FATCA Perguntas Frequentes FAQs

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FATCA Perguntas Frequentes FAQs"

Transcrição

1 FATCA Perguntas Frequentes FAQs Abril 2014

2 April 2014 Table of Contents 1. O que é o FATCA? What is FATCA? Que entidades são afectadas pelo FATCA? Who is impacted by FATCA? O que é uma Foreign Financial Institution (FFI)? What is a Foreign Financial Institution (FFI)? O que é um FFI Agreement? What is an FFI Agreement? Que informação terão as FFIs que reportar? What information will FFIs have to report? A partir de quando terão as FFIs que reportar esta informação? When will FFIs have to start reporting information? O que é um Expanded Affiliated Group? What is an expanded affiliated group? Todas as entidades de um expanded affiliated group terão que assinar um acordo com o IRS? Are all companies in an expanded affiliated group required to sign an agreement with the IRS? O que são limited FFIs e limited branches? What are limited FFI and limited branches? O que é uma Non-Financial Foreign Entity (NFFE)? What is a Non-Financial Foreign Entity (NFFE)? Que obrigações terão as NFFEs ao abrigo do regime do FATCA? What obligations will NFFEs have under FATCA? O que é um substantial US owner? What is a substantial US owner? Quando é que o FATCA entra em vigor? When will FATCA enter into effect? Porquê preocupar-se com o FATCA já?... 19

3 14.1. Why worry about FATCA now? O que são recalcitrant account holders? What are recalcitrant account holders? O que são US accounts? What are US accounts? O que é uma financial account? What is a financial account? O que é cash-value? What is cash-value? Quais os procedimentos que uma seguradora que comercialize ambos os tipos de seguro (com e sem cash-value) tem que adoptar? What procedures must an insurance company that commercializes both types of insurance (both with and without cash-value) adopt? O que se entende por US person? What is a US Person? Relativamente aos seus clientes pré-existentes, que indícios deve uma FFI procurar para averiguar se se tratam de US persons? Regarding their preexisting clients, what kind of indicia should an FFI look for when assessing whether the client classifies as a US person? Se uma conta apresentar algum destes indícios, que informação deve uma FFI recolher? If an account shows any of these indicia, what information should an FFI collect? O que são os Formulários W-9 e W-8 BEN? What are Form W-9 and Form W-8 BEN? Como é que deverá ser efectuada a verificação e identificação das contas já existentes aquando da entrada em vigor do FATCA? How should preexisting accounts be reviewed? Em que é que consiste a análise exaustiva de informação? What is an enhanced review? Qual a validade da documentação/formulários entregues? What is the validity of the documentation/withholding certificates (forms) collected? Que pagamentos serão objecto de retenção na fonte ao abrigo do regime do FATCA? What type of payments will be subject to withholding tax under FATCA? As transacções cambiais estão sujeitas ao regime do FATCA?

4 28.1. Are foreign exchange transactions subject to FATCA? As remessas de fundos estão sujeitas a retenção na fonte? (Ex: alguém nos EUA envia dinheiro para um familiar noutro país) Are remittances subject to FATCA (i.e. someone in U.S. sends money to a family member in my country)? Se uma entidade deixar de investir nos Estados Unidos, já não terá que se preocupar com o FATCA? If an entity stops investing in the US, will they still have to worry about FATCA? O que são foreign passthru payments? What are foreign passthru payments? O que são os acordos intergovernamentais? What are the intergovernmental agreements? Se uma conta conjunta tem como titulares uma US Person e uma non-us person, é considerada em apenas 50% do seu valor para efeitos de reporte aos Estados Unidos? If a joint account is held by a US person and a non-us person, is it considered 50% US or 100% US? Does it make a difference if they are not US residents? No que respeita às US accounts, as FFIs têm que reportar apenas o seu rendimento de fonte americana ou também os rendimentos originados noutros países? For a U.S. account holder, am I supposed to report to the IRS only its U.S. income and proceeds or also income and proceeds from non-u.s. assets? As outras FFIs planeiam aderir ao regime e celebrar o acordo com o IRS? Are other FFIs planning to sign an agreement with IRS? Será possível verificar o estatuto de uma FFI? Is it possible to verify the status of an FFI? Quem é que vai assegurar o cumprimento do FATCA? Who will assure compliance with FATCA? O que são grandfathered obligations? What are grandfathered obligations? Se uma entidade for detida por uma US person em 25% e os restantes 75% são detidos por non- US persons, como é que os dividendos distribuídos são reportados? If a partnership has one US person with 25% ownership and the remaining 75% are owned by non-us persons, how would dividend income be reported?... 41

5 1. O que é o FATCA? FATCA significa Foreign Account Tax Compliance Act e foi aprovado a 18 de Março de 2010, como parte integrante do Hiring Incentives to Restore Employment Act, correspondendo actualmente ao capítulo 4 do Internal Revenue Code dos Estados Unidos da América. Tem como objectivo principal a prevenção da evasão fiscal de sujeitos passivos norte-americanos não isentos de imposto em relação aos rendimentos obtidos fora dos Estados Unidos. As regras do FATCA requerem que as entidades financeiras estrangeiras (FFIs) assumam um compromisso formal perante o Internal Revenue Service (IRS), tornando-se FFI participantes, no âmbito do qual procedem à identificação e reporte anual de todas as contas dos seus clientes norte-americanos. A Regulamentação Final do FATCA foi publicada pelo IRS a 17 de Janeiro de What is FATCA? FATCA stands for the Foreign Account Tax Compliance Act. It colloquially refers to some provisions included in the Hiring Incentives to Restore Employment (HIRE) Act signed into law on March 18, It adds a new chapter to the Internal Revenue Code (Chapter 4) aimed at addressing perceived tax abuse by US persons through the use of offshore accounts. The new rules require foreign financial institutions ( FFI s) to provide the Internal Revenue Service ( IRS ) with information on US persons investing in accounts outside of the US. The FATCA Final Regulations were published by the IRS on January 17, Que entidades são afectadas pelo FATCA? Tanto as entidades financeiras estrangeiras (FFIs) como as entidades não-financeiras estrangeiras (Non-Financial Foreign Entities- NFFEs) estarão sujeitas a determinadas obrigações, ao abrigo do regime do FATCA. Entende-se por estrangeira qualquer entidade não americana. De referir que o FATCA terá impacto, virtualmente, sobre todas as entidades estrangeiras que recebam pagamentos/rendimentos de fonte norte-americana, seja directamente ou indirectamente. 5

6 Por outro lado, as entidades americanas, financeiras ou não financeiras, que efectuem pagamentos de fonte americana a entidades estrangeiras também serão afectadas pelo regime, na medida em que poderão ser obrigadas a reter imposto na fonte à taxa de 30% sobre esses pagamentos. Também estas entidades americanas serão obrigadas a manter documentação relativamente a essas entidades estrangeiras e a determinar qual a sua qualificação no âmbito do FATCA Who is impacted by FATCA? Any entity which makes a payment of US source income must consider whether it is subject to FATCA. FATCA may apply to both financial and non-financial operating companies. Due to this breadth, FATCA impacts virtually all non-us entities, directly or indirectly, receiving most types of US source income, including gross proceeds from the sale or disposition of US property which can produce interest or dividends. US entities, both financial and non-financial, that make payments of most types of US source income to non-us persons will also be impacted as they may now be required to withhold a 30% tax on that income paid to a non-us person under FATCA. This will require US entities to maintain documentation on those non-us persons and also track how those persons are classified under FATCA. 3. O que é uma Foreign Financial Institution (FFI)? Uma FFI é qualquer entidade financeira estrangeira (non-us) que: 1) Aceite depósitos no decurso normal da sua actividade bancária ou semelhante (Depository Institution); 2) Detenha, como parte substancial da sua actividade (mais de 20%), activos financeiros por conta de outrem (Custodial Institution); 3) Cumpra os requisitos descritos no ponto A, B ou C (Investment Entity): A. Pratique/desenvolva primariamente (mais de 50%) pelo menos uma das seguintes actividades, para (ou por conta de) clientes: Negociação de instrumentos do mercado monetário (cheques, notas, certificados de depósito, derivados, etc.), moeda estrangeira, taxas de câmbio, taxas de juro, instrumentos indexados, títulos transferíveis ou commodities; Gestão de carteiras de pessoas singulares ou colectivas; ou

7 Investimento, administração ou gestão de fundos, dinheiro ou activos financeiros por conta de outrem. B. Aufira um rendimento bruto primariamente (mais de 50%) atribuível a investimento, reinvestimento ou negociação de activos financeiros e que seja gerida por qualquer das entidades descritas supra; C. Seja (ou se apresente como) organismo de investimento colectivo, mutual fund, exchange traded fund, private equity fund, hedge fund, leveraged buyout fund, fundo de capital de risco ou outro veículo de investimento semelhante que tenha como objectivo investir, reinvestir ou negociar activos financeiros; ou 4) Seja uma seguradora (ou uma holding de um grupo que inclui uma seguradora) do ramo vida que tenha apólices de cash-value ou rendas vitalícias; 5) Seja uma sociedade gestora de participações sociais ou um treasury center pertencente a um grupo que inclua pelo menos uma das entidades descritas nos pontos 1), 2), 3) B ou C e 4), ou que tenha sido criada em ligação com (ou para o proveito ou vantagem) de um organismo de investimento colectivo, mutual fund, exchange traded fund, private equity fund, hedge fund, leveraged buyout fund, fundo de capital de risco ou outro veículo de investimento semelhante criado com uma estratégia de investimento, reinvestimento ou negociação de activos financeiros. Assim, entidades como bancos, seguradoras, corretoras, fundos de pensões, fundos de investimento mobiliário, ou quaisquer outros veículos de investimento são consideradas como FFIs para efeitos do regime do FATCA What is a Foreign Financial Institution (FFI)? An FFI is a foreign financial institution, which is any non-us entity that: 1) Accepts deposits in the ordinary course of a banking or similar business (Depository Institution); 2) Holds, as a substantial portion of its business (more than 20%), financial assets for the benefit of one or more other persons (Custodial Institution); 3) Meets the requirements of points A, B or C (Investment Entity): A. Primarily (more than 50%) conducts as a business one or more of the following activities or operations for or on behalf of a customer: Trading in money market instruments (checks, bills, certificates of deposit, derivatives, etc.); foreign currency; foreign exchange interest rate, and index instruments; transferable securities; or commodity futures Individual or collective portfolio management; or 7

8 Otherwise investing, administering, or managing funds, money, or financial assets on behalf of other persons. B. Has a gross income primarily (more than 50%) attributable to investing, reinvesting, or trading in financial assets and the entity is managed by any of the entities described above; C. Functions or holds itself out as a collective investment vehicle, mutual fund, exchange traded fund, private equity fund, hedge fund, venture capital fund, leveraged buyout fund, or any similar investment vehicle established with an investment strategy of investing, reinvesting, or trading in financial assets; 4) Is a life insurance company (or a holding company that is a member of an expanded affiliated group that includes an insurance company) that issues cash-value or annuities products (Specified Insurance Company); 5) Is an entity that is a holding company or treasury center that is part of an expanded affiliated group that includes an entity as described in points 1), 2), 3) B or C and 4) or is formed in connection with or availed of by a collective investment vehicle, mutual fund, exchange traded fund, private equity fund, hedge fund, venture capital fund, leveraged buyout fund, or any similar investment vehicle established with an investment strategy of investing, reinvesting, or trading in financial assets. Generally, non-us entities such as banks, brokers, dealers, insurance companies, pension funds, private equity funds and any other investment vehicle will be considered FFIs. 4. O que é um FFI Agreement? Uma FFI terá que celebrar um acordo com o US Department of Treasury (US Treasury) para se tornar uma FFI participante e evitar a retenção na fonte à taxa de 30% sobre os pagamentos de origem norte-americana. Ao abrigo deste Acordo, designado por FFI Agreement, a FFI será obrigada a cumprir com determinados requisitos e procedimentos de identificação, verificação e reporte das US accounts para o IRS e de retenção na fonte, quando aplicável. Mais concretamente, uma FFI participante ficará obrigada a, entre outras obrigações: Obter informação de cada titular de forma a determinar se as contas que detêm são US accounts, non-us accounts, recalcitrant accounts (contas cujos titulares não providenciem a documentação necessária para a sua correcta identificação e documentação como US account ou não US account, ou não autorizem a FFI a proceder ao reporte ao US Treasury) e contas detidas por FFIs não participantes; Deduzir e reter 30% de imposto relativamente a withholdable payments efectuados a recalcitrant accounts, bem como a FFIs não participantes;

9 Reter imposto sobre os foreign passthru payments pagos a recalcitrant accounts, bem como a FFI não participantes. Este aspecto ainda encontra-se por regulamentar. Reportar anualmente informação relativa a US accounts e a recalcitrant accounts; Responder a pedidos de informação adicional que venham a ser feitos pelo IRS; Certificar, periodicamente, ao IRS o cumprimento das obrigações impostas pelo Acordo What is an FFI Agreement? In general, an FFI will enter into an agreement (referred to as FFI Agreement ) with the US Department of Treasury ( US Treasury ) by which the FFI can avoid FATCA withholding on payments it receives (and become a participating FFI). Generally, an FFI Agreement requires a determination of which accounts are United States accounts (a defined term), compliance with verification and due diligence procedures, annual reporting on those United States accounts to the US Treasury (see below), compliance with additional IRS reporting requests, and 30% tax withholding where applicable. FFIs that enter into an FFI agreement with the IRS will need to, among other requirements: Determine whether or not each account is a US account, a Non-US account, a recalcitrant account (account holder that does not provide the necessary information for the accurate identification of the account and documentation as a US account or Non-US account, or does not authorize the FFI to report to the US Treasury), or an account held by a non-participating FFI; Deduct and withhold 30% tax on withholdable payments made to recalcitrant account or non-participating FFI; Withhold tax on foreign passthru payments made to recalcitrant accounts and nonparticipating FFIs. This concept has yet to be regulated; Report information on US accounts and recalcitrant accounts (annual basis); Provide answers to requests of additional information made by the IRS; Periodically certify to the IRS the FFI s compliance with the obligations imposed by the agreement. 5. Que informação terão as FFIs que reportar? Uma FFI que celebre um acordo com o IRS terá que reportar anualmente a seguinte informação: US accounts: 9

10 Nome, morada e número de identificação fiscal (tax identification number TIN) de cada US person; Nome de cada Passive NFFE com substantial US owners (de forma geral, participação superior a 10%); Nome, morada e TIN de cada substantial US owner de uma Passive NFFE; Número e saldo da conta do final do ano; Pagamentos de dividendos, juros e outros rendimentos/pagamentos creditados nas US accounts (valor agregado bruto); Gross proceeds da venda de propriedade/activos creditados nas US accounts. Qualquer outra informação cujo reporte seja solicitado pelo IRS ou pelas instruções de preenchimento do formulário oficial de reporte. Recalcitrant accounts: Número e valor agregado, apurado no final de cada ano, dos titulares de recalcitrant accounts, dividido por tipo. Pagamentos de origem não americana efectuados a FFIs não participantes durante os anos de 2015 e Montante de withholdable payments efectuados a recalcitrant accounts e FFIs não participantes e respectivo imposto retido What information will FFIs have to report? FFIs that enter into an FFI agreement with the IRS will need to report the following information annually: US accounts: The name, address, and Taxpayer Identification Number ( TIN ) of each account holder that is a US person; The name of each Passive NFFE with substantial US owners (in general terms, participation of more than 10%). The name, address, and TIN of each substantial US owner of a NFFE; The account number and balance/value at year-end; Dividends, interest and other income paid or credited to US accounts (aggregate gross amount); Gross proceeds from the sale or redemption of property paid or credit to US accounts.

11 Such other information that is otherwise required to be reported by the IRS or by the instructions of the reporting form. Recalcitrant accounts: The aggregated number and value determined at the end of each year of recalcitrant account, separated by type. Foreign source payments made to nonparticipating FFIs during the years 2015 and Withholdable payments made to recalcitrant accounts and nonparticipating FFIs and tax withheld. 6. A partir de quando terão as FFIs que reportar esta informação? As regras de reporte a que as FFIs estarão sujeitas irão ter uma implementação faseada. Assim, relativamente a US accounts e recalcitrant accounts, o primeiro reporte deverá ser feito até 31 de Março de 2015 com referência ao ano de 2014 (posição a 31 de Dezembro) e deverá incluir a seguinte informação (contas identificadas até 31 de Dezembro de 2014): o nome, morada, TIN, número e saldo de conta das US persons (ou, caso a conta haja sido encerrada após a entrada em vigor do FFI agreement, o valor levantado ou transferido da mesma); o nome, número e saldo de conta das Passive NFFEs com substantial US owners, bem como o nome, morada e TIN de cada um dos substantial US owners montante e número agregado das recalcitrant accounts. O segundo reporte, com referência ao exercício de 2015, deverá ser efectuado até 31 de Março de 2016, respectivamente, e deverá incluir não só a informação acima referida, como também o montante bruto de juros, dividendos e outros rendimentos creditados em cada US account, com excepção de gross proceeds. A partir do terceiro reporte, com referência ao exercício de 2016, a informação a reportar deverá ainda passar a incluir (para além do anteriormente referido) os pagamentos de gross proceeds em cada US account. Será possível efectuar o reporte de rendimentos e dos valores das contas na moeda em que as mesmas se encontram. 11

12 Relativamente aos pagamentos de origem não americana pagos a FFIs não participantes, os mesmos deverão ser reportados apenas nos anos de 2016 e 2017, por referência aos anos anteriores, até dia 15 de Março. Por fim, os US FDAP pagos a recalcitrant accounts e FFIs não participantes e respectivo imposto retido devem começar a ser reportados em 2015, até 15 de Março, por referência ao exercício anterior, enquanto que os US gross proceeds e respectivo imposto retido apenas terão que ser reportados a partir de 2018, por referência a 2017, uma vez que é apenas neste ano que começa a retenção na fonte sobre este tipo de rendimento When will FFIs have to start reporting information? The reporting rules regarding FFIs will be implemented gradually. With respect to US accounts and recalcitrant accounts, the deadline for the first report is March 31, 2015 with reference to the year 2014(account balance as of December 31, 2014) and must include the following information (regarding accounts that have been identified by December 31, 2014): Name, address, TIN, account number and account balance of all US persons; Name, account number and account balance of Passive NFFEs with substantial US owners, as well as the name, address and TIN of each substantial US owner; Aggregate number and value of recalcitrant accounts. The second report with reference to the year 2015 will be due by March 31, 2016, and must include the information referred previously, as well as the aggregate gross amount of interest, dividends and other income paid to each US account, with the exception of gross proceeds. From the third report (with reference to 2016) onwards, the FFI shall begin to report on gross proceeds paid to each US account. Account balances and income may be reported in the currency in which they are denominated. With respect to the foreign source payments made to nonparticipating FFIs, these will have to reported in years 2016 and 2017, with reference to the previous years, until March 15 th. Lastly, US FDAP paid to recalcitrant accounts and nonparticipating FFIs and the corresponding tax withheld will have to be reported starting on 2015 (due by March 15 th ),

13 with respect to the previous year, whereas US gross proceeds and the corresponding tax withheld will only have to start being reported in 2018, with respect to 2017, as withholding on this type of income only starts in this year. 7. O que é um Expanded Affiliated Group? No âmbito do FATCA, um expanded affliated group (EAG) é um grupo de entidades interligadas entre si por participações sociais superiores a 50%, em direitos de votos e em capital. Assim, de acordo com o regime do FATCA, todas as FFI que sejam detidas em mais de 50% por uma FFI participante, terão que ser, elas próprias, uma FFI participante ou uma deemed-compliant FFI (ou limited FFI/limited branch, se aplicável) e cumprir com as obrigações subjacentes a este regime What is an expanded affiliated group? Under FATCA, an expanded affiliated group (EAG) is a group of financial entities connected by share ownership of more than 50% of voting rights and capital. Therefore, all FFIs held in more than 50% by a participating FFI must be a participating FFI or registered deemed-compliant FFI (or limited FFI/limited branch, if applicable) and comply with all underlying obligations. 8. Todas as entidades de um expanded affiliated group terão que assinar um acordo com o IRS? Sim, cada FFI terá que se registar junto do IRS como FFI participante, sponsoring entity (FFI que assume o conjunto das obrigações FATCA em nome de outra FFI), limited FFI/limited branch ou registered deemed-compliant FFI. O registo das FFI junto do IRS, bem como as posteriores interacções entre aquelas entidades e as autoridades fiscais norte-americanas, será realizado através do FATCA Registration Portal. O Portal está acessível às instituições financeiras desde 19 de Agosto de Cada FFI participante deverá nomear uma pessoa responsável ( responsible officer ), que ficará encarregue de monitorizar o cumprimento do acordo celebrado entre a FFI e o IRS. 13

14 Em caso de existência de normas internas que impeçam a adesão ao regime por parte de alguns membros do expanded affiliated group (FFIs ou sucursais), os mesmos poderão beneficiar de um estatuto próprio que não porá em causa o cumprimento do Acordo por parte dos restantes membros do grupo. São as chamadas limited FFIs e limited branches (ver FAQ 9). Não obstante, uma FFI residente numa jurisdição em que vigore um Acordo Intergovernamental (IGA) de Modelo I, não necessitará de assinar o acordo particular com o IRS, embora tenha que se registar Are all companies in an expanded affiliated group required to sign an agreement with the IRS? Yes, each FFI will have to register with the IRS as a participating FFI, sponsoring entity (entity that agrees to undertake all FATCA obligations on behalf of another FFI), limited FFI/limited branch or registered deemed-compliant FFI. The registration process as well as any future interactions between the FFIs and the IRS will be done online, through the use of a FATCA Registration Portal. The portal has been accessible to financial institutions since August 19 th, Each FFI should appoint a Responsible Officer who will be responsible for monitoring and certifying the FFI s compliance with its obligations. In case of local legal restrictions that prevent certain group members of an expanded affiliated group (FFI affiliates or branches) from entering into the agreement, these entities may benefit from a special status that will not jeopardize the agreement for the remaining entities within the group. These are called limited FFIs and limited branches (see FAQ 9.1) Notwithstanding, an FFI that is resident in a country with a Model I Intergovernmental Agreement (IGA) will not have to sign an FFI agreement, even though it will still have to register. 9. O que são limited FFIs e limited branches? São FFIs e sucursais que pertencem a um expanded affiliated group, mas que por motivos da legislação interna do seu país, se encontram limitadas na adesão ao regime ou, pelo menos, no cumprimento das obrigações impostas pelo regime (ex. reporte de informação). Estas entidades podem beneficiar de um estatuto próprio que permite a

15 manutenção do Acordo para as outras FFIs do Grupo. As limited branches e limited FFI dispõem de um período de transição, a terminar a 31 de Dezembro de 2015, para ultrapassarem estas limitações/barreiras. Durante esse período, devem realizar as devidas diligências para a identificação de US persons, manter os registos devidos e cumprir outros requisitos. Serão também sujeitas a retenção na fonte nos pagamentos recebidos, pois serão tratadas como FFI não participantes. Contudo, ao abrigo de um IGA (Modelo I ou II) o período de transição não se aplica. Ou seja, as limited branches e limited FFIs relacionadas com uma FFI situada num país que tenha celebrado um IGA com os Estados Unidos (Modelo I ou Modelo II) poderão beneficiar deste estatuto de forma permanente, sem que tal prejudique o estatuto de participante da FFI de Modelo I ou Modelo II What are limited FFI and limited branches? Limited FFIs and limited Branches are FFIs and branches that are part of an expanded affiliated group, but are prevented from entering into an agreement with the IRS or complying with its obligations in their full extent (e.g. reporting) due to conflicts with their country s internal legislation. These entities may benefit from a special regime that will allow the remaining group entities to maintain their Agreement. Limited Branches and limited FFIs will have a transition period, ending on December 31, 2015, to overcome these restrictions/ barriers. During this period, the FFI/branch must complete the necessary due diligence procedures to identify US persons, keep appropriate records and meet other obligations. They will also be subject to withholding tax since they will be treated as nonparticipating FFIs. Nevertheless, under a Model I or Model II IGA, the transition period does not apply. This means that a Limited Branch or a Limited FFI related to an FFI resident in a country that has entered into an IGA (Model I or II) with the United States will be able to maintain its limited status indefinitely without that jeopardizing the participating status of the Model I or Model II FFI. 10. O que é uma Non-Financial Foreign Entity (NFFE)? O conceito de NFFE inclui qualquer entidade estrangeira (non-us) que não seja uma FFI, excepto: Empresas cotadas em mercado regulamentado; Empresas que pertencem ao mesmo expanded affliated group de uma empresa cotada na bolsa; 15

16 Certas entidades territoriais (qualquer entidade detida directa ou indirectamente, na sua totalidade, por pessoas singulares residentes no U.S Territory onde a entidade foi constituída). Sociedades gestoras de participações sociais, treasury centers e captive finance companies que pertençam a um grupo não financeiro; Algumas empresas start-up; Certas entidades não financeiras em liquidação; Organizações sem fins lucrativos, mediante determinados requisitos; Active NFFEs [entidades cujos rendimentos brutos auferidos no ano anterior são constituídos, em menos de 50%, por passive income e.g. dividendos, juros, rendas e royalties (desde que as rendas e royalties não resultem da condução activa de uma actividade ou negócio), ou annuities e em que menos de 50% dos seus activos geram ou são detidos para gerar passive income ]. Adicionalmente, governos, bancos centrais, organizações internacionais e determinados fundos de pensões são tratados como Exempt Beneficial Owners e não como NFFEs What is a Non-Financial Foreign Entity (NFFE)? NFFE includes any non-us entity that is not an FFI, except: Publicly traded corporations on established securities markets; Companies that belong to the same expanded affiliated group of a publicly traded corporation; Certain territory entities (any territory entity that is directly or indirectly wholly owned by one or more bona fide residents of the U.S territory under the laws of which the entity is organized); Holding Companies, Treasure Centers and Captive Finance Companies that are members of a nonfinancial group; Some start-up companies; Certain non-financial entities in liquidation; Non-Profit Organizations; Active NFFEs [entities which less than 50% of its gross income from the preceding calendar year is passive income e.g. dividends, interest, rents and royalties (other than rents and royalties derived in the active conduct of a trade or business), or annuities and less than 50% of the assets that are held by the NFFE are assets that produce or are held for the production of passive income]; Additionally, governments, central banks, international organizations, and certain retirement funds are treated as Exempt Beneficial Owners and not as NFFEs.

17 11. Que obrigações terão as NFFEs ao abrigo do regime do FATCA? As NFFEs terão que providenciar a seguinte informação, de forma a evitar a retenção na fonte, à taxa de 30%, sobre os pagamentos de fonte norte-americana que recebam: Um certificado que confirme a inexistência de qualquer substantial US owner; ou Nomes, moradas e TIN de qualquer substantial US owner. Esta informação deve ser providenciada pelas NFFEs a pedido das FFIs onde tenham conta. Assim, esta informação deve ser recolhida pelas FFIs no momento da abertura de conta. Não obstante, no que respeita às contas já existentes, as NFFEs também deverão disponibilizar esta informação, se a FFI não tiver na posse da mesma. Note-se, contudo, que esta obrigação de certificação e identificação dos substantial US owners recai apenas sobre as Passive NFFEs [NFFEs cuja maioria (mais de 50%) dos rendimentos brutos respeita a passive income, tal como definido na FAQ 10], pelo que a FFI deverá primeiro identificar as Passive NFFEs antes de requerer a certificação. Isto facilitará o trabalho da FFI, uma vez que a maior parte das NFFEs que são clientes de uma FFI serão, tendencialmente, Active NFFEs What obligations will NFFEs have under FATCA? NFFEs will have to provide the following information in order to avoid a 30% withholding tax on payments of US source: A certificate confirming the non-existence of any substantial US owner; or Names, addresses and TINs of each substantial US owner. This information will have to be provided by the NFFEs when requested by the FFI maintaining their account. Therefore, it should be collected at the account opening. Nevertheless, regarding preexisting accounts, this information should also be provided by NFFEs if the FFI is not in possession of it. Note, however, that the certification and identification of the substantial US owners is only required with respect to Passive NFFEs (NFFEs which more than 50% of their gross income is passive income, as defined in FAQ 10.1). Therefore, FFIs should first identify which entities are Passive NFFEs before requesting such certification. This procedure will reduce the burden on FFIs since the majority of their entity clients will most likely be Active NFFEs. 17

18 12. O que é um substantial US owner? Por substantial US owner entende-se qualquer US person que detenha, directa ou indirectamente, uma participação no capital social da entidade igual ou superior a 10% (em valor ou direitos de voto) What is a substantial US owner? A substantial US owner refers to any US person who owns, directly or indirectly, more than 10% of the stock of an entity (by vote or value). 13. Quando é que o FATCA entra em vigor? A entrada em vigor do FATCA está prevista para 1 de Julho de O Acordo de FFI de uma FFI participante que se registe e receba um Global Intermediary Identification Number (GIIN) do IRS até 30 de Junho de 2014, terá, como data efectiva de entrada em vigor, a data de 30 de Junho de Como tal uma FFI que se registe, entre num Acordo de FFI e receba o GIIN até 30 de Junho de 2014, será identificada como FFI participante e evitará a retenção na fonte que terá início a 1 de Julho de Para garantir que obtém o GIIN antes de 30 de Junho de 2014, as FFIs devem-se registar entre 1 de Janeiro e 5 de Maio de As FFIs que celebrem acordo após 30 de Junho de 2014 mas antes de 1 de Janeiro de 2015 serão consideradas FFIs participantes para efeitos de 2014 mas poderão ser sujeitas a retenção na fonte de imposto devido ao curto período de tempo para as identificar como FFIs participantes antes da entrada em vigor da retenção na fonte do FATCA, a 1 de Julho de A data efectiva de entrada em vigor de um Acordo de FFI celebrado após 30 de Junho de 2014 será a data em que a FFI celebrar o seu Acordo. As FFIs residentes num país com IGA Modelo 1 poderão beneficiar de uma extensão, na medida em que apenas necessitarão de apresentar o seu GIIN a partir de 1 de Janeiro de Até esta data, serão presumidas como participantes no regime por estarem sedeadas num país com um IGA Modelo 1. No entanto, as obrigações decorrentes deste regime terão uma implementação faseada. No que respeita à retenção na fonte à taxa de 30%, a mesma efectuar-se-á: a partir de 1 de Julho de 2014, relativamente aos pagamentos US FDAP (US Source Fixed, Determinable, Annual, Periodical payments);

19 a partir de 1 de Janeiro de 2017 relativamente aos gross proceeds e foreign passthru payments. Também as obrigações de reporte terão uma implementação faseada, conforme referido na FAQ When will FATCA enter into effect? FATCA will enter into effect on July 1, The FFI Agreement of a participating FFI that registers and receives a Global Intermediary Identification Number (GIIN) from the IRS on or before June 30, 2014, will have an effective date of June 30, Therefore, an FFI that registers, enters into an FFI Agreement and receives a GIIN by June 30, 2014 will be identified as a participating FFI and thus avoid FATCA withholding that will begin July 1, In order to confirm that it has its GIIN by June 30, 2014 FFIs must register between January 1, 2014 and April 25, FFIs that enter FFI Agreements after June 30, 2014 but before January 1, 2015 will be considered participating FFIs for 2014, however they may be subject to FATCA withholding due the lack of time to identify them as participating FFIs before FATCA withholding begins on July 1, The effective date for any FFI Agreement entered after June 30, 2014 will be the date the FFI enters the FFI Agreement. FFIs located in a Model 1 IGA Country will benefit from an extension as their GIIN will only be requested from January 2015 onwards. Up to this date, they will be treated as participant due to their residence in a Model I IGA country. However, the IRS announced a phased-in implementation of the regime and its obligations. Withholding at a rate of 30% will begin on: July 1, 2014, with respect to US source FDAP payments (Fixed, Determinable, Annual, Periodic payments); January 1, 2017, with respect to gross proceeds and foreign passthru payments. On the other hand, the reporting obligations will also have a phased-in implementation, as referred in FAQ Porquê preocupar-se com o FATCA já? Apesar de o FATCA não entrar em vigor antes de 1 de Julho de 2014, as entidades precisam de se preparar, o mais cedo possível, para o impacto gerado pela implementação 19

20 deste regime. As obrigações de reporte e de retenção na fonte decorrentes deste regime implicam alterações muito significativas aos sistemas de informação e a adaptação de diversos procedimentos internos. De notar que as modificações aos modelos operacionais implicam grande esforço por parte das entidades, podendo levar mais de 12 meses. Desta forma, deve ser feito um diagnóstico inicial, de modo a avaliar o impacto da adaptação ao regime, tanto a nível económico como operacional. Por outro lado, o IRS publicará online a primeira lista de FFI participantes e registered deemed-compliant FFI IRS FFI List a 2 de Junho de 2014, lista que será actualizada mensalmente, pelo que para assegurar a sua inclusão na primeira lista publicada, as FFI terão que se registar até 5 de Maio de Why worry about FATCA now? Although FATCA does not become effective until July 1, 2014, organizations must prepare as early as possible for the impact generated by the introduction of this regime. The reporting and withholding obligations that result from this regime will imply several changes in both information systems and internal procedures. Operational changes involve large efforts by the companies themselves and may take around 12 months to complete. An initial gap analysis should be done so the impacts of implementing FATCA in the organization are assessed in both economical and operational terms. On another hand, the IRS will publish the first participating FFIs and registered deemedcompliant FFIs list the IRS FFI list on June 2, 2014, that will be updated on a monthly basis. In order to ensure its inclusion in the first published IRS FFI list, an FFI will have to register with the IRS until May 5, O que são recalcitrant account holders? Este conceito refere-se a qualquer titular de conta que: Não disponibilize a documentação necessária, de modo a permitir a sua qualificação como US person ou non-us person ou; Não disponibilize um Formulário W-9 e um nome e TIN válidos, após a FFI ter sido notificada pelo IRS que o nome e TIN reportados estão incorrectos; Seja uma US person que não dê autorização para reportar a sua informação pessoal e sobre a sua conta para o IRS, caso tal seja exigido por força do sigilo bancário. Seja uma Passive NFFE que não disponibilize informação sobre os seus beneficiários efectivos.

Perguntas Frequentes FAQs

Perguntas Frequentes FAQs Perguntas Frequentes FAQs Versão / Version: 03-2015 1 ÍNDICE / TABLE OF CONTENTS 1. O que é o FATCA?... 4 1.1. What is FATCA?... 4 2. Que entidades são afetadas pelo FATCA?... 4 2.1. Who is impacted by

Leia mais

FATCA. Perguntas Frequentes FAQ

FATCA. Perguntas Frequentes FAQ FATCA Perguntas Frequentes FAQ 1 Indíce Table of Contents Pág. 1. O que é o FATCA?. 1.1. What is FATCA?.. 2. Que entidades são afectadas pelo FATCA?.. 2.1. Who is impacted by FACTA?. 3. O que é uma Foreign

Leia mais

FATCA Foreign Account Tax Compliance Act. Junho de 2013

FATCA Foreign Account Tax Compliance Act. Junho de 2013 FATCA Foreign Account Tax Compliance Act Junho de 2013 Aprovação e objectivos Aspectos introdutórios Aprovado pelo Governo norte-americano a 18 de Março de 2010, como parte integrante do Hiring Incentives

Leia mais

FATCA. Perguntas Frequentes FAQ

FATCA. Perguntas Frequentes FAQ FATCA Perguntas Frequentes FAQ 1 Indíce Table of Contents Pág. 1. O que é o FATCA?. 1.1. What is FATCA?.. 2. Que entidades são afectadas pelo FATCA?.. 2.1. Who is impacted by FACTA?. 3. O que é uma Foreign

Leia mais

FATCA - PERGUNTAS FREQUENTES JULHO DE 2014

FATCA - PERGUNTAS FREQUENTES JULHO DE 2014 Generali Portugal FATCA - PERGUNTAS FREQUENTES JULHO DE 2014 DIRECÇÃO DE CONTROLO INTERNO, GESTÃO DE RISCOS E COMPLIANCE generali.com FATCA - Perguntas Frequentes 2 ÍNDICE FATCA Perguntas Frequentes...

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Redução da carga fiscal Aplicação das Convenções de Dupla Tributação aos fundos de investimento e de pensões

Redução da carga fiscal Aplicação das Convenções de Dupla Tributação aos fundos de investimento e de pensões Redução da carga fiscal Aplicação das Convenções de Dupla Tributação aos fundos de investimento e de pensões Conferência Soluções para a Competitividade Fiscal Ricardo da Palma Borges ricardo@ricardodapalmaborges.com

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

PwC Brasil FATCA Newsalert

PwC Brasil FATCA Newsalert www.pwc.com.br 19 de julho de 2012 Como a regulamentação proposta do FATCA afeta os asset managers? Em 8 de fevereiro de 2012, foi divulgada a tão esperada regulamentação proposta sobre o Foreign Account

Leia mais

PPR + SEGURO. Proposta de Seguro. Anos. Candidato a Tomador de Seguro. Pessoa Segura (se diferente do Tomador do Seguro)

PPR + SEGURO. Proposta de Seguro. Anos. Candidato a Tomador de Seguro. Pessoa Segura (se diferente do Tomador do Seguro) PPR + SEGURO Proposta de Seguro Fraccionamento Regular: PRÉMIO REGULAR Anual Semestral Trimestral Mediador N.º Início do Seguro Duração do contrato Anos PRÉMIO ÚNICO Mensal Candidato a Tomador de Seguro

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

INTERNATIONAL CRIMINAL COURT. Article 98 TREATIES AND OTHER INTERNATIONAL ACTS SERIES 04-1119

INTERNATIONAL CRIMINAL COURT. Article 98 TREATIES AND OTHER INTERNATIONAL ACTS SERIES 04-1119 TREATIES AND OTHER INTERNATIONAL ACTS SERIES 04-1119 INTERNATIONAL CRIMINAL COURT Article 98 Agreement between the UNITED STATES OF AMERICA and CAPE VERDE Signed at Washington April 16, 2004 NOTE BY THE

Leia mais

Foreign Account Tax Compliance Act ( FATCA )

Foreign Account Tax Compliance Act ( FATCA ) Foreign Account Tax Compliance Act ( FATCA ) Atuação preventiva e detectiva das instituições financeiras no Brasil. Consultoria de Riscos Empresarias 07/2013 Visão Geral 1 Visão Geral 2 Algumas definições

Leia mais

Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account)

Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account) Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account) Português - Portuguese Siga os passos que se seguem para vender as ações da sua empresa.* Antes de fazer a sua transação Recomendamos

Leia mais

Deposits and Withdrawals policy

Deposits and Withdrawals policy Deposits and Withdrawals policy TeleTrade-DJ International Consulting Ltd **** Política de Depósitos e Levantamentos TeleTrade-DJ International Consulting Ltd 2011-2015 TeleTrade-DJ International Consulting

Leia mais

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3 Index: Company s Profile ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. Corporate Taxpayers ID (CNPJ/MF) 02.387.241/0001-60 Companies Registry (NIRE) 413 00 019886 Publicly-held Company REGISTRATION FORM General Information

Leia mais

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE TROCA DE OBRIGAÇÕES PELO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL, S.A. ( BANIF )

ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE TROCA DE OBRIGAÇÕES PELO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL, S.A. ( BANIF ) Banif Banco Internacional do Funchal, S.A. Sede Social: Rua de João Tavira, n.º 30, 9004-509 Funchal, Portugal Capital Social: 780.000.000 Euros Matriculado na Conservatória do Registo Comercial do Funchal

Leia mais

FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act

FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act CARTILHA PARA CLIENTES Julho de 2014 Breve descrição sobre a legislação norte-americana denominada FATCA (Foreign Account Tax Compliance Act) formulada para combater

Leia mais

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO Lloyd s no brasil 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO July 2010 Lloyd s no Brasil abril 2008: O Lloyd s foi o primeiro ressegurador a receber a licença da SUSEP,

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

PwC Brasil FATCA Newsalert

PwC Brasil FATCA Newsalert www.pwc.com.br A nova regulamentação proposta do FATCA: visão geral 19 de julho de 2012 Em 27 de outubro de 2009, membros do U.S. Senate Finance Committee e do U.S. Ways and Means Committee da Câmara de

Leia mais

MEMORANDUM OF UNDERSTANDING BETWEEN THE COMPETENT AUTHORITIES OF THE PORTUGUESE REPUBLIC AND THE GOVERNMENT OF JERSEY

MEMORANDUM OF UNDERSTANDING BETWEEN THE COMPETENT AUTHORITIES OF THE PORTUGUESE REPUBLIC AND THE GOVERNMENT OF JERSEY MEMORANDUM OF UNDERSTANDING BETWEEN THE COMPETENT AUTHORITIES OF THE PORTUGUESE REPUBLIC AND THE GOVERNMENT OF JERSEY The Competent Authorities of the Portuguese Republic and the Government of Jersey in

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

Interface between IP limitations and contracts

Interface between IP limitations and contracts Interface between IP limitations and contracts Global Congress on Intellectual Property and the Public Interest Copyright Exceptions Workshop December 16, 9-12:30 Denis Borges Barbosa The issue Clause

Leia mais

A Direção-Geral do Território disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento:

A Direção-Geral do Território disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento: Modalidades de Pagamento A disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento: Estações de CTT Cheque por Correio Depósito Bancário Transferência Bancária Balcão 'Loja da DGT' Estações dos

Leia mais

AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: BANIF BCO INTER DO FUNCHAL SA

AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: BANIF BCO INTER DO FUNCHAL SA AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: Aviso BANIF BCO INTER DO FUNCHAL SA LOCALIZACAO: Lisbon N DE AVISO: LIS_20130927_00754_EUR DATA DE DISSEMINACAO: 27/09/2013 MERCADO: EURONEXT LISBON AVISO DA REALIZAÇÃO DA

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 WORK PLAN FOR IMPLEMENTATION OF THE UNITED STATES PATENT AND

Leia mais

Instructions. Instruções

Instructions. Instruções Instructions ENGLISH Instruções PORTUGUÊS This document is to help consumers in understanding basic functionality in their own language. Should you have any difficulty using any of the functions please

Leia mais

Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional:

Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional: Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional: Se você está ativamente envolvido na prática da Cirurgia Plástica ou Reconstrutiva por menos de três (3)

Leia mais

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com 1 O papel dos tratados no sistema jurídico holandês Constituição do Reino dos Países Baixos Art.

Leia mais

AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: SPORT LISBOA E BENFICA-FUTEBOL

AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: SPORT LISBOA E BENFICA-FUTEBOL AVISO DE EVENTO CORPORATIVO: Aviso SPORT LISBOA E BENFICA-FUTEBOL LOCALIZACAO: Lisbon N DE AVISO: LIS_20150629_00549_EUR DATA DE DISSEMINACAO: 29/06/2015 MERCADO: EURONEXT LISBON AVISO DA REALIZAÇÃO DA

Leia mais

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6)

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Nota Metodológica nº 4 Dívida externa Junho de 2015 1. Introdução A

Leia mais

ANO DA DECLARAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO SUJEITO PASSIVO. IRC + Derrama Estadual. (3) = (2) x (3) / positivo (2) (4) = (2) x (4) / positivo (2)

ANO DA DECLARAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO SUJEITO PASSIVO. IRC + Derrama Estadual. (3) = (2) x (3) / positivo (2) (4) = (2) x (4) / positivo (2) DECLARAÇÃO (Artº 83º nº 4 do CIRC ) TRANSFERÊNCIA DE RESIDÊNCIA AFETAÇÃO DE ELEMENTOS PATRIMONIAIS A ESTABELECIMENTO ESTÁVEL SITUADO FORA DO TERRITÓRIO PORTUGUÊS CESSAÇÃO DA ATIVIDADE DE ESTABELECIMENTO

Leia mais

BONUS TERMS & CONDITIONS. TeleTrade - DJ International Consulting Ltd. July 2015 **** TERMOS E CONDIÇÕES DE BÓNUS

BONUS TERMS & CONDITIONS. TeleTrade - DJ International Consulting Ltd. July 2015 **** TERMOS E CONDIÇÕES DE BÓNUS BONUS TERMS & CONDITIONS TeleTrade - DJ International Consulting Ltd July 2015 **** TERMOS E CONDIÇÕES DE BÓNUS TeleTrade - DJ International Consulting Ltd Julho 2015 1 Definitions Definições 1. TeleTrade

Leia mais

FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ APPLICATION FORM FOR BRAZILIAN DISABILITY BENEFIT

FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ APPLICATION FORM FOR BRAZILIAN DISABILITY BENEFIT ACORDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O CANADÁ AGREEMENT ON SOCIAL SECURITY BETWEEN THE FEDERATIVE REPÚBLIC OF BRAZIL AND CANADA FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE APOSENTADORIA

Leia mais

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação A quick-start guide for stock plan participants. Um guia rápido para participantes do plano de compra de ações. Your company

Leia mais

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos 15 de Novembro de 2011 Tax Alert Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos For additional information, please contact: António Neves antonio.neves@pt.ey.com Carlos Lobo carlos.lobo@pt.ey.com

Leia mais

INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS

INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS DOCUMENTAÇÃO A APRESENTAR PELOS CANDIDATOS PARA AVALIAÇÃO Os candidatos devem apresentar para avaliação da candidatura a seguinte documentação: a) Prova da nacionalidade (BI, passaporte.);

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

Banco Santander Totta, S.A.

Banco Santander Totta, S.A. NINTH SUPPLEMENT (dated 26 October 2011) to the BASE PROSPECTUS (dated 4 April 2008) Banco Santander Totta, S.A. (incorporated with limited liability in Portugal) 5,000,000,000 (increased to 12,500,000,000)

Leia mais

RESOLUÇÃO (RESOLUTION) Nº2.689

RESOLUÇÃO (RESOLUTION) Nº2.689 RESOLUÇÃO (RESOLUTION) Nº2.689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. (Concerning non-resident investments in the financial and capital markets). O BANCO

Leia mais

FATCA Próximos Passos

FATCA Próximos Passos FATCA Próximos Passos Falso FATCA The Latest 2 News on FATCA and Voluntary Disclosure Rules in the US 2011 Baker & McKenzie 2 Qual o impacto do FATCA? Minha instituição financeira não será afetada pois

Leia mais

Artigo 1.º Pessoas visadas

Artigo 1.º Pessoas visadas Resolução da Assembleia da República n.º 39/95 Convenção e o Protocolo entre a República Portuguesa e os Estados Unidos da América para Evitar a Dupla Tributação e Prevenir a Evasão Fiscal em Matéria de

Leia mais

CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE DADOS COMPLEMENTARES. www.bistp.st AGÊNCIA N.

CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE DADOS COMPLEMENTARES. www.bistp.st AGÊNCIA N. Limpar dados CONFIDENCIAL PARA USO EXCLUSIVO DO B.I.S.T.P FICHA DE CLIENTE EMPRESAS AGÊNCIA N.º CONTA N.º AS ZONAS SOMBREADAS SERÃO PREENCHIDAS PELOS SERVIÇOS DO BANCO IDENTIFICAÇÃO DA IDENTIDADE PESSOA

Leia mais

SEXO M F PROFISSÃO ATUAL PROFISSÃO ATUAL 5 ANOS E 1 DIA 8 ANOS E 1 DIA 15 ANOS Nº DE CONTRIBUINTE (*)

SEXO M F PROFISSÃO ATUAL PROFISSÃO ATUAL 5 ANOS E 1 DIA 8 ANOS E 1 DIA 15 ANOS Nº DE CONTRIBUINTE (*) POUPANÇA E INVESTIMENTO PROPOSTA DE SEGURO POUPANÇA OBJETIVO PREENCHER A CANETA PRETA A ACEITAÇÃO DO SEGURO AQUI PROPOSTO SÓ PODE SER CONSIDERADA DESDE QUE TODOS OS CAMPOS DA PROPOSTA SEJAM RESPONDIDOS

Leia mais

CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA

CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA Certificado Nº ANEXO CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA Expedido de acordo com as disposições da Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar, 1974, como emendada, (daqui em diante

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental

Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental Este documento vai auilia-lo(a) a realizar o correcto preenchimento do seu Plano de Saúde Dentário da Claro S.A. que é composto

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais MOD. DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais REPÚBLICA PORTUGUESA Av. a Eng. o Duarte Pacheco, 28-4º 1099-013 Lisboa PORTUGAL MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

Leia mais

ANGOLA Legislação cambial Setembro 2013

ANGOLA Legislação cambial Setembro 2013 ANGOLA Legislação cambial Setembro 2013 Alterações à legislação cambial angolana Operações de invisíveis correntes (Aviso n.º 13/13) Amendments to the Angolan foreign currency legislation invisible current

Leia mais

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space 1 Próximas Actividades Next Activities Visualiza as próximas actividades a ter inicio, com a indicação do tempo restante Displays upcoming activities and indicating the remaining time 2 Categorias Categories

Leia mais

1 - Principais características das acções a emitir (código ISIN PTS3P8AM0001) 107,1428571428571 novas acçõe(s) por 1 direito(s)

1 - Principais características das acções a emitir (código ISIN PTS3P8AM0001) 107,1428571428571 novas acçõe(s) por 1 direito(s) AVISO DO EVENTO CORPORATIVO: Aumento de capital por subscrição SONAE INDUSTRIA - SGPS S.A. LOCALIZACAO: Lisbon N DO AVISO: LIS_20141105_01106_EUR DATA DE DISSEMINACAO: 05/11/2014 MERCADO: EURONEXT LISBON

Leia mais

IMMIGRATION Canada. Study Permit. São Paulo Visa Office Instructions. Table of Contents. For the following country: Brazil IMM 5849 E (04-2015)

IMMIGRATION Canada. Study Permit. São Paulo Visa Office Instructions. Table of Contents. For the following country: Brazil IMM 5849 E (04-2015) IMMIGRATION Canada Table of Contents Document Checklist Study Permit (disponible en Portuguese) Study Permit São Paulo Visa Office Instructions For the following country: Brazil This application is made

Leia mais

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline 26-0 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Curso de Finanças Corporativas Prof. Edson Pamplona (www.iem.efei.br/edson) CAPÍTULO 27 Administração de Capital de Giro

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS COORDENADORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS International Relations Office FORMULÁRIO DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE DE INTERCÂMBIO EXCHANGE STUDENT APPLICATION FORM Semestre

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA VISA APPLICATION FORM PEDIDO DE VISTO DE ENTRADA

REPÚBLICA DE ANGOLA VISA APPLICATION FORM PEDIDO DE VISTO DE ENTRADA Please complete the form in black ink. Check the boxes that apply and attach Invitation letter or information sent by individual or institution to be contacted in Angola Valid passport Two recent passport

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Serviços para Cumprimento com FATCA. Pensado com você em mente

Serviços para Cumprimento com FATCA. Pensado com você em mente L L C Área de Atuação Global de Fundos de Investimento Serviços para Cumprimento com FATCA Pensado com você em mente simplifique Saiba como podemos simplificar o cumprimento com FATCA. Nossos parceiros

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

http://www.sec.gov/archives/edgar/data/1038572/0001292814100009...

http://www.sec.gov/archives/edgar/data/1038572/0001292814100009... 1 de 5 18/05/2010 14:44 20-F/A 1 cbdform20f2008a.htm 20F 2008 A UNITED STATES SECURITIES AND EXCHANGE COMMISSION WASHINGTON, D.C. 20549 FORM 20-F/A Amendment No. 1 ANNUAL REPORT PURSUANT TO SECTION 13

Leia mais

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal O Instituto de Seguros de Portugal aprovou hoje a Norma Regulamentar n.º 12/2010 R, relativa à utilização de fundos de

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil Topic on this manual is about the greatest of those manualdepsiquiatriainfantil manual de psiquiatria infantil might have lots 1000s of different

Leia mais

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user.

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user. Órgão: Ministry of Science, Technology and Innovation Documento: Flow and interaction between users of the system for submitting files to the periodicals RJO - Brazilian Journal of Ornithology Responsável:

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

F.A.T.C.A. Foreign Account Tax Compliance Act Apresentação à ABBC

F.A.T.C.A. Foreign Account Tax Compliance Act Apresentação à ABBC F.A.T.C.A. Foreign Account Tax Compliance Act Apresentação à ABBC Fevereiro/2013 OVERVIEW: HISTÓRICO, FFIS, IMPOSTO NA FONTE, US PERSONS. HISTÓRICO ALVO: FAT CATS. Resposta aos escândalos, envolvendo diversos

Leia mais

Formulário para Visto Visa Application Form

Formulário para Visto Visa Application Form CONSULATE GENERAL OF INDIA São Paulo Brazil Av. Paulista, 925 7º Andar CEP 01311-100 São Paulo/SP Telefone: (11) 3171-0340 / Fax: (11) 3171-0342 www.indiaconsulate.org.br Formulário para Visto Visa Application

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais I REPÚBLICA PORTUGUESA MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PEDIDO DE REEMBOLSO DO IMPOSTO PORTUGUÊS SOBRE DIVIDENDOS DE ACÇÕES E JUROS DE VALORES MOBILIÁRIOS REPRESENTATIVOS DE DÍVIDA, EFECTUADO AO ABRIGO DA CONVENÇÃO

Leia mais

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Diploma Decreto-Lei n.º 62/2005 11/03 Estado: Vigente Legislação Resumo: Transpõe para a ordem jurídica interna a Directiva n.º 2003/48/CE, do Conselho, de 3 de Junho, relativa à tributação dos rendimentos

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

FONTE Aviso do Ministério dos Negócios Estrangeiros (Diário do Governo, I Série n.º 108, p. 493)

FONTE Aviso do Ministério dos Negócios Estrangeiros (Diário do Governo, I Série n.º 108, p. 493) DATA 27.4.1963 FONTE Aviso do Ministério dos Negócios Estrangeiros (Diário do Governo, I Série n.º 108, p. 493) SUMÁRIO Torna público ter sido concluído em Camberra um acordo entre o governo português

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

Até ao dia 10. Até ao dia 15 (cont.) Até ao dia 20. Até ao dia 15. IRS Declaração Mensal de Remunerações. IRS/ IRC Dossier Fiscal

Até ao dia 10. Até ao dia 15 (cont.) Até ao dia 20. Até ao dia 15. IRS Declaração Mensal de Remunerações. IRS/ IRC Dossier Fiscal Até ao dia 10 IRS Declaração Mensal de Remunerações Entrega da Declaração Mensal de Remunerações, por transmissão eletrónica de dados, pelas entidades devedoras de rendimentos do trabalho dependente sujeitos

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

SEGURO PARA FUSÕES E AQUISIÇÕES. M&A (Mergers & Acquisitions)

SEGURO PARA FUSÕES E AQUISIÇÕES. M&A (Mergers & Acquisitions) SEGURO PARA FUSÕES E AQUISIÇÕES M&A (Mergers & Acquisitions) AIG M&A Maior e mais experiente seguradora de Seguro de M&A Mais de 1200 apólices emitidas em 23 diferentes jurisdições; 250 apólices apenas

Leia mais

IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE

IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE IN THE CIRCUIT COURT FOR ORANGE COUNTY, FLORIDA PROBATE DIVISION IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE Case No / N o do Caso: ANNUAL GUARDIAN ADVOCATE REPORT ANNUAL GUARDIAN ADVOCATE PLAN

Leia mais

SÃO PAULO 916.321.967-00 CLÓVIS AUGUSTO MANFIO 063.986.528-35

SÃO PAULO 916.321.967-00 CLÓVIS AUGUSTO MANFIO 063.986.528-35 Corporate Legal Name ALARM-TEK ELETRONICA LTDA Trade Name ALARMTEK Address Calçada das Anêmonas, nº. 42 District Centro Comercial - Alphaville Zip Code 6453-5 Telephones 11 4191-7256 Corporate Tax Registration

Leia mais

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231 1 / 14 Bank Panel Portugal Features Panel size (ISO): 32.637 People profiled (ISO): 11.557 Estimated response rate (ISO): 41% Updated: 15/12/2014 Size (ISO): number of panelists according to ISO 26362

Leia mais

BCS Expertise para preencher

BCS Expertise para preencher BCS Expertise para preencher papéis-chave do projeto Serviço Symantec que ajuda a Suportar seu Negócio Hugo Saadi Serviços de Informática Itaú BBA Agenda Overview Institucional Business Critical Services

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO Capital Garantido Brasil 2015 Notes ( Brasil 2015 Notes ) a emitir pelo Espirito Santo Investment p.l.c. ao abrigo do seu 2,500,000,000 Euro Medium Term

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

O que vimos na aula passada? O que é o mercado financeiro? O que é mercado de capitais? O que é mercado de valores mobiliários?

O que vimos na aula passada? O que é o mercado financeiro? O que é mercado de capitais? O que é mercado de valores mobiliários? O que vimos na aula passada? O que é o mercado financeiro? O que é mercado de capitais? O que é mercado de valores mobiliários? Regulação do mercado de valores mobiliários Quais os segmentos do mercado

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL?

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? Doing Business in Brazil: Pathways to Success, Innovation and Access under the Legal Framework Keynote Speaker: Mr. José Ricardo de Bastos Martins Partner of Peixoto

Leia mais

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime Foreign Investments and Brazilian Tax Regime André Ricardo Passos May/2010 1 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 2 Legal Regime 3 Taxation Regime 2 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 3 Direct Foreign Investment

Leia mais

CONCLUSÃO DO PROGRAMA DE SONDAGENS EM MALHA APERTADA NO PROJECTO DE OURO EM BOA FÉ REINÍCIO DA PERFURAÇÃO NO PROJETO DE TUNGSTENIO EM TABUAÇO

CONCLUSÃO DO PROGRAMA DE SONDAGENS EM MALHA APERTADA NO PROJECTO DE OURO EM BOA FÉ REINÍCIO DA PERFURAÇÃO NO PROJETO DE TUNGSTENIO EM TABUAÇO COMUNICADO À IMPRENSA 18 de Junho de 2014 GTP (TSX-V) P01 (FRANKFURT) COLTF - (OTCQX) CONCLUSÃO DO PROGRAMA DE SONDAGENS EM MALHA APERTADA NO PROJECTO DE OURO EM BOA FÉ REINÍCIO DA PERFURAÇÃO NO PROJETO

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

Transparência Fiscal TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS

Transparência Fiscal TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS Transparência Fiscal TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS Troca automática de informações Uma verdadeira revolução está em curso relativamente à troca de informações financeiras em matéria fiscal.

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010 Nota de Informação Estatística, 20 de Outubro de 2010 Novos quadros de informação estatística da Central de Responsabilidades de Crédito - empréstimos concedidos pelo sistema financeiro residente a particulares

Leia mais

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão

Os direitos não exercidos no fim do período de subs crição expirarão AVISO DO EVENTO CORPORATIVO: Aumento de capital por subscrição INTELLIGENT SENSING ANYWHERE LOCALIZACAO: Lisbon N DO AVISO: LIS_20150814_00713_ALT DATA DE DISSEMINACAO: 14/08/2015 MERCADO: ALTERNEXT LISBON

Leia mais

Gestão de Benefícios 1

Gestão de Benefícios 1 Gestão de Benefícios 1 Payment process of Bolsa Família Benefit granting The Municipalities register poor families Following quality analysis, registries are activated for benefit granting Based on its

Leia mais

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name Subject: The finance source/ new application/ project submission form All questions must be answered in details to receive an informed response. All information & data are to be provided directly by the

Leia mais

www.pwc.com.br The PECEX Method

www.pwc.com.br The PECEX Method www.pwc.com.br The PECEX Method Comparison between Brazil and OECD approach Main aspects of Brazilian TP rules as compared with OCDE Guidelines: Sixth Method Few countries adopt the Sixth Method for commodities,

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL EMBAIXADA DO BRASIL EM RIADE Informações gerais REGISTRO CONSULAR DE NASCIMENTO Atualizado em outubro de 2014 O registro de nascimento

Leia mais

9.23 9.38 11.04 9.72 11.21 9.30 9.30 14.02 10.40 11.68 9.67 9.92 10.57 10.56 11.42 11.17 11.17 11.65 11.17 10.93 10.21 9.81 13.48 11.45 14.

9.23 9.38 11.04 9.72 11.21 9.30 9.30 14.02 10.40 11.68 9.67 9.92 10.57 10.56 11.42 11.17 11.17 11.65 11.17 10.93 10.21 9.81 13.48 11.45 14. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE CONTRATO PARA EMPREGADOS DOMÉSTICOS NOS ESTADOS UNIDOS Candidatos a visto de empregado doméstico, acompanhante, e/ou empregado contratado por diplomatas em missão estrangeira,

Leia mais