Gestão de resíduos no ArrábidaShopping

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão de resíduos no ArrábidaShopping"

Transcrição

1 Gestão de resíduos no ArrábidaShopping 1

2 Gestão de resíduos no ArrábidaShopping Entre 2009 e 2011, a taxa de reciclagem de resíduos no Centro Comercial ArrábidaShopping subiu de 59% para 63%. Apesar desta subida, houve uma inversão na tendência de redução de custos que em 2009 foram de e em 2011 aumentaram para O projeto de gestão de resíduos foi desenrolado em 2012 e consistia em aumentar a taxa de reciclagem de resíduos, ao mesmo tempo que se reduziam os custos com a gestão global dos resíduos. Uma rápida caracterização dos resíduos, realizada no início de 2012, revelou que a fração indiferenciada ainda continha uma grande quantidade de resíduos passíveis de reciclar, perspetivando um aumento da taxa de reciclagem caso se conseguisse melhorar a separação dos resíduos na origem. Assim, foi definido o seguinte objetivo: manter a taxa de reciclagem do ano anterior (63%), reduzindo o custo da gestão dos resíduos, assim como a quantidade total de resíduos depositados em aterro. Foram identificados dois tipos de resíduos, ambos orgânicos, com potencial para influenciar o crescimento da taxa de reciclagem: resíduos provenientes de cozinhas e resíduos de jardinagem. Aproveitando as infraestruturas construídas em anos anteriores, nomeadamente a sala de triagem e a zona de armazenamento de resíduos, foi no entanto necessário reforçar a correta utilização destes espaços. Foi desenvolvido um intenso plano de formação porta-a-porta aos lojistas, assim como realizadas reuniões regulares sobre segurança e ambiente com as equipas internas de prestação de serviços, nomeadamente com os que têm maior intervenção na gestão de resíduos. Como a formação continua a ser o maior desafio no envolvimento de pessoas e na melhoria do desempenho nesta área, em 2012, e em resultado da implementação do plano de formação estabelecido, que envolveu, desde directores de loja a prestadores de serviço, o 2

3 ArrábidaShopping aumentou, de forma significativa, a taxa de reciclagem. Foi necessário reinventar e reestruturar todas as áreas de armazenamento de resíduos de modo a fazer face às novas exigências de separação implementadas pelo centro comercial. Adicionalmente, foi tomada a decisão chave de alterar o prestador de serviços para a gestão dos resíduos, que permitiu uma melhor separação e acondicionamento dos resíduos, aliada a uma melhoria no controlo e monitorização da produção dos resíduos. Com a alteração do prestador foi igualmente possível adotar soluções diferentes para destino final dos resíduos indiferenciados, nomeadamente o encaminhamento para valorização energética, com redução significativa dos custos associados à deposição desta fração. Em termos económicos, a implementação destas medidas permitiu uma poupança significativa de 50% dos custos associados a todo o processo de gestão de resíduos. Em 2011 os custos fixaramse em sendo que, em 2012, o valor foi reduzido para Estes valores resultam da substituição do fornecedor, nomeadamente na redução referente ao tratamento/ eliminação de resíduos e aumento das receitas por via da separação de resíduos encaminhados para reciclagem. No que diz respeito à performance ambiental, e em particular na taxa de reciclagem, o ArrábidaShopping aumentou a taxa de reciclagem em 11%, alcançando no final de 2012 uma taxa de 70,31%. Foram ainda criados, no centro comercial, dois pontos de recepção de resíduos, para clientes, localizados nos principais pontos de passagem pedonal, permitindo a recolha de equipamentos elétricos e eletrónicos (Ponto Electrão), óleo alimentar usado e rolhas. Estes espaços contribuem para promover a consciência ambiental dos utilizadores do ArrábidaShopping assim como o empenho do centro nesta matéria. Em 2012, o 3

4 ArrábidaShopping recolheu 8 toneladas de equipamento elétrico e eletrónico, 960Kg de óleo e 280kg de rolhas. O ArrábidaShopping, em parceria com o Centro Regional da Quercus, criou a Brigada Ambiental, um pequeno questionário sobre pegada ecológica. Durante dois dias convidou os visitantes do centro comercial a preencher o questionário, consciencializando os inquiridos para esta temática. A Brigada ambiental também apresentou soluções para ajudar a reduzir a pegada ecológica de cada visitante, reforçando a relação direta que existe entre as ações diárias da Sonae Sierra e a sustentabilidade do planeta. Em paralelo, a Sonae Sierra realizou uma campanha de sensibilização que teve como objetivo comunicar o desempenho dos seus centros comerciais em matérias de poupança de recursos naturais e reciclagem de resíduos dos últimos cinco anos. O sucesso do projeto de gestão de resíduos resultou do bom desempenho dos agentes envolvidos nos processos, da formação ministrada a todos os intervenientes pela reorganização dos espaços e zonas dedicadas à armazenagem de resíduos e pelo aumento do controlo e monitorização. 4

5 A aposta pelo ambiente da Sonae Sierra A Sonae Sierra, é a especialista internacional em Centros Comerciais, apaixonada em criar experiências inovadoras de compra. A empresa é proprietária de 49 centros comerciais e está presente em 12 países: Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Grécia, Roménia, Croácia, Turquia, Marrocos, Argélia, Colômbia e Brasil. No total, a Sonae Sierra gere e/ou comercializa 85 centros comerciais com um valor de mercado superior a 5,8 mil milhões de euros e uma área bruta locável de 2,4 milhões de m 2 com cerca de lojistas. Em 2012, a Sonae Sierra registou mais de 426 milhões de visitas nos centros comerciais que gere. Atualmente, a Sonae Sierra tem 6 projetos em desenvolvimento, incluindo 4 para clientes, e outros 4 novos projetos em carteira. A 31 de Dezembro de 2012 a Sonae Sierra contava com colaboradores diretos e um resultado líquido operacional (EBITDA) de 116,3 milhões. A Sonae Sierra é pioneira na gestão da saúde, segurança e ambiente no setor dos centros comerciais. Remonta a 1998 o desenvolvimento e aprovação da política ambiental, a definição de requisitos ambientais para a inclusão nas especificações dos projetos de desenvolvimento e, por último, o Sistema de Gestão Ambiental (SGA). Em 2010, a Sonae Sierra iniciou o processo de integração do SGA e do Sistema de Gestão de Saúde e Segurança e, em 2011, o sistema integrado de segurança, saúde e ambiente (SGSSA) tornou-se plenamente operacional, tendo como base a norma internacional ISO e OHSAS (recertificado pela Lloyds Register, em 2011). O desenvolvimento sustentável faz parte da missão e estratégia da Sonae Sierra e é através da implementação do SGSSA que a empresa atinge a melhoria contínua a este nível. 5

6 6

Improving Our Work by NorteShopping

Improving Our Work by NorteShopping Improving Our Work by NorteShopping 1 Improving Our Work by NorteShopping Kaizen é a palavra japonesa para melhoria contínua, sendo que é uma das grandes metodologias internacionais de eficiência de processos,

Leia mais

Sistema de irrigação inteligente e controlo de água no CascaiShopping

Sistema de irrigação inteligente e controlo de água no CascaiShopping Sistema de irrigação inteligente e controlo de água no CascaiShopping 1 Sistema de irrigação inteligente e controlo de água no CascaiShopping O sistema de irrigação inteligente e controlo de água foi implementado

Leia mais

Sonae Sierra regista um resultado líquido. de 12,6 milhões no 1º trimestre de 2015

Sonae Sierra regista um resultado líquido. de 12,6 milhões no 1º trimestre de 2015 Maia, Portugal 6 de maio de 2015 Sonae Sierra regista um resultado líquido de 12,6 milhões no 1º trimestre de 2015 Vendas dos lojistas mantêm tendência de crescimento Resultado direto de 14,5 milhões EBITDA

Leia mais

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 16,6 milhões no primeiro trimestre de 2016, um crescimento de 31%

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 16,6 milhões no primeiro trimestre de 2016, um crescimento de 31% Maia - Portugal, 10 de maio de 2016 Sonae Sierra regista um resultado líquido de 16,6 milhões no primeiro trimestre de 2016, um crescimento de 31% Vendas dos Lojistas e rendas mantêm desempenho positivo

Leia mais

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 142 milhões em 2015

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 142 milhões em 2015 Maia, Portugal 9 de março de 2016 Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 142 milhões em 2015 Resultado Líquido aumenta 47% face a 2014 Resultado Direto atinge 61 milhões EBIT de 105 milhões Resultado

Leia mais

Otimizar a água nos centros comerciais

Otimizar a água nos centros comerciais Otimizar a água nos centros comerciais Otimizar a água nos centros comerciais A Sonae Sierra necessita de energia, de água e de matéria-prima não renovável para que seja possível construir e operar os

Leia mais

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017 Maia - Portugal, 16 de maio de 2017 Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017 Vendas dos Lojistas, rendas e taxas de ocupação com desempenho positivo Resultado

Leia mais

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017 Maia - Portugal, 16 de maio de 2017 Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 15,9 milhões no primeiro trimestre de 2017 Vendas dos Lojistas, rendas e taxas de ocupação com desempenho positivo Resultado

Leia mais

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 93 milhões nos primeiros nove meses de 2016

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 93 milhões nos primeiros nove meses de 2016 Maia Portugal, 3 de novembro de 2016 Sonae Sierra regista um resultado líquido de 93 milhões nos primeiros nove meses de 2016 Resultado Direto de 40,2 milhões EBIT de 70,5 milhões Ocupação global do portefólio

Leia mais

RESULTADOS SONAE SIERRA 1º SEMESTRE 2013

RESULTADOS SONAE SIERRA 1º SEMESTRE 2013 Maia, 08 de agosto de 2013 RESULTADOS SONAE SIERRA 1º SEMESTRE 2013 A Sonae informa que a sua participada Sonae Sierra, SGPS, SA divulga hoje os seus resultados consolidados relativos ao 1º semestre de

Leia mais

Apoio à Economia Circular no Portugal 2020. O caso do PO SEUR. Helena Pinheiro de Azevedo

Apoio à Economia Circular no Portugal 2020. O caso do PO SEUR. Helena Pinheiro de Azevedo Apoio à Economia Circular no Portugal 2020 O caso do PO SEUR Helena Pinheiro de Azevedo ECONOMIA CIRCULAR o que é É uma sociedade que privilegia a Eficiência no Uso de Recursos Naturais Evita o uso e desperdício

Leia mais

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 59 milhões no primeiro semestre de 2016

Sonae Sierra regista um resultado líquido de 59 milhões no primeiro semestre de 2016 Maia Portugal, 4 de agosto de 2016 Sonae Sierra regista um resultado líquido de 59 milhões no primeiro semestre de 2016 Resultado Direto mantém-se estável nos 26,8 milhões de euros EBIT de 47,1 milhões

Leia mais

Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental

Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental Lisboa, Portugal 14 de Dezembro 2005 Pioneira a nível internacional Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental A certificação da Sonae Sierra pela Norma ISO 14001:2004

Leia mais

Combate ao desperdício alimentar

Combate ao desperdício alimentar Combate ao desperdício alimentar Combate ao desperdício alimentar Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), anualmente são desperdiçadas 1,3 mil milhões de toneladas

Leia mais

Case study. Mais-valias para clientes através de serviços ambientais RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS EMPRESA ENVOLVIMENTO

Case study. Mais-valias para clientes através de serviços ambientais RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS EMPRESA ENVOLVIMENTO Case study 2010 Mais-valias para clientes através de serviços ambientais RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS EMPRESA A actividade de Pingo Doce, empresa do grupo Jerónimo Martins, iniciou-se em 1980, na

Leia mais

CERTIFICAÇÃO. Sistema de Gestão

CERTIFICAÇÃO. Sistema de Gestão CERTIFICAÇÃO Sistema de Gestão A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC) tem implementados e certificados os Sistemas de Gestão da Qualidade, Segurança Alimentar e Ambiente, em alinhamento com as

Leia mais

Melhoria da eficácia da triagem de resíduos

Melhoria da eficácia da triagem de resíduos 1966-2011 45 anos Melhoria da eficácia da triagem de resíduos hospitalares ao nível do produtor Fátima Gonçalves 15 de Abril de 2011 1 SUCH Associação de natureza privada sem fins lucrativos Mais de 40

Leia mais

Sustentabilidade transversal

Sustentabilidade transversal Galp Voluntária 1 Galp Voluntária A Galp Voluntária é o programa estruturado de voluntariado da Galp Energia que procura facilitar, concretizar e potenciar iniciativas de voluntariado empresarial destinadas

Leia mais

SGS GLOBAL XXX AS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES SEGURANÇA EDIFÍCIOS E INDÚSTRIA OPERATIONAL INTEGRITY NA SGS ENERGIA ISO TESTEMUNHOS

SGS GLOBAL XXX AS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES SEGURANÇA EDIFÍCIOS E INDÚSTRIA OPERATIONAL INTEGRITY NA SGS ENERGIA ISO TESTEMUNHOS SGS GLOBAL XXX REVISTA DO GRUPO SGS PORTUGAL Nº31 NOVEMBRO 2012 AS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES SEGURANÇA EDIFÍCIOS E INDÚSTRIA OPERATIONAL INTEGRITY NA SGS ENERGIA ISO 50001 TESTEMUNHOS QUEM PREFERE A SGS

Leia mais

Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR -

Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR - Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR - Inês Inácio LIPOR 27 de maio de 2016 LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto LIPOR sobre nós A LIPOR é uma Associação de Municípios

Leia mais

ARQUITETURA E MATERIAIS RECICLADOS.

ARQUITETURA E MATERIAIS RECICLADOS. ARQUITETURA E MATERIAIS RECICLADOS. Porquê? Utilizar materiais reciclados na Arquitetura? Fluxo dos materiais Ciclo de vida Fim de vida útil: Demolição > Alteração de uso obsolescência física (estrutural

Leia mais

Sonae Sierra Brasil anuncia EBITDA de R$ 49,8 milhões no 1T13, aumento de 19% comparado ao 1T12

Sonae Sierra Brasil anuncia EBITDA de R$ 49,8 milhões no 1T13, aumento de 19% comparado ao 1T12 São Paulo, 09 de maio de 2013. Resultados 1º trimestre de 2013 Sonae Sierra Brasil anuncia EBITDA de R$ 49,8 milhões no 1T13, aumento de 19% comparado ao 1T12 A Receita líquida totalizou R$ 64,7 milhões

Leia mais

Resultados do 3º Trimestre de 2017

Resultados do 3º Trimestre de 2017 Resultados do 3º Trimestre de 2017 Destaques Resultados do 3º Trimestre de 2017»» Vendas crescem 14% no terceiro trimestre atingindo os 60,9 milhões de euros face ao ano transato;»» EBITDA duplica, superando

Leia mais

VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente

VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR entrega prémio do Concurso Ovos Amarelos Sensibilização Ambiental com jovens de Castelo de Vide

Leia mais

Divulgação dos resultados 1º trimestre de (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria

Divulgação dos resultados 1º trimestre de (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria Divulgação dos resultados 1º trimestre de 2017 (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria GRUPO RAMADA PERFIL EMPRESARIAL A F. Ramada Investimentos é a sociedade-mãe de um conjunto de empresas (Grupo

Leia mais

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa [2015-2020] 4ª Comissão Ambiente e Qualidade de Vida Primeiro Plano Municipal de Resíduos na cidade de Lisboa O Caminho [Lisboa Limpa] Melhorar

Leia mais

Geramos valor para a Natureza. MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA

Geramos valor para a Natureza. MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA Geramos valor para a Natureza MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA A MUSAMI Gerar Valor para a Natureza é a nossa missão. Como? Promovendo a valorização crescente dos resíduos, desenvolvendo

Leia mais

A Pegada de Carbono do Vinho Alentejano:

A Pegada de Carbono do Vinho Alentejano: : Exemplo de valorização da sustentabilidade Colóquio A Sustentabilidade do setor vitivínicola: Que desafios? @ Lisboa Instituto da Vinha e do Vinho 31-01-2012 bcaldeira@consulai.com TEMAS A ABORDAR ENQUADRAMENTO

Leia mais

Resultados do 1º Semestre de 2015

Resultados do 1º Semestre de 2015 COMUNICADO Ílhavo, 31 de Agosto de 2015 Resultados do 1º Semestre de 2015 Destaques»» As vendas consolidadas do Grupo VAA cresceram 24% face ao período homólogo atingindo os 33,8 milhões de euros;»» EBITDA

Leia mais

Conversas Sustentáveis à 5ª Água Milhões para 1 litro vs. 1 litro para milhões

Conversas Sustentáveis à 5ª Água Milhões para 1 litro vs. 1 litro para milhões Conversas Sustentáveis à 5ª Água Milhões para 1 litro vs. 1 litro para milhões CONCEITOS GERAIS Aproximadamente 2 / 3 da superfície de nosso planeta é coberta por água, ou mais precisamente 71%. Essa "abundância"

Leia mais

Desempenho Ambiental do Alojamento em Portugal Boas Práticas nos Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos

Desempenho Ambiental do Alojamento em Portugal Boas Práticas nos Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos Desempenho Ambiental do Alojamento em ortugal 2015 Boas ráticas nos Estabelecimentos Hoteleiros, Aldeamentos e Apartamentos Turísticos ÍNDICE Sumário Executivo Utilização eficiente da energia Utilização

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL 2016

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL 2016 RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL 2016 SAVOY CALHETA BEACH Relatório de Sustentabilidade 2016 Pág.1 de 13 Implementámos uma nova filosofia de gestão, onde foram definidos objetivos nas vertentes

Leia mais

Resultados do 3º Trimestre de 2015

Resultados do 3º Trimestre de 2015 COMUNICADO Ílhavo, 27 de Novembro de 2015 Resultados do 3º Trimestre de 2015 Destaques»» As vendas consolidadas do Grupo VAA cresceram 15% face ao período homólogo atingindo os 50,3 milhões de euros;»»

Leia mais

RESULTADOS SONAE SIERRA 2012

RESULTADOS SONAE SIERRA 2012 Maia, 08 de março de 2013 RESULTADOS SONAE SIERRA 2012 A Sonae informa que a sua participada Sonae Sierra, SGPS, SA divulgou hoje os seus resultados consolidados relativos ao ano de 2012, nos termos em

Leia mais

Substituir o gasóleo pela eletricidade Água e Energia

Substituir o gasóleo pela eletricidade Água e Energia Água e Energia 1 No Grupo Jerónimo Martins trabalhamos diariamente para nos tornarmos mais eficientes, procurando formas ativas de combater o desperdício em todas as frentes. Encaramos as ações com vista

Leia mais

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS O que é um resíduo (DL 178/2006)? Qualquer substância ou objecto que o detentor se desfaz ou tem a intenção ou a obrigação de se desfazer, nomeadamente os identificados

Leia mais

Sensibilizar para a reciclagem

Sensibilizar para a reciclagem Sensibilizar para a reciclagem 1 Sensibilizar para a reciclagem Durante anos consecutivos o Shopping Metrópole, centro comercial de S. Paulo Brasil que integra o portfólio da Sonae Sierra, teve dificuldades

Leia mais

CLUBE DE PRODUTORES CONTINENTE

CLUBE DE PRODUTORES CONTINENTE CLUBE DE PRODUTORES CONTINENTE A NOSSA MISSÃO O NOSSO PROPÓSITO Missão do Clube O Clube de Produtores Continente tem um papel chave na divulgação da produção Nacional, no seu desenvolvimento e na sua sustentabilidade.

Leia mais

RARU 13 ANEXO II Metodologia e Pressupostos

RARU 13 ANEXO II Metodologia e Pressupostos O Decreto-Lei nº 178/2006, de 5 de setembro, com a nova redação do Decreto-Lei n.º 73/2011, de 17 de junho, veio criar um Sistema Integrado de Registo Eletrónico de Resíduos (SIRER), suportado pelo Sistema

Leia mais

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Securitas Portugal O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Agosto de 2016 1 O Sistema de Gestão da Responsabilidade Social A SECURITAS desenvolveu e implementou um Sistema de Gestão de aspetos de

Leia mais

Divulgação dos resultados. 30 de Junho de ( não auditado ) 80 ANOS A investir na indústria

Divulgação dos resultados. 30 de Junho de ( não auditado ) 80 ANOS A investir na indústria Divulgação dos resultados 30 de Junho de 2017 ( não auditado ) 80 ANOS A investir na indústria GRUPO RAMADA PERFIL EMPRESARIAL A F. Ramada Investimentos é a sociedade-mãe de um conjunto de empresas (Grupo

Leia mais

Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais

Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais Paulo Lobo Viana do Castelo - 11 de fevereiro 1 Segmentos de Atividade da Construção e Imobiliário VAB Volume de Negócios

Leia mais

D4.2 local in national language. Aveiro

D4.2 local in national language. Aveiro D4.2 local in national language Aveiro 1.10.1 Mapa Pedonal 1/ Descrição da campanha; Realizaram-se duas edições do Mapa Pedonal de Aveiro. Cada uma delas teve um propósito diferente e foi dirigida a diferentes

Leia mais

Calculadoras de carbono para o agroalimentar

Calculadoras de carbono para o agroalimentar Calculadoras de carbono para o agroalimentar Calculadoras de carbono para o agroalimentar Contabilizando todos os recursos consumidos desde a extração das matérias-primas até ao fim de vida do produto,

Leia mais

Conselho da União Europeia Bruxelas, 23 de maio de 2017 (OR. en)

Conselho da União Europeia Bruxelas, 23 de maio de 2017 (OR. en) Conselho da União Europeia Bruxelas, 23 de maio de 2017 (OR. en) 9111/17 ATOS LEGISLATIVOS E OUTROS INSTRUMENTOS Assunto: RECH 133 MED 44 AGRI 263 MIGR 72 RELEX 396 DECISÃO DO CONSELHO que autoriza a abertura

Leia mais

O NOSSO LADO GO. Na GO>Express respondemos diariamente a esta questão. Conseguimos inovar porque temos um lado que faz a diferença.

O NOSSO LADO GO. Na GO>Express respondemos diariamente a esta questão. Conseguimos inovar porque temos um lado que faz a diferença. Na GO>Express respondemos diariamente a esta questão. Conseguimos inovar porque temos um lado que faz a diferença. O NOSSO LADO GO Agência: Say U Consulting Director Criativo: Marta Gonçalves Director

Leia mais

Projecto de Valorização de Resíduos de Construção e Demolição

Projecto de Valorização de Resíduos de Construção e Demolição 06 de Abril de 2006 Lipor Baguim do Monte Eng.º Paulo Rodrigues Lipor Departamento de Novos Projectos paulo.rodrigues@lipor.pt Área de Influência da LIPOR Lipor Portugal Continental Área: 0.7% 648 km 2

Leia mais

Grandes consumidores de energia

Grandes consumidores de energia Grandes consumidores de energia 1 Para o Metropolitano de Lisboa, no seu caminho rumo à sustentabilidade, a eficiência energética tem um duplo impacto significativo, na medida que a redução de consumo

Leia mais

A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR

A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR Ciclo de Seminários Técnicos T Eficiência na Gestão de Resíduos duos Constituída por oito Municípios pertencentes à Área Metropolitana do Porto População

Leia mais

Case study. CGD Programa Caixa Carbono Zero EMPRESA ENVOLVIMENTO

Case study. CGD Programa Caixa Carbono Zero EMPRESA ENVOLVIMENTO Case study 2010 CGD Programa Caixa Carbono Zero EMPRESA Fundada em 1876, a Caixa Geral de Depósitos é o Banco que lidera o maior grupo financeiro Português. Presente em 23 países e 4 continentes, detém

Leia mais

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Organização Sonae MC Diretor(a) Nádia Reis Setor de Atividade Retalho Alimentar Número de Efetivos 22100 NIF 502 011 475 Morada Rua João Mendonça, 529-6º Esq. 4464-501 Senhora da

Leia mais

Resultados Consolidados

Resultados Consolidados Resultados Consolidados 2014 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2014 INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA 1 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2014 Volume de Negócios: 80,2 Milhões euros Resultado Operacional Bruto (EBITDA): 8,5 Milhões

Leia mais

ERP ECO SUSTAINABILITY AWARD 13

ERP ECO SUSTAINABILITY AWARD 13 ERP ECO SUSTAINABILITY AWARD 13 No caminho da sustentabilidade: projeto e planeamento de uma rede de recolha sustentável para os REEE Equipa: Profª Doutora Ana Paula Barbosa-Póvoa Bruna Mota Sónia Cardoso

Leia mais

Vendas do Grupo Jerónimo Martins crescem 28,7% para milhões de euros

Vendas do Grupo Jerónimo Martins crescem 28,7% para milhões de euros Desempenho anual de vendas cumpre objectivos da Gestão Vendas do Grupo Jerónimo Martins crescem 28,7% para 6.887 milhões de euros Forte crescimento das vendas LFL do Pingo Doce (+11,2%) e de Biedronka

Leia mais

Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido

Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido 1 Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido Características do projeto Investimento 77.473 Payback 2,2 anos Objetivos Ecoeficiência

Leia mais

RELATÓRIO DOS INQUÉRITOS DE SATISFAÇÃO A STAKEHOLDERS EXTERNOS

RELATÓRIO DOS INQUÉRITOS DE SATISFAÇÃO A STAKEHOLDERS EXTERNOS RELATÓRIO DOS INQUÉRITOS DE SATISFAÇÃO A STAKEHOLDERS EXTERNOS / RESULTADOS DOS INQUÉRITOS DE SATISFAÇÃO A UTENTES/STAKEHOLDERS EXTERNOS EFETUADOS PELO INSTITUTO DA VINHA E DO VINHO, I.P. EM E Considerando

Leia mais

Relatório. Produção de Resíduos - Ano 2015

Relatório. Produção de Resíduos - Ano 2015 Serviço de Segurança e Saúde no Trabalho Relatório Produção de Resíduos - Ano 2015 1. Introdução O presente relatório tem como objectivo avaliar a evolução da produção de resíduos no CHL durante o ano

Leia mais

1 DESTAQUES E MENSAGENS DOS CEO S

1 DESTAQUES E MENSAGENS DOS CEO S 1 DESTAQUES E MENSAGENS DOS CEO S Negócios de retalho da Sonae registam um crescimento do volume de negócios de 7,2% em 2016 (8,8% no 4T16) SONAE MC Volume de negócios cresce 5,6%, para 3.687 M em 2016

Leia mais

Pilares de Sustentabilidade de Aves da IPC

Pilares de Sustentabilidade de Aves da IPC Pilares de Sustentabilidade de Aves da IPC Meio ambiente Econômico Social e Ética Gestão sustentável e eficiente uso de recursos naturais Crescimento econômico sustentando e inclusivo, segurança alimentar

Leia mais

3i Buildings. Intelligent, Interactive and Immersive. Buildings para o telemóvel e interagem com o

3i Buildings. Intelligent, Interactive and Immersive. Buildings para o telemóvel e interagem com o 3i Buildings 3i Buildings Atenta aos desafios colocados às cidades em matéria de sustentabilidade e gestão eficiente de recursos, a Siemens aposta nas tecnologias de informação e comunicação (TIC), para

Leia mais

Reforçar. uma identidade. Segmento infantil e moda e lifestyle são os principais eixos estratégicos

Reforçar. uma identidade. Segmento infantil e moda e lifestyle são os principais eixos estratégicos Duarte Cruz, centros comerciais Dolce Vita Reforçar Segmento infantil e moda e lifestyle são os principais eixos estratégicos da comunicação e marketing da rede de centros comerciais Dolce Vita para 2012,

Leia mais

Moving Business Forward

Moving Business Forward Moving Business Forward Apresentação eurotux.com/empresa/ Criada em 2000, como iniciativa de docentes da Universidade do Minho. Especializada em planeamento, integração e implementação de sistemas informáticos.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA FRANCA DE XIRA. Normas de Participação na 8ª Edição Projeto de Recolha Seletiva de Embalagens - Brigada do Amarelo

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA FRANCA DE XIRA. Normas de Participação na 8ª Edição Projeto de Recolha Seletiva de Embalagens - Brigada do Amarelo Normas de Participação na 8ª Edição Projeto de Recolha Seletiva de Embalagens - Brigada do Amarelo Preâmbulo A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, em parceria com a Valorsul, SA, promove durante o

Leia mais

Divulgação dos resultados (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria

Divulgação dos resultados (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria Divulgação dos resultados 2016 (não auditado) 80 ANOS A investir na indústria GRUPO RAMADA PERFIL EMPRESARIAL A F. Ramada Investimentos é a sociedade-mãe de um conjunto de empresas (Grupo F. Ramada) que,

Leia mais

Ecocentro Recolha e Centro de Triagem Resiaçores Recolha SMAH Compostagem - TERAMB Incineração - TERAMB Aterro Sanitário - TERAMB

Ecocentro Recolha e Centro de Triagem Resiaçores Recolha SMAH Compostagem - TERAMB Incineração - TERAMB Aterro Sanitário - TERAMB Ecocentro Recolha e Centro de Triagem Resiaçores Recolha SMAH Compostagem - TERAMB Incineração - TERAMB Aterro Sanitário - TERAMB SMAH Recolha, transporte de resíduos urbanos e limpeza pública Resiaçores

Leia mais

SUCH PROMOVE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE AMBIENTE E SAÚDE

SUCH PROMOVE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE AMBIENTE E SAÚDE Tratamento, Valorização e Reciclagem de Resíduos Hospitalares SUCH PROMOVE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE AMBIENTE E SAÚDE O tratamento de resíduos hospitalares alterou o seu paradigma para a Valorização

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL - PRSA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL - PRSA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL - PRSA A presente política foi elaborada pela PLANNER e é documento complementar ao procedimento interno, sendo proibida sua reprodução total ou parcial, de

Leia mais

Auditorias Independentes COMPLIENCE AUDITORIAS DE 2A PARTE. em atividades aéreas

Auditorias Independentes COMPLIENCE AUDITORIAS DE 2A PARTE. em atividades aéreas AUDITORIAS DE 2A PARTE em atividades aéreas " O QUE É E COMO ATUAMOS NESTA ÁREA. O significado de complience é o de agir de acordo com uma regra, uma instrução interna, um comando ou um pedido, ou seja,

Leia mais

Martifer regista lucro líquido de 100,2 M em 2009

Martifer regista lucro líquido de 100,2 M em 2009 Oliveira de Frades, 25 de Fevereiro de 2010 Martifer regista lucro líquido de 100,2 M em 2009 Proveitos Operacionais consolidados ascenderam a 606.1 milhões de euros, apesar do ambiente geral de recessão

Leia mais

Principais riscos para pequenas e médias empresas (PMEs) em 2016 Relatório de pesquisa - Portugal

Principais riscos para pequenas e médias empresas (PMEs) em 2016 Relatório de pesquisa - Portugal Principais riscos para pequenas e médias empresas (PMEs) em 2016 Relatório de pesquisa - Portugal Novembro de 2016 Índice Conceção do projeto P. 3 Resultados Sumário P. 4 Comparação ano a ano P. 5 Comparação

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos MODELO DE PROTOCOLO Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro

Leia mais

PERA Programa Escolar de Reforço Alimentar

PERA Programa Escolar de Reforço Alimentar PERA Programa Escolar de Reforço Alimentar 2012/2013 e 2013/2014 COORDENAÇÃO NACIONAL Setembro de 2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. APRESENTAÇÃO DO PERA 2. ENQUADRAMENTO DO PROGRAMA. 3. QUESTÕES ORGANIZACIONAIS

Leia mais

Mod rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Fornecedores de Serviços Alternativos Rodoviários

Mod rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Fornecedores de Serviços Alternativos Rodoviários Mod 10-381 rev 0 Manual de Boas Práticas Ambientais Fornecedores de Serviços Alternativos Rodoviários Mensagem do Conselho de Administração Mensagem do Conselho de Administração A implementação de um Sistema

Leia mais

Projeto de reflexão, investigação e debate: O papel das empresas na comunidade

Projeto de reflexão, investigação e debate: O papel das empresas na comunidade Projeto de reflexão, investigação e debate: O papel das empresas na comunidade Edição 2012 1 ÍNDICE 1. A METODOLOGIA UTILIZADA 3 2. SUMÁRIO EXECUTIVO 4 3. RESULTADOS FINANCEIROS 5 4. PRINCIPAIS CONCLUSÕES

Leia mais

APLICABILIDADE DA ISO 22000:2005 NO SECTOR DA EMBALAGEM

APLICABILIDADE DA ISO 22000:2005 NO SECTOR DA EMBALAGEM APLICABILIDADE DA ISO 22000:2005 NO SECTOR DA EMBALAGEM VISÃO DA AMORIM & IRMÃOS, S.A. JOÃO VASCO ALMEIDA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL FAMÍLIA AMORIM CORTIÇA Corticeira, IMOBILIÁRIA Imobiliária, TURISMO Turismo,

Leia mais

Uma rede nacional de apoio e valorização da atividade pesqueira e portuária

Uma rede nacional de apoio e valorização da atividade pesqueira e portuária Uma rede nacional de apoio e valorização da atividade pesqueira e portuária Uma empresa ao serviço do setor 6 Delegações 22 Lotas com NCV 31 Postos de vendagem Ao Serviço do Setor Contributos DOCAPESCA

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES. Versão 1.

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES. Versão 1. SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES Versão 1.0 Abril de 2016 De acordo com o Despacho que concede à VALORMED a licença

Leia mais

Investor Day Via Varejo. 09 de Dezembro de 2014

Investor Day Via Varejo. 09 de Dezembro de 2014 Investor Day Via Varejo 09 de Dezembro de 2014 Investor Day Via Varejo Agenda 14:30 A Via Varejo Líbano Barroso, CEO 14:50 Apresentação dos Executivos Infraestrutura Marcelo Lopes Operações Jorge Herzog

Leia mais

+ ACESSÍVEL MELHORES PRÁTICAS ORGANIZACIONAIS PRONTAS A UTILIZAR C OLECÇÃO DE P ROCESSOS C OLECÇÃO IPSS 1 0 0 % GRATUITO 1 0 0 % ALTERÁVEL

+ ACESSÍVEL MELHORES PRÁTICAS ORGANIZACIONAIS PRONTAS A UTILIZAR C OLECÇÃO DE P ROCESSOS C OLECÇÃO IPSS 1 0 0 % GRATUITO 1 0 0 % ALTERÁVEL C OLECÇÃO DE P ROCESSOS C OLECÇÃO MELHORES PRÁTICAS ORGANIZACIONAIS PRONTAS A UTILIZAR Creche Pré-Escolar 1 0 0 % GRATUITO Centro de Actividades dos Tempos Livres 1 0 0 % ALTERÁVEL Centro de Dia / Noite

Leia mais

Biogás. Página 1 de 5

Biogás. Página 1 de 5 Biogás O atual sistema económico conduz à produção de grandes quantidades de resíduos agrícolas, industriais e domésticos, os quais, podem conter componentes importantes e valiosos, revelando-se ainda

Leia mais

A recolha de 55 toneladas de óleos alimentares usados resultou na produção de litros de

A recolha de 55 toneladas de óleos alimentares usados resultou na produção de litros de Economia circular 1 Economia circular Em Portugal, entende-se por resíduo urbano, o resíduo proveniente de habitações, bem como outro resíduo que, pela sua natureza ou composição, seja semelhante ao resíduo

Leia mais

Limitação à captura de sardinha faz disparar as importações e reforça a importância da captura de espécies pouco valorizadas

Limitação à captura de sardinha faz disparar as importações e reforça a importância da captura de espécies pouco valorizadas Estatísticas da Pesca 215 31 de maio de 216 Limitação à captura de sardinha faz disparar as importações e reforça a importância da captura de espécies pouco valorizadas Em 215 a frota de pesca nacional

Leia mais

Comissão avalia o impacto do financiamento para as regiões e lança um debate sobre a próxima ronda da política de coesão

Comissão avalia o impacto do financiamento para as regiões e lança um debate sobre a próxima ronda da política de coesão IP/07/721 Bruxelas, 30 de Maio de 2007 Comissão avalia o impacto do financiamento para as regiões e lança um debate sobre a próxima ronda da política de coesão A política de coesão teve um efeito comprovado

Leia mais

Plano de Gestão de. Resíduos Sólidos Urbanos

Plano de Gestão de. Resíduos Sólidos Urbanos Plano de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos I. INTRODUÇÃO Até meados do século passado, o lixo doméstico, praticamente, não constituía problema. A maioria dos materiais utilizados continha componentes

Leia mais

Como factos mais relevantes e que tiveram maior influência na gestão do exercício, destacamos os seguintes:

Como factos mais relevantes e que tiveram maior influência na gestão do exercício, destacamos os seguintes: RELATÓRIO DE GESTÃO - EXERCÍCIO DE 2016 Nos termos da Lei e dos Estatutos, a Direção da Amnistia Internacional Portugal apresenta à Assembleia Geral o Relatório de Gestão referente ao exercício de 2016.

Leia mais

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA Dado que as atividades de inovação podem estar tanto reunidas como espalhadas pelas mais diversas áreas da empresa, concentramos nossa atenção em quatro áreas: (1) Desenvolvimento, (2) Operações, (3) Administração,

Leia mais

Mod rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Prestadores de Serviços de Catering

Mod rev 0. Manual de Boas Práticas Ambientais. Prestadores de Serviços de Catering Mod 10-381 rev 0 Manual de Boas Práticas Ambientais Prestadores de Serviços de Catering Mensagem do Conselho de Administração Mensagem do Conselho de Administração A implementação de um Sistema de Gestão

Leia mais

Marketing Digital Administração de Redes Sociais

Marketing Digital Administração de Redes Sociais Marketing Digital Administração de Redes Sociais A empresa EXCLUSIVKEY é uma das maiores empresas portuguesas no setor de Integração de Sistemas de Controlo de Acessos e Bilhética para as áreas de Desporto

Leia mais

Engineering Solutions Consulting. Consulting

Engineering Solutions Consulting. Consulting Engineering Solutions Consulting Consulting Missão e compromisso A nossa missão é proporcionar uma abordagem inovadora, diferenciadora e que aporte valor, com uma equipa jovem, dedicada, empenhada e qualificada,

Leia mais

Balcão Único de Atendimento

Balcão Único de Atendimento Ricardo Riquito Coordenador Geral ricardo.riquito@airc.pt Balcão Único de Atendimento ATAM. 1 a 4 de Outubro Quem somos? Modernização Administrativa? Balcão Único Atendimento M N t MyNet Arquitectura Capacidades

Leia mais

Software PHC com MapPoint 2007

Software PHC com MapPoint 2007 Software PHC com MapPoint 2007 Descritivo completo A integração entre o Software PHC e o Microsoft MapPoint permite a análise de informação geográfica (mapas, rotas e análise de dispersão), baseada em

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SST NA ANA, Aeroportos de Portugal

BOAS PRÁTICAS DE SST NA ANA, Aeroportos de Portugal BOAS PRÁTICAS DE SST NA ANA, Aeroportos de Portugal ANA, Aeroportos de Portugal SST _ BOAS PRÁTICAS Luísa Amaral 2017/05/26 1 QUEM SOMOS QUEM SOMOS ANA AEROPORTOS DE PORTUGAL Grupo ANA (ANA e Portway)

Leia mais

Reduzir a pegada carbónica à boleia da eficiência energética

Reduzir a pegada carbónica à boleia da eficiência energética Reduzir a pegada carbónica à boleia da eficiência energética 1 A estratégia 2M - menos resíduos, menos carbono, enquadra-se no compromisso da LIPOR com a sustentabilidade. Face ao objetivo de redução em

Leia mais

PROJETO NBR 19000 - Adoção de Critérios da Qualidade Baseados nas Normas da Família NBR ISO 9000 para Fornecimento de Produtos

PROJETO NBR 19000 - Adoção de Critérios da Qualidade Baseados nas Normas da Família NBR ISO 9000 para Fornecimento de Produtos XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil PROJETO NBR 19000 - Adoção de Critérios da Qualidade Baseados nas Normas da Família

Leia mais

Eficiência Energética no Uso de Ar Comprimido

Eficiência Energética no Uso de Ar Comprimido Conservação de Água e Energia Elétrica 14 de outubro de 2014 Eficiência Energética no Uso de Ar Comprimido Atlas Copco Ltda. FÓRUM DE SUSTENTABILIDADE SINDIPEÇAS Out 2014 3 COMPROMISSO COM A PRODUTIVIDADE

Leia mais

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Projeto Coleta Seletiva Sumário 1. Objetivo: Descrição completa do objeto a ser executado --------------------------------- 3 2. Meta desejada: Descrição das Metas desejadas

Leia mais

Estatísticas das empresas Resultados finais para 2013: Mais empresas, menos negócios e menos emprego

Estatísticas das empresas Resultados finais para 2013: Mais empresas, menos negócios e menos emprego Empresas em Portugal 2013 28 de maio de 2015 Estatísticas das empresas Resultados finais para 2013: Mais empresas, menos negócios e menos emprego Existiam, em 2013, 1 119 447 empresas em Portugal, mais

Leia mais

Carlos Nascimento Lisboa 16 de Fevereiro de 2012

Carlos Nascimento Lisboa 16 de Fevereiro de 2012 Carlos Nascimento Lisboa 16 de Fevereiro de 2012 Situação Energética nacional Entre 1990 e 2005, o Consumo Energia Primária aumentou 54%, situando-se hoje nos 30% face a 1990 (igual a 1998). Em 2010 o

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS S i ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS Informação sobre a evolução do mercado dos produtos petrolíferos no 2º Trimestre 2015 Cotações e Preços Introdução Como habitualmente, apresentamos uma

Leia mais

Economia do País. Análise de conjuntura económica trimestral. Produto Interno Bruto. Variações trimestrais homólogas

Economia do País. Análise de conjuntura económica trimestral. Produto Interno Bruto. Variações trimestrais homólogas Produto Interno Bruto Variações trimestrais homólogas Mediante reformas introduzidas na economia portuguesa, entre 2011 e 2015, nomeadamente quanto á competitividade das empresas, foi possível estimular

Leia mais