1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00090-6 BCO BRADESCO S.A. 60.746.948/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF"

Transcrição

1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / NIRE SEDE 1 - ENDEREÇO COMPLETO 2 - BAIRRO OU DISTRITO CIDADE DE DEUS, S/Nº VILA YARA 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF OSASCO SP 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 1 - TELEX DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) 1 - NOME MILTON ALMICAR SILVA VARGAS 2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO CIDADE DE DEUS, S/Nº 4 - CEP 5 - MUNICÍPIO VILA YARA 6 - UF OSASCO SP 7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 1 - TELEFONE 11 - TELEX DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX REFERÊNCIA / AUDITOR EXERCÍCIO 1 - DATA DE INÍCIO DO EXERCÍCIO SOCIAL 2 - DATA DE TÉRMINO DO EXERCÍCIO SOCIAL 1 - Último 1/1/26 31/12/ Penúltimo 1/1/25 31/12/ Antepenúltimo 1/1/24 31/12/ NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR 5 - CÓDIGO CVM PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO 7 - CPF DO RESP. TÉCNICO Washington Luiz Pereira Cavalcanti /9/211 13:29:29 Pág: 1

2 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL Número de Ações (Mil) Do Capital Integralizado 1 - Ordinárias 2 - Preferenciais 3 - Total Em Tesouraria 4 - Ordinárias 5 - Preferenciais 6 - Total 1 31/12/ /12/ /12/ CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 1 - TIPO DE EMPRESA Instituição Financeira 2 - TIPO DE SITUAÇÃO Operacional 3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO Privada Nacional 4 - CÓDIGO ATIVIDADE Bancos 5 - ATIVIDADE PRINCIPAL Operações Bancárias, inclusive câmbio 6 - TIPO DE CONSOLIDADO Total SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 1 - ÍTEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL PROVENTOS EM DINHEIRO 1 - ÍTEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO CLASSE DE AÇÃO 1 RCA 28/12/25 Juros Sobre Capital Próprio 1/2/26 ON,285 2 RCA 28/12/25 Juros Sobre Capital Próprio 1/2/26 PN, RCA 27/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/3/26 ON,285 4 RCA 27/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/3/26 PN, RCA 24/2/26 Juros Sobre Capital Próprio 3/4/26 ON,285 6 RCA 24/2/26 Juros Sobre Capital Próprio 3/4/26 PN, RCA 6/3/26 Dividendo 3/6/26 ON, RCA 6/3/26 Dividendo 3/6/26 PN, RCA 29/3/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/5/26 ON, /9/211 13:29:29 Pág: 2

3 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / RCA 29/3/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/5/26 PN, RCA 27/4/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/6/26 ON, RCA 27/4/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/6/26 PN, RCA 26/5/26 Juros Sobre Capital Próprio 3/7/26 ON, RCA 26/5/26 Juros Sobre Capital Próprio 3/7/26 PN, RCA 26/6/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/8/26 ON, RCA 26/6/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/8/26 PN, RCA 3/6/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/7/26 ON, RCA 3/6/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/7/26 PN, RCA 27/7/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/9/26 ON, RCA 27/7/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/9/26 PN, RCA 25/8/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/1/26 ON, RCA 25/8/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/1/26 PN, RCA 27/9/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/11/26 ON, RCA 27/9/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/11/26 PN, RCA 5/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 7/12/26 ON, RCA 5/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 7/12/26 PN, RCA 5/1/26 Dividendo 7/12/26 ON, RCA 5/1/26 Dividendo 7/12/26 PN, RCA 27/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/12/26 ON, RCA 27/1/26 Juros Sobre Capital Próprio 1/12/26 PN, RCA 24/11/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/1/27 ON, RCA 24/11/26 Juros Sobre Capital Próprio 2/1/27 PN, DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 1 - DATA 12/2/ ASSINATURA 21/9/211 13:29:29 Pág: 3

4 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/24 1 Ativo Total Ativo Circulante Disponibilidades Aplicações Interfinanceiras de Liquidez Aplicações no Mercado Aberto Aplicações em Depósitos Interfinanceiros Provisões para Perdas (988) (312) (1.983) Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria Vinculados a Compromissos de Recompra Vinculados ao Banco Central Moedas de Privatização Vinculados à Prestação de Garantias Instrumentos Financeiros Derivativos Títs.Objeto de Op. Comprom.c/ Livre Mov Relações Interfinanceiras Pagamentos e Recebimentos a Liquidar Depósitos no Banco Central Tesouro Nacional-Recursos do Créd. Rural SFH - Sistema Financeiro da Habitação Correspondentes Relações Interdependências Transferências Internas de Recursos Operações de Crédito Setor Público Setor Privado Prov.p/ Operações Créd. de Liq. Duvidosa ( ) ( ) ( ) Operações de Arrendamento Mercantil Outros Créditos Créditos por Avais e Fianças Honrados Carteira de Câmbio Rendas a Receber Negociação e Intermediação de Valores Diversos Prov. p/ Outros Créd. de Liq. Duvidosa (58.666) ( ) ( ) Outros Valores e Bens Outros Valores e Bens Provisões para Desvalorizações ( ) (16.964) (12.296) Despesas Antecipadas Ativo Realizável a Longo Prazo Aplicações Interfinanceiras de Liquidez /9/211 13:29:3 Pág: 4

5 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Aplicações em Depósitos Interfinanceiros Provisões para Perdas (982) Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria Vinculados a Compromissos de Recompra Vinculados ao Banco Central Moedas de Privatização Vinculados à Prestação de Garantias Instrumentos Financeiros Derivativos Títs.Objeto de Op. Comprom.c/ Livre Mov Relações Interfinanceiras SFH - Sistema Financeiro da Habitação Relações Interdependências Operações de Crédito Setor Público Setor Privado Prov.p/ Operações Créd. de Liq. Duvidosa ( ) ( ) ( ) Operações de Arrendamento Mercantil Outros Créditos Negociação e Intermediação de Valores Diversos Prov. p/ Outros Créd. de Liq. Duvidosa (3.413) (4.833) (4.962) Outros Valores e Bens Despesas Antecipadas Ativo Permanente Investimentos Dependências no Exterior Participações em Controladas No País No Exterior Participações em Coligadas e Equiparadas Outros Investimentos Provisão para Perdas (55.726) (87.422) (117.48) Imobilizado de Uso Imóveis de Uso Outras Imobilizações de Uso Depreciações Acumuladas ( ) ( ) ( ) Imobilizado de Arrendamento Intangível Diferido Gastos de Organização e Expansão /9/211 13:29:3 Pág: 5

6 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Amortização Acumulada ( ) ( ) ( ) 21/9/211 13:29:3 Pág: 6

7 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/24 2 Passivo Total Passivo Circulante Depósitos Depósitos à Vista Depósitos de Poupança Depósitos Interfinanceiros Depósitos a Prazo Outros Depósitos Captações no Mercado Aberto Carteira Própria Carteira de Terceiros Carteira Livre Movimentação Recursos de Aceites e Emissão de Títulos Recursos de Letras Hipotecárias Obrigações por Tit. e Val. Mob. no Ext Relações Interfinanceiras Recebimentos e Pagamentos a Liquidar Repasses Interfinanceiros Correspondentes Relações Interdependências Recursos de Trânsito de Terceiros Obrigações por Empréstimos Empréstimos no Exterior Obrigações por Repasse do País Tesouro Nacional BNDES CEF FINAME Outras Instituições Obrigações por Repasse do Exterior Outras Obrigações Cobrança e Arrec. de Trib.e Assemelhados Carteira de Câmbio Sociais e Estatutárias Fiscais e Previdênciárias Negociação e Intermediação de Valores Dívidas Subordinadas Instrumentos Financeiros Derivativos Fundos Financeiros e de Desenvolvimento Diversas Passivo Exigível a Longo Prazo /9/211 13:29:3 Pág: 7

8 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Depósitos Depósitos Interfinanceiros Depósitos a Prazo Captações no Mercado Aberto Carteira Própria Recursos de Aceites e Emissão de Títulos Recursos de Letras Hipotecárias Obrigações por Tit. e Val. Mob. no Ext Relações Interfinanceiras Relações Interdependências Obrigações por Empréstimos Empréstimos no Exterior Obrigações por Repasse do País BNDES CEF FINAME Outras Instituições Obrigações por Repasse do Exterior Outras Obrigações Fiscais e Previdenciárias Dívidas Subordinadas Instrumentos Financeiros Derivativos Diversas Resultados de Exercícios Futuros Patrimônio Líquido Capital Social Realizado De Domiciliados no País De Domiciliados no Exterior Capital a Realizar (7.) Reservas de Capital Incentivos Fiscais do Imposto de Renda Outras Reservas de Reavaliação Ativos Próprios Controladas/Coligadas e Equiparadas Reservas de Lucro Legal Estatutária Para Contingências De Lucros a Realizar Retenção de Lucros 21/9/211 13:29:3 Pág: 8

9 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Especial p/ Dividendos Não Distribuídos Outras Reservas de Lucro (5.41) (29.931) Ações em Tesouraria (5.41) (29.931) Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários Lucros/Prejuízos Acumulados 21/9/211 13:29:3 Pág: 9

10 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-1/1/26 a 31/12/26 4-1/1/25 a 31/12/25 5-1/1/24 a 31/12/ Receitas da Intermediação Financeira Operações de Crédito Resultado de Oper. c/títs.e Valores Mob Resultado com Instr. Financ. Derivativos Resultado de Operações de Câmbio Resultado das Aplicações Compulsórias Despesas da Intermediação Financeira ( ) ( ) ( ) Operações de Captações no Mercado ( ) ( ) ( ) Operações de Empréstimos e Repasses ( ) ( ) ( ) Prov. p/ Créditos de Liquidação Duvidosa ( ) ( ) ( ) 3.3 Resultado Bruto Intermediação Financeira Outras Despesas/Receitas Operacionais ( ) ( ) ( ) Receitas de Prestação de Serviços Despesas de Pessoal ( ) ( ) ( ) Outras Despesas Administrativas ( ) ( ) ( ) Despesas Tributárias ( ) ( ) ( ) Outras Receitas Operacionais Outras Despesas Operacionais ( ) ( ) ( ) Amortização Integral de Ágios ( ) Outras ( ) Resultado da Equivalência Patrimonial Resultado Operacional Resultado Não Operacional (21.573) (6.72) (58.58) Receitas Despesas (263.3) ( ) ( ) 3.7 Resultado Antes Tributação/Participações Provisão para IR e Contribuição Social ( ) (66.343) IR Diferido 3.1 Participações/Contribuições Estatutárias Participações Contribuições 3.11 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 3.13 Lucro/Prejuízo do Período NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) LUCRO POR AÇÃO (Reais) PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) ,4958 5,6312 6, /9/211 13:29:31 Pág: 1

11 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-1/1/26 a 31/12/26 4-1/1/25 a 31/12/25 5-1/1/24 a 31/12/ Origens Das Operações Lucro/Prejuízo do Período Ajustes ao Lucro/Prejuízo ( ) ( ) ( ) Depreciações e Amortizações Amortização de Ágio Variação nas Provisões de Investimentos (31.2) (32.711) Resultado de Part.em Colig.e Controladas ( ) ( ) (2.9.9) Outros ( ) ( ) (31.897) Dos Acionistas (19.578) Aumento do Capital Social por Subscrição Aumento do Cap. Social por Incorp. Ações Ágio na Subscrição de Ações Subvenções de Investimentos Ajuste Vr. de Merc.-Títs. Disp. p/ Venda (2.837) De Terceiros Aumento dos Subgrupos do Passivo Diminuição dos Subgrupos do Ativo Alienação de Bens e Investimentos Juros s/o Capital Próprio e Divid. Receb Variação nos Resultados de Exerc.Futuros (1.658) (2.779) 4.2 Aplicações Juros s/o Capital Próprio e Divid. Pagos Aquisição de Ações de Própria Emissão Inversões em Bens de Investimentos Aplicações no Diferido Aumento dos Subgrupos do Ativo Redução dos Subgrupos do Passivo Acréscimo/Decréscimo Disponibilidades Modificações na Posição Financeira Início do Período Final do Período /9/211 13:29:31 Pág: 11

12 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 1/1/26 A 31/12/26 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - AJUSTES DE 8 - LUCROS/PREJUÍZOS 9 - TOTAL PATRIMÔNIO CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO TÍTULOS E VLS. ACUMULADOS LÍQUIDO MOBILIÁRIOS 5.1 Saldo Inicial Ajustes de Exercícios Anteriores 5.3 Aumento/Redução do Capital Social Aumento de Capital por Subscrição Realização de Reservas 5.5 Ações em Tesouraria (23.56) (23.56) 5.6 Lucro/Prejuízo do Período Destinações (5.54.4) ( ) Reservas ( ) Juros sobre o Capital Próprio ( ) ( ) Dividendos Propostos (625.) (625.) 5.8 Outros Atualização de Títulos Patrimoniais Ágio na Subscrição de Ações Ajuste ao Vr. de Merc-TVM e Derivativos Saldo Final /9/211 13:29:32 Pág: 12

13 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 1/1/25 A 31/12/25 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - AJUSTES DE 8 - LUCROS/PREJUÍZOS 9 - TOTAL PATRIMÔNIO CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO TÍTULOS E VLS. ACUMULADOS LÍQUIDO MOBILIÁRIOS 5.1 Saldo Inicial Ajustes de Exercícios Anteriores 5.3 Aumento/Redução do Capital Social 6.. ( ) Aumento de Capital por Subscrição Aumento de Capital por Incorp. de Ações Aumento de Capital com Reservas ( ) Aumento de Capital 3.7. (3..) Realização de Reservas 5.5 Ações em Tesouraria (225.36) (225.36) 5.6 Lucro/Prejuízo do Exercício Destinações ( ) (1.881.) Reservas ( ) Juros sobre Capital Próprio (1.537.) (1.537.) Dividendos Propostos (344.) (344.) 5.8 Outros Atualização de Títulos Patrimoniais Ágio na Subscrição de Ações Ajuste ao Vr. de Merc-TVM e Derivativos Saldo Final /9/211 13:29:32 Pág: 13

14 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 1/1/24 A 31/12/24 (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - AJUSTES DE 8 - LUCROS/PREJUÍZOS 9 - TOTAL PATRIMÔNIO CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO TÍTULOS E VLS. ACUMULADOS LÍQUIDO MOBILIÁRIOS 5.1 Saldo Inicial Ajustes de Exercícios Anteriores 5.3 Aumento/Redução do Capital Social Aumento de Capital Capital a Realizar (7.) (7.) 5.4 Realização de Reservas 5.5 Ações em Tesouraria (48.753) (48.753) 5.6 Lucro/Prejuízo do Exercício Destinações ( ) ( ) Reservas ( ) Juros sobre o Capital Próprio ( ) ( ) 5.8 Outros (2.837) (18.649) Atualização de Títulos Patrimoniais Incentivos Fiscais Ajuste ao Vr. de Merc-TVM e Derivativos (2.837) (2.837) 5.9 Saldo Final /9/211 13:29:32 Pág: 14

15 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/24 1 Ativo Total Ativo Circulante Disponibilidades Aplicações Interfinanceiras de Liquidez Aplicações no Mercado Aberto Aplicações em Depósitos Interfinanceiros Provisões para Perdas (988) (312) (1.983) Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria Vinculados a Compromissos de Recompra Vinculados ao Banco Central Moedas de Privatização Vinculados à Prestação de Garantias Instrumentos Financeiros Derivativos Títs.Objeto de Op. Comprom.c/ Livre Mov Relações Interfinanceiras Pagamentos e Recebimentos a Liquidar Depósitos no Banco Central Tesouro Nacional - Recursos Créd. Rural SFH - Sistema Financeiro de Habitação Correspondentes Relações Interdependências Transferências Internas de Recursos Operações de Crédito Setor Público Setor Privado Prov.p/ Operações Créd. de Liq. Duvidosa ( ) ( ) ( ) Operações de Arrendamento Mercantil Setor Público Setor Privado Rendas a Aprop.de Arrendamento Mercantil ( ) ( ) (864.94) Prov.p/ Créd. de Arrend.Merc. de Liq.Duv (75.472) (52.74) (51.521) Outros Créditos Créditos por Avais e Fianças Honrados Carteira de Câmbio Rendas a Receber Negociação e Intermediação de Valores Prêmios de Seguros a Receber Diversos Prov.p/Outros Créd. de Liquid. Duvidosa (93.24) ( ) (143.37) Outros Valores e Bens /9/211 13:29:33 Pág: 15

16 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Outros Valores e Bens Provisões para Desvalorizações ( ) ( ) ( ) Despesas Antecipadas Ativo Realizável a Longo Prazo Aplicações Interfinanceiras de Liquidez Aplicações em Depósitos Interfinanceiros Provisão para Perdas (982) Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria Vinculados a Compromissos de Recompra Vinculados ao Banco Central Moedas de Privatização Vinculados à Prestação de Garantias Instrumentos Financeiros Derivativos Títs. Obj. de Oper. Compr. c/ Livre Mov Relações Interfinanceiras SFH - Sistema Financeiro de Habitação Relações Interdependências Operações de Crédito Setor Público Setor Privado Prov.p/ Operações Créd. de Liq. Duvidosa ( ) ( ) ( ) Operações de Arrendamento Mercantil Setor Público Setor Privado Rendas a Aprop.de Arrendamento Mercantil ( ) ( ) ( ) Prov.p/ Créd. de Arrend.Merc. de Liq.Duv (84.368) (54.985) (52.694) Outros Créditos Rendas a Receber Negociação e Intermediação de Valores Diversos Prov.p/Outros Créd. de Liquid. Duvidosa (7.845) (11.67) (9.869) Outros Valores e Bens Outros Valores e Bens Provisões para Desvalorizações (766) (1.547) (6.19) Despesas Antecipadas Ativo Permanente Investimentos Dependências no Exterior Participações em Controladas No País /9/211 13:29:33 Pág: 16

17 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Participações em Coligadas e Equiparadas Outros Investimentos Provisão para Perdas (358.19) ( ) ( ) Imobilizado de Uso Imóveis de Uso Outras Imobilizações de Uso Depreciações Acumuladas ( ) ( ) ( ) Imobilizado de Arrendamento Bens Arrendados Depreciações Acumuladas (9.6) (13.838) (39.512) Intangível Diferido Gastos de Organização e Expansão Amortização Acumulada (95.822) ( ) ( ) Ágio na Aq.de Empr.Control. Liq.de amort /9/211 13:29:33 Pág: 17

18 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/24 2 Passivo Total Passivo Circulante Depósitos Depósitos à Vista Depósitos de Poupança Depósitos Interfinanceiros Depósitos a Prazo Outros Depósitos Captações no Mercado Aberto Carteira Própria Carteira de Terceiros Carteira Livre Movimentação Recursos de Aceites e Emissão de Títulos Recursos de Letras Hipotecárias Recursos de Debêntures Obrig. por Títulos e Vr. Mob.no Exterior Relações Interfinanceiras Correspondentes Relações Interdependências Recursos em Trânsito de Terceiros Obrigações por Empréstimos Emprést. no País - Instituições Oficiais Emprést. no País - Outras Instituições Empréstimos no Exterior Obrigações por Repasse do País Tesouro Nacional BNDES CEF FINAME Outras Instituições Obrigações por Repasse do Exterior Outras Obrigações Cobr. e Arrecad. de Trib. e Assemelhados Carteira de Câmbio Sociais e Estatutárias Fiscais e Previdenciárias Negociação e Intermediação de Valores Prov.Téc.Comprometida de Seg.,Prev.e Cap Dívidas Subordinadas Instrumentos Financeiros Derivativos Fundos Financeiros e de Desenvolvimento /9/211 13:29:34 Pág: 18

19 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Diversas Passivo Exigível a Longo Prazo Depósitos Depósitos à Prazo Captações no Mercado Aberto Carteira Própria Recursos de Aceites e Emissão de Títulos Recursos de Letras Hipotecárias Recursos de Debêntures Obrig. por Títulos e Vr. Mob.no Exterior Relações Interfinanceiras Relações Interdependências Obrigações por Empréstimos Emprést. no País - Instituições Oficiais Emprést. no País - Outras Instituições Empréstimos no Exterior Obrigações por Repasse do País BNDES CEF FINAME Outras Instituições Obrigações por Repasse do Exterior Outras Obrigações Fiscais e Previdenciárias Dívidas Subordinadas Instrumentos Financeiros Derivativos Prov.Téc.Comprometida de Seg.,Prev.e Cap Diversas Resultados de Exercícios Futuros Part. de Acionistas Não Controladores Patrimônio Líquido Capital Social Realizado De Domiciliados no País De Domiciliados no Exterior Capital a Realizar (7.) Reservas de Capital Incentivos Fiscais do Imposto de Renda Outras Reservas de Reavaliação Ativos Próprios Controladas/Coligadas e Equiparadas 21/9/211 13:29:34 Pág: 19

20 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-31/12/ /12/ /12/ Reservas de Lucro Legal Estatutária Para Contingências De Lucros a Realizar Retenção de Lucros Especial p/ Dividendos Não Distribuídos Outras Reservas de Lucro Ajuste ao Valor de Merc-Próprias (71.97) (48.13) Ajuste ao Valor de Merc-Colig. e Control Ações em Tesouraria (5.41) (29.931) Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários Lucros/Prejuízos Acumulados 21/9/211 13:29:34 Pág: 2

21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-1/1/26 a 31/12/26 4-1/1/25 a 31/12/25 5-1/1/24 a 31/12/ Receitas da Intermediação Financeira Operações de Crédito Operações de Arrendamento Mercantil Resultado de Op. c/ Títs. e Valores Mob Resultado Financeiro de Seguros Resultado com Instr. Financ. Derivativos Resultado de Operações de Câmbio Resultado de Aplicações Compulsórias Despesas da Intermediação Financeira ( ) ( ) ( ) Operações de Captações no Mercado ( ) ( ) ( ) Desp. de Atualiz. de Reservas Técnicas ( ) ( ) ( ) Operações de Empréstimos e Repasses ( ) ( ) ( ) Operações de Arrendamento Mercantil (8.158) (8.695) (17.492) Prov. p/ Créditos de Liquidação Duvidosa ( ) ( ) ( ) 3.3 Resultado Bruto Intermediação Financeira Outras Despesas/Receitas Operacionais ( ) ( ) ( ) Receitas de Prestação de Serviços Despesas de Pessoal ( ) ( ) ( ) Outras Despesas Administrativas (5.87.3) ( ) ( ) Despesas Tributárias ( ) ( ) ( ) Outras Receitas Operacionais Prêmios Ret. de Seg., Planos Prev e Cap Outras Outras Despesas Operacionais ( ) ( ) ( ) Var.de Prov.Técnicas de Seg.,Prev. e Cap ( ) ( ) ( ) Sinistros - Operações de Seguros ( ) ( ) ( ) Resgates de Títulos de Capitalização ( ) ( ) ( ) Desp.de Comercializ.de Pl. de Seg.e Prev ( ) (961.17) (867.94) Desp.c/ Benefício e Resg.de Pl. de Prev. ( ) ( ) ( ) Amortização Integral de Ágios ( ) Outras ( ) ( ) ( ) Resultado da Equivalência Patrimonial Resultado Operacional Resultado Não Operacional (8.964) (16.144) ( ) Receitas Despesas ( ) ( ) (75.262) 3.7 Resultado Antes Tributação/Participações Provisão para IR e Contribuição Social ( ) ( ) ( ) 3.9 IR Diferido 3.1 Participações/Contribuições Estatutárias Participações 21/9/211 13:29:35 Pág: 21

22 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-1/1/26 a 31/12/26 4-1/1/25 a 31/12/25 5-1/1/24 a 31/12/ Contribuições 3.11 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 3.12 Part. de Acionistas Não Controladores (9.7) (8.831) (12.469) 3.13 Lucro/Prejuízo do Período NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) LUCRO POR AÇÃO (Reais) PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais) ,4958 5,6312 6, /9/211 13:29:35 Pág: 22

23 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária IDENTIFICAÇÃO 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 9-6 BCO BRADESCO S.A / DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS CONSOLIDADAS (Reais Mil) 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-1/1/26 a 31/12/26 4-1/1/25 a 31/12/25 5-1/1/24 a 31/12/ Origens Das Operações Lucro/Prejuízo do Período Ajustes ao Lucro/Prejuízo Depreciações e Amortizações Amortização de Ágio Variação nas Provisões de Investimentos (1.263) Resultado de Part.em Colig.e Controladas (72.324) (76.15) ( ) Outros (29.37) Dos Acionistas (19.578) Aumento do Capital Social por Subscrição Aumento do Cap Social por Incorp. Ações Ágio na Subscrição de Ações Subvenções de Investimentos Ajuste Valor de Merc. Tít. Disp. Venda (2.837) De Terceiros Aumentos dos Subgrupos do Passivo Diminuição dos Subgrupos do Ativo Alienação de Bens e Investimentos Juros s/o Capital Próprio e Divid. Receb Variação nos Res. de Exercícios Futuros Variação na Participação Minoritária (619) (12.531) (42.139) 4.2 Aplicações Jrs s/o Cap.Próp.e Divid.Pagos e/ou De Aquisições de Ações de Própria Emissão Inversões em Bens e Investimentos Aplicação no Diferido Aumento dos Subgrupos do Ativo Redução dos Subgrupos do Passivo Acréscimo/Decréscimo Disponibilidades Modificações na Posição Financeira Início do Período Final do Período /9/211 13:29:35 Pág: 23

24 Ao Conselho de Administração e aos Acionistas Banco Bradesco S.A. 1 Examinamos o balanço patrimonial do Banco Bradesco S.A. e o balanço patrimonial consolidado do Banco Bradesco S.A. e empresas controladas em 31 de dezembro de 26 e as correspondentes demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido e das origens e aplicações de recursos, bem como as demonstrações consolidadas do resultado e das origens e aplicações de recursos do exercício e semestre findos nessa data, elaborados sob a responsabilidade da administração do Banco. Nossa responsabilidade é a de emitir parecer sobre essas demonstrações financeiras. 2 Nosso exame foi conduzido de acordo com as normas de auditoria aplicáveis no Brasil, as quais requerem que os exames sejam realizados com o objetivo de comprovar a adequada apresentação das demonstrações financeiras em todos os seus aspectos relevantes. Portanto, nosso exame compreendeu, entre outros procedimentos: (a) o planejamento dos trabalhos, considerando a relevância dos saldos, o volume de transações e os sistemas contábil e de controles internos do Banco, (b) a constatação, com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis divulgados e (c) a avaliação das práticas e estimativas contábeis mais representativas adotadas pela administração do Banco, bem como da apresentação das demonstrações financeiras tomadas em conjunto. 3 Somos de parecer que as referidas demonstrações financeiras apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira do Banco Bradesco S.A. e do Banco Bradesco S.A. e empresas controladas em 31 de dezembro de 26 e o resultado das operações, as mutações do patrimônio líquido e as origens e aplicações de recursos, bem como o resultado consolidado das operações e as origens e aplicações de recursos consolidadas do exercício e semestre findos nessa data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. 4 Nosso exame foi conduzido com o objetivo de emitir parecer sobre as demonstrações financeiras referidas no primeiro parágrafo, tomadas em conjunto. As demonstrações do fluxo de caixa e do valor adicionado do exercício findo em 31 de dezembro de 26, que estão sendo apresentadas para propiciar informações suplementares sobre o Banco Bradesco S.A. e empresas controladas, não são requeridas como parte integrante das demonstrações financeiras, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. Essas demonstrações foram submetidas aos mesmos procedimentos de auditoria descritos no segundo parágrafo e, em nossa opinião, estão adequadamente apresentadas em todos os seus aspectos relevantes em relação às demonstrações financeiras tomadas em conjunto. 5 Conforme mencionado na Nota 15, no decorrer do exercício de 26 foram integralmente amortizados os ágios sobre os investimentos em coligadas e controladas. 6 O exame das demonstrações financeiras do exercício findo em 31 de dezembro de 26, apresentadas para fins de comparação, foi conduzido sob a responsabilidade de outros auditores independentes, que emitiram parecer com data de 21 de fevereiro de 26, sem ressalvas. São Paulo, 9 de fevereiro de 27 Pág: 24

25 PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes CRC 2SP16/O-5 Washington Luiz Pereira Cavalcanti Contador CRC 1SP17294/O-6 Pág: 25

26 B a n c o B r a d e s c o S.A. Mensagem aos Acionistas Ano de muitas conquistas, 26 trouxe também ganhos de especial magnitude na imagem que o Bradesco vem construindo desde a sua criação, 63 anos atrás. A inclusão, entre as seis empresas brasileiras que integram o seleto grupo mundial de 318 do Dow Jones Sustainability World Index ressoou, junto ao numeroso elenco de acionistas e de colaboradores da Organização, como o reconhecimento mais categorizado de que o esforço coletivo e solidário está na direção certa e produz os resultados desejados nos campos econômico, ambiental e social. Formatted O compromisso com a perenidade já havia motivado a inclusão de suas ações no ISE Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa, bem como a adesão ao Pacto Global da ONU e aos Princípios do Equador, influenciando decisivamente o desenvolvimento e a oferta de produtos sustentáveis ao mercado. Nessa linha, também foi importante a classificação AAA+ da Management & Excellence, tendo sido o Banco a primeira empresa da América Latina a recebê-la, por atender aos padrões mundiais de sustentabilidade, governança corporativa, responsabilidade social, ética e transparência. Surge agora, com grande poder de motivação e inspiração, o desafio de conservar, nos próximos anos, as classificações alcançadas. Mas o exercício deu também maior substância a dois predicados pelos quais o Bradesco, no setor financeiro privado, se projeta no cenário empresarial brasileiro: como líder, pelos aspectos de maior lucro, maior capitalização no conceito de recursos próprios, pelo volume de ativos consolidados, pela extensa Rede de Atendimento; e completo, quando a avaliação se faz com base na amplitude e diversidade dos serviços oferecidos ao mercado em todos os seus segmentos e sob as mais diversas condições socioeconômicas, além de muitas outras conquistas e realizações que emolduram suas mais de seis décadas de existência. Líder e Completo transbordam, assim, do domínio dos slogans publicitários para converter-se em autêntica síntese do planejamento estratégico, pois o Bradesco está preparado para manter-se como empreendimento sólido, produtivo, rentável e acompanhar, com participação cada vez maior, a previsível expansão do mercado financeiro no contexto da economia nacional. O Lucro Líquido do ano alcançou o expressivo patamar de R$ 6,363 bilhões, que, ajustado pelos eventos não recorrentes, basicamente a antecipação da amortização dos Ágios existentes, situou-se em R$ 5,54 bilhões, sendo destacados, para distribuição aos acionistas, dividendos e juros sobre o capital próprio no montante de R$ 2,16 bilhões, 44,98% do resultado ajustado pelos eventos não recorrentes. Os ativos totais atingiram R$ 265,547 bilhões e o Patrimônio Líquido R$ 24,636 bilhões. É de justiça destacar a contribuição, no lucro do exercício, trazida pelo Grupo Bradesco de Seguros e Previdência. A esses resultados, soma-se a valorização das Ações Bradesco em Bolsa de Valores, com crescimento superior a 3% no valor de mercado durante o ano. O volume significativo de 2/3 das ações em poder de acionistas minoritários é clara evidência do compromisso com o mercado de capitais e fator a considerar na sua negociabilidade em Bolsa. O ano 26 traz, ainda, como registro especial, a comemoração dos 5 Anos da Fundação Bradesco. Ação pioneira de investimento social, configura-se como o maior esforço dentro da iniciativa privada, e, seguramente, um dos maiores do mundo. A Fundação, com 4 Escolas distribuídas por todo o território nacional, atende hoje com ensino gratuito e de qualidade a mais de 18 mil alunos. Ressalte-se, ainda, entre os acontecimentos que marcaram o período, a parceria com a American Express Company, pela qual o Bradesco assumiu as operações dos Cartões de Crédito AMEX e atividades correlatas no Brasil, o que dará ao Banco grande avanço no segmento. A tradição do Bradesco no campo da ética e transparência tem norteado a Administração na busca insistente pelas melhores práticas de Governança Corporativa. O esforço para se construir esta imagem de segurança, confiabilidade e dinamismo tem seu êxito espelhado nos números que se seguem: R$ 386,586 bilhões de recursos captados e administrados, 16,846 milhões de contas correntes, 57,942 milhões de cartões de crédito, débito e private label e 18,273 milhões de segurados e participantes de seus planos. Permanecerá o Bradesco no seu planejamento estratégico, sob a ótica da perenidade da Organização, com metas realistas e coerentes, construídas em torno de projeções conservadoras, alicerçadas em iniciativas concretas no terreno dos investimentos prudentes, do crescimento da presença no mercado, da oferta de produtos, da inovação e de todos os indicadores de eficiência operacional. Uma palavra de reconhecimento ao nosso corpo de diretores, funcionários e demais colaboradores, quanto ao papel decisivo que essa força de trabalho coesa, integrada e motivada tem na materialização das metas traçadas: é ela, certamente, o diferencial mais competitivo da Organização. Emergindo, com tranqüilidade e segurança, de um período eleitoral em que, mais uma vez, o povo brasileiro evidenciou o seu respeito pelo regime democrático, o País tem agora, no conceito de desenvolvimento, um fio condutor para os próximos anos, apoiado pela unanimidade das forças vivas da Nação e acima de quaisquer considerações de ordem política. É crescer ou crescer! Nesse cenário, defronta-se o Sistema Financeiro Nacional com o desafio de viabilizar, com sua singular capacidade de intermediação financeira, o aumento do potencial produtivo do País, financiando investimentos, expandindo a prestação de serviços que otimizam o tempo e os recursos das pessoas e empresas, democratizando o crédito e promovendo a distribuição da riqueza gerada. O Bradesco estará à frente dessa mobilização, com firmeza e a convicção de corresponder às justas expectativas de seu numeroso quadro de acionistas e clientes, aos quais a Administração renova seus agradecimentos pela confiança, apoio e preferência de que tem sido depositária. Cidade de Deus, 9 de fevereiro de 27 Pág: 26

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00090-6 BCO BRADESCO S.A. 60.746.948/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00090-6 BCO BRADESCO S.A. 60.746.948/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/26 Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2016 - BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 A T I V O 31.12.2009 31.12.2008 ATIVO CIRCULANTE 77.677 45.278 DISPONIBILIDADES 46 45 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ 1.641 314 APLICAÇÕES EM

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ UNIPAR - UNIÃO DE INDS. PETROQUÍMICAS SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ UNIPAR - UNIÃO DE INDS. PETROQUÍMICAS SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BCO EST RIO GRANDE SUL SA 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BCO EST RIO GRANDE SUL SA 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/2 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ FRAS-LE SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ FRAS-LE SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 4 - NIRE 433..43.5 1.2 - SEDE 1 - ENDEREÇO COMPLETO

Leia mais

Data-Base - 31/12/2005

Data-Base - 31/12/2005 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea Data-Base - 31/12/25 Divulgação

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/23 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ HELBOR EMPREENDIMENTOS S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ HELBOR EMPREENDIMENTOS S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BOMBRIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BOMBRIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/26 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

PERMANENTE

PERMANENTE BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2009 E 2008 A T I V O 30.06.2009 30.06.2008 ATIVO CIRCULANTE 62.969 46.291 DISPONIBILIDADES 46 47 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ 13.419 593 APLICAÇÕES EM

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ ODONTOPREV S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ ODONTOPREV S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/24 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / Avenida das Américas nº 3959 Sala 116

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / Avenida das Américas nº 3959 Sala 116 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/23 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Banrisul Global Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo

Banrisul Global Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo Banrisul Global Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo CNPJ 08.960.563/0001-33 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96) Demonstrações Financeiras

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ DROGASIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ DROGASIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A.

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2005 SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão de Debêntures Relatório

Leia mais

Safra Multicarteira Agressivo - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de junho de

Safra Multicarteira Agressivo - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de junho de Safra Multicarteira Agressivo - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2004 e de 2003 e parecer de auditores independentes Parecer

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO DO VALOR CONTÁBIL DAS AÇÕES DO CAPITAL DO BANCO ITAÚ S.A. NA DATA-BASE DE 30 DE SETEMBRO DE 2002.

LAUDO DE AVALIAÇÃO DO VALOR CONTÁBIL DAS AÇÕES DO CAPITAL DO BANCO ITAÚ S.A. NA DATA-BASE DE 30 DE SETEMBRO DE 2002. BANCO ITAÚ S.A. LAUDO DE AVALIAÇÃO DO VALOR CONTÁBIL DAS AÇÕES DO CAPITAL DO BANCO ITAÚ S.A. NA DATA-BASE DE 30 DE SETEMBRO DE 2002. Av. Maria Coelho Aguiar, 215 Bloco A / 6º andar Centro Empresarial CEP

Leia mais

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES A BDO International é uma rede mundial

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A.

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2006 SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão de Debêntures Relatório

Leia mais

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A.

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2007 SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 2ª Emissão de Debêntures

Leia mais

Acer Consultores em Imóveis S/A

Acer Consultores em Imóveis S/A Acer Consultores em Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e 31 de Dezembro de 2006 e 2005 Parecer dos auditores independentes Aos

Leia mais

6 C ; > OE O ƐƚĂƚƵƐ 6 > 8 2/ 72 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/AVersão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/AVersão : 1. Composição do Capital 1 DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/AVersão : 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais

Leia mais

ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 ---

ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 --- ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 --- SUMÁRIO Análise Financeira 04 Resumo Econômico-Financeiro 06 Resultados s 07 Resultado por Área de Negócio 08 Demonstração do Valor Adicionado 08 Liquidez

Leia mais

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações 4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações Financeiras e Resultados Operacionais da Emissora Eventos

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02221-7 BRASIL INSURANCE PART. E ADM. S.A. 11.721.921/0001-60 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02221-7 BRASIL INSURANCE PART. E ADM. S.A. 11.721.921/0001-60 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobras (C.N.P.J. nº 03.910.929/0001-46) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobras (C.N.P.J. nº 03.910.929/0001-46) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobras (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 30 de setembro de 2015 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Net Belo Horizonte Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 para fins de incorporação

Net Belo Horizonte Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 para fins de incorporação Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 31 de outubro de 2010 1. Globalconsulting Assessoria Contábil Ltda., empresa devidamente inscrita no Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/09/2006 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

BRADESCO LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL

BRADESCO LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL BRADESCO LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL 1ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2005 BRADESCO LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL 1ª Emissão de Debêntures Relatório

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL

DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL 6ª Emissão Pública de Debêntures Não Conversíveis Ações em Série Única da Espécie Subordinada Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício 2008 1 RELATÓRIO ANUAL

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2006 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO

Leia mais

Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007

Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007 Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007 Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Banrisul Commodities Fundo de Investimento em Ações

Banrisul Commodities Fundo de Investimento em Ações Banrisul Commodities Fundo de Investimento em Ações CNPJ 10.199.946/0001-82 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96) Demonstrações Financeiras Para o Exercício

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02118-0 BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES S.A. 08.613.550/0001-98 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02118-0 BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES S.A. 08.613.550/0001-98 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2006 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BANCO BRADESCO S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2003 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO

Leia mais

SGCE Participações Societárias S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e parecer dos auditores independentes

SGCE Participações Societárias S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e parecer dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Administradores e Acionistas SGCE Participações Societárias S.A. 1 Examinamos

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) com Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de

Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

RELATÓRIO DE REVISÃO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Acionistas e Administradores da IESA Projetos, Equipamentos e Montagens S.A. Araraquara - SP Introdução Revisamos as informações contábeis intermediárias,

Leia mais

BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL

BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL 4ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2003 BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL 4ª Emissão de Debêntures Relatório Anual

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero...

https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero... ENET Protocolo Página 1 de 1 https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero... 15/08/2011 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MULTIPLUS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MULTIPLUS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AES TIETE ENERGIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AES TIETE ENERGIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Banco Itaú S.A. Administrador

Banco Itaú S.A. Administrador São Paulo, setembro de 2006 Prezado Cotista, Em atendimento à instrução CVM n 279, estamos encaminhando o balanço do fundo Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce - MIGRAÇÃO, para que você obtenha

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00090-6 BCO BRADESCO S/A 60.746.948/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00090-6 BCO BRADESCO S/A 60.746.948/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/1998 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S. A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011. Pág: 1

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S. A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011. Pág: 1 BANCO MERCANTIL DO BRASIL S. A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011. Pág: 1 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIO DE 2012 Senhores Acionistas: Submetemos à apreciação de V.Sas. as

Leia mais

HOLDCO PARTICIPAÇÕES LTDA.

HOLDCO PARTICIPAÇÕES LTDA. HOLDCO PARTICIPAÇÕES LTDA. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AOS PERÍODOS FINDOS EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 E 2008 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES BDO International é uma rede mundial de empresas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Itaú Seguros S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil 30 de setembro de 2009

Itaú Seguros S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil 30 de setembro de 2009 Itaú Seguros S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil 30 de setembro de 2009 Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil Itaú Seguros S.A. PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes,

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/AVersão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/AVersão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL

Leia mais

ASSOCIAÇÃO POLICIAL DE ASSISTENCIA A SAUDE SOROCABA/SP

ASSOCIAÇÃO POLICIAL DE ASSISTENCIA A SAUDE SOROCABA/SP BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO ATIVO CIRCULANTE 10.687.179,18 9.867.341,83 Disponível 53.970,81 482,70 Realizável 10.633.208,37 9.866.859,13 Aplicações Financeiras 5.099.575,74 5.008.378,64 Aplicações Vinculadas

Leia mais

BRB Banco de Brasília S.A. Demonstrações contábeis em 30 de junho de 2008 e de 2007 e parecer dos auditores independentes

BRB Banco de Brasília S.A. Demonstrações contábeis em 30 de junho de 2008 e de 2007 e parecer dos auditores independentes BRB Banco de Brasília S.A. Demonstrações contábeis em 30 de junho de 2008 e de 2007 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Administradores e Acionistas BRB Banco

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Durante a Distribuição, o administrador adquiriu Ações da Petrobrás ON no montante do patrimônio líquido do fundo. Banco Itaú S.A.

Durante a Distribuição, o administrador adquiriu Ações da Petrobrás ON no montante do patrimônio líquido do fundo. Banco Itaú S.A. São Paulo, setembro de 2006 Prezado Cotista, Em atendimento à instrução CVM n 279, estamos encaminhando o balanço do fundo ITAÚ PETROBRAS Fundo Mútuo de Privatização FGTS, para que você obtenha informações

Leia mais

SECULUS CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A.

SECULUS CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A. SECULUS CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A. Relatório da Administração Senhores acionistas, Cumprindo determinação legal e estatutária, temos o prazer de apresentar-lhes as Demonstrações Financeiras

Leia mais

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES Rua Laplace, 96-10 andar, 04622-000 - São Paulo SP Telefone: (11) 5561 2230 Fax: (11) 5531 6007 12 de agosto de 2.005 PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Administradores Instituto Fernand Braudel de

Leia mais

UNIVERCIDADE TRUST DE RECEBÍVEIS S/A

UNIVERCIDADE TRUST DE RECEBÍVEIS S/A UNIVERCIDADE TRUST DE RECEBÍVEIS S/A 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004 UNIVERCIDADE TRUST DE RECEBÍVEIS S/A 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S/A. 2ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004

LOJAS AMERICANAS S/A. 2ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004 LOJAS AMERICANAS S/A 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004 LOJAS AMERICANAS S/A 2ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2004

Leia mais

Banco ItaúLeasing S/A (Nova Denominação da Cia. Itaú Leasing de Arrendamento Mercantil)

Banco ItaúLeasing S/A (Nova Denominação da Cia. Itaú Leasing de Arrendamento Mercantil) Banco ItaúLeasing S/A (Nova Denominação da Cia. Itaú Leasing de Arrendamento Mercantil) 10ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2006 Banco ItaúLeasing S/A (Nova Denominação

Leia mais

SOMAR S.A INDÚSTRIAS MECÂNICAS

SOMAR S.A INDÚSTRIAS MECÂNICAS Laudo de Avaliação Patrimonial sobre as Demonstrações Financeiras elaboradas para a data base de 30 de novembro de 2009 Laudo de Avaliação Patrimonial sobre as Demonstrações Financeiras Elaboradas na Data

Leia mais

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Elekeiroz S.. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Balanço patrimonial tivo Circulante Nota 31 de dezembro de 2013 31 de

Leia mais

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis OUTUBRO 2012. Elaborado por: Elias da Silveira Cerqueira

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis OUTUBRO 2012. Elaborado por: Elias da Silveira Cerqueira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Resultados R$ Milhões

Resultados R$ Milhões 1 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido 2 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido Ajustado CAGR: 13,6%aa CAGR: 30,1%aa 3 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido Trimestral Recorrente 4 Resultados R$ Milhões Patrimônio

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ CIA DE PARTICIPAÇÕES ALIANÇA DA BAHIA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ CIA DE PARTICIPAÇÕES ALIANÇA DA BAHIA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Banco Itaú S.A. Administrador

Banco Itaú S.A. Administrador São Paulo, setembro de 2006 Prezado Cotista, Em atendimento à instrução CVM n 279, estamos encaminhando o balanço do fundo Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce, para que você obtenha informações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00867-2 LA FONTE PARTICIPAÇÕES S/A 60.543.816/0001-93 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00867-2 LA FONTE PARTICIPAÇÕES S/A 60.543.816/0001-93 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/26 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ SARAIVA SA LIVREIROS EDITORES Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ SARAIVA SA LIVREIROS EDITORES Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Unidade II. No ativo, a disposição das contas obedece ao grau decrescente de liquidez dos elementos nelas registrados.

Unidade II. No ativo, a disposição das contas obedece ao grau decrescente de liquidez dos elementos nelas registrados. Unidade II 8 ATIVO Ativo compreende, como já vimos, os bens e direitos da empresa, classificados de acordo com sua destinação específica, que varia segundo os fins da empresa. No ativo, a disposição das

Leia mais

EXAME DE SUFICIÊNCIA - 01/2000 I - CONTABILIDADE GERAL

EXAME DE SUFICIÊNCIA - 01/2000 I - CONTABILIDADE GERAL EXAME DE SUFICIÊNCIA - 01/2000 I - CONTABILIDADE GERAL 1 - Podemos considerar como fato permutativo a transação: a) compra de galpão para a fábrica. b) venda de mercadoria a prazo. c) pagamento de salários

Leia mais

Demonstrações Financeiras ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009 com Parecer dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009 com Parecer dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras ibi Participações S.A. com Parecer dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras Índice Parecer dos auditores independentes...1 Demonstrações financeiras Balanço patrimonial...3

Leia mais

Lumina Resíduos Industriais S.A. Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010

Lumina Resíduos Industriais S.A. Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010 Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras em de 2010 Balanços patrimoniais Em milhares de reais Ativo Nota explicativa 31 de dezembro de 2010 31 de dezembro 1º de janeiro

Leia mais

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A

SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A P E N T Á G O N O D E B T R E S E A R C H RELATÓRIO DO AGENTE FIDUCIÁRIO BRASIL SANTANDER BRASIL ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A SETOR: LEASING CÓDIGO CETIP: STBA11 REGISTRO NA CVM Nº: CVM/SRE/DEB/2005/041

Leia mais

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 e de 2003 e parecer de auditores independentes Demonstração da composição e diversificação

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. Código do Fundo: 41633 Nome do Fundo: ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA PRÉ LONGO P CNPJ: 07104761000132 Administrador: BANCO

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16

Divulgação de Resultados 1T16 São Paulo - SP, 29 de Abril de 2016. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil Ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009

Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil Ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009 Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil 31 de julho de 2009 Condomínio São Luiz Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1830 Torre I - 8º Andar - Itaim Bibi 04343-900 - São Paulo, SP, Brasil Tel: (5511)

Leia mais

TAG GR IV Fundo de Investimento Imobiliário - FII (Administrado pela Pentágono S.A. Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários)

TAG GR IV Fundo de Investimento Imobiliário - FII (Administrado pela Pentágono S.A. Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários) 1 Contexto operacional O TAG GR IV Fundo de Investimento Imobiliário - FII, cadastrado junto a Comissão de Valores Mobiliários sob o código (107-4) é um Fundo de Investimento Imobiliário, regido pelo seu

Leia mais

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas O x i t e n o Balanço patrimonial em 31 de dezembro C o n s o l i d a d o A t i v o 2001 2000 C i r c u l a n t e Caixa e bancos 8. 469 5. 522 Aplicações financeiras 380. 134 376. 287 Contas a receber

Leia mais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Ativo Passivo e Patrimônio Líquido Circulante R$ Circulante R$ Caixa e equivalentes

Leia mais