AGÊNCIA RIO DE JANEIRO AUTO ATENDIMENTO DAS 8H ÀS 22H

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGÊNCIA RIO DE JANEIRO AUTO ATENDIMENTO DAS 8H ÀS 22H"

Transcrição

1 SINLIZÇÃO 2.7 Sinalização visual e tátil noa cesso 180 mm PLC crílico ou policarbonatotransparente 6 mm adesivado pelo verso em película adesiva de vinil jateada, referência SCOTCHCL 3M BR FIXÇÃO No pórtico - com parafusos cromados contra o pórtico Na vidraçaria (nos casos onde não exista pórtico) - colada contra o vidro. Neste caso, o adesivo jateado deve ser aplicado pelo lado interno da vidraçaria, escondendo as marcas de cola TEXTO Em relevo de 1mm, executado em PVC, pantone 287 (azul do BB). fonte do texto da sinalização visual e tátil deve ser RIL, 60 (16 mm), somente em maiúsculas. PICTOGRM Em relevo de 1mm, executado em PVC BRILLE plicado abaixo dos textos visuais e táteis, fonte 27 BrailleKiama (referência) altura de 7,4 mm. GÊNCI RIO E JNEIRO UTO TENIMENTO S 8H ÀS 22H PRESSIONE O BOTÃO PR ENTRR 42 mm MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

2 SINLIZÇÃO 2.8 Sinalização visual e tátil no acesso - modelos plicação da sinalização visual e tátil no pórtico de auto-atendimento quando adaptada em edificações existentes. GÊNCI RIO E JNEIRO UTO TENIMENTO S 6H ÀS 22H PRESSIONE O BOTÃO PR ENTRR 90 cm para reforma ou instalação 114 mc para adaptações uto-tendimento No caso de reformas com sustituição do pórtico ou instalações, considerar a distância do piso à base da da sinalização igaul a 90 cm, reduzindo a caixa da botoeira para as dimensões de 18 cm de largura por 10 cm de altura GÊNCI RIO E JNEIRO UTO TENIMENTO S 6H ÀS 22H PRESSIONE O BOTÃO PR ENTRR plicação da sinalização visual e tátil na vidraçaria. Para uso nos casos em que não exista pórtico de acesso (shoppings, PE etc) MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

3 SINLIZÇÃO 2.9 Sinalização tátil de corrimãos Os corrimãos de escadas e rampas devem ser sinalizados por meio de anéis de textura contrastante com sua superfície, instalados a 1m das extremidades e com plaquetas em Braille com informações sobre o pavimento. SINLIZÇÃO EM BRILLE 2.10 Sinalização tátil de piso Sinalização tátil de alerta em modulação de piso Sinalização tátil direcional - modulação de piso Sinalização tátil de alerta junto à porta de elevador - Exemplo Sinalização tátil mudança de fluxo - Exemplo MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

4 SINLIZÇÃO 2.11 Mapa tátil - modelo LEGEN Sinalizador tátil direcional com textura em relevo linear e cromodiferenciada do piso adjacente Sanitário Masculino Sinalizador tátil de alerta com textura em relevos tronco cônicos e cromodiferenciada do piso adjacente V Sinalizador visual de alerta com cor contraste aplicada nos degraus Mapa Tátil - Sempre posicionado em local de acesso direto a partir da porta acessível O piso tátil não precisa ir até o sanitário quando o sanitário estiver em área interna da agência Pagamentos e Recebimentos Sanitário Feminino Caixa tendimento Prioritário - Guichê cessível Cadeiras de Espera uso exclusivo do tendimentoprioritário Mesa destinada a pessoa treinada para atendimento a pessoas com deficiência tendimento Conjunto de espera sinalizado como Uso Preferencial sobe V etalhe da sinalização da escada Rampa MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

5 SINLIZÇÃO 2.12 Mapa tátil - especificações CIX MES E TENIMENTO PORT GIRTÓRI Não é necessário que o Mapa esteja em escala. percepção é realizada em relação ao ponto onde a pessoa com deficiência está, considerando somente o sentido do deslocamento. Os símbolos do Mapa Tátil devem ser aplicados com PVC de espessura de 1 mm nas cores indicadas. representação do caminho (marcado no piso com piso tátil) deve ser realizada com PVC preto, 1 mm de espessura e 5 mm de largura. Entre cada objeto e a representação do caminho deve ser deixada distância mínima de 7 mm para possibilitar a leitura tátil. VOCÊ ESTÁ QUI + Os textos são aplicados em PVC, com espessura de 1 mm, utilizando somente maiúsculas. fonte utilizada deve ser 60 pontos (16 mm), na cor preta. s bordas das letras devem ser chanfradas. CIX ELETRÔNICO Nos casos em que o sanitário tenha acesso direto pelo hall de público, sem passagem por áreas internas, sinalize-o no Mapa Tátil com um triângulo na cor verde escuro e com o texto indicando BNHEIRO em relevo e Braille. ENTR Outros ambientes a serem sinalizados BNHEIRO rampa somente deve ser sinalizada caso faça parte do trajeto a ser percorrido no percurso do piso tátil. Não sinalize rampas de plataforma ou a rampa de acesso da agência. O Mapa Tátil deve ser posicionado sempre que possível na direção da porta acessível. Também deve ser orientado como quem observa a agência olhando-a de frente. esquerda e direita no posicionamento do Mapa Tátil devem obedecer a direita e esquerda do espaço real. a mesma forma, a frente e fundos do prédio devem estar posicionados mais próximo e mais distante no Mapa, respectivamente. Em agências em ângulo, realize rotações do Mapa Tátil a fim de simplificar a leitura. Somente sinalize plataforma elevatória interna. Utilize o pictograma de elevador. ESC RMP ELEVOR MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

6 SINLIZÇÃO 2.13 Mapa tátil - ícones 1 ENTR PORT GIRTÓRI VOCÊ ESTÁ QUI BNHEIRO CIX ELETRÔNICO CIX furado OBSERVÇÃO: Texto rial representado em fonte 30 (a fonte de uso deve ser 60). Braille em verdadeira grandeza (fonte 27, 7,4 mm) MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

7 SINLIZÇÃO 2.13 Mapa tátil - ícones 2 ELEVOR ESC RMP MES E TENIMENTO OBSERVÇÃO: Texto rial representado em fonte 30 (a fonte de uso deve ser 60). Braille em verdadeira grandeza (fonte 27, 7,4 mm) MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

8 MOBILIÁRIO E EQUIPMENTOS 3.1 Terminal acessível proximação Caixas de som Teclado com zero na base do conjunto, com cores no padrão internacional e símbolos em relevo. Conector para uso de equipamento de auxílio à audição FUNÇÕES INICS TRVÉS E FIGURS EM RELEVO MONITOR COM INCLINÇÃO E CORO COM NORM, PERMITINO VISULIZÇÃO POR CEIRNTES OU PESSOS COM NNISMO MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

9 MOBILIÁRIO E EQUIPMENTOS 3.2 Suporte para mapa tátil 3.3 Balcão cliente acessível MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

10 MOBILIÁRIO E EQUIPMENTOS 3.4 Mesa de atendimento acessível 2, Guichê acessível Vidro temperado incolor 8mm Garra de fixação cromada, tipo jacaré para vidro de 8mm Vidro temperado incolor 8mm Superfície de atendimento em MF 18mm, acabamento em laminado melamínico no mesmo apdrão do guichê MNUL E CESSIBILIE ILOG/GEPE/ISE

MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO

MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO MEMORIAL DESCRITIVO ACESSIBILIDADE RESPONSÁVEL: ARQ. CÉSAR LUIZ BASSO CREA/CAU: A5819-0 CONTRATANTE: OBRA: CAMPUS EIRUNEPÉ LOCAL: AMAZONAS 1 CONTROLE DE REVISÕES REVISÃO DATA DESCRIÇÃO 00 26/08/2016 EMISSÃO

Leia mais

PARTE II ACESSIBILIDADE

PARTE II ACESSIBILIDADE PARTE II ACESSIBILIDADE Manual de Sinalização de Acessibilidade - Ano 2013 Detalhamento Técnico Especificações CAPA ACESSIBILIDADE REGRA GERAL PARA CONFECÇÃO DAS PLACAS VISUAL/BRAILLE 1- Todos os textos

Leia mais

MANUAL DE ACESSIBILIDADE

MANUAL DE ACESSIBILIDADE - LIC 71.3.8 - Índice 1. Elementos de Arquitetura 1.1 Passeio 1.2 Vagas de estacionamento - demarcação 1.3 Vagas de estacionamento - sinalização 1.4 Rampas 1.5 Escadas e seus componentes 1.6 Aproximação

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA VISTORIA

ROTEIRO BÁSICO PARA VISTORIA M I N I S T É R I O P Ú B L I C O F E D E R A L PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO PROCURADORIAS DA REPÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Ações implementadas para a obtenção da acessibilidade

Leia mais

4 Acessibilidade a Edificações

4 Acessibilidade a Edificações 4 Acessibilidade a Edificações 4.1 Introdução A norma brasileira NBR 9050 (2004) fixa critérios exigíveis para o projeto e detalhamento de espaços físicos destinados a portadores de necessidades especiais.

Leia mais

SUMARIO SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO NORMA NBR PISO TÁTIL PISO TÁTIL DE ALERTA... 02

SUMARIO SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO NORMA NBR PISO TÁTIL PISO TÁTIL DE ALERTA... 02 SUMARIO 1.0.0 SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO... 02 1.1.1 NORMA NBR 9050... 02 1.2.0 PISO TÁTIL... 02 1.2.1 PISO TÁTIL DE ALERTA... 02 1.2.2 PISO TÁTIL DE DIRECIONAL... 03 1.3.0 COMPOSIÇÃO DOS PISOS TÁTEIS DE

Leia mais

UNISALESIANO Curso de Arquitetura e Urbanismo Projeto Arquitetônico Interdisciplinar II

UNISALESIANO Curso de Arquitetura e Urbanismo Projeto Arquitetônico Interdisciplinar II UNISALESIANO Curso de Arquitetura e Urbanismo Projeto Arquitetônico Interdisciplinar II Prof. Dr. André L. Gamino Araçatuba Setembro - 2013 1 Acessibilidade a Edificações 1.1 Introdução A norma brasileira

Leia mais

MP C N ONSELHO. logomarca em silk nas cores vermelho, branco e preto, textos em vinil adesivo recortado na cor vermelha, frente em

MP C N ONSELHO. logomarca em silk nas cores vermelho, branco e preto, textos em vinil adesivo recortado na cor vermelha, frente em 2.6 MP C ONSELHO N 2.6 6.7 Dr. José Adécio Leite Sampaio Secretário-Geral Descrição: Confecção de placa de identificação de portas em aço escovado medindo 30x10cm, cantos arredondados, logomarca em silk

Leia mais

TÁTILINOX ACESSIBILIDADE

TÁTILINOX ACESSIBILIDADE A TÁTILINOX ACESSIBILIDADE situada em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, iniciou suas atividades no ano de 2009, atuando no desenvolvimento de produtos especialmente para pessoas

Leia mais

- A sinalização com piso tátil não seguia o Projeto de Padronização de Calçadas da Prefeitura de Belo Horizonte, o que deve ser regularizado;

- A sinalização com piso tátil não seguia o Projeto de Padronização de Calçadas da Prefeitura de Belo Horizonte, o que deve ser regularizado; LAUDO DE 3 DE JULHO DE 2013 1. CALÇADAS Não havia sinalização com piso tátil de alerta junto às entradas de alguns dos estacionamentos, em desacordo com a NBR 9050, bem como não havia sinalização sonora

Leia mais

MIG - Identidade Sicoob

MIG - Identidade Sicoob MIG - Identidade Sicoob Acessibilidade Acessbilidade 1. introdução Mais do que cumprir a lei (Lei 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004), contemplar acessibilidade nas edificações das cooperativas do Sicoob

Leia mais

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL PARA COMARCAS

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL PARA COMARCAS MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL PARA COMARCAS Este Manual tem por objetivo estabelecer o padrão de comunicação visual para as Comarcas da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul. Foi utilizado como

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 469 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2013. Altera dispositivos e os Anexos da Resolução CONTRAN nº 402, de 26 de abril de 2012, com redação dada pelas Deliberações nº 104 de 24 de dezembro de 2010 e nº

Leia mais

Catálogo 2015. Plataformas Cubos Escadas. Acessórios para acesso à piscina

Catálogo 2015. Plataformas Cubos Escadas. Acessórios para acesso à piscina Catálogo 2015 Plataformas Cubos Escadas Acessórios para acesso à piscina Acessibilidade A Actual dedica-se ao desenvolvimento, fabricação e comercialização de plataformas para fundo de piscina e escadas

Leia mais

MANUAL DE ACESSIBILIDADE

MANUAL DE ACESSIBILIDADE ACESSIBILIDADE A acessibilidade tem vantagens para todos os cidadãos, para a comunidade e para o Estado, pois permite o exercício pleno da e participação ativa nos diversos domínios de atividades da sociedade.

Leia mais

Aula 07 Acessibilidade

Aula 07 Acessibilidade Aula 07 Acessibilidade Sumário 1. Introdução 2. Instalações e equipamentos Portas Cozinha Copa / Refeições Sala de estar Banheiro Piso Tátil Elevadores Rampas Cadeiras Elevadoras Plataformas Elevadoras

Leia mais

Catálogo de Equipamentos

Catálogo de Equipamentos Catálogo de Equipamentos para Assessibilidade Aquática Plataformas Cubos Escadas Rampas Acessórios para acesso à piscina CEPP COMÉRCIO E ELABORAÇÃO DE PROTÓTIPOS E PRODUTOS ESPORTIVOS LTDA * ACTUALSPORTS

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE SINALIZAÇÃO ACESSIBILIDADE SEINFRA - SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DO CEARÁ

PROJETO BÁSICO DE SINALIZAÇÃO ACESSIBILIDADE SEINFRA - SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DO CEARÁ ACESSIBILIDADE SEINFRA - SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DO CEARÁ ÍNDICE SINALIZAÇÃO INTERNA WC - PLACAS DE PORTA E PAREDE QUANTITATIVO SINALIZAÇÃO INTERNA WC 05 SINALIZAÇÃO EXTERNA ESTACIONAMENTO

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional. TOTAL ACESSIBILIDADE SV. E COM. DE PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE LTDA www.totalacessibilidade.com.br ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO PRODUTO Revisão: 05 Data: 03/12/2015 Página: 1/6 CÓDIGO DO PRODUTO: STH10015S

Leia mais

a) anel com textura contrastante com a superficie do corrimao, instalado 1,00 mantes das extremidades, conforme figura 57;

a) anel com textura contrastante com a superficie do corrimao, instalado 1,00 mantes das extremidades, conforme figura 57; 5.11.1 As superficies horizontais ou inclinadas (ate 15% em relayao ao piso) contendo informayoes em Braille, pianos e mapas tateis devem ser instaladas a altura entre 0,90 m e 1,10 m, conforme figura

Leia mais

Ambientes. Acessibilidade ao edifício

Ambientes. Acessibilidade ao edifício Acessibilidade ao edifício PROGRAMA ARQUITETÔNICO MÓDULO BÁSICO DATA Ciclo I - Ciclo II - Ensino Médio M1 - M2 - M3 - M4 - M5 - M6 Outubro/ 2008 Ambientes DIRETRIZES DE PROJETO Os aspectos de acessibilidade

Leia mais

NORMAS ELEVADORES E DE ACESSIBILIDADE

NORMAS ELEVADORES E DE ACESSIBILIDADE ELEVADORES E S DE ACESSIBILIDADE Arquitetos e profissionais da construção civil tendem a começar suas pesquisas sobre acessibilidade buscando informações na 9050 ABNT NBR 9050:2015 Acessibilidade a edificações,

Leia mais

Sistema de Sinalização Agências da Previdência Social 7ª Edição - Revista e Atualizada

Sistema de Sinalização Agências da Previdência Social 7ª Edição - Revista e Atualizada MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Agências da Previdência Social 7ª Edição - Revista e Atualizada Ministério da Previdência Social MPS 1ª Edição Maio/1998 2ª Edição Outubro/1999 3ª Edição Junho/2000 4ª Edição

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 1. CALÇADA ANEXO II ROTEIRO BÁSICO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO ELEMENTOS DO PROJETO DE ACESSIBILIDADE a) Faixa livre para pedestre com

Leia mais

Manual de Sinalização Predial

Manual de Sinalização Predial Manual de Sinalização Predial Sumário Introdução 1 Tipografia 2 Padronização Processo de produção 3 Tamanho das placas 4 Modo de fixação 5 Altura de fixação 6 Diagramação e localização 7 Cores e acabamentos

Leia mais

Laudo de Acessibilidade

Laudo de Acessibilidade Laudo de Acessibilidade Vistoriado por Arq. Eduardo Ronchetti de Castro CREA 5061914195/D Considerações legais elaboradas por Dr. Luis Carlos Cocola Kassab - OAB/SP 197.829 Rua Marechal Deodoro, 1226 Sala

Leia mais

Índice de Aferição de Acessibilidade Física

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Área de Aproximação à porta Interfere na faixa livre mínima? (faixa livre mín=0,90m) Há área de manobra para cadeira de rodas? (raio mínimo=de 1,20m a 1,50m) Dimensões da área frontal à porta Dimensões

Leia mais

Linha de Acessibilidade.

Linha de Acessibilidade. Manual de Produto Guerra Metais Linha de Acessibilidade. Qualidade de Corte Corte Laser YAG Qualidade em Dobra Curvadora de Tubos CNC Produto Certificado Associação Brasileira de Normas Técnicas Linha

Leia mais

6.2 ACESSOS - Condições gerais

6.2 ACESSOS - Condições gerais 6.2 ACESSOS - Condições gerais 6.2.1 Nas edificações e equipamentos urbanos todas as entradas devem ser acessíveis, bem como as rotas de interligação às principais funções do edifício. 6.2.2 Na adaptação

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO E LAYOUT DOS MÓVEIS

ANEXO I DESCRIÇÃO E LAYOUT DOS MÓVEIS ANEXO I DESCRIÇÃO E LAYOUT DOS MÓVEIS Item Subitem Quant. Unid. Descrição 1.1 1 Unid. Mesa de reuniões, em lamina natural de imbuia, com tingimento e verniz fosco, med.2600x1500x760,com tampo revestido

Leia mais

ED. COSTA MAGGIORE. Memorial Descritivo dos Acabamentos. Piso: porcelanato polido Biancogrês, Portobello ou similar 60 x 60 cm, cor clara.

ED. COSTA MAGGIORE. Memorial Descritivo dos Acabamentos. Piso: porcelanato polido Biancogrês, Portobello ou similar 60 x 60 cm, cor clara. ED. COSTA MAGGIORE Memorial Descritivo dos Acabamentos 01 Fachadas Fachadas frontal pastilha de porcelana e/ou cerâmica e pintura na parte interna das varandas, vidro azul laminado 8mm e esquadria em alumínio

Leia mais

MANUAL DE SINALIZAÇÃO AMBIENTAL P R O J E T O S H O P P I N G U B E R A B A CL A PROGRAMAÇÃO VISUAL

MANUAL DE SINALIZAÇÃO AMBIENTAL P R O J E T O S H O P P I N G U B E R A B A CL A PROGRAMAÇÃO VISUAL MANUAL DE SINALIZAÇÃO AMBIENTAL P R O J E T O S H O P P I N G U B E R A B A CL A PROGRAMAÇÃO VISUAL Observações Gerais do Projeto Para o bom desenvolvimento do trabalho e que uma melhor qualidade final

Leia mais

ED. SOLAR BODEVAN. Memorial Descritivo dos Acabamentos. Piso: porcelanato polido Biancogrês, Portobello ou similar 60 x 60 cm, cor clara.

ED. SOLAR BODEVAN. Memorial Descritivo dos Acabamentos. Piso: porcelanato polido Biancogrês, Portobello ou similar 60 x 60 cm, cor clara. ED. SOLAR BODEVAN Memorial Descritivo dos Acabamentos 01 Fachadas Fachadas frontal pastilha de porcelana e/ou cerâmica e pintura na parte interna das varandas, vidros verdes laminados 8mm e esquadria em

Leia mais

RELATÓRIO. Comissão Permanente Intersetorial de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência. Avaliação de mobilidade e Acessibilidade Unidades de Saúde

RELATÓRIO. Comissão Permanente Intersetorial de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência. Avaliação de mobilidade e Acessibilidade Unidades de Saúde RELATÓRIO Comissão Permanente Intersetorial de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência Avaliação de mobilidade e Acessibilidade Unidades de Saúde Local: ARE Ambulatório Regional de Especialidades Data:

Leia mais

ANEXO II. Normas para aplicação de pavimentos táteis em espaços públicos

ANEXO II. Normas para aplicação de pavimentos táteis em espaços públicos I Normas Gerais ANEXO II Normas para aplicação de pavimentos táteis em espaços públicos 1 Para efeito das presentes normas entende -se por pavimento tátil os pavimentos que utilizam cumulativamente cor

Leia mais

ED PORTOFINO Memorial descritivo dos acabamentos:

ED PORTOFINO Memorial descritivo dos acabamentos: ED PORTOFINO Memorial descritivo dos acabamentos: 01 Fachada Fachada em vidros laminados 8 mm na cor azul, esquadria em alumínio branco, lateral revestida de cerâmica ou pastilha de porcelana. 02 Pavimento

Leia mais

1. Mobiliário de Uso Geral - G

1. Mobiliário de Uso Geral - G 1. Mobiliário de Uso Geral - G 1.4 Mesas - M 1.4.1 Mesa de centro quadrada em vidro - I 27 MESA G-M-I Fornecimento e montagem de mesa de centro. Características gerais: Mesa de centro quadrada; Tampo de

Leia mais

SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS

SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS 1 Descrição e conceito O conceito dos elementos discretos agrega à sinalização tátil em concordância com legislação - baixa interferência na arquitetura

Leia mais

CARAVANA DA INCLUSÃO, ACESSIBILIDADE E CIDADANIA

CARAVANA DA INCLUSÃO, ACESSIBILIDADE E CIDADANIA CARAVANA DA INCLUSÃO, ACESSIBILIDADE E CIDADANIA GUIA DE ACESSIBILIDADE EM LOCAIS DOS EVENTOS UVESP União de Vereadores do Estado de São Paulo Luiz Baggio Neto Este guia prático de Acessibilidade foi preparado

Leia mais

ANEXO 2 ACESSIBILIDADE INDICE

ANEXO 2 ACESSIBILIDADE INDICE INDICE 1. Objetivo...... 6 2. Conceito de acessibilidade... 6 3. Acessibilidade NA ART... 6 4. Normas e legislação... 7 5. Legislação federal 10.048/2000... 8 6. Legislação federal 10.098/2000... 8 7.

Leia mais

As regras completas para a sinalização de emergência estão contidas na IT-20 Sinalização de Emergência.

As regras completas para a sinalização de emergência estão contidas na IT-20 Sinalização de Emergência. SINALIZAÇÃO As regras completas para a sinalização de emergência estão contidas na IT-20 Sinalização de Emergência. A sinalização de emergência tem como finalidade reduzir o risco de ocorrência de incêndio,

Leia mais

ACESSIBILIDADE Arq. Paula Dias

ACESSIBILIDADE Arq. Paula Dias ACESSIBILIDADE DESENHO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE Possibilidade e condição de uso, com segurança, autonomia e independência de edificações, espaços, mobiliários, vias públicas, equipamentos urbanos e de

Leia mais

ANEXO 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA

ANEXO 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA ANEXO CÓDIGO NT-4 S S/S2 PRÉDIO DA NOVA SEDE DA SEÇÃO JUDICIÁRIA - VITÓRIA MATERIAL PVC mm de espessura pendente no forro com S e S2 em cada face da placa, fundo verde, DIMENSÕES MÍNIMAS (mm) TEXTO LOCAL

Leia mais

EDIFÍCIO MIRADOR. Memorial Descritivo dos Acabamentos

EDIFÍCIO MIRADOR. Memorial Descritivo dos Acabamentos EDIFÍCIO MIRADOR Memorial Descritivo dos Acabamentos 01 Fachadas Fachadas frontal pastilha de porcelana e/ou cerâmica e pintura na parte interna das varandas, vidro verde laminado 8mm e esquadria em alumínio

Leia mais

PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO

PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO PARTE I - SINALIZAÇÃO DE ORIENTAÇÃO E SALVAMENTO Produto Utilização Ref. Cm. Indica o sentido da saída nos locais planos e sem escadas, onde a orientação seja PV10231 seguir à direita a partir do ponto

Leia mais

CARTA CONVITE 007/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CARTA CONVITE 007/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CARTA CONVITE 007/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SINALIZAÇÃO CFP- MATHEUS PENNA RIBEIRO - PARINTINS/AM ITEM DESCRIÇÃO - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS UND QTDADE Confecção e Instalação de 17 Placas indicativas

Leia mais

3. Que esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação;

3. Que esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação; RESOLUÇÃO CPA/SMPED-G/015/2008 A Comissão Permanente de Acessibilidade CPA, em sua 43ª Reunião Ordinária do corrente ano, realizada em 14 de novembro de 2008, Considerando as disposições do Decreto Municipal

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO POR AMBIENTE

MEMORIAL DESCRITIVO POR AMBIENTE MEMORIAL DESCRITIVO POR AMBIENTE Obra: REFORMA DO PRONTO SOCORRO GERAL Local: Avenida Dr. Fernando Arens, 939 Centro Cidade: Artur Nogueira SP Proprietário: Prefeitura Municipal de Artur Nogueira 1. NECROTÉRIO

Leia mais

Evolução da Acessibilidade

Evolução da Acessibilidade Evolução da Acessibilidade no Metrô de São Paulo Rampas Estação São Joaquim Estação Saúde Rampas Estação Sumaré Estação São Bento Rampas Elevadores Estação Brigadeiro Elevadores Estação Armênia Elevadores

Leia mais

Plataformas Montele Pioneira em Acessibilidade No Brasil

Plataformas Montele Pioneira em Acessibilidade No Brasil Plataformas Montele Pioneira em Acessibilidade No Brasil Plataformas Montele PL 220 e PL 240 PIONEIRA EM ACESSIBILIDADE NO BRASIL Fundada em 1982, a Montele é pioneira na fabricacão de elevadores e plataformas

Leia mais

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUDESTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2017 Atualizada em Janeiro/ Valores validos até 30/06/2017

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUDESTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2017 Atualizada em Janeiro/ Valores validos até 30/06/2017 TABELA DE PREÇO REGIÃO SUDESTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2017 Atualizada em Janeiro/2017 - Valores validos até 30/06/2017 SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL COM PISOS TÁTEIS 1 PISO TÁTIL BRASIL BORRACHA

Leia mais

ABNT NBR 9050/04 Reunião de revisão da Norma de Acessibilidade Item 6 Acessos e Circulação

ABNT NBR 9050/04 Reunião de revisão da Norma de Acessibilidade Item 6 Acessos e Circulação ABNT NBR 9050/04 Reunião de revisão da Norma de Acessibilidade Item 6 Acessos e Circulação Resumo Reunião dia 30/07/08 Para dar início aos trabalhos, é preciso ter em mente que a ABNT tem como objetivo

Leia mais

Projeto realizado em disciplina no curso de Engenharia Civil da Unijuí. 2

Projeto realizado em disciplina no curso de Engenharia Civil da Unijuí. 2 ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE EM CALÇADAS E PASSEIOS NO MUNICÍPIO DE BOA VISTA DO BURICÁ 1 ANALYSIS OF ACCESSIBILITY IN FOOTWEAR AND TOURS IN THE MUNICIPALITY OF BOA VISTA DO BURICÁ Carla Letícia Hunhoff 2,

Leia mais

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL UNIDADE DA SAÚDE DA FAMÍLIA

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL UNIDADE DA SAÚDE DA FAMÍLIA MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL UNIDADE DA SAÚDE DA FAMÍLIA INTRODUÇÃO Este manual tem o objetivo de estabelecer as regras de uso da marca das UNIDADES DA SAÚDE DA FAMÍLIA. Com ele, você descobrirá como aplicá-la

Leia mais

CALÇAdA cidada. Conheça as regras para pavimentar sua calçada.

CALÇAdA cidada. Conheça as regras para pavimentar sua calçada. CALÇAdA cidada Essa publicação tem por objetivo divulgar o regramento de construção e manutenção das calçadas da cidade de Canoas. Apresentação Cuidar de sua calçada é um sinal de amor à cidade e de respeito

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA SELEÇÃO DE ESTÁGIO_2017

QUESTIONÁRIO PARA SELEÇÃO DE ESTÁGIO_2017 NOME:GABARITO QUESTIONÁRIO PARA SELEÇÃO DE ESTÁGIO_2017 INST. ENSINO: DATA: 01. Com relação ao AutoCAD, assinale a alternativa que apresenta a função correspondente ao ícone da imagem abaixo em português

Leia mais

Visite https://www.i9treinamentos.com ANEXO I

Visite https://www.i9treinamentos.com ANEXO I . ITEM. SIM. CALÇADAS. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21 A ANEXO I LISTA DE VERIFICAÇÃO EM ACESSIBILIDADE. ROTA ACES- SÍVEL DESCRIÇÃO AT E N D I M E N TO * ETAPA DE VERIFICAÇÃO

Leia mais

promotoria (futura ocupação) promotoria fazenda pública assessoria assessoria assessoria PLC 003Z PLC 003P PLC 001G PLC 005A PLC 001F

promotoria (futura ocupação) promotoria fazenda pública assessoria assessoria assessoria PLC 003Z PLC 003P PLC 001G PLC 005A PLC 001F sala reunião escritório analista jurídico ( fazenda pública) I.S..15 PLC 004B PLC 003BB fazenda pública fazenda pública (futura ocupação) (futura ocupação) PLC 003AA coordenação fazenda pública PLC 003Z

Leia mais

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL FORTEFARMA. www.fortefarma.com.br

MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL FORTEFARMA. www.fortefarma.com.br MANUAL DE COMUNICAÇÃO VISUAL FORTEFARMA www.fortefarma.com.br Rede de Farmácias ForteFarma CNPJ: 07.502.902/0001-75 Telefone: 41-3376-2000 Rua Jorge Mansos do Nascimento Teixeira 584 - A São José dos Pinhais

Leia mais

3 Medidas, Proporções e Cortes

3 Medidas, Proporções e Cortes 3 Medidas, Proporções e Cortes 3.1 Garagens A Figura 3.1 apresenta algumas dimensões que podem ser usadas para projetos de garagens. Em geral, para projetos residenciais, pode-se usar as dimensões de um

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160

Memorial Descritivo. Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160 Memorial Descritivo Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160 1. Descrição do prédio O prédio a ser construído compõe-se de 16 pavimentos, incluindo um subsolo, constituído de 42 (quarenta

Leia mais

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2015 Atualizada em Setembro/2015 - Valores validos até 31/01/2016

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2015 Atualizada em Setembro/2015 - Valores validos até 31/01/2016 TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2015 Atualizada em Setembro/2015 - Valores validos até 31/01/2016 SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL COM PISOS TÁTEIS 1 PISO TÁTIL BRASIL BORRACHA

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Mundi - Centro de Formação Técnica Unidade Vitória da Conquista BA Professor: Philipe do Prado Santos Curso Técnico de Edificações

Leia mais

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) 1 Placa tipo 1 1.1 1.2 Placa de sinalização geral para pavimentos em alumínio escovado, removível e de fundo adesivo;

Leia mais

DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA

DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos PROJETOS ARQUITETÔNICOS

Leia mais

TABELA DE PREÇO REGIÃO NORTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2016 Atualizada em Outubro/ Valores validos até 31/12/2016

TABELA DE PREÇO REGIÃO NORTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2016 Atualizada em Outubro/ Valores validos até 31/12/2016 TABELA DE PREÇO REGIÃO NORTE - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2016 Atualizada em Outubro/2016 - Valores validos até 31/12/2016 SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL COM PISOS TÁTEIS 1 PISO TÁTIL BRASIL BORRACHA

Leia mais

Anexo II. Modelo de totem. Modelo de placa com letra vazada e iluminação interna MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

Anexo II. Modelo de totem. Modelo de placa com letra vazada e iluminação interna MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Anexo I Lote 1 Item 01 Marca do MPF MPF - Letra caixa em chapa galvanizada medindo 2,83x1,25m, profundidade 7cm, na cor azul (Pantone 281C) Item 02 - Brasão da República letra caixa em chapa galvanizada,

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO

ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DADOS DA EDIFICAÇÃO Órgão: Endereço: Bairro: Município: Data: Uso do imóvel: Institucional: Comercial: Residencial:

Leia mais

ACESSIBILIDADE. APRESENTAÇÃO de produtos

ACESSIBILIDADE. APRESENTAÇÃO de produtos APRESENTAÇÃO de produtos ACESSIBILIDADE piso tátil sinalização em braile e alto relevo mapa tátil sinalização visual de degraus estêncil para demarcação proteção de impacto para porta sumário A ADVComm

Leia mais

SHOPPING METRÔ TUCURUVI

SHOPPING METRÔ TUCURUVI MÍDIA KIT SHOPPING METRÔ TUCURUVI SHOPPING METRÔ TUCURUVI SHOPPING METRÔ TUCURUVI 5 pavimentos de lojas 9 âncoras 6 salas cinema 53 operações de alimentação 223 lojas 32 mil m² de ABL 60 mil veículos por

Leia mais

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE Responsabilidade e Compromisso com o Meio Ambiente MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE OBRA:

Leia mais

PERFIS DE ACABAMENTO PVC. P r o t e g e m, e m b e l e z a m e v a l o r i z a m s e u a m b i e n t e.

PERFIS DE ACABAMENTO PVC. P r o t e g e m, e m b e l e z a m e v a l o r i z a m s e u a m b i e n t e. PERFIS DE ACABAMENTO EM PVC PVC P r o t e g e m, e m b e l e z a m e v a l o r i z a m s e u a m b i e n t e. Canto Externo - em PVC TEC 181, TEC 182 e TEC 183 O Canto Externo em PVC facilita a instalação,

Leia mais

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão I - Símbolos da sinalização básica ANEXO B SIMBOLOGIA PARA A SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA Os símbolos adotados por esta norma para sinalização de emergência são apresentados a seguir, acompanhados de exemplos

Leia mais

ABNT NBR 9050 NORMA BRASILEIRA. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos

ABNT NBR 9050 NORMA BRASILEIRA. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 9050 Segunda edição 31.05.2004 Válida a partir de 30.06.2004 Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos Acessibility to buildings, equipment and

Leia mais

CARTA CONVITE 05/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CARTA CONVITE 05/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CARTA CONVITE 05/2015 ANEXO I - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SINALIZAÇÃO CFP- MATHEUS PENNA RIBEIRO - PARINTINS/AM ITEM DESCRIÇÃO - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Confecção e Instalação de 17 Placas indicativas de

Leia mais

Prof. Dr. Claudius Barbosa

Prof. Dr. Claudius Barbosa Prof. Dr. Claudius Barbosa 1 2 3 LAJE NERVURADA COGUMELO VIGA CURVA (VIGA BALCÃO) LAJE EM BALANÇO LAJE MACIÇA 4 COBERTURA PAVIMENTO TIPO 5 COBERTURA PAVIMENTO TIPO 6 7 ESCADAS RESERVATÓRIO 8 FUNDAÇÕES

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2013 GERÊNCIA ADMINISTRATIVA TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2013 GERÊNCIA ADMINISTRATIVA TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO MOBILIÁRIO DIRETORIA 1 MESAS COM TAMPO DE MADEIRA 1.1 MESA PRINCIPAL COM TAMPO DE MADEIRA C/ DETALHE EM COURO - O Tampo da mesa deverá ser confeccionado em

Leia mais

ACESSIBILIDADE MANUAL DE TERMINAIS RODOVIÁRIOS

ACESSIBILIDADE MANUAL DE TERMINAIS RODOVIÁRIOS ACESSIBILIDADE MANUAL DE TERMINAIS RODOVIÁRIOS Índice Apresentação 06 O que precisa ser adaptado 07 O custo das adaptações 10 Sinalização 12 Piso 14 Sinalização do piso 16 Rampas 18 Como deve ser uma

Leia mais

ANEXO XIII MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO XIII MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO XIII MEMORIAL DESCRITIVO 1. APRESENTAÇÃO O presente MEMORIAL DESCRITIVO tem por finalidade determinar os detalhes de acabamento, tipo e a qualidade dos materiais a serem utilizados na reforma do

Leia mais

Parte I - Sinalização de Orientação e Salvamento

Parte I - Sinalização de Orientação e Salvamento Tabela Sinalização de Segurança Contra Incêndio e Pânico ref. 012005-R Sinalização preventiva e de orientação em casos de incêndio e pânico, em atendimento às exigências da Instrução Técnica N.º 20 do

Leia mais

ÍNDICE 04 INSTITUCIONAL 06 LADRILHOS PARA ÁREAS EXTERNAS 15 LADRILHOS DECORADOS 38 PISOS INTERTRAVADOS 41 LADRILHOS TÁTEIS

ÍNDICE 04 INSTITUCIONAL 06 LADRILHOS PARA ÁREAS EXTERNAS 15 LADRILHOS DECORADOS 38 PISOS INTERTRAVADOS 41 LADRILHOS TÁTEIS ÍNDICE 04 INSTITUCIONAL 06 LADRILHOS PARA ÁREAS EXTERNAS 15 LADRILHOS DECORADOS 38 PISOS INTERTRAVADOS 41 LADRILHOS TÁTEIS INSTITUCIONAL A Mosaicos Amazonas é uma empresa que preza pela excelência na

Leia mais

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2013

TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2013 TABELA DE PREÇO REGIÃO SUL - PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE - ANO 2013 SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL PISOS TÁTEIS 1 PISO TÁTIL BRASIL BORRACHA SINTÉTICA ALERTA E DIRECIONAL 250X250X5MM AZUL, AMARELO, VERMELHO,

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região CREF4/SP. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00104/2015

Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região CREF4/SP. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00104/2015 15/01/2016 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região CREF4/SP Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00104/2015 Às 13:03 horas do dia 12 de janeiro

Leia mais

PRESENCIAL 050/2016 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETOS DE COMUNICAÇÃO VISUAL DAS UNIDADES DE TEFÉ E COARI DO SENAC / AM

PRESENCIAL 050/2016 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETOS DE COMUNICAÇÃO VISUAL DAS UNIDADES DE TEFÉ E COARI DO SENAC / AM PREGÃO PRESENCIAL 050/2016 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETOS DE COMUNICAÇÃO VISUAL DAS UNIDADES DE TEFÉ E COARI DO SENAC / AM LOTE 1 TEFÉ / AM CEP-LILI BENCHIMOL: ENDEREÇO: RUA BOM JESUS, 1.037

Leia mais

INSTALAÇÃO POR COLAGEM DIRETA SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS. Gabaritos para colagem direta: alerta e direcional.

INSTALAÇÃO POR COLAGEM DIRETA SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS. Gabaritos para colagem direta: alerta e direcional. SINALIZAÇÃO TÁTIL HORIZONTAL POR ELEMENTOS DISCRETOS Gabaritos para colagem direta: alerta e direcional. Colagem Direta Utilizando-se os gabaritos que acompanham os produtos, os elementos são colados diretamente

Leia mais

Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário

Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário Carla Moraes Técnica em Edificações CTU - Colégio Técnico Universitário PREVENÇÃO SAÍDAS DE EMERGÊNCIA Visam o abandono seguro da população, em caso de incêndio ou pânico, e permitir o acesso de bombeiros

Leia mais

A Empresa. Linha de Produtos

A Empresa. Linha de Produtos 2 A Empresa A ThyssenKrupp Elevadores atua em todo o território nacional, representada por suas unidades de negócios. Seus produtos também são exportados para diversos países da América Latina e outros

Leia mais

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Edificação (Interior)

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Edificação (Interior) Interfere na faixa livre mínima? (faixa livre mín=0,90m) Há interferência das portas na faixa livre apenas nas áreas privativas da edificação Área de Aproximação à porta Há área de manobra para cadeira

Leia mais

Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada

Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Informações Técnicas Perfis Utilizados

Leia mais

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA

COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA CIVIL AQUISIÇÃO DE ESCADAS ROLANTE PARA A ESTAÇÃO DE PASSAGEIROS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS DO PORTO DE FORTALEZA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ Secretaria

Leia mais

POR QUE ANUNCIAR NO SHOPPING METRÔ TUCURUVI?

POR QUE ANUNCIAR NO SHOPPING METRÔ TUCURUVI? POR QUE ANUNCIAR NO SHOPPING METRÔ TUCURUVI? 1.8 MILHÕES CLIENTES/MÊS 236 LOJAS 66% 34% 81% CLASSE B FAIXA ETÁRIA 25 45 anos 3 h TEMPO MÉDIO DE PERMANÊNCIA FORMATOS Documento privado e confidencial. Todos

Leia mais

SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015

SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015 SINALIZAÇÃO UNIVERSAL ACESSIBILIDADE NA MOBILIDADE URBANA E A NOVA NBR 9050 : 2015 O SER HUMANO Estatística Alarmante "As quedas fatais entre idosos representam cerca de 12% de todos os óbitos na população

Leia mais

Acessibilidade Física

Acessibilidade Física Acessibilidade Física ACESSIBILIDADE FÍSICA OBJETIVO -> ACESSIBILIDADE FÍSICA - Possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para a utilização com segurança e autonomia de edificações,espaço,mobiliário,equipamentourbanoeelementos.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 21/ 2009 Pelo presente instrumento, com fundamento no artigo 5º, 6º, da Lei nº 7.347/85, de 24 de julho de 1985, de um lado, o MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pela Procuradora

Leia mais

MESAS E CADEIRAS MESA 063 MESA 068 MESA 303 MESA PÉ ACRILICO BRANCO OU PRETO TAMPO DE VIDRO Ø 120 cm Ø 120 x H76 cm

MESAS E CADEIRAS MESA 063 MESA 068 MESA 303 MESA PÉ ACRILICO BRANCO OU PRETO TAMPO DE VIDRO Ø 120 cm Ø 120 x H76 cm MESA 063 PÉ ACRILICO OU TAMPO DE VIDRO Ø 120 cm Ø 120 x H76 cm 404.61 MESA 068 PÉ ACRILICO OU TAMPO DE VIDRO 180x100 cm 180 x 100 x H76 cm 593.92 MESA 303 PE LACADO OU TAMPO DE VIDRO 200x100 cm 200 x 100

Leia mais

5 Informação e Sinalização. 5.1 Condições Gerais

5 Informação e Sinalização. 5.1 Condições Gerais 5 Informação e Sinalização 5.1 Condições Gerais As edificações devem ser projetadas, construídas e gerenciadas para orientação facilitada. Orientação significa encontrar caminhos, evitar obstáculos que

Leia mais

DETALHAMENTO DE MATERIAIS PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO AO ALUNO UNINCOR UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE TRES CORAÇÕES / MG

DETALHAMENTO DE MATERIAIS PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO AO ALUNO UNINCOR UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE TRES CORAÇÕES / MG DETALHAMENTO DE MATERIAIS PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO AO ALUNO UNINCOR UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE TRES CORAÇÕES / MG Angélica Ferreira Silva Barbosa Arquitetura e Urbanismo OBJETIVO

Leia mais

RIVATTI MÓVEIS Mesas TAB. 03/2017

RIVATTI MÓVEIS Mesas TAB. 03/2017 Fotos 75 75 Descrição Código Cores Cond. Mesa de jantar disponível em três tamanhos com tampo de vidro 8mm e pés de aço pintado com pintura a pó. 2 75 Mesa de jantar disponível em três tamanhos com tampo

Leia mais