RELATÓRIO DE CAPACITAÇAO DE CHEFES E SERVIDORES NO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE CAPACITAÇAO DE CHEFES E SERVIDORES NO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE CAPACITAÇAO DE CHEFES E SERVIDORES NO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS Goiânia Junho/2015

2 1. Apresentação A, em parceria com as Secretarias de Tecnologia da Informação e de Recursos Humanos, promoveu em maio e junho de 2015 atividades de capacitação sobre o sistema de controle eletrônico de frequência adotado pela Assembleia Legislativa. Essas atividades tiveram o objetivo de esclarecer e uniformizar linguagem dos setores envolvidos na orientação e apuração do sistema, bem como capacitar chefes e servidores na adequada utilização do mencionado sistema, esclarecendo a todos das suas responsabilidades. 2. Descrição do Evento As atividades de capacitação sobre o Sistema de Gestão de Pessoas foram organizadas em três etapas, a saber: mesa-redonda, curso de capacitação aos chefes, e curso de capacitação aberta aos servidores da Assembleia. A primeira etapa foi constituída por mesa-redonda, com o propósito de tratar dos Atos da Mesa Diretora que instituíram o controle eletrônico de frequência e o funcionamento do sistema desenvolvido para esse fim. Foi realizada no Auditório da, em 27 de maio de 2015, às 10h, com a participação da Procuradora-Geral da Assembleia Legislativa, Dra. Regiane Dias Meira Marcondes, com os Secretários e as chefias da Secretaria de Recursos Humanos e da Secretaria de Tecnologia da Informação, acompanhadas por servidores que atuaram como instrutores nos cursos de capacitação. A segunda etapa foi constituída por curso de capacitação aos chefes de Divisão e Seção da Secretaria da Casa, bem como aos chefes de gabinete dos quarenta e um Deputados em exercício, tratando do mencionado sistema, 2

3 organizados em oito turmas, quatro matutinas e quatro vespertinas, nos dias 1º e 8 de junho de A terceira etapa foi constituída por curso de capacitação aberto a todos os servidores da Assembleia Legislativa, tratando do Sistema de Controle de Pessoal, utilizando Guia de Orientações do Sistema de Gestão de Pessoas, no auditório da, organizado em seis turmas, três matutinas e três vespertinas, no dia 15 de junho de Mesa-redonda Esta etapa foi realizada no Auditório da, em 27 de maio de 2015, às 10h, com a mediação do Chefe da Seção Pedagógica, Miguel D. Gusmão Filho, e apresentação de proposta de orientações para a elaboração de guia a ser utilizado nas demais capacitações, pela servidora da Secretaria de Tecnologia da Informação, Silvia de B. Teles, contando com a participação da Procuradora-Geral da Assembleia, Dra. Regiane Dias Meira Marcondes, da Chefe da Divisão de Análise e Desenvolvimento de Sistemas de Informações, Pollyana Moraes Rodrigues Barbosa, que esteve acompanhada por servidor de sua Divisão, Eduardo Lagares dos Santos, da Chefe da Seção de Registro e Cadastro, Maria das Graças Godoi, do Chefe da Seção de Suporte ao Usuário, Luiz Carlos Rodrigues do Carmo, do servidor da Divisão de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Wendell Lopes Silva, e dos instrutores das atividades de capacitação previstas, Anna Carolina de Oliveira Norbiato, servidora da Divisão de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Renato Alves Figueiredo e Igino Lucas de Oliveira, ambos da Secretaria de Tecnologia da Informação. Deve-se observar que a mesa-redonda em comento contou com a presença do Secretário de Recursos Humanos, Tasso Honorato Reis Júnior, e do Secretário de Tecnologia da Informação, Leonardo Rassi Neto. Como atividade preparatória, foi recomendada a leitura dos Atos da Mesa Diretora 3

4 de 08 de outubro de 2014 e de 28 de abril de 2015, que tratam do controle de frequência de servidores. A mesa-redonda iniciou com uma breve apresentação, realizada pelo chefe da Seção Pedagógica, dos objetivos e metodologia a serem utilizados em todas as atividades de capacitação, tratando de cada uma de suas etapas, inclusive da própria mesa-redonda. Em seguida, foi realizada uma breve apresentação das orientações de utilização do sistema, realizada pela servidora Silvia de Brito Teles, material de apoio a ser utilizado nas atividades de capacitação, registrando as contribuições dos participantes para elaboração e melhoramento do mesmo. Em seguida, foi realizada discussão do grupo, incentivando a identificação e esclarecimento de principais dúvidas e problemas vivenciados pelos participantes na utilização do sistema. Essa atividade foi de grande relevância para a uniformização da linguagem e termos utilizados pelas Secretarias envolvidas, colaborando para dirimir dúvidas administrativas, operacionais e jurídicas, com a participação da Secretaria de Recursos Humanos, da Secretaria de Tecnologia da Informação e da Procuradora-Geral da Casa. Orientações gerais de procedimentos e de esclarecimento de responsabilidades foram relacionados, bem como dúvidas mais frequentes, servindo de subsídio para elaboração de guia de orientações das duas etapas seguintes, capacitação de chefes e servidores, realizadas nos dia 1, 8 e 15 de junho de

5 2.2. Capacitação de chefes A segunda etapa, realizada em 1º e 8 de junho, foi constituída por curso de capacitação direcionado aos chefes de Divisões e Seções da Secretaria da Casa, bem como aos chefes de gabinete dos quarenta e um Deputados em exercício, abordando as práticas administrativas decorrentes dos Atos da mesa, assim como a operacionalidade do Sistema de Controle de Pessoal. Os servidores capacitados nesta etapa foram convocados por memorando do Diretor-Geral da Assembleia Legislativa, enquanto integrantes da Secretaria da Casa, ou convidados, também por memorando, em se tratando de chefes de gabinete parlamentar, para participarem em horários e turmas específicas, previamente organizadas pela. Inicialmente, a capacitação foi realizada no Laboratório de Informática da Escola, com o intuito de utilizar o sistema por meio do perfil de chefes, acompanhado de exercícios que simulassem a atividade cotidiana de trabalho e explorassem as funcionalidades do sistema, permitindo que os chefes em treinamento acompanhassem as instruções utilizando o sistema, em uma dinâmica pedagógica que pressupõe o aprender fazendo. 5

6 Contudo, considerando que a maior parte das dúvidas estavam relacionadas com aspectos jurídicos e administrativos, foi decidida a mudança das demais atividades de capacitação para o auditório da, onde poderiam acompanhar a demonstração de procedimentos operacionais, por meio de TV conectada em notebook, discutindo pormenorizadamente dúvidas administrativas, sendo assim, mais produtiva e confortável aos servidores. Essa atividade de capacitação atendeu 71 servidores. Sendo que das 52 chefias da Secretaria da Casa, convocadas para atividade em comento, compareceram 34 chefes de Divisão ou Seção, correspondendo à 65,3%. Enquanto dos 41 chefes de gabinete convidados, compareceram 24 chefes, representando uma frequência de 58,5%. Na oportunidade, foram esclarecidas: as responsabilidades dos servidores e dos chefes; o prazo da homologação da frequência dos servidores pelos chefes; a diferença entre abono e justificativa; a documentação que deve ser encaminhada a Seção de Registro e Cadastro; diferença entre carga horária e jornada de trabalho; a quem recorrer em caso de dúvida na operacionalidade do sistema; justificativa em massa; como alterar a jornada de trabalho; como homologar o ponto do servidor; quantidade de abonos mensais; utilização do banco de horas; agendamento de 6

7 horas; registro de ponto por quem faz 7 e 8 horas; flexibilidade no horário de registro de ponto; entre outros Capacitação de servidores A capacitação de servidores no Sistema de Gestão de Pessoas foi realizada em 15 de junho, constituída por curso aberto a todos os servidores da Assembleia Legislativa. O sistema em comento foi apresentado, com especial atenção às responsabilidades administrativas dos servidores, assim como demonstrações operacionais do sistema. Foram abordadas nessa atividade de capacitação, além das responsabilidades do servidor com o registro do ponto: as justificativas de faltas; documentos que devem ser encaminhados ao registro e cadastro; funcionamento do banco de horas; flexibilidade no horário de registro de ponto; diferença entre jornada de trabalho e carga horária; como realizar a justificativa. A inscrição dos servidores foi voluntária, havendo a divulgação das turmas por cartazes fixados nas dependências da Assembleia Legislativa, pela distribuição de folders nas seções e gabinetes, bem como pela divulgação por banners na intranet. Nesta data foram oferecidas seis turmas, três no período matutino, 9h, 10h e 7

8 11h, e três no período vespertino, 14:30h, 15:30h e 16:30h, permitindo a inscrição de até 25 participantes por turma, o que resultou em 109 inscrições, com o comparecimento de 101 servidores. 3. Avaliação dos participantes Ao final de toda atividade desenvolvida pela, são distribuídos questionários de avaliação, não identificáveis, podendo ser preenchidos voluntariamente pelos participantes, garantindo o anonimato e a livre manifestação dos presentes. Nas três etapas realizadas, foram distribuídos questionários cujos resultados serão resumidamente apresentados a seguir Mesa-redonda Realizada em 27 de maio de 2015, às 10h, no Auditório da Escola do Legislativo, essa etapa contou com a mediação do Chefe da Seção Pedagógica, Miguel D. Gusmão Filho, e apresentação de proposta de orientações para a elaboração de guia a ser utilizado nas demais capacitações, pela servidora da Secretaria de Tecnologia da Informação, Silvia de B. Teles, contando ainda com a participação da Procuradora- Geral da Assembleia, Dra. Regiane Dias Meira Marcondes, com a presença dos Secretários de Recursos Humanos, Tasso Honorato Reis Júnior, e de Tecnologia da Informação, Leonardo Rassi Neto, além de outros servidores das mencionadas secretarias. Apesar de contar com a participação de doze servidores, apenas oito responderam e devolveram os questionários. Estes, após sua análise, indicaram para uma ampla avaliação positiva, sem qualquer registro de opinião negativa do evento. 8

9 8 6 4 Gráfico 1 - Relevância do conteúdo abordado para sua atividade 37,5% 62,5% 2 Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo O gráfico 1 mostra que a maioria dos participantes da pesquisa considerou ótimo o conteúdo abordado para a atividade, correspondendo a 62,5% e somente 37,5% informaram que o conteúdo foi bom. Não houve nenhuma avaliação negativa para esse quesito. Gráfico 2 - Acomodação: temperatura iluminação e conforto Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo O item acomodação abrange temperatura, iluminação e conforto. Nesta questão, metade dos participantes indicaram boa a acomodação e o restante a avaliou como ótima. Nota-se a satisfação dos respondentes quanto à acomodação do auditório da. 9

10 Gráfico 3 - Cumprimento dos horários estabelecidos ,5% 25, 12,5% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo Avaliando o cumprimento dos horários estabelecidos, observa-se no gráfico 3, uma satisfação positiva, de 88%, sendo que 62,5% informaram que foi bom e 25% ótimo. Somente 12% dos respondentes declararam que o cumprimento do horário foi regular. Gráfico 4 - Participação do público ,5% 37,5% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo A participação do público no debate apresentou um resultado satisfatório, sendo que, do total dos respondentes, 62,5% disseram que foi ótima e 37,5% assinalaram que foi boa. Isso mostra que a Mesa-redonda alcançou seu objetivo em integrar e mediar as discussões dos gestores do Sistema de Gestão de Pessoas da 10

11 Assembleia Legislativa Gráfico 5 - Organização geral do evento 87,5% 12,5% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo A organização geral do evento foi bem avaliada, não apresentando nenhum ponto negativo. Do total de respondentes, 87,5% disseram que foi ótima e 12,5% boa. Nenhum dos participantes demonstrou-se insatisfeito com a organização do evento. A partir dos resultados apresentados, constata-se que o debate foi importante para o esclarecimento de dúvidas, bem como para o estabelecimento de diretrizes que orientarão os chefes e os servidores em utilizar o Sistema de Registro de Ponto. Contudo, pode-se considerar positivo o resultado do debate, uma vez que a pauta indicou mudanças, aprimoramento de procedimentos visando à qualidade e excelência do Sistema, bem como à capacitação dos chefes e dos servidores ao utiliza-lo Capacitação de chefes Realizada em 1º e 8 de junho de 2015, a segunda etapa de capacitação do Sistema de Gestão de Pessoas foi constituída por curso de capacitação direcionado aos chefes de Divisões e Seções da Secretaria da Casa, bem como aos chefes de 11

12 gabinete dos quarenta e um Deputados em exercício, abordando as práticas administrativas decorrentes dos Atos da mesa, assim como a operacionalidade do Sistema de Controle de Pessoal. Essa atividade capacitou 71 servidores. Das 52 chefias da Secretaria da Casa convocadas, para atividade em comento, compareceram 34 chefes de divisão ou seção, correspondendo à 65,3% do total convocado. Dos 41 chefes de gabinete convidados, compareceram 24 chefes, o que representou uma frequência de 58,5% dos convidados. Para conhecer a opinião dos participantes em relação ao curso de capacitação para utilização do Sistema de Gestão de Pessoas, conduziu-se uma pesquisa com a aplicação de questionário, assinalando questões que poderiam avaliar a atividade de mediação, a apresentação de Guia de Orientação sobre o Sistema e, por fim, os aspectos gerais do evento Gráfico 6: Relevância do conteúdo abordado para sua atividade 2% 34% 64% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo O gráfico acima mostra que, dos 61 chefes que participaram da pesquisa, 98% mostraram-se satisfeitos quanto ao conteúdo abordado para atividade, sendo que 64% declararam ótimo, 34% disseram que foi bom e apenas 2% regular. Não houve nenhuma avaliação negativa referente ao conteúdo do curso. 12

13 Gráfico 7: Acomodação: temperatura, iluminação e conforto 1 39% 49% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo Sem resposta 2% Outro item analisado foi a acomodação da, que por sua vez contou com uma aprovação de 88% dos respondentes, compreendendo 49% ótimo, 39% bom, 1 regular e somente 2% não responderam esse quesito Gráfico 8: Cumprimento dos horários estabelecidos 7% 36% 57% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo O gráfico 8 mostra que 93% dos chefes se declararam satisfeitos com o cumprimento dos horários estabelecidos para realização do curso, correspondendo a 57% ótimo, 36% bom e 7% regular. Observa-se que o horário estipulado foi adequado, pois nenhum dos participantes assinalou péssimo ou ruim esse aspecto. 13

14 Gráfico 9: Participação do público 5% 36% 57% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo Sem resposta 2% O curso proporcionou uma participação positiva entre os participantes, sendo que foi considerada ótima por 57% dos chefes, 36% boa e apenas 5% regular. Do total de respondentes, somente 2% não avaliaram esse quesito. Nota-se ainda que ninguém declarou a avaliação péssima ou ruim Gráfico 10: Organização geral do evento 34% 64% 1 2% Péssimo Ruim Regular Bom Ótimo De acordo com os dados expostos no gráfico 10, a maioria dos chefes participantes da pesquisa declarou satisfeita com a organização geral do evento, 14

15 sendo que 64% disseram que foi ótima, 34% boa e somente 2% regular. Nenhum dos chefes considerou a organização do curso de capacitação péssima ou ruim. Os dados revelam aprovação geral do curso oferecido pela Escola, uma vez que as questões avaliadas apresentaram respostas positivas por parte das chefias que participaram do curso de capacitação Capacitação de servidores Realizada no auditório da, em 15 de junho de 2015, a terceira etapa de capacitação do Sistema de Gestão de Pessoas foi constituída por curso de capacitação direcionado a todos os servidores da Assembleia Legislativa. O sistema em comento foi apresentado, com especial atenção às responsabilidades administrativas dos servidores, com demonstrações operacionais do sistema. Nessa etapa, foram realizadas seis turmas de capacitação, limitadas a 25 participantes por turma, com a presença de 101 servidores, que responderam e devolveram seus respectivos questionários de avaliação, os quais indicam uma avaliação positiva do curso. O gráfico a seguir mostra que, entre os respondentes, sua grande maioria 98%, mostrou-se satisfeita quanto ao conteúdo abordado na atividade, sendo que 53% declararam ótimo, e 44% disseram que foi bom. 6 4 Gráfico 11: Relevância do conteúdo abordado para sua atividade 44% 53% 2 1% 2% Péssimo Regular Bom Ótimo 15

16 O item acomodação, que abrange temperatura, iluminação e conforto, indica que a grande maioria esteve satisfeita, com cerca de 95% dos participantes avaliando esse item de forma positiva. Nota-se a satisfação dos respondentes quanto à acomodação do auditório da Gráfico 12: Acomodação: temperatura, iluminação e conforto 1% 4% 46,5% 47,5% 1% Ruim Regular Bom Ótimo Sem resposta O cumprimento dos horários estabelecidos está entre os itens avaliados pelo questionário. O curso realizado no dia 15 de junho, em quase todas suas turmas, se estendeu até o início da turma seguinte, mostrando o interesse dos participantes em esclarecer suas dúvidas Gráfico 13: Cumprimento dos horários estabelecidos 4% 14% 44% 37% Ruim Regular Bom Ótimo Sem resposta 2% Avaliando o cumprimento dos horários estabelecidos, observa-se no gráfico 16

17 acima uma considerável satisfação, com 81% das opiniões positivas, sendo que 44% informaram que foi bom e 37% ótimo. Somente 14% dos respondentes declararam que o cumprimento do horário foi regular, sendo que 4% do total registrou insatisfação nesse quesito Gráfico 14: Participação do público 48% 5 2% 1% Regular Bom Ótimo Sem resposta O curso proporcionou uma participação positiva entre os participantes, sendo que foi considerada ótima por 5 dos chefes, 48% boa e apenas 2% regular. Do total de respondentes, somente 1% não avaliou esse quesito. Nota-se ainda que ninguém declarou a avaliação péssima ou ruim Gráfico 15: Organização geral do evento 54% 42% 3% 1% Regular Bom Ótimo Sem resposta Considerando as informações apresentadas no gráfico 15, nota-se que a 17

18 maioria dos servidores declarou-se satisfeita com a organização geral do evento, sendo que 54% disseram que foi ótima, 42% boa e somente 3% regular. Nenhum dos servidores considerou a organização do curso de capacitação péssima ou ruim. Os resultados indicam para uma aprovação geral da atividade de capacitação. Nestas últimas etapas, segunda e terceira, a capacitação teve como instrutores os servidores Renato Alves Figueiredo, no período matutino, e Igino Lucas de Oliveira, no período vespertino, ambos servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação, e a servidora Anna Carolina de Oliveira Norbiato, da Secretaria de Recursos Humanos, que atuou como instrutora em todas as turmas. Em todo o curso, os instrutores demonstraram profissionalismo com os servidores, procurando sanar todas as dúvidas e atende-los da melhor forma possível. Como pode ser observado no gráfico a seguir, os instrutores obtiveram uma avaliação agregada amplamente positiva, representando 99% da avaliação dos chefes, sendo que, destes, 73,8% avaliaram o desempenho geral dos instrutores como ótimo, e representando uma avaliação positiva de 95% dos demais servidores capacitados, sendo que entre estes 54,5% os avaliaram como ótimos. Gráfico 16: Avaliação geral dos instrutores 80, 70, 60, 50, 40, 30, 20, 10, 0, Regular Bom Ótimo Sem resposta chefes 0, 25,4% 73,8% 0,8% servidores 3,5% 40,6% 54,5% 1,5% 18

19 O questionário de avaliação estabelecido como padrão para medir desempenho das atividades realizadas pela possui, ainda, pautas ao seu final para a manifestação livre e dissertativa com sugestões (críticas ou elogios). Devem ainda ser observadas algumas manifestações, cerca de uma dezena, curtas e objetivas, de congratulações pela realização das atividades de capacitação. Considerações finais Por todo exposto, conclui-se que o curso atendeu ao objetivo proposto satisfatoriamente, esclarecendo e uniformizando linguagem dos setores envolvidos na orientação e apuração do sistema e capacitando chefes e servidores na adequada utilização do Sistema de Gestão de Pessoas, esclarecendo a todos das suas responsabilidades. Goiânia, 23 de junho de Deputado Hélio de Sousa Presidente da Carlos Henrique Santillo Diretor da Miguel D. Gusmão Filho Chefe da Seção Pedagógica Maurício Paranaguá Chefe da Seção de Projetos Especiais Hernesto Lins Pimentel Carneiro Chefe da Seção Administrativa Luiz Roberto B. Cupertino Assessor Especial da Diretoria da 19

20 Equipe Técnica Anadrielle Garcez Berft André Assumpção Aires Anelisa Mendonça Lemes Angelita Martins Garcia Arnaldo Perigo de Souza Cinthia Rodrigues Lopes Débora Cristina Pinheiro de Morais Denise Xavier Lemes Enésia Sirlhe de Oliveira Fabrizzio Cabral de Lacerda Gilca de Carvalho Giuseppe Galileu Guedes Vecci Glauce Aparecida Correa Dutra Josyelly Xavier Santana Jaqueline Batista Ribeiro Lara Rodrigues Campos Leandro Caldeira Brito Luan Henrique Furtado Santos Maria Angélica dos Santos Araújo Melissa Gonçalves Brandão Natália Borges Naves Paulo Gonçalves Rosa Neto Paulo Henrique de Oliveira Souza Suraya Said Badreddine Thaynara Ferreira Câmara 20

RELATÓRIO DO TREINAMENTO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS E DOCUMENTOS

RELATÓRIO DO TREINAMENTO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS E DOCUMENTOS RELATÓRIO DO TREINAMENTO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS E DOCUMENTOS Goiânia Setembro/2015 Descrição do Evento A, em parceria com a Secretaria de Tecnologia e Informação, promoveu no dia 28 de

Leia mais

RELATÓRIO DA PALESTRA DIREÇÃO DEFENSIVA E LEGISLAÇAÕ DE TRÂNSITO.

RELATÓRIO DA PALESTRA DIREÇÃO DEFENSIVA E LEGISLAÇAÕ DE TRÂNSITO. RELATÓRIO DA PALESTRA DIREÇÃO DEFENSIVA E LEGISLAÇAÕ DE TRÂNSITO. Goiânia Março/2015 Descrição geral do evento A promoveu em 25 de março de 2015, às 15h, no auditório da, palestra sobre Direção Defensiva

Leia mais

RELATÓRIO DE TREINAMENTOS DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ATIVIDADE PARLAMENTAR

RELATÓRIO DE TREINAMENTOS DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ATIVIDADE PARLAMENTAR RELATÓRIO DE TREINAMENTOS DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ATIVIDADE PARLAMENTAR Goiânia Abril/2015 Descrição do Evento A, em parceria com a Secretaria de Tecnologia e Informação, promoveu treinamento para

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS ESCOLA DO LEGISLATIVO

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS ESCOLA DO LEGISLATIVO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS ESCOLA DO LEGISLATIVO RELATÓRIO DO CURSO DE PROCESSO LEGISLATIVO E COMISSÕES PARLAMENTARES Goiânia Dezembro de 2015 1.Descrição geral da atividade A em parceria

Leia mais

RELATÓRIO DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA

RELATÓRIO DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA RELATÓRIO DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA Goiânia agosto/2015 Descrição do Evento A Escola do Legislativo promoveu nos dias 28 de agosto e 1 de setembro do corrente ano a atividade de capacitação sobre

Leia mais

QUINTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA DA PROVIDÊNCIA JARDIM NOVO MUNDO

QUINTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA DA PROVIDÊNCIA JARDIM NOVO MUNDO QUINTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA DA PROVIDÊNCIA JARDIM NOVO MUNDO Goiânia Setembro/2015 1 - Aspectos Gerais da visita O evento teve início às 8:30 com a chegada dos alunos

Leia mais

DÉCIMA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE ALUNOS DO CURSO RELAÇÕES INTERNACIONAIS, DA PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

DÉCIMA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE ALUNOS DO CURSO RELAÇÕES INTERNACIONAIS, DA PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE ALUNOS DO CURSO RELAÇÕES INTERNACIONAIS, DA PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PUC-GO. Goiânia Novembro/2015 1- Aspectos Gerais da

Leia mais

RELATÓRIO DE CURSO BÁSICO DE DIGITAÇAO

RELATÓRIO DE CURSO BÁSICO DE DIGITAÇAO RELATÓRIO DE CURSO BÁSICO DE DIGITAÇAO Goiânia Agosto/2015 Descrição do Evento A promoveu entre os dias 17 e 21 de agosto de 2015 curso básico de digitação, voltado para todos os servidores da Assembleia

Leia mais

QUARTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA SESI VILA CANAÃ

QUARTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA SESI VILA CANAÃ + QUARTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO RECEBE A ESCOLA SESI VILA CANAÃ Goiânia Agosto /2015 Descrição geral da visita. A, atendendo a solicitação dos alunos da Escola SESI Vila Canaã, que participa

Leia mais

RELATÓRIO DO CURSO DE INTRODUÇÃO A SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

RELATÓRIO DO CURSO DE INTRODUÇÃO A SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO RELATÓRIO DO CURSO DE INTRODUÇÃO A SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Goiânia Agosto/2015 Descrição geral do Curso A em parceria com a Seção Especial de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt)

Leia mais

Relatório do curso de Finanças Pessoais e Eliminação de Dívidas

Relatório do curso de Finanças Pessoais e Eliminação de Dívidas Assembleia Legislativa do Estado de Goiás Relatório do curso de Finanças Pessoais e Eliminação de Dívidas Goiânia Abril de 2016 1. Descrição geral da atividade A, da Assembleia Legislativa do Estado de

Leia mais

RELATÓRIO DA PALESTRA DE FUNDAMENTOS E PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO DA PALESTRA DE FUNDAMENTOS E PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO DA PALESTRA DE FUNDAMENTOS E PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO Goiânia Outubro/2015 Descrição geral do evento A de Goiás, em atividade de promoção e divulgação de convênio de Cooperação Técnica

Leia mais

SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO

SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO E O PROJETO ESTAGIÁRIO CIDADÃO Goiânia Junho/2015 Descrição Geral do Seminário A iniciou, no dia 25 de junho de 2015, o Projeto Estagiário Cidadão, com palestras

Leia mais

Relatório da Oficina de Gestão de Compras na Administração Pública

Relatório da Oficina de Gestão de Compras na Administração Pública Assembleia Legislativa do Estado de Goiás Relatório da Oficina de Gestão de Compras na Administração Pública Goiânia Maio de 2016 1. Descrição geral da atividade A, em parceria com a Comissão Permanente

Leia mais

SEXTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO QUALIFICA OS PARTICIPANTES DO PROJETO EMANCIPAR

SEXTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO QUALIFICA OS PARTICIPANTES DO PROJETO EMANCIPAR SEXTA EDIÇÃO DO PROJETO ESCOLA NO LEGISLATIVO QUALIFICA OS PARTICIPANTES DO PROJETO EMANCIPAR Goiânia Outubro/2015 Descrição geral do Seminário A execução do projeto Escola no Legislativo, realizada no

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA DE LIBRAS

RELATÓRIO DA OFICINA DE LIBRAS RELATÓRIO DA OFICINA DE LIBRAS Goiânia 1 Descrição geral do evento Outubro/2015 A promoveu no dia 25 de setembro de 2015 a Oficina de Língua Brasileira de Sinais - Libras, realizada no auditório da própria

Leia mais

RELATÓRIO SEMESTRAL DE ATIVIDADES

RELATÓRIO SEMESTRAL DE ATIVIDADES RELATÓRIO SEMESTRAL DE ATIVIDADES Goiânia julho/2015 1 SUMÁRIO 1) Apresentação. 2) Atividades Administrativas. 3) Atividades Pedagógicas. 4) Atividades em Projetos Especiais. 5) Conclusão. 1) Apresentação

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas:

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas: CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA E EXTENSÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14,

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. EDITAL ESMPU n. 177/2008

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. EDITAL ESMPU n. 177/2008 ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EDITAL ESMPU n. 177/2008 A Escola Superior do Ministério Público da União ESMPU comunica que estarão abertas, no período de 13 a 15 de outubro de 2008, as

Leia mais

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: MEDICINA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO AUTOR(ES): THAIS

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais. durante o Estágio Probatório.

Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais. durante o Estágio Probatório. Governo do Estado de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento Unidade de Apoio a Projetos Especiais REGULAMENTO 001, DE 10 DE OUTUBRO DE 2013. Regula o Monitoramento da Inserção e das Atividades

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Coleta Seletiva Capacitação de Gestores Escolares

Mostra de Projetos 2011. Coleta Seletiva Capacitação de Gestores Escolares Mostra de Projetos 2011 Coleta Seletiva Capacitação de Gestores Escolares Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: (Campo não preenchido). Cidade:

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2011. Sistema de Gestão da Qualidade

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2011. Sistema de Gestão da Qualidade RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2011 Sistema de Gestão da Qualidade SUMÁRIO 1. - Introdução.... 3 2. - Metodologia.... 3 2.1 - Amostragem e coleta

Leia mais

2.2 Representantes da ANATEL Sr. Carlos Bezerra Braga e Sr. Francisco Jose Matias da Costa Terceiro 2.3 Representantes da Oi

2.2 Representantes da ANATEL Sr. Carlos Bezerra Braga e Sr. Francisco Jose Matias da Costa Terceiro 2.3 Representantes da Oi ATA DA 5ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE USUÁRIOS DOS SERVIÇOS DE 1. Data, Hora e Local: Aos 13 dias, do mês de março de 2015, às 09h00min, horário local, nas dependências da Oi em Teresina PI, localizada

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

Pesquisa de Opinião e Satisfação - 2009 Canais de Comunicação MP-GO

Pesquisa de Opinião e Satisfação - 2009 Canais de Comunicação MP-GO Canais de comunicação interna avaliados: Portal da internet; intranet; e-mail funcional; MP em Ação; MP Goiás e Conexão MP. 859 questionários respondidos. Avaliação sistêmica revelou: 88,6% conhecem os

Leia mais

Relatório da 2ª Pauta Concentrada de 2012 DPVAT

Relatório da 2ª Pauta Concentrada de 2012 DPVAT Relatório da 2ª Pauta Concentrada de 2012 DPVAT Setembro, 2012 Relatório da 2ª Pauta Concentrada de 2012 - DPVAT O presente documento revela os resultados da V Semana de Conciliação de 2012 do Centro Judiciário

Leia mais

SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013

SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013 SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013 RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO CEJUSC-JEC/BSB DEZEMBRO, 2013. Apresentação O presente documento revela os resultados da Pesquisa de Satisfação do Usuário (PSU)

Leia mais

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo.

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo. Cuiabá, Agosto de 2008. Prezado Servidor, O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Precisamos da sua participação. Para tanto, você deve responder a todas as questões,

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito CARIACICA-ES ABRIL DE 2011 FACULDADE ESPÍRITO SANTENSE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Pesquisa direcionada a alunos egressos dos cursos

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE TUTORES CHAMADA PÚBLICA N 001/2015.

SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE TUTORES CHAMADA PÚBLICA N 001/2015. SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE SELEÇÃO DE TUTORES CHAMADA PÚBLICA N 001/2015. 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece as normas do processo

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA PROJETO DE MONITORIA Goiânia GO 2013 IP5p Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG 2014 Projeto de monitoria /Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG: Organizadora: Silvana de Brito Arrais Dias.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA, Câmpus Santa Rosa

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA, Câmpus Santa Rosa SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA, Câmpus Santa Rosa EDITAL Nº 23, de 29 de maio de 2015. EDITAL DE DIVULGAÇÃO DO CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

I SELETIVA ANO - 2015 Local: SECRETARIA DE ESPORTES Data: 28/03/2015 à 29/03/2015 50 METROS COSTAS FEMININO MIRIM

I SELETIVA ANO - 2015 Local: SECRETARIA DE ESPORTES Data: 28/03/2015 à 29/03/2015 50 METROS COSTAS FEMININO MIRIM Prova N 1 Etapa: 1 (28/3/2016) 50 METROS COSTAS FEMININO MIRIM 4 MARIA PAULA GOMIDE MOREIRA 284220 2005 ASBAC/AQUANAII 00:54.48 5 FERNANDA RESENDE ROCHA 296569 2006 ASBAC/AQUANAII 99:99.99 26/03/2015 18:36:48

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTOAVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2014/01 a 2014/02 APRESENTAÇÃO O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

PATRÍCIA SANTOS COUTO UFRPE/LACAPE JOSINALVA ESTACIO MENEZES UFRPE/LACAPE jomene@ufrpe.br

PATRÍCIA SANTOS COUTO UFRPE/LACAPE JOSINALVA ESTACIO MENEZES UFRPE/LACAPE jomene@ufrpe.br UMA EXPERIÊNCIA SOBRE O USO DE JOGOS E MATERIAL CONCRETO EM CAPACITAÇÕES COM PROFESSORES DE MATEMÁTICA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO EM PERNAMBUCO: INTERDISCIPLINARIDADE, REFLEXOS E PERSPECTIVAS PATRÍCIA

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO

Leia mais

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção JUSTIFICATIVA O método de verificação e avaliação dos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 50, DE 24 DE MAIO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 50, DE 24 DE MAIO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 50, DE 24 DE MAIO DE 2007 Regulamenta as atividades de instrutoria interna no âmbito do Supremo Tribunal Federal. O DIRETOR-GERAL DA SECRETARIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso

Leia mais

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO Estudo da proporção e o nível de conhecimento dos alunos de graduação do período vespertino do Campus II da UFG sobre o Programa Coleta Seletiva Solidária 1 Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2014/01 a 2014/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Análise dos resultados

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE UTA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE UTA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE UTA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA FACINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

P R O G R A M A F A T E S 2 0 1 1

P R O G R A M A F A T E S 2 0 1 1 Objetivos: Art. 1º O FATES, fundo previsto na lei 5764/71 art. 28, inciso II, destina-se à prestação de assistência técnica, educacional e social aos cooperados e cônjuges ou companheiro (a) em união estável,

Leia mais

SEMANA DA SAÚDE INTRODUÇÃO

SEMANA DA SAÚDE INTRODUÇÃO SEMANA DA SAÚDE Sandra Rosabel Pereira 1 ; Maria Angelica de Moraes Assumpção Pimenta 2 ; Maria Goreti Aléssio Crispim 3 ; Nelza de Moura 4 ; Neusa Denise Marques de Oliveira 5 ; Eliana Maria Fabiano de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL N o 40/2015 SELEÇÃO DE TUTORES PARA CURSO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO OUVIDORIA DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO OUVIDORIA DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO OUVIDORIA DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES: Período de 2007 a 2010 SALVADOR 2011 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Governador Jacques Wagner

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS Revisão: setembro/2012 Escola SENAI Santos Dumont CFP 3.02 Rua Pedro Rachid, 304 Santana São José dos Campos - SP Fone: (12) 3519-4850 Fax: (12) 3922-9060 ELABORAÇÃO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO EDITAL 01/2014 ENCRUZILHADA DO SUL O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Leia mais

Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso Especialização em Acessibilidade Cultural Departamento de Terapia Ocupacional da UFRJ. Rio de Janeiro, 2013 Responsáveis pela elaboração

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO :

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO : ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL Aluno: CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO : RA: Semestre: Turma: Endereço Completo: _ R. Cep: Telefone: E-MAIL Avaliação do Professor Orientador de Estágio:

Leia mais

E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE 2015.

E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE 2015. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Rio Grande E JAN EDITAL Nº 05, DE 16 DE MARÇO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ATA DE REUNIÃO DA COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CSAI - DO IFES AOS 30 DIAS DO MÊS DE MAIO DE DOIS MIL E TREZE, NA SALA DE ASSESSORIA DO,, ÀS TREZE HORAS E TRINTA MINUTOS, REALIZOU-SE A PRIMEIRA

Leia mais

REVIL - Relatório de Vista In Loco CAMPUS II Unidade Barra da Tijuca

REVIL - Relatório de Vista In Loco CAMPUS II Unidade Barra da Tijuca Contextualização da Visita: REVIL - Relatório de Vista In Loco CAMPUS II Unidade Barra da Tijuca Endereço: Avenida Ayrton Senna, 3.383, Barra da Tijuca Rio de Janeiro Gestor: Charles da Silva Souto Número

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Ferramentas Online. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Ferramentas Online. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 Natal, outubro de 2014 DESEMBARGADOR PRESIDENTE ADERSON SILVINO JUÍZES RESPONSÁVEIS

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO COMO AS MUDANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO IMPACTANDO A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS Paola Moreno Giglioti Administração

Leia mais

PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA

PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA SALVADOR 2012 GOVERNADOR Jaques Wagner VICE-GOVERNADOR Otto Alencar SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO Osvaldo Barreto Filho SUB-SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO Aderbal de Castro Meira Filho

Leia mais

EDITAL Nº 08/2015 DE 25/11/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA A UNIFEI NA MODALIDADE DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

EDITAL Nº 08/2015 DE 25/11/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA A UNIFEI NA MODALIDADE DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EDITAL Nº 08/2015 DE 25/11/2015 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA A UNIFEI NA MODALIDADE DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO O Chefe Substituto de Recrutamento e Seleção da Universidade

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet

Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO CAPÍTULO I DA ATIVIDADE Artigo 1º Este regulamento destina-se

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 01/2014

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 01/2014 PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 01/2014 A Coordenação dos Cursos Superiores de Tecnologia da Informação da Faculdade JK, no uso de suas atribuições

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO PREPARATÓRIO PARA

Leia mais

DO PROJETO DE MONOGRAFIA. Art. 2º. A elaboração da monografia deverá ser precedida de elaboração e aprovação de projeto de monografia.

DO PROJETO DE MONOGRAFIA. Art. 2º. A elaboração da monografia deverá ser precedida de elaboração e aprovação de projeto de monografia. Art. 1º. Este regulamento é aplicável aos cursos que em seu projeto definiram a monografia como trabalho final, conforme previsto no Regimento Interno do Instituto Superior do Ministério Público ISMP.

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2014/01 a 2014/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Análise dos resultados

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS Sistema de Gestão da Qualidade NBR ISO 9001:2008 RELATÓRIO TÉCNICO Treinamento de Leitura e Interpretação da Norma NBR ISO 9001:2008 Elaborado por: Comitê Técnico de Planejamento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Tribunal de Justiça - Presidência

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Tribunal de Justiça - Presidência EDITAL N o 9/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE, DESEMBARGADOR ADAIR LONGUINI, TORNA PÚBLICA A ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PRESTADORES

Leia mais

Oficinas C Diálogo e atualização: metas do encontro de atualização apacitar, dialogar e atualizar. Essas foram as três metas principais do projeto Encontro de Atualização Administrativa, realizado pelo

Leia mais

PROJETO ESCOLA PARA PAIS

PROJETO ESCOLA PARA PAIS PROJETO ESCOLA PARA PAIS Escola Estadual Professor Bento da Silva Cesar São Carlos São Paulo Telma Pileggi Vinha Maria Suzana De Stefano Menin coordenadora da pesquisa Relator da escola: Elizabeth Silva

Leia mais

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 A Comissão de Seleção do Consulado-Geral em Miami, no uso de suas atribuições delegadas pela Ordem

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015 PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015 A Coordenação Geral dos Cursos Superiores de Tecnologia da Informação da Faculdade JK, no uso de suas

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014. EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013.

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014. EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013. SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014 EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013. O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC torna público, para conhecimento

Leia mais

FAETEC 2014.1 - Edital de Vagas Remanescentes. 2a Reclassificação

FAETEC 2014.1 - Edital de Vagas Remanescentes. 2a Reclassificação Seleção: Ensino Técnico de Nível Médio na forma articulada: integrada Unidade Escolar: ETE Adolpho Bloch Curso: Hospedagem Turno: Diurno 15 16 17 18 19 20 21 39430 40423 40708 42151 42191 42949 43655 2522302

Leia mais

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 2001/2006 DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI CHIES, Prefeito Municipal de Carlos Barbosa, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2014

RESOLUÇÃO Nº 001/2014 RESOLUÇÃO Nº 001/2014 Forma a Comissão de Avaliação de Estágio Probatório e de Desempenho de Servidores da Câmara Municipal de Itiquira-MT e dá outras providências. A MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Resultado na ótica discente Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Metodologia PÚBLICO-ALVO: Discentes dos cursos de graduação da FAESA. METODOLOGIA DA PESQUISA: A metodologia utilizada por meio de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

APRESENTAÇÃO 1 OBJETIVOS. 1.1 Objetivo Geral

APRESENTAÇÃO 1 OBJETIVOS. 1.1 Objetivo Geral APRESENTAÇÃO Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica O Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente Edital, convocando os docentes

Leia mais

Título I. Da Monitoria

Título I. Da Monitoria MONITORIA O programa de monitoria tem como objetivo dar oportunidade de aprimoramento na formação do aluno e ainda despertar a valorização do ensino aprendizado de sua prática bem como estimular a seguir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS AVISO DE SELEÇÃO SIMPLICADA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Nº 01/ 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS AVISO DE SELEÇÃO SIMPLICADA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Nº 01/ 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS AVISO DE SELEÇÃO SIMPLICADA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Nº 01/ 2014 A Coordenação do Curso de Especialização LATO SENSU em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis/SECADI/MEC,

Leia mais

COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014

COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014 COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014 O Encontro de Comunicação do Sistema Unimed 2014 contou com 159 participantes. A pedido, ele foi realizado em conjunto com o Encontro de Marketing, entre os dias 30 de

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE BANCO DE TALENTOS

MANUAL DO SISTEMA DE BANCO DE TALENTOS 4 MANUAL DO SISTEMA DE BANCO DE TALENTOS Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do Ceará 1 Secretária do Planejamento e Gestão Desirée Custódio Mota Gondim Secretário Adjunto Reno Ximenes Ponte

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA FACINTER - EAD 2º SEMESTRE - 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA FACINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

NOTA TÉCNICA. Goiânia, outubro de 2014. Coordenada pelo Analista/ Pesquisador Legislativo Hernesto Lins P. Carneiro, Presidente da AALEGO.

NOTA TÉCNICA. Goiânia, outubro de 2014. Coordenada pelo Analista/ Pesquisador Legislativo Hernesto Lins P. Carneiro, Presidente da AALEGO. NOTA TÉCNICA O vencimento-base do cargo de Analista Legislativo da Alego nos contextos nacional e local: uma análise comparativa entre os cargos de Analista, Assistente e Procurador Coordenada pelo Analista/

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 RECURSOS HUMANOS EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR COM PERSPECTIVA DE DESENVOLVIVENTO DO CLIMA ORGANIZACONAL: O CASO DO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ RN

Leia mais

UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL

UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL R.L. Stange *, A. A. Batista*. * Universidade Tecnológica federal do Paraná, Guarapuava, Brasil e-mail: rlgomes@utfpr.edu.br Resumo

Leia mais

E-learning para servidores públicos de nível médio

E-learning para servidores públicos de nível médio 554.ART 04 24.06.05 19:13 Page 113 E-Learning para servidores públicos de nível médio E-learning para servidores públicos de nível médio Silvio Miyazaki* Marcelo Amaral Gonçalves de Mendonça** RESUMO Analisar

Leia mais

CURSOS PROJETAR 2011

CURSOS PROJETAR 2011 CURSOS PROJETAR 2011 Nº Curso/Palestra MÊS/DIA/CH Horário Local Vagas Público Alvo 1. ENCONTRO SETORIAL RH Ministrantes: Coordenadores e servidores RH Reitoria (02 e 03) 15h Dia 02 9h às 12h / Dia 03 8h

Leia mais

2575 - ARQUITETURA E URBANISMO OTURNO (NOTURNO)

2575 - ARQUITETURA E URBANISMO OTURNO (NOTURNO) Candidatos Aprovados - 2739 - Processo Seletivo 201/1 Pitágoras Uberlândia - Sábado 30/11 às 9h - Novembro (Ordem de ) 2575 - ARQUITETURA E URBANISMO OTURNO (NOTURNO) 1 Thais de Oliveira 101010980 ** Qtde

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 001/2015

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 001/2015 CONVÊNIO Nº: 812779/2014 - SDH/PR PROCESSO LICITATÓRIO Nº: 004/2015 OBJETO: Contratação de 01(um)apoio administrativo A Associação Fábrica Cultural, entidade

Leia mais

Faculdade de Ciências Humanas Programa de Pós-Graduação em Educação RESUMO EXPANDIDO DO PROJETO DE PESQUISA

Faculdade de Ciências Humanas Programa de Pós-Graduação em Educação RESUMO EXPANDIDO DO PROJETO DE PESQUISA RESUMO EXPANDIDO DO PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: TRABALHO DOCENTE NO ESTADO DE SÃO PAULO: ANÁLISE DA JORNADA DE TRABALHO E SALÁRIOS DOS PROFESSORES DA REDE PÚBLICA PAULISTA RESUMO O cenário atual do trabalho

Leia mais

Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011

Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011 Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011 Participantes: Órgãos Cenin Câmara dos Deputados CGU Controladoria Geral da União MP Ministério do Planejamento SF - Senado Federal PGR - Procuradoria

Leia mais

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Responsável: Hernandes Pires do Reis Consultor da Divisão de Manutenção e Suporte a Sistemas Endereço:

Leia mais

Ata Conselho de Usuários 12/11/2008.

Ata Conselho de Usuários 12/11/2008. Ata Conselho de Usuários 12/11/2008. Aos doze dias do mês de novembro de dois mil e oito, às 08h40min., reuniram-se o Presidente do Conselho, Sr. Osvaldo Eustáquio, o Vice-Presidente Sr. Petrolinces de

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, por meio da Escola de Gestão Pública de Palmas, torna

Leia mais