Market Report. Dr. Abílio Lacerda Director Clínico. Maternidade Dr. Alfredo da Costa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Market Report. Dr. Abílio Lacerda Director Clínico. Maternidade Dr. Alfredo da Costa"

Transcrição

1 Ano 19 Nº de Março de 2010 Market Report Tecnologias de Informação Destaques Mercado nacional de produtos de TI desceu 34% em Fevereiro Caso de sucesso de modernização na Saúde com as TI Dr. Abílio Lacerda Director Clínico Maternidade Dr. Alfredo da Costa O Mercado Nacional de Produtos de Tecnologias de Informação, medido pelo Barómetro INSAT acelerou, em Fevereiro, a tendência de evolução negativa que vem registando desde Setembro de O volume de negócios agregado em Fevereiro ficou quase 34% abaixo do mesmo mês do ano passado, uma taxa negativa que foi o dobro da registada em Janeiro. Com estes dados o mercado absorveu menos de 60 milhões de euros em Fevereiro, após os 74 milhões registados em Janeiro. Continua a não se esperar recuperação a curto prazo. O Barómetro INSAT de produtos e equipamentos é calculado desde 1995 com base nos volumes de negócios mensais dos maiores distribuidores de material de sistemas e TI a operar em Portugal. Em 2009 os operadores considerados registaram um volume agregado ligeiramente superior a mil milhões de euros. Maternidade Dr. Alfredo da Costa implementa processo clínico electrónico com apoio da PT Barómetro INSAT Tendo aberto as portas ao público em 1932, a Maternidade Dr. Alfredo da Costa (MAC) tornou-se numa referência. Ao longo dos anos tem vindo a desenvolver um conjunto de serviços que revelam, por um lado, uma preocupação com a qualidade e, por outro, com a inovação. São três as especialidades principais que desenvolve: Obstetrícia, Ginecologia e Pediatria/Neonatologia. A estas juntam-se especialidades de apoio, como a Anestesiologia, a Patologia Clínica, a Radiologia ou a Anatomia Patológica. Nos últimos anos esta instituição tem apostado na criação de consultas diferenciadas, para determinado tipo de população ou patologias, sem esquecer o investimento em centros de elevada diferenciação técnica e tecnológica, como o caso do Centro de Medicina Reprodutiva ou o Centro de Diagnóstico Pré-Natal. Em 2009 realizou cerca de partos, mais de 70 mil consultas e acima de 30 mil atendimentos nas urgências. Conta com perto de 400 médicos e enfermeiros, para um total de 800 profissionais. Numa organização que tem vindo a investir em várias frentes, a de tecnologias de informação não foge à regra. De acordo com Abílio Lacerda, Director Clínico da Maternidade Dr. Alfredo da Costa, à semelhança do que ocorre com outras entidades hospitalares públicas, a decisão de Continua na página 3. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 1

2 Ficha Técnica Índice Market Report Tecnologias de Informação Editor e Proprietário INSAT INSAT Consultoria e Serviços Lda. Director: Casimiro Santos Análise de Mercado Aristides Meneses Publicidade e Assinaturas Ana Gonçalves Redacção Rua Cidade de Bolama Lote 17 7º B LISBOA Tel: Fax: Assinatura Anual (26 edições) 175 euros (5% IVA incluído) Circulação por assinatura Periodicidade Quinzenal Impressão e produção Aguarela Gráfica Lda. Rua das Labruscas, nº 29 B Encarnação (Mafra) Registo no I.C.S. nº de 17/12/98. Depósito Legal nº 77578/94 ISSN Esta publicação de mercado, exclusivamente vendida por assinatura, é fornecida na condição de ser considerada confidencial e apenas ser utilizada pelo destinatário. Todos os direitos reservados. Não pode ser reproduzida, no todo ou em parte, qualquer que seja o método utilizado. INSAT Consultoria e Serviços Lda. 1. Mercado nacional de produtos de TI desceu 34% em Fevereiro Caso de sucesso de modernização na Saúde com as TI 1. Maternidade Dr. Alfredo da Costa implementa processo clínico electrónico com apoio da PT Estratégias de Marketing 6. WeDo com quebra ligeira nas receitas em Receitas operacionais da TMN caíram 4,8% em Tech Data distribui produtos de armazenamento da Hitachi GST na Europa 6. RUPEAL lançou Invoic xpress 6. Crescimento no volume das vendas online em Portugal 7. A estratégia da HP no mercado de impressão 7. Mercado internacional deverá representar 18% da facturação da F3M em Utilizadores de telemóveis pouco preocupados com actualização de dados 8. Toshiba vende 300 mil notebooks em 2009 e entra na Electrónica de Consumo 8. Volume de negócios da Reditus nos 104,2 milhões em Ar Telecom com 39,2 milhões de euros em Volume de negócios da Sonaecom nos 949,4 milhões de euros em EMC Portugal cresceu 7% em Fujitsu contratada pela CM de Santarém 9. UMIC reforça Rede de Academias TIC com SAS 10. Lucros líquidos da PT aumentaram 18,7% em Lançado Activo PC Sénior 10. ZON Multimédia cresceu 7,5% em Somague concluiu passagem para SNC em dois dias Estudos de Mercado 11. Mercado mundial de servidores recuperou no quarto trimestre do ano passado 13. Ciber-ataques são eficientes e frequentes 13. Mercado de IAM cresce 8% em Lituânia lidera adopção da fibra óptica 14. Taxa de penetração do SMT em 149,9 por 100 habitantes em 2009 Internacional 15. Tech Data caiu 8,2% no ano fiscal 15. CA compra Nimsoft 15. MicroStrategy cresceu 4,8% em 2009 Recortes da História Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 2

3 Caso de sucesso de modernização na Saúde com as TI Continuado da página 1. avançar com os projectos está directamente dependente da obtenção de financiamento. Torna-se, por isso, difícil implementar uma visão alargada e integradora, o que leva a que existam sistemas algo dispersos e com alguma frequência, pouco integrados. A política tem sido a de maximizar a comunicação entre os mesmos. Uma das áreas que para a Maternidade Dr. Alfredo da Costa era considerada de especial importância, pelo seu impacto, prendia-se com a do processo clínico electrónico, assente no desenvolvimento de um repositório único de informação sobre o paciente. Há cerca de três anos foi tomada a decisão de avançar com o investimento, tendo sido realizado um concurso que envolveu vários participantes. O Grupo PT foi escolhido e, desde 2009, tem vindo a ser desenvolvido um amplo projecto que tem como pedra basilar a implementação do Sistema de Informação Clínico Hospitalar VITAHISCARE. Mas a MAC pretendia ir mais longe. Assim, outra das vertentes prende-se com a instalação da plataforma de integração HealthBus, desenvolvida pela PT Prime, a qual agrega, num repositório central a informação clínica e permite a troca de dados entre diferentes sistemas internos e externos. Registe-se ainda um terceiro aspecto, relacionado com a solução PACS/RIS (Sistema de Arquivo e Comunicação de Imagens/Sistema de Informação Radiológico). Sendo certo que ocorreu numa consulta ao mercado distinta, igualmente ganha pela PT, a decisão foi quase simultânea com a da implementação do sistema de informação clínico. Envolveu a instalação de uma aplicação para arquivo, digitalização e distribuição de imagens, bem como a integração desta com reconhecimento de voz e o RIS, no âmbito de um projecto que entretanto já foi concluído. Ainda em implementação encontra-se o projecto relativo ao sistema de informação hospitalar, no âmbito do qual a opção foi fazer uma introdução faseada do sistema, até porque tudo está a ser realizado com o hospital a operar sem paragens. Desde há vários anos que temos um número único por paciente. Existindo esse número de identifi cação, inicialmente possuíamos, no entanto, um processo por paciente e por especialidade. Mais recentemente passámos a ter toda a informação do mesmo paciente numa única pasta, ainda que em papel, afirma Abílio Lacerda. Significa que havia um número único mas não uma visão integrada. As dificuldades inerentes Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 3

4 Caso de sucesso de modernização na Saúde com as TI são fáceis de perceber e estão relacionadas com a dependência do processo em papel para obter informação relevante, com tudo o que isso implica em termos de atrasos, de eventuais erros de leitura, de perda de documentos ou de ocupação de espaço físico, entre outros aspectos. Quando decidimos avançar com o processo clínico electrónico, procurámos uma solução que tivesse em conta duas características, para além da vertente financeira. Primeiro, que fosse um sistema fácil de aplicar na MAC, indo de encontro às nossas necessidades. Segundo, que fosse integrador em relação aos outros sistemas existentes, especifica o Director Clínico da Maternidade. Considera que está em causa um projecto ambicioso porque envolve os serviços de Obstetrícia, Ginecologia, Anestesiologia e Pediatria/Neonatologia e, dentro desses, as suas três principais vertentes de operação: consulta externa, internamento e bloco operatório (que apenas não existe na pediatria). São três os módulos do VITHISCARE que estão em causa: Consulta Externa, Internamento e Bloco Operatório. A primeira área a ser objecto de implementação do novo sistema foi a Consulta Externa de Ginecologia. E, logo desde o início, Abílio Lacerda refere que se verificou um dos elementos que tem contribuído para o sucesso do trabalho desenvolvido e que se prende não só com a capacidade de adequação do sistema às necessidades da MAC como com a rápida resposta que o Grupo PT tem dado sempre que é preciso efectuar alguma alteração. Nem sempre o desenho inicial que foi feito é o que resulta melhor. Mas tem sido muito fácil abordar a PT Prime, a solicitar eventuais alterações e obtê-las, diz. Para o mesmo responsável, tem igualmente contribuído de forma positiva, para a adequação do sistema e a maximização do uso, o envolvimento das pessoas. De acordo com Abílio Lacerda, o processo de decisão passou muito pela direcção clínica e de enfermagem mas depois foram envolvidos os directores de serviço e estes decidiam quem chamavam para colaborar no desenho. Existindo elementos comuns para toda a MAC, nomeadamente o princípio de que a informação do processo clínico do paciente deve estar disponível para os utilizadores da área clínica, existem depois requisitos específicos. Tendo a implementação ao nível do serviço de Ginecologia praticamente concluído nas vertentes de consulta externa, internamento e bloco operatório, já foi iniciada a implementação no de Obstetrícia, que deverá estar concluída até ao Verão, período no qual deverá ser feita a implementação também na Pediatria/Neonatologia. Se uma das decisões de fundo foi realizar uma implementação faseada, a outra prendeuse com o modelo de carregamento do sistema. Temos não só muitos processos como processos muito extensos. Não era viável carregar todo o histórico dos utentes no sistema. Assim, durante algum tempo, teremos dois processos, em papel e electrónico. Se nas novas consultas se recorre apenas ao processo clínico electrónico, para pacientes que tinham já processos, nas consultas que agora vamos fazendo introduzimos a pouco e pouco a informação relevante que estava em papel no sistema de informação, resume Abílio Lacerda. Com o VITAHISCARE, a Maternidade Dr. Alfredo da Costa responde à criação de uma visão única do utente e de um interface único de trabalho para os profissionais clínicos. Mas especialmente importante é ainda a integração proporcionada pela plataforma HealthBus, dado que agrega a informação clínica num repositório central, trocando dados com outros sistemas internos, nomeadamente com o sistema de gestão Hospitalar da ACSS (SONHO). O objectivo é alargar a integração a todos os outros sistemas em utilização. Quando faço uma requisição de análises, por exemplo, ainda uso o papel, mas quando a integração estiver concluída deixo de o fazer, ilustra. De facto, a ideia é permitir desenvolver os vários serviços e responder às distintas necessidades do pessoal médico e de enfermagem sem que seja necessário ter papel a circular na organização. São vários os benefícios que a MAC obtém do investimento realizado. O já concluído projecto de implementação do PACS permite o arquivo dos exames de imagem, o seu processamento, a sua circulação na instituição, bem como o seu envio para o exterior, se necessário. Ao nível do Sistema de Informação Hospitalar destaca-se a criação do repositório único de informação clínica sobre os utentes, com integração de todas as aplicações informáticas da Maternidade. Com base no processo clínico electrónico, não só é mais fácil o acesso e partilha de informação, em tempo real, como se evitam problemas de legibilidade e comunicação. Para o Director Clínico da MAC há um elemento de apoio à gestão que não deve ser descurado. O sistema permite ter de forma rápida estatísticas operacionais, nomeadamente os tempos de espera pelas consultas ou entre a consulta e a cirurgia. Anteriormente já era possível obter estatísticas mas a autonomia do utilizador passou a ser muito maior e a dispersão dos dados menor. Com um sistema deste tipo podemos passar a desenvolver facilmente outras iniciativas. Após a implementação estar toda concluída poderemos enviar, de forma automática, na sequência de agendamento de consultas, um alerta às utentes por SMS a lembrar da data e hora da consulta, antecipa. E, na sua perspectiva, há várias outras melhorias que podem fazer a diferença. Se, por exemplo, o médico sabe a que horas uma paciente chegou para ser consultada, das hipóteses que tem, pode chamar a que está há mais tempo à espera. Outro exemplo prende-se com a maior flexibilidade dos próprios profissionais de saúde no desempenho de algumas tarefas. Vamos pensar que um médico operou uma utente e que um ou dois dias depois está no serviço de urgência. Se quisesse saber algo sobre a mesma, teria que telefonar ou deslocar-se ao internamento. No entanto, com a implementação do novo sistema, do gabinete da urgência onde se encontra pode ter acesso ao processo clínico e obter a informação que pretende, podendo inclusive tomar algumas decisões, ilustra. De acordo com Abílio Lacerda, a informatização vai reforçar a noção de que o hospital é um conjunto de actos médicos e de enfermagem que contribuem para melhorar a prestação de cuidados ao utente. Em última análise os grandes beneficiados são os utentes, porque passa a estar reunida e disponível mais rapidamente informação sobre os mesmos o que facilita a prestação dos cuidados de saúde. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 4

5 Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 5

6 Estratégias de Marketing WeDo com quebra ligeira nas receitas em 2009 A WeDo Technologies apresentou uma quebra de 1% nas receitas, para 43,379 milhões de euros, no exercício fiscal do ano passado, face aos 43,896 milhões do ano anterior. As receitas da empresa fora de Portugal representaram 24,357 milhões de euros em 2009, mais 5% do que no ano anterior (23,197 milhões de euros), o que traduz um contributo de 56% para o total das receitas. Fernando Videira, Chief Financial Officer (CFO), referiu que, em 2009, apesar da estagnação do mercado global, a WeDo Technologies continuou a registar fortes crescimentos na Europa, América do Norte e América Latina, o que permitiu aumentar o peso do mercado internacional para 60% do total de encomendas. Outras regiões como o Médio Oriente, Ásia/Pacífico e Europa da Sul foram afectadas pelo ambiente económico e registaram quebras significativas. Em termos de rentabilidade, a WeDo Technologies obteve um crescimento de 7% no EBITDA, passando dos 4,183 milhões de euros em 2008 para os 4,464 milhões de euros em Rui Paiva, CEO, afirma que os últimos meses de 2009 foram extremamente positivos para a WeDo Technologies, que conseguiu fechar vários negócios na América Latina, México e Europa Central. Adianta que o ano passado foi também o ano da total integração das empresas que a WeDo Technologies adquiriu em 2007, tendo a unidade de consultoria de negócios ganho relevo na área de Gestão de Riscos e Segurança em Telecom, assim como projectos promissores no sector Financeiro e das Utilities. A abertura de novas subsidiárias, fora de Portugal, contribuiu para o crescimento do número de colaboradores relativamente a 2008, com um aumento de 11%. Actualmente a WeDo Technologies conta com 391 colaboradores nos seus escritórios por todo o mundo. 37% dos colaboradores da Empresa são não-portugueses com proveniência de 17 nacionalidades distintas. Em 2009 os colaboradores internacionais cresceram 22%, enquanto que os nacionais cresceram 6%. Tech Data distribui produtos de armazenamento da Hitachi GST na Europa A Tech Data Corporation divulgou ter sido seleccionada para distribuir a gama completa de unidades de disco duro e soluções de armazenamento externo de Hitachi Global Storage Technologies (Hitachi GST). Adianta que oferecerá uma gama completa de produtos Hitachi GST nos 16 países europeus em que opera. Entre as famílias de produtos encontram-se a Travelstar, Deskstar, Ultrastar, CinemaStar e Unidades de disco duro externas Hitachi. RUPEAL lançou Invoic xpress A RUPEAL anunciou o lançamento do Invoic xpress, um software de facturação português que funciona online e foi construído para responder às necessidades das Micro, Pequenas e Médias Empresas e Empresários em Nome Individual. Segundo a empresa, o Invoic xpress possibilita a criação, envio e gestão de facturas, recibos, notas de crédito e de débito, permitindo criar automaticamente facturas para pagamentos recorrentes, organizar listas de clientes e de itens, assim como exportar / importar dados em vários formatos. A RUPEAL indica que o serviço está disponível através de planos de subscrição que variam entre os 8 e os 24 euros mensais e do Plano Pré-Pago, que não Receitas operacionais da TMN caíram 4,8% em 2009 A TMN registou um total de 1.517,8 milhões de euros em receitas operacionais em 2009, menos 4,8% que os 1.593,6 milhões do ano anterior. A operadora móvel do Grupo PT tinha milhares de clientes, no final do ano, tendo registado 319 mil novas adições líquidas em O ARPU (receita média mensal por cliente) dos utilizadores dos serviços da TMN caiu 10,6%, para 18,1 euros, face aos 16,2 euros do ano de No quarto trimestre as receitas operacionais totalizaram 382,8 milhões de euros, menos 7% que os 411,6 milhões que tinham totalizado em igual período de A TMN conquistou 180 mil novos clientes no quarto trimestre, sendo que 30,8% do total dos milhões de clientes recorrem ao sistema de pós-pago. O ARPU caiu 8,8% para 15,9 euros, face aos 17,5 euros do quarto trimestre do ano anterior. Crescimento no volume das vendas online em Portugal De acordo com a ACEPI, os resultados do Barómetro Trimestral ACEPI/Netsonda Comércio Electrónico em Portugal relativos ao quarto trimestre de 2009, apontam para o registo de um crescimento no número de clientes que fez compras online. O referido barómetro indica que 14% dos sites inquiridos revelou ter tido índices de crescimento superiores a 100% no seu volume de vendas e mais de 30% dos sites inquiridos indicou ter registado um volume de vendas superior a um milhão de euros. Em 47% dos casos foram registados mais de 500 mil euros. 51% aponta para um aumento de 20% no número de clientes que fez compras no seu site. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 6

7 Estratégias de Marketing A estratégia da HP no mercado de impressão José Correia, Director Geral do IPG da HP Portugal, sublinha que a Hewlett- Packard deixou de ser uma empresa que vende impressoras para se transformar numa empresa de impressão, garantindo que vai estar em todas as áreas onde é possível imprimir. Nos últimos trimestres a companhia tem procedido à aquisição de empresas, o que lhe permite alargar a oferta a áreas onde não se encontrava anteriormente e que pretende responder à tendência cada vez mais acentuada de substituição do que era a impressão em offset para a impressão digital, com máquinas de grande dimensão. A HP quer a fatia gorda de todas as páginas que são impressas, independentemente da tecnologia e do formato que são utilizados, tendo em conta que apenas 5% dos equipamentos imprime 60% das páginas, mas tem também em consideração todas as experiências de impressão no consumo, incluindo o retalho, a casa e a Internet e não descura a área empresarial, resume. Numa análise ao mercado nacional de impressoras, nos últimos dois anos, José Correia salienta que devido à conjuntura económica registou-se um decréscimo acentuado quer em termos de unidades vendidas quer em termos de valor de mercado. Assim o mercado passou das 600 mil unidades de 2007 para 427 mil unidades em 2009, tendo registado uma quebra superior a 16% em ambos os anos. O valor apresentou quebras da ordem dos 25%. Mas há tendências que terão que ser levadas em conta, como a de maior adopção da tecnologia de jacto de tinta, em detrimento do laser, a tendência crescente para a aquisição de multifuncionais e para a cor. O jacto de tinta voltou a ganhar espaço pois os clientes aperceberam-se que os custos com as impressoras laser não eram assim tão baixos. Penso que com estas tendências, 2010 vai ser um bom ano para a área de impressão, diz José Correia. No entanto a maior oportunidade de crescimento está, segundo José Correia, nos segmentos de impressão de grandes formatos e produção, na substituição da impressão offset pela impressão digital. O Director do Grupo de Imagem e Impressão da HP refere que no último trimestre do ano passado já houve uma tendência de recuperação, em particular no segmento de jacto de tinta. Na grande divisão dos segmentos de mercado, José Correia diz que para o consumo não importa como e onde o cliente efectua a sua impressão, desde que recorra a um equipamento HP. Não menos importante para a companhia é a sua actuação no sector empresarial, com uma estratégia assente em três pilares. Primeiro a substituição dos parques de impressão por soluções mais geríveis e adequadas. Segundo a optimização desses parques. Por último, a utilização da informação desses parques para a optimização dos processos de gestão documental e de impressão e a sua integração com sistemas de workflow. A HP não esquece ainda o mercado MPS (Managed Print Services), uma sua aposta para a área empresarial que, segundo José Correia, garante operacionalidade, custos reduzidos e facilidade. Mercado internacional deverá representar 18% da facturação da F3M em 2010 De acordo com informação da F3M, o mercado internacional representou 6% dos 5,8 milhões de euros de facturação obtidos em Em 2010 a expectativa é que represente 18%. Internacionalmente destacam-se as soluções para as áreas da construção civil e do imobiliário, em Angola. Segundo a empresa, o mercado moçambicano é outro dos desafios para 2010, no qual tem investimentos planeados nos diferentes sectores em que desenvolve software à medida (solidariedade social, ópticas, têxtil e imobiliário). A F3M adianta também que vai continuar a investir anualmente mais de 600 mil euros em I&D, sendo igualmente expectável o crescimento através de aquisições e o aumento do número de recursos humanos. Está nos planos da F3M aumentar em cerca de 10% o número de colaboradores. A empresa informa ainda que em 2010 a perspectiva passa pelo crescimento do volume de negócios no mercado interno e, sobretudo, no mercado externo. Utilizadores de telemóveis pouco preocupados com actualização de dados De acordo com um estudo divulgado pela Kingston Digital Europe, perto de 50% dos utilizadores de telemóveis admite descartar-se dos seus aparelhos após um ano de utilização. 43% dos utilizadores de telemóveis troca os seus equipamentos a cada 12 a 18 meses, sendo que mais de 12 % refere que apenas os actualizam seis meses depois. Por outro lado, o estudo revela que 61,4% de utilizadores de telemóveis não fazem o backup de dados; 67,2% utilizam os telemóveis para tirar fotos e 33,9% para armazenar e ouvir música. O inquérito da Kingston Digital baseou-se num questionário on-line a consumidores no Reino Unido. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 7

8 Estratégias de Marketing Toshiba vende 300 mil notebooks em 2009 e entra na Electrónica de Consumo Jorge Borges, Director de Marketing da Toshiba Portugal, faz um balanço positivo de 2009, com o destaque para a entrada no segmento da Electrónica de Consumo e para o crescimento de 6,7% no número de notebooks vendidos durante o ano. Superámos os objectivos propostos na Consumer Product Division, um segmento de mercado muito concentrado e competitivo, tendo conquistado uma quota de 3% no mercado de televisões, chegando ao top 5, no quarto trimestre do ano passado. No segmento dos notebooks vendemos mais de 300 mil unidades, mantivémos a quota de mercado acima dos 20% e a liderança no mercado empresarial, em 2009, resume. Um marco importante para a Toshiba, no ano passado, foi a chegada ao milhão de portáteis vendidos em Portugal desde Jorge Borges salienta que a Toshiba cresceria, em 2009, mesmo sem os projectos da Educação, num mercado que apresentaria uma quebra de 20% em unidades, nessas circunstâncias. Actualmente, além de uma Volume de negócios da Reditus nos 104,2 milhões em 2009 A Reditus registou um crescimento de 76%, no seu volume de negócios, para 104,2 milhões de euros, em 2009, face aos 59,2 milhões do ano anterior. Os lucros líquidos foram milhares de euros e aumentaram 82,4%, face aos 626 mil de Já o EBITDA aumentou 14% totalizando 10,5 milhões de euros, face aos 9,2 milhões do ano anterior. A Reditus realça que as vendas internacionais representaram 33% do volume de negócios em Tendo em conta os resultados pró-forma, que simulam a integração do Grupo Tecnidata durante o período integral, em 2008, de modo a poder analisar melhor a evolução dos negócios, o volume de negócios caiu 3% face aos 107,5 milhões de euros. O EBITDA caiu 21% face aos 13,3 milhões de euros de posição cimeira no mercado de notebooks, a Toshiba marca presença na lista dos cinco mais vendidos em vários segmentos da Electrónica de Consumo, como televisões, câmaras HD e leitores de DVD, de acordo com Jorge Borges. Para o corrente ano, os objectivos da empresa passam por continuar a crescer acima do mercado, de forma sustentada, nos vários mercados e canais. Queremos manter uma posição relevante em todos os mercados onde estamos presentes, marcar presença na Electrónica de Consumo e manter a quota no segmento dos notebooks acima dos 20%, consolidando a liderança no mercado profissional, diz Jorge Borges. No mercado das televisões a Toshiba espera atingir os 5% de quota de mercado, baseando a estratégia na interoperabilidade entre dispositivos. Ar Telecom com 39,2 milhões de euros em 2009 As receitas da Ar Telecom ascenderam a 39,2 milhões de euros em A empresa divulgou ainda que atingiu pela primeira vez, em 2009, resultados operacionais positivos, com um EBITDA de 633 mil euros. O número de serviços atingiu um total de , com as receitas no serviço triple play (telefone, internet e tv) para o mercado residencial, a aumentarem 22,9%. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 8

9 Estratégias de Marketing Volume de negócios da Sonaecom nos 949,4 milhões de euros em 2009 A Sonaecom registou um volume de negócios consolidado de 949,4 milhões de euros em Trata-se de uma quebra de 2,7% face aos 976,2 milhões do ano anterior. O EBITDA situou-se nos 175,7 milhões de euros, a aumentar 9,5% quando comparado com os 160,4 milhões de A margem EBITDA foi de 18,5% no ano passado. Nos resultados líquidos, após interesses minoritários, a Sonaecom registou 5,7 milhões de euros, 15% acima dos 5 milhões obtidos em Ao nível do negócio móvel a companhia indica que obteve um volume de negócios de 607 milhões de euros, a comparar com os 629,1 milhões de O EBITDA nesta área foi de 166,7 milhões de euros e registou um incremento de 17,1%. De acordo com informação da empresa, o número de clientes do serviço móvel aumentou 7,6% para 3,432 milhões de subscritores no final de 2009, a traduzir 241 mil novas adições líquidas. O ARPU (receita média mensal por cliente) situou-se nos 14,8 euros e compara com 16,8 euros de O número de clientes pós-pagos era de 31,5% no final do ano passado. EMC Portugal cresceu 7% em 2009 Segundo Isabel Reis, Directora Geral, a EMC Portugal registou um crescimento de 7% no seu volume de negócios, em 2009, estabelecendo um novo máximo desde a sua entrada no mercado português e cimentando o crescimento sustentado mesmo num ano de recessão económica. A empresa obteve assim uma facturação a rondar os 29 milhões de dólares. Os dados disponibilizados por Isabel Reis apontam ainda para um crescimento de 6% na venda de produtos, com a facturação em serviços profissionais a aumentar 7% relativamente ao ano anterior. Uma das apostas estratégicas da EMC Portugal, no ano passado, foi a de Content Management, com as receitas a aumentarem 27% face a A área de serviços de manutenção registou um crescimento de 17%. No entanto e contrariamente ao que sucedeu nas restantes áreas de actuação da EMC Portugal, as receitas provenientes da área de segurança registaram uma diminuição de 17% face ao ano anterior. Do total do volume de negócios da EMC, em 2009, a área de sistemas representou 56%, seguindo-se o software com 30% e os serviços com 14%. Isabel Reis salienta que o ano de 2009 foi marcado pelo forte crescimento da EMC Portugal em novas contas, tendo conquistado mais de 30 novos clientes, nos mais variados sectores de actividade. Entre esses clientes encontram-se empresas como as Águas do Ave, Banif Serve, Banco Itáu, Sonae Distribuição, ACSS ou o Grupo Lena. O ano ficou ainda marcado pela angariação de 35 novos parceiros em Portugal como Tier 2. Para 2010, Isabel Reis diz que o objectivo da EMC Portugal passa por manter a trajectória de crescimento, com aposta no crescimento nas unidades de negócio horizontais, nomeadamente no desenvolvimento da área de BRS (Backup, Recovery and Systems) UVA, IONIX e reforço da estrutura de Serviços Profissionais, sobretudo aumentando o negócio via parceiros e a cobertura nacional. Alvos são as PMEs através da estrutura de parceiros Tier 2, além das tradicionais grandes empresas. Fujitsu contratada pela CM de Santarém De acordo com a Fujitsu, a empresa foi seleccionada pela Câmara Municipal de Santarém para construir de raiz um datacenter e implementar uma solução de storage. Adianta que com a construção do referido datacenter o município passou a dispor de um espaço seguro, com controlo de acessos, prevenção contra incêndios, refrigeração de equipamentos e capacidade para crescer até cinco vezes o espaço de informação actualmente instalado. Refere que foi implementada uma solução de processamento através de storage ETERNUS da Fujitsu, que permitiu reduzir 12 servidores a três. Segundo a empresa, o projecto foi pensado para também ser utilizado por empresas e outras entidades do concelho. AngoLegal aumenta número de utilizadores A Jurinfor, através da sua subsidiária SoftAngola, divulgou que o número de utilizadores do AngoLegal apresenta um total de dois mil subscritores, o que traduz um crescimento de 30% face ao ano transacto. O AngoLegal é uma plataforma on-line que disponibiliza informação jurídica de Angola, disponível desde o nao de UMIC reforça Rede de Academias TIC com SAS A UMIC assinou um Protocolo de Cooperação com o SAS Portugal para reforçar a actividade da rede de Academias TIC no Ensino Superior e Secundário nacional. Assim, o SAS refere que vai ser responsável por promover a disseminação de conhecimentos práticos em tecnologias de gestão e análise de negócio junto de instituições de ensino superior. Estão previstos programas de formação prática e certificação profissional no software avançado de análise de negócio da empresa, aplicável às áreas da engenharia, economia, medicina, marketing, energia, ambiente e ciências sociais, entre outras. Market Report Tecnologias de Informação Nº 489 de 18 de Março de 2010 INSAT 9

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET 4.º TRIMESTRE DE 2009

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET 4.º TRIMESTRE DE 2009 INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA DO SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET 4.º TRIMESTRE DE Índice 1. Evolução do número de prestadores habilitados para a prestação do Serviço de Acesso à Internet... 3 2. Número de clientes

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft A solução MB DOX oferece uma vantagem competitiva às empresas, com a redução do custo de operação, e dá um impulso à factura

Leia mais

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos 2012 1 2 Sobre a COSEC O que é o Seguro de Créditos

Leia mais

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais de 55,8 milhões EBITDA de 3,1 milhões Margem EBITDA de 5,6% EBIT de 0,54 milhões Resultado Líquido negativo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 28 2 Resultados 28 Os resultados reportados reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 28, em seguimento da assinatura do contrato de aquisição

Leia mais

O nosso desafio é o seu sucesso!

O nosso desafio é o seu sucesso! O nosso desafio é o seu sucesso! Clien tes de Refe rên cia Distribuição Construção Civil Industria Tecnologias Potenciamos o seu negócio A Empre sa. Somos uma empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES Crescimento de volume de negócios: + 5.1% a valores e taxas

Leia mais

01 _ Evolução dos negócios

01 _ Evolução dos negócios 01 _ Evolução dos negócios 14 Mercado doméstico 14 Rede fixa 20 Móvel Portugal TMN 24 Multimédia PT Multimédia 28 Mercado internacional 28 Móvel Brasil Vivo 32 Outros negócios internacionais 01 _ Evolução

Leia mais

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET. Serviço de Acesso à Internet 2.º Trimestre de 2010

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET. Serviço de Acesso à Internet 2.º Trimestre de 2010 INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA DO SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET 2.º TRIMESTRE DE 2010 Serviço de Acesso à Internet 2.º Trimestre de 2010 Índice de gráficos Gráfico 1 - Evolução do número de clientes de banda larga...

Leia mais

SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO

SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO SONAECOM RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2007 JANEIRO - MARÇO Índice 1. Mensagem de Paulo Azevedo, CEO da Sonaecom...2 2. Principais indicadores...4 3. Resultados consolidados...5 3.1. Demonstração de resultados

Leia mais

Estrutura da Apresentação

Estrutura da Apresentação As políticas nacionais para a Sociedade do Conhecimento: literacia/competências digitais e inclusão social Graça Simões Agência para a Sociedade do Conhecimento UMIC Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

Leia mais

PT Wi-Fi: Internet em Movimento

PT Wi-Fi: Internet em Movimento PT Wi-Fi: Internet em Movimento Clipping de Media (05 a 09 de Dezembro de 2003) Meio: Diário Económico Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 6 Meio: Jornal de Negócios Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 8

Leia mais

PHC Contabilidade CS

PHC Contabilidade CS PHC Contabilidade CS A execução e o controlo de todas as tarefas contabilísticas da sua empresa ou organização O controlo total das necessidades contabilísticas nas vertentes geral, analítica e orçamental.

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS

PHC Mensagens SMS CS PHC Mensagens SMS CS O potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC O envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo. Uma comunicação com sucesso: ganhos de tempo e de dinheiro

Leia mais

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias ICare-EHR (ASP) ou Application Service Provider, é uma subscrição de Serviço online não necess ICare-EHR (Clássico)

Leia mais

COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta

COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta COFINA, S.G.P.S., S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE NO ANO DE 2006 Após

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 COMUNICADO Página 1 / 9 RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 09 de Setembro de 2005 (Os valores apresentados neste comunicado reportam-se ao primeiro semestre de 2005, a não ser quando especificado

Leia mais

Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa

Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa Descritivo completo Contabilidade 2008 Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa Benefícios Fácil de utilizar; Totalmente integrada com o restante

Leia mais

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Microsoft Dynamics CRM Online Customer Solution Case Study IDC Portugal IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Sumário País Portugal

Leia mais

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Proveitos Operacionais de 60,8 milhões de euros (+ 8,1%) EBITDA de 5,6 milhões de euros (+ 11,1%) Margem EBITDA 9,2% (vs. 8,9%) Resultado

Leia mais

Newsletter. Condições especiais para ASAPOL. Agosto 2012. Campanha ASAPOL

Newsletter. Condições especiais para ASAPOL. Agosto 2012. Campanha ASAPOL Newsletter Agosto 2012 Campanha ASAPOL Condições especiais para ASAPOL Principais Vantagens para Associados Campanha ASAPOL A Vodafone oferece condições especiais de tarifas e de aquisição de equipamentos.

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

» apresentação. WORKFLOW que significa?

» apresentação. WORKFLOW que significa? » apresentação WORKFLOW que significa? WORKFLOW não é mais que uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos ou fluxos de trabalho e informação de uma empresa, de forma a torná-los

Leia mais

METALOMECÂNICA RELATÓRIO DE CONJUNTURA

METALOMECÂNICA RELATÓRIO DE CONJUNTURA METALOMECÂNICA RELATÓRIO DE CONJUNTURA 1. Indicadores e Variáveis das Empresas A indústria metalomecânica engloba os sectores de fabricação de produtos metálicos, excepto máquinas e equipamento (CAE )

Leia mais

Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio

Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio Microsoft Dynamics CRM Cliente Referência: PALBIT Palbit Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio Sumário País Portugal Sector Produção Industrial Perfil do Cliente

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS

ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Fevereiro 2014 Para aderir ou obter mais informações: Consulte o seu gestor PT Empresas Envie

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE 2013 RELATÓRIO DE RESULTADOS Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 08 Entidades Inquiridas

Leia mais

Hospital de Faro E.P.E optimiza recursos humanos e financeiros com solução Microsoft BI

Hospital de Faro E.P.E optimiza recursos humanos e financeiros com solução Microsoft BI Caso de sucesso Microsoft Hospital de Faro E.P.E optimiza recursos humanos e financeiros com solução Microsoft BI Sumário País: Portugal Sector: Saúde Perfil do Cliente Hospital de Faro EPE é o hospital

Leia mais

A gestão comercial e financeira através da Internet

A gestão comercial e financeira através da Internet PHC dgestão A gestão comercial e financeira através da Internet A solução de mobilidade que permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos, documentos de facturação, encomendas, compras,

Leia mais

SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO

SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO Maia, 11 de março de 2015 Reforço de posições de liderança em Portugal, internacionalização e compromisso com famílias em 2014 SONAE REFORÇA VENDAS E INTERNACIONALIZAÇÃO 1. PRINCIPAIS DESTAQUES DE 2014:

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

PHC dgestão. ππ Área de Clientes. ππ Área de Fornecedores ππ Área de Stocks e Serviços ππ Área de Tesouraria. ππ Todas as empresas com

PHC dgestão. ππ Área de Clientes. ππ Área de Fornecedores ππ Área de Stocks e Serviços ππ Área de Tesouraria. ππ Todas as empresas com PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

3.2 Companhias de seguros

3.2 Companhias de seguros Desenvolvimento de produtos e serviços Tendo em conta o elevado grau de concorrência dos serviços bancários, os bancos têm vindo a prestar uma vasta gama de produtos e serviços financeiros, por um lado

Leia mais

Marcos N. Lessa. Global Document Outsourcing Director

Marcos N. Lessa. Global Document Outsourcing Director Marcos N. Lessa Global Document Outsourcing Director Managed Print Services: Serviço de valor acrescentado Managed Print Services (MPS) é um serviço que envolve a gestão de todos os equipamentos de impressão,

Leia mais

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010 Apresentação de Resultados 2009 10 Março 2010 Principais acontecimentos de 2009 Conclusão da integração das empresas adquiridas no final de 2008, Tecnidata e Roff Abertura de Centros de Serviços dedicados

Leia mais

Grupo. Negócios. Rede Fixa. Serviço fixo de telefone

Grupo. Negócios. Rede Fixa. Serviço fixo de telefone Negócios do Grupo Rede Fixa Os proveitos operacionais dos negócios de rede fixa situaram-se em ıı49 milhões de euros no primeiro semestre de 2003, uma redução de 5,7% face a igual período do ano anterior,

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

E S T U D O L O C A L O p o r t u n i d a d e s p a r a a s T I C n o N o v o C o n t e x t o E c o n ó m i c o e S o c i a l e m P o r t u g a l

E S T U D O L O C A L O p o r t u n i d a d e s p a r a a s T I C n o N o v o C o n t e x t o E c o n ó m i c o e S o c i a l e m P o r t u g a l E S T U D O L O C A L O p o r t u n i d a d e s p a r a a s T I C n o N o v o C o n t e x t o E c o n ó m i c o e S o c i a l e m P o r t u g a l Novembro de 2011 S U M Á R I O E X E C U T I V O IDC Portugal:

Leia mais

DADOS CHAVE. anexo, que estão de acordo com as regras Portuguesas de contabilidade.

DADOS CHAVE. anexo, que estão de acordo com as regras Portuguesas de contabilidade. PT MULTIMÉDIA.Com - Serviços de Acesso à Internet, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Avenida 5 de Outubro, nº. 206-2º., Lisboa Capital Social: 196.381.518,50 Euros Matriculada na Conservatória do Registo

Leia mais

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados Case Study da Cisco TI Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados A implementação de servidores virtualizados proporciona economias significativas de custos, diminui a

Leia mais

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm Anexo C: Súmula das principais iniciativas desenvolvidas na Europa na área da Sociedade de Informação e da mobilização do acesso à Internet em banda larga Para informação adicional sobre os diversos países

Leia mais

ESTATÍSTICA DO MERCADO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS ACESSÍVEIS AO PÚBLICO EM CABO VERDE ANO DE 2011

ESTATÍSTICA DO MERCADO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS ACESSÍVEIS AO PÚBLICO EM CABO VERDE ANO DE 2011 ESTATÍSTICA DO MERCADO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS ACESSÍVEIS AO PÚBLICO EM CABO VERDE ANO DE 2011 INDICADORES ESTATÍSTICOS DO ANO DE 2011 Índice INTRODUÇÃO... 2 1. PANORAMA GERAL SOBRE O

Leia mais

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Nota Prévia Os resultados reportados oficialmente reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 2008, em seguimento da assinatura do contrato de

Leia mais

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 2 RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 ASPECTOS MAIS RELEVANTES: SIGNIFICATIVO CRESCIMENTO DA ACTIVIDADE DESIGNADAMENTE A CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos PHC TeamControl CS A gestão de equipas e de departamentos A solução que permite concretizar projectos no tempo previsto e nos valores orçamentados contemplando: planeamento; gestão; coordenação; colaboração

Leia mais

Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde

Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde Associação Empresarial de Telecomunicações Radiografia do Sector das telecomunicações de Cabo Verde 2 Radiografia do Sector das telecomunicações

Leia mais

Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000

Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000 Informação à Imprensa 8 de Março de 2001 Reestruturação da Sonae Indústria prosseguiu como planeado durante o exercício de 2000 As vendas da Sonae Indústria no exercício de 2000 ascenderam a Euro 1 294

Leia mais

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHC Mensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS CS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDOC Sistema de Gestão Documental Dossier de Produto DP10.02 02.01.2009 www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDoc Sistema de Gestão Documental A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais,

Leia mais

Resultados 1º Semestre _ 2006

Resultados 1º Semestre _ 2006 Resultados 1º Semestre _ 2006 Comunicado Portugal Telecom Índice 01 Destaques financeiros 4 02 Destaques operacionais 6 03 Demonstração de resultados consolidados 9 04 Capex 17 05 Cash flow 18 06 Balanço

Leia mais

Operador global centrado na sustentabilidade

Operador global centrado na sustentabilidade Operador global centrado na sustentabilidade Francisco Nunes, Administrador PT Portugal Lisboa, 8 maio 2012 CONFIDENCIAL A utilização deste documento, para quaisquer fins, sem autorização expressa da Portugal

Leia mais

Portugal Telecom. Apresentação de Resultados Resultados do 1º Trimestre. 18 Maio 2006

Portugal Telecom. Apresentação de Resultados Resultados do 1º Trimestre. 18 Maio 2006 Portugal Telecom Apresentação de Resultados Resultados do 1º Trimestre 18 Maio 2006 Safe Harbour A presente release contém objectivos acerca de eventos futuros, de acordo com o U.S. Private Securities

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

PARCEIROS Modelo de Negócio

PARCEIROS Modelo de Negócio PARCEIROS Modelo de Negócio YouBIZ Telecom O YouBIZ Telecom é um negócio da empresa YouBIZ, parceira da. Somos uma empresa líder no canal de Marketing de Rede, com uma quota de mercado superior a 85%.

Leia mais

Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. Fontes Pereira de Melo, 14 10º -1050-121 Lisboa Capital Social: 118.332.445 Euros - NIPC e Mat. na C.R.C. de Lisboa sob

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1 Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, Daniela Santana 2, Manuela Cunha 3, Sandra Castro 4 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Departamento de Engenharias, Universidade

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001

Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001 Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001 13 de Setembro de 2001 Princípios Contabilísticos Internacionais Síntese do 1º Semestre de 2001 Principais Acontecimentos do 1º Semestre Forte liderança

Leia mais

Plano tecnológico? Ou nem tanto?

Plano tecnológico? Ou nem tanto? Plano tecnológico? Ou nem tanto? WEB: ÉDEN?APOCALIPSE? OU NEM TANTO? Plano Tecnológico Mas, Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, além deste Contrato, o Novo Contrato para a Confiança, o nosso

Leia mais

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário MEMORANDO Caracterização da Actuação no Combate ao spam Análise das respostas ao questionário ÍNDICE 1. Enquadramento da realização do questionário...3 2. Análise das respostas ao questionário...4 2.1

Leia mais

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Desafios da Facturação Electrónica A facturação electrónica (e-invoicing) poderá fazer parte das iniciativas emblemáticas

Leia mais

A Internet nas nossas vidas

A Internet nas nossas vidas Economia Digital A Internet nas nossas vidas Nos últimos anos a internet revolucionou a forma como trabalhamos, comunicamos e até escolhemos produtos e serviços Economia Digital Consumidores e a Internet

Leia mais

02 _ Evolução dos negócios

02 _ Evolução dos negócios 02 _ Evolução dos negócios 30 Mercado doméstico 30 Rede fixa 34 Móvel Portugal TMN 38 Mercado internacional 38 Móvel Brasil Vivo 42 Outros negócios internacionais Portugal Telecom Relatório e contas consolidadas

Leia mais

UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014

UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014 UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014 Para aderir ou obter mais informações: Consulte o seu gestor PT Empresas Envie email para protocoloseparceriasptempresas@telecom.pt

Leia mais

> outsourcing > > consulting > > training > > engineering & systems integration > > business solutions > > payment solutions > Portugal

> outsourcing > > consulting > > training > > engineering & systems integration > > business solutions > > payment solutions > Portugal > outsourcing > > consulting > > training > > business solutions > > engineering & systems integration > > payment solutions > Portugal Há sempre um melhor caminho para cada empresa. Competências Outsourcing

Leia mais

Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur

Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur Rogério Machado Director Técnico José Monteiro Ferreira Director Informática e Telecomunicações AGENDA 1. A APR 2. APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 3.

Leia mais

Earnings Release. Press Release. Resultados anuais 2012. 28 de fevereiro de 2013

Earnings Release. Press Release. Resultados anuais 2012. 28 de fevereiro de 2013 2009 Earnings Release Resultados anuais 2012 Press Release 28 de fevereiro de 2013 01 Comunicado Lisboa, Portugal, 28 de fevereiro de 2013 A Portugal Telecom é um operador geograficamente diversificado,

Leia mais

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

Dualinfor Formação e Serviços Informáticos, Lda.

Dualinfor Formação e Serviços Informáticos, Lda. Dualinfor Formação e Serviços Informáticos, Lda. Sobre Nós Estamos no mercado desde 1998 e temos registado um crescimento sustentado, alavancado por uma equipa que integra profissionais com muitos anos

Leia mais

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

Aplicação Administrativa de Gestão

Aplicação Administrativa de Gestão Aplicação Administrativa de Gestão DIAGNIMAGEM, Sociedade Unipessoal, Lda Clínica de Exames e Diagnósticos de Imagiologia A Empresa é constituída por 4 departamentos: Gerência (1) Administrativo/ Contabilidade

Leia mais

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Case study 2009 II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Microsoft Corporation fundada em 1975, líder mundial em software, serviços e soluções, que apoiam as

Leia mais

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study APCER Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Sumário País Portugal Sector Serviços Perfil do Cliente

Leia mais

SAÚDEGLOBAL. AON Portugal

SAÚDEGLOBAL. AON Portugal SAÚDEGLOBAL AON Portugal Breve Apresentação do Negócio DADOS DE CARACTERIZAÇÃO Designação Comercial Saúdeglobal N.º Colaboradores N.º de Estabelecimentos Dispersão Geográfica Nacional Facturação em 2010

Leia mais

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões SUMÁRIO I PRODUÇÃO E CUSTOS COM SINISTROS 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros

Leia mais

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas Descritivo PHC Consolidação CS PHC PHC Consolidação CS A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas A consolidação contabilística no que respeita à integração de contas e respectivos

Leia mais

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS

BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS BARÓMETRO TRIMESTRAL DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO EM PORTUGAL 2º TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO DE RESULTADOS Índice Introdução 03 Ficha Técnica 05 Sumário Executivo 06 Relatório de Resultados 07 Entidades Inquiridas

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projectos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projectos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

PHC Consolidacão. Execute de uma forma simples e eficaz a consolidação contabilística de grupos de empresas

PHC Consolidacão. Execute de uma forma simples e eficaz a consolidação contabilística de grupos de empresas PHCConsolidacão DESCRITIVO O módulo PHC Consolidação foi desenhado para executar a consolidacão contabilística, no que diz respeito à integração de contas e respectivos ajustamentos de consolidação. PHC

Leia mais

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N.

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N. Boletim Mensal de Economia Portuguesa N.º 9 setembro 211 Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia e do Emprego G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais

Leia mais

PHC Clínica CS. A Gestão operacional total da clínica ou consultório

PHC Clínica CS. A Gestão operacional total da clínica ou consultório PHCClínica CS DESCRITIVO O módulo PHC Clínica permite a gestão da informacão interna em duas vertentes: por um lado a informação confidencial sobre cada Paciente e o seu historial, por outro, se integrado

Leia mais

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel DBL/BLM 01.08.2012 Índice Banda Larga O que é? Abordagem Comercial O que é o 4G Evolução Tecnológica Uma Oferta duas marcas Tarifários Campanha de Adesão Equipamentos Serviços Adicionais Argumentário de

Leia mais

Comércio Digital 2015

Comércio Digital 2015 Comércio Digital 2015 SIBS MARKET REPORT Missão SIBS: Contribuir para o bem-estar social, promovendo eficiência nos serviços financeiros e similares, nomeadamente na área dos pagamentos, através da disponibilização

Leia mais

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros SUMÁRIO Produção de seguro directo No terceiro trimestre de, seguindo a tendência evidenciada ao longo do ano, assistiu-se a uma contracção na produção de seguro directo das empresas de seguros sob a supervisão

Leia mais

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar Serviços Conquistar um lugar à mesa nas reservas on-line Até há bem pouco tempo Portugal não contava com um serviço especializado para reservar mesas em restaurantes através da Internet. Este ano ganhou

Leia mais

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório PHC Clínica CS A gestão operacional total da clínica ou consultório A informação confidencial sobre cada paciente, o seu historial e, se integrado com o módulo PHC Gestão CS, a gestão financeira e a facturação

Leia mais

ESTUDO IDC O papel das tecnologias de informação na produtividade e redução de custos nas organizações nacionais

ESTUDO IDC O papel das tecnologias de informação na produtividade e redução de custos nas organizações nacionais ESTUDO IDC O papel das tecnologias de informação na produtividade e redução de custos nas organizações nacionais Patrocinado por: Microsoft Versão Preliminar - Março 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO IDC Portugal:

Leia mais

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento O QUE É IMPRESCINDÍVEL NUMA SOLUÇÃO DE ORÇAMENTAÇÃO E PREVISÃO? Flexibilidade para acomodar mudanças rápidas; Usabilidade; Capacidade de integração com as aplicações a montante e a jusante; Garantir acesso

Leia mais

Zeinal Bava. Nós construimos o nosso futuro. Presidente Executivo Portugal Telecom

Zeinal Bava. Nós construimos o nosso futuro. Presidente Executivo Portugal Telecom mensagem do presidente executivo Zeinal Bava Presidente Executivo Portugal Telecom Nós construimos o nosso futuro Apesar do ambiente económico desafiante em Portugal, a PT tem continuado a seguir incessantemente

Leia mais

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados 1 Secção I ƒ Sistemas empresariais cruzados Aplicações empresariais cruzadas 2 ƒ Combinações integradas de subsistemas de informação, que partilham recursos informativos e apoiam processos de negócio de

Leia mais

Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007

Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007 Lisboa, 29 de Outubro de 2007 Comunicado: Contas da IMPRESA em Setembro 2007 1. Principais factos em Setembro 2007 Receitas consolidadas de 62,6 M, uma subida de 10,8% no 3º trimestre, sendo de referir:

Leia mais

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 03 de Dezembro de 2007 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 77% DOS AGREGADOS DOMÉSTICOS COM LIGAÇÃO À INTERNET

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais