FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº /13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13"

Transcrição

1 FORENSIC SERVICES Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº /13

2 A corrupção e a fraude 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 2

3 Introdução Combate à Corrupção 2014/2015 Operação Lava-jato Um dos objetivos do Brasil ao criar a Lei nº /13 foi o de atender a um acordo firmado pelo Brasil, com a OCDE, no qual todas as nações signatárias do tratado se comprometeram a combater a corrupção nas Transações Comerciais Internacionais Brasil: Lei Anticorrupção nº /13 (sancionada em 01/08/13 e com vigência a partir de 29/01/14) Projeto de Lei Anticorrupção - Desde 8 de fevereiro em tramitação no Congresso Brasileiro Reino Unido: UK Bribery Act ONU: Pacto Global (Global Pact) Contra a Corrupção OCDE: Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Transações Comerciais Internacionais OEA (1948): A partir de 1990, definiram como uma das prioridades dos seus trabalhos a repressão à corrupção EUA: FCPA (Foreign Corrupt Practices Act) 2013 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 72537) Sobre a Lei Brasileira Anticorrupção 3

4 O custo da corrupção e da fraude 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 4

5 O custo da corrupção e da fraude Cobertura negativa dos meios de comunicação Despesas de investigação Litígio Atenção das autoridades Consequência de casos de corrupção e fraude Reação negativa do mercado Ausência de novos investimentos de capital Efeito bola de neve Perda de confiança no negócio 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 5

6 O custo da corrupção e da fraude Ano Casos Multa A Siemens, empresa de manufatura alemã, esteve envolvida em atos de corrupção com funcionários do governo e atos de falsificação de seus livros e registros contábeis para ocultar o pagamento de subornos. A KBR, empresa norte-americana de construção, a Technip S.A., empresa francesa de engenharia, a ENI/Snamproghetti e a JGC foram acusadas de subornar funcionários do governo da Nigéria. Empreiteira contratista inglesa foi acusada de subornar funcionários públicos na Arábia Saudita, na República Checa e na Hungria para a obtenção de A ENI/Snamproghetti, empresa francesa de engenharia, a Technip, a KBR e a JGC foram acusadas de subornar o governo da Nigéria. A Technip S.A., empresa francesa de engenharia, a KBR, a ENI/Snamproghetti e a JGC foram acusadas de subornar o governo da Nigéria. A JGC, empresa japonesa de construção, a Technip, a KBR e a ENI/Snamproghetti foram acusadas de subornar o governo da Nigéria. Empresa alemã fabricante de automóveis foi acusada de subornar funcionários do governo da Rússia, da Croácia e da China para obter contratos de compra de caminhões de bombeiros e outros veículo comerciais. Empresa francesa de fabricação de equipamentos de telecomunicação foi acusada de pagar subornos a funcionários do governo na Costa Rica, em Honduras, na Malásia e em Taiwan para vencer contratos na América Latina e na Ásia. Empresa de telecomunicações foi acusada de pagar subornos a funcionários do governo da Macedônia e de Montenegro e pela falsificação de seus livros e registros contábeis para ocultar o pagamento de subornos. Empresa suíça de serviços de transporte e logística foi acusada de subornar funcionários do governo na Nigéria, na Angola, no Brasil, na Rússia e no Cazaquistão. US$ 800 milhões US$ 579 milhões US$ 400 milhões US$ 365 milhões US$ 338 milhões US$ 218 milhões US$ 185 milhões US$ 137 milhões US$ 95 milhões US$ 82 milhões 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 6

7 O custo da corrupção e da fraude Estimativas da Association of Certified Fraud Examiners* (ACFE) indicam que: As empresas têm 5% do seu faturamento perdido a cada ano em função de práticas fraudulentas ou irregulares. O tempo médio desde o início do esquema de fraude até sua detecção atinge os 18 meses. As pequenas organizações são vítimas de fraudes desproporcionais. Essas organizações geralmente carecem de controle antifraude em comparação com outras organizações de maior porte, tornando-as particularmente vulneráveis. Os controles antifraude ajudam a reduzir o custo e a duração dos esquemas de fraude. * Association of Certified Fraud Examiners (ACFE), 2012 Report to the nation on occupational fraud and abuse Este estudo baseia-se em casos de fraude que foram reportados por Certified Fraud Examiners (CFEs) que os investigaram. Esses ilícitos ocorreram em quase 100 países em seis continentes, e mais de 42% ocorreram fora dos EUA KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 7

8 A corrupção e a fraude Definição de corrupção e fraude Corrupção Sob uma perspectiva geral, corrupção é o abuso de uma posição de poder, ou de confiança, para a obtenção de um benefício desonesto. O núcleo da corrupção corporativa reside no fato de que um diretor ou funcionário atua de forma desleal em relação à própria empresa, aproveitando seu cargo para obter um benefício próprio. É difícil generalizar se a corrupção começa no setor público ou se é o setor privado que a estimula. Ambos os setores atuam como os dois lados de uma mesma moeda. A conduta corrupta acaba destruindo os princípios pelos quais uma sociedade é regida KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 8

9 Lei Brasileira Anticorrupção nº /13

10 Aplicabilidade da Lei Dos Atos lesivos à Administração Pública Prometer, oferecer ou dar vantagem indevida a agente público ou a terceira pessoa a ele vinculada; Comprovadamente financiar, custear ou patrocinar a prática dos atos ilícitos previstos nesta lei; Utilizar pessoa terceira, seja física, seja jurídica, para ocultar ou dissimular reais interesses ou identidade dos beneficiários dos atos praticados. No tocante a licitações e contratos com o governo: Frustrar ou fraudar, mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter competitivo de procedimento licitatório público; Manipular ou fraudar o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos celebrados com a Administração Pública; Dificultar atividade de investigação ou fiscalização de órgãos, entidades ou agentes públicos. Aplicabilidade Sociedades empresárias e simples, independentemente da forma de organização ou do modelo societário adotado. Quaisquer fundações, associações ou sociedades estrangeiras que tenham sede, filial ou representação no território brasileiro (ainda que temporariamente). Sucessão por decorrência de alteração contratual, transformação, fusão ou cisão societária. Responsabilidade solidária para controladoras, controladas, coligadas e consorciadas KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 72537) Sobre a Lei Brasileira Anticorrupção 10

11 Sanções Considerações na aplicação das sanções Gravidade da infração; Vantagem auferida ou pretendida pelo infrator; Consumação ou não da infração; Grau da lesão ou perigo de lesão; Situação econômica do infrator; Cooperação da pessoa jurídica para a apuração das infrações; Valor dos contratos mantidos pela pessoa jurídica com o órgão ou a entidade pública lesados; Existência de mecanismos e procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e a aplicação efetiva de códigos de ética e de conduta no âmbito da pessoa jurídica. jurídica; Penalidades Esfera administrativa Multas de 0,1% a 20% do faturamento bruto do exercício anterior ao da instauração do processo administrativo - excluídos os tributos (caso não seja possível a apuração do faturamento bruto, a multa será de R$ 6 mil a R$ 60 milhões); Publicação extraordinária da decisão condenatória. Esfera judicial Perda dos bens, direitos ou valores obtidos da infração; Suspensão ou interdição parcial das atividades; Dissolução compulsória da pessoa jurídica; Proibição de receber incentivos, subsídios, subvenções, doações ou empréstimos de órgãos ou entidades e instituições financeiras públicas ou controladas pelo Poder Público KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 72537) Sobre a Lei Brasileira Anticorrupção 11

12 Acordo de Leniência I. Caso exista cooperação por parte da entidade responsável, o Acordo de Leniência pode: Reduzir a sanção da pessoa jurídica em até dois terços do valor da multa aplicável; Isentar a entidade jurídica da proibição de receber incentivos, subsídios, subvenções, doações ou empréstimos de órgãos ou entidades públicas e de instituições financeiras públicas ou controladas pelo poder público. O Acordo de leniência não exime a pessoa jurídica da obrigação de reparar integralmente o dano causado. II. A cooperação deverá resultar: Na identificação dos demais envolvidos na infração, quando houver; Na obtenção de informações de forma ágil e rápida de informações comprobatórias de ação ilícita. III. O Acordo somente poderá ser celebrado se preenchidos, cumulativamente, os seguintes requisitos: Seja a primeira a se manifestar, cesse completamente seu envolvimento na infração, admita sua participação no ato ilícito, e Coopere plena e permanentemente com as investigações e o processo administrativo até seu encerramento KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 72537) Sobre a Lei Brasileira Anticorrupção 12

13 Preparando-se para a nova Lei

14 Fatores que contribuem para a sua ocorrência Menos de 10% das pessoas são completamente éticas; Menos de 10% são completamente imorais; Mais de 80% depende do incentivo que possuem para agir; éticos corrompíveis imorais A honestidade ou desonestidade de uma organização depende dos incentivos dados aos empregados para agir KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 14

15 Triângulo da fraude Motivação Incentivos ou pressões de funcionários ou da Administração Oportunidade Fraquezas nos controles internos Racionalização Justificativa interna de quem a comete Fonte: SAS KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 15

16 Esquemas comuns de fraude Árvore da Fraude Corrupção Demonstrações Fraudulentas Conflito de Interesse Propina/ FCPA Gratificações Ilegais Falsa cotação em licitações Gerenciam. do Resultado Falsificar dados Omitir Detalhamento de gastos Lançamentos sem doc. suporte Apropriação Indevida de Ativo Furto de Dinheiro Roubo de Estoque/Ativo Fixo Fornecedor Fictício Fraude na folha de pagamento Fraude com reembolso de despesas Roubo de dados Fonte: ACFE KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 16

17 Fatores que contribuem para a sua ocorrência Controles internos deficientes 36% Contorno (bypass) dos controles internos pela Administração 19% Controle deficiente sobre a Administração por parte dos diretores 19% Política de ética empresarial deficiente ou inexistente 9% Falta de treinamento em posições-chave 7% Falta de auditorias/verificações independentes 3% 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 17

18 DESAFIOS Framework de Compliance STAKEHOLDERS Prevenção Detecção Resposta Tone of the top Pessoas Processo Políticas Infraestrutura Avaliação dos riscos de fraude e condutas irregulares Código de Conduta, Políticas e Procedimentos Comunicação e Treinamento Controles antifraude Due diligence para funcionários e terceiros Monitoramento Canal de denúncias Auditorias Gerenciamento do incidente Protocolos internos de Investigação Avaliação do resultado Medidas disciplinares Melhoria Contínua Comunicação Independência Orçamento 18

19 FORENSIC SERVICES Gerenciamento de Riscos de Terceiros e Due Diligence de Integridade

20 O desafio do gerenciamento do Risco de terceiros A ameaça do cumprimento da regulamentação e o risco de exposição de reputação está levando as companhias a avaliar as relações atuais e potenciais com seus clientes, agentes, fornecedores, parceiros de negócios, distribuidores e outros terceiros críticos. Mas ao fazê-lo, as empresas enfrentam desafios fundamentais, incluindo: Como identificar o universo de seus terceiros; Quais são as atividades críticas e como avaliar o risco dos terceiros e Como iniciar e manter um programa eficaz de gestão de risco de terceiros, incluindo qual o nível de due diligence a ser realizado em quais terceiros. Foco: Anti Corrupção Anti Lavagem de dinheiro Legislações internacionais 2012 KPMG, sociedad civil y firma miembro de la red de firmas miembro independientes de KPMG afiliadas a KPMG International Cooperative ( KPMG International ), una entidad suiza. Derechos reservados.

21 Lei : Responsabilidade Objetiva Art. 2º - As pessoas jurídicas serão responsabilizadas objetivamente, nos âmbitos administrativo e civil, pelos atos lesivos previstos nesta Lei praticados em seu interesse ou benefício, exclusivo ou não. - não será necessária a comprovação de culpa ou dolo. - comprovação da prática de atos lesivos praticados no interesse da PJ ou em seu benefício, exclusivo ou não - as pessoas jurídicas serão responsabilizadas objetivamente nas esferas administrativa e civil KPMG, sociedad civil y firma miembro de la red de firmas miembro independientes de KPMG afiliadas a KPMG International Cooperative ( KPMG International ), una entidad suiza. Derechos reservados. 3/17/

22 Red Flag Terceiro que: Está localizado em um país conhecido por corrupção generalizada Tem um histórico de pagamentos indevidos Tem sido processado por procedimentos antiéticos Tem uma má reputação Recusa-se a aceitar adesão a um Código de Conduta e um Programa de Compliance Perdeu contrato com outras empresas por conduta antiética Tem uma relação familiar com uma autoridade do governo Tem em sua sociedade um alto funcionário do Governo Tem negócios ou associação com funcionários estrangeiros Trabalhou há pouco tempo no Governo 2012 KPMG, sociedad civil y firma miembro de la red de firmas miembro independientes de KPMG afiliadas a KPMG International Cooperative ( KPMG International ), una entidad suiza. Derechos reservados. 3/17/

23 Red Flag Terceiro que: Atua em uma área de negócios diferente daquela para a qual foi contratado Faz frequentemente grandes contribuições políticas Realiza reuniões privadas com autoridades públicas Solicita pagamentos em moedas estrangeiras 2012 KPMG, sociedad civil y firma miembro de la red de firmas miembro independientes de KPMG afiliadas a KPMG International Cooperative ( KPMG International ), una entidad suiza. Derechos reservados. 3/17/

24 Volume of Subjects/Third Parties Elements of an effective third-party risk management program Determining the In-scope Third Parties Managing the Third-Party Risk Assessment and Ranking Process Conducting the Appropriate Level of Integrity Due Diligence Monitoring and Evaluation Consideration of next steps from results of due diligence Apply Data Analytics Assess attributes and apply attribute weighting Perform attribute screening Collect additional information i.e., Due Diligence Questionnaires Risk ranking of Third Parties Lower Risk Third Parties Sanctions/PEP Screening Third party acceptance Further due diligence Contract compliance review Terminate relationship Remediation Enhanced contracting provisions Vendor Payment Activity Vendor PO Activity Customer Invoice Activity Customer Order Activity U.S. Domiciled/U.S. Only External Commissions Payments Duplicates Exclusion & Reputation Check Risk Ranking: Company Information Geographic location Nature of Services Business Needs Justification Third-Party Compensation Third-Party Selection Process Government Connections Astrus reports (Intermediate) In-Depth integrity due diligence Training Enhanced approval process Monitoring of higher risk entities Event-driven review Frequency of review In Scope TPs Contracting Provisions Payment Provisions Higher Risk Third Parties Depth of Research Technology Enablement 2012 KPMG, sociedad civil y firma miembro de la red de firmas miembro independientes de KPMG afiliadas a KPMG International Cooperative ( KPMG International ), una entidad suiza. Derechos reservados.

25 Mais forte Mais fraco Administração do risco de fraude O princípio do iceberg Exemplo de estratégia de administração do risco de fraude Resposta Ver menos Investigações independentes Levantamento de provas Análises de tendências de fraude Revisão de controles posteriores à fraude Plano de resposta à fraude Detecção Auditoria surpresa Sistema de denúncias Análise de dados de forensic Certificação independente Controles de detecção Linha d água da organização Ver mais Prevenção Avaliação do risco de fraude Conscientização sobre fraude Formação em Prevenção de fraude Código de Ética Plano de prevenção de fraude Due diligence de terceiros 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 25

26 Administração do risco de fraude onde está a linha d água da sua Não podemos resolver o que não vemos organização? 2014 KPMG Transaction and Forensic Services Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. (KPDS 77803) A corrupção e a fraude 26

27 Muito Obrigado! Contato Claudio Peixoto Managing Diretor

FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações Responsabilidades da Administração e do Contador

FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações Responsabilidades da Administração e do Contador FORENSIC SERVICES Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações Responsabilidades da Administração e do Contador Introdução 1974: Caso Watergate 1977: Aprovação FCPA 1997: OCDE - Convenção

Leia mais

FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações

FORENSIC SERVICES. Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações FORENSIC SERVICES Lei Brasileira Anticorrupção Lei nº 12.846/13 e atualizações Introdução 1974: Caso Watergate 1977: Aprovação FCPA 1997: OCDE - Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos

Leia mais

FORENSIC SERVICES. A corrupção e a fraude

FORENSIC SERVICES. A corrupção e a fraude FORENSIC SERVICES Agenda O custo da corrupção e da fraude Fatores que contribuem para a sua ocorrência A corrupção, a fraude e as condutas irregulares Estratégia efetiva na Administração dos riscos de

Leia mais

CONTADOR JOSE LUIZ VAILATTI. Lei 12. 846/2013 LEI ANTI CORRUPÇÃO EMPRESARIAL

CONTADOR JOSE LUIZ VAILATTI. Lei 12. 846/2013 LEI ANTI CORRUPÇÃO EMPRESARIAL CONTADOR JOSE LUIZ VAILATTI Lei 12. 846/2013 LEI ANTI CORRUPÇÃO EMPRESARIAL Atender às exigências internacionais de combate a corrupção Estimular a prática do compliance. Ética corporativa na administração.

Leia mais

Índice de Percepção da Corrupção 2013

Índice de Percepção da Corrupção 2013 A Lei Anticorrupção A Lei Anticorrupção Um ambiente de negócios no qual empresas se relacionam com órgãos públicos e agentes do governo de forma transparente, lícita e ética é importante para o aumento

Leia mais

Presidente sanciona Nova Lei Anticorrupção

Presidente sanciona Nova Lei Anticorrupção Compliance Presidente sanciona Nova Lei Anticorrupção A Presidente Dilma Rousseff sancionou, no dia 1º de agosto de 2013, a nova Lei Anticorrupção do país. A nova lei (Lei No. 12,846/2013) foi publicada

Leia mais

AGEOS Associação Gaúcha de Obras de Saneamento. Giovani Agostini Saavedra Saavedra & Gottschefsky Advogados Associados

AGEOS Associação Gaúcha de Obras de Saneamento. Giovani Agostini Saavedra Saavedra & Gottschefsky Advogados Associados AGEOS Associação Gaúcha de Obras de Saneamento Giovani Agostini Saavedra Saavedra & Gottschefsky Advogados Associados Breve panorama sobre a nova Lei Anticorrupção Giovani Agostini Saavedra Contexto da

Leia mais

Lei Anticorrupção: principais aspectos e como se preparar para este novo cenário

Lei Anticorrupção: principais aspectos e como se preparar para este novo cenário Lei Anticorrupção: principais aspectos e como se preparar para este novo cenário Marcelo Leonardo Cristiano Helena Marques de Souza Fernandes Como um dos resultados do compromisso assumido pelo Brasil

Leia mais

Lei Anticorrupção Desafios do Compliance

Lei Anticorrupção Desafios do Compliance Lei Anticorrupção Desafios do Compliance Introdução: combate à corrupção no mundo Índice de Percepção de Corrupção 1 - Nova Zelândia (91 pontos) 1 - Dinamarca (91 pontos) 3 - Finlândia (89 pontos) 3 -

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO - RESPONSABILIZAÇÃO CIVIL E ADMINISTRATIVA DAS PESSOAS JURÍDICAS.

LEI ANTICORRUPÇÃO - RESPONSABILIZAÇÃO CIVIL E ADMINISTRATIVA DAS PESSOAS JURÍDICAS. LEI ANTICORRUPÇÃO - RESPONSABILIZAÇÃO CIVIL E ADMINISTRATIVA DAS PESSOAS JURÍDICAS. LEI ANTICORRUPÇÃO LEI 12.846 de 1º de agosto de 2013 (publicada em 02/08/2013) LEI ANTICORRUPÇÃO BRASILEIRA LEI ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

A LEI ANTICORRUPÇÃO E AS POLÍTICAS DE COMPLIANCE. Agosto, 2014

A LEI ANTICORRUPÇÃO E AS POLÍTICAS DE COMPLIANCE. Agosto, 2014 A LEI ANTICORRUPÇÃO E AS POLÍTICAS DE COMPLIANCE Agosto, 2014 Lei Anticorrupção Brasileira: Lei 12.846/2013 Aspectos Gerais: Vigência: Entrou em vigor em 29/01/2014; Será regulamentada. Objetivo: Responsabilizar

Leia mais

LEI Nº 12.846/2013 A LEI ANTICORRUPÇÃO. S e m i n á r i o r e a l i z a d o n o F e l s b e r g A d v o g a d o s e m 0 5 / 0 2 / 2 0 1 4

LEI Nº 12.846/2013 A LEI ANTICORRUPÇÃO. S e m i n á r i o r e a l i z a d o n o F e l s b e r g A d v o g a d o s e m 0 5 / 0 2 / 2 0 1 4 LEI Nº 12.846/2013 A LEI ANTICORRUPÇÃO S e m i n á r i o r e a l i z a d o n o F e l s b e r g A d v o g a d o s e m 0 5 / 0 2 / 2 0 1 4 01. Introdução E v y M a r q u e s e v y m a r q u e s @ f e l s

Leia mais

Trade Compliance na Lei Brasileira Anticorrupção

Trade Compliance na Lei Brasileira Anticorrupção Trade Compliance na Lei Brasileira Anticorrupção Ibrac Agosto/2014 Barretto Barretto Ferreira Ferreira, e Brancher Kujawski e Brancher Sociedade Sociedade de Advogados de Advogados R. Dr. R. Eduardo Dr.

Leia mais

FID - Fraudes, Investigações e Disputas A Nova Lei Brasileira Anticorrupção 12.846/13 Câmara de Com. e Ind. Japonesa do Brasil

FID - Fraudes, Investigações e Disputas A Nova Lei Brasileira Anticorrupção 12.846/13 Câmara de Com. e Ind. Japonesa do Brasil FID - Fraudes, Investigações e Disputas A Nova Lei Brasileira Anticorrupção 12.846/13 Câmara de Com. e Ind. Japonesa do Brasil Page 1 BDO Brazil TÓPICOS BDO Brazil Valores BDO no Brasil Serviços Departamento

Leia mais

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br 86º ENIC: 2014 Comissão de Obras Públicas - COP Lei Anticorrupção Lei nº 12.846, de 01/08/2013 PORTO ADVOGADOS www.porto.adv.br

Leia mais

PENALIDADES E RESPONSABILIDADE DE TERCEIROS LEI Nº 12.846/13

PENALIDADES E RESPONSABILIDADE DE TERCEIROS LEI Nº 12.846/13 PENALIDADES E RESPONSABILIDADE DE TERCEIROS LEI Nº 12.846/13 21/02/2014 E v y M a r q u e s e v y m a r q u e s @ f e l s b e r g. c o m. b r 01. PENALIDADES Penalidades Esfera Administrativa Multa de

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO E PRÁTICAS DE COMPLIANCE PARA PESSOAS JURÍDICAS

LEI ANTICORRUPÇÃO E PRÁTICAS DE COMPLIANCE PARA PESSOAS JURÍDICAS LEI ANTICORRUPÇÃO E PRÁTICAS DE COMPLIANCE PARA PESSOAS JURÍDICAS Objeto da Lei n.º12.846, de 2013 A Lei Anticorrupção dispõe sobre: a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas. pela

Leia mais

"FCPA e a Lei 12.846/2013 - Lei Anticorrupção" São Paulo, 05 de setembro de 2013. Fabyola Emilin Rodrigues Demarest Advogados

FCPA e a Lei 12.846/2013 - Lei Anticorrupção São Paulo, 05 de setembro de 2013. Fabyola Emilin Rodrigues Demarest Advogados "FCPA e a Lei 12.846/2013 - Lei Anticorrupção" São Paulo, 05 de setembro de 2013 Fabyola Emilin Rodrigues Demarest Advogados CORRUPÇÃO, O MALDOSÉCULO http://www.transparency.org/ http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/12/ranking-do-indice-de-percepcao-da-corrupcao-no-mundo.html

Leia mais

RESPONSABILIDADE DOS ADMINISTRADORES/ACIONISTAS À LUZ DA NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO. Caroline B. Brandt

RESPONSABILIDADE DOS ADMINISTRADORES/ACIONISTAS À LUZ DA NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO. Caroline B. Brandt RESPONSABILIDADE DOS ADMINISTRADORES/ACIONISTAS À LUZ DA NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO Caroline B. Brandt LACAZ MARTINS, PEREIRA NETO, GUREVICH & SCHOUERI ADVOGADOS SUMÁRIO CONTEXTO INTERNACIONAL E NACIONAL VISÃO

Leia mais

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br Associação Brasileira de Engenharia Industrial ABEMI Lei Anticorrupção Lei nº 12.846, de 01/08/2013 PORTO ADVOGADOS www.porto.adv.br

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO [LEI NO. 12.846, DE 1º. DE AGOSTO DE 2013]

LEI ANTICORRUPÇÃO [LEI NO. 12.846, DE 1º. DE AGOSTO DE 2013] LEI ANTICORRUPÇÃO [LEI NO. 12.846, DE 1º. DE AGOSTO DE 2013] PROGRAMA DE COMPLIANCE E ACORDO DE LENIÊNCIA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BELO HORIZONTE BRASÍLIA SALVADOR www.scbf.com. br SUMÁRIO A Lei Anticorrupção

Leia mais

Lei 12.846 Anticorrupção CMI- SINDUSCON RJ - 09/09/14

Lei 12.846 Anticorrupção CMI- SINDUSCON RJ - 09/09/14 Lei 12.846 Anticorrupção CMI- SINDUSCON RJ - 09/09/14 Aprovada em agosto de 2013 Lei de âmbito Federal, entrou em Vigor em janeiro de 2014, prevendo punições para as empresas que cometerem atos de Corrupção

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO BRASILEIRA: A NOVA DIRETRIZ ANTICORRUPÇÃO NO BRASIL

LEI ANTICORRUPÇÃO BRASILEIRA: A NOVA DIRETRIZ ANTICORRUPÇÃO NO BRASIL LEI ANTICORRUPÇÃO BRASILEIRA: A NOVA DIRETRIZ ANTICORRUPÇÃO NO BRASIL Agenda I. Introdução: i.i) Legislação aplicável antes do advento da Lei 12.846/13; i.ii) Legislação estrangeira sobre o tema; i.iii)

Leia mais

I - Legislação aplicável antes do advento da Lei 12.846/13

I - Legislação aplicável antes do advento da Lei 12.846/13 I - Legislação aplicável antes do advento da Lei 12.846/13 Código Penal - arts. 317, 333, 337 B, 337 - C: Corrupção Ativa e Passiva, Corrupção Ativa e Passiva em Transação Comercial Internacional e Tráfico

Leia mais

Nova Lei Anticorrupção Brasileira: Desafios e Oportunidades

Nova Lei Anticorrupção Brasileira: Desafios e Oportunidades Nova Lei Anticorrupção Brasileira: Desafios e Oportunidades Fernanda Fauze Carlos Advogada Trench, Rossi e Watanabe Advogados Agenda 1 Introdução 2 Contexto: Combate à Corrupção no Brasil Prisões por crimes

Leia mais

MEMORANDO AOS CLIENTES ANTICORRUPÇÃO E COMPLIANCE FEVEREIRO/2014. Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013 Lei Anticorrupção.

MEMORANDO AOS CLIENTES ANTICORRUPÇÃO E COMPLIANCE FEVEREIRO/2014. Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013 Lei Anticorrupção. MEMORANDO AOS CLIENTES ANTICORRUPÇÃO E COMPLIANCE FEVEREIRO/2014 Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013 Lei Anticorrupção. Entrou em vigor no dia 29 de janeiro a Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013,

Leia mais

Um programa de compliance eficiente para atender a lei anticorrupção Lei 12.846/2013

Um programa de compliance eficiente para atender a lei anticorrupção Lei 12.846/2013 Um programa de compliance eficiente para atender a lei anticorrupção Lei 12.846/2013 FEBRABAN Arthur Lemos Jr Promotor de Justiça Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos Compliance A LEI PROVOCA

Leia mais

A implementação da Lei Anticorrupção no Brasil

A implementação da Lei Anticorrupção no Brasil A implementação da Lei Anticorrupção no Brasil Ricardo Villas Bôas Cueva Ministro do Superior Tribunal de Justiça Encontro Brasil-Reino Unido: Gestão e Imagem da Justiça Superior Tribunal de Justiça, 18

Leia mais

Compliance e a Lei Anticorrupção

Compliance e a Lei Anticorrupção Compliance e a Lei Anticorrupção 25 de Julho de 2013 Erica Sarubbi Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil O que é Compliance? 2 Definição Compliance é a prática relacionada ao cumprimento das

Leia mais

A Importância da aderência ao Foreign Corrupt Practices Act (FCPA)

A Importância da aderência ao Foreign Corrupt Practices Act (FCPA) A Importância da aderência ao Foreign Corrupt Practices Act (FCPA) Últimas Tendências e Controvérsias 20 de junho de 2013 São Paulo Brasil O conteúdo dessa apresentação é de propriedade de Trench, Rossi

Leia mais

D&O e LEI ANTICORRUPÇÃO. Tiradentes, 01 de julho de 2015

D&O e LEI ANTICORRUPÇÃO. Tiradentes, 01 de julho de 2015 0 D&O e LEI ANTICORRUPÇÃO Tiradentes, 01 de julho de 2015 D&O O SEGURO NO BRASIL HISTÓRICO DO SEGURO DE D&O Após o crash de 1929 foi criado nos anos 30 pelo Lloyd s o seguro de D&O 1 1 2 Final dos Anos

Leia mais

Lei da Empresa Limpa (Lei 12.846/2013) Carlos Higino Ribeiro de Alencar Secretário- ExecuGvo CONTROLADORIA- GERAL DA UNIÃO

Lei da Empresa Limpa (Lei 12.846/2013) Carlos Higino Ribeiro de Alencar Secretário- ExecuGvo CONTROLADORIA- GERAL DA UNIÃO Lei da Empresa Limpa (Lei 12.846/2013) Carlos Higino Ribeiro de Alencar Secretário- ExecuGvo CONTROLADORIA- GERAL DA UNIÃO 1º Fórum de Licitações e Contratos Administrativos do Ministério do Meio Ambiente

Leia mais

Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção

Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção Em 19 de março de 2015, foi publicado o Decreto Federal nº 8.420, de 18 de março de 2015 ( Decreto ), que regulamenta a Lei Federal nº 12.846, de 1º

Leia mais

LEI 12.846/2013 (Lei Anticorrupção LAC)

LEI 12.846/2013 (Lei Anticorrupção LAC) 14 DE MARÇO DE 2014 LEI 12.846/2013 (Lei Anticorrupção LAC) FABIO VALGAS Chefe Regional Controladoria Regional da União no Estado do Rio de Janeiro Lei 12.846/2013 Lei Anticorrupção - LAC A Lei n.º 12.846/13

Leia mais

Lei Anticorrupção nº 12.846/13 Aspectos Operacionais de Compliance e Gestão de Riscos

Lei Anticorrupção nº 12.846/13 Aspectos Operacionais de Compliance e Gestão de Riscos Lei Anticorrupção nº 12.846/13 Aspectos Operacionais de Compliance e Gestão de Riscos Brasília, 22 de Maio de 2014 Para Começar Quem somos? Por que estamos aqui? Quais as expectativas? Quais as preocupações?

Leia mais

Prevenção a Corrupção

Prevenção a Corrupção Prevenção a Corrupção São Paulo Novembro de 2013 2012 Deloitte Touche Tohmatsu no ambiente corporativo Gustavo Lucena gustavolucena@deloitte.com Consultoria Riscos Empresariais da Deloitte 2012 Deloitte

Leia mais

Porque devemos combater a corrupção?

Porque devemos combater a corrupção? Porque devemos combater a corrupção? Para garantir que os recursos públicos cheguem ao cidadãos? Para criar um ambiente organizacional e negocial favorável? Para deixarmos de ser bobós? Esforços anticorrupção

Leia mais

Legislação Anticorrupção

Legislação Anticorrupção O que muda com a Lei nº 12.846/2013 e com o Decreto nº 8.420/2015 gsga.com.br São Paulo Rio de Janeiro Curitiba Belo Horizonte Brasília Introdução 2 oooa partir da edição da chamada Lei Anticorrupção (Lei

Leia mais

Compliance e Anticorrupção

Compliance e Anticorrupção www.pwc.com.br Compliance e Anticorrupção Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Maio de 2015 Agenda Conceitos e Reflexões sobre Compliance Contexto normativo e aplicação das leis anticorrupção

Leia mais

BRASIL SALOMÃO E MATTHES ADVOCACIA

BRASIL SALOMÃO E MATTHES ADVOCACIA BRASIL SALOMÃO E MATTHES ADVOCACIA Fundação - 1.3.1969-46 anos Thiago Pena Advogado com atuação em contratos, societário e contencioso cível. 2º Panorama Econômico e Jurídico Painel Jurídico I Módulo:

Leia mais

Cenário Mundial - Corrupção

Cenário Mundial - Corrupção Cenário Mundial - Corrupção Pesquisa aponta 10 práticas de corrupção comuns no dia a dia do brasileiro 1. Não dar nota fiscal 2. Não declarar Imposto de Renda 3. Tentar subornar o guarda 4. Falsificar

Leia mais

Advisory FORENSIC NO BRASIL. Forensic. kpmg.com/br

Advisory FORENSIC NO BRASIL. Forensic. kpmg.com/br 1 Advisory FORENSIC NO BRASIL Forensic kpmg.com/br 2 A área de Forensic da KPMG no Brasil oferece serviços completos de assessoria em investigação, compliance, gerenciamento de riscos e suporte técnico

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS 1. Introdução A presente Política, aplicável à WEG S/A e todas as suas controladas, representa uma síntese das diretrizes existentes na

Leia mais

Pesquisa: Maturidade do Compliance no Brasil

Pesquisa: Maturidade do Compliance no Brasil Pesquisa: Maturidade do Compliance no Brasil Desafio das empresas no processo de estruturação da função e programa de compliance na prevenção, na detecção e no monitoramento dos riscos Emerson Melo Sócio-diretor

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO COMBRASCAN

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO COMBRASCAN O CONTEÚDO DESTA POLÍTICA É DE PROPRIEDADE DA COMBRASCAN E DESTINADO AO USO E DIVULGAÇÃO INTERNA, NÃO SENDO PERMITIDA A REPRODUÇÃO POR MEIO ELETRÔNICO OU FÍSICO, SEM PRÉVIA A AUTORIZAÇÃO DO DEPARTAMENTO

Leia mais

Anticorrupção e Compliance Empresarial

Anticorrupção e Compliance Empresarial Anticorrupção e Compliance Empresarial Convenções Internacionais Convenção Interamericana contra a Corrupção (OEA, 1996) (Brasil, 2002) Convenção da OCDE contra Suborno Transnacional (OCDE, 1997) (Brasil,

Leia mais

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PROJETO DE LEI Dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira, e dá outras providências. O CONGRESSO

Leia mais

POLÍTICA. COLABORADORES Referem-se a todos os empregados da empresa, independentemente do nível hierárquico.

POLÍTICA. COLABORADORES Referem-se a todos os empregados da empresa, independentemente do nível hierárquico. Página: 1 de 7 TÍTULO: ANTICORRUPÇÃO DOCUMENTOS REFERENCIADOS: Termo de Adesão à Política Anticorrupção Empresarial (GRC.COR.FOR.001), Formulário de Relacionamento com Agentes Públicos (GRC.COR.FOR.002)

Leia mais

1 Introdução... 2. 2 Definições... 3. 3 Compromisso e adesão... 5. 4 Indícios que podem caracterizar corrupção... 6

1 Introdução... 2. 2 Definições... 3. 3 Compromisso e adesão... 5. 4 Indícios que podem caracterizar corrupção... 6 Manual Anticorrupção Versão 1 Abr/2015 SUMÁRIO 1 Introdução... 2 2 Definições... 3 3 Compromisso e adesão... 5 4 Indícios que podem caracterizar corrupção... 6 5 Violações e Sanções Aplicáveis... 6 6 Ações

Leia mais

Auditoria Externa e Avaliação de Ativos

Auditoria Externa e Avaliação de Ativos A IAUDIT é uma consultoria empresarial com sede em São Paulo e atuação em todo o território nacional, que se diferencia pelo atendimento personalizado e comprometido, identificando e solucionando as necessidades

Leia mais

LEI 12.846 DECRETO 8.420

LEI 12.846 DECRETO 8.420 LEI ANTICORRUPÇÃO LEI 12.846 de 1º. de agosto de 2013 DECRETO 8.420 de 18 de março de 2015 Maria Luisa Pestana Guimarães Assessora Jurídica da CBIC PONTOS RELEVANTES 1. Aplicável nas três esferas do Poder:

Leia mais

A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação

A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação 6º AUDITE Seminário Nacional de Auditoria das Empresas do Setor Energético A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação Marcos Paulo Verissimo 11-08-2015 Roteiro Panorama geral da Lei n.

Leia mais

programa anticorrupção

programa anticorrupção A importância de um programa anticorrupção Corrupção no mundo - percepção Corrupção no mundo - realidade Marcos anticorrupção: leis e pactos 1977 EUA 2000 OCDE 2002 ONU 2006 Inst. Ethos 2010 Reino Unido

Leia mais

INTRODUÇÃO. Este Manual servirá como guia e descreverá alguns conceitos como:

INTRODUÇÃO. Este Manual servirá como guia e descreverá alguns conceitos como: I. INTRODUÇÃO A integridade é um dos valores da Marfrig Global Foods, sendo assim, tal princípio exclui qualquer hipótese de corrupção e exige uma atuação com retidão, legalidade, honestidade e que busque

Leia mais

LEI Nº 12.846/2013 Aspectos da Regulamentação Federal. Valdir Moysés Simão Ministro Chefe da Controladoria-Geral da União

LEI Nº 12.846/2013 Aspectos da Regulamentação Federal. Valdir Moysés Simão Ministro Chefe da Controladoria-Geral da União LEI Nº 12.846/2013 Aspectos da Regulamentação Federal Valdir Moysés Simão Ministro Chefe da Controladoria-Geral da União São Paulo, 07 de maio de 2015 LEI Nº 12.846/2013 Esta Lei dispõe sobre a responsabilização

Leia mais

Miguel Ângelo Salles Manente

Miguel Ângelo Salles Manente A Responsabilização Objetiva Administrativa de Pessoas Jurídicas pela Prática de Atos contra a Administração Pública, Nacional ou Estrangeira (Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013) Miguel Ângelo Salles

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC.

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. a JUSTIFICATIVA: A Alcoa Inc. ( Alcoa ) e sua administração têm o compromisso de conduzir todas as suas operações em todo o mundo com ética e em conformidade com todas

Leia mais

ADVISORY FORENSIC NO BRASIL. Forensic. kpmg.com/br

ADVISORY FORENSIC NO BRASIL. Forensic. kpmg.com/br 1 ADVISORY FORENSIC NO BRASIL Forensic kpmg.com/br 2 A área de Forensic da KPMG no Brasil oferece serviços completos de assessoria em investigação, compliance, gerenciamento de riscos e suporte técnico

Leia mais

14º Congresso de Auditoria Interna e Compliance

14º Congresso de Auditoria Interna e Compliance O Compliance e as metodologias para monitorar riscos de não conformidade 14º Congresso de Auditoria Interna e Compliance 11 de novembro 2014 14 horas Agenda Os principais objetivos do nosso encontro 1.

Leia mais

Lei Empresarial Anticorrupção brasileira

Lei Empresarial Anticorrupção brasileira Lei Empresarial Anticorrupção brasileira Prof. Dr. Fernando Horta Tavares Sistema Nacional de Defesa Legal da Moralidade Constituição Brasileira: Princípios Norteadores de Atuação da Administração Pública

Leia mais

1 Apresentação. 2 Relacionamento com o Setor Público

1 Apresentação. 2 Relacionamento com o Setor Público Índice 1 Apresentação... 2 2 Relacionamento com o Setor Público... 2 2.1 Regra de Relacionamento... 3 2.2 Brindes, presentes, dinheiro, viagens e convites de entretenimento e refeições de negócio 3 2.2.1

Leia mais

Jurídico (Setor de Ética e Conformidade) Laurel Burke, Advogado Responsável Conformidade, laurel.burke@regalbeloit.com

Jurídico (Setor de Ética e Conformidade) Laurel Burke, Advogado Responsável Conformidade, laurel.burke@regalbeloit.com Função/ Unidade de Negócios: Especialista no assunto: Data da primeira versão: Julho de 2011 Revisão nº: 3 Periodicidade de revisão: Anual Autor (Departamento, título e e-mail): Equipe de análise multidisciplinar:

Leia mais

COMMENTARY. Em colaboração com Mattos Muriel Kestener Advogados

COMMENTARY. Em colaboração com Mattos Muriel Kestener Advogados agosto 2013 JONES DAY COMMENTARY Em colaboração com Mattos Muriel Kestener Advogados A Lei Anticorrupção Empresarial Brasileira Novos Riscos para Empresas que Operam no Brasil No início de julho, enquanto

Leia mais

Garrastazu Advogados

Garrastazu Advogados PROGRAMA DE INTEGRIDADE CORPORATIVA Garrastazu Advogados Constituída a partir de uma história profissional de trinta e cinco anos de experiência na advocacia, a Garrastazu Advogados foi criada em 1999

Leia mais

Lei nº 12.846/2013 e a Responsabilização de Entes Privados

Lei nº 12.846/2013 e a Responsabilização de Entes Privados Lei nº 12.846/2013 e a Responsabilização de Entes Privados Flávio Rezende Dematté Coordenador-Geral de Responsabilização de Entes Privados CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO Encontro dos Auditores Internos do

Leia mais

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Visão geral anticorrupção Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Objetivo A Abbott tem o compromisso de fazer negócios de maneira ética e com conformidade legal, e adere à Lei

Leia mais

MANUAL SOBRE A LEI ANTICORRUPÇÃO LEI 12.846/2013 COMO AS EMPRESAS DEVEM SE PREVENIR DAS SANÇÕES PREVISTAS POR ESTA LEI O PROGRAMA DE COMPLIANCE

MANUAL SOBRE A LEI ANTICORRUPÇÃO LEI 12.846/2013 COMO AS EMPRESAS DEVEM SE PREVENIR DAS SANÇÕES PREVISTAS POR ESTA LEI O PROGRAMA DE COMPLIANCE MANUAL SOBRE A LEI ANTICORRUPÇÃO LEI 12.846/2013 COMO AS EMPRESAS DEVEM SE PREVENIR DAS SANÇÕES PREVISTAS POR ESTA LEI O PROGRAMA DE COMPLIANCE 1. INTRODUÇÃO Buscamos elaborar um manual prático sobre a

Leia mais

Política de Integridade

Política de Integridade Política de Integridade 1. INTRODUÇÃO Os procedimentos aqui descritos são complementares às diretrizes do Código de Conduta da empresa, e são norteados pelo compromisso assumido junto ao Pacto Empresarial

Leia mais

Seminário sobre a Lei n 12.846 Anticorrupção

Seminário sobre a Lei n 12.846 Anticorrupção Seminário sobre a Lei n 12.846 Anticorrupção Um encontro para discutir as práticas de combate à corrupção e fraudes ao redor do mundo Campinas 26 de Fevereiro de 2014 2012 Deloitte Touche Tohmatsu Bem-vindos!

Leia mais

Norma Permanente Assunto: Política de Combate à Corrupção Código da Norma: NAD-41 Data da publicação: 01/09/2015

Norma Permanente Assunto: Política de Combate à Corrupção Código da Norma: NAD-41 Data da publicação: 01/09/2015 Página 1 de 7 Resumo: Estabelecer os princípios de combate à corrupção no relacionamento da Organização com os agentes da Administração Pública, seguindo as diretrizes estabelecidas na Lei nº 12.846/13

Leia mais

Compliance e Gestão de Terceiros A Importância para as Organizações. São Paulo, 22/09/15

Compliance e Gestão de Terceiros A Importância para as Organizações. São Paulo, 22/09/15 Compliance e Gestão de Terceiros A Importância para as Organizações São Paulo, 22/09/15 Nossa Agenda 1. Preocupações atuais no ambiente corporativo 2. Gestão de riscos e controles internos 3. Terceiros

Leia mais

Guia de Prevenção e Combate à Corrupção

Guia de Prevenção e Combate à Corrupção Guia de Prevenção e Combate à Corrupção Objetivo Estabelecer diretrizes e definir o que são práticas de corrupção, bem como reiterar qual é a conduta e a postura da Brasil Kirin frente a este tema, reafirmando

Leia mais

Manual Anticorrupção

Manual Anticorrupção Manual Anticorrupção pág. 2 Estrutura do Manual Anticorrupção 1. Introdução pág. 04 2. Definições pág. 06 3. Regras e Procedimentos pág. 08 4. Violações e Sanções Aplicáveis pág. 16 pág. 3 1. Introdução

Leia mais

FCPA, UK Bribery Act e Lei 12.846/13 Avanços e desafios AMCHAM Rio Novembro de 2013

FCPA, UK Bribery Act e Lei 12.846/13 Avanços e desafios AMCHAM Rio Novembro de 2013 www.pwc.com FCPA, UK Bribery Act e Lei 12.846/13 Avanços e desafios AMCHAM Rio Novembro de 2013 Contexto normativo 2 FCPA, OCDE, UK Bribery Act e Lei 12.846/13 Com base na FCPA (1977) 1997 - OCDE elaborou

Leia mais

Compliance Leis estrangeiras e a nova lei anti-corrupção nr. 12.846/13

Compliance Leis estrangeiras e a nova lei anti-corrupção nr. 12.846/13 Compliance Leis estrangeiras e a nova lei anti-corrupção nr. 12.846/13 AGENDA 1. Introdução: pirâmide de valores, bens jurídicos e leis; 2. Evolução histórica do assunto; 3. Apresentação das principais

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO

POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO 1. OBJETIVO A Política Corporativa de Prevenção à Corrupção ( Política ) tem o objetivo de reforçar o compromisso do Conglomerado Itaú Unibanco de cooperar

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO (LEI 12846 DE 01.08.2013) IMPORTANTES EFEITOS SOBRE AS EMPRESAS E OS AJUSTES INTERNOS EXIGIDOS DORAVANTE!

LEI ANTICORRUPÇÃO (LEI 12846 DE 01.08.2013) IMPORTANTES EFEITOS SOBRE AS EMPRESAS E OS AJUSTES INTERNOS EXIGIDOS DORAVANTE! ESPECIALIDADES TRIBUTÁRIO SOCIETÁRIO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO E SOCIETÁRIO CONSTITUIÇÃO E EXTINÇÃO DE SOCIEDADES DEFESAS FISCAIS CONTRA AUTOS DE INFRAÇÃO DEFESAS ADMINISTRATIVAS EM GERAL MANDADOS DE SEGURANÇA

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL A Política de Prevenção à Corrupção tem como objetivo dar visibilidade e registrar os princípios e valores éticos que devem nortear a atuação dos empregados,

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO ÍNDICE 1 - Política Anticorrupção da Lombardi & Advogados Associados 2 - Código de Conduta da Lombardi & Advogados Associados 3 - Cenário Jurídico 4 - O que é corrupção 5 - Quem

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE COMPLIANCE EM EMPRESAS

INSTITUIÇÃO DE COMPLIANCE EM EMPRESAS INSTITUIÇÃO DE COMPLIANCE EM EMPRESAS APÓS A LEI ANTICORRUPÇÃO EMPRESARIAL Muitas empresas ainda não possuem políticas e procedimentos anticorrupção implementados e, quando existentes, a forma de comunicação

Leia mais

Política Anticorrupção e Suborno Potássio do Brasil

Política Anticorrupção e Suborno Potássio do Brasil Política Anticorrupção e Suborno Potássio do Brasil Novembro de 2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. PÚBLICO ALVO... 3 4. DEFINIÇÃO DE CORRUPÇÃO... 4 4.1. Corrupção Pública... 4 4.2. Corrupção

Leia mais

manual anticorrupção

manual anticorrupção manual anticorrupção ÍNDICE Introdução 4 Histórico 4 O Código de Conduta da Klabin 5 Por que um Manual Anticorrupção se já há um Código de Conduta? 5 Conceitos e Esclarecimentos 6 O que é corrupção? Práticas

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. 1 Política Anticorrupção

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO. 1 Política Anticorrupção POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO 1 Política Anticorrupção SUMÁRIO 1. Introdução 3 2. Política 3 3. Presentes, Entretenimentos e Hospitalidade 4 3.1 Presentes 4 3.2 Entretenimentos e Hospitalidades 5 4. Doações e

Leia mais

A gente faz um país. Cartilha Anticorrupção

A gente faz um país. Cartilha Anticorrupção A gente faz um país Cartilha Anticorrupção Não deixe a corrupção tomar conta. Se vir algo, tome uma atitude. Diga algo! 4/5 Cerco contra a corrupção Sumário O que diz a Lei Anticorrupção brasileira 12.846/2013

Leia mais

Como as instituições financeiras estão mitigando o risco de conduta? Giovanni Falcetta giovannifalcetta@aidarsbz.com

Como as instituições financeiras estão mitigando o risco de conduta? Giovanni Falcetta giovannifalcetta@aidarsbz.com Como as instituições financeiras estão mitigando o risco de conduta? Giovanni Falcetta giovannifalcetta@aidarsbz.com 03.10.2014 Lei Anticorrupção Responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas

Leia mais

Informações para Parceiros de Negócios Cumprimento das leis, regulamentos e convenções. Transparência nos negócios. www.siemens.

Informações para Parceiros de Negócios Cumprimento das leis, regulamentos e convenções. Transparência nos negócios. www.siemens. Informações para Parceiros de Negócios Cumprimento das leis, regulamentos e convenções. Transparência nos negócios www.siemens.com/compliance "A cultura de uma empresa e seus valores fazem a diferença.

Leia mais

Governança Corporativa Lei anticorrupção e compliance MARTA VIEGAS 31 DE AGOSTO DE 2015

Governança Corporativa Lei anticorrupção e compliance MARTA VIEGAS 31 DE AGOSTO DE 2015 Governança Corporativa Lei anticorrupção e compliance MARTA VIEGAS 31 DE AGOSTO DE 2015 GC: Definição do IBGC Sistema pelo qual as organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os

Leia mais

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO. Política Anti-corrupção Versão 02 1/9

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO. Política Anti-corrupção Versão 02 1/9 POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO Política Anti-corrupção Versão 02 1/9 RESUMO Resumo dos princípios fundamentais A Securitas acredita num mercado livre para a prestação dos seus serviços, e num ambiente competitivo

Leia mais

Política Antissuborno e Anticorrupção

Política Antissuborno e Anticorrupção Política Antissuborno e Anticorrupção Agosto 2015 1 de 8 Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações Gerais... 1 4. Suborno e Pagamento de Propina... 1 5. Brindes, Presentes,

Leia mais

Política Anticorrupção

Política Anticorrupção Política Anticorrupção Por ser uma empresa internacional com ações negociadas em diversas bolsas de valores, a ArcelorMittal deseja garantir que, durante a condução de suas atividades, seus empregados

Leia mais

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Visão geral anticorrupção Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Objetivo A Abbott compromete-se a conduzir os negócios de forma ética e juridicamente compatível e adere ao Foreign

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Introdução 5 INTRODUÇÃO A seguir, são descritos os comportamentos e princípios gerais de atuação esperados dos Colaboradores da Endesa

Leia mais

CARTILHA DA LEI ANTICORRUPÇÃO 12.846/13. Principais tópicos e orientações de ações a serem adotadas

CARTILHA DA LEI ANTICORRUPÇÃO 12.846/13. Principais tópicos e orientações de ações a serem adotadas CARTILHA DA LEI ANTICORRUPÇÃO 12.846/13 Principais tópicos e orientações de ações a serem adotadas SUMÁRIO [04]... Introdução [05]... Apresentação [07]... Lei Anticorrupção [09]... Responsabilização Administrativa

Leia mais

Treinamento de Prevenção a Fraudes

Treinamento de Prevenção a Fraudes Treinamento de Prevenção a Fraudes 1. Introdução Esse treinamento visa orientar os colaboradores, parceiros, fornecedores, terceiros e pessoas com as quais mantém relacionamento comercial com a PAN Seguros,

Leia mais

ESFORÇOS INTERNACIONAIS CONTRA A CORRUPÇÃO: A NOVA LEI BRASILEIRA ANTICORRUPÇÃO E A EXPERIÊNCIA CANADENSE

ESFORÇOS INTERNACIONAIS CONTRA A CORRUPÇÃO: A NOVA LEI BRASILEIRA ANTICORRUPÇÃO E A EXPERIÊNCIA CANADENSE ESFORÇOS INTERNACIONAIS CONTRA A CORRUPÇÃO: A NOVA LEI BRASILEIRA ANTICORRUPÇÃO E A EXPERIÊNCIA CANADENSE I. INTRODUÇÃO Recentemente, os regimes de combate à corrupção no Brasil e no Canadá passaram por

Leia mais

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS A SINALMIG e seus colaboradores prezam pela condução ética, legal, profissional, transparente e adequada de seus trabalhos. Estes são os pilares de suas relações internas e externas,

Leia mais

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 04/2014

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 04/2014 INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 04/2014 (29 de Janeiro de 2014) 01. OBRIGATORIEDADE SPED FISCAL A partir de 1º/01/2014, todos os estabelecimentos contribuintes do ICMS estão obrigados ao envio do

Leia mais