Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "mies_de_amor@yahoo.com.ar"

Transcrição

1 Pautas para publicar artigos na Revista Espírita Mies de Amor Os artigos: podem ser escritos em espanhol ou em português; serão desconsiderados se não seguirem as pautas estabelecidas; serão recusados se forem cópias de outras publicações; passarão por avaliação prévia antes de serem publicados; poderão ser usados por Mies de Amor em outros meios de divulgação. jamais serão remunerados. Formato Fonte arial 12 (não escrever palavras inteiras com letras maiúsculas) Margens: 2,5 cm (inferior e superior, esquerdo e direito) Dimensão total: duas páginas, exceto o artigo da capa. Artigos que superarem duas folhas podem ser divididos em duas puplicações. Nome ou pseudônimo do autor embaixo do título do artigo. do autor embaixo do nome ou pseudônimo (opcional). Referências no final do texto. Referências completas: autor, livro, editora, edição, cidade, ano e página. Uso de aspas nas citações, em vez de letra cursiva. Conteúdo Fundamentado nas obras da codificação. Citações e informações de publicações sérias, que não criem polêmicas ou controvérsias dentro mo Movimento Espírita. Enviar os textos a

2 Detalhes do Formato 1) Pôr as citações entre aspas e escrever o nome do autor (no final do parágrafo ou na lista de referências). Exemplo: " Qué es Dios? "Dios es la inteligencia suprema, causa primera de todas las cosas." (KARDEC) (1) 2) Escrever o nome do escritor, mesmo que a citação não seja textual, ou seja, se a ideia de alguém for usada, mas com outras palavras, mesmo assim, é necessário colocar a fonte e o texto será escrito sem aspas. Exemplo: Segundo Kardec, em O Livro dos Espíritos, é lógico pensar que as ações inteligentes só podem ser o resultado de um autor que também é inteligente. (2) 3) Escrever as fontes de forma completa: autor, livro, tradutor (se houver), editora, edição, cidade, ano, capítulo e ítem (se houver) e página. Exemplos: Referências: (1) KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Trad. Gustavo N. Martínez. Edicei: 1ª ed., Brasília, 2009, cap. I, perg. 1, p. 83. (2) MARTÍNEZ. M. Roberto. Quién no se ama, no ama a su prójimo? Disponível em:

3 Detalhes do Conteúdo Como escrever um artigo Sabemos que, infelizmente, há muitas publicações denominadas espíritas que, na verdade, não passam de um conjunto de opiniões pessoais que muitas vezes não são coerentes com os princípios da Doutrina Espírita. Seriam mais bem a promoção de ideiais absurdas, estranhas teorias e orientações de práticas místicas, sem nenhuma lógica científica ou doutrinária. Embora o artigo destinado a uma Revista Espírita não deva seguir de maneira rigorosa as normas de um artigo científico, não podemos ignorar certos cuidados para que o texto não represente ou tenha a aparência de uma opinião pessoal, senão que se apresente sob a estrutura de uma publicação séria. O artigo é um relato escrito para ser publicado e que descreve os resultados originais de uma pesquisa com a finalidade de comunicar uma mensagem baseada na verdade. Portanto, é essencial fazer, pelo menos, uma pequena pesquisa sobre o tema escolhido antes de escrever, o que ajudará na tarefa e dará maior veracidade ao texto, pois um artigo, para ser bem escrito e melhor aceito, deve ser fundamentado, estruturado e profundo. Não pode se apoiar somente em opiniões e palavras de seu autor, senão ser confirmado por autoridades no assunto. Do contrário será somente uma reflexão e não um artigo. É possível que o escritor saiba muito sobre o tema escolhido, mas um bom artigo só pode ser criado quando fundamentado nas melhores fontes disponíveis, como livros, revistas, jornais, entre outras fontes sérias de pesquisa. É sobre as citações que o escritor trabalhará, expondo sua opinião, tirando conclusões, indagando, mas sempre tendo as citações como base fundamental.

4 É preciso lembrar que o divulgador espírita é o porta-voz dos postulados espíritas e, como tal, deve falar apoiando suas palavras na voz dos Espíritus, escritas na ampla literatura espírita séria, começando por Allan Kardec. Além disso, é importante lembrar de acrescentar todas as referências no final do artigo, colocando de onde as informações e citações foram extraídas. Propriedade intelectual É o conjunto de direitos do autor, pessoais (morais) e patrimoniais (econômicos) que são creditados ao autor pelas obras que ele criou. Os direitos autorais são de dois tipos: direitos morais, irrenunciáveis e inalienáveis, como o direito de reconhecimento da autoria e o direito de integridade da obra, entre outros. direitos econômicos, transferíveis e de duração limitada no tempo, basicamente os direitos de exploração, embora haja outros (direito de remuneração por cópia privada) Seções da Revista Espírita Mies de Amor Ação Ecológica: Temas sobre ecologia sob a ótica espírita. Caminhando em Família: Temas sobre as relações e conflitos entre familiares. Educação Mediúnica: Temas sobre a prática mediúnica espírita. O Jovem Espírita: Temas que interessam aos jovens e em sua linguagem. Espiritismo ou Espiritualismo?: Temas que explicam por que certas práticas confundidas com o Espiritismo não o são e temas que analizam pontos comuns entre o Espiritismo e outras religiões. Fatos: Relatos verídicos de experiências consideradas sobrenaturais (espirituais) vividas na vida cotidiana ou em grandes acontecimentos.

5 A Chave Maestra: Textos da Revista Espírita de Allan Kardec que ainda não foram traduzidos para o espanhol. Presencia Espírita: Textos de personalidades da Doutrina Espírita (desencarnadas) ou recordando grandes vultos do Espiritismo. Cantinho Especial: Espiritismo para crianças. Sol nas Almas: Temas evangélicos. Muito obrigado por colaborar nessa arefa de divulgar a Doutrina Espírita! Que Jesus nos ilumine!

Revista EPISTEMES - vol. 01, n. 01, 2015. EDITAL 04/2015

Revista EPISTEMES - vol. 01, n. 01, 2015. EDITAL 04/2015 Revista EPISTEMES - vol. 01, n. 01, 2015. EDITAL 04/2015 REF. CHAMADA DE ARTIGOS Informamos aos pesquisadores, escritores, que têm interesse em publicar artigos científicos, relatos de pesquisas integrais,

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Citar as principais características dos bons

Leia mais

TÍTULO DO ARTIGO 1 Nome Completo do Aluno 2 Nome Completo do Aluno 3 Nome Completo do Aluno 4

TÍTULO DO ARTIGO 1 Nome Completo do Aluno 2 Nome Completo do Aluno 3 Nome Completo do Aluno 4 1 TÍTULO DO ARTIGO 1 Nome Completo do Aluno 2 Nome Completo do Aluno 3 Nome Completo do Aluno 4 RESUMO: O Resumo é constituído de uma sequência de frases concisas e objetivas, não ultrapassando 250 palavras.

Leia mais

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento.

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Roteiro 2 Explicar o que caracteriza amor

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo Roteiro 1 Elaborar uma linha histórica da evolução da ideia

Leia mais

MODELO SUGERIDO PARA PROJETO DE PESQUISA

MODELO SUGERIDO PARA PROJETO DE PESQUISA MODELO SUGERIDO PARA PROJETO DE PESQUISA MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA (Hospital Regional do Mato Grosso do Sul- HRMS) Campo Grande MS MÊS /ANO TÍTULO/SUBTÍTULO DO PROJETO NOME DO (s) ALUNO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Desenvolvimento Pessoal Gerência de Desenvolvimento

Leia mais

O jovem e o Espiritismo

O jovem e o Espiritismo O jovem e o Espiritismo Os jovens de hoje gostam do luxo; são mal comportados e desprezam a autoridade; não têm respeito pelos mais velhos e passam o tempo a falar em vez de trabalhar. Será que essas palavras,

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) II CICLO B IDADES: 09/10 1. TEMA: As Obras da Codificação. PLANO DE AULA 2. OBJETIVO: As crianças

Leia mais

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br Orientações aos concluintes referencia@ufersa.edu.br TRABALHO ACADÊMICO (NBR 14724/2011) Especificar os princípios gerais para a elaboração e apresentação de trabalhos acadêmicos. (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS 1. Capa Externa; 2. Folha de Rosto; 3. Dedicatória (opcional); 4. Agradecimentos (opcional); 5. Epígrafe (opcional); 6. Sumário;

Leia mais

Elaboração de Relatórios e Projetos

Elaboração de Relatórios e Projetos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas Elaboração de Relatórios e Projetos Professora Iane Barroncas Gomes Engenheira Florestal, M.Sc. Instituto Federal de Educação, Ciência e

Leia mais

A humanidade regenerada

A humanidade regenerada A humanidade regenerada Roteiro 9 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Objetivos

Leia mais

É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita.

É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita. 1 2 É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita. O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza,

Leia mais

SICEEL. Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica. Edital de Abertura

SICEEL. Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica. Edital de Abertura EESC - Escola de Engenharia de São Carlos UFSCar - Universidade Federal de São Carlos SICEEL Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica Edital de Abertura São Carlos, 17 de Agosto de 2015

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA INCLUSÃO DE PERIÓDICOS NO PORTAL DE PERIÓDICOS FCLAR UNESP

PROCEDIMENTOS PARA INCLUSÃO DE PERIÓDICOS NO PORTAL DE PERIÓDICOS FCLAR UNESP PROCEDIMENTOS PARA INCLUSÃO DE PERIÓDICOS NO PORTAL DE PERIÓDICOS FCLAR UNESP Os editores interessados em incluir sua revista no Portal de Periódicos FCLAr UNESP, devem apresentar um breve projeto, em

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernadete Martins Alves 1 RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura de um artigo cientifico bem como, de forma

Leia mais

Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT

Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT FURG UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Sistema de Bibliotecas - SiB Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT Clériston Ramos Bibliotecário

Leia mais

Instituto da Divulgação

Instituto da Divulgação Instituto da Divulgação Ainda na Idade da Pedra, registra-se as primeiras manifestações de comunicação do homem: As pinturas nas paredes das cavernas do período Paleolítico representam esse antigo anseio

Leia mais

MEDIUNIDADE & ESPIRITUALIDADE

MEDIUNIDADE & ESPIRITUALIDADE Curso Online MEDIUNIDADE & ESPIRITUALIDADE com Maísa Intelisano Aula 02 - O que é Mediunidade Bloco 01 Maísa Intelisano AULA 2 O QUE É MEDIUNIDADE BLOCO 1 Reflexões sobre trechos de O Livro dos Médiuns

Leia mais

ESPIRITOS MISSIONÁRIOS DA NOVA ERA

ESPIRITOS MISSIONÁRIOS DA NOVA ERA ESPIRITOS MISSIONÁRIOS DA NOVA ERA ESPIRITOS MISSIONÁRIOS DA NOVA ERA DIVULGAÇÃO DO ESPIRITISMO E-BOOK JOVEM ESPIRITOS MISSIONÁRIOS DA NOVA ERA DIVULGAÇÃO DO ESPIRITISMO E-BOOK JOVEM DOUTRINA DOS ESPÍRITOS

Leia mais

No século 19, um fenômeno agitou a Europa: as mesas girantes. Nos salões elegantes, após os saraus, as mesas eram alvo de curiosidade e de extensas

No século 19, um fenômeno agitou a Europa: as mesas girantes. Nos salões elegantes, após os saraus, as mesas eram alvo de curiosidade e de extensas No século 19, um fenômeno agitou a Europa: as mesas girantes. Nos salões elegantes, após os saraus, as mesas eram alvo de curiosidade e de extensas reportagens, pois moviam-se, erguiamse no ar e respondiam

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 1 ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 1 Estrutura de apresentação 1.1 Pré-textuais Capa (obrigatório) Lombada (obrigatório) Folha de rosto (obrigatório) Folha de aprovação

Leia mais

A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita.

A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita. A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita. Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Elaborado pelo DEDO UME Santo Ângelo REFLEXÕES INICIAIS... POR QUE PREGAR... O

Leia mais

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart Biblioteca da Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC São Paulo, 2014 ii FORMATO DO TCC Tamanho do papel: A4 (21 cm 29,7 cm);

Leia mais

Ciência da Computação (CC) e Sistemas de Informação (SI)

Ciência da Computação (CC) e Sistemas de Informação (SI) UNIP Universidade Paulista Ciência da Computação (CC) e Sistemas de Informação (SI) Orientações para as Atividades Práticas Supervisionadas 1º/2º semestres de 2015. TEMA PROPOSTA DO TRABALHO APRESENTAÇÃO

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM III Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

Animismo na prática mediúnica

Animismo na prática mediúnica FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Mediunidade: Estudo e Prática Programa 2 Módulo I A prática mediúnica na casa espírita Animismo na prática mediúnica Tema 7 Como distinguir o que é de origem mediúnica ou

Leia mais

A N E X O 1 ORIENTAÇÕES QUANTO ÀS EXIGÊNCIAS RELATIVAS À VERSÃO FINAL DO TCC EM CD ROM

A N E X O 1 ORIENTAÇÕES QUANTO ÀS EXIGÊNCIAS RELATIVAS À VERSÃO FINAL DO TCC EM CD ROM 1 A N E X O 1 ORIENTAÇÕES QUANTO ÀS EXIGÊNCIAS RELATIVAS À VERSÃO FINAL DO TCC EM CD ROM O seu TCC deve obedecer, rigorosamente, as normas da ABNT e sua referência deve ser o Módulo intitulado Iniciação

Leia mais

Chamada publica para o número 01, ano 2017, da Revista Eletrônica da Escola Superior de Advocacia - OAB/RO

Chamada publica para o número 01, ano 2017, da Revista Eletrônica da Escola Superior de Advocacia - OAB/RO Chamada publica para o número 01, ano 2017, da Revista Eletrônica da Escola Superior de Advocacia - OAB/RO Prazo final para lançamento do edital: 6.04.2017. A Revista Eletrônica da Escola Superior de Advocacia

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FUNDAÇÃO JOSÉ AUGUSTO VIEIRA FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Lagarto/SE, 2009 1 SUMÁRIO

Leia mais

1. Informações Gerais

1. Informações Gerais Mostra Científica do XXV Congresso Nacional de Pós-Graduandos Pós-graduandos (as) em defesa da democracia para superar a crise e conquistar mais direitos 1. Informações Gerais A Mostra Científica do XXV

Leia mais

NORMAS EDITORIAIS FORMATAÇÃO E-BOOKS PPGCTA/UNIVALI

NORMAS EDITORIAIS FORMATAÇÃO E-BOOKS PPGCTA/UNIVALI NORMAS EDITORIAIS FORMATAÇÃO E-BOOKS PPGCTA/UNIVALI Os E-books - Free Access é um novo ambiente científico do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência e Tecnologia Ambiental da UNIVALI/PPGCTA-UNIVALI

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM IV Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

SEE 3 de Outubro. 15/mar/15

SEE 3 de Outubro. 15/mar/15 SEE 3 de Outubro 15/mar/15 O fortalecimento dos laços de família em defesa da vida Marco Milani Quem ficou procurando diferentes configurações familiares na imagem anterior? A época, o local, os costumes,

Leia mais

NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA

NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA PADRÃO CESBOC ABNT 2015 O QUE É ABNT? Fundada em 1940, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Órgão responsável pela normalização técnica

Leia mais

Modelos de Instrumentos de Pesquisa COLÉGIO COSMOS. Tema da Pesquisa. Nome do Aluno Nº - Série/Ano. Disciplina Professor(a)

Modelos de Instrumentos de Pesquisa COLÉGIO COSMOS. Tema da Pesquisa. Nome do Aluno Nº - Série/Ano. Disciplina Professor(a) 1 Capa Modelos de Instrumentos de Pesquisa COLÉGIO COSMOS Tema da Pesquisa Nome do Aluno Nº - Série/Ano Disciplina Professor(a) Campo Limpo Paulista, de de 2012 Relatório INTRODUÇÃO (Produção textual do(a)

Leia mais

A emancipação da alma

A emancipação da alma F E D E R A Ç Ã O E S P Í R I T A B R A S I L E I R A M E D I U N I D A D E : E S T U D O E P R Á T I C A P R O G R A M A 1 M Ó D U L O I F U N D A M E N T O S A O E S T U D O D A M E D I U N I D A D E

Leia mais

UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves. Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico

UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves. Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves Ana Cristina Jorge Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico Araraquara 2014 2 MEMORIAL ACADÊMICO

Leia mais

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI O CRISTO CONSOLADOR O JUGO DO CRISTO Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso do vosso fardo e vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Estágio (TCE)

Trabalho de Conclusão de Estágio (TCE) MODELO 1 ROTEIRO DE AUXÍLIO PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO Trabalho de Conclusão de Estágio (TCE) Estagiário (a): O resultado do seu estágio deve ser transformado em um Trabalho

Leia mais

Manual para apresentação de trabalhos acadêmicos. Resumo das normas da ABNT. Conceição Aparecida de Camargo

Manual para apresentação de trabalhos acadêmicos. Resumo das normas da ABNT. Conceição Aparecida de Camargo 1 Manual para apresentação de trabalhos acadêmicos Resumo das normas da ABNT Conceição Aparecida de Camargo 2 Resumo das Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para apresentação de trabalhos

Leia mais

Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT)

Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT) Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT) Todo trabalho escolar, acadêmico e cientifico necessita de padronização na sua forma de apresentação, para transmitir

Leia mais

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Texto para reflexão Pão Nosso Item 41 No Futuro Quem aqui gosta de manga? Prefere comprida ou curta? Evolução da

Leia mais

Regras para publicação Revista Brasileira Militar de Ciências (RBMC)

Regras para publicação Revista Brasileira Militar de Ciências (RBMC) Regras para publicação Revista Brasileira Militar de Ciências (RBMC) A revista aceitará materiais experimentais (com casuística) para publicação no campo relacionado, direta ou indiretamente, à atividade

Leia mais

Atividades Básicas no Centro Espírita

Atividades Básicas no Centro Espírita Atividades Básicas no Centro Espírita Pessoas/ Espíritos Estudo Prática Divulgação Desejos Necessidades Expectativas Atendimento Serviços Centro Espírita CFN/FEB-Perri Conceptos, Funciones y Actividades

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS

COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS LORENA 2015 COLÉGIO SÃO JOAQUIM Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PALMAS TO, NOVEMBRO 2015 A disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, na Faculdade Católica do Tocantins, está organizada

Leia mais

Objetivos. Explicar as características de o Consolador Prometido por Jesus, à luz do entendimento espírita.

Objetivos. Explicar as características de o Consolador Prometido por Jesus, à luz do entendimento espírita. Roteiro 1 Objetivos Explicar as características de o Consolador Prometido por Jesus, à luz do entendimento espírita. Esclarecer por que a Doutrina Espírita é entendida como sendo o Consolador. Ideias principais

Leia mais

Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro

Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Quem são eles? o Almas queridas que viajaram das estâncias do passado, pelas vias da reencarnação, desembarcaram no presente, através

Leia mais

Sesquicentenário da obra O Evangelho Segundo o Espiritismo

Sesquicentenário da obra O Evangelho Segundo o Espiritismo Sesquicentenário da obra O Evangelho Segundo o Espiritismo Em 2014 comemoramos os 150 anos de lançamento da obra que contém a essência do ensino moral de Jesus e serve de consolo para os adeptos de todas

Leia mais

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA Aluno: Matrícula: Curso: Unidade de Estudo: Data Prova: / / MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA AVP MÉDIA 1 A B C D 2 A B C D 3 A B C D 4 A B C D 5 A B C D 6 A B C D 7 A B C D

Leia mais

3 cm CELER FACULDADES FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE XXXXXXXX NOME DO AUTOR DO TRABALHO

3 cm CELER FACULDADES FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE XXXXXXXX NOME DO AUTOR DO TRABALHO 3 cm CELER FACULDADES FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE XXXXXXXX Nome da Instituição e do autor do trabalho com letra maiúscula, tamanho 12, sem negrito, centralizado. NOME DO AUTOR DO TRABALHO

Leia mais

1) Devemos proceder a primeira leitura de reconhecimento ininterrupta.

1) Devemos proceder a primeira leitura de reconhecimento ininterrupta. TRABALHOS CIENTÍFICOS ACADÊMICOS Muitas vezes, o estudante ou pesquisador, ao ser abordado para fazer um trabalho científico acadêmico, tem muitas dificuldades de diferenciar as características quanto

Leia mais

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

Máximas de André Luiz

Máximas de André Luiz Máximas de André Luiz 1 Máximas de André Luiz 3 MÁXIMAS DE ANDRÉ LUIZ Capa: Rogério Mota Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Teresa Cunha e Cássio Leonardo Carrara Todos os direitos reservados Casa

Leia mais

As normas da ABNT para trabalhos escolares devem seguir a seguinte seqüência.

As normas da ABNT para trabalhos escolares devem seguir a seguinte seqüência. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES Muitos alunos sabem que várias instituições escolares pedem para que os trabalhos escolares sejam feitos dentro das normas da ABNT. Com base nisto elaboramos

Leia mais

OBJETIVOS DESENVOLVIMENTO

OBJETIVOS DESENVOLVIMENTO Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ:16.242.620/ 0001-77 Educação Infantil: Jardim I II Unidade Sequência nº 01 Período: 19 a 23/05/2014 Tema Transversal Norteador:

Leia mais

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE DOM LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA COORDENAÇÃO GERAL DOS CURSOS MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO Ribeira do Pombal - BA ARTIGO CIENTÍFICO O artigo pode ser definido como discussão de temáticas científicas

Leia mais

EIXOS ESTRUTURANTES DA EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA DA CRIANÇA E DO JOVEM. Organizado por Miriam Dusi

EIXOS ESTRUTURANTES DA EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA DA CRIANÇA E DO JOVEM. Organizado por Miriam Dusi EIXOS ESTRUTURANTES DA EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA DA CRIANÇA E DO JOVEM Organizado por Miriam Dusi A REENCARNAÇÃO OBJETIVOS EXISTENCIAIS Para que nasci? Para onde vou? O que será importante para minha vida?

Leia mais

Sinopses das obras de. Allan Kardec. Organização e divulgação: Autores Espíritas Clássicos www.autoresespiritasclassicos.com.

Sinopses das obras de. Allan Kardec. Organização e divulgação: Autores Espíritas Clássicos www.autoresespiritasclassicos.com. Sinopses das obras de Allan Kardec Organização e divulgação: Autores Espíritas Clássicos www.autoresespiritasclassicos.com Índice Obras Básicas 1 O Livro dos Espíritos... 2 2 O Livro dos Médiuns... 2 3

Leia mais

PSEL - Sistema de Controle de Processos Seletivos

PSEL - Sistema de Controle de Processos Seletivos Gabarito: 1 Idioma: Inglês 1 C CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS 2 B CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS 3 D CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS 4 D CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS 5 A CONHECIMENTOS

Leia mais

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB NORMA PAPGEF UPE/UFPB N 002/2015 DISPÕE SOBRE A NORMATIZAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E TESES NO PAPGEF UPE/UFPB. Art. 1. Os concluintes

Leia mais

NOME DA INSTITUIÇÃO 1 fonte 12. RELATÓRIO DE fonte 12. NOME DO(A) ALUNO(A) fonte 12. Nome da Cidade fonte 12 Ano CAPA

NOME DA INSTITUIÇÃO 1 fonte 12. RELATÓRIO DE fonte 12. NOME DO(A) ALUNO(A) fonte 12. Nome da Cidade fonte 12 Ano CAPA CAPA NOME DA INSTITUIÇÃO 1 fonte 12 [H1] Comentário: Use margens: Superior e esquerda: 3com; Inferior e direita: 2cm. NOME DO(A) ALUNO(A) fonte 12 [HDA2] Comentário: Use ordem alfabética. RELATÓRIO DE

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIENCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO ATIVIDADE PRÁTICA- ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROTEIRO

Leia mais

Revista Eventos Pedagógicos

Revista Eventos Pedagógicos EDIÇÃO ESPECAL TEMÁTICA DA Regras para Submissão A Revista Eventos Pedagógicos torna público a chamada para publicação de Edições Especiais Temáticas com os resultados de pesquisas realizadas na Pós-Graduação

Leia mais

Engenharia: A Rede que nos conecta. O avanço na transmissão e distribuição de energia elétrica.

Engenharia: A Rede que nos conecta. O avanço na transmissão e distribuição de energia elétrica. Engenharia: A Rede que nos conecta. O avanço na transmissão e distribuição de energia elétrica. Comissão Organizadora do Encontro Nacional dos Estudantes de Engenharia Elétrica São Luís/2017 EDITAL PARA

Leia mais

Novas Edições Acadêmicas

Novas Edições Acadêmicas Novas Edições Acadêmicas Novas Edições Acadêmicas publica numerosos títulos em diversas áreas científicas. NEA é membro associada da American Booksellers' Association (www.bookweb.org) e da Booksellers'

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO EMPRESARIAL PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e análise de práticas de gestão em empresas de médio porte. OBS: O Projeto deverá ser

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PAPER NO ACOMPANHAMENTO ESPECIAL DE TODAS AS DISCIPLINAS

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PAPER NO ACOMPANHAMENTO ESPECIAL DE TODAS AS DISCIPLINAS 1 ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PAPER NO ACOMPANHAMENTO ESPECIAL DE TODAS AS DISCIPLINAS APRESENTAÇÃO Esse documento é dirigido aos docentes e discentes da Fesp Faculdades com a finalidade de adotar normas

Leia mais

CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE FRANCA. Dr. THOMAZ NOVELINO DIGITE NOME. TÍTULO (DIGITE: TEXTO FORMATADO) Subtítulo (use se necessário)

CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE FRANCA. Dr. THOMAZ NOVELINO DIGITE NOME. TÍTULO (DIGITE: TEXTO FORMATADO) Subtítulo (use se necessário) CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE FRANCA Dr. THOMAZ NOVELINO FORMATO DA FOLHA A4(21 CM X29,7 CM) ESPAÇAMENTO 1,5 MARGEM: SUPERIOR E ESQUERDA- 3 CM INFERIOR E DIREITA - 2 CM [f1] Comentário:

Leia mais

Encontro de Evangelizadores de -MT Reflexão: Caminho educativo amoroso

Encontro de Evangelizadores de -MT Reflexão: Caminho educativo amoroso Encontro de Evangelizadores de -MT Reflexão: Caminho educativo amoroso Música: Aprender Facilitadora : Daniele Stefanini Breve histórico da Evangelização Infantil Breve histórico da Evangelização Espírita

Leia mais

História de um primeiro amor Sugestão de Leitura

História de um primeiro amor Sugestão de Leitura História de um primeiro amor Sugestão de Leitura Convidamos você e seus alunos adolescentes a conhecerem mais uma história de amor comovente: História de um primeiro amor, do escritor Drummond Amorim.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB

ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB FONTE TIMES 14, NEGRITO CAIXA ALTA ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB sem espaço CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CERIMONIAL, PROTOCOLO, ETIQUETA

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA GRADUAÇÃO EM DIREITO TÍTULO DO TRABALHO NOME DO AUTOR

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA GRADUAÇÃO EM DIREITO TÍTULO DO TRABALHO NOME DO AUTOR FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA GRADUAÇÃO EM DIREITO (fonte 12, negrito, caixa alta, alinhado ao centro, espaçamento de linhas 1,0. O título

Leia mais

O QUE É O ESPIRITISMO 1

O QUE É O ESPIRITISMO 1 O QUE É O ESPIRITISMO 1 Facilitadores Alex Olegário e Roberto Camilo 17/18-Janeiro-2016 OBJETIVO Conhecer sobre: O Conceito do Espiritismo O Codificador Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28 Objetivos Analisar a citação de Jesus: Há muitas moradas na casa do Pai, à luz da

Leia mais

A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5

A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5 A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos Objetivo Analisar os ensinamentos

Leia mais

DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA

DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA 16 DE JULHO DE 2010 DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA A Natureza é sempre o livro divino, onde Deus escreveu a história de sua sabedoria, livro da vida que constitui a escola de progresso

Leia mais

Apometria e universalismo. Escrito por Victor Rebelo

Apometria e universalismo. Escrito por Victor Rebelo Muitos leitores têm se manifestado expressando suas opiniões, críticas e elogios. Muitos nos parabenizam por nossa linha editorial, sempre de cunho universalista. Portanto, gostaria de abordar este tema.

Leia mais

A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita

A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita Facilitadora: Mônica Oliveira / Mônica Urbano Data: 22/09/2012 Doutrina = Do latim Doctrina 1 - Conjunto de princípios em que

Leia mais

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA PRIMEIRO ANO

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA PRIMEIRO ANO PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA PRIMEIRO ANO Aula Conteúdo da Aula Referências 1 TEMA: O CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA - Integração Ficha do aluno - preencher e entregar o programa - Objetivos,

Leia mais

Gustave Geley e Allan Kardec: Filosofia espírita - Leis morais

Gustave Geley e Allan Kardec: Filosofia espírita - Leis morais Gustave Geley e Allan Kardec: Filosofia espírita - Leis morais Silvio Seno Chibeni Grupo de Estudos Espíritas da Unicamp: www.geeu.net.br 1 Na Grécia Antiga: Filosofia : amor à sabedoria Traços marcantes:

Leia mais

APARECIDA ANGÉLICA Z. PAULOVIC SABADINI MARIA IMACULADA CARDOSO SAMPAIO MARIA MARTA NASCIMENTO. Citações no Texto e Notas de Rodapé:

APARECIDA ANGÉLICA Z. PAULOVIC SABADINI MARIA IMACULADA CARDOSO SAMPAIO MARIA MARTA NASCIMENTO. Citações no Texto e Notas de Rodapé: APARECIDA ANGÉLICA Z. PAULOVIC SABADINI MARIA IMACULADA CARDOSO SAMPAIO MARIA MARTA NASCIMENTO Citações no Texto e Notas de Rodapé: Adaptação do Estilo de Normalizar de Acordo com as Normas da ABNT (Associação

Leia mais

PROVA DISCURSIVA P 3

PROVA DISCURSIVA P 3 PROVA DISCURSIVA P 3 Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso queira, os espaços para rascunho indicados no presente caderno. Em seguida, transcreva os textos para o CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO

RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES REVISADO EM SETEMBRO DE 2011 DE ACORDO COM RESOLUÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO DE CONCLUSÃO DE CURSO. FORMATO ARTIGO CIENTÍFICO (com base na ABNT NBR 6022)

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO DE CONCLUSÃO DE CURSO. FORMATO ARTIGO CIENTÍFICO (com base na ABNT NBR 6022) UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE BACHARELADO EM ENFERMAGEM Coordenação do TCC de Enfermagem BACHARELADO EM FISIOTERAPIA Coordenação do TCC de Fisioterapia NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO

Leia mais

Conheça o Espiritismo Sex, 25 de Julho de :45 - Última atualização Sáb, 26 de Julho de :18

Conheça o Espiritismo Sex, 25 de Julho de :45 - Última atualização Sáb, 26 de Julho de :18 CONHEÇA O ESPIRITISMO O QUE É? É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita: O Livro dos Espíritos,

Leia mais

CEIC CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA AS LEIS MORAIS BIBLIOGRAFIA

CEIC CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA AS LEIS MORAIS BIBLIOGRAFIA CEIC CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA AS LEIS MORAIS BIBLIOGRAFIA 01. Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal I Faculdade de penetrar nossos pensamentos Influência oculta Afeição a certas pessoas

Leia mais

O Cristo consolador. Roteiro 1

O Cristo consolador. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, O Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Roteiro 1 O Cristo consolador Objetivo Explicar

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o Estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita Roteiro 1 Objetivo

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Normas para Redação de Dissertações/Teses 1. Estrutura A estrutura de uma dissertação, tese ou

Leia mais

ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA. GRATIDÃO

ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA.  GRATIDÃO ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA GRATIDÃO ENERGIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA GRATIDÃO CAPÍTULOS 1. EXISTEM CHAKRAS? 2. OS CHAKRAS E AS SUAS FUNÇÕES PSÍQUICAS E ESPIRITUAIS 3. A GRATIDÃO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES GOIÂNIA - 2012 1 ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES Baseado nas regras da ABNT A pesquisa escolar é uma maneira inteligente de estudar

Leia mais

Espiritismo. Jörg Garbers, Ms. de Teologia

Espiritismo. Jörg Garbers, Ms. de Teologia Espiritismo Jörg Garbers, Ms. de Teologia Aspectos Históricos As raízes são muito antigas. O racionalismo estragou o ambiente espírita. As irmãs Fox nos EUA e outros reavivaram sob novas perspectivas uma

Leia mais

XI SOFiA comunicações

XI SOFiA comunicações XI SOFiA comunicações EDITAL 2017 DA INTERNACIONAL SEMANA DE ORIENTAÇÃO FILOSÓFICA E ACADÊMICA (SOFiA) COM VISTA À APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES 1.0. Das Inscrição: REALIZAÇÃO: UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Manual de Estágio e Trabalho de Conclusão de Curso dos Curso de Administração, Sistemas de Informação e Ciências Contábeis.

Manual de Estágio e Trabalho de Conclusão de Curso dos Curso de Administração, Sistemas de Informação e Ciências Contábeis. Manual de Estágio e Trabalho de Conclusão de Curso dos Curso de Administração, Sistemas de Informação e Ciências Contábeis. 2 Sumário Necessidade do estágio... 3 Realização do Estágio... 3 Documentações

Leia mais

www.autoresespiritasclassicos.com

www.autoresespiritasclassicos.com www.autoresespiritasclassicos.com A Importância da Bíblia para a Doutrina Espírita Astrid Sayegh Filósofa, é Diretora de Cursos Básicos da Federação Espírita do Estado de São Paulo A Humanidade já foi

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DA PARAÍBA SEDUP FACULDADES DE ENSINO SUPERIOR DA PARAÍBA FESP

SOCIEDADE EDUCACIONAL DA PARAÍBA SEDUP FACULDADES DE ENSINO SUPERIOR DA PARAÍBA FESP SOCIEDADE EDUCACIONAL DA PARAÍBA SEDUP FACULDADES DE ENSINO SUPERIOR DA PARAÍBA FESP Edital Nº. 01/2014 Coordenação de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito: A Coordenação de Pesquisa e Extensão através

Leia mais