CURSO CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO 2016/2017

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO 2016/2017"

Transcrição

1 CURSO CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO 2016/2017 Conservação e Restauração em sua interdisciplinaridade Museal DOCENTE: Profª. Esp. Marcia Cristina de Almeida Corso (Titina Corso) Elementos mistos presentes na ambiência museológica: 1. Gesso 1º. Semestre de Barro 2º. Semestre de Papel Marche 1º. Semestre de Madeira 2º. Semestre de 2017

2 GRADE - CURSO CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO 2016/2017 1º semestre de 2016 GESSO 13 de fevereiro sábado Das 9 às 17hs Apresentação da matéria gesso na imaginária, elementos mistos junto à matéria gesso e elementos decorativos (apresentação de filme da origem) Dinâmica de reconhecimento dos materiais utilizados sobre o suporte gesso (base de preparação da erudição do Séc XIII ao Séc XXI em sua contemporaneidade / tintas tradicionais e processos de execução / douração e suas possibilidades / manuseio de biséis). Prática execução de uma imagem em forma tasselada. 14 de fevereiro domingo Das 9 às 17hs Visitação ao presépio do MAS e Pinacoteca (piso inferior ), para estudos visuais e compreensivos. Preparação de riscos para técnica do Pastiglio e reconhecimento criativo base do Séc. XVIII ao XXI. Trabalho em equipe / fundamentação do restauro pesquisa produção documental ABNT. 19 de março sábado Das 9 às 17hs Prática de Pintura Erudita (Douração e policromia apropriação do processo criativo / Base XVIII ao XXI). Fundamentos básicos do Restauro (mínima interferência). 20 de março domingo Das 9 às 17hs Restauro (Prática em imagem contemporânea). Higienização. Consolidação estrutural (Pinos e grampos) / Preenchimento (massas) / Nivelamento (massas)). Desenvolvimento de partes faltantes / Moldes. 16 de abril sábado Das 9 às 17hs Testes de solvência. Decapagem e processos de identificação de patogenia. Prática em equipe continuidade do processo restaurativo de consolidação estrutural.

3 17 de abril domingo Das 9 às 17hs Reintegração de policromia (estudo do círculo cromático exercícios práticos). Isolamento de lacunas e produção de tintas reversíveis. Exercícios de trattéggio; pontilhismo e aguada (fundo neutro) 21 de maio sábado Das 9 às 17hs Tratamento de anexos. Reintegração de policromia. Desenvolvimento de caixas de guarda. 22 de maio domingo Das 9 às 17hs Continuidade de reintegração de policromia. Desenvolvimento de Relatório técnico documental. Estudo sobre vernizes de proteção. 18 de junho sábado Das 9 às 17hs Preparo de vernizes. Métodos de conservação. Continuidade da reintegração de policromia. 19 de junho domingo Das 9 às 17hs Aplicação de verniz de proteção. Avaliação dos trabalhos e métodos aplicados. METODOLOGIA: Apresentação de lâminas de Power Point com participação dos alunos em comentários que se relacionem em experimentos paralelos. Apresentação de filmes e fotos para estudo de casos. Fatura de imagem em cópia de molde siliconada para compreensão do processo industrial. Pintura em imagem de gesso com altura mínima de 30 cms (uma imagem para cada), para apropriação do processo criativo e artístico. Restauro em imagem contemporânea (2 imagens com 50cms mínimo), para compreensão do fazer técnico científico na conservação e restauração. Abordagem, interdisciplinar e transdisciplinar nas áreas que transpassam a história, a musealidade, a fé e a conservação da obra museológica e de culto religioso. Por meio de apresentação teórica, prática e dialógica, pretende-se estimular os participantes à observação técnica e artística, para análise morfológica e identificação da cultura de material artístico no fazer da imaginária religiosa e elementos decorativos como relevante fonte de pesquisa, sensibilizando-os a uma melhor compreensão da produção regional colonial e de sua materialidade. Para essa finalidade, o curso compreenderá aulas expositivas, subsídios visuais como filmes e slides e experimentos na matéria gesso. A ação prática na vivência de equipe e interdisciplinaridade. Também, abrangerá uma programação de visitas técnicas em ambiência museológica.

4 GRADE - CURSO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO 2016/2017 2º semestre de 2016 BARRO 16 de julho sábado Das 9 às 17hs Apresentação da matéria barro: na imaginária; elementos arqueológicos, mistos e decorativos (apresentação de filmes sobre o processo e artífice exposição MAS) Dinâmica de reconhecimento dos materiais utilizados sobre o suporte barro/argila (base de preparação do Séc XVII erudição ao Séc XXI contemporaneidade / tintas tradicionais e processos de execução / queima / douração / policromia ) Prática exercícios com a argila / construção de torso medido 17 de julho domingo Das 9 às 17hs Visitação ao presépio do MAS, para estudos visuais e compreensivos Prática construção de imagem na linguagem paulistinha e placa para exercícios Preparação de riscos para técnica do Pastiglio e reconhecimento criativo base do Séc. XVII e XVIII Trabalho em equipe / fundamentação do restauro pesquisa produção documental ABNT 13 de agosto sábado Das 9 às 17hs Estudo e Prática de Pintura Erudita sobre o barro (policromia apropriação do processo criativo / Base XVII ao XXI) Fundamentos básicos do Restauro (mínima interferência produção documental Relatório Técnico) 14 de agosto domingo Das 9 às 17hs Restauro (Prática em imagem contemporânea) Higienização e identificação de patogenia Consolidação estrutural (Pinos) / Preenchimento (massas) / Nivelamento (massas))/ Consolidantes Desenvolvimento de partes faltantes / Moldes 17 de setembro sábado Das 9 às 17hs Teste de solvência / Solventes utilizados Estudo de caso Imagem de roca elementos mistos (cerâmica/tecido/madeira) Prática em equipe continuidade do processo restaurativo de consolidação estrutural

5 18 de setembro domingo Das 9 às 17hs Reintegração de policromia (estudo do círculo cromático exercícios práticos) Isolamento de lacunas e produção de tintas reversíveis Exercícios de trattéggio; pontilhismo e aguada (fundo neutro) 15 de outubro sábado Das 9 às 17hs Tratamento de anexos Reintegração de policromia 16 de outubro domingo Das 9 às 17hs Continuidade de reintegração de policromia Desenvolvimento de Relatório técnico documental Estudo sobre vernizes de proteção 19 de novembro sábado Das 9 às 17hs Visita ao Museu de Arte Sacra do Embú para análise do acervo de barro. Preparo de vernizes Métodos de conservação Continuidade da reintegração de policromia 20 de novembro domingo Das 9 às 17hs Aplicação de verniz de proteção Avaliação dos trabalhos e métodos aplicados METODOLOGIA: Apresentação de lâminas de Power Point com participação dos alunos em comentários que se relacionem em experimentos paralelos. Apresentação de filmes e fotos para estudo de casos. Fatura de imagem para compreensão do processo artesanal. Pintura em imagem de barro com altura mínima de 20cms (uma imagem para cada) e placa, para apropriação do processo criativo e artístico. Restauro em imagem contemporânea (imagens a serem adquirida), para compreensão do fazer técnico científico na conservação e restauração. Abordagem, interdisciplinar e transdisciplinar nas áreas que transpassam a história, a musealidade, a fé e a conservação da obra regional e de culto religioso, como patrimônio cultural. Por meio de apresentação teórica, prática e dialógica, pretende-se estimular os participantes à observação técnica e artística, para análise morfológica e identificação da cultura de material artístico no fazer da imaginária religiosa e decorativa como relevante fonte de pesquisa, sensibilizando-os a uma melhor compreensão da produção regional colonial e de sua materialidade. Para essa finalidade, o curso compreenderá aulas expositivas, subsídios visuais como filmes e slides e experimentos na matéria barro e cerâmica. A ação prática na vivência de equipe e interdisciplinaridade. Também, abrangerá uma programação de visitas técnicas em ambiência museológica.

6 GRADE - CURSO CONSERVAÇÃO RESTAURAÇÃO 2016/2017 1º semestre de 2017 PAPIETAGEM / PAPEL MARCHE 11 de fevereiro sábado Das 9 às 17hs Apresentação da matéria Papel Marche e Papietagem na imaginária, com presença de elementos mistos na imaginária de roca dos Séc XVII e XVIII (filme para estudo de caso) Dinâmica de reconhecimento dos materiais utilizados sobre o suporte papel marche (base de preparação do Séc XVI ao XVIII erudição nas máscaras venezianas e imaginária de culto / tintas tradicionais e processos de execução estudo de caso) Prática execução de uma forma de gesso para construção de um peitoral de roca / exercícios de policromia 12 de fevereiro domingo Das 9 às 17hs Visitação ao museu do MAS, para estudos visuais e compreensivos da imaginária de roca variantes de elementos mistos em sua composição (Museu sujeito a alteração de acordo com o acervo disponível) Início da execução da cabeça /peitoral em Papietagem e Papel Marche como reconhecimento criativo base do Séc. XVIII Trabalho em equipe / fundamentação do restauro pesquisa produção de diário documental ABNT 11 de março sábado Das 9 às 17hs Continuidade da execução da cabeça /peitoral em Papietagem e Papel Marche como reconhecimento criativo base do Séc. XVIII Costura da cabeça (processo de montagem) Prática de Pintura Erudita (aparelhamento preparação para carnação apropriação do processo criativo / Base XVIII Fundamentos básicos do Restauro (mínima interferência) 12 de março domingo Das 9 às 17hs Restauro (Prática em imagem contemporânea máscara desenvolvida para exercícios) Higienização Processos de identificação de patogenia Desinfecção (fungicidas naturais, etc.) Consolidação estrutural (encolagem / elementos estruturantes / Preenchimento / Nivelamento (massas))

7 Desenvolvimento de partes faltantes / Moldagem tasselada Continuidade da construção do peitoral de roca (preparação para a policromia) 09 de abril sábado Das 9 às 17hs Prática em equipe continuidade do processo restaurativo de consolidação estrutural Continuidade na construção do peitoral de roca (policromia processo) 10 de abril domingo Das 9 às 17hs Reintegração de policromia (estudo do círculo cromático - exercícios) Isolamento de lacunas e produção de massas e tintas reversíveis utilizadas no restauro Exercícios de trattéggio; pontilhismo e aguada (fundo neutro) Execução da policromia de carnação 06 de maio sábado Das 9 às 17hs Tratamento de anexos / construção do corpo de sisal / cordoamento erudito Reintegração de policromia 07 de maio domingo Das 9 às 17hs Continuidade de reintegração de policromia e restauro Continuidade da policromia do peitoral de roca em suas pátinas de profundidade e expressão e frescor. Desenvolvimento de Relatório técnico documental Estudo sobre vernizes de proteção 10 de junho sábado Das 9 às 17hs Métodos de conservação Caixa de guarda Continuidade da reintegração de policromia 11 de junho domingo Das 9 às 17hs Preparo de vernizes Aplicação de verniz de proteção Avaliação dos trabalhos e métodos aplicados

8 METODOLOGIA: Apresentação de lâminas de Power Point com participação dos alunos em comentários que se relacionem em experimentos paralelos e estudos de casos. Apresentação de filmes e fotos para estudo de casos. Fatura de um peitoral em papel marche policromado para compreensão do processo erudito das imagens de roca de processo misto. Execução da policromia sobre o peitoral de roca tamanho real (um peitoral desenvolvido pela turma), para apropriação do processo criativo e artístico. Restauro em imagem contemporânea (máscaras em papel marche e objetos contemporâneos), para compreensão do fazer técnico científico na conservação e restauração. Abordagem, interdisciplinar e transdisciplinar nas áreas que transpassam a história, a musealidade, a fé e a conservação da obra de culto religioso. Por meio de apresentação teórica, prática e dialógica, pretende-se estimular os participantes à observação técnica e artística, para análise morfológica e identificação da cultura secular de material artístico no fazer da imaginária religiosa e elementos decorativos como relevante fonte de pesquisa, sensibilizando-os a uma melhor compreensão da produção erudita e de sua materialidade. Para essa finalidade, o curso compreenderá aulas expositivas, subsídios visuais como filmes e slides e experimentos na matéria papel marche com diálogo de montagem mista. A ação prática na vivência de equipe e interdisciplinaridade. Também, abrangerá uma programação de visitas técnicas em ambiência museológica a ser definida conforme a necessidade da matéria estudada.

9 GRADE - CURSO RESTAURAÇÃO E CONSERVAÇÃO 2016/2017 2º semestre de 2017 MADEIRA 08 de julho sábado Das 9 às 17hs Apresentação da matéria madeira na imaginária, oratórios e retábulos dos Séc XIII, XVII e XVIII (filme para estudo de caso) Dinâmica de reconhecimento dos materiais utilizados sobre o suporte madeira/talha (base de preparação e policromia do Séc XIII ao XVIII erudição na imaginária / tintas tradicionais e processos de execução estudo de caso). Processos de identificação de patogenias Prática execução de uma tábua aparelhada / exercícios de policromia erudita como reconhecimento criativo base do Séc. XVIII 09 de julho domingo Das 9 às 17hs Visitação ao MAS, para estudos visuais e compreensivos da matéria madeira sob vários aspectos abordados. Elementos mistos e imaginária de roca Reconhecimento da matéria a ser restaurada (imagens a serem disponibilizadas pela instituição museal OBS: o aluno poderá trazer uma peça para acompanhamento e ser restaurado por ele próprio). Trabalho desenvolvido em equipe, mesmo com trabalho individual em andamento/ fundamentação do restauro pesquisa produção de diário documental ABNT Preparação das imagens para o restauro 05 de agosto sábado Das 9 às 17hs Prática de Pintura Erudita (riscos e transposição dos riscos, pastiglio) Douração e seu processo (filmes como estratégia de aprendizagem e prática) Características do Bolo Armênio Fundamentos básicos do Restauro (mínima interferência) 06 de agosto domingo Das 9 às 17hs Processos de identificação de patogenia (movimentação da madeira, fissuras, craquelês, desprendimentos, fungos, etc.)

10 Restauro (Prática em imagem disponibilizada) Higienização Consolidação estrutural (pinos/tasselos / elementos estruturantes / Fixação de policromia / Preenchimento / Nivelamento (massas possíveis no restauro)) Compreensão de solventes e abrasividade 02 de setembro sábado Das 9 às 17hs Desinfecção (fungicidas naturais, etc.) Prática em equipe continuidade do processo restaurativo de consolidação estrutural Desenvolvimento de partes faltantes / Moldagem tasselada Continuidade dos exercícios de policromia processo 03 de setembro domingo Das 9 às 17hs Reintegração de policromia (estudo do círculo cromático exercícios paralelos) Isolamento de lacunas e produção de massas e tintas reversíveis utilizadas no restauro Exercícios de trattéggio, pontilhismo e aguada (fundo neutro) Compreensão da policromia de carnação (pela, pátinas de profundidade e expressão e frescor) 07 de outubro sábado Das 9 às 17hs Tratamento de anexos / elementos mistos (tecidos, pedras, etc.) Reintegração de policromia 08 de outubro domingo Das 9 às 17hs Continuidade de reintegração de policromia e restauro Desenvolvimento de Relatório técnico documental escrita ABNT Estudo sobre vernizes de proteção 11 de novembro sábado Das 9 às 17hs Métodos de conservação Caixa de guarda Continuidade da reintegração de policromia e restauro 12 de novembro domingo Das 9 às 17hs Preparo de vernizes Aplicação de verniz de proteção Avaliação dos trabalhos e métodos aplicados

11 METODOLOGIA: Apresentação de lâminas de Power Point com participação dos alunos em comentários que se relacionem em experimentos paralelos e estudos de casos. Apresentação de filmes e fotos para estudo de casos específicos. Restauro de uma ou várias imagens de madeira policromada para compreensão do processo erudito construtivo e da patologia a ser restaurada no seu complexo de informações. Execução de exercícios sobre a policromia erudita, para apropriação do processo criativo e artístico com diferenças regionais. Prática do restauro para compreensão do fazer técnico científico na conservação e restauração. Abordagem, interdisciplinar e transdisciplinar nas áreas que transpassam a história, a musealidade, a fé e a conservação da obra museológica e a de culto religioso.

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2501/12 - Artes Visuais. Ênfase Curso 2501/12 - Artes Visuais Ênfase Identificação Disciplina 0003813B - Ateliê - Laboratório de Cerâmica: Fundamentos da Materialidade Docente(s) José dos Santos Laranjeira Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

Programa de Ensino. Turno: 18:50-20:20hs 20:30-22:00hs. Ementa da Disciplina

Programa de Ensino. Turno: 18:50-20:20hs 20:30-22:00hs. Ementa da Disciplina Programa de Ensino Disciplina: Salvaguarda Patrimonial IV Práticas Laboratoriais em Conservação Preventiva Código: Período: I/2016 Curso: Museologia Código: Habilitação: Série: Turma: 5ª feira Turno: 18:50-20:20hs

Leia mais

CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE BENS CULTURAIS MÓVEIS HORÁRIO DE AULAS - 1º SEMESTRE/2011

CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE BENS CULTURAIS MÓVEIS HORÁRIO DE AULAS - 1º SEMESTRE/2011 CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE BENS CULTURAIS MÓVEIS HORÁRIO DE AULAS - 1º SEMESTRE/2011 1º PERÍODO Disciplinas Código Turma Cr Professor 2a. feira 3a. feira 4a. feira 5a. feira 6a. feira História e Teoria

Leia mais

Relatório Técnico Laboratório de Conservação e Restauro Pintura e Escultura

Relatório Técnico Laboratório de Conservação e Restauro Pintura e Escultura Escultura em madeira policromada Processo nº 24/24/2013 IDENTIFICAÇÃO Entrada no Laboratório 21/10/2013 Maio 2015 Responsável pela intervenção - Carla Rego Título da Obra Proveniência Proprietário Dimensões

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

3) Autorização para ampliação da ASFA: Reunião nº Assembleia Geral Extraordinária de 05 Dez 2016.

3) Autorização para ampliação da ASFA: Reunião nº Assembleia Geral Extraordinária de 05 Dez 2016. RELATÓRIO DE AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SEDE DA ASFA NA ESTRUTURAL 1ª FASE 19 de março de 2017 1) Justificativa: O número de famílias atendidas pela ASFA tem aumentado ao longo dos anos. Em 2017, até o momento,

Leia mais

PERÍODO: 2016/02 ANEXO II - EDITAL PROACOM N.º 09/2016 CURSOS ICHLA

PERÍODO: 2016/02 ANEXO II - EDITAL PROACOM N.º 09/2016 CURSOS ICHLA PERÍODO: 2016/02 ANEXO II - EDITAL PROACOM N.º 09/2016 ICHLA - INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DISCIPLINA Computação Gráfica Aplicada I Computação Gráfica Aplicada II VAGAS CARGA HORÁRIA

Leia mais

PARECER Nº 010/2016-PROGRAD. ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais

PARECER Nº 010/2016-PROGRAD. ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais PROTOCOLO N.º 14.119.880-7 PARECER Nº 010/2016-PROGRAD ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais INTERESSADO: Colegiado do Curso de Licenciatura

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 2º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A I I I I CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2

Leia mais

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS INTERDISCIPLINARES Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: LPI00001

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS INTERDISCIPLINARES Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: LPI00001 REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS Fundamentação Legal PARECER CNE/CP 28/2001, DE 02 DE OUTUBRO DE 2001 - Dá nova redação ao Parecer CNE/CP 21/2001, que estabelece a duração e a carga horária

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar;

RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar; RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR Convalida as alterações e prazos de vigência na matriz curricular do curso Superior de Pintura do campus Curitiba I - EMBAP. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII

Leia mais

Data de Nascimento: Nacionalidade: Portuguesa Bilhete de Identidade:

Data de Nascimento: Nacionalidade: Portuguesa Bilhete de Identidade: Mónica Marília Fernandes Parreira Gonçalves Rua do Sorraia Lote 12 Bloco 1 R/C Esq. 2750-777 Cascais Tlm. 910190424 monica.m.p.goncalves@gmail.com Data de Nascimento: 07.03.75 Nacionalidade: Portuguesa

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar;

RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar; RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR Convalida as alterações e prazos de vigência da matriz curricular do curso Superior de Escultura do campus Curitiba I - EMBAP. Considerando o art. 7º, incisos I, II e

Leia mais

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2015

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2015 Professor(a): Adriana Vieira Cardoso e Gerusa Jaske Maruyama Componente Curricular: Língua Portuguesa Série: 8º ano -Frase, oração e período; - Tipos de sujeito; - Tipos de predicado (verbal e nominal)

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Maceió, 18 de março de 2016. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Já iniciamos os projetos pedagógicos do 1 trimestre letivo. As turmas de Jardim I estão desenvolvendo os

Leia mais

PROJETO DE MONITORIA 2014

PROJETO DE MONITORIA 2014 PROJETO DE MONITORIA 2014 Centro Universitário SENAC: Curso: Design de Moda- Habilitação Estilismo Disciplina: Projeto de Moda I Professor responsável: Andrea Canton Período letivo: 1º / noite 1. Justificativa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA EIXO TECNOLÓGICO: Licenciatura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Questão 5: A característica de uma obra de arte é determinada principalmente por:

Questão 5: A característica de uma obra de arte é determinada principalmente por: Questão 1: Para Brandi, restaurar obras de arte é: a) valorizar o meio ambiente. b) substituir por cópias os originais. c) dar prioridade à matéria da obra de arte. d) dar prioridade à historia da obra

Leia mais

CALENDÁRIO DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA

CALENDÁRIO DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA 2016-2020 2016 3 a 10 fevereiro 6 fevereiro 9 fevereiro - Exposições e 7 a 17 abril 9 abril 10 abril 17 abril 4, 11, 18 e 25 junho 28 agosto a 11 setembro 4 setembro 5 a 11 setembro 10 setembro 15 a 17

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº aprovado pela portaria Cetec nº de / / Etec Professora Maria Cristina Medeiros Código: 141 Município: Ribeirão Pires Eixo Tecnológico: GESTÃO

Leia mais

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Estado e Administração

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Estado e Administração Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas Turma 2016/2018 2º semestre de 2016 Estado e Administração 1 Análise dos dados Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas Turma 2016/2018

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Globalização e Desigualdades Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Globalização e Desigualdades Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular Globalização e Desigualdades Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular Globalização

Leia mais

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Ordem Social e Novos Sujeitos

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Ordem Social e Novos Sujeitos Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas Turma 2016/2018 1º semestre de 2016 Ordem Social e Novos Sujeitos 1 Análise dos dados Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas Turma

Leia mais

FACULDADE DE ARARAQUARA IESP Instituto Educacional do Estado de São Paulo Rua Miguel Cortez, 50, Vila Suconasa, Araraquara/SP Tel: 3332-4093

FACULDADE DE ARARAQUARA IESP Instituto Educacional do Estado de São Paulo Rua Miguel Cortez, 50, Vila Suconasa, Araraquara/SP Tel: 3332-4093 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade de Araraquara CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre

Leia mais

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares. Turma 2017/ º semestre de Metodologia e Análise do Discurso Jurídico

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares. Turma 2017/ º semestre de Metodologia e Análise do Discurso Jurídico Pesquisa Mestrado Alunos Regulares Turma 2017/2019 1º semestre de 2017 Metodologia e Análise do Discurso Jurídico 1 Análise dos dados Pesquisa Mestrado Alunos Regulares Turma 2017/2019 1º semestre de 2017

Leia mais

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Horizontalização dos Direitos Fundamentais Sociais

Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas. Turma 2016/ º semestre de Horizontalização dos Direitos Fundamentais Sociais Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas Isoladas Turma 2016/2018 2º semestre de 2016 Horizontalização dos Direitos Fundamentais Sociais 1 Análise dos dados Pesquisa Mestrado Alunos Regulares/Disciplinas

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2015)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2015) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação I. IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO (2015) DISCIPLINA LINGUAGENS CARGA HORÁRIA 82h DOCUMENTÁRIAS

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA. Sistemas Electrónicos e Computadores

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA. Sistemas Electrónicos e Computadores INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE SETÚBAL CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA Decreto Lei nº88/2006 de 23 de Maio Sistemas Electrónicos e Computadores Área de formação

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA

PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA TRESCASTRO, Lorena Bischoff; SOARES Jr., Adilson Viana; ALMEIDA, José Felipe; SOBRINHO, Elionai Gomes de Almeida;

Leia mais

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 C U R S O D E O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Metodologia da Pesquisa Científica Código: ---

Leia mais

LINHA OFFICE ESTRUTURA PARA DIVISÓRIAS COM PLACA DE MADEIRA

LINHA OFFICE ESTRUTURA PARA DIVISÓRIAS COM PLACA DE MADEIRA LINHA OFFICE ESTRUTURA PARA DIVISÓRIAS COM PLACA DE MADEIRA INTRODUÇÃO LINHA OFFICE ROLL-FOR Estrutura para Divisórias com placa de madeira ou Aço Com a mais alta tecnologia em automação industrial, aliado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0235-PLANEJAMENTO

Leia mais

XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA XXXIX CONGRESSO CHILENO DE ANATOMIA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOESTRUTURA EXPERIMENTAL

XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA XXXIX CONGRESSO CHILENO DE ANATOMIA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOESTRUTURA EXPERIMENTAL XXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA XXXIX CONGRESSO CHILENO DE ANATOMIA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOESTRUTURA EXPERIMENTAL IV ENCONTRO DAS LIGAS ESTUDANTIS DE MORFOLOGIA Anatomia: A Arte na Essência

Leia mais

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES DE ARTE 3 TRIMESTRE 2017 Professora: Fernanda Bastos TURMA DATA AVALIAÇÂO CONTEÚDOS PESO

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES DE ARTE 3 TRIMESTRE 2017 Professora: Fernanda Bastos TURMA DATA AVALIAÇÂO CONTEÚDOS PESO CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES DE ARTE 3 TRIMESTRE 2017 Professora: Fernanda Bastos TURMA DATA AVALIAÇÂO CONTEÚDOS PESO 611 22/11 Trabalho 1: Desenho inspirado nos Gatos do artista Aldemir Martins e pintura

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2 ano EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2 ano EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Vendas FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 238 aprovado pela portaria Cetec nº 172 de 13/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e

Leia mais

Lda. Rua Diogo Bernardes, 10 A/B 2700 238 Amadora Tel: 214945554 Tlm.: 919142208 / 916276611

Lda. Rua Diogo Bernardes, 10 A/B 2700 238 Amadora Tel: 214945554 Tlm.: 919142208 / 916276611 CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Sede REAPTE, LDA. Rua Diogo Bernardes nº 10 A/B 2700-238 Amadora, PORTUGAL Contactos Telm. 919142208 / 916276611 Tel. 214945554 / Fax. 214945554 Correio electrónico

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio Etec PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: BIOLOGIA

Leia mais

estudo das cores e as formas formas geométricas.

estudo das cores e as formas formas geométricas. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC - CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO BIMESTRAL 1º BIMESTRE DISCIPLINA SÉRIE (S) TURMA (S) Arte

Leia mais

Curso Gestão de Documentos e Registros

Curso Gestão de Documentos e Registros Curso Gestão de Documentos e Registros Objetivos Apresentar o fluxo documental e o processo de gestão documental nas organizações; Conceituar a Tipologia de Documentos; Apresentar os aspectos de Taxonomia,

Leia mais

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 Tecnologia da Construção de Edifícios II Aula 05: Revestimentos Verticais Conceituação e Classificação

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de , DOU de

PLANO DE CURSO. CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de , DOU de CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11. Componente Curricular: ESTÁGIO I Código: CTB-381 Pré-requisito: MPC (CTB190) Período Letivo: 2016.1

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda 8ª Série Direção e Finalização de Arte para Meios Impressos A atividade prática supervisionada (ATPS) é um

Leia mais

FACULDADE SÃO PAULO MANTIDA PELA SOCIEDADE SÃO PAULO DE ENSINO SUPERIOR SSPES REGULAMENTO DO NDE

FACULDADE SÃO PAULO MANTIDA PELA SOCIEDADE SÃO PAULO DE ENSINO SUPERIOR SSPES REGULAMENTO DO NDE FACULDADE SÃO PAULO MANTIDA PELA SOCIEDADE SÃO PAULO DE ENSINO SUPERIOR SSPES REGULAMENTO DO NDE 1 REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) Artigo 1º - O Núcleo Docente Estruturante é órgão de

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente 2017

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente 2017 ETEC MARIA CRISTINA MEDEIROS Código: 141 Município: Ribeirão Pires Eixo Tecnológico: Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran / PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran OBJETIVO GERAL: Estabelecer a discussão crítica sobre os princípios e os pressupostos históricos, filosóficos,

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

29/04/2014. Professor

29/04/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Elementos de Vedações Área de Construção Civil Prof. Dr. André Luís Gamino

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008 CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008 Componente Curricular: Eletromagnetismo Código: ENG - 382 CH Total: 72 Aulas / 60 Horas Pré-Requisito: ----

Leia mais

Práticas do Laboratório de Eletrotécnica Geral Utilizando o VISIR. Daniel Dantas Barreto Vanessa Paola González Atencia Felipe Calliari

Práticas do Laboratório de Eletrotécnica Geral Utilizando o VISIR. Daniel Dantas Barreto Vanessa Paola González Atencia Felipe Calliari Práticas do Laboratório de Eletrotécnica Geral Utilizando o VISIR Daniel Dantas Barreto Vanessa Paola González Atencia Felipe Calliari PUC-Rio Março de 2017 1 Sumário 1. Apresentação 2. Prática 1 Circuito

Leia mais

DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ /02

DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ /02 REGULAMENTO DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ - 2015/02 Apresentação O desafio do Carrinho de Rolimã dos Cursos de Engenharia de Produção, Materiais e Metalurgia da UNISOCIESC tem por objetivo aplicar conhecimentos

Leia mais

Centro Escolar de Anta - Espinho Associação de pais PROJETO TERRACOTA

Centro Escolar de Anta - Espinho Associação de pais PROJETO TERRACOTA Centro Escolar de Anta - Espinho Associação de pais PROJETO TERRACOTA Ano de escolaridade: 1 º ciclo básico (1ª / 2º / 3º / 4º ano) Objetivo do projeto: utilizar o barro como recurso didático, no despertar

Leia mais

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES A linha de Soluções Construtivas Eternit foi pensada para facilitar o desempenho do projeto na prática, para agregar qualidade e proporcionar um resultado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0228-MARKETING

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 Apresentação O Curso de Licenciatura em Artes da tem como meta principal formar o professor de artes através de

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: TÉCNICAS RETROSPECTIVAS CÓDIGO: TAU079 CLASSIFICAÇÃO: Obrigatória PRÉ-REQUISITO: CARGA HORÁRIA: TEÓRICA: 45 horas PROFESSOR: Marco Antônio

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Leia mais

NORMA BRASILEIRA DE DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS: CARTILHA TÉCNICA COM ABORDAGEM DO DESEMPENHO TÉRMICO, ACÚSTICO E ESTANQUEIDADE

NORMA BRASILEIRA DE DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS: CARTILHA TÉCNICA COM ABORDAGEM DO DESEMPENHO TÉRMICO, ACÚSTICO E ESTANQUEIDADE 15. CONEX Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( X ) TECNOLOGIA

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996)

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996) UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996) A definir 05/12/2016 a 15/01/2017 05/12/2016 a 03/02/2017

Leia mais

Desenvolver o conhecimento da construção civil enfatizando as atividades referentes ao serviços preliminares, de estrutura e obra bruta.

Desenvolver o conhecimento da construção civil enfatizando as atividades referentes ao serviços preliminares, de estrutura e obra bruta. Detalhes da Disciplina Código ENG2332 Nome da Disciplina CONSTRUÇÃO CIVIL I Carga Horária 60 Créditos 4 Fases de obra bruta da construção de um edifício. Projetos de instalações prediais e sua interferência

Leia mais

SOCIEDADE CAMPINEIRA DE EDUCAÇÃO E INSTRUÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS Média de Qualidade de cada Aspecto por ano/semestre

SOCIEDADE CAMPINEIRA DE EDUCAÇÃO E INSTRUÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS Média de Qualidade de cada Aspecto por ano/semestre 1º Semestre de 2007 03/08/16 17:03 Pagina 1 de19 2º Semestre de 2007 03/08/16 17:03 Pagina 2 de19 1º Semestre de 2008 03/08/16 17:03 Pagina 3 de19 2º Semestre de 2008 03/08/16 17:03 Pagina 4 de19 1º Semestre

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996)

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996) UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no D.O.U. em 15 de agosto de 1996) A definir 05/12/2016 a 15/01/2017 05/12/2016 a 03/02/2017

Leia mais

I SEMANA ACADÊMICA DE ARTES VISUAIS: Construindo o saber no Ensino, Pesquisa, Extensão. EDITAL

I SEMANA ACADÊMICA DE ARTES VISUAIS: Construindo o saber no Ensino, Pesquisa, Extensão. EDITAL I SEMANA ACADÊMICA DE ARTES VISUAIS: Construindo o saber no Ensino, Pesquisa, Extensão. EDITAL APRESENTAÇÃO A I Semana Acadêmica de Artes Visuais Construindo o saber no Ensino, Pesquisa, Extensão, tem

Leia mais

Introdução ao Processo de Tintas Automotivas

Introdução ao Processo de Tintas Automotivas Introdução ao Processo de Tintas Automotivas Curso de Extensão para Alunos: Engenharia Quimica Engenharia de Produção Objetivo: Oferecer aos alunos do curso de Engenharia Química ou Engenharia de Produção

Leia mais

COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL DE TOLEDO Ensino Médio Profissional Integrado

COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL DE TOLEDO Ensino Médio Profissional Integrado Professor (a): Tsália Kaliny Gomes de Sousa Disciplina: LEM- Inglês Ano 2014 Período: Integral CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS / ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA ENCAMINHAMENTO METODOLÓGICO E RECURSOS

Leia mais

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto:

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto: 1 N.º Nome completo: Curso: Foto: 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

Leia mais

Comunicado Nº 034/2016 Curitiba, 27 de abril de º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Comunicado Nº 034/2016 Curitiba, 27 de abril de º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL COLÉGIO ADVENTISTA PORTÃO EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua Frei Gaspar da Madre de Deus, 707 Portão CEP 81070-090 Curitiba/PR Fone: (41) 3051-8680 e-mail: cap.acp@adventistas.org.br site:

Leia mais

Investigações Geotécnicas Parte 1

Investigações Geotécnicas Parte 1 Investigações Geotécnicas Parte 1 FUNDAÇÕES AULA 03 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS Reconhecimento do subsolo Investigação preliminar Verificação

Leia mais

Teoria da Contabilidade - 8º período

Teoria da Contabilidade - 8º período PLANO DE ENSINO UNIDADE CONTABILIDADE DISCIPLINA Teoria da Contabilidade - 8º período PROFESSOR Prof. Mestranda. Glória Castro gloriacastro7@gmail.com DEPARTAMENTO CÓDIGO CRÉDITOS CIÊNCIAS CONTÁBEIS CSA-1225

Leia mais

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT.

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT. ORÇAMENTO ART/RRT Nº: 20152130286 BDI já incluso no orçamento: 2,04% Tomador: Município Tupãssi DATA BASE: fevereiro-2015 Encargos sociais s/ m.o. Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato:

Leia mais

Glauce Viana de Souza

Glauce Viana de Souza OFICINA: Foto(grafando) a natureza: cartografias de vivências pedagógicas Glauce Viana de Souza Fonte da Imagem: http://joaoquadrosaventura.blogspot.com.br/2010/03/nobres-mt.html http://blogdclaudio.blogspot.com.br/2011/02/mais-um-ponto-turistico-de-mt-nobres-mt.html

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

PLANO DE ATIVIDADES CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE FAMALICÃO PLANO DE ATIVIDADES CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE FAMALICÃO ANO LETIVO 2013/2014 CULTURA Museu Bernardino Machado MUSEU BERNARDINO MACHADO Proposta do Plano de atividades dos Serviços Educativos Setembro

Leia mais

PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR

PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR PRATICIDADE E ECONOMIA Produtos em aço pronto para instalar PRODUTOS RESISTENTES Pressão máxima de carga de vento de 1430 Pa e desempenho

Leia mais

EDUCAÇÃO VISUAL - 8º ano

EDUCAÇÃO VISUAL - 8º ano EDUCAÇÃO VISUAL - 8º ano 2016/2017 Rotas de Aprendizagem mesquita.beta@gmail.com Profª Elisabete Mesquita Projeto 1: ANIMAÇÃO GRÁFICA DA CAPA Objetivo Geral: Reinventar uma foto do aprendente através do

Leia mais

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO ORAL (em torno de 14 slides)

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO ORAL (em torno de 14 slides) ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO ORAL (em torno de 14 slides) OBSERVAÇÕES GERAIS: A) Atenção à escolha da cor de fundo (preferência por cores claras de forma a contrastar com as letras que devem ser em tamanho

Leia mais

Laboratório de Cerâmica III. Professora Associada Virgínia Fróis. Assistente convidada Marta Raquel Nunes Castelo

Laboratório de Cerâmica III. Professora Associada Virgínia Fróis. Assistente convidada Marta Raquel Nunes Castelo PROGRAMA CURRICULAR ANO LETIVO 2014-2015 Unidade Curricular Laboratório de Cerâmica III Docente Responsável (nome completo) Respetiva carga lectiva na UC Professora Associada Virgínia Fróis horas Outros

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR EIXO TECNOLÓGICO: AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Meio Ambiente Subsequente COMPONENTE CURRICULAR: METODOLOGIA DE PESQUISA E CÓDIGO: APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS Currículo:

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO. Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO. Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás Detalhes da Disciplina Código ARQ1078 Nome da Disciplina ANIMAÇÃO Carga Horária 80 Créditos

Leia mais

CLIPPING. Curso Repetro

CLIPPING. Curso Repetro CLIPPING Curso Repetro Amcham Rio promove curso sobre regime tributário especial para petróleo e gás Aula será ministrada por especialista em aduana, no dia 8 de maio RIO - A Câmara de Comércio Americana

Leia mais

Disciplinas Eletivas 1

Disciplinas Eletivas 1 Disciplinas Eletivas 1 Syllabus Orientações e Modelo Nome da disciplina: DO ATELIÊ AOS MUSEUS: FAZENDO E PENSANDO A ARTE Série: 2 as séries do Ensino Médio Carga Horária Semanal: 75 minutos Duração: Semestral

Leia mais

DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ /02

DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ /02 REGULAMENTO DESAFIO CARRINHO DE ROLIMÃ - 2016/02 Apresentação O desafio do Carrinho de Rolimã dos Cursos de Engenharia de Produção, Materiais e Mecânica da UNISOCIESC tem por objetivo aplicar conhecimentos

Leia mais

Objetivos Classificar as cores em primárias, secundárias, quentes, frias e neutras.

Objetivos Classificar as cores em primárias, secundárias, quentes, frias e neutras. As cores Atividade 1 Atividade 2 Objetivos Classificar as cores em primárias, secundárias, quentes, frias e neutras. Confecção do disco das cores. Materiais Papel branco, tinta guache, pincel, cola tesoura

Leia mais

Instituto Politécnico de Lisboa - Escola Superior de Música de Lisboa Licenciatura em Música - Unidade Curricular: Projecto

Instituto Politécnico de Lisboa - Escola Superior de Música de Lisboa Licenciatura em Música - Unidade Curricular: Projecto FICHA DE PROJECTO 1. DADOS (autor do projeto, orientador do projeto e coordenador do curso) Título do Projecto Identificação do autor do projecto e responsável pelo relatório Estudante Nº Nome Variante

Leia mais

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2017

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2017 EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2017 Disciplina: História Professor: Rodrigo Bento Turma: 8º ano Ensino Fundamental I Data Conteúdo 15/fevereiro APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA CAPITULO I AFRICANOS NO BRASIL:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: TÉCNICO EM MANUTENÇÃO E SUPORTE EM INFORMÁTICA FORMA/GRAU: ( X ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO

Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO 1. Ementa Fundamentos de geologia de engenharia. Estudo das propriedades físicas e classificação dos solos. Compactação. Pressões geostáticas e

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

Data: Dimensões: tímpano de 150 cm

Data: Dimensões: tímpano de 150 cm PRÉ-INVENTÁRIO DE PATRIMÔNIO ARTÍSTICO Província dos Capuchinhos - SP Nº G6 Título: Rei Davi Localização: Parede acima do côro Tipologia: Pintura atribuído: Rei Davi nº de partes: 1 Edifício abrigo: Basilica

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ARTES VISUAIS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ARTES VISUAIS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ARTES VISUAIS 990101-COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO EMENTA: A leitura como vínculo leitor/texto, através da subjetividade contextual, de atividades de integração

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES ANEXO II - EDITAL PROACOM Nº 11/2013 PERÍODO: 2014/01 INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DISCIPLINA VAGAS HORÁRIO Fotografia I 01 6N Videoarte I 01 2N CARGA HORÁRIA SEMANAL MONITORIA REMUNERADA

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA4003 EDITAL Nº 006/2010 1. Perfil: AL CORUMBÁ II 2010 3. Qualificação educacional: Profissional com nível superior em Arquitetura e Urbanismo 4. Experiência

Leia mais

O contacto com a obra de Arte não tem de ser acessível apenas às elites

O contacto com a obra de Arte não tem de ser acessível apenas às elites O contacto com a obra de Arte não tem de ser acessível apenas às elites A Arte, ao longo da História, sempre esteve intrinsecamente ligada à sociedade e têm evoluído conjuntamente, o homem interage com

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Componente Curricular: Sociologia Código: ADM 110 Pré-requisito: --- Período Letivo: 2013.1 Professor: Josselito dos santos Titulação: Doutor CH Total: 60 horas Turma: 1º Semestre

Leia mais

ESPEFICICAÇÕES DO PRODUTO

ESPEFICICAÇÕES DO PRODUTO MICROCIMENTO ESPEFICICAÇÕES DO PRODUTO RECOMENDAÇÕES DE USO Os Microcimentos Corteza podem ser utilizados para revestimentos de pisos e paredes, sejam internos ou externos, dependendo do material adquirido.

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 Instrumento para avaliação do curso de graduação em Ciências Econômicas por parte dos docentes que nele ministraram alguma disciplina durante o ano letivo

Leia mais

Obra 409. Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550

Obra 409. Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550 Designação: Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550, do Muro de Contenção da Plataforma Rodoviária da Zona da Gibalta, da PS ao CF ao Km 3+600, da PI ao Km 8+700, da PP ao Km 10+660 e da PI ao Km 11+280

Leia mais