PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012."

Transcrição

1 PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012 Design D Kebrada

2 2. Dados do projeto 2.1 Nome do projeto Design D Kebrada 2.2 Data e local da realização O Design D Kebrada ocorrerá durante o ano de 2012 tendo como espaço de referência a sede da ONG União Popular de Mulheres de Campo Limpo e Adjacência localizada no Jd. Maria Sampaio Campo limpo, e a sede da ONG Arrastão Movimento de Promoção Humana, que disponibilizarão suas infraestruturas para a organização e realização do projeto. A região do Campo Limpo, sudoeste da capital paulista abriga uma população estimada em mais de um milhão e meio de pessoas, e apesar de sofrer um acelerado processo de urbanização, ainda existem muitos bolsões de pobreza e vulnerabilidade. Estas comunidades apresentam um dos maiores índices de criminalidade, desigualdade social, desemprego juvenil e adulto. O número de favelas na região é de 237, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é classificado como muito baixo e o indicador na área de cultura (2009) é de 1,81% dos equipamentos culturais públicos. Cerca de 20% dos chefes de família não possuem qualquer renda e 42,5% possuem uma renda que não ultrapassa a dois salários mínimos. Com baixa escolaridade, 47% não possuem o ensino fundamental completo, 9% estão estudando. Em relação às mulheres, 43% encontram-se no emprego doméstico e a maioria sem vínculo empregatício. 2.3 Tempo de duração O Projeto terá duração de 8 meses, sendo realizado de Maio a Dezembro de Custo total do projeto O Custo do Projeto será de R$23.000,00

3 2.5 Apresentação do projeto O Projeto Design D Kebrada tem como proposta a mobilização de jovens através da comunicação gráfica e de mídias alternativas, utilizando o design gráfico como ferramenta, de modo que os jovens possam ver outras formas de interagir culturalmente com a sua comunidade. A proposta do Projeto é dar ferramentas aos moradores da região para que eles possam criar coletivamente materiais de comunicação digital e impressa, e através dessa ação promover a reflexão e interação entre os jovens. Ao longo dos 8 meses de projeto será ministrado um curso de Design Gráfico e Comunicação para jovens e coletivos culturais das regiões abrangidas, onde será abordado,o uso de midias alternativas para a comunicação,como por exemplo as rede sociais não esquecendo toda a parte gráfica como os desenhos gráficos que podem ser usados dentro das redes sociais com a intenção de divulgar algo, de noticias a ideias de cada integrante do curso. O Design D Kebrada será realizado em parceria com as ONGs União Popular de Mulheres, Projeto Arrastão e Design Possível. A UPM será sede para as reuniões de planejamento e organização do Projeto, oferecendo infra-estrutura de salas, Internet, telefones e computadores. O Projeto Arrastão será o local de realização dos cursos, oferecendo um laboratório de informática com 15 computadores com os softwares necessários já instalados. E o Design Possível fará a parceria técnica disponibilizando educadores qualificados para realizar os cursos. 2.6 Justificativa O que é Design Gráfico? O Design Gráfico é um processo técnico e criativo que utiliza imagens e textos para comunicar mensagens, ideias e conceitos. Batizado e amadurecido no século 20, é hoje a atividade projetual mais disseminada no planeta. Inserir no mercado cultural como ferramenta de comunicação, o Design Gráfico é utilizado para informar, identificar, sinalizar, organizar, estimular, e entreter buscando a valoração do trabalho artístico. O trabalho do Designer Gráfico está inserido no cotidiano da sociedade através de marcas, logotipos, símbolos, embalagens, livros, jornais, revistas, posteres, folhetos, catálogos, folders, placas e sistemas de sinalização, camisetas, aberturas e vinheta de cinema e televisão, web sites, software, jogos, sistemas de identidade visual de empresas, produtos e eventos, exposições, anúncios etc.

4 e existe uma enorme carência deste tipo de vivências dentro da comunidade artística, sobre tudo dentro das periferias pois, vemos muitos trabalhos excelentes mas, com pouquíssimo qualidade de comunicação com seu publico alvo, seja em se falando de eventos ou produtos. 2.7 Objetivo Geral Objetivo é formar Jovens para atuar na área de design gráfico, proporcinando com isso importantes experiências profissionais onde os envolvidos (irão trabalhar formando seu próprio publico e se apropriar de responsabilidades como a de entregar os trabalhos dentro do tempo pré determinado.) fortalcendo a produção cultural local. A proposta é oferecer os serviços a grupos contemplados com o vai que necessitem de trabalhos de design, trabalhando assim a comunicação dos envolvidos e fortificando assim o trabalho do grupo e ampliando seus contatos. 2.8 Objetivos Específicos Estimular os Jovens a participar ativamente na construção de atividades voltadas ao Design que despertem seu interesse pela área, trabalhando como profissional ou não mas sobre tudo, atuando dentro da comunidade onde vivem e suas soluções (município, bairro, família); Método ( Apostila do curso )e blog Utilização dos espaços disponíveis na periferia de comprometimento social, aprendizagem vinculada a diversão e ao trabalho; Entender como se comunicar, se utilizando do Design como ferramenta. Valorizar o encontro de aprendizes de varias idades e interesses da mesma comunidade e adjacências. Estimular a geração de renda através da Comunicação Grafica Democratizar a cultura e seus modos de produção. Fazer manifestar a criatividade e a imaginação Resgatar a auto-estima, convívio e trabalho em grupo. Incentivar o hábito de pesquisa envolvendo mídias alternativas. Estimular o desenvolvimento e habilidades por meio de atividades artísticas.

5 2.9. Plano de trabalho - Serão abertas inscrições onde serão selecionado duas turmas de 15 pessoas de diferentes faixas etarias, proporcionando a cada uma delas experiencias e troca de informações diversas. -Participarão de oficinas semanais (40 oficinas de 3 horas cada), nestas oficinas alem de terem contatos com as técnicas Design Grafico, divulgação e utilização de midias alternativas, esta atividade preve um momento de reflexão sobre o papel do jovem em sua comunidade, como o que ele produz em sua comunidade retorna, estes encontros tem o objetivo de ampliar o leque cultural dos jovens para a criação de trabalhos de arte grafica que tratem de temas socias envolvendo o universo dos jovens. Tambem serão organizado apresentações com o proposito de apresentar novos espaços de produção, articulação, aprendizagem e lazer, ampliando a visão cultural. Outra ação prevista no projeto é a Elaboração do Método ( Apostila do curso onde os envolvidos vão relatar o desenvolvimento deles dentro da área )e a proposta de finalizar o projeto criando um blog explicando as expriencias adqueridas ao longo do desenvolvimento do projeto tutorial) 2.10 Cronograma de Atividades ATIVIDADES Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Pré - Organizacao e Planejamento X X Pesquisa e mobilização X X X X X X X X Abertura das Inscrições X Historia dodesign X X X X X X trabalho com a comunidade X X X X X ;X Conhecendo os programas X X X X criando o metodo e blog X X finalização de metodo e blog X

6 2.11 Ficha Técnica do Projeto Nome Função Atribuição Coordenara o projeto no seu âmbito geral sendo responsável pela burocracia Articulador Articulador Assessoria Professor Articulador Comunicação do projeto (compras, pagamentos, prestação de contas), pelo planejamento e pesquisa, e em articular todos os trabalhos realizados pela equipe Será responsável em fazer a articulação com os grupos mapeados e mobilizar os encontros na comunidade Assessora na preparação, organização e mobilização para o acontecimento dos Cursos Será responsavel Por passar a asulas de design para todos os inscritos Sera responsável pela articulação para o acontecimento das ações amplas do projeto como O Metodo, O trabalho na comunidade Responsável pela comunicação e divulgação do projeto.

CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL. Aula I. Prof. Carlos Café Dias

CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL. Aula I. Prof. Carlos Café Dias CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL Aula I Prof. Carlos Café Dias APRESENTAÇÃO O CURSO O curso de extensão em Programação visual aborda a teoria e prática da comunicação visual, oportunizando o estudo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AUSTRÍLIO CAPILÉ CASTRO PROJETO CONTEXTUALIZANDO O RACIOCÍNIO.

ESCOLA ESTADUAL AUSTRÍLIO CAPILÉ CASTRO PROJETO CONTEXTUALIZANDO O RACIOCÍNIO. ESCOLA ESTADUAL AUSTRÍLIO CAPILÉ CASTRO PROJETO CONTEXTUALIZANDO O RACIOCÍNIO. NOVA ANDRADINA - MS 2015 ESCOLA ESTADUAL AUSTRÍLIO CAPILÉ CASTRO PROJETO CONTEXTUALIZANDO O RACIOCÍNIO. Diretor(a): JORGE

Leia mais

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014 Programa Copa 2014 na Bahia Projeto Legados Sociais para Copa 2014 PROGRAMA COPA 2014 NA BAHIA Missão Assegurar, em nome do Governo do Estado, a realização com pleno êxito, da Copa das Confederações 2013

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital Professor Titular: Professor Auxiliar: Profª. Daniela

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Capoeira - menino Pé no Chão Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação Casa

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO

PLANO DE AÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO-SEDUC SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESPORTE CULTURA TURISMO E LAZER-SEMECETEL ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA DEPUTADO RENÊ BARBOUR- MUNICIPIO DE NOVA OLIMPIA-MT

Leia mais

II.9.4 - Projeto de Educação Ambiental dos Trabalhadores

II.9.4 - Projeto de Educação Ambiental dos Trabalhadores Atividade de Perfuração Marítima no Projeto de Educação Ambiental dos Trabalhadores II.9.4 Pág. 1 / 10 II.9.4 - Projeto de Educação Ambiental dos Trabalhadores II.9.4.1 - Introdução e Justificativa A atividade

Leia mais

CONEXÕES CRIATIVAS - BETIM Projetos inseridos na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura

CONEXÕES CRIATIVAS - BETIM Projetos inseridos na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura CONEXÕES CRIATIVAS - BETIM Projetos inseridos na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. Conexões para transformar www.planetacultura.com.br Introdução O que é o Conexões Criativas - Betim? Conhecendo o PTB

Leia mais

OUVIDORIA GERAL EXTERNA

OUVIDORIA GERAL EXTERNA OUVIDORIA GERAL EXTERNA Plano de trabalho de Janeiro de 2012 a Julho de 2012 Principais Atividades JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL 1) Apresentação Plano de trabalho para Defensora Pública Geral X 2) Aprovação

Leia mais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Atividade Final: Elaboração de Pré-Projeto Aluno: Maurício Francheschis Negri 1 Identificação do Projeto Rede Mobilizadores Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Um dia na escola do meu filho:

Leia mais

Informações da Organização

Informações da Organização Informações da Organização Nome: CENTRO CULTURAL ESCRAVA ANASTÁCIA CNPJ: 02.573.208/0001-25 Endereço: Rua Pref. Tolentino de Carvalho Endereço Complemento: Numero: 01 Bairro: Balneário Cidade: Florianópolis

Leia mais

Intercâmbio 2012. Projeto Intercâmbio de Cidadania. Intercâmbio entre jovens mineiros e cariocas 25 a 29 de julho de 2012 no Rio de Janeiro (RJ)

Intercâmbio 2012. Projeto Intercâmbio de Cidadania. Intercâmbio entre jovens mineiros e cariocas 25 a 29 de julho de 2012 no Rio de Janeiro (RJ) Intercâmbio 2012 Projeto Intercâmbio de Cidadania Intercâmbio entre jovens mineiros e cariocas 25 a 29 de julho de 2012 no Rio de Janeiro (RJ) 0 Índice Assunto Pagina Apresentação 2 Objetivos do Programa

Leia mais

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2)

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) EDITAL PARA SELEÇÃO DE ANIMADORES DE CAMPO, COMUNICADOR POPULAR E AUXILIAR ADMINISTRATIVO O Instituto Elo Amigo lança processo seletivo para contratação

Leia mais

RETROSPECTIVA DE DESENHO ANIMADO EE ALFREDO PAULINO. Professor(es) Apresentador(es): Profª PATRÍCIA FRANÇOSO CORREIA. Realização:

RETROSPECTIVA DE DESENHO ANIMADO EE ALFREDO PAULINO. Professor(es) Apresentador(es): Profª PATRÍCIA FRANÇOSO CORREIA. Realização: RETROSPECTIVA DE DESENHO ANIMADO EE ALFREDO PAULINO Professor(es) Apresentador(es): Profª PATRÍCIA FRANÇOSO CORREIA Realização: Foco do Projeto Este projeto visa, prioritariamente, oferecer aos alunos

Leia mais

ANEXO II MODELO DE PROJETO 1. Título II Reviravolta Coletiva Integração e Locomoção

ANEXO II MODELO DE PROJETO 1. Título II Reviravolta Coletiva Integração e Locomoção ANEXO II MODELO DE PROJETO 1. Título Integração e Locomoção 2. Apresentação A Reviravolta surgiu em Julho de 2012 como ideia e se concretizou no mês de Agosto do mesmo ano. O projeto em 2012 compreendia

Leia mais

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA Guarantã do Norte 2013 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO IES: Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte PARCERIA: Prefeitura Municipal de

Leia mais

convocatória programa

convocatória programa convocatória programa recode 2017 1. Sobre a ONG Recode Somos uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados, aptos a reprogramar o

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO

PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO O Programa de Voluntários do FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS FMDH lhe da às boas vindas! Apresentamos, a seguir, orientações aos interessados em atuar

Leia mais

ÍNDICE. Desenvolvimentos das atividades do Curso, Seminário e Simpósio e de formação...24 a 27

ÍNDICE. Desenvolvimentos das atividades do Curso, Seminário e Simpósio e de formação...24 a 27 3 Convênio 027/2015 4 ÍNDICE Apresentação do Projeto... 6 Objetivo...7 Justificativa...8 e 9 Metodologia...10 e 11 Marco Legal...12 Cidades Contempladas...13 Pessoas Beneficiadas...14 Parceiros...15 Cronograma

Leia mais

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL CONEXÃO VERDE REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL IASEA INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL 1. APRESENTAÇÃO Conexão Verde é uma rede de aprendizagem e colaboração que envolve jovens

Leia mais

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-CRAS DRA. ZILDA ARNS NEUMANN

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-CRAS DRA. ZILDA ARNS NEUMANN CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-CRAS DRA. ZILDA ARNS NEUMANN PROJETO PILOTO PROMOTORES DE CIDADANIA Maio/2016 Gaspar - Santa Catarina Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO GERAL... 3 3. OBJETIVO

Leia mais

11) Incrementar programas de mobilidade e intercâmbio acadêmicos. Propiciar a um número maior de discentes a experiência de interação

11) Incrementar programas de mobilidade e intercâmbio acadêmicos. Propiciar a um número maior de discentes a experiência de interação Apresentação A vocação natural da instituição universitária é fazer-se um centro de convergência e articulação de esforços intelectuais, científicos, artísticos e culturais, estimulando o pensamento crítico,

Leia mais

Mostra de Projetos º Feirão de Empregos - Novo Emprego, Nova Vida

Mostra de Projetos º Feirão de Empregos - Novo Emprego, Nova Vida Mostra de Projetos 2011 1º Feirão de Empregos - Novo Emprego, Nova Vida Mostra Local de: Araucária Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

PROJETO CONSTRUINDO SABERES

PROJETO CONSTRUINDO SABERES PROJETO CONSTRUINDO SABERES Justificativa: O Projeto Construindo Saberes em Língua Portuguesa e Matemática, justifica-se pela importância de ser um instrumento de apoio pedagógico e didático para sanar

Leia mais

A medida que os tempos passaram, os programas foram sistematizados e o Programa de Educação Artística, hoje chamado de Arte Educação, foi crescendo

A medida que os tempos passaram, os programas foram sistematizados e o Programa de Educação Artística, hoje chamado de Arte Educação, foi crescendo PROPONENTE DO PROJETO FEDERAÇÃO DAS APAES DO ESTADO DO PARÁ CNPJ: 01.280.707/0001-61 Endereço: Avenida Alcindo Cacela,nº 465 Umarizal Fone: (91)3212-9306 E-mail : feapaepara@yahoo.com.br Presidente ou

Leia mais

Texto: Silvia Queiroz Projeto gráfico e arte: Rose Sardin Ilustrações: Freepik e acervo da autora Coordenação: Maria Regina Canever Domingues

Texto: Silvia Queiroz Projeto gráfico e arte: Rose Sardin Ilustrações: Freepik e acervo da autora Coordenação: Maria Regina Canever Domingues Clubinho de Leitura 2 Texto: Silvia Queiroz Projeto gráfico e arte: Rose Sardin Ilustrações: Freepik e acervo da autora Coordenação: Maria Regina Canever Domingues Realização: Universidade Corporativa

Leia mais

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO. CAMPUS CERES DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PROJETO DO

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CHRISTIANE MAIA DA SILVEIRA ORIENTADOR: PROFESSOR PAULO GUILHERMETI

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CHRISTIANE MAIA DA SILVEIRA ORIENTADOR: PROFESSOR PAULO GUILHERMETI UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CHRISTIANE MAIA DA SILVEIRA ORIENTADOR: PROFESSOR PAULO GUILHERMETI O USO DAS MÍDIAS COMO FERRAMENTA DE ENSINO NO COTIDIANO ESCOLAR POLO

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades 1 Relatório de Atividades 2005 I- Introdução A Fundação Fé e Alegria do Brasil é uma sociedade civil de direito privado, de ação pública e sem fins lucrativos, com sede a Rua Rodrigo Lobato, 141 Bairro

Leia mais

SAÚDE MENTAL, PESQUISAS E PROGRAMAS

SAÚDE MENTAL, PESQUISAS E PROGRAMAS Seminário Motivações para o Início e o Fim do Consumo de Drogas: uma análise das comunidades virtuais relacionadas ao tema SAÚDE MENTAL, PESQUISAS E PROGRAMAS Arthur Guerra de Andrade Coordenação da Área

Leia mais

Plano Estadual do Livro e Leitura da Bahia ( ) Textos de referência

Plano Estadual do Livro e Leitura da Bahia ( ) Textos de referência Plano Estadual do Livro e Leitura da Bahia (2013-2022) Textos de referência 1. PROBLEMAS DIAGNOSTICADOS a. Índices elevados de analfabetismo e baixo nível de escolaridade da população. b. Fragilidade de

Leia mais

PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI

PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI GERÊNCIA DE BIBLIOTECAS Allan Roberto de Almeida Cristiani Regina Andretti Edina Maria Calegaro Rodrigo Pereira de Barros

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Cabresto de Ouro. Conteúdo. Cobertura Exposições. Programa Nelore. Eventos. Site Especial

Cabresto de Ouro. Conteúdo. Cobertura Exposições. Programa Nelore. Eventos. Site Especial Nossa Causa Com o objetivo de estreitar ainda mais sua proximidade com a comunidade Nelore, o Canal Rural desenvolveu o Cabresto de Ouro, um projeto em parceria com a ACNB - Associação dos Criadores de

Leia mais

PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA LICENCIAR VIVENCIANDO A LICENCIATURA!

PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA LICENCIAR VIVENCIANDO A LICENCIATURA! ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA LICENCIAR VIVENCIANDO A LICENCIATURA! APRESENTAÇÃO OPrograma Licenciar é executado na Universidade Federal do Paraná desde 1994 e tem como diretrizes a sólida

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

PLANO DE AÇÃO DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CULTURA ESPORTE TURISMO E LAZER ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA 13 DE MAIO PLANO DE AÇÃO DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA SÔNIA CRISTINA DE SOUZA ARAÚJO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1

PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1 PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, em parceria com o Grupo Hospitalar Conceição - GHC, a Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul ESP/RS

Leia mais

Edital Nº 01/ Contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação.

Edital Nº 01/ Contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO/PRG PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS/PRAC COORDENAÇÃO DO PROJETO PET/CONEXÕES DE SABERES ACESSO E PERMANÊNCIA DE JOVENS

Leia mais

MEU ALFABETO //////////////// oficina de desenho de letras PRONAC

MEU ALFABETO //////////////// oficina de desenho de letras PRONAC MEU ALFABETO //////////////// oficina de desenho de letras PRONAC 164289 #arteeducação #tipografia #infantojuvenil #letras O projeto Meu Alfabeto apresenta oficinas de desenho de letras voltadas para o

Leia mais

Uso estratégico da. como ferramenta de gestão social

Uso estratégico da. como ferramenta de gestão social Uso estratégico da tecnologia digital como ferramenta de gestão social Olá! Eu sou a Micheli Jacobs Graduada em Engenharia Industrial com ênfase em desenvolvimento de Processos e Produtos. - Pós-graduada

Leia mais

Pequenas e Médias Empresas no Paraguai. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios

Pequenas e Médias Empresas no Paraguai. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios Pequenas e Médias Empresas no Paraguai Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios No Paraguai, as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) podem ser classificadas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PET/CONEXÕES DE SABERES PET/FITOTERAPIA/CCBS/UFCG EDITAL Nº 01/2016

PROCESSO SELETIVO PARA O PET/CONEXÕES DE SABERES PET/FITOTERAPIA/CCBS/UFCG EDITAL Nº 01/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE - CCBS UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE COORDENAÇÃO DO PET/CONEXÕES DE SABERES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

O GRUPO PERCENT DE COMUNICAÇÃO

O GRUPO PERCENT DE COMUNICAÇÃO EMPRESA O GRUPO PERCENT DE COMUNICAÇÃO é composto por uma rede de empresas integradas para melhor atender nossos clientes. É especializada em sugerir e realizar ações voltadas a aumentar o potencial de

Leia mais

O processo seletivo de profissionais para Instituto 5 Elementos será realizado de 16 de dezembro a 25 de janeiro de 2012.

O processo seletivo de profissionais para Instituto 5 Elementos será realizado de 16 de dezembro a 25 de janeiro de 2012. Processo seletivo 2012 Instituto 5 Elementos O processo seletivo de profissionais para Instituto 5 Elementos será realizado de 16 de dezembro a 25 de janeiro de 2012. Serão selecionados profissionais de

Leia mais

O Coletivo. Planejamento e Gestão. Arquitetura. Empresas associadas: Uma associação interdisciplinar de empreendedores.

O Coletivo. Planejamento e Gestão. Arquitetura. Empresas associadas: Uma associação interdisciplinar de empreendedores. Parada Carioca O Coletivo Arquitetura Planejamento e Gestão Empresas associadas: Design Produção mídias sustentáveis Uma associação interdisciplinar de empreendedores. designer gráfico Pessoas e empresas

Leia mais

PROGRAMA DE RELACIONAMENTO

PROGRAMA DE RELACIONAMENTO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO AABB+ Através de parcerias firmadas com empresas que compartilham do mesmo público alvo do Clube o Programa de Relacionamento da AABB Porto Alegre, o AABB+, tem como objetivo

Leia mais

XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017

XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017 XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017 O XII Concurso Jovens Escritores faz parte das atividades do XV SALIPI, realizado em parceria pela Fundação Quixote e pelo Jornal O Dia que oportuniza a

Leia mais

XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017

XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017 XII Concurso Jovens Escritores Regulamento /2017 O XII Concurso Jovens Escritores faz parte das atividades do XV SALIPI, realizado em parceria pela Fundação Quixote e pelo Jornal O Dia que oportuniza a

Leia mais

O que você fez hoje para tornar o mundo melhor? Alessandro Almeida

O que você fez hoje para tornar o mundo melhor? Alessandro Almeida O que você fez hoje para tornar o mundo melhor? Alessandro Almeida Porque tornar o mundo melhor? O outro lado da moeda... Saindo pela tangente... Não tenho tempo! Não é problema meu! Tenho outras preocupações

Leia mais

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS.

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. Profª. Ana Elisa Pascottini. MARIA IANE CAMARGO

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso de Avaliação Ambiental Estratégica. Parceria: UNEMAT

Projeto Pedagógico do Curso de Avaliação Ambiental Estratégica. Parceria: UNEMAT Projeto Pedagógico do Curso de Avaliação Ambiental Estratégica Parceria: UNEMAT Agosto/2006 CALENDÁRIO ACADÊMICO AAE Unidade Universitária de Campo Grande MÊS/ANO EVENTO Maio/06 Início da divulgação Junho/06

Leia mais

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL Porto Alegre 2013 VITOR HUGO BITTENCOPURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA

Leia mais

PREFEITURA DE FORTALEZA COORDENADORIA ESPECIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA

PREFEITURA DE FORTALEZA COORDENADORIA ESPECIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA PREFEITURA DE FORTALEZA COORDENADORIA ESPECIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA I CAMPEONATO DAS TORCIDAS ORGANIZADAS: FESTA NAS ARQUIBANCADAS 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO 1.1 Este

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO/DESIGNAÇÃO DE CARGA HORÁRIA DE PESSOAL TERMO DE COLABORAÇÃO Nº 002/2017 TIPO: MELHOR PERFIL PROFISSIONAL

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO/DESIGNAÇÃO DE CARGA HORÁRIA DE PESSOAL TERMO DE COLABORAÇÃO Nº 002/2017 TIPO: MELHOR PERFIL PROFISSIONAL TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO/DESIGNAÇÃO DE CARGA HORÁRIA DE PESSOAL TERMO DE COLABORAÇÃO Nº 002/2017 TIPO: MELHOR PERFIL PROFISSIONAL Cargo: Coordenador Geral do Projeto Centro da Juventude O Instituto

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

Apoiar a iniciativa da comunidade escolar, diante de atividades sócio educativas

Apoiar a iniciativa da comunidade escolar, diante de atividades sócio educativas O Projeto Escolas é uma iniciativa da Fundação Marcopolo que busca o desenvolvimento do ambiente educacional, das relações da comunidade escolar, contribuindo para a formação de cidadãos capazes de enfrentar

Leia mais

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores Plano de trabalho 2016-2017 1. JUSTIFICATIVA O Subprograma de Empresas Juniores, vinculado ao PDI PROGRAMA 10 PROGRAMA UNESP

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça S.P. Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL Nº023/2013 /CIPEAD EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM MÍDIAS INTEGRADAS NA EDUCAÇÃO 2013 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por

Leia mais

EDITAL 001/2017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS

EDITAL 001/2017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS NUGEEP NÚCLEO GAÚCHO DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Edital 001/017 EDITAL 001/017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS O presente documento dá abertura oficial ao processo

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ASCOM / UNCISAL / 2016

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ASCOM / UNCISAL / 2016 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 PUBLICAÇÕES NAS MÍDIAS ADMINISTRADAS PELA ASCOM EM 2016... 4 CAMPANHAS... 5 FACEBOOK... 12 NÚMERO DE INSERÇÕES MENSAIS NA MÍDIA EXTERNA... 13 ECONOMIA GERADA À INSTITUIÇÃO COM

Leia mais

I Atribuições e atividades profissionais relativas à qualificação ou à habilitação profissional, que justificam o desenvolvimento das competências pre

I Atribuições e atividades profissionais relativas à qualificação ou à habilitação profissional, que justificam o desenvolvimento das competências pre Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 59 aprovado pela portaria Cetec nº 746 de: 10 /09/2015 Etec Tiquatira Código: 208 Código: 208 Eixo Tecnológico: Produção Cultural e Design

Leia mais

A INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA SOCIAL: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS ADOLESCENTES

A INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA SOCIAL: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS ADOLESCENTES A INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA SOCIAL: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS ADOLESCENTES Dayane de Oliveira Pinto SILVA 1 Resumo: O Projeto Degraus é uma iniciativa da Associação Educacional Toledo de Ensino,

Leia mais

PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR

PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR D O ENSINO BÁSI C O 2 0 1 1-2 0 1 2 O Coordenador TIC Liliana Afonso Ribeiro E 1º C I C L O CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA IDENTIFICAÇÃO DO COORDENADOR TIC Liliana Afonso

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA SETOR DE EXTENSÃO COMUNITÁRIA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PROJETO COMUNITÁRIO PROFESSORES(AS): FASE: Constituída a partir da conclusão de 30% DIVA SPEZIA

Leia mais

O mundo inteiro vai ver o seu município com bons olhos!

O mundo inteiro vai ver o seu município com bons olhos! O mundo inteiro vai ver o seu município com bons olhos! Metodologia do Selo UNICEF Município Aprovado 2009-2012 Realização Parcerias O Selo UNICEF Município Aprovado O QUE O SELO UNICEF REPRESENTA PARA

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

DESENVOLVIMENTO SOCIAL ENCONTRO DE GESTORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DA PARAÍBA FORTALECIMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL João Pessoa PB / 18, 19, 21 e 22 de março O PNUD reconhece a capacidade do TCE-PB de

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE)

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) Investimento Social no Entorno do Cenpes Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) MBA em Desenvolvimento Sustentável (Universidade Petrobras) Abril / 2010 PETR ROBRAS RESPONSABILIDADE

Leia mais

EXPERIÊNCIA DO CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA PARA SURDOS. Pollyana de Queiroz Ribeiro 1. Docente da UEG UnU Santa Helena.

EXPERIÊNCIA DO CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA PARA SURDOS. Pollyana de Queiroz Ribeiro 1. Docente da UEG UnU Santa Helena. EXPERIÊNCIA DO CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA PARA SURDOS Pollyana de Queiroz Ribeiro 1 1 Bacharel em Sistemas de Informação, Especialista em Informática em Educação, Docente da UEG UnU Santa Helena. pollyana.queiroz@ueg.br

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

O Curso de Avaliação Econômica de Projetos Sociais

O Curso de Avaliação Econômica de Projetos Sociais O Curso de Avaliação Econômica de Projetos Sociais Betânia Peixoto Brasília, Junho de 2013 Público Alvo e Requisitos Exigidos Gestores / Coordenadores de ONGs ou OSCIPs; Secretários ou técnicos de secretarias

Leia mais

Prefeitura do Município de Taboão da Serra Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia.

Prefeitura do Município de Taboão da Serra Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Concurso: Água para todos e todos pela água 2ª Edição A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra, em parceria com Grupo 1 de Jornais, participará da Campanha Educacional Economia

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO: Professor Cláudio Luiz Fernandes ESCOLA: DIRETOR: PROFESSOR RESPONSÁVEL: PROJETO ALUNO MONITOR

NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO: Professor Cláudio Luiz Fernandes ESCOLA: DIRETOR: PROFESSOR RESPONSÁVEL: PROJETO ALUNO MONITOR NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO: Professor Cláudio Luiz Fernandes ESCOLA: DIRETOR: PROFESSOR RESPONSÁVEL: APRESENTAÇÃO PROJETO ALUNO MONITOR - 2017 Podemos considerar infinitas as possibilidades

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA DO PROJETO 1.1 Área temática (ver Anexo 1.1) 1.2 Linha de extensão (informar em qual (is) linha(s) se enquadra

Leia mais

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO PRAEJA

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO PRAEJA PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO PRAEJA Não é no silêncio que os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO Edital simplificado para seleção de acadêmicos remunerados e voluntários do projeto de extensão Amigos

Leia mais

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL DEFICIÊNCIA INTELECTUAL A Deficiência Intelectual caracteriza-se por um funcionamento intelectual inferior à média, associado a limitações adaptativas, que ocorrem antes dos 18 anos de idade. No dia a

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 Apresentação O Curso de Licenciatura em Artes da tem como meta principal formar o professor de artes através de

Leia mais

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA TELEBRASIL 2006 Ronaldo Iabrudi MAIO 2006 O GRUPO TELEMAR RESPONSABILIDADE SOCIAL O DESAFIO DA INCLUSÃO INSTITUTO TELEMAR : PROGRAMAS E AÇÕES INVESTIMENTOS Mapa da Exclusão Social

Leia mais

House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1. Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5

House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1. Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5 House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1 Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5 FURB Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC RESUMO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

e produtivo (CEDES 1. Centro de Desenv envolvimento Social ESP) Conv nvênio 260 pessoas frequentaram os cursos de:

e produtivo (CEDES 1. Centro de Desenv envolvimento Social ESP) Conv nvênio 260 pessoas frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2016 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS Setembro de APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de

Leia mais

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS EMEF-I Prof. Manoel Ignácio de Moraes Professor(es) Apresentador(es): Sônia Maria Romano Rosemary de Almeida Teixeira Oliveira Realização: Foco do Projeto A programação

Leia mais

A TECNOLOGIA DO ENSINO MÉDIO: UMA FERRAMENTA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA Rosimeire Cabral Romeiro COSTA 1 Mário Augusto Andreta CARVALHO 2

A TECNOLOGIA DO ENSINO MÉDIO: UMA FERRAMENTA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA Rosimeire Cabral Romeiro COSTA 1 Mário Augusto Andreta CARVALHO 2 A TECNOLOGIA DO ENSINO MÉDIO: UMA FERRAMENTA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA Rosimeire Cabral Romeiro COSTA 1 Mário Augusto Andreta CARVALHO 2 RESUMO: Este artigo originou-se da minha participação no projeto Tecnologia

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS Edital n 001/2016 A Produtora da Vila vem, por meio do presente edital, realizar o Credenciamento de Artistas dos diversos segmentos culturais: Artes Visuais, Artes

Leia mais

NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL FSB COMUNICAÇÕES. 1) Análise do contexto da organização

NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL FSB COMUNICAÇÕES. 1) Análise do contexto da organização NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL 2010 - FSB COMUNICAÇÕES 1) Análise do contexto da organização A Embratur é a autarquia especial do Ministério do Turismo responsável pela execução da Política Nacional

Leia mais

Contexto Internacional Ranking Global de Competitividade 2013/14

Contexto Internacional Ranking Global de Competitividade 2013/14 Contexto Internacional Ranking Global de Competitividade 2013/14 Brasil 56ª colocação dentre 148 países Queda de oito posições em relação a 2012/13 Rebaixamento em 11 dos 12 pilares que compõem o Índice

Leia mais

Entendendo a importância deste meio de comunicação na escola de informática que ministram cursos e oficinas sob medida. Promover a inclusão digital

Entendendo a importância deste meio de comunicação na escola de informática que ministram cursos e oficinas sob medida. Promover a inclusão digital JUSTIFICATIVA Senhor Presidente, tomo a liberdade de solicitar a Vossa Excelência que a referida proposição seja submetida a exame dos demais colegas, considerando as justificativas apresentadas. A presente

Leia mais

Informações e orientações para organização do processo decisório

Informações e orientações para organização do processo decisório Informações e orientações para organização do processo decisório Prof. Pedro Paulo H. Wilhelm, Dr. Eng. Prod (Dep. Economia) WILHELM@FURB.BR Prof. Maurício C. Lopes, Msc. Eng. Prod. (Dep. Computação) MCLOPES@FURB.BR

Leia mais

I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares GRUPO DE TRABALHO Municípios das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul Criação do Grupo Articulador Definir quem é o grupo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017 PRIMEIRA RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Guaíra, Estado de São Paulo, torna público que realizará por meio do INSTITUTO EXCELÊNCIA LTDA - ME, na forma prevista no artigo 37, inciso IX, da Constituição

Leia mais

Projeto Jogos. A importância de conhecer a história dos Jogos

Projeto Jogos. A importância de conhecer a história dos Jogos Projeto Jogos A importância de conhecer a história dos Jogos Introdução Este projeto consiste em um desenvolvimento de comunicação entre jogos e computadores voltado para entretenimento e aprendizagem.

Leia mais

Planejamento de Marketing

Planejamento de Marketing Planejamento de Marketing Sua Conta Nome da Conta de Instagram: @ O Nome está adequado com seu negócio? É fácil de lembrar e escrever? Este nome está presente nas suas outras redes sociais? Ex. twitter,

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais