Sistemática dos seres vivos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemática dos seres vivos"

Transcrição

1 Sistemática dos seres vivos

2 O mundo vivo é constituído por uma enorme variedade de organismos. Para estudar e compreender tamanha variedade, idd foi necessário agrupar os organismos de acordo com as suas características comuns, ou seja, classifica los.

3 A necessidade de classificar os seres vivos é muito antiga. No entanto, tal não significa que classificar seja um assunto simples. Qualquer sistema de classificação, biológico ou não, envolve dois tipos de procedimentos: Observação, definição e descrição dos elementos a ser classificados, para descoberta das suas diferenças e semelhanças; Agrupamento dos elementos num esquema de classificação.

4 A classificação é um meio de tornar inteligível a complexidade do mundo vivo, agrupando os organismos em categorias, segundo critérios preestabelecidos. Sistemática estudo da diversidade, descrição dos organismos, incluindo a sua filogenia; Taxonomia estudo da classificação, incluindo nomes, normas e princípios; i Classificação ordenação dos seres vivos em grupos, com base em parentesco, semelhança morfológica, entre outros, e sua hierarquização.

5

6 Classificações práticas Agrupamento de seres vivos de acordo com o seu interesse ou utilidade para o Homem. Esta classificação não era racional pois agrupavam se organismos que não apresentavam nenhuma relação: apenas preenchiam uma determinada propriedade (eram saborosos ou perigosos, por exemplo). São empíricas pois não seguem um raciocínio científico, não utilizam caracteres observáveis pertencentes aos organismos (ser saboroso depende de quem classifica, não é uma propriedade inerente ao organismo, como seria a cor verde, por exemplo), apenas servem necessidades humanas básicas, como a alimentação e a defesa.

7 Classificações racionais Agrupamentos de seres vivos de acordo com as características que apresentam. Podem ser horizontais ou verticais.

8 Classificações horizontais Não consideram o factor tempo, nem a evolução dos organismos. São estáticas. Podem ser: Atifii Artificiais: i baseavam se num pequeno número de características, com poucos grupos e muito ht heterogéneos. Naturais: utilizavam todas as informações disponíveis sobre os seres vivos, reflectindo as suas afinidades naturais.

9 Aristóteles foi o p primeiro naturalista a classificar os organismos vivos de acordo com as suas características morfológicas, g, anatómicas e fisiológicas, obtendo, por exemplo, p, nos animais,, dois ggrupos: p Enaima animais de sangue vermelho, ovíparos e vivíparos; Anaima animais sem sangue vermelho. Aristóteles ( a. C.) Aristóteles ( a C ) A moderna classificação biológica teve início com Lineu (séc. XVIII), cujos trabalhos produziram uma classificação, pelo menos a nível dos animais, não muito diferente da de Aristóteles. Lineu ( )

10 As classificações de Aristóteles e de Lineu, embora afastadas no tempo, são muito idênticas: Resolva a actividade 7 da página 148 do manual São racionais pois baseiam se em características inerentes aos seres vivos. São horizontais porque não consideram o factor temponem a evolução dos organismos. São artificiais pois baseiam se num reduzido número de caracteres, por vezes apenas um, originando grupos extremamente heterogéneos. Esses caracteres são escolhidos arbitrariamente, i ignorando outras características, reunindo na mesma categoria organismos pouco relacionados entre si (grupos de animais que voam, plantas que tinham um certo tamanho, etc.).

11 Com os descobrimentos, a enorme quantidade e variedade de organismos novos levou à necessidade d de uma classificação baseada num maior número de caracteres classificação natural. No entanto, estas classificações continuavam a ser fixistas continuavam a não considerar nem factor tempo nem a evolução dos seres vivos. Em 1859, com a Teoria da Evolução de Darwin, os sistemas de classificação passaram a ter em conta a história evolutiva dos organismos.

12 Classificações verticais Baseiam senasrelaçõesevolutivasentreos organismos, considerando o factor tempo. São dinâmicas.

13 Et Estas classificações (filogenéticas ou evolutivas) pretendem traduzir a posição de cada organismo em relação aos seus antepassados, bem como as relações genéticas entre os diferentes organismos actuais. Como consideram o factor tempo são classificações verticais. Utilizam as árvores de evolução ou árvores filogenéticas para representar as relações de parentesco entre as espécies. Ograudesemelhança entre os grupos reflecte o tempo em que a divergência ocorreu, sendo essa divergência tanto maior quanto maior for o tempo que decorreu.

14 A partir de 1920, com a descoberta da teoria da hereditariedade cromossómica, os microscópios electrónicos, etc., surge a sistemática que faz a classificação usando todos os novos dados, não se limitando à morfologia. O conceito depopulação e de fundo genético também tiveram grande importância no desenvolvimento da sistemática. Nos anos 60 passou a recorrer se, também, à bioquímica para determinar as relações filogenéticas, sendo, actualmente, a genética molecular uma das principais bases da classificação de organismos.

15 Os computadores, com a sua capacidade d de comparar em tempo útil centenas de caracteres, tornaram se fundamentais, de tal modo que deram origem à chamada taxonomia numérica. Mas nas classificações evolutivas também existem limitações. Alguns taxonomistas referem que elas são subjectivas, pois baseiam se nas interpretações de factos utilizando hipóteses sobre relações de parentesco para estabelecer bl filogenias.

16 Qualquer sistema de classificação reflecte, em cada época, o grau de conhecimento científico, não havendo, consequentemente, nenhuma classificação definitiva.

17 Hierarquia das categorias taxonómicas Os grupos hierárquicos (taxa) estabelecidos por Lineu no seu sistema de classificação Systema Naturae ainda hoje são usados.

18 No sistema de classificação de Lineu os organismos estavam divididos em dois grandes reinos: Plantas e Animais. Cada um destes reinos subdivide se se em categorias progressivamente menos abrangentes (Classes, Ordens, Géneros e Espécies). Podedizer se que o sistema de classificação de Lineu é um sistema hierárquico, em que as Espécies se agrupam em Géneros, os Géneros em Ordens, as Ordens em Classes e as Classes em Reinos.

19 Actualmente, esta hierarquia taxonómica inclui i um grupo maior de categorias taxonómicas, também designadas taxa (no singular: taxon). Resolva a actividade 8 da página 153 do manual

20 Osprincipais p taxa utilizados nas classificações actuais são: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família, Género e Espécie. Estas categorias taxonómicas são universais. É de salientar que nas plantas alguns taxonomistas costumam usar a designação Divisão em vez de Filo.

21 Além destas sete categorias principais de taxa usadas em classificação, os taxonomistas têm, por vezes, necessidade de considerar categorias intermédias. Para as distinguir usam prefixos como super, sub e infra.

22 A Espécie, a unidade d básica da classificação, é constituída por um conjunto de indivíduos que partilham um mesmo fundo genético, que lhes permite cruzarem se entre si e originar descendência fértil. Os indivíduos que pertencem a uma determinada Espécie estão em isolamento reprodutivo relativamente a indivíduos de Espécies diferentes.

23 Enquanto que a Espécie é um grupo natural, as restantes categorias taxonómicas tentam agrupar taxa inferiores semelhantes. Desta forma, Espécies semelhantes agrupam se para constituir um Género. De igual modo, os Géneros mais relacionados estão agrupados em Famílias e assim sucessivamente.

24 Dois seres vivos são tanto mais próximos quanto maior for o número de taxa comuns a que pertencem, isto é, quanto mais restrito for o nível do taxon.

25 Nomenclatura regras básicas Em ciência, o uso do nome vulgar dos organismos dificulta a comunicação, pois, muitas vezes, é variável de região para região e de país para país. Numa tentativa de universalizar os nomes atribuídos, os cientistas procuraram criar uma nomenclatura internacional para a designação dos seres vivos, estabelecendo regras para a atribuição de nomes científicos aos diferentes grupos taxonómicos.

26 Desde a Idade Média que o latim foi utilizado para escrever o nome dos organismos, pois era a língua utilizada nas escolas. Actualmente, continua a utilizar se o latim por ser uma língua morta, não estando assim sujeita a evolução.

27 é XVII Æ John h Ray Séc. Nomenclatura polinominal em latim Exemplo: ver nome da abelha (pág. 156) Séc. XVIII Æ Lineu Desenvolveu a nomenclatura binominal para designar as espécies Resolva a actividade 9 da página 156/7 do manual

28 Muitas áreas da Biologia dependem das classificações, o que requer que todos os investigadores mencionem cada espécie pelo seu nome científico. Resolva a actividade 10 da página 158 do manual

Taxonomia e Nomenclatura. Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis

Taxonomia e Nomenclatura. Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis Taxonomia e Nomenclatura Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis Actualmente, as classificações biológicas são ainda influenciadas pelo trabalhos de Aristóteles, mas sobretudo pelos de Lineu, que é

Leia mais

Sistemas de classificação

Sistemas de classificação Sistemas de classificação A Ciência da classificação!!! Se não conhecerem o nome das coisas, perde-se também o conhecimento da sua existência. (Lineu, Philosophia Botanica) Os animais dividem-se em a)

Leia mais

Os colecionadores, para organizar as suas coleções utilizam diversos CRITÉRIOS. Classificar para quê?

Os colecionadores, para organizar as suas coleções utilizam diversos CRITÉRIOS. Classificar para quê? Os colecionadores, para organizar as suas coleções utilizam diversos CRITÉRIOS. Classificar para quê? Sistemática Ciência que faz o estudo científico dos seres vivos, das suas relações evolutivas, e desenvolve

Leia mais

Evolução dos Sistemas de Classificação

Evolução dos Sistemas de Classificação Evolução dos Sistemas de Classificação Whittaker Lineu Aristóteles Classificação do Reino Animal, segundo Aristóteles: Enaima (com sangue vermelho, vivíparos ou ovíparos). Anaima (sem sangue vermelho;

Leia mais

Sistemática tica dos seres vivos. Evolução dos sistemas de classificação:

Sistemática tica dos seres vivos. Evolução dos sistemas de classificação: Evolução dos sistemas de classificação: Definição de conceitos: Taxonomia: área da Biologia que trata da classificação, da identificação e da atribuição de nomes aos grupos de seres vivos. Nomenclatura:

Leia mais

ORGANIZAR É PRECISO!?

ORGANIZAR É PRECISO!? ORGANIZAR É PRECISO!? Biodiversidade Ainda há muito por descobrir TAXONOMIA E SISTEMÁTICA Taxonomia é o ramo da Biologia que se ocupa da classificação dos seres vivos e da nomenclatura dos grupos formados.

Leia mais

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 5

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 5 FICHA (IN)FORMATIVA Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 5 Sistemática dos seres vivos DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS Em qualquer actividade humana, sempre que se tem de lidar com uma grande diversidade

Leia mais

1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução

1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução 1. Identificar a sistemática como a ciência da classificação e um ciência em evolução Sistemática é a ciência responsável pela classificação dos seres vivos, uma vez que esta estuda as relações entre os

Leia mais

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Classificação biológica

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Classificação biológica Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas Zoologia de invertebrados I Classificação biológica Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula 2º semestre 2011 1. Classificação Classificar = agrupar em classes.

Leia mais

SISTEMÁTICA DOS SERES VIVOS

SISTEMÁTICA DOS SERES VIVOS SISTEMÁTICA DOS SERES VIVOS SISTEMÁTICA: Ciência baseada na Biologia evolutiva e na Taxonomia, que se dedica ao estudo da diversidade biológica e da história evolutiva dos seres vivos, pretendendo descobrir

Leia mais

Biologia. Regras de Nomenclatura Biológica. Professor Enrico Blota.

Biologia. Regras de Nomenclatura Biológica. Professor Enrico Blota. Biologia Regras de Nomenclatura Biológica Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia REGRAS DE NOMENCLATURA BIOLÓGICA SISTEMÁTICA E OS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Sistemática

Leia mais

PROVA DE CIÊNCIAS 1 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE CIÊNCIAS 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE CIÊNCIAS 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. BRUNO NOME Nº 7º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

Paleontologia. Profa. Flaviana Lima

Paleontologia. Profa. Flaviana Lima UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI URCA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAD Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS Departamento de Ciências Biológicas DCBio Paleontologia Profa. Flaviana Lima

Leia mais

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação.

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. A ciência que classifica os seres vivos chama-se taxonomia.

Leia mais

Taxonomia e Sistemática

Taxonomia e Sistemática Taxonomia e Sistemática Sistemas de classificação Os sistemas de classificação dos seres vivos podem ser divididos basicamente em: artificial e natural. Sistema artificial baseava-se em apenas um caráter

Leia mais

Introdução Seres Vivos

Introdução Seres Vivos A diversidade de seres vivos variou ao longo do tempo geológico em nosso planeta. Algumas linhas de pensamento acreditam que os seres vivos são imutáveis (fixismo), mas desde Darwin acredita-se que ocorrem

Leia mais

Taxonomia e Sistemática

Taxonomia e Sistemática DISCIPLINA: Biologia II DATA: 22/02/2017 Taxonomia e Sistemática 01 - Um estudante de biologia anotou em uma tabela algumas características de quatro espécies vegetais: A partir desses dados, pode-se dizer

Leia mais

CATEGORIAS TAXONÔMICAS E REGRAS DE NOMENCLATURA

CATEGORIAS TAXONÔMICAS E REGRAS DE NOMENCLATURA TAXONOMIA Do grego táxon categoria, nomos conhecimento. Classifica e nomeia os seres vivos. Anderson Marques de Souza 2016 OBJETIVOS DA SISTEMÁTICA Descrever a diversidade biológica: *bico grande e oco;

Leia mais

BIODIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO

BIODIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO BIODIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO Professora: Fernanda Quintas M. de Toledo Biodiversidade Conjunto de todas as espécies de seres vivos que vivem numa determinada região O número n de espécies NÃO é fixo:

Leia mais

3 - Material para consulta: Fonte: USBERCO, João et al. Companhia das Ciências: 7º ano. 1. ed. São Paulo: Saraiva, p. 181

3 - Material para consulta: Fonte: USBERCO, João et al. Companhia das Ciências: 7º ano. 1. ed. São Paulo: Saraiva, p. 181 Aluno (a): Disciplina: Ciências Curso Professor: Marcel Série: 7º ano ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Número: 1 - Conteúdo: - Classificação - Critérios de agrupamentos - Sistema Natural de

Leia mais

RESUMOS ELABORADOS PELOS ALUNOS DO. Tema Paleontologia

RESUMOS ELABORADOS PELOS ALUNOS DO. Tema Paleontologia RESUMOS ELABORADOS PELOS ALUNOS DO Conceitos mais importantes: Tema Paleontologia Paleontologia: é uma das ciências que estuda a evolução da vida na Terra ao longo do tempo geológico; Fóssil: são restos

Leia mais

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10 Professor Antônio Ruas 1. Créditos: 60 2. Carga horária semanal: 4 3. Semestre: 1 4.

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1 CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1 A sistemática é a ciência dedicada a inventariar e descrever a biodiversidade e compreender as relações filogenéticas entre os organismos. Inclui a taxonomia (ciência da

Leia mais

Sistemática dos Seres Vivos

Sistemática dos Seres Vivos Sistemática dos Seres Vivos Sistemas de Classificação Face à diversidade, que critérios para sustentar um sistema de classificação dos seres vivos? Se não se conhecem os nomes das coisas, perde-se também

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo:

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo: Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo: 2015-16 Período Conteúdos INTRODUÇÃO Onde existe vida? Primeira

Leia mais

Taxonomia e Sistemática Vegetal

Taxonomia e Sistemática Vegetal Taxonomia e Sistemática Vegetal INTRODUÇÃO Taxonomia :ciência da classificação dos organismos Caracteres taxonõmicos: são caracteres utilizados na classificação dos seres vivos. Identificação: é o processo

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Disciplina: Zoologia dos vertebrados

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Disciplina: Zoologia dos vertebrados UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Disciplina: Zoologia dos vertebrados Diversidade e Classificação dos Vertebrados Professor: Heleno Brandão Dr. em Ciências Biológicas, Área de Concentração: Zoologia

Leia mais

Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia

Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino Prof.ª Rosana Louro Ferreira Silva 1 Retomando aspectos importantes sobre classificação dos seres vivos Taxonomia - ciência da descoberta, descrição e classificação

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F Ensino Fundamental Ciências da Natureza Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1. Classificação Hierárquica dos Seres Vivos H36 2. Análise do parentesco Evolutivo H20

Leia mais

Evolução Def. usual Biologicamente frequências gênicas populações

Evolução Def. usual Biologicamente frequências gênicas populações Evolução A palavra evolução vem do Latim evolvere que significa Desenvolver ou Estender. A Def. usual: progresso, desenvolvimento, melhora. Biologicamente: evolução é a mudança nas propriedades (frequências

Leia mais

Sitemática. Dannubia Bastos

Sitemática. Dannubia Bastos Sitemática aula 01 Dannubia Bastos Sistemática Estuda a biodiversidade Variações existentes entre os seres vivos Objetivos Descrever a biodiversidades em catálogos Batizar com nomes científicos (padronização)

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA Tema: Identidade dos Seres Vivos Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos

Leia mais

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2. Tabelas e Diagramas de Freqüência

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2. Tabelas e Diagramas de Freqüência Tabelas e Diagramas de Freqüência Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2 O primeiro passo na análise e interpretação dos dados de uma amostra consiste na descrição (apresentação) dos dados

Leia mais

Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Classificação dos Seres Vivos. Biodiversidade conjunto de todas as espécies de seres vivos. número de espécies não é fixo. varia ao

Leia mais

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS. 1.1 Indicar três fatores que permitam considerar

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS. 1.1 Indicar três fatores que permitam considerar DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO DE ESCOLARIDADE: 5º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS 1º PERÌODO A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS

Leia mais

TAXONOMIA. Sistemática Taxonomia (ciência da descoberta) Filogenia (relações evolutivas entre os seres vivos).

TAXONOMIA. Sistemática Taxonomia (ciência da descoberta) Filogenia (relações evolutivas entre os seres vivos). TAXONOMIA A sistemática é considerada uma ciência que tem por objetivo inventariar e descrever a biodiversidade, também busca compreender as relações filogenéticas entre os diferentes seres vivos. TAXONOMIA

Leia mais

TEMA: Anatomia e Taxonomia Vegetal. Aula: Taxonomia Vegetal. Profº: Marcus Costa

TEMA: Anatomia e Taxonomia Vegetal. Aula: Taxonomia Vegetal. Profº: Marcus Costa TEMA: Anatomia e Taxonomia Vegetal Aula: Taxonomia Vegetal Profº: Marcus Costa Saudações Florestais! Antes de tudo, gostaria de me apresentar, meu nome é Marcus Costa, sou Engenheiro Florestal, especialista

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS

ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS MÓDULO 1 ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Seres vivos são muito diversos e complexos, e tentar estudar tudo de uma vez pode dar uma baita dor de cabeça.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJETO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 5º Ano

ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJETO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 5º Ano ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LETIVO 2014 / 2015 PROJETO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 5º Ano DOMÍNIO: A TERRA UM PLANETA ESPECIAL Onde existe vida? O que é a Biosfera? 1 Compreender

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS Sistemática inventariar, descrever e classificar a biodiversidade, e estabelecer as relações de parentesco entre as espécies. Taxonomia descrição e classificação das espécies.

Leia mais

Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia na educação básica

Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia na educação básica Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino na educação básica Prof.ª Rosana Louro Ferreira Silva 1 Retomando aspectos importantes sobre classificação dos seres vivos Taxonomia - ciência da descoberta, descrição

Leia mais

EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO

EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I: Identidade dos Seres Vivos Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos. Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo:

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos. Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo: Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 5ºAno Ano letivo: 2016-17 / Nº aulas Conteúdos Metas Aulas previstas A importância

Leia mais

Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados

Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados Prezado Aluno, Nesta oficina, você desenvolverá atividades que abordam a diversidade de vida dos seres vivos, a diversidade e características físicas dos animais

Leia mais

Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade

Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA, BOTÂNICA E CONSERVAÇÃO 1. NOÇÕES BÁSICAS DE SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA 2. Índice de Diversidade Filogenética

Leia mais

Classificação dos seres vivos. Professor: André Resende de Senna

Classificação dos seres vivos. Professor: André Resende de Senna Classificação dos seres vivos Professor: André Resende de Senna Taxonomia ( taxis = ordem / nomo = lei ) Sistemática ou Classificação Biológica Conceito: É a parte da Biologia que identifica, nomeia e

Leia mais

Classificação Zoológica. lagarto cobra crocodilo ave

Classificação Zoológica. lagarto cobra crocodilo ave Classificação Zoológica lagarto cobra crocodilo ave Tópicos da aula Conceito de classificação zoológica Histórico da classificação zoológica Termos Aplicações práticas da classificação zoológica Escolas

Leia mais

A classificação biológica. Professor: Paulo

A classificação biológica. Professor: Paulo A classificação biológica Professor: Paulo - 2012 Quantas espécies existem? Quantas espécies por descobrir? Taxonomia e Sistemática Ciências que se ocupam da classificação dos seres vivos, formando grupos

Leia mais

Atividade 1 Seres Vivos

Atividade 1 Seres Vivos Atividade 1 Seres Vivos Coletar seres vivos encontrados em casa, na rua ou na escola. Colocar dentro de um pote de vidro fechado. Entregar dia: 31/03/2016 Atividade 2 Classificação dos alunos do 7º Criaremos

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 5.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 5.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio da Diversidade de seres vivos e suas interações com o meio, o aluno deve ser capaz de: Interpretar as características dos

Leia mais

Reinos COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS?

Reinos COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS? COMO CLASSIFICAR OS SERES VIVOS? COMPLEXIDADE CELULAR Ser unicelular: organismo formado por uma única célula. Bactérias e protistas são unicelulares, apesar de muitas vezes formarem colônias - no entanto,

Leia mais

Curso Técnico em Análises Químicas Disciplina: Microbiologia. Aula 2 Classificação biológica dos seres vivos

Curso Técnico em Análises Químicas Disciplina: Microbiologia. Aula 2 Classificação biológica dos seres vivos Curso Técnico em Análises Químicas Disciplina: Microbiologia Aula 2 Classificação biológica dos seres vivos Classificação biológica dos seres vivos A evolução contribuiu para o aparecimento de grande variedade

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA Designa o modo como os biólogos agrupam e categorizam as espécies de seres vivos, extintas e atuais. Estes agrupamentos foram alterados múltiplas

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camila/ Elisângela / Guilherme Série: º Turmas: 01, 0, 03, 04 e 05 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 01 1. Classificação e diversidade dos seres vivos.. Vírus

Leia mais

Ciências/15 7º ano Turma:

Ciências/15 7º ano Turma: Ciências/15 7º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie301r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 7 ANO 1º trimestre O que estudamos no primeiro trimestre? No primeiro trimestre estudamos as

Leia mais

Para analisar os dados, pode-se tabular o número de vezes que cada quantidade de palavras ocorreu, que é a freqüência de cada quantidade:

Para analisar os dados, pode-se tabular o número de vezes que cada quantidade de palavras ocorreu, que é a freqüência de cada quantidade: Tabelas e Diagramas de Freqüência Estatística Aplicada à Educação Antonio Roque Aula 2 O primeiro passo na análise e interpretação dos dados de uma amostra consiste na descrição (apresentação) dos dados

Leia mais

A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES

A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES 2º ciclo 5º ano Planificação Anual 2016-2017 CIÊNCIAS NATURAIS CONTEÚDOS E METAS CURRICULARES METAS CURRICULARES ANO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS A importância das rochas e do solo na 5º ANO 1. A ÁGUA, O AR, AS

Leia mais

Mapa de Karnaugh. UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

Mapa de Karnaugh. UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática Mapa de Karnaugh Nuno Pombo / Miguel Neto Arquitectura Computadores I 2014/2015 15 Simplificação Na forma mínima soma de produtos só devem aparecer termos correspondentes a grupos primários. Cada célula

Leia mais

PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE

PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE CONCEITOS EM EPIDEMIOLOGIA E FILOGENIA MOLECULARES PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE DE

Leia mais

36 Classificando os seres vivos

36 Classificando os seres vivos A U A UL LA Classificando os seres vivos Dona Paula chegou do mercado com várias compras. Agora ela precisa guardar o que comprou e você vai ajudá-la. Como acomodar as compras na cozinha de dona Paula?

Leia mais

Taxonomia. Alberto Elizabete Ernesto Ivan. Lillian Marcio Patricia Rubens

Taxonomia. Alberto Elizabete Ernesto Ivan. Lillian Marcio Patricia Rubens Alberto Elizabete Ernesto Ivan Lillian Marcio Patricia i Rubens 1 Sumário Introdução Aspectos Metodológicos Exemplos e Aplicações Ferramentas Principais Iniciativas 2 Introdução A criação da teoria de

Leia mais

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 A primeira forma de vida na Terra foi um ser unicelular, que surgiu há 3,6 bilhões de anos

Leia mais

MODELO ORGANIZATIVO DO ENSINO DA CIÊNCIA

MODELO ORGANIZATIVO DO ENSINO DA CIÊNCIA Um padrão para a unificação de conceitos e procedimentos pode ser definido verticalmente e transversalmente para todos os anos de escolaridade A compreensão e as aptidões associadas à maioria dos esquemas

Leia mais

3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica.

3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica. DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª série Compreender a natureza como um todo dinâmico e o ser humano como agente de transformação do mundo em que vive, em relação essencial com os demais seres vivos

Leia mais

Taxonomia. Profa. Lillian Alvares, Faculdade de Ciência da Informação. Universidade de Brasília

Taxonomia. Profa. Lillian Alvares, Faculdade de Ciência da Informação. Universidade de Brasília Taxonomia Profa. Lillian Alvares, Faculdade de Ciência da Informação. Universidade de Brasília Origem O termo taxonomia tem sua origem no grego Táxis (ordem) Nomos (lei, norma) e...... derivou-se de um

Leia mais

Revisão - Biologia Genética

Revisão - Biologia Genética Profº Leonardo Eduardo Ferreira Fozdo Iguaçu, 28 de Outubro, 2017. Revisão - Biologia Genética Embriologia, Classificação e Sistemática Filogenética. Sistemática inventariar, descrever e classificar a

Leia mais

CassifiCação CladístiCa

CassifiCação CladístiCa CassifiCação CladístiCa ( SiStemática Filogenética ) Prof. Milton Taxonomia Dos Reinos Aristóteles ( 340 Ac ) Vida Animal Vida Vegetal Aérea Terrestre Aquática Carl Linée ( Lineu ) ( 1747 ) Criacionista

Leia mais

1.Classificação Biológica

1.Classificação Biológica 1.Classificação Biológica Árvore filogenética Introdução Sistemática: Estuda a biodiversidade Filogenia: Estuda a evolução e relação de parentesco das espécies Taxonomia: Descreve, nomeia e classifica

Leia mais

PLANO DE TRABALHO TÍTULO: EVOLUÇÃO. Duração prevista: 200 minutos. Objetivos:

PLANO DE TRABALHO TÍTULO: EVOLUÇÃO. Duração prevista: 200 minutos. Objetivos: FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FUNDAÇÃO CECIERJ / CONSÓRCIO CEDERJ PROFESSOR/CURSISTA: LUCIANA MENEZES MENEGATTI COLÉGIO: TUTOR (A): SÉRIE: 1ª ENSINO MÉDIO 3º BIMESTRE /ANO:

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO CIÊNCIAS DA NATUREZA - 2º CICLO (PROVA 02) O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS Figura 1 Animais no planeta Fonte: Andy Vinnikov/Shutterstock.com CONTEÚDOS Sistemas de Classificação dos Seres Vivos Sistema Binominal de Classificação Classificação e Parentesco

Leia mais

Descreve a história da vida na Terra Investiga os processos responsáveis por essa história

Descreve a história da vida na Terra Investiga os processos responsáveis por essa história Aula 1 Evolução Biologia Evolutiva x Evolução Biológica O termo Evolução biológica refere-se ao processo de modificação e surgimento das espécies na Terra Biologia Evolutiva refere-se à disciplina que

Leia mais

Critérios de Avaliação de Educação Tecnológica 5ºAno

Critérios de Avaliação de Educação Tecnológica 5ºAno Técnica T5 Dominios Aptidões /Capacidades/Conhecimentos 1.1: Identificar o conceito de tecnologia e diferenciá-lo da noção de técnica Reconhecer o papel da tecnologia. Discriminar a relevância do objeto

Leia mais

Diversidade da Vida na Terra

Diversidade da Vida na Terra Diversidade da Vida na Terra BIZ5774-1/1 Princípios de Evolução Molecular Aplicados à Reconstrução Filogenética Giulia Magri Ribeiro José Eduardo Serrano Villavicencio Roteiro Introdução Estudo de caso

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camilla Silva (B1), Elizangela

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS JOÃO AFONSO CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO Calendarização - 20/2011 Período Data N.º semanas Número de tempos 8 minutos) por ano de escolaridade

Leia mais

Compreender a importância da diversidade biológica na manutenção da vida. Identificar diferentes tipos de interacção entre seres vivos e ambiente.

Compreender a importância da diversidade biológica na manutenção da vida. Identificar diferentes tipos de interacção entre seres vivos e ambiente. Compreender a importância da diversidade biológica na manutenção da vida. Identificar diferentes tipos de interacção entre seres vivos e ambiente. Referir funções dos diferentes constituintes de um ecossistema

Leia mais

Teoria e Prática de Sistemática Filogenética

Teoria e Prática de Sistemática Filogenética Disciplina BOT-99 PPG-BOT-INPA Teoria e Prática de Sistemática Filogenética Alberto Vicentini alberto.vicentini@inpa.gov.br Mário Henrique Terra Araujo araujo.mht@gmail.com Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

Introdução à Botânica

Introdução à Botânica Lâmina Fronde Pecíolo Briófitas Rizoma Raízes Introdução à Botânica Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas Gás carbônico FOTOSSÍNTESE Luz solar oxigênio Água e sais minerais O QUE GARANTE A EXISTÊNCIA

Leia mais

Prof. Anderson Moreira

Prof. Anderson Moreira Taxonomia e Sistemática Prof. Anderson Moreira Taxonomia e Sistemática Taxonomia (taxis = arranjo, ordem; nomos = lei): ramo da biologia destinada a nomenclatura e descrição dos seres vivos. Sistemática:

Leia mais

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula.

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula. 01 - (ENEM) Uma vítima de acidente de carro foi encontrada carbonizada devido a uma explosão. Indícios, como certos adereços de metal usados pela vítima, sugerem que a mesma seja filha de um determinado

Leia mais

Sistemática e biogeografia

Sistemática e biogeografia Sistemática e biogeografia Prof. Dr. Fernando Santiago dos Santos fernandoss@ifsp.edu.br www.fernandosantiago.com.br (13) 8822-5365 Aula 3 Escolas gradista (evolutiva), fenética (numérica) e cladista (filogenética)

Leia mais

Ecologia de Populações e Comunidades

Ecologia de Populações e Comunidades Ecologia de Populações e Comunidades Profa. Isabel Belloni Schmidt Dept. Ecologia UnB isabels@unb.br Evolução Nada em biologia faz sentido a não ser à luz da evolução Theodosius Dobzhansky Jean Baptiste

Leia mais

Exercícios de Taxonomia

Exercícios de Taxonomia Exercícios de Taxonomia 1. O sistema de classificação taxionômica ainda hoje utilizado foi elaborado por Carl von Linné 101 anos antes de Charles Darwin publicar A Origem das Espécies. Para Lineu, a invariabilidade

Leia mais

BIB 124 Diversidade e Evolução dos Organismos Fotossintetizantes Instituto de Biociências Universidade de São Paulo

BIB 124 Diversidade e Evolução dos Organismos Fotossintetizantes Instituto de Biociências Universidade de São Paulo BIB 124 Diversidade e Evolução dos Organismos Fotossintetizantes Instituto de Biociências Universidade de São Paulo 2014 Roteiro para trabalho em campo no litoral, Praia Cibratel, Município de Itanhaém,

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período - 2012 01 - Em uma área de transição entre a mata atlântica e o cerrado, são encontrados o pau-d arco (Tabebuia

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) 3443-7878 Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) e Camilla Silva(B3) Série: º Turmas: 01, 0, 03, 04 e 05 PLANEJAMENTO ANUAL

Leia mais

13/03/2016. Prof. Bruno Barboza de Oliveira

13/03/2016. Prof. Bruno Barboza de Oliveira 13/03/2016 INTRODUÇÃO À ECOLOGIA Prof. Bruno Barboza de Oliveira ECOLOGIA??? 1 13/03/2016 ECOLOGIA Do grego: estudo da casa ou do ambiente. Tem como foco de estudo as relações que os SERES VIVOS estabelecem

Leia mais

2º ciclo 5º ano Planificação Anual CIÊNCIAS NATURAIS CONTEÚDOS E METAS CURRICULARES ANO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS

2º ciclo 5º ano Planificação Anual CIÊNCIAS NATURAIS CONTEÚDOS E METAS CURRICULARES ANO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS 5º ANO METAS CURRICULARES Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros 2º ciclo 5º ano Planificação Anual 2015-2016 CIÊNCIAS

Leia mais

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia Atividade extra Questão 1 Na nomenclatura descritiva na Biologia, o maior dos agrupamentos é o domínio. Existem apenas três domínios nos quais toda a diversidade biológica é incluída. Estes domínios são

Leia mais

Modelo Relacional Normalização Diagramas E-R e Tabelas Originadas

Modelo Relacional Normalização Diagramas E-R e Tabelas Originadas Informática II Modelo Relacional Normalização Diagramas E-R e Tabelas Originadas (TÓPICOS ABORDADOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA II) Por: Artur Sousa / Jorge Loureiro Conceitos de entidade e atributo Tipos

Leia mais

- Classificou os seres vivos em dois reinos: - Reino Animalia e Reino Plantæ. - Esta classificação manteve-se inalterada por vários séculos.

- Classificou os seres vivos em dois reinos: - Reino Animalia e Reino Plantæ. - Esta classificação manteve-se inalterada por vários séculos. Aristóteles Antiguidade Clássica - Classificou os seres vivos em dois reinos: - Reino Animalia e Reino Plantæ. - Esta classificação manteve-se inalterada por vários séculos. Lineu Sec. XVIII Lineu reforçou

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 59 EVOLUÇÃO: TEORIAS EVOLUTIVAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 59 EVOLUÇÃO: TEORIAS EVOLUTIVAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 59 EVOLUÇÃO: TEORIAS EVOLUTIVAS Como pode cair no enem (UFMG) De tanto comer vegetais, o intestino dos herbívoros aos poucos foi ficando longo. Essa farse está de acordo com

Leia mais

Disciplina Evolução Módulo II. Prof. Carolina Voloch. Filogenia

Disciplina Evolução Módulo II. Prof. Carolina Voloch. Filogenia Disciplina Evolução Módulo II Prof. arolina Voloch Filogenia A sistemática é a ciência que une a taxonomia, ou seja, a ciência da classificação dos organismos, com a filogenia, a ciência que traça a história

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Como o conjunto A Z tem sete elementos, os sete elemento são três

Leia mais

Métodos de Estudo & Investigação Científica. Elaborando um projeto de pesquisa

Métodos de Estudo & Investigação Científica. Elaborando um projeto de pesquisa Elaborando um projeto de pesquisa A pesquisa é a realização concreta de uma investigação planeada, desenvolvido e redigida de acordo com as normas das metodologias consagradas pela ciência; Requerida quando

Leia mais

Obtenção de matéria pelos seres autotróficos

Obtenção de matéria pelos seres autotróficos Obtenção de matéria pelos seres autotróficos A aquisição de matéria e energia pelos sistemas vivos é feita de formas muito variadas. Ao nível da autotrofia, a fotossíntese é o principal processo, estando

Leia mais

TAXONOMIA ZOOLÓGICA. Fernanda Jacobus de Moraes 2º Semestre Zoologia Geral

TAXONOMIA ZOOLÓGICA. Fernanda Jacobus de Moraes 2º Semestre Zoologia Geral TAXONOMIA ZOOLÓGICA Fernanda Jacobus de Moraes 2º Semestre Zoologia Geral Classificação dos seres vivos Reinos: Animal e Vegetal; Bactéria: organismo unicelular, desprovido de envoltório nuclear e de estruturas

Leia mais

PCN + Ensino Médio. Bruno Bartolo, Camila Vilela, Henrique Messias e Karen Rubim

PCN + Ensino Médio. Bruno Bartolo, Camila Vilela, Henrique Messias e Karen Rubim PCN + Ensino Médio Bruno Bartolo, Camila Vilela, Henrique Messias e Karen Rubim Analisando o PCN + EM A partir de análise do presente PCN por meio de questões norteadoras foi possível fazer uma síntese

Leia mais

1.º Período 42 aulas. Tempos lectivos previstos. Materiais Recursos. Temas / Conteúdos Competências Específicas Sugestões Metodológicas

1.º Período 42 aulas. Tempos lectivos previstos. Materiais Recursos. Temas / Conteúdos Competências Específicas Sugestões Metodológicas Agrupamento de Escolas À Beira Douro Escola Básica e Secundária À Beira Douro - Medas 1.º Período 42 aulas Unidade 1 - Vida na Terra Introdução - Onde existe Vida? - Primeira abordagem ao conceito de Biosfera.

Leia mais