COMPARAÇÃO DE KITS DE DESENVOLVIMENTO PARA CRIAÇÃO DE APLICATIVOS DESTINADOS A DISPOSITIVOS MÓVEIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMPARAÇÃO DE KITS DE DESENVOLVIMENTO PARA CRIAÇÃO DE APLICATIVOS DESTINADOS A DISPOSITIVOS MÓVEIS"

Transcrição

1 COMPARAÇÃO DE KITS DE DESENVOLVIMENTO PARA CRIAÇÃO DE APLICATIVOS DESTINADOS A DISPOSITIVOS MÓVEIS Luiz Eduardo Uzai Graduado em Sistemas de Informação pela LIBERTAS Faculdades Integradas. Ely Fernando do Prado Professor da LIBERTAS Faculdades Integradas. RESUMO Para atender a crescente demanda por aparelhos celulares que possuem aplicações cada vez mais sofisticadas, se assemelhando aos computadores convencionais, as empresas de telefonia móvel vêm investindo em novas tecnologias. Procurando atender esta nova exigência do mercado, surgiram Sistemas Operacionais para estes dispositivos que permitem o desenvolvimento de aplicações personalizadas. Porém para cada novo Sistema Operacional, surge também uma forma individual para criação de aplicações para o mesmo. Sendo assim, neste trabalho, serão apresentados alguns dos mais utilizados kits de desenvolvimento para dispositivos móveis, sendo eles JAVAME, Android, Symbian e Windows Mobile, mostrado suas características principais. E por fim será desenvolvido um aplicativo para demonstrar as diferenças entre os kits de desenvolvimento apresentados, sendo este aplicativo uma calculadora de IMC (Índice de Massa Corpórea). Palavras chaves: JAVAME. Android. Symbian. Windows Móbile. Aplicativos para Dispositivos Móveis. 1. INTRODUÇÃO Os aparelhos celulares de hoje, deixaram de ser apenas dispositivos de comunicação e se tornaram verdadeiros auxiliares digitais, oferecendo diversas funcionalidades para melhor atender as exigências dos usuários. Com estas novas exigências de mercado os fabricantes estão motivando as empresas de Tecnologia de Informação e as empresas de telefonia móvel a criarem melhores ambientes de desenvolvimento, afim, de facilitar a criação novos aplicativos para aparelhos celulares. Sendo assim, com alta do mercado de celulares, os grandes avanços tecnológicos tornou-se ainda maior a exigência dos usuários da telefonia móvel por aparelhos mais completos e sofisticados. As empresas de celulares passaram investir cada vez mais em novas tecnologias destinadas a desenvolver aplicativos para celulares que supra, não só as 114

2 necessidades básicas, que é comunicação por voz, destes usuários, mais sim criação de aplicativos que se assemelham com as complexas ferramentas que um computador convencional oferece, atendendo as exigências de mercado. O artigo apresenta um estudo dos kits de desenvolvimento: JavaME, Symbian, Android e Windows Mobile. Analisando as ferramentas disponíveis para o desenvolvimento de aplicações que possam ser executados nos kits mencionados e para a obtenção de um parâmetro prático será desenvolvida uma calculadora de IMC (Índice de Massa Corpórea). 2. DISPOSITIVOS MÓVEIS No ponto de vista de IIDA, (2006) os telefones celulares são dispositivos de recursos limitados, como por exemplo, o baixo consumo de energia, que refletem em todos os outros elementos de hardware e software. O processador não pode ser tão rápido quanto, a tecnologia permite, optando por um consumo reduzido. As telas são projetadas para gastar o mínimo de energia e o sistema operacional precisa gerenciar as limitações de energia e também, para eventual falta de energia. Os dispositivos móveis são divididos em gerações, a primeira delas a 1G, destinadas aos aparelhos analógicos, baseava-se em protocolos comunicação permitindo apenas a comunicação por voz. Já na segunda geração, 2G, além da comunicação por voz, os celulares começaram a transmitir dados digitais, a acessar a internet e enviar mensagem SMS 1. E finalmente na terceira geração, 3G, esses dispositivos, passam a maiores taxas de transmissão, em centenas de Kbps, oferecendo maior qualidade na transmissão de voz e suporte em diversos conteúdos de multimídias como a transferência de vídeos, imagens músicas e jogos, além da grande capacidade de comunicação de dados. (FERRARI, 2011). Mas PEREIRA e GUEDES (2004), relatam ainda, a geração 2,5 dos aparelhos celulares, sendo uma geração intermediaria entre a 2G e a 3G, que possui uma velocidade maior que a 2G e, através de tecnologia de pacotes, permite acesso à internet mais flexível e eficiente. E por final, a quarta geração dos aparelhos móveis, 4G, caracteriza com um aumento nas taxas de transmissão de dados. (FIGUEIREDO e NAKAMURA, 2003) 1 SMS Short Message Service (Serviço de Mensagens Curtas) 115

3 3. SISTEMAS OPERACIONAIS Os sistemas operacionais destinados aos dispositivos móveis podem variar conforme o dispositivo, mas em geral devem fornecer tratamento de exceções e processamento de interrupção, suportar escrita de elementos gráficos na tela, permitir algum tipo de entrada de dados, algum recurso para ler e gravar dados em memória não volátil e tolerar acesso para os recursos de interligação em rede do dispositivo, utilizando a rede sem fio. (MUCHOW. 2004). 4. JAVAME A idéia de escrever um código que fosse executado em qualquer plataforma sem alterá-lo, apenas exigindo que a plataforma suportasse uma máquina virtual, levou a Sun Microsystems a desenvolver a linguagem de programação Java 2 Micro Edition (J2ME), projetada para dispositivos com memória, vídeo e poder de processamento limitados. (MUCHOW. 2004). A plataforma J2ME se torna adequada a uma variedade de dispositivos móveis, por seu tamanho reduzido, característica importante, pois, mesmo com os grandes avanços da tecnologia móvel, estes dispositivos são ainda muito limitados computacionalmente. Outra característica, a portabilidade, permitindo a reutilização de código entre diferentes processadores e ainda facilita a comunicação entre sistemas distribuídos. E por fim a facilidade de escrita e manutenção do código, devido esta ser uma linguagem orientada a objeto, tendo melhores mecanismos de abstração que outras linguagens e ferramentas tradicionais. (PEREIRA et al, 2011). 5. ANDROID A plataforma Android foi lançada em 2008 pela empresa Google, em parceria com a empresa OHA (Open Handeset Alliance), como uma plataforma de código aberto e não sendo vinculada a apenas um fabricante, permite a ampliação na área da telefonia móvel. (FERREIRA et al, 2011). 116

4 Construído com a intenção de fazer um melhor aproveitamento do aparelho celular, o Android é uma plataforma destinada à tecnologia móvel, com um pacote com programas para celulares, sistema operacional e aplicativos e interface com o usuário. Sendo o primeiro projeto de uma plataforma open source (código aberto) para dispositivos móveis, tem a característica de estar sempre incorporando as novas tecnologias, estando sempre em evolução. Mesmo tendo como base em seu desenvolvimento o sistema operacional Linux, o Android, não possui windowing system nativo (componente de GUI Interface Gráfica do Usuário), também não suporta o glibc (biblioteca padrão do da linguagem C) e não possui alguns dos conjuntos de padrões apresentados por algumas das distribuições Linux. (PEREIRA e SILVA, 2009) 6. SYMBIAN Como Relata IIDA (2006), em 1991, a empresa Psion realizou o lançamento da primeira versão do sistema operacional EPOC para handhelds, dando inicio a história do Symbian. Em 1997, com o lançamento do Psion Séries 5, o primeiro handheld a utilizar sistema operacional EPOC32 (de 32 bits), chamando a atenção da empresa fabricantes de celulares, que vislumbravam a agregar novas tecnologias e funcionalidades nos dispositivos móveis. E por fim, em 1998, com a união de Nokia, Motorola, Ericsson e Psion, foi fundada a companhia Symbian, cujo objetivo era criar uma versão do EPOC32 especifico para aparelhos celulares, que foi chamado de Symbian. No Symbian OS, a programação C++ possui uma série de peculiaridade como: herança, polimorfismo, funções virtuais e templates podendo ser utilizados sem problemas. O tratamento de exceções no Sistema operacional Symbian, possui um sistema próprio que é bem parecido com o tratamento como exceções de C++, esse mecanismo introduz um conceito de abandono e captura, onde abandono é mais ou menos equivalente a exceção e a captura é parecido ao try/catch, ocorrendo o erro, o sistema gera um abandono, encerrando a função imediatamente. (VALENTE, 2011) 7. WINDOWS MOBILE Surgindo como Pocket PC 2000, o Windows Mobile é um sistema operacional que foi desenvolvido para dispositivos móveis, baseado no Microsoft Win32 API, porém 117

5 mais compacto. Similar com as versões do Windows para desktops, possui aplicativos como o Word, Excel, PowerPoint e etc. (BARBOSA, TEIXEIRA e RENAULT, 2011). Para o desenvolvimento de algum aplicativo destinado ao Windows Mobile, o programador possui várias opções de linguagens como o C#, VB.NET. (BARBOSA, TEIXEIRA e RENAULT, 2011). 8. CÁLCULO DE IMC O cálculo do IMC (Índice de Massa Corpórea), é reconhecido como padrão internacional, para avaliar o grau de obesidade de um indivíduo, o cálculo é obtido pela divisão do peso, em quilograma, pela altura, em metros, elevada ao quadrado. Se o seu resultado for menor que 18,5 é dado como uma pessoa subnutrida, se compreender entre 18,6 a 24,9 é considerado um peso saudável, se a compreensão for entre 25 a 29,9 é dado como sobrepeso, se for de 30 a 34,9 já é considerada obesidade de grau um, de 35 a 39,9, obesidade de grau dois e se o resultado for maior que 40 é dado como obesidade de grau três.(varella, 2011) 9. DESENVOLVIMENTO DOS APLICATIVOS O objetivo do trabalho é a comparação das plataformas de programação destinadas a dispositivos móveis, sendo elas: JavaME, Windows Mobile, Symbian, Android, mostrando as particularidades de cada uma das plataformas. Para tal, será realizado o desenvolvimento da calculadora de IMC, em cada uma dos kits pesquisados, após será feita uma análise mostrando as características, positivas e negativas de cada um JAVAME Para a criação do aplicativo em JavaME foi utilizado como ambiente de desenvolvimento o NetBeans IDE 7.0. Graças ao ambiente de desenvolvimento utilizado, não foi necessário nenhum tipo de configuração para criação do projeto, pois este já vem previamente preparado para criar aplicações em JavaME. 118

6 9.2. ANDROID Para a criação do aplicativo destinado ao Android, foi escolhido como ambiente de desenvolvimento o NetBeans, sendo necessário a instalação de plug-ins, para que o ambiente de desenvolvimento interaja com o SDK 2 do Android. Foi realizada a instalação do SDK do Android, que automaticamente realiza todos downloads dos arquivos necessários para seu correto funcionamento, bem como faz todas suas configurações necessárias. Após a criação do projeto, é importante destacar a criação automática da classe R.java, sendo esta que faz a ligação do código em Java com a interface do aplicativo, a qual utiliza a linguagem XML 3 para sua definição SYMBIAN Na criação do aplicativo destinado a aparelhos com o Sistema Operacional Symbian, foi utilizado as ferramentas Active Perl versão 5.6.1, o SDK da Symbian, o S60 Platform SDK for Symbian OS e o Symbian_Env_Updade. Foi instalado também, o Microsoft Power Toy, para abrir qualquer pasta utilizando a opção Open Command Window Here na janela do Prompt de Comando, o Notepad++, simplesmente para deixar o ambiente de desenvolvimento mais amigável, e o plug-in Explorer plugin v1.2, para incrementar melhor a funcionalidade do Notepad++. A codificação do programa foi realizada no notepad++ e sua compilação no Prompt de comando do Windows, sendo necessário fazer várias configurações manuais para êxito da compilação do sistema WINDOWS MOBILE Na criação do aplicativo destinado para o Windows Mobile, foi utilizado como ambiente de desenvolvimento o Visual Studio Aplicação do Windows Mobile é dividida em dois códigos, o primeiro é criado automaticamente pela ferramenta e tem a finalidade de carregar o aplicativo na tela do aparelho celular. O segundo código é o da aplicação criada, desenvolvido pelo 2 SDK Software Development kit (Kit de desenvolvimento de Software ou Kit de desenvolvimento de Aplicativos) 3 XML Extensible Markup Language 119

7 programador. O ambiente de desenvolvimento Visual Studio 2008 faz todas configurações necessárias para codificação do aplicativo automaticamente, torno o desenvolvimento bastante amigável. 10. RESULTADOS O JavaME é de fácil instalação, pois quando é feito o download do Netbeans, ambiente de desenvolvimento utilizado neste trabalho, é possível a escolha do pacote, o que facilita, pois não é necessário a instalação de plug-ins. O JavaME é muito parecido com a linguagem Java, sendo também uma linguagem orientada a objeto. Outras características, desta ferramenta, é a compatibilidade com alguns Sistemas Operacionais. Um ponto relevante, é que o JavaME é apenas uma linguagem de programação limitada, o que impossibilita a criação de aplicativos muito complexos, ao contrário das outras ferramentas estudadas. Ao contrário do JavaME e do Windows Mobile, a plataforma Android utiliza um plug-in, para que o SDK do Android possa ser utilizado no ambiente de desenvolvimento do NetBeans. Para que possa ser instalado o SDK o computador deve estar conectado com a internet para que o mesmo possa realizar o download das ferramentas necessárias para a sua execução. Como se trata de um Sistema Operacional robusto, permite que o desenvolvedor crie aplicações com maior complexidade. Há muito material de pesquisa disponível, entretanto muito pouco na língua portuguesa. O Symbian foi um dos mais complicados para desenvolver a aplicação, pois todas as ferramentas e plug-ins utilizados no seu desenvolvimento ficam separados na internet, sendo necessário assim a realização de vários downloads, o que não ocorre com o Android, que na própria instalação, automaticamente, já realiza todos os downloads necessários. A compilação complica ainda mais, pois é feita no Prompt de Comando do Windows, por meio de linha de códigos, caso que não acontece nas outras plataformas. É fácil criar um aplicativo para o Windows Mobile, pois o seu ambiente de desenvolvimento é composto de uma paleta, onde estão todos os componentes necessários para a criação de uma aplicação, fazendo com que o programador codifique apenas alguns eventos. Também é fornecido ao programador um simulador para o desenvolvimento da aplicação, o que facilita o dimensionamento dos componentes na tela. Como é utilizado o Visual Studio, da empresa Microsoft, é o único que tem um custo em sua aquisição ao 120

8 contrário dos outros kits de desenvolvimento abordados por este projeto, que são inteiramente gratuitos. A figura 01, ilustra a aplicação criada em cada um dos kits de desenvolvimento, sendo na ordem JavaME, Windows Mobeli, Android, Symbian. Figura 01 Exemplo das interfaces da aplicação criada. 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS O projeto inicial surgiu com a idéia de mostrar como é criado um aplicativo para diferentes tipos de dispositivos móveis existentes no mercado, mostrando as peculiaridades de cada um. Sendo assim, foi realizado um estudo de algumas das tecnologias mais utilizadas no mercado, que se destina a criação de aplicativos móveis, sendo essas JavaME, Android, Symbian e Windows Mobile, mostrando as características peculiares de cada uma e com isso, foi realizando uma comparação entre elas. E para melhor entendimento foi desenvolvida uma aplicação em cada um dos kits estudados, para a criação de parâmetros práticos. A principal dificuldade foi na criação do aplicativo para o Symbian, pois o método utilizado por este Sistema Operacional dificulta muito o trabalho do programador, visto que para a utilização do seu SDK é necessário realizar vários downloads, onde todos os plug-ins e ferramentas ficam espalhados por diferentes sites. A compilação do aplicativo criado para o Symbian é realizada no Prompt de comando do Windows, o que é trabalhoso perto que os outros kits de desenvolvimento oferecem, onde no próprio ambiente de desenvolvimento já é realizada a compilação. O JavaME, sendo uma linguagem de programação limitada, não proporciona ao desenvolvedor muitos recursos. O Android utiliza duas linguagens de programação (Java e XML), possibilitando assim a divisão do 121

9 trabalho, podendo, um programador desenvolver a interface e o outro a aplicação, acelerando o processo de desenvolvimento. E por final, O Windows Mobile, sendo um dos mais agradáveis, fornece um ambiente de desenvolvimento muito amigável e, ao contrario dos outros kits de desenvolvimento, é o que mais facilita na criação da interface, mas ao contrário dos outros kits de desenvolvimento ele é proprietário, e deve ser adquirida uma licença para seu uso. O projeto apresenta como limitação o estudo de apenas quatro kits de desenvolvimento, sendo estes uns dos mais utilizados pelas empresas de telefonia móvel. O trabalho ainda apresentou uma das formas mais comum de se desenvolver aplicativos utilizando estes kits de desenvolvimento, porém existem outras alternativas a serem analisadas. REFERÊNCIAS BARBOSA, Davis Pereira, TEIXEIRA, Ivo Evaristo Cabreira e RENAULT, Rodrigo Lúcio. M-PASS: Software para dispositivos móveis para vendas de passagem rodoviária. Disponível em <http://www.ads.unis.edu.br/files/2010/11/mpass.pdf>. Acessado em 15 de abril de FERRARI, G. Sistemas operacionais de celular. Disponível em <http://www.sosestudante.com/informatica/sistema-operacional-de-celular.html>. Acessado em 26 de fevereiro de FIGUEIREDO, Carlos M. S.; NAKAMURA, Eduardo. Computação móvel: novas oportunidades e novos desafios. T&C Amazônia. Ano 1. n. 2. Jun IIDA, Renato Faria (2006). Desenvolvimento Symbian na Plataforma serie 60. Dissertação de Mestrado, Publicação PPGENE.DM-273ª/06, Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade de Brasília, Brasília, DF. 116 p. MUCHOW, John W. Core JAVAME Tecnologia & MIDP, Tradução João Eduardo Nóbrega Tortello. São Paulo: Pearson Makron Books, 2004, p PEREIRA, Fernando M. Q., VALENTE, Marco Túlio O., BIGONHA, Roberto S. e BIGONHA, Mariza A. S. Chamada Remota de Método na plataforma JAVAME/CLDC. Disponível em: <http://www.inf.pucminas.br/prof/mtov/pub/wcsf2003.pdf>. Acessado em 18 de abril de PEREIRA, Camilo Oliva e SILVA, Lourenço da Silva. Android para desenvolvedores. Rio de Janeiro: Braspot, 2009, p PEREIRA, Mirella M. e GUEDES Leonardo G. de R. Perspectivas das Comunicações Móveis no Brasil. Disponível <http://www.revdigonline.com/artigos_download/art_12.pdf>. Acessado em 07 de junho de

10 PEREIRA, Fernando M. Q., VALENTE, Marco Túlio O., BIGONHA, Roberto S. e BIGONHA, Mariza A. S. Chamada Remota de Método na plataforma JAVAME/CLDC. Disponível em: <http://www.inf.pucminas.br/prof/mtov/pub/wcsf2003.pdf>. Acessado em 18 de abril de VALENTE, Luis. Notas Sobre desenvolvimento em Symbian OS. Disponível em: <http:// /scholar?q=cache:ptxkiqdsz1mj:scholar.google.com/+luis+ valente+symbian&hl=pt-br&as_sdt=0,5>. Acessado em 09 de abril de VARELLA, Drauzio. Calculadora de IMC (Índice de Massa Corporal). Disponível em <http://www.drauziovarella.com.br/imc>. Acessado em 20 de abril de

Programação para Dispositivos Móveis

Programação para Dispositivos Móveis Programação para Dispositivos Móveis Fatec Ipiranga Análise e Desenvolvimento de Sistemas Aula 02 História do desenvolvimento de software para dispositivos móveis Dalton Martins dmartins@gmail.com São

Leia mais

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS EM WINDOWS MOBILE. PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno:

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Aula1. Preparando o ambiente de desenvolvimento

Aula1. Preparando o ambiente de desenvolvimento Programando para Symbian OS S60 Platform SDKs for Symbian OS, for C++ (diego@drsolutions.com.br) 27 Agosto/2007 Aula1 Preparando o ambiente de desenvolvimento Objetivo da aula: Propiciar ao leitor uma

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (Plataformas Sistemas Operacionais e Desenvolvimento) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Windows Mobile O Windows Mobile é um sistema operacional compacto, desenvolvido para rodar em dispositivos móveis como Pocket

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Introdução a Computação Móvel

Introdução a Computação Móvel Introdução a Computação Móvel Computação Móvel Prof. Me. Adauto Mendes adauto.inatel@gmail.com Histórico Em 1947 alguns engenheiros resolveram mudar o rumo da história da telefonia. Pensando em uma maneira

Leia mais

Arquiteturas para implantação de aplicações móveis wireless

Arquiteturas para implantação de aplicações móveis wireless Arquiteturas para implantação de aplicações móveis wireless Este tutorial apresenta uma visão geral da arquitetura para implantação de aplicações móveis wireless. Eduardo Tude Engenheiro de Teleco (IME

Leia mais

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO UM PADRÃO ABERTO DE SOFTWARE PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL: UM ESTUDO SOBRE GOOGLE ANDROID 1. INTRODUÇÃO O aumento do número usuários de dispositivos móveis atrai cada vez os desenvolvedores a produzir aplicações

Leia mais

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio,

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio, INTRODUÇÃO Para que o Guia Médico de seu Plano de Saúde esteja disponível em seu celular, antes de mais nada, sua OPERADORA DE SAÚDE terá de aderir ao projeto. Após a adesão, você será autorizado a instalar

Leia mais

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID

MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID MAPEAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE REGIÕES DE INTERESSE UTILIZANDO REALIDADE AUMENTADA EM DISPOSITIVOS MÓVEIS COM PLATAFORMA ANDROID Alessandro Teixeira de Andrade¹; Geazy Menezes² UFGD/FACET Caixa Postal 533,

Leia mais

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Mercado cresce a cada ano Muitos recursos Múltiplas plataforma Symbian

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA COMPUTAÇÃO MÓVEL CONTROLE DE GASTOS PARA ORÇAMENTO DOMÉSTICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA COMPUTAÇÃO MÓVEL CONTROLE DE GASTOS PARA ORÇAMENTO DOMÉSTICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA COMPUTAÇÃO MÓVEL CONTROLE DE GASTOS PARA ORÇAMENTO DOMÉSTICO Fred Paulino Ferreira, Leonardo Couto, Renato Maia, Luiz G. Montanha Departamento

Leia mais

Programação para Android

Programação para Android Programação para Android Aula 01: Visão geral do android, instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento, estrutura básica de uma aplicação para Android Objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Linha : a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Leve Criado apenas com a funcionalidade que você precisa Barato Do uso gratuito ao licenciamento flexível Eficiente Software fácil de usar e

Leia mais

Estudo comparativo entre tecnologias Java: Applet e JWS.

Estudo comparativo entre tecnologias Java: Applet e JWS. Estudo comparativo entre tecnologias Java: Applet e JWS. Clara Aben-Athar B. Fernandes¹, Carlos Alberto P. Araújo¹ 1 Centro Universitário Luterano de Santarém Comunidade Evangélica Luterana (CEULS/ULBRA)

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Links importantes http://www.android.com/ Site oficial de toda a documentação, downloads e informações sobre a plataforma. http://developer.android.com/

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Jonathas Trindade e Thiago Sylas Universidade Federal do Pará Instituto de Tecnologia LaPS - Laboratório de Processamento de Sinais. 24/01/2012 1 / 16

Leia mais

Roteiro. Linguagens, plataformas e ambientes de Desenvolvimento. Desenvolvimento de Aplicações para DM. Java. Linguagem C

Roteiro. Linguagens, plataformas e ambientes de Desenvolvimento. Desenvolvimento de Aplicações para DM. Java. Linguagem C Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis José de Ribamar Martins Bringel Filho Mestre em Ciência da Computação (UFC) bringel@cenapadne.br Roteiro Overview das Plataformas e Linguagens J2ME

Leia mais

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2 AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA CONTEÚDO DA AULA Tipos de Software Serviços Web Tendências 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION Robison Cris Brito Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná Unidade de Pato Branco robison@pb.cefetpr.br RESUMO Engana-se quem acha

Leia mais

No mercado atual, podemos encontrar vários tipos de sistemas operacionais que fazem parte das seguintes classes:

No mercado atual, podemos encontrar vários tipos de sistemas operacionais que fazem parte das seguintes classes: Módulo 4 Sistema Operacional Sistemas Operacionais Neste módulo falaremos sobre alguns sistemas operacionais existentes no mercado, suas características, e conheceremos o básico das redes de computadores.

Leia mais

Desenvolvimento de um Framework de Jogos 3D para Celulares

Desenvolvimento de um Framework de Jogos 3D para Celulares Desenvolvimento de um Framework de Jogos 3D para Celulares Fabrício Brasiliense Departamento de Informática e Estatística(INE) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Campus Universitário Trindade-

Leia mais

J2ME PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO JAVA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

J2ME PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO JAVA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS J2ME PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO JAVA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Ana Paula Carrion 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1, Jaime Willian Dias 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil anapaulacarrion@hotmail.com,

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Estruturas de Sistemas Operacionais Um sistema operacional fornece o ambiente no qual os programas são executados. Internamente,

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA

Linguagem de Programação JAVA Linguagem de Programação JAVA Curso Técnico em Informática Modalida Integrado Instituto Federal do Sul de Minas, Câmpus Pouso Alegre Professora: Michelle Nery Agenda JAVA Histórico Aplicações Pós e Contras

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel A linguagem JAVA A linguagem Java O inicio: A Sun Microsystems, em 1991, deu inicio ao Green Project chefiado por James Gosling. Projeto que apostava

Leia mais

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android (Organização do Ambiente) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador Sistemas de Informação Prof. Anderson D. Moura Um programa de computador é composto por uma seqüência de instruções, que é interpretada e executada por um processador ou por uma máquina virtual. Em um

Leia mais

Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis

Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis Disciplina: Computação Móvel Professor: Mauro Nacif Rocha Data: 27/02/2007 Hadriel Toledo Lima 50290 Juliana Pinheiro Campos 47683 Luis Felipe Hussin Bento

Leia mais

A Linguagem Algorítmica Estrutura de Repetição. Ex. 2

A Linguagem Algorítmica Estrutura de Repetição. Ex. 2 Estrutura de Repetição. Ex. 2 A ESTRUTURA Enquanto faça{} É MELHOR UTILIZADA PARA SITUAÇÕES ONDE O TESTE DE CONDIÇÃO (V OU F) PRECISA SER VERIFICADO NO INÍCIO DA ESTRUTURA DE REPETIÇÃO.

Leia mais

Módulo I - Introdução. Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010. Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres.

Módulo I - Introdução. Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010. Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres. Módulo I - Introdução Aula 2 Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres.com Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010 Graduado em Ciência da Computação pela UFC, Brasil

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Tipos de Sistemas Operacionais Com o avanço dos computadores foram surgindo alguns tipos de sistemas operacionais que contribuíram para o desenvolvimento do software. Os tipos de

Leia mais

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional Introdução à Linguagem JAVA Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação Laboratório de Visão Computacional Vantagens do Java Independência de plataforma; Sintaxe semelhante às linguagens

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Aula 01: Começando com Java Objetivos: Compreender o que é Java, OO e suas vantagens; Entender os procedimentos para criação

Leia mais

Java & OpenJDK. Thiago S. Gonzaga. Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com

Java & OpenJDK. Thiago S. Gonzaga. Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com Java & OpenJDK Thiago S. Gonzaga Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com Tópicos Sobre a Sun Microsystems Algumas tecnologias da Sun Linguagem de Programação Ciclo de Desenvolvimento O que é Java?

Leia mais

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C 2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C Este capítulo trata de colocar a linguagem C para funcionar em um ambiente de programação, concentrando-se no compilador GNU Compiler Collection (gcc). Mas qualquer outro

Leia mais

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente de Desenvolvimento Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor :

Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor : Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor : Marco Antônio Chaves Câmara Lista de Exercícios 3 Nome do Aluno : 1. Sobre as unidades de disco rígido

Leia mais

Manual de Operação Aplicativo ClickIt

Manual de Operação Aplicativo ClickIt Manual de Operação Aplicativo ClickIt Rev. 1.1 Agosto/2010 GSControl Automação Ltda. Rua Washington Luiz, 675 ITC Conjunto 1101 Centro Porto Alegre RS CEP 90010-460 Telefone: (51)3026-0945 / (51)3287-2167

Leia mais

Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010

Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010 Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010 Primeira Dica Afirmação O que é Java? Características do Java Como Java Funciona Plataforma Java Edições Java Java SE Java EE Java ME

Leia mais

Java. para Dispositivos Móveis. Thienne M. Johnson. Novatec. Desenvolvendo Aplicações com J2ME

Java. para Dispositivos Móveis. Thienne M. Johnson. Novatec. Desenvolvendo Aplicações com J2ME Java para Dispositivos Móveis Desenvolvendo Aplicações com J2ME Thienne M. Johnson Novatec Capítulo 1 Introdução à computação móvel 1.1 Computação móvel definições Computação móvel está na moda. Operadoras

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa 1. IDENTIFICAÇÃO TÍTULO TMCAP Tecnologia Móvel para Captura e Armazenamento

Leia mais

Uma Introdução ao. Computação Móvel (MAC5743/MAC330) Prof. Alfredo Goldman Monitores: Rodrigo Barbosa Daniel Cordeiro

Uma Introdução ao. Computação Móvel (MAC5743/MAC330) Prof. Alfredo Goldman Monitores: Rodrigo Barbosa Daniel Cordeiro Uma Introdução ao J2ME Computação Móvel (MAC5743/MAC330) DCC-IME-USP Prof. Alfredo Goldman Monitores: Rodrigo Barbosa Daniel Cordeiro Visão Geral do Java 2 (1) A plataforma Java 2 engloba três elementos:

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Laboratório de Processamento de Sinais Laboratório de Sistemas Embarcados Universidade Federal do Pará 24 de fevereiro de 2012 Sumário 1 Introdução 2

Leia mais

Desenvolvendo para. Windows 8. Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8. Ricardo R. Lecheta. Novatec

Desenvolvendo para. Windows 8. Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8. Ricardo R. Lecheta. Novatec Desenvolvendo para Windows 8 Aprenda a desenvolver aplicativos para Windows Phone 8 e Windows 8 Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2013 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos

Leia mais

ESTUDO DE CASO WINDOWS VISTA

ESTUDO DE CASO WINDOWS VISTA ESTUDO DE CASO WINDOWS VISTA História Os sistemas operacionais da Microsoft para PCs desktop e portáteis e para servidores podem ser divididos em 3 famílias: MS-DOS Windows baseado em MS-DOS Windows baseado

Leia mais

Desenvolvimento de uma aplicação embarcada em celular visando controle de robô via Wi-Fi

Desenvolvimento de uma aplicação embarcada em celular visando controle de robô via Wi-Fi Desenvolvimento de uma aplicação embarcada em celular visando controle de robô via Wi-Fi Bruno Henrique Andrade Cruz 1 Josué Fernandes Dall Agnese 1 Bruno José Fagundes 1 Marcelo Teixeira Bastos 1 Rolf

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Material de apoio - Aula II (25/02/2008) - Profº Sidney Leal

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Material de apoio - Aula II (25/02/2008) - Profº Sidney Leal AMBIENTE JAVA CONCEITO LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO O ambiente de desenvolvimento Java é composto de ferramentas e utilitários para a realização de tarefas (depuração, compilação e documentação) relacionadas

Leia mais

FRAMEWORK PARA SUPERVISÓRIO DE SISTEMA AUTOMATIZADO VIA CELULAR

FRAMEWORK PARA SUPERVISÓRIO DE SISTEMA AUTOMATIZADO VIA CELULAR 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 FRAMEWORK PARA SUPERVISÓRIO DE SISTEMA AUTOMATIZADO VIA CELULAR Uiliam Nelson Lendzion Tomaz Alves 1, Munif Gebara Junior 2 RESUMO: O grande número de

Leia mais

Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo

Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo Tema; Delimitação do Problema; Hipóteses ou questões de pesquisa; Objetivos; Justificativa; Revisão Bibliográfica; Cronograma; Referências. Desenvolver

Leia mais

4 Estrutura do Sistema Operacional. 4.1 - Kernel

4 Estrutura do Sistema Operacional. 4.1 - Kernel 1 4 Estrutura do Sistema Operacional 4.1 - Kernel O kernel é o núcleo do sistema operacional, sendo responsável direto por controlar tudo ao seu redor. Desde os dispositivos usuais, como unidades de disco,

Leia mais

Android. Marcelo Quinta @mrquinta

Android. Marcelo Quinta @mrquinta Android Marcelo Quinta @mrquinta Oi, eu sou o Marcelo Quinta Pública Público-privada Privada Próprio negócio Voluntariado Parabéns à organização do GO-GTUG Tablets 160% de aumento em 2011 Smartphones

Leia mais

INTEGRANDO A TECNOLOGIA J2ME NO ÂMBITO ACADÊMICO

INTEGRANDO A TECNOLOGIA J2ME NO ÂMBITO ACADÊMICO INTEGRANDO A TECNOLOGIA J2ME NO ÂMBITO ACADÊMICO Ramon R. Rabello, Pedro J. Treccani, Thienne M Johnson Universidade da Amazônia, Av Alcindo Cacela, 287, Belém, PA CEP 66092-010 ramon.rabello@gmail.com,

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso:

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso de Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Depurando aplicações Professor: Danilo Giacobo OBJETIVOS DA AULA Aprender dicas e técnicas para encontrar erros em aplicações Android. Conhecer os recursos que auxiliam

Leia mais

Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático

Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático Leonel Machava Email: leonelmachava@gmail.com MOZAMBICAN OPEN ARCHITECTURES STANDARDS AND INFORMATION SYSTEMS Conteúdo Definição de aplicação

Leia mais

Autenticação ultra resistente para proteger o acesso à rede e a informação corporativa

Autenticação ultra resistente para proteger o acesso à rede e a informação corporativa Autenticação ultra resistente para proteger o acesso à rede e a informação corporativa ESET Secure Authentication proporciona uma forte autenticação para proteger o acesso remoto à rede corporativa e aos

Leia mais

SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI

SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI SISTEMA BASEADO EM LOCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TÁXI Acadêmico: Arthur Henrique Kienolt Orientador: Prof. Dr. Mauro Marcelo Mattos ROTEIRO Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Material elaborado pelo prof. Leandro A. F. Fernandes com contribuições dos profs. Anselmo A. Montenegro e Marcos Lage Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

Desenvolvimento de aplicações na plataforma Google Android

Desenvolvimento de aplicações na plataforma Google Android Desenvolvimento de aplicações na plataforma Google Android Rafael M. Lins Manoel Taenan Prof. Dr. Fábio Gomes Design by Rafael M. Lins Autores Rafael Madureira Lins de Araújo Bla bla bla Manoel Taenan

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS

SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMAS OPERACIONAIS Conceitos Básicos Sistema Operacional: Um Sistema Operacional é um programa que atua como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador. O Propósito do SO é fornecer

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS

SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS Rodrigo das Neves Wagner Luiz Gustavo Galves Mählmann Resumo: O presente artigo trata de um projeto de desenvolvimento de uma aplicação para uma produtora de eventos,

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis. Prof. Wallace Borges Cristo

Programação para Dispositivos Móveis. Prof. Wallace Borges Cristo Programação para Dispositivos Móveis Prof. Wallace Borges Cristo Acesso a informação Notícias, Ringtones, Vídeos Messenger/Chat Jogos Acesso a instituições financeiras M-commerce (Mobile Commerce) Aplicações

Leia mais

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais Arquitetura de Computadores Introdução aos Sistemas Operacionais O que é um Sistema Operacional? Programa que atua como um intermediário entre um usuário do computador ou um programa e o hardware. Os 4

Leia mais

JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS GAME OF MEMORY TO MOBILE DEVICES

JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS GAME OF MEMORY TO MOBILE DEVICES JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS GAME OF MEMORY TO MOBILE DEVICES Célia Hirata Aoki - celia@unisalesiano.edu.br Prof. M.Sc. Anderson Pazin - pazin@unisalesiano.edu.br RESUMO As fortes expansões

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PROJETO TELECENTROS COMUNITÁRIOS APPEL MICROSOFT LINUX GOOGLE É um controlador

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS EM JAVA*

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS EM JAVA* PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS EM JAVA* Adair Santa Catarina Curso de Ciência da Computação Unioeste Campus de Cascavel PR Fev/2014 *Adaptado de PACHECO, R C S & RIEKE, R N INE UFSC Disponível em: http://wwwstelaufscbr/~pacheco/dsoo/htm/downloadshtm

Leia mais

PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL

PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL Adson Diego Dionisio da SILVA 1, Saulo Soares de TOLEDO², Luiz Antonio Costa Corrêa FILHO³, Valderí Medeiros

Leia mais

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Introdução à Linguagem Java Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Breve Histórico Sun Microsystems, 90/91: projeto de uma linguagem de programação pequena que pudesse ser usada em dispositivos

Leia mais

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Célia Hirata Aoki Anderson Pazin

JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Célia Hirata Aoki Anderson Pazin JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Célia Hirata Aoki Anderson Pazin LINS SP 2009 2 JOGO DA MEMÓRIA PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS RESUMO As fortes expansões do mercado de desenvolvimento de softwares,

Leia mais

Introdução à Linguagem Java

Introdução à Linguagem Java Introdução à Linguagem Java Histórico: Início da década de 90. Pequeno grupo de projetos da Sun Microsystems, denominado Green. Criar uma nova geração de computadores portáveis, capazes de se comunicar

Leia mais

Java Linguagem de programação

Java Linguagem de programação 1 Linguagem Java O que é o Java? Java é uma linguagem de programação, apresentada ao mercado em 1995, pela Sun Microsystems, que provocou e ainda provoca excitação e entusiasmo em programadores, analistas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS Trabalho final da disciplina Computadores, Redes, IP e Internet Professor: Walter Freire Aluno:

Leia mais

Informática. Jamille Silva Madureira

Informática. Jamille Silva Madureira Informática Jamille Silva Madureira Conceitos de sistemas operacionais Sistemas Operacionais Atuais Desktop: Windows 7 e 8; Linux; Mac OS. Dispositivos Móveis: Windows Mobile; Android; iphone OS. Desktop

Leia mais

5 Mecanismo de seleção de componentes

5 Mecanismo de seleção de componentes Mecanismo de seleção de componentes 50 5 Mecanismo de seleção de componentes O Kaluana Original, apresentado em detalhes no capítulo 3 deste trabalho, é um middleware que facilita a construção de aplicações

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG CURSO SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG CURSO SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG CURSO SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Eduardo Lagares dos Santos Luiz Henrique do Vale Brasileiro Machado Maurílio Henrique

Leia mais

Instalação do Java SDK (Software Development Kit)

Instalação do Java SDK (Software Development Kit) ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Engenharia Mecatrônica e de Sistemas Mecânicos PMR 2300 Computação para Automação 1 o Semestre 2005 Instalação do Java SDK (Software Development

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Edição 1.0 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos Microsoft oferecem aplicativos corporativos Microsoft para o

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações. Android. Rick Rogers, John Lombardo, Zigurd Mednieks e Blake Meike. Novatec

Desenvolvimento de Aplicações. Android. Rick Rogers, John Lombardo, Zigurd Mednieks e Blake Meike. Novatec Desenvolvimento de Aplicações Android Rick Rogers, John Lombardo, Zigurd Mednieks e Blake Meike Novatec Sumário Prefácio... xi Público-alvo...xi Organização do livro...xii Convenções adotadas neste livro...xiii

Leia mais

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Índice 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED.... 1 2. História do Flash... 4 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED. É importante, antes de iniciarmos

Leia mais

ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR

ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR ESCOLHA UM TESTE PARA EXECUTAR Acompanhe o ritmo de aceleração dos ciclos de lançamento. Descubra a automatização com um toque humano EXECUTE UM TESTE 26032015 Com a Borland, tanto analistas de negócios

Leia mais

Scalable Vector Graphics. Kadu Neves Rafael Rocha

Scalable Vector Graphics. Kadu Neves Rafael Rocha Scalable Vector Graphics Kadu Neves Rafael Rocha Roteiro Introdução Vantagens do Uso do SVG Perfis SVG A especificaçào JSR-226 Exemplos Introdução Scalable Vector Graphics é um padrão aberto para descrever

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal AULA Informática: Aplicações e Benefícios Advocacia

Leia mais

Introdução Dalvik Linux 2.6. Android. Diogo de Campos, João Paulo Pizani Flor, Maurício Oliveira Haensch, Pedro Covolan Bachiega

Introdução Dalvik Linux 2.6. Android. Diogo de Campos, João Paulo Pizani Flor, Maurício Oliveira Haensch, Pedro Covolan Bachiega Android Diogo de Campos, João Paulo Pizani Flor, Maurício Oliveira Haensch, Pedro Covolan Bachiega Universidade Federal de Santa Catarina November 18, 2008 Agenda 1 Introdução 2 Dalvik 3 Linux 2.6 Introdução

Leia mais

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent DataHub v7.0 A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent é reconhecida como uma líder no segmento de soluções de middleware no domínio do tempo real. E, com a introdução

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Profª. Angelina V.S. Melaré angelinamelare@gmail.com Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1ºsem/2008 Objetivo da Aula Saber diferenciar

Leia mais

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles:

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Netz Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Java SE 6, que pode ser instalado através da JDK.

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Interface gráfica. Figura 1: MS DOS

Interface gráfica. Figura 1: MS DOS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sergipe IFS Campus Glória Professora: Jamille Madureira Informática Básica Sistemas Operacionais Sistema operacional é um programa que gerencia o hardware

Leia mais

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Tecnologia Java Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Origem da Tecnologia Java Projeto inicial: Oak (liderado por James Gosling) Lançada em 1995 (Java) Tecnologia

Leia mais

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security Administration Kit Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security O Kaspersky Administration Kit é uma ferramenta de administração centralizada

Leia mais