ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS"

Transcrição

1 1/34 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 OBJETO 1.1 O objeto da presente licitação é a contratação de empresa para implantação e processamento das rotinas de Administração de Pessoal, contemplando as atividades que envolvam folha de pagamento, controle de frequência, pagamento e controle de benefícios, controle cadastral, rescisão de contrato, homologação, medicina e segurança do trabalho, bem como os desdobramentos dessas atividades. 1.2 Para fins de logística, implantação do sistema, execução do programa e até para a formação do preço, os licitantes deverão considerar que, atualmente, o SESC/ARRJ e o SENAC/ARRJ possuem funcionários e 200 estagiários (3.500 funcionários + 50 estagiários do SENAC/ARRJ e funcionário estagiários do SESC/ARRJ), sendo certo que esta quantidade do SENAC é variável e que mais de 70% dessa quantidade é de funcionários/instrutores, que trabalham de acordo com os horários das turmas, ou seja, tem horário de trabalho diferenciado. 2 REQUISITOS TÉCNICOS OBS.: Seguem abaixo os requisitos técnicos que o licitante vencedor deverá garantir 2.1 Requisitos Técnicos para Execução da Aplicação A aplicação deverá ser compatível e suportar estações com os seguintes sistemas operacionais: Windows98, Windows 7, Windows XP, Windows Vista, Android 2.2 ou superior, Mac OS X.5 ou superior A aplicação deverá suportar os seguintes browsers: Internet Explorer 6.0 ou superior, Google Chrome, Safari, Mozilla Firefox A aplicação deverá possibilitar a geração de relatórios nos formatos: TXT, XLS, CSV e PDF É requisito imprescindível que a solução seja WEB BASED (nativa). 2.2 Requisitos Técnicos para Operação da Aplicação A aplicação deverá ser multi-empresa e multi-unidade A aplicação deverá dispor de calendário com tratamentos de datas por município A aplicação deverá prover help online para esclarecimentos operacionais e funcionais ao usuário A aplicação deverá permitir agendamento de lançamentos com data futura A aplicação deverá permitir o processamento de cálculos individual e coletivo, por empresa, por unidade, e centros de custos (departamentos / áreas). Página 1 de 34

2 2/ O Consumo de banda em KB para consulta por usuário, deve obedecer a qualificação de menor consumo, maior nota, conforme abaixo Tabela dos Requisitos Técnicos, constantes do Anexo II do Edital. 2.3 Requisitos de Acesso Todos os acessos aos serviços contratados deverão se dar através de ambiente web (intranet e internet) Deverá disponibilizar firewall que permita a configuração de regras para acesso remoto de funcionários do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ ao ambiente de folha. 2.4 Requisitos de Segurança Lógica Deverá garantir que haja a segregação dos ambientes de desenvolvimento, homologação e produção Deverá garantir que haja monitoramento dos acessos ao ambiente de produção, com detecção de intrusos e aplicação periódica de testes de invasão Deverá possibilitar que todos os acessos ao ambiente de produção sejam logados e que estes logs fiquem disponíveis para serem auditados pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ Acesso internet com certificação de acesso a site seguro através de certificadores especializados e registrados (Certisign, Verisign, Serasa, etc). 2.5 Requisitos de Segurança Física Garantir a execução de Backup de todo o ambiente de produção onde são processadas e armazenadas as informações do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ, com guarda as cópias em locais seguros fisicamente apartados do Data-Center Garantir que o processo de backup seja diário, com retenções semanais, mensais e anuais, pelo período do Contrato,que poderá ser prorrogado pelo prazo máximo de 05 (cinco) anos Garantir que o Data-Center onde são processados os serviços esteja com a qualificação mínima TIER 3, com disponibilidade mínima de 99,8% da infraestrutura de hardware e down-time anual de no máximo 2hs. 2.6 Requisitos para Manutenções Evolutivas Garantir que alterações funcionais no ambiente de processamento dos serviços contratados pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ, sejam documentados e publicados em produção, somente se previamente aprovados pelo owner do serviço no SESC/ARRJ e no SENAC/ARRJ Considera-se Manutenção Evolutiva novas funcionalidades que não podem ser obtidas através de parametrizações da aplicação e que foram previamente requeridas pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ ao fornecedor. Página 2 de 34

3 2.7 Requisitos para Manutenção do Serviço de Sistemas ANEXO II 3/ Garantir que os serviços contínuos de manutenção corretiva e/ou legal sejam aplicados no sistema durante toda a vigência do contrato Considera-se Manutenção corretiva: Ação decorrente de falhas da aplicação, problemas de funcionalidades detectados pelo usuário com relação às telas, regras de negócio, relatórios e interfaces com outros sistemas. O desempenho do sistema é considerado item de manutenção corretiva e será classificado como crítico, devendo ser corrigido nos mesmos prazos Considera-se Manutenção legal: Ação decorrente de mudança na legislação, banco de dados, sistemas operacionais, entre outros, será elaborada uma programação para atendimento às mudanças ocorridas, sem prejuízos à operação do sistema Para o ANS de manutenção / recuperação de falhas, deverão ser considerados os prazos estabelecidos conforme tabela abaixo: PRAZOS MÁXIMOS PARA ATENDIMENTO DAS OCORRÊNCIAS (A PARTIR DO REGISTRO DA OCORRÊNCIA) PRIORIDADE TEMPO PARA PRIMEIRO CONTATO SOLUÇÃO DO CONTORNO SOLUÇÃO DO PROBLEMA 0 1 hora útil 4 horas úteis 12 horas úteis 1 1 hora útil 8 horas úteis 24 horas úteis 2 1 hora útil 16 horas úteis 36 horas úteis Consideram-se, para efeito de prioridades as seguintes qualificações: a) Prioridade 0 (zero) - Ocorrência de alto impacto, com aplicação instável e indisponível, ou durante o período de fechamento da folha de pagamento. b) Prioridade 1 (um) - Ocorrência de médio impacto, com aplicação instável ou parcialmente indisponível. c) Prioridade 2 (dois) - Ocorrência de baixo impacto, coma aplicação disponível, porém necessitando verificação do problema. 2.8 Requisitos de Continuidade O prestador deverá apresentar os procedimentos formalizados que são adotados por ele que garanta a continuidade dos serviços contratados em casos de exceção (greves, epidemias, desastres físicos, etc). Página 3 de 34

4 4/ O prestador deverá garantir a aplicação de testes periódicos de recuperação e continuidade da operação, com apresentação dos resultados ao SESC/ARRJ e ao SENAC/ARRJ. 2.9 Requisitos de Auditoria O prestador deverá disponibilizar todos os logs existentes e parametrizados na aplicação para os representantes nomeados pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ O prestador deverá disponibilizar todos os fluxos operacionais dos serviços operados por ele ao SESC/ARRJ e ao SENAC/ARRJ Apresentação do Relatório SAS70 atualizado. 3 REQUISITOS FUNCIONAIS OBS.: Seguem abaixo os requisitos técnicos que o licitante vencedor deverá garantir 3.1 Serviços Gerais de Folha de Pagamento ADMISSÃO: dentro do macro processo de Admissão a solução deverá minimamente processar e prover: Ficha registro eletrônica com a Foto digitalizada do funcionário, com disponibilização via web de acordo com a permissão do usuário Checklist eletrônico da documentação requerida no processo de admissão Emissão do Contrato de Trabalho Emissão do Termo de Compromisso, Termo de Confidencialidade e demais documentos necessários, conforme formatação SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ Emissão de etiqueta para registro na CTPS considerando informação de no mínimo quatro salários conforme categoria, cargo e recibo de entrega da CTPS Controle dos tipos de contratos com início, renovação e término Disponibilização de abertura de campos específicos obrigatórios ao processo de admissão SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ como Titulações, experiência profissional, corporativo e pessoal e penalidades Encaminhamento automático aos gestores do formulário do Aviso vencimento de contrato de experiência Aviso automático do candidato que foi Prestador de Serviços; (Período a ser Parametrizado) Aviso automático para o gestor de Requisição de Pessoal Aprovada Aviso de nova Admissão concluída para as seguintes áreas: infraestrutura - TI, Recrutamento e Seleção, Educação e Gestores. Página 4 de 34

5 5/ Workflow para aprovação de solicitação de Vale Transporte para o funcionário admitido Integrações por interface com as prestadoras de planos de saúde, plano odontológico, Federação de transportes, Requisição de Crachás e Sistema Acadêmico do SESCARRJ e do SENAC/ARRJ Contratos simultâneos para o mesmo funcionário Disponibilização de abertura de campos para cadastro de mais de um contrato, cargo e salário por funcionário Emissão de relatórios de controle e gestão do macro processo de Admissão Disponibilização de abertura de campos específicos para código de cargo, Grade e Salário Na implantação do novo funcionário, sinalizar relação de parentesco com funcionários já cadastrados, através de filiação Comunicação automática de funcionário admitido em cargo de confiança para emissão de portaria DEMISSÃO: dentro do macro processo de Demissão a solução deverá minimamente processar e prover: Checklist automatizado para todas as etapas do desligamento (exame demissional, entrevista de desligamento, homologação da rescisão, material corporativo e seguro de vida em caso de morte) Verificação pelo Gestor de estabilidade para solicitação de desligamento Workflow para comunicação automatizados para pedidos de desligamento pelo funcionário ou pelo gestor e aviso de vencimento de contratos Bloqueio automático de acessos sistêmicos na efetivação do desligamento Fechamento de apontamentos de banco de horas Exclusão por interface com as prestadoras de planos de Saúde, plano Odontológico e outros Apuração de todas as Verbas Rescisórias, com Demonstrativos de médias e de cálculo da Rescisão Emissão dos documentos inerentes ao processo rescisório como Requerimento de pedido de Demissão, Carta de Demissão, GRRF, Seguro Desemprego e outros Emissão de relatórios de controle e gestão do macro processo de demissão. Página 5 de 34

6 6/ Interface com a contabilidade para informação de débito existente por funcionário Cálculo de rescisão de estagiário considerando o recesso FÉRIAS: Dentro do macro processo de férias a solução deverá minimamente processar e prover: Função de planejamento de férias para o funcionário com os devidos fluxos de aprovação Programação automática de férias conforme o planejamento realizado Controle da reprogramação de férias com tratamento de bloqueio conforme normas internas Programação e controle de férias Coletivas Controle automatizado para impedir que ocorram férias em dobro Opção no aviso de férias para que o empregado informe o valor do empréstimo de férias desejado, limitado a 01 (um) salário base e o número de parcelas limitado a Suspensão automática de benefícios para funcionários que estejam em período de férias conforme acordo coletivo Fluxos automatizados para emissão de aviso e recibo de férias Comunicação automática para TI para bloqueio de acessos sistêmicos na efetivação das férias Comunicação automática do período de férias dos funcionários com cargo de confiança para emissão de portaria Emissão de relatórios de controle e gestão do macro processo de Férias Pagamento de 01 (um) dia de salário aos empregados que gozarem férias em mês de 31 (trinta e um) dias Cálculo de IRRF deverá considerar a dedução do valor da Previdência Privada proporcionalmente aos dias de férias Integração do empréstimo de férias e o número de parcelas diretamente na folha de pagamento Bloquear o sistema para nova solicitação de empréstimo de férias quando o anterior não estiver quitado Reserva de valores ou percentual para pagamento de despesas mensais de benefícios. Página 6 de 34

7 7/ BENEFÍCIOS: Dentro do macro processo de Benefícios a solução deverá minimamente processar e prover: Checklist automatizado de documentação para todos os Benefícios Emissão de aviso automático para área de benefícios na inclusão da condição de invalidez para seguro de vida Workflow para manutenção de benefícios (Inclusão, alteração e exclusão) Tratamento diferenciado de benefícios por categoria sindical, tipo de contrato (mensalista, horista, temporário, estagiário e jovem aprendiz) Controle de compensações para apuração e reembolso de benefícios (VT, Auxílio creche, Auxilio alimentação, etc.) Permitir lançamentos de benefícios entre unidades, por matrícula, independente da Unidade de Lotação Identificar no relatório de conferência, a unidade que efetuou o lançamento de benefícios Integração por interface com os prestadores de serviços de benefícios ao SESC/ARRJ e ao SENAC/ARRJ Vale Transporte para contratos simultâneos deverão ser calculados separadamente Workflow de comunicação para benefícios (expiração, renovação, reajustes, mudança de categoria e etc) Emissão de relatórios de controle e gestão de apontamentos e apuração do macro processo de Benefícios Verificação de margem para empréstimo consignado, férias e outros Conciliação do Vale Transporte, Auxilio Alimentação com a compra Conciliação das faturas do plano de saúde e odontológico com a folha de pagamento Garantir aos funcionários o pagamento de 21 (vinte e um) tickets de VA quando o número de dias trabalhados no mês for inferior a 21 (vinte e um) dias, e desde que ele trabalhe no mínimo 05 (cinco) dias na semana com carga horária igual ou superior a 6 (seis) horas Controlar e informar em contracheque número de parcelas quitadas mensalmente, para benefícios internos Cálculo automático de auxílio creche/babá criticando idade do menor, salário do funcionário e o valor, conforme acordo coletivo. Página 7 de 34

8 8/ Cálculo automático de auxílio necessidades especiais, salário do funcionário e o valor, conforme acordo coletivo FREQUÊNCIA: Dentro do macro processo de Frequência a solução deverá minimamente processar e prover: Tratamento de Jornadas de trabalho com funções de manutenção de horários Tratamento de Jornadas por escala permitindo revezamento Tratamento de Isenção de marcação de ponto a pedido Tratamento de Isenção de marcação de ponto automática para os Cargos de Confiança Tratamento de Calendários com feriados Municipais, Estaduais e Federais individualizados por unidade, em dia ou hora Workflow para justificativa e validação das exceções do ponto Emissão de aviso ao Gestor que não tenha fechado o ponto no prazo prédefinido Bloqueio do sistema para tratamento do ponto após data limite pré-definida Fechamento de Banco de Horas conforme Acordo Coletivo Consulta do Banco de Horas em Tempo Real Integração de Medicina do Trabalho com Frequência Emissão de aviso automático para o Gestor, do intervalo de interjornada menor que 11 horas Demonstrativo das horas extras até e/ou acima de 02 (duas) horas por área de trabalho, com gráficos Demonstrativo de interjornada inferior a 11 (onze) horas por área de trabalho com gráficos Emissão de comunicados de penalidades pelos gestores, para aplicação aos funcionários que realizarem horas extras acima de 02 (duas) horas sem autorização e/ou interjornada inferior a 11 (onze) horas, conforme critérios/escala definida em política interna Comparativo entre as penalidades emitidas x cadastro das mesmas, Demonstrativo das penalidades aplicadas, por área de trabalho Geração de relatórios específicos de horário de trabalho e cartão de ponto. Página 8 de 34

9 9/ Emissão de relatórios de controle e gestão de apontamentos e apuração do macro processo de Controle de Frequência para RH e gestores de pessoas Diferenciar e Identificar as horas extras de ponte das horas extras normais Controle de horas para pagamento de ponte de recesso PRESTADOR DE SERVIÇOS AUTÔNOMOS: Dentro do macro processo de Prestador de Serviços autônomos a solução deverá minimamente processar e prover: Inclusão das Informações do Contrato do Prestador de Serviço descentralizado por Estabelecimento e Unidade de Negocio Liberação por Usuário para Inclusão do Contrato do Prestador de Serviço por Estabelecimento e Unidade de Negocio Aviso automático do Prestador de Serviços que foi Funcionário; (Período a ser Parametrizado) Controle automático da numeração sequencial do Contrato do Prestador de Serviço (Docente e Administrativo) por Estabelecimento e Unidade de Negocio Controle de quantidades de horas e dias por categoria (Instrutor e Administrativo) Controle de intervalo de contratos por categoria (instrutor e Administrativo) Bloqueio do sistema na data limite para inclusão do Pagamento Prestador de Serviços Controle do valor do Contrato x Pagamento do Prestador de Serviços Controle de Centro de custos ativos Disponibilizar senha Máster para inclusão do Contrato do Prestador de Serviços sem criticas Disponibilizar senha Máster para alteração do valor do pagamento do Prestador de Serviços sem criticas Disponibilizar integração com o Sistema Educacional para a descrição das disciplinas no Contrato do Prestador de Serviços Permitir a inclusão de tabela padrão com cargos e funções possíveis para contratação de Prestador de serviço Emissão do Contrato de Trabalho com o nome do responsável pela assinatura do contrato e testemunhas Emissão do recibo de Pagamento do Prestador de Serviço, conforme formulário desenvolvido pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ. Página 9 de 34

10 / Controle do IRF do Prestador de Serviços que tenha realizado serviços em unidades diferentes Controle do INSS do Prestador de Serviços que tenha realizado serviços em unidades diferentes Emissão de relatórios de controle do macro processo de Controle de Pagamento do Prestador de Serviço Autônomo para RH e Gerentes Criticar os campos de PIS, CPF e CBO no cadastro de prestador de serviço; bloqueando em caso de inconsistência APONTAMENTOS GERAIS: dentro do macro processo de Apontamentos Gerais, a solução deverá minimamente processar e prover: Workflow para atualizações Cadastrais de funcionários, dependentes e outros beneficiários, de forma automática, para atualização do sistema após validação do RH Interfaces com prestadores e fornecedores de serviços Workflow de solicitação, comunicação e registro para realização de movimentação de pessoal Workflow de solicitação de licença sem vencimento, e comunicação e registro demais licenças Workflow de solicitação de declarações Geração de Interfaces diárias para utilização dos demais sistemas do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ Emissão de aviso à área responsável para emissão de Portaria quando funcionário, com cargo de confiança, for transferido ou promovido APURAÇÃO E CÁLCULO: dentro do macro processo de apuração e cálculo da Folha de Pagamento, a solução deverá minimamente processar e prover: Checklist automatizado de execução de todos os processos de carga e interfaces (benefícios, frequência, remuneração, recrutamento e seleção, rescisão, férias) para Apuração de Folha Parametrização das Verbas de Folha, conforme necessidade Rateio por Estabelecimento, Unidade de Negocio e Centro de Custo Cálculo apartado para mensalistas, horistas, estagiários e jovem aprendiz Os cálculos do INSS e IRF deverão considerar os contratos simultâneos para o mesmo funcionário com matrículas diferenciadas, conforme legislação pertinente. Página de 34

11 11/ Contracheques, avisos e recibo de férias, recisões deverão ser emitidos por matrícula nos casos de contrato simultâneo Geração de Prévias de Cálculo de Pagamento para folha mensal, 13º, Férias e Rescisão, conforme cronograma Apuração de Encargos e outros tributos de Folha, com geração de arquivos de interface e relatórios legais Interfaces da folha para pagamento com o(s) Banco(s) Calculo de múltiplos vínculos Emissão de relatórios de controle do macro processo da Folha de Pagamento e Encargos Comparativo de líquido de folha do mês atual x mês anterior Cálculo de folha educacional para funcionário com no mínimo 04 (quatro) salários diferenciados, conforme categoria Integração do sistema educacional por categoria para a folha de pagamento Integração do sistema de acompanhamento de apontamento do instrutor com a folha de pagamento (adicional noturno, atividade acadêmica, coordenação, rateio, repouso remunerado, ensino a distância (ED, VT e Auxílio Alimentação) Cálculo de insalubridade, Periculosidade, Previdência Privada, Complementação de Auxílio Doença Cálculo automático de VA e VT proporcional aos dias trabalhados nos casos de admissão para pagamento em espécie Cálculo automático de abono alimentação, conforme categoria (mensalista / horista) nos casos de férias e licença INSS escalonado conforme acordo coletivo Garantir ao instrutor, 05 (cinco) vezes do menor nível da tabela salarial de Formação Inicial e Continuada (FIC), quando ele não estiver em nenhum projeto Cálculo de estagiário, incluindo alimentação e transporte para pagamento em espécie, conforme carga horária Cálculo de recesso de estagiário Cálculo retroativo de folha, férias, benefícios, rescisão, sempre que necessário Elaboração de arquivo bancário para pagamento complementar de folha e rescisão. Página 11 de 34

12 12/ Interface da área de Remuneração com a folha de pagamento nos casos de movimentação de pessoal e reajuste da tabela salarial INTEGRAÇÃO CONTÁBIL: dentro do macro processo de contabilização de folha, a solução deverá minimamente processar e prover: Parametrização dos critérios de rateio de verbas por centro de custos Geração de Provisão por regime de competência Geração de Provisão de Férias e 13º salário (horistas e mensalistas) Detalhamento dos valores apontados na integração Interfaces analíticas e sintéticas por unidade Relatórios de controle e conferencia dos lotes contábeis x verbas de folha Relatório por conta contábil, com opção de analítico ou sintético, considerando saldo anterior Relatórios de Provisão de Férias e 13º salário (mensal e acumulada) Disponibilização para a Equipe Contábil de consulta e extração de relatórios referente ao Demonstrativo Contábil com flexibilidade de parâmetros Elaboração de relatório apontando diferenças entre folha e contabilização MEDICINA E SEGURANÇA DO TRABALHO: Dentro do macro processo de Medicina e Segurança do trabalho, a solução deverá minimamente processar e prover: Ferramentas para o gerenciamento e controle dos programas de Segurança e Medicina do Trabalho, conforme requerido pela legislação (CIPA, Brigada de Incêndio, PPP, LTCAT, PPRA, PCMSO) Agendamento de consultas e exames médicos por área funcional Controle de vencimentos de exames de acordo com parâmetros previamente definidos Controle de Licenças e Afastamentos Ficha médica do funcionário com registros e históricos de todos os exames médicos e complementares, de doenças e atestados Controle dos atestados médicos de acordo com parâmetros previamente definidos Apontamento das licenças por tipo ou especialidade, por área de trabalho com gráficos, conforme normas internas. Página 12 de 34

13 13/ Emissão de aviso à área responsável para elaboração de Portaria, quando o funcionário, com cargo de confiança estiver em licença Previdenciária ou Maternidade Emissão de relatórios operacionais e de gestão Interface com a empresa prestadora de serviço de medicina e segurança do trabalho Emissão de aviso automático ao gestor dos funcionários em licença Previdenciária ou Maternidade com período de permanência INTERFACES: Os serviços de processamento e operação dos processos de folha de pagamento deverão prover interfaces no padrão TXT ou XML para: Sistemas utilizados pelo SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ (ERP Acadêmico, ERP Adm / Financeiro, MIS, Intranet, Ponto, e outros) Bancos (Processos de abertura de conta corrente, pagamentos, empréstimos consignados, recolhimento GPS) Prestadores de serviços (Vale Transporte, Vales Alimentação e Refeição, Previdência Privada, Prestadoras de Planos de Saúde e Dental, Seguradoras) Legais (PIS, GRRF, CAGED, RAIS, DIRF (Informação do plano de saúde e odontológico por CPF), DCTF, SEFIP,) e demais Para todas as interfaces deverá ser possível a emissão de relatórios e espelhos sumarizados Ferramentas que permitam o controle de geração e acompanhamento das interfaces Avaliação de competências (sistema externo) x folha de pagamento Avaliação de desempenho (sistema externo) x folha de pagamento Recrutamento e Seleção (sistema externo) x folha de pagamento. 3.2 PORTAL DE ATENDIMENTO WEB: O acesso aos serviços através da intranet ou internet do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ com estabelecimento de relação de confiança oferecendo minimamente: Funções de controle e acompanhamento dos processos de pagamento para os Gestores de Administração de Pessoal do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ (Perfis de acesso) Funções que permitam os gestores do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ a efetuarem o controle e acompanhamento de suas equipes (Banco de horas, salário, afastamentos, penalidades, e outros). Página 13 de 34

14 14/ Funções de aviso e comunicação com os funcionários de forma coletiva ou individual) Funções de auto-serviço para os funcionários (atualização cadastral, declarações, planejamento de férias, banco de horas, informe de rendimentos, Contracheques, Solicitação de inclusão, exclusão ou alteração de Benefícios, ficha de atualização de CTPS, Inclusão de Salário Família e dependente de IRRF, e outros). 3.3 WORKFLOW Implantação de fluxos automatizados para controlar e autorizar os processos de administração de pessoal (admissão, movimentações, reajustes, alterações contratuais, transferências, férias, medicina e segurança do trabalho, benefícios e rescisões), contemplando minimamente: Mapeamento dos fluxos, conforme necessidade Mapeamento dos critérios de atualização e níveis de alçadas requeridos para cada fluxo; Implementação dos fluxos; Configuração da aplicação; Permissão de inclusão de documentos comprobatórios com arquivo informatizados dos documentos; Acompanhamento da finalização do processo. 4 SOBRE O PROJETO 4.1 ESCOPO BPO Terceirização de todos os processos operacionais da área de Administração de Pessoal do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ com recursos do prestador para atendimento geral, execução e administração operacional. O escopo básico do projeto para este BPO deverá contemplar minimamente: Mapeamento de todos os processos atuais; Desenho e Certificação do novo modelo de operação; Estabelecimento dos processos de conferência, pontos de controle e acompanhamento; Capacitação da equipe de Gestão Operacional de Administração de Pessoal SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ; Implantação e acompanhamento do novo modelo de operação; Página 14 de 34

15 15/ Processamento da folha: Terceirização de todo o processamento de folha de pagamento com todas as obrigações legais e acessórias, apuração de encargos, provisões, rescisões, Férias, benefícios, controle de frequência e demais apontamentos, ficha financeira, contabilização e integração com os sistemas SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ. Geração de interfaces bancárias, legais, internas e provedores de serviço. O processamento deverá se dar para os funcionários horistas, mensalistas, estagiários, jovens aprendizes e prestadores. Deverão ser considerados processamentos de folha de pagamento mensal, anual, férias, rescisão e PLR. O processamento deverá contemplar a geração de prévias para conferencia. O escopo básico do projeto para o processamento deverá contemplar minimamente: Mapeamento de todas as verbas e suas regras, dos critérios de rateio e provisão adotados, dos processos a serem logados; Migração da base do atual sistema de Folha de Pagamento do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ com as conversões que se fizerem necessárias; Configuração da solução para Apontamentos de Pessoal, Segurança e Medicina do Trabalho, Processamentos de folha e Segurança; Desenvolvimento de Interfaces para: Banco(s), Prestadores de Benefícios, Sistemas municipais, estaduais e federais, Sistemas internos (Acadêmico, Intranet, Contabilidade, Contas a Pagar); Implantação, acompanhamento e manutenção até o término da homologação no SESC/ARRJ e no SENAC/ARRJ; Manutenção dos procedimentos legais após o término da implantação Atualização do sistema sempre que necessário Capacitação da equipe de Gestão Operacional de Administração de Pessoal do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ; Workflow: Implantação de fluxos automatizados para controlar e autorizar os processos de administração de pessoal (Admissão, movimentações, reajustes, alterações contratuais, transferências, alterações de cargo, férias, medicina do trabalho, rescisões). O escopo básico do projeto para implantar os fluxos deverá contemplar minimamente: Mapeamento dos fluxos atuais; Mapeamento dos Critérios de Autorização e Níveis de Alçada requeridos para cada fluxo; Implementação dos fluxos; Configuração da aplicação; Implantação, acompanhamento e manutenção até o término da homologação no SESC/ARRJ e no SENAC/ARRJ; Página 15 de 34

16 16/ Capacitação da equipe de Gestão Operacional de Administração de Pessoal SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ; Auto Serviços: Disponibilização de portal Web a ser acessado pelos funcionários, estagiários, jovem aprendiz do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ para utilização dos diversos serviços de pessoal e instrumentos de Administração e controle de pessoal para os gestores do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ. O escopo básico do projeto para implantar o Portal de Auto Serviços deverá contemplar minimamente: Mapear com Administração de Pessoal, os serviços que devem ser descentralizados no portal; Mapear e desenhar os perfis e os processos que serão disponibilizados para funcionários, para gestores de RH e para os demais gestores da companhia; Configuração do Portal de Auto Serviços; Implantação, acompanhamento e manutenção até o término da homologação no SESC/ARRJ e no SENAC/ARRJ; Capacitação da equipe de Gestão Operacional de Administração de Pessoal SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ Implantação e acompanhamento; 4.2 PRÉ-REQUISITOS PLANO DE PROJETO O prestador deverá apresentar plano de projeto, com cronograma detalhado das atividades que contemple as etapas definidas a seguir. O cronograma deverá estabelecer pontos de controle que possibilitem o efetivo acompanhamento e evolução do projeto O Plano de projeto deverá prever a implantação de um piloto da folha de pagamento para que sejam efetuados os ajustes nos processos a serem terceirizados O Projeto deverá contemplar um processo de processamento paralelo da folha por no mínimo 02 (dois) ciclos de pagamento O prestador deverá prover equipe técnica com comprovada competência técnica em gerenciamento e implantação de projetos. 4.3 ORGANIZAÇÃO DO PROJETO O responsável pelo projeto deverá ser definido pelo SESC/ARRJ e pelo SENAC/ARRJ. A estrutura proposta prevê que o prestador de serviço deverá nomear um gerente que será o focal técnico e funcional do projeto. Caberá a ele conduzir e reportar ao SESC/ARRJ e ao SENAC/ARRJ a evolução de todas as etapas do projeto. Página 16 de 34

17 4.3.2 Segue abaixo organograma proposto para o Projeto: ANEXO II 17/34 OBS.: Onde está mencionado o SENAC, considerar também o SESC. Página 17 de 34

18 18/ ETAPAS DO PROJETO Seguem abaixo as etapas mínimas que deverão ser contempladas no plano de projeto: OBS.: Onde está mencionado o SENAC, considerar também o SESC. Página 18 de 34

19 5 CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO ANEXO II 19/34 ETAPAS DATA DE PAGAMENTO PAGAMENTO 30 dias após a assinatura do contrato (20%) R$ IMPLANTAÇÃO 60 dias após a assinatura do contrato (%) R$ (no prazo máximo de 90 dias após a assinatura do contrato (%) R$ 8 meses incluída 120 dias após a assinatura do contrato (%) R$ operação assistida com 150 dias após a assinatura do contrato (%) R$ treinamento dos 180 dias após a assinatura do contrato (%) R$ funcionários) Após término e o aceite formal do projeto (30%) R$ SERVIÇO CONTINUADO (processamento das rotinas de administração de pessoal) Observações: - O percentual previsto acima na coluna pagamento se refere ao valor total da implantação. 6 TABELA DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA Início após o aceite formal da implantação e até o fim da vigência do contrato. Previsão mensal para funcionários. R$ TABELA A CRITERIOS QUALITATIVOS TÓPICOS Comprovação através de ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA fornecido por pessoa jurídica pública ou privada, da implantação com êxito de um Projeto com características, prazos e volumes compatíveis (no mínimo funcionários) com o projeto objeto desta licitação. Devem constar no atestado as informações de quantidade de horas de customização e quantidade de usuários atendidos pela solução. Será considerada como uma implantação, para efeito desta exigência, a entrega do sistema desenvolvido em ambiente de produção e disponível para uso pelos usuários. A cada atestado validado serão contabilizados 500 pontos, limitado ao máximo de pontos. No caso de atestado validado, comprovando a implantação do projeto em empresa/instituição educacional com, no mínimo, instrutores/docentes empregados, serão contabilizados 700 pontos, limitado ao máximo de pontos. OBS.: Não serão considerados atestados fornecidos por empresas do mesmo grupo econômico das empresas licitantes EXIGÊNCIA Comprovação de implantação de projetos através de Atestado de Capacidade Técnica. Página 19 de 34

20 7 TABELA DE ITENS FUNCIONAIS E TECNOLÓGICOS 7.1 Tabela de Itens Funcionais ANEXO II 20/34 ITEM Requisito Funcional NOTA PESO 1 Módulo de Admissão 1.1 Ficha de registro eletrônica com a Foto digitalizada do funcionário, com disponibilização via web de acordo com a permissão do usuário. 1.2 Checklist eletrônico da documentação requerida no processo de admissão Emissão do Contrato de Trabalho. 1.4 Emissão do Termo de Compromisso, Termo de Confidencialidade e demais documentos necessários, conforme formatação SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ. 1.5 Emissão de etiqueta para registro na CTPS considerando informação de no mínimo 04 (quatro) salários conforme categoria, cargo e recibo de entrega da CTPS. 1.6 Controle dos tipos de contratos com início, renovação e término Disponibilização de abertura de campos específicos obrigatórios ao processo de admissão SESC/ARRJ e SENAC/ARRJ, como Titulações, experiência profissional, corporativo e pessoal e penalidades. Encaminhamento automático aos gestores do formulário do Aviso vencimento de contrato de experiência. Aviso automático do candidato que foi Prestador de Serviços; (Período a ser Parametrizado). 1. Aviso automático para o gestor de Requisição de Pessoal Aprovada. Aviso de nova Admissão concluída para as seguintes áreas: 1.11 infraestrutura TI, Recrutamento e Seleção, Educação e Gestores. Workflow para aprovação de solicitação de Vale Transporte para o 1.12 funcionário admitido Integrações por interface com as prestadoras de planos de saúde, plano odontológico, Federação de transportes, Requisição de Crachás e Sistema Acadêmico do SESC/ARRJ e do SENAC/ARRJ Contratos simultâneos para o mesmo funcionário. Disponibilização de abertura de campos para cadastro de mais de 1.15 um contrato, cargo e salário por funcionário. Emissão de relatórios de controle e gestão do macro processo de 1.16 Admissão. Disponibilização de abertura de campos específicos para código de 1.17 cargo, Grade e Salário. Na implantação do novo funcionário, sinalizar relação de 1.18 parentesco com funcionários já cadastrados, através de filiação. Comunicação automática de funcionário admitido em cargo de 1.19 confiança para emissão de portaria. 07 Página 20 de 34

Características do Sistema

Características do Sistema SISTEMA FOLHA DE PAGAMENTO ADVANCED Características do Sistema Sistema multiusuário pleno. Sistema multiempresa sem limitações. Recursos e facilidades operacionais com eficiência, segurança e exatidão.

Leia mais

Tabela de funcionalidades. Sage Folha de Pagamento. Tabela de Funcionalidades. Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório

Tabela de funcionalidades. Sage Folha de Pagamento. Tabela de Funcionalidades. Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório Tabela de funcionalidades A disponibilidade da funcionalidade dependerá da modalidade do pacote 1 Com esta funcionalidade, é possível executar os

Leia mais

CONCORRÊNCIA. a) Envelope lacrado, identificado com os dizeres abaixo, constando data e horário da

CONCORRÊNCIA. a) Envelope lacrado, identificado com os dizeres abaixo, constando data e horário da CONCORRÊNCIA SESC/ARRJ Nº 01/2013 PROCESSO Nº 38.069/2013 SENAC/ARRJ PROCESSO Nº 562.584/2013 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SESC/ARRJ e o SERVIÇO NACIONAL

Leia mais

Infor-Pag. Importa lançamentos de outros Sistemas (Ponto Eletrônico, Convênios,...).

Infor-Pag. Importa lançamentos de outros Sistemas (Ponto Eletrônico, Convênios,...). Cálculos Infor-Pag CLT, Estagiários, Autônomos e Pró-Labore. Geral ou por Centro de Custos. Recálculo. Com o mesmo código de evento pode-se ter 3 tipos de movimento; Normal, diferença ou estorno. Permite

Leia mais

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL MACRO FUNÇÃO ATIVIDADE TAREFA Verificar Tabela de Bancos, Analisar

Leia mais

Sistema de Gestão de Pessoal (Roteiro de Demonstração)

Sistema de Gestão de Pessoal (Roteiro de Demonstração) #.1 Administração de Pessoal #.1.1 Permitir a captação e manutenção de informações pessoais e funcionais de pessoal ativo, inativo e pensionista, registrando a evolução histórica; #.1.2 Permitir o cadastramento

Leia mais

Neste bip. Configuração dos Códigos do Simples Nacional. Você Sabia? edição 37 Setembro de 2013

Neste bip. Configuração dos Códigos do Simples Nacional. Você Sabia? edição 37 Setembro de 2013 Neste bip Configuração dos Códigos do Simples Nacional... 1 Manter uma Cópia Local do Backup enviado ao Servidor Priori... Segurança no Sistema Contábil... 2 Férias Proporcionais no Regime Parcial... 3

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

Impacto na vida do trabalhador brasileiro. Notícia veiculada no Jornal Estado de São Paulo em 21.01.2013

Impacto na vida do trabalhador brasileiro. Notícia veiculada no Jornal Estado de São Paulo em 21.01.2013 Impacto na vida do trabalhador brasileiro Notícia veiculada no Jornal Estado de São Paulo em 21.01.2013 Carteira de trabalho será substituída por cartão eletrônico O governo do PT terá uma novidade a apresentar

Leia mais

TÓPICO (em ordem alfabética) PÁGINA Nº

TÓPICO (em ordem alfabética) PÁGINA Nº ÍNDICE DO MANUAL DE ROTINAS TRABALHISTAS TÓPICO (em ordem alfabética) PÁGINA Nº INTRODUÇÃO 6 SIGLAS UTILIZADAS 7 ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL E GERÊNCIA DE REC HUMANOS 8 ABANDONO DE EMPREGO 19 ACIDENTE NO

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO

ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO ROTEIRO BÁSICO PARA GERAR FOLHA DE PAGAMENTO Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Persona pode automatizar. Sem entrar em detalhes, você saberá

Leia mais

Gestão de Pessoas - Windows

Gestão de Pessoas - Windows P á g i n a 1 Gestão de Pessoas - Windows Módulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: 13º Salário Senior Sistemas S.A Rua São Paulo, 825 - Bairro Victor Konder - CEP 89012.001 - Blumenau/SC Fone:

Leia mais

Resumo das Características Técnicas e Funcionais do Sistema de Folha de Pagamentos:

Resumo das Características Técnicas e Funcionais do Sistema de Folha de Pagamentos: Resumo das Características Técnicas e Funcionais do Sistema de Folha de Pagamentos: NGFolha NGNGFOL NGNGFO G NGNGF NG NGNG ANG NGN Principais Funcionalidades Geração da folha com processamento automático

Leia mais

Sistema de Gestão Integrado para Cooperativas

Sistema de Gestão Integrado para Cooperativas Sistema de Gestão Integrado para Cooperativas CoopSys 6.0 Release 34C DESCRIÇÃO DOS RECURSOS Recursos Humanos o Cadastro de Cooperados : Informações Cadastrais Básicas Nome, Endereço, CEP, Cidade/UF CPF,

Leia mais

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014 Neste bip Como converter o arquivo CAGED para acerto... 1 Novo modo de alterar senha de operador... 2 Novo recurso no lançamento [+ planilha]... 2 13 parcela final e SEFIP... 3 Como converter o arquivo

Leia mais

Neste bip. Participação nos Lucros e Resultados. Você Sabia? Rescisão Complementar. Edição 54 Fevereiro de 2015

Neste bip. Participação nos Lucros e Resultados. Você Sabia? Rescisão Complementar. Edição 54 Fevereiro de 2015 Neste bip Participação nos Lucros e Resultados... Rescisão Complementar... 1 DIRF 2015... 2 Novas Alterações Trabalhistas e Previdenciárias... 3 EFD ICMS-IPI... 4 Nova Tabela de INSS e Salário Família...

Leia mais

MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO

MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO Na solução BPO a ABGT SISTEMAS assume operação e execução da folha de pagamento, e rotinas da administração de pessoal, além de fazer a hospedagem e o gerenciamento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 91 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

MODALIDADE Business Service Provider - BSP

MODALIDADE Business Service Provider - BSP MODALIDADE Business Service Provider - BSP Na solução BSP a empresa delega à ABGT SISTEMAS a execução da folha de pagamento e sub-processos, além da hospedagem e do gerenciamento da infra-estrutura e tecnologia

Leia mais

Procedimentos - 13º Salário Logix

Procedimentos - 13º Salário Logix Procedimentos - 13º Salário Logix 1 ÍNDICE 1. Parâmetros... 3 1.1. RHU3330 - Empresas - Cálculo/Movimento Folha...3 1.2. RHU0050 Manutenção Eventos...5 1.3. RHU0030 - Categoria Salarial...6 1.4. RHU0150

Leia mais

Tabela Comparativa de funcionalidades

Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Folha de Pagamento A disponibilidade da funcionalidade dependerá da modalidade do pacote 1 Gerenciador

Leia mais

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia PROCEDIMENTOS E ROTINAS AO DARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Título: Instrução Normativa nº. 001/2012. Ementa: Recomenda procedimentos para o Departamento de Recursos Humanos dos Órgãos da Administração Direta

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR INTRODUÇÃO Trata-se de um recurso exclusivo para atender a necessidade de cálculos complementares de verbas rescisórias decorrentes de reajustes

Leia mais

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) 1689/2015 - Sexta-feira, 20 de Março de 2015 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região 1 ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho

Leia mais

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Ponto Secullum 4 Sistema Operacional: compatível com Windows 98 ou superior Banco de Dados: Access, SQL Server ou Oracle; Computador Requerido: Processador com 500Mhz, Memória Ram

Leia mais

MODALIDADE APPLICATION SERVICE PROVIDER -ASP

MODALIDADE APPLICATION SERVICE PROVIDER -ASP MODALIDADE APPLICATION SERVICE PROVIDER -ASP A solução ASP Assistido da ABGT SISTEMAS possibilita à empresa operar e executar a folha de pagamento, utilizando os serviços de infraestrutura (hosting), tecnologia

Leia mais

MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor

MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor Sistema de Gestão e Controle de Consignações On-Line - CONSIGFÁCIL MANUAL CONSIGFÁCIL Acesso: Servidor V.4.2 (Agosto/2014) 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. ACESSANDO O CONSIGFÁCIL... 4 1.1. NAVEGADOR... 4

Leia mais

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe (

programa executável Folha.exe, normalmente encontrado na pasta FolhaWindows, e selecione o programa AdicionaCampos.Exe ( 1 Rio de Janeiro, 11 de Agosto de 2014. 1ª Circular do Ano de 2014. Ref: - CIRCULAR N 657, DE 4 DE JUNHO DE 2014 - NIS PORTARIA 1129 MTE - CAGED Tópicos: 1 - EXECUÇÃO DO PROGRAMA ADICIONACAMPOS.EXE 2 -

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS 1 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Objetivo: Elaborar, implantar e divulgar as normas e procedimentos do Departamento de Pessoal, com base nas suas funções e/ou descrições de cargos de suas atividades.

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS OBRIGAÇÕES MENSAIS SALÁRIOS CAGED INSS

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS OBRIGAÇÕES MENSAIS SALÁRIOS CAGED INSS AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS OBRIGAÇÕES MENSAIS SALÁRIOS O empregador deve efetuar o pagamento de salários aos empregados até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao vencido.

Leia mais

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015 Neste bip Férias Coletivas... 1 Configurar Tarefas Automáticas... 2 Pedido de Rescisão e Interrupção do Aviso Prévio... 3 Cadastro NIS em Lote... 3 Erro ao Gerar a Depreciação de Um Período... 5 Férias

Leia mais

Neste bip. Adiantamento Salarial. Você Sabia? Edição 60 Agosto de 2015. Reajuste de Adiantamento de Salário

Neste bip. Adiantamento Salarial. Você Sabia? Edição 60 Agosto de 2015. Reajuste de Adiantamento de Salário Neste bip Adiantamento e Reajuste de Adiantamento de Salário... Configurações de plano de saúde... 1 Erro de INVALID CONVERSION na geração do registro de saídas... Transferência de Funcionários... 3 Você

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 -

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 - ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO...

Leia mais

Manual da Rescisão Complementar

Manual da Rescisão Complementar Manual da Rescisão Complementar Atualizado em Abril/2009 Pág 1/16 Sumário Rescisão Complementar... 2 Reajuste salarial para funcionários demitidos... 3 Novos Campos cadastro de Sindicato... 4 Recálculo

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

e-social - VERSÃO 2.1

e-social - VERSÃO 2.1 Recursos Humanos OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Março de 2016 - Brasília Realização Workshop OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Apresentação Com

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL

DEPARTAMENTO PESSOAL DEPARTAMENTO PESSOAL DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1 1. Documentos necessários para admissão Para o processo de admissão, o novo funcionário deverá apresentar a relação de documentos abaixo: *Carteira de Trabalho

Leia mais

Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11

Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11 Template: Lei 12.619 Regulamentação e Disciplina da Jornada de Trabalho e Tempo de Direção dos Motoristas Profissionais Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11 Índice

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA 22/0/203. INTRODUÇÃO A Política de Apuração de Frequência tem por objetivo estabelecer as regras para falta e atraso, além de estabelecer controles relativos à apuração de informações de frequência de

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO Recursos. INTRODUÇÃO O Procedimento de Rescisão de Contrato de Trabalho tem por objetivo estabelecer os critérios para o processo de desligamento de empregados e estagiários nas modalidades de: pedido

Leia mais

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão:

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão: Módulo de Rescisão Para calcular a rescisão, é necessário informar para quem se deseja calcular (Código, Divisão, Tomador), depois informar tipo de dispensa, data de aviso prévio, data de pagamento, dias

Leia mais

esocial O que muda na sua empresa? TAX

esocial O que muda na sua empresa? TAX TAX esocial O que muda na sua empresa? 20XX KPMG, uma [estrutura legal] brasileira e firma-membro da rede KPMG de firmasmembro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International

Leia mais

Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CADASTRO DA EMPRESA... 8 3. CONTROLE DE PERMISSÕES... 14 4. CONFIGURAÇÕES DA EMPRESA... 19 5. CND...

Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CADASTRO DA EMPRESA... 8 3. CONTROLE DE PERMISSÕES... 14 4. CONFIGURAÇÕES DA EMPRESA... 19 5. CND... Sage CND Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 2 1.2. Conhecendo a Plataforma Sage... 4 1.2.1. Seleção de Empresa de Trabalho... 4 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações... 5 1.2.3.

Leia mais

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Autor: Equipe Treinamento Índice Central Folhamatic...4 Atualizador Automático... 4 Auto Backup... 4 Talkmatic Suporte Online... 4 Backup / Retorno

Leia mais

TREINAMENTO: DEPARTAMENTO PESSOAL COMPLETO-ATENÇÃO AS RECENTES ALTERAÇÕES

TREINAMENTO: DEPARTAMENTO PESSOAL COMPLETO-ATENÇÃO AS RECENTES ALTERAÇÕES TREINAMENTO: DEPARTAMENTO PESSOAL COMPLETO-ATENÇÃO AS RECENTES ALTERAÇÕES PROGRAMA Módulo I - Processo Admissional Providências da Empresa, Documentação Exigida, Exame Médico na Admissão, CAGED, Registro

Leia mais

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL Código Revisão Confidencialidade Data Página RH0002/12 Rev.

Leia mais

VOCÊ CONHECE SEUS COLABORADORES?

VOCÊ CONHECE SEUS COLABORADORES? VOCÊ CONHECE SEUS COLABORADORES? GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS O RH3 foi criado com o objetivo de ajudar empresas a melhorar seus processos dentro da área de Recursos Humanos, onde acreditamos que seja o

Leia mais

Neste bip. Arquivos XML. Você Sabia? edição 36 Agosto de 2013

Neste bip. Arquivos XML. Você Sabia? edição 36 Agosto de 2013 Neste bip Arquivos XML... 1 Quais Demonstrações Contábeis devo apresentar? 2 Contabilização da folha... 3 Atenção ao salário família... 4 Conferência das compensações de INSS... 4 Workshop online... 5

Leia mais

Adiantamento: Informa o percentual de adiantamento porventura existente na empresa para os funcionários, valor será calculado sobre o salário base.

Adiantamento: Informa o percentual de adiantamento porventura existente na empresa para os funcionários, valor será calculado sobre o salário base. 20.1 Parâmetros Habilitação de Empresas 20. MANUAL DE SISTEMA DE FOLHA DE PAGAMENTO Rotina destinada a habilitar as empresas que vão utilizar o sistema, onde serão informados todos os dados necessários

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Agregue agilidade e transparência aos seus processos de Departamento Pessoal O GRH é um sistema completo de Administração de Pessoal que permite controlar

Leia mais

Apresentação. E&L ERP Recursos Humanos e Folha de Pagamento. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0

Apresentação. E&L ERP Recursos Humanos e Folha de Pagamento. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0 Apresentação 1 E&L ERP Recursos Humanos PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução ão: O Registro no SEPIN, sob n 32284-9, agiliza os controles necessários ao departamento pessoal, bem

Leia mais

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 26/2015 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

Estabelecer a rotina, diretrizes e prazos para processamento da folha de pagamento do Grupo.

Estabelecer a rotina, diretrizes e prazos para processamento da folha de pagamento do Grupo. 1/8 1. OBJETIVO Estabelecer a rotina, diretrizes e prazos para processamento da folha de pagamento do Grupo. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO DHO Desenvolvimento Humano Organizacional; SISTEMA RUBI Sistema operacional

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Informações Iniciais (Portaria Nº 7, de 3 Janeiro de 2012) o O prazo para a entrega da declaração da RAIS inicia-se no dia 17 de janeiro de 2012

Leia mais

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014.

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. ANEXO I OBJETO OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. Prestação de serviços de auditoria para exame das demonstrações contábeis e financeiras do exercício de

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 1.0 29/09/2015 Alterações em relação à versão anterior Não se aplica Simples Doméstico esocial 1. O que é o SIMPLES Doméstico? Vivemos um momento

Leia mais

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS Capítulo 1 Recrutamento... 3 1.1 Possíveis ocorrências de recrutamento... 4 1.1.1 Ampliação do quadro de pessoal... 4 1.1.2 Desligamento de empregado... 5 1.1.3 Promoção...

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SEAOF.GDGSET, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2010

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SEAOF.GDGSET, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2010 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA ORDEM DE SERVIÇO Nº 2/SEAOF.GDGSET, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre os procedimentos de fiscalização dos contratos de terceirização de mão-de-obra. O DIRETOR-GERAL

Leia mais

Portal RH WEB Versão 3.6.6 - Full

Portal RH WEB Versão 3.6.6 - Full Portal RH WEB Versão 3.6.6 - Full = z A principal característica do portal RH é permitir a descentralização das informações dos colaboradores, possibilitando que o gestor de área se transforme também num

Leia mais

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações.

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações. índice O que é o esocial?...03 Cenário Atual...04 Cenário Ideal...05 Abrangência...06 Identificadores das Empresas...07 Identificadores...08 Módulo Consulta Cadastral...09 Órgãos envolvidos no Projeto...11

Leia mais

IPREM Instituto de Previdência Municipal de São Paulo

IPREM Instituto de Previdência Municipal de São Paulo ROTEIRO OPERACIONAL CDC SERVIDOR PÚBLICO IPREM Instituto de Previdência Municipal de São Paulo Entidades: 225 - Servidor 241 - Pensionista Publicação: 01.07.2015 Próxima atualização: 01.07.2016 Classificação

Leia mais

Manual de Operações Bolsa- Formação

Manual de Operações Bolsa- Formação Manual de Operações Bolsa- Formação Este manual destina-se aos usuários do Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica SISTEC, no que tange à gestão e operacionalização da Bolsa-Formação,

Leia mais

ATUALIZAÇÃ ÇÃO TRABALHISTA. Alexandre Corrêa

ATUALIZAÇÃ ÇÃO TRABALHISTA. Alexandre Corrêa ATUALIZAÇÃ ÇÃO TRABALHISTA Alexandre Corrêa ATUALIZAÇÃ ÇÃO O TRABALHISTA PROGRAMA EMPREGADO DOMÉSTICO (Aspectos Legais) EMPREGADO DOMÉSTICO A Lei 5859/72 regulamentada pelo Decreto 71885/73 tornou reconhecida

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008)

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008) DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008) 1. O que é o estágio? Resposta: Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação

Leia mais

Folha de Domésticos e Automação dos Recolhimentos para o Empregador. Domésticos integra o empregador ao. www.paggadomesticos.com.

Folha de Domésticos e Automação dos Recolhimentos para o Empregador. Domésticos integra o empregador ao. www.paggadomesticos.com. Folha de Domésticos e Automação dos Recolhimentos para o Empregador Domésticos integra o empregador ao A nova lei das domésticas Novembro/2015 é o mês da implantação definitiva da nova lei das domésticas.

Leia mais

CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS

CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS INSUMOS DOS PROCESSO 1. PESSOAS 1. PLANO DE ITENS 3. OPERACIONAIS 4. CENTROS DE RESULTADO 1.1 Clientes 2.1 Unidades 3.1 Endereços 4.1 Plano de Contas 1.2 Fornecedores

Leia mais

Agendamento de Suporte Telefônico Telefone celular Equipe de Apoio

Agendamento de Suporte Telefônico Telefone celular Equipe de Apoio 08/11/2012 Evento Programação 14:00h - Abertura 14:15h - Novos Procedimentos Suporte Help 14:30h - Novo TRCT (Rescisão do CT) 14:45h - Rotinas de 13º salário 16:30h - Esclarecimento de Dúvidas 17:00h -

Leia mais

Guia prático de bolso PSC e Portal RH

Guia prático de bolso PSC e Portal RH Guia prático de bolso PSC e Portal RH O QUE É PSC? O PSC (Positivo Serviços Compartilhados) é um sistema de gestão que centraliza todos os processos administrativos do Positivo. Tem como principal objetivo

Leia mais

Gestão de Processos de RH

Gestão de Processos de RH Gestão de Processos de RH A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências

Leia mais

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo CONSTRUÇÃO CONJUNTA Receita Federal do Brasil; Caixa; Instituto Nacional do Seguro Social INSS; Ministério da Previdência Social MPS;

Leia mais

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer????

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer???? Fevereiro de 2014 O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda E agora, o que tenho que fazer???? O QUE É AFINAL? Componente do SPED (Sistema Público de

Leia mais

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA Para gerar o arquivo da DIRF, existem algumas informações importantes a serem revisadas antes de qualquer processo. Desta forma dividimos o manual em sequencias as quais estão explicadas a diante: Prazo:

Leia mais

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL 2014 APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL I S O esocial está causando arrepios, mas pouca gente já sabe exatamente o que é. Em poucas palavras, o esocial é um programa do governo federal que tenta consolidar

Leia mais

GLOBAL BUSINESS SERVICES-GBS BRASIL. Gestão de Contratistas Brasil. Data de aprovação 10/06/2014. Aprovadores:

GLOBAL BUSINESS SERVICES-GBS BRASIL. Gestão de Contratistas Brasil. Data de aprovação 10/06/2014. Aprovadores: Regulamento GLOBAL BUSINESS SERVICES-GBS BRASIL Empresa Endesa Brasil Enel Green Power Caráter Âmbito Gestão de Contratistas Brasil Endesa Brasil Data de aprovação 10/06/2014 REGULAMENTO DE GESTÃO DE CONTRATISTA

Leia mais

Módulo para Gestão de RH

Módulo para Gestão de RH Módulo para Gestão de RH 1. Administração de Pessoal Um sistema de administração de pessoal completo, que permite o controle dos colaboradores em todos os estágios legais e gerenciais, abrangendo todo

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo IV Aula 01 1 CÁLCULOS TRABALHISTAS Neste módulo você irá aprender a realizar os cálculos de verbas rescisórias e Liquidação de Sentença. I. VERBAS RESCISÓRIAS Podemos entender

Leia mais

Gestão de Pessoas - 4w

Gestão de Pessoas - 4w Gestão de Pessoas - 4w Modulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: 13º Salário Senior Sistemas S.A Rua São Paulo, 825 - Bairro Victor Konder - CEP 89012.001 - Blumenau/SC Fone: (047) 3221-3300 www.senior.com.br

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Evolution Folha de Pagamento Cálculo automático de INSS, IRRF, FGTS, Controle de período aquisitivo de férias e faltas não insalubridade, periculosidade, pensão alimentícia,

Leia mais

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Simples Doméstico Legislação Lei Complementar n 150/2015 Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Quem é empregado doméstico? Art. 1 o da LC n 150/2015 Ao empregado doméstico, assim considerado

Leia mais

EXACTUS SOFTWARE LTDA

EXACTUS SOFTWARE LTDA Instruções para Geração do 13º Salário EXACTUS SOFTWARE LTDA SISTEMA - WINNER Edição 2009 Página 1 de 24 Londrina Paraná Edição 10/2009 COPYRIGHT Todos os direitos são reservados à Exactus Software Ltda.

Leia mais

INDICE DO MÓDULO DE TREINAMENTO DA FOLHA DE PAGAMENTO PEGASUS FOR WINDOWS 2.0

INDICE DO MÓDULO DE TREINAMENTO DA FOLHA DE PAGAMENTO PEGASUS FOR WINDOWS 2.0 INDICE DO MÓDULO DE TREINAMENTO DA FOLHA DE PAGAMENTO PEGASUS FOR WINDOWS 2.0 I Acesso ao Sistema 1 - Como acessar o sistema 2 - Username e Password II Visão Geral 1 - Tela Principal 2 - Cadastros 3 -

Leia mais

Nova versão do Rumo. Neste bip. Você sabia? edição 16 Dezembro de 2011

Nova versão do Rumo. Neste bip. Você sabia? edição 16 Dezembro de 2011 Neste bip Nova versão do Rumo... 1 Assistente para configuração da integração contábil... 2 Férias coletivas... 3 Nova Logo da Priori... 3 Mensagem de Natal e Ano Novo... 4 Confira o conteúdo das edições

Leia mais

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba SPED Sistema Público de Escrituração Digital esocial NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba 7 de outubro de 2014 O SPED Sistema Público de

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014 esocial - FECON 19/02/2014 Contextualização - Objetivo do Projeto OBJETIVOS - O que é o esocial Conceitos básicos - Qualificação cadastral - Povoamento da base - Eventos Não periódicos - Eventos periódicos

Leia mais

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY A DEAK Sistemas define como Treinamentos Básicos In Company a apresentação dos diversos módulos que compõem o ERP aos usuários. O Objetivo é apresentar cada módulo do ERP através de suas telas, campos

Leia mais

Governo do Estado de São Paulo SEFAZ e Autarquias

Governo do Estado de São Paulo SEFAZ e Autarquias ROTEIRO OPERACIONAL CDC SERVIDOR PÚBLICO Governo do Estado de São Paulo SEFAZ e Autarquias Entidades: 4193 POLICIA MILITAR Publicação: 01.07.2015 4194 SP PREV Próxima atualização: 01.07.2016 4195 - SEFAZ

Leia mais

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÚBLICO-ALVO Servidores de órgãos públicos federais, estaduais ou municipais e sociedades de economia mista, empresas privadas

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes E&L Recursos Humanos e Folha de Pagamento Perguntas Frequentes 1. Quando o Governo libera novas tabelas de INSS, IRRF e Salário família, o sistema atualiza automático? Não. É necessário efetuar a atualização

Leia mais

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para rotinas de Departamento Pessoal. 2. DEFINIÇÕES TRCT: Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. DP: Departamento Pessoal; DP Central: Departamento Pessoal de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Página: 1/5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo Rubi Avançado : 20:00 A quem se destina: Todos que tiverem a necessidade de administrar de forma avançada o módulo Rubi para facilitar o controle de Valores Folha

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. 1.2 Novo modelo operacional do Sistema do Cadastro Único

1 INTRODUÇÃO. 1.2 Novo modelo operacional do Sistema do Cadastro Único Instrução Operacional nº 35 SENARC/MDS Brasília, 15 de abril de 2010. Assunto: Divulga as orientações necessárias para a solicitação de cadastramento de usuários municipais no novo sistema de Cadastro

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO IADH JULHO / 2012 1. INTRODUÇÃO 1.1. Este Termo de Referência visa orientar a contratação de empresa especializados de

Leia mais

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos Contratualização de Serviços de Saúde Gestão de Contratos C0NTROLE DA ADMISTRAÇÃO PÚBLICA O CONTROLE CONSTITUI PODER-DEVER DOS ÓRGÃOS A QUE A LEI ATRIBUI ESSA FUNÇÃO, PRECISAMENTE PELA SUA FINALIDADE CORRETIVA;

Leia mais

SERVICE LEVEL AGREEMENT

SERVICE LEVEL AGREEMENT SERVICE LEVEL AGREEMENT SERVIÇOS PRESTADOS CERTIDÃO NEGATIVA ESTADUAL/ MUNICIPAL/ FEDERAL Este serviço consiste em fornecer a Certidão Negativa de Débitos Estadual/Municipal aos clientes e Assessorias

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2004/2005 S A N T U R

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2004/2005 S A N T U R ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2004/2005 S A N T U R Termo de Acordo Coletivo de Trabalho, que entre si celebram o SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIA, PESQUISA E INFORMAÇÕES

Leia mais