3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica."

Transcrição

1 DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª série Compreender a natureza como um todo dinâmico e o ser humano como agente de transformação do mundo em que vive, em relação essencial com os demais seres vivos e outros componentes do ambiente. Compreender a ciência como um processo de produção de conhecimento e uma atividade humana, histórica, associada a aspectos de ordem social, econômica, política e cultural. Identificar a relação entre conhecimento científico, produção de tecnologia e condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica. Compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades humanas, sabendo elaborar juízo sobre riscos e benefícios das práticas científico-tecnológicas. Utilizar noções e conceitos biológicos em novas situações de aprendizado. 2 série Estabelecer semelhanças e diferenças entre os seres vivos, quanto à alimentação, à respiração, à circulação, à excreção, ao crescimento e à reprodução. Valorizar a vida em sua diversidade, observando e identificando algumas características físicas e de comportamento dos seres humanos em diferentes fases da vida, respeitando as diferenças individuais. Compreender a saúde (pessoal, social e ambiental) como um bem individual e coletivo que deve ser promovido pela ação de diferentes agentes. Compreender o corpo humano como um todo integrado e sistêmico, nas dimensões biológica, afetiva e social, valorizando atitudes que promovam a manutenção do bem estar pessoal e coletivo. 3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica. Compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades humanas, sabendo elaborar juízo sobre riscos e benefícios das práticas científico-tecnológicas. Compreender as interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas integradas à saúde humana, relacionando conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais (PCN). Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos ou processos biológicos (lógica externa).

2 CONTEÚDOS: 1ª série Surgimento dos seres vivos: abiogênese X biogênese. Origem da vida. Divisões da biologia. Composição inorgânica: compostos minerais. Composição orgânica: compostos de carbono. Classificação dos ácidos nucleicos. Exames de DNA. Histórico celular. Organismos unicelulares e pluricelulares. Organização celular: procariontes e eucariontes. Reinos dos seres vivos. Estrutura da membrana celular. Especializações da membrana celular. Fisiologia da membrana celular. Hialoplasma: solução coloidal. Organelas celulares. Origem dos plastos. ATP: a molécula energética. Mitocôndrias: as centrais energéticas. Respiração celular aeróbia. Fermentação: menor produção de ATP. Estrutura do núcleo interfásico. Núcleo em divisão: cromossomos. Ação gênica do DNA: síntese proteica. Clonagem por transferência nuclear. Interfase. Mitose: a manutenção do número cromossômico. Meiose: a divisão reducional. Espermatogênese. Ovulo gênese. Alterações no material genético. Histórico da genética. Experimentos de Mendel. 1.ª Lei de Mendel: monoibridismo com dominância. Conceitos básicos em genética. Cálculos de probabilidade.

3 Genealogias. Cruzamento-teste. Herança sem dominância. Genes letais. Consanguinidade. Experimentos de Mendel. Interpretação da 2.ª Lei de Mendel. Mapas cromossômicos: mapeamento genético. Genoma humano. 2ª série Reprodução animal. Embriologia animal. Células-tronco. Categorias taxonômicas: grupos de classificação. Regras de nomenclatura: nomes científicos. Filogenia: parentesco evolutivo. Transgênicos e engenharia genética. Reinos dos seres vivos: classificação da biodiversidade. Filo porifera. Filo cnidaria. Filo platyhelminthes. Filo nematoda. Filo mollusca. Filo annelida. Principais características dos artrópodes. Sistemática dos artrópodes. Características dos equinodermos. Sistemática dos equinodermos. Sistema ambulacrário: diversas funções nos equinodermos. Funções vitais dos equinodermos. Reprodução. Características dos cordados. Sistemática dos cordados. Peixes. Anfíbios. Répteis. Aves.

4 Mamíferos. Sistemática das plantas. Briófitas. Pteridófitas. Gimnospermas. Angiospermas. Estrutura da célula vegetal. Tecidos vegetais. Raiz. Caule. Folha. Estrutura da flor. Ciclo reprodutivo das angiospermas. Frutos. Sementes. Mecanismos assexuados de reprodução. Auxinas. Giberelinas. Citocininas. Etileno. Ácido abscísico. Movimentos vegetais. 3ª série Surgimento dos seres vivos: abiogênese X biogênese. Origem da vida. Divisões da biologia. Composição inorgânica: compostos minerais. Composição orgânica: compostos de carbono. Classificação dos ácidos nucleicos. Exames de DNA. Histórico celular. Organismos unicelulares e pluricelulares. Organização celular: procariontes e eucariontes. Reinos dos seres vivos. Estrutura da membrana celular. Especializações da membrana celular. Fisiologia da membrana celular.

5 Hialoplasma: solução coloidal. Organelas celulares. Origem dos plastos. ATP: a molécula energética. Mitocôndrias: as centrais energéticas. Respiração celular aeróbia. Fermentação: menor produção de ATP. Estrutura do núcleo interfásico. Núcleo em divisão: cromossomos. Ação gênica do DNA: síntese proteica. Clonagem por transferência nuclear. Interfase. Mitose: a manutenção do número cromossômico. Meiose: a divisão reducional. Espermatogênese. Ovulo gênese. Alterações no material genético. Métodos contraceptivos. Ciclo ovulatório. DSTs. Prevenção às DSTs. Epitélios de revestimento. Epitélios glandulares. Tecido conjuntivo propriamente dito. Tecido cartilaginoso. Tecido ósseo. Tecido adiposo. Sangue. Noções de imunologia. Tecidos musculares. Tecido nervoso. Fisiologia animal comparada. Sistema nervoso humano. Sistema sensorial. Caracterização dos vírus. Replicação viral. Doenças virais. Estrutura bacteriana.

6 Fisiologia das bactérias. Doenças bacterianas. Cianobactérias. Armas biológicas. Sistemática dos protistas. Protozoários. Fisiologia dos protozoários. Protozooses. Algas. Sistemática das algas. Importância das algas. Características gerais dos fungos. Fisiologia dos fungos. Reprodução dos fungos. Doenças causadas por fungos. Liquens. Micorrizas. Sistemática das plantas. Briófitas. Pteridófitas. Gimnospermas. Angiospermas. Estrutura da célula vegetal. Tecidos vegetais. Raiz. Caule. Folha. Estrutura da flor. Ciclo reprodutivo das angiospermas. Frutos. Sementes. Mecanismos assexuados de reprodução. Auxinas. Giberelinas. Citocininas. Etileno. Ácido abscísico. Movimentos vegetais.

7 Reprodução animal. Embriologia animal. Células-tronco. Categorias taxonômicas: grupos de classificação. Regras de nomenclatura: nomes científicos. Filogenia: parentesco evolutivo. Transgênicos e engenharia genética. Reinos dos seres vivos: classificação da biodiversidade. Filo porifera. Filo cnidaria. Filo platyhelminthes. Filo nematoda. Filo mollusca. Filo annelida. Principais características dos artrópodes. Sistemática dos artrópodes. Características dos equinodermos. Sistemática dos equinodermos. Sistema ambulacrário: diversas funções nos equinodermos. Funções vitais dos equinodermos. Reprodução. Características dos cordados. Sistemática dos cordados. Peixes. Anfíbios. Répteis. Aves. Mamíferos. Histórico da genética. Experimentos de Mendel. 1.ª Lei de Mendel: mono-hibridismo com dominância. Conceitos básicos em genética. Cálculos de probabilidade. Genealogias. Cruzamento-teste. Herança sem dominância. Genes letais. Consanguinidade.

8 Experimentos de Mendel. Interpretação da 2.ª Lei de Mendel. Alelos múltiplos do sistema ABO. Sistema Rh (fator Rh). Sistema XY. Heranças dos cromossomos sexuais. Herança influenciada pelo sexo. Epistasia ou interação gênica epistática. Herança quantitativa. Pleiotropia. Lei de Morgan ou 3.ª lei da herança. Segregação independente x linkage. Taxa de permuta: frequência de recombinação. Mapas cromossômicos: mapeamento genético. Genoma humano. Níveis de organização. Conceitos ecológicos. Fluxo da matéria e energia. Cadeia alimentar. Teia alimentar. Pirâmide de número. Pirâmide de biomassa. Pirâmide de energia. Sucessão ecológica. Agroecologia. Classificação das interações ecológicas. Os gráficos das relações. Dinâmica das populações. Manutenção da biodiversidade. Ciclo da água. Preservação da água. Ciclo do carbono. Ciclo do oxigênio. Ciclo do nitrogênio. Poluição do ar. Poluição da água. Poluição do solo. Sustentabilidade e pegada ecológica.

9 Lamarquismo. Darwinismo. Teoria sintética da evolução (neodarwinismo). Evidências do processo evolutivo. Teorema de Hardy-Weinberg. Equilíbrio de Hardy-Weinberg e a evolução.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA Tema: Identidade dos Seres Vivos Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos

Leia mais

DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª Série Compreender a natureza como um todo dinâmico e o ser humano como agente de transformação do mundo em que vive, em relação essencial com os demais seres vivos

Leia mais

EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO

EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos

Leia mais

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas Biologia FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à Biologia O que é vida? O que é ciência O método científico Experimentos: fazendo ciência O cientista inserido em seu tempo Ciência e ética Módulo 2 Origem da

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO DISCIPLINA Biologia EM PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO FUNDAMENTAÇÃO: O ensino da Biologia para o ano, exerce grande fascínio em todos que nela se aprofundam, pois tenta explicar os fenômenos ligados

Leia mais

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno)

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno) ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

PLANO DE CURSO ANUAL DE BIOLOGIA CONTEÚDOS 1º BIMESTRE. Estudo das Origens Competências (1, 3, 4, 8, 10,12) Método Científico (1, 2, 3, 4, 6, 8,12)

PLANO DE CURSO ANUAL DE BIOLOGIA CONTEÚDOS 1º BIMESTRE. Estudo das Origens Competências (1, 3, 4, 8, 10,12) Método Científico (1, 2, 3, 4, 6, 8,12) PLANO DE CURSO ANUAL DE BIOLOGIA Área de Conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Disciplina: Biologia Nível de Ensino: Médio Série: 1º Ano Professores (as): Maria Zilene de Almeida e Hebe

Leia mais

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA DE BIOLOGIA

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA DE BIOLOGIA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA DE BIOLOGIA 2013 CONTEÚDOS DE BIOLOGIA Objetivos Gerais - Evidenciar e educação ambiental em todas as atividades; - Despertar para o método científico e a importância de sua

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camilla Silva (B1), Elizangela

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek. Roteiro de Recuperação Final 2014 Ciências 6º Ano

Centro Educacional Juscelino Kubitschek. Roteiro de Recuperação Final 2014 Ciências 6º Ano ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: 6º Ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: Ciências PROFESSOR(A): Equipe de Ciências Ciências 6º Ano CADERNO 03 UNIDADE II A TERRA A constituição da Terra (Capítulo 1)

Leia mais

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Seres vivos e a organização biológica Características dos seres vivos Livro 2- Unidade

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camila/ Elisângela / Guilherme Série: º Turmas: 01, 0, 03, 04 e 05 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 01 1. Classificação e diversidade dos seres vivos.. Vírus

Leia mais

Livro do Professor. 3ª. série 1º. volume

Livro do Professor. 3ª. série 1º. volume Livro do Professor 3ª. série 1º. volume Dados Internacionais para Catalogação na Publicação (CIP) (Ana Cristina Dakiw Piaceski Lagos / CRB 9-1166 / Curitiba, PR, Brasil) B726 Borba, Augusto Adolfo Biologia

Leia mais

CRONOGRAMA DE AULAS. Material de acompanhamento para todas as videoaulas, contendo exercícios.

CRONOGRAMA DE AULAS. Material de acompanhamento para todas as videoaulas, contendo exercícios. ISOLADA DE BIOLOGIA ISOLADA DE BIOLOGIA Nessa isolada de Biologia você terá acesso à 60 videoaulas, 100% on-line, com duração média de 30 minutos, cada, contendo material de acompanhamento e simulados

Leia mais

Disciplina: Biologia 2º ano/ens. Médio Professora: Geórgia Piton

Disciplina: Biologia 2º ano/ens. Médio Professora: Geórgia Piton Disciplina: Biologia 2º ano/ens. Médio Professora: Geórgia Piton 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES Compreensão de fenômenos. Domínio de linguagem. Capacidade de argumentação. Elaboração

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) 3443-7878 Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) e Camilla Silva(B3) Série: º Turmas: 01, 0, 03, 04 e 05 PLANEJAMENTO ANUAL

Leia mais

1º ano. 2º ano. Os seres vivos, Evolução e Classificação

1º ano. 2º ano. Os seres vivos, Evolução e Classificação 1º ano A Origem da Vida Histórico da busca pela origem da vida Livro 1- Unidade 2 - p. 52 Abiogênese Livro 1- Unidade 2 - p. 52 Criacionismo Livro 1- Unidade 2 - p. 52 A origem da vida através da Evolução

Leia mais

IESA- ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 7º ANO- MANHÃ E TARDE- CIÊNCIAS PROFESSORAS: CLÁUDIA, CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA- ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 7º ANO- MANHÃ E TARDE- CIÊNCIAS PROFESSORAS: CLÁUDIA, CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA- ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 7º ANO- MANHÃ E TARDE- CIÊNCIAS PROFESSORAS: CLÁUDIA, CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise os

Leia mais

Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet

Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Ciências Prof. Rogério 2016 Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Ciências Prof. Rogério 2016 1º MOMENTO - O solo - O Ar - A água SOLOS Parte mais superficial

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

ENEM PROVA AZUL RESUMO

ENEM PROVA AZUL RESUMO ENEM 2009 - PROVA AZUL RESUMO 2009 (19 questões) 1 Ecologia - Desequilíbrio Ambiental Bioquímica 1 2 Fisiologia Humana - Interpretação gráfica Biotecnologia 1 3 Doenças virais e Bioquímica - Soro x Vacina

Leia mais

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda:

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: BIOLOGIA (Cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: 2 1 a) A estrutura indicada em 1 é formada por microtúbulos, constituintes

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade SUBDOMÍNIO Sistema Terra: da célula à biodiversidade OBJETIVO: 3. Compreender a célula como a unidade básica da biodiversidade existente na Terra Qual é a unidade

Leia mais

Ciências Biológicas. EMENTA: Estuda os fundamentos de Física envolvidos nos fenômenos naturais.

Ciências Biológicas. EMENTA: Estuda os fundamentos de Física envolvidos nos fenômenos naturais. Ciências Biológicas 1º SEMESTRE ESTUDO EVOLUTIVO DAS GEOSFERAS, 60H EMENTA: Estuda os elementos relativos à origem, características e interação das geosferas, numa abordagem evolutiva. FUNDAMENTOS DE QUÍMICA,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM,

Leia mais

PROVA 3 conhecimentos específicos

PROVA 3 conhecimentos específicos PROVA 3 conhecimentos específicos BIOLOGIA QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado BIOLOGIA

Leia mais

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Biologia Prof. Rogério 2016 BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Biologia Prof. Rogério 2016 O QUE CARACTERIZA UM

Leia mais

Ciências/15 7º ano Turma:

Ciências/15 7º ano Turma: Ciências/15 7º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie301r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 7 ANO 1º trimestre O que estudamos no primeiro trimestre? No primeiro trimestre estudamos as

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2 - Fone (45) 3252-336 - Fax (45) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL: Ciências

Leia mais

A célula como unidade básica da biodiversidade

A célula como unidade básica da biodiversidade C1 A célula como unidade básica da biodiversidade Diversidade de vida Mamíferos Lontra Raposa Golfinho Aves Abelharuco Flamingo Peneireiro Répteis Sardão Plantas Carvalho Borboleta Insetos Peixes Tubarão

Leia mais

TAXONOMIA. Sistemática Taxonomia (ciência da descoberta) Filogenia (relações evolutivas entre os seres vivos).

TAXONOMIA. Sistemática Taxonomia (ciência da descoberta) Filogenia (relações evolutivas entre os seres vivos). TAXONOMIA A sistemática é considerada uma ciência que tem por objetivo inventariar e descrever a biodiversidade, também busca compreender as relações filogenéticas entre os diferentes seres vivos. TAXONOMIA

Leia mais

Apesar da diversidade, muitas semelhanças! CAPÍTULO II SISTEMA DE ENSINO POLIEDRO PROFESSORA VANESSA GRANOVSKI

Apesar da diversidade, muitas semelhanças! CAPÍTULO II SISTEMA DE ENSINO POLIEDRO PROFESSORA VANESSA GRANOVSKI Apesar da diversidade, muitas semelhanças! CAPÍTULO II SISTEMA DE ENSINO POLIEDRO PROFESSORA VANESSA GRANOVSKI Características gerais dos seres vivos... Os seres vivos reagem a estímulos. Características

Leia mais

Biologia. ( ) centríolo (A) 2, 1, 3, 5, 6, 4. ( ) retículo endoplasmático (B) 2, 1, 3, 5, 4, 6. ( ) complexo de Golgi (C) 1, 6, 5, 3, 2, 4

Biologia. ( ) centríolo (A) 2, 1, 3, 5, 6, 4. ( ) retículo endoplasmático (B) 2, 1, 3, 5, 4, 6. ( ) complexo de Golgi (C) 1, 6, 5, 3, 2, 4 Biologia 21. Associe os números das estruturas celulares assinaladas no desenho com os respectivos nomes da coluna abaixo do desenho. A seguir, assinale a opção em que a seqüência coincida com o que foi

Leia mais

CURSO: BIOLOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: BIOLOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: BIOLOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Métodos de estudo da célula animal e vegetal, composição química e estrutural, estudo da morfologia, funções exercidas

Leia mais

Diversidade biológica

Diversidade biológica Diversidade biológica Procariontes Disponível em: . Acesso: 22 fev. 2012. Eucariontes unicelulares Protozoários e algas unicelulares Disponível

Leia mais

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA. Prof. Fernando Stuchi

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA. Prof. Fernando Stuchi INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA O QUE É BIOLOGIA Bio = Vida / Logos = estudo A biologia divide-se em diversas áreas para a fundamentação do estudo da vida. Zoologia Embriologia Ecologia Bioquímica

Leia mais

SUMÁRIO. Raven Biologia Vegetal. Amostras de páginas não sequenciais e em baixa resolução. Copyright 2014 Editora Guanabara Koogan Ltda.

SUMÁRIO. Raven Biologia Vegetal. Amostras de páginas não sequenciais e em baixa resolução. Copyright 2014 Editora Guanabara Koogan Ltda. SUMÁRIO Introdução, 1 1 Botânica Introdução, 2 Evolução das plantas, 3 Evolução das comunidades, 8 Aparecimento dos seres humanos, 10 seção 1 Biologia da Célula Vegetal, 17 2 Composição Molecular das Células

Leia mais

Princípio da Fisiologia Animal. Profª Talita Silva

Princípio da Fisiologia Animal. Profª Talita Silva Princípio da Fisiologia Animal Profª Talita Silva O que é Fisiologia A fisiologia (do grego physis = fundamento da natureza, e logos = estudo) O que a Fisiologia estuda: As múltiplas funções mecânicas,

Leia mais

Reinos COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS?

Reinos COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS? COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS? COMPLEXIDADE CELULAR Ser unicelular: organismo formado por uma única célula. Bactérias e protistas são unicelulares, apesar de muitas vezes formarem colônias - no entanto,

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências Quantos reinos de seres vivos há na natureza? Essa pergunta já

Leia mais

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação.

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. A ciência que classifica os seres vivos chama-se taxonomia.

Leia mais

Prof. Marcelo Langer. Curso de Biologia. Aula 47 Citologia

Prof. Marcelo Langer. Curso de Biologia. Aula 47 Citologia Prof. Marcelo Langer Curso de Biologia Aula 47 Citologia PROCARIONTES Todos são classificados dentro do Reino Monera ser vivo com núcleo primitivo e unicelulares. Não formam tecidos e nem órgãos. Formados

Leia mais

CONTEÚDOS. CIÊNCIAS 7º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE UNIDADE 2 ECOLOGIA: INTERAÇÃO TOTAL

CONTEÚDOS. CIÊNCIAS 7º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE UNIDADE 2 ECOLOGIA: INTERAÇÃO TOTAL CONTEÚDOS UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE 1. Vida, só na Terra Procurando vida no Sistema Solar Condições de vida no planeta Terra 2. Características dos seres vivos Célula Capacidade de realizar atividades

Leia mais

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período Engenharia Agronômica Biologia Celular 1º Período Apresentação Introdução: Estrutura, funções e evoluções das células Cap. 01 (Junqueira e Carneiro) e Biologia das células (Amabis e Martho, UFRJ) videos\a

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE EDITAL N 05/2013

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE EDITAL N 05/2013 PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE EDITAL N 05/2013 O Diretor-Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará Campus Acaraú, no uso de suas atribuições legais, torna público que estão

Leia mais

Ciências Biológicas. Ementa: Estuda os elementos relativos à origem, características e interação das geosferas, numa abordagem evolutiva.

Ciências Biológicas. Ementa: Estuda os elementos relativos à origem, características e interação das geosferas, numa abordagem evolutiva. Ciências Biológicas 1 Semestre Biologia Celular E Molecular BIO009, 75h Ementa: Estuda as bases moleculares da célula abordando os conteúdos, o histórico e métodos de estudo da célula com ênfase na microscopia,

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA Enzimas relacionadas à respiração e que estão ligadas à face interna da membrana plasmática Como pode cair no enem? (ENEM) O uso prolongado de lentes de contato,

Leia mais

Citologia Exercícios Dissertativos. (a) A afirmação apresentada pode ou não ser considerada válida? (b) Justifique sua resposta.

Citologia Exercícios Dissertativos. (a) A afirmação apresentada pode ou não ser considerada válida? (b) Justifique sua resposta. Exercícios Dissertativos 1. (2002) Devido ao fato de serem muito simples em termos de organização, podemos afirmar que os vírus provavelmente tiveram sua origem antes do surgimento das primeiras células

Leia mais

Ribossomos: Grânulos encontrados geralmente no retículo endoplasmático rugoso. Têm a função de produzir proteínas.

Ribossomos: Grânulos encontrados geralmente no retículo endoplasmático rugoso. Têm a função de produzir proteínas. A CÉLULA A célula é a menor parte funcional dos seres vivos multicelulares e ainda pode ser um ser vivo como um todo, por exemplo, uma bactéria, que é uma única célula (ser vivo unicelular). As células

Leia mais

Abril Educação Corpo humano - organização Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Corpo humano - organização Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Corpo humano - organização Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Os seres humanos na Pré-história viviam em média até os 40 anos. O que ocorreu durante esses 100 mil

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I Elementos básicos de formação e desenvolvimento dos seres vivos COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS Perceber e utilizar os

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA BIOLOGIA ANO: 2016 PROFESSORES: KITA GARBIS E GABRIELA PAIVA

PLANO DE CURSO DISCIPLINA BIOLOGIA ANO: 2016 PROFESSORES: KITA GARBIS E GABRIELA PAIVA Escola Estadual Virgínio Perillo Avenida José Bernardes Maciel, 471 Marília, Lagoa da Prata.MG Fone: (37) 3261.3222 E.mail: escolavirginioperillo@gmail.com PLANO DE CURSO DISCIPLINA BIOLOGIA ANO: 2016

Leia mais

Os Reinos. Reino Monera

Os Reinos. Reino Monera A biodiversidade do planeta Terra é muito grande. Os cientistas estimam que haja de 5 a 30 milhões de espécies diferentes, mas apenas cerca de 1,5 milhão foram descritas, estudadas e classificadas. A classificação

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 8 o ano Unidade 3 5 Unidade 3 Nome: Data: 1. As bactérias não têm núcleo nem DNA. Você concorda com essa afirmação? Justifique. 2. Uma mulher de 40 anos de idade está

Leia mais

Reino Plantae. Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS

Reino Plantae. Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS Reino Plantae Reino Plantae Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS A clorofila encontra-se dentro dos plastos Cloroplastos Cloroplasto Parede celular Representação

Leia mais

33 semanas Apos las + Simulados + Cadernos + Podcast) Atualidades SIMULADOS Prof. Kennedy Ramos BIO EXPLICA

33 semanas Apos las + Simulados + Cadernos + Podcast) Atualidades SIMULADOS Prof. Kennedy Ramos BIO EXPLICA EXTENSIVO FEVEREIRO ENEM E MEDICINA O curso Completo têm 33 semanas e recomendamos 4 horas de estudos de Biologia Semanais. As vídeo-aulas são muito importantes, mas se ver que escolher entre vídeo ou

Leia mais

Disciplina: Citologia e Embriologia. Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres

Disciplina: Citologia e Embriologia. Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres Disciplina: Citologia e Embriologia Profª Dra. Adriana Soeiro de F. Silva J. Ayres a.soeiro.f@hotmail.com . EMENTA UNIDADE I Aspectos gerais da estrutura celular Microscopias Métodos empregados no estudo

Leia mais

Ficha de trabalho. 1. Observa a figura 1 que representa as relações tróficas em dois ecossistemas. Figura 1

Ficha de trabalho. 1. Observa a figura 1 que representa as relações tróficas em dois ecossistemas. Figura 1 Ficha de trabalho 1. Observa a figura 1 que representa as relações tróficas em dois ecossistemas. Figura 1 1.1 Relativamente ao ecossistema terrestre considerado, esquematize uma cadeia alimentar. Bactéria

Leia mais

Aula expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva

Aula expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva. Aula teórica expositiva Componente Curricular: Biologia Professor (a): Aline Danieli da Silva Ano/ Série: 1 Turma: A e B Mês: Maio Data Habilidades Objetivos para adaptação curricular 04-05 Identificar quais as vitaminas Identificar

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: GENÉTICA Código da Disciplina: NDC121 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta da disciplina: 3 p Faculdade responsável: Núcleo de Disciplina Comum (NDC) Programa

Leia mais

Nesta próxima semana envio nova lista de exercícios sobre o conteúdo das aulas 2 e 3.

Nesta próxima semana envio nova lista de exercícios sobre o conteúdo das aulas 2 e 3. Queridos alunos aqui estão as aulas 2 e 3 dadas no dia 22/08. No fim dos slides esta o gabarito da lista de exercícios colocada no blog, a música sobre respiração aeróbica e o exercício do ENEM. Nesta

Leia mais

COLÉGIO PAROQUIAL NOSSA SENHORA DO CARMO

COLÉGIO PAROQUIAL NOSSA SENHORA DO CARMO COLÉGIO E CURSO S PARA EXAME FINAL - 6 ANO C Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão com números inteiros, operações de adição, subtração, multiplicação e divisão com números decimais,

Leia mais

CONCEITOS DE BIOLOGIA ANO 1 E ANO 2

CONCEITOS DE BIOLOGIA ANO 1 E ANO 2 CONCEITOS DE BIOLOGIA ANO 1 E ANO 2 MÓDULO INICIAL DIVERSIDADE NA BIOSFERA A Biosfera Biosfera Ecossistema Comunidade População Espécie Organismo Sistema de órgãos Órgão/Tecido Seres unicelulares Seres

Leia mais

APÊNDICE. Ciências. Moleculares. Ciências Moleculares. e Celulares

APÊNDICE. Ciências. Moleculares. Ciências Moleculares. e Celulares APÊNDICE UNIDADE 1 Ciências Moleculares Ciências e Celulares Moleculares Apêndice Gabaritos comentados com resposta-padrão Ciências Moleculares e Celulares: UNIDADE 1 1. RESPOSTA: Célula é a unidade fundamental

Leia mais

Biologia. volume único 3.ª edição. Armênio Uzunian Ernesto Birner

Biologia. volume único 3.ª edição. Armênio Uzunian Ernesto Birner Biologia volume único 3.ª edição Armênio Uzunian Ernesto Birner Uma obra em eterna construção Dois reinos ou mais? A evolução da classificação dos seres vivos Plantae Animalia Plantae Fungi Animalia Protista

Leia mais

Características Gerais dos Seres Vivos, Reino Vegetal, Fungos, Protoctistas e Monera

Características Gerais dos Seres Vivos, Reino Vegetal, Fungos, Protoctistas e Monera Características Gerais dos Seres Vivos, Reino Vegetal, Fungos, Protoctistas e Monera Características Gerais dos Seres Vivos, Reino Vegetal, Fungos, Protoctistas e Monera 1. A figura apresenta uma proposta

Leia mais

Bio:D. Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com

Bio:D. Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com Bio:D Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com Reinos 5 reinos; 1969; Organização celular (uni ou pluri), tipo de célula (procarionte ou eucarionte) e forma de nutrição (autótrofo ou heterótrofo).

Leia mais

Citologia: Membrana e Organelas

Citologia: Membrana e Organelas FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Citologia: Membrana e Organelas Uma breve revisão Disciplina: Histologia Prof. Me. Cássio Resende de Morais Introdução

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA Designa o modo como os biólogos agrupam e categorizam as espécies de seres vivos, extintas e atuais. Estes agrupamentos foram alterados múltiplas

Leia mais

SM Biologia Ensino médio Ser Protagonista Biologia Estado de São Paulo

SM Biologia Ensino médio Ser Protagonista Biologia Estado de São Paulo Comparativos curriculares SM Biologia Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A Biologia e o currículo do Estado de São Paulo Apresentação Professor, Devido à inexistência de um currículo de

Leia mais

AVALIAÇÃO. Provas, Trabalhos, Revisões, Simulados como critérios de participação, desempenho e comprometimento em sala de aula

AVALIAÇÃO. Provas, Trabalhos, Revisões, Simulados como critérios de participação, desempenho e comprometimento em sala de aula PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO DISCIPLINA Biologia EM FUNDAMENTAÇÃO: O ensino da Biologia para o ano, exerce grande fascínio em todos que nela se aprofundam, pois tenta explicar os fenômenos ligados

Leia mais

Revisão - Biologia Genética

Revisão - Biologia Genética Profº Leonardo Eduardo Ferreira Fozdo Iguaçu, 28 de Outubro, 2017. Revisão - Biologia Genética Embriologia, Classificação e Sistemática Filogenética. Sistemática inventariar, descrever e classificar a

Leia mais

Gabi Rabelo facebook whatsapp

Gabi Rabelo facebook whatsapp Gabi Rabelo facebook whatsapp 35 9 99087226 e-mail: s.gabiv@hotmail.com Organismos vivos Células Formas: simples unicelulares (se multiplicam por bipartição) e complexas pluricelulares (grupo de células

Leia mais

Índice de Conteúdos. Origem da Vida e Biologia Celular

Índice de Conteúdos. Origem da Vida e Biologia Celular Origem da Vida e Biologia Celular Frente Unidade Subunidade Tópico Origem dos Seres Vivos Composição Química dos Seres Biologia Celular Introdução à Genética Índice de Conteúdos Biogênese x Abiogênese

Leia mais

Manual do Candidato AGROPECUÁRIA AGROINDÚSTRIA. Processo Seletivo 2016 Bananeiras PB CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO EM:

Manual do Candidato AGROPECUÁRIA AGROINDÚSTRIA. Processo Seletivo 2016 Bananeiras PB CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO EM: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS SOCIAIS E AGRÁRIAS COLÉGIO AGRÍCOLA VIDAL DE NEGREIROS CAMPUS III BANANEIRAS-PB UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS

Leia mais

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT O animismo abrange a crença de que não há separação entre o mundo espiritual e físico (ou material); Esses povos antigos, acreditavam que existem(iam)

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 267 aprovado pela portaria Cetec nº 182 de 26/09/2013 Etec: Prof.ª Maria Cristina Medeiros Código: 141 Município: Ribeirão

Leia mais

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DISCIPLINA DE CIÊNCIAS OBJETIVOS: 1º ano Propiciar o contato e a interação dos estudantes com determinado fenômeno para que ele participe da natureza vivenciando e ensinando a preservar o meio em que vive.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE FAJÕES Ano Lectivo 2011/2012 Matriz do 4º Teste de Avaliação Conceptual de Biologia e Geologia 11º Ano

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE FAJÕES Ano Lectivo 2011/2012 Matriz do 4º Teste de Avaliação Conceptual de Biologia e Geologia 11º Ano ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE FAJÕES Ano Lectivo 2011/2012 Matriz do 4º Teste de Avaliação Conceptual de Biologia e Geologia 11º Ano Duração: 90 minutos Março de 2012 Unidades Didácticas Conteúdos Competências

Leia mais

REINO PLANTAE. Biologia 2, Capítulo 1. Prof. João

REINO PLANTAE. Biologia 2, Capítulo 1. Prof. João REINO PLANTAE Biologia 2, Capítulo 1 Prof. João DIVISÃO E CARACTERÍSTICAS GERAIS O reino Plantae corresponde à todas as plantas e vegetais encontrados no mundo. Os representantes do reino podem ser reunidos

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS

ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS MÓDULO 1 ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Seres vivos são muito diversos e complexos, e tentar estudar tudo de uma vez pode dar uma baita dor de cabeça.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.939, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS TAXONOMIA

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS TAXONOMIA CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS TAXONOMIA CLASSIFICAR Dividir em grupos ou classes que possuam características parecidas. Determinar a classe de alguma coisa dentro de determinado grupo ou conjunto. Ordenar.

Leia mais

Licenciatura em Biologia. Biologia Celular 2º Período

Licenciatura em Biologia. Biologia Celular 2º Período Licenciatura em Biologia Biologia Celular 2º Período Apresentação Introdução: Estrutura, funções e evoluções das células Cap. 01 (Junqueira e Carneiro) ..\Material\Videos\A Vida no interior da célula.mp4

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 CIÊNCIAS NATURAIS (2º ciclo)

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 CIÊNCIAS NATURAIS (2º ciclo) (2º ciclo) 5º ano Compreender a como um planeta especial. Compreender que o solo é um material terrestre de suporte de vida. Compreender a importância das rochas e dos minerais. Compreender a importância

Leia mais

Apostila de Ciências

Apostila de Ciências Apostila de Ciências Reino Plantae Módulo I É o Reino formado por plantas ou vegetais, tais como, musgos, samambaias, pinheiros, árvores, arbustos, etc.. Todas possuem clorofila (substância responsável

Leia mais

DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE

DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE Divisão Reducional Divisão Equacional Divisão Equacional DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE Prof. Leonardo F. Stahnke CICLO CELULAR E SUAS FASES Em organismos unicelulares a divisão da célula é considerada

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N / 1 BIMESTRE

COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N / 1 BIMESTRE COLÉGIO MONJOLO DESAFIO N 01 2017 / 1 BIMESTRE DISCIPLINA: CIÊNCIAS NOME DO PROFESSOR (A): FRANCISCO JARDEL Data da entrega: 24/02/2017. Aluno(a): 8 Ano: CÉLULA, UNIDADE BÁSICA DOS SERES VIVOS. Todos os

Leia mais

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 (Fuvest 2002) Os vírus A. ( ) possuem genes para os três tipos de RNA (ribossômico, mensageiro e transportador), pois utilizam apenas aminoácidos

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: -- Pré-requisito: -- Período

Leia mais

pluricelulares eucariontes são autotróficas fotossíntese

pluricelulares eucariontes são autotróficas fotossíntese As plantas são seres pluricelulares e eucariontes. Nesses aspectos elas são semelhantes aos animais e a muitos tipos de fungos; entretanto, têm uma característica que as distingue desses seres - são autotróficas.

Leia mais

REVISÃO CONSULTEC 2016.1 ACESSO VESTIBULAR BIO - MOISÉS CITOLOGIA 01 EVOLUÇÃO CELULAR GABARITO COMENTADO

REVISÃO CONSULTEC 2016.1 ACESSO VESTIBULAR BIO - MOISÉS CITOLOGIA 01 EVOLUÇÃO CELULAR GABARITO COMENTADO REVISÃO CONSULTEC 2016.1 ACESSO VESTIBULAR BIO - MOISÉS CITOLOGIA 01 EVOLUÇÃO CELULAR GABARITO COMENTADO 01. Acredita-se que as células Eucarióticas evoluíram a partir de células ancestrais Procarióticas,

Leia mais

1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução

1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução 1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução Sistemática é a ciência responsável pela classificação dos seres vivos, uma vez que esta estuda as relações entre os

Leia mais

Faculdade de Farmácia

Faculdade de Farmácia Biologia Temas NOÇÕES DE BIOLOGIA CELULAR: A célula, unidade de estrutura e função Constituição das células animais e vegetais Os diferentes organelos e sua função REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO Reprodução

Leia mais

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103 Trabalho de biologia Nome: Naiheverton e wellinton Turma:103 VITAMINAS São compostos orgânicos imprescindível para algumas reações metabólicas especificas,requeridos pelo corpo em quantidade minimas para

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR BIOLOGIA

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR BIOLOGIA COLÉGIO ESTADUAL DO CAMPO OTÁVIO FOLDA Ensino Fundamental e Médio Rua 15 de Novembro, 798. Guaporé Guaraniaçu Paraná Cep: 85.407-000 Fone Fax (45) 3289-1121 PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR BIOLOGIA APRESENTAÇÃO

Leia mais

Programa de Oportunidade II de Ciências da Natureza 2011/2012

Programa de Oportunidade II de Ciências da Natureza 2011/2012 1º Período 0. Introdução ao novo ano lectivo: - As regras de trabalho na disciplina; - Como deve comportar-se e agir na sala de aula; - A que grupo de trabalho pertence e qual será o seu representante;

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: --- Pré-requisito: ----- Período

Leia mais