Instruções de preenchimento. Perfis para os Participantes da Câmara de Ativos. Perfis para os Participantes da Câmara de Câmbio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instruções de preenchimento. Perfis para os Participantes da Câmara de Ativos. Perfis para os Participantes da Câmara de Câmbio"

Transcrição

1 Instruções de preenchimento O participante deve: 1. Assinalar com X o seu perfil (ou perfis) em cada câmara para realização dos testes do Novo Cadastro Selic, sendo que os participantes podem se cadastrar em mais de um perfil; 2. Preencher os dados dos quadros, conforme solicitado; 3. Enviar a Ficha de Inscrição preenchida para o com cópia para bem como para o Diretor Responsável pela instituição interessada; 4. Para esclarecimentos adicionais, contatar a Gerência de Desenvolvimento de Serviços (GDS), por meio do ou pelo telefone (11) Perfis para os Participantes da Câmara de Ativos ADM Administrador de PLC BL Banco Liquidante CST Custodiante MC Membro de Compensação PLC Participante com Liquidação Centralizada PLM Máster de PLC PNA Participante de Negociação de Ativos Perfis para os Participantes da Câmara de Câmbio BL Banco Liquidante BPC Banco Participante da Clearing Perfis para os Participantes da Câmara de Derivativos BL Banco Liquidante CO Corretora MC Membro de Compensação PLD Participante com Liquidação Direta Perfis para os Participantes da CBLC AC Agente de Compensação BL Banco Liquidante PN Participante de Negociação 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 1

2 Câmara de Ativos Câmara de Ativos Perfil do participante ADM BL CST MC PLC PLM PNA Cód. CNPJ: Endereço: Conglomerado Financeiro: Dados Básicos do Participante Diretor Responsável Funcionário Privilegiado (Usuário Máster) Responsáveis pelo acompanhamento dos testes Preencher caso tenha assinalado o perfil de Banco Liquidante: Banco Liquidante (BL) ISPB: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 2

3 Responsáveis por rede, segurança, MQ e mensageira Host Name: Host IP: Queue Manager Name: Porta TCP / IP: Canal de Sender: Nome das Filas MQSeries Requisitos de Infraestrutura Informar somente se não seguir o padrão sugerido no documento: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 3

4 Câmara de Câmbio: Cód. BL Câmara de Câmbio Perfil do participante BPC CNPJ: Endereço: Conglomerado Financeiro: Dados Básicos do Participante Diretor Responsável Funcionário Privilegiado (Usuário Máster) (Apenas para participantes sem Conta Reservas Bancárias no Banco Central) Responsáveis pelo acompanhamento dos testes Preencher caso tenha assinalado o perfil de Banco Liquidante: Banco Liquidante (BL) ISPB: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 4

5 Responsáveis por rede, segurança, MQ e mensageira Host Name: Host IP: Queue Manager Name: Porta TCP / IP: Canal de Sender: Nome das Filas MQSeries Requisitos de Infraestrutura Informar somente se não seguir o padrão sugerido no documento: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 5

6 Câmara de Derivativos: Câmara de Derivativos Perfil do Participante BL CO MC PLD Cód. CNPJ: Endereço: Conglomerado Financeiro: Dados Básicos do Participante Diretor Responsável Funcionário Privilegiado (Usuário Máster) Responsáveis pelo acompanhamento dos testes Preencher caso tenha assinalado o perfil de Banco Liquidante: Banco Liquidante (BL) ISPB: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 6

7 Responsáveis por rede, segurança, MQ e mensageira Host Name: Host IP: Queue Manager Name: Porta TCP / IP: Canal de Sender: Nome das Filas MQSeries Requisitos de Infraestrutura Informar somente se não seguir o padrão sugerido no documento: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 7

8 CBLC: CBLC Perfil do participante AC BL PN Cód. CNPJ: Endereço: Conglomerado Financeiro: Dados Básicos do Participante Diretor Responsável Funcionário Privilegiado (Usuário Máster) Responsáveis pelo acompanhamento dos testes Preencher caso tenha assinalado o perfil de Banco Liquidante: Banco Liquidante ISPB: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 8

9 Responsáveis por rede, segurança, MQ e mensageria Host Name: Host IP: Queue Manager Name: Porta TCP / IP: Canal de Sender: Nome das Filas MQSeries Requisitos de Infraestrutura Informar somente se não seguir o padrão sugerido no documento: 17/08/2010 Versão: 1.1 Pág 9

SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP

SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP À - CIP Prezado Senhor, Eu,...(nome completo),...(cargo),... (estado civil), portador da Carteira de Identidade

Leia mais

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio Orientação Técnica. Versão 1.0.1

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio Orientação Técnica. Versão 1.0.1 Orientação Técnica Versão 1.0.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 30/09/2010 1.0.0 Versão inicial. Bacen 03/02/2011 1.0.1 Atualização do item 2.2 Utilização do PSTA para troca de mensagens

Leia mais

Sistema de Cadastro Selic

Sistema de Cadastro Selic BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros Sistema de Cadastro Selic Diretoria Executiva de Clearings, Depositária e de Risco Versão 2.0 SUMÁRIO 1 ACESSO AO SISTEMA... 3 2 SOLICITAÇÃO DE

Leia mais

IPN - Integração da Pós Negociação

IPN - Integração da Pós Negociação IPN - Integração da Pós Negociação IPN Integração da Pós Negociação Manual Operacional da (Fase 1 Derivativos financeiros e de commodities e ouro disponível) Fevereiro / 2014 Índice IPN Integração da Pós

Leia mais

GPD Gestão de Posições em Derivativos

GPD Gestão de Posições em Derivativos 2010 GPD Gestão de Posições em Derivativos BMF&Bovespa Versão 1.00 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. O NOVO SISTEMA... 3 3. Lista de Referência... 5 3.1 Definições... 5 3.1.1 CAB Central de Atendimento BM&FBOVESPA...

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 3010. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002.

CARTA-CIRCULAR N 3010. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002. CARTA-CIRCULAR N 3010 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002. Esclarece procedimentos para operação de participante em regime de contingência no âmbito

Leia mais

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Thelma Lúcia Pacheco Gerente do Projeto - Gence Lucio Hellery Holanda Oliveira Gerente Alterno

Leia mais

Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores

Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores Data 07/2013 SUMÁRIO I. Introdução... 3 1. Sistema Cadastro de Operadores... 3 2. Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas Negociação de Instrumentos

Leia mais

Catálogo de Serviços do SFN

Catálogo de Serviços do SFN do SFN Volume V Versão 4.07 Brasília, 11 de dezembro de 2015. Este catálogo foi publicado pelo Comitê Gestor da Comunicação Eletrônica de Dados no Âmbito do SFN, conforme competência expressa na Circular

Leia mais

INTEGRAÇÃO DAS CÂMARAS DA BM&FBOVESPA Apresentação para mercado

INTEGRAÇÃO DAS CÂMARAS DA BM&FBOVESPA Apresentação para mercado INTEGRAÇÃO DAS CÂMARAS DA BM&FBOVESPA Apresentação para mercado CLASSIFICAÇÃO DA INFORMAÇÃO (MARQUE COM UM X ): CONFIDENCIAL RESTRITA CONFIDENCIAL USO INTERNO X PÚBLICO AGENDA AMBIENTE DE PÓS-NEGOCIAÇÃO

Leia mais

Controle de Lançamentos Financeiros. Manual do Usuário. Treinamento Fase 1 (TRN 01)

Controle de Lançamentos Financeiros. Manual do Usuário. Treinamento Fase 1 (TRN 01) Controle de Lançamentos Financeiros Manual do Usuário Treinamento Fase 1 (TRN 01) Índice 1. Introdução... 3 2. Consultas... 4 2.1. Consulta por Membro de Compensação...4 2.2. Consulta por Participante...7

Leia mais

Código de Erros - Mensageria 20/09/2013

Código de Erros - Mensageria 20/09/2013 Histórico de Versões... 2 Erros Mensageria - SMP (tsmt.016.001.03)... 3 Erros Mensageria - Cadastro de Participantes e Contas... 3 Erros Mensageria - RTC... 11 Erros Mensageria - Tarifação... 20 1 Histórico

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP

SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP SOLICITAÇÃO DE CADASTRO AO PRODUTO CHEQUE LEGAL NA CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP À - CIP Prezado Senhor, XXXXXXXXX, CNPJ nº XXXXXXXXX, Participante no Cheque Legal, representado na forma de

Leia mais

Diagnóstico da troca de informações entre os Participantes

Diagnóstico da troca de informações entre os Participantes Diagnóstico da troca de informações entre os Participantes Ausência de padronização e automação na troca de informações entre os diversos participantes do mercado Corretoras de valores e de mercadorias

Leia mais

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA Código do cliente: Assessor: F.P07.003.05 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CLIENTE Razão Social Completa (sem abreviações) CNPJ Inscrição Estadual Nº Registro e Órgão

Leia mais

MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB

MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB Versão Junho/2014 Índice 1. Objetivo do Manual... 3 2. Efetuando o Primeiro Acesso... 3 2.1 Passo 1: Entrar site Chubb... 3 2.2 Passo 2:

Leia mais

O F ÍC I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Membros e Demais Participantes dos Mercados Administrados pela BM&FBOVESPA

O F ÍC I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Membros e Demais Participantes dos Mercados Administrados pela BM&FBOVESPA 20 de agosto de 2008 033/2008-DP O F ÍC I O C I R C U L A R Membros de Compensação, Corretoras Membros e Demais Participantes dos Mercados Administrados pela BM&FBOVESPA Ref.: Início da Negociação via

Leia mais

MAPX-OP035-2012. Manual Técnico do Cheque Legal

MAPX-OP035-2012. Manual Técnico do Cheque Legal Manual Técnico do Cheque Legal OBJETIVO: O Manual Técnico do Cheque Legal tem como finalidade descrever os procedimentos que as Instituições Participantes devem seguir para configurar e permitir a conexão

Leia mais

Roteamento de ordens do CME Group para a BM&FBOVESPA (do Globex para o PUMA Trading System BM&FBOVESPA)

Roteamento de ordens do CME Group para a BM&FBOVESPA (do Globex para o PUMA Trading System BM&FBOVESPA) Roteamento de ordens do CME Group para a BM&FBOVESPA (do Globex para o PUMA Trading System BM&FBOVESPA) Para negociar os contratos BM&FBOVESPA via roteamento, o investidor usuário do CME Globex deverá:

Leia mais

Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR

Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR Guia de Certificação SINCAD para o SINACOR Sumário Pré-requisitos... 4 Configurações de Negócio...4 Instituição Financeira...4 Cenário A1.1... 6 Cenário A1.2... 16 Cenário A1.3... 17 Cenário A1.4... 26

Leia mais

Funções. Usuários. Servidores públicos.

Funções. Usuários. Servidores públicos. Manual Versão 1.0 O sistema de Recursos Humanos é utilizado para coletar, registrar, armazenar, analisar e recuperar dados dos recursos humanos da administração direta do Governo do Estado de Rondônia

Leia mais

Integração da Infraestrutura de Pós Negociação AVALIAÇÃO DE IMPACTOS Fevereiro de 2013 versão 2.1

Integração da Infraestrutura de Pós Negociação AVALIAÇÃO DE IMPACTOS Fevereiro de 2013 versão 2.1 Integração da Infraestrutura de Pós Negociação Fevereiro de 2013 versão 2.1 A IMPLANTAÇÃO DA INTEGRAÇÃO DAS CLEARINGS DA BM&FBOVESPA E DO NOVO SISTEMA DE RISCO CORE (CLOSEOUT RISK EVALUATION) DEPENDE DE

Leia mais

CHUBB GROUP OF INSURANCE COMPANIES

CHUBB GROUP OF INSURANCE COMPANIES CHUBB GROUP OF INSURANCE COMPANIES MANUAL DE MIGRAÇÃO DE USUÁRIOS DO SISTEMA DE COTAÇÕES ONLINE PARA O PORTAL DE SERVIÇOS PERSONAL LINES DIVISION PLD MANUAL DO USUÁRIO Prezado Parceiro(a), O sistema de

Leia mais

Será exibido um painel de opções com 3 possibilidades: Cadastrar Cliente, Listagem de Cliente e Gerar Chave de Instalação.

Será exibido um painel de opções com 3 possibilidades: Cadastrar Cliente, Listagem de Cliente e Gerar Chave de Instalação. ATIVAÇÃO DA LICENÇA A partir do momento em que a revenda torna-se parceira comercial do produto ela pode efetuar compras de licenças no site e ativar essas licenças em seus usuários. O UNICO até pode ser

Leia mais

Workshop 2 Cadastros. Novembro de 2012

Workshop 2 Cadastros. Novembro de 2012 Workshop 2 Cadastros Novembro de 2012 A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE (Closeout Risk Evaluation) depende de prévia autorização dos órgãos reguladores.

Leia mais

Catálogo de Mensagens e de Arquivos

Catálogo de Mensagens e de Arquivos Grupo de Serviços CAM Grupo de mensagens referente ao projeto de modernização do sistema Câmbio. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema MES01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste

Leia mais

Concurso Público. Prova Prática. Tecnólogo em Redes. Técnico Administrativo em Educação 2014. NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova

Concurso Público. Prova Prática. Tecnólogo em Redes. Técnico Administrativo em Educação 2014. NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova Concurso Público Técnico Administrativo em Educação 2014 Prova Prática Tecnólogo em Redes NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova INSTRUÇÕES 1. A duração da prova é de 03 (três) horas.

Leia mais

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição FICHA DE CADASTRO PESSOA FÍSICA Código Assessor Data: / / Informações Gerais Nome Completo Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF CPF Estado Civil Sexo Documento Apresentado (tipo) Nº

Leia mais

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET Código do cliente: FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET Assessor: PESSOA JURÍDICA F.P07.003.06 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CLIENTE Razão Social Completa (sem abreviações) CNPJ Inscrição Estadual Nº Registro e Órgão

Leia mais

Prova de Capacidade Financeira

Prova de Capacidade Financeira C A P Í T U L O 2 Prova de Capacidade Financeira Nos termos do EDITAL, inclui-se, entre as obrigações da fase de pré-identificação dos PARTICIPANTES, a prova de capacidade financeira para liquidar o LEILÃO.

Leia mais

Instruções de Preenchimento Ficha Cadastral

Instruções de Preenchimento Ficha Cadastral Instruções de Preenchimento Ficha Cadastral Ficha de Cadastro A ficha de cadastro tem a finalidade de obter dados necessários para aberturas de contas individualizadas em nome de novos usuários dos serviços

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL. Entidade Municipal

MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL. Entidade Municipal MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL Entidade Municipal Abril / 2011 ÍNDICE Objetivos do Sistema de Registro de Integrado - REGIN... 3 Principais Módulos do Sistema... 4 Módulo Controle de Acesso... 5 Módulo

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

primeiro acesso; dígitos da senha; FAQ AllianzNet 2.0

primeiro acesso; dígitos da senha; FAQ AllianzNet 2.0 FAQ AllianzNet 2.0 1. Como encontro os tutoriais disponíveis no portal? Acesse o portal AllianzNet com a sua SUSEP de 9 dígitos e a senha cadastrada; No menu lateral esquerdo, clique na opção All Info

Leia mais

TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR. Dezembro/2014

TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR. Dezembro/2014 TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR Dezembro/2014 1. Introdução... 2 2. Estrutura de contas no BC... 2 3. Formas de acesso ao STR... 3 Acesso via RSFN... 3 Acesso via Internet...

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO GOLDMAN SACHS DO BRASIL CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Goldman Sachs do Brasil Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. ( Corretora ), em atenção à Instrução

Leia mais

Manual Portal Empresário Lotérico

Manual Portal Empresário Lotérico Manual Portal Empresário Lotérico Versão 1.1 Brasília DF Sumário Introdução 3 Acesso 4 Tela de Boas Vindas 6 Menu Meus Dados Cadastrais 7 Tela Mudar a Senha 7 Menu Pedidos 8 Tela Portal de Rastreamento

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Leiaute dos Arquivos para Envio Consolidado das Informações de Transferências Internacionais em Reais

Leiaute dos Arquivos para Envio Consolidado das Informações de Transferências Internacionais em Reais Leiaute dos Arquivos para Envio Versão deste documento: 1.0 Índice Índice 2 1. Descrição 3 2. Transição 4 3. Informações Gerais sobre os Arquivos 5 3.1 Linguagem 5 3.2 Campos e Tipos 5 3.3 Domínios 5 3.4

Leia mais

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2 Secure Client Manual do Usuário IPNv2 Índice 2 de 23 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVO, APLICAÇÃO E DEFINIÇÕES... 4 a. Objetivos... 4 b. Aplicação... 4 c. Regras do sistema... 4 d. Configuração de hardware

Leia mais

Projeto IPN Integração do Pós- Negociação

Projeto IPN Integração do Pós- Negociação Projeto IPN Integração do Pós- Negociação Boletim 5ª Reunião do GT-Testes 7 de Fevereiro de 2013 A implantação do IPN depende de prévia autorização dos órgãos reguladores A implantação da integração das

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A UMUARAMA S/A C.T.V.M, denominada simplesmente Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e

Leia mais

a) nome completo, sexo, data de nascimento, naturalidade, nacionalidade, estado civil, filiação e nome do cônjuge ou companheiro;

a) nome completo, sexo, data de nascimento, naturalidade, nacionalidade, estado civil, filiação e nome do cônjuge ou companheiro; Instrução CVM 301/99. DA IDENTIFICAÇÃO E CADASTRO DE CLIENTES Art. 3º Para os fins do disposto no art. 10, inciso I, da Lei nº 9.613/98, as pessoas mencionadas no art. 2º (DENTRE OUTRAS, CORRETORAS DE

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

http://www.foscam.com.br http://loja.foscam.com.br

http://www.foscam.com.br http://loja.foscam.com.br http://www.foscam.com.br http://loja.foscam.com.br TUTORIAL PARA ACESSO REMOTO/WEB FOSCAM BRASIL Inicialmente defina uma porta (HTTP port) para cada câmera. Acesse as configurações da câmera em for administrator

Leia mais

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado 1 [PÚBLICA] Manual Operacional Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet Produto: Consignado ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo do Manual... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Conteúdo do Manual... 3

Leia mais

Projeto de Integração das Clearings

Projeto de Integração das Clearings Projeto de Integração das Clearings Workshop Técnico Fase 2 Clearing de Renda Variável e Renda Fixa Privada A implantação da Fase 2 do Projeto de Integração das Clearings depende da aprovação dos órgãos

Leia mais

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro:

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro: Termo de Parceria Objetivo Este documento tem como objetivo de orientar empresas que tem interesse em se qualificar como parceiros para representação dos produtos fornecidos pela Insertsoft através do

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 1 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BOVESPA TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. nº 4-3 com sede no Município de São

Leia mais

Evento de Custódia - Atos da STN relativos ao resgate do principal, juros e/ou amortizações dos Títulos.

Evento de Custódia - Atos da STN relativos ao resgate do principal, juros e/ou amortizações dos Títulos. SANTANDER CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2235 e 2041-24º andar, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Especificação do Caso de Uso. Manter Cliente. Versão 1.0

Especificação do Caso de Uso. Manter Cliente. Versão 1.0 Especificação do Caso de Uso Manter Cliente Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 27/05/2011 1.0 Elaboração do documento Isaque J. Barbosa Índice 1. Manter Cliente 3 1.1 Breve Descrição...

Leia mais

Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular

Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular Atenção: este aplicativo é compatível somente com a versão do sistema operacional do BlackBerry 4.6 ou superior. Os modelos de

Leia mais

1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE

1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE A N E X O I H A B I L I T A Ç Ã O, C A D A S T R O E C O N E X Ã O D E P A R T I C I P A N T E S 1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE DE C USTÓDIA A GENTE E SPECIAL DE C USTÓDIA, A GENTE

Leia mais

CAMADA DE TRANSPORTE

CAMADA DE TRANSPORTE Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE TRANSPORTE Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA

MANUAL DE REFERÊNCIA PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA MANUAL DE REFERÊNCIA PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA I. INTRODUÇÃO Obrigado por ter escolhido o BFT VBS! Nós trabalhamos com vigor para consolidar nossa posição como uma ótima em infraestrutura. A seguir serão

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS INFORMAÇÕES PRELIMINARES Brasília, 16 de maio de 2014. A INSCRIÇÃO no LEILÃO dar-se-á mediante preenchimento on-line de formulário eletrônico, via SISTEMA, cujo

Leia mais

HELP Fornecedores ATENÇÃO!!! IMPORTANTE: o acesso ao SIGA só poderá ser feito através do navegador Internet Explorer, versões 6 a 9.

HELP Fornecedores ATENÇÃO!!! IMPORTANTE: o acesso ao SIGA só poderá ser feito através do navegador Internet Explorer, versões 6 a 9. HELP Fornecedores IMPORTANTE: o acesso ao SIGA só poderá ser feito através do navegador Internet Explorer, versões 6 a 9. ATENÇÃO!!! Se a versão do seu navegador Internet Explorer for superior a 9, siga

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS INFORMAÇÕES PRELIMINARES MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS Brasília, 07 de outubro de 2014. A INSCRIÇÃO no LEILÃO dar-se-á mediante preenchimento on-line de formulário eletrônico, via SISTEMA,

Leia mais

Curso de CPA 10 CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANBIMA SÉRIE 10. www.eadempresarial.net.br. www.eadempresarial.net.br - 18 3303-0383

Curso de CPA 10 CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANBIMA SÉRIE 10. www.eadempresarial.net.br. www.eadempresarial.net.br - 18 3303-0383 Curso de CPA 10 CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANBIMA SÉRIE 10 www.eadempresarial.net.br SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL Uma conceituação bastante abrangente de sistema financeiro poderia ser a de um conjunto de

Leia mais

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros O que é o SISAUT/FC? MANUAL DO USUÁRIO O SISAUT/FC é o sistema por meio do qual são feitos os requerimentos para as autorizações

Leia mais

atividade a prática de operações de arrendamento As sociedades de arrendamento mercantil são

atividade a prática de operações de arrendamento As sociedades de arrendamento mercantil são Arrendamento mercantil ou leasing é uma operação em que o proprietário de um bem cede a terceiro o uso desse bem por prazo determinado, recebendo em troca uma contraprestação. No que concerne ao leasing,

Leia mais

Dois novos relatórios estão disponíveis nesta versão do Imobiliária 21. São eles: Devedores e Imóvel por Área. Veja abaixo como emitir cada um.

Dois novos relatórios estão disponíveis nesta versão do Imobiliária 21. São eles: Devedores e Imóvel por Área. Veja abaixo como emitir cada um. Sumário Este documento de versionamento contém: 1. Inclusão dos relatórios: Devedores e Imóvel por Área. 2. Inclusão do campo Código de Município no cadastro de cidade. 3. Publicação de boletos de proprietário

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS

MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS MANUAL DE INSCRIÇÃO E APORTE DE GARANTIAS INFORMAÇÕES PRELIMINARES Brasília, 27 de maio de 2015. A INSCRIÇÃO no LEILÃO dar-se-á mediante preenchimento on-line de formulário eletrônico, via SISTEMA, cujo

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE SUPORTE À GESTÃO DO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO Portal dos Convênios

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Clearing de Ativos BM&F. Fluxos operacionais de processos de Back Office

Clearing de Ativos BM&F. Fluxos operacionais de processos de Back Office Clearing de Ativos BM&F Fluxos operacionais de processos de Back Office Versão 21/05/2003 1.1 Versão 1.1 1 Início das rotinas de abertura da Clearing D-1 D0 D+1 00h00 23h59 Funcionamento da Clearing 18h30

Leia mais

MANUAL DA NOTA FISCAL AVULSA PARA O PÚBLICO EXTERNO

MANUAL DA NOTA FISCAL AVULSA PARA O PÚBLICO EXTERNO MANUAL DA NOTA FISCAL AVULSA PARA O PÚBLICO EXTERNO Introdução: A Nota Fiscal Avulsa NFA será emitida para acobertar operações realizadas por emitente não obrigado à inscrição no Cadastro de Contribuintes

Leia mais

REGULAMENTO TESOURO DIRETO

REGULAMENTO TESOURO DIRETO REGULAMENTO TESOURO DIRETO Tesouro Nacional GLOSSÁRIO 4 CAPÍTULO I REGRAS GERAIS 6 CAPÍTULO II PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 7 1. CADASTRO... 7 1.1. ASPECTOS GERAIS 7 1.2. CADASTRO DE AGENTES DE CUSTÓDIA

Leia mais

Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA

Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA - Março, 2009 - - 2 - DDA - Manual de transferência de arquivos CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP Manual de Transferências de arquivos para o DDA

Leia mais

Suporte Técnico. Procedimento de Abertura de Chamados. 2010. Siemens Product Lifecycle Management Software Inc. All rights reserved

Suporte Técnico. Procedimento de Abertura de Chamados. 2010. Siemens Product Lifecycle Management Software Inc. All rights reserved Suporte Técnico Procedimento de Abertura de Chamados Siemens Siemens PLM PLM Software Software O Suporte Técnico da GTAC O Global Technical Access Center, ou GTAC, é o site global de informações técnicas

Leia mais

Manual - Versão 1.2 1

Manual - Versão 1.2 1 Manual - Versão 1.2 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente pelo Gestor. - Internet

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO DPPH Nº 023 30/10/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS. dns_response série 1.6

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS. dns_response série 1.6 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS dns_response série 1.6 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE

1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE A N E X O I H A B I L I T A Ç Ã O, C A D A S T R O E C O N E X Ã O D E P A R T I C I P A N T E S 1. H ABILITAÇÃO DE A GENTE DE C OMPENSAÇÃO, A GENTE DE C USTÓDIA A GENTE E SPECIAL DE C USTÓDIA, A GENTE

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática DNS Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 10 de novembro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 10 de novembro de 2014 1 / 15 Introdução

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações Java Utilizando WebSphere MQ

Desenvolvendo Aplicações Java Utilizando WebSphere MQ Desenvolvendo Aplicações Java Utilizando WebSphere MQ Otavio Rodolfo Piske angusyoung@gmail.com 1. Introdução... 3 2. Preparação do Ambiente... 3 Requerimentos... 3 Download e Instalação do WebSphere MQ...

Leia mais

DELPHOS INFORMA CIRCULAR Nº 246 DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DE 16 DE ABRIL DE 2002 DIVULGADA EM 02/05/2002

DELPHOS INFORMA CIRCULAR Nº 246 DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DE 16 DE ABRIL DE 2002 DIVULGADA EM 02/05/2002 DELPHOS INFORMA ANO 8 - Nº 34 ABRIL / 2002 CIRCULAR Nº 246 DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DE 16 DE ABRIL DE 2002 DIVULGADA EM 02/05/2002 Ementa: Disciplina os procedimentos operacionais atinentes ao Seguro

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.3 11/02/2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Objetivos... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

Projeto de Integração das Clearings

Projeto de Integração das Clearings Projeto de Integração das Clearings Início da Fase 2 Clearing de Renda Variável e Renda Fixa Privada A implantação da 2ª Fase do Projeto de Integração das Clearings depende da aprovação dos órgãos reguladores

Leia mais

Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN

Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Volume V Versão 3.05 Brasília, 16 de dezembro de 2011. Este documento foi desenvolvido pelo Grupo Técnico de Mensagens, constituído por representantes do Banco

Leia mais

Manual de utilização do Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia

Manual de utilização do Sankhya-W. AR Soluti - Goiânia (ERP utilizado nos Departamentos da AC SOLUTI) AR Soluti - Goiânia Versão 2.0 de 20 de Setembro de 2013 Digitally signed by BRUNO BARROS MENDES:0169426 7180 Date: 2013.09.20 12:22:59 BRT Catalogação do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC Matrícula de Estudante do SISUTEC Manual do Usuário Acesso ao módulo de Matrícula de Estudante do SISUTEC Descrição Este documento visa apresentar ao Gestor Responsável pela Unidade de Ensino, ao Assessor

Leia mais

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. <Versão: 1.0> Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010 Obter Acesso aos Sistemas Educação Manual de Utilização Página 1/9 Conteúdo 1. Introdução... 3 1.1 Objetivo... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Acesso... 3 1.4 Requisitos básicos... 3 2. Interface de

Leia mais

Para realizar o autocadastramento no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) siga os seguintes passos:

Para realizar o autocadastramento no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) siga os seguintes passos: TUTORIAL AUTOCADASTRAMENTO NO AVA DO MMA 1 1. AUTOCADASTRAMENTO NO AVA DO MMA Para realizar o autocadastramento no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) siga os seguintes

Leia mais

Editais PROAES Manual do Usuário

Editais PROAES Manual do Usuário Editais PROAES Manual do Usuário ÍNDICE 1. Objetivos do Documento...3 2. Introdução...4 3. Inscrição...5 3.1. Passo 1 Selecionar o edital que deseja se inscrever...5 3.2. Passo 2 Selecionar os tipos de

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

SISUTEC. Procedimentos para Matrículas dos Candidatos Selecionados

SISUTEC. Procedimentos para Matrículas dos Candidatos Selecionados SISUTEC Procedimentos para Matrículas dos Candidatos Selecionados CONFIRMAÇÃO DA MATRÍCULA DOS CANDIDATOS SELECIONADOS Para confirmar as matrículas dos candidatos selecionados no Sisutec, um usuário devidamente

Leia mais

Bank of America Merrill Lynch Brazil Pricing List

Bank of America Merrill Lynch Brazil Pricing List Cadastro Confecção de Ficha Cadastral Por Conta Por Evento R$ 32,00 Renovação da Ficha Cadastral Por Cliente A cada 360 dias R$ 40,00 Conta Corrente Manutenção de Conta Ativa Por Conta A cada 30 dias R$

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema de Cadastros da EGC

Manual de Utilização do Sistema de Cadastros da EGC Manual de Utilização do Sistema de Cadastros da EGC 1. Visão Geral Neste documento são apresentadas as características e instruções referentes a aplicação de gerenciamento de acesso à (EGC). Esta aplicação

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Credenciamento do Proponente Manual

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1 SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4 Como acessar?...

Leia mais

Código Mensagem Descrição Vigência Fundamento. Mensagem Fora do Horário A mensagem deve ser enviada respeitando a grade de movimento.

Código Mensagem Descrição Vigência Fundamento. Mensagem Fora do Horário A mensagem deve ser enviada respeitando a grade de movimento. ECAM0300 CAM0033 CAM0034 CAM0035 CAM0036 CAM0037 CAM0039 CAM0040 CAM0042 CAM0043 CAM0045 CAM0046 CAM0047 CAM0048 CAM0049 CAM0050 CAM0057 Mensagem Fora do Horário A mensagem deve ser enviada respeitando

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais