a nova geração de bookshelfs

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "a nova geração de bookshelfs"

Transcrição

1 caixas evolution acoustics mmmicroone, amplificador integrado harman kardon hk 990 e LG 84LM ULTRA HD 4K Arte em reprodução eletrônica Ano 18 outubro 2013 clubedoaudioevideo.com.br r$ AUDIO VIDEO MAGAZINE - MUSICIAN MAGAZINE. outubro # 194. ANO 18 LG 84LM ULTRA HD 4K uma janela para o mundo a nova geração de bookshelfs CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE amplificador integrado harman kardon hk 990 belo e funcional E MAIS Testes de áudio pré de fone luxman p-200 pré-amplificador air tight atc-2 cápsula ortofon 2m black rack finite elemente master reference opinião O SUTIL EQUILÍBRIO ENTRE A TRANSPARÊNCIA, A INTELIGIBILIDADE E A MUSICALIDADE

2

3 teste áudio 1 CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE Fernando Andrette Quando meu pai ia atender um novo cliente pela primeira vez, levava um bloco de anotações de bolso para o registro das respostas do cliente em relação a uma dúzia de perguntas que ele sempre fazia nesse primeiro contato. Quando eu o acompanhava nessa primeira visita, ficava atento às respostas para ter uma ideia das expectativas que o cliente tinha a respeito de um som de qualidade! As expectativas eram inúmeras, desde as mais banais, como possuir um sistema para música ambiente, como as mais difíceis de atingir, como uma reprodução fidedigna da obra musical! A única unanimidade era investir o menos possível, e ainda assim ter a melhor performance possível. Meu pai, quando o cliente ia partir do zero, sempre sugeria que a escolha se iniciasse pelas caixas acústicas, pois para ele as caixas deveriam possuir uma assinatura sônica que fosse do gosto do cliente, e só depois então se definiria o toca-discos, a cápsula e a eletrônica (amplificador integrado, receiver e gravador - cassete ou rolo). Seguindo a sua sugestão, vários de seus clientes conseguiram bons resultados! Lembro-me que, à medida que fui pegando gosto por acompanhá-lo em suas visitas, os sistemas mais sinérgicos e coerentes eram justamente os que tinham seguido a fórmula de primeiro escolher as caixas acústicas! Pela sua larga experiência, ao descobrir através das caixas o gosto do cliente, montar a eletrônica se tornava algo muito mais fácil e seguro. Quando comecei a ajudar os amigos na adolescência na montagem de seus sistemas, vivíamos o auge da perversa reserva de mercado, o que diminuiu drasticamente as opções de caixas e sistemas; ainda assim, sempre indicava a todos que começassem a peregrinação às lojas de áudio para ouvir todas as caixas que coubessem no orçamento e que mais lhe agradassem. O resultado era tão consistente, que todos que nesses últimos dez anos participaram dos nossos cursos de Percepção Auditiva receberam a dica de iniciar a montagem de seus sistemas pela escolha das caixas acústicas! Agora, ao contrário do tempo de reserva de mercado, o consumidor tem uma infinidade de excelentes opções, ampliando exponencialmente o leque de possibilidades! Dificilmente não se achará em nosso mercado caixas que atendam às expectativas, tanto em termos de assinatura sônica como de orçamento. Costumo brincar em minhas consultorias que virou uma grande maratona para o cliente ouvir todas as opções existentes, e ele terá que se municiar de bastante paciência e controlar sua ansiedade para escolher as caixas que mais lhe agradam! Meu pai dizia que as caixas acústicas eram o componente que mais se aproximava de um instrumento musical. E que, por isso mesmo, deveríamos ser muito atentos e pacientes para ouvir o maior leque de opções antes de batermos o martelo! Não só concordo com ele, como tenho absoluta convicção que o peso das caixas acústicas na escolha de outubro

4 CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE um sistema é muito maior do que de toda a eletrônica, pois são elas que darão ou não a assinatura sônica que desejamos. Nos últimos cinco anos, as caixas que mais evoluíram na minha opinião foram as bookshelfs! Os saltos foram realmente gigantescos, levando alguns modelos a quase burlar a lei da física de tamanho versus deslocamento de ar! Mas não foram só na reprodução dos graves que as bookshelfs evoluíram, essa nova geração possui diversas qualidades, como: melhor equilíbrio tonal, transparência, resposta de transientes e... pasmem: maior macrodinâmica! Em um teste cego, audiófilos rodados teriam dificuldades em dizer se o que estão escutando são colunas ou bookshelfs! Desta nova geração de caixas monitores, as Evolution Acoustics MMMicroOne merecem destaque, pois elas possuem tamanho de minimonitor, alto-falantes de médios graves de apenas quatro polegadas e, no entanto, se comportam como colunas hi-end! Como isso é possível? Essa é a primeira questão que nos vem à mente assim que sentamos para escutá-la! Onde está o truque para uma resposta de graves tão surpreendente, correta, plana e sem o menor resquício de coloração? E como aquelas minúsculas caixas conseguem reproduzir o corpo do instrumento de forma tão correta? À medida que fomos ouvindo as MMMicroOne, descobrimos enormes semelhanças sônicas com as nossas caixas de referência, as Evolution Acoustics MM3, pois o DNA é o mesmo! As MMMicroOne utilizam no crossover componentes com a mesma qualidade dos modelos mais tops, tais como capacitores de filme, resistores Mills com 1% de tolerância e indutores Goertz de núcleo de cobre de alta pureza. A montagem de todas as partes do crossover é casada manualmente, sendo feita ponto a ponto, eliminando as limitações das trilhas das placas de circuito impresso, que podem restringir a corrente do sinal. O cabeamento interno utiliza condutores sólidos de cobre puro OFC revestidos de teflon, e não condutores com multifilamentos e revestimento de PVC, pois os engenheiros da Evolution Acoustics em testes cegos constataram uma melhora significativa no silêncio de fundo, na microdinâmica e na transparência do acontecimento musical! O gabinete das MMMicroOne também utiliza a mesma tecnologia da linha top, com a montagem de múltiplas camadas de MDF na posição horizontal e a utilização de um composto adesivo especial para a união, formando um monólito sólido com grande espessura e resistência! Os diferentes tamanhos de cada camada das placas horizontais atuam internamente como uma câmara anecóica, eliminando drasticamente as reflexões internas do gabinete. Montadas as caixas, elas são ajustadas aos pares, para garantir o alinhamento em tempo e fase. As MMMicroOne utilizam um tweeter de fita de duas polegadas com dois woofers de cerâmica de quatro polegadas, e possuem em +/- 3 db resposta de 35 Hz a 30 khz, impedância de 6 Ohms e sensibilidade de 87 db, podendo trabalhar com potência mínima de 10 W e potencia máxima de 250 W (o fabricante não especifica se é potência máxima de pico ou musical). O acabamento é impecável e segue o padrão de toda a linha, com tom avermelhado. As caixas enviadas vieram com o pedestal original, por isso seguimos à risca todas as dicas de montagem e posicionamento para a audição. O manual é bastante completo, e traz dicas importantes do ajuste da altura das caixas para o ouvinte e a distância delas, tanto em salas quadradas como retangulares! Acredito que, seguindo à risca as dicas, pode-se chegar a bons resultados (desde que a acústica da sala e o sistema não sejam comprometedores), pois se tem algo que as MMMicroOne são exigentes é em relação aos seus pares e ao correto posicionamento na sala de audição! Mais do que o toe-in acentuado, elas gostam de arejamento à sua volta, para a belíssima reprodução de um palco sonoro gigantesco! Na nossa sala de testes, as MMMicroOne ficaram paralelas às paredes laterais, com distância entre o centro de seus tweeters de 3 m, e com 1,45 m de distância da parede às costas das caixas. Também fizemos testes de audição com 15 a 25 graus virados para a posição ideal do ouvinte, e grande parte da beleza da profundidade dos planos foi reduzida consideravelmente. Em algumas gravações de orquestra sinfônica com o ângulo nas caixas, os metais soavam dentro delas. Bastou, no entanto, voltarmos para o posicionamento das caixas paralelas às paredes laterais para os metais soarem atrás do canal direito, com total foco e arejamento! Claro que todas as possibilidades deverão ser testadas, principalmente em salas não tratadas acusticamente, ou quando as caixas fiquem a menos de 50 cm das paredes laterais. Mas se esse não for o seu caso, tente colocá-las paralelas à parede lateral e com a distância do tweeter ao outro tweeter de pelo menos 2,8 m. Outra qualidade muito conveniente no posicionamento das MMMicroOne é em relação à resposta dos graves, pois elas, ao contrário de outras minimonitores, são menos dependentes de estarem mais ou menos afastadas da parede às suas costas. E se prepare, pois a resposta nas baixas frequências é admirável em todos os aspectos! Como todas as caixas deste fabricante, ele sugere pelo menos 300 horas de queima antes de se iniciar audições criticas, e informa que até às horas as MMMicroOne ainda estarão em amaciamento! Como já tínhamos passado pela longa queima das MM3 (que sofreram grandes variações até mais de 500 horas), fizemos a primeira audição (que durou quase seis horas), demos nossas impressões iniciais e as deixamos em queima direta por 100 horas. 32 outubro. 2013

5 CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE Audia Flight One, Rega Isis e dcs Scarlatti; cabos de caixa: Reference da Sunrise Labs, Kubala-Sosna Elation e Transparent Audio Reference XL MM2; e pré-amplificadores: dartzeel NHB 18NS e Air Tight ATC-2 (leia o Teste 2 nesta edição). Depois das 300 horas de queima, as MMMicroOne ganharam uma assinatura sônica muito parecida com as nossas MM3, o que nos faz deduzir que para o desenvolvimento das bookshelfs os engenheiros da Evolution Acoustics se inspiraram e usaram de referência as caixas top. Começaria por citar a qualidade tímbrica das MMMicroOne, resultante de um equilíbrio tonal muito correto como o das caixas top. As bookshelfs não utilizam nenhum tipo de artifício ou coloração para reproduzir os extremos das frequências. Pelo contrário, elas se comportam como verdadeiros monitores de estúdio, apontando tanto as qualidades como os defeitos de qualquer gravação! O grau de transparência e recuperação de detalhes é absurdo! Nuances das mais sutis são retratadas com enorme precisão, mas jamais cometendo o erro de colocar esses detalhes acima da música. Tudo é tratado com seu devido peso e coerência. Os agudos estão entre os mais belos e naturais que escutei em caixas monitores. Uma das principais limitações na reprodução dos agudos em monitores é no corpo, por exemplo, dos pratos de andamento, que geralmente são pequenos e muitas vezes tímidos. Nas MMMicroOne, os pratos soam como foram captados, o que nos leva a perguntar sempre que os ouvimos, como pode naqueles pequenos gabinetes termos tão belo grau de reprodução de corpo, velocidade, decaimento, naturalidade e precisão? Para a nossa surpresa, ao contrário das MM3, as MMMicroOne não sofreram quase nenhuma alteração nas primeiras 100 horas, a única alteração aconteceu na região média / alta, que deu uma pequena recuada. Mais 100 horas de queima, e outra sutil alteração: os graves se mostraram mais soltos, recortados e planos. Fomos então para as últimas 100 horas de queima, e a sutil alteração ocorreu no decaimento e no arejamento das altas frequências, que se soltaram e ganharam vivacidade e melhor corpo. Com 300 horas de queima, colocamos as MMMicroOne em teste na companhia dos seguintes equipamentos: integrados: Cary SLI 80, Sunrise V8 MkII e Air Tight ATM-1S (como integrado); powers: Air Tight ATM 3B, Dan D Agostino e Krell Evo One; CD players: Luxman D-05, A região média das MMMicroOne possui uma química sonora entre calor e transparência só apreciada com tamanho conforto em caixas muito mais caras e exigentes com a eletrônica e o cabeamento. Não que as bookshelfs não sejam exigentes, mas elas possuem em maior grau uma condescendência que as caixas mais tops e caras não permitem! Os médios são reproduzidos, ainda que em gravações tecnicamente limitadas, com enorme conforto auditivo e um grau de veracidade muito sedutor e cativante! Os melhores exemplos foram diversas gravações de vozes e instrumentos acústicos. Ainda que a todo instante você seja surpreendido com nuances, o todo jamais se perde. Para audições mais sérias, em que o ouvinte deseja compreender o grau de complexidade da obra, essa qualidade é magistral! Mas sem dúvida alguma a maior surpresa das MMMicroOne está reservada para a reprodução de médios graves. O mais otimista defensor de bookshelfs não tem a menor ideia do grau de qualidade que essas diminutas caixas atingiu! É no mínimo um espanto ouvir graves de um órgão de tubo com tamanha integridade, inteligibilidade 34 outubro. 2013

6 CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE e peso! Você simplesmente abre um enorme sorriso ao ver sua performance e autoridade em gravações tão complexas e demolidoras de caixas muito maiores e mais caras! Por diversas noites desafiei as MMMicroOne com Pastorius, Marcus Miller, Sinfonia Fantástica de Berlioz... E sempre com o controle de volume na mão, achando que os cones de quatro polegadas iriam se desintegrar ou saltar no meu colo. E tenho que admitir que fui vencido em todas as minhas tentativas de dobrá-las! Pelo tamanho, elas jamais deveriam estar em uma sala de 50 metros quadrados, e como explicar uma performance tão consistente assim? Graves corretos, com peso, extensão e um conforto auditivo que a cada nova audição nos brotava o desejo de descobrir os seus limites! Tão surpreendente quanto o equilíbrio tonal foi a reprodução do palco sonoro. Sabemos que boas bookshelfs reproduzem foco, recorte e arejamento com grande facilidade. Mas eu pessoalmente ainda não tinha ouvido uma minimonitor agregar a essas qualidades uma profundidade e largura tão espetaculares! Os planos de uma orquestra, assim como o tamanho (corpo) dos instrumentos são uma transgressão da física nas MMMicroOne. Ainda que menores em proporção às nossas referências, são tão coerentes e coesos que de olhos fechados não se acredita que sejam provenientes daquelas pequenas caixas. Para os apaixonados por palco sonoro, ouvir as MMMicroOne é uma experiência obrigatória, e ao mesmo tempo chocante; seu cérebro não compreende o que está ouvindo e vendo, pois ambas as sensações são diametralmente opostas! Mas se tem dois quesitos de nossa metodologia em que as caixas se destacam, esses são sem dúvida nenhuma textura e macrodinâmica! O primeiro, integralmente fácil de entender pelo alto grau de transparência, equilíbrio tonal e naturalidade tímbrica. Mas como explicar a reprodução de macrodinâmica? Pela visão, será um choque relacionar tamanho ao que estamos escutando. Neste quesito as MMMicroOne recebem a melhor nota já dada para uma caixa bookshelf em toda a história da Áudio Vídeo Magazine, e se as caixas tivessem um pouco mais de peso e deslocamento de ar nas baixas frequências, seriam as primeiras bookshelfs Estado da Arte testadas por nós! Elas, como diríamos nos termos futebolísticos, bateram na trave! Foi realmente por muito pouco que as MMMicroOne não chegaram lá! A materialização física do acontecimento musical nas caixas é uma questão apenas da gravação possibilitar essa sensação. Em excelentes gravações tudo se torna palpável, ao alcance de nossas mãos! É uma mistura perfeita de naturalidade, musicalidade e veracidade que pensávamos só estar presente em caixas muito mais caras! 36 outubro. 2013

7 CONCLUSÃO Imagine então dizer, amigo leitor, que todo esse pacote custa oito mil dólares (com pedestal de fábrica), e que em salas de até 30 metros quadrados as MMMicroOne não se intimidarão em reproduzir seu gênero musical preferido! E que, ligadas a um sistema Estado da Arte, ainda que elas estejam ali na região fronteiriça por apenas um ponto, as caixas se comportam como genuínas Estado da Arte! Essas são as desconcertantes Evolution Acoustics MMMicroOne, que desde que foram apresentadas nas feiras internacionais há dois anos, ocupam enorme destaque nos fóruns de Tweeter 2 PDAV (Pleated Diaphragm Air Velocity) áudio internacionais, sendo que para alguns foram consideradas as melhores caixas hi-end dos eventos, independentemente do preço! Não desejo entrar no mérito de serem ou não as melhores bookshelfs do momento (afinal, todos sabemos que neste mercado a permanência no pódio não é muito longa), mas posso afirmar com enorme certeza serem sem dúvida as melhores bookshelfs que testamos nos dezoito anos da revista! E tranquilamente elas podem e devem ser escutadas por todos aqueles que, por falta de espaço ou orçamento apertado, mas com um gosto eclético e exigente, buscam há anos por caixas monitores que tenham todas as qualidades de bookshelfs, mas que quando forem exigidas se agigantem e mostrem todos os seus pedigrees de colunas hi-end Estado da Arte! Mid-bass Resposta de frequência (+/- 3 db) Resposta de frequência (- 6 db) Impedância Desvio de impedância Sensibilidade Alinhamento Tipo de crossover Alinhamento de fase Alinhamento de tempo Potência máxima de pico Potência mínima Gabinete tipo Painel frontal Peso Dimensões (A x L x P) (sem pedestal) 4 CMAT (Ceramic Matrix) 35 Hz - 30 khz (em sala / não-anecóica) 30 Hz - 35 khz (em sala / não-anecóica) 6 Ohms +/- 2 Ohms 87 db 2 vias Voltagem constante Sim Sim 250 W RMS 10 W RMS Monitor 2 de espessura 14 kg (cada) 46 x 18 x 31 cm CAIXAS EVOLUTION ACOUSTICS MMMICROONE Equilíbrio Tonal 10,0 Palco Sonoro 10,0 Textura 11,0 Transientes 11,0 Dinâmica 9,5 Corpo Harmônico 9,5 Organicidade 10,0 Musicalidade 11,0 Total 82,0 VOCAL ROCK. POP JAZZ. BLUES MÚSICA DE CÂMARA SINFÔNICA Logical Design (21) US$ (com pedestal) referência outubro

CAIXAS ACÚSTICAS DALI EPICON 8

CAIXAS ACÚSTICAS DALI EPICON 8 teste áudio 3 CAIXAS ACÚSTICAS DALI EPICON 8 Fernando Andrette fernando@clubedoaudio.com.br Pelo fato do amigo Jorge Gonçalves da revista portuguesa Audio Cinema em Casa ser o presidente da EISA, entidade

Leia mais

a melhor 4k da atualidade?

a melhor 4k da atualidade? tv samsung suhd 78js9500, amplificador avm ovation sa8.2, projetor epson laser ls 1000, pré-amplificador hegel p30 e cápsula van den hul the crimson SE 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução

Leia mais

o lado transparente do som cd player moon 750d Arte em reprodução eletrônica

o lado transparente do som cd player moon 750d Arte em reprodução eletrônica cd player moon 750d, amplificador integrado ax-7 e cd player cx-7 ayre, integrado vincent SV-226MKII e caixas acoustic energy radiance 3 Arte em reprodução eletrônica 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0

Leia mais

exclusivo testamos a incrível samsung 85 Ultra hd 4k, a única tv de led estado da arte

exclusivo testamos a incrível samsung 85 Ultra hd 4k, a única tv de led estado da arte CAIXAs WILSON AUDIO ALEXIA, TV SAMSUNG 85 ULTRA HD 4K, AMPLIFICADOR INTEGRADO CARY SLI 80, TOCA-DISCOS REGA RP8 E CÁPSULA KOETSU ROSEWOOD STANDARD 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução

Leia mais

16anos A MAGIA GERMÂNICA SUBLIME SONORIDADE EDIÇÃO DE ANIVERSÁRIO. caixa AUDIO PHYSIC AVANTERA. Arte em reprodução eletrônica. TECNOLOGIA DE TVs OLED

16anos A MAGIA GERMÂNICA SUBLIME SONORIDADE EDIÇÃO DE ANIVERSÁRIO. caixa AUDIO PHYSIC AVANTERA. Arte em reprodução eletrônica. TECNOLOGIA DE TVs OLED caixa audio physic avantera, amplificador goldmund telos 350, caixas dynaudio focus 260 e rack solid tech f1 Arte em reprodução eletrônica A MAGIA GERMÂNICA caixa AUDIO PHYSIC AVANTERA 0 0 1 7 1 0 0 1

Leia mais

Arte em reprodução eletrônica

Arte em reprodução eletrônica caixa B&W 805D, amplificador integrado NAD M2, integrado AMC XIA e pré-processador Krell evolution 707 a forma da sedução B&W 805D NAD M2 nova geração de amplicadores digitais Arte em reprodução eletrônica

Leia mais

Curso de Caixas Acústicas Parte 4 capacitores, divisores de frequência e atenuadores

Curso de Caixas Acústicas Parte 4 capacitores, divisores de frequência e atenuadores Curso de Caixas Acústicas Parte 4 capacitores, divisores de frequência e atenuadores Autor: Fernando A. B. Pinheiro Entrar em uma loja e escolher os falantes é facílimo. Conseguir um marceneiro para fabricar

Leia mais

um power de respeito amplificador monobloco bmc m2

um power de respeito amplificador monobloco bmc m2 amplificador monobloco bmc m2, amplificador integrado sunrise lab v8 mk ii, caixas acústicas rega rs5 e pré de phono tom evans microgroove plus AUDIO VIDEO MAGAZINE - MUSICIAN MAGAZINE. agosto 2013. #

Leia mais

beleza para os olhos e ouvidos pré-amplificador boulder 1010 Arte em reprodução eletrônica Testes de áudio

beleza para os olhos e ouvidos pré-amplificador boulder 1010 Arte em reprodução eletrônica Testes de áudio pré-amplificador boulder 1010, amplificador rega brio-r, cd player mbl 1531A e caixas boston acoustics a 26 Arte em reprodução eletrônica 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 0 0 1 7 3 0 0 1 6 7 0 0

Leia mais

a melhor 4k da atualidade?

a melhor 4k da atualidade? tv samsung suhd 78js9500, amplificador avm ovation sa8.2, projetor epson laser ls 1000, pré-amplificador hegel p30 e cápsula van den hul the crimson SE 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução

Leia mais

a obra prima de dan d agostino

a obra prima de dan d agostino AMPLIFICADOR MONOBLOCO MOMENTUM DAN D AGOSTINO, AMPLIFICADOR INTEGRADO MBL CORONA C51 E SMART TV LG LED LCD 47LM8600 Arte em reprodução eletrônica a obra prima de dan d agostino amplificador monobloco

Leia mais

Harman do Brasil / Divisão Lifestyle Alan Leider, Marcelo Rigo e Silvio Jr Abril de 2015

Harman do Brasil / Divisão Lifestyle Alan Leider, Marcelo Rigo e Silvio Jr Abril de 2015 Harman do Brasil / Divisão Lifestyle Alan Leider, Marcelo Rigo e Silvio Jr Abril de 2015 1 2 Introdução Por mais de 60 anos, os engenheiros da JBL vêm desenvolvendo com precisão e fidelidade o som disponível

Leia mais

Teste 2 Áudio Pré Amplificador Cary C-306

Teste 2 Áudio Pré Amplificador Cary C-306 abril/2007 1 Teste 2 Áudio Pré Amplificador Cary C-306 56 abril/2007 Pré Amplificador Cary C-306 Fernando Andrette Quando o Vlamir da Logical Design ligou para confirmar que pela segunda vez iríamos ser

Leia mais

bravíssimo! amplificador audia flight strumento nº 4

bravíssimo! amplificador audia flight strumento nº 4 amplificador audia flight strumento nº 4, pré-amplificador & streamer digital audionet dnp e caixas canton reference 9.2 dc 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução eletrônica bravíssimo!

Leia mais

G u i a R á p i d o d e I n s t a l a ç ã o

G u i a R á p i d o d e I n s t a l a ç ã o C r o C r s o s o s v o v e e r r E l e t r ô n i c i c o o 2 2 V i V a s i a s G u i a R á p i d o d e I n s t a l a ç ã o Se desejar um rápido esclarecimento sobre a instalação do crossover eletrônico

Leia mais

CAIXAS ACÚSTICAS. teste áudio 2

CAIXAS ACÚSTICAS. teste áudio 2 teste áudio 2 CAIXAS ACÚSTICAS konforti audio ALEPH Fernando Andrette fernando@clubedoaudio.com.br Poderia muito bem começar esse teste com o famoso era uma vez, pois a história por detrás dessas belas

Leia mais

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Queremos agradecer sua escolha do AUDIOPAX Model 7. Sabemos que você deve estar ansioso

Leia mais

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência MÓDULOS PLUG & PLAY MÓDULO ADL Manual de referência Parabéns pela aquisição de um produto STUDIO R! Eles foram projetados para anos de operação confiável sob as mais rigorosas condições. Seu STUDIO R deverá

Leia mais

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada 9V RMS Tweeter CH Crossover /octave 2K, 4K, 6K, 8K Mid CH Crossover /octave Low: 0, 0, 0Hz em Flat High:,, 1,Hz Mid Bass Crossover /octave

Leia mais

INFLUÊNCIA DA IMPEDÂNCIA DO ALTO-FALANTE NA POTÊNCIA DO AMPLIFICADOR.

INFLUÊNCIA DA IMPEDÂNCIA DO ALTO-FALANTE NA POTÊNCIA DO AMPLIFICADOR. INFLUÊNCIA DA IMPEDÂNCIA DO ALTO-FALANTE NA POTÊNCIA DO AMPLIFICADOR. A maneira como utilizamos os alto-falantes pode implicar em ganhos ou perdas de potência de um amplificador. Um ganho de potência pode

Leia mais

ANÁLISE DE PERCEPÇÃO MUSICAL USANDO SISTEMAS DE ALTA FIDELIDADE. Antonio Carlos Pinho 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

ANÁLISE DE PERCEPÇÃO MUSICAL USANDO SISTEMAS DE ALTA FIDELIDADE. Antonio Carlos Pinho 1 (Coordenador da Ação de Extensão) ANÁLISE DE PERCEPÇÃO MUSICAL USANDO SISTEMAS DE ALTA FIDELIDADE Cultura Antonio Carlos Pinho 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Antonio Carlos Pinho, Kátia Elisa Prus Pinho 2, Ronan Tussi 3, Daniel Gebbran

Leia mais

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria Manual de consulta rápida Obrigado por escolher este produto da JBL O alto-falante de barra de som energizado JBL Cinema SB100 é um sistema

Leia mais

AMPLIFICADOR HD 1600 HD 2200 HD 2800 MANUAL DE INSTRUÇÕES INTRODUCÃO INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO - 1 - 1 CANAL - CLASSE D - 2 Ohms

AMPLIFICADOR HD 1600 HD 2200 HD 2800 MANUAL DE INSTRUÇÕES INTRODUCÃO INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO - 1 - 1 CANAL - CLASSE D - 2 Ohms INTRODUCÃO AMPLIFICADOR MANUAL DE INSTRUÇÕES HD 1600 HD 2200 HD 2800 Nós da HURRICANE agradecemos pela escolha dos nossos produtos. Nossos amplificadores são projetados para oferecer a mais alta performance.

Leia mais

uma terceira via sonora

uma terceira via sonora AMPLIFICADOR INTEGRADO HEGEL H300, CAIXA ACÚSTICA BURMESTER B10, AMPLIFICADOR INTEGRADO VALVULADO TRIODE TRV-35SE e CAIXAS ACÚSTICAS ELAC 244.2 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução

Leia mais

Nova linha. Tudo o que você gostaria está aqui!

Nova linha. Tudo o que você gostaria está aqui! Nova linha Multiuso Voxstorm Tudo o que você gostaria está aqui! Multiuso USB Multiuso USB * Códigos 289/291/389/388/389 não tem conexão bluetooth. PSG 120 potência: 20 Watts RMS 01 alto falante de 6 02

Leia mais

Potência uma coisa mais que complicada - Parte VI - Conclusão

Potência uma coisa mais que complicada - Parte VI - Conclusão Potência uma coisa mais que complicada - Parte VI - Conclusão Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Após termos estudado vários tópicos sobre potência, acredito ser interessante dar uma revisada geral

Leia mais

Guia prático para a construção artesanal de um transformador de áudio para o projeto AX84-P1.

Guia prático para a construção artesanal de um transformador de áudio para o projeto AX84-P1. Guia prático para a construção artesanal de um transformador de áudio para o projeto AX84-P1. a) Observações. (Texto preliminar: Sérgio Trindade sergio@itazi.com.br) O texto abaixo não tem pretensão de

Leia mais

Amplificador de microfone de baixo custo e alta qualidade

Amplificador de microfone de baixo custo e alta qualidade Amplificador de microfone de baixo custo e alta qualidade Artigo original : http://www.dxfun.com/modules.php?name=news&file=article&sid=1024 A NATUREZA DA VOZ HUMANA E OS MICROFONES Alguns microfones comerciais

Leia mais

Para garantir que você tenha toda a performance do seu amplificador e evitar prejuízos procure instaladores especializados.

Para garantir que você tenha toda a performance do seu amplificador e evitar prejuízos procure instaladores especializados. Prezado Cliente, Parabéns pela aquisição de um dos mais conceituados amplificadores automotivos do mercado brasileiro. Os aparelhos da Power Systems Audio são fabricados com as melhores marcas de componentes

Leia mais

Índice 01. FC Series Falcon Components FC 260 M 5" MID BASS FC 260 M 6" MID BASS FC 260 Q 5" QUADRIAXIAL FC 260 Q 6" QUADRIAXIAL

Índice 01. FC Series Falcon Components FC 260 M 5 MID BASS FC 260 M 6 MID BASS FC 260 Q 5 QUADRIAXIAL FC 260 Q 6 QUADRIAXIAL Índice 01 FC Series Falcon Components FC 260 M 5" MID BASS FC 260 M 6" MID BASS FC 260 Q 5" QUADRIAXIAL FC 260 Q 6" QUADRIAXIAL FC 160 Q 5" QUADRIAXIAL FC 160 Q 6" QUADRIAXIAL FC 6910 Q 6X9" QUADRIAXIAL

Leia mais

www.powersystemsaudio.com.br

www.powersystemsaudio.com.br Prezado Cliente, Parabéns pela aquisição de um dos mais conceituados amplificadores automotivos do mercado brasileiro. Os produtos Power Systems são fabricados com as melhores marcas de componentes do

Leia mais

Bosch Security Systems Para mais informações, visite a nossa página: www.boschsecurity.com ou envie um e-mail para: pt.securitysystems@bosch.

Bosch Security Systems Para mais informações, visite a nossa página: www.boschsecurity.com ou envie um e-mail para: pt.securitysystems@bosch. Tradição de qualidade e inovação Há mais de 100 anos que Bosch é sinónimo de qualidade e confiança. A Bosch Security Systems detém orgulhosamente uma vasta gama de equipamentos para intrusão, incêndio,

Leia mais

LBC 3200/00 Coluna linear de altifalantes para interior

LBC 3200/00 Coluna linear de altifalantes para interior Sistemas de Comunicação LBC 3200/00 Coluna linear de altifalantes para interior LBC 3200/00 Coluna linear de altifalantes para interior www.boschsecurity.com/pt u u Área de audição alargada Excelente inteligibilidade

Leia mais

Seu manual do usuário EXAUDI A 5000 HE http://pt.yourpdfguides.com/dref/708330

Seu manual do usuário EXAUDI A 5000 HE http://pt.yourpdfguides.com/dref/708330 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para EXAUDI A 5000 HE. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a EXAUDI A 5000

Leia mais

G 086 - BALDE. fibrasom@fibrasom.com.br Fone: (11) 4075.4476

G 086 - BALDE. fibrasom@fibrasom.com.br Fone: (11) 4075.4476 G 086 - BALDE Impedância Nominal: 8 Ohms Potência Musical: 200 Watts Potência RMS : 100 Watts Resposta de Freqüência: 100 Hz a 19 Khz 01 Falante 6' 01 Tweeter 3' Altura: 305 mm Largura: 360 mm Profundidade:

Leia mais

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1 CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO REV. A - Pg 1 APRESENTAÇÃO Agradecemos a aquisição de um produto da Rotstage. O amplificador CJ50 foi desenvolvido para o guitarrista que tem estilo e faz estilos.

Leia mais

SERIES MANUAL TÉCNICO M112D

SERIES MANUAL TÉCNICO M112D SERIES MANUAL TÉCNICO M112D High Power Stage Monitor Dimensões: Peso: Construção: Acabamento: Tela de proteção: Conexão de áudio: Conexão de AC: 382mm x 485mm x 660mm (AxLxP) 36kg MadeFibra Poliéster preto

Leia mais

audio system tecnologia e performance em sistemas de áudio

audio system tecnologia e performance em sistemas de áudio tecnologia e performance em sistemas de áudio BLA-124 Caixa acústica tipo vertical line array compacto com excelente inteligibilidade de voz e instrumentos musicais. Distribuição natural, uniforme e controle

Leia mais

A Empresa. Missão: Visão:

A Empresa. Missão: Visão: A Empresa Criada em 15 de dezembro de 1993, com sede na Av. Julio Borella, 1418, em Marau-RS, a Eco Som iniciou suas atividades a partir da idéia dos sócios e músicos Valter Bido e Ademar de Oliveira,

Leia mais

Ligação áudio balanceado com conector P10 estéreo

Ligação áudio balanceado com conector P10 estéreo O Power Click modelo MX 4x4 é um sistema de audição por headphone com 4 entradas de som (inputs) e 4 conexões para headphones. Cada headphone recebe todos os inputs. Portanto, os 4 inputs são ouvidos simultâneamente

Leia mais

tecnologia polk 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SC

tecnologia polk 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SC CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SC SOM INCRÍVEL, PREÇO ACESSÍVEL CATÁLOGO DA SÉRIE 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SC SC85-IPR & SC80-IPR BASTA LIGAR E ELAS ESTÃO PRONTAS PARA IP As caixas acústicas LC265i-IP elc80i-ip

Leia mais

Som Automotivo Black Bird

Som Automotivo Black Bird Som Automotivo Black Bird Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações necessárias

Leia mais

ARTE EM REPRODUÇÃO ELETRÔNICA

ARTE EM REPRODUÇÃO ELETRÔNICA ANO 14 DEZEMBRO 2009 152 clubedoaudio.com.br R$14 5 ARTE EM REPRODUÇÃO ELETRÔNICA 1 Homero Lotito, O MAGO DA MASTERIZAÇÃO Ricardo de Marino ricardo@clubedoaudio.com.br Homero Lotito possui um variado background

Leia mais

Model 5 A3 A Terceira Geração Model 5

Model 5 A3 A Terceira Geração Model 5 1 Obrigado por adquirir um AUDIOPAX Model 5 A3, a terceira geração de nosso pré amplificador de referência que foi projetado para ser o mais revelador e musical atualmente disponível. Ele evoluiu a partir

Leia mais

Bobinas Móveis e as suas principais características:

Bobinas Móveis e as suas principais características: Bobinas Móveis e as suas principais características: Iniciarei aqui um breve estudo dos alto-falantes, e dos seus principais componentes. Irei escrever alguns textos relacionados ao assunto, tentando detalhar

Leia mais

USO E APLICAÇÕES ATIVA E PASSIVAPL 10A

USO E APLICAÇÕES ATIVA E PASSIVAPL 10A CERTIFICADO DE GARANTIA ATENÇÃO: Este Certificado terá validade somente mediante a apresentação da competente Nota Fiscal de compra. Sem a nota fiscal de compra o previsto neste Certificado não terá efeito.

Leia mais

Por favor, leia atentamente este manual para obter detalhes quanto o correto equipamento.

Por favor, leia atentamente este manual para obter detalhes quanto o correto equipamento. TIME USB MP3 / WMA PLAYER MODE FD - FD+ MIC 1 LEVEL MIC 2 LEVEL LINE LEVEL L / R MIC2 INPUT LINE INPUT TREBLE BASS MP3/WMA LEVEL LINE OUT CLIP CORD AUTOMATIC VOLTAGE SELECTOR 100-240Vac 50 / 60Hz Nur Sicherung

Leia mais

Número PE042/2013. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE042/2013. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 UNIVERSIDADE DO SUDOESTE DA - CAMPUS VITORIA DA C 1 CAIA, de som, bi-amplificadanas. - Duas vias para alta potencia (ativo e passivo); - Chave seletora ativo/passivo; - Ressonancia: 40 Hz; - Conexao:

Leia mais

Bobina de Tesla. O Principio de funcionamento da bobina de tesla, é bem simples, sendo fácil de qualquer um montar. Abaixo vai um esquema básico:

Bobina de Tesla. O Principio de funcionamento da bobina de tesla, é bem simples, sendo fácil de qualquer um montar. Abaixo vai um esquema básico: Bobina de Tesla AVISO: cuidado com a alta tensão, a saída da bobina de tesla, pode não matar, mas causa queimaduras de até 3º grau, certifique-se sempre de que o raio esteja indo primeiro para um condutor

Leia mais

ASL-1125 DECIBELÍMETRO ANALÓGICO MANUAL DE INSTRUÇÕES

ASL-1125 DECIBELÍMETRO ANALÓGICO MANUAL DE INSTRUÇÕES ASL-1125 DECIBELÍMETRO ANALÓGICO MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente as informações deste Manual de Instruções antes de utilizar o instrumento. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 02 2. ESPECIFICAÇÕES... 03 2.1

Leia mais

Som Automotivo MP3 Blue Macaw

Som Automotivo MP3 Blue Macaw Som Automotivo MP3 Blue Macaw Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Construindo um Filtro de Linha

Construindo um Filtro de Linha Construindo um Filtro de Linha Eng Roberto Bairros dos Santos. Um empreendimento Bairros Projetos didáticos> Este artigo descreve como construir de forma prática um filtro de linha para PC. 1 Índice: Conteúdo:

Leia mais

Apostilas em formato A4 Impressas individualmente

Apostilas em formato A4 Impressas individualmente Apostilas em formato A4 Impressas individualmente Não são cópias Papel e impressão de Alta Qualidade OBS: a qualidade das apostilas impressas é superior à qualidade da amostra que você vê aqui. 23.4 Comparativo

Leia mais

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS CONDIÇÕES GERAIS Utilize o texto e vídeo abaixo como referencia se você deseja montar uma pista de LEDs, LEMBRANDO QUE É APENAS UMA SUGESTÃO, VOCÊ PODE

Leia mais

CONTROLES E CONEXÕES DO PAINEL TRASEIRO DA BARRA DE SOM CONTROLES DO PAINEL SUPERIOR E CONTROLE REMOTO DA BARRA DE SOM. Interruptor EQ.

CONTROLES E CONEXÕES DO PAINEL TRASEIRO DA BARRA DE SOM CONTROLES DO PAINEL SUPERIOR E CONTROLE REMOTO DA BARRA DE SOM. Interruptor EQ. CONTROLES E CONEXÕES DO PAINEL TRASEIRO DA BARRA DE SOM CONTROLES DO PAINEL SUPERIOR E CONTROLE REMOTO DA BARRA DE SOM Interruptor EQ Botão Power (Ligar) Botão Source (Fonte) Botões de Volume Botão Surround

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA 1 2 INTRODUÇÃO Obrigado por adquirir nosso produto e confiar na marca BOOG. Esteja certo de que você acaba de adquirir um produto de eficiente desempenho,

Leia mais

A NATUREZA DO SOM. Diogo Maia

A NATUREZA DO SOM. Diogo Maia A NATUREZA DO SOM Diogo Maia "SE UMA ÁRVORE CAÍSSE NA FLORESTA E NÃO HOUVESSE NINGUÉM LÁ PARA OUVIR, ELA FARIA BARULHO...? "SE UMA ÁRVORE CAÍSSE NA FLORESTA E NÃO HOUVESSE NINGUÉM LÁ PARA OUVIR, ELA FARIA

Leia mais

A EVOLUÇÃO DOS GRAVES

A EVOLUÇÃO DOS GRAVES SUBWOOFERS DA SÉRIE PSW DESEMPENHO EXPLOSIVO PARA FILMES OU MÚSICA CATÁLOGO DA SÉRIE 2 SUBWOOFERS DA SÉRIE PSW A EVOLUÇÃO DOS GRAVES DE ALTO DESEMPENHO Estes três subwoofers amplificados produzem graves

Leia mais

860w 1060w 1062w 1260w 1262w

860w 1060w 1062w 1260w 1262w DEUTSCH ENGLISH R E F E R E N C E 860w 1060w 1062w 1260w 1262w DANSK SVENSK ITALIANO NEDERLANDS ESPAÑOL FRANÇAIS SUOMI Русский POLSKI R E F E R E N C E Obrigado por ter adquirido os subwoofers Série Reference

Leia mais

Questão 2 Uma esfera de cobre de raio R0 é abandonada em repouso sobre um plano inclinado de forma a rolar ladeira abaixo. No entanto, a esfera

Questão 2 Uma esfera de cobre de raio R0 é abandonada em repouso sobre um plano inclinado de forma a rolar ladeira abaixo. No entanto, a esfera Questão 1 Na figura abaixo, vê-se um trecho de uma linha de produção de esferas. Para testar a resistência das esferas a impacto, são impulsionadas a partir de uma esteira rolante, com velocidade horizontal

Leia mais

DIVISOR DE FREQÜÊNCIA CAPACITIVO PARA DRIVERS & TWEETERS, COM ATENUAÇÃO

DIVISOR DE FREQÜÊNCIA CAPACITIVO PARA DRIVERS & TWEETERS, COM ATENUAÇÃO DIVISOR DE FREQÜÊNCIA CAPACITIVO PARA DRIVERS & TWEETERS, COM ATENUAÇÃO omero Sette Silva, Eng. Revisão 2 8 3 A utilização correta de drivers e tweeters não só implica no uso de divisores de freqüência

Leia mais

SERIES MANUAL TÉCNICO

SERIES MANUAL TÉCNICO SERIES MANUAL TÉCNICO F112D Compact High Power Loudspeaker Dimensões: Peso: Construção: Acabamento: Tela de proteção: Conexão de áudio: Conexão de AC: 606mm x 400mm x 357mm (AxLxP) 31,5kg MadeFibra Poliéster

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA AB 2200 PLUS AMPLIFICADOR DE POTÊNCIA ESTÉREO PARA AUTOS Car Stereo Booster 360W POTÊNCIA DE SAÍDA (PMPO) CARACTERÍSTICAS 1 Estando conectado à saída para

Leia mais

Automação Industrial Parte 5

Automação Industrial Parte 5 Automação Industrial Parte 5 Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html Sensores capacitivos -Sensores de proximidade capacitivos estão disponíveis em formas e tamanhos

Leia mais

PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido.

PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido. Modelo XLR S PowerClick modelo XLR S foi desenvolvido para oferecer alta qualidade de som em monitoração de áudio por fones de ouvido. Este modelo é um equipamento estéreo, oferecendo opção MONO, por chave

Leia mais

a revisão atualizada de um grande sucesso um sucesso de crítica e público Arte em reprodução eletrônica Testes de áudio

a revisão atualizada de um grande sucesso um sucesso de crítica e público Arte em reprodução eletrônica Testes de áudio PRÉ-AMPLIFICADOR BURMESTER REFERENCE 077, CD PLAYER MBL CORONA C31, AMPLIFICADOR INTEGRADO VALVULADO CAV T-50 e tv SAMSUNG UN55HU8500G 3D LED UHD 4K 2.160P 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte

Leia mais

Baofeng UV-5R correção modulação

Baofeng UV-5R correção modulação Baofeng UV-5R correção modulação Aqui está um post que foi no meu site anterior, que era popular. Esta modificação foi feita originalmente por Colin G4EML do Reino Unido. Eu já tinha visto este método

Leia mais

VELOCIDADE, AGILIDADE, EQUILÍBRIO e COORDENAÇÃO VELOCIDADE

VELOCIDADE, AGILIDADE, EQUILÍBRIO e COORDENAÇÃO VELOCIDADE 1 VELOCIDADE, AGILIDADE, EQUILÍBRIO e COORDENAÇÃO VELOCIDADE - É a capacidade do indivíduo de realizar movimentos sucessivos e rápidos, de um mesmo padrão, no menor tempo possível. Força; Fatores que influenciam

Leia mais

um super toca-discos basis debut

um super toca-discos basis debut toca-discos basis debut, cápsula air tight pc-1 supreme, cabo firewire absolute dream e tv lg 55ea9800 55 oled 0 0 1 7 1 0 0 1 6 5 0 0 1 7 2 0 0 1 6 6 Arte em reprodução eletrônica 0 0 1 7 3 0 0 1 6 7

Leia mais

CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SURROUNDBAR SOM SURROUND EM UMA SÓ UNIDADE

CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SURROUNDBAR SOM SURROUND EM UMA SÓ UNIDADE CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE SOM SURROUND EM UMA SÓ UNIDADE CATÁLOGO DA SÉRIE 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE UM SISTEMA DE CINEMA EM CASA COM- PLETO QUE GERA SONS QUE REENCHEM O AMBIENTE A PARTIR DE UMA ÚNICA

Leia mais

Amplificadores, Falantes, Caixas Acústicas e uma tal de Impedância Parte 1

Amplificadores, Falantes, Caixas Acústicas e uma tal de Impedância Parte 1 Amplificadores, Falantes, Caixas Acústicas e uma tal de Impedância Parte 1 Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Um dos trabalhos do operador de som é tirar o máximo proveito do seu sistema de sonorização,

Leia mais

Acabando com a "Guerra do Volume"

Acabando com a Guerra do Volume Acabando com a "Guerra do Volume" Autor: Fernando A. B. Pinheiro Desde que comecei a trabalhar com sonorização em igrejas, há 15 anos, sempre vi uma guerra ser travada a cada culto e evento realizado.

Leia mais

Automatização para janelas maxim-ar e de tombar

Automatização para janelas maxim-ar e de tombar Automatização para janelas maxim-ar e de tombar Distribuído por Somfy Brasil www.somfy.com.br A Mingardi é uma empresa do grupo Somfy International, líder mundial em automatização de sistemas de aberturas

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

CS-HS601 MANUAL DE INSTRUÇÕES ALTO-FALANTES ESTÉREO PARA CARRO. SAC 0800-142080 Impresso no Brasil

CS-HS601 MANUAL DE INSTRUÇÕES ALTO-FALANTES ESTÉREO PARA CARRO. SAC 0800-142080 Impresso no Brasil CS-HS601 ALTO-FALANTES ESTÉREO PARA CARRO MANUAL DE INSTRUÇÕES ALTO-FALANTES ESTÉREO PARA CARRO CS-HS601 SAC 0800-142080 Impresso no Brasil Para uso do cliente: Anote abaixo o modelo e o número de série,

Leia mais

TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO

TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO TRC-340 MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SOM 2.0 CANAIS HI-FI ÍNDICE Prefacio...2 Conteúdo da Embalagem...2 Informações de segurança...3 Funções do Painel Frontal...4 Funções Painel Traseiro...4 Conexões do

Leia mais

Owner s Manual. ZT Amplifiers. Lunchbox Junior. Guitar Amplifier LBJ1

Owner s Manual. ZT Amplifiers. Lunchbox Junior. Guitar Amplifier LBJ1 Owner s Manual ZT ZT Amplifiers Lunchbox Junior Guitar Amplifier LBJ1 Features Top Panel VOLUME TONE GAIN INPUT 5 4 3 2 1 Rear Panel LUNCHBOX JUNIOR Guitar Amplifier LBJ1 ZT Amplifiers, Inc. Berkeley,

Leia mais

Manual de Instruções TUBE CONDENSER MICROPHONE T-47. Vacuum Tube Condenser Microphone

Manual de Instruções TUBE CONDENSER MICROPHONE T-47. Vacuum Tube Condenser Microphone Manual de Instruções TUBE CONDENSER MICROPHONE T-47 Vacuum Tube Condenser Microphone 2 TUBE CONDENSER MICROPHONE T-47 Manual de Instruções Instruções de Segurança Importantes Aviso! Terminais marcados

Leia mais

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox. Amplificador de Guitarras LBG2

Manual do Usuário. ZT Amplifiers. Lunchbox. Amplificador de Guitarras LBG2 Manual do Usuário ZT ZT Amplifiers Lunchbox Amplificador de Guitarras LBG2 Features Top Panel AMBIENCE TONE VOLUME GAIN INPUT 6 5 4 3 2 1 Rear Panel Speaker Out Volume 7 8 Guitar Amplifier LBG2 Out 9 Voltage

Leia mais

tecnologia polk PRÊMIOS DA SÉRIE LSi Golden Ear, The Absolute Sound, 2002

tecnologia polk PRÊMIOS DA SÉRIE LSi Golden Ear, The Absolute Sound, 2002 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE LSi CAIXAS ACÚSTICAS PARA QUEM LEVA ÁUDIO A SÉRIO CATÁLOGO DA SÉRIE 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE LSi LSi 25 Um subwoofer amplificado de 10 polegadas com saída lateral em cada caixa

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

M12 Mixer Splitter Ativo - 12x48

M12 Mixer Splitter Ativo - 12x48 M12 Mixer Splitter Ativo - 12x48 Um novo e revolucionário produto, que distribui sinais de microfones e instrumentos musicais para até 4 consoles de áudio. - 1 - O Mixer Splitter M12 é um produto único

Leia mais

XLT-17 DETECTOR DE VAZAMENTO DE LÍQUIDOS MANUAL DE OPERAÇÕES F I S H E R R E S E A R C H L A B O R A T O R Y

XLT-17 DETECTOR DE VAZAMENTO DE LÍQUIDOS MANUAL DE OPERAÇÕES F I S H E R R E S E A R C H L A B O R A T O R Y XLT-17 DETECTOR DE VAZAMENTO DE LÍQUIDOS MANUAL DE OPERAÇÕES F I S H E R R E S E A R C H L A B O R A T O R Y ÍNDICE Introdução... pg. 2 Montagem do Instrumento... pg. 3 Painel de Controle... pg. 5 Instruções

Leia mais

Amplificadores Misturadores AMG 5EC

Amplificadores Misturadores AMG 5EC Matrizes Oferecemos uma gama de produtos concebidos para a realização de instalações bastante versatéis, destinados a tratar os sinais de áudio, comutação e gestão de prioridades e, controlo das instalações.

Leia mais

ANÁLISE SOBRE O PROJETO DO CENTRO DE MÚSICA SESC/SP GUARULHOS

ANÁLISE SOBRE O PROJETO DO CENTRO DE MÚSICA SESC/SP GUARULHOS ANÁLISE SOBRE O PROJETO DO CENTRO DE MÚSICA SESC/SP GUARULHOS Proponente: Daniel Lemos Cerqueira Considerações Primárias Mesmo sem estar a par da proposta pedagógica do curso que o SESC virá a implementar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MT6 - MT5 FX6 - FX5 - FX4

MANUAL DO USUÁRIO MT6 - MT5 FX6 - FX5 - FX4 MANUAL DO USUÁRIO MT6 - MT5 FX6 - FX5 - FX4 AGRADECIMENTO ÍNDICE Obrigado pela aquisição de um produto Absolute Acoustics. Nossos produtos foram concebidos utilizando os melhores materiais e a mais avançada

Leia mais

HEADPHONE MONITOR. Monitor de áudio para uso com headphone. Modelo individual (1 headphone), para monitoração de 2 sinais de áudio.

HEADPHONE MONITOR. Monitor de áudio para uso com headphone. Modelo individual (1 headphone), para monitoração de 2 sinais de áudio. MONTOR Monitor de áudio para uso com headphone. Modelo individual (1 headphone), para monitoração de 2 sinais de áudio. O Power Click modelo MC 01 é indicado para cantores e locutores que necessitem de

Leia mais

CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE RT

CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE RT CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE RTi MADEIRA VERDADEIRA, ALTO DESEMPENHO CATÁLOGO DA SÉRIE 2 CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE RTi CAIXAS ACÚSTICAS DA SÉRIE RTi A nova Série RTi utiliza nossos mais recentes alto-falantes

Leia mais

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro No artigo anterior, tratamos da teoria envolvendo os fatores citados acima. Neste, vamos tentar

Leia mais

prepare-se para um novo horizonte musical Arte em reprodução eletrônica nova sonoridade matéria técnica 2. PRÉ de phono Parasound Z Phono

prepare-se para um novo horizonte musical Arte em reprodução eletrônica nova sonoridade matéria técnica 2. PRÉ de phono Parasound Z Phono INTEGRADO DARTZEEL CTH-8550, CD Meridian G08.2, CAIXA PSB IMAGE T6, PRÉ de phono Parasound Z Phono e TV led 3d samsung UN 40C7000 Arte em reprodução eletrônica prepare-se para um novo horizonte musical

Leia mais

Audio Control. Enhanced Stereo Audio Equalizer and 3 way crossover LEIA COM ATENÇÃO ESTE MANUAL!

Audio Control. Enhanced Stereo Audio Equalizer and 3 way crossover LEIA COM ATENÇÃO ESTE MANUAL! Audio Control Enhanced Stereo Audio Equalizer and 3 way crossover LEIA COM ATENÇÃO ESTE MANUAL! APRESENTAÇÃO: Parabéns! Você adquiriu um produto SounDigital de ótima qualidade! Obrigado por confiar na

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. A plataforma de controle deverá necessariamente possuir a facilidade de adição de "plug-ins, com

MEMORIAL DESCRITIVO. A plataforma de controle deverá necessariamente possuir a facilidade de adição de plug-ins, com Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO Trata o presente memorial descritivo da locação de equipamentos para sonorização e iluminação nas dependências internas e externas do Theatro Pedro II, para a 14ª Feira Nacional

Leia mais

Potência, uma coisa mais que complicada Parte V

Potência, uma coisa mais que complicada Parte V Potência, uma coisa mais que complicada Parte V Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Cálculo de potência necessária em um ambiente fechado No artigo anterior, disponível em http://www.somaovivo.mus.br/artigos.php?id=180,

Leia mais

O Ouvido Humano e a Audição

O Ouvido Humano e a Audição 36 Capítulo 4 O Ouvido Humano e a Audição Neste capítulo faremos um estudo sobre o ouvido humano, a fisiologia da audição e a sensibilidade do nosso sistema auditivo. 1. Conceitos básicos sobre a anatomia

Leia mais

COBERTURA COMPLETA: HI-END SHOW 2011 EVENTOS

COBERTURA COMPLETA: HI-END SHOW 2011 EVENTOS COBERTURA COMPLETA: HI-END SHOW 2011 Ricardo de Marino ricardo@clubedoaudio.com.br Durante os dias do Hi-End Show, sou obrigado a controlar o tempo na base dos segundos, caso contrário é simplesmente impossível

Leia mais

ELEVADOR BASCULANTE DE CANECAS

ELEVADOR BASCULANTE DE CANECAS GOLPACK INDUSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS LTDA. MANUAL TÉCNICO OPERACIONAL ELEVADOR BASCULANTE DE CANECAS MODELO EB- 430 Nota ao Cliente Caro cliente, Você acaba de adquirir seu novo ELEVADOR GOLPACK, um

Leia mais

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo (o kit pode ser adquirido na www.pequenasartes.com.br) O kit é bem completo e vem com praticamente tudo o que você vai precisar para montar, inclusive cola e

Leia mais

Headset Multimídia Estéreo

Headset Multimídia Estéreo Headset Multimídia Estéreo Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

O S OM NAS IGREJAS ÍNDICE

O S OM NAS IGREJAS ÍNDICE ÍNDICE O S OM NAS IGREJAS 1 - O SOM... 2 1.2 - Frequência do Som... 2 1.3 - Pressão Sonora... 2 1.4 - Onda Sonora... 2 1.5 - Decibel... 2 1.6 - Faixa Dinâmica... 3 1.7 - Equipamentos Básicos (caminho do

Leia mais

GUITARRA 1. da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes. CD com solos e acompanhamento

GUITARRA 1. da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes. CD com solos e acompanhamento GUITARRA 1 da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes CD com solos e acompanhamento Apoios: Saulo van der Ley Guitarrista e violonista Composição

Leia mais