Prova Objetiva de Português e Matemática

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prova Objetiva de Português e Matemática"

Transcrição

1 Prova Objetiva de Português e Matemática Instituto Euvaldo Lodi/ Regional Paraíba Seleção para os Cursos de Aprendizagem Industrial Básica e Habilitação Técnica do SENAI/PB LEIA COM ATENÇÃO: Antes de iniciar a prova, escreva o curso pretendido, seu nome em letra de forma, assine, preencha seu número de inscrição e turno nos locais indicados acima; Este caderno contém 40 questões de múltiplas escolhas, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática, que só apresentam uma resposta correta, logo não serão aceitas mais de uma resposta numa mesma questão; Não é permitido o uso de calculadora, celular ou qualquer objeto eletrônico; Não é permitido ausentar-se da sala em que se realiza a prova levando consigo o caderno de prova; O tempo disponível para esta prova é de 3 (três) horas; Ao terminar entregue sua prova ao fiscal devidamente assinada; O término da prova antes do prazo estipulado não acrescentará nenhuma vantagem ao candidato; Quando terminar esta prova, entregue o caderno de prova ao fiscal e assine a lista de presença; Durante o momento da prova você só poderá estar de posse apenas de: caneta esferográfica azul ou preta e cartão de inscrição. Demais objetos como livros, bolsas, calculadora, celular entre outros deverão ficar com os fiscais e serão devolvidos após o término da prova; Não será aceito rasuras no quadrado correspondente a resposta.

2 DATA DA PROVA: 15/06/2014 ASSINATURA DO CANDIDATO(A): IDADE DO CANDIDATO(A): CURSO: CIDADE: 1 Nº DE INSCRIÇÃO: TURNO QUE IRÁ ESTUDAR: QUESTÕES DE LINGUA PORTUGUESA TECNOLOGIA Para começar, ele nos olha na cara. Não é como a máquina de escrever, que a gente olha de cima, com superioridade. Com ele é olho no olho ou tela no olho. Ele nos desafia. Parece estar dizendo: vamos lá, seu desprezível pré-eletrônico, mostre o que você sabe fazer. A máquina de escrever faz tudo que você manda, mesmo que seja a tapa. Com o computador é diferente. Você faz tudo que ele manda. Ou precisa fazer tudo ao modo dele, senão ele não aceita. Simplesmente ignora você. Mas se apenas ignorasse ainda seria suportável. Ele responde. Repreende. Corrige. Uma tela vazia, muda, nenhuma reação aos nossos comandos digitais, tudo bem. Quer dizer, você se sente como aquele cara que cantou a secretária eletrônica. É um vexame privado. Mas quando você o manda fazer alguma coisa, mas manda errado, ele diz Errado. Não diz Burro, mas está implícito. É pior, muito pior. Às vezes, quando a gente erra, ele faz bip. Assim, para todo mundo ouvir. Comecei a usar o computador na redação do jornal e volta e meia errava. E lá vinha ele: Bip! Olha aqui, pessoal: ele errou. O burro errou! Outra coisa: ele é mais inteligente que você. Sabe muito mais coisa e não tem nenhum pudor em dizer que sabe. Esse negócio de que qualquer máquina só é tão inteligente quanto quem a usa não vale com ele. Está subentendido, nas suas relações com o computador, que você jamais aproveitará metade das coisas que ele tem para oferecer. Que ele só desenvolverá todo o seu potencial quando outro igual a ele o estiver programando. A máquina de escrever podia ter recursos que você nunca usaria, mas não tinha a mesma empáfia, o mesmo ar de quem só aguentava os humanos por falta de coisa melhor, no momento. E a máquina, mesmo nos seus instantes de maior impaciência conosco, jamais faria bip em público. Dito isto, é preciso dizer também que quem provou pela primeira vez suas letrinhas dificilmente voltará à máquina de escrever sem a sensação de que está desembarcando de uma Mercedes e voltando à carroça. Está certo, jamais teremos com ele a mesma confortável cumplicidade que tínhamos com a velha máquina. É outro tipo de relacionamento, mais formal e exigente. Mas é fascinante. Agora compreendo o entusiasmo de gente como Millôr Fernandes e Fernando Sabino, que dividem a sua vida profissional em antes dele e depois dele. Sinto falta do papel e da fiel Bic, sempre pronta a inserir entre uma linha e outra a palavra que faltou na hora, e que nele foi substituída por um botão, que, além de mais rápido, jamais nos sujará os dedos, mas acho que estou sucumbindo. Sei que nunca seremos íntimos, mesmo porque ele não ia querer se rebaixar a ser meu amigo, mas retiro tudo o que pensei sobre ele. Claro que você pode concluir que eu só estou querendo agradá-lo, precavidamente, mas juro que é sincero.

3 2 Quando saí da redação do jornal depois de usar o computador pela primeira vez, cheguei em casa e bati na minha máquina. Sabendo que ela aguentaria sem reclamar, como sempre, a pobrezinha. VERÍSSIMO, Luis Fernando. Pai não entende nada. Porto Alegre: L&PM, 1990, p Numa visão geral, a atitude do narrador diante do computador é de: a) Ódio b) Indiferença c) Orgulho d) Inferioridade e) Sabedoria 02. O narrador, várias vezes, humaniza o computador ao referir-se a ele. Esta afirmação está corretamente exemplificada no trecho: a) Não é como a máquina de escrever, que a gente olha de cima, com superioridade. b) A máquina de escrever faz tudo que você manda [...]. c) Você faz tudo que ele manda. Ou precisa fazer tudo ao modo dele, senão ele não aceita. d) Quer dizer, você se sente como aquele cara que cantou a secretária eletrônica. e) Quando saí da redação do jornal depois de usar o computador pela primeira vez, cheguei em casa e bati na minha máquina. 03. Em vários momentos do texto, o narrador compara o computador com a máquina de escrever. Assinale a comparação que aponta as características corretas de cada elemento: a) O computador é visto pelo homem de cima para baixo, ou seja, com superioridade, enquanto a máquina de escrever encara o homem, pois, com ela, é olho no olho. b) A máquina de escrever é obediente, enquanto o computador é quem manda. c) A máquina de escrever faz o usuário passar vexames, pois ela só faz o que quer, enquanto o computador faz bip e chama todos de burros. d) A máquina de escrever é mais inteligente que o usuário, enquanto o computador é cheio de empáfia. e) A máquina de escrever é impaciente, enquanto o computador jamais faria bip em público. 04. Releia o fragmento: Sinto falta do papel e da fiel Bic, sempre pronta a inserir entre uma linha e outra a palavra que faltou na hora, e que nele foi substituída por um botão, que, além de mais rápido, jamais nos sujará os dedos, mas acho que estou sucumbindo. Sei que nunca seremos íntimos,

4 3 mesmo porque ele não ia querer se rebaixar a ser meu amigo, mas retiro tudo o que pensei sobre ele. O trecho em destaque, mas acho que estou sucumbindo, considerando-se o contexto, significa que o narrador: a) Está desistindo de tentar gostar do computador. b) Está morrendo de cansado de tanto ser massacrado pelo computador. c) Está se rendendo ao computador, admitindo qualidades nessa máquina. d) Está desesperado por ter que trabalhar com aquela máquina arrogante. e) Está desmotivado no trabalho porque não trabalha mais com a máquina de escrever. 05. Considere os termos em destaque nos trechos a seguir: I. Não é como a máquina de escrever, que a gente olha de cima, com superioridade. II. Simplesmente ignora você. III. [...] quem provou pela primeira vez suas letrinhas dificilmente voltará à máquina [...]. O processo de formação de cada termo em destaque é, respectivamente: a) composição por justaposição derivação regressiva derivação imprópria b) derivação parassintética derivação imprópria derivação prefixal c) derivação prefixal e sufixal derivação regressiva derivação sufixal d) derivação sufixal derivação sufixal derivação sufixal e) derivação parassintética composição por aglutinação derivação sufixal 06. Releia este fragmento e considere a comparação que o narrador constrói: Você faz tudo que ele manda. Ou precisa fazer tudo ao modo dele, senão ele não aceita. Simplesmente ignora você. Mas se apenas ignorasse ainda seria suportável. Ele responde. Repreende. Corrige. Uma tela vazia, muda, nenhuma reação aos nossos comandos digitais, tudo bem. Quer dizer, você se sente como aquele cara que cantou a secretária eletrônica. O trecho em destaque mostra a comparação: você se sente como aquele cara que cantou a secretária eletrônica. Sendo coerente com o contexto, como deveria ter se sentido o cara que cantou a secretária eletrônica? a) Totalmente correspondido. b) Correspondido, mas não tanto quanto ele gostaria. c) Sem qualquer esperança de um amor possível. d) Desenganado por um amor sem promessas. e) Totalmente sem retorno.

5 4 07. O lido, Tecnologia, por ser uma crônica, pode apresentar uma linguagem mais coloquial, sem tanto compromisso com a norma culta da Língua Portuguesa. A presença dessa linguagem mais desvinculada da norma culta é evidente no trecho: a) Que ele só desenvolverá todo o seu potencial quando outro igual a ele o estiver programando. b) E a máquina, mesmo nos seus instantes de maior impaciência conosco [...]. c) Olha aqui, pessoal: ele errou. O burro errou! d) [...] jamais nos sujará os dedos [...]. e) [...] eu só estou querendo agradá-lo, precavidamente, mas juro que é sincero. 08. Considere se cada análise a seguir é verdadeira (V) ou falsa (F): I. O texto Tecnologia estrutura-se numa narrativa e tem narrador-personagem. II. O texto Tecnologia é argumentativo e tem narrador-observador, ou seja, o foco narrativo é em 1ª pessoa. III. Levando em conta a tipologia do texto em questão, é correto afirmar que se trata de um texto científico, com foco narrativo em 1ª pessoa. IV. O texto tem narrador-observador e é uma descrição argumentativa. Está (ão) correta(s) a(s) análise(s) em; a) Apenas IV b) III e IV c) Apenas III d) II e III e) Apenas I 09. Considere os termos em destaque quanto ao sentido: I. O burroerrou! II. Agora compreendo o entusiasmo de gente como Millôr Fernandes [...]. III. Quando saí da redação do jornal depois de usar o computador[...]. Os termos estão em sentido figurado em: a) I b) II c) IV d) II e IV e) I e III

6 5 10. De todos os termos em destaque a seguir, apenas um tem função de objeto direto. Aponte- o: a) Outra coisa: ele é mais inteligente que você. b) Comecei a usar o computador na redação do jornal e volta e meia errava. c) [...] dificilmente voltará à máquina de escrever sem a sensação de que está desembarcando de uma Mercedes[...]. d) Sinto falta do papel e da fiel Bic. e) Mas é fascinante. 11. Os conectivos em destaque nos fragmentos a seguir estabelecem, respectivamente, ideia de: I. Quando(1) saí da redação do jornal depois de usar o computador [...]. II. A máquina de escrever podia ter recursos que você nunca usaria, mas(2) não tinha a mesma empáfia [...]. III. A máquina de escrever faz tudo que você manda, mesmo que(3) seja a tapa. a) (1) tempo / (2) adversidade / (3) condição b) (1) finalidade / (2) adversidade / (3) consequência c) (1) tempo / (2) concessão / (3) causa d) (1) tempo / (2) adversidade / (3) concessão e) (1) adição / (2) tempo / (3) concessão 12. Considere os fragmentos a seguir: I. Ele nosdesafia. II. [...] jamais nos sujará os dedos, [...]. Os termos em destaque têm, respectivamente, a função sintática de: a) Objeto direto / Complemento nominal b) Sujeito / Objeto direto c) Predicativo do objeto / Objeto direto d) Objeto direto / Adjunto adnominal e) Objeto indireto / Adjunto adverbial 13. Considere quanto à estrutura os termos em destaque nos trechos a seguir: I. O mesmo ar de quem só aguentava os humanos por falta de coisa melhor [...]. aguent radical /a vogal temática /va desinência modo-temporal. II. [...] quem provou pela primeira vez suas letrinhas dificilmente voltará à máquina [...]. volt radical /a vogal de ligação / rá desinência número-pessoal.

7 III. Seleção para os Cursos de Habilitação Técnica do SENAI/PB Sabendo que ela aguentaria sem reclamar [...]. aguent radical /a vogal temática /ria desinência modo-temporal. Ocorreu análise correta em: a) Todos os trechos b) Apenas I c) I e III d) I e II e) Apenas III 14. Releiao período: A máquina de escrever faz tudo que você manda, mesmo que seja a tapa. Com o computador, é diferente. 1ª oração2ª oração3ª oração A 2ª oração em relação à 1ª e a 3ª oração em relação à 2ª estabelecem, respectivamente, relações de: a) Explicação e Finalidade b) Concessão e consequência c) Adição e adição d) Adversidade e causa e) Concessão e adversidade 15. Releia os trechos do texto, observando se as análises dos tipos de predicado de cada oração são VERDADEIRAS ou FALSAS. ( ) [...] ele nos olha na cara. PREDICADO VERBAL. ( ) Com o computador é diferente. PREDICADO NOMINAL. ( ) Ele responde. PREDICADO VERBAL. ( ) O burro errou! PREDICADO NOMINAL. ( ) Comecei a usar o computador na redação do jornal [...]. PREDICADO VERBO- NOMINAL. A sequência correta é: a) V F F F V b) V F V F V c) V V V F F d) F V F V F e) V V V V V

8 7 16. Os adjuntos adverbiais em destaque denotam, respectivamente, circunstâncias de: I. Simplesmente ignora você. II. Sabe muito mais coisa e não tem nenhum pudor [...]. III. [...] cheguei em casa e bati na máquina.. IV. É outro tipo de relacionamento, mais formal e exigente. V. Sei que nunca seremos íntimos [...]. a) Dúvida / tempo / modo / lugar / lugar b) Modo / negação / lugar / intensidade / tempo c) Negação / modo / modo / tempo / lugar d) Lugar / tempo / modo / negação / modo e) Tempo / tempo / modo / modo / intensidade 17. É possível identificar que o narrador sente-se realmente inferior ao computador no trecho: a) [...] a gente olha de cima, com superioridade. b) Sinto falta do papel e da fiel Bic, sempre pronta a inserir entre uma linha e outra a palavra que faltou na hora [...]. c) Sei que nunca seremos íntimos, mesmo porque ele não ia querer se rebaixar a ser meu amigo [...]. d) Está certo, jamais teremos com ele a mesma confortável cumplicidade que tínhamos com a velha máquina. e) [...] cheguei em casa e bati na minha máquina. 18. Releia o fragmento e considere a transitividade de cada verbo em destaque: Você faz tudo que ele manda. Ou precisa fazer tudo ao modo dele, senão ele não aceita. Simplesmente ignora (1) você. Mas se apenas ignorasse ainda seria (2) suportável. Ele responde. Repreende. Corrige. Uma tela vazia, muda, nenhuma reação aos nossos comandos digitais, tudo bem. Quer dizer, você se sente como aquele cara que cantou(3) a secretária eletrônica. [...] Os verbos em destaque são, respectivamente: a) (1) verbo transitivo direto / (2) verbo de ligação / (3) verbo transitivo direto b) (1) verbo intransitivo / (2) verbo transitivo indireto / (3) verbo transitivo direto c) (1) verbo intransitivo / (2) verbo transitivo direto / (3) verbo transitivo indireto d) (1) verbo de ligação / (2) verbo transitivo indireto / (3) verbo de ligação e) (1) verbo intransitivo / (2) verbo de ligação / (3) verbo transitivo direto

9 8 19. Releia: Uma tela vazia, muda, nenhuma reação aos nossos comandos digitais, tudo bem. É correto afirmar que a expressão em destaque na oração tem função sintática de: a) Agente da passiva b) Predicativo do objeto c) Adjunto adnominal d) Complemento nominal e) Objeto indireto 20. Ao mencionar uma Mercedes e uma carroça, o narrador refere-se, respectivamente: a) À caneta Bic e ao papel b) Ao computador a à máquina de escrever c) À máquina de escrever e ao computador d) À caneta Bic e aos aparelhos pré-eletrônicos e) Ao computador e à caneta Bic QUESTÕES DE MATEMÁTICA 01. As rodas dianteiras de um caminhão tem raio igual a 30 cm e dão 20 voltas completas, enquanto que as rodas traseiras dão 15 voltas completas. Qual o valor do raio das rodas traseiras desse caminhão? a) 35 cm b) 40 cm c) 45 cm d) 50 cm e) 55 cm 02. Um fazendeiro vai cercar um terreno retangular cujo perímetro é igual a 36 metros. Sabendo que o produto dos lados não paralelos desse terreno é igual a 80 metros, qual é a medida do comprimento e largura, respectivamente? (Dado: A medida do comprimento é maior do que a medida da largura). a) 10 m e 8 m. b) 8 m e 10 m. c) 20 m e 4 m. d) 4 m e 20 m. e) 16 m e 5 m.

10 9 03. Um polígono convexo que possui 275 diagonais tem a soma dos ângulos internos igual a? a) 4110º b) 4120º c) 4130º d) 4140º e) 4150º 04. Duas companhias de táxi possuem os seguintes planos de tarifação por corrida: Companhia 1: É cobrado uma taxa fixa (bandeira) de R$ 3,50 mais 0,20 centavos por quilômetros rodados; Companhia 2: É cobrado uma taxa fixa (bandeira) de R$ 4,50 mais 0,15 centavos por quilômetros rodados. Qual a menor quilometragem que torna a companhia 2 mais econômica do que a companhia 1? a) 18 km b) 19 km c) 20 km d) 21 km e) 22 km 05. Sejam os triângulos semelhantes a seguir: A razão de semelhança entre esses triângulos é, quanto vale a soma ++? a) 8 cm b) 10 cm c) 12 cm d) 14 cm e) 16 cm

11 Um triângulo ABC equilátero está inscrito em uma circunferência de raio 6 cm. Qual a área desse triângulo? a) 19 3 b) 21 3 c) 23 3 d) 25 3 e) Um funcionário de segunda à sexta almoça em um restaurante próximo ao seu trabalho e o gasto diário, em reais, está representado na tabela abaixo: SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 10,50 9,20 9,50 11,80 10,40 Qual o valor médio que esse funcionário gasta com essas refeições semanalmente? a) R$ 9,28 b) R$ 10,28 c) R$ 10,58 d) R$ 10,88 e) R$ 11, A tabela a seguir fornece o salário dos 30 funcionários de uma empresa de telecomunicações: Número de Funcionários Faixa Salarial (Em Reais) A média salarial dos funcionários dessa empresa é: a) R$ 568,00 b) R$ 670,00 c) R$ 674,00 d) R$ 676,00 e) R$ 620,00

12 Resolvendo a expressão abaixo, encontra-se a idade do filho de Maria: = Qual a idade encontrada? a) 3 anos. b) 4 anos. c) 5 anos. d) 6 anos. e) 7 anos. 10. José gasta 10% do seu salário com saúde, com alimentação e com a educação dos seus filhos e ainda sobra R$ 450,00 do salário de José. Quanto José recebe mensalmente? a) R$ 3.000,00 b) R$ 4.000,00 c) R$ 5.500,00 d) R$ 7.000,00 e) R$ 9.000, Um atleta percorre uma distância de metros em uma pista circular de raio igual a cm. Quantas voltas completas esse atleta dá nessa pista? (Dado: Use 3). a) 74 voltas. b) 76 voltas. c) 78 voltas. d) 81 voltas. e) 85 voltas. 12. Quando o filho de Mário nasceu, Mário tinha 30 anos. Após alguns anos, a idade do filho de Mario é igual a da idade do pai. Então, qual a idade do filho de Mário? a) 10 anos. b) 14 anos. c) 16 anos. d) 18 anos. e) 20 anos.

13 Uma sala retangular possui o comprimento igual a 2+1 e largura igual a +2, onde a sua área tem que ser maior ou igual a 20. Qual o valor do comprimento e da largura dessa sala respectivamente: a) 5 e 4. b) 10 e 2. c) 2 e 10. d) 4 e 5. e) 20 e Uma circunferência de raio igual a 2 3 possui um hexágono regular inscrito. Qual o valor do apótema desse hexágono? a) 2 m b) 3 m c) 4 m d) 5 m e) 6 m 15. A soma dos ângulos internos de um polígono regular é 1800º. O número de diagonais que não passam pelo centro desse polígono é? a) 40 b) 42 c) 46 d) 48 e) Os pontos, as retas e os planos são considerados como conceitos primitivos, ou seja, não possuem sem definição. Se duas retas distintas possuem um ponto em comum e formam um ângulo reto, então essas retas são? a) Perpendiculares. b) Paralelas. c) Concorrentes. d) Reversas. e) Coincidentes. 17. Fração é a representação da parte de um todo onde podemos considerá-la como sendo mais uma representação de quantidade. Assim, qual o valor da terça parte da quinta parte de? a) b) c) d) e)

14 O pêndulo de um relógio descreve um movimento oscilatório entre os pontos A e B, conforme mostra a figura abaixo: Considere que o comprimento do pêndulo é igual a 25 cm, e que 3,14. Qual o comprimento do arco formado por esse pêndulo? a) 12 cm b) 13,5 cm c) 14 cm d) 14,8 cm e) 15,7 cm 19. Os polinômios são expressões algébricas que adicionam constantes variáveis. Os coeficientes multiplicam as variáveis, que são, por sua vez, elevados a potências cujos expoentes são números inteiros não negativos. Considerando a definição de polinômios, qual a expressão algébrica que representa um polinômio? a) +3 4 b) c) 2 +4 d) 2+2 e) Um poste projeta sua sombra que mede 16 m sobre um chão plano e horizontal. Simultaneamente, a sombra projetada de um rapaz de 1,75 m de altura mede 0,8 m. Qual a altura do poste? a) 15 m b) 20 m c) 30 m d) 35 m e) 40 m

Botequim que se preza

Botequim que se preza Botequim que se preza Post (0254) Butiquim que se preza, ninguém sabe o endereço; só sabe chegar. Butiquim que se preza deve ter razão social e nome fantasia. Mas estes devem ser solenemente ignorados

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia BH

Colégio Santa Dorotéia BH Colégio Santa Dorotéia BH Área de Códigos e Linguagens Disciplina: Língua Portuguesa Série: 8 a - Ensino Fundamental Professoras: Mônica e Priscila Língua Portuguesa Atividades para Estudos Autônomos Data:

Leia mais

Lista de Exercícios: Geometria Plana. Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é:

Lista de Exercícios: Geometria Plana. Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é: Lista de Exercícios: Geometria Plana Questão 1 Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é: A( ) 20 cm 2. B( ) 10 cm 2. C( ) 24 cm 2. D( )

Leia mais

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane 1) Um terreno quadrado tem 289m 2 de área. Parte desse terreno é ocupada por um galpão quadrado e outra, por uma calçada de 3m de

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA TECNOLOGIA

LÍNGUA PORTUGUESA TECNOLOGIA Página 1 de 1 3 Página 2 de 1 3 LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I TECNOLOGIA Para começar, ele nos olha na cara. Não é como a máquina de escrever, que a gente olha de cima, com superioridade. Com ele é olho no

Leia mais

Os nomes usados nesta prova são de personagens da obra do grande escritor brasileiro Machado de Assis.

Os nomes usados nesta prova são de personagens da obra do grande escritor brasileiro Machado de Assis. Ensino MédioNível 3 2ª FASE - 8 de outubro de 2005 Cole aqui a etiqueta com os dados do aluno. Nome do(a) aluno(a): Assinatura do(a) aluno(a): Parabéns pelo seu desempenho na 1 ª Fase da OBMEP. É com grande

Leia mais

1. Encontre a equação das circunferências abaixo:

1. Encontre a equação das circunferências abaixo: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 2º Ano 2º Trimestre 1. Encontre a equação das circunferências abaixo: 2. Determine o

Leia mais

Conteúdos do Vestibulinho 2016

Conteúdos do Vestibulinho 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Vogais e Consoantes; O Alfabeto incluindo as letras (K,W,Y); Sons nasais (o uso do til); Separação de Sílabas; Alfabeto maiúsculo e minúsculo; Substantivo próprio e comum; Interpretação

Leia mais

Recuperação Final Matemática 9º ano do EF

Recuperação Final Matemática 9º ano do EF Página 1 COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Matemática 9º ano do EF Aluno: Série: 9º ano Turma: Data: 12 de dezembro de 2017 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1.

Leia mais

Conteúdos Exame Final

Conteúdos Exame Final Componente Curricular: Matemática Série/Ano: 6º ANO Professora Fernanda S. Hamerski Conteúdos Exame Final. Frações * Comparação de frações e representação por desenho * Operações com frações (adição, subtração,

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA PROVA MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx - DEPA (Casa de Thomaz Coelho/1889) CONCURSO DE ADMISSÃO AO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO 2012/2013 11 DE NOVEMBRO DE 2012 INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA

Leia mais

Esta folha deverá ser levada pelo candidato para casa.

Esta folha deverá ser levada pelo candidato para casa. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Matemática Especialização em Ensino de Matemática Seleção 2017 UFRJ - Instituto de Matemática Instruções leia com atenção: É obrigatória a apresentação de documento

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos PROCESSO SELETIVO 2016 07/12/2015 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

EXERCICIOS - ÁREAS E ÂNGULOS:

EXERCICIOS - ÁREAS E ÂNGULOS: EXERCICIOS - ÁREAS E ÂNGULOS: 32 - Sabendo-se que um ângulo externo de um triângulo retângulo mede 287, quais os valores dos ângulos internos deste? 37 - Assinale qual dos polígonos abaixo possui todos

Leia mais

1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno

1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno 22 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Avaliação da Aprendizagem em Processo

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaio. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE MATEMÁTICA

Leia mais

MATEMÁTICA SARGENTO DA FAB

MATEMÁTICA SARGENTO DA FAB MATEMÁTICA BRUNA PAULA 1 COLETÂNEA DE QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA EEAr (QUESTÕES RESOLVIDAS) QUESTÃO 1 (EEAr 2013) Se x é um arco do 1º quadrante, com sen x a e cosx b, então é RESPOSTA: d QUESTÃO 2 (EEAr

Leia mais

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora)

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 92/1.ª Fase Caderno 1: 7 Páginas Duração da Prova (Caderno 1 + Caderno 2): 90 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Prova 3 Matemática QUESTÕES DISCURSIVAS N ọ DE ORDEM: N ọ DE INSCRIÇÃO: NOME: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA 1. Verifique se este caderno contém 05 questões discursivas e/ou qualquer tipo de defeito.

Leia mais

Lista de exercícios 01. Aluno (a): Turma: 9º ano (Ensino fundamental) Professor: Flávio. Disciplina: Matemática

Lista de exercícios 01. Aluno (a): Turma: 9º ano (Ensino fundamental) Professor: Flávio. Disciplina: Matemática Lista de exercícios 01 Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: Aluno (a): Turma: 9º ano (Ensino fundamental) Professor: Flávio É fundamental a apresentação de

Leia mais

00. Qual o nome do vaso sangüíneo que sai do ventrículo direito do coração humano? (A) Veia pulmonar direita

00. Qual o nome do vaso sangüíneo que sai do ventrículo direito do coração humano? (A) Veia pulmonar direita MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEP - DEPA (Casa de Thomaz Coelho/1889) CONCURSO DE ADMISSÃO À 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 004005 DE OUTUBRO DE 004 INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS 01. Duração da prova:

Leia mais

Prova de Habilitação

Prova de Habilitação Prova de Habilitação professor 13 de setembro de 2014 INStRUÇÕES 1. Verifi que se os seus dados informados no quadro abaixo estão corretos. Caso as informações não estejam corretas, comunique o erro ao

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES Nome Nº Turma 3 EJAS Data / / Nota Disciplina Matemática Prof. Elaine e Naísa Valor 30 Instruções: TRABALHO DE

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA DATA: 21/08/2016 (Domingo) HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) LEIA AS INSTRUÇÕES:

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA DATA: 21/08/2016 (Domingo) HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) LEIA AS INSTRUÇÕES: RASCUNHO Universidade Estadual do Piauí PROVA ESCRITA OBJETIVA DATA: 21/08/2016 (Domingo) HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) LEIA AS INSTRUÇÕES: 1. Você deve receber do fiscal o material abaixo: a)

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

LISTA 2 GEOMETRIA PLANA PROF. NATHALIE 1º Ensino Médio

LISTA 2 GEOMETRIA PLANA PROF. NATHALIE 1º Ensino Médio LISTA 2 GEOMETRIA PLANA PROF. NATHALIE 1º Ensino Médio 11. Em cada uma das figuras, o centro da circunferência é O. Calcule o valor de x. (a) 35 b) 70 ) a) b) 01. Qual é o polígono cuja soma dos ângulos

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática. Tempo (x) Vazão (y)

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática. Tempo (x) Vazão (y) EM AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática a série do Ensino Médio Turma GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO o Bimestre de 6 Data / / Escola Aluno Questão A tabela a seguir informa

Leia mais

EXAME DE SELEÇÃO - 2015

EXAME DE SELEÇÃO - 2015 CURSO NOTURNO EXAME DE SELEÇÃO - 2015 DATA: 06/12/2014 DISCIPLINA: MATEMÁTICA CADERNO DE QUESTÕES Nome do candidato: Nº de inscrição: Observações: 1. Duração da prova: 120 minutos. 2. Colocar nome e número

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2012/2013 PROVA DE MATEMÁTICA (Prova 1) 1º Ano / Ensino Médio

CONCURSO DE ADMISSÃO 2012/2013 PROVA DE MATEMÁTICA (Prova 1) 1º Ano / Ensino Médio Escolha a única resposta certa, assinalando-a com um X nos parênteses à esquerda. 01. Simplificando a expressão [ ], encontramos ( ) ( ) () 02. forma mais simples da expressão ( ) ( ), sendo um número

Leia mais

Matemática 02/12/2012

Matemática 02/12/2012 02/12/2012 Matemática Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 4.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 4.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 4.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano 60 Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano Caderno 1 UNIDADE 1 Significados das operações (adição e subtração) Capítulo 1 Números naturais O uso dos números naturais Seqüência dos números

Leia mais

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz )

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz ) NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições (Nas fórmulas a seguir, vamos utilizar aqui REVISÃO Lista Geometria Espacial A B para área da base, para área lateral, total, V

Leia mais

Colégio de Aplicação. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Admissão. 1ª série ensino médio. Matemática

Colégio de Aplicação. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Admissão. 1ª série ensino médio. Matemática Colégio de Aplicação Universidade Federal do Rio de Janeiro Admissão 2011 1ª série ensino médio Matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO MÉDIO Conteúdos da 1ª Série 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Daniel/Rogério Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Matemática Resultado

Leia mais

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x?

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x? EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Equação do º grau.

Leia mais

Equipe de Matemática

Equipe de Matemática Lista - O.M. I ( límpiada de Matemática do Integral )-015 Série: 1º ano Questões: Equipe de Matemática 1. Em um ginásio de esportes, uma quadra retangular está situada no interior de uma pista de corridas

Leia mais

Lista de exercícios 06 Aluno (a): Turma: 9º ano (Ensino fundamental) Professor: Flávio Disciplina: Matemática

Lista de exercícios 06 Aluno (a): Turma: 9º ano (Ensino fundamental) Professor: Flávio Disciplina: Matemática Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: É fundamental a apresentação de uma lista legível, limpa e organizada. Rasuras podem invalidar a lista. Nas questões que

Leia mais

00. Qual o nome do vaso sangüíneo que sai do ventrículo direito do coração humano?

00. Qual o nome do vaso sangüíneo que sai do ventrículo direito do coração humano? MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEP - DEPA (Casa de Thomaz Coelho/889) CONCURSO DE ADMISSÃO À ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 006/007 DE OUTUBRO DE 006 INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS 0. Duração da prova: 0

Leia mais

3 - Um objeto de 1,8 m de altura foi colocado diante de uma câmara escura de orifício conforme o esquema a seguir.

3 - Um objeto de 1,8 m de altura foi colocado diante de uma câmara escura de orifício conforme o esquema a seguir. 1 - Num dia ensolarado, um aluno de 1,8 m mede a sua sombra, encontrando 1,2 m. Se, naquele mesmo instante, a sombra de outra pessoa ao lado dele é de 1,0m então podemos concluir que a altura dessa pessoa

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Ufscar 2001) Considere o triângulo de vértices A, B, C, representado a seguir. a) Dê a expressão da altura h em função de c (comprimento do lado AB) e do ângulo A (formado pelos

Leia mais

UNICAMP ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UNICAMP ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UNICAMP - 2006 2ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Um carro irá participar de uma corrida em que terá que percorrer 70 voltas, em uma pista com 4,4 km de extensão.

Leia mais

Assunto: Estudo do ponto

Assunto: Estudo do ponto Assunto: Estudo do ponto 1) Sabendo que P(m+1;-3m-4) pertence ao 3º quadrante, determine os possíveis valores de m. resp: -4/3

Leia mais

Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010

Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010 Primeira Olimpíada Sul Fluminense de Ciências Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010 Apoio: INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Prezado candidato, esta prova contém 18 (dezoito) questões,

Leia mais

Lista de exercícios do teorema de Tales

Lista de exercícios do teorema de Tales Componente Curricular: Professor(a): PAULO CEZAR Turno: Data: Matemática Matutino / /2014 Aluno(a): Nº do Aluno: Série: Turma: 8ª (81) (82) Sucesso! Lista de Exercícios Lista de exercícios do teorema de

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 9º Ano 1º/2º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(: João/Daniel Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Matemática Resultado

Leia mais

Ministério da SOCIEDADE BRASILEIRA DE MATEMÁTICA. 6. Respostas sem justificativas não serão consideradas na correção.

Ministério da SOCIEDADE BRASILEIRA DE MATEMÁTICA. 6. Respostas sem justificativas não serão consideradas na correção. Ensino Médio Nível a FASE 18 de novembro de 006 Cole aqui a etiqueta com os dados do aluno. Parabéns pelo seu desempenho na 1 a Fase da OBMEP. É com grande satisfação que contamos agora com sua participação

Leia mais

Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão

Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão Grupo de exercícios I - Geometria plana- 1. (G1 - ifce 01) Na figura abaixo, R, S e T são pontos sobre a circunferência de centro O. Se x é o número real, tal que a = 5x e b = 3x + 4 são as medidas dos

Leia mais

FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar. II Simulado de Matemática ITA. ALUNO(A): N o : TURMA:

FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar. II Simulado de Matemática ITA. ALUNO(A): N o : TURMA: FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ O Colégio que ensina o aluno a estudar Central de Atendimento: 4006.7777 3 o Ensino Médio II Simulado de Matemática ITA ALUNO(A): N o : TURMA: TURNO: MANHÃ DATA: 1/04/007

Leia mais

QUESTÃO 03 (OBMEP) Os quadrados abaixo tem todos o mesmo tamanho. Em qual deles a região sombreada tem a maior área?

QUESTÃO 03 (OBMEP) Os quadrados abaixo tem todos o mesmo tamanho. Em qual deles a região sombreada tem a maior área? / /017 QUESTÃO 01 A parte sombreada da malha quadriculada representa um terreno de propriedade do senhor Josias. Ele quer construir algumas casas nesse terreno. Considere que cada quadrícula da malha equivale

Leia mais

GGM /10/2010 Turma M2

GGM /10/2010 Turma M2 GGM00161-28/10/2010 Turma M2 Superfície retangular: Considere como unidade a superfície de um quadrado de lado u: E o retângulo de dimensão 5u e 3u: Superfície retangular: Considere como unidade a superfície

Leia mais

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3 Matemática a. série do Ensino Médio Frentes e Eercícios propostos AULA FRENTE Num triângulo ABC em que AB = 5, B^ = º e C^ = 5º, a medida do lado AC é: a) 5 b) 5 c) 5 d) 5 e) 5 Sabendo-se que um dos lados

Leia mais

2 ª Fase Exame Discursivo

2 ª Fase Exame Discursivo 02/12/2007 2 ª Fase Exame Discursivo matemática Caderno de prova Este caderno, com doze páginas numeradas seqüencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

1. Calcular x e y sabendo-se que (1, 2, x,...) e (12, y, 4,...) são grandezas inversamente proporcionais.

1. Calcular x e y sabendo-se que (1, 2, x,...) e (12, y, 4,...) são grandezas inversamente proporcionais. Nome: nº Professor(a): Série: 1ª EM. Turma: Data: / /2013 Sem limite para crescer Bateria de Exercícios de Matemática II 1º Trimestre 1. Calcular x e y sabendo-se que (1, 2, x,...) e (12, y, 4,...) são

Leia mais

8ª série / 9º ano do Ensino Fundamental

8ª série / 9º ano do Ensino Fundamental 8ª série / 9º ano do Ensino Fundamental Instruções: 1. Você deve estar recebendo um caderno com dez questões na 1ª parte da prova, duas questões na 2ª parte e duas questões na 3ª parte. Verifique, portanto,

Leia mais

Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção

Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção Nível 3 Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção Prova da segunda fase Caro Aluno, Parabéns pela sua participação na décima segunda edição da Olimpíada de Matemática de São José do

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO COLÉGIO MILITAR DO RECIFE - 97 / 98 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA

CONCURSO DE ADMISSÃO AO COLÉGIO MILITAR DO RECIFE - 97 / 98 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES A ESQUERDA. Item 01. Dos conjuntos abaixo especificados, o conjunto unitário é o conjunto a. ( ) dos rios

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: MATEMÁTICA II PROFESSORES: DATA: / / DATA PARA ENTREGA: / / (A) 2,5 (B) 7,5 (C) 10 (D) 15 (E) 30

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: MATEMÁTICA II PROFESSORES: DATA: / / DATA PARA ENTREGA: / / (A) 2,5 (B) 7,5 (C) 10 (D) 15 (E) 30 COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: MATEMÁTICA II PROFESSORES: DATA: / / ALUNO(A): DATA PARA ENTREGA: / / SÉRIE: 1º ANO (E.M.) A RESOLUÇÃO DEVERÁ CONSTAR NESTA

Leia mais

Lista de exercícios do teorema de Tales &

Lista de exercícios do teorema de Tales & Valor 2,0 Componente Curricular: Professor(a): Turno: Data: Matemática Matutino / /2013 luno(a): Nº do luno: Série: Turma: 8ª (81)(82)(83) Sucesso! Lista de Exercícios Lista de exercícios do teorema de

Leia mais

CENPRO - CONCURSOS MILITARES E TÉCNICOS 4ª REVISÃO DE MATEMÁTICA - CURSO PREPARATÓRIO CMBH Nome Completo: 22/10/12

CENPRO - CONCURSOS MILITARES E TÉCNICOS 4ª REVISÃO DE MATEMÁTICA - CURSO PREPARATÓRIO CMBH Nome Completo: 22/10/12 4ª REVISÃO DE MATEMÁTICA - CURSO PREPARATÓRIO CMBH 013 Nome Completo: /10/1 Instruções ao candidato: * Esta prova é composta de 0 questões de múltipla escolha; * A duração da prova é de horas, incluindo

Leia mais

CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer.

CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer. LISTA DE EXERCICIOS - ESTUDO PARA A PROVA PR1 3ºTRIMESTRE PROF. MARCELO CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer. (seno, cosseno e tangente; lei dos senos e lei dos

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO 2º ANO

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO 2º ANO ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO 2º ANO ANO 2015 PROFESSOR (a) DISCIPLINA Bruno Rezende Pereira Matemática ALUNO (a) SÉRIE 2º Ano do Ensino Médio

Leia mais

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos.

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos. ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS 1) Determine: a) O complemento de 47º Resp: 43º b) O suplemento de 12º Resp: 168º c) O replemento de 3º Resp: 357º 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios 1. Um triângulo isósceles tem base medindo 8cm e lados iguais com medidas de 5cm. Qual é a área do triângulo? 2. Em um triângulo retângulo,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015

PROCESSO SELETIVO 2015 PROCESSO SELETIVO 2015 Anos 01/12/2014 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

REVISÃO 9º ANO - MATEMÁTICA MATEMÁTICA - PROF: JOICE

REVISÃO 9º ANO - MATEMÁTICA MATEMÁTICA - PROF: JOICE MATEMÁTICA - PROF: JOICE 1- Resolva, em R, as equações do º grau: 7x 11x = 0. x² - 1 = 0 x² - 5x + 6 = 0 - A equação do º grau x² kx + 9 = 0, assume as seguintes condições de existência dependendo do valor

Leia mais

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 (

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 ( Escola Naval 0 1. (EN 0) Os gráficos das funções reais f e g de variável real, definidas por f(x) = x e g(x) = 5 x interceptam-se nos pontos A = (a,f(a)) e B = (b,f(b)), a b. Considere os polígonos CAPBD

Leia mais

Exercícios ESPELHOS PLANOS -1.

Exercícios ESPELHOS PLANOS -1. Exercícios ESPELHOS PLANOS -1. 1. Dois espelhos planos formam entre si um ângulo, encontre o valor desse ângulo. Sendo que são obtidas sete imagens de um objeto colocado entre eles. a) 10º b) 25º c) 30º

Leia mais

3ª Série do Ensino Médio

3ª Série do Ensino Médio 3ª Série do Ensino Médio 01. Num laboratório, foi feito um estudo sobre a evolução de uma população de vírus. Ao final de um minuto do início das observações, existia 1 elemento na população; ao final

Leia mais

MATEMÁTICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

MATEMÁTICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS MATEMÁTICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém seis questões, constituídas de itens,

Leia mais

Geometria Analítica - AFA

Geometria Analítica - AFA Geometria Analítica - AFA x = v + (AFA) Considerando no plano cartesiano ortogonal as retas r, s e t, tais que (r) :, (s) : mx + y + m = 0 e (t) : x = 0, y = v analise as proposições abaixo, classificando-

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA PRIMEIRA ETAPA MANHÃ

PROVA DE MATEMÁTICA PRIMEIRA ETAPA MANHÃ PROVA DE MATEMÁTICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - MANHÃ QUESTÃO 01 Durante o período de exibição de um filme, foram vendidos 2000 bilhetes, e a arrecadação foi de R$ 7.600,00. O preço do bilhete para adulto

Leia mais

Nome: nº Data: / / Professor Gustavo - Ensino Fundamental II - 8º ano FICHA DE ESTUDO

Nome: nº Data: / / Professor Gustavo - Ensino Fundamental II - 8º ano FICHA DE ESTUDO Nome: nº Data: / / Professor Gustavo - Ensino Fundamental II - 8º ano FICHA DE ESTUDO 1) Na figura abaixo, C é ponto médio do segmento AB, e B é ponto médio do segmento CD. Se AB mede 12 cm, quanto mede

Leia mais

Recuperação Final Matemática 3ª série do EM

Recuperação Final Matemática 3ª série do EM COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Matemática 3ª série do EM Aluno: Série: 3ª série Turma: Data: 12 de dezembro de 2017 1. Esta prova é um documento oficial do CMDPII.

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE INSCRIÇÃO: NOME COMPLETO :

CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE INSCRIÇÃO: NOME COMPLETO : COLÉGIO MILITAR DE ELO HORIZONTE ELO HORIZONTE MG DE OUTURO DE 00 DURAÇÃO: 0 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 00 / 00 PROVA DE MATEMÁTICA ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE INSCRIÇÃO: NOME COMPLETO

Leia mais

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas MATEMÁTICA Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o número

Leia mais

4) Quantas alternativas contêm uma palavra com mais letras que a palavra na alternativa correta? A) Duas B) Três C) Quatro D) Cinco E) Seis

4) Quantas alternativas contêm uma palavra com mais letras que a palavra na alternativa correta? A) Duas B) Três C) Quatro D) Cinco E) Seis 36ª OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA Primeira Fase Nível 8º ou 9º ano Esta prova também corresponde à prova da Primeira Fase da Olimpíada Regional nos Estados de: AL BA ES MG PA RS RN SC Terça-feira,

Leia mais

Faculdade Pitágoras Unidade Betim

Faculdade Pitágoras Unidade Betim Faculdade Pitágoras Unidade Betim Atividade de Aprendizagem Orientada Nº 4 Profª: Luciene Lopes Borges Miranda Nome/ Grupo: Disciplina: Cálculo III Tempo da atividade: h Curso: Engenharia Civil Data da

Leia mais

Resolução UFTM. Questão 65

Resolução UFTM. Questão 65 UFTM Questão 65 Sabe-se que a diferença entre as medidas do comprimento a e da largura b de um tapete retangular é igual a x, e que o seu perímetro é igual a 1x. A área desse tapete pode ser corretamente

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone:   PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 204 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 As trajetórias dos planetas em torno do Sol são elípticas. No

Leia mais

SOMENTE COM CANETA AZUL

SOMENTE COM CANETA AZUL º SIMULADO - 8º ANO - 016 ENSINO FUNDAMENTAL Matemática 45 Questões 0 de dezembro - sexta-feira Nome: Turma: Unidade: º A DI CENTRO EDUCACIONAL ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DO SIMULADO - º TRI 1 O aluno

Leia mais

Avaliação Teórica II Seleção Final 2015 Olimpíadas Internacionais de Física 16 de Abril 2015

Avaliação Teórica II Seleção Final 2015 Olimpíadas Internacionais de Física 16 de Abril 2015 Caderno de Questões Teoria II Instruções 1. Este caderno de questões contém NOVE folhas, incluindo esta com as instruções. Confira antes de começar a resolver a prova. 2. A prova é composta por QUATRO

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIO GEOMETRIA PLANA

LISTA DE EXERCÍCIO GEOMETRIA PLANA QUESTÃO 01 A parte sombreada da malha quadriculada representa um terreno de propriedade do senhor Josias. Ele quer construir algumas casas nesse terreno. LISTA DE EXECÍCIO GEOMETIA PLANA Considere que

Leia mais

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA:

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA: Instruções para a Prova de : Confira se seu nome e RG estão corretos. Não se esqueça de assinar a capa deste caderno, no local indicado, com caneta azul ou preta. A duração total do Módulo Discursivo é

Leia mais

Educador: Patrícia Passos C. Curricular:Matemática Data: / /2013 Estudante: 9ºAno

Educador: Patrícia Passos C. Curricular:Matemática Data: / /2013 Estudante: 9ºAno Educador: Patrícia Passos C. Curricular:Matemática Data: / /01 Estudante: 9ºAno 01) Se B= 65 7 16,determine a forma mais simples de escrever o número B. 0) Efetue as operacões, simplificando o resultado

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2012

Canguru Matemático sem Fronteiras 2012 http://wwwmatucpt/canguru/ Destinatários: alunos dos 10 o e 11 o anos de escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h 0min Não podes usar calculadora Em cada questão deves assinalar a resposta correta As questões

Leia mais

Matemática 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova!

Matemática 04/12/2011. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova! 04/12/2011 Matemática Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas.

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas. Lista de exercícios Prof Wladimir 1 ano A, B, C, D 1) A figura abaixo nos mostra duas avenidas que partem de um mesmo ponto A e cortam duas ruas paralelas. Na primeira avenida, os quarteirões determinados

Leia mais

Matemática FUVEST. Matemática 001/001 FUVEST 2008 FUVEST 2008 Q.01. Leia atentamente as instruções abaixo Q.02

Matemática FUVEST. Matemática 001/001 FUVEST 2008 FUVEST 2008 Q.01. Leia atentamente as instruções abaixo Q.02 / FUVEST 8 ª Fase Matemática (//8) Matemática LOTE SEQ. BOX / Matemática FUVEST FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA PARA O VESTIBULAR Leia atentamente as instruções abaixo. Aguarde a autorização do fiscal para abrir

Leia mais

12 m. 1 m 3 m. 2. Para o revestimento do fundo dessa piscina, foram usados menos de azulejos.

12 m. 1 m 3 m. 2. Para o revestimento do fundo dessa piscina, foram usados menos de azulejos. PROVA DE MATEMÁTICA Uma piscina retangular mede 6 m de largura, 2 m de comprimento e sua profundidade varia de m a 3 m. Nesta figura, está representada uma seção dessa piscina ao longo de seu comprimento:

Leia mais

1 POTÊNCIA DE PONTO 2 CIRCUNFERÊNCIAS TANGENTES. 1.1 Potência de ponto interior. 1.2 Potência de ponto exterior

1 POTÊNCIA DE PONTO 2 CIRCUNFERÊNCIAS TANGENTES. 1.1 Potência de ponto interior. 1.2 Potência de ponto exterior Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA XV 1 POTÊNCIA DE PONTO Sejam um ponto interior ou exterior a uma circunferência e uma reta que passa por e corta a circunferência nos pontos e. A potência do ponto

Leia mais

Física. Exame Discursivo 07 / 12 / ª Fase. Caderno de prova. Boa prova!

Física. Exame Discursivo 07 / 12 / ª Fase. Caderno de prova. Boa prova! 2ª Fase Exame Discursivo 07 / 12 / 2008 Física Caderno de prova Este caderno, com doze páginas numeradas seqüencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Processo Seletivo Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-2 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e da

Leia mais

Caderno 1: 30 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora)

Caderno 1: 30 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 62/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

Exame deseleçãoparao Cursode Graduaçãoem Administração 04/06/2006-Ingressoemagostode Módulo Discursivo. LógicaQuantitativa

Exame deseleçãoparao Cursode Graduaçãoem Administração 04/06/2006-Ingressoemagostode Módulo Discursivo. LógicaQuantitativa Exame deseleçãoparao Cursode Graduaçãoem Administração 04/06/2006-Ingressoemagostode 2006 Módulo Discursivo LógicaQuantitativa Leia atentamente asseguintesinstruções: Confirase oseu nomeerg estãocorretos.

Leia mais

A recuperação foi planejada com o objetivo de lhe oportunizar mais um momento de aprendizagem.

A recuperação foi planejada com o objetivo de lhe oportunizar mais um momento de aprendizagem. DISCIPLINA: MATEMÁTICA PROFESSORES: MÁRIO, ADRIANA E GRAYSON DATA: / 1 / 014 VALOR: 0,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 9º ANO TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Prezado(a) aluno(a), A recuperação foi

Leia mais

LISTA DE REVISÃO PROVA TRIMESTRAL DE ÁLGEBRA AULAS 30 a 38 FUNÇÕES DE 1ºGRAU

LISTA DE REVISÃO PROVA TRIMESTRAL DE ÁLGEBRA AULAS 30 a 38 FUNÇÕES DE 1ºGRAU LISTA DE REVISÃO PROVA TRIMESTRAL DE ÁLGEBRA AULAS 30 a 38 FUNÇÕES DE 1ºGRAU 1. (G1-014) O gráfico representa a função real definida por f(x) = a x + b. O valor de a + b é igual a A) 0,5. B) 1,0. C) 1,5.

Leia mais

INSTRUÇÕES. Esta prova é individual e sem consulta à qualquer material.

INSTRUÇÕES. Esta prova é individual e sem consulta à qualquer material. OPRM 016 Nível Segunda Fase 4/09/16 Duração: 4 Horas e 30 minutos Nome: Escola: Aplicador(a): INSTRUÇÕES Escreva seu nome, o nome da sua escola e nome do APLICADOR(A) nos campos acima. Esta prova contém

Leia mais

PUC-Rio Desafio em Matemática 4 de outubro de 2015

PUC-Rio Desafio em Matemática 4 de outubro de 2015 PUC-Rio Desafio em Matemática 4 de outubro de 05 Nome: GABARITO Inscrição: Assinatura: Identidade: Questão Valor Nota Revisão,0,0 3,5 4,5 5,5 6,5 7,0 Nota final 0,0 Instruções Mantenha seu celular completamente

Leia mais

02 Do ponto P exterior a uma circunferência tiramos uma secante que corta a

02 Do ponto P exterior a uma circunferência tiramos uma secante que corta a 01 Em um triângulo AB AC 5 cm e BC cm. Tomando-se sobre AB e AC os pontos D e E, respectivamente, de maneira que DE seja paralela a BC e que o quadrilátero BCED seja circunscritível a um círculo, a distância

Leia mais