Guia Turistico de Entre Rios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia Turistico de Entre Rios"

Transcrição

1 Marcelo Stock Entre Rios Guia Turistico de Entre Rios Curitiba UTP 2006

2 Marcelo Stock Guia Turistico de Entre Rios TCC - Trabalho de Conclus80 de Curso apresentado ao Curso de Design, habilitac;80 em Design Grafico, como requisito parcial para obtenc;ao do grau de Designer Grafico da UTP - Universidade Tuiuti do Parana Orientado pelos professores Joaquin Fernandez Presas e Marcelo Catto Gallina. Curitiba UTP

3 Dedico a familia, aos meus pais, a minha esposa meus incentivadores.

4 Agrade<;:o primeiramente a Deus e a todos que de certa forma me ajudaram a realizar este projeto, sem 0 incentivo deles, nao teria conseguido.

5 SUMARO Listas de Figuras Listas de Tabelas Resumo Abstract. viii ix xv xvi NTRODUCAo REVSAo BBLOGRAFCA Turismo 19 Origem da palavra Turismo 19 Conceito de Turismo Conceito de Turista Hist6ria da (OMT) Organiza~ao Mundial de Turismo.19 Turismo no Brasil..19 Turismo no Parana Marketing no Turismo. 20 migra~ao no Parana 20 Refugiados da 2 Guerra Mundial 20 Guarapuava 21 Entre Rios 21 Brasao ou Escudo Suabio Localiza!(ao de Entre Rios 22 Clima de Entre Rios.. 22 Economia de Entre Rios 23 Tradi!(oes Entre Rios 23 o Significado das Colonias de Entre Rios 23 Eventos Anuais de Entre Rios 24 A Festa da Cevada - Gerstefest A Tecnologia dos cereais de inverno - Wintershow 24 Atrativos Turisticos 24 Cooperativa Agraria Mista Entre Rios greja Vit6ria 25 Parque Recreativo Jordaozinho.. 25 Fabrica de Linguic;:a Artesanal Fabrica da Agromalte Fabrica da reks Radio Universitaria Entre Rios FM 26 Museu Horto Florestal. 27 V

6 Centro Cultural Mathias Leh Clube Danubio 28 FAPA - Funda"ao Agraria de Pesquisa Agropecuaria. 28 Agraflores - Produc;;ao de Flores Centro da Juventude - Jugendcenter 28 Haras - Salasch Duhatschek.. 29 Fabrica de Chopp - Donau Bier.. 29 Gastronomia.. 29 Restaurante Mamas Kuche Restaurante Tio Chico Casa do Cafe - Kaffe Haus Hospedagem 30 Pousada Vol/weiter Hotel Gloria Pousada Muller.. 31 Compras.. 31 Suabio Artesanato Atelier Karl Bernatzky Destilaria Artesanal - Gartner's Obstler Servicros Uteis 32 Foto Studio Entre Rios 32 Correios Hospital Semmelweiss Policia Militar Corpo de Bombeiros 32 Cartorio Farah.. 32 Posto de Gasolina - Shell.. 32 Posto de Gasolina - Agip Banco HSBC Banco do Brasil. 32 Banco tau Distancia de Entre Rios 33 Guia Turistico 33 Modelos e Tipos de Guias 33 Tipografia 34 A Historia da Tipografia 34 Os Tipos da Tipografia 34 Tipografia e aplieacroes 34 A Estrutura dos Caraeteres...34 Tipografia no Design Grafieo Legibilidade.. 35 Cor 35 v

7 o mergulho nas cores Utiliza!(ao da cor Cores e seus significados psico6gicos Cores e seus significados 36 Ergonomia 37 Para melhorar a legibilidade existem as seguintes recomenda!(oes.. 37 Caracteristicas das cores 38 Madeira Constitui980 da Madeira 38 Caracteristicas das Madeiras 38 Vantagens da madeira 39 Tipos de Madeira e suas Caracteristicas.. 39 Madeira Transformada Papel 39 Caracteristicas do papel. 39 Classifica9i3o do papel. 40 MATERAlS E METODOS DE PESQUSA Metodologia 41 Defini~ao do Problema 42 Justificativa 43 Objetivo 43 Projeto Grcifico 43 Similares Parametros e Requisitos 48 Pliblico-Alvo Conceito 49 Gera~ao de Alternativas RESULTADOS Placa de sinaliza~ao dos pontos turisticos Materiais de Apoio Pe!(as 60 DSCUssAo 62 CONCLusAo E RECOMENDACOES vi

8 GLossARO 64 REFERENCAS BBLOGRAFCAS V

9 Lista de Figuras Figura 01: Navio Provence fonte: livro Suabios do Parana Figura 02: Chegada em Santos fonte: livro Suabios do Parana Figura 03: Distrito de Entre Rios fonte: foto Agraria...21 Figura 04: Brasao dos Suabios fonte: foto Agraria Figura 05: Banda de musica fonte: foto Marcelo Stock Figura 06: Grupo Folclorico fonte: foto Marcelo Stock Figura 07: Grupo de musica fonte: foto Marcelo Stock...23 Figura 08: 1 Cooperativa Agraria fonte: foto Marcelo Stock Figura 09: Cooperativa Agraria fonte: foto Marcelo Stock Figura 10: greja - Colonia Vitoria fonte: foto Marcelo Stock Figura 11: Clube de Jordaozinho fonte: foto Marcelo Stock Figura 12: Lago do parque fonte: foto Marcelo Stock...25 Figura 13: Fabrica de lingoiya fonte: foto Marcelo Stock Figura 14: Entrada da Agromalte fonte: foto Marcelo Stock Figura 15: Fabrica da Agromalte fonte: foto Marcelo Stock...26 Figura 16: Fabrica da reks fonte: foto Marcelo Stock Figura 17: Radio Entre Rios fonte: foto Marcelo Stock.. 26 Figura 18: Chegada dos Suabios fonte: foto Marcelo Stock Figura 19: Sala da casa fonte: foto Marcelo Stock Figura 20: Entrada do Horta fonte: foto Marcelo Stock Figura 21: Centro Cultural fonte: foto Marcelo Stock Figura 22: Frente do centro fonte: foto Marcelo Stock Figura 23: Clube Danubio fonte: foto Marcelo Stock Figura 24: FAPA V

10 fonte: foto Marcelo Stock Figura 25: Patio da FAPA fonte: foto Marcelo Stock Figura 26: Agraflores fonte: foto Marcelo Stock...28 Figura 27: Centro da Juventude fonte: foto Marcelo Stock. 28 Figura 28: Fazenda Duhatschek fonte: foto Marcelo Stock Figura 29: Estabulo do Haras fonte: foto Marcelo Stock.. 29 Figura 30: Fabrica de Chopp fonte: foto Marcelo Stock.. 29 Figura 31: Frente do Restaurante fonte: foto Marcelo Stock Figura 32: Restaurante Tio Chico fonte: foto Marcelo Stock Figura 33: Frente do Aroma Cafe fonte: foto Marcelo Stock Figura 34: Frente da Pousada fonte: foto Marcelo Stock Figura 35: Sal a de TV - Pousada Fonte: foto Marcelo Stock Figura 36: Pousada Muller fonte: foto Marcelo Stock Figura 37: Artesanato Entre Rios fonte: foto Marcelo Stock...31 Figura 38: Atelie do Artesao fonte: foto Marcelo Stock Figura 39: Oestilado Artesanal fonte: foto Marcelo Stock Figura 40: Posto de Gasolina Fonte: foto Marcelo Stock Figura 41: Guia Turistico de Sao Francisco do Sui Fonte: foto Marcelo Stock Figura 42: Guia Turistico do Para Fonte: foto Marcelo Stock Figura 43: Guia Turistico de Sao Jose dos Pinhais Fonte: foto Marcelo Stock Figura 44: Guia Turistico do Urbenauta Curitiba Fonte: foto Marcelo Stock Figura 45: Guia Turistico de Santa Felicidade Fonte: foto Marcelo Stock...45 Figura 46: Guia Philips - Regiao Sui Fonte: foto Marcelo Stock..45 Figura 47: Guia Turistico de Pomerode Fonte: foto Marcelo Stock Figura 48: Guia Turistico de Fortaleza Fonte: foto Marcelo Stock X

11 Figura 49: Guia Turistico de Curitiba Fonte: foto Marcelo Stock Figura 50: Guia Turistico de Blumenau Fonte: foto Marcelo Stock Figura 51: Guia de Parque Tematico de Bento Gonc;:alves Fonte: foto Marcelo Stock...47 Figura 52: Guia Turistico de Guarapuava Fonte: foto Marcelo Stock Figura 53: Gerac;:ao-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 54: Gerac;:iio-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 55: Gerac;:ao-03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 56: Gerac;:ao-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 57: Gerac;:ao-05 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 58: Gerac;:iio-06 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 59: Gerac;:iio-07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 60: Gerac;:ao-08 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 61: Gerac;:iio-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 62: Gerac;:ao-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 63: Gerac;:ao-03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 64: Gerac;:ao-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 65: Alternativa-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 66: Alternativa-02 Fonte: foto Marcelo Stock..50 Figura 67: Alternativa-03 Fonte: foto Marcelo Stock...51 Figura 68: Alternativa-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 69: Alternativa-05 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 70: Alternativa-06 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 71: Alternativa-07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 72: Alternativa-01 Fonte: foto Marcelo Stock 51 x

12 Figura 73: Alternativa-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 74: Alternativa-03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 75: Alternativa-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 76: Alternativa-05 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 77: Alternativa-06 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 78: Alternativa-07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 79: Alternativa-08 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 80: Alternativa-09 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 81: Alternativa-10 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 82: Gerac;:ao - 01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 83: Gerac;:ao -02 Fonte: foto Marcelo Stock.. 54 Figura 84: Gerac;:ao -03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 85: Gerac;:ao -04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 86: Gerac;:ao -05 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 87: Gerac;:ao -06 Fonte: foto Marcelo Stock.. 54 Figura 88: Gerac;:ao -07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 89: Logomarca Fonte: foto Marcelo Stock Figura 90: Opc;:ao-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 91: Opc;:ao-02 Fonte: foto Marcelo Stock...56 Figura 92: Grade Construtiva Fonte: foto Marcelo Stock Figura 93: Logo negativo Fonte: foto Marcelo Stock...57 Figura 94: Logomarca branca-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 95: Logomarca branca-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 96: Logo padrao-01 Fonte: foto Marcelo Stock xi

13 Figura 97: Logo padrao-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 98: Logo-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 99: Logo-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 100: Logo-03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 101: Logo-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 102: Logo-OS Fonte: foto Marcelo Stock Figura 103: Logo-06 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 104: Logo-07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 105: Logo-08 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 106: Logo margens Fonte: foto Marcelo Stock Figura 107: Guia em Alemao Fonte: foto Marcelo Stock Figura 108: Guia em ngles Fonte: foto Marcelo Stock.. 59 Figura 109: Guia em portugues Fonte: foto Marcelo Stock Figura 110: Placa-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 111: Placa-02 Fonte: foto Marcelo Stock...59 Figura 112: Peya-01 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 113: Peya-02 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 114: Pe9a-03 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 115: Peya-04 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 116: Peya-05 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 117: Peya-06 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 118: Pe9a-07 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 119: Peya-08 Fonte: foto Marcelo Stock..60 Figura 120: Peya-09 Fonte: foto Marcelo Stock 60 xii

14 Figura 121: Pec;:a-10 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 122: Pec;:a-11 Fonte: foto Marcelo Stock Figura 123: Pec;:a-12 Fonte: foto Marcelo Stock Xl

15 Lista de Tabelas Tabela 01: Distancia de Entre Rios fonte: Marcelo Stock 33 Tabela 02: Propon;:6es fonte: Marcelo Stock 37 xiv

16 Resumo o projeto consiste, em incrementar 0 turismo no Distrito de Entre Rios, atraves de um material grafico eficaz, desenvolvendo de um Guia Turistico para Entre Rios e uma logomarca, utilizando tambem um material de apoio como: placa de sinalizayao nos pontos turisticos, bone, camiseta, regua e adesivo. Levar mais informac;:6es aos turistas que visitam Entre Rios, sobre seus pontos turisticos, historia de Entre Rios, servic;:os liteis, hospedagem, gastronomia e compras. 0 Guia sendo de facil utilizac;:ao e compreensao pelos turistas. Atraves de pesquisas bibliograficas, pesquisas de simi lares, pesquisas de campo feitas em: Entre Rios, Pomerode e Blumenau, levantamento de dados teoricos, levantamento de materiais, cores, tipografia e ergonomia, com isso, obteve-se maior conhecimento para a elaborac;:ao do projeto. Palavra Chave: Design Editorial, Guia Turistico, Turismo. xv

17 Abstract Summary The project consists in increasing the tourism in the District of Entre Rios, through an effective graphic material, developing a Touristic Guide and a logomark for Entre Rios, also using a support material as: traffic signs in the touristic places, cap, shirt, ruler and sticker. Getting more information to the tourists that visit Entre Rios, on its touristic places, history of Entre Rios, useful services, lodging, gastronomy and purchases. The Guide will be of easy usage and understanding for the tourists. Through bibliographical researches, researches of similar, and field researches done in: Entre Rios, Pomerode and Blumenau, doing a survey of theoretical data, materials, colors, typography and ergonomics, with that, it was obtained larger knowledge for the elaboration of the project. Key words: history, touristic guide and tourist places. XV

18 NTRODUCAo o Guia Turfstico tem 0 prop6sito de alanvancar 0 turismo no Distrito de Entre Rios, para que os turistas conhec;:am uma outra cultura Alema, no interior do Parana, com seus costumes, sua gastronomia, suas tradiy6es etc. Mostrando os atrativos turfsticos, tanto para os turistas que visitem, quanto para os moradores de Entre Rios. 0 projeto tem par objetivo estimular 0 lazer dos turistas e conhecer as cinco Col6nias. Proporcionar ao turista um contato com a natureza e suas belezas naturais. No Guia, detalhara informac;:6es mais relevantes do Distrito, consiste num material grafico bem elaborado e criando outros elementos, como por exemplo, logomarca, placa de sinalizac;:ao para os pontos turfsticos e material promocional. Para dar mais credibilidade ao projeto. Faram feitas varias pesquisas de campo, bibliograficas, similares, entrevistas, levantamento de materiais e busca de informac;:6es com a populac;:ao local.

19

20 REVSAo BBLOGRAFCA Resumo nicialmente entender 0 significado do Turismo, em seguida, um pouco da imigragao Alema no estado do Parana e per fim, a hist6ria de Entre Rios, Parana. Turismo Conjunto de servi<;:os oferecido aos turistas, como por exemplo, guia, roteiro, hospedagem e outros. E assim atraindo-os a conhecer lugares que despertam interesse e proporcionando prazer. Origem da Palavra Turismo A palavra Turismo vem de tour que quer dizer volta e e equivalente a turn, no ingles, do latim Tomare. Tourism e Tourist, de origem inglesa, ja tinham sido documentados em 1760, na nglaterra. Tur e Hebreu antigo e corresponde ao conceito de "viagem de descoberta, de explora<;:ao, de reconhecimento". Conceito de Turismo A organiza<;:ao internacional chamada de (OMT) Organiza<;:ao Mundial de Turismo definiu turismo como: [... J 0 fen6meno que ocorre quando um ou mais individuos se transladam a um ou mais locais diferentes de sua resid{!mcia habitual por um periodo maior que vinte e quatro horas e menor que cento e oitenta dias sem participar dos mercados de trabalho e capital dos locais visitados. [...]. Conceito de Turista 'Sl'lo visitantes temporarios que permanecem pelos menos vinte e quatro horas no pals visitado, cuja finalidade pode ser classificada sob um dos seguintes f6picos: lazer (recrear;l'o, ferias, saude, estudo, religil'lo e esporte), neg6cios, familia, missoes e conferi!ncias".( Dias, 2002). Hist6rico da Organiza<;:ao Mundial do Turismo (OMT). A Organiza<;:ao Mundial do Turismo (OMT) e um organismo internacional de turismo de propor<;:6es mundiais e de carater governamental. A agencia tem sua sede em Madrid, Espanha. o Turismo no Brasil Existem estatisticas da Organiza<;:ao Mundial de Turismo (OMT), com dados levantados no ana de 1999, que mostram que 0 Brasil passou do 43 para 0 29 lugar entre os destinos mais procurados no mundo. Em rela<;:ao aos turistas europeus, os alemaes sao os mais importantes fluxos com turistas.

21 o Turismo no Parana o Parana localiza-se na Regiao Sui do Pais, onde ocupa uma area de km/quadrados, corresponde a 2,3% da superficie total do Brasil, possui atualmente 399 Municipios e as suas principais cidades sao Curitiba, Londrina, Maringa, Cascavel, Ponta Grossa, Guarapuava e Foz do guagu. Existem nove regioes turisticas, que sao elas; oeste e municipios lindeiros, regiao Metropolitana de Curitiba, litoral, campos gerais, centro, terras dos pinheirais, sudoeste, norte e noroeste. Cada uma dessas regioes tem suas peculiaridades em relac;:ao a cultura, gastronomia, culinaria, reservas ecol6gicas, economia, aspectos culturais e hist6ricos, eventos, atragoes que formam 0 povo paranaense. A populayao, com cerca de 10,3 milhoes de habitantes, que sao de diversas etnias, como: alemaes, italianos, poloneses, ucranianos, japoneses, holandeses, espanh6is, austriacos entre outros. A regiao central do Parana possui uma natureza bela, com campos e vales entrecortados de rios e pontilhados por cachoeiras, altitudes elevadas e temperatura amena. 0 Municipio de Guarapuava e a maior cidade com sua economia forte que predomina a agricultura e a pecuaria de corte. Marketing no Turismo Com a evoluyao da Teoria de Marketing foi permitida uma compreensao do "fenomeno consumo", que podera empregar-se nas aplicac;:oes realizadas na area de servic;:os, sobretudo no Turismo. Ha tres elementos basicos que sao importantes para ter sucesso em varios tipos mercadol6gico de marketing, sao eles: o primeiro, consiste num produto orienta do para as necessidades e desejos do consumidor, segundo, uma organizayao de marketing que tenham efeito para colocar 0 produto em vista com 0 consumidor e por ultimo, um plano de marketing que identifique estrategias e responsabilidades para colocar programas de ac;:ao, com isso, conseguir os resultados esperados. migra~aono Parana A imigrac;:ao alema teve sua iniciayao na decada de 50, vindo do estado vizinho Santa Catarina, onde alguns grupos haviam-se desmembrado, para constituirem aqui perto de Curitiba as colonias de Boqueirao, Boqueirao, Xaxim, Guabirotuba e Vila Guaira, transferindo-se para 0 Parana. Com um trato de terras no Municipio de Palmeira, distante 46 km de Curitiba, fundaram ali, em 1951, com cerca de 75 familias a Colonia Wifmarsum, criando bases cooperativistas. No mesmo ana de 1951 foi fundada, tambem, a Colonia de Entre Rios, pelos Suabios do Danubio, localizada perto de Guarapuava, no 3 planalto do Parana. Refugiados da 2 Guerra Mundial Os Suabios tiveram de fugir de regioes da antiga lugoslavia, durante a Segunda Guerra e se encontravam em campos de refugiados, na Austria. Na destruiyao da Europa oferecia-se pouca possibilidade. 20

22 No final de 1944, a guerra obriga uma grande parcela da populac;ao de origem alema do sudeste da Europa a abandonar suas terras em extensas caravanas, rumo ao oeste. Os Sua bios do Danubio sao um povo de etnia germanica. Sua origem e a "Suabia" (Schwaben), uma antiga regiao europeia, germanica, que hoje corresponde ao estado alemao de Baden- Wilrttemberg (sudoeste da Alemanha). Durante 0 mperio, quando ainda nao existia a Alemanha como um pais independente, por volta de 1729, com um projeto de coloniza"ao de regi6es da Europa, os Suabios deixaram sua FG. 1: Navio Provence regiao de origem e desceram de barco, pelo rio Danubio. Por isso, ficaram conhecidos como suabios "do Danubio". Para 500 familias de refugiados Suabios 0 "Auxilio da Europa" para a entidade Assistencial Sui"a ofereceu possibilidade de encontrar no Brasil, numa nova patria. o desembarque aconteceu em Santos no dia seis de junho de 1951, vindos com 0 navio Provence. A viagem durou tres dias pela ferrovia de Santos a Guarapuava. Tendo a iniciativa e a idealiza~o do engenheiro e agronomo Michael Moor, onde criaria e fundaria a Cooperativa Agraria e colonizaria Entre Rios. Guarapuava FG. 2: Chegada em Santos Localizada no centro-oeste do Parana, na regiao Sui do Brasil, com seu clima moderado, umido, subtropical e invernos com geadas. Temperaturas medias anuais de 16,8 C, a media maxima e 36 C e a minima e 6,8 C. Coordenadas Geograficas: Latitude Sui: 25 23' 26". Longitude Oriental: 51 27' 15" Oeste - W. Greenwich Popula~o: cerca de (estimativa de 2004) e (dados oficiais do BGE de 2000), URBANA: (dados oficiais do BGE de 2000), RURAL: (dados oficiais do BGE de 2000). Entre Rios FG. 3: Distrito de Entre Rios 21

23 Em virtude de 0 Distrito estar localizado entre dois rios, sendo 0 Jordao e 0 Pinhao, foi denominado de Entre Rios. Retrata a historia de lutas, trabalho, cooperativismo e vitorias dos Suabios do Danubio, refugiados no Brasil durante a Guerra Mundial. Composto por cinco Colonias denominadas de: Samambaia, Jordaozinho, Vitoria, Cachoeira e Socorro, sendo que a mais importante e a Colonia Vitoria, por concentrar a Cooperativa Agraria Mista Entre Rios e a Agromalte, Entre Rios e hoje uma comunidade habitada por cerca de 10 mil habitantes e e conhecida nacionalmente pelos trabalhos desenvolvidos pela Cooperativa Agraria Mista Entre Rios, produtora de culturas de inverno e detentora da segunda maior maltaria do pais, a Agromalte. A Cooperativa Agraria Mista Entre Rios, que assistiu os colonos em suas fases de privacao, continua hoje a garantir e coordenar os interesses economicos, sociais e culturais de Entre Rios, Parana. A Colonia Entre Rios, fundada ha 55 anos, virou distrito do municfpio de Guarapuava. migrantes vindos de varias partes da Europa, antiga lugoslavia e Austria, como pioneiros, trouxeram contribuicao com seus conhecimentos tecnicos, seu espirito empreendedor, sua aplicacao na producao agricola em sua nova patria, o Brasil. Entre Rios possui atracao turistica, pois tem construcoes de casas tfpicas e de estilo europeu. Por conservarem suas culturas, tradicoes germanicas, grupos folcloricos, com trajes tfpicos, suas festas, bandas de musica e seu idioma alemao. Brasao ou Escudo Suabio A aguia adotada ja por Carlos Magno, no seculo X como simbolo imperial, representa desde 0 seculo 12 0 vigor e a uniao dos povos suabios, mas tambem a obrigacao de protege-los. No caso do escudo esta protecao paira sobre 0 medio rio Danubio (a faixa ondulada), alem do mais, 0 castelo, a fronteira que foi fortificada face a ameaca do islamismo (a lua), expulso da regiao pela vitoria do cristianismo (0 sol). 0 castelo esta em meio as terras povoadas e cultivadas pel os Suabios e as faixas de campos cultivados. Localiza!fao de Entre Rios FG. 4: Brasao dos Swibios Distrito pertencente a Guarapuava PR, Entre Rios fica a 14 quilometros de distancia de Guarapuava, no Centro Sui do Parana, no 30 plana to do Parana a 25 33' S e 51 29' W, com metros de altitude. Possui uma area de 861,83 Km2. Clima de Entre Rios Entre Rios tem um clima temperado, sendo a temperatura media no mes mais frio inferior a 18 C (mesotermico) e no mes mais quente abaixo de 22 C, sem estacao de seca definida, ocorrendo geadas freqoentes no inverno com uma media de 200 horas de frio e temperaturas minimas inferiores a l"c no periodo de maio a agosto. A precipitacao media anual varia de 1400 a 1800 mm e, nos meses mais secos (abril 22

24 e maio), de 75 a 100 mm. A umidade relativa e de 80% a 85% e a insolac;;ao de aproximadamente horas luz. Economia de Entre Rios A renda de cerca de 95% da popula913o provem da Agricultura e Pecuaria e os outros 5% vem do comercio em geral e ndustria. Tradic;;oes de Entre Rios Entre Rios possui ainda hoje, forte tradic;;ao germaniea em rela9130 a cultura, crenc;;a, gastronomia e idioma, existem no Distrito grupos folcl6ricos, como: Original Oonauschwaben Musikanten: Banda de musiea, isto e, s6 toea musicas para bailes, 0 grupo mais importante do Distrito. Seu maestro FG. 5: Banda de Musica Antonio Schneiders. Seu repert6rio e composto por musicas alemas e algumas brasileiras. Grupo Gitarrengruppe: Grupo s6 de moc;;as, com musicas tocadas com violao e teclado e se apresentam na maioria das vezes, na greja e no Centro Cultural. A Sra. Tania Bona Keller e quem comanda 0 grupo. FG. 6: Grupo Folcl6rico Grupo de Teatro: apresentam-se na lingua alema ou na lingua brasileira. Coral da Colonia: Possui dois grupos de corais, sen do um dos homens e outro das mulheres. o Significado das Col6nias de Entre Rios FG. 7: Grupo de Musica 1 Colonia fundada foi a Colonia Vit6ria, a nome signifiea a realizac;;ao de um sonho: ter um pedac;;o de terra, na sua nova patria, 0 Brasil. 2 Colonia recebe 0 nome de Jordaozinho, pois se situa num rio de nome Jordaozinho. 3 Colonia se chama Cachoeira, que tem 0 significado de uma pequena cachoeira que ainda existe na regiao. 4 Colonia Socorro, foi denominada assim em func;;ao de anti gas fazendas, pois a palavra socorro significa em alemao "Hilfe". 5 Colonia Samambaia, ja que 0 nome de samambaia signifiea "Farnkrant" em alemao. Sendo a Colonia Cachoeira a unica que possui duas igrejas; uma cat61iea e a outra evangelica, foi a uniea colonia planejada para as pessoas com religiao evangeliea. As demais Colonias possuem uma s6 igreja cat6lica. Todas as avenidas dessas 23

25 Colonias tem um significado importante para a comunidade de Entre Rios, como por exemplo: - Avenida Michael Moor lembra 0 primeiro presidente de Entre Rios. - Avenida Bento Munhoz da Rocha Netto, 0 nome se refere ao governador de 1951, quando os imigrantes chegaram a Entre Rios. - Avenida dos pioneiros, que sao as primeiras familias vindas da Europa. - Avenida Alemanha, por lembrar seu Pais de origem. - Avenida Padre Kasper, 0 nome tem origem no primeiro Padre da Colonia que veio junto com as primeiras familias. Eventos Anuais de Entre Rios A Festa da Cevada - Gerstefest Realizado a mais de 20 anos, 0 evento, marcado pela cultura alema, e a principal ocasiao de confraternizayao da cooperativa com seus cooperados, fornecedores, cliente e amigos. 0 principal ponto sao as duas noites de peixada a moda Serrana e o baile tfpico. Grupos culturais que preservam as tradigoes dos Suabios do Danubio, fundadores da Agraria, tambem apresentam musica tfpica e dangas tfpicas. Numa integragao com a populagao, um almogo tfpico, a base de Gulasch (comida tradicional Alema) e do estrogonofe, e oferecido no ultimo dia da festa, numa programagao da Comunidade Evangelica da Cachoeira, uma das cinco Colonias que formam Entre Rios. Em 2004 adicionou-se um detalhe que foi considerado importante: 0 logotipo da festa pas sou a ser a silhueta de uma manifestagao tipicamente Suabia: uma danga em que os casais dangam girando, de modo que as mogas sejam levantadas no ar. A Tecnologia dos cereais de inverno - Wintershow o evento e organizado pela Cooperativa Agraria, na Colonia Vit6ria, no Distrito de Entre Rios (Guarapuava/ PRJ, localidade onde a cooperativa tem sua sede. Numa area de oito hectares, no campo da FAPA, durante dois dias e meio, a visitagao dos estandes, a participagao em palestras tecnicas e em dinamicas de equipamentos e a troca de ideias deram 0 tom das atividades. Atrativos Turisticos Cooperativa Agraria Mista Entre Rios. A Cooperativa Agraria foi fundada em 5 de maio de 1951 e desde 0 comego assistiu os colonos em suas grandes dificuldades. A Agraria continua hoje a garantir e coordenar os interessantes economicos, sociais e culturais da comunidade. Tem por objetivo melhorar a rentabilidade da atividade rural e conhecer a necessidade dos associ ados pela busca de alternativas de cultivos e criaglses que hes propiciem maior renda e gere oportunidades para seus filhos. A cooperativa comegou a industrializar a produgao e agregar valor as materias-primas FG. B: 1 Cooperativa Agniria 24

26 produzidas pel os cooperados. Para tanto, possui hoje varios empreendimentos, como a Agromalte, Unidades de Recepl(aO de Cereais, Moinho de Trigo, Fabrica de Ral(oes, Coopersul - ndustria de 61eos, Produl(ao de suinos, Agraflores - cultivo de flores e FAPA- Fundal(ao Agraria de Pesquisa Agropecuaria. Desde seu surgimento, um dos maiores objetivos da Agraria e promover 0 desenvolvimento sustentando a comunidade onde esta inserida, para transferir aos moradores 0 desenvolvimento economico p~r ela FG. 9: CooperalivaAgraria alcanl(8do. A cooperativa e mantedora de tres fundal(oes, que tem 0 objetivo de valorizar a cultura alem de propiciar educal(ao e saude aos moradores. A preserval(ao do meio ambiente tambem e uma das prioridades. A Cooperativa Agraria Mista Entre Rios, possui projetos de reflorestamento, que alem de fornecer combustivel energetico, contribuem para a preserval(8o do meio ambiente. Possui tambem preocupal(ao em relal(8o a poluil(ao do meio ambiente, tendo projetos na area de saneamento para a regularizal(8o ambiental de todas as unidades fabris e de servil(os. Alem de ser a maior empresa geradora de renda e empregos para 0 distrito, e tambem uma empresa que se preocupa com seu entorno, investe na comunidade local de forma direta, atraves de doa es em dinheiro, mas tambem de forma indireta, atraves de trabalhos voluntarios, que cada dia mais aproximam empresa e moradores. greja Vit6ria Considerada a principal igreja cat61ica de Entre Rios, inaugurada em 1986, foi doada pela Alemanha e tem lugar para 600 pessoas sentadas. Localiza-se na Colonia Vit6ria e tem a mais moderna construl(ao se com parada as outras igrejas. Nela celebra-se missa em dois idiomas: brasileiro e alemao. Todas as cinco Colonias tem sua igreja Cat61ica, sendo que a Colonia Cachoeira e a unica a possuir duas igrejas, uma Cat61ica e uma Evangelica. FG. 10: greja - Colonia Viloria Parque Recreativo Jordaozinho Propriedade da Cooperativa Agraria situ ada em area rural, onde foram construidas duas barragens para represar 0 rio Jordaozinho, formando dois lagos. Possuem uma sede em estilo alpino com salao para festas, lanchonete e jogos de salao. Tambem conta com uma floresta mista de araucaria Na area podem ser praticadas diversas atividades de lazer, recreal(ao e ecoturismo de aventura, alem de eventos. Possui ainda uma cachoeira, com sua quedad'agua com cerca de 20 metros de altura. Tem seu acesso restrito, mas ha disponibilidade de visitas. Localiza-se nas medial(oes do Parque Recreativo Jordaozinho. FG. 12: Lagodo Parque 25

27 Fabrica de Ling(jj~a Artesanal A mais tradicionallinguic;:a da regiao, a "inguic;:a do Stat yet" como e conhecida pel os moradores de Entre Rios, onde 0 turista pode comprar e visitar a fabricac;:ao da linguic;:a artesanal, que e passada de gerayao para gerac;:ao. A fabrica possui dois tipos de linguic;:a, a tradicional e a picante. Localizado na Colonia Samambaia. FG. 13: Fabrica de LingUic;:a Fabrica Agromalte naugurada em novembro de 1981, e a 2' maior maltaria do Brasil, e a 4' da America Latina. Tambem e responsavel por cerca de 12% de malte consumido no Brasil, com capacidade de produc;:ao de toneladas de malte/ano. Sendo a primeira grande maltaria construida no Brasil. Localiza-se no Setor ndustrial, na Colonia Vit6ria. FG. 14: Entrada da Agromalte Fabrica reks FG. 15: Fabrica da Agroma~e A empresa familiar Alema reks, uma das maiores do setor de misturas para panificayao e confeitaria do mundo, em parceria com a Cooperativa Agraria Mista Entre Rios, tradicional no cultivo do trigo, foi inaugurada a dois anos na Colonia Vit6ria em Entre Rios. FG. 16: Fabrica da reks Foi fundado a cinquenta e tres anos na cidade de Ku/mbach, norte da Bavaria com tradic;:oes germanicas. o diferencial da reks e apostar sempre em qualidade, inovac;:ao e esta presente em 70 paises. Radio Universitaria de Entre Rios FM Fundada em 1989 pela Cooperativa Agraria Mista Entre Rios, e a partir de 2000 foi terceirizada para a Universidade do Estadual do Centro-Oeste, que coordena a programac;:ao. Tocam-se diariamente duas horas de programayao alema, com noticiario na lingua alema e musicas. Localiza-se ao lado do Colegio mperatriz Dona Leopoldina, na Colonia Vit6ria. FG. 17: Radio Entre Rios 26

Festas de Outubro em Santa Catarina!!

Festas de Outubro em Santa Catarina!! ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS Festas de

Leia mais

Desvende os bairros da cidade de São Paulo que não estão nos tradicionais guias de turismo e que só os nossos guias especialistas conhecem.

Desvende os bairros da cidade de São Paulo que não estão nos tradicionais guias de turismo e que só os nossos guias especialistas conhecem. TOUR DE ARTE URBANA EM SÃO PAULO 1 Passageiro(s) R$490,00 2 Passageiro(s) R$560,00 3 Passageiro(s) R$630,00 4 Passageiro(s) R$700,00 5 12 Passageiro(s) R$1.300,00 A arte urbana e o grafite são fenômenos

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Região Norte 1. Qual a diferença entre região Norte, Amazônia Legal e Amazônia Internacional? A região Norte é um conjunto de 7 estados e estes estados

Leia mais

DATA: 06 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 10,0 MÉDIA: 6,0 RESULTADO: %

DATA: 06 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 10,0 MÉDIA: 6,0 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 06 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

COMPUTAÇÃO GRÁFICA CORES. Curso: Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: COMPUTAÇÃO GRÁFICA 4º Semestre Prof.

COMPUTAÇÃO GRÁFICA CORES. Curso: Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: COMPUTAÇÃO GRÁFICA 4º Semestre Prof. COMPUTAÇÃO GRÁFICA CORES Curso: Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: COMPUTAÇÃO GRÁFICA 4º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CORES EM COMPUTAÇÃO GRÁFICA O uso de cores permite melhorar

Leia mais

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Projeto Verde Catas Altas Área Temática de Desenvolvimento Regional Resumo O projeto Verde Catas Altas

Leia mais

Visite a Rota da Amizade. e viva. grandes experiências

Visite a Rota da Amizade. e viva. grandes experiências Visite a Rota da Amizade e viva grandes experiências A região da Rota da Amizade tem um grande potencial turístico e pequenas cidades que encantam os visitantes. Com a criação deste roteiro, Santa Catarina

Leia mais

10º Dia CAMPOS DO JORDÃO CIRCUITO TURISTICO MANTIQUEIRA 19

10º Dia CAMPOS DO JORDÃO CIRCUITO TURISTICO MANTIQUEIRA 19 CAMPOS DO JORDÃO Distante 167 km de São Paulo, a cidade mais alta do Brasil começou a ser procurada no chamado ciclo da cura, que teve início no final do século XIX, quando o português Matheus da Costa

Leia mais

Cores em Computação Gráfica

Cores em Computação Gráfica Cores em Computação Gráfica Uso de cores permite melhorar a legibilidade da informação, possibilita gerar imagens realistas, focar atenção do observador, passar emoções e muito mais. Colorimetria Conjunto

Leia mais

DIREÇÃO DE ARTE Prof. Breno Brito

DIREÇÃO DE ARTE Prof. Breno Brito CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TURMA: CS2/CS3 DIREÇÃO DE ARTE Apostila 3 O USO DAS CORES NA PROPAGANDA FEVEREIRO 2009 O USO DAS CORES NA PROPAGANDA Não há como negar que, psicologicamente

Leia mais

Distante 115 km da capital gaúcha, Gramado encanta pelas belezas naturais e estrutura turística, na Região das Hortênsias.

Distante 115 km da capital gaúcha, Gramado encanta pelas belezas naturais e estrutura turística, na Região das Hortênsias. arvore digital Distante 115 km da capital gaúcha, Gramado encanta pelas belezas naturais e estrutura turística, na Região das Hortênsias. No coração da Serra Gaúcha, a 855m acima do nível do mar, uma cidade

Leia mais

Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso

Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso Serra Gaúcha Brasil Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso Histórico Religiosidade A religiosidade cultuada pelos imigrantes italianos ainda tem forte presença em Nova Araçá. O município

Leia mais

DECRETO Nº. 970/2013

DECRETO Nº. 970/2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPARI ESTADO DO ESPIRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº. 970/2013 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL E APLICAÇÃO DA MARCA DO GOVERNO MUNICIPAL DE GUARAPARI

Leia mais

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL SEXTA-FEIRA, 01/04/2011 DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul www.aquies.com.br»» @folhadocaparao»» facebook.com/grupofolhadocaparao QUARTA-FEIRA, 15/02/2012 DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro

Leia mais

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL 1. Posição e situação geográfica. O Rio Grande do Sul é o estado mais meridional do Brasil, localiza-se no extremo sul do país. Tem um território de 282.062 km 2, ou seja,

Leia mais

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital.

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. Elementos de Diagramação Comunicação Visual A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. É construir, estruturar

Leia mais

Talvez a planta cultivada mais bela seja o bambu. Outras plantas incluem ervas, entre elas o ginseng, horquilha dourada, angélica e fritilaria.

Talvez a planta cultivada mais bela seja o bambu. Outras plantas incluem ervas, entre elas o ginseng, horquilha dourada, angélica e fritilaria. BANDEIRA DA CHINA Componentes do Grupo Augusto Manzon William Rodrigues Jeferson Cardoso Lucas Militão Diego Fogiato João Severo Guilherme Nunes Alisson Cunha Hayslan Prestes EXTENÇÃO : 9.597.000 km² POPULAÇÃO:

Leia mais

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde Região Norte P1 4 Bimestre Geografia 7 ano manhã e tarde A Região Norte é a maior região brasileira em área. Apresenta população relativamente pequena, é a região com a menor densidade demográfica. Um

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

Manual de Identidade Visual e Aplicação da marca do Governo do Estado de Mato Grosso

Manual de Identidade Visual e Aplicação da marca do Governo do Estado de Mato Grosso Manual de Identidade Visual e Aplicação da marca do Governo do Estado de Mato Grosso Manual de Identidade Visual e Aplicação da Logomarca do Governo do Estado de Mato Grosso Este manual foi desenvolvido

Leia mais

Viaje na sustentabilidade

Viaje na sustentabilidade A Tory Viagens e Turismo constrói programas préformatados e também cria rotas e programações sob demanda, de acordo com os interesses de aprendizagem dos viajantes e das organizações/experiências visitadas.

Leia mais

Apresentação. dessas atividades, a prefeitura disponibilizou um espaço com excelente infraestrutura. Gestão. Rádio Oficial CAMARA MUNICIPAL DE

Apresentação. dessas atividades, a prefeitura disponibilizou um espaço com excelente infraestrutura. Gestão. Rádio Oficial CAMARA MUNICIPAL DE Relatório Apresentação O distrito de Monte Verde recebeu entre os dias 29 de junho e 27 de julho, o Festival de Inverno de Monte Verde. Com duração de vinte e nove dias e uma programação diversificada

Leia mais

Conceitos de Design Gráfico. Disciplina de Design Gráfico

Conceitos de Design Gráfico. Disciplina de Design Gráfico Conceitos de Design Gráfico Disciplina de Design Gráfico Índice Projeto de Design Gráfico Layouts Efetivos Elementos de Design Princípios de Design Referências Bibliográficas 2 Projeto de Design Gráfico

Leia mais

Tipos de papéis e substratos

Tipos de papéis e substratos Tipos de papéis e substratos O tipo de papel e de substrato influencia diretamente no resultado final do trabalho. Suas características podem acentuar ou desvalorizar uma informação e prejudicar acabamentos.

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= Águas do Planeta

Leia mais

Observe o mapa múndi e responda.

Observe o mapa múndi e responda. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL GEOGRAFIA 5ª SÉRIE 1) Escreva V para verdadeiro e F para falso: ( V ) No globo terrestre, no planisfério e em outros mapas são traçadas linhas que

Leia mais

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC POLÍTICAS PARA OS PASSEIOS; - Mínimo de 8 pessoas para realização do passeio - Menores

Leia mais

SANTA CATARINA EM CENA 2003

SANTA CATARINA EM CENA 2003 SANTA CATARINA EM CENA 2003 Com média de 19 pontos de audiência e 63% de share e grande repercussão junto ao público, o projeto Santa Catarina em Cena, levou para os lares catarinenses, no ano de 2002,

Leia mais

Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca.

Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca. Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca. Carlos Drummond de Andrade ORIGENS SUPORTE Antes do papel, o suporte da

Leia mais

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA AS ÁGUAS DE SUPERFÍCIE Os rios são cursos naturais de água doce. Eles podem se originar a partir do derretimento de neve e de geleiras, de um lago ou das águas das

Leia mais

9º Lugar. População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB :

9º Lugar. População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB : População: 62.204 hab. Área do Município: 1,589,52 km² Localização: Região Sul Goiano PIB (2005): R$ 505,5 milhões PIB : per capita R$ 7.701,00 9º Lugar Principais distâncias: Goiânia: 154 km Brasília:

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares

Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares Geografia História Tradição Util Pública Centro urbano Além da oferta municipal, com clima agradável, incontáveis rios, cachoeiras e vilas

Leia mais

4. Princípios de Design. JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com

4. Princípios de Design. JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com 4. Princípios de Design JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com Design é projetar A partir de uma necessidade Para contribuir na soluçāo de um problema Focado em um público específico Através de um processo

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

ENERGIA SOLAR Adriano Rodrigues 1546632730 Adriano Oliveira 9930001250 Fabio Rodrigues Alfredo 2485761798 Frank Junio Basilio

ENERGIA SOLAR Adriano Rodrigues 1546632730 Adriano Oliveira 9930001250 Fabio Rodrigues Alfredo 2485761798 Frank Junio Basilio ENERGIA SOLAR Adriano Rodrigues 1546632730 Adriano Oliveira 9930001250 Fabio Rodrigues Alfredo 2485761798 Frank Junio Basilio 1587938146 Jessika Costa 1581943530 Rafael Beraldo de Oliveira 1584937060 A

Leia mais

RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10

RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10 RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10 Iniciamos nossa viagem às 19h30 minutos em frente à ETEC e chegamos no dia 18/10 sábado às 09h45min.

Leia mais

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber Ipê Amarelo Fatores que influenciam na distribuição das formações vegetais: Clima 1. Temperatura; 2. Umidade; 3. Massas de ar; 4. Incidência

Leia mais

ATRATIVOS TURÍSTICOS Museu da Água Francisco Salgot Castillon Instalado em 1887, no local que abrigou a primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade. O museu ocupa uma área de 12 mil m²

Leia mais

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto 15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto O Sensoriamento Remoto é uma técnica que utiliza sensores, na captação e registro da energia refletida e emitida

Leia mais

CABEÇALHO IDENTIFICAÇÃO

CABEÇALHO IDENTIFICAÇÃO Página 1 de 7 UF CABEÇALHO REGIÃO TURÍSTICA MUNICÍPIO DISTRITO TIPO SUBTIPO 1 - NOME IDENTIFICAÇÃO 1.1 NOME FANTASIA/COMERCIAL: 1.2 NOME JURÍDICO/ RAZÃO SOCIAL: 1.3 NOME DA REDE/HOLDING: 1.4 CNPJ: 1.5

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Logomarca da CBC / Logo de Formação de Atletas Comunicação & Marketing Índice 1 Logomarca da CBC 1.1 Elementos da Logomarca 1.2 Significado 1.3 A Marca 1.4 Variantes de cor

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

Oficina de Voluntariado

Oficina de Voluntariado ++++++++++++++++++++++ +++++++++++++++++++++ ++++++++++++++++++++++ Oficina de Voluntariado Fevereiro/2016 2 25/02/2016 Voluntariado Transformador ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT

Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT Papel Fotográfico Glossy Paper Tipo: 115 gramas / 135 gramas / 150 gramas / 120 gramas / 180 gramas / 180 gramas Premium / 230 gramas /

Leia mais

Venha desfrutar de uma experiência única O Delta Kite Trip O evento mais completo de kite surf do País vento forte, um cenário paradisíaco e muita

Venha desfrutar de uma experiência única O Delta Kite Trip O evento mais completo de kite surf do País vento forte, um cenário paradisíaco e muita Pacote 4 Dias e 3 Noites Venha desfrutar de uma experiência única O Delta Kite Trip O evento mais completo de kite surf do País vento forte, um cenário paradisíaco e muita aventura. Pacote 4 dias e 3 noites

Leia mais

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO quinze quilômetros. A do Poço do Soldado é uma das mais populares. Os moradores dizem que a força da água é uma verdadeira massagem. Na do Caboclo há duas duchas, escorrego e piscinas naturais, além de

Leia mais

Palestrante TATIANA FERNANDEZ Consultora de Desenvolvimento de Destinos Turísticos

Palestrante TATIANA FERNANDEZ Consultora de Desenvolvimento de Destinos Turísticos Palestrante TATIANA FERNANDEZ Consultora de Desenvolvimento de Destinos Turísticos OPORTUNIDADES O TURISMO CONSISTE NA EXPLORAÇÃO DAS OPORTUNIDADES NATURAIS DE UM DESTINO (LOCAL, CIDADE, REGIÃO), QUE EXERCE

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Conservação e Restauração

Leia mais

O que é a Programação? Justificativa:

O que é a Programação? Justificativa: O que é a Programação? A Programação consiste de temas a serem abordados a cada mês com caráter de evento (pequeno, médio ou de grande porte) com duração média de até 2 semanas/mês. Mesmo com cada mês

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: Cristiana de Souza DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 6º ANO TURMA: ALUNO (A): RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL Nº: 01.

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

NACIONAIS DIA NA COLÔNIA. HOLANDA NO PARANÁ (Carambeí e Castrolanda) (Witmarsum) Catálogo de Viagens CATÁLOGO DE VIAGENS

NACIONAIS DIA NA COLÔNIA. HOLANDA NO PARANÁ (Carambeí e Castrolanda) (Witmarsum) Catálogo de Viagens CATÁLOGO DE VIAGENS Catálogo de Viagens Catálogo de Viagens CATÁLOGO DE VIAGENS DIA NA COLÔNIA (Witmarsum) Venha participar de um dia inesquecível, onde vamos ter a oportunidade de conhecer o modo de vida dos imigrantes menonitas

Leia mais

COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP. Central de Reservas (11) 3291-777

COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP. Central de Reservas (11) 3291-777 COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP Central de Reservas (11) 3291-777 COLÔNIA DE SUARÃO Avenida Suarão, Nº 3189 - Suarão - Itanhaém/SP Telefone: (13)3422-1131 Uma colônia ampla, aconchegante e com ótimas instalações.

Leia mais

XXIV ENCONTRO DE VOLUNTÁRIOS CONSESP Agosto 2015. Rio de Janeiro e Espírito Santo

XXIV ENCONTRO DE VOLUNTÁRIOS CONSESP Agosto 2015. Rio de Janeiro e Espírito Santo XXIV ENCONTRO DE VOLUNTÁRIOS CONSESP Agosto 2015 Rio de Janeiro e Espírito Santo Vôos Ida: 23/08/2015 Vôo JJ3334 (Curitiba) 06:00 06:55 (Guarulhos) Vôo JJ3684 (Guarulhos) 08:05 09:05 (Galeão) Volta: 30/08/2015

Leia mais

Sistema Fiero/Centro Internacional de Negócios. China e suas potencialidades comerciais

Sistema Fiero/Centro Internacional de Negócios. China e suas potencialidades comerciais Sistema Fiero/Centro Internacional de Negócios China e suas potencialidades comerciais A China será a maior economia do mundo. A dúvida é quando: em 2015, 2020, 2025? 23 4 5 2 . Comércio BR-CN, 2000-2010:

Leia mais

Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo!

Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo! Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo! 10 a 17 de Janeiro 2016 Roteiros: 07 Dias 05 Noites Situada a 12 quilômetros

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 A poluição atmosférica é um dos problemas mais sérios nas grandes metrópoles, pois é provocada por fontes estacionárias (indústrias e usinas termelétricas) e móveis (caminhões, ônibus

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

ESTRADA REAL. Melhor época

ESTRADA REAL. Melhor época ESTRADA REAL Bem-vindo(a) ao Brasil do século XVIII. Era ao longo destes caminhos que as coisas aconteciam durante os 100 anos em que este foi o eixo produtivo mais rico do jovem país que se moldava e

Leia mais

FOTOINTERPRETAÇÃO. Interpretação e medidas. Dado qualitativo: lago

FOTOINTERPRETAÇÃO. Interpretação e medidas. Dado qualitativo: lago FOTOINTERPRETAÇÃO a) conceito A fotointerpretação é a técnica de examinar as imagens dos objetos na fotografia e deduzir sua significação. A fotointerpretação é bastante importante à elaboração de mapas

Leia mais

Temporada de Inverno

Temporada de Inverno Temporada de Inverno Campos do Jordão faz jus ao glamouroso título de Suíça Brasileira quando chega o inverno. Seu clima inigualável, mais frio que a média brasileira, sua arquitetura tardia baseada em

Leia mais

ROTEIROS TURÍSTICOS EM JOINVILLE

ROTEIROS TURÍSTICOS EM JOINVILLE O seu passeio personalizado ROTEIROS TURÍSTICOS EM JOINVILLE OPÇÃO 01 CULTURAL. -Museu da Imigração, Rua das Palmeiras, Panorâmico nas Praças do Imigrantes, da Barca, Prefeitura Municipal. Parque Zoobotanico,

Leia mais

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO GEOGRAFIA 17) A interpretação do termo um só país, dois sistemas, característico da China, refere-se à 16) Quanto à incidência do Sol sobre a Terra, é correto afirmar que A) no Ártico, no solstício de

Leia mais

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL 1.0. Clima no Mundo A grande diversidade verificada na conjugação dos fatores climáticos pela superfície do planeta dá origem a vários tipos de clima. Os principais

Leia mais

Trens turísticos e o patrimônio cultural. Roberta Abalen Dias

Trens turísticos e o patrimônio cultural. Roberta Abalen Dias Trens turísticos e o patrimônio cultural Roberta Abalen Dias Atualmente o Turismo é considerado uma atividade de grande importância econômica, responsável por geração de emprego e renda. Tal atividade

Leia mais

SAÍDA DE ESTUDOS: BLUMENAU & POMERODE PROFESSORES: MASSA E ALEXANDRE 06/09/2013

SAÍDA DE ESTUDOS: BLUMENAU & POMERODE PROFESSORES: MASSA E ALEXANDRE 06/09/2013 16 SAÍDA DE ESTUDOS: BLUMENAU & POMERODE PROFESSORES: MASSA E ALEXANDRE 06/09/2013 ORIENTAÇÃO 1) DEVERÁ SER ENTREGUE NO DIA 13/09/2013, UM RELATÓRIO SEGUINDO AS ORIENTAÇÕES E INFORMAÇÕES EXPOSTAS PELOS

Leia mais

O Vale Encantado São Roque

O Vale Encantado São Roque INDICAÇÃO DE LOCAIS O Vale Encantado São Roque Rodovia Raposo Tavares Km 54 Fones: (11) 2275-6776 / 5589-2334 fazenda:(11) 4716-1990 / 4716-3123 E-mail: atendimento@ovaleencantado.com.br Site: http://www.ovaleencantado.com.br

Leia mais

7.1.6 Origem/Motivação: Pessoas da comunidade fizeram um curso sobre culinária à base de peixe, com

7.1.6 Origem/Motivação: Pessoas da comunidade fizeram um curso sobre culinária à base de peixe, com 7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES São Pedro do Butiá 7.1 Aspectos Gerais 7.1.1 Identificação: Fish Fest 7.1.2 Denominação mais freqüente: Jantar do Peixe 7.1.3 Localização:

Leia mais

O PROJETO SIMCAFE. Simulação dos Impactos das Mudanças Climáticas globais sobre os setores de Agropecuária, Floresta e Energia

O PROJETO SIMCAFE. Simulação dos Impactos das Mudanças Climáticas globais sobre os setores de Agropecuária, Floresta e Energia Simulação dos Impactos das Mudanças Climáticas globais sobre os setores de Agropecuária, Floresta e Energia O PROJETO SIMCAFE Projeto Financiado pela: Financiadora de Estudos e Projetos Instituição Proponente:

Leia mais

Já imaginou a monotonia da vida e dos negócios sem as cores?

Já imaginou a monotonia da vida e dos negócios sem as cores? AS CORES E OS NEGÓCIOS Já imaginou a monotonia da vida e dos negócios sem as cores? Conhecer o significado das cores, na vida e nos negócios, aumenta as suas possibilidades de êxito. Aproveite. Sabia,

Leia mais

INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANA JANAÍNNA VALESKA BORATTO PROPOSTA DE MEIO INTERPRETATIVO NÃO PERSONALIZADO PARA O PARQUE ESTADUAL DE VILA VELHA

INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANA JANAÍNNA VALESKA BORATTO PROPOSTA DE MEIO INTERPRETATIVO NÃO PERSONALIZADO PARA O PARQUE ESTADUAL DE VILA VELHA INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANA JANAÍNNA VALESKA BORATTO PROPOSTA DE MEIO INTERPRETATIVO NÃO PERSONALIZADO PARA O PARQUE ESTADUAL DE VILA VELHA PONTA GROSSA 2012 JANAÍNNA VALESKA BORATTO PROPOSTA DE MEIO

Leia mais

VALORIZE NOSSAS RIQUEZAS NATURAIS.

VALORIZE NOSSAS RIQUEZAS NATURAIS. VALORIZE NOSSAS RIQUEZAS NATURAIS. :: NOBREZA NATIVA As árvores são os maiores seres vivos do Reino Vegetal, os que têm vida mais longa e apresentam diferentes tamanhos e formas. O Rio Grande do Sul possui

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Í n d i c e Apresentação........................................................................................ Uso do Manual.....................................................................................

Leia mais

QUAL É A CIDADE MAIS DISTANTE DO MAR?

QUAL É A CIDADE MAIS DISTANTE DO MAR? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 03 / 2 / 203 UNIDADE III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

REFERÊNCIAS PAISAGÍSTICAS E DE REVITALIZAÇÃO EM S.P. RUA AVANHANDAVA CENTRO - S.P.

REFERÊNCIAS PAISAGÍSTICAS E DE REVITALIZAÇÃO EM S.P. RUA AVANHANDAVA CENTRO - S.P. 1 REFERÊNCIAS PAISAGÍSTICAS E DE REVITALIZAÇÃO EM S.P. RUA AVANHANDAVA CENTRO - S.P. 2 REFERÊNCIAS PAISAGÍSTICAS E DE REVITALIZAÇÃO EM S.P. RUA AVANHANDAVA CENTRO - S.P. 3 REVITALIZAÇÃO PRAÇA REPÚBLICA

Leia mais

TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG)

TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG) TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG) SÉRGIO HENRIQUE DE CAMPOS ESPORTE 1 e ANA RUTE DO VALE 2 sergio_h13@hotmail.com, ana.vale@unifal-md.edu.br 1 Bolsista de iniciação científica

Leia mais

CHIPRE. Chipre é uma ilha com 9.251km². A distância entre os seus extremos Leste e Oeste é de 240 Km e de 100 km entre Norte e Sul.

CHIPRE. Chipre é uma ilha com 9.251km². A distância entre os seus extremos Leste e Oeste é de 240 Km e de 100 km entre Norte e Sul. CHIPRE Chipre é uma ilha com 9.251km². A distância entre os seus extremos Leste e Oeste é de 240 Km e de 100 km entre Norte e Sul. Ocupa uma posição estratégica no Mediterrâneo Oriental próxima das grandes

Leia mais

Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS.

Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS. Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS. Assim, foram selecionados profissionais experientes nessa área

Leia mais

Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016

Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016 Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016 1 Diretoria Sobre a ExpoBento A ExpoBento é a maior feira multissetorial do Brasil e em 2016 estará em sua 26ª edição. Desde 1990 esta Nossos números feira vem se reinventando,

Leia mais

Unidade Temática de Desenvolvimento Econômico Local Rede Mercocidades. Perfil das Economias Locais 2011 NOVA PRATA

Unidade Temática de Desenvolvimento Econômico Local Rede Mercocidades. Perfil das Economias Locais 2011 NOVA PRATA NOVA PRATA Cidade: Nova Prata População: 22.830 Área: 258,744 km2 Localização: Meso-Região Geográfica do Nordeste Rio-Grandense Encosta superior do Nordeste Prefeito: Vitor Antonio Pletsch Secretário(a)

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas Metodologia Técnicaeformadecoleta: Quantitativa: survey telefônico, com amostra 2.322 entrevistas, realizadas entre os dias 17 de junho e 07 de julho de 2009, pelo Instituto Vox

Leia mais

PROGRAMA PRODUTOR SOLAR

PROGRAMA PRODUTOR SOLAR PROGRAMA PRODUTOR SOLAR COOPERATIVA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS A TESLA ENERGIA é uma cooperativa uma empresa social de energias renováveis, que alia à sua natureza social o apoio a projetos de solidariedade,

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Dinâmica Climática e Formações Vegetais no Brasil Objetivo da aula: conhecer a diversidade

Leia mais

BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES

BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES Nome: Data: / / 2015 ENSINO FUNDAMENTAL Visto: Disciplina: Natureza e Cultura Ano: 1º Lista de Exercícios de VC Nota: BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES QUANDO OS PORTUGUESES CHEGARAM AO BRASIL, COMANDADOS

Leia mais

OPÇÕES DE TURISMO DURANTE A FEIRA EM JOINVILLE

OPÇÕES DE TURISMO DURANTE A FEIRA EM JOINVILLE OPÇÕES DE TURISMO DURANTE A FEIRA EM JOINVILLE Roteiro Turístico por Joinville Saída do Hotel e iniciando pelo Museu da Imigração, Rua das Palmeiras, Panorâmico nas Praças do Imigrantes, da Barca, Prefeitura

Leia mais

CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC

CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC CECOM/IFC MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CURSOS DO IFC O OBJETIVO DO PROJETO A criação dos ícones dos cursos tem como objetivo construir uma identidade visual única para os cursos ofertados pelo IFC, principalmente

Leia mais

Discente: Marcelo Caetano de Oliveira Orientador: José Darlan Ramos

Discente: Marcelo Caetano de Oliveira Orientador: José Darlan Ramos Serra da Mantiqueira: Turismo e Fruticultura Discente: Marcelo Caetano de Oliveira Orientador: José Darlan Ramos Objetivo Apresentar uma síntese sobre a Serra da Mantiqueira, desafios e potencialidades

Leia mais

1/4 Classic Floral. Coffee Line. Garrafas Térmicas. Novidade! Garrafa Térmica Aladdin Classic Floral 1L Cód.: 425899 / R2020

1/4 Classic Floral. Coffee Line. Garrafas Térmicas. Novidade! Garrafa Térmica Aladdin Classic Floral 1L Cód.: 425899 / R2020 Bule Garrafas Térmicas Garrafa Térmica Aladdin Bule 750ml Cód.: 425903 / R3051 Garrafa Térmica Aladdin Bule Decorado 750ml Cód.: 429358 / R3050 Garrafa Térmica Aladdin Bule Decorado 750ml Cód.: 425904

Leia mais

CONSELHO PERMANENTE DE AGROMETEOROLOGIA APLICADA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO PERMANENTE DE AGROMETEOROLOGIA APLICADA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO PERMANENTE DE AGROMETEOROLOGIA APLICADA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prognósticos e recomendações para o período Maio/junho/julho de 2014 Boletim de Informações nº

Leia mais

DIA 1 ROTEIRO GAVIÃO GONZAGA

DIA 1 ROTEIRO GAVIÃO GONZAGA GAVIÃO GONZAGA DIA - O Centro de Lazer Tarundu é diversão garantida. Esportes de aventura, cavalgadas, trilhas pela mata nativa e mini golfe são algumas das atividades ao ar livre. Para os dias chuvosos,

Leia mais

Informações Turísticas

Informações Turísticas Informações Turísticas Endereços e Telefones CSBSP INFORMAÇÕES ÚTEIS DDD (98) DDI 55 + 98 + Número Local CEP 65.000-000 Voltagem Elétrica 220 volts Feriados: 8 de setembro - Fundação da cidade 28 de julho

Leia mais

Reserva Natural Vale. Uso Público Linhares, Espirito Santo - Brasil

Reserva Natural Vale. Uso Público Linhares, Espirito Santo - Brasil Reserva Natural Vale Uso Público Linhares, Espirito Santo - Brasil Reserva Natural Vale A Reserva Natural Vale (RNV) é uma das maiores áreas protegidas de Mata Atlântica brasileira. Com aproximadamente

Leia mais

FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2

FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2 FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2 Editora F-5MA2 Rua Floriano Peixoto Santos, 55 Morumbi CEP 05658-080 São Paulo - SP Tel.: (11) 3749 3250 Apresentação A população crescendo, florestas sumindo, calor aumentando,

Leia mais

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade significa permanecer vivo. Somos mais de 7 bilhões de habitantes e chegaremos a 9 bilhões em 2050, segundo a ONU. O ambiente tem limites e é preciso fazer

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa.

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. GEOGRAFIA 31 a Observe o mapa. Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. a) b) c) d) e) I Desértica: baixa umidade do ar; grande amplitude térmica; vegetação

Leia mais