1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins. 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins. 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas"

Transcrição

1 0ESTOQUE

2 Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas Página 1

3 ÍNDICE 1 Estoque Aferições Entradas Registrar Nota de Entrada Registrar NFe de Entrada Manutenção de Notas de Entrada Compra Consignada Lançamento de Compra Consignada Transferências Registrar transferência de produtos entre depósitos Registrar envio de produto para outro depósito Registrar recebimentos de produtos transferidos Inventário Registrar inventário de produtos Registrar inventário de produtos por Grupo e Subgrupo Registrar inventário através do coletor de dados Unitech Cipherlab Coletor Web Registrar medições de tanques Gerenciar medições de tanques registradas Devolução Devolução de Aferição Devolução a Fornecedor Devolução de Mercadorias Consignadas Devolução de Venda Consignada Reajuste de Preços Conversão para Matéria-Prima Página 2

4 1 ESTOQUE O menu estoque possui como objetivo movimentar e controlar os produtos presentes no estoque do posto, assim realizando um controle de movimentação seguro dos produtos. Dentro desta rotina é possível lançar notas fiscais, vendas de produtos, efetuar transferências de produtos, registrar inventários, registrar aferições de combustíveis, conversão de produtos para matéria-prima, realizar devoluções, realizar reajuste de preços e utilizar a rotina de compra consignada. Para utilizar a rotina basta abrir o módulo Gerencial e acessar a aba Estoque. 2 AFERIÇÕES As aferições exibidas neste menu são referentes às aferições efetuadas no módulo Caixa, para exibir ás aferições abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Aferições. Nesta aba informe os itens necessários e clique no botão Preencher lista, e aguarde o preenchimento das informações, conforme imagem abaixo: 3 ENTRADAS O submenu Entradas possui várias rotinas para efetuar as entradas de produtos no estoque. Este submenu possui várias rotinas que serão descritas nos capítulos a seguir. 3.1 Registrar Nota de Entrada Está rotina possui como objetivo efetuar os registros das notas fiscais de entrada para a empresa. Para registrar uma nota de entrada abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Entradas > Registrar Nota de Entrada, será aberta a janela do Passo 1. Será possível informar o número do pedido configurado no menu Compras > Pedido de Compra, se for informado o número do pedido os demais campos serão preenchidos automaticamente, com exceção do depósito e das informações referentes à nota. Pedido Compra: informe o número do pedido da compra; Página 3

5 Empresa: informe a empresa; Fornecedor: informe o fornecedor; Modelo doc.: informe o modelo de documento; CFOP: informe o CFOP; Depósito entrada: informe o depósito de entrada; Número da nota: informe o número da nota; Série: informe a série da nota; Data emissão: informe a data de emissão da nota; Data entrada: informe a data de entrada da nota; Turno: informe o turno; Hora entrada: informe a hora de entrada. Depois de informados os itens necessários clique no botão Próximo, será exibida a janela do Passo 2 Vincular os produtos na nota, caso tenha informado o número do pedido no Passo 1 os produtos do pedido serão vinculados à nota de entrada. Para vincular mais produtos clique no botão Adicionar as informações serão preenchidas automaticamente de acordo com as configurações do cadastro de produto. Dúvidas relacionadas aos campos CST, CST PIS, CST Cofins, CSOSN, Aliq. ICMS, Base ICMS, Valor ICMS, Base subst., Valor subst., Custo subst., Valor IPI e CFOP poderão ser sanadas no manual de tributações: Página 4

6 Logo após clique no botão Confirmar, caso seja necessário alterar as informações de um produto clique no botão Editar ou clique no botão Excluir para apagar o produto; Os itens do campo Impostos da janela de produto poderão ser informados de acordo com a CST (Código de Situação Tributária) informada. Caso não seja informada a CST será possível informar o item CSOSN (Código de Situação da Operação no Simples Nacional). Após informar os itens necessários clique no botão Próximo, será exibida a janela do Passo3 onde será calculado o valor total da nota juntamente com seus impostos. Ainda neste passo será possível informar a transportadora e o volume dos itens transportados. Logo após preencher os campos necessários clique no botão Concluir, caso sejam inseridas novas informações da transportadora será apresentada uma caixa de mensagem questionando se deseja atualizar o cadastro da transportadora, em seguida será apresentada uma caixa de mensagem questionando se deseja Exibir a tela para reajuste do preço de venda dos produtos caso sim será apresentado o Passo 4 exibindo os preços de cada item sendo possível alterar a Margem de lucro ou o preço de venda (Novo Venda), para que o reajuste seja aplicado marque o(s) produto(s). Caso não seja marcado o produto que sofreu alteração de preço será exibida uma mensagem questionando se deseja Gravar nova margem de lucro dos produtos não selecionados?. Página 5

7 Logo em seguida será apresentada uma janela onde será possível visualizar a relação das notas e também será possível informar a fatura da mesma clicando no botão Adicionar do campo Relação das faturas, em seguida clique no botão Confirmar notas e faturas. Caso o valor do produto seja alterado será exibida uma mensagem questionando: Imprimir as etiquetas dos produtos que sofreram o reajuste. Quando se tratar de multiempresa os novos valores dos produtos serão apresentados na aba Empresa do cadastro de Produto. 3.2 Registrar NFe de Entrada A rotina de Registrar NFe de Entrada tem por objetivo importar as informações de um arquivo xml para o AutoSystem, para isto abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Entradas > Registrar NFe de Entrada. Nesta janela informe o diretório onde está salvo o arquivo xml da nota fiscal, ainda nesta janela é possível informar, caso necessário, um número de pedido de compra. Após informar os itens necessários clique no botão Confirmar, em seguida será apresentado uma caixa de mensagem questionando se Deseja revisar os itens da Nota Fiscal. Caso necessário clique em Sim e será direcionado para uma rotina diferenciada. Esta rotina possui duas abas distintas a primeira Identificação da Nota exibe informações da nota fiscal, na aba Informações de Entrada deve-se informar a data, hora, turno, depósito e o CFOP que será utilizado. O campo Totais e Impostos exibe o valor total da nota e dos impostos. Depois de preencher as abas Identificação da Nota e Informações de Entrada clique no botão Avançar. Em seguida será apresentada a janela de edição do produto caso tenha clicado Página 6

8 em Sim na caixa de mensagem Deseja revisar os itens da Nota Fiscal. Esta janela exibe as informações da NF-e, o campo Informações do Produto exibe as informações sobre o produto que estão no arquivo XML, informações como o nome do produto, CST, depósito, quantidade, valor unitário etc. No campo Impostos são exibidas as informações dos impostos contidos no arquivo xml, essas informações não poderão ser alteradas na rotina de entrada de notas fiscais. Logo abaixo do campo Impostos há o botão Detalhar Depósito, que possui a função de distribuir o produto entre os depósitos em que o mesmo esta vinculado, ao clicar neste botão será apresentado o campo Informações de Depósitos, neste campo informe a quantidade para cada depósito. Após informar os campos necessários clique no botão Avançar, no próximo passo será possível visualizar todos os produtos que foram configurados nos passos anteriores. No campo Totais e Impostos é exibido o valor total da nota e a soma de todos os impostos dos produtos. Após informar todos os itens necessários e conferir o valor da nota clique no botão Confirmar, logo em seguida será questionado se deseja exibir a tela de reajuste de preço de venda dos produtos, caso necessário clique no botão Sim, para reajustar os preços siga os passos descritos no capítulo anterior. Logo em seguida será apresentada uma janela onde será possível visualizar a relação das notas e também será possível informar a fatura da mesma clicando no botão Adicionar do campo Relação das faturas, em seguida clique no botão Confirmar notas e faturas. Caso seja alterado o valor de um ou mais produtos será apresentada uma caixa de mensagem questionando se deseja imprimir as etiquetas dos produtos que sofreram o reajuste. Em caso de multiempresa os novos valores dos produtos serão apresentados na aba Empresa do cadastro de Produto. Caso uma informação seja diferente do cadastro do produto será questionado se Deseja atualizar para o informado na nota fiscal?. 3.3 Manutenção de Notas de Entrada O menu Manutenção de Notas de Entrada tem como finalidade editar as notas de entrada que foram vinculadas ao AutoSystem. Para abrir o menu do manutenção de notas de entrada abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Entradas > Manutenção de Notas de Entrada. Este menu possui alguns passos a serem seguidos, o Passo 1 possui os seguintes itens: Página 7

9 Empresa: este item é apresentado se a base for multiempresa, caso apresente este item selecione a empresa que deseja visualizar ou editar as notas; Fornecedor: caso necessário informe o fornecedor dos produtos; Modelo: informe o modelo da nota que foi vinculado ao sistema; Nota número: informe o número da Nota Fiscal; Data emissão: informe a data em que a nota foi emitida; Data entrada: informe a data de entrada dos produtos; Com produto: informe um item da nota fiscal; No depósito: informe o depósito de entrada do produto; CFOP: informe o CFOP da nota. Os campos citados acima não são de preenchimento obrigatório, porém deve-se informar ao menos um campo para que a busca seja realizada. Na próxima etapa será apresentada a Relação de notas de acordo com os filtros preenchidos, selecione uma nota e clique no botão Editar, a seguir será apresentada a janela com os dados da nota fiscal. 3.4 Compra Consignada É um controle de compra e devolução de mercadorias consignadas. Quando solicitado uma compra em grande quantidade, utiliza-se esta rotina, caso o cliente não utilize toda a quantia de mercadoria adquirida, pode ser realizada uma devolução da quantidade não utilizada, pagando somente o que foi utilizado. Para poder utilizar é necessário criar dois motivos de movimentação no sistema: um que de uma entrada no estoque e outro uma saída. Para acessar a mesma abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Entradas > Compra Consignada. Os motivos devem ser criados no seguinte caminho: Gerencial > Cadastros > Motivos de Movimentação. Motivo de Movimentação Compra Consignada Deverá ser configurado de acordo com a descrição abaixo: Nome: informe o nome para o motivo de movimentação; Conta debitar: informe à conta que será debitada a compra consignada, deve-se utilizar a conta Estoque. A mesma é criada no caminho Gerencial > Cadastros > Plano de Contas > Ativo, marcar como Tipo contábil: Débito e em Opções como: Aceitar lançamentos; Página 8

10 Conta creditar: informe à conta que será creditada a compra consignada, utilizaremos a conta Compras Consignadas. A mesma é criada no caminho: Gerencial > Cadastros > Plano de Contas > Passivo > Circulante, marcar como Tipo contábil: Crédito, Tipo: Contas a pagar e em Opções como: Aceitar lançamentos e Controlar Pendências: Controlar crédito por Pendência; Tipo movto: o tipo irá definir em que rotina o motivo irá aparecer. Informe como Compra Consignada. Motivo de Movimentação Devolução de Compra Consignada Os campos devem ser preenchidos conforme descrição abaixo: Nome: informe um nome para o motivo de movimentação; Conta debitar: conta que o motivo utilizará para debitar. Informe à conta que será debitada a compra consignada, deve-se utilizar a conta Compras Consignadas; Conta Creditar: conta que o motivo utilizará para creditar. Informe à conta que será creditada a compra consignada, utilizaremos a conta criada para isto Estoque; Tipo movto: o tipo irá definir em que rotina o motivo irá aparecer. Informe como: Devolução de Compra Consignada. Página 9

11 3.4.1 Lançamento de Compra Consignada A rotina de Lançamento de Compra Consignada está acessível através do módulo Gerencial, no menu Estoque > Entradas > Compra Consignada. A tela inicial desta rotina permite realizar o gerenciamento das Compras consignadas registradas no sistema, a partir dos filtros sugeridos. Para registrar uma nova Compra Consignada, basta clicar no botão Nova e preencher os campos empresa, motivo, fornecedor, documento, data entrada, turno, hora, e observação e clique no botão Confirmar entrada. Ao registrar uma compra de mercadoria consignada, a quantidade indicada de cada produto será creditada nos respectivos depósitos, sendo considerada para fins de estoque como uma entrada de mercadoria comum. Do ponto de vista financeiro, será realizado um lançamento de entrada em nome do fornecedor na conta do passivo Compras Consignadas. Desta forma, o saldo desta conta indicará quanto deve ser pago ou devolvido ao fornecedor. 4 TRANSFERÊNCIAS Transferir itens de um depósito para outro ou determinados produtos de uma determinada empresa para outro depósito de outra empresa. Para acessar a mesma abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Transferências. As transferências podem ser classificadas em três categorias: Registrar transferência de produtos entre depósitos, Registrar envio de produto para outro depósito e Registrar recebimentos de produtos transferidos. Página 10

12 4.1 Registrar transferência de produtos entre depósitos Esta opção permite a transferência de produtos para depósito de outra empresa. Responsável: selecione o responsável; Depósito de Origem Empresa: selecione a empresa que deseja visualizar os produtos; Depósito: selecione o depósito dos produtos; Data Saída: selecione a data de saída dos produtos; Turno: selecione o turno de saída dos produtos; Depósito de Destino Empresa: selecione a empresa que receberá os produtos transferidos; Depósito: selecione o depósito que armazenará os produtos; Data Entrada: selecione a data que os produtos entrarão na empresa; Turno: selecione o turno de entrada dos produtos. Após selecionar os produtos e a quantidade á transferir para outra empresa, clique no botão Confirmar. Será apresentada a tela mostrando os produtos a transferir, após clique no botão Concluir e será exibida mensagem na tela: Confirma a transferência de produtos? clicar em Sim para concluir a transferência. Página 11

13 4.2 Registrar envio de produto para outro depósito Na segunda opção pode ser realizado o envio de produto para outro depósito. Possui os seguintes campos: Emp. origem: selecione a empresa onde os produtos estão; Emp. destino: informe a empresa para onde os produtos serão enviados; Data de saída: selecione a data de saída dos produtos; Turno: selecione o turno de saída dos produtos. Após clicar no botão e preencher demais campos: Produto: selecione o produto á transferir; Depósito: selecione o depósito do produto á transferir; Quantidade: selecione a quantidade do produto á transferir. Clique no botão Confirmar. Após clique no botão Próximo, será apresentada a mensagem: Confirma a transferência?, caso clique em Sim a transferência será registrada. 4.3 Registrar Recebimento de Produtos Transferidos Na terceira e última opção pode ser realizado um registro de recebimento dos produtos transferidos. Possui os seguintes campos: Emp. Origem: selecione a empresa de origem dos produtos; Data: informe a data; Turno: informe o turno; Série: informe a série da nota fiscal registrada; Número: selecione o número da nota fiscal registrada. Relação de Produtos: Após preencher todos os campos e pressionar a tecla Tab será realizada uma busca automática dos produtos vinculados á nota fiscal selecionada nos filtros acima. Após clique no botão Próximo será exibida a mensagem Confirma a transferência dos produtos? clique Sim para confirmar a operação. Página 12

14 5 INVENTÁRIO Possui como objetivo cadastrar um inventário de produtos, uma quantidade para cada produto registrado, também pode ser definido um inventário separado por grupo e subgrupo, possui outra função que é a de realizar medições de tanques. Para acessar a rotina abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Inventário. O mesmo possui as seguintes opções: Registrar inventário de produtos, Registrar inventário de produtos por Grupo e Subgrupo, Registrar inventário através do coletor de dados, Registrar medições de tanques e Gerenciar medições de tanques registradas. 5.1 Registrar Inventário de Produtos Responsável por definir uma quantidade para o produto através do campo Contagem. Possui os seguintes campos: Empresa: selecione a empresa onde será registrado o inventário; Motivo: selecione o motivo do inventário; Depósito: selecione o depósito do produto; Responsável: selecione o responsável; Data: selecione a data do inventário do produto; Turno: selecione o turno do inventário do produto; Hora: selecione a hora do inventário do produto; Opções: Este campo possui a opção de Zerar estoque de produtos não inventariados, caso esta opção seja marcada todos os produtos que não foram inventariados serão zerados. No Passo 3 pode ser definido no Grupo de produto, qual grupo irá apresentar seus produtos, no exemplo da imagem abaixo foi selecionado o Grupo de produto Outros apresentando vários produtos. No campo Contagem é definido a quantidade (estoque) de cada produto. Página 13

15 Após definir todos os valores dos produtos clique no botão Concluir, será apresentada a mensagem: Confirma o inventário do depósito? ao clicar em Sim o inventário será registrado com sucesso e os produtos registrados serão apresentados na tela do Passo 4 em Relação de produtos registrados. 5.2 Registrar inventário de produtos por Grupo e Subgrupo Responsável por definir uma quantidade dos produtos por Grupo e Subgrupo através do campo Inventário. Possui os seguintes campos: Empresa: selecione a empresa do produto; Motivo: selecione o motivo do produto; Depósito: selecione o depósito do produto; Responsável: selecione o responsável; Data: selecione a data do inventário; Turno: selecione o turno do inventário; Data/Hora inventário: selecione a data e hora do inventário; Finalidade: descreva qual a finalidade do inventário. Opções: Este campo possui a opção de Zerar estoque de produtos não inventariados, caso esta opção seja marcada todos os produtos que não foram inventariados serão zerados. Página 14

16 Após clique no botão Confirmar, será apresentada outra tela com duas abas: Lançamento Inventário e Produtos Inventariados. A primeira aba possui os seguintes campos: Grupo: selecione o grupo do produto; Subgrupo: selecione o subgrupo do produto; Produto: selecione o produto a ser inventariado. Ao clicar no botão Exibir Produtos serão exibidos todos os produtos de acordo com o filtro utilizado. Para definir uma quantidade para este produto inserir no campo Inventário. Após conferir, clique no botão Registrar Inventário será apresentada à mensagem: Confirma o registro do inventário? ao clicar em Sim as informações serão salvas e será exibida nova mensagem: Inventário Registrado com Sucesso! Deseja Gerar Relatório?, Sim será gerado um relatório com as informações dos produtos inventariados. A segunda aba Produtos Inventariados exibe o detalhamento dos produtos inventariados com as informações: código, nome, unidade de medida, preço de custo, preço de venda, estoque atual, inventário e diferença. 5.3 Registrar inventário através do coletor de dados O inventário poderá ser realizado através de alguns equipamentos, cujo objetivo é facilitar o lançamento ou tornar o inventário mais rápido. O AutoSystem possui integração com os coletores: Unitech, CipherLab e Coletor WEB Unitech O Unitech é um coletor de código de barras dedicado à contagem de estoque por produto. Possui os seguintes campos: Modelo: informe o modelo a ser utilizado; Porta: informe a porta a ser utilizada; Após preencher os campos abaixo: Empresa: informe a empresa; Motivo: informe o motivo se necessário; Depósito: informe o depósito; Responsável: informe o responsável; Turno: informe o turno; Página 15

17 Opção: Este campo possui a opção de Zerar estoque de produtos não inventariados, caso esta opção seja marcada todos os produtos que não foram inventariados serão zerados. Após será apresentada a relação de itens coletados com os seguintes campos: Coletado em: dia que foi coletado; Código: código gerado; Produto: nome do produto; Est. Atual: quantidade atual; QC: quantidade coletada; QD: quantidade digitada; PS: perdas e sobras. Após clique em Coletar Produtos, confirme todas as informações e finalize clicando em Registrar Inventário CipherLab O CipherLab faz a coleta de código de barras dos produtos em estoque e de suas respectivas quantidades, o mesmo possui os seguintes campos: Modelo: informe o modelo a ser utilizado; Caminho: informe o caminho, diretório onde o arquivo.txt será salvo; Após preencher os campos abaixo: Empresa: informe a empresa; Motivo: informe o motivo se necessário; Depósito: informe o depósito; Responsável: informe o responsável; Turno: informe o turno; Opção: Este campo possui a opção de Zerar estoque de produtos não inventariados, caso esta opção seja marcada todos os produtos que não foram inventariados serão zerados. Após será apresentada a relação de itens coletados com os seguintes campos: Coletado em: dia que foi coletado; Código: código gerado; Produto: nome do produto; Página 16

18 Est. Atual: quantidade atual; QC: quantidade coletada; QD: quantidade digitada; PS: perdas e sobras. Após clique em Coletar Produtos, confirme todas as informações e clique em Registrar Inventário Coletor WEB O Coletor WEB disponibiliza uma página WEB simplificada para lançamento de inventário. Para utilizar esta funcionalidade é necessário realizar as seguintes configurações: 1- Configurar o serviço que executará o Coletor WEB: - Windows: main.exe --coletorweb - Linux/BSD: as_main --coletorweb Independente de plataforma a ser utilizada, é possível passar um parâmetro para indicar em qual porta deve ser executado, exemplo: main.exe --coletorweb porta=8080. Por padrão a porta utilizada é a 8081 e não precisa ser indicada; 2- Após realizado o procedimento do item 1, será necessário acessar um endereço através de um navegador qualquer (Computadores, Tablets, Smartphone, Coletor com Windows, etc) indicando o IP (endereço da rede interna) da máquina que está rodando o serviço e a porta Exemplo: ou Com isto feito, os itens poderão ser coletados facilmente; 3) Após realizar a coleta, no Gerencial será disponibilizada uma nova interface onde será possível validar todos os inventários realizados através da web, esta opção está em "Estoque > Inventário > Registrar inventário através do coletor de dados", onde aparecerá um novo modelo de coletor chamado "Coletor WEB" e abaixo serão demonstrados os inventários realizados. Nos navegadores Mozilla e Crome, basta digitar o número do IP:PORTA exemplo: :8081, já no navegador Windows Explorer é necessário digitar Para realizar o inventário é necessário que o serviço do coletor de dados: C:\autosystem\main.exe --coletorweb esteja rodando. Página 17

19 Aqui um exemplo de lançamento de inventário através do coletor web, o usuário acessou o I.P através do navegador Mozilla Firefox, clicou no botão Novo inventário, informou o código do produto e a quantidade e clicou no botão Registrar para gravar os dados : Acessar o módulo Gerencial > Estoque > Inventário > Registrar inventário através do coletor de dados será exibida a janela abaixo, selecionar o inventário e clicar no botão Confirmar. Será exibida à janela Inventário-Coletor preencher os campos: Motivo preenchimento opcional já os campos: Depósito, Responsável e Turno todos de preenchimento obrigatório, a Opção: Zerar estoque de produtos não inventariados é opcional e só será aplicada se o campo estiver marcado; Página 18

20 Clicar no botão Coletar Produtos e os dados do coletor web serão inseridos na Relação de itens coletados para salvar o inventário clique em Confirmar e em seguida clique em Registrar Inventário após a mensagem de confirmação Inventário de (1)um produto registrado com sucesso! Deseja gerar um relatório de produtos inventariados? Clique em Sim para visualizar as informações e confirmar que os dados foram inseridos corretamente. 5.4 Registrar medições de tanques Possui como finalidade monitorar o volume de combustível de cada tanque do posto, bem como auxiliar na rápida identificação de vazamentos e fraudes. Possui os seguintes campos: Empresa: informe à empresa que registrará a medição dos tanques; Responsável: informe o responsável pela medição; Data: informe a data da medição; Turno: informe o turno da medição. Após definir os valores, definir tamanho da régua a realizar a medição do tanque e clique no botão Concluir, será apresentado à mensagem: Confirma a medição dos tanques?, clique em Sim e o inventário de tanques será registrado. Página 19

21 5.5 Gerenciar medições de tanques registradas Podem ser gerenciadas as medições de tanques realizadas, sendo possível visualizálas, adicionar novas medições ou realizar exclusões. Possui os seguintes campos: Empresa: informe a empresa para o gerenciamento das medições de tanques; Período: informe o período; Turno: informe o turno; Tanque: informe o tanque para realizar o gerenciamento das medições; Combustível: informe o combustível para realizar o gerenciamento das medições. Após informar os filtros necessários clicar no botão Próximo, na próxima tela apresentada escolher se deseja Adicionar, Editar ou Excluir uma medição de tanque, após preencher os campos: Tanque: informe o tanque; Combust.: informe o combustível; Qtde. Sugerida: quantidade sugerida de litros, este campo é preenchido automaticamente com base no estoque e não permite edição; Data: informe a data; Turno: informe o turno; Litros: informe a quantidade de litros; Régua: informe o tamanho da régua. Após clique no botão Confirmar. Página 20

22 O inventário será registrado apresentando as medições registradas. 6 Devolução Possui como objetivo realizar devoluções de vendas no geral, devolução de aferições registradas e devolução a fornecedores. Quando é efetuada uma venda de produto para um cliente e por algum motivo o cliente necessite realizar a devolução do produto é utilizada a rotina de Devolução. Para acessá-la abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Devolução. É composta por: Devolução de Aferição, Devolução a Fornecedor e Devolução de Venda. 6.1 Devolução de Aferição São realizados registros de aferições (quantidade de combustível que os clientes solicitam verificação para comprovar que está tudo correto), após os registros das aferições, podem ocorrer devoluções, e isto ocorre através da rotina de Devolução de Aferição. Pode ser realizada pelo Gerencial e pelo Caixa. Para acessar através do Gerencial, acesse o menu Estoque > Devolução > Devolução de Aferição. Possui os seguintes campos: Empresa: informe à empresa que possui registro de aferição; Conta: informe à conta que possui a aferição registrada; Turno: informe o turno que foi realizado aferição; Período: informe o período que possui registro de aferição. Página 21

23 Após clique no botão Preencher lista, serão apresentadas as aferições realizadas, selecionar as aferições a serem devolvidas e clique no botão Confirmar, será apresentada á mensagem: Confirma a devolução das aferições selecionadas?, ao clicar em Sim é apresentada a tela de Natureza de Operação, selecionar a natureza correta de devolução e clique no botão Confirmar, será necessário ter uma Natureza de Operação de Devolução cadastrada, a mesma deve ser cadastrada no módulo Gerencial pelo menu Cadastros > Tabelas > Natureza de Operação. Após a devolução será efetuada. Será possível conferir pela Nota Fiscal gerada através do caminho Financeiro > Fiscal > Gerenciamento de Notas Fiscais. Através do módulo Caixa no botão Caixa ou F10 > Estoque > Aferição > Devolução de aferição. O sistema exibe o assistente de registro de aferições: Empresa: informe à empresa que possui registro de aferição; Período: informe o período que possui registro de aferição; Após clique no botão Preencher lista, serão apresentadas as aferições realizadas, selecionar as aferições a serem devolvidas e clique no botão Confirmar, será apresentada á mensagem: Confirma a devolução das aferições selecionadas?, ao clicar em Sim é apresentada a tela de Natureza de Operação, selecionar a natureza correta de devolução e clique no botão Confirmar. Após a devolução será efetuada com sucesso. 6.2 Devolução a Fornecedor Rotina utilizada para realizar devolução de Notas de Entrada de fornecedores, ao efetuar uma devolução ao fornecedor, quando os dados forem provenientes de uma NF de entrada, serão trazidos conforme a nota de entrada: CST, CST IPI, Alíquota IPI, Valor IPI, Base ICMS, Alíquota ICMS, Valor ICMS, Base e Valor de substituição, Base e Valor de substituição destaque, Percentual de redução de base de ICMS, CST PIS e CST COFINS; Para acessar abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Devolução > Devolução a Fornecedor. Na primeira tela de Devolução a Fornecedor poderão ser visualizadas as devoluções realizadas. Página 22

24 Para realizar as devoluções informe os seguintes campos: Empresa: informe a empresa onde se encontra os produtos a serem devolvidos; Motivo: informe o motivo de movimentação de devolução á fornecedor; Fornecedor: informe o fornecedor que possui os produtos que serão devolvidos; Período: informe o período para buscar os produtos. Após clique no botão, na próxima tela apresentada clique no botão Buscar mercadorias consignadas, ao selecionar a opção Produtos associados ao fornecedor será apresentado todos os produtos que estão associados ao fornecedor informado, após clicar no botão Confirmar, será apresentada a mensagem: Confirma a devolução dos produtos, ao clicar em Sim a devolução será realizada. A opção: Últimas notas de entrada do fornecedor irá listar informações referente a todas as notas fiscais de entrada do fornecedor. Após selecionar uma nota clique no botão Confirmar, será apresentada a lista de produtos de devolução após clicar no botão Confirmar, será exibida mensagem: Confirma a devolução dos produtos?, ao clicar em Sim a devolução será efetuada Devolução de Mercadorias Consignadas A rotina de devolução de mercadorias consignadas funciona da mesma forma que a rotina de devolução ao fornecedor. Para utilizar basta informar o Fornecedor e clicar no Página 23

25 botão Buscar Mercadorias Consignadas, localizado abaixo da lista de produtos da tela de lançamento de devolução a fornecedor. Para isto, é necessário que o fornecedor esteja associado ao produto, através do campo Fornecedor existente no cadastro de produtos do sistema. Desta forma, o sistema buscará apenas os produtos associados ao fornecedor. Ao confirmar a devolução, a quantidade de cada produto será debitada dos depósitos informados, gerando um lançamento de estoque tipo DF (devolução á fornecedor). Do ponto de vista financeiro, ocorrerá uma saída da conta do passivo Compras Consignadas, diminuindo o saldo desta conta. Dessa forma, o saldo desta conta ao final do período será o valor a ser pago para o fornecedor, representando o total de mercadorias consignadas recebidas menos o total de mercadorias devolvidas. 6.3 Devolução de Venda São realizadas devoluções de venda registradas no sistema. Para acessar a mesma abra o módulo Gerencial e acesse o menu Estoque > Devolução > Devolução de Venda. Possui os seguintes campos: Empresa: informe a empresa que possui as vendas registradas; Cliente: informe o cliente que possui as vendas; Modelo: informe o modelo da nota; Período: informe o período; Turno: informe o turno; Página 24

26 Procurar por: informe se vai buscar por Cupom Fiscal ou Nota Fiscal; Número NF: informe o número da nota; Série NF: informe a série da nota fiscal; Nr. Cupom: informe o número do cupom; Nr. ECF: informe o número da ECF; Após clicar no botão Preencher, serão listadas todas as vendas. Após selecionar as vendas e clicar no botão Confirmar, será apresentada a mensagem: Confirma a devolução?, ao clicar em Sim, selecionar a natureza de operação de Devolução e Confirmar os demais dados será gerada a NF-e de Devolução. 7 Reajuste de Preços Possui como objetivo realizar ajustes em porcentagem nos produtos selecionados. Acesse módulo Gerencial no menu Estoque > Reajuste de preços. Possui os seguintes campos: Empresa: informe à empresa que contém os produtos; Produto: informe o produto á reajustar; Grupo produto: informe o grupo que possui os produtos; Sub Grupo: informe o subgrupo; Fornecedor: informe o fornecedor vinculado aos produtos; % reajuste: informe o valor em porcentagem a ser reajustado; Exibir informações detalhadas da margem de lucro: ao marcar esta opção serão apresentadas detalhadamente as informações da margem de lucro. Página 25

27 Após clique no botão Próximo. Na tela a seguir são apresentadas as informações do produto selecionado já com os seus respectivos valores alterados devido ao reajuste aplicado. Clique no botão Confirmar será apresentada a mensagem: Confirma o reajuste dos produtos selecionados?, clique em Sim e o reajuste será realizado. 8 Conversão para Matéria-Prima Aqui serão convertidos os produtos para matéria-prima (é um produto natural ou semimanufaturado que deve ser submetido a um processo produtivo até tornar-se um produto acabado). Acesse o módulo: Gerencial no menu Estoque > Conversão para matéria-prima. Possui os seguintes campos no item Produto: Empresa: informe a empresa do produto; Depósito: informe o depósito do produto; Produto: informe o produto a ser convertido para matéria-prima; Quantidade: informe a quantidade á converter. Nos campos referentes à Matéria-prima preencher os itens: Empresa: informe a empresa do produto; Depósito: informe o depósito do produto; Matéria-prima: informe a matéria-prima; Quantidade: informe a quantidade á converter. Após preencher os campos clique no botão Converter para finalizar a conversão, será exibida mensagem Produto convertido com sucesso!. Página 26

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE TRAMITAÇÃO DE DOCUMENTOS Versão 3.0

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Desagregação e Reclassificação de Produtos Sumário 1 CONCEITO... 3 2 CONFIGURAÇÕES... 3 2.1 Natureza de Operação... 3 2.2 Cadastrar Produtos Compostos... 4 3 FUNCIONALIDADES...

Leia mais

mail/cash? - FCSH10.4

mail/cash? - FCSH10.4 Como Enviar XML por mail/cash? - FCSH10.4 E- Sistema: Futura Cash Caminho: Cadastros>Fiscal>Envio de XML por e-mail Referência: FCSH10.4 Versão: 2015.9.18 Como Funciona: Está tela é utilizada para enviar

Leia mais

Caminho: Cadastros>Vendas>Tabela de Preço Atualizar

Caminho: Cadastros>Vendas>Tabela de Preço Atualizar Como Atualizar Preço? - FS37 Tabela de Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Vendas>Tabela de Preço Atualizar Referência: FS37 Versão: 2015.5.4 Como Funciona: Esta tela é utilizada para alterar o valor

Leia mais

Manual Compensação de Adiantamento de Clientes

Manual Compensação de Adiantamento de Clientes Manual Compensação de Adiantamento de Clientes 1 CONCEITO 2 REQUISITOS 3 CONFIGURAÇÕES 3.1 Plano de Contas 3.2 Motivos de Movimentação 3.2.1 Baixa de Crédito de Clientes 3.2.2 Crédito de Clientes 3.2.3

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br CADASTRO GERAL CADASTRO PESSOA FÅSICA E PESSOA JURÅDICA CADASTROS > CADASTRO GERAL 1. PARA INCLUSÇO UM NOVO CADASTRO: a) LIMPAR TELA; b) Selecionar uma ou mais Classificações; c) Selecionar Situação ATIVADO;

Leia mais

Como Funciona: Esta tela é utilizada para fazer o Cancelamento das Notas Fiscais que foram emitidas ou importadas para o sistema Futura Server.

Como Funciona: Esta tela é utilizada para fazer o Cancelamento das Notas Fiscais que foram emitidas ou importadas para o sistema Futura Server. Como Cancelar Fiscal? - FS93 uma Nota Sistema: Futura Server Caminho:Fiscal>NfeEventos>Cancelamento Referência: FS93 Versão: 2015.8.7 Como Funciona: Esta tela é utilizada para fazer o Cancelamento das

Leia mais

1 Dados Cadastrais... 3. 1.1.1 Cadastro de Produto Acabado... 3. 1.1.2 Cadastro de Matéria Prima... 4. 1.1.3 Níveis de Estoque... 5. 2 Processos...

1 Dados Cadastrais... 3. 1.1.1 Cadastro de Produto Acabado... 3. 1.1.2 Cadastro de Matéria Prima... 4. 1.1.3 Níveis de Estoque... 5. 2 Processos... Conteúdo 1 Dados Cadastrais... 3 1.1.1 Cadastro de Produto Acabado... 3 1.1.2 Cadastro de Matéria Prima... 4 1.1.3 Níveis de Estoque... 5 2 Processos... 10 2.1 Inventário de Estoques... 10 2.2 Entradas...

Leia mais

S N FI SPED PIS/CO 0

S N FI SPED PIS/CO 0 0SPED PIS/COFINS Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 31/03/2011 Edilson J. Martins 2 Natureza de operação, CST PIS Cofins por empresa 30/05/2011 Edilson J. Martins Página

Leia mais

Entrada de Mercadoria

Entrada de Mercadoria Entrada de Mercadoria Para cadastrar ou gerenciar uma Entrada de Mercadoria acesse o menu: Compras > Entrada de Mercadoria. Em seguida clique no botão 1 / 23 Dados da entrada No campo Fornecedor informe

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Centro de Custos Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões de Usuário... 3 3.2... 4 3.3 Empresas... 5 3.4 Motivos de Movimentação... 6

Leia mais

Cheque Recebimentos com múltiplos cheques

Cheque Recebimentos com múltiplos cheques Conteúdo 1Introdução 2Comentários - Relatórios Fixos 3Natureza da Receita Produto 4Cheque 5Cancelamento de NFe 6O.S. no orçamento 7Devolução 8SNGPC Introdução Este artigo tem como objetivo tirar dúvidas

Leia mais

Manual de operação PDV. Índice. Página 1 de 26

Manual de operação PDV. Índice. Página 1 de 26 Manual de operação PDV Índice Página 1 de 26 Capitulo I ElloTech Gerenciador PDV. 1. Executando o ElloTech Gerenciador PDV... 03 2. Cadastros... 04 Capitulo II ElloTech PDV. 1. Executando o ElloTech PDV...

Leia mais

Para emissão da NF-e, o CERTIFICADO DIGITAL deve estar instalado e configurado no computador onde será emitida.

Para emissão da NF-e, o CERTIFICADO DIGITAL deve estar instalado e configurado no computador onde será emitida. EMISSÃO DE NF-E IMPORTANTE SABER! Sugerimos que consulte a SEFAZ para auxiliá-lo sobre quais informações e campos devem ser preenchidos para a correta emissão da NF-e. Informaremos neste guia, apenas a

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA

MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA Sistema de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA Revisão 03 / Outubro 2017 Índice "! #$% %&' (%! " ) " *$)$$, %+, -%& Introdução O Módulo Pessoa Física é um conjunto de páginas web que permitem

Leia mais

Agendamento de Entregas

Agendamento de Entregas Agendamento de Entregas MT-212-00143 - 2 Última Atualização 24/11/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Solicitar um Agendamento de Entregas de Materiais; Acompanhar o andamento

Leia mais

Parametrização para Documentos Fiscais

Parametrização para Documentos Fiscais Parametrização para Documentos Fiscais O sistema da Ommega Data é interativo e permite realizar as configurações necessárias conforme a necessidade da sua empresa. É importante que as configurações sejam

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Receber)? FS136

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Receber)? FS136 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Receber)? FS136 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Receber>Renegociação de Parcelas Referência: FS136 Versão: 2016.02.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Grupo de Banco de IBILCE UNESP GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Grupo de Banco de Título Nome do Arquivo

Leia mais

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Portal de Sistemas Integrados Manual do Usuário Versão: 1.0 Página: 1/33 Índice 1. Apresentação... 3 2. Descrição do Sistema... 3 3. Orientações Gerais ao Usuário...4 3.1. Senhas de Acesso... 4 4. Funcionalidades

Leia mais

Controle de Financiamentos. Sumário

Controle de Financiamentos. Sumário Fernanda Klein Both 02/04/2013 008.011.0035 B13 1/8 Controle de Financiamentos Sumário 1. Objetivo... 2 2. Cadastros... 2 2.1. Instituições Financeiras... 2 2.2. Conta Corrente... 2 2.3. Linhas de Crédito...

Leia mais

TUTORIAL LISTA DE PRESENTES

TUTORIAL LISTA DE PRESENTES Apresentação A lista de presentes é utilizada para o cadastro de listas de Chá de Cozinha, Chá de Bebê, Lista de Presentes, Chá de Casa Nova, Lista de Casamento e outras conforme o tipo de evento. Este

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 3 2. Acessando o sistema... 4 3. Mensagem encaminhada pelo sistema.... 4 4. Emitindo um novo

Leia mais

Para cadastrar os produtos acesse o caminho indicado acima, clique em F2 Novo e o sistema abrirá a tela abaixo:

Para cadastrar os produtos acesse o caminho indicado acima, clique em F2 Novo e o sistema abrirá a tela abaixo: Como FS12 Cadastrar Produto? - Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FS12 Versão: 2017.07.31 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar os produtos

Leia mais

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão:

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão: Como FS12 Cadastrar Produto? - Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FS12 Versão: 2015.12.2 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar os produtos

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS Esse guia considera que o catálogo já esteja atualizado, caso haja dúvidas de como atualizar o catálogo favor consultar o Guia de Atualização do Catálogo. Abra o programa e clique no botão Clique aqui

Leia mais

Rateio por Despesas por Contas Contábeis

Rateio por Despesas por Contas Contábeis Rateio por Despesas por Contas Contábeis Introdução É possível efetuar configuração no sistema para que a contabilização das despesas seja rateada entre departamentos/centros de custo, de acordo com percentuais

Leia mais

Nota de Devolução Eletrônica

Nota de Devolução Eletrônica Nota de Devolução Eletrônica A Nota de Devolução Eletrônica é utilizada para efetuar devoluções ou trocas de mercadorias, quando passado o prazo de estorno de uma nota fiscal eletrônica ou simplesmente

Leia mais

Manual. - Sic Control -

Manual. - Sic Control - Manual Instruções básicas de uso - Sic Control - - 2016 - Introdução O Manual a seguir visa orientar o usuário do Sistema de Gestão Empresarial Sic Control, de forma detalhada; no que se refere a operação

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL SISTEMA DIGINOTA NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22

MANUAL OPERACIONAL SISTEMA DIGINOTA NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22 NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22 Manual operacional do sistema DigiNota, Este documento tem por objetivo, mostrar as funcionalidades e operações do sistema DigiNota para emissões de notas

Leia mais

Inventario Saldo Inicial FS111

Inventario Saldo Inicial FS111 Inventario Saldo Inicial FS111 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Inventario>Inventario Saldo Inicial Referência: FS111 Versão: 2015.12.2 Como Funciona: Esta tela é utilizada para inserir o saldo e

Leia mais

Treinamento Hospital

Treinamento Hospital Treinamento Hospital O que é o Projeto SGU? É o projeto de implantação do sistema de gestão de planos de saúde - SGU (Sistema de Gestão Unimed) que irá substituir o Top Saúde. O Módulo SGU-Card é um sistema

Leia mais

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8 CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Manual do Usuário - Firma Inspetora SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Equipe de Pesquisadores do Projeto Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Criação da Equipe do Projeto (Proposta Inicial)... 3 2.1. Inclusão e configuração do Pesquisador Responsável (PR)...

Leia mais

TCI Sistemas Integrados

TCI Sistemas Integrados TCI Sistemas Integrados Manual Gera arquivo Prefeitura 1 Índice 1 - Cadastros obrigatórios para Gerar Arquivo para Prefeitura...3 2 Gerar Arquivo...8 3 Retorno Arquivo Prefeitura...19 2 1 Cadastros obrigatórios

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

Como Cadastrar ? - FS54

Como Cadastrar  ? - FS54 Como Cadastrar E-mail? - FS54 Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Geral>E-mail Referência: FS54 Versão: 2015.5.4 Como funciona: O cadastro de E-mail é importante para envio de nfes,xml s, romaneio

Leia mais

Sistema de Acompanhamento de Produção Sisnet/Sinan- SAPSS Manual de Operação

Sistema de Acompanhamento de Produção Sisnet/Sinan- SAPSS Manual de Operação Sistema de Acompanhamento de Produção Sisnet/Sinan- SAPSS Manual de Operação Versão do produto: 1.0 Edição do documento: 1.0 Abril de 2012 Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento

Leia mais

COMO CRIAR PEDIDOS A PARTIR DA CESTA DE PRODUTOS

COMO CRIAR PEDIDOS A PARTIR DA CESTA DE PRODUTOS Esse guia considera que o catálogo já esteja atualizado, caso haja dúvidas de como atualizar o catálogo favor consultar o Guia de Atualização do Catálogo. Abra o programa e clique no botão Clique aqui

Leia mais

e Autorizador Odontológico

e Autorizador Odontológico 1 CONTROLE DE DOCUMENTO Revisor Versão Data Publicação Diego Ortiz Costa 1.0 08/08/2010 Diego Ortiz Costa 1.1 09/06/2011 Diego Ortiz Costa 1.2 07/07/2011 2 Sumário CONTROLE DE DOCUMENTO... 2 1. Informações

Leia mais

Gb Sistemas Atenção clique sobre os tópicos, que irão levá los aos assuntos desejados...

Gb Sistemas Atenção clique sobre os tópicos, que irão levá los aos assuntos desejados... Gb Sistemas Atenção clique sobre os tópicos, que irão levá los aos assuntos desejados... 1. CLIENTE 2 1.1. Cadastrar Cliente. 2 2. ESTOQUE 4 2.1. Cadastrar Produto / Serviço. 4 3. FORNECEDOR 6 3.1. Cadastrar

Leia mais

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos)

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Manual do Usuário Versão 1.0 Fevereiro, 2014 Índice

Leia mais

MANUAL. Localizador: Página: MN 016 SGI-INFRA- . Informação)

MANUAL. Localizador: Página: MN 016 SGI-INFRA- . Informação) 1/24 1. Objetivo Este documento tem por objetivo indicar e informar o conjunto de ações para o procedimento de uso do novo correio eletrônico do CEFET-MG. O novo sistema de correio eletrônico tem uma interface

Leia mais

Manual De Entrada de Mercadoria Sem Ordem de Compra.

Manual De Entrada de Mercadoria Sem Ordem de Compra. Manual De Entrada de Mercadoria Sem Ordem de Compra. Acessar o menu inicial do Sistema Zenthi, conforme imagem abaixo e acessar o programa 832 Entrada de Mercadoria Sem Ordem de Compra. O procedimento

Leia mais

SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS

SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS SAÚDE CONNECT 03.010 ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS - PRESTADOR... 3 1. CONSULTAR OU ALTERAR DADOS CADASTRAIS... 3 1.1. DADOS GERAIS... 3 1.2. ENDEREÇOS... 5 1.3. ESPECIALIDADES...

Leia mais

MANUAL. Localizador: SGI-INFRA-

MANUAL. Localizador: SGI-INFRA- 1/25 Infraestrutura de 1. Objetivo Este documento tem por objetivo indicar e informar o conjunto de ações para o procedimento de uso do novo correio eletrônico do CEFET-MG. O novo sistema de correio eletrônico

Leia mais

Fiscal? - FCSH13.1. Sistema: Futura Cash. Caminho: Relatórios>Fiscal>Notas Fiscais. Referência: FCSH13.1. Versão: 2015.9.18

Fiscal? - FCSH13.1. Sistema: Futura Cash. Caminho: Relatórios>Fiscal>Notas Fiscais. Referência: FCSH13.1. Versão: 2015.9.18 Como Funciona Relatorio Fiscal? - FCSH13.1 Sistema: Futura Cash Caminho: Relatórios>Fiscal>Notas Fiscais Referência: FCSH13.1 Versão: 2015.9.18 Como Funciona: Por meio dos relatórios Fiscais é possível

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação MANUAL SUAP (MÓDULO ALMOXARIFADO) Manual de utilização do módulo Almoxarifado do Sistema Unificado

Leia mais

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS Realizar a entrada de notas fiscais é importante para manter o estoque da loja atualizado. Acesso o menu Movimento>Entrada de notas fiscais e selecione

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO. Entrada de Produtos

SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO. Entrada de Produtos SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO Entrada de Produtos Sumário Introdução... 3 Entradas... 3 Modelo 01 Nota Fiscal... 4 Modelo 55 Nota Fiscal Eletrônica... 8 Se o fornecedor já estiver cadastrado... 9

Leia mais

Como Cadastrar Sys Fundo de Combate à Pobreza? FN13

Como Cadastrar Sys Fundo de Combate à Pobreza? FN13 Como Cadastrar Sys Fundo de Combate à Pobreza? FN13 Sistema: Futura NFE Caminho: Cadastro>Fiscal>Fundo de Combate a Pobreza Referência: FN13 Versão: 2017.01.16 Como funciona: A tela de Sys Fundo de Combate

Leia mais

Adsim - Manual Sistema Pi Fácil. ADSIM - Sistemas Integrados de Mídia, Copyright Página 1 de 21

Adsim - Manual Sistema Pi Fácil. ADSIM - Sistemas Integrados de Mídia, Copyright Página 1 de 21 ADSIM - Sistemas Integrados de Mídia, Copyright 2010-2014 Página 1 de 21 Sumário 1. Apresentação... 3 1.1. Objetivo do Documento... 3 2. Detalhes explicativos de um pedido de inserção (PI) no sistema Pi

Leia mais

Versão 8.3A-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.3A-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.3A-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

Sempre que encontrar esse botão, poderá acessar Manual Passo a Passo ou Guia de Referência, disponíveis para aquela janela.

Sempre que encontrar esse botão, poderá acessar Manual Passo a Passo ou Guia de Referência, disponíveis para aquela janela. ABA: PRODUTOS BOTÃO: ENTRADA DE PRODUTOS BOTÃO: IMPORTAR XML (NF-e) O QUE É POSSÍVEL FAZER NESTA ÁREA DO SISTEMA Dar entrada de produtos no sistema por meio de arquivo *.XML da NF-e Dar entrada de produtos

Leia mais

Declaração de Serviços Tomados

Declaração de Serviços Tomados Declaração de Serviços Tomados O que é isto? O que isto faz? Por meio desta página, qualquer contribuinte pode realizar a declaração dos serviços tomados para gerar as guias de Retenção. Nesta página,

Leia mais

Como Cadastrar Pagamentos TEF? - FS34.1

Como Cadastrar Pagamentos TEF? - FS34.1 Como Cadastrar Pagamentos TEF? - FS34.1 Caminho: Cadastros>Financeiro>TEF Referência: FS34.1 Versão: 2017.03.13 Como funciona: A tela de Cadastro de TEF tem por objetivo relacionar o recebimento dos pagamentos

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-14 Última Atualização 15/07/2016 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

TUTORIAL PROCESSO LEI DA TRANSPARÊNCIA

TUTORIAL PROCESSO LEI DA TRANSPARÊNCIA Sumário Apresentação... 1 1.Procedimentos iniciais... 2 2.Cadastrar Tributação... 3 3.Emitir Relatório e Etiqueta de Preço na rotina 2012... 4 4.Emitir Etiqueta Varejo na rotina 2035... 7 5.Emitir Cupom

Leia mais

Manual do Usuário SinFAT Web

Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Versão 1.1 Última atualização: 26/04/2014 Sumário 1.0 O que é o SinFAT Web?...4 1.1 Quem pode usar?...4 2.0 Como acessar?...4 2.1 Como se cadastrar?...5

Leia mais

Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89

Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89 Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Nfe Cadastro>Devolução de Compra Referência: FS89 Versão: 2015.7.20 Como funciona: Está tela é utilizada

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/07/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos PLATIN INFORMÁTICA SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos Manual do Usuário ENTRADA DE NOTA FISCAL 1 - LANÇAMENTO MANUAL 2 - IMPORTAÇÃO

Leia mais

Importação de Sped Contribuições

Importação de Sped Contribuições Importação de Sped Contribuições Para fazer a importação de Sped Contribuições Acesse: Menu utilitários, Importação, Importação padrão, Sped Pis e Confins Nesta opção do sistema, deverá ser informada a

Leia mais

SAO-WEB Manual do Usuário

SAO-WEB Manual do Usuário Documento SAO-WEB Manual do Usuário 1 Referência: SAO-WEB Sistema SAO-WEB Módulo Geral Responsável Trion Data 05/2010 Objetivo Descrever o funcionamento do SAO WEB. O SAO-WEB é uma forma de acesso ao SAO-ERP

Leia mais

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Carnê de Pagamento Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2015-2017 ControleNaNet

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Abas Menu Caixa Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Abrir o Caixa... 3 3.2 Permissões... 3 3.3 Configurar Relatórios de Motivos de Movimentação...

Leia mais

Faturamento - Pedido Vendas & Orçamento

Faturamento - Pedido Vendas & Orçamento Bruna Almeida 1.0 05/12/10 1 / 11 Bruna Almeida 1.0 05/12/10 2 / 11 1. Índice 1. Índice... 2 2. Revisão... 3 3. Objetivos... 4 4. Informações importantes... 4 5. Conteúdo... 4 Bruna Almeida 1.0 05/12/10

Leia mais

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web Manual do Usuário Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente O módulo de CRM possui ferramentas práticas para auxiliar no atendimento ao cliente

Leia mais

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo.

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Método: Pesquisa do arquivo xml. Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Obs.: Este processo é para ser feito de CFOP para CFOP e não de

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 17/01/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Guia de Treinamento. SIPAC Módulo Almoxarifado. Requisitante de Material

Guia de Treinamento. SIPAC Módulo Almoxarifado. Requisitante de Material Guia de Treinamento SIPAC Módulo Almoxarifado Requisitante de Material Fevereiro 2014 SIPAC - Almoxarifado - Requisitante de Material O Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (SIPAC)

Leia mais

Boletim de Administração Pública Municipal

Boletim de Administração Pública Municipal Atualização: Junho 2005 Página: 3 SIAWeb Introdução: O SiaWeb é composto de três módulos Imobiliário, Mobiliário e Água e Esgoto. O uso do sistema pela Internet facilita e agiliza a troca de informações

Leia mais

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo.

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo. Preenchimento da SEFIP para gerar a GFIP e imprimir as guias do INSS e FGTS Você, Microempreendedor Individual que possui empregado, precisa preencher a SEFIP, gerar a GFIP e pagar a guia do FGTS até o

Leia mais

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS DATASUS Gerenciador de Ambiente Laboratorial GAL Manual do Usuário Módulo Laboratório Manual de Operação_Módulo Laboratório_Controle

Leia mais

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Guia Dados da Nota Quadro Nota Fiscal Código de aviso no momento que é gravado a nota de entrada o código do aviso é gerado automaticamente

Leia mais

Busca XML - Cliente. *Observação* Se o certificado do cliente não for armazenado nessa tela a pesquisa da NFE para a empresa não será realizada.

Busca XML - Cliente. *Observação* Se o certificado do cliente não for armazenado nessa tela a pesquisa da NFE para a empresa não será realizada. BUSCA XML - CLIENTE Busca XML - Cliente Download Automático de NFE Para que o Download da Nfe seja automático é necessário efetuar as configurações abaixo: Acesse o Menu Preferências, clique sobre a Aba

Leia mais

Entrega Delivery Através de Entregador. Entrega Delivery Através de Entregador

Entrega Delivery Através de Entregador. Entrega Delivery Através de Entregador Entrega Delivery Através de Entregador Entrega Delivery Através de Entregador Clique em Delivery para abrir o controle das entregas. No Controle de Entregas (1) clique no pedido que deseja entregar. Clique

Leia mais

Importar e Receber NF-e

Importar e Receber NF-e Importar e Receber NF-e Procedimentos prévios para importar: 1. Caso ainda não tenha sido criada, criar na área de trabalho o atalho para a pasta RECEBER. Para isso vá no SGL e clique no menu CADASTRO

Leia mais

Tutorial de Preenchimento de ARTs. Contrato com a CAIXA

Tutorial de Preenchimento de ARTs. Contrato com a CAIXA Pág. 1 1) Estrutura de Preenchimento das ARTs: A ART Principal deve conter as informações do contrato com a Caixa. As ARTs Múltiplas devem conter as ordens de serviço do mês e estarem vinculadas à ART

Leia mais

1-Escolha a empresa pertencente ao vendedor. Diretório no Osplus, menu / Movimento / Produto / Conferencia de Estoque.

1-Escolha a empresa pertencente ao vendedor. Diretório no Osplus, menu / Movimento / Produto / Conferencia de Estoque. Corrigindo estoque. O primeiro processo a ser feito é a correção de estoque dos itens que serão carregados para o vendedor referente à sua empresa. Os itens devem estar com o estoque zerado. Lembre-se

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Pagar>Renegociação de Parcelas Referência: FS145 Versão: 2016.03.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

Movimento do Caixa

Movimento do Caixa Movimento do Caixa http://www.controlenanet.com.br Este manual é parte integrante do Software On-line Movimento do Caixa Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E107A9 Jéssica Pinheiro 20/01/2016 2/24 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Envio de cópia de e-mail.... 3 2. Bloqueio de emissão de cupom fiscal com

Leia mais

Utilização do Sistema FaciliTiss. Guia de Resumo de Internação

Utilização do Sistema FaciliTiss. Guia de Resumo de Internação Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Resumo de Internação Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento Cadastro...4 4.Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5. Profissional

Leia mais

AFFINCO NF. Tela de login do sistema: Tela inicial:

AFFINCO NF. Tela de login do sistema: Tela inicial: Conteúdo AFFINCO NF... 2 Tela de login do sistema:... 2 Tela Inicial:... 2 Cadastro da empresa:... 3 Alterando logo tipo da empresa:... 4 Cadastro de clientes:... 5 Cadastro de pessoa física:... 5 Cadastro

Leia mais

UNLOCK SISTEMAS Há 26 anos desenvolvendo soluções criativas.

UNLOCK SISTEMAS Há 26 anos desenvolvendo soluções criativas. UNLOCK SISTEMAS Há 26 anos desenvolvendo soluções criativas. GESTOR COMERCIAL Objetivos do Sistema O Gestor Comercial é a ferramenta de administração e controle de seu comercio. Registra todas as vendas

Leia mais

Serão listadas as disciplinas de sua responsabilidade no período selecionado

Serão listadas as disciplinas de sua responsabilidade no período selecionado Lançamento de Frequências e Notas 1. Para acessar o SISTEMA ACADÊMICO, abra o navegador Mozilla Firefox ou Google Chrome. 2. Digite na barra de endereços: acadêmico.unemat.br Após aperte a tecla

Leia mais

Como funciona: A tela de Pedido de Compras é utilizada para registrar e controlar os pedidos de compras efetuados em uma empresa.

Como funciona: A tela de Pedido de Compras é utilizada para registrar e controlar os pedidos de compras efetuados em uma empresa. Como Criar um Compra? - FS61 Pedido de Sistema: Futura Server Caminho: Estoque>Pedido de Compra Referência: FS61 Versão: 2017.07.31 Como funciona: A tela de Pedido de Compras é utilizada para registrar

Leia mais

Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015

Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015 2015 Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015 2 Sumário 1 Acessando o Correio Eletrônico... 4 1.1 Cota de e-mail...

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos IBILCE UNESP 2014 GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Resumo de Alterações Alteração Feita Responsável Data Documento

Leia mais

Manual Módulo Processos:

Manual Módulo Processos: Manual Módulo Processos: O que é? O módulo Processos é um sistema criado pela Domínio Sistemas, que tem por função o controle de todas as operações existentes dentro de um escritório de contabilidade,

Leia mais

Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) Open Journal System (OJS) TUTORIAL SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) Open Journal System (OJS) TUTORIAL SUBMISSÃO DE ARTIGOS Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) Open Journal System (OJS) TUTORIAL SUBMISSÃO DE ARTIGOS Processo de submissão Visão geral dos passos de submissão PASSO 1 Iniciar submissão PASSO 2 Inclusão

Leia mais

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Versão 1.0 Conteúdo Administração da Escola Cenário de Uso I Central de Vagas... 4 1. Cadastro de Vagas... 4 2. Consultar vagas cadastradas... 5 3.

Leia mais