2.2 Estruturar ação de oficina de integração com gestores, trabalhadores, usuários e familiares da RAPS, redes de saúde e rede intersetorial.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2.2 Estruturar ação de oficina de integração com gestores, trabalhadores, usuários e familiares da RAPS, redes de saúde e rede intersetorial."

Transcrição

1 Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas. II Chamada para Seleção de Redes Visitantes para o projeto: Percursos Formativos na RAPS: Intercâmbio entre Experiências Regulamento de processo seletivo para apoio financeiro a municípios que desenvolvam projetos de educação permanente para profissionais (incluindo os de nível médio) da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), no âmbito específico da troca de experiência entre profissionais. 1. DO OBJETO Realização de 11 (onze) módulos de formação com foco na troca de experiência entre redes de atenção psicossocial receptoras e redes de atenção psicossocial visitantes. 2. DO OBJETIVO 2.1 Estruturar ação de intercâmbio para profissionais da RAPS como proposta de troca de experiência e ampliação das possibilidades de intervenção do profissional a partir da convivência com outras realidades, focando 6 (seis) linhas de ação: Linha 1: Atenção à crise em saúde mental Linha 2: Saúde Mental Infantojuvenil Linha 3: Saúde Mental na Atenção Básica Linha 4: Demandas associadas ao consumo de álcool e outras drogas Linha 5: Desinstitucionalização Linha 6: Reabilitação Psicossocial 2.2 Estruturar ação de oficina de integração com gestores, trabalhadores, usuários e familiares da RAPS, redes de saúde e rede intersetorial. 2.2 Estruturar um plano de educação permanente para rede de atenção psicossocial do munícipio. 2.3 Fomentar o processo de formação em prática no território do munícipio (engrenagens da educação permanente). 3. DAS CARACTERISTICAS DOS MÓDULOS Cada módulo de capacitação deverá apresentar as seguintes características:. a) Contemplar 01 (uma) Rede receptora e 04 (quatro) Redes visitantes. b) Contemplar apenas 01 (uma) linha de ação das que estão apresentadas no item 2.1 deste documento. 4. DAS CARACTERISTICAS DAS REDES VISITANTES 4.1 As redes de atenção psicossocial interessadas em participar dos módulos como redes visitantes deverão: a) Constituir-se como município com mais de (quinze mil) habitantes, com a RAPS constituída dos seguintes pontos de atenção:

2 Pelo menos 1 (um) CAPS de qualquer tipologia Pelo menos outros 2 (dois) pontos de atenção da RAPS (UA, SRT, Leito em HG, ações de reabilitação psicossocial, ações de desinstitucionalização, Centro de Convivência, CR ou outro ponto de atenção na Atenção Básica). b) Disponibilizar a participação do coordenador de saúde mental no intercâmbio na rede de atenção receptora por uma semana (40 horas), em turma a ser executada no início do projeto, com plano de trabalho orientado para os processos de gestão. c) Disponibilizar quatorze (14) trabalhadores, sendo 02 (dois) por mês, durante 07 (sete) meses, para realizarem intercâmbio na rede de atenção receptora durante 160 (cento e sessenta) horas. d) Possibilitar a participação de dois (02) usuários da RAPS ou familiares de usuários para realizarem intercâmbio na rede de atenção receptora por uma semana (40 horas) e um (01) profissional referência técnica com vínculo com os usuários escolhidos. A turma será executada no final do projeto, com plano de trabalho orientado para organização do controle social do SUS e construção de associações de usuários e familiares. e) Disponibilizar profissionais e estrutura para receber uma oficina de 40 horas, de integração do módulo, a ser realizada no período de em uma semana no município. f) Construir uma proposta de educação permanente para rede de atenção psicossocial do município. 4.2 As redes de atenção psicossociais receptoras foram selecionadas previamente pela Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas CGMAD do Ministério da Saúde. 4.3 As inscrições só poderão ser apresentadas pelas secretarias municipais de saúde. 5. DA ORGANIZAÇÃO DO INTERCÂMBIO 5.1 O projeto terá execução de 9 turmas de intercâmbio, sendo: a) Uma (01) turma de uma semana (40 horas) para os coordenadores de saúde mental dos municípios visitantes, a ser executada no início do projeto, com plano de trabalho orientado para os processos de gestão. b) Sete (07) turmas de quatro semanas cada (160 horas) para trabalhadores. c) Uma (01) turma de uma semana (40 horas) para usuários da RAPS ou familiares de usuários dos municípios visitantes, a ser executada no final do projeto, com plano de trabalho orientado para organização do controle social do SUS e construção de associações de usuários e familiares. 6. DA ORGANIZAÇÃO DAS OFICINAS DE INTEGRAÇÃO 6.1 O projeto deverá prever a organização de uma Oficina de integração de 40 horas. 6.2 A elaboração, metodologia e estratégias para a realização desta Oficina deverá ser construída em conjunto com a CGMAD e a rede receptora. 6.3 Cada oficina deverá contar com a participação de três integrantes da rede receptora, sendo: um gestor, um trabalhador e usuário ou familiar da RAPS do município.

3 6.4 O financiamento das despesas dos integrantes da rede preceptora será realizado pelo Ministério da Saúde a partir de recurso repassado as redes receptoras. 7. DA ORGANIZAÇÃO DO PLANO DE EDUCAÇÃO PERMANENTE 7.1 Todos os municípios que participarão da segunda edição do projeto deverão elaborar um plano de educação permanente concatenado com o contexto de implantação e qualificação da RAPS do município e com as necessidades de formação da rede de saúde. 7.2 A construção deste plano deverá acontecer durante a etapa de planejamento do projeto e será avaliado em conjunto com a CGMAD em reuniões orientadas no cronograma do projeto. 8. DA ORGANIZAÇÃO DAS ENGRENAGENS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE 8.1 Todos os municípios que participarão da segunda edição do projeto - Percursos Formativos na RAPS: Intercâmbio entre Experiências - estarão automaticamente selecionados para participar do componente de engrenagens da educação permanente que ocorrerá no território de cada munícipio no ano de 2017, com financiamento do Ministério da Saúde. 8.2 Este componente é parte integrante do projeto - Percursos Formativos na RAPS - e consiste em estabelecer rodas de conversa mensais com a participação de um ativador de educação permanente que tem como objetivo fomentar o processo de formação em prática no território do munícipio. 9. DOS REQUISITOS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 9.1 As redes inscritas como redes visitantes deverão apresentar na inscrição: a) Termo de compromisso identificando os participantes do intercâmbio, conforme Anexo I. b) Questionário para verificação das condições de pagamento de diárias e passagens, conforme Anexo II. c) Termo de compromisso do gestor, firmando o compromisso de viabilizar as passagens e diárias para os participantes do intercâmbio, conforme Anexo III. d) Termo de compromisso do gestor, firmando o compromisso de viabilizar o projeto após o recebimento do recurso, conforme Anexo IV. e) Questionário descrevendo o munícipio, a RAPS e a necessidade de qualificação, conforme Anexo V. 9.2 As redes participantes deverão ter capacidade administrativa para emissão de passagens e diárias para o intercâmbio e para a execução do plano de educação permanente. 10. DA SELEÇÃO DAS REDES VISITANTES 10.1 Serão selecionados 44 municípios para os 11 módulos de formação, de acordo com a seguinte distribuição: Oito (08) municípios na linha de ação: Atenção à crise em saúde mental, equivalente a dois (02) módulos de formação.

4 Oito (08) municípios na linha de ação: Saúde Mental Infantojuvenil, equivalente a dois (02) módulos de formação. Oito (08) municípios na linha de ação: Saúde Mental na Atenção Básica, equivalente a dois (02) módulos de formação. Doze (12) municípios na linha de ação: Demandas associadas ao consumo de álcool e outras drogas, equivalente a três (03) módulos de formação. Quatro (04) municípios na linha de ação: Desinstitucionalização, equivalente a um (01) módulo de formação. Quatro (04) municípios na linha de ação: Reabilitação Psicossocial, equivalente a um (01) módulo de formação Terão prioridade na seleção como Redes Visitantes: a) Redes com maior diversidade de pontos de atenção; b) Redes não contempladas em editais e chamadas de educação permanente da CGMAD; c) Municípios com processo de desinstitucionalização. d) Municípios com capacidade administrativa para emissão de passagens e diárias de acordo com os valores estabelecidos nesta chamada Os munícipio poderão inscrever mais de um projeto visando participarem da seleção em mais de uma linha de ação, contudo só será selecionado um projeto de cada município Os municípios que participaram como rede visitante na I Chamada para Seleção de Projetos de Percursos Formativos na RAPS: Intercâmbio entre Experiências, não poderão se inscrever para esta edição do projeto, visto que os projetos financiados pela I Chamada encontram-se em curso. 11. DA SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DO INTERCÂMBIO 11.1 O projeto terá execução de nove (09) turmas de intercâmbio, sendo: a) Uma (01) turma de uma semana (40 horas) para os coordenadores de saúde mental dos municípios. b) Sete (07) turmas de quatro semanas cada (160 horas) para os trabalhadores. A composição de cada turma deverá obedecer aos seguintes critérios: Ser constituída por dois (02) participantes de serviços diferentes.. c) Uma (01) turma de uma semana (40 horas) para usuários da RAPS ou familiares de usuários dos municípios visitantes. A composição de cada turma deverá obedecer aos seguintes critérios: Ser constituída por três participantes Ser constituídas por dois participantes usuários ou familiares de usuários e uma referência técnica da rede com vínculo constituído com os dos (02) participantes mencionados acima As turmas de trabalhadores deverão incluir: No mínimo dois (02) participantes gestores de serviço No mínimo cinco (05) participantes profissionais de nível médio

5 11.3 Os gestores de serviço e trabalhadores poderão pertencer aos serviços da RAPS, Rede de Urgência e Emergência, Atenção Básica e/ou rede intersetorial a depender da justificativa para sua inclusão no processo O processo de escolha dos profissionais deverá ser organizado de forma participativa e com a consulta de cada participante, de forma a constituir um grupo de referência para o processo de educação permanente no município. 12. DO FINANCIAMENTO 12.1 As redes selecionadas como rede visitante receberão recurso financeiro para o financiamento de: Passagens Diárias Ações de Educação Permanente 12.2 Do financiamento de passagens: a) O financiamento das passagens terá valores distintos a depender da localização geográfica dos municípios. Municípios que realizarão o intercâmbio em outro município do mesmo estado em que se localiza, receberão o financiamento de R$ 500,00 por participante para deslocamento terrestre (ida e volta), totalizando R$ 9.000,00 (nove mil reais) destinados a custeio das passagens dos 18 participantes do processo de intercâmbio. Municípios da região sudeste, que realizarão o intercâmbio na região sudeste, receberão o financiamento de R$ 1.500,00 por participante para deslocamento aéreo e terrestre (ida e volta), totalizando R$ ,00 (vinte e sete mil) destinados a custeio das passagens para os 18 participantes do processo de intercâmbio. Municípios da região sul e nordeste que realizarão o intercâmbio na sua região geográfica de origem, receberão o financiamento de R$ 2.000,00 por participante deslocamento aéreo e terrestre (ida e volta), totalizando R$ ,00 (trinta e seis mil reais) destinados a custeio das passagens para os 18 participantes do processo de intercâmbio. Municípios da região nordeste e centro-oeste que realizarão o intercâmbio na região sul ou sudeste, receberão o financiamento de R$ 2.000,00 por participante deslocamento aéreo e terrestre (ida e volta), totalizando R$ ,00 (trinta e seis mil reais) destinados a custeio das passagens para os 18 participantes do processo de intercâmbio. Municípios das regiões centro-oeste, sul e sudeste que realizarão o intercâmbio na região nordeste, receberão o financiamento de R$ 2.000,00 por participante deslocamento aéreo e terrestre (ida e volta), totalizando R$ ,00 (trinta e seis mil reais) destinados a custeio das passagens para os 18 participantes do processo de intercâmbio.. Municípios da região norte que realizarão o intercâmbio na região nordeste, sul ou sudeste, receberão o financiamento de R$ 3.000,00 por participante deslocamento aéreo e terrestre (ida e volta), totalizando R$ ,00 (cinquenta e quatro mil reais) destinados a custeio das passagens para os 18 participantes do processo de intercâmbio Do financiamento de diárias a) R$ 1.500,00 referentes a seis (06) diárias no valor de R$ 250,00 cada, referente ao processo de intercambio do coordenador (a) de saúde mental. b) R$ 4.500,00 referentes a seis (06) diárias no valor de R$ 250,00 cada, referente ao

6 processo de intercambio dos dois (02) usuários ou familiares de usuários e uma (01) referência técnica com vínculo. c) R$ ,00 referentes ao custeio das despesas (diárias) dos 14 trabalhadores que participarão do processo de intercâmbio, referentes a 30 diárias no valor de R$ 250,00, por participante (R$ 7.500,00 por participante) Do financiamento de ações de educação permanente a) R$ ,00 (quarenta mil reais) destinados ao financiamento de ações de educação permanente que deverão ser descritas dentro de uma proposta de plano de educação para RAPS do município. b) Passagens e diárias para participação nas reuniões do projeto e em outros eventos organizados pela CGMAD para esse projeto deverão ser financiadas a partir do recurso R$ ,00 (quarenta mil reais) destinados ao financiamento de ações de educação permanente descrito no item a, acima O financiamento será realizado em duas etapas: a) 1ª etapa: Repasse do custeio referente aos 5 primeiros meses do intercâmbio: Previsão: novembro de 2015, após a seleção das redes visitantes. b) 2ª etapa: Repasse do custeio referente aos 2 últimos meses do intercâmbio e financiamento das ações de educação permanente. Previsão: abril de Em caso de sobra dos recursos financeiros repassados pelo Ministério da Saúde, mesmo após a implementação completa das ações previstas no projeto, o município poderá utilizar os valores restantes para ampliação quantitativa de ações já previstas no projeto encaminhado Caso o recurso repassado pelo Ministério da Saúde seja inferior ao necessário para a execução do que foi previsto no Projeto, a diferença resultante correrá por conta do Município, do Estado ou Distrito Federal Em caso da não utilização do recurso no período de vinte e quatro (24) meses, a partir de fevereiro de 2016, o município deverá fazer a devolução do recurso com juros e correção monetária, prevista em lei, cuja determinação decorrerá das fiscalizações promovidas pelos órgãos de controle interno, compreendendo os componentes do Sistema Nacional de Auditoria do SUS (SNA), em cada nível de gestão, e órgãos de controle interno O recurso financeiro será repassado em duas etapas fundo a fundo aos municípios sede de cada uma das redes selecionadas O recurso repassado na 1ª etapa deverá ser empenhado pelos municípios nos meses de novembro e dezembro de 2015, para viabilização da execução do projeto a partir de fevereiro de MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO 13.1 Os municípios selecionados deverão apresentar, conforme descrito abaixo: a) Formulário eletrônico de preenchimento mensal para os participantes do intercâmbio no mês. Sempre na semana seguinte do final de cada período de intercâmbio.

7 b) Lista de presença dos participantes na oficina de integração: a rede visitante deverá encaminhar à Coordenação Nacional de Saúde Mental a lista de presença dos participantes das oficinas de integração. As listas devem ser encaminhadas por na semana seguinte à realização da oficina no território. c) Plano de educação permanente com planilha de custos e previsão de execução do recurso de R$ ,00 destinados ao custeio de ações referentes ao Plano de Formação e Educação Permanente do município. Deve ser entregue na etapa de planejamento do projeto, durante reunião para apresentação do plano de educação permanente, dias 21 e 22 de janeiro de d) Relatório da rede visitante: 01 relatório no final do processo, a ser elaborado coletivamente por todos os profissionais participantes do intercâmbio. Deve ser entregue ao final do processo de intercambio, em reunião dias 12 e 13 de dezembro de e) Prestação de contas da execução do recurso de R$ ,00, destinado ao custeio de ações referentes ao Plano de Formação e Educação Permanente do município. Deve ser entregue ao final do processo de intercambio, em reunião dias 12 e 13 de dezembro de Caso não haja cumprimento destas exigências, o Ministério da Saúde adotará as providências necessárias para a devolução do recurso. 14. DAS INSCRIÇÕES: 14.1 As inscrições para a II Chamada de Seleção para projetos de intercâmbio entre experiências serão feitas através de formulário eletrônico As redes que desejarem inscreverem-se como REDES VISITANTES deverão realizar sua inscrição no endereço: Inscrições para Linha de ação: Atenção à crise em saúde mental Inscrições para Linha de ação: Saúde Mental Infantojuvenil Inscrições para Linha de ação: Saúde Mental na Atenção Básica Inscrições para Linha de ação: Demandas associadas ao consumo de álcool e outras drogas Inscrições para Linha de ação: Desinstitucionalização

8 Inscrições para Linha de ação: Reabilitação Psicossocial O Formulário Eletrônico (FormSUS) deverá ser preenchido pelo Coordenador de Saúde Mental do Município, devendo o projeto ser resultante de um processo coletivo de construção junto à RAPS local. Para o preenchimento do formulário, é necessário ter disponível: a) Dados de identificação dos gestores municipais (Secretário Municipal de Saúde e Coordenação de Saúde Mental do Município) b) Arquivo eletrônico em PDF com carta de intenção descrevendo o munícipio, a RAPS e a necessidade de qualificação de acordo com o eixo priorizado. c) Arquivo eletrônico em PDF com termo de compromisso identificando dos participantes do intercâmbio, conforme Anexo I. d) Arquivo eletrônico em PDF com questionário para verificação das condições de pagamento de diárias e passagens, conforme Anexo II. e) Arquivo eletrônico em PDF com termo de compromisso do gestor firmando o compromisso de viabilizar as passagens e diárias para os participantes do intercâmbio. f) Arquivo eletrônico em PDF com termo de compromisso do gestor firmando o compromisso de viabilizar o projeto após o recebimento do recurso, de acordo com anexo IV É necessário preencher um formulário eletrônico para cada projeto participante do processo seletivo, e as inscrições serão realizadas exclusivamente através deste dispositivo Os projetos cujos arquivos não forem anexados adequadamente no sistema FormSUS serão desclassificados Os documentos a serem anexados contendo o ofício do gestor local, conforme item 14.3, deverão ser assinados pelo gestor e escaneados antes de serem anexados. Documentos anexados sem assinatura implicarão na desclassificação do projeto Para participar da seleção, não é necessário o envio de material impresso para a Coordenação de Saúde Mental/MS, sendo todo o processo realizado por meio eletrônico. 15. CRONOGRAMA DE INSCRIÇÃO, SELEÇÃO, PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DO PROJETO: De 14/08/2015 a 14/09/2015: período de inscrição das redes visitantes Em 25/09/2015: divulgação do resultado no sítio De 25/10/2015 a 20/11/2015: repasse do recurso para os fundos municipais de saúde De 20/11/2015 a 01/12/2015: empenho do recurso para execução do projeto em 2016 De 02/01/2016 a 13/02/2016: planejamento das ações De 14/02/2016 a 06/09/2016: execução do projeto De 07/09/2016 a 05/11/2016: recesso eleitoral De 06/11/2016 a 10/12/2016: execução do projeto De 12/12/2016 a 17/12/2016: avaliação do projeto 16. CRONOGRAMA DO MÓDULO DE FORMAÇÃO (2016)

9 16.1 O projeto terá execução de vinte e quatro meses (24) meses e tem calendário organizado para as seguintes ações: Intercâmbio de experiências Oficina de integração Execução das ações de educação permanente Engrenagens da Educação Permanente Reuniões de avaliação 16.2 Cronograma do Intercâmbio de Experiências Realização dos intercâmbios Data de início Data de fim Reunião de apresentação e planejamento do intercâmbio 21/01/ /01/2016 Execução turma 01 (para coordenadores de saúde mental) 14/02/ /02/2016 Execução turma 02 (para trabalhadores) 21/02/ /03/2016 Execução turma 03 (para trabalhadores) 27/03/ /04/2016 Execução turma 04 (para trabalhadores) 01/05/ /05/2016 Reunião de avaliação 1 02/04/ /04/2016 Execução turma 05 (para trabalhadores) 05/06/ /07/2016 Execução turma 06 (para trabalhadores) 10/07/ /08/2016 Execução turma 07 (para trabalhadores) 14/08/ /09/2016 Reunião de avaliação 2 05/09/ /09/2016 Execução turma 08 (para trabalhadores) 06/11/ /12/2016 Execução turma 09 (para usuários e familiares de usuários) 04/12/ /12/2016 Reunião de encerramento 15/12/ /12/2016 *** Todas as datas apresentadas acima tem início no domingo e finalização aos sábados, o que significa respectivamente a data de chegada e saída do intercâmbio. *** As reuniões propostas deverão acontecer no município da rede receptora do módulo Cronograma das oficinas de integração Realização das oficinas Data de início Data de fim Oficina 01 20/03/ /03/2016 Oficina 02 24/04/ /04/2016 Oficina 03 03/07/ /07/2016 Oficina 04 07/08/ /08/2016 *** Cada município visitante terá apenas uma oficina de integração de 40 horas no seu território, com data a ser definida em conjunto com a rede receptora e as demais redes visitantes do módulo de acordo com as opções acima Cronograma de execução das ações de educação permanente Ações de educação permanente Data de início Data de fim

10 Reunião de apresentação do plano de educação permanente 21/01/ /01/2016 Organização do plano e aplicação do recurso 25/01/ /04/2016 Reunião de fechamento do plano 02/04/ /04/2016 Execução do Plano 04/04/ /11/2016 Avaliação e entrega do relatório final 12/12/ /12/ ENGRENAGENS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE 17.1 Informações relativas à construção de projetos e financiamento do componente de Engrenagens da Educação Permanente serão divulgadas posteriormente pela Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, do Ministério da Saúde A execução dessa etapa se dará durante o ano de 2017.

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EXECUÇÃO DO PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL: ALPHA.

Leia mais

EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016.

EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016. EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, em conformidade

Leia mais

Educação Permanente na RAPS: a Experiência do Percursos Formativos

Educação Permanente na RAPS: a Experiência do Percursos Formativos Educação Permanente na RAPS: a Experiência do Percursos Formativos Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas/DAPES/SAS/MS Outubro - 2015 Breve Histórico da RAPS e a necessidade de qualificação

Leia mais

EDITAL - DPU/DIEAD DPGU - Nº 02/2016 CURSO DE CURTA DURAÇÃO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - SUAS ALTERAÇÕES E POLÊMICAS

EDITAL - DPU/DIEAD DPGU - Nº 02/2016 CURSO DE CURTA DURAÇÃO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - SUAS ALTERAÇÕES E POLÊMICAS EDITAL - DPU/DIEAD DPGU - Nº 02/2016 CURSO DE CURTA DURAÇÃO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - SUAS ALTERAÇÕES E POLÊMICAS O Diretor da Escola Superior da Defensoria Pública da União - ESDPU torna pública

Leia mais

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE.

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) INSTITUTO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIA EM SAÚDE - IATS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

CONCURSO DE REDAÇÃO O Meio Ambiente na Minha Escola REGULAMENTO CONCURSO DE REDAÇÃO

CONCURSO DE REDAÇÃO O Meio Ambiente na Minha Escola REGULAMENTO CONCURSO DE REDAÇÃO Edital de Licitação n.º 024/2014 Modalidade: Concurso O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Trindade e Comissão Permanente de Licitação designada pela Portaria

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 08/2016-PROEX/IFRN

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 08/2016-PROEX/IFRN 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 08/2016-PROEX/IFRN SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A CRIAÇÃO DE 04 (QUATRO) NÚCLEOS DE

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02/2014

RESOLUÇÃO Nº 02/2014 RESOLUÇÃO Nº 02/2014 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Federal 8.069/1990, da Lei Municipal 1.261 de 16/03/2005 - com as

Leia mais

Edital. IV Chamada para Supervisão Clínico-Institucional dos CAPS e Rede de Atenção Psicossocial ( Supervisão IV ) Portaria GM 1174, de

Edital. IV Chamada para Supervisão Clínico-Institucional dos CAPS e Rede de Atenção Psicossocial ( Supervisão IV ) Portaria GM 1174, de Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas Edital IV Chamada para Supervisão Clínico-Institucional

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA Sustentabilidade um interesse de todos INSCRIÇÕES: 16 de junho a 31 de agosto 2016 DÚVIDAS E INFORMAÇÕES:. suc.seduc.ma@gmail.com 3218-2320/3218-2323. emir.sucsueb@gmail.com

Leia mais

CAMPUS ABAETETUBA PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS

CAMPUS ABAETETUBA PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS Parecer favorável da Procuradoria Federal/IFPA Proc. 23051.005120/2015-98 O Diretor Geral

Leia mais

EDITAL N o 001/2016. Os interessados devem atender os seguintes pré-requisitos: a) Ter curso superior concluído, reconhecido pelo MEC;

EDITAL N o 001/2016. Os interessados devem atender os seguintes pré-requisitos: a) Ter curso superior concluído, reconhecido pelo MEC; EDITAL N o 001/2016 1 - INFORMAÇÕES GERAIS A Coordenação do Curso de Especialização em Economia da Saúde do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP), da Regional Goiânia com sede na Rua

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA NORMAS COMPLEMENTARES PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO CEFET-BA Normas adicionais

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

EDITAL 2016.1-Aditamento

EDITAL 2016.1-Aditamento EDITAL 2016.1-Aditamento O Colegiado do Curso de Especialização em Organização e Gestão em Justiça Criminal e Segurança - Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional - Campos dos Goytacazes

Leia mais

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO JOÃO DOS PATOS DIRETORIA GERAL NÚCLEO DE ASSISTENCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA

Leia mais

CAPÍTULO II - DA REALIZAÇÃO

CAPÍTULO II - DA REALIZAÇÃO REGIMENTO 3ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres Regimento CAPÍTULO I - DO OBJETIVO Art. 1º - A 3ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, convocada pelo Decreto do Governo Estadual,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO E LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA DENTRO DO PROJETO CAPES/FIPSE N O 078/09. A Diretoria de Relações

Leia mais

Regulamento da Olimpíada Brasileira de Física

Regulamento da Olimpíada Brasileira de Física Regulamento da Olimpíada Brasileira de Física 1. Dos objetivos A Olimpíada Brasileira de Física (OBF) é um programa da Sociedade Brasileira de Física (SBF), com os seguintes objetivos: - Despertar e estimular

Leia mais

EDITAL nº 17/2016 PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2016 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

EDITAL nº 17/2016 PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2016 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS EDITAL nº 17/2016 PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2016 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, instituída como Fundação Pública, criada pela Lei nº. 8.405, de 09 de janeiro de

Leia mais

XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA

XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA EDITAL DE SELEÇÃO DE PÔSTER A Comissão Organizadora do XXIX Congresso Brasileiro dos Estudantes de Medicina (COBREM) composta por estudantes de medicina

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO

MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO A nossa ideia de projeto é que ele sirva para embasar e orientar um roteiro de trabalho compartilhado de um grupo, sendo muito

Leia mais

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Esplanada dos Ministérios, Bloco L 70047-902 Brasília DF ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016 ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI DIRETORIA DE ENSINO EDITAL Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS DE EXTENSÃO O Núcleo de Iniciação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA GRADUAÇÃO DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA GRADUAÇÃO DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA GRADUAÇÃO DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS Edital PROGRAD/PFA/UPE Nº 004/014 I EDITAL A Pró-Reitoria de Graduação

Leia mais

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa no campo da Ciência e Tecnologia, despertando a vocação científica e incentivando talentos entre estudantes de graduação,

Leia mais

Numero do Documento: 1037522

Numero do Documento: 1037522 Numero do Documento: 1037522 EDITAL N.º 19/2011 A Escola de Saúde Pública do Ceará, Autarquia vinculada à Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, criada pela Lei Estadual nº 12.140, de 22 de julho de 1993,

Leia mais

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 O Comitê Institucional dos Programas de Iniciação Científica (CIPIC) da Universidade Federal

Leia mais

EDITAL UFRN / PROEX / TRILHAS POTIGUARES N o 10 / 2011 CONVOCAÇÃO PARA MUNICÍPIOS, COORDENADORES E DISCENTES

EDITAL UFRN / PROEX / TRILHAS POTIGUARES N o 10 / 2011 CONVOCAÇÃO PARA MUNICÍPIOS, COORDENADORES E DISCENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Telefones: (084) 3215-3230/3231- Fax: (084) 3215-3262 E-mail: proex@reitoria.ufrn.br EDITAL UFRN / PROEX / TRILHAS

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO A organização deste CONCURSO FOTOGRÁFICO é da ABCRED Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO EDITAL PROGRAD/PROPLAD Nº 01, de 05 de maio de 2014. As Pró-reitorias de Graduação (PROGRAD) e de Planejamento e Desenvolvimento (PROPLAD) no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Geral da

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT-INFRA 03/2003

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT-INFRA 03/2003 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS INSTITUCIONAIS DE IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA FÍSICA DE PESQUISA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA MCT, por intermédio da Financiadora

Leia mais

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A CAPITAL EMPRESA DE SERVIÇOS GERAIS LTDA., PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MICROFILMAGEM E DIGITALIZAÇÃO DE

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) constitui-se como atividade facultativa e tem como objetivos: I - Desenvolver

Leia mais

Brasília, 19 de janeiro de Introdução

Brasília, 19 de janeiro de Introdução Chamada Pública nº 01 /2012 CET-UnB/FNDE Brasília, 19 de janeiro de 2012. Chamada Pública para seleção de municípios para participar do projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia - Formação de

Leia mais

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Versão 01 - Página 1/24 PROCESSO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP-GO PROCEDIMENTO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP- GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Objetivo estratégico:

Leia mais

FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2016 (retificado conforme publicação no DOU nº 75, de 20/04/2016, página 80)

FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2016 (retificado conforme publicação no DOU nº 75, de 20/04/2016, página 80) FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2016 (retificado conforme publicação no DOU nº 75, de 20/04/2016, página 80) A FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE FUNASA, por intermédio do Departamento

Leia mais

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS)

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) EDITAL PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) A Câmara de Ação Social da 3ª Região Eclesiástica, visando a aplicação de recursos destinados

Leia mais

Financiamento. Consultório na Rua PORTARIA Nº 123, DE 25 DE JANEIRO DE Sem portaria convivência e cultura. Estabelece, no âmbito Especializada/

Financiamento. Consultório na Rua PORTARIA Nº 123, DE 25 DE JANEIRO DE Sem portaria convivência e cultura. Estabelece, no âmbito Especializada/ Rede De (RAPS) Componentes da RAPS Pontos da RAPS Nº da Portaria de Financiamento Caracterização da portaria Atenção Básica Unidade Básica de PORTARIA 2488/11 Institui a Política Saúde Nacional de Atenção

Leia mais

DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB

DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB Coordenação Geral de Programas Estratégicos CGPE 1. OBJETIVO Objetivo Geral O referido Edital tem por principal objetivo promover e fomentar a realização de

Leia mais

EDITAL Nº 01/ PPGE

EDITAL Nº 01/ PPGE EDITAL Nº 01/2017 - PPGE PARTICIPAÇÃO DISCENTE EM EVENTOS CIENTÍFICOS E ATIVIDADES DE PESQUISA NACIONAIS O Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) da Universidade Federal de Juiz de Fora torna pública

Leia mais

EDITAL n º 05/2014. PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO INCLUSÃO DIGITAL Processo n º 23225.000111/2014-91

EDITAL n º 05/2014. PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO INCLUSÃO DIGITAL Processo n º 23225.000111/2014-91 EDITAL n º 05/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO INCLUSÃO DIGITAL Processo n º 23225.000111/2014-91 O Câmpus Juiz de Fora do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais torna

Leia mais

EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017

EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017 EDITAL DE DIVULGAÇÃO 5ª Edição do Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa 2017 O Mapeamento de Experiências Estaduais, Municipais e Distrito

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ EDITAL PARA ELEIÇÃO DE COORDENADOR E COORDENADOR ADJUNTO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES GERAIS Art. 1 O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2015/PROEN-PROEX/UFCA PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DE ENSINO E EXTENSÃO PEEX As Pró Reitorias de Ensino e Extensão da

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 014/2010 DEAD / IFMA Seleção Simplificada

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4011 EDITAL Nº 008/2010 1. Perfil: Iphan Central 47 3. Qualificação educacional: Profissional de nível superior na área de humanas 4. Experiência

Leia mais

Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS

Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas FAPEAL, em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES,

Leia mais

Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13.

Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13. Edição Número 2 de 02/01/2004, páginas 12 e 13. PORTARIA Nº 2.458, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e Considerando a necessidade de criar mecanismos

Leia mais

EDITAL Nº 04/ PPGE

EDITAL Nº 04/ PPGE EDITAL Nº 04/2017 - PPGE PARTICIPAÇÃO DOCENTE EM EVENTOS CIENTÍFICOS/VISITA TÉCNICA O Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE), da Universidade Federal de Juiz de Fora, torna pública a abertura das

Leia mais

RESOLUÇÃO N 02/2016, DE 06 DE SETEMBRO DE 2016 CAPÍTULO I DA EXIGÊNCIA LEGAL

RESOLUÇÃO N 02/2016, DE 06 DE SETEMBRO DE 2016 CAPÍTULO I DA EXIGÊNCIA LEGAL RESOLUÇÃO N 02/2016, DE 06 DE SETEMBRO DE 2016 Estabelece as normas para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da graduação em Nutrição. CAPÍTULO I DA EXIGÊNCIA LEGAL Art. 1º. A execução e aprovação no

Leia mais

Manual de inscrições para bolsistas 47º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão 2016

Manual de inscrições para bolsistas 47º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão 2016 Manual de inscrições para bolsistas 47º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão 2016 Realização Fundação OSESP A 47ª edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, cujo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa :

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa : TERMO DE REFERÊNCIA Denominação : Consultor(a) na área de ciências agrárias, sociais, econômicas ou áreas afins, para elaboração de proposta de sistema de monitoramento e avaliação para Programa de ATES

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015 O Presidente Interino da Fundação Cultural do Município de Contagem-Fundac, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité,

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DEDC I PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE OBSERVATÓRIO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO TERRITÓRIO DO SISAL - BA 1.0 Apresentação:

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização Art. 1º Estágio curricular obrigatório é aquele definido como tal no projeto

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão

Procedimento Operacional Padrão Procedimento Operacional Padrão POP/DivGP/002/2016 Capacitação Externa com Ônus Versão 1.0 DivGP Procedimento Operacional Padrão POP/DivGP/002/2016 Capacitação Externa com Ônus Versão 1.0 2016, Ebserh.

Leia mais

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 O programa Talentos da Educação é uma iniciativa da Fundação Lemann para apoiar pessoas talentosas e comprometidas com a melhoria da educação no Brasil. A proposta é

Leia mais

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Identificação do Projeto OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Suporte ao desenvolvimento da Rede Saúde & Diplomacia Seguimento

Leia mais

CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY

CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY A Associação Paraty Cultural, sociedade civil sem fins lucrativos, organização gestora da Casa da Cultura em Paraty (RJ), no exercício

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO TOCANTINS. EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011

FUNDAÇÃO DE APOIO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO TOCANTINS. EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011 EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011 EDITAL PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROJETO PESQUISA: TRANSPORTE ESCOLAR - PESQUISA NACIONAL CUSTO ALUNO PERÍODO: 2011/2012 A Fundação de Apoio

Leia mais

REGRAS OFICIAIS DO RANKING BRASILEIRO DE BOLICHE

REGRAS OFICIAIS DO RANKING BRASILEIRO DE BOLICHE REGRAS OFICIAIS DO RANKING BRASILEIRO DE BOLICHE 1. Introdução: Válidas a partir de 01.01.2017 Integram o ranking brasileiro de boliche todos os atletas filiados à Confederação Brasileira de Boliche BOLICHE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 006/2014 - PRPGP/UFSM FIPE Sênior Programa de Bolsas de Iniciação Científica ou Auxílio à Pesquisa

Leia mais

Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO

Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO Depois de completar 15 anos unindo e reunindo pessoas em torno do teatro, o Galpão Cine Horto, centro cultural do Grupo Galpão, passa a limpo essa década e meia de encontros

Leia mais

PRÊMIO SERGIO AROUCA DE GESTÃO PARTICIPATIVA. 4ª. Edição

PRÊMIO SERGIO AROUCA DE GESTÃO PARTICIPATIVA. 4ª. Edição PRÊMIO SERGIO AROUCA DE GESTÃO PARTICIPATIVA 4ª. Edição Brasília / 2011 CAPÍTULO I DO OBJETIVO Art.1º O Prêmio Sérgio Arouca de Gestão Participativa no SUS tem por objetivo incentivar a gestão participativa

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE UNIVERSIDA PRESBITERIANA MACKENZIE FACULDA FACULDA COORNAÇÃO COORNAÇÃO Edital de Abertura de Inscrição para o GRUPO ESTUDOS PERMANENTE DIGITAL, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO REQUISITOS ADMISSÃO NO GRUPO ESTUDOS

Leia mais

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40 EDITAL PARA SELEÇÃO DE FORNECEDOR - AUDITORIA CONTÁBIL EXTERNA O Centro de Estudos e Pesquisas 28 (Organização Social em Saúde), entidade privada de utilidade pública, inscrito no, torna pública a realização,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO MARANHÃO APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS - APEC EDITAL FAPEMA Nº 036/2014 APEC

Leia mais

EDITAL PRG/Santander Universidades/3: Bolsas Educação

EDITAL PRG/Santander Universidades/3: Bolsas Educação EDITAL PRG/Santander Universidades/3: Bolsas Educação Edição 2015/2016 DISPÕE SOBRE O PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES-USP, EDIÇÃO 2015/2016, SOB A GESTÃO ACADÊMICA E ADMINISTRATIVA DA PRÓ- REITORIA DE

Leia mais

Auxílio financeiro a pesquisadores. Aplicação do auxílio financeiro. Atenção! Efetuar despesas dentro do período de vigência constante no Edital;

Auxílio financeiro a pesquisadores. Aplicação do auxílio financeiro. Atenção! Efetuar despesas dentro do período de vigência constante no Edital; Auxílio financeiro a pesquisadores Este guia tem como objetivo orientar os(as) coordenadores(as) dos projetos de pesquisa sobre os requisitos e normas para aplicação de recursos na rubrica de Auxílio Financeiro

Leia mais

Visita Técnica a Montadoras de Carros na Alemanha

Visita Técnica a Montadoras de Carros na Alemanha Visita Técnica a Montadoras de Carros na Alemanha Edital nº 01/2015 Rep. ARINTER Campus Salvador A Direção Geral do IFBA Campus Salvador, por meio de sua Representação da Assessoria de Relações Internacionais,

Leia mais

Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos

Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos O presente documento tem por objetivo organizar e regulamentar a solicitação e distribuição de verba para as atividades, projetos e/ou programas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL 2013. Edital Nº 016/2013

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL 2013. Edital Nº 016/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS TIMON DIRETORIA GERAL NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO/SERVIÇO SOCIAL PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO. Especialização em Políticas e Gestão da Educação

PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO. Especialização em Políticas e Gestão da Educação PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO Especialização em Políticas e Gestão da Educação Curso de Pós Graduação lato sensu UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO EDITAL

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Coletivo Livre de Teatro - Núcleo da Cooperativa Paulista de Teatro coletivo

Leia mais

Edital de Processo de Seleção de Docente para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017

Edital de Processo de Seleção de Docente para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017 Edital ARI Nº 004/2017 Edital de Processo de Seleção de Docente para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017 O Centro Paula Souza CEETEPS, por meio de sua Assessoria

Leia mais

EDITAL FAPERGS n. 013/2011 PESQUISADOR NA EMPRESA

EDITAL FAPERGS n. 013/2011 PESQUISADOR NA EMPRESA EDITAL FAPERGS n. 013/2011 PESQUISADOR NA EMPRESA A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - FAPERGS torna público o presente Edital, aos interessados em participar do PROGRAMA PESQUISADOR

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 A Reitoria do, por meio da (ProPG/IFG), torna público o processo para seleção de

Leia mais

GESTÃO PENITENCIÁRIA: uma proposta de matriz curricular padrão

GESTÃO PENITENCIÁRIA: uma proposta de matriz curricular padrão 1 GESTÃO PENITENCIÁRIA: uma proposta de matriz curricular padrão O estabelecimento de uma Matriz Curricular Padrão, em âmbito nacional, para cursos de especialização em gestão penitenciária resultou dos

Leia mais

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 001/2016 PARA SELEÇÃO DE SUPERVISORES MÉDICOS PARA O PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA (PROVAB) COORDENADO PELO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

EDITAL PROPES Nº 02/2015

EDITAL PROPES Nº 02/2015 EDITAL PROPES Nº 02/2015 Dispõe sobre o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Inovação Social com ênfase em Economia Solidária e Agroecologia O Reitor do Instituto Federal de Educaç

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO PARA A SAÚDE PET/SAÚDE/GRADUASUS EDITAL COEX/PROEX/NUPEX/FAMAZ-PET-SAÚDE-GRADUASUS FAMAZ 2016-A

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO PARA A SAÚDE PET/SAÚDE/GRADUASUS EDITAL COEX/PROEX/NUPEX/FAMAZ-PET-SAÚDE-GRADUASUS FAMAZ 2016-A FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA - FAMAZ NÚCLEO GESTOR DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPEX COORDENADORIA DE EXTENSÃO - COEX PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO PARA A SAÚDE PET/SAÚDE/GRADUASUS EDITAL COEX/PROEX/NUPEX/FAMAZ-PET-SAÚDE-GRADUASUS

Leia mais

- visitante internacional no país - EDITAL Nº 03/2014

- visitante internacional no país - EDITAL Nº 03/2014 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM ESCRITÓRIO DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL - ECI COMISSÃO PERMANENTE DE INTERNACIONALIZAÇÃO - CPInter PROGRAMA DE FLUXO CONTÍNUO DE MOBILIDADE INTERNACIONAL - visitante

Leia mais

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 1 DAS INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 O presente regulamento, baseado na Lei 12.868, de 15/10/2013 e no Decreto 8242, de 26/05/2014, disciplina o processo

Leia mais

SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017

SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017 SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017 O Curso de Fisioterapia comunica que estão abertas as inscrições para Seleção de Monitores, para o ano de 2017 do módulo de Saúde, Processo e Assistência (SPA); Indivíduo,

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES CONGRESSISTAS

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES CONGRESSISTAS INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES CONGRESSISTAS Estão asseguradas as vagas dos 184 secretários municipais de saúde do Estado do Ceará, sendo necessário efetuar sua inscrição on-line no site do congresso. Havendo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROPPI N o..., 07 de julho de 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROPPI N o..., 07 de julho de 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROPPI N o..., 07 de julho de 2015 EDITAL FOPIN 2015 PROGRAMA DE FOMENTO À PESQUISA DAS UNIDADES DO INTERIOR

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES CEP/HUOL REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO DIRETORIA DE POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA COORDENAÇÃO GERAL DE DIREITOS HUMANOS

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO MEDIO INTEGRADO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA

Leia mais

REGULAMENTO ELEIÇÃO DA CORTE DO CARNAVAL PAULISTANO DE 2015 CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO ELEIÇÃO DA CORTE DO CARNAVAL PAULISTANO DE 2015 CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO ELEIÇÃO DA CORTE DO CARNAVAL PAULISTANO DE 2015 CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Artigo 1º. A eleição para escolha da Corte do Carnaval Paulistano de 2015 será realizada pela São Paulo Turismo S.A.,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA Aprovado pela Resolução nº 853/2011 - CONSEPE EDITAL PPPG Nº.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA Aprovado pela Resolução nº 853/2011 - CONSEPE EDITAL PPPG Nº. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES

Leia mais

Edital PIBID n. 002/2016 Alunos de iniciação à docência subprojeto Ciências Biológicas CADASTRO DE RESERVA

Edital PIBID n. 002/2016 Alunos de iniciação à docência subprojeto Ciências Biológicas CADASTRO DE RESERVA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

Leia mais

Edital de Processo de Seleção para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017

Edital de Processo de Seleção para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017 Edital ARI Nº 003/2017 Edital de Processo de Seleção para bolsa de estudos para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edição 2017 O Centro Paula Souza CEETEPS, por meio de sua Assessoria de Relações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI INSTITUTO INTERDISCIPLINAR DE SOCIEDADE, CULTURA E ARTES (IISCA)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI INSTITUTO INTERDISCIPLINAR DE SOCIEDADE, CULTURA E ARTES (IISCA) UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI INSTITUTO INTERDISCIPLINAR DE SOCIEDADE, CULTURA E ARTES (IISCA) EDITAL Nº 04/2016 Processo seletivo para pós-graduação stricto senso: Curso de Especialização em Permacultura

Leia mais

1.2. Os selecionados deverão arcar com as próprias despesas com passagens, traslados, hospedagens e alimentação durante todo o projeto.

1.2. Os selecionados deverão arcar com as próprias despesas com passagens, traslados, hospedagens e alimentação durante todo o projeto. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 001/2016 PROJETO: Espaço aberto para a Economia Solidária: Feiras no Campus da UFJF Juiz de Fora A Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE PERMANÊNCIA DA UNIR AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO PORTO VELHO EDITAL Nº 05 / 2012 / PROCEA

PROGRAMA DE PERMANÊNCIA DA UNIR AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO PORTO VELHO EDITAL Nº 05 / 2012 / PROCEA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR PRÓ-REITORIA DE CULTURA, EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROCEA DIRETORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - DAE Campus UNIR, BR-364, KM

Leia mais

Orientações para Solicitação de Diárias e Passagens para os Apoiadores da SESAI/MS 2014

Orientações para Solicitação de Diárias e Passagens para os Apoiadores da SESAI/MS 2014 Orientações para Solicitação de Diárias e Passagens para os Apoiadores da SESAI/MS 2014 Prazos: A solicitação de passagens e diárias deve ser encaminhada para a OPAS com, no mínimo, 16 dias úteis de antecedência

Leia mais

PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE PESQUISA. Centro Celso Furtado e BNB 2012

PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE PESQUISA. Centro Celso Furtado e BNB 2012 PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE PESQUISA Centro Celso Furtado e BNB 2012 ALTERAÇÃO DO EDITAL 02/2012, DE 30 DE MARÇO DE 2012 O período de inscrição e envio da totalidade dos

Leia mais