PROFº MÁRCIO MARTINS DE MELO / CIÊNCIAS - 6º ANOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROFº MÁRCIO MARTINS DE MELO / CIÊNCIAS - 6º ANOS"

Transcrição

1 E. E PROFª BEATRIZ DE QUADROS LEME AULAS EM EaD - ENSINO A DISTÂNCIA PROFº MÁRCIO MARTINS DE MELO / CIÊNCIAS - 6º ANOS Transformações físicas e químicas Nesta sequência, os alunos vão conhecer um pouco mais sobre os processos de transformação dos materiais, considerando que tais mudanças são transformações químicas ou físicas. São propostas atividades para investigar a ocorrência dessas transformações em materiais submetidos a diferentes condições. A BNCC na sala de aula Objetos de conhecimento Competências específicas de Ciências da Natureza Habilidades Transformações químicas. 2. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da Natureza, bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação científica, de modo a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas, socioambientais e do mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. (EF06CI02) Identificar evidências de transformações químicas a partir do resultado de misturas de materiais que originam produtos diferentes dos que foram misturados (mistura de ingredientes para fazer um bolo, mistura de vinagre com bicarbonato de sódio etc.).

2 Objetivos de aprendizagem Observar processos de transformação que geram mudanças na composição de um material, considerando que tais mudanças são transformações químicas. Conteúdos Materiais. Investigando os materiais. Transformações físicas dos materiais. Transformações químicas. Propriedades dos materiais. Aula 1 As transformações físicas, embora sejam perceptíveis pela mudança na aparência do material, ocorrem de maneira mais passageira, não alterando intimamente a natureza da substância. Já as transformações químicas são tão intensas que alteram a composição do material, fazendo com que a transformação produza uma substância quimicamente diferente do que se tinha no início. Uma transformação física é diferente de uma transformação química porque: em uma transformação química novas substâncias são formadas, já a transformação física altera a forma do material, mas sua composição é a mesma. Transformações físicas Quando alteramos o tamanho ou a forma do material ele sofre uma mudança, mas não pode ser transformado em outro. Olhando microscopicamente, percebemos que os átomos, íons ou moléculas passam por uma agitação ou reordenação, mas eles não são alterados. Podemos observar isso nas mudanças de estado físico.

3 Observe que: Sólido: as partículas permanecem em posições fixas, por isso o volume e forma são bem definidos. Líquido: as partículas se movimentam com mais liberdade e, por isso, o líquido tem volume específico, mas a forma varia conforme o recipiente. Gasoso: as partículas se movimentam em todas as direções e com grande velocidade, preenchendo todo o recipiente, por isso o volume e forma são variáveis. Transformações químicas Novas substâncias são criadas quando a matéria passa por uma transformação química. Reagentes são transformados em produtos por meio de reações. As reações fazem com que ligações químicas sejam quebradas ou formadas, mas os átomos que participam da reação são os mesmos, só que rearranjados. Percebemos a ocorrência de uma transformação química por aparecimento de luz, surgimento de bolhas de um gás, formação de partículas sólidas, mudança de cor e percepção de cheiro.

4 Pesquise como é feito o papel, etapas e materiais para obtenção. Obs: Coloque a folha da pesquisa junto a atividade 1. ATIVIDADE 1 Nome do(a) aluno(a): COMO É FEITO O PAPEL? Faça um pequeno resumo da sua pesquisa. Procure na internet mapas conceituais sobre a produção do papel e tente construir o seu.

5 petovarga/shuttestock.com 1. Na sua opinião, de onde vem o papel? 2. Você acha que madeira pode ser transformada em papel?

6 3. Com o auxílio da imagem do início da atividade, crie hipóteses para explicar as etapas de obtenção do papel. 4. Segundo suas hipóteses, é possível perceber que o processo de obtenção do papel exige transformações? Caso julgue necessário usar a reportagem do site Mundo estranho: "Como é feito o papel?" Por: Redação Mundo Estranho. Publicado em: 18 abr Disponível em: < (acesso em: 10 set. 2018) e procure extrair do texto trechos que evidenciam as transformações que ocorrem no processo de obtenção do papel. Aula 2 Em seguida, atividade 2 contendo imagens de materiais que sofreram transformações. Questionar as situações representadas em cada uma delas a fim de que os alunos apontem as mudanças em cada caso. O quê acontece em cada imagem, identificando a causa das transformações nas situações apresentadas, levando em conta aspectos relacionados à coloração, textura, consistência, sabor, formação de novos produtos, emissão de gases, como aquecer um material, quebrá-lo em pedaços e etc. ATIVIDADE 2 Nome do(a) aluno(a): TRANSFORMAÇÕES DOS MATERIAIS

7 Observe as imagens a seguir. Indique em quais ocorrem transformações químicas e físicas. Aponte as evidências dessas transformações. Escreva ao lado figura se a transformação é física ou química. JJSINA/Shutterstock.com Brent Hofacker/Shutterstock.com 1 2 Superb Stock Images/Shutterstock.com muratart/shutterstock.com 3 4

8 Alena Brozova / Shutterstock.com oraya/shutterstock.com 5 6 istetiana/shutterstock.com Tom Begasse/Shutterstock.com 7 8 PopTika/Shutterstock.com Vitalina Rybakova/Shutterstock.com 9 10

9 Joanna Stankiewicz-Witek/Shutterstock.com Markus Gann/Shutterstock.com Alexander Mak/Shutterstock.com MaraZe/Shutterstock.com Yuttasak Chuntarothai/Shutterstock.com 15

10 Aula 3 - Neste vídeo, Iberê Thenório, da série de vídeos o Manual do Mundo, fala sobre as transformações químicas e como a mudança de arranjo entre os átomos pode construir novas substâncias. Assista e responda o relatório da aula prática ( IMPORTANTE BASTA ASSISTIR AO VÍDEO PARA MONTAR O RELATÓRIO) LINK: RELATÓRIO DA AULA PRÁTICA Nome do(a) aluno(a): 1. Título da aula: 2. Objetivo: 3. Materiais necessários: 4. Procedimentos da atividade prática: 5. Esquema ou desenho que evidenciam as transformações químicas: 6. Resultado/Conclusão:

LISTA DE ATIVIDADES - TAREFÃO DE CIÊNCIAS

LISTA DE ATIVIDADES - TAREFÃO DE CIÊNCIAS LISTA DE ATIVIDADES - TAREFÃO DE CIÊNCIAS ALUNO(a): TURMA: Valor: 0-2 pontos PROFESSOR(a): CHRISTIANE FRÓES DATA: / / *A lista de exercícios deste tarefão estão relacionadas aos seguintes conteúdos: Capitulo

Leia mais

Atividade prática Estudo das misturas: fases e componentes Parte 1

Atividade prática Estudo das misturas: fases e componentes Parte 1 Atividade prática Estudo das misturas: fases e componentes Parte 1 9º ano do Ensino Fundamental/1º ano do Ensino Médio Objetivo Vivenciar conceitos importantes sobre a classificação dos diversos tipos

Leia mais

Substâncias e Transformações

Substâncias e Transformações Substâncias e Transformações PAESPE 2018 Aula: Mariany Fernandes O QUE É UM SISTEMA? É uma porção limitada do universo, considerada como um todo para efeito de estudo. Homogêneo Heterogêneo Homogêneo:

Leia mais

COMPETÊNCIA 1. Explicar fenômenos cientificamente: reconhecer, oferecer e avaliar explicações para fenômenos naturais e tecnológicos.

COMPETÊNCIA 1. Explicar fenômenos cientificamente: reconhecer, oferecer e avaliar explicações para fenômenos naturais e tecnológicos. 3 Ciências 3º Ano COMPETÊNCIA 1 Competência Explicar fenômenos cientificamente: reconhecer, oferecer e avaliar explicações para fenômenos naturais e tecnológicos. Habilidade H1. Adotar uma postura investigativa

Leia mais

Metodologia do Ensino de Química II

Metodologia do Ensino de Química II Metodologia do Ensino de Química II Profª Tathiane Milaré A disciplina 1. A natureza da Química e suas implicações no ensino 2. Dificuldades no ensino e aprendizagem em Química 3. Programas curriculares

Leia mais

REAÇÕES QUÍMICAS. Elaboradores: Bruno Reis Martins Jordana Dinorá de Lima Karolayne Gonçalves da Silva Rafael de OIiveira Fratoni.

REAÇÕES QUÍMICAS. Elaboradores: Bruno Reis Martins Jordana Dinorá de Lima Karolayne Gonçalves da Silva Rafael de OIiveira Fratoni. REAÇÕES QUÍMICAS Elaboradores: Bruno Reis Martins Jordana Dinorá de Lima Karolayne Gonçalves da Silva Rafael de OIiveira Fratoni Aplicadores: Bruno Reis Martins Jordana Dinorá de Lima Karolayne Gonçalves

Leia mais

1ª Daniella / Marcelo

1ª Daniella / Marcelo Química 1ª Daniella / Marcelo 1ª Série E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade conhecimento químico, incluindo Reagentes, produtos e suas propriedades H1. Identificar uma substância, mistura,

Leia mais

3.1. Estados físicos e mudanças de estado

3.1. Estados físicos e mudanças de estado 3.1. Estados físicos e mudanças de estado Os estados físicos da matéria Os materiais, à temperatura ambiente, podem encontrar-se, fundamentalmente, em três estados físicos: estado sólido, estado líquido

Leia mais

Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química

Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química Metodologia do Ensino II Profª Tathiane Milaré Exercício As variações de entalpia envolvidas nas etapas de formação de NaCl (s) a partir de átomos gasosos

Leia mais

Química Geral e Inorgânica. QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Estrutura Atômica

Química Geral e Inorgânica. QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Estrutura Atômica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Estrutura Atômica Química Nível macroscópico Matéria e suas transformações Reações químicas: mudança de cor,

Leia mais

EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS

EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS 1- Considere o sistema e responda as questões: A) Quantos átomos estão representados? B) Quantos elementos químicos há no sistema? C) Quantas moléculas estão representadas

Leia mais

Forças intermoleculares

Forças intermoleculares PARTE II Unidade F Capítulo 18 Forças intermoleculares Seções: 181 Interações dipolo permanente-dipolo permanente 182 Ligações de 183 Interações dipolo instantâneo-dipolo induzido 184 Forças intermoleculares

Leia mais

ENERGIA = ENTALPIA (H)

ENERGIA = ENTALPIA (H) Cinética Química ENERGIA = ENTALPIA (H) Reações Endotérmicas: absorvem calor do meio ambiente, onde a entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes. Quando ocorre absorção de energia, a quantidade

Leia mais

A Matéria. Profº André Montillo

A Matéria. Profº André Montillo A Matéria Profº André Montillo www.montillo.com.br Substância: É a combinação de átomos de elementos diferentes em uma proporção de um número inteiro. O átomo não é criado e não é destruído, as diferentes

Leia mais

DERRETER ISOPOR NA ACETONA É POSSÍVEL?

DERRETER ISOPOR NA ACETONA É POSSÍVEL? CONTEXTUALIZAÇÃO INTERVENÇÃO DERRETER ISOPOR NA ACETONA É POSSÍVEL? PLANO DA INTERVENÇÃO AUTOR: Lucas Fagundes de Souza Em nosso cotidiano, é possível observar diversas reações químicas envolvidas, como

Leia mais

A Matéria. Profº André Montillo

A Matéria. Profº André Montillo A Matéria Profº André Montillo www.montillo.com.br Substância: É a combinação de átomos de elementos diferentes em uma proporção de um número inteiro. O átomo não é criado e não é destruído, as diferentes

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 REAÇÕES E FUNÇÕES QUÍMICAS

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 REAÇÕES E FUNÇÕES QUÍMICAS Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química

Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química Dificuldades no Ensino e Aprendizagem em Química Metodologia do Ensino II Profª Tathiane Milaré 1 2 3 Exemplo: Química da última série do Ensino Fundamental 4 Junho Agosto Setembro Outubro Novembro Fev.

Leia mais

Substâncias e Misturas

Substâncias e Misturas ESTADO DE SANTA CATARINA EEB DR JORGE LACERDA Substâncias e Misturas Profª Luiza P. R. Martins Química 1º ano Estados físicos (de agregação) da matéria Vapor Características microscópicas 2 Ebulição, Vaporização

Leia mais

Avenida Lourival Alfredo, 176, Poeira, Marechal Deodoro, Alagoas, Brasil,

Avenida Lourival Alfredo, 176, Poeira, Marechal Deodoro, Alagoas, Brasil, 5 CINÉTICA QUÍMICA 1 Introdução A química é, por sua própria natureza, preocupada com a mudança. As reações químicas convertem substâncias com propriedades bem-definidas em outros materiais com propriedades

Leia mais

ESTADO SÓLIDO ESTADO LÍQUIDO

ESTADO SÓLIDO ESTADO LÍQUIDO TEORIA CORPUSCULAR DA MATÉRIA Todas as substâncias são formadas por corpúsculos. Os corpúsculos têm reduzidas dimensões e por isso não se conseguem ver a olho nu. Entre os corpúsculos existem espaço vazio,

Leia mais

Aula 9 OBTENÇÃO DOS HALOGÊNIOS E SUAS PROPRIEDADES. Eliana Midori Sussuchi Danilo Oliveira Santos. META Obter halogênios e avaliar suas propriedades

Aula 9 OBTENÇÃO DOS HALOGÊNIOS E SUAS PROPRIEDADES. Eliana Midori Sussuchi Danilo Oliveira Santos. META Obter halogênios e avaliar suas propriedades Aula 9 OBTENÇÃO DOS HALOGÊNIOS E SUAS PROPRIEDADES META Obter halogênios e avaliar suas propriedades OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Obter cloro por decomposição do cloreto de hidrogênio;

Leia mais

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Química 3ª Daniella e Jéssica 1ª SÉRIE E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Dominar a leitura, interpretação e C6. Correlacionar conhecimentos sobre sistemas materiais, fenômenos, fatos

Leia mais

Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos

Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos A mudança nas dimensões dos corpos, quando sofrem variações de temperatura, é um fenômeno que pode ser facilmente observado em situações do cotidiano. Quando

Leia mais

PROMILITARES 09/08/2018 QUÍMICA. Professora Caroline Azevedo ASPECTOS MACROSCÓPICOS

PROMILITARES 09/08/2018 QUÍMICA. Professora Caroline Azevedo ASPECTOS MACROSCÓPICOS QUÍMICA Professora Caroline Azevedo ASPECTOS MACROSCÓPICOS Conteúdos abordados na aula de hoje: 1. Matéria, corpo e objeto; 2. Energias; 3. Fenômenos; 4. Classificação da matéria. Matéria e suas transformações

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE

CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE elocidade das reações e os fatores que a influenciam CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE 2 NaN 3(s) 2 Na (s) + 3 N 2(g) 2 Fe (s) + 3/2 O 2(g) Fe 2 O 3 (s) Gás que infla o airbag ELOCIDADE MÉDIA Ferrugem Tempo=

Leia mais

Gabarito das Questões

Gabarito das Questões II OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 19 DE MAIO DE 2007 Gabarito das Questões Para cada questão de 1 a 5, marque com um X a alternativa correta e justifique porque as outras duas estão erradas. QUESTÃO 1 a)

Leia mais

Figura 1 Reação química Fonte: SUWIT NGAOKAEW/Shutterstock.com

Figura 1 Reação química Fonte: SUWIT NGAOKAEW/Shutterstock.com REAÇÕES QUÍMICAS Figura 1 Reação química Fonte: SUWIT NGAOKAEW/Shutterstock.com CONTEÚDOS Conceito de reação química Representação de uma reação química - Equação química AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS No

Leia mais

Estudo das reações. Pércio Augusto Mardini Farias. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons.

Estudo das reações. Pércio Augusto Mardini Farias. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. Pércio Augusto Mardini Farias Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

Apostila de Química 12 A Matéria

Apostila de Química 12 A Matéria Apostila de Química 12 A Matéria 1.0 Átomo x Elemento Átomo é uma partícula fundamental que compõe toda a matéria. Elemento químico é um conjunto de átomos quimicamente iguais (com o mesmo número atômico).

Leia mais

Ficha de avaliação diagnóstica aos conhecimentos do 1º período. Jcr

Ficha de avaliação diagnóstica aos conhecimentos do 1º período. Jcr Ficha de avaliação diagnóstica aos conhecimentos do 1º período Jcr 2011-12 QUESTÃO 1 Faz a associação correcta entre as duas colunas: 1. A. são aquelas que ocorrem sem que se formem novas substâncias 2.

Leia mais

5.2. Transformações químicas (parte I)

5.2. Transformações químicas (parte I) 5.2. Transformações químicas (parte I) Transformações químicas (parte I) Nas transformações químicas, as substâncias iniciais são designadas por reagentes e as novas substâncias formadas são designadas

Leia mais

Unidade A: Introdução À Termologia Capítulo 1: Conceitos fundamentais de termologia Controlar as variações de temperatura no ambiente onde vivem é

Unidade A: Introdução À Termologia Capítulo 1: Conceitos fundamentais de termologia Controlar as variações de temperatura no ambiente onde vivem é Unidade A: Introdução À Termologia Capítulo 1: Conceitos fundamentais de termologia Controlar as variações de temperatura no ambiente onde vivem é uma preocupação dos seres humanos desde quando habitavam

Leia mais

Respostas dos estudantes

Respostas dos estudantes Exercício A natureza da Química e suas implicações no ensino Metodologia do Ensino II Profª Tathiane Milaré As variações de entalpia envolvidas nas etapas de formação de NaCl (s) a partir de átomos gasosos

Leia mais

Ião Nome Ião Nome Na + Sódio OH - Hidróxido

Ião Nome Ião Nome Na + Sódio OH - Hidróxido Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Silves Sul PGA - Prova Global do Agrupamento Departamento de Ciências Físicas e Naturais Físico-Química 8ºano Prova: A Nome: Ano: Turma: Nº.: Data:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK Unidade 4 química - Conteúdos curriculares: Conteúdo 8: Reações Químicas -Equações e tipos de reações químicas. Habilidades e competências: Identificar pela representação (usando fórmulas químicas) as

Leia mais

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04

Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 60 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 04 Plano de Curso: 2009 Área: Curso Técnico: Química C. Horária: 0 Módulo/Disciplina: QUÍMICA GERAL Professor: Período: 1º Nº Aulas: 0 COMPETÊNCIAS HABILIDADES BASES TECNOLÓGICAS Nº aulas Introduzir uma visão

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA. Obs.: a variação da quantidade deverá ser sempre um valor positivo, então ela deverá ser em módulo. 1.

CINÉTICA QUÍMICA. Obs.: a variação da quantidade deverá ser sempre um valor positivo, então ela deverá ser em módulo. 1. CINÉTICA QUÍMICA 1. Introdução O Conhecimento e o estudo da velocidade das reações, além de ser muito importante em termos industriais, também está relacionado ao nosso dia-adia, verificamos que há algumas

Leia mais

XIII Olimpíada Baiana de Química Exame 2018

XIII Olimpíada Baiana de Química Exame 2018 GABARITO Questões discursivas Data da aplicação da prova: 04/08/2018 Data da publicação do gabarito: 05/10/2018 Questão 01 (Peso 3) Uma fita de magnésio com dimensão de 2,0 cm foi aquecida em uma chama

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA. Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que

PROPRIEDADES DA MATÉRIA. Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que LISTA: 02 1ª série Ensino Médio Professor(a): Leonardo Gomes Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: PROPRIEDADES DA MATÉRIA DIA: MÊS: 02 2017 Questão 01 - (IFGO/2015) Em relação aos três estados

Leia mais

ocorridas na concentração dos participantes das reações em função do tempo:

ocorridas na concentração dos participantes das reações em função do tempo: CINÉTICA QUÍMICA Fala Gás Nobre! Preparado para reagir? Então vamos para mais um resumo de química! Você já parou pra pensar, que a velocidade com que as reações químicas acontecem, podem estar relacionadas

Leia mais

Algumas questões sobre o ensino de termoquímica

Algumas questões sobre o ensino de termoquímica Algumas questões sobre o ensino de termoquímica Leitura: n n n Mortimer, E. F. e Amaral, 1998, Calor e temperatura no ensino de termodinâmica, Química Nova na Escola, 7, p.30. Oliveira, R. J. e Santos,

Leia mais

AS EXPERIÊNCIAS QUE MOTIVAM A INVESTIGAÇÃO. Profª. Ms. Fabiana Chinalia FACULDADES COC 15 e 16 de setembro

AS EXPERIÊNCIAS QUE MOTIVAM A INVESTIGAÇÃO. Profª. Ms. Fabiana Chinalia FACULDADES COC 15 e 16 de setembro AS EXPERIÊNCIAS QUE MOTIVAM A INVESTIGAÇÃO Profª. Ms. Fabiana Chinalia FACULDADES COC 15 e 16 de setembro Propósitos das atividades experimentais INVESTIGAÇÃO Troca de ideias entre os alunos que irão discutir

Leia mais

RELATÓRIO: EXPERIMENTOS SOBRE ELETROQUÍMICA ENTREGA EM

RELATÓRIO: EXPERIMENTOS SOBRE ELETROQUÍMICA ENTREGA EM RELATÓRIO: EXPERIMENTOS SOBRE ELETROQUÍMICA ENTREGA EM 08-12-2017 IMPORTANTE Esse documento apresenta o roteiro que você deve seguir para elaborar o relatório sobre os experimentos de eletroquímica. Organize

Leia mais

Atividades de Recuperação Paralela de Química 2º. trimestre

Atividades de Recuperação Paralela de Química 2º. trimestre Atividades de Recuperação Paralela de Química 2º. trimestre 3ª série Ensino Médio Conteúdos para estudos:. Setor A: Equações de desintegrações alfa e beta; Cálculos envolvendo tempo de meia vida; Modelos

Leia mais

Abordando Soluções em Sala de Aula: Uma Experiência de Ensino a partir das idéias dos Alunos.

Abordando Soluções em Sala de Aula: Uma Experiência de Ensino a partir das idéias dos Alunos. Abordando Soluções em Sala de Aula: Uma Experiência de Ensino a partir das idéias dos Alunos. Autoras: Miriam Possar do Carmo e Maria Eunice Ribeiro Marcondes. Bolsista: Orivaldo Estevam Ramalho Neto Este

Leia mais

XVI Maratona Cearense de Química º Ano. Experiência 1

XVI Maratona Cearense de Química º Ano. Experiência 1 - 2013 8º Ano Experiência 1 Material: 1. Erlenmeyer 500mL com tampa 2. Cinco béqueres de 150 ml 3. 100 ml de mel (Karo) 4. 100 ml de glicerina 5. 100 ml de água com corante 6. 100 ml de óleo de cozinha

Leia mais

Abril Educação Misturas, funções e reações químicas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Misturas, funções e reações químicas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Misturas, funções e reações químicas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Represente, por meio de um desenho, a reação de combustão, colocando os elementos necessários

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ 2010 01. A tabela

Leia mais

3ª Daniella / Marcelo

3ª Daniella / Marcelo Química 3ª Daniella / Marcelo 1ª Série E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 1: Dominar a leitura, interpretação e a capacidade de produção de textos em diferentes formas de linguagem

Leia mais

Atividade complementar de Química. Transformação química das substâncias. Atenção

Atividade complementar de Química. Transformação química das substâncias. Atenção Atividade complementar de Química Transformação química das substâncias Educação de Jovens e Adultos Nas transformações químicas, também conhecida como reação química, as substâncias são transformadas

Leia mais

Questão 10: Sobre as moléculas de CO 2 e SO 2, cujas estruturas estão representadas a seguir, é CORRETO afirmar que: S O O C O

Questão 10: Sobre as moléculas de CO 2 e SO 2, cujas estruturas estão representadas a seguir, é CORRETO afirmar que: S O O C O QUESTÕES OBJETIVAS Questão 9: Nitrogênio e fósforo são elementos essenciais para a nutrição das plantas e por isso alguns de seus compostos são utilizados na maioria dos fertilizantes. Sobre esses elementos

Leia mais

Os estados físicos da matéria e suas transformações

Os estados físicos da matéria e suas transformações Os estados físicos da matéria e suas transformações Letícia Silva 1 Estados Físicos A matéria é formada por partículas extremamente pequenas como os átomos que interagem entre si formando ligações químicas,

Leia mais

A Ligação Iônica ou Eletrovalente

A Ligação Iônica ou Eletrovalente A Ligação Iônica ou Eletrovalente Formação de pares iônicos As substâncias sólidas podem ser formadas por átomos, moléculas, macromoléculas, ou seja, por partículas eletricamente neutras ou por íons dispostos

Leia mais

Qui. Professores: Allan Rodrigues Xandão Monitor: Renan Micha

Qui. Professores: Allan Rodrigues Xandão Monitor: Renan Micha Semana 19 Professores: Allan Rodrigues Xandão Monitor: Renan Micha Ao adicionarmos solutos não voláteis a um solv EXERCÍCIOS DE AULA 1. 2NaHCO 3(s) Na 2CO 3(s) + CO 2(g) + H 2O (g) Relativamente à equação

Leia mais

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 8 EQUILÍBRO QUÍMICO

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 8 EQUILÍBRO QUÍMICO E-books PCNA Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 8 EQUILÍBRO QUÍMICO 2 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 8 APRESENTAÇÃO... 4 CAPÍTULO 8... 5 1. INTRODUÇÃO... 5 2. REAÇÃO REVERSÍVEL... 6 3. CLASSIFICAÇÃO DO EQUILÍBRIO...

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1999 QUESTÃO 46 Um limão foi espremido num copo contendo água e as sementes ficaram no fundo do recipiente. A seguir, foi adicionado ao sistema um pouco de açúcar, que se dissolveu

Leia mais

REAÇÕES ENTRE ÍONS EM SOLUÇÃO AQUOSA

REAÇÕES ENTRE ÍONS EM SOLUÇÃO AQUOSA REAÇÕES ENTRE ÍONS EM SOLUÇÃO AQUOSA A maioria das reações que ocorrem em solução aquosa envolvem íons, gerados em processos de dissociação ou de ionização 1. Considerese, por exemplo, a reação que se

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA QUÍMICA. Unidade I. Introdução ao estudo da química e estrutura do átomo.

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA QUÍMICA. Unidade I. Introdução ao estudo da química e estrutura do átomo. Unidade I Introdução ao estudo da química e estrutura do átomo. Aula 3.1 Conteúdo: Substância química I. Habilidades: Valorizar os progressos da química e suas aplicações como agentes do bem-estar humano.

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Componente

Leia mais

O ESTADO GASOSO - CARACTERÍSTICAS GERAIS

O ESTADO GASOSO - CARACTERÍSTICAS GERAIS Estado Gasoso O ESTADO GASOSO - CARACTERÍSTICAS GERAIS Os gases sempre tendem a ocupar todo o volume do recipiente que os contém (capacidade de expansão) Os gases têm massa (Volumes iguais de gases diferentes

Leia mais

Transformações físicas e químicas

Transformações físicas e químicas O que são transformações físicas O vidro que formava o copo é o mesmo que forma os pedaços que resultam da queda. A água que estava no estado líquido é exatamente a mesma que constitui o gelo. O sal que

Leia mais

Química. Aula 01 Profº Ricardo Dalla Zanna

Química. Aula 01 Profº Ricardo Dalla Zanna Química Aula 01 Profº Ricardo Dalla Zanna Terças (1º semestre) Quartas (2º semestre) Disciplina 1ª aula Química 2ª aula Química Intervalo \0/ 3ª aula Microbiologia Básica 4ª aula Microbiologia Básica Programa

Leia mais

Associação Brasileira de Química XIII Maratona Cearense de Química a Fase 1 o Ano 18/08/10. Experiência

Associação Brasileira de Química XIII Maratona Cearense de Química a Fase 1 o Ano 18/08/10. Experiência 2 a Fase 1 o Ano 18/08/10 Material e Reagentes: Experiência Açúcar (sacarose) Bicarbonato de sódio Álcool etílico Recipiente com graduação (proveta ou seringa) Almofariz com pistilo Fósforo ou isqueiro

Leia mais

Primeira aula de química

Primeira aula de química Primeira aula de química Nome: Laísa 10/04/2017 O que é a Química? A Química é um ramo das Ciências da Natureza. Estuda a composição, a estrutura, as propriedades da matéria, as transformações sofridas

Leia mais

BCL 0307 Transformações Químicas

BCL 0307 Transformações Químicas BCL 0307 Transformações Químicas Prof. Dr. André Sarto Polo Bloco B S. 1014 ou L202 andre.polo@ufabc.edu.br Aula 02 Determinar a polaridade de cada ligação e da molécula como um todo CCl 4 HCCl 3 C 2 H

Leia mais

OS ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA Observe a história: Responda: 1) Quais foram as transformações que ocorreram na água no decorrer da história?

OS ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA Observe a história: Responda: 1) Quais foram as transformações que ocorreram na água no decorrer da história? 2 - AS TRANSFORMAÇÕES DA MATÉRIA A matéria pode passar por diversas transformações. Essas transformações podem ser físicas ou químicas. > Alterações físicas caracterizam-se por não ocorrer mudanças na

Leia mais

Os estados físicos da matéria sólido, líquido e gasoso são chamados também de estados de agregação da matéria. No esquema abaixo,

Os estados físicos da matéria sólido, líquido e gasoso são chamados também de estados de agregação da matéria. No esquema abaixo, QUÍMICA (QUESTÕES 1 10) QUESTÃO 1 Os estados físicos da matéria sólido, líquido e gasoso são chamados também de estados de agregação da matéria. No esquema abaixo, marque a alternativa que representa CORRETAMENTE

Leia mais

QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita

QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita 1 Soluções Uma solução é uma mistura homogênea de substâncias puras (átomos, moléculas ou íons) na qual não há precipitação. Substância pura: substância com composição

Leia mais

CURSINHO ETWB 2012 Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda

CURSINHO ETWB 2012 Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda CURSINHO ETWB 2012 Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: Terça-feira, 11/09/2012 Tema da aula: Equilíbrio químico, Kc e Kp Em reações reversíveis, o equilíbrio químico é atingido

Leia mais

Mariany Barros Pinto Verassani 9º ano RECUPERAÇÃO de Química Ensino Fundamental II

Mariany Barros Pinto Verassani 9º ano RECUPERAÇÃO de Química Ensino Fundamental II NOME: DATA: / /2017 TRABALHO - RECUPERAÇÃO ANO: 9º TURMA: TURNO: Matutino Vespertino PROFESSOR (A): NOTA: Assinatura do Responsável: ORIENTAÇÕES IMPORTANTES: Todo o trabalho deve ser respondido à caneta

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK Unidade 4 química - Conteúdos curriculares: C8: Reações Químicas -Equações e tipos de reações químicas. Identificar pela representação (usando fórmulas químicas) as químicas substâncias uma equação química;

Leia mais

Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica

Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica QUESTÃ 1 Escreva as equações químicas para estabelecimento do equilíbrio químico e calcule o ph das seguintes soluções: a- Solução

Leia mais

Aulas Multimídias Santa Cecília Profº Rafael Rodrigues Disciplina: Física Série: 1º Ano EM

Aulas Multimídias Santa Cecília Profº Rafael Rodrigues Disciplina: Física Série: 1º Ano EM Aulas Multimídias Santa Cecília Profº Rafael Rodrigues Disciplina: Física Série: 1º Ano EM CALORIMETRIA TEMPERATURA Todo corpo que esteja a uma temperatura acima do zero absoluto é constituído de partículas

Leia mais

Ligações Químicas. Profª. Ms. Loraine Cristina do Valle Jacobs DAQBI.

Ligações Químicas. Profª. Ms. Loraine Cristina do Valle Jacobs DAQBI. Ligações Químicas Profª. Ms. Loraine Cristina do Valle Jacobs lorainejacobs@utfpr.edu.br http://paginapessoal.utfpr.edu.br/lorainejacobs DAQBI LIGAÇÕES QUÍMICAS A partir do desenvolvimento da mecânica

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO MONTE CALVÁRIO CIÊNCIAS

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO MONTE CALVÁRIO CIÊNCIAS COLÉGIO NOSSA SENHORA DO MONTE CALVÁRIO CIÊNCIAS SEGMENTO: ENSINO FUNDAMENTAL II ANO: 9º TÍTULO: ATIVIDADE DE REVISÃO PARA AVALIAÇÃO MENSAL II PROFESSORA: ALESSANDRA ARCA DATA: 20/ 04/ 2016 1. Classifique

Leia mais

Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos

Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos Cap 03: Dilatação térmica de sólidos e líquidos A mudança nas dimensões dos corpos, quando sofrem variações de temperatura, é um fenômeno que pode ser facilmente observado em situações do cotidiano. Quando

Leia mais

Experiência 11 PILHA DE DANIELL PILHA DE DANIELL

Experiência 11 PILHA DE DANIELL PILHA DE DANIELL PILHA DE DANIELL 1. Objetivos - Compreensão do funcionamento de uma pilha - Medir o potencial de uma pilha de Daniell - Montagem de uma pilha - Aplicar os conceitos de oxi-redução ao experimento comparando

Leia mais

ENERGIA INTERNA, CALOR, TEMPERATURA...

ENERGIA INTERNA, CALOR, TEMPERATURA... ENERGIA INTERNA, CALOR, TEMPERATURA... ENERGIA INTERNA As moléculas 1 de um corpo estão em constante agitação. Essa agitação pode ser maior ou menor dependendo tanto da temperatura quanto do estado físico

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA SIMULADA- PARCIAL III Prova elaborada com base no livro adotado pelo colégio ELEMENTOS DA NATUREZA

CIÊNCIAS PROVA SIMULADA- PARCIAL III Prova elaborada com base no livro adotado pelo colégio ELEMENTOS DA NATUREZA CIÊNCIAS PROVA SIMULADA- PARCIAL III Prova elaborada com base no livro adotado pelo colégio ELEMENTOS DA NATUREZA 1) Assinale a alternativa falsa: a ( ) A fumaça de uma chaminé pode ser vista, devido a

Leia mais

TAREFÃO DE QUÍMICA 1 ANO MATUTINO 1 BIMESTRE DOCENTE: JOANIR LEITE JR. DISCIPLINA; QUÍMICA

TAREFÃO DE QUÍMICA 1 ANO MATUTINO 1 BIMESTRE DOCENTE: JOANIR LEITE JR. DISCIPLINA; QUÍMICA 0 TAREFÃO DE QUÍMICA 1 ANO MATUTINO 1 BIMESTRE DOCENTE: JOANIR LEITE JR. DISCIPLINA; QUÍMICA Critérios: a) O Tarefão é composto de 20 questões que podem ser retiradas do material de química: tanto da apostila

Leia mais

Catálise heterogênea. Catalisador sólido. Reação na interface sólido-fluido

Catálise heterogênea. Catalisador sólido. Reação na interface sólido-fluido Catálise heterogênea Catalisador sólido Reação na interface sólido-fluido Tipos de catalisadores Poroso: elevada área superficial Tipos de catalisadores Peneiras moleculares: capacidade de distinção entre

Leia mais

FICHA 4 PORQUE É QUE MARTE É VERMELHO? 30:00 * Nível aconselhado. Resultados pretendidos de aprendizagem. Questão-Problema.

FICHA 4 PORQUE É QUE MARTE É VERMELHO? 30:00 * Nível aconselhado. Resultados pretendidos de aprendizagem. Questão-Problema. FICHA 4 PORQUE É QUE MARTE É VERMELHO? UMA VIAGEM ATRAVÉS DO SISTEMA SOLAR 30:00 * Nível aconselhado * em aulas diferentes 4.º Ano Resultados pretendidos de aprendizagem * Ficar a saber que o planeta Marte

Leia mais

LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS

LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS Prof. gamenon Roberto LEIS DS REÇÕES QUÍMICS www.agamenonquimica.com 1 LEIS DS REÇÕES QUÍMICS LEI D CONSERVÇÃO DS MSSS ou LVOISIER 01) (FCMSC-SP) frase: Do nada, nada; em nada, nada pode transformar-se

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2G

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2G CADERNO DE EXERCÍCIOS 2G Ensino Médio Ciências da Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 01 Substâncias químicas e transformação H8, H13 02 Densidade H9 04 05 Transpiração e respiração

Leia mais

Concentração dos reagentes Quanto maior a concentração dos reagentes, maior a velocidade da reação.

Concentração dos reagentes Quanto maior a concentração dos reagentes, maior a velocidade da reação. Setor 3306 Aula 20 Lei da velocidade das reações Complemento. As reações químicas podem ocorrer nas mais diferentes velocidades. Existem reações tão lentas que levam milhares de anos para ocorrer, como

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Química Ano: 1 o Ensino Médio Professora: Karine R. de Almeida

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Química Ano: 1 o Ensino Médio Professora: Karine R. de Almeida Área de Ciências da Natureza Disciplina: Ano: 1 o Ensino Médio Professora: Karine R. de Almeida Atividades para Estudos Autônomos Data: 3 / 4 / 2019 QUESTÃO 1 (KRA-2019) Aluno(a): N o : Turma: ATIVIDADES

Leia mais

Eletrólise é a parte da eletroquímica que estuda a transformação de energia elétrica em energia química. ENERGIA

Eletrólise é a parte da eletroquímica que estuda a transformação de energia elétrica em energia química. ENERGIA AULA 19 ELETRÓLISE Eletrólise é a parte da eletroquímica que estuda a transformação de energia elétrica em energia química. ENERGIA não espontâneo ELÉTRICA ENERGIA QUÍMICA A eletrólise é um processo não

Leia mais

Nome: Ano: Turma: Nº.: Duração da prova: 60 minutos

Nome: Ano: Turma: Nº.: Duração da prova: 60 minutos PGA - Prova Global do Agrupamento Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Silves Sul Departamento de Ciências Físicas e Naturais Físico Química 8º Ano Prova A Nome: Ano: Turma: Nº.: Data:

Leia mais

Representar através de equações, as principais reações químicas inorgânicas. Nomenclatura dos compostos. Reações Químicas

Representar através de equações, as principais reações químicas inorgânicas. Nomenclatura dos compostos. Reações Químicas AULA 3 Reações químicas inorgânicas OBJETIVOS Identificar as principais reações químicas inorgânicas; Representar através de equações, as principais reações químicas inorgânicas. Dica para o acompanhamento

Leia mais

Atividade B. Plano de aula. Explorando o comportamento. das sementes em água. 1. Propósitos/ Finalidades da Atividade. 2. Aprendizagens esperadas

Atividade B. Plano de aula. Explorando o comportamento. das sementes em água. 1. Propósitos/ Finalidades da Atividade. 2. Aprendizagens esperadas Plano de aula Actividade B: Explorando o comportamento das sementes na água. 1. Propósitos/ Finalidades da Atividade Constatar o comportamento evolutivo no tempo de sementes diversas quando colocadas em

Leia mais

ROTEIRO DE EXPLORAÇÃO DA SIMULAÇÃO: BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES

ROTEIRO DE EXPLORAÇÃO DA SIMULAÇÃO: BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES ROTEIRO DE EXPLORAÇÃO DA SIMULAÇÃO: BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES Quando iniciar a Exploração da Simulação, leia com atenção as instruções que são dadas e responda as questões que vão sendo colocadas. Os ícones

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS FATORES QUE INFLUENCIAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS: CONCENTRAÇÃO DE REAGENTES E TEMPERATURA DE REAÇÃO.

AVALIAÇÃO DOS FATORES QUE INFLUENCIAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS: CONCENTRAÇÃO DE REAGENTES E TEMPERATURA DE REAÇÃO. AVALIAÇÃO DOS FATORES QUE INFLUENCIAM A VELOCIDADE DAS REAÇÕES QUÍMICAS: CONCENTRAÇÃO DE REAGENTES E TEMPERATURA DE REAÇÃO. Aula 11 Glauber Silva Godoi META Desenvolver no aluno a capacidade de avaliar

Leia mais

Condições para que ocorra a queima dos combustíveis Volatilidade de líquidos Pressão de vapor

Condições para que ocorra a queima dos combustíveis Volatilidade de líquidos Pressão de vapor COMBUSTÍVEIS GASOSOS Figura 1 Líquidos inflamáveis Fonte: Poseidon CONTEÚDO Condições para que ocorra a queima dos combustíveis Volatilidade de líquidos Pressão de vapor AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS Por

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios P1 I Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

1. Todos os materiais são constituídos por corpúsculos em constante movimento, independentemente do seu estado físico.

1. Todos os materiais são constituídos por corpúsculos em constante movimento, independentemente do seu estado físico. Teste de Avaliação TIPO n.º 1 Nome: N. o : Turma: 1. Todos os materiais são constituídos por corpúsculos em constante movimento, independentemente do seu estado físico. 1.1 Indica o estado físico caracterizado

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017 TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017 ALUNO (A): TURMA: VALOR: 12,0 Nota: INSTRUÇÕES: Todas as questões devem ser respondidas a CANETA. (Sugestão: Utilize a tabela periódica para a consulta dos números

Leia mais

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Soluções 1 Propriedades gerais das soluções Os materiais são feitos geralmente de misturas de substâncias mais simples. Ex.: ar, sangue, água do mar, ligas metálicas, perfumes, etc As composições precisam

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 FÍSICO-QUÍMICA 7º ano Espaço Materiais Energia Atividades Práticas Compreender globalmente a constituição e a caracterização do Universo e do Sistema Solar e a posição que a Terra ocupa nesses sistemas. Saber associar

Leia mais