TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO"

Transcrição

1 SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº Agravante: MUNICÍPIO DE MACAÉ Agravada: REALIZA TRANSPORTE E LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LTDA - ME Relatora: Des. ELISABETE FILIZZOLA ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO. MUNICÍPIO DE MACAÉ. TUTELA ANTECIPADA PARA A MUNICIPALIDADE SE ABSTER DE EXIGIR O CREDENCIAMENTO E DE FISCALIZAR O SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO DE CARGAS E PESSOAS. PREVISÃO DE PREÇO PÚBLICO EM DECRETO E DE TAXA NO CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL Agravo de instrumento interposto pelo Município de Macaé contra deferimento de tutela determinando que se abstenha de aprrender veículos de propriedade e posse da agravada, empresa que exerce a atividade de fretamento de veículos, da obrigatoriedade do credenciamento e da submissão à fiscalização municipal. Existência de lei, em sentido estrito, prevendo a obrigatoriedade de credenciamento e vistoria dos veículos que servem ao transporte de cargas e pessoas no Município. Obstar, liminarmente, a fiscalização municipal do serviço de transporte significaria impor risco à população que dele faz uso, sendo prudente, por ora, a sua manutenção, de forma a evitar a desordem no setor, mormente ante ao argumento da Edilidade no sentido de que os valores apontados como preço público fixados no Decreto 043/2011 foram incluídos por equívoco, tendo em vista que já tinham sido instituídos por Lei Complementar. Periculum in mora é muito maior para a Municipalidade do que para a agravada, por refletir interesse da coletividade na fiscalização do serviço de transporte público, nada obstando que, caso seja julgado procedente o pedido exordial da ação movida pela agravada, pleiteie a devolução das quantias pagas. Cassação da tutela antecipada. RECURSO PROVIDO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº , originário da 1ª Vara Cível da Comarca de Macaé, em que figuram, como Agravante, MUNICÍPIO

2 DE MACAÉ e, como Agravada, REALIZA TRANSPORTE E LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LTDA - ME. ACORDAM os Desembargadores que integram a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro em conhecer do recurso, dando-lhe provimento. Trata-se de agravo de instrumento interposto contra a decisão da ilustre juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Macaé que, nos autos da ação ordinária movida por REALIZA TRANSPORTE E LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LTDA - ME, ora agravante, em face do MUNICÍPIO DE MACAÉ, deferiu o pedido de antecipação de tutela, nos seguintes termos: 1- Pleiteia a autora, em sede de antecipação de tutela, que este juízo determine que o réu se abstenha de efetuar apreensão de qualquer veículo da autora, por ausência de vistoria ou cadastro, bem como a suspensão das respectivas cobranças. Sustenta, em apertada síntese, que com a edição da Lei Municipal nº 2.867/2007, foi autorizada à Chefia do Executivo Municipal a instituição e cobrança de preços públicos no âmbito do Município de Macaé, e que a atividade exercida pela autora passou a ser alvo de cobranças a partir da edição do Decreto nº 043/2011, que instituiu cobrança pela vistoria dos veículos. Alega que a referida lei municipal é inconstitucional, assim como os decretos que a regulamentaram, pois a hipótese envolve a cobrança de taxa, em razão do exercício do poder de polícia, e não de preço público. É o relatório. DECIDO. A antecipação de tutela consiste no deferimento inicial dos efeitos do provimento final e deve ser concedida desde que estejam presentes os requisitos descritos no art. 273 do CPC, a saber: existência de prova inequívoca acerca da verossimilhança das alegações do autor e fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação. Na hipótese vertente, as assertivas autorais se encontram revestidas de verossimilhança, uma vez que logrou a autora demonstrar a imposição de preço público pela Municipalidade demandada, conforme documentos de f.39/44 e 84/88, para fiscalizar o exercício de atividade de transporte da demandante, de natureza jurídica eminentemente privada, conforme se dessume do documento de f. 18/19. Com efeito, a atividade fiscalizatória da Municipalidade, no exercício do Poder de Polícia, deveria ser custeada por taxa, imposta compulsoriamente, na forma do art. 145, II da

3 Constituição da República, e não por Preço Público, de feição contratual. Por outro lado, patente o risco de dano irreparável ou de difícil reparação a que está submetida a autora, na medida em que sem o pagamento da verba imposta pela ré, a demandante não poderá validamente desempenhar sua atividade empresarial, conforme inclusive se observa da apreensão veicular perpetrada pela demandada, nos termos do documento de f. 32/35. PELO EXPOSTO, DEFIRO o pedido de antecipação de tutela para se DETERMINAR que a parte ré se abstenha de apreender os veículos de propriedade e posse da autora, que estejam no exercício da atividade descrita no art. 1º do Decreto nº 068/2004, que regulamentou a Lei nº 2415/2003, em razão da ausência de cadastro e/ou vistoria de que trata o Decreto 043/2011, até ulterior decisão deste Juízo, sob pena de multa que arbitro em R$ 1.000,00 por veículo apreendido em descumprimento à presente decisão. DETERMINO, ainda, que a ré libere imediatamente, sem nenhum ônus para autora, o veículo descrito no auto de apreensão de f. 32/35. Expeça-se o respectivo mandado de entrega. (...) Inconformado, insurge-se o Município de Macaé, ora agravante, alegando, em suma, o desacerto de decisão agravada, antes aos termos dos artigos 5º e 8ºdo Código de Trânsito Brasileiro, 2º, 2º e 3º da Lei Municipal 2.213/2002. Afirma ter sido publicada posteriormente a Lei Complementar 53/2005, que instituiu o Código Tributário do Município de Macaé alterando a cobrança da Taxa de Fiscalização de Transporte de Passageiros com a especificação expressa dos valores em seus artigo 346 e seguintes. Assim, ao contrário do que alega a ora agravada, a obrigatoriedade do credenciamento e da vistoria anual encontram-se previstos em lei, bem como a sua cobrança, valores estes expressamente fixados no Código Tributário do Município de Macaé, sendo absurdas as alegações de ilegalidade, sendo certo que os diplomas citados encontram-se em vigor, sem qualquer questionamento judicial, tendo sido, posteriormente publicada a lei municipal 2.867/2007 autorizando o Chefe do Poder Executivo a instituir e cobrar preços públicos pela utilização de serviços e bens públicos, no âmbito da Administração Direta e Indireta com os anexos, sendo publicados no Decreto 43/2011 por um equívoco administrativo os valores já instituídos em lei complementar na tabela de preço público. Sustenta que a decisão agravada não apenas impede ao Município de exigir a cobrança do valor, bem como libera a agravada de realizar a vistoria em seus veículos, proibindo os agentes públicos de aplicar sanções, ainda que

4 seus veículos não tenham sido vistoriados, o que poderá trazer imenso prejuízo para a ordem e a segurança pública, causando embaraços não só a própria administração, como também a população geral, que está sendo exposta a riscos iminentes devido à má conservação de ausência de itens de segurança nos veículos. Aduz que todas as demais empresas que exploram o ramo de fretamento que se utilizam das vias públicas do Município estão se submetendo à vistoria, sendo certo que muitos veículos apresentam irregularidade. Requer o provimento do recurso para cassar a decisão que antecipou a tutela. recurso. Decisão a fls. 20 deferindo o efeito suspensivo ao Pronunciou-se a douta Procuradora de Justiça a fls. 25/30 no sentido do conhecimento e desprovimento do recurso. É o Relatório. Decido. Consoante cediço, a antecipação dos efeitos da tutela tem a finalidade de dar maior efetividade à função jurisdicional e serve para adiantar, no todo ou em parte, os efeitos pretendidos com a sentença de mérito a ser proferida no final do processo. Para o deferimento da tutela antecipada, de fato, não se dispensa o preenchimento dos requisitos legais exigidos pelo art. 273 do CPC, revestindo-se tais requisitos na apresentação de prova da verossimilhança da alegação autoral, no fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, no abuso de direito de defesa ou no manifesto propósito protelatório da ré, exigindo-se, ainda, a ponderação acerca da existência de perigo de irreversibilidade do provimento antecipado, na forma do disposto no artigo 273, incisos e 2º do CPC. No caso dos autos, pretende a agravada a obtenção de tutela antecipada para que seja determinado ao Município de Macaé que se abstenha de apreender qualquer veículo de sua propriedade e posse sob os argumentos da falta de vistoria ou cadastro, bem como sejam suspensas as cobranças estipuladas como preço público, tido pela recorrida como equivocadas, tendo em vista que decorrentes de previsão no Decreto 043/2011.

5 Com efeito, a atividade desenvolvida por ente público que importe no efetivo exercício do poder de polícia deve ser instituída por taxa, consoante artigo 145, II da CRB. Dispõe ainda o Código Tributário Nacional (Lei Complementar 053/2005): Art A taxa de fiscalização de transporte de passageiros tem como fato gerador a fiscalização das condições do uso do veículo, horário, conservação e manutenção que assegurem aos usuários conforto, comodidade e segurança. Parágrafo único. O fato gerador da taxa considera-se ocorrido: I na data do início da atividade, relativamente ao primeiro ano do exercício; II no dia primeiro de janeiro do ano subsequente. (...) Art O sujeito passivo da taxa é a pessoa física ou jurídica sujeita à fiscalização municipal, em razão de a atividade exercida estar relacionada com o transporte de passageiros (...) Art A base de cálculo da taxa será determinada em função de cada veículo fiscalizado, tomando por base os seguintes valores: CATEGORIA DO VALOR EM URM VEÍCULO Ônibus / micro-ônibus para 1000 transporte público de passageiros Vans para transporte público 500 de passageiros Ônibus / micro-ônibus para 1000 transporte público de fretamento Táxi 50 Ônibus /micro-ônibus para 100 transporte escolar Veículo para transporte de 300 carga (...)

6 Verifica-se, pois, existir lei, em sentido estrito, prevendo a obrigatoriedade de credenciamento e vistoria dos veículos que servem à transporte de cargas e pessoas no Município de Macaé, sendo, portanto, descabido isentar a agravada, empresa que exerce a atividade de fretamento de veículos, da obrigatoriedade do credenciamento e da submissão à fiscalização municipal. Não se pretende com tal assertiva legitimar a instituição do preço público contido no Decreto 043/2011, até porque impossível nessa estreita via. Entretanto, data venia entendimento contrário do douto magistrado a quo, obstar, liminarmente, a fiscalização municipal do serviço de transporte significaria impor risco à população que dele faz uso, sendo prudente, por ora, a sua manutenção, de forma a evitar a desordem no setor, mormente ante ao argumento da Edilidade no sentido de que os valores apontados como preço público fixados no Decreto 043/2011 foram incluídos por equívoco, tendo em vista que já tinham sido instituídos por Lei Complementar. Por certo, a questão fático-jurídica em tela nem mesmo poderia ser conhecida e apreciada no âmbito do presente agravo, haja vista que caso assim procedesse esta instância revisora, estaria a esgotar o próprio mérito da demanda, bem como a ofender o devido processo legal, suprimindo o julgamento pela instância de origem. Desta forma, descabida a análise exauriente da pretensão, sendo certo que, ao menos até que haja exame mais aprofundado da lide, o Município desponta com verossimilhança em seu pleito recursal, devendo ser as demais questões deduzidas dirimidas após a devida instrução probatória, ocasião em que poderão ser apreciados de forma mais ampla todos os argumentos despendidos pelas partes. Vale repisar que a possibilidade de risco de dano de irreparável ou de difícil reparação para a Edilidade é manifesta, sendo induvidoso que, levando em conta que se refere à fiscalização de serviço à coletividade, o periculum in mora é muito maior para esta do que para a agravada, nada obstando que, caso seja julgado procedente o pedido exordial da ação movida pela agravada, nada impedirá que a mesma pleiteie a devolução das quantias pagas.

7 No mesmo sentido, já decidiu este Eg. Tribunal: Agravo interno. Agravo de instrumento. Ação anulatória e de obrigação de fazer. Transporte de passageiros sob o regime de fretamento. Autuação e apreensão de veículo. Decisão que deferiu o pedido de antecipação dos efeitos da tutela para determinar a imediata liberação do veículo, independente de qualquer pagamento de taxas, preços ou tarifas, determinado que a municipalidade agravante se abstenha de apreender qualquer veículo de propriedade das empresas agravadas. Atividade fiscal exercida com base na Lei Municipal nº 2.213/02, alterada pela Lei nº 2.415/13, que estabelece vistoria anual nos veículos e o recolhimento de taxa de fiscalização prevista na LC 53/05. Ato administrativo que goza de presunção de legitimidade que não lograram as agravadas ilidir. Liberação de veículo sem vistoria e o prévio pagamento das multas, taxas e despesas com remoção e estada. Impossibilidade. Incidência dos arts. 230 e 262 2º da Lei nº 9.503/97. Realização da vistoria vinculada à quitação dos débitos, à manutenção do veículo e à regularização da documentação. Cabimento. Exegese dos art. 128 e 131 2º do CTB (Lei nº 9.503, de 23/09/1997). Atividade fiscal que tem a finalidade de proteger o usuário do transporte e toda a população, coibindo as práticas ilegais. Fumus boni iuris não evidenciado. Requisitos do art. 273 do C.P.C. não atendidos. Decisão manifestamente teratológica e contrária à lei que ora se reforma, na forma da súmula nº 59 deste Egrégio Tribunal de Justiça. Recurso a que se deu provimento, na forma do art º-A do C.P.C., para cassar a decisão agravada. Agravo interno da agravada insistindo na manutenção da decisão do Juízo a quo. Desprovimento do recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO , Rel. DES. GILBERTO DUTRA MOREIRA - Julgamento: 30/07/ NONA CAMARA CIVEL. Por tais fundamentos, conheço do recurso, dando-lhe provimento, para cassar a tutela antecipada deferida. Rio de Janeiro, 23 de outubro de Des. ELISABETE FILIZZOLA Relatora

CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. AGRAVO DESPROVIDO. DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO

CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. AGRAVO DESPROVIDO. DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0063122-31.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIA - INSS AGRAVADO: MARLENE AFONSO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno no Agravo de Instrumento nº 0007110-60.2014.8.19.0000 Agravante: Tim Celular S/A Agravado: Miguel da Silva Virgem

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000279160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2012499-94.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante DALLAS RENT A CAR (EM RECUPERAÇÃO JUDICIA),

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível EMBARGOS DE DECLARAÇÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO 0046297-12.2013.8.19.0000 PARTE EMBARGANTE: CONMEDH CONVÊNIOS MÉDICOS HOSPITALARES LTDA. PARTE EMBARGADA: CLÁUDIA COUTINHO GUIMARÃES MANES RELATOR: DES. MARCO

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%.

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. É válido o desconto em folha para pagamento de empréstimo bancário livremente

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DO PARANÁ AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.158.383-4, ORIGINÁRIO DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 1ª VARA CÍVEL. Agravante Agravados

Leia mais

PANDURATA ALIMENTOS LTDA. MINISTÉRIO PÚBLICO A C Ó R D Ã O

PANDURATA ALIMENTOS LTDA. MINISTÉRIO PÚBLICO A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. CONSUMIDOR. AÇÃO COLETIVA DE CONSUMO. PROPAGANDA ENGANOSA. ANTECIPAÇÃO DE TUTELA. REQUISITOS. Considerado o fato de que uma única consumidora, apenas,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL R E L A T Ó R I O

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL R E L A T Ó R I O APELAÇÃO CÍVEL NO PROCESSO N.º 0193850-02.2009.8.19.0001 APELANTE: TNL PCS S/A APELADA: COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATOR: DES. LUCIANO SILVA

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DESEMBARGADOR WASHINGTON LUIS BEZERRA DE ARAUJO

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DESEMBARGADOR WASHINGTON LUIS BEZERRA DE ARAUJO Processo: 0001353-14.2015.8.06.0000 - Conflito de competência Suscitante: Juiz de Direito da 15ª Vara de Família da Comarca de Fortaleza Suscitado: Juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL NONA CÂMARA CÍVEL Apelação nº 0015111-07.2009.8.19.0001 Apelante: JOÃO CAMPOS DA SILVA Apelado: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Relator: Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA AÇÃO ORDINÁRIA. LEGITIMIDADE DO

Leia mais

T., acima identificados. ACÓRDÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira

T., acima identificados. ACÓRDÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira RELATOR: Des. Genésio Gomes P. Filho

Leia mais

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti IB Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO 200.2006.018796-6/ 002

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0018320-11.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: ADMILSON DE SOUZA SANTOS AGRAVADA: LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO SE EMENTA AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da ARAUCÁRIA - PR, sendo Agravante LTDA. e Agravados CARVALHO DE OLIVEIRA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - BENEFÍCIO DE ORDEM EM RELAÇÃO AOS SÓCIOS DO DEVEDOR PRINCIPAL

Leia mais

VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL n.º 0029389-71.2013.8.19.0001-E Obrigação de Fazer 14ª Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital APELANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES AUTÔNOMOS,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2016.0000683259 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2164180-43.2016.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO VOTORANTIM S/A, são

Leia mais

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRAVA BANCÁRIA. CÉDULAS DE CRÉDITO BANCÁRIO AMPARADAS PELA GARANTIA DA CESSÃO FIDUCIÁRIA NÃO PODEM SER CLASSIFICADAS COMO CRÉDITO EXTRACONCUAL, MAS, SIM, QUIROGRAFÁRIOS, UMA VEZ

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE EM AGRAVO DE EXECUCÇÃO N.º 0018055-77.2012.8.19.0000 EMBARGANTE: TIAGO PEREIRA VIEIRA AGRAVADO:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 26* Câmara

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 26* Câmara TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 26* Câmara AGRAVO DE INSTRUMENTO NO.1177738-0/4 Comarca de SÃO PAULO Processo 127075/08 31.V.CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2015.0000578466 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0133073-16.2010.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA, é apelado THAMIRES FURLAN.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000475816 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2077354-82.2014.8.26.0000, da Comarca de Registro, em que é agravante MUNICIPIO DE SETE BARRAS,

Leia mais

Comarca de Goiânia 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual

Comarca de Goiânia 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual ª Vara da Fazenda Pública Estadual Protocolo n. 20504475377 DECISÃO Trata-se o caso vertente de ação de reintegração de posse aforada pelo ESTADO DE GOIÁS em face dos ATUAIS OCUPANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA.

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.401.899-0, DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELANTE: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SCHOENSTATT. APELADO: LUIZ ADRIANO DE VEIGA BOABAID. RELATOR:

Leia mais

Agravo de Instrumento nº (apenso ao Agravo de Instrumento nº )

Agravo de Instrumento nº (apenso ao Agravo de Instrumento nº ) 1ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Agravo de Instrumento nº 0069197-86.2013.8.19.0000 (apenso ao Agravo de Instrumento nº 0007111-45.2014.8.19.0000) Agravante: RFH Participações

Leia mais

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO.

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO. Processo d. 001.2010.020128-2/001,.4k 4k ausnne - - -, Acórdão ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque Agravo de Instrumento -

Leia mais

: Triângulo Alimentos Ltda. ADVOGADO

: Triângulo Alimentos Ltda. ADVOGADO Toder Judiciário Tribunal" cle Justiça á Estado da Paraíba gabinete da Oesentdargadora gilaria de Tátinut nloraes Bezerra Cavalcanti APELAÇÃO CÍVEL N 200.2009.043295-2/001 - Capital RELATORA : Des.a Maria

Leia mais

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0030830-56.2014.8.19.0000 RELATOR: DES. CELSO FERREIRA FILHO AGRAVANTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 789.497 DISTRITO FEDERAL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :GILBERTO MARQUES DOS SANTOS JUNIOR ADV.(A/S) : JOÃO PAULO TODDE NOGUEIRA E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :AGEFIS

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL - SERVIÇO DE APOIO À JURISDIÇÃO AMAURI DE OLIVEIRA SALES A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO CÍVEL DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL - SERVIÇO DE APOIO À JURISDIÇÃO AMAURI DE OLIVEIRA SALES A C Ó R D Ã O AÇÃO REVISIONAL. CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. JULGAMENTO COM BASE NO ART. 285-A, DO CPC. AUSÊNCIA DO CONTRATO. DECISÃO PROFERIDA DE FORMA VIRTUAL. DESCONSTITUIÇÃO. No caso concreto,

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.12.072174-4/001 Númeração 1174094- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Veiga de Oliveira Des.(a) Veiga de Oliveira 21/05/2013 03/06/2013 EMENTA:

Leia mais

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível Agravo de Instrumento Nº: 0035162-32.2015.8.19.0000 Agravantes: MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS Agravado: SEBASTIÃO MAXIMO DA COSTA Juízo de Origem: 2ª Vara Cível da Comarca de Angra dos Reis Relator: DESEMBARGADOR

Leia mais

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO RELATÓRIO Cuida-se de remessa oficial e de apelação interposta em face de sentença da lavra do MM. Juízo Federal da 2ª Vara de Pernambuco, que concedeu a segurança postulada, determinando a atualização

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003763-53.2013.8.19.0000 1º CARTÓRIO UNIFICADO CÍVEL DA COMARCA DE NITERÓI AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: ESPÓLIO DE FRANKLIN CLARO JÚNIOR REP/P/S INVENTARIANTE

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0020919-20.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS - CEDAE AGRAVADO:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000280397 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2035271-85.2013.8.26.0000, da Comarca de São José dos Campos, em que é agravante MUNICÍPIO DE SÃO

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Procuradoria

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Procuradoria EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, serviço público independente, dotada de personalidade

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 91939/2011 Tipo: Acórdão TJMT Data de Julgamento: 14/03/2012 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação: Data não disponível Estado: Mato Grosso Cidade: Sinop Relator:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PÚBLICO 3ª Câmara de Direito Público

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PÚBLICO 3ª Câmara de Direito Público fls. 154 Agravo de Instrumento nº 2006822-78.2017.8.26.0000 Agravante: FAZENDA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO Agravada: PETROZARA DISTRIBUIDORA DE PETRÓLEO LTDA. 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de

Leia mais

Apelante: Apelado: Constante Zahn Comarca: São Paulo (18ª Vara Cível Foro Central) Juíza: Renata Barros Souto Maior Baião

Apelante: Apelado: Constante Zahn Comarca: São Paulo (18ª Vara Cível Foro Central) Juíza: Renata Barros Souto Maior Baião fls. 253 Registro: 2016.0000000747 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 102270493.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante (JUSTIÇA GRATUITA), é apelado CONSTANCE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL Agravante: Banco Itaucard S. A. Agravada: Cristiane Simões Borges Agravo de Instrumento. Direito do Consumidor. Fraude. Prova pericial. Apresentação

Leia mais

ACÓRDÃO. VISTOS, relatados e discutidos estes autos.

ACÓRDÃO. VISTOS, relatados e discutidos estes autos. AG no 001.2011.008.210-2/001 TL..,L) i,._,prw..,11,---=t- Náãvs, --41115-0' WLil. RJ - g4 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR CONFLITO DE COMPETÊNCIA N 0001707-13.2014.8.19.0000 SUSCITANTE: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DA BARRA DA TIJUCA SUSCITADO: JUÍZO DE DIREITO DA 7ª

Leia mais

AGRAVANTE: JILSAINE APARECIDA SOARES RELATOR: Juiz Gil Francisco de Paula Xavier Fernandes Guerra (Substituindo o Des.

AGRAVANTE: JILSAINE APARECIDA SOARES RELATOR: Juiz Gil Francisco de Paula Xavier Fernandes Guerra (Substituindo o Des. Certificado digitalmente por: GIL FRANCISCO DE PAULA XAVIER FERNANDES GUERRA Agravo de Instrumento n.º 1.405.708-0 (rvp) 1 11ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.405.708-0 (N.U. 0028435-41.2015.8.16.0000)

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CARVALHO VIANA (Presidente sem voto), RUBENS RIHL E CRISTINA COTROFE.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CARVALHO VIANA (Presidente sem voto), RUBENS RIHL E CRISTINA COTROFE. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2012.0000481493 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0091145-26.2012.8.26.0000, da Comarca de Campinas, em que é agravante FAZENDA DO ESTADO DE

Leia mais

ic6edã Vistos, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE INSTRUMENTO n 690.136-5/7-00, da Comarca de

ic6edã Vistos, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE INSTRUMENTO n 690.136-5/7-00, da Comarca de PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ic6edã TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N IIIIIIIIIIIIIIIIIIUI *01407332* Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000706157 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2032434-57.2013.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante CÍCERO DONHA (ASSISTÊNCIA

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar.

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar. PROCESSO Nº: 0804286-21.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO 1. Trata-se AGTR interposto pela UNIÃO FEDERAL, contra decisão do douto Juiz Federal da 1ª Vara da SJ/RN que, nos autos da ação

Leia mais

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0023004-18.2010.8.19.0000 Agravante: ESPÓO DE ARMANDO DIAS TUCCI REP/S/INV MARIA NAZARÉ DANTAS DE MOURA Agravado: LEONARDO SOARES

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, / /2012. Des. Cristina Tereza Gaulia. Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, / /2012. Des. Cristina Tereza Gaulia. Relator ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 5ª CÂMARA CÍVEL Apelação Cível n. : 0064340-30.2009.8.19.0002 Apelante: Julio Cezar Silva de Menezes Apelado: Departamento de Trânsito do ERJ - DETRAN Juiz:

Leia mais

ACÓRDÃO 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1

ACÓRDÃO 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1 EMENTA: ABERTURA DO COMÉRCIO EM FERIADO. SUPERMERCADO. Considerando que as atividades desenvolvidas pelo reclamado estão elencadas na relação anexa ao Decreto nº 27.048/49,

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 90425-67.2011.8.09.0000 (201190904250) DE ANÁPOLIS AGRAVANTE AGRAVADO CÂMARA VILMAR FERREIRA PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ORLÂNDIA S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER

Leia mais

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0016014-69.2014.8.19.0000 Agravantes: MARIO JUSTO LOPES e JANETE MUNIZ LOPES (herdeiros) Relatora: Desembargadora PATRICIA RIBEIRO SERRA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 008.2009.001090-4/001. ORIGEM : Vara Única da Comarca de Bananeiras-PB.

Leia mais

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO.

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO. EMENTA: PROCESSUAL CIVIL - AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO CAUTELAR PREPARATÓRIA DÉBITO CONTRAÍDO COM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DESCONTO EM CONTA CORRENTE VENCIMENTOS DEBITADOS EM CONTA LIMINAR QUE REDUZIU O PERCENTUAL

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Apelação interposta em face da sentença que julgou procedente o pleito autoral, por considerar ilícita a majoração da taxa de ocupação dos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2016.0000591378 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2085576-68.2016.8.26.0000, da Comarca de Piracicaba, em que é agravante M.PEREIRA ADVOGADOS ASSOCIADOS,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( )

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 222331-78.2014.8.09.0000 (201492223310) COMARCA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR :GOIÂNIA :BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A :JESSYCA DE ALMEIDA SILVA :Desembargador

Leia mais

PARECER. Ao Sr. Antônio José Francisco F. dos Santos. Diretor da FENAM FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS

PARECER. Ao Sr. Antônio José Francisco F. dos Santos. Diretor da FENAM FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS PARECER Ao Sr. Antônio José Francisco F. dos Santos Diretor da FENAM FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS PARECER SOBRE FIM DO LIMITE DE DEDUÇÃO COM EDUCAÇÃO NO IMPOSTO DE RENDA, DETERMINADO PELA LEI 9.250/95

Leia mais

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica Registro: 2016.0000161420 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2005417-41.2016.8.26.0000, da Comarca de Piracicaba, em que é agravante RENATO ANDRE ZUIN, é agravado

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA GERAL. a ser realizada em 05 de julho de 2012. 1) DELIBERAÇÃO DO PLENÁRIO

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA GERAL. a ser realizada em 05 de julho de 2012. 1) DELIBERAÇÃO DO PLENÁRIO "ORDEM do DIA" para a SESSÃO PLENÁRIA a ser realizada em 05 de julho de 2012. (Ordinária 050/012) 1) DELIBERAÇÃO DO PLENÁRIO 1.1) Recurso ao Plenário Colidência de Nome Empresarial Replen: 990.294/11-0

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE GOIÁS Gabinete do Desembargador Norival Santomé

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE GOIÁS Gabinete do Desembargador Norival Santomé AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 249073-09.2015.8.09.0000 (201592490735) COMARCA DE GOIÂNIA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR JUVENAL NASCIMENTO AGUIRRE PRESIDENTE DA AGÊNCIA GOIANA DE DEFESA AGROPECUÁRIA AGRODEFESA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA 32.283 DISTRITO FEDERAL RELATOR IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. LUIZ FUX :MAURILIO FIGUEIRA DE FERREIRA LIMA : LIVIA CARVALHO GOUVEIA E OUTRO(A/S)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000736616 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação / Reexame Necessário nº 1005651-12.2014.8.26.0032, da Comarca de Araçatuba, em que são apelantes FAZENDA DO ESTADO

Leia mais

I iiim uni mil mil um um um um mi m

I iiim uni mil mil um um um um mi m PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N I iiim uni mil mil um um um um mi m Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055178-75.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO AGRAVADO: YOLANDA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 177 Registro: 2016.0000500364 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2075184-69.2016.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante TWITTER BRASIL REDE DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quinta Câmara Cível A C Ó R D Ã O

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quinta Câmara Cível A C Ó R D Ã O Agravo de Instrumento nº 0015379-20.2016.8.19.0000 Agravante: Massa Falida de Banco Morada S/A Agravado: Maria Idelzenth Magalhães Relator: Desembargadora Maria Isabel Paes Gonçalves A C Ó R D Ã O AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 125 Registro: 2016.0000104672 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1029695-32.2014.8.26.0053, da Comarca de, em que é apelante, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Leia mais

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator,

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator, MANDADO DE SEGURANÇA 354029-13.2014.8.09.0000 (201493540297) IMPETRANTES SILVIO MOREIRA DA COSTA E OUTRA IMPETRADO DESEMBARGADOR RELATOR DA 4ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS RELATORA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.497.364 - GO (2014/0277069-8) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : GALAXY BRASIL LTDA ADVOGADOS : LUCIANO VALENTIM DE CASTRO E OUTRO(S) MARCELO RODRIGUES FELÍCIO RECORRIDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO:

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/1.10.0126539-5 NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: MANDADO DE SEGURANÇA NOVA PACK EMBALAGENS LTDA. DIRETOR DO DEPARTAMENTO DA

Leia mais

Ação civil pública com pedido de liminar (anulação

Ação civil pública com pedido de liminar (anulação Ação civil pública com pedido de liminar (anulação do ato de nomeação da Procuradora Geral do Estado) Autos: 053.01.023568-2 9ª Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo Autor: SINDIPROESP Réus: Fazenda

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2016.0000858256 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação / Reexame Necessário nº 1026285-40.2015.8.26.0114, da Comarca de Campinas, em que são apelantes FAZENDA PÚBLICA

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014628-88.2009.8.19.0061 Ação Declaratória 2.ª Vara Cível da Comarca de Teresópolis APELANTE: VANIA DOS SANTOS APELADO: DETRAN- DEPARTAMENTO

Leia mais

Mandado de Segurança Coletivo n DECISÃO

Mandado de Segurança Coletivo n DECISÃO fls. 176 Tribunal Pleno Mandado de Segurança Coletivo n. 4001438-15.2017.8.04.0000 Impetrante : Sindicato do Comércio Varejista do Amazonas Impetrado : Exmo. Sr. Governador do Estado do Amazonas Relator

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 38ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 38ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO. Registro: ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000390065 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0035685-43.2010.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que são apelantes ARANTES ALIMENTOS LTDA.

Leia mais

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO JEF (PR E SC) Nº 2002.70.11.010420-0/PR RELATOR : Juiz JOÃO BATISTA LAZZARI RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RECORRIDO : Clovis Juarez Kemmerich : ORLANDA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 08/08/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 19/06/2012 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 436.024 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO i mm mu mu mu um mu mu um nu \\\ "03377558* Vistos, relatados

Leia mais

PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO APELANTE: CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE

PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO APELANTE: CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO RELATÓRIO O Senhor DESEMBARGADOR FEDERAL CONVOCADO GUSTAVO DE PAIVA GADELHA: Cuida-se de apelação da sentença que julgou procedentes os pedidos autorias,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO RELATORA APELANTE ADVOGADO APELADO(A) ADVOGADO No. ORIG. : : VITRIN ART MANEQUINS E ACESSORIOS LTDA : SP012737 GILBERTO BRUNO PUZZILLI e outro(a)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0050632-74.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: EUZENI FARIA GONÇALVES AGRAVADO: LEANDRO DE TAL Relator: Desembargador MARCELO LIMA BUHATEM Vistos, etc... D

Leia mais

IMPETRANTE: SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE NAVEGAÇÃO MARÍTIMA DO ESTADO DE SÃO PAULO-SINDAMAR

IMPETRANTE: SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE NAVEGAÇÃO MARÍTIMA DO ESTADO DE SÃO PAULO-SINDAMAR 1 MANDADO DE SEGURANÇA IMPETRANTE: SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE NAVEGAÇÃO MARÍTIMA DO ESTADO DE SÃO PAULO-SINDAMAR IMPETRADO: CHEFE DO POSTO PORTUÁRIO DA AGÊNCIA NACIONAL DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA- ANVISA EM

Leia mais

i mm um mi um um um um mi nu m

i mm um mi um um um um mi nu m í»t. t ri-í! :^"^!í!>^^í m~t PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N i mm um mi um um um um mi nu m *03788115*

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2014.0000017069 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2039481-82.2013.8.26.0000, da Comarca de Rio Claro, em que são impetrantes CLÁUDIO ANTONIO

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0004565-17.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: BAYER S.A AGRAVADO: ANTONIO SANTOS RELATORA: DES. TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE:

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE: AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 675.680-1 DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE: JORELLI COMÉRCIO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LIMITADA AGRAVADA: UNIDAS DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS LIMITADA RELATOR: DES.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão Seção Especializada em Dissídios Individuais MANDADO DE SEGURANÇA. Perda de objeto. Com o fim da greve dos bancários, torna-se evidente a falta de interesse em dar prosseguimento a mandado de segurança

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM. 1 Registro: 2016.0000888926 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2223275-04.2016.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante ELZA DOMINGOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** PRIMEIRA TURMA ***

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** PRIMEIRA TURMA *** TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** PRIMEIRA TURMA *** 2000.61.02.002931-8 745866 AC-SP PAUTA: 13/04/2004 JULGADO: 13/04/2004 NUM. PAUTA: 00158 RELATOR: JUIZ CONV. FERREIRA DA ROCHA

Leia mais

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO AGRAVADA QUE DEFERE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA PARA DETERMINAR AO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO A DISPONIBILIZAÇÃO DE CONSULTA MÉDICA DE NEUROLOGISTA. RECURSO DO RÉU. Direito à Saúde.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000638904 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 4010718-83.2013.8.26.0114, da Comarca de Campinas, em que é apelante ALVARO JACO KICE (JUSTIÇA GRATUITA), é apelado

Leia mais

18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB

18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB 18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE SEGURANÇA. A Lei 7347/85, com a inovação trazida pela lei 11448/07, prevê,

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO. DIREITO TRIBUTÁRIO. ICMS. EXECUÇÃO FISCAL. PENHORA NA BOCA DO CAIXA. CABIMENTO. Muito embora seja concebida a possibilidade de penhora sobre meios alternativos, o dinheiro em espécie tem prevalência

Leia mais