Mensagem 2", MsgBoxStyle.Information + MsgBoxStyle.RetryCancel, "MSG 2") End Sub Private Sub Button2_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button2.Click MsgBox("Mensagem 3", MsgBoxStyle.Question + MsgBoxStyle.YesNoCancel, "MSG 3") End Sub Private Sub Button4_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button4.Click MsgBox("Mensagem 4", MsgBoxStyle.Exclamation + MsgBoxStyle.AbortRetryIgnore, "MSG 4") End Sub End Class Exercício 2 Criar uma aplicação de nome impossivel.exe, com as seguintes características: 1. Tem dois botões, um de cada lado do form; 2. Apenas um botão está visível; 3. Ao passar por cima do botão, o mesmo botão desaparece e aparece o outro botão. Solução do exercício: Public Class Form1 Private Sub Form1_Load(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles MyBase.Load Button1.Show() Button2.Hide() End Sub 3 / 31

4 Private Sub Button1_MouseHover(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button1.MouseHover Button1.Hide() Button2.Show() End Sub Private Sub Button2_MouseHover(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button2.MouseHover Button1.Show() Button2.Hide() End Sub End Class Exercício 3 Criar uma aplicação de nome lista.exe, com as seguintes características: 1. Tem uma caixa de texto, dois botões e uma listbox; 2. O primeiro botão adiciona à lista, o texto da caixa de texto; 3. Ao adicionar um elemento, a caixa de texto fica vazia; 4. O segundo botão elimina da lista o elemento seleccionado. Solução do exercício: Public Class Form1 Private Sub Button1_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button1.Click ListBox1.Items.Insert(0, TextBox1.Text) TextBox1.Text = String.Empty End Sub Private Sub Button2_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button2.Click ListBox1.Items.Remove(ListBox1.SelectedItem) End Sub End Class Exercício 4 Criar uma aplicação de nome tabuada.exe, com as seguintes características: 1. Tem uma caixa de texto e um botão; 4 / 31

5 2. Ao clicar no botão, abre um msgbox com a tabuada. Solução do exercício: Public Class Form1 Private Sub Button1_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Button1.Click Dim str As String = String.Empty For i As Integer = 1 To 10 str = str & i & " x " & TextBox1.Text & " = " & (i * TextBox1.Text) & Chr(13) Next MsgBox(str, MsgBoxStyle.Information, "Tabuada") End Sub End Class 5 / 31

6 ToolTip O tooltip é a pequena caixa, normalmente de fundo amarela, que surge junto ao cursor do rato quanto este se encontra sobre um objecto, e contém algum texto, tipicamente uma ajuda ou informação adicional sobre esse mesmo objecto. No VB, nenhum objecto tem, à partida, uma propriedade para definir o texto do tooltip, sendo necessário adicionar o objecto ToolTip a cada formulário onde é pretendido definir tooltips. Ao adicionar o objecto ToolTip, este não surge no form, mas sim numa região fora deste, em baixo no IDE. Isto porque o objecto não está sempre presente no form apenas surge se for configurado nos objectos do form. A nova propriedade que surge nos objectos do form tem o nome ToolTip on ToolTip1. Significa que se houver mais objectos ToolTip no form, surgem novas propriedades nos objectos, sendo possível p.ex. usar formatos diferentes de ToolTip em objectos diferentes. A configuração do ToolTip, como as cores ou um ícone, é feita nas propriedades do próprio objecto ToolTip. 6 / 31

7 Menus Os menus típicos de uma aplicação, que surgem no topo a seguir à barra de título, disponibilização o acesso às diversas opções da aplicação. No VB, o menu é gerado pelo objecto MenuStrip. Este objecto é adicionado à região em baixo no IDE, e é criado uma barra no topo do form é nessa barra que se define o menu. A definição do menu é muito intuitiva, bastando clicar e escrever o nome de cada opção de menu. Além do objecto, também cada opção de menu criada tem as suas próprias propriedades. Podem definir os menus (1º nível) e as várias opções nos níveis inferiores (2º nível, 3º nível, etc). Para programar cada opção do menu, basta fazer duplo clique sobre a opção para o evento Click, ou seleccionar a opção e escolher, nos eventos, o evento pretendido. Em tudo semelhante p.ex. a um botão. 7 / 31

8 Teclas de atalho As teclas de atalho servem para aceder a um objecto de uma maneira rápida uma combinação de teclas em substituição do clique do rato. Essa combinação de teclas é a tecla ALT e mais uma letra (número ou símbolo). Para definir qual a tecla de atalho, na propriedade Text, coloca-se o símbolo & ( e comercial) à esquerda da letra / número que se pretende usar como atalho. Ao clicar na tecla ALT, os caracteres definidos como atalhos surgem sublinhados aplicável p.ex. ao menu a um botão. No caso de haver um atalho num label, e de haver uma textbox (ou outro elemento que pode ter focus ficar activo como uma checkbox ou uma combobox), o atalho coloca o focus no elemento que tiver a propriedade TabIndex (índice do TAB) imediatamente seguinte à do label. 8 / 31

9 Try Catch O Try Catch é usado para executar um bloco de código VB, e em caso de erro, previne a aplicação de terminar abruptamente. Erro quanto executado em debug: Erro quando executado a partir do executável: 9 / 31

10 O bloco Try contém o código a executar. Caso ocorra um erro (designada por excepção) nesse bloco a execução passa de imediato para o bloco Catch onde o erro é tratado. Pode-se mostrar uma mensagem mais amigável ao utilizador (em vez de um erro) ou enviar um ao responsável da informática com o erro que ocorreu. Por fim, e opcionalmente, pode existir um bloco Finally, cujo código executa quer tenha havido ou não um erro no bloco Try para libertar os recursos usados, como um ficheiro aberto ou uma ligaçãoa uma base de dados. Dim n As Integer Try n = 1 + TextBox1.Text Catch ex As Exception MsgBox("Erro: " & ex.message) Finally 'código que executa sempre End Try No bloco Catch, a variável do tipo Exception permite o acesso ao detalhe do erro. Enquanto que ex.message contém uma mensagem indicativa do erro, já ex.tostring() contém toda a informação do erro (como o erro ou a linha em que ocorreu). 10 / 31

11 Janelas Modal Uma janela (form), quando é aberta a partir de outra, pode ser aberta de dois modos - Modal ou não Modal. Quando uma janela é Modal, não é permitido clicar noutra janelas da aplicação, enquanto a própria janela (Modal) não for fechada. Ou seja, uma janela Modal fica sempre activa enquanto não for fechada. Já no caso de uma janela não Modal, é possível clicar noutra janela, passando esta a estar activa, deixando de estar activa a janela anterior ou seja há liberdade de ver livremente as janelas (só uma de uma de cada vez é que pode estar activa). ' abrir um form modal Form1.ShowDialog() ' abrir um form não modal Form1.Show() 11 / 31

12 Aplicações MDI Uma aplicação pode usar um ou mais forms, sendo que quando estes são independentes, chama-se SMI Single Document Interface. É o modo predefinido no VB. Quando uma aplicação usa vários forms, e onde existe a relação de form pai form filho, chama-se MDI Multiple Document Interface. Os forms pai podem albergar forms filho. Para tal, o form pai deve ter na propriedade IsMdiContainer o valor true. Form1 sem ser MDI container: Form1 MDI container: No form pai, deve-se definir que esse form é o pai dos outros forms. Private Sub Form1_Load(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles MyBase.Load Form2.MdiParent = Me End Sub Ao fazer show() do form2, este surge dentro do form pai. 12 / 31

13 Caixas de diálogo As caixas de diálogo servem para pedir ao utilizador determinada informação. O VB disponibiliza algumas caixas de diálogo, como p.ex. para selecção de uma cor, para selecção de fonte e tamanho, para escolher um ficheiro a abrir, ou para escolher o nome do ficheiro a guardar. Todos os dialogs são janelas modais. Para escolher uma cor, e após adicionar ao form o objecto ColorDialog (que surge em baixo no IDE): ColorDialog1.ShowDialog() Surge então: Para aplicar a cor escolhida no dialog à cor do texto de um label: Label1.ForeColor = ColorDialog1.Color 13 / 31

14 Para escolher uma fonte (e tamanho do texto), e após adicionar ao form o objecto FontDialog (que surge em baixo no IDE): FontDialog1.ShowDialog() Surge então: Para aplicar a fonte e tamanho escolhidos no dialog ao texto de um label: Label1.Font = FontDialog1.Font Para escolher o ficheiro a ler, e após adicionar ao form o objecto OpenFileDialog (que surge em baixo no IDE): OpenFileDialog1.ShowDialog() Surge então: Para mostrar o nome do ficheiro escolhido no dialog no texto de um label: Label1.Text = OpenFileDialog1.SafeFileName 14 / 31

15 Para escolher o nome do ficheiro a gravar, e após adicionar ao form o objecto SaveFileDialog (que surge em baixo no IDE): SaveFileDialog1.ShowDialog() Surge então: Para mostrar o nome e caminho do ficheiro guardado (escolhido no dialog) no texto de um label: Label1.Text = SaveFileDialog1.FileName 15 / 31

16 Barra de estado A maioria das aplicações Windows tem, no fundo da janela, uma barra barra de estado. Nessa barra de estado, surgem diversos tipos de informação. Após adicionar a um form o objecto StatusStrip, surge no form uma barra: Nesta barra de estado (status bar), é possível adicionar objectos de quatro tipos: 16 / 31

17 Timer O objecto Timer serve para executar um bloco de VB a cada X tempo. Este tempo é definido em milissegundos. Há duas propriedades importantes Enabled, que activa ou não o Timer (por omissão está False), e o Interval, onde se define o número de milissegundos. O local onde se define o que é para fazer (X em X milissegundos) é no evento Tick, o único evento do objecto Timer. Private Sub Timer1_Tick(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Timer1.Tick Label1.Text = Now End Sub No label surge então a data / hora (resultado do Now), que é actualizada a cada 1000 milissegundos (valor da propriedade Interval). Não esquecer de colocar True na propriedade Enabled. 17 / 31

18 Ícone na área de notificação Algumas aplicações usam um ícone na área de notificação onde se encontra o relógio, e que pertence à barra de tarefas. Para que uma aplicação VB tenha também ela um ícone junto ao relógio, basta usar o objecto NotifyIcon. Para que surja na área de notificação, é necessário definir o ícone (que por omissão não vem definido) propriedade Icon. Ao executar a aplicação, o ícone surge na área de notificação. 18 / 31

19 Menus de contexto Os menus de contexto (context menus) são os menus que surgem quando se clica com o botão direito sobre um objecto. Tipicamente este menu é adequado ao objecto, ou seja, tem opções específicas de acordo com o objecto clicado. O objecto é o ContextMenuStrip, e podem ser usados diversos ContextMenuStrip, para definir menus diferentes que depois são associados aos respectivos objectos. A definição do menu é em tudo igual ao objecto MenuStrip define-se o texto, e clica-se para definir o evento Click. Private Sub FecharToolStripMenuItem_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles FecharToolStripMenuItem.Click Application.Exit() End Sub Para usar um menu de contexto, basta associá-lo na propriedade ContextMenuStrip p.ex. de um botão ou de um NotifyIcon. Ao clicar com o botão direito no ícone da aplicação, surge então o menu de contexto. 19 / 31

20 Acesso a dados O VB.NET (e as restantes linguagens de programação.net) permite ligar a uma grande variedade de bases de dados. O.NET traz um novo modo como é feita a ligação e manipulação de dados, permitindo também essa manipulação do modo mais clássico. ADO.NET O ADO.NET (versão.net do antigo ActiveX Data Objects) permite lidar com os dados de uma base de dados de diversas formas, desde a modo como se liga à base de dados até ao modo como trata os dados. Para ligar a uma base de dados é usado um.net Data Provider. É ele que permite usar determinado tipo de base de dados. Exemplo: OLE DB.NET Data Provider o Liga a qualquer fonte de dados (que suporte OLE) o Necessita de identificar o provider ( tipo de origem de dados) o Definido no namespace de nome System.Data.OleDB SQL Server.NET Data Provider o Liga somente ao SQL Server (optimizado para este) o Definido no namespace de nome System.Data.SqlClient Existem outros providers, que não fazem parte da.net Framework (necessitam de ser instalados à parte) destinados a uma melhor optimização (para Oracle ou MySQL p.ex.). O ADO.NET tem a seguinte arquitectura. Resumindo, e após a ligação (connection) à base de dados é possível: 1. Ler / escrever dados através de um comando (e usar um DataReader para ler dados p.ex.), 2. Usar um DataAdapter na ligação, ficando os dados num DataSet. Os dados, dentro do DataSet (e transparente para o utilizador) são manipulados via XML. 20 / 31

21 Exemplos de algumas classes: Connection o Estabelece a ligação a uma origem de dados. Command o Executa comandos sobre a base de dados. DataReader o Usado com o objecto Command disponibiliza acesso read-only, forward-only a um conjunto de registos obtidos a partir de uma base de dados executa sem o uso de um DataSet, para disponibilização imediata de dados. DataAdapter o Interface entre o DataSet e a base de dados Exemplo de algumas classes: DataTable o Referencia uma tabela no DataSet. DataRow o Referencia registos (linhas) de um DataTable. DataColumn o Referencia um campo (coluna) de um DataTable. ConstrainCollection o Permite Impor restrições sobre os dados de um DataTable. DataRelation o Relaciona dois objectos DataTable através do objecto DataColumn. 21 / 31

22 Consulta de um registo Exemplo com um command ' connection - ligação à base de dades Dim conn As New OleDbConnection ' definir a ligação à DB conn.connectionstring = "PROVIDER=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\amigos.mdb" ' abrir a ligação conn.open() ' comando SQL Dim sql As String ' definir o SQL e configura o command sql = "SELECT id,nome,telefone FROM amigos WHERE ID=" & id.text Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) ' definir um datareader, que vai receber o resultado da query Dim dr As OleDbDataReader ' executa o comando - o resultado fica no datareader dr = cmd.executereader ' ler os dados do datareader dr.read() ' coloca nos textboxes cada campo do datareader (1º row) TextBox1.Text = dr.item("id") TextBox2.Text = dr.item("nome") TextBox3.Text = dr.item("telefone") ' fecha a ligação à DB conn.close() Exemplo com um DataSet ' connection - ligação à base de dades Dim conn As New OleDbConnection ' definir a ligação à DB conn.connectionstring = "PROVIDER=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\amigos.mdb" ' abrir a ligação conn.open() ' comando SQL Dim sql As String ' definir o SQL e executa-o atraves do dataadapter sql = "SELECT id,nome,telefone FROM amigos WHERE ID=" & id.text Dim da = New OleDbDataAdapter(sql, conn) ' dataset - conjunto de tabelas (datatables) mas em memória Dim ds As New DataSet ' cria uma datatable (friends) dentro do dataset e preenche-a com o resultado do da da.fill(ds, "friends") ' coloca nos textboxes cada campo, do row (registo) 0 (é o 1º) da datatable friends TextBox1.Text = ds.tables("friends").rows(0).item("id") TextBox2.Text = ds.tables("friends").rows(0).item("nome") TextBox3.Text = ds.tables("friends").rows(0).item("telefone") ' fecha a ligação à DB conn.close() ' limpar o dataset ds.clear() 22 / 31

23 Commands Dando seguimento ao descrito no livro da FCA fornecido, o uso de commands (em vez de DataSet) mostra-se mais simples em virtude de o conceito do DataSet, DataTable e demais classes representar um maior esforço de aprendizagem (mas também uma maior flexibilidade). Para a execução de um comando que não tem retorno de registos (INSERT, UPDATE e DELETE), o código a usar é: Dim conn As New OleDbConnection conn.connectionstring = "PROVIDER=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\amigos.mdb" conn.open() Dim sql As String sql = "INSERT... ou UPDATE... ou DELETE..." Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) cmd.executenonquery() conn.close() O método ExecuteNonQuery() executa a query, e tem como retorno não registos (dados) mas o número de registos que foram mexidos pela queryl (número de apagados ou actualizados p.ex.).... sql = "UPDATE amigos set nome='nome' WHERE telefone='123'" Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) Dim n As Integer n = cmd.executenonquery() MsgBox("Número de registos: " & n, MsgBoxStyle.Information) conn.close()... Assim, e supondo que o resultado da query seria 2 registos (havia dois registos com o telefone 123), o resultado seria: 23 / 31

24 No campo da leitura de dados de uma base de dados, há dois métodos. O ExecuteScalar devolve o primeiro campo do primeiro registo ou seja devolver apenas um valor (o primeiro). Útil quando apenas se procura uma coluna de um registo.... sql = "SELECT nome FROM amigos WHERE id=" & id.text Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) Dim str As String str = cmd.executescalar MsgBox("Primeiro campo: " & str, MsgBoxStyle.Information) conn.close()... Para a leitura de vários registos e colunas, o método a usar é o ExecuteReader. Neste caso, é necessário percorrer todos os registos que fazem parte do retorno da query.... sql = "SELECT nome FROM amigos WHERE id >= " & id.text Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) Dim dr As OleDbDataReader dr = cmd.executereader While dr.read() MsgBox("Nome: " & dr.item("nome"), MsgBoxStyle.Information) End While conn.close()... Para ler os registos e adicionar a uma listbox.... sql = "SELECT id, nome FROM amigos" & id.text Dim cmd As New OleDbCommand(sql, conn) Dim dr As OleDbDataReader dr = cmd.executereader While dr.read() ListBox1.Items.Add(dr.Item("nome")) End While conn.close() / 31

25 Publicar uma aplicação O VB.NET 2008 Express permite publicar uma aplicação, para que esta possa ser instalada. A publicação pode ser para um servidor Web (para ser instalada online via browser) ou para o disco para ser instalada offline, p.ex. a partir de um CD. Inserir pastas e ficheiros Antes de publicar, há que garantir que os ficheiros necessários à aplicação estejam dentro do projecto. Para criar pastas: Botão direito sobre o projecto, escolher Add New Folder e depois definir o nome: Para adicionar ficheiro: Arrastar e largar dentro do projecto: 25 / 31

26 Botão direito sobre o projecto, escolher Add Existing Item e depois seleccionar os itens a adicionar: Debug Ao fazer debug da aplicação, ainda no VB.NET, é criado um ficheiro executável, dentro de \Bin\Debug, dentro do projecto. No entanto, nem todas as pastas e ficheiros são colocados na pasta Debug, pelo que alguma funcionalidade que dependesse destes não correria normalmente. Assim, é normal ter que recorre a directivas de compilação. Estas directivas de compilação indicam que pode haver código que apenas compila p.ex. em modo debug. As directivas de compilação são identificados pelo # (cardinal) no If Then Else e pela constante DEBUG (no exemplo há mais) Imports System.Data.OleDb Public Class Form1 #If DEBUG Then ' é compilado se estiver em debug Public dbconn As String = "PROVIDER=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=D:\cinema_v2.mdb" Public pathimagens As String = "D:\imagens\" #Else ' é compilado caso não esteja em debug Public dbconn As String = "PROVIDER=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=" & Application.StartupPath & "\dados\cinema_v2.mdb" Public pathimagens As String = Application.StartupPath & "\imagens\" #End If / 31

27 No exemplo, em debug são usados caminhos absolutos para as pastas do projecto deste modo, apenas funcionam num máquina que tenha as mesmas pastas / ficheiros e na mesma localização. Caso não seja debug (p.ex. numa publicação) os caminhos são dependentes do local onde se instalou a aplicação, sendo acedido através de Application.StartupPath devolve a pasta a partir da qual a aplicação iniciou (e foi instalada). É necessário garantir que todos os ficheiros fiquem então na pasta onde foi instalada a aplicação. Fazer o publish Antes de fazer o publish, são necessárias algumas configurações. Indo ao menu Project - <nome_do_projecto> Properties surge a janela. As opções de menu Application e Publish são tipicamente as que carecem de alguma atenção e configuração. 27 / 31

28 Em Application pode-se configurar: Assembly name: é o nome da aplicação, que surge no menu do Windows; Icon: é o ícone, que surge no menu do Windows; Startup form: o primeiro form a executar, caso a aplicação tenha mais do que um form; Assembly Information : informação que surge quando se verifica as propriedades do ficheiro; Splash screen: caso se pretenda ter uma janela de apresentação enquanto a aplicação inicia. Em Publish pode-se configurar: Publish Folder Location: destino onde vão ser criados os ficheiros de instalação; Application Files : onde se define que ficheiros são incluídos na instalação e como; Prerequisites : onde se define os componentes adicionais necessário a incluir e como; Publish Version: a numeração da versão, que pode ou não ser automática; Publish Now: botão para publicar criar ficheiros de instalação. 28 / 31

29 No Application Files, surgem os ficheiros da aplicação, incluindo as pastas e ficheiros incluídos no projecto. Por omissão, o VB.NET detecta (automaticamente) que há uma base de dados coluna Publish Status, com o valor Data File (Auto). Para garantir que todos os ficheiros ficam na mesma pasta (para serem depois acedidos pelo mesmo método Application.StartupPath, deve-se alterar para Include (Auto). 29 / 31

30 No Prerequisites, surge a possibilidade de incluir, no mesmo processo de instalação, alguns componentes, que podem ser necessário à execução da aplicação p.ex. a.net Framework. É possível identificar se os componentes são instalados a partir da Web (tornando a instalação mais pequena, mas requerendo acesso à Web), ou a partir da mesma pasta onde está a aplicação a instalar (tornando o pacote de instalação mais pesado, mas podendo ser instalado offline). Instalação Os ficheiros de instalação gerados, são entre outros, constituído por um ficheiro setup.exe (o que deve ser executado), e uma pasta com as várias versões que vão sendo publicadas. A versão a instalar é mais recente. Após a instalação, a aplicação fica disponível. 30 / 31

31 No disco, a aplicação fica instalada numa localização algo difícil de encontrar. No Windows XP: C:\Documents and Settings\Benjamim\Definições locais\apps\2.0\5zjgwb74.81g\ AJ7CX2N5.J24\pos-..tion_8ddb3fdb2c83981c_ _75271df155732cf3 No Windows 7: C:\Users\Benjamim\AppData\Local\Apps\2.0\R5KRJ54T.R7E\ TXM136CC.KC4\pos-..tion_8ddb3fdb2c83981c_ _648a89bcda2adeb5 Para que a mesma aplicação funcione no Windows 7, esta deve ser compilada no Windows 7 o VB.NET 2008 Express funciona sem qualquer problema. 31 / 31

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Objectivos: Criação de fonte de dados (Data Source) a partir de base de dados. Utilização de um controlo DataGridView para visualizar dados.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO MODELO ADO.NET (DESCONECTADO)

INTRODUÇÃO AO MODELO ADO.NET (DESCONECTADO) INTRODUÇÃO AO MODELO ADONET (DESCONECTADO) O modelo ADONET (Activex Data Objects NET) consiste num conjunto de classes definidas pela NET framework (localizadas no namespace SystemData) que pode ser utilizado

Leia mais

Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard. Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter. Botão next na caixa de diálogo

Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard. Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter. Botão next na caixa de diálogo Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter Botão next na caixa de diálogo Se carregar em Cancel, o wizard é cancelado e podemos depois definir as propriedades

Leia mais

Reconhecer alguns dos objectos VBA Automatizar bases de dados recorrendo à programação VBA e scripts SQL

Reconhecer alguns dos objectos VBA Automatizar bases de dados recorrendo à programação VBA e scripts SQL OBJECTIVOS Reconhecer alguns dos objectos VBA Automatizar bases de dados recorrendo à programação VBA e scripts SQL O objecto DOCMD Este objecto permite o acesso a todas as operações sobre todos os objectos

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

Acesso a Banco de Dados usando C#

Acesso a Banco de Dados usando C# Linguagem de Programação 3 Acesso a Banco de Dados usando C# Prof. Mauro Lopes 1-31 26 Objetivos Nesta aula iremos dar continuidade aos elementos de programação da Linguagem C#. Iremos aqui apresentar

Leia mais

Acesso a Banco de Dados usando C# (MySql Provider)

Acesso a Banco de Dados usando C# (MySql Provider) Ambiente de Programação Visual Acesso a Banco de Dados usando C# (MySql Provider) Prof. Mauro Lopes 1-31 22 Objetivos Nesta aula iremos apresentar o ADO.NET. Esta importante parte da tecnologia.net permite

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

ADO.NET - Roteiro básico e Boas Práticas

ADO.NET - Roteiro básico e Boas Práticas ADO.NET - Roteiro básico e Boas Práticas Confuso com tantos conceitos novos, com tantas siglas e acrósticos? Qual provedor usar? Devo usar DataSet ou DataReader? Se essas e outras dúvidas te atormentam,

Leia mais

Minicurso de C# por François Dantas Oliveira. Agosto de 2009

Minicurso de C# por François Dantas Oliveira. Agosto de 2009 Minicurso de C# por François Dantas Oliveira Agosto de 2009 Conteúdo SQL Server Express INSERT UPDATE DELETE SELECT Visual C# 2008 Express Edition Conhecendo a IDE O que é programação orientada a eventos

Leia mais

Editor de Texto Simples TEORIA

Editor de Texto Simples TEORIA Editor de Texto Simples VB.NET Editor de Texto Simples TEORIA Livro: Microsoft Visual Basic 2010 de Michael Halvorson Editora Bookman, 2011. Cap. 04, págs.. 125 147 Cap. 17. págs.. 443 464 1 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A interface do Microsoft Visual Studio 2005

A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Tarefa Orientada 1 A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Objectivos: Introdução à framework.net Iniciar o Visual Studio 2005. Criar um novo projecto de Windows Forms em Visual Basic Introdução à

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Deverá ser apresentada uma caixa de combinação para auxiliar o utilizador a escolher o distrito de residência do entrevistado.

Deverá ser apresentada uma caixa de combinação para auxiliar o utilizador a escolher o distrito de residência do entrevistado. 4.º PASSO PROGRAMAÇÃO DO CAMPO DISTRITO : PROJECTO COM ADO Deverá ser apresentada uma caixa de combinação para auxiliar o utilizador a escolher o distrito de residência do entrevistado. 1) Abra o formulário

Leia mais

C# - Conexão com MySQL

C# - Conexão com MySQL E S T A A P R E S E N T A Ç Ã O F O I E L A B O R A D A COMO M A T E R I A L DE A P O I O À A U L A DO P R O F E S S O R L E O L A R B A C K A O S A L U N O S DA E S C O L A T É C N I C A P O L I M I G.

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

using System; using System.Collections.Generic; using System.Text; namespace Estudo { public class PessoaJuridica : Pessoa { private string cnpj;

using System; using System.Collections.Generic; using System.Text; namespace Estudo { public class PessoaJuridica : Pessoa { private string cnpj; using System; using System.Collections.Generic; using System.Text; namespace Estudo public abstract class Pessoa private int idpessoa; private string nome; public int IdPessoa get return this.idpessoa;

Leia mais

1- Criando o Banco de dados, as tabelas e definindo o relacionamento

1- Criando o Banco de dados, as tabelas e definindo o relacionamento Parte 1 Atendendo milhares de pedidos resolvi mostrar como você pode desenvolver uma aplicação Windows no VB 2005 do início ao fim. Será uma aplicação que se propõe a gerenciar uma locadora de filmes (DVD

Leia mais

Tarefa Orientada 5 Aplic. Manutenção de Facturas de Clientes

Tarefa Orientada 5 Aplic. Manutenção de Facturas de Clientes Tarefa Orientada 5 Aplic. Manutenção de Facturas de Clientes Objectivos: Aplicação Manutenção de Facturas de Clientes Utilização de uma fonte de dados. Formulários Master/Detail. Adicionar consultas a

Leia mais

Curso de Iniciação ao Access Basic (I) CONTEÚDOS

Curso de Iniciação ao Access Basic (I) CONTEÚDOS Curso de Iniciação ao Access Basic (I) CONTEÚDOS 1. A Linguagem Access Basic. 2. Módulos e Procedimentos. 3. Usar o Access: 3.1. Criar uma Base de Dados: 3.1.1. Criar uma nova Base de Dados. 3.1.2. Criar

Leia mais

Acesso a Dados com Wizard (sem escrever código) e Programaticamente

Acesso a Dados com Wizard (sem escrever código) e Programaticamente Base de Dados: loja.mdb Acesso a Dados com Wizard (sem escrever código) e Programaticamente Tabelas: Categorias (IdCat, NomeCat) Produtos (IdProd, IdCat, Preço, Stock) Carrinho (ProdId, Quantidade) Clientes

Leia mais

P redigl o bal Pesquisa de Imóveis D o c u m e n t o d e I m p l e m e n t a ç ã o d e M ó d u l o s

P redigl o bal Pesquisa de Imóveis D o c u m e n t o d e I m p l e m e n t a ç ã o d e M ó d u l o s de Adicionar Imóveis Arquitectura de dados Este módulo manipula a tabela Imóveis que se encontra na Base de Dados e faz inserções dos respectivos dados sob a mesma: Elabo ra do por: Verificad o po r: Apro

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

COLÉGIO TÉCNICO ANTÔNIO TEIXEIRA FERNANDES CTI - UNIVAP

COLÉGIO TÉCNICO ANTÔNIO TEIXEIRA FERNANDES CTI - UNIVAP COLÉGIO TÉCNICO ANTÔNIO TEIXEIRA FERNANDES CTI - UNIVAP 3º Bimestre: Sumário 32 - Conceitos iniciais de Banco de Dados... 101 33 Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados... 102 34 ADO.NET... 102 34.1

Leia mais

Dim formulário As Object formulário = Me Me.Text = "Título"

Dim formulário As Object formulário = Me Me.Text = Título 1.1.1 OBJECT As variáveis do tipo Object representam referências a objectos alojados na memória, em endereços reservados. A partir do momento em que atribuímos um objecto a uma variável deste tipo, podemos

Leia mais

1 Code::Blocks Criação de projetos

1 Code::Blocks Criação de projetos Programação MEEC Índice 1Code::Blocks Criação de projetos...1 2Code::Blocks Localização do projeto...5 3Code::Blocks Abertura de projetos já existentes...7 4Code::Blocks Funcionamento...8 5Code::Blocks

Leia mais

Índice: Tipo de Aplicações em Visual Basic Componentes do Visual Basic

Índice: Tipo de Aplicações em Visual Basic Componentes do Visual Basic O tutorial a seguir,é feito para iniciantes em Visual Basic, que no qual, pode ajudar alguns que querem saber algumas funcções. Que começe o Tutorial ^^ Índice: Tipo de Aplicações em Visual Basic Componentes

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto ADO.NET.

Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto ADO.NET. Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto ADO.NET Nuno Ferreira Outubro de 2004 2004 Nuno Ferreira Departamento de Engenharia Informática

Leia mais

Sub AcessaWeb(url, x) ' recebe uma url para pesquisar e devolve uma planilha ' Solicita a criação da planilha x

Sub AcessaWeb(url, x) ' recebe uma url para pesquisar e devolve uma planilha ' Solicita a criação da planilha x Aula 1 Planilha para Incluir / Excluir / Consultar dados em uma agenda telefônica (Nome, Endereço, Telefone) residindo em Banco de dados Access ou na WEB (usando um banco espelho no meu site, e uma página

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI)

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) 4. Montagem do Computador Disco rígido limpeza; Disco rígido verificação de erros (modo gráfico); Disco rígido verificação de erros (linha de comandos;

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 06 TEORIA. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 06 TEORIA. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA TEORIA 1 CONTROLE CheckBox 2 Ao se executar o programa adquirimos alguma experiência prática com os objetos de entrada e mais adiante discutiremos como esses objetos podem ser utilizados com menus em um

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Objectivos: Criar uma base de dados vazia. O Sistema de Gestão de Bases de Dados MS Access Criar uma base dados vazia O Access é um Sistema de Gestão de Bases

Leia mais

Procalc v1.0. Versão Programador

Procalc v1.0. Versão Programador Procalc v1.0 Versão Programador Conteúdo Procalc... 4 Primeiros botões... 5 Funções Básicas... 6 Como funciona... 7 Funções avançadas... 8 Logaritmo... 8 Logaritmo Natural... 9 Expoente... 10 Factorial...

Leia mais

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Objectivo Este guia acompanha-o através do processo de criação de uma aplicação C++ utilizando o ambiente de desenvolvimento Visual Studio 6.0. Passo 1: Criação de

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira - Access - Programa de base de dados relacional funciona em Windows Elementos de uma Base de Dados: Tabelas Consultas Formulários

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL Fevereiro/2002 - Portalegre Introdução A necessidade de efectuar cálculos complexos de uma forma mais rápida e fiável,

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB

Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB Visão Geral do Visual Basic.NET Conceitos Básicos Antes de codificar um programa dentro do Visual Studio

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Acesso a Dados: com Wizard (sem escrever código), e Programaticamente

Acesso a Dados: com Wizard (sem escrever código), e Programaticamente Acesso a Dados: com Wizard (sem escrever código), e Programaticamente Base de Dados: loja.mdb Tabelas: Categorias (IdCat, NomeCat) Produtos (IdProd, IdCat, NomeProd, Preco, Stock) Carrinho (IdCliente,

Leia mais

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 Este programa permite gerir toda a sua colecção de músicas, vídeos e até mesmo imagens, estando disponível para download no site da Microsoft, o que significa que mesmo quem

Leia mais

APOSTILA DE VISUAL STUDIO 2008

APOSTILA DE VISUAL STUDIO 2008 APOSTILA DE VISUAL STUDIO 2008 NUPEDS Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Sistemas FACULDADES INTEGRADAS CLARETIANAS RIO CLARO 2009 SUMÁRIO 1. Visão geral do Visual Studio 2008...4 1.1 Visual Studio

Leia mais

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo Índice 1. O que é o Windows XP 1 2. Para que serve o Windows XP 1 3. O Ambiente de Trabalho 2 4. Menu Iniciar 3 5. Janelas 4 6. Vistas 5 7. Iniciar 10 8. Encerrar

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Referencial do Módulo B

Referencial do Módulo B 1 Referencial do Módulo B Liga, desliga e reinicia correctamente o computador e periféricos, designadamente um scanner; Usa o rato: aponta, clica, duplo-clique, selecciona e arrasta; Reconhece os ícones

Leia mais

Conceitos importantes

Conceitos importantes Conceitos importantes Informática Informação + Automática Tratamento ou processamento da informação, utilizando meios automáticos. Computador (Provem da palavra latina: computare, que significa contar)

Leia mais

Criação de web sites com o Microsoft Frontpage

Criação de web sites com o Microsoft Frontpage Criação de web sites com o Microsoft Frontpage Fernando Ferreira 1. Iniciação do Frontpage Porquê criar páginas web? A World Wide Web é a melhor forma das pessoas comunicarem umas com as outras. É Nos

Leia mais

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs 2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs Os procedimentos utilizados para gravar informação num CD ou num DVD variam conforme a forma como estes forem formatados. A formatação é efectuada em discos vazios e consiste

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 3 - MANUAL DO UTILIZADOR Diogo Mateus 3.1. REQUISITOS MÍNIMOS * Computador Pessoal com os seguintes Programas * Microsoft Windows 95 * Microsoft Access 97 A InfoMusa

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

Microsoft Excel Macro V. Índice 16-) Formulários... 42 17-) Gerando código para o Formulário... 49

Microsoft Excel Macro V. Índice 16-) Formulários... 42 17-) Gerando código para o Formulário... 49 Microsoft Excel Macro V Índice 16-) Formulários... 42 17-) Gerando código para o Formulário... 49 16-) Formulários A forma mais comum de comunicação de um sistema com o usuário é por meio de caixas de

Leia mais

Computação Móvel 2007/2008

Computação Móvel 2007/2008 Computação Móvel 2007/2008 Tutorial 2 Criação de uma nova publicação de base de dados no SQL Server 2005 Standard Edition / Enterprise Edition / Developer Edition No computador cliente: 1. Estabelecer

Leia mais

Primeiramente lemos a seguinte citação, copiada de Excel-Ajuda:

Primeiramente lemos a seguinte citação, copiada de Excel-Ajuda: 33 Capítulo 3 Procedimentos (macros) Primeiramente lemos a seguinte citação, copiada de Excel-Ajuda: O objetivo de uma macro é automatizar as tarefas usadas com mais freqüência. Embora algumas macros sejam

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Para ClassPad 300. ClassPad Manager. (ProgramLink) Versão limitada. Manual de Instruções. http://world.casio.com/edu_e/ RJA510188-4

Para ClassPad 300. ClassPad Manager. (ProgramLink) Versão limitada. Manual de Instruções. http://world.casio.com/edu_e/ RJA510188-4 Para ClassPad 300 Po ClassPad Manager (ProgramLink) Versão limitada Manual de Instruções RJA510188-4 http://world.casio.com/edu_e/ Nota Os exemplos de visualização mostrados neste manual de instruções

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO Escola Básica José Afonso Professora Marta Caseirito Grupo 1 1. As questões seguintes são de escolha múltipla. Nas afirmações seguintes assinale com X aquela

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel

Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel Este tutorial contém a 1ª lição sobre a série Básico do VBA do Excel. Ele cobre tópicos de criação e gerenciamento de matrizes e o entendimento de estruturas de decisão

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C#

Microsoft Visual Studio 2010 C# Microsoft Visual Studio 2010 C# Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de Francisco

Leia mais

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo.

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo. Impressão em série de cartas de formulário e mailings em grande número Intercalação de correio Base de Dados em Excel Comece por planear o aspecto da sua página final - é uma carta, uma página de etiquetas

Leia mais

Aplicação ReadWriteData

Aplicação ReadWriteData Aplicação ReadWriteData Aplicação com 1 página, que mostra num controlo DataGrid uma tabela de uma base de dados. O controlo DataGrid permite editar os valores mostrados nas células, e efectuar as correspondentes

Leia mais

Oracle SQL Developer

Oracle SQL Developer BDDAD Bases de Dados Oracle SQL Developer Nelson Freire (ISEP LEI-BDDAD 2015/16) 1/30 SQL Developer Sumário Introdução Instalar Abrir Ligar à BD no Servidor Oracle SQL Worksheet Editar SQL Executar SQL

Leia mais

Iniciando no Visual Basic.NET

Iniciando no Visual Basic.NET Iniciando no Visual Basic.NET A Microsoft disponibiliza duas versões das suas ferramentas de desenvolvimento, a versão profissional, que integra, em um único ambiente, todas as ferramentas de desenvolvimento

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Manual do Nero ControlCenter

Manual do Nero ControlCenter Manual do Nero ControlCenter Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero ControlCenter e todo o seu conteúdo estão protegidos pelos direitos de autor e são propriedade da Nero

Leia mais

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server Instituto Superior Politécnico de Viseu Escola Superior de Tecnologia Departamento de Informática Ficha prática nº 7 SGBD Microsoft Access e SQL Server Objectivo: Criação de uma aplicação em arquitectura

Leia mais

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri OBJETIVOS DA AULA: Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Fazer uma breve introdução a respeito do MS SQL Server 7.0; Criar uma pequena base de dados no MS SQL Server 7.0; Elaborar

Leia mais

PROGRAMANDO EM C# ORIENTADO A OBJETOS

PROGRAMANDO EM C# ORIENTADO A OBJETOS PROGRAMANDO EM C# ORIENTADO A OBJETOS AGENDA MÓDULO 4 IDE Visual Studio e edições Exemplos IDE - INTEGRATED DEVELOPMENT ENVIRONMENT IDE, Ambiente de Desenvolvimento Integrado. Uma IDE é uma ferramenta

Leia mais

NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS

NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS 1 NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS Este primeiro capítulo aborda conceitos elementares relacionados com bases de dados. Os conceitos abordados neste capítulo são necessários para trabalhar adequadamente

Leia mais

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO UNIDADE 2 Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1 CONTEÚDOS Ambiente gráfico Operações básicas do sistema operativo Definição de sistema operativo Obtenção de ajuda

Leia mais

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO ETEC JORGE STREET

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO ETEC JORGE STREET Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO ETEC JORGE STREET Trabalho de Conclusão de Curso Técnico de informática - TCC Projeto Novo Mundo Bruno Tadeu Ferreira

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop.

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Inicialize o 3D Studio VIZ. Faça duplo clique no ícone de 3D Studio VIZ Abre-se a janela da figura seguinte. Esta

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

1 Função e criação do Programa. Relatório de desenvolvimento do projecto Programador/designer : Tiago MC Simões

1 Função e criação do Programa. Relatório de desenvolvimento do projecto Programador/designer : Tiago MC Simões Relatório de desenvolvimento do projecto Programador/designer : Tiago MC Simões 1) Função e criação do Programa 2) Lista de transacções/funções 3) Interface Gráfico do programa 4) A base de dados 4.1)

Leia mais

Manual. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt

Manual. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Manual Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Fevereiro de 2006 Índice Operações básicas com a interface gráfica do sistema operativo... 2 Iniciar e encerrar uma

Leia mais

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Manipulação de Células, linhas e Colunas

Manipulação de Células, linhas e Colunas Manipulação de Células, linhas e Colunas Seleccionar células Uma vez introduzidos os dados numa folha de cálculo, podemos querer efectuar alterações em relação a esses dados, como, por exemplo: apagar,

Leia mais

ZoomText 9.1. Adenda ao Guia do Utilizador. Ai Squared

ZoomText 9.1. Adenda ao Guia do Utilizador. Ai Squared ZoomText 9.1 Adenda ao Guia do Utilizador Ai Squared Direitos de Cópia ZoomText Ampliador Copyright 2008, Algorithmic Implementations, Inc. Todos os Direitos Reservados ZoomText Ampliaddor/Leitor de Ecrã

Leia mais

Microsoft Windows: # 1

Microsoft Windows: # 1 Microsoft Windows Microsoft Windows: # 1 Ambiente de trabalho Microsoft Windows: # 2 Botão Iniciar I Lado Esquerdo Para guardar atalhos para as aplicações mais genéricas (Internet, E-mail) e para aquelas

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Conteúdos Gestão de ficheiros Explorador do Windows Modos de visualização Operações com pastas, ficheiros

Leia mais

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática FrontPage Express Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática O que é o FrontePage Express Para aceder ao programa que vai

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTRODUÇÃO AO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX 2004 O Macromedia Dreamweaver MX 2004 é um software que permite a criação de páginas de Internet profissionais, estáticas

Leia mais

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved.

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved. b 1 Conteúdo Capítulo 1... 3 Instalando o Neonews... 3 Neonews no Linux... 6 Capítulo 2... 7 Configurando o NeoNews... 7 Capítulo 3... 13 Teclas de Atalho do NeoNews Player... 13 2 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora

Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora Objectivos: Criar as tabelas da base de dados Editora Criar o diagrama da base de dados Editora Inserir registos com os dados de teste Criar as tabelas da base

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

Excel Macros e Programação em VBA

Excel Macros e Programação em VBA são formulários personalizados pelo programador para criar uma interface entre a pasta de trabalho do Excel e o usuário da aplicação. Abra o Editor do VBA; No menu Inserir, escolha UserForm; A figura mostra

Leia mais

Equipa PTE. Janeiro 2012

Equipa PTE. Janeiro 2012 Janeiro 2012 Equipa PTE Índice Introdução... 3 Registo Online... 3 Instalação... 6 Dropbox Online... 9 Separador Files (Ficheiros)... 10 Restaurar arquivos... 11 Recuperar arquivos... 11 Separador "Events"...

Leia mais

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A Módulo 18 Ferramentas de Desenvolvimento de Páginas Web Criar uma relação mestre-detalhe 1. Cria uma cópia da página «listaferram.php»

Leia mais