TERMO DE REFERÊNCIA - MINUTA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA - MINUTA"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA - MINUTA 1 OBJETO 1.1 Locação de uma solução completa para o Monitoramento e Fiscalização Eletrônicos de veículos através de sistema de leitura automática de placas, utilizando tecnologia de Reconhecimento Óptico de Caracteres (OCR Optical Character Recognition). 1.2 A solução deverá apresentar como produto final: A captura da imagem dos veículos que trafegam na faixa monitorada; O reconhecimento de caracteres de placas dos veículos; A consulta a bancos de dados específicos, cujo acesso será provido pelo DPRF (Departamento de Polícia Rodoviária Federal); A detecção de possíveis irregularidades no confronto dos dados da placa com as informações constantes nos bancos de dados consultados; A configuração de alertas para situações específicas; O envio de alarmes e/ou mensagens por correio eletrônico e/ou telefone celular aos pontos, endereços e números indicados pela contratante; O armazenamento ordenado desses dados para consulta futura baseada em parâmetros predefinidos; A disponibilização desses dados ao DPRF a qualquer tempo. 1.3 O objeto atenderá as Superintendências Regionais da Polícia Rodoviária Federal, nas localidades constantes dos Anexos I e II, conforme as especificações descritas neste Termo de Referência Os pontos especificados no Anexo I referem-se aos locais a serem monitorados. Servirão como base para a análise do ponto de instalação dos equipamentos de captura e transmissão de imagens, os quais poderão ser instalados num raio de 5 km (cinco quilômetros) do ponto informado. A avaliação a respeito da localização do ponto de captura de imagens, dentro desse intervalo, ficará a cargo da contratada, que avaliará as melhores condições de infraestrutura para a instalação, submetida à aprovação do DPRF e observado o item Os pontos de captura de imagens, quando estiverem localizados próximos aos pontos de entrega dos alarmes, deverão estar localizados a uma distância mínima de 2 (dois) quilômetros e máxima de 10 (dez) quilômetros, considerando que não deverá haver possibilidade de desvio da rota do veículo no trecho entre o ponto de captura de imagens e o de entrega de alarmes (inexistência de desvios). Os casos em que haja desvios que justifiquem a redução da distância mínima deverão ser submetidos ao DPRF, que determinará a localização dos equipamentos em cada ponto, de acordo com a sua conveniência. 1

2 2 JUSTIFICATIVAS 2.1 O objeto deste termo de referência visa atender os objetivos do PRONASCI Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania do Ministério da Justiça, bem como do UNACI Unidades de Apoio ao Cidadão do DPRF/MJ. 2.2 O objeto deste termo de referência visa atender os objetivos do Sistema Nacional de Prevenção, Fiscalização e Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas, instituído pela Lei Complementar nº 121, de 09 de fevereiro de O sistema de monitoramento proposto visa complementar e melhorar o patrulhamento ostensivo das rodovias federais; 2.4 Com a implantação da solução proposta, espera-se reduzir os índices de criminalidade, principalmente referentes a roubo e furto de veículos, roubo de carga, contrabando, descaminho, tráfico de entorpecentes e tráfico de pessoas. 2.5 A implantação da solução também permitirá maior efetividade das ações de fiscalização por parte dos Policiais, tendo em vista que terão mais uma ferramenta a auxiliá-los nas abordagens. 2.6 A solução trará maior segurança à atividade de fiscalização, pois, ao abordar o veículo, o policial terá informação prévia sobre a possibilidade de haver maior periculosidade na abordagem, em face da suspeita de atividade criminosa advinda da informação relativa, por exemplo, a roubo/furto de veículo, suspeita de tráfico de drogas ou contrabando/descaminho, entre outras. 2.7 Com o monitoramento dos 216 (duzentos e dezesseis) pontos especificados no Anexo I, pretende-se reforçar a fiscalização e o acompanhamento do comportamento do tráfego nas Rodovias Federais no entorno das capitais e nas regiões fronteiriças. Espera-se expandir essa fiscalização para corredores entre as capitais e para outras áreas, fora das Rodovias Federais, neste caso, com a celebração de convênios com outros Órgãos de Segurança Pública e de Fiscalização de Trânsito, concessionárias de Rodovias etc. 2.8 A implantação de sistemas de monitoramento e fiscalização eletrônicos, vem contribuir significativamente para o melhor cumprimento das competências constitucionais da Polícia Rodoviária Federal. 2.9 A solução promoverá um aumento na assertividade no planejamento de ações de segurança pública no âmbito das rodovias, em face do grande aumento da frota nacional de veículos automotores; 2.10 Promoverá, ainda, o aumento na assertividade no planejamento de ações de segurança pública no âmbito das rodovias, em face do grande aumento do tráfego de mercadorias pelo modal rodoviário; 2.11 Almeja-se incrementar o uso de recursos tecnológicos em ações da instituição para equilibrar a equação entre crescimento do tráfego de veículos automotores versus limitação no aumento do efetivo de agentes fiscalizadores, mantendo vistas à eficiência, eficácia, efetividade e economicidade; 2.12 Com a implantação da solução, será possível estabelecer registro de dados que permita o monitoramento do fluxo de veículos automotores; 2

3 2.13 A implantação da solução, prepara o cenário para implantação do SINIAV Em função da necessidade logística para a manutenção do sistema, seja em se tratando da manutenção preventiva dos equipamentos de campo, seja da manutenção corretiva e da demanda de pessoal técnico especializado que demandaria a operacionalização desse sistema, gerando um alto custo para a administração com grande possibilidade de deficiência na gestão em virtude do baixo efetivo deste órgão, torna-se aconselhável a locação da solução, ficando sob responsabilidade do DPRF apenas a gestão e a fiscalização do seu funcionamento. 3 DO MODO DA LICITAÇÃO 3.1 Considerando a complexidade do projeto, a Licitação na modalidade Pregão Eletrônico com Registro de Preços, possibilitará a implantação do projeto em etapas, sem, com isso, tornar a locação mais onerosa e sem criar a necessidade de um processo licitatório para a locação de cada etapa, permitindo maior adaptabilidade do projeto às necessidades do DPRF. 3.2 Outro ponto a considerar são as tratativas atuais entre o DPRF e outros Órgãos da Administração Pública para a celebração de convênios em torno da solução. Nesse sentido, a Licitação na modalidade citada, facilitará a inclusão de outros pontos por parte dos Órgãos conveniados. 3.3 O objeto comporá um único item, em consequência da necessidade de se centralizar todos os dados em um único hardware, de se operar sistemas compatíveis entre si, de se permitir o cruzamento das informações geradas em todos os pontos e de se unificar e centralizar a gestão em software e em hardware, visando ao melhor aproveitamento da solução e à aplicação de outras funcionalidades que utilizarão os dados por ela gerados. 3.4 A opção pela unicidade do objeto também viabilizará a gestão de manutenção do sistema, bem como a economicidade, pela possibilidade da obtenção de economia em escala, além de possibilitar a auditoria, a rápida detecção e correção das possíveis falhas e a correta e rápida responsabilização da contratada, quando for o caso. 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 4.1 As especificações técnicas constantes deste item referem-se às características mínimas que a solução deverá apresentar. 4.2 Para efeitos deste Termo de Referência, considera-se: Solução completa: o conjunto de todos os equipamentos, programas computacionais, tecnologias de transmissão de dados e serviços necessários ao fiel cumprimento do objeto; Ponto de captura de imagens: o local onde será feita a captura das imagens, bem como a infraestrutura local para a captação e envio dos dados ali gerados. 3

4 4.2.3 Ponto de entrega dos alarmes: o local onde soarão os alarmes audiovisuais, bem como toda a infraestrutura necessária para essa tarefa Central de Processamento: as instalações e os equipamentos onde serão armazenados os dados, realizadas as consultas aos bancos de dados e gerados os alertas Ponto de monitoramento: a união do ponto de captura de imagens (consideradas todas as faixas monitoradas naquele ponto específico em ambos os sentidos) com seu respectivo ponto de entrega de alarme, se houver, e a estrutura de processamento necessária que permita a entrega do produto descrito no item Faixa monitorada: a união do ponto de captura de imagens na faixa fiscalizada com seu respectivo ponto de entrega de alarme, se houver, e a estrutura de processamento necessária que permita a entrega do produto descrito no item Restrição: informação de irregularidade detectada diretamente na consulta ao banco de dados. O sistema deverá permitir a identificação de, no mínimo, 5 (cinco) espécies de eventos em face das informações fornecidas pelo banco de dados Evento ou agendamento veicular: informação de irregularidade inserida no sistema por agente dentre um conjunto de espécies disponíveis. Deverá ser possível o cadastramento de eventos com, no mínimo 5 (cinco) espécies e, para cada espécie, no mínimo, 5 (cinco) tipos de evento de acordo com a demanda da contratante Para cada evento, o Policial deverá informar a espécie, o tipo de evento, a placa do veículo, o(s) ponto(s) de captura de imagens em que deseja verificar a passagem do veículo e os demais dados que desejar informar estes últimos deverão ser descritos em um campo de preenchimento livre, com capacidade de preenchimento mínima de 256 (duzentos e cinquenta e seis) caracteres Notificação: envio de mensagem por correio eletrônico e/ou SMS Alarme: envio de mensagem padronizada ao terminal da Contratada instalado no ponto de entrega de alarmes, mediante emissão de alerta audiovisual. 4.3 Aspectos Gerais: A solução locada deverá atender a toda a legislação aplicável; Todos os projetos, autorizações e aprovações necessários à instalação dos equipamentos serão de responsabilidade da Contratada A implantação da solução deverá garantir a segurança física dos equipamentos, dos dados e das pessoas envolvidas na sua implantação e operação As características e padronizações dos equipamentos utilizados para a 4

5 realização do objeto deste Termo de Referência, obedecerão às normas da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas, no que couber; Os equipamentos utilizados pela contratada, no que couber, deverão ter seu modelo aprovado e homologado pelo INMETRO; Todos os equipamentos necessários à transmissão de dados deverão estar devidamente homologados pela ANATEL A solução deverá operar de forma automática; De maneira que não seja necessária intervenção humana para seu pleno funcionamento, à exceção das manutenções Os equipamentos instalados ao ar livre deverão suportar, no mínimo, temperaturas entre -10 C e +60 C. Considerando que os pontos estarão distribuídos por todas as regiões do País, os equipamentos deverão contemplar as especificidades climáticas, garantindo o pleno funcionamento nas condições mais hostis Os dados gerados na captura das imagens, no processamento da leitura automática das placas e nas consultas aos bancos de dados, após armazenados na Central de Processamento, deverão estar totalmente disponíveis ao acesso DPRF, a qualquer tempo. Para tornar possível a implementação de processamentos diversos do objeto da contratação, de acordo com a necessidade e conveniência do DPRF A Contratada deverá garantir a integridade e a confiabilidade de, no mínimo, 98% dados Integridade: a contratada deve garantir que os dados não serão excluídos ou, de qualquer forma, perdidos após serem gerados pela solução Confiabilidade: a contratada deve garantir que os dados não sofrerão qualquer alteração após serem gerados pela solução A contratada deverá garantir a segurança na captura, na transmissão e no armazenamento dos dados, evitando sua perda e garantindo que não haja possibilidade de serem alterados ou acessados por pessoa não autorizada. Impedindo a alteração ou exclusão, durante a captura, o processamento, o envio, ou após o seu armazenamento, e garantindo a sua recuperação a qualquer tempo, quando requerido pelo DPRF ou nos casos de falha no sistema que gere sua perda. Tendo em vista a segurança da informação. Para que o produto esteja apto a implementar melhorias na realização das atividades da Polícia Rodoviária Federal A solução deverá realizar o monitoramento de cada faixa individualmente. Para que seja possível realizar as auditorias dos índices de qualidade requeridos e para garantir que a falha no monitoramento 5

6 4.4 Requisitos do Software: de uma faixa não excluirá obrigatoriamente o monitoramento de outra Todos os softwares deverão estar devidamente licenciados O software para a Leitura Automática de Placas deverá permitir o reconhecimento dos caracteres das placas dos veículos nas imagens capturadas No processamento da leitura de placas, o software deverá identificar os caracteres e as posições relativas que ocupam na formação da placa de identificação Esta máscara deverá ser utilizada no armazenamento e na exibição dos dados. Para cumprir o objeto a que se destina o projeto e atender as exigências legais A realização da leitura automática de placas deverá alcançar um índice de acerto de 95% (noventa e cinco por cento) em relação ao total de imagens capturadas cujas placas se encontrem em bom estado de conservação (legíveis a olho nu, sem amassamentos ou deficiência na pintura dos caracteres), sob condições de visibilidade ideais e considerando-se, para o cálculo, um período mínimo de 4:00h (quatro horas) ou uma amostra mínima de 500 (quinhentos) veículos, o que ocorrer primeiro Em nenhuma hipótese o índice de leitura poderá ser inferior a 70% (setenta por cento) para as placas que se encontrem em bom estado de conservação, num período mínimo de 4:00h (quatro horas) ou uma amostra mínima 500 (quinhentos) veículos, o que ocorrer primeiro A contratada deverá garantir uma média diária de, no mínimo, 85% (oitenta e cinco por cento) de acerto em relação a todas as imagens cujas placas se encontrem em bom estado de conservação (legíveis a olho nu, sem amassamentos ou deficiência na pintura dos caracteres). Essa avaliação será realizada mês a mês por meio da avaliação dos relatórios a que se refere o item Garantindo a confiabilidade do equipamento, para que se justifique a sua utilização como ferramenta auxiliar nas atividades de fiscalização. Permitindo a verificação da qualidade do equipamento nos casos de auditoria O sistema deverá ser capaz de realizar a leitura das placas para velocidades entre 10 km/h e 200 km/h. Considerando as várias condições de trafegabilidade A solução deverá garantir a captura das imagens de, no mínimo, 98% (noventa e oito por cento) dos veículos que trafegarem nas faixas monitoradas, ainda que não seja possível identificar os caracteres da placa. 6

7 Para a verificação de conformidade deste item será considerado como amostra um período mínimo de 4:00h (quatro horas) ou uma amostra mínima 500 (quinhentos) veículos, o que ocorrer primeiro. A capacidade de captura de imagens da solução deverá permanecer igual nas vias com grande fluxo de veículos, tendo em vista que todos os registros serão úteis para a realização das atividades do DPRF Permitir a inclusão de placa para emissão de notificação e/ou alarme quando da passagem de determinado veículo por um ou mais pontos de captura de imagens. Configurando mais uma ferramenta na atividade de policiamento das rodovias federais Deverá permitir a configuração de tipos de restrições/eventos a qualquer tempo de acordo com a demanda do DPRF. As restrições devem ser inseridas de acordo com as necessidades e demandas da atividade de fiscalização, o que pode ser alterado de acordo com a legislação ou com a própria necessidade do DPRF. Essa alteração não deve demandar serviço extra, nem pode demandar tempo excessivo, sob pena de interferir na atividade fim do DPRF Permitir o envio de alarme para os terminais instalados nos pontos de entrega de alarme mediante exibição de alerta audiovisual no terminal da contratada instalado no posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) Na emissão do alerta, deverá ser possível verificar a imagem do veículo com os dados informados no item 4.4.9; Deverá ser possível configurar as imagens de forma a permitir que sejam exibidas em fundos de, pelo menos, três cores diferentes, em correspondência com as espécies de restrição/evento Na emissão do alerta, o alarme sonoro deverá possuir, no mínimo, três sons diferentes, em correspondência com as espécies de restrição/evento No caso de eventos, o policial que inseriu o evento no sistema deverá optar pela notificação por correio eletrônico, por SMS, ou pelo envio de alerta a um ou mais pontos de entrega de alarmes, cumulativa ou alternativamente. Permitindo a atuação do serviço de inteligência no monitoramento de veículos e a integração entre a gestão da fiscalização, o serviço de inteligência e os policiais dedicados à atividade fim para a maior efetividade do serviço policial No caso de restrições, a emissão do alarme será obrigatória. Como forma de agilizar a fiscalização e prover maior segurança na abordagem Exibir, juntamente com a imagem capturada, de forma automática, de no 7

8 mínimo os dados abaixo: Data (dd/mm/aaaa); Hora (hh:mm:ss); Local (BR / KM /Código do Município/UF); Sentido (Crescente ou Decrescente); Número da faixa de rolamento (a numeração deverá iniciar da faixa mais à direita); Número de ordem da imagem; As imagens deverão ser numeradas em cada equipamento de captura de forma sequencial e crescente a partir do número 1 (um) e a contagem será reiniciada à 00:00:00h (zero hora) de cada dia Para cada faixa monitorada, o equipamento destinado à captura da imagem frontal do veículo deverá preceder a numeração a que se refere o item anterior da letra F e o outro equipamento deverá preceder a numeração da letra T, referindo-se à imagem traseira do veículo Caracteres da placa, reconhecidos pelo OCR; Marca / Modelo do veículo (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Cor do veículo (obtida da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Tipo / Espécie do veículo (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Tipo de irregularidade (se encontrada); Dados do agendamento, se for o caso. A exibição desses dados juntamente com a imagem servirão de ferramenta ao Policial que visualizou o alarme, a notificação ou realizou a consulta para a realização da atividade de fiscalização Permitir o acesso de usuários mediante senha com, pelo menos, 5 (cinco) níveis de acesso diferenciados, conforme a utilização das funcionalidades do sistema. Permitir a configuração de níveis de acesso de acordo com a utilização dos dados Efetuar a contagem do fluxo de veículos que passam pela faixa monitorada. Esses dados poderão subsidiar a tomada de decisões nas definições de atividades de policiamento nesses pontos de acordo com o volume médio diário de tráfego Sincronizar data e hora em cada ponto de acordo com o fuso-horário do 8

9 local de instalação das câmeras. Conferindo confiabilidade aos dados extraídos Permitir consulta do histórico de passagem de veículo, vinculada à identificação do policial que a realizar, com os seguintes parâmetros, que poderão ser cumulativos, em intervalos definidos pelo usuário (a imagem capturada para cada passagem registrada deve estar disponível para a visualização pelo operador, considerando o disposto no item ): Consulta por tipo de restrição/evento; Consulta por Unidade da Federação; Consulta por ponto de instalação (Rodovia e KM); Consulta de passagens por ponto por período de tempo com intervalos definidos pelo usuário; Consulta de passagens por faixa por período de tempo com intervalos definidos pelo usuário; Consulta de passagens por sentido por período de tempo com intervalos definidos pelo usuário; Consulta por placa, por ponto de captura de imagens, em intervalos de duas horas, aceitando o símbolo * como caractere coringa, em, pelo menos, 4 (quatro) posições (este item se refere a um item não cumulativo de consulta), considerando o disposto no item ; O tempo de resposta para as consultas não deverá ser superior a 2 (dois) minutos para consulta em que a resposta envolva dados de até 300 (trezentas) passagens de veículos Gerar relatórios de auditoria com os seguintes dados: Quantidade de veículos por período de tempo, em intervalo a ser definido pelo usuário; Quantidade de veículos por espécie/tipo em intervalo a ser definido pelo usuário; Quantidade de veículos cujas placas não foi possível identificar em intervalo a ser definido pelo usuário; Consultas realizadas por usuário; Quantidade de consultas realizadas por usuário; Consultas realizadas por ponto de recebimento de alarmes; Quantidade de consultas realizadas por ponto de recebimento de alarmes; Consultas realizadas por UF; Quantidade de consultas realizadas por UF; Alarmes desativados por usuário; 9

10 Quantidade de alarmes desativados por usuário; Alarmes desativados por período de tempo por ponto; Quantidade de alarmes desativados por período de tempo por ponto; Alarmes desativados por período de tempo por Unidade da Federação; Quantidade de alarmes desativados por período de tempo por Unidade da Federação; Alarmes desativados por período de tempo para todas as Unidades da Federação; Quantidade de alarmes desativados por período de tempo para todas as Unidades da Federação. Possibilitando verificar a qualquer tempo o índice de efetividade do sistema e realizar outras auditorias que se façam necessárias Permitir a inclusão de dados referentes à abordagem de veículo alarmado ou cujo histórico de passagens tenha sido consultado, de forma a auditar as abordagens que tenham sido realizadas, o resultado da operação e, quando não houver sido realizada qualquer abordagem, os motivos que impediram a ação policial. Permitindo a auditagem do sistema e se configurando mais uma forma de se medir sua efetividade A inclusão dos dados será opcional para veículos consultados e obrigatória para veículos alarmados em virtude de restrições, eventos ou placa ilegível, e deverão estar vinculados ao número de matrícula do policial que consultou a passagem do veículo ou que desativou o alarme No caso de consulta de histórico de passagem, além dos dados referentes à consulta realizada e à identificação do policial, deverá estar registrado no relatório a que se refere o item , a data e o horário da consulta Permitir a emissão de relatórios gerenciais do sistema, do tipo relatório dinâmico a qualquer tempo Os relatórios deverão permitir a análise dos dados do sistema com as variáveis escolhidas pelo requisitante do relatório Dentre as variáveis devem constar, no mínimo, dados referentes à verificação dos índices referidos nos itens:4.4.3; ; ; 4.4.5; e , além de informações referentes à situação de operação de cada equipamento de captura de imagens (ativo, inativo) e do terminal utilizado para a entrega dos alarmes (ativo, inativo); total de horas de operação efetiva dos equipamentos de captura de imagens e dos terminais de entrega de alarmes A emissão dos relatórios deverá ser restrita aos níveis de acesso informados pelo DPRF. 10

11 Personalização da interface de acesso à solução, seja via web, seja via software proprietário, seguindo os padrões requisitados pelo DPRF. 4.5 Requisitos de Hardware: Para cada faixa monitorada, deverá ser capturada, no mínimo, uma imagem frontal e uma traseira de cada veículo a cada passagem. Permitindo a identificação de motocicletas e caminhões tratores Imagens capturadas com compressão padrão jpeg (.jpg), com tamanho máximo de 80 KB por imagem, e que permita a nítida visualização pelo policial da placa do veículo e identificação de detalhes como tipo, marca, modelo, espécie, dísticos do fabricante, além da cor, para imagens capturadas à luz do dia. O que permitirá confrontar os dados da imagem do veículo com aqueles referentes ao cadastro do veículo disponível no banco de dados. O formato de compressão se justifica pela universalidade, o que permite a visualização da imagem sem a necessidade de qualquer interferência na imagem ou de aquisição de software O equipamento instalado no ponto deve possuir capacidade de processamento suficiente para não travar ou ficar lento devido a um grande fluxo de veículos; O que comprometeria a confiabilidade e o próprio funcionamento Imagens em cores, se capturadas à luz do dia; Para fornecer maiores subsídios na identificação do veículo em confronto com os dados cadastrados para a placa Permitir operação noturna com sistema de iluminação que seja imperceptível ao olho humano, evitando assim qualquer tipo de ofuscamento ao condutor do veículo; A solução deverá operar de forma segura ao condutor usuário e de maneira que não interfira na vazão normal do tráfego Deverá ser instalado um terminal em cada local informado no Anexo II deste Termo, o qual deverá ser responsável pela emissão dos alarmes A CPU deste terminal e as caixas de som deverão estar acondicionadas em rack próprio, cujo acesso deverá ser restrito ao pessoal de manutenção e suporte da Contratada. Impedindo o desligamento do equipamento, das caixas de som ou a desativação do software responsável pelos alertas O acesso ao terminal, por meio dos dispositivos periféricos (teclados, mouse etc.), deverá ser limitado às funcionalidades específicas do software responsável pelos alertas, tais como o desligamento do alerta cujo atendimento já tenha sido providenciado, a consulta a histórico de veículo e o preenchimento do relatório de abordagem. 11

12 O equipamento deverá estar exclusivamente dedicado ao Sistema Alerta Brasil, não devendo ser permitido acesso a qualquer outra funcionalidade O monitor, de, no mínimo, 14 (quatorze polegadas), deverá ficar em local que permita fácil visualização por parte dos policiais de plantão, e o teclado deverá ficar em local adequado, próximo ao monitor. Para permitir um menor tempo de resposta e uma abordagem mais eficaz Não deverá ser possível a desativação do software por meio do teclado. Para impedir que os alarmes não sejam recebidos nos pontos Os equipamentos da contratada, instalados no ponto de entrega de alarmes, deverão estar protegidos contra descargas e falhas de energia elétrica e a contratada deverá prover solução para a religação dos equipamentos, quando do restabelecimento do fornecimento de energia elétrica, em caso de falha por tempo superior à capacidade do equipamento de proteção. Para impedir que os alarmes não sejam recebidos nos pontos. 4.6 Deverá executar os seguintes passos para cada faixa de circulação: Detectar a passagem dos veículos; Para cumprir o objeto a que se destina o projeto Fazer a leitura automática dos caracteres das placas de todos os veículos que passarem pelo ponto de fiscalização, por meio de tecnologia de Reconhecimento Óptico de Caracteres, observado o disposto no item 4.4.3; Para cumprir o objeto a que se destina o projeto Consultar se há alguma restrição no veículo em banco de dados on-line, que será disponibilizado pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal, ou através dos agendamentos mencionados no item Para cumprir o objeto a que se destina o projeto Para todo veículo com restrição, o terminal deverá soar um sinal sonoro e mostrar na tela do terminal do respectivo ponto de entrega de alarmes a imagem do veículo, com os dados informados no item 4.4.9, e/ou enviar notificações por e/ou SMS para endereços eletrônicos e números de telefones celulares autorizados pelo DPRF, os quais deverão ser informados pelo policial que realizar o agendamento, conforme regras a serem definidas pelo DPRF; Para cumprir o objeto a que se destina o projeto. Somente serão enviadas notificações para endereços eletrônicos funcionais e telefones celulares expressamente autorizados pelo DPRF As mensagens enviadas por correio eletrônico deverão conter as informações descritas no item e as informações referentes ao Policial que efetuou a inclusão do veículo. 12

13 Facilitando a compreensão do motivo do recebimento da mensagem e a correta reação do destinatário As mensagens enviadas por SMS deverão conter as informações descritas no item a , , , , e as informações referentes ao Policial que efetuou a inclusão do veículo. Facilitando a compreensão do motivo do recebimento da mensagem e a correta reação do destinatário Caso se trate de verificação agendada, enviar notificação para até 3 (três) endereços de correio eletrônico e/ou 2 (dois) números de telefone celular via SMS, os quais deverão ser informados pelo policial que realizar o agendamento, conforme regras a serem definidas pelo DPRF. Para garantir a segurança da informação Quando for identificada placa que contenha, pelo menos, um caractere ilegível, realizar o registro, conforme item , e emitir um alerta para o ponto de entrega de alarmes respectivo. É interesse da fiscalização identificar as placas ilegíveis, autuar a infração administrativa e verificar se a infração não está relacionada à prática de alguma outra infração legal A Contratada deverá permitir a visualização dos alarmes audiovisuais e a consulta ao histórico de passagens em terminais do DPRF, podendo o acesso ocorrer por meio de web-service, sendo permitido o uso complementar de software proprietário. No último caso, a Contratada deverá disponibilizar o software, as licenças necessárias e todas as suas atualizações, durante a vigência da locação. Permitindo às áreas específicas o acesso remoto a essas informações A visualização dos alertas e consultas nos terminais do DPRF deverá seguir os mesmos padrões estabelecidos para a visualização nos pontos de entrega de alarmes Por meio desse serviço, deverá ser permitida a visualização das imagens capturadas e dos alarmes em vários pontos de monitoramento, conforme o perfil de usuário Em uma mesma tela deverá ser possível configurar a visualização de um ou mais pontos autorizados para o perfil, com a possibilidade de visualizar todos simultaneamente Armazenar em banco de dados, para cada passagem, os seguintes dados: Data; Hora; UF; Código do Município; 13

14 BR; KM; Sentido; Número da faixa de rolamento; Número da imagem, conforme item ; Caracteres da placa do veículo que tenham sido detectados na leitura, ressalvado o disposto no item ; Marca / Modelo do veículo (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Cor do veículo (obtida da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Tipo / Espécie do veículo (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Ano de fabricação e ano do modelo do veículo (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); CPF ou CNPJ do proprietário (obtidos da consulta ao banco de dados, se a placa houver sido detectada); Imagens frontal e traseira do veículo; Tipo de restrição encontrada, se houver Permitir a contagem de veículos com os seguintes filtros, considerando intervalos de tempo a serem definidos pelo usuário: Quantidade total de veículos por faixa; Quantidade total de veículos por ponto; Quantidade total de veículos em cada ponto por sentido de circulação (crescente / decrescente); Quantidade total de veículos por BR; Quantidade total de veículos por UF; Quantidade de veículos em cada ponto por espécie por faixa; Quantidade de veículos por espécie por ponto; Quantidade de veículos em cada ponto por espécie por sentido de circulação (crescente / decrescente); Quantidade de veículos por espécie por BR; Quantidade de veículos por espécie por UF. Permitindo a geração rápida de estatísticas que nortearão ações por parte do DPRF. 14

15 4.7 Infraestrutura: Elétrica: A contratada deverá manter a infra-estrutura necessária para o funcionamento do sistema durante 24h (vinte quatro horas) por dia, 7 (sete) dias por semana, permitida a utilização de sistemas de energia alternativa, desde que não haja comprometimento no bom funcionamento dos dispositivos e que a empresa garanta a operação ininterrupta Física: Para cumprir o objeto a que se destina o projeto Todos os equipamentos a serem instalados nos pontos de captura de imagens deverão estar devidamente acondicionados de maneira a suportar intempéries, possuir vedação para poeira e ser instalados em local de difícil acesso. Considerando que no ambiente de operação desses equipamentos as rodovias federais é comum a presença de partículas suspensas e a ocorrência de ventos e chuvas, faz-se necessária a vedação para a conservação do equipamento e preservação de sua vida útil. Também se necessita evitar práticas como a o furto ou o vandalismo, que podem comprometer a captura de dados no ponto monitorado Os equipamentos deverão ser instalados de forma a minimizar as possibilidades de vandalismo. Visando à redução do custo de manutenção, que impactará no custo da locação da solução, e à plena operação do ponto, evitando interrupções na captura e transmissão das imagens A estrutura de instalação dos equipamentos nos pontos de captura de imagem deve obedecer aos requisitos de engenharia de tráfego para o local de instalação Armazenamento e processamento de Dados: A contratada deverá fornecer infraestrutura de armazenamento de dados suficiente para armazenar as imagens de cada ponto por, no mínimo 2 (dois) anos e os dados de cada passagem por, no mínimo, 5 (cinco) anos, permitindo o acesso imediato. Permitindo acesso ao histórico de passagem de veículos para fins de consulta e estatística A contratada deverá fornecer infraestrutura de backup de dados para mantê-los armazenados indefinidamente, de acordo com as necessidades do DPRF A solução deverá permitir acesso ao(s) banco(s) de dados a ser(em) provido(s) pelo DPRF por meio de web-service A contratada deverá fornecer infraestrutura de processamento de dados suficiente para realizar as leituras e consultas ao banco de dados, 15

16 considerando que o tempo de processamento deve atender ao requisito do item Considerando que a infraestrutura é parte da solução, deve ser fornecida pela contratada Os equipamentos para armazenamento e processamento de dados deverão ser instalados nas dependências do DPRF e os dados armazenados deverão ser de acesso exclusivo do DPRF, que poderá disponibilizá-los futuramente a outras entidades. Não será permitido à contratada disponibilizar acesso às informações à qualquer outra entidade ou pessoa, sob pena de responsabilidade. A localização dos servidores e processadores dentro das instalações do Departamento permitirá a segurança requerida, a conexão com a rede do DPRF e a agilidade na consulta ao banco de dados Não será permitido à contratada manter qualquer tipo de cópia das informações. Os dados deverão ser enviados somente aos equipamentos localizados na sede do DPRF, não podendo ser replicados ou copiados em nenhuma hipótese sem o conhecimento e anuência expressa deste, sob pena de responsabilidade. Os dados obtidos com a operação do sistema são de propriedade do Departamento de Polícia Rodoviária Federal. É questão de segurança pública manter o acesso a esses dados sob controle extremo, garantindo a segurança da informação e a efetividade das ações que possam ser tomadas pelo DPRF com base nesses dados Transmissão de dados: A contratada proverá a infra-estrutura de transmissão de dados entre o ponto de captura de imagens, a central de processamento e o ponto de entrega dos alarmes, garantindo um tempo máximo entre a captura da imagem e a entrega do alarme ou da notificação não superior a 30 (trinta) segundos. Para permitir a detecção antecipada do veículo a ser abordado e os procedimentos relativos à abordagem com tempo suficiente entre a passagem do veículo pelo ponto monitorado e pelo ponto de fiscalização Para a implantação da solução, a contratada não poderá utilizar a rede de dados do DPRF. Tornando possível a auditoria dos índices de qualidade exigidos para o objeto da contratação A contratada deverá garantir a segurança na transmissão dos dados, evitando sua perda ou alteração Serão de inteira responsabilidade e ônus da contratada as notificações por correio eletrônico ou SMS, devendo esta garantir a segurança e a confiabilidade dos dados enviados. 16

17 4.8 Manutenção: A contratada deverá prover, no mínimo, 5000 (cinco mil) mensagens do tipo SMS, por mês para fins de notificação A contratada deverá realizar a manutenção preventiva periodicamente, conforme a necessidade dos equipamentos e a manutenção corretiva sempre que se fizer necessário O período de realização da manutenção preventiva não deverá ser superior a 15 (quinze) dias. Para garantir que a solução opere dentro do índice de acerto requerido Para o caso de manutenção corretiva, nos casos em que não ocorrer a paralisação da Central de Processamento ou perda dos dados armazenados, a contratada deverá efetuar os reparos num prazo máximo de 72h (setenta e duas horas) da detecção ou da notificação da falha, o que ocorrer primeiro. Para garantir a efetividade do sistema No caso de falha que acarrete paralisação da Central de Processamento ou perda dos dados armazenados, o sistema deverá ser restabelecido, no prazo máximo de 6 (seis) horas após a detecção ou a notificação, o que ocorrer primeiro. Para garantir a efetividade do sistema A detecção das falhas no sistema será de responsabilidade da contratada, não estando a contratante impedida de comunicar àquela a ocorrência de falhas de que tome conhecimento A comunicação da falha por parte da contratada deverá ser realizada por meio de Ofício ou abertura de chamado na central a que se refere o item 12.9 e será, para todos os efeitos, considerada notificação. Estando a contratada responsável pela operação e manutenção da solução, será responsável por detectar falhas que impeçam seu correto funcionamento. A detecção poderá ocorrer, inclusive, por comunicação direta do DPRF. 4.9 Realização de cópias de segurança (back up do sistema) a cada 24 (vinte e quatro) horas. As cópias deverão permanecer nas dependências do DPRF e deverão permanecer à disposição da contratante para acesso a qualquer tempo, devendo ser a esta repassados ao final dos prazos a que se refere o item e ao final do Contrato. Para garantir a integridade e a disponibilidade dos dados. Para assegurar a manutenção do histórico gerado pela solução. 17

18 5 TREINAMENTO 5.1 Perfis de treinamento: Usuário: Visualizar e desativar alarmes disparados no ponto de acesso pelo qual esteja responsável; Consultar histórico de passagens de veículo; Inserir dados referentes a abordagem de veículo alarmado ou consultado Agendador: Perfil usuário; Agendar placas para alarme no ponto e/ou notificação por e/ou notificação por SMS Administrador: Perfil agendador; Inserir/ excluir/ alterar perfil de usuário e agendador. 5.2 Quantidade de policiais a serem treinados por perfil: Usuário: até 08 (oito) Policiais por ponto de entrega de alarmes Agendador: até 04 (quatro) Policiais por ponto de entrega de alarmes Administrador: até 16 (dezesseis) Policiais por regional. 5.3 A quantidade de treinandos será definida pelo DPRF, dentro dos limites do item 5.2, devendo a contratada garantir que estes serão distribuídos em turmas, diferenciadas por perfil, com, no máximo, 16 (dezesseis) pessoas. 5.4 Toda a infraestrutura de treinamento será de responsabilidade da contratada. 5.5 O(s) profissional(is) responsável(is) pelo treinamento deverá(ão) possuir amplo conhecimento do sistema, permitindo a realização das operações necessárias ao treinamento nos três perfis solicitados. 6 ORÇAMENTO DETALHADO 6.1 Os recursos para atender este objeto serão provenientes do PRONASCI Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania do Ministério da Justiça dentro do Propjeto UNACI Unidades de Apoio ao Cidadão do DPRF/MJ, da Ação de Monitoramento e Fiscalização da Malha Rodoviária Federal (2B11) e outras fontes (convênios e acordos de cooperação). 6.2 O orçamento, que servirá de embasamento à Administração para alocar recursos necessários para a despesa e servir de balizamento, será realizado pela Divisão de Licitações, Contratos e Convênios. 18

19 7 IMPACTO AMBIENTAL 7.1 Considerando que a escolha da solução influencia na quantidade e no tipo de equipamentos a serem instalados nos pontos de captura de imagens, nos pontos de entrega de alarmes e na central de processamento de dados, não é possível avaliar o impacto ambiental da solução a ser instalada. 8 DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 8.1 São de exclusiva conta e responsabilidade da Contratada, além das previstas em lei e nas normas aplicáveis que integram o presente Contrato, independentemente de transcrição, as obrigações constantes deste item. 8.2 São obrigações gerais da Contratada, entre outros aspectos: Responsabilizar-se integralmente pelo fornecimento e instalação dos equipamentos nos termos da legislação vigente e exigências contratuais; Acatar as decisões e observações feitas pela fiscalização da Contratante, relativamente ao fornecimento dos bens, serviços e sistemas; Cumprir os prazos e as especificações técnicas estipulados neste Termo de Referência; Não transferir, no todo ou em parte, a prestação dos serviços de instalação e manutenção do objeto da contratação, exceto com a expressa autorização deste Órgão; Quando for o caso, responder objetivamente por quaisquer danos pessoais ou materiais, inclusive danos à integridade física das pessoas a serviço da Contratante, decorrentes da prestação dos serviços, seja por ação ou omissão de seus empregados e prepostos, restrita à culpa ou dolo dos mesmos; Indicar nome do seu preposto para representá-la perante a Contratante; Comunicar à Administração, por escrito, qualquer anormalidade na prestação do serviço e prestar esclarecimentos que a Administração julgar necessários; Prestar imediatamente todos os esclarecimentos solicitados pelo contratante referentes ao objeto, salvo quando implicarem em indagações de caráter técnico, hipótese em que serão respondidas no prazo máximo de 24h (vinte quatro horas) Orientar seus funcionários a manterem sigilo sobre fatos, atos, dados ou documentos de que tome conhecimento e que tenham relação ou pertinência com a Polícia Rodoviária Federal, durante e após a prestação dos serviços e que o descumprimento sujeitará o infrator à aplicação das sanções civis e penais cabíveis; Entregar o objeto deste Termo de Referência de acordo com o estipulado no próprio e no contrato, sem ônus adicionais para a Contratante; Transportar às suas expensas todos os componentes, peças e acessórios necessários à implantação da solução nas localidades designadas e transportar, 19

20 fornecer alimentação e alojamento aos seus funcionários ou prestadores de serviços; Executar fielmente e dentro das melhores normas técnicas os serviços que lhe forem confiados, com pessoal qualificado e mediante emprego de técnica e ferramentas adequadas, de acordo com as especificações de fábrica e eventuais complementações da Contratante, com rigorosa observância aos demais detalhes e Ordens de Serviços emanadas pela Contratante; Implantar, de forma adequada, a supervisão permanente dos serviços, de modo a obter uma operação correta e eficaz e fiscalizar o perfeito cumprimento do objeto contratual, independente da fiscalização exercida pela Contratante, assumindo de forma integral o ônus decorrente desta fiscalização; Reparar, corrigir, remover, substituir, desfazer e/ou refazer, prioritariamente e exclusivamente à sua custa e risco, no todo ou em parte, e dentro de um prazo não superior ao original, as aquisições ou serviços executados com vícios, defeitos, incorreções, erros, falhas, imperfeições ou recusados pela Contratante, decorrente de culpa da Contratada, inclusive por emprego de mão-de-obra, pelos acessórios ou materiais impróprios ou de qualidade inferior, sem que tal fato possa ser invocado para justificar qualquer cobrança adicional, a qualquer título, mesmo nas aquisições e serviços recebidos pela Contratante, mas cujas irregularidades venham a surgir dentro do prazo de garantia, mesmo após vencimento do contrato; 8.3 A licitante deverá efetuar a VISTORIA nos locais definidos no Anexo III para a instalação dos equipamentos e deverá assinar o termo de vistoria conforme o Anexo IV. Na fase de homologação do certame a empresa vencedora deverá apresentar juntamente com a documentação necessária, o Termo de Vistoria devidamente assinado, sob pena de desclassificação. 8.4 Para a realização da vistoria, a contratada deverá ter acompanhamento de pessoa designada pelo chefe da delegacia responsável pelo trecho. 8.5 Ao término deste Contrato, a Contratada deverá entregar à contratante todos os dados gerados pela Solução, salvo no caso de prorrogação. 8.6 A retirada de equipamentos da central de processamento de dados fica condicionada à prévia eliminação dos dados armazenados e somente poderá ser efetivada após a autorização expressa, por escrito, do Fiscal do Contrato. 9 DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE 9.1 A Contratante obriga-se a acompanhar, fiscalizar e avaliar o fornecimento dos equipamentos não obstante a fiscalização da Contratada; 9.2 Designar gestor ou servidor, para acompanhar a execução e fiscalizar o cumprimento do presente instrumento; 9.3 Indicar servidor para acompanhamento da Vistoria citada no item Fiscalizar e acompanhar a execução do contrato, de acordo com as obrigações 20

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL ANEXO 4 AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL CONCORRÊNCIA Nº 02/2012 ANEXO 4 - FL. 2 DA AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS A empresa LICITANTE detentora da melhor proposta, deverá

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA A B C D E OBJETO O presente Termo de Referência tem como objeto o fornecimento parcelado de combustíveis à frota dos veículos oficiais do Conselho Regional de Medicina do

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 Prezados Senhores, Brasília, 28 de novembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/04/044 - Implementação de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº 036/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº 036/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº 036/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO 1. DO OBJETO 1.1. Constitui objeto deste Pregão a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção e recuperação

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS TERMO DE REFERÊNCIA DO OBJETO Contratação de empresa especializada para elaboração de projeto, fornecimento de materiais e instalação de Circuito Fechado de TV (CFTV) para o Museu da Língua Portuguesa.

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (PFRH) MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO Versão 04/02/2011 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 MODALIDADES DE

Leia mais

3.2. O USUÁRIO poderá alterar sua senha a qualquer momento, assim como criar uma nova chave em substituição a uma chave já existente;

3.2. O USUÁRIO poderá alterar sua senha a qualquer momento, assim como criar uma nova chave em substituição a uma chave já existente; 1. CONTRATO Os termos abaixo se aplicam aos serviços oferecidos pela Sistemas On Line Ltda., doravante designada S_LINE, e a maiores de 18 anos ou menores com permissão dos pais ou responsáveis, doravante

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto)

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) 1 1 - OBJETO 1.1 Registro de Preços para prestação de

Leia mais

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos:

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: 1) No item 10.3.2 Documentação De Qualificação Econômico-Financeira, não é

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças Código de Classificação: 13.02.02.39 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para a prestação de serviço de locação de veículos, com rastreador de frota, pelo prazo de 12 (doze)

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de serviço de fornecimento de assinatura de jornais impressos e revistas, assim como acesso às matérias on line dos respectivos jornais e revistas para

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO O presente Regulamento institui a normatização adotada pelo Conselho

Leia mais

SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA DE VEÍCULOS. Especificações Técnicas

SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA DE VEÍCULOS. Especificações Técnicas SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA DE VEÍCULOS Características Gerais Especificações Técnicas. Ser de fácil transporte, acondicionado em estrutura resistente a sua condução, formada pelo conjunto dos elementos

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL

TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL TNL PCS S.A., sociedade anônima, autorizatária para a exploração do Serviço Móvel Pessoal (SMP), com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

ANEXO VIII. Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO VIII. Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO VIII Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PÁGINA 1 DE 6 CONDIÇÕES GERAIS 1. OBJETO Contratação de empresa seguradora para emissão de apólice de seguro de vida em grupo para,

Leia mais

ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012)

ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012) ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA-TOLDOS (RP 044.374/2012) 1. OBJETO O presente Termo tem por objetivo o serviço de confecção e instalação de toldos no sexto andar do Fórum Thomaz de Aquino, de acordo com as

Leia mais

DSG/DLOG/SGF N. 014 /2014. Aquisição de Espera Telefônica

DSG/DLOG/SGF N. 014 /2014. Aquisição de Espera Telefônica N 014 /2014 1 DO OBJETO Aquisição de um equipamento de espera telefônica para central Siemens HIPATH 3000, incluindo instalação, para a Superintendência Regional de Montes Claros, situada à Av Major Alexandre

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO QUADRO RESUMO 1. : NOME DA EMPRESA, com sede na xxxxxxxxxxxxx, nº. xxxx,, inscrita no

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

Serviço de mensageria SMS

Serviço de mensageria SMS Termo de Referência Serviço de mensageria SMS Agosto/2014 1 1 OBJETO 1.1 Prestação de serviços de envio de até 1.680.000 (Um milhão seiscentos e oitenta mil) Mensagens de Texto SMS (Short Message Service)

Leia mais

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA Processo n.º E-04/. /2012. Contratação de empresa para fornecimento e instalação de sistema de gerenciamento de tráfego para elevadores do prédio da SEFAZ, localizado na Avenida Presidente Vargas, 670

Leia mais

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 19 da Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Processo 50618.000923/2008-47 1. OBJETO 01.01. Contratação de empresa para fornecimento de combustível para abastecimento dos veículos a serviço da Superintendência Regional

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS SMS SHORT MESSAGE SERVICE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Responsável: Superintendência Central de Governança Eletrônica Objeto LOTE ITEM

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA 1 JUSTIFICATIVA 1.1 O objetivo do presente pregão eletrônico é a contratação de empresa especializada na prestação de serviço de locação de equipamentos de radiocomunicação

Leia mais

PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO

PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 004/2012 CONTRATO Nº 12/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA, E A EMPRESA DATAVOX TELEINFORMÀTICA LTDA. A, doravante denominada CMP ou CONTRATANTE,

Leia mais

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica.

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica. Classificação: RESOLUÇÃO Código: RP.2007.077 Data de Emissão: 01/08/2007 O DIRETOR PRESIDENTE da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia - PRODEB, no uso de suas atribuições e considerando

Leia mais

CAIXA DE APOSENTADORIA E PENSÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE SARANDI PRESERV

CAIXA DE APOSENTADORIA E PENSÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE SARANDI PRESERV CAIXA DE APOSENTADORIA E PENSÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE SARANDI PRESERV PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2014 - PRESERV OBJETO: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços na área de medicina

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 035/2013 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO A presente licitação tem por objetivo a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços, de forma contínua, ao da 2ª

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO STREAMING

CONTRATO DE ADESÃO STREAMING AVISO IMPORTANTE CONTRATO DE ADESÃO STREAMING Por favor, tenha certeza que entendeu todas as políticas de uso antes de contratar nossos serviços. A suedhost reserva o direito de suspender ou cancelar o

Leia mais

4. O QUANDO QUISER não possui qualquer responsabilidade pelo CONTEÚDO existente no SITE do ANUNCIANTE;

4. O QUANDO QUISER não possui qualquer responsabilidade pelo CONTEÚDO existente no SITE do ANUNCIANTE; TERMO DE USO DO QUANDO QUISER O presente TERMO DE USO regula as condições gerais de uso dos serviços oferecidos pelo QUANDO QUISER (www.quandoquiser.com.br), da empresa N. O. S. SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. 5.1 Quantidade estimada para compra são de 2 (dois) nobreaks que funcionarão de forma redundante.

TERMO DE REFERENCIA. 5.1 Quantidade estimada para compra são de 2 (dois) nobreaks que funcionarão de forma redundante. TERMO DE REFERENCIA 1. OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada para fornecimento e manutenção de equipamento elétrico do tipo nobreak nas instalações da sala dos servidores da Companhia Docas do

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO I PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 011/2015 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO A presente licitação tem por objetivo a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços, de forma contínua, ao da 2ª Região,

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir.

Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir. Termos de Uso Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir. Este Contrato de Licença de Usuário Final ("EULA") é um acordo legal entre licenciado (pessoa Física ou Jurídica)

Leia mais

Projeto Básico - Prestação de Serviços

Projeto Básico - Prestação de Serviços Diretoria de Tecnologia Gerência de Fornecimento de TI Projeto Básico - Prestação de Serviços 1. Objeto: 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de escuta de gravações e monitoração

Leia mais

CONSIDENRANDO o frequente deslocamento dos gerentes e demais coordenadores entre os dois parques;

CONSIDENRANDO o frequente deslocamento dos gerentes e demais coordenadores entre os dois parques; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA LOCAÇÃO DE VEÍCULO TIPO PASSEIO PARA OS EQUIPAMENTOS PARQUE SANTANA E PARQUE URBANO DA MACAXEIRA. JUSTIFICATIVA CONSIDENRANDO

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Mailing de imprensa e ferramenta de distribuição de e-mails (e-mail marketing) 1. Da justificativa A Assessoria de

Leia mais

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de instalação/colocação de Isolamento Acústico com fornecimento de todos os materiais necessários

Leia mais

PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO

PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO TERMO DE REFERÊNCIA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS NA LIMPEZA DE CARPETES

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA Pelo presente instrumento particular de contrato de prestação de serviços, de um lado, OTS OPTION TELECOM SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA.,

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 Institui e regulamenta o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, nas vias e logradouros públicos do Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS 1ª PERGUNTA: Pelo que entendemos no edital o sistema será implantado em cada unidade do DNIT, com banco de dados descentralizados

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 1. QUADRO RESUMO DE SERVIÇOS ITEM SERVIÇOS LIMITES DO SERVIÇO 1 Assistência Global de Proteção a Cartões e Serviço de Solicitação de Cartão Substituto

Leia mais

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) O texto deste Contrato foi submetido à aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, estando sujeito a

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial. Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015. PREGÃO Presencial Nº XXX

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial. Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015. PREGÃO Presencial Nº XXX Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015 PREGÃO Presencial Nº XXX ÓRGÃO REQUISITANTE:Secretaria de Estado do Desenvolvimento

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LETHALLHOST TEAMSPEAK

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LETHALLHOST TEAMSPEAK CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LETHALLHOST TEAMSPEAK CONTRATO: CN-613XXXXXXXXXXXX A LETHALLHOST NETWORKING, Provê serviços de aluguel de servidor de TeamSpeak. Tem a responsabilidade de proteger cada

Leia mais

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 O CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CNPq, fundação pública federal, vinculada ao

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão PRESENCIAL PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA PROCESSO Nº 34.206.019993.2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 057/2014 ÓRGÃO REQUISITANTE:SEIE/Companhia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE XXXXXXXXXXXXXXX

PREFEITURA MUNICIPAL DE XXXXXXXXXXXXXXX Ref.: Solicitação de Compras nº. 000XXX/20XX. 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa especializada em prestação de serviços automotivos em geral, para manutenção preventiva e corretiva (elétrica e mecânica),

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 Estabelece os critérios de concessão de acesso ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse SICONV. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, setembro

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 1) DO OBJETO Constitui objeto desta especificação a contratação de empresa para o fornecimento de peças originais de reposição de

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE O presente Anexo III faz parte integrante do Contrato de Credenciamento ao Sistema Elavon ( CONTRATO ) registrado no 5º Oficial de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES CADASTRO DE CLIENTES Recebimento de equipamentos somente com cadastro completo; O cadastro do e-mail é obrigatório; É de responsabilidade do cliente manter seus dados sempre

Leia mais

Telecomunicações de São Paulo S/A

Telecomunicações de São Paulo S/A INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE USO DA RELAÇÃO DE ASSINANTES No. M O D E L O A Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP, sociedade constituída sob as leis brasileiras, com sede na Capital do Estado

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE EMAIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE EMAIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE EMAIL De um lado, M&T Logística e Tecnologia Ltda, sediada na cidade de Belo Horizonte/MG na, denominada CONTRATADA e de outro lado, pessoa física ou jurídica, neste denominada

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 PROCESSO Nº 013/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de reserva, emissão, marcação, remarcação, endosso

Leia mais

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015.

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. Atualiza o macroprocesso da fase de Gestão de Contratos de Tecnologia da Informação e Comunicações, instituído no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET Pelo presente Instrumento Particular o BANCO MÁXIMA S/A, com sede na cidade de Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Avenida Atlântica, 1130, 12º andar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05 MINUTA 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/05 Processo nº 10.091/05 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

Capítulo I Das Disposições Gerais

Capítulo I Das Disposições Gerais PLANO GERAL DE METAS DA QUALIDADE PARA O SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1º Este Plano estabelece as metas de qualidade a serem cumpridas pelas prestadoras do Serviço

Leia mais

CONTRATO Nº 2015/001

CONTRATO Nº 2015/001 CONTRATO Nº 2015/001 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO MÉDIO VALE DO ITAJAÍ - CIMVI E JF SITES OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS HOSPEDAGEM DE WEBSITE. O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO CONTRATO Nº 04/2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado a Câmara Municipal de Itajubá, com sede na Praça Amélia Braga, 45, centro, inscrita no CNPJ sob o nº 00.993.308/0001-85, neste ato representada

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSFERÊNCIA ELETRÔNICA DE ARQUIVOS - EDI

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSFERÊNCIA ELETRÔNICA DE ARQUIVOS - EDI 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSFERÊNCIA ELETRÔNICA DE ARQUIVOS - EDI Contrato AJDG Nº 105/14 Das Partes: CONTRATANTE: O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da, órgão administrativo

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA Resolução nº 1.839, de 26 de novembro de 2010. Disciplina o uso e responsabilidade dos equipamentos de telefonia móvel no âmbito do Conselho Federal de Economia. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 40, DE 30 DE ABRIL DE 2010.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 40, DE 30 DE ABRIL DE 2010. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 40, DE 30 DE ABRIL DE 2010. Regulamenta a utilização dos serviços corporativos disponíveis na rede de computadores da ANAC. A DIRETORA-PRESIDENTE

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE: Aqui designado apenas como a empresa que fez o cadastro pelo sistema de vendas online no site www.netflexfidelidade.com.br CONTRATADA: Openhaus Soluções Tecnológicas

Leia mais