Natal, 20 de março de 2012.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Natal, 20 de março de 2012."

Transcrição

1 Natal, 20 de março de 2012.

2 Ciências Humanas e suas Tecnologias - GEOGRAFIA

3 OPÇÕES DE RESPOSTA 33 C 34 A 35 C % DE RESPOSTA POR QUESTÃO 36 D 37 B A 14,4 83,8 30,5 16,5 11,4 7,4 32,9 12,9 30,4 43,2 9,1 11,2 B 7,2 5,2 21,7 10,8 74,1 9,0 26,4 68,9 43,8 36,0 24,6 63,8 C 70,9 6,5 36,6 14,9 9,4 70,4 14,9 7,9 11,1 5,6 44,4 15,6 D 7,4 4,5 11,2 57,7 5,0 13,0 25,7 10,2 14,7 15,1 21,7 9,2 38 C 39 A 40 B 41 B 42 A 43 C 44 B DUPLAS OU BRANCAS 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 70,9 83,8 36,6 57,7 74,1 70,4 32,9 68,9 43,8 43,2 44,4 63,8 Total de candidatos presentes: Índice de acerto na prova: 57,50%

4 Disponível em: < nisia-floresta-tem-historia-gastronomia-e-belezasnaturais.jhtm >. Acesso em: 29 ago O Rio Grande do Norte apresenta um elevado potencial turístico, principalmente em decorrência das belezas de sua paisagem litorânea, destacando-se algumas formas do relevo cuja configuração está associada a processos erosivos desencadeados pela ação de diferentes agentes. Observe a Figura ao lado. Considerando os elementos da paisagem litorânea expostos na Figura, pode-se afirmar que esta corresponde a uma

5 A) falésia, constituída pela deposição de areia paralelamente à costa, em decorrência da erosão eólica. B) restinga, formada pela consolidação da areia de antigas praias, em decorrência da erosão marinha. C) falésia, formada a partir de processos de erosão marinha, que originam paredões escarpados. D) restinga, constituída a partir de processos de erosão eólica, que formam costas íngremes.

6 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 14,4 B 7,2 C 70,9 D 7,4 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 70,9

7 Em uma aula de GEOGRAFIA sobre a dinâmica da população brasileira, o professor apresentou dados do Censo Demográfico Segundo esses dados, o país atingiu um total de habitantes, que se encontram distribuídos pelos seus ,599 km2, apresentando uma densidade demográfica média de 22,43hab./km². Para ilustrar as informações, o professor mostrou aos alunos os mapas a seguir:

8 No decorrer da aula, a exposição sobre a dinâmica da população brasileira e a leitura dos mapas referentes à densidade demográfica e ao relevo do Brasil por regiões permitiu ao aluno concluir que A) a população encontra-se distribuída de forma desigual pelo território, sendo a Região Sudeste, onde predominam planaltos, a que apresenta maior densidade demográfica, devido, entre outros fatores, ao dinamismo econômico e à capacidade de atrair migrantes. B) os maiores índices de concentração da população ocorrem nas planícies localizadas no interior, onde se desenvolvem atividades do agronegócio que resultam, entre outros fatores, do processo de modernização agrícola. C) a distribuição da população pelo território ocorre de forma desigual, sendo a Região Nordeste, onde predominam planícies, a que apresenta menor densidade demográfica, devido, entre outros fatores, ao processo de ocupação desde o Período Colonial. D) os menores índices de concentração populacional ocorrem nos planaltos localizados na Zona Costeira, onde o processo de ocupação e o desenvolvimento econômico foram dificultados, entre outros fatores, pelas elevadas altitudes.

9 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 83,8 B 5,2 C 6,5 D 4,5 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 83,8

10 O turismo é uma importante atividade econômica no Rio Grande do Norte, principalmente no litoral, privilegiado em extensão e beleza, e, no interior, em que se sobressaem a paisagem e a cultura. Visando a divulgar o turismo interiorano, uma agência natalense organizou um roteiro com a seguinte sequência de pontos turísticos: Alto de Santa Rita, em Santa Cruz; Mina Brejuí, em Currais Novos, e Cachoeira do Pinga, em Portalegre. Observe o mapa com a localização das microrregiões onde se localizam os municípios que integram o roteiro turístico apresentado.

11 Considerando como ponto de partida a Cidade do Natal e a localização dos municípios mencionados nas microrregiões geográficas do estado, o roteiro turístico a ser cumprido corresponde à seguinte sequência: A) Borborema Potiguar, Serra de Santana e Umarizal. B) Baixa Verde, Serra de Santana e Pau dos Ferros. C) Borborema Potiguar, Seridó Oriental e Pau dos Ferros. D) Baixa Verde, Seridó Oriental e Umarizal.

12 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 30,5 B 21,7 C 36,6 D 11,2 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 36,6

13 O mapa político da Europa passou por mudanças de fronteiras e surgimento de novos países, a partir da reunificação da Alemanha, da dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e da fragmentação da Iugoslávia e Tchecoslováquia. Essas alterações nas fronteiras desses países ocorreram A) no período de encerramento da II Guerra Mundial. B) na fase entre a I e a II Guerras Mundiais. C) na fase da bipolarização entre EUA e URSS. D) no período de encerramento da Guerra Fria.

14 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 16,5 B 10,8 C 14,9 D 57,7 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 57,7

15 Um empresário deseja instalar uma indústria no Brasil, em uma localidade produtora de energia renovável e limpa. Avaliadas as condições geográficas das regiões brasileiras, o empresário escolheu estabelecer sua empresa no Nordeste, porque esta é a região que A) possui a maior quantidade de usinas hidrelétricas instaladas. B) possui a maior capacidade instalada de energia eólica. C) se destaca como principal produtora de energia a partir da biomassa. D) se destaca pelo maior número de usinas termoelétricas em funcionamento.

16 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 11,4 B 74,1 C 9,4 D 5,0 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 74,1

17 O Oriente Médio, foco de conflitos geopolíticos, nacionalistas e religiosos que geram preocupações em diferentes países, é considerado uma das principais áreas estratégicas do mundo A) por ter o seu território banhado pelos oceanos Pacífico e Índico e por sua importância no mercado mundial, devido ao elevado consumo de carvão mineral. B) devido à sua localização próxima à China e à Índia e à sua importância econômica como principal produtora de carvão mineral em escala mundial. C) devido à sua localização entre Ásia, Europa e África e à sua importância econômica como detentora das maiores reservas mundiais de petróleo em terra. D) por ter o seu território banhado pelo Mar Mediterrâneo e Mar Vermelho e por sua importância no mercado mundial como principal consumidora de petróleo.

18 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 7,4 B 9,0 C 70,4 D 13,0 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 70,4

19 Nas cidades de Maceió, Salvador e Recife, principalmente no mês de julho, é comum a ocorrência de chuvas que provocam grandes enchentes. São as chamadas chuvas de inverno, que atingem o litoral oriental do Nordeste. Levando-se em consideração a dinâmica das massas de ar no Brasil, pode-se afirmar que essas chuvas são provocadas pelo encontro da A) massa Polar atlântica (mpa), fria e úmida, com a massa Tropical atlântica (mta), quente e úmida. B) massa Equatorial continental (mec), quente e seca, com a massa Tropical atlântica (mta), quente e úmida. C) massa Equatorial continental (mec), quente e úmida, com a massa Tropical continental (mtc), quente e seca. D) massa Polar atlântica (mpa), fria e úmida, com a massa Tropical continental (mtc), quente e úmida.

20 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 32,9 B 26,4 C 14,9 D 25,7 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 32,9

21 Quando os raios solares atingirem verticalmente o Trópico de Capricórnio, iluminando com mais intensidade o Hemisfério Sul, ocorrerá o dia mais longo e a noite mais curta do ano nesse hemisfério. Esse fenômeno é conhecido como A) Equinócio de Primavera. B) Solstício de Verão. C) Equinócio de Outono. D) Solstício de Inverno.

22 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 12,9 B 68,9 C 7,9 D 10,2 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 68,9

23 O Brasil sediará a Copa do Mundo em 2014 e, na cidade do Rio de Janeiro, serão disputados importantes jogos. Um torcedor que decidir permanecer na cidade do Rio de Janeiro visando a assistir aos jogos precisará de uma representação cartográfica que lhe permita localizar as principais vias de acesso ao estádio, como ruas e avenidas. Para atingir este objetivo, terá à sua disposição os dois tipos de representação cartográfica com escalas diferentes, mostrados a seguir:

24 Para que o torcedor possa se locomover na cidade com mais facilidade, o tipo de representação cartográfica que melhor o orientará é o apresentado na A) Figura 1, porque tem uma escala pequena, expressando uma área maior, com menor número de detalhes. B) Figura 1, que possui uma escala grande, representando uma área menor, com maior grau de detalhamento. C) Figura 2, que possui uma escala grande, representando uma área maior, com menor grau de detalhamento. D) Figura 2, porque tem uma escala pequena, expressando uma área menor, com maior número de detalhes.

25 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 30,4 B 43,8 C 11,1 D 14,7 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 43,8

26 Um agricultor adquiriu dez hectares de terra para práticas agrícolas. A propriedade, atravessada por um rio perene, apresenta solos de boa fertilidade. Todavia, predomina um relevo de médias altitudes com declividade acentuada. Preocupado com a conservação do solo, o agricultor consultou um engenheiro agrônomo. Este recomendou arar e semear o solo seguindo as cotas altimétricas do relevo, o que reduz a velocidade do escoamento superficial da água, os processos erosivos e a perda de solo agricultável. A técnica de conservação do solo recomendada pelo engenheiro agrônomo denomina-se A) curvas de nível. B) terraceamento. C) associação de culturas. D) reflorestamento.

27 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 43,2 B 36,0 C 5,6 D 15,1 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 43,2

28 Para facilitar a comunicação entre os diversos pontos do planeta, convencionou-se um sistema de fusos horários, baseado nos meridianos. Considerando estes fusos horários mundiais, quando for 14h do dia 25 de dezembro de 2011, na cidade de Londres, na Inglaterra, será 11h na cidade de Vitória, no Brasil, e 23h na cidade de Tóquio, no Japão. Observe o Mapa ao lado:

29 A diferença de horários entre as cidades mencionadas está associada aos fusos horários, que foram definidos, entre outras razões, pelo A) movimento de translação da Terra, que é executado no sentido oeste-leste, de modo que os lugares situados a leste têm horário atrasado em relação aos lugares a oeste. B) movimento de rotação da Terra, que é executado no sentido leste-oeste, de modo que os lugares situados a oeste têm horário adiantado em relação aos lugares a leste. C) movimento de rotação da Terra, que é executado no sentido oeste-leste, de modo que os lugares situados a leste têm horário adiantado em relação aos lugares a oeste. D) movimento de translação da Terra, que é executado no sentido leste-oeste, de modo que os lugares situados a oeste têm horário atrasado em relação aos lugares a leste.

30 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 9,1 B 24,6 C 44,4 D 21,7 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 44,4

31 O Rio Grande do Norte possui aproximadamente 400 km de costa litorânea. Por sua localização geográfica na esquina do continente, a costa é subdividida em litoral norte ou setentrional e litoral leste ou oriental. Em relação às características naturais e econômicas do litoral do Rio Grande do Norte, pode-se afirmar: A) No Litoral Leste, registra-se a ocorrência do clima Tropical Subúmido seco, com baixos índices anuais pluviométricos, favoráveis à atividade canavieira. B) No Litoral Norte, predomina o clima Tropical Semiárido, que se caracteriza por apresentar elevados índices anuais de insolação, favoráveis à produção de sal. C) No Litoral Norte, registra-se a ocorrência do clima Tropical Subúmido, caracterizado por pluviosidade bem distribuída anualmente, que favorece a carcinicultura. D) No Litoral Leste, predomina o clima Tropical Úmido, com baixas temperaturas anuais, que favorecem a produção agrícola.

32 OPÇÕES DE RESPOSTA % DE RESPOSTA A 11,2 B 63,8 C 15,6 D 9,2 DUPLAS OU BRANCAS 0,1 ÍNDICE DE ACERTO (%) 63,8

33 PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA

34 NOTAS 0,00 (zero) QUESTÃO 05 QUESTÃO 06 QUESTÃO 07 QUESTÃO 08 Nº de candidatos (%) Nº de candidatos (%) Nº de candidatos (%) Nº de candidatos ,6 82 1, , ,7 0,01-0, , , , ,2 0,26-0, , , , ,7 0,51-0, , , , ,1 0,76-1,0 21 0,3 67 0,8 58 0,7 18 0,2 NOTA MÉDIA 0,08 0,38 0,31 0,26 Nota média na prova (por item): 0,26 Nota média na prova (total): 1,04 Total de candidatos: 7996 (%)

35 COMPETÊNCIA: Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos HABILIDADE: Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas. CONTEÚDO CONCEITUAL : Relação homem-natureza, a apropriação dos recursos naturais pelas sociedades ao longo do tempo. Impacto ambiental das atividades econômicas no Brasil. Recursos minerais e energéticos: exploração e impactos. Recursos hídricos; bacias hidrográficas e seus aproveitamentos.

36 No Rio Grande do Norte, as características geológicas favorecem a ocorrência e diversidade de recursos naturais. Historicamente, a exploração de recursos naturais tem-se apresentado como uma atividade importante para a economia do Estado. Observe o mapa ao lado.

37 A) Mencione as estruturas geológicas das áreas destacadas no mapa, que favorecem a ocorrência de petróleo na área A e de scheelita e tantalita na área B. B) Explique o contexto econômico em que ocorreu a crise da exploração da scheelita no Rio Grande do Norte, na década de 1980.

38 A) A estrutura geológica da área A é de rochas (ou terrenos ou bacias) sedimentares e a da área B é de rochas cristalinas(ou escudos cristalinos ou rochas metamórficas). B) A crise da exploração de scheelita no Rio Grande do Norte, na década de 1980, ocorreu em um contexto de distensão política da Guerra Fria, em que o mercado mundial mostrou-se desfavorável à venda do produto potiguar, tendo em vista que os EUA, principal comprador, passaram a adquirir a scheelita produzida na China, a preços baixos, inviabilizando empresas tradicionais, como as existentes no estado, ou aquelas que não acompanharam os avanços tecnológicos (a modernização).

39 Indicação de características geológicas relativas a outras áreas do RN. (planaltos e mares litorâneos com rochas cristalinas) (planícies e solos arenosos) Relação de eventos políticos e econômicos como causas da crise da schelita, como por exemplo, o Plano Collor. Inversão das áreas assinaladas no mapa. Definição da schelita com uma planta.

40 Densidade VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA NOTA NA QUESTÃO % ( 4686 ) Média = 0.85 D. Padrão = 1.35 Mínimo = 0 Máximo = 10 Provas = 7996 A análise do gráfico deverá ser feita da seguinte forma: para a primeira barra, o valor acumulado é a nota 0; para a segunda, o valor acumulado é a nota 1, e, assim, sucessivamente para o eixo X % ( 1152 )14.3 % ( 1144 ) 5.7 % ( 458 ) 4 % ( 316 ) 1.7 % ( 138 ) 0.7 % ( 52 ) 0.3 % ( 22 ) 0.3 % ( 23 ) 0 % ( 3 ) 0 % ( 2 ) Fonte: Comissão Permanente do Vestibular, Nota

41 NOTAS Nº de candidatos (%) 0,00 (zero) ,6 0,01-0, ,9 0,26-0, ,2 0,51-0, ,0 0,76-1,0 21 0,3 NOTA MÉDIA 0,08

42 COMPETÊNCIA: Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos. HABILIDADE: Identificar, em fontes diversas, o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas. CONTEÚDO CONCEITUAL : Relação homem-natureza, a apropriação dos recursos naturais pelas sociedades ao longo do tempo. Impacto ambiental das atividades econômicas no Brasil. Recursos minerais e energéticos: exploração e impactos. Recursos hídricos; bacias hidrográficas e seus aproveitamentos.

43 A ação intensiva do ser humano sobre o meio, em virtude da ocupação do solo, tanto no espaço urbano quanto no rural, altera as condições ambientais originais. Observe as figuras a seguir, que ressaltam a hidrografia como um elemento marcante da paisagem.

44 A) Suponha que, na área rural em que se localiza o rio mostrado na figura 1, ocorreram chuvas intensas. Justifique por que o rio, nessa área, apresenta menor predisposição para transbordar. B) Mencione e explique um problema socioambiental provocado pelo transbordamento de rios em áreas urbanas.

45 A) O rio, na área mostrada na figura 1, apresenta menor predisposição para transbordar porque existe vegetação ao longo do seu curso (mata ciliar), o que possibilita a proteção de suas margens contra os processos erosivos e a proteção do seu leito contra o carreamento ou transporte de materiais (lixo, produtos tóxicos, esgotos, etc.), diminuindo as possibilidades de assoreamento e enchentes. Além disso, observa-se a não impermeabilização do solo no entorno (ou a inexistência de edificações), o que facilita a infiltração das águas das chuvas, diminuindo o escoamento superficial para o leito do rio.

46 B) Inundação de áreas em que se verifica um baixo grau de permeabilidade em virtude da concentração de asfalto e concreto e da reduzida quantidade de áreas verdes; Inundação de áreas próximas aos rios tendo em vista a dificuldade de escoamento devido ao entupimento de bueiros e galerias pluviais, ocasionados pela grande quantidade de lixo produzido e lançado em locais inadequados; Registro de mortes e/ou perdas materiais (destruição de moradias, danos ao patrimônio público ou privado), que se verificam em função da ocupação desordenada do solo urbano, devido à construção de edificações às margens de rios; Acidentes ou mortes que são ocasionados por inundações nas vias de circulação situadas às margens dos rios; Dificuldade e/ou impedimento da mobilidade urbana em função das inundações em áreas próximas aos rios, que provocam congestionamentos no trânsito; Proliferação de doenças que são decorrentes do contato do homem com água contaminada por lixo, esgotos, entre outros.

47 Diferenciação entre o que é causa e o que é conseqüência do transbordamento de um rio. Construção de uma explicação. Citação das causas do transbordamento e não do que pode provocar o transbordamento. Utilização do conhecimento geográfico para construir a explicação. Desarticulação dos elementos com as variáveis solicitadas. (quais são os elementos e quais são as variáveis?).

48 Densidade VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA NOTA NA QUESTÃO % ( 2290 ) 23.3 % ( 1860 ) Média = 3.83 D. Padrão = 1.49 Mínimo = 0 Máximo = 10 Provas = % ( 817 ) 18.5 % ( 1479 ) 10 % ( 801 ) A análise do gráfico deverá ser feita da seguinte forma: para a primeira barra, o valor acumulado é a nota 0; para a segunda, o valor acumulado é a nota 1, e, assim, sucessivamente para o eixo X. 3.7 % ( 295 ) 3.4 % ( 274 ) 1 % ( 82 ) 0.9 % ( 70 ) 0.2 % ( 19 ) 0.1 % ( 9 ) Fonte: Comissão Permanente do Vestibular, Nota

49 NOTAS Nº de candidatos (%) 0,00 (zero) 82 1,0 0,01-0, ,9 0,26-0, ,4 0,51-0, ,8 0,76-1,0 67 0,8 NOTA MÉDIA 0,38

50 COMPETÊNCIA: Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder. HABILIDADE: Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social. CONTEÚDO CONCEITUAL: Políticas de colonização, migração, imigração e emigração no Brasil nos séculos XIX e XX. Dinâmica populacional e crescimento econômico. Teorias demográficas, estrutura da população. Vida urbana: redes e hierarquia nas cidades, pobreza e segregação espacial.

51 A estrutura etária da população brasileira vem passando por mudanças que estão relacionadas às transformações socioeconômicas ocorridas no País, nas últimas décadas. Observe o Gráfico a seguir. A partir das informações do gráfico, relativas à população brasileira, identifique e explique as tendências do comportamento de duas faixas etárias: crianças e idosos.

52 A faixa etária das crianças apresenta uma tendência à redução em decorrência da queda da natalidade (ou fecundidade), provocada pelo aumento do nível de escolaridade da mulher, pelo maior acesso à informação, pelos altos custos para a criação dos filhos, pela prática de planejamento familiar, pela facilidade de acesso às práticas contraceptivas, pela participação da mulher no mercado de trabalho e pela urbanização. A faixa etária dos idosos apresenta uma tendência à ampliação em decorrência do aumento da expectativa de vida, resultante das políticas públicas voltadas para a melhoria da saúde (ou vacinas dos idosos, distribuição de medicamentos), das melhorias das condições socioeconômicas, médicosanitárias (ou saneamento básico e avanços da medicina) e de alimentação, e da incorporação de hábitos de vida mais saudáveis.

53 Explicação dos percentuais ao invés das tendências, por desconhecimento do termo tendência. Indicação dos componentes psicossociais das faixas etárias indicadas. Indicação de variáveis sem fazer referência às tendências. Explicação de tendências comportamentais de jovens e adultos, fugindo da explicação das tendências solicitadas. Não contextualização das variáveis em relação às tendências. Utilização do termo comportamento no sentido de procedimento social (atitude). Exemplo: As transformações socioeconômicas irão mudar o comportamento das pessoas.

54 Densidade VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA NOTA NA QUESTÃO % ( 1832 ) 21 % ( 1678 ) 19.1 % ( 1525 ) Média = 3.09 D. Padrão = 1.77 Mínimo = 0 Máximo = 10 Provas = % ( 923 ) A análise do gráfico deverá ser feita da seguinte forma: para a primeira barra, o valor acumulado é a nota 0; para a segunda, o valor acumulado é a nota 1, e, assim, sucessivamente para o eixo X. 7.3 % ( 585 ) 7.3 % ( 585 ) 6.2 % ( 497 ) 3.3 % ( 264 ) 1.2 % ( 95 ) 0.1 % ( 10 ) 0 % ( 2 ) Nota

55 NOTAS Nº de candidatos (%) 0,00 (zero) 585 7,3 0,01-0, ,9 0,26-0, ,9 0,51-0, ,2 0,76-1,0 58 0,7 NOTA MÉDIA 0,31

56 COMPETÊNCIA: Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder. HABILIDADE: Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. CONTEÚDO CONCEITUAL : Geopolítica e conflitos entre os séculos XIX e XX: Imperialismo, a ocupação da Ásia e da África, as Guerras Mundiais e a Guerra Fria.

57 Em 1989, foi derrubado o Muro de Berlim após quase três décadas de existência. Nesse momento, ocorreram comemorações em diversas partes do Planeta por se acreditar que uma Era de Paz Mundial estava se iniciando. Entretanto, verifica-se que, atualmente, situações de conflitos persistem e muros continuam a existir, por exemplo, o muro na fronteira entre EUA e México. Observe as imagens a seguir.

58 A) O Muro de Berlim foi construído durante o período da Guerra Fria. Mencione e explique uma característica desse período da geopolítica mundial. B) Descreva o contexto político-econômico em que os EUA construíram o muro na fronteira com o México.

59 Bipolarização do poder mundial significou a divisão de poder, em escala mundial, entre as duas superpotências, EUA e URSS, a partir da qual o mundo foi dividido em dois blocos econômicos capitalista e socialista os quais buscavam ampliar suas respectivas zonas de influência. Conflito leste-oeste conflito expresso pelo antagonismo geopolítico-militar e ideológico-propagandístico entre os blocos (ou sistemas econômicos) capitalista e socialista, liderados, respectivamente, pelas duas superpotências: EUA e URSS. Rivalidade geopolítica entre EUA e URSS significou uma confrontação entre o ideal de uma sociedade baseada na economia de mercado e o de uma sociedade baseada na planificação econômica estatal. Bipartição da Europa em dois blocos econômicos a Europa foi dividida em duas áreas de influência: a Europa Ocidental capitalista, sob a influência dos EUA, e a Europa Oriental socialista, sob a influência da URSS. Divisão da Alemanha divisão do território alemão entre os países vencedores da II Guerra, de modo que a porção ocidental ficou sob a influência do capitalismo, liderado pelos EUA, e a porção oriental sob a influência do socialismo, liderado pela URSS. Construção do Muro de Berlim dividiu a Cidade de Berlim em duas partes, efetivando a separação física entre Berlim Ocidental capitalista e Berlim Oriental socialista, sendo considerado um símbolo da bipolarização mundial.

60 Corrida armamentista significou a busca pelo desenvolvimento de armas nucleares que foi empreendida pelos EUA e URSS visando, cada uma dessas superpotências, a conquista da supremacia bélica, gerando o que se chamou de equilíbrio do terror. Equilíbrio do terror significou o equilíbrio entre as superpotências que se expressava pela capacidade de aniquilação global de ambas em razão do arsenal nuclear que possuíam, o que dissuadiu a deflagração de uma guerra geral; isso justificou a expressão Guerra Fria, paz impossível, guerra improvável. Cordão sanitário refere-se à estratégia adotada pelos EUA para estabelecer um cinturão de isolamento em torno da superpotência rival, a URSS, a partir da criação de alianças militares na Europa Ocidental (OTAN), no Sudeste Asiático (Otase Organização do Tratado do sudeste da Ásia) e no Oriente Médio (Pacto de Bagdá), além de acordos bilaterais com alguns países como Japão e a Coreia do Sul. Corrida espacial foi deflagrada em um contexto em que o domínio tecnológico e científico espacial poderia definir a supremacia de uma ou de outra superpotência, levando a conquistas como a criação de satélites artificiais, naves tripuladas, sondas de exploração que possibilitaram à humanidade conhecimentos sobre a Lua, o Sistema Solar e o Universo.

61 Conflitos locais ou regionais ocorreram em diferentes regiões do planeta, envolvendo países como Coreia, Vietnã, Cuba, Hungria, entre outros, e foram deflagrados em função das disputas econômicas e ideológicas entre as duas superpotências, EUA e URSS, as quais se envolveram direta ou indiretamente nesses conflitos. Cortina de ferro designação usada durante a Guerra Fria para evidenciar a separação entre a Europa Ocidental capitalista e a Europa Oriental socialista, remetendo-se ao regime extremamente fechado adotado pelos soviéticos. Formação das alianças ou organizações militares OTAN e Pacto de Varsóvia foram organizações militares que tinham como objetivo impedir ou conter o avanço do capitalismo e do socialismo, respectivamente. A OTAN reuniu aliados dos EUA, e o Pacto de Varsóvia envolveu aliados da URSS. Contribuição dos EUA à recuperação econômica da Europa Ocidental (ou adoção do Plano Marshall) essa contribuição ocorreu por meio do Plano Marshall, que se constituiu um plano de financiamento e de investimentos formulados pelos EUA para reconstrução da Europa no pós-guerra. Formulação da Doutrina Trumam doutrina formulada pelos EUA para conter o avanço do socialismo na Europa Ocidental mediante o compromisso de proteger os seus aliados.

62 O contexto político-econômico em que os EUA, uma grande potência mundial, construíram o muro na fronteira com o México corresponde ao da formação do bloco econômico NAFTA, uma zona de livre comércio entre EUA, Canadá e México, a qual permite a livre circulação de mercadorias (eliminação de barreiras tarifárias e não tarifárias), mas impede a livre circulação de pessoas.

63 Associação do período da Guerra Fria a Hitler e ao nazismo. Descrição do contexto no qual atribui a construção do muro pelos EUA ao combate às invasões territoriais motivadas pela presença do petróleo. Utilização dos conceitos de migração e invasão. Localização geográfica.

64 Densidade VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA NOTA NA QUESTÃO % ( 1870 ) 20.4 % ( 1633 ) Média = 2.59 D. Padrão = 1.84 Mínimo = 0 Máximo = 10 Provas = % ( 1098 ) 13.6 % ( 1085 ) 11.7 % ( 938 ) 13.8 % ( 1107 ) A análise do gráfico deverá ser feita da seguinte forma: para a primeira barra, o valor acumulado é a nota 0; para a segunda, o valor acumulado é a nota 1, e, assim, sucessivamente para o eixo X. 2.7 % ( 217 ) 0.3 % ( 26 ) 0.2 % ( 12 ) 0.1 % ( 5 ) 0.1 % ( 5 ) Nota

65 NOTAS Nº de candidatos (%) 0,00 (zero) ,7 0,01-0, ,2 0,26-0, ,7 0,51-0, ,1 0,76-1,0 18 0,2 NOTA MÉDIA 0,26

66 PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA Desempenho Geral

67 Densidade VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE GEOGRAFIA NOTA NA PROVA 38 % ( 3042 ) 29.9 % ( 2390 ) Média = 1.04 D. Padrão = 0.49 Mínimo = 0 Máximo = 3.05 Provas = 7996 A análise do gráfico deverá ser feita da seguinte forma: para a primeira barra, o valor acumulado é a nota 0; para a segunda, o valor acumulado é a nota 0,5, e, assim, sucessivamente para o eixo X % ( 1152 ) 14.1 % ( 1128 ) 2.8 % ( 223 ) 0.4 % ( 35 ) 0.3 % ( 25 ) 0 % ( 1 ) 0 % ( 0 ) Nota

68 Arquivo disponível no sítio do OVEU - Observatório da Vida do Estudante Universitário:

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China.

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China. GEOGRAFIA 16ª QUESTÃO Com a criação de zonas econômicas especiais, nos últimos anos, este país asiático em transição econômica, do socialismo para o capitalismo, tem adotado uma política de abertura da

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006 PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Observe os

Leia mais

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/05 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 05 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatores fisiográficos do espaço territorial do Brasil, concluindo sobre a influência

Leia mais

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário Resposta: 01 + 02 = 03 01. Correta. 04. Incorreta. O número de trabalhadores no setor primário, principalmente na agropecuária, continuou diminuindo devido à automação. O aumento ocorreu no setor de serviço.

Leia mais

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH 01. (UDESC_2011_2) Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), existem no Brasil oito Bacias Hidrográficas. Assinale a alternativa

Leia mais

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades

Climatologia. humanos, visto que diversas de suas atividades Climatologia É uma parte da que estuda o tempo e o clima cientificamente, utilizando principalmente técnicas estatísticas na obtenção de padrões. É uma ciência de grande importância para os seres humanos,

Leia mais

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada 1º ano Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada A origem da Terra; A origem dos continentes; A teoria da deriva dos continentes; A teoria das placas tectônicas; Tempo geológico; A estrutura

Leia mais

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor : Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor : Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor : Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES Estudante: Turma: Data: / / QUESTÃO 1 Analise o mapa

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia

Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia Natal, 05 de abril de 2011 Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia As situações 1 e 2 exemplificam modelos de exploração do espaço rural no Vale do Açu, no Estado do Rio Grande do Norte: agricultura

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK 1. A vegetação varia de local para local baseada, sobretudo,

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 1. População: - Crescimento populacional - O espaço urbano e o processo de urbanização - Teorias demográficas. 2. Mundo contemporâneo:

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16.

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. 13 PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. Escala: 1:160 000 Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte QUESTÃO 16 O mapa representa Belo Horizonte e sua divisão administrativa regional.

Leia mais

Observe o mapa múndi e responda.

Observe o mapa múndi e responda. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL GEOGRAFIA 5ª SÉRIE 1) Escreva V para verdadeiro e F para falso: ( V ) No globo terrestre, no planisfério e em outros mapas são traçadas linhas que

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea

Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea Material de apoio do Extensivo 1. (UNIOESTE) O relevo apresenta grande diversidade de formas que se manifestam, ao longo do tempo e do espaço,

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

GUERRA FRIA 1945 1991

GUERRA FRIA 1945 1991 GUERRA FRIA 1945 1991 Guerra Fria 1945-1991 Conceito: Conflitos políticos, ideológicos e militares (indiretos), que aconteceram no pós guerra entre as duas potências mundiais EUA e URSS entre 1945-1991.

Leia mais

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL QUESTÃO 01 - A Terra é, dentro do sistema solar, o único astro que tem uma temperatura de superfície que permite à água existir em seus três estados: líquido, sólido e gasoso.

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade

vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade Fatores Climáticos: vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade correntes marítimas disposição do relevo. CORRENTES MARÍTIMAS Radiação Solar TIPOS DE CHUVAS 1- Massa de Ar Equatorial Amazônica:

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E Questão 45 alternativa D Entre os recursos naturais importantes para o fortalecimento da economia canadense no século XX temos a taiga (o Canadá encontra-se entre os maiores produtores de madeira, papel

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século.

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século. GEOGRAFIA INSTRUÇÃO: Responder às questões 16 e 17 com base no mapa abaixo. NORTE ESCALA 0 2.448 4.896 km 16) Nas áreas destacadas no mapa, estão A) os maiores pólos econômicos do mundo. B) os membros

Leia mais

GEOGRAFIA - RECUPERAÇÃO

GEOGRAFIA - RECUPERAÇÃO 1ª série Ens. Médio EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO JULHO GEOGRAFIA - RECUPERAÇÃO 1. Associe os tipos de chuva às suas respectivas características. ( ) Resulta do deslocamento horizontal do ar que,

Leia mais

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho.

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. RESOLVIDO 2012 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02 GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO As figuras a seguir apresentam os mapas com a atuação das massas de ar no inverno

Leia mais

01. Frederico Ratzel enunciou o princípio, segundo o qual o geógrafo, ao estudar um dos fatores geográficos ou uma área, deveria, inicialmente, procurar localizá-la e estabelecer os seus limites, usando

Leia mais

GEOGRAFIA QUESTÕES DISCURSIVAS DE GEOGRAFIA

GEOGRAFIA QUESTÕES DISCURSIVAS DE GEOGRAFIA GEOGRAFIA Prof. Rodrigo Zidane QUESTÕES DISCURSIVAS DE GEOGRAFIA SÉRIE SALA 1. (UFRN) Parte considerável da energia que atinge a Terra é proveniente do Sol. A distribuição da insolação na superfície é

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

Lista de Recuperação de Geografia 2013

Lista de Recuperação de Geografia 2013 1 Nome: nº 9ºano Manhã Prof: Francisco Castilho Lista de Recuperação de Geografia 2013 Conteúdo da recuperação: Europa: industrialização e agropecuária, economia dos países europeues, Ásia: divisão regional,

Leia mais

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido.

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido. Confronto entre os aliados, vencedores da 2ª Guerra: Inglaterra, França, EUA e União Soviética. Acordo pós-guerra definiria a área de influência da URSS, onde estavam suas tropas (leste europeu). Conferência

Leia mais

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia Vegetação Solo Relevo Clima Hidrografia VEGETAÇÃO E SOLOS HETEROGÊNEA CALOR E UMIDADE RÁPIDA DECOMPOSIÇÃO/FERTILIDADE. NUTRIENTES ORGÂNICOS E MINERAIS (SERRAPILHEIRA). EM GERAL OS SOLOS SÃO ÁCIDOS E INTEMPERIZADOS.

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 O Sol e a dinâmica da natureza. O Sol e a dinâmica da natureza. Cap. II - Os climas do planeta Tempo e Clima são a mesma coisa ou não? O que

Leia mais

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014 GEOGRAFIA QUESTÃO 1 A Demografia é a ciência que estuda as características das populações humanas e exprime-se geralmente através de valores estatísticos. As características da população estudadas pela

Leia mais

GEOGRAFIA. Questão nº 26 Tragédia no Haiti Terremoto arrasa país mais pobre das Américas

GEOGRAFIA. Questão nº 26 Tragédia no Haiti Terremoto arrasa país mais pobre das Américas GEOGRAFIA Questão nº 26 Tragédia no Haiti Terremoto arrasa país mais pobre das Américas O terremoto atingiu o Haiti no dia 12 de janeiro de 2010. O país é um dos mais pobres do mundo, com 80% da população

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

Cidade e desigualdades socioespaciais.

Cidade e desigualdades socioespaciais. Centro de Educação Integrada 3º ANO GEOGRAFIA DO BRASIL A Produção do Espaço Geográfico no Brasil nas economias colonial e primário exportadora. Brasil: O Espaço Industrial e impactos ambientais. O espaço

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROFa. JULIANA NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Área de Conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Ementa Possibilitar a compreensão do conceito, do histórico e contextualização da Geografia.

Leia mais

GEOGRAFIA Questões de 35 a 42

GEOGRAFIA Questões de 35 a 42 GEOGRAFIA Questões de 35 a 42 35. Observe os mapas abaixo. Acerca das escalas apresentadas, é incorreto afirmar: A) O mapa 1 apresenta a menor escala e o maior nível de detalhamento. B) Os mapas 1 e 2

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Anderson José Soares Série: 7º Disciplina: Geografia. Pré Universitário Uni-Anhanguera

Aluno(a): Nº. Professor: Anderson José Soares Série: 7º Disciplina: Geografia. Pré Universitário Uni-Anhanguera Pré Universitário Uni-Anhanguera Questão 01) A distribuição da população pela superfície do planeta é desigual, orientada por fatores históricos, econômicos ou naturais. No caso do Brasil, conclui-se que

Leia mais

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4 46 As reformas neoliberais implementadas pelos dois últimos governos conferiram ao Brasil a imagem de um país conduzido segundo um determinado modelo econômico. O referido modelo busca um desenvolvimento:

Leia mais

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil:

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: Questão 01 Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: FONTE: MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL.

Leia mais

Santa Catarina - Altitude

Santa Catarina - Altitude Santa Catarina - Altitude RELEVO O relevo catarinense caracteriza-se por sua ondulação, que variam dependendo da região do estado. No litoral, o que predomina são as planícies, as chamadas baixadas litorâneas,

Leia mais

Questões Climáticas e Água

Questões Climáticas e Água Questões Climáticas e Água Material de apoio para Monitoria 1. (UNICAMP-2012) O mapa abaixo indica a ocorrência de queda de neve na América do Sul. Observe o mapa e responda às questões. a) Que fatores

Leia mais

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia 1- Assinale qual dos princípios a seguir não representa as premissas da teoria malthusiana: a) utilização de métodos contraceptivos para controle

Leia mais

CP/CAEM/2004 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2004 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/20 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO ( 6,0 ) Analisar os fatores fisiográficos da América do Sul, concluindo sobre a influências destes fatores na distribuição

Leia mais

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A)

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A) 1. (Unesp 2013) Analise os climogramas dos principais tipos climáticos do Brasil e as fotos que retratam as formações vegetais correspondentes. Identifique o climograma e a respectiva foto que representa

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS Título do Podcast Área Segmento Duração Massas de Ar no Brasil Ciências Humanas Ensino Fundamental; Ensino Médio 5min33seg Habilidades: H.7 (Ensino Fundamental)

Leia mais

ATIVIDADES ON-LINE 9º ANO GUERRA FRIA PROF. JOSÉ CARLOS PROVA DIA 21/08

ATIVIDADES ON-LINE 9º ANO GUERRA FRIA PROF. JOSÉ CARLOS PROVA DIA 21/08 ATIVIDADES ON-LINE 9º ANO GUERRA FRIA PROF. JOSÉ CARLOS PROVA DIA 21/08 1-Na fase Pós-Guerra emergiram e se consolidaram dois grandes blocos rivais, liderados pelos EUA e a URSS, originando a Guerra Fria.

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

O Clima do Brasil. É a sucessão habitual de estados do tempo

O Clima do Brasil. É a sucessão habitual de estados do tempo O Clima do Brasil É a sucessão habitual de estados do tempo A atuação dos principais fatores climáticos no Brasil 1. Altitude Quanto maior altitude, mais frio será. Não esqueça, somente a altitude, isolada,

Leia mais

Escola E.B. 2,3 de António Feijó. Ano letivo 2014 2015. Planificação anual. 7º ano de escolaridade

Escola E.B. 2,3 de António Feijó. Ano letivo 2014 2015. Planificação anual. 7º ano de escolaridade Escola E.B.,3 de António Feijó Ano letivo 04 05 Planificação anual 7º ano de escolaridade A Terra. Estudos e representações A representação da superfície terrestre A Geografia e o território Compreender

Leia mais

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Diversidade global de climas Motivação! O Clima Fenômeno da atmosfera em si: chuvas, descargas elétricas,

Leia mais

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53.

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS 6 e 7: O RELEVO BRASILEIRO PLANALTOS BRASILEIROS: Muito desgastados, antigos, conhecidos também como cinturões orogênicos

Leia mais

Prof. Marcelo Gandolfi da Silva Multimídia em aulas de História. História Geral 4ª Edição 2008. www.historiageral.net

Prof. Marcelo Gandolfi da Silva Multimídia em aulas de História. História Geral 4ª Edição 2008. www.historiageral.net Prof. Marcelo Gandolfi da Silva Multimídia em aulas de História História Geral 4ª Edição 2008 www.historiageral.net História Geral 3ª Edição - 2007 Guerra Fria Depois da Segunda Guerra Mundial, a Europa

Leia mais

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL 1.0. Clima no Mundo A grande diversidade verificada na conjugação dos fatores climáticos pela superfície do planeta dá origem a vários tipos de clima. Os principais

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO.

PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO. 19 PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO. 20 QUESTÃO 36 O mapa representa o Pão de Açúcar e o Morro da Urca, no Rio de Janeiro, utilizando,

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 8º Ano - Geografia - 1º e 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 8º Ano - Geografia - 1º e 2º Bimestre 1. O que significa ordem mundial? Porque a ordem internacional de um período tem a ver com a regionalização (divisão) do espaço mundial nesse momento? 2. Compare os mapas representados a seguir e responda:

Leia mais

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 FUVEST 06/01/2009 47 GEOGRAFIA 01. O conflito envolvendo Geórgia e Rússia, aprofundado em 2008, foi marcado por ampla repercussão internacional.

Leia mais

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2013 1ª Fase GEOGRAFIA Grade de Correção Hoje você deverá responder às questões de Artes e Questões Contemporâneas, História, Geografia e de Raciocínio Lógico-Matemático.

Leia mais

vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade

vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade Fatores Climáticos: vegetação massas líquidas latitude altitude maritimidade correntes marítimas disposição do relevo. CORRENTES MARÍTIMAS Radiação Solar TIPOS DE CHUVAS 1- Massa de Ar Equatorial Amazônica:

Leia mais

10. Não raro, a temperatura no Rio de Janeiro cai bruscamente em função da chegada de "frentes" frias.

10. Não raro, a temperatura no Rio de Janeiro cai bruscamente em função da chegada de frentes frias. Nome: Nº: Turma: Geografia 1º ano Apoio Didático - Exercícios Silvia Jun/09 10. Não raro, a temperatura no Rio de Janeiro cai bruscamente em função da chegada de "frentes" frias. a) O que são "frentes"?

Leia mais

GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA

GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA Repetindo o ocorrido no vestibular de 2009, a UFPR em Geografia se redimiu na segunda fase, apresentando uma prova coerente e abrangente, mostrando qualidade superior à

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 1

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 1 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 O episódio sobre a exploração

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 2

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 2 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado 2 GEOGRAFIA 01 No Paraná, a Mata de Araucária,

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

VOLUME 1o. VOLUME 2o.

VOLUME 1o. VOLUME 2o. Programação Anual 1 ạ Série 1 ọ 2 ọ 1. A ciência geográfica Lugar, território e espaço 2. Astronomia Assim teve início a Astronomia Qual a origem do Universo? 3. Fusos horários Resolução de problemas com

Leia mais

Migração interna na década de 1970-80

Migração interna na década de 1970-80 GEOGRAFIA 25 MIGRAÇÕES A migração é um dos indicadores da dinâmica populacional. Os fluxos migratórios no Brasil foram motivados pela busca de trabalho e de melhor qualidade de vida. No auge dos governos

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 02/06/2012 Nota: Professor(a): EDVALDO DE OLIVEIRA Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

GEOGRAFIA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

GEOGRAFIA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GEOGRAFIA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém oito questões, constituídas de itens e subitens, abrangendo um total de doze

Leia mais

Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST USP) FUVEST 2013

Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST USP) FUVEST 2013 Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST USP) FUVEST 2013 01 (FUVEST 2013) - Entre as características que distinguem a água do mar das águas dos rios continentais, destaca-se a alta concentração

Leia mais

Cenários brasileiros de recursos hídricos para 2025 Antonio Eduardo Lanna

Cenários brasileiros de recursos hídricos para 2025 Antonio Eduardo Lanna Cenários brasileiros de recursos hídricos para 2025 Antonio Eduardo Lanna Uma brevíssima história do século passado, a cada 20 anos Fonte: George Friedman, Os próximos 100 anos. 2 Brevíssima história do

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor:Anderson José Soares Série: 1º

Aluno(a): Nº. Professor:Anderson José Soares Série: 1º Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor:Anderson José Soares Série: 1º Disciplina: Geografia Data da prova: Questão 01) O Brasil está dividido em três grandes complexos econômicos regionais: Centro-Sul,

Leia mais

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV.

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV. GEOGRAFIA 11) Ao ler o mapa do estado do Rio Grande do Sul, podese reconhecer diferentes paisagens que se configuram por apresentarem significativas relações entre os elementos que as compõem. Dentre os

Leia mais

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda:

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: 1. Quantas repúblicas formaram a CEI.: ( X ) 12 (sem os países bálticos) ( ) 12 (com os países

Leia mais

Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre

Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre TEMA - URBANIZAÇÃO BRASILEIRA E MUNDIAL. 1. (Ibmec-RJ) Esta é uma clássica definição sobre as chamadas cidades globais: As cidades globais são os principais

Leia mais

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil.

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. 1 1.2 Conteúdo: A Dinâmica Climática no Brasil. 2 1.2 Habilidade: Localizar os diferentes tipos de climas existentes no território brasileiro. 3 Jorge Ben

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL TURMA: 1 Ensino Médio Planeta e Cartografia As formas de relevo e a hidrografia Tipos climáticos e biomas da Terra Problemas ambientais Espaço Mundial e a industrialização Recursos minerais e fontes de

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO GEOGRAFIA 17) A interpretação do termo um só país, dois sistemas, característico da China, refere-se à 16) Quanto à incidência do Sol sobre a Terra, é correto afirmar que A) no Ártico, no solstício de

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Geografia 51. Alternativa (B) Orientação. A questão pede a localização de países que apresentam iluminação solar oposta a do Brasil. Como estava começando o

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 21.1 Conteúdo Região Sudeste 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa

PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa QUESTÃO 01 Observe o desenho. 1- DESCREVA as características do uso do solo nas porções ocidental e oriental da área representada. Porção ocidental: Porção oriental:

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO Para se orientar o homem teve de desenvolver sua capacidade de observação. Observando a natureza o homem percebeu que o Sol aparece todas as manhãs aproximadamente, num mesmo lado

Leia mais

TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO

TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO 1) O gráfico baixo indica uma forma de organização do espaço rural. Sobre esse gráfico é possível inferir: a) Trata-se da representação

Leia mais

GEOGRAFIA. INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no gráfico e nas afirmativas referentes ao comércio exterior brasileiro.

GEOGRAFIA. INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no gráfico e nas afirmativas referentes ao comércio exterior brasileiro. GEOGRAFIA INSTRUÇÃO: Responder à questão 16 com base no quadro de informações sobre países asiáticos. INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no gráfico e nas afirmativas referentes ao comércio exterior

Leia mais