QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES"

Transcrição

1 QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES ESTAGIÁRIO - ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS Executar tarefas ligadas à área de Recursos Humanos de empresa. Participar do levantamento e análise de necessidade, executar atividades pré-estabelecidas pelos seus superiores para implantação e/ou desenvolvimento de plano de carreira, programas de treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, plano de benefícios, segurança do trabalho e outras atividades correlatas. ESTAGIÁRIO - ANALISTA DE SISTEMAS Auxiliar e executar funções de administração de dados e administração de bancos de dados; Validar modelos de entidades-relacionamentos juntamente com os analistas; Manter atualizados os objetos dos bancos de dados; Cuidar para que os bancos de dados estejam sempre com o ajuste e configuração ideais; Auxiliar no desenvolvimento rotinas específicas relativas a bancos de dados; Auxiliar no planejamento e desenvolvimento de softwares; Homologar softwares; Auxiliar na Administração de Redes de Computadores; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. ESTAGIÁRIO ARQUIVOLOGIA O estagiário auxiliará o profissional responsável pelo Arquivo Central do Coren- MG, no cumprimento do art. 2º da Lei n 6.546, de 4 de julho de 1978, que dispõe sobre Página 1 de 7

2 a regulamentação das profissões de arquivista e de técnico de arquivo, e ainda, nas seguinte tarefas: a) planejar, organizar, avaliar e executar atividades técnicas relativas ao tratamento da informação arquivística. Elaborar estudos para definição de critérios de classificação, avaliação, seleção, arranjo, e descrição de documentos. Planejar, organizar e executar as atividades necessárias à conservação de documentos. Planejar, sugerir modificações nos instrumentos técnicos de gestão documental. Planejar e organizar os serviços de reformatação e normatização de suporte aplicados aos arquivos. Atuar na elaboração e desenvolvimento de projetos. Disponibilizar e avaliar tecnologias e suportes de informação. Planejar e manter bancos de dados dos documentos permanentes. Realizar levantamentos estatísticos das atividades desenvolvidas e estudos de uso dos produtos e serviços oferecidos, processando e analisando as informações obtidas com vistas a respaldar a avaliação do desempenho da unidade e tomadas de decisões. Elaborar diagnóstico, relatórios técnicos e emitir pareceres na área de competência. Promover intercâmbio e colaboração técnica com arquivos, centros de documentação e demais entidades afins. Desenvolver outras atividades afins determinadas pelo superior imediato. Selecionar, higienizar, conservar, acondicionar, indexar e catalogar material documental para consulta e/ou composição do acervo documental. Desenvolver linguagem de indexação. Pesquisar em banco de dados da área, quando necessário. Efetuar a organização, o controle e o armazenamento do acervo. Selecionar, coletar e organizar material documental referente à enfermagem, bem como sua legislação. Atender ao usuário in loco, ou telefone. Executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade, e ainda, outras que se fizer necessário. b) DESENVOLVER ESTUDOS E PESQUISAS: Fazer sondagens sob demanda no arquivo. Coletar informações para a memória institucional. Elaborar dossiês de informações. Elaborar pesquisas temáticas. Acessar bases de dados e outras fontes em Página 2 de 7

3 meio eletrônico. Orientar a elaboração de trabalhos técnico-científicos. Elaborar estudos de perfil de usuário e comunidade do Arquivo Central. Desenvolver critérios de controle de qualidade e conteúdo de fontes de informação. Analisar fluxos de informações. Elaborar diagnóstico do Arquivo Central. c) ATIVIDADES LIGADAS À GESTÃO DOCUMENTAL: aplicar a Tabela de Temporalidade de Documentos do Coren-MG atividades-meio e fim. Elaboração de projetos para melhorias no Arquivo Central na sede do Conselho, preservando os documentos produzidos e recebidos, de valor histórico e/ou de testemunho, durante os tempos imediatos e mediatos. Proposição de métodos e técnicas para organização de documentos. Plano de Classificação de Documentos, arranjo, descrição, baseados nas orientações do Conarq, CIA e demais legislações sobre documentos e bibliografias arquivísticas. Participar das reuniões da Comissão de Avaliação de Documentos e dar apoio à Comissão de Eliminação de Documentos, como também, ao treinamento dos gestores do arquivos correntes. ESTAGIÁRIO BIBLIOTECONOMIA Auxiliar o bibliotecário do Coren-MG no exercício das atribuições dispostas no art 6º, da Lei nº , de 30 de junho de 1962, e ainda, nas atividades de: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, avaliar e executar atividades de pesquisa, estudo, seleção, aquisição, descarte, catalogação, classificação e indexação de livros, periódicos, pareceres do Coren-MG, legislação e documentos normativos, bem como o armazenamento, preservação, conservação, recuperação, circulação e disseminação de informações técnicas, sociais e culturais de interesse do Coren-MG. Atuar na elaboração e desenvolvimento de projetos. Disponibilizar e avaliar tecnologias e suportes de informação. Planejar e manter bancos de dados do acervo. Manter e atualizar instrumentos de controle de vocabulário para representação de assuntos nos bancos de Página 3 de 7

4 dados institucionais. Selecionar e promover a atualização, consolidação, publicação e indexação dos atos normativos de maior interesse e relevância. Promover a criação, implementação e divulgação de produtos e serviços da área de competência. Realizar levantamentos estatísticos das atividades desenvolvidas e estudos de uso dos produtos e serviços oferecidos, processando e analisando as informações obtidas com vistas a respaldar a avaliação do desempenho da unidade e tomadas de decisões. Elaborar relatórios técnicos e emitir pareceres na área de competência. Promover intercâmbio e colaboração técnica com bibliotecas, centros culturais e demais entidades afins. Manter atualizado o inventário do acervo bibliográfico. Proceder ao cadastramento das publicações editadas pelo Coren-MG. Desenvolver linguagem de indexação na área da enfermagem. Organizar catálogos e mantê-los atualizados. Efetuar a organização, o controle e o armazenamento do acervo. Selecionar, coletar e organizar material documental referente à enfermagem e à legislação. Colaborar com a Política de Desenvolvimento de Coleções. Atender ao usuário, realizando pesquisas bibliográficas e de informações solicitadas in loco, ou telefone. Registrar e controlar empréstimos, devolução e reserva do material bibliográfico. Atender ao público interno e externo. Executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade e ainda outras que se fizer necessário. b) DESENVOLVER ESTUDOS E PESQUISAS: Fazer sondagens sob demanda informacional. Coletar informações para memória institucional. Elaborar dossiês de informações. Elaborar pesquisas temáticas. Acessar bases de dados e outras fontes em meio eletrônico. Atualizar a biblioteca eletrônica disponível no site do Coren-MG. Orientar a elaboração de trabalhos técnico-científicos. Elaborar estudos de perfil de usuário e comunidade. Desenvolver critérios de controle de qualidade e conteúdo de fontes de informação. Normalizar trabalhos em conformidade com as normas da ABNT, quando necessário. Analisar fluxos de informações e elaborar diagnóstico de unidades de serviço. Página 4 de 7

5 ESTAGIÁRIO CIÊNCIAS CONTÁBEIS Acompanhamento da execução orçamentária; evolução das receitas e despesas; liquidação da despesa dentro do cronograma de desembolso proposto; controle e emissão de relatórios gerenciais sobre as despesas e receitas; serviço de protocolo; conferência de processos de pagamento e demais documentos; Elaboração de planilhas e comunicações internas; organização do arquivo; trabalho de controle interno e auditoria da Autarquia, sempre supervisionado; Auxiliar na realização do empenho e liquidação da despesa pública; Conferência e montagem dos documentos das prestações de contas de suprimento de fundos; Auxiliar nas conciliações das contas contábeis; Autuar e numerar processos de pagamento das despesas pública da Autarquia; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. ESTAGIÁRIO DIREITO 1 - Administrativas: Obter cópias de documentos, digitalização de documentos, envios de fax, triagem de documentos, conferências de cadastros, elaboração de correspondências externas e internas; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. 2 - Judiciais: Elaboração de petições diversas (iniciais, incidentais e recursais), sempre supervisionadas por advogado, diligências externas junto a órgãos públicos, (carga e devolução de autos, distribuição e protocolo de petições, pagamento de custas, encaminhamentos de alvarás etc), podendo ser necessário eventualmente o deslocamento dentro da grande BH; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. Página 5 de 7

6 ESTAGIÁRIO ENFERMEIRO 1-Assistir o Enfermeiro fiscal em visitas de rotina verificando a legalidade de procedimentos de enfermagem de baixa, média e alta complexidade; 2-Acompanhar a implementação de diversos relatórios de fiscalização, realizados a partir do diagnóstico situacional dos serviços de enfermagem; 3-Acompanhar as Câmaras técnicas quanto a elaboração de pareceres, discussões sobre o processo de enfermagem e suas etapas, baseado em conhecimentos científicos sobre os procedimentos de enfermagem como: o histórico de enfermagem; levantamento de problemas observados; diagnósticos de enfermagem (utilização do NANDA); prescrição de cuidados de enfermagem pertinentes; implementação dos cuidados necessários para proporcionar conforto e bem estar ao cliente, evolução e relatório de enfermagem; 4-Acompanhar a análise crítica e as discussões sobre a legislação federal vigente que apóia a promoção da assistência de enfermagem de forma integral (SAE) trabalhando com diferentes públicos (auxiliar, técnico e enfermeiro); 5- Acompanhar a fiscalização e os enfermeiros da Diretoria em apoio a eventos técnico-científicos, políticos e ético-legais que tenham a enfermagem como foco promovidos pelo CorenMG ou outros; 6-Observar as atividades desempenhadas pelos fiscais, e desenvolver liderança em condutas próativas e integrativas com os demais setores do Coren; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. ESTAGIÁRIO - JORNALISMO Atualização do site do Coren-MG; Cobertura de eventos realizados pelo Coren-MG, ou dos quais o Conselho participe (incluindo fotos); Redação de textos para o Jornal do Coren-MG, newsletter e site; Atendimento à imprensa; Envio de releases; Revisão de material gráfico (folders, cartazes, banners, etc.) dos eventos; Apuração; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. ESTAGIÁRIO - TÉCNICO EM CONTABILIDADE Acompanhamento de liquidação da despesa dentro do cronograma de desembolso proposto; controle e emissão de relatórios gerenciais sobre as despesas e receitas; serviço de protocolo; conferência de Página 6 de 7

7 processos de pagamento e demais documentos; Elaboração de planilhas e comunicações internas; organização do arquivo; trabalho de controle interno e auditoria da Autarquia, sempre supervisionado; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. ESTAGIÁRIO - TECNICO EM INFORMÁTICA Instalar e configurar equipamentos, sistemas operacionais, sistemas de informação e aplicativos; Elaborar e/ou revisar manual do usuário de sistemas; Validar e implantar sistemas; Treinar e dar apoio a usuários de sistemas; Executar rotinas relativas aos sistemas em produção; Instalar e configurar redes de computadores; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração. Página 7 de 7

EDITAL Nº 26/2015 ANEXO V DESCRIÇÃO SUMÁRIA PLANO DE CARREIRA DOS CARGOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO

EDITAL Nº 26/2015 ANEXO V DESCRIÇÃO SUMÁRIA PLANO DE CARREIRA DOS CARGOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 26/2015 ANEXO V DESCRIÇÃO SUMÁRIA DESCRIÇÃO DE CARGOS NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: C DENOMINAÇÃO DO CARGO: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLARIDADE: Fundamental Completo DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Leia mais

Portaria Conjunta SAD/SECMULHER nº 096, de 26 de agosto de 2009. EDITAL ANEXO I QUADRO DE VAGAS

Portaria Conjunta SAD/SECMULHER nº 096, de 26 de agosto de 2009. EDITAL ANEXO I QUADRO DE VAGAS Portaria Conjunta SAD/SECMULHER nº 096, de 26 de agosto de 2009. EDITAL ANEXO I QUADRO DE VAGAS 1. Quantitativo de vagas por função e lotação, remuneração mensal e jornada de trabalho semanal a) CARGOS

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO ESPECIALIDADE: Manutenção de Hardware Requisitos: Ensino Médio completo com cursos de manutenção em microcompuadores. 1. Dar suporte técnico nos equipamentos de informática, recuperar, conservar e dar

Leia mais

Planejar, coordenar e orientar as atividades relacionadas às áreas: Financeira

Planejar, coordenar e orientar as atividades relacionadas às áreas: Financeira Diretoria Administrativo-Financeira Planejar, coordenar e orientar as atividades relacionadas às áreas: Administrativa Gestão de pessoas Financeira Planejar, coordenar e orientar as atividades relacionadas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011.

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001.

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. CRIA CARGOS DE PROVIMENTO EFETIVO NO PLANO DE CARREIRA DA SECRETARIA DE SAÚDE, LEI N 1811 DE 18 DE OUTUBRO DE 1994, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GLAUCO SCHERER, PREFEITO

Leia mais

EDITAL Nº 124, DE 30 DE AGOSTO DE 2016 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TITULOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO RETIFICAÇÃO Nº 05

EDITAL Nº 124, DE 30 DE AGOSTO DE 2016 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TITULOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO RETIFICAÇÃO Nº 05 EDITAL Nº 124, DE 30 DE AGOSTO DE 2016 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TITULOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO RETIFICAÇÃO Nº 05 O EDITAL nº 124/2016 de 30 de Agosto de 2016 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS

Leia mais

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Comunicação. Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº /06 e Nº

- REGIMENTO INTERNO. Secretaria de Comunicação. Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº /06 e Nº - REGIMENTO INTERNO Secretaria de Comunicação Leis Nº 6.529/05 e Nº 6.551/06, Decretos Nº 12.659/06 e Nº 15.052 I - Secretaria Executiva: - assessorar o Secretário Municipal no exercício de suas atribuições;

Leia mais

Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO

Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO Nível Anterior 15 Nível Atual 19 Requisitos: Diploma de Graduação reconhecido pelo MEC e inscrição no Conselho da Profissão, Descrição da Função: Prestar orientações

Leia mais

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO CARGO Assistente Operacional Assistente Administrativo PRÉ- REQUISITO completo completo TOTAL DE VAGAS VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA 01 R$ 1.813,45 40 horas 02 R$

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Gestão de Pessoas

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Gestão de Pessoas Quantidade Setor Local de Trabalho Horário de Trabalho 1 Programa de Pós-graduação em Biotecnologia - CCS Secretaria do Programa de Pósgraduação em Biotecnologia 8:00-12:00h 13:00-17:00h NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO:

Leia mais

EDITAL Nº 022/GR, de 02/09/2010 ANEXO I DESCRIÇÃO DOS CARGOS E REQUISITOS

EDITAL Nº 022/GR, de 02/09/2010 ANEXO I DESCRIÇÃO DOS CARGOS E REQUISITOS EDITAL Nº 022/GR, de 02/09/2010 ANEXO I DESCRIÇÃO DOS CARGOS E REQUISITOS NIVEL MEDIO NIVEL DE CLASSIFICAÇÃO D TECNICO EM ELETRICIDADE Profissionalizante na área ou Completo + Especialização Executar com

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPETINGA PLANO DE CARGOS,CARREIRAS E REMUNERAÇÃO TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO ANEXO IV ART.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPETINGA PLANO DE CARGOS,CARREIRAS E REMUNERAÇÃO TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO ANEXO IV ART. 1 Carreira de Professor de Educação Básica 1.1 Exercer a docência na educação básica, em unidade escolar, responsabilizando-se pela regência de turmas, pela orientação de aprendizagem na educação de jovens

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES NÍVEL INTERMEDIÁRIO D DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES NÍVEL INTERMEDIÁRIO D DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES NÍVEL INTERMEDIÁRIO D DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO Dar suporte administrativo e técnico nas áreas de recursos humanos, administração, finanças

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS ANEXO VI DAS ATRIBUIÇÕES GERAIS DOS CARGOS PERFIL DE COMPETÊNCIAS E DESEMPENHO CARGO ANALISTA / FUNÇÃO ANALISTA DE COOPERATIVISMO E MONITORAMENTO Missão do Cargo: Desenvolver atividades técnicas e prestar

Leia mais

CONSIDERANDO a Constituição da República Federativa do Brasil, nos artigos 197 e 199;

CONSIDERANDO a Constituição da República Federativa do Brasil, nos artigos 197 e 199; Resolução COFEN 292 / 2004 O Conselho Federal de Enfermagem, no uso de suas atribuições a que alude a Lei nº 5.905/73 e a Lei 7.498/86, e tendo em vista deliberação do Plenário em sua reunião ordinária

Leia mais

ANEXO IV QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, POR CARGO ATRIBUIÇÕES

ANEXO IV QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, POR CARGO ATRIBUIÇÕES ANEXO IV QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, POR CARGO CARGO Auxiliar de Serviços Gerais I Merendeira I Fiscal de Obras e Edificações I ATRIBUIÇÕES Manter limpos os móveis, arrumar e manter limpos os locais de trabalho;

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ARQUITETO E URBANISTA NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: E

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ARQUITETO E URBANISTA NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: E DENOMINAÇÃO DO CARGO: ARQUITETO E URBANISTA NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: E CÓDIGO CBO: 2141-25 ESCOLARIDADE: Curso superior em Arquitetura OUTROS: HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: Registro no Conselho competente.

Leia mais

2. Capacidade de discernimento RESOLUÇÃO Nº 5804/2008 SEAP CARGO: AGENTE DE EXECUÇÃO - AE. CARGA HORÁRIA: 40 horas FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO

2. Capacidade de discernimento RESOLUÇÃO Nº 5804/2008 SEAP CARGO: AGENTE DE EXECUÇÃO - AE. CARGA HORÁRIA: 40 horas FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO RESOLUÇÃO Nº 5804/2008 SEAP CARGO: AGENTE DE EXECUÇÃO - AE FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO CÓDIGO DA FUNÇÃO: AETA CBO: 4110-10 Ensino médio completo, fixado na forma do Anexo II da Lei Estadual N 13.666,

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO 001 AGENTE DE APOIO ESCOLAR

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO 001 AGENTE DE APOIO ESCOLAR ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO 001 AGENTE DE APOIO ESCOLAR 1. Constituir a Equipe Administrativa das Escolas Municipais de Educação Básica; 2. Proporcionar suporte necessário ao processo educativo;

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES RELATIVAS AO CARGO

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES RELATIVAS AO CARGO ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES RELATIVAS AO CARGO CARGO: TÉCNICO EM ELETRICIDADE Executar com supervisão superior tarefas de caráter técnico de produção, aperfeiçoamento e instalações de máquinas,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 032/2009 CONSUNI Dispõe sobre a criação do Sistema de Gestão Documental da Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. O Presidente do Conselho Universitário CONSUNI da Fundação

Leia mais

CARGO E REQUISITO DESCRIÇÃO DOS CARGOS DE CARREIRA

CARGO E REQUISITO DESCRIÇÃO DOS CARGOS DE CARREIRA CARGO E REQUISITO Advogado Completo em Direito com inscrição na OAB DESCRIÇÃO DOS CARGOS DE CARREIRA Representar e defender judicialmente e extra judicialmente a Fundação. Analisar e elaborar pareceres

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DO SERTÃO PERNAMBUCANO EDITAL Nº 36/2016 Retificação nº. 02, de 06 de setembro de 2016. A REITORA

Leia mais

por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, ou outro documento com mesmo valor legal; 3 (três) anos, no mínimo, de experiência

por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, ou outro documento com mesmo valor legal; 3 (três) anos, no mínimo, de experiência AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES DO BRASIL - APEX-BRASIL EDITAL No- 1, DE 31 DE AGOSTO DE 2006 PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRORESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO ESPECIALIDADE: BIBLIOTECÀRIO Requisitos: Graduação em Biblioteconomia e Registro no Conselho de Classe 1. Planejar, programar, coordenar, controlar e dirigir sistemas biblioteconômicos e ou de informação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARRE-SAI ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARRE-SAI ESTADO DO RIO DE JANEIRO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO - PMVS Nº 001/2013 ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS SERVENTE Responsável pela limpeza/varrição/lavagem e desinfecção de toda área interna e externa, inclusive sanitários;

Leia mais

RESOLUÇÃO CRP-16 nº 002/2005

RESOLUÇÃO CRP-16 nº 002/2005 RESOLUÇÃO CRP-16 nº 002/2005 Cria o quadro organizacional do CRP-16 O Conselho Regional de Psicologia da 16.ª Região (ES) CRP-16, pelo seu I.ºPlenário, no exercício de suas atribuições legais e regimentais

Leia mais

Apenas os cargos com vagas que constam no Anexo I do respectivo Edital devem ser considerados.

Apenas os cargos com vagas que constam no Anexo I do respectivo Edital devem ser considerados. ATENÇÃO: No item das descrições de cargo que se refere à experiência, desconsiderar o tempo indicado nestas descrições, em virtude da LEI Nº 11.644, DE 10 DE MARÇO DE 2008. A UTFPR optou por não solicitar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Gestão de Pessoas

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Gestão de Pessoas Biblioteca Setorial de Ciências da 1 Saúde Prédio da Biblioteca do CCS/Maruípe Seção de Referência Ter disponibilidade de trabalhar no horário noturno encerrando às atividades às 19:00 ATIVIDADES A SEREM

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO STBD, DA UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE RIO CLARO.

REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO STBD, DA UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE RIO CLARO. REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO STBD, DA UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE RIO CLARO. TÍTULO I Das Finalidades Artigo 1º - O Serviço Técnico de Biblioteca

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006 MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EXTERNO

PROCESSO SELETIVO EXTERNO ANEXO I EDITAL N /26, DE 19 DE MAIO DE 26 UNIDADE TERESINA CÓDIGO CARGO (PROFISSIONAL) A- Assessor Técnico III Coordenador/Supervisor Pedagógico Saúde A-02 Assessor Técnico III Planejamento PRÉ-REQUISITOS

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J /

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J / EDITAL Nº 001/2017 RETIFICAÇÃO Nº 01 O Presidente da FUNEPU no uso de suas atribuições, retifica as disposições abaixo, constantes no edital 001/2017. Onde se - lê: 2. DOS CARGOS 2.1. A FUNEPU disponibiliza

Leia mais

Manual de Procedimentos ISGH Gestão de Viagens Página 1

Manual de Procedimentos ISGH Gestão de Viagens Página 1 Manual de Procedimentos ISGH Gestão de Viagens Página 1 ELABORAÇÃO Cristina Isidio Gracília dos Santos Gonçalves Tatiany Torres FORMATAÇÃO Silvânia Oliveira Teixeira DATA Estabelecido em 10/12/2013 Manual

Leia mais

7 Conselho Regional de Economia da 9 a Região (Pará) Cidade de lotação: Belém/PA QUADRO DE VAGAS, SALÁRIOS, BENEFÍCIOS E JORNADA DE TRABALHO

7 Conselho Regional de Economia da 9 a Região (Pará) Cidade de lotação: Belém/PA QUADRO DE VAGAS, SALÁRIOS, BENEFÍCIOS E JORNADA DE TRABALHO 7 Conselho Regional de Economia da 9 a Região (Pará) Cidade de lotação: Belém/PA 103 Profissional Técnico Especializado PTE - Contador(a) (NS) R$ 1.550,71 1 20 106 Fiscal da Profissão do Economista FPE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA - UNILA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA - UNILA DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO CÓDIGO CBO - 4110-10 ESCOLARIDADE: Médio Profissionalizante ou Médio Completo + experiência OUTROS: Experiência de 12 meses HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: Dar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL 13/2014-PRORH UFJF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL 13/2014-PRORH UFJF EDITAL 13/2014-PRORH UFJF CONCURSOS PÚBLICOS Nºs 101 a 121 e 123 a 128/2014 PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO (TAEs). CAMPUS JUIZ DE FORA ADENDO I - ATRIBUIÇÕES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFGD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFGD EDITAL HU-UFGD/EBSERH Nº. 01, DE 16 DE MAIO DE 2016. SELEÇÃO PÚBLICA PARA VAGAS DE ESTÁGIO DO. ANEXO I VAGAS E REQUISITOS EXIGIDOS. Administração Arquitetura e Urbanismo Biomedicina curso de Administração.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001308 - TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior Area Profissional: GESTAO DA ADMINISTRACAO Area de Atuacao: LOGISTICA/GESTAO Planejar,

Leia mais

GRUPO/CATEGORIA COMPETÊNCIA DESCRIÇÃO DA COMPETÊNCIA UNIDADES EM QUE SE APLICA

GRUPO/CATEGORIA COMPETÊNCIA DESCRIÇÃO DA COMPETÊNCIA UNIDADES EM QUE SE APLICA GRUPO/CATEGORIA COMPETÊNCIA DESCRIÇÃO DA COMPETÊNCIA UNIDADES EM QUE SE APLICA GERAIS Análise quantitativa Análise de informações Conferência documental Trâmite processual Revisão técnica Analisar dados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL 26/2016-PROGEPE UFJF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL 26/2016-PROGEPE UFJF EDITAL 26/2016-PROGEPE UFJF CONCURSOS PÚBLICOS Nºs 01 A 14/2016 PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO (TAEs). CAMPI GOVERNADOR VALADARES E JUIZ DE FORA ADENDO I -

Leia mais

REGIMENTO INTERNO FORÇA NACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM PREÂMBULO

REGIMENTO INTERNO FORÇA NACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM PREÂMBULO REGIMENTO INTERNO FORÇA NACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM PREÂMBULO O Conselho Federal de Enfermagem - Cofen, Autarquia criada pela Lei 5.905 de 12 de Julho de 1973, tem como principal

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC: PAULINO BOTELHO EXTENSÃO ARLINDO BITTENCOURT Código: 092-2 Município: SÃO CARLOS Eixo tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO

Leia mais

SUMÁRIO. Finalidade...3. 1. Horário de Funcionamento do laboratório...3. 2. Competência dos Coordenadores de Cursos junto aos Laboratórios...

SUMÁRIO. Finalidade...3. 1. Horário de Funcionamento do laboratório...3. 2. Competência dos Coordenadores de Cursos junto aos Laboratórios... Instituto Superior de Educação de Barretos - ISEB Mantido pelo Centro de Educação e Idiomas de Barretos Autorizado pela Portaria 71 conforme DOU de 12/01/2005 Cursos: Pedagogia Reconhecido Portaria 663,

Leia mais

(a) Metropolitana Garanhuns TOTAIS QUANTITATIVO DE VAGAS FUNÇÃO. Metropolitana Garanhuns TOTAIS

(a) Metropolitana Garanhuns TOTAIS QUANTITATIVO DE VAGAS FUNÇÃO. Metropolitana Garanhuns TOTAIS ANEXO I QUADRO DE VAGAS, REQUISITOS, REMUNERAÇÃO MENSAL, JORNADA DE TRABALHO E ATRIBUIÇÕES. I VAGAS POR LOTAÇÃO, COM RESERVA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. 1.1 Nível Superior Advogado Região 02 01 03 (a)

Leia mais

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária.

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. - Planejar, programar, executar, avaliar, capacitar, orientar e fiscalizar as atividades relacionadas à análise, avaliação e aprovação

Leia mais

ANEXO III DA RESOLUÇÃO 009/09/DPR GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO DE EXPANSÃO - GPLAN

ANEXO III DA RESOLUÇÃO 009/09/DPR GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO DE EXPANSÃO - GPLAN ANEXO III DA RESOLUÇÃO 009/09/DPR GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO DE EXPANSÃO - GPLAN 1.0 Objetivo Promover o planejamento físico-financeiro, acompanhamento e controle das ações de implantação, ampliação e melhoria

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017 PRIMEIRA RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Guaíra, Estado de São Paulo, torna público que realizará por meio do INSTITUTO EXCELÊNCIA LTDA - ME, na forma prevista no artigo 37, inciso IX, da Constituição

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança. Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

PESQUISA SALARIAL 2017

PESQUISA SALARIAL 2017 PESQUISA SALARIAL 2017 Brasília, Maio/2017 2 SOLUÇÕES EM RH BRASÍLIA PROJETO DE CONSULTORIA PESQUISA SALARIAL Consultor Responsável: Bruno Goytisolo bruno@velirh.com.br 3 S U M Á R I O 1 ABRANGÊNCIA 04

Leia mais

D. (49) N, 2º

D. (49) N, 2º CONTROLLER (CÓDIGO 1896) Para empresa de médio porte Atividades a serem desenvolvidas: - Análise de produtividade da fábrica; - Elaborar e apresentar as análises de indicadores de resultados; - Análise

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO da Vaga Nº da 2003 Curso(s): Administração Auxiliar na preparação de documentos administrativos; Auxiliar na elaboração de relatórios em geral, relativos a informações não protegidas por sigilo fiscal;

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA SAD/COMPESA N.º xxx, de xx de novembro de 2012 ANEXO I QUADRO DE VAGAS

PORTARIA CONJUNTA SAD/COMPESA N.º xxx, de xx de novembro de 2012 ANEXO I QUADRO DE VAGAS PORTARIA CONJUNTA SAD/COMPESA N.º xxx, de xx de novembro de 2012 ANEXO I QUADRO DE VAGAS I - QUADROS DE VAGAS, COM RESERVAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E REMUNERAÇÕES MENSAIS Reservadas para Advogado

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 10-2009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 10-2009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 10-009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

DESENHO DE CARGOS E TAREFAS

DESENHO DE CARGOS E TAREFAS Faculdade de Tecnologia SENAC GO Gestão de Pessoas Professor: Itair Pereira da Silva Grupo: Luís Miguel Nogueira de Resende, Valdivino de Carvalho, Rodrigo Neres Magalhães e Venicyus Venceslencio da Paz.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CUNI Nº 025, DE 8 DE MAIO DE 2012 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 02-2011 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 02-2011 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 02-2011 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo - Sescoop, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES )

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) DO SERVIÇO MÉDICO da emergência: Receber o paciente na sala de observação ( amarelos e verdes ), priorizando-o em relação aos consultórios

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 139/2009/CONEPE Aprova alteração nas Normas Específicas do Estágio

Leia mais

Tribunal Superior do Trabalho

Tribunal Superior do Trabalho PLANO ANUAL DE AUDITORIA 2016 Tribunal Superior do Trabalho PLANO ANUAL DE AUDITORIA 2016 Secretaria de Controle Interno PLANO ANUAL DE AUDITORIA DA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - EXERCÍCIO 2016 Aprovado

Leia mais

BAMAQ S/A - BANDEIRANTES MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

BAMAQ S/A - BANDEIRANTES MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Vagas de Estágio BAMAQ S/A - BANDEIRANTES MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Endereço: RODOVIA FERNÃO DIAS BR 381, 2211 - BANDEIRANTES - Contagem/MG - 32.240-090 Título: Estagiário Nº de Vagas: 1 Área de Atuação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec Professora Ermelinda Giannini Teixeira Código: 187 Município: SANTANA DE PARNAIBA Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO REGIMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO REGIMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO REGIMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS FAMETRO FORTALEZA 2015 FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA (Recredenciada pela Portaria

Leia mais

ÍNDICE. Desenvolvimentos das atividades do Curso, Seminário e Simpósio e de formação...24 a 27

ÍNDICE. Desenvolvimentos das atividades do Curso, Seminário e Simpósio e de formação...24 a 27 3 Convênio 027/2015 4 ÍNDICE Apresentação do Projeto... 6 Objetivo...7 Justificativa...8 e 9 Metodologia...10 e 11 Marco Legal...12 Cidades Contempladas...13 Pessoas Beneficiadas...14 Parceiros...15 Cronograma

Leia mais

MUNICÍPIO DE TOLEDO Estado do Paraná

MUNICÍPIO DE TOLEDO Estado do Paraná LEI Nº 1.963, de 13 de agosto de 2007 Altera a legislação que dispõe sobre o Plano de Cargos e Vencimentos para os servidores públicos municipais de Toledo. O POVO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO, por seus representantes

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 104, DE 18 DE ABRIL DE 2006.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 104, DE 18 DE ABRIL DE 2006. Situação: Vigente Portaria Nº 104, DE 18 DE ABRIL DE 2006 Publicado no Diário Oficial da União de 19/04/2006, Seção 1, Página 10 Ementa: Aprova o Regimento Interno dos Laboratórios Nacionais Agropecuários.

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 48/2012

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 48/2012 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 48/2012 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para as vagas de Auxiliar Administrativo I e Auxiliar Administrativo IV para o Centro Universitário - Católica de Santa

Leia mais

DECISÃO COREN-MA Nº 09/2014

DECISÃO COREN-MA Nº 09/2014 DECISÃO COREN-MA Nº 09/2014 Define as Atribuições do Enfermeiro Responsável Técnico no âmbito do Estado do Maranhão. O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão Coren/MA, em observância aos dispositivos

Leia mais

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2)

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) EDITAL PARA SELEÇÃO DE ANIMADORES DE CAMPO, COMUNICADOR POPULAR E AUXILIAR ADMINISTRATIVO O Instituto Elo Amigo lança processo seletivo para contratação

Leia mais

01 - Manual de Políticas e Procedimentos 01.01 Processo aquisitivo 01.01.02 Requisição para contratação de serviços Atualizado em 16/01/2015

01 - Manual de Políticas e Procedimentos 01.01 Processo aquisitivo 01.01.02 Requisição para contratação de serviços Atualizado em 16/01/2015 Dispõe sobre as políticas, fluxos e procedimentos do processo de contração de serviços da UFAL para o ano de 2015. 1 DA POLÍTICA 1.1 Objetivos da política de compras 1.1.1 Tornar os processos de compras

Leia mais

BIBLIOTECA - REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS

BIBLIOTECA - REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS BIBLIOTECA - REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º A biblioteca do Centro de Educação Superior - UNICA está subordinada diretamente à Diretoria. Art. 2º A biblioteca do Centro

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005.

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE UBERABA-MG CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. Aprova o Regulamento de Estágio dos Cursos do Centro Federal de

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I. Das Finalidades e Objetivos

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I. Das Finalidades e Objetivos REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I Das Finalidades e Objetivos Art, 1º A Biblioteca da FAFIC, denominada MONSENHOR LUIZ GUALBERTO DE ANDRADE, é coordenada por um Bibliotecário e funciona como suporte

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA DE VETERINÁRIA DA UFMG

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA DE VETERINÁRIA DA UFMG REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA DE VETERINÁRIA DA UFMG CAPÍTULO I Da finalidade e administração Art.1º - A Biblioteca da Escola de Veterinária da UFMG terá como finalidade proporcionar ao corpo docente,

Leia mais

PERFIL OCUPACIONAL DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO

PERFIL OCUPACIONAL DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO PERFIL OCUPACIONAL 2012 ADMINISTRADOR Código CBO: 2521-05 Função anterior: Administrador a) Diploma de Graduação de Nível Superior em Administração de Empresas ou Administração Pública. b) Registro no

Leia mais

LEI Nº 856/2013. Art. 2º O art. 2º da Lei Municipal nº 808/2012 passa a ter a seguinte redação:

LEI Nº 856/2013. Art. 2º O art. 2º da Lei Municipal nº 808/2012 passa a ter a seguinte redação: LEI Nº 856/2013 Altera a Lei Municipal nº 808/2012, que dispõe sobre a Implantação das Equipes de Saúde da Família - ESF, cria vagas, altera referência de cargo e fixa valor, cria gratificação e dá outras

Leia mais

2. ATOS DO DIRETOR-GERAL

2. ATOS DO DIRETOR-GERAL 2.1. INSTRUÇÃO NORMATIVA 2. ATOS DO DIRETOR-GERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA DE 7 DE MARÇO DE 2010 O DIRETOR-GERAL DA SECRETARIA DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo

Leia mais

PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos.

PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de 2011 Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições que lhes

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue:

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue: Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue: Questionamento 1: Tomando como base a definição de que os Conselhos o Federal e os Regionais foram criados por

Leia mais

Ministério da Educação. Universidade Federal de São Paulo ANEXO I REGIMENTO INTERNO DA COORDENADORIA DA REDE DE BIBLIOTECAS DA UNIFESP TÍTULO I

Ministério da Educação. Universidade Federal de São Paulo ANEXO I REGIMENTO INTERNO DA COORDENADORIA DA REDE DE BIBLIOTECAS DA UNIFESP TÍTULO I ANEXO I REGIMENTO INTERNO DA COORDENADORIA DA REDE DE BIBLIOTECAS DA UNIFESP TÍTULO I DEFINIÇÃO E FINALIDADE Art. 1º A Coordenadoria da Rede de Bibliotecas da UNIFESP (CRBU) é um órgão vinculado à Reitoria,

Leia mais

CRONOGRAMA CARGOS, VAGAS E FUNÇÕES. BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA

CRONOGRAMA CARGOS, VAGAS E FUNÇÕES. BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA Atividade CRONOGRAMA Período Divulgação no Site 15/01/2017 Prazo para cadastro de currículos 15/01/2017 a 22/01/2017 Publicação da relação de candidatos habilitados para realização da prova Até 26/01/2017

Leia mais

Organizações públicas, privadas, mistas, e do terceiro setor ou como autônomos e consultores.

Organizações públicas, privadas, mistas, e do terceiro setor ou como autônomos e consultores. TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS (RH) Perfil Profissional O TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS é o profissional que executa rotinas administrativas de pessoal com base na Legislação Trabalhista e Previdenciária. Auxilia

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA JOACIL DE BRITTO PEREIRA DAS FACULDADES NOVA ESPERANÇA FACENE / FAMENE CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA JOACIL DE BRITTO PEREIRA DAS FACULDADES NOVA ESPERANÇA FACENE / FAMENE CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS FACULDADES DE ENFERMAGEM E DE MEDICINA NOVA ESPERANÇA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA JOACIL DE BRITTO PEREIRA DAS FACULDADES NOVA ESPERANÇA FACENE / FAMENE CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º A Biblioteca

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL* 1 Trabalho. - R$ 2.487,41 Técnico Industrial em. 2 Edificações. - R$ 2.487,41 Técnico Industrial em.

CARGA HORÁRIA SEMANAL* 1 Trabalho. - R$ 2.487,41 Técnico Industrial em. 2 Edificações. - R$ 2.487,41 Técnico Industrial em. CELG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A EDITAL N./04 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DO QUADRO DE PESSOAL DA CELG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CELG GT ANEXO I - CARGOS, FUNÇÃO, CIDADE DE LOTAÇÃO, CARGA

Leia mais

PORTARIA CAU/SP Nº 88, DE 28 DE MARÇO DE 2016

PORTARIA CAU/SP Nº 88, DE 28 DE MARÇO DE 2016 Amplia o número de cargos efetivos e comissionados, no âmbito do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo CAU/SP, e dá outras providencias. O Presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA Estado do Paraná

CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA Estado do Paraná CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA Estado do Paraná Descrição das atribuições dos cargos objeto do concurso público da Câmara Municipal de Londrina aberto por meio do Edital nº 01/2006, de acordo com o disposto

Leia mais

DRH - Diretoria de Recursos Humanos

DRH - Diretoria de Recursos Humanos Processo de Seleção Para Formação de Cadastro Reserva Para Provimento de Cargos Efetivos e Temporários (com prazo superior a 90 dias) Que Vagarem ou Forem Criados de Professor de Educação Infantil, Ensino

Leia mais

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO RIO Nº 43378 DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) Dispõe sobre a estrutura organizacional da Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A. - RIOSAÚDE. O PREFEITO DA CIDADE DO

Leia mais

COMISSÃO INTEGRANTE DOS ASSISTENTES DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA DO MUNÍCIPIO DE JUNDIAI.

COMISSÃO INTEGRANTE DOS ASSISTENTES DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA DO MUNÍCIPIO DE JUNDIAI. Ofício nº 031/2017/SSPMJ Jundiaí, 02 de Fevereiro de 2017. Ilmo. Sr. Secretário Municipal de Administração e Gestão de Pessoas Secretário Municipal da Casa Civil SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

COORDENAÇÃO DE SAÚDE

COORDENAÇÃO DE SAÚDE COORDENAÇÃO DE SAÚDE PROFISSIONAIS: Enfermeiras: Cecília Hobold(Coordenadora) Elfy Margrit Göhring Weiss (afastada para doutorado) Técnica de Enfermagem: Maristela Castro Nutricionista: Caroline Franz

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4012 EDITAL Nº 005/2010 1. Perfil: TR 007/2010-CGS - CIÊNCIAS SOCIAIS APLICÁVEIS 3. Qualificação educacional: Graduação na área de CIÊNCIAS SOCIAIS

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4011 EDITAL Nº 008/2010 1. Perfil: Iphan Central 47 3. Qualificação educacional: Profissional de nível superior na área de humanas 4. Experiência

Leia mais

ANEXO I. Curso Superior completo de Graduação em Administração de Empresas. Registro no órgão de classe.

ANEXO I. Curso Superior completo de Graduação em Administração de Empresas. Registro no órgão de classe. ANEXO I 1 Cargo/ Função Descrição sumária do cargo / Pré - requisitos ADVOGADO ----- Representar e defender os interesses da Prodemge. Atuar preventivamentet apresentando soluções/alternativas adequadas

Leia mais

GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ

GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ DA DEFINIÇÃO MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Art. 1 - O GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007.

LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007. LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007. Altera a Lei Complementar nº 003/2006 que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos servidores públicos do Município de Prata, MG, cria

Leia mais