Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience 2014"

Transcrição

1 Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience Parte 1 Objectivos, valor e designação das bolsas 1.1. O programa PARSUK Xperience pretende dar a oportunidade a alunos de licenciatura ou mestrado em Portugal (Estudante), com interesse e entusiasmo em Ciência e investigação, de desenvolver um projecto de investigação (Projecto) com a duração de 4 semanas numa universidade ou centro de investigação no Reino Unido (Instituição de Acolhimento), sob orientação de um membro PARSUK (Orientador) As bolsas PARSUK Xperience são atribuídas com o intuito de suportar os custos de deslocação, alojamento e manutenção do Estudante; e de compensar o Orientador pelo trabalho dedicado à supervisão As bolsas não visam cobrir custos associados ao trabalho de investigação. Cabe ao Orientador assegurar que tais custos, se existentes, são suportados pela Instituição de Acolhimento (Parte 4) As bolsas incluem a subvenção de 1500 para o Estudante e de 250 para o Orientador A PARSUK garante a atribuição de uma bolsa PARSUK Xperience no ano de Poderão ser atribuídas bolsas adicionais dependendo de financiamento por parte de entidades externas à PARSUK A designação da bolsa poderá ser alterada no caso de esta ser apoiada por uma entidade patrocinadora externa à PARSUK. 2. Parte 2 Candidaturas e selecção de projectos 2.1. Os membros PARSUK interessados em ser Orientador de um projecto PARSUK Xperience deverão apresentar uma candidatura ao Comité Executivo da PARSUK através do preenchimento de um formulário online São elegíveis para orientadores de um projecto PARSUK Xperience os membros PARSUK que estejam filiados numa instituição de ensino superior ou centro de investigação no Reino Unido. Os orientadores deverão ainda possuir o grau de doutor ou terem concluído o primeiro ano de um doutoramento em curso Todos os projectos deverão ter uma duração de 4 semanas Todos os projectos submetidos serão avaliados pelo Comité Executivo da PARSUK, que reserva o direito de excluir os projectos que não considere adequados, tendo em conta a sua qualidade científica e viabilidade de execução no tempo previsto. 1

2 2.5. Os prazos para candidatura de projectos e a data de notificação dos resultados aos orientadores podem ser consultados na tabela anexa a este regulamento. 3. Parte 3 Candidaturas e Selecção dos Estudantes 3.1. São elegíveis todos os estudantes de licenciatura ou mestrado em instituições de ensino superior em Portugal, à excepção dos alunos que se encontrem a frequentar o primeiro ano de licenciatura. São também elegíveis os estudantes que tenham concluído um curso de licenciatura há menos de 1 ano relativamente à data de abertura das candidaturas (tabela anexa) Os candidatos deverão candidatar-se à bolsa PARSUK Xperience através do preenchimento de um formulário online, incluindo as seguintes informações: i. dados pessoais e contactos; ii. expressão do interesse do estudante no programa e motivação para participar; iii. curriculum vitae (máximo 2 páginas). Deve incluir a classificação final obtida no ensino secundário e nas unidades curriculares do curso superior que frequenta concluídas até à data da candidatura; iv. uma carta de recomendação académica; v. candidatura a um máximo de dois projectos, por ordem de preferência A selecção do(s) candidato(s) a financiar será feita com base no mérito individual do Estudante, em função de uma seriação segundo os seguintes critérios: i. motivação do candidato; ii. Curriculum vitae; iii. carta de recomendação; iv. desempenho em entrevista A avaliação dos candidatos será feita conjuntamente pelo Comité Executivo da PARSUK e pelos Orientadores dos projectos aos quais o aluno se candidatou Esta avaliação será levada a cabo em quatro fases: i. uma primeira seriação de todos os candidatos elegíveis, elaborada pelo Comité Executivo da PARSUK; ii. os candidatos com melhor classificação serão convidados a participar numa entrevista levada a cabo pelo Comité Executivo da PARSUK. Deste processo resultará uma segunda seriação dos candidatos baseada na combinação da avaliação de desempenho em entrevista com a avaliação da primeira seriação; iii. os melhores candidatos da segunda seriação serão convidados a participar em nova entrevista, feita conjuntamente pelo Comité Executivo da PARSUK e pelo Orientador do projecto escolhido pelo candidato. Esta fase deverá envolver duas entrevistas a cada candidato (uma por cada projecto escolhido), exceptuando os casos em que (1) o aluno tenha escolhido apenas uma opção de projecto; ou (2) o aluno seja o único 2

3 iv. candidato ao projecto que escolheu como primeira opção. A seriação final dos candidatos será elaborada com base na classificação combinada das avaliações dos candidatos ao longo de todas as fases anteriores. A bolsa ou bolsas disponíveis serão oferecidas aos melhores candidatos, por ordem de classificação na seriação final O número de candidatos a seleccionar em cada uma das fases mencionadas no ponto 3.5 será determinado pelo Comité Executivo da PARSUK em função do número de bolsas disponíveis As entrevistas mencionadas no ponto 3.5 serão feitas maioritariamente em inglês, por telefone ou por videoconferência, de acordo com a disponibilidade de todas as partes envolvidas O(s) estudante(s) vencedor(es) terão que efectuar um depósito de 100 na conta da PARSUK para assegurar o seu compromisso com o estágio. Este depósito deverá ser efectuado até 15 dias após a notificação dos resultados do processo de candidatura, e será devolvido durante o estágio (ponto 4.2) A atribuição da bolsa ao candidato seleccionado está dependente do envio dos documentos originais considerados durante o processo de candidatura Os resultados do processo de candidatura dos alunos serão comunicados por a cada um dos candidatos no final de cada fase do processo de candidatura descrito no ponto Parte 4 Pagamento das bolsas 4.1. A subvenção ao Estudante será paga pela PARSUK em duas prestações i até 2 semanas antes do início de bolsa; ii. 500 no final da segunda semana do estágio, mediante parecer positivo por parte do Orientador O reembolso da caução no valor de 100 paga pelo aluno após o resultado da candidatura será efectuado juntamente com a segunda prestação da bolsa A subvenção ao Orientador será paga pela PARSUK após a conclusão do Projecto Os Orientadores têm a obrigação de: Parte 5 Obrigações do Orientador e do Estudante i. Participar na selecção dos candidatos, nomeadamente na segunda fase de entrevistas. ii. Estar disponíveis para orientar o Estudante durante o período de estágio. 3

4 iii. Assegurar que o Estudante tem as condições necessárias para desenvolver o projecto proposto. Isto inclui assegurar que custos associados ao trabalho de investigação, se existentes, serão suportados pela Instituição de Acolhimento. iv. Assegurar que as regras de saúde e segurança são cumpridas. v. Assegurar que qualquer consentimento ético necessário à realização do projecto de investigação na Instituição de Acolhimento é obtido antes do início do período de estágio. vi. Apresentar um parecer favorável por parte de um responsável da Instituição de Acolhimento. Para este efeito a PARSUK irá fornecer uma declaração modelo que deverá ser assinada e enviada ao Comité Executivo da PARSUK. A declaração irá especificar que o Investigador reúne o tempo e condições necessárias ao desenrolar com sucesso do projecto proposto e que a PARSUK não financiará custos associados ao trabalho de investigação e/ou com a visita à Instituição de Acolhimento. vii. Participar numa reunião introdutória com o Estudante selecionado para o seu projecto e um representante da PARSUK com vista a discutir o projeto e plano de trabalhos antes do início do período de estágio Os Estudantes têm as seguintes obrigações: i. Fornecer informações verdadeiras durante o processo de candidatura. ii. Apresentar prova oficial dos documentos apresentados no caso de serem seleccionados para a atribuição da bolsa. iii. Respeitar as datas de início e de fim do projecto acordadas e permanecer na Instituição de Acolhimento durante toda a duração do projecto. iv. Exercer o plano de actividades do projecto de investigação a tempo inteiro, de acordo com o regime contratual do orientador na instituição de acolhimento. 6. Parte 6 Disposições finais 6.1. A PARSUK reserva o direito de suspender ou cancelar o pagamento da bolsa a qualquer Estudante ou Orientador que não cumpra com as disposições deste Regulamento Sem prejuízo do disposto nos pontos 2.5 e 3.3, no caso da bolsa ser financiada por uma entidade externa à PARSUK, esta entidade poderá ser consultada durante o processo de avaliação dos Estudante e na escolha dos projectos a financiar No caso de existirem mais do que duas bolsas PARSUK Xperience para o ano de 2014, a PARSUK procurará atribuir bolsas a projectos de áreas disciplinares diferentes Quaisquer alterações ao actual Regulamento decorrentes dos dois pontos anteriores serão comunicadas antes da abertura do período de candidatura dos Estudantes (tabela anexa). 4

5 Tabela 1: Bolsas PARSUK Xperience Fases de candidatura e prazos Fase: Período de concurso para Projectos Publicação dos Projectos seleccionados Período de concurso para Estudantes Período de avaliação de candidaturas e entrevistas Notificação dos candidatos seleccionados Desenvolvimento dos Projectos Datas: 20 de Fevereiro 21 de Março 25 de Março 1 de Abril 2 de Maio 3 31 de Maio 3 de Junho Julho a Setembro 5

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de Este regulamento está sujeito a alterações anuais

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de Este regulamento está sujeito a alterações anuais Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2016 Este regulamento está sujeito a alterações anuais Bolsa asppa+: Suporte financeiro a um português que, durante um período limitado de tempo, desenvolva um projecto

Leia mais

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017 Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017 Bolsa asppa+: Suporte financeiro a um Português que, durante um período limitado de tempo, desenvolva um projecto profissional numa empresa ou Instituição alemã,

Leia mais

Regulamento Maria de Sousa Summer Research Program 2017

Regulamento Maria de Sousa Summer Research Program 2017 Regulamento Maria de Sousa Summer Research Program 2017 Artigo 1º Objetivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa Maria de Sousa Research Program pretende dar a oportunidade a estudantes

Leia mais

Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU. Regulamento de Atribuição da. Bolsa para Estudos sobre Macau. Artigo 1.º. Objecto

Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU. Regulamento de Atribuição da. Bolsa para Estudos sobre Macau. Artigo 1.º. Objecto Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU Regulamento de Atribuição da Bolsa para Estudos sobre Macau Artigo 1.º Objecto O presente Regulamento define as regras de atribuição da Bolsa para Estudos sobre Macau, adiante designada

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 Este concurso visa reforçar a cooperação existente entre a Universidade de Coimbra (UC) e as instituições suas parceiras,

Leia mais

Bolsas Centro Hospitalar Lisboa Norte/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Bolsas Centro Hospitalar Lisboa Norte/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Bolsas Centro Hospitalar Lisboa Norte/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Âmbito e Objectivo 1. As Bolsas Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN)/ Faculdade de Medicina de Lisboa (FMUL) de Investigação

Leia mais

CANDIDATURA A BOLSA DE MÉ RITO PARA ESTUDOS PÓ S-GRADUADOS DO ANO ACADÉ MICO DE

CANDIDATURA A BOLSA DE MÉ RITO PARA ESTUDOS PÓ S-GRADUADOS DO ANO ACADÉ MICO DE 2016/2017 學 年 研 究 生 獎 學 金 申 請 申 請 人 可 於 研 究 生 資 助 發 放 技 術 委 員 會 的 網 上 系 統 直 接 填 寫 申 請 表 後, 列 印 及 簽 署, 並 連 同 其 他 申 請 文 件 交 到 大 學 生 中 心 ( 地 址 : 澳 門 荷 蘭 園 大 馬 路 68-B 號 華 昌 大 廈 地 下 B 座 ) CANDIDATURA A BOLSA

Leia mais

Abrem a 1 de janeiro de 2017 os concursos: Bolsa Fulbright para Investigação. Bolsa Fulbright para Investigação com o apoio da FCT

Abrem a 1 de janeiro de 2017 os concursos: Bolsa Fulbright para Investigação. Bolsa Fulbright para Investigação com o apoio da FCT Abrem a 1 de janeiro de 2017 os concursos: Bolsa Fulbright para Investigação Bolsa Fulbright para Investigação com o apoio da FCT para o ano académico 2017/2018 1.Bolsa Fulbright para Investigação Apoio

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2016

Regulamento PAPSummer 2016 Regulamento PAPSummer 2016 Artigo 1º Objetivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses ( Estudante ) de desenvolver um

Leia mais

Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014

Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014 Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014 Artigo 1.º Enquadramento 1. Este regulamento é organizado no âmbito do acordo de cooperação celebrado

Leia mais

PROGRAMA ERASMUS+ Ação-Chave 1: Mobilidade individual de estudos para estudantes do ensino superior. 2.º Ciclo. Regulamento

PROGRAMA ERASMUS+ Ação-Chave 1: Mobilidade individual de estudos para estudantes do ensino superior. 2.º Ciclo. Regulamento PROGRAMA ERASMUS+ Ação-Chave 1: Mobilidade individual de estudos para estudantes do ensino superior 2.º Ciclo Regulamento I. INDICAÇÕES GERAIS 1.1. A mobilidade Erasmus oferece aos alunos de mestrado a

Leia mais

3. PRAZO DE APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS

3. PRAZO DE APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS REGULAMENTO 1. BOLSA DE INVESTIGAÇÃO 1.1. A bolsa de investigação do Grupo de Estudo da Doença Inflamatória Intestinal (doravante designado GEDII) tem como finalidade apoiar a realização de projectos de

Leia mais

BE_a_DOC Brazil - Europe Doctoral and Research Programme

BE_a_DOC Brazil - Europe Doctoral and Research Programme BE_a_DOC Brazil - Europe Doctoral and Research Programme Edital BE_a_DOC nº 01/2016 O Coimbra Group (CG) e o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB) decidiram apoiar estudantes de doutorado e

Leia mais

Programa de Mobilidade Nacional. Almeida Garrett. Princípios Orientadores

Programa de Mobilidade Nacional. Almeida Garrett. Princípios Orientadores Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett Princípios Orientadores 2011/2012 1. Enquadramento O Programa Almeida Garrett, adiante designado por Programa AG, é o programa de mobilidade nacional de

Leia mais

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde Encontra-se aberto concurso para atribuição de nove (9) Bolsas de Doutoramento

Leia mais

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa no ISCTE-IUL 2017/2018

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa no ISCTE-IUL 2017/2018 Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa no ISCTE-IUL 2017/2018 Introdução O Banco Santander, através da sua divisão Santander Universidades, promove o Programa de Bolsas Ibero-américa,

Leia mais

AVISO DE CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR PARA REFUGIADOS EM PORTUGAL

AVISO DE CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR PARA REFUGIADOS EM PORTUGAL AVISO DE CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR PARA REFUGIADOS EM PORTUGAL Bolsas de estudos para o ensino superior (ano lectivo de 2017-2018) Documentos do Concurso Aviso

Leia mais

REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso Artigo 2.º Objectivos Artigo 3.º Condições de acesso Artigo 4.º Critérios de selecção

REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso Artigo 2.º Objectivos Artigo 3.º Condições de acesso Artigo 4.º Critérios de selecção REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso A Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) e a Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho (EEGUM), através do seu Departamento de Economia,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. SANTANDER INVESTIGAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. SANTANDER INVESTIGAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17 REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. SANTANDER INVESTIGAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17 No espírito das orientações, propostas e conclusões contidas na Carta Universia

Leia mais

Regulamento para obtenção do Grau de Mestre pelos Licenciados Pré-Bolonha. (Recomendação CRUP)

Regulamento para obtenção do Grau de Mestre pelos Licenciados Pré-Bolonha. (Recomendação CRUP) Regulamento para obtenção do Grau de Mestre pelos Licenciados Pré-Bolonha (Recomendação CRUP) Na sequência da Recomendação do CRUP relativa à aquisição do grau de mestre pelos licenciados Pré-Bolonha,

Leia mais

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Encontra-se aberto concurso para atribuição de duas (2) Bolsas de Doutoramento no âmbito do TropiKMan PhD, doutoramento FCT, em Saber Tropical e Gestão

Leia mais

PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE

PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE REGULAMENTO ARTIGO 1.º (PROMOTORES) 1. O Prémio FAE para escrita de casos, adiante designado por PRÉMIO, é uma iniciativa do Fórum de Administradores de Empresas e conta com

Leia mais

Doutoramento em Economia

Doutoramento em Economia Doutoramento em Economia 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em Economia tem como objectivo central proporcionar formação que permita o acesso a actividades profissionais de elevada exigência

Leia mais

EDITAL N.º 1/2017 CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE QUATRO BOLSAS DE DOUTORAMENTO

EDITAL N.º 1/2017 CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE QUATRO BOLSAS DE DOUTORAMENTO EDITAL N.º 1/2017 CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE QUATRO BOLSAS DE DOUTORAMENTO O Doutoramento em Psicologia do ISCTE-IUL, Lisboa (PDPIUL), foi selecionado no âmbito do concurso para financiamento da Fundação

Leia mais

Programa "Vasco da Gama" Regulamento

Programa Vasco da Gama Regulamento Programa "Vasco da Gama" Regulamento Artigo 1.º Âmbito 1. O programa Vasco da Gama é um programa de mobilidade de estudantes entre escolas do ensino politécnico. 2. O intercâmbio de estudantes ao abrigo

Leia mais

Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett. Princípios Orientadores

Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett. Princípios Orientadores Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett Princípios Orientadores 2011/2012 1. Enquadramento O Programa Almeida Garrett, adiante designado por Programa AG, é o programa de mobilidade nacional de

Leia mais

REGULAMENTO.

REGULAMENTO. REGULAMENTO www.fjuventude.pt 1. PREÂMBULO O Concurso Lugares Criativos 100 Ideias, Como Melhorar a Tua cidade, adiante designado Concurso é realizado pela Fundação da Juventude em parceria com a ADDICT

Leia mais

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 1. Mobilidade Internacional de Estudantes Os alunos da Universidade Fernando Pessoa (UFP) que cumpram

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO. SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO. SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17 REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO. SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2016/17 No espírito das orientações, propostas e conclusões contidas

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências Médicas Conselho Executivo

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências Médicas Conselho Executivo Conselho de Faculdade da da Universidade Nova de Lisboa REGIMENTO Artigo 1º Composição 1. O Conselho de Faculdade da FCM é constituído por treze membros, sendo oito docentes e investigadores, um estudante,

Leia mais

Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - T141 Plataformas de elevação 2014/S 173-305766. Anúncio de concurso. Fornecimentos

Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - T141 Plataformas de elevação 2014/S 173-305766. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:305766-2014:text:pt:html Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - T141 Plataformas de elevação 2014/S 173-305766 Anúncio de

Leia mais

A - REGULAMENTO GERAL DA ESCOLA EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (ESIM) FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM)

A - REGULAMENTO GERAL DA ESCOLA EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (ESIM) FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM) A - REGULAMENTO GERAL DA ESCOLA EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (ESIM) FEDERAÇÃO EUROPEIA DE MEDICINA INTERNA (EFIM) A Escola Europeia de Medicina Interna ESIM (European School of Internal Medicine) surgiu

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA. CAPÍTULO I Disposições Gerais. Artigo 1º Âmbito

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA. CAPÍTULO I Disposições Gerais. Artigo 1º Âmbito I N S T I T U T O D E E N G E N H A R I A B I O M É D I C A REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito O presente regulamento, aprovado pela Fundação

Leia mais

Guia de Procedimentos

Guia de Procedimentos Guia de Procedimentos Atribuição de Bolsas de Investigação do CIIMAR Gabinete Gestão de Projetos Gabinete Apoio Jurídico Investigador Responsável Constituição do Júri; Elaboração da 1ª. Ata; Elaboração

Leia mais

Doutoramento em História Económica e Social

Doutoramento em História Económica e Social Doutoramento em História Económica e Social 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em História Económica e Social criado pela Universidade Técnica de Lisboa em 1991 e adequado ao espaço europeu

Leia mais

Bélgica-Geel: Fornecimento, instalação e manutenção de um sistema de digestão por micro-ondas de alta pressão e alta temperatura 2013/S 141-244766

Bélgica-Geel: Fornecimento, instalação e manutenção de um sistema de digestão por micro-ondas de alta pressão e alta temperatura 2013/S 141-244766 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:244766-2013:text:pt:html Bélgica-Geel: Fornecimento, instalação e manutenção de um sistema de digestão por micro-ondas

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DE APOIO À GESTÃO

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DE APOIO À GESTÃO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DE APOIO À GESTÃO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GENÉRICAS Artigo 1º Âmbito 1. O presente Regulamento, aprovado ao abrigo da Lei

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR

PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR 1 PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR 4º EDIÇÃO 2011/2012 2 PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR O Programa de Estágios Extra curricular (PEEC) é um programa de estágios extra curricular para

Leia mais

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE MESTRADO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA DA SAÚDE MEDTRONIC EM ECONOMIA DA SAÚDE / GESTÃO DE SAÚDE / POLÍTICAS DE SAÚDE

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE MESTRADO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA DA SAÚDE MEDTRONIC EM ECONOMIA DA SAÚDE / GESTÃO DE SAÚDE / POLÍTICAS DE SAÚDE REGULAMENTO DAS BOLSAS DE MESTRADO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA DA SAÚDE MEDTRONIC EM ECONOMIA DA SAÚDE / GESTÃO DE SAÚDE / POLÍTICAS DE SAÚDE Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento aplica-se às

Leia mais

a) O exercício de tarefas, funções ou atividades em que o Estudante detenha experiência prévia na

a) O exercício de tarefas, funções ou atividades em que o Estudante detenha experiência prévia na REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES NO ÂMBITO DO MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS (EM VIGOR A PARTIR DO ANO LETIVO 2012/2013) Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objeto 1. Este regulamento aplica-se,

Leia mais

Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH)

Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH) Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH) REGULAMENTO DA CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO PELA SPH A SPH tem como um dos seus objectivos desenvolver um programa de apoio à formação avançada em Hematologia

Leia mais

Cartaz de Divulgação, Regulamento do Concurso Plantas Transgénicas no Dia-a-Dia e Ficha de Inscrição 2008/2009

Cartaz de Divulgação, Regulamento do Concurso Plantas Transgénicas no Dia-a-Dia e Ficha de Inscrição 2008/2009 CiB Centro de Informação de Biotecnologia [ 1 de 5] Regulamento do Concurso Plantas Transgénicas no Dia-a-Dia Ano Lectivo 2008/2009 1 - Introdução Para comemorar o 25º aniversário da comprovação da transformação

Leia mais

Protocolo relativo a Estágio Curricular

Protocolo relativo a Estágio Curricular Protocolo relativo a Estágio Curricular 1. Introdução O presente protocolo é celebrado entre a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, adiante designada por FEUP, a empresa/instituição de estágio

Leia mais

CAPÍTULO II Formação Avançada de Recursos Humanos - Bolsas Individuais de Formação SECÇÃO I Caracterização das Bolsas Artigo 2º Tipos de bolsas

CAPÍTULO II Formação Avançada de Recursos Humanos - Bolsas Individuais de Formação SECÇÃO I Caracterização das Bolsas Artigo 2º Tipos de bolsas PROGRAMA OPERACIONAL DE VALORIZAÇÃO DO POTENCIAL HUMANO E COESÃO SOCIAL DA RAM EIXO I EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE FORMAÇÃO AVANÇADA E QUALIFICAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2015

Regulamento PAPSummer 2015 Regulamento PAPSummer 2015 Artigo 1º Objectivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses (Estudante) de desenvolver um

Leia mais

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL DESPACHO N.º 29/2013 Data: 2013/06/21 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e não Docente ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL 2012-2014. No

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal de Roraima Gabinete da Reitoria Coordenadoria de Relações Internacionais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal de Roraima Gabinete da Reitoria Coordenadoria de Relações Internacionais Orientações Complementares ao Edital Nº 042/2015 CRINT/UFRR 2ª CHAMADA EBW+ SOBRE AS ÁREAS ELEGÍVEIS GRADUAÇÃO Cursos de graduação da UFRR que se enquadram nas áreas elegíveis: Artes criativas - Música

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO E LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA DENTRO DO PROJETO CAPES/FIPSE N O 078/09. A Diretoria de Relações

Leia mais

AEPVZ Associação Empresarial da Póvoa do Varzim. Regulamento do Concurso Ideias

AEPVZ Associação Empresarial da Póvoa do Varzim. Regulamento do Concurso Ideias AEPVZ Associação Empresarial da Póvoa do Varzim Regulamento do Concurso Ideias Data de edição: 04-05-2017 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 3 2. CAPÍTULO I... 3 TEMA E OBJETIVOS DO CONCURSO... 3 3. CAPÍTULO II...

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Auditoria financeira e de conformidade de partidos políticos e fundações políticas ao nível europeu 2016/S 114-202107

Bélgica-Bruxelas: Auditoria financeira e de conformidade de partidos políticos e fundações políticas ao nível europeu 2016/S 114-202107 1 / 7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:202107-2016:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Auditoria financeira e de conformidade de partidos políticos e fundações

Leia mais

REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA

REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA 1. ENQUADRAMENTO 1 a. O projecto INCUBAR+LEZIRIA é uma Ação Coletiva, dinamizada pela NERSANT, INSTITUTO POLITÉCNICO

Leia mais

Criação de estruturas de acolhimento dos centros de informação da rede de informação EUROPE DIRECT CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS GESTÃO DIRECTA

Criação de estruturas de acolhimento dos centros de informação da rede de informação EUROPE DIRECT CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS GESTÃO DIRECTA COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO-GERAL DA COMUNICAÇÃO Criação de estruturas de acolhimento dos centros de informação da rede de informação EUROPE DIRECT CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS GESTÃO DIRECTA A Comissão

Leia mais

Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos. I. Disposições Gerais. Artigo 1º.

Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos. I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Regulamento de Mobilidade Internacional de Estudantes do Instituto de Estudos Políticos I. Disposições Gerais Artigo 1º (Objecto) 1. O presente Regulamento rege a mobilidade internacional de estudantes

Leia mais

Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras

Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras Como fico sabendo se minha universidade assinou Entre em contato com o departamento responsável o acordo de adesão? pela graduação, ou órgão

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA CANDIDATURAS A APOIO A PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO POLARES EM TODAS AS ÁREAS CIENTÍFICAS REGULAMENTO

CONVOCATÓRIA PARA CANDIDATURAS A APOIO A PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO POLARES EM TODAS AS ÁREAS CIENTÍFICAS REGULAMENTO CONVOCATÓRIA PARA CANDIDATURAS A APOIO A PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO POLARES EM TODAS AS ÁREAS CIENTÍFICAS 2016-2017 REGULAMENTO A Comissão de Coordenação do Programa Polar Português (PROPOLAR), que gere

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA CIVIL (PRODEC)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA CIVIL (PRODEC) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA CIVIL (PRODEC) Objectivos Como definido no Decreto-Lei nº 74/2006, o grau de doutor é conferido aos que demonstrem: Capacidade de compreensão sistemática

Leia mais

I Olimpíadas da Economia

I Olimpíadas da Economia I Olimpíadas da Economia Regulamento Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito 1. O presente regulamento estabelece um conjunto de normas e orientações gerais sobre as I Olimpíadas da Economia (doravante

Leia mais

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa no campo da Ciência e Tecnologia, despertando a vocação científica e incentivando talentos entre estudantes de graduação,

Leia mais

Regulamento Passatempo Provavelmente a melhor equipa do Mundo oferta de camisolas e bolas de futebol

Regulamento Passatempo Provavelmente a melhor equipa do Mundo oferta de camisolas e bolas de futebol Regulamento Passatempo Provavelmente a melhor equipa do Mundo oferta de camisolas e bolas de futebol Os seguintes termos e condições destinam-se a regular o passatempo Provavelmente a melhor equipa do

Leia mais

Curriculum Vitae. 1- Dados Pessoais. 2- Habilitações Académicas

Curriculum Vitae. 1- Dados Pessoais. 2- Habilitações Académicas Curriculum Vitae 1- Dados Pessoais Nome: António Maria Caldeira Ribeiro de Castro Nunes Morada: CIDEHUS/UÉ, Palácio do Vimioso, Apartado 94, 7002 Évora Telemóvel: (+351) 918170335 E-mail: ant.castronunes@gmail.com

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, adiante designada por Ciência Viva, torna pública

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE CANDIDATURA

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE CANDIDATURA GUIA PARA ELABORAÇÃO DE CANDIDATURA A elaboração e submissão de uma candidatura ao concurso IJUP Empresas é feita com base nas normas de participação constantes do Regulamento do Concurso que se encontra

Leia mais

Município de Santarém REGULAMENTO MUNICIPAL DE VISITAS DE ESTUDO

Município de Santarém REGULAMENTO MUNICIPAL DE VISITAS DE ESTUDO REGULAMENTO MUNICIPAL DE VISITAS DE ESTUDO ÍNDICE Preâmbulo 3 Artigo 1.º Lei Habilitante 4 Artigo 2.º Âmbito 4 Artigo 3.º Plano Anual Visitas de Estudo 5 Artigo 4.º Estabelecimentos de Ensino Abrangidos

Leia mais

Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett Princípios Orientadores para 2014/2015

Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett Princípios Orientadores para 2014/2015 Programa de Mobilidade Nacional Almeida Garrett Princípios Orientadores para 2014/2015 1. Enquadramento O Programa Almeida Garrett, adiante designado por Programa AG, é o programa de mobilidade nacional

Leia mais

Numero do Documento: 1037522

Numero do Documento: 1037522 Numero do Documento: 1037522 EDITAL N.º 19/2011 A Escola de Saúde Pública do Ceará, Autarquia vinculada à Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, criada pela Lei Estadual nº 12.140, de 22 de julho de 1993,

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER

Leia mais

3 Consideram -se qualificados para o exercício de funções de administração e gestão os docentes que preencham uma das seguintes condições:

3 Consideram -se qualificados para o exercício de funções de administração e gestão os docentes que preencham uma das seguintes condições: Concurso para Director (a) Agrupamento Vertical de escolas de ferreira de Aves Procedimento concursal: 1 Nos termos do disposto nos artigos 21.º e 22.º, do Decreto Lei n.º 75/2008, de 22 de Abril, e da

Leia mais

CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA

CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA 1. Âmbito da Consultoria No âmbito das actividades realizadas

Leia mais

PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM

PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM PROGRAMA DE DOUTORAMENTO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO 1 - Justificação As Ciências da Saúde têm registado nos últimos anos um progresso assinalável em múltiplos domínios. Este progresso assenta, em grande

Leia mais

Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil

Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil Concurso Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil Concurso Concurso para Apresentação de Propostas no âmbito de Selecção de um Fiscal Único Nº 02/2017 I. Entidade Contratante: Agencia de Aviação

Leia mais

EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO

EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO 2015.1 1. O INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PROGRAMUS ISEPRO, torna pública a abertura de inscrições para o preenchimento

Leia mais

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE LAGOA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015 Regulamento Municipal orçamento participativo de Lagoa NOTA JUSTIFICATIVA A implementação do primeiro orçamento participativo em Lagoa vai buscar

Leia mais

Despacho N.º 31/2016

Despacho N.º 31/2016 Despacho N.º 31/2016 Assunto: Guia de candidatura das BOLSAS TOP Ouvido o Conselho Científico na sua reunião de 9 de setembro de 2016, foram aprovadas as alterações às bolsas em título e respetivo guia

Leia mais

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS 2014 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação), através de concurso, vai conceder apoio à organização

Leia mais

PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR

PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR 1 PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR 5º EDIÇÃO 2012/2013 2 PEEC PROGRAMA DE ESTÁGIOS EXTRA CURRICULAR DA FCUP O Programa de Estágios Extra Curricular (PEEC) é um programa de estágios para estudantes

Leia mais

Anúncio de concurso. Fornecimentos

Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:91078-2013:text:pt:html B-Geel: Fornecimento e instalação de uma máquina de cortar, misturar, cozinhar e emulsionar para

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR PREÂMBULO A Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, diploma que estabelece, entre outros, o regime jurídico das autarquias locais, veio atribuir, no

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA PELA FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Cláusula 1ª. Área de especialização

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA PELA FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Cláusula 1ª. Área de especialização REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA PELA FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO Cláusula 1ª Área de especialização A Universidade do Porto, através da Faculdade de Engenharia,

Leia mais

Regulamento de Estágios - Mestrados

Regulamento de Estágios - Mestrados Regulamento de Estágios - Mestrados (Em anexo, formulário do plano de estágio e ficha de avaliação do estágio) Faro, Setembro de 2012 1. ENQUADRAMENTO A estrutura curricular dos Mestrados da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO Prémio Alumni Clube ISCTE BP Portugal

REGULAMENTO Prémio Alumni Clube ISCTE BP Portugal 2016/2017 REGULAMENTO - - 1º OBJETIVO 1. O PRÉMIO ALUMNI CLUBE ISCTE BP PORTUGAL é uma iniciativa que resulta de uma colaboração entre o Alumni Clube ISCTE e a BP Portugal e tem como objetivo reconhecer

Leia mais

Brisa Auto-Estradas de Portugal APENA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENGENHARIA NATURAL

Brisa Auto-Estradas de Portugal APENA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENGENHARIA NATURAL Brisa Auto-Estradas de Portugal APENA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENGENHARIA NATURAL Concurso para Atribuição de Bolsas de Estudo em Projectos de Engenharia Natural REGULAMENTO A Brisa Auto-Estradas de Portugal

Leia mais

AVISO BOLSA DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

AVISO BOLSA DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA AVISO BOLSA DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA O (IPMA) abre concurso, no prazo de 10 dias úteis a contar da data de publicação deste anúncio, para atribuição de uma bolsa de investigação (Nível 3) no âmbito do

Leia mais

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS I. DISPOSIÇÕES GERAIS Artº 1º 1. Com o fim de estimular a difusão da cultura portuguesa em países estrangeiros, a Fundação Calouste Gulbenkian, através do Serviço de Bolsas Gulbenkian, concede bolsas de

Leia mais

PEDIDOS DE VAGAS E FUNCIONAMENTO DOS CICLOS DE ESTUDOS ANO LECTIVO 2015/2016

PEDIDOS DE VAGAS E FUNCIONAMENTO DOS CICLOS DE ESTUDOS ANO LECTIVO 2015/2016 PEDIDOS DE VAGAS E FUNCIONAMENTO DOS CICLOS DE ESTUDOS ANO LECTIVO 2015/2016 Sendo a transparência dos processos de candidatura e recrutamento de estudantes um dos elementos constituintes do sistema interno

Leia mais

Edital. Ref. 484.5/2016 Pág. 1/5

Edital. Ref. 484.5/2016 Pág. 1/5 Universidade de Évora Universidade Nova de Lisboa - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade de Lisboa - Instituto Superior de Ciências Sociais e Poĺıticas Universidade de Lisboa - Instituto

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE

REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE O concurso Rising Store é lançado pela Sierra Portugal, S.A., adiante designada por Sonae Sierra, com o apoio da Young & Rubicam, do INV - Instituto de Negociação e

Leia mais

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento Prémio Hire.me app Campanha nacional eskills for Jobs 2016 Regulamento Na prossecução das suas atribuições legais no domínio da Sociedade de Informação e do Conhecimento em Portugal, em particular ao nível

Leia mais

Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade

Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade Aviso de abertura Atribuição de bolsas de doutoramento Concurso para a atribuição de 5 bolsas (2 nacionais e 3 mistas) no âmbito do Programa de Doutoramento

Leia mais

Prêmio Recife de Empreendedorismo

Prêmio Recife de Empreendedorismo REGULAMENTO DO CONCURSO SOCIOCULTURAL DE EMPREENDEDORISMO Prêmio Recife de Empreendedorismo Prêmio Recife de Empreendedorismo 2016 1. O Concurso Social denominado Prêmio Recife de Empreendedorismo 2016

Leia mais

REGULAMENTO Da Avaliação da Atividade Docente Desenvolvida Durante o Período Experimental

REGULAMENTO Da Avaliação da Atividade Docente Desenvolvida Durante o Período Experimental REGULAMENTO Da Avaliação da Atividade Docente Desenvolvida Durante o Período Experimental ESTSP.008.RG.16.01 Regulamento de Avaliação da Atividade Docente Desenvolvida Durante o Período Experimental CAPÍTULO

Leia mais

! CRIA - Concurso para Jovens Designers de Iluminação Portugueses

! CRIA - Concurso para Jovens Designers de Iluminação Portugueses CRIA - Concurso para Jovens Designers de Iluminação Portugueses Regulamento Geral Introdução 1º O CRIA - Concurso para Jovens Designers de Iluminação Portugueses é uma iniciativa da Traço de Luz com o

Leia mais

Artº - 1º Âmbito. Artº - 2º Objectivos

Artº - 1º Âmbito. Artº - 2º Objectivos REGULAMENTO DE ESTÁGIOS IEP- UCP Artº - 1º Âmbito O presente Regulamento de Estágios é válido para os alunos dos Cursos de Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais e do Programa de Mestrado

Leia mais

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016.

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital para abertura das inscrições, visando à seleção

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Didática das Ciências Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa maio de

Leia mais

GUIA PARA O ESTUDANTE ERASMUS MOBILIDADE DE ESTUDOS

GUIA PARA O ESTUDANTE ERASMUS MOBILIDADE DE ESTUDOS GUIA PARA O ESTUDANTE ERASMUS MOBILIDADE DE ESTUDOS Atualizado a 01 de fevereiro de 2016 Página 1 PARTE A) PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE - ANTES DE IR 1. Escolha da Instituição de Ensino Superior (IES) e período

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Regulamento de Estágios 01.10.05 Conteúdo Enquadramento... 3 1 Caracterização... 3 2 Candidatura... 3 2.1 Estágios organizados pelos estudantes... 3 2.1.1 Trabalhadores estudantes... 3 3 Colocação... 4

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL. (Edição 2010 2012)

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL. (Edição 2010 2012) EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL (Edição 2010 2012) Nos termos dos Decretos Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto

Leia mais

PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PLI PORTUGAL EDITAL MEC/CAPES Nº 017/2013 EDITAL INTERNO DE SELEÇÃO DE ACADÊMICOS FURG/PROGRAD 02/2013

PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PLI PORTUGAL EDITAL MEC/CAPES Nº 017/2013 EDITAL INTERNO DE SELEÇÃO DE ACADÊMICOS FURG/PROGRAD 02/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e-mail:prograd@furg.br

Leia mais