Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local"

Transcrição

1 Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local Durante todo Estágio (Teórica e prática) Março a junho 2013 Mês de março e abril de a 31 março Preparação para o ingresso no Estágio Leitura obrigatória do Módulo de Estágio II e leitura complementar dos módulos recomendados e dos textos recomendados. Participação nos Fóruns/Moodle, participação nos encontros presencias e contínuo contato com o tutor a distância e presencial. Regulamentar os espaços do Estágio. Escolher uma das escolas do campo de estágio visando oficializar a realização do Estágio, mediante Carta de Apresentação /Encaminhamento do aluno para fins de planejamento do Estágio e preenchimento e assinatura do Termo de Compromisso de Estágio - TCE. Realizar a atividade I. Resgate das vivências, experiências e aprendizagens do Estágio Supervisionado I em Educação Infantil. Produção: Uma carta Alcançar a preparação necessária para organização e desenvolvimento do estágio conforme previsto pelo currículo do curso; Assegurar bom desempenho do estagiário em todas as etapas do estágio. - Oficializar os espaços de estágio. - Obter dados da escola-campo de Estágio para preenchimento do TCE. - Estabelecer relação com os profissionais da Escola-campo Refletir sobre o estágio realizado, para assim obter estímulo para a realização do Estágio II,bem como evitar práticas que podem prejudicar o respectivo estágio. Aluno, tutor presencial e a distancia e o professor da disciplina (Ação articulada) Do aluno, do tutor a distância e professor da disciplina (fórum de discussão) Da coordenação do curso na UESC; coordenação do estágio, tutor presencial; direção e coordenação pedagógica da escolacampo Universidade-Polo- Escola Fórum de discussão/ AVA/Moodle

2 08 a 14 de Abril Atividade II Pesquisa sobre a escola-campo de estágio, conforme orientado no Módulo e no ambiente da disciplina. Conhecer aspectos que identificam e caracterizam a escola-campo. Adquirir informações importantes para a realização do estágio Do aluno, do tutor a distância, da direção e da coordenação pedagógica da escola-campo AVA/Moodle 22/04 a 03/05 Observação e Coparticipa ção Realização das Etapas de Observação (Escola e da sala) e de Coparticipação. Inserção sistemática do aluno na escolacampo de estágio, a partir da realização das atividades indicadas nos roteiros que contam no Módulo e, também disponibilizados não ambiente da disciplina 22 a 24 de abril (03 dias =12 horas): Observação do Ambiente Escolar Ver roteiro de observação 25 e 26 de abril (02 dias = 08 horas) Observação da Sala de Estágio 29/04 a 02/05 (03 dias = 12 horas) sob a orientação do/a professor/a-regente, o estagiário realizará a Coparticipação IMPORTANTE: Tão logo o estagiário ingresse na sala, deverá solicitar ao professor-regente os conhecimentos que deverá trabalhar com os alunos no período Adquirir informações necessárias para a preparação da etapa de regência no referente: a) Ao funcionamento da escola; b) As relações interpessoais presentes na sala de aula; c) Ao trabalho desenvolvido pelo professor regente; d) Ao desempenho, processos e necessidades de aprendizagem dos alunos; e) A identificação das possibilidades de organização e realização da regência Com as orientações do Tutor a distância e presencial, da coordenação de estágio, do aluno será inicialmente orientado pelo gestor ou coordenador da Escola-campo e, ao passar para a observação da sala, de aula deverá ser orientado pelo professorregente. Com as informações do Professor- Regente e orientações do tutor a distância, o aluno deverá elaborar o Plano de Estágio, conforme roteiro disponibilizado no Escola campo de Estágio, Polo e Diário Reflexivo/Moodle

3 da regência. De posse dos mesmos e com base nas observações os estagiários devem iniciar a elaboração do Plano de da primeira semana de Estágio, correspondendo a regência dos dias 08, 09 e 10 de maio). ambiente da disciplina.. Todos os dias os alunos deverão elaborar o Diário Reflexivo referentes as vivências, aprendizagens e reflexões adquiridas com a realização da regência. 04 a 07 de maio Conclusão e envio do Plano de da Primeira Semana de Estágio. O Plano Semanal de Estágio deverá avaliado e autorizado pelo tutor a distância e pelo professor-regente. O primeiro Plano correspondente aos três primeiros dias de regência (8, 9 e 10 de maio) deverá ser postado até o dia 06 de maio para que o Tutor a distância tenha tempo suficiente para avaliar, propor sugestões e autorizar a realização do estágio. O plano de Estágio da segunda semana de regência deverá ser elaborado no final da primeira semana e postado para avaliação pelo tutor a distância no dia 11 ou 12 de Organizar os conhecimentos a serem trabalhados no decorrer do estágio; Definir os objetivos a serem alcançados com as aulas ministradas; Indicar a metodologias e recursos utilizados para o alcance dos objetivos e construção do conhecimento proposto. Indicar a forma e os instrumentos de avaliação para verificar conhecimento apresentado aos alunos ( a avaliação deve ter relação direta com os objetivos da aula) Do aluno, do professorregente, do tutor de estágio e do tutor a distância

4 maio. O plano de Estágio da terceira semana deverá ser elaborado no final da segunda semana de regência e postado para avaliação pelo tutor a distância no 18 ou 19 de maio Regência (13 dias = 52 horas) 08 a 24 de maio Com as orientações e acompanhamento do do/a professor/a-regente o/a estagiário/a assume a sala de aula e passa a desenvolver o Plano de Estágio, devidamente aprovado pelo tutor a distância e Professor/a- regente. Os alunos que estão em dupla deverão organizar com o tutor a dictância o Cronograma de Estágio de modo que cada aluno possa assumir 50% (26horas de regência) do total das horas de regência. Caso seja distribuído em dias, um aluno assumirá 07 dias e outro assumirá 06 dias, correspondendo ao total de 13 dias. Vivenciar a prática docente considerando o planejamento, o desenvolvimento e a avaliação do ensino; Identificar a relação entre conteúdo e forma; Reconhecer os diferentes papeis assumidos pelo professor no exercício da docência Estabelece relações entre os conhecimentos adquiridos no curso e a prática docente (teoria-prática) Do aluno (sempre orientado pelo professor regente), do tutor presencial, do tutor a distância, do tutor de estágio e professor formador. Escola campo de Estágio, Polo e AVA/Moodle (Fórum de Discussão) e Diário Reflexivo 27 a 31 maio Devolutiva (avaliação) das Ações do Estágio à Escola O aluno deverá agendar com a Escola de Apresentar, com dados comprobatórios a avaliação das Do aluno, conforme orientações do tutor a

5 Estágio, um momento para devolver material (Sugiro uma pasta contendo as atividades desenvolvidas, a avaliação dos alunos, os planos de estágio, etc). Essa prática é uma demonstração profissionalismo, compromisso e respeito e gratidão pela realização do estágio. A devolutiva contribui para a continuidade do trabalho do professor-regente. atividades desenvolvidas e aprendizagens adquiridas com a realização do estágio. distância e presencial (Fórum de Discussão) 01 a 15 de junho Elaboração do memorial de Estágio Conforme orientações contidas no módulo da disciplina Sistematizar, na forma de narrativa, as experiências, vivências, aprendizagens e reflexões sobre o ensino e a aprendizagem observado e vivenciado nas etapas do Estágio II Do aluno com orientações do tutor a distância e professor da disciplina (fórum de discussão) Conforme coordenaçã o do Curso Socialização do Estágio II em momento (evento) organizado pela Coordenação do Curso as experiências, vivências, aprendizagens e reflexões e desafios enfrentados na realização do Estágio II Apresentar o processo de realização do Estágio II Do aluno com orientações da coordenação do curso, da coordenação de estágio, tutor a distância e professor da disciplina

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA

PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA PROCEDIMENTOS DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS EAD DE LICENCIATURA (LETRAS, HISTÓRIA, MATEMÁTICA E PEDAGOGIA) 1 - Diretrizes Gerais As disciplinas de Estágio Supervisionado contemplam

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA RESOLUÇÃO CSTGP Nº 02/2015 Regulamenta o Estágio Supervisionado obrigatório do Curso

Leia mais

O objetivo do estágio curricular é de possibilitar ao aluno:

O objetivo do estágio curricular é de possibilitar ao aluno: FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Versão 2016.1 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Prezado acadêmico Este manual destina-se a orientar o aluno de Licenciatura em Pedagogia

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º O Projeto Pedagógico do Curso Turismo da UFPR prevê a realização de estágio nas modalidades de obrigatório

Leia mais

ProEaD - PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NIEP-EAD - NÚCLEO INTEGRADO DE ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE - EAD

ProEaD - PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NIEP-EAD - NÚCLEO INTEGRADO DE ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE - EAD ProEaD - PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NIEP-EAD - NÚCLEO INTEGRADO DE ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE - EAD Manual do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia - EAD 1. Apresentação O estágio

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização Art. 1º Estágio curricular obrigatório é aquele definido como tal no projeto

Leia mais

REGIMENTO DE ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-LIBRAS

REGIMENTO DE ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-LIBRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LIBRAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS LIBRAS REGIMENTO DE ESTÁGIOS CURRICULARES

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS SUMÁRIO

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS SUMÁRIO REGULAMENTO DO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO AIMORÉS/MG SUMÁRIO REGULAMENTO DO PROJETO EMPRESARIAL... 1 Objetivos... 4 Objetivos Específicos... 4 Duração do Projeto Empresarial... 5 Disciplina

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS. Normas para o Estágio Supervisionado

CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS. Normas para o Estágio Supervisionado 1 CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS Normas para o Estágio Supervisionado 1- Objetivos O objetivo do estágio curricular é oferecer aos alunos a experiência no campo profissional, visando

Leia mais

ESTÁGIO DE PORTUGUÊS II. Aula

ESTÁGIO DE PORTUGUÊS II. Aula ESTÁGIO DE PORTUGUÊS II Aula 5 Estágio Supervisionado em Ensino de Letras Geral OBJETIVOS - Exercitar a prática docente do ensino de língua portuguesa em escolas do ensino fundamental e médio. Específicos

Leia mais

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições,

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições, INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS RIO DO SUL Nº 01/2012 Dispõe sobre as normas para elaboração, trâmite, análise e aprovação dos Planos de Ensino dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA 2016.1 MANTENEDORA Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão LTDA MANTIDA Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Facema DIRETORIA Maria

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Computação do Câmpus Jandaia do Sul da UFPR prevê a realização

Leia mais

PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. 2º Semestre de 2012

PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. 2º Semestre de 2012 PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2º Semestre de 2012 COORDENAÇÃO GERAL Diretor Geral Prof. Adalberto Miranda Distassi Coordenadoria Geral de Estágios Prof. Ricardo Constante Martins Coordenador

Leia mais

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA Atualização em 2017 EDITAL DE CHAMADA XX/XX SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA CURSOS DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS, GESTÃO COMERCIAL, GESTÃO PÚBLICA, MARKETING E ANÁLISE

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Atualizado em janeiro de 2015 UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Organização Vera Lucia Lima do Espírito Santo Colaboração Coordenadores de Cursos de Graduação 1 Sumário Lista de Anexos... 3 Apresentação... Fundamentação

Leia mais

Metodologia do Ensino

Metodologia do Ensino Metodologia do Ensino Prof. Eduardo Henrique de M. Lima Definições: - Planejamento é uma necessidade constatnte em todas as áreas da atividade humana; - Planejar é analisar uma dada realidade, refletindo

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Profª Isabel de O. e S. Monguilhott Profª Maria Izabel de Bortoli Hentz Profª Nelita Bortolotto

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Profª Isabel de O. e S. Monguilhott Profª Maria Izabel de Bortoli Hentz Profª Nelita Bortolotto ESTÁGIO SUPERVISIONADO Profª Isabel de O. e S. Monguilhott Profª Maria Izabel de Bortoli Hentz Profª Nelita Bortolotto OBJETIVOS [...] formar o docente, como profissional reflexivo, capaz de compreender

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio PLANO DE ENSINO Curso Disciplina/Carga horária Professor Responsável Licenciatura em Matemática ESTG 03- Estágio Supervisionado III (60h.a) Nome: Marleide Coan Cardoso email:marleide@ifc-sombrio.edu.br

Leia mais

PROCEDIMENTO PASSO A PASSO: TUTORIA. Programa Ensino Integral

PROCEDIMENTO PASSO A PASSO: TUTORIA. Programa Ensino Integral PROCEDIMENTO PASSO A PASSO: TUTORIA Programa Ensino Integral PROCEDIMENTO PASSO A PASSO: TUTORIA VERSÃO 04 02 15 Definição: a Tutoria é uma das metodologias do Programa que tem como finalidade atender

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO por PROFª Ms. Maria Rosa Silva Lourinha Rio de Janeiro, MARÇO / 2013 1 MANUAL DE ESTÁGIO

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO CAPÍTULO I - DA DEFINIÇÃO DO ESTÁGIO Artigo 01 - O Estágio Supervisionado constitui disciplina obrigatória do Currículo dos Cursos de Licenciatura.

Leia mais

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação Normas de Estágio Supervisionado do Aprova as Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação, em conformidade com a Lei de Estágio - Lei Federal Nº 11.788 de 25 de setembro de

Leia mais

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Reunião de Trabalho Professores Coordenadores Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Pauta Acolhimento; Aquecimento; o que nos dizem os registros? Refletindo

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO CIÊNCIAS DA NATUREZA LICENCIATURA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO CIÊNCIAS DA NATUREZA LICENCIATURA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO O presente regulamento normatiza o estágio curricular supervisionado do Curso Ciências da Natureza Licenciatura da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Leia mais

Eliana Lúcia Ferreira Coordenadora do Curso.

Eliana Lúcia Ferreira Coordenadora do Curso. BOAS VINDAS Prezado aluno, Seja bem vindo ao Curso de Licenciatura Plena em Educação Física, modalidade à Distância da Faculdade de Educação Física e Desportos da Universidade Federal de Juiz de Fora (FAEFID/UFJF).

Leia mais

Edital nº 02/2012. SELEÇÃO DE TUTORIA A DISTÂNCIA PARA AS DISCIPLINAS DO 1º e 2º SEMESTRES DE 2012

Edital nº 02/2012. SELEÇÃO DE TUTORIA A DISTÂNCIA PARA AS DISCIPLINAS DO 1º e 2º SEMESTRES DE 2012 Edital nº 02/2012 SELEÇÃO DE TUTORIA A DISTÂNCIA PARA AS DISCIPLINAS DO 1º e 2º SEMESTRES DE 2012 Os Colegiados dos Cursos de Graduação de Filosofia, Letras-Inglês e Letras-Português na modalidade a distância

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Psicologia é uma atividade obrigatória, em consonância

Leia mais

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

EIXO 3: POLÍTICO PEDAGÓGICO. DISCIPLINA: CURRÍCULO ESCOLAR PROFESSOR Responsável: Benjamim Pereira Vilela

EIXO 3: POLÍTICO PEDAGÓGICO. DISCIPLINA: CURRÍCULO ESCOLAR PROFESSOR Responsável: Benjamim Pereira Vilela EIXO 3: POLÍTICO PEDAGÓGICO DISCIPLINA: CURRÍCULO ESCOLAR PROFESSOR Responsável: Benjamim Pereira Vilela Email:bpvilela@gmail.com PROFESSORES TUTORES: Benjamim Pereira Vilela - bpvilela@gmail.com Andréa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Socialização das Experiências Docentes I Código JP0033 PROFESSORAS: Dr.ª Silvana Maria Gritti e Ms. Paula Trindade da Silva Selbach I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Da Concepção e Objetivos Art. 1º. O presente regulamento tem como finalidade normatizar a atividade relacionada

Leia mais

Normatização de estágio do IFC

Normatização de estágio do IFC ESTÁGIOS Normatização de estágio do IFC Nacional: Lei nº11.788, de Setembro de 2008; Institucional: RESOLUÇÃO Ad Referendum Nº 014/2013 CONSELHO SUPERIOR 17/05/2013; Campus Santa Rosa do Sul: Projeto Pedagógico

Leia mais

Orientações - Estágio Curricular Obrigatório

Orientações - Estágio Curricular Obrigatório Orientações - Estágio Curricular Obrigatório 1. Apresentação O estágio curricular é obrigatório para as Licenciaturas e está baseado na seguinte Legislação: 1.A - LICENCIATURAS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS,

Leia mais

Proposta da formação docente

Proposta da formação docente Proposta da formação docente 7 Cadernos de Teorias e Práticas Educativas em Saúde - Vol. II Proposta da formação docente Este texto tem como objetivo relatar uma experiência de planejamento e implementação

Leia mais

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL Nº023/2013 /CIPEAD EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM MÍDIAS INTEGRADAS NA EDUCAÇÃO 2013 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas básicas das

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente Regulamento fixa diretrizes e normas

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) constitui-se como atividade facultativa e tem como objetivos: I - Desenvolver

Leia mais

Semestre letivo/ Módulo 4º semestre. Curso: Pedagogia Componente Curricular: Gestão Escolar Carga Horária: 50 horas.

Semestre letivo/ Módulo 4º semestre. Curso: Pedagogia Componente Curricular: Gestão Escolar Carga Horária: 50 horas. FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO Curso: Pedagogia Componente Curricular: Gestão Escolar Carga Horária: 50 horas Semestre letivo/ Módulo 4º semestre Professor(es): Período: 1º Semestre / 2015 Ementa Reflexão

Leia mais

DESENHO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA (COMPLEMENTAÇÃO) PARA ATENDER A DEMANDA VIZIVALI

DESENHO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA (COMPLEMENTAÇÃO) PARA ATENDER A DEMANDA VIZIVALI DESENHO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA (COMPLEMENTAÇÃO) PARA ATENDER A DEMANDA VIZIVALI PROFESSORA ZULEIKA APARECIDA CLARO PIASSA (COORDENADORA DO CURSO) A OFERTA VIZIVALI QUEM PÔDE PARTICIPAR? Professores

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Médio Etec Código: Município: Área de conhecimento: Componente Curricular: Série: C. H. Semanal: Professor: I Competências e respectivas habilidades e valores 1 1

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

Centro de Ciências da Saúde

Centro de Ciências da Saúde Regulamento do estágio supervisionado curricular obrigatório e nãoobrigatório do curso de graduação em Terapia Ocupacional Título I - Dos Estágios Supervisionados Art. 1º. Os estágios supervisionados são

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS: ADMINISTRAÇÃO MANUAL APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ALUNOS

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS: ADMINISTRAÇÃO MANUAL APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ALUNOS UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS: ADMINISTRAÇÃO MANUAL APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ALUNOS (4º/3º semestres) SÃO PAULO 2012 2 APRESENTAÇÃO O Manual

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º O presente regulamento estabelece

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano:

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Educação Física na Infância Professor: Gilson Pereira Souza E-mail: professorgilsonpereira@gmail.com Código:

Leia mais

Instrução de Serviço PROEN nº 001/2017, de 10 de janeiro de 2017.

Instrução de Serviço PROEN nº 001/2017, de 10 de janeiro de 2017. Instrução de Serviço PROEN nº 001/2017, de 10 de janeiro de 2017. Dispõe sobre os procedimentos para o desenvolvimento das atividades didáticas e da produção de material didático nos cursos técnicos ofertados

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ INSTITUTO DE LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES FACULDADE DE ESTUDOS DA LINGUAGEM CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO REGULAMENTO DE

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

O Estágio Curricular Supervisionado, de caráter obrigatório, para os estudantes dos Cursos Regulares da UFC rege-se pela seguinte legislação:

O Estágio Curricular Supervisionado, de caráter obrigatório, para os estudantes dos Cursos Regulares da UFC rege-se pela seguinte legislação: REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS LÍNGUA PORTUGUESA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO UFC VIRTUAL 1. DA DEFINIÇÃO E DOS OBJETIVOS O

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA. Regulamento da Componente de Formação em Contexto de Trabalho dos Cursos de Especialização Tecnológica

INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA. Regulamento da Componente de Formação em Contexto de Trabalho dos Cursos de Especialização Tecnológica INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA Cursos de Especialização Tecnológica Regulamento da Componente de Formação em Contexto de Trabalho dos Cursos de Especialização Tecnológica A componente de formação em contexto

Leia mais

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso.

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso. ATIVIDADE INTEGRADORA CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO ESCOLAR CIRCUITO: 9 PERIODO: 7º Caro (a) aluno (a), Esta atividade deverá ser desenvolvida individualmente

Leia mais

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS

UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS 1 UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSOS DE LICENCIATURA REGULAMENTO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 2017_1 2 DA NATUREZA E DAS FINALIDADES O Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

Boletim CPA/UFRPE Curso de Economia Doméstica Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo:

Boletim CPA/UFRPE Curso de Economia Doméstica Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: Curso de Economia Doméstica Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: 2012-2014 Apresentando o Boletim CPA: É com enorme satisfação que a Comissão Própria de Avaliação (CPA/UFRPE), responsável

Leia mais

Boletim CPA/UFRPE Curso de Engenharia de Alimentos Unidade Acadêmica de Garanhuns Edição n. 01 Ciclo Avaliativo:

Boletim CPA/UFRPE Curso de Engenharia de Alimentos Unidade Acadêmica de Garanhuns Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: 2012-2014 Apresentando o Boletim CPA: É com enorme satisfação que a Comissão Própria de Avaliação (CPA/UFRPE), responsável por coordenar os processos internos de avaliação

Leia mais

Boletim CPA/UFRPE Curso de Licenciatura em Química Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo:

Boletim CPA/UFRPE Curso de Licenciatura em Química Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: Curso de Licenciatura em Química Campus Dois Irmãos Edição n. 01 Ciclo Avaliativo: 2012-2014 Apresentando o Boletim CPA: É com enorme satisfação que a Comissão Própria de Avaliação (CPA/UFRPE), responsável

Leia mais

PROJETO DE MONITORIA 2014

PROJETO DE MONITORIA 2014 PROJETO DE MONITORIA 2014 Centro Universitário SENAC: Curso: Design de Moda- Habilitação Estilismo Disciplina: Projeto de Moda I Professor responsável: Andrea Canton Período letivo: 1º / noite 1. Justificativa

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado Curso de Serviço Social - UniÍtalo

Manual de Estágio Supervisionado Curso de Serviço Social - UniÍtalo Manual de Estágio Supervisionado Curso de Serviço Social - UniÍtalo Manual de Estágio Supervisionado Curso de Serviço Social - UniÍtalo O aluno/a, apto a realizar o estágio obrigatório em Serviço Social

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO- ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS CURSO DE PEDAGOGIA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTO Anápolis, 2 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Educadores e educandos: tempos históricos

Educadores e educandos: tempos históricos GUIA DA DISCIPLINA EDUCADORES E EDUCANDOS: TEMPOS HISTÓRICOS Educadores e educandos: tempos históricos Coordenação do Curso Curso Técnico em Infra estrutura Escolar - André Rodrigues Coimbra Curso Técnico

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO MINUTA RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/XX/2013 Regulamenta e define a carga horária e a ementa do componente curricular Estágio Supervisionado,

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DE MONITORIA Dispõe sobre a regulamentação da Monitoria Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1 O presente regulamento estabelece normas para o processo seletivo de monitoria da Faculdade

Leia mais

Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo

Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo Luciana Cressoni, Rita Prates e Sueli Araujo Apresentação do Plano de Ação do ETAPA Núcleo Pedagógico aos Supervisores Reunião com Diretores e Professores ETAPA Coordenadores ETAPA COM OS PROFESSORES Refletir

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES PARA A REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA DA UFMA

NORMAS COMPLEMENTARES PARA A REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA DA UFMA NORMAS COMPLEMENTARES PARA A REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA DA UFMA O Colegiado do Curso de Engenharia Química da UFMA, no uso de suas atribuições, em conformidade com suas diretrizes

Leia mais

Avaliação de fornecedores Instruções para o exercício. Disciplina - LAN

Avaliação de fornecedores Instruções para o exercício. Disciplina - LAN Avaliação de fornecedores Instruções para o exercício Disciplina - LAN1880-2016 Objetivo do módulo No final do módulo teórico (seminários e bibliografia) e prático (avaliação de fornecedor) o aluno deverá

Leia mais

4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem

4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO: PROMOÇÃO DA SAÚDE NA EDUCAÇÃO BÁSICA e METODOLOGIA DO ENSINO DE ENFERMAGEM I 4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem ESTÁGIO Lei 6494/77 regulamentada pelo

Leia mais

O CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO APROVOU E EU DIRETOR GERAL, NO USO DE MINHAS ATRIBUIÇÕES REGIMENTAIS, SANCIONO A SEGUINTE RESOLUÇÃO:

O CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO APROVOU E EU DIRETOR GERAL, NO USO DE MINHAS ATRIBUIÇÕES REGIMENTAIS, SANCIONO A SEGUINTE RESOLUÇÃO: RESOLUÇÃO 001/15 COSEPE DISPÕE SOBRE A NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS DOMICILIARES Considerando encaminhamentos feitos pela Direção Acadêmica; O CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO APROVOU E

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINAS DO CEFET/MG/CAMPUS ARAXÁ

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINAS DO CEFET/MG/CAMPUS ARAXÁ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS UNIDADE ARAXÁ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINA REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE N.º 15, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014

RESOLUÇÃO CONSEPE N.º 15, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 RESOLUÇÃO CONSEPE N.º 15, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 Estabelece procedimentos para o Estudo Dirigido no âmbito das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão das Faculdades

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Curso de Teologia. Associação Educacional Batista Pioneira

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Curso de Teologia. Associação Educacional Batista Pioneira REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso de Teologia Associação Educacional Batista Pioneira 2011 CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma disciplina

Leia mais

ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Plano de Trabalho Docente Habilitação Profissional: TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM ADMINISTRAÇÃO

ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Plano de Trabalho Docente Habilitação Profissional: TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM ADMINISTRAÇÃO ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO - 088 Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC PAULO GUERREIRO FRANCO Código: 092 Município: VERA CRUZ Área Profissional: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional:

Leia mais

RESOLVE: Capítulo I DA NATUREZA

RESOLVE: Capítulo I DA NATUREZA RESOLUÇÃO 02/16 CCMV Regulamenta os estágios no Curso de Medicina Veterinária do Setor de Ciências Agrárias da UFPR. O Colegiado do Curso de Medicina Veterinária do Setor de Ciências Agrárias, na cidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REAL REGULAMENTO OFERTAS EDUCATIVAS ALTERNATIVAS AO ENSINO REGULAR ANEXO II

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REAL REGULAMENTO OFERTAS EDUCATIVAS ALTERNATIVAS AO ENSINO REGULAR ANEXO II Ofertas Educativas Artigo 1.º Âmbito O presente regulamento estabelece as diretrizes essenciais ao funcionamento do curso vocacional, adequando, esclarecendo e integrando as normas legais presentes na

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E ABRANGÊNCIA ART. 1º - Denomina-se

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO DO ESTUDANTE

CARTA DE APRESENTAÇÃO DO ESTUDANTE ANEXO I CARTA DE APRESENTAÇÃO DO ESTUDANTE Senhor (a) Diretor (a):, de de. O Curso de PEDAGOGIA UNITINS/2007 apresenta a Vossa Senhoria o (a) estudante, que tem interesse em cumprir suas atividades práticas

Leia mais

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Versão 01 - Página 1/24 PROCESSO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP-GO PROCEDIMENTO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP- GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Objetivo estratégico:

Leia mais

SEMESTRE LETIVO DO ANO: 2017/1 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher)

SEMESTRE LETIVO DO ANO: 2017/1 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher) CRSO DE GRADAÇÃO: Informática Biomédica SÉRIE: 2ª série SEMESTRE LETIVO DO ANO: 2017/1 (X) 1º SEMESTRE ( ) 2º SEMESTRE ( ) 1º e 2º SEMESTRES PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO Código da

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Regulamento de Estágios 01.10.05 Conteúdo Enquadramento... 3 1 Caracterização... 3 2 Candidatura... 3 2.1 Estágios organizados pelos estudantes... 3 2.1.1 Trabalhadores estudantes... 3 3 Colocação... 4

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Curso nº 238 aprovado pela portaria Cetec nº 172 de 13/09/2013. Etec Sylvio de Mattos Carvalho Código:103 Município: Matão Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LETRAS HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA MODALIDADE EaD. A Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

Art. 1º Retificar os critérios para a oferta de disciplinas em regime de dependência ou adaptação/pendência;

Art. 1º Retificar os critérios para a oferta de disciplinas em regime de dependência ou adaptação/pendência; Altera os critérios para oferta das disciplinas em regime de dependência ou adaptação/pendência e dá outras providências. O Conselho de Ensino da Faculdade de Minas-BH, FAMINAS-BH, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD O presente Regulamento tem o intuito de estabelecer normas gerais para cumprimento da Lei nº.

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 014/2010 DEAD / IFMA Seleção Simplificada

Leia mais

Admnistração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2012

Admnistração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2012 Admnistração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETE MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA Área Profissional: GESTÃO E NEGÓCIOS

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Leia mais

Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade semipresencial no Curso de Graduação em Ciências Contábeis:

Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade semipresencial no Curso de Graduação em Ciências Contábeis: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Resolução nº 003/2015-CCGCC/CCSA Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade

Leia mais

Regulamento de Estágios CET- Cursos Especialização Tecnológica

Regulamento de Estágios CET- Cursos Especialização Tecnológica Regulamento de Estágios CET- Cursos Especialização Tecnológica A Objectivos dos Estágios 1) Os Estágios que integram a componente de formação em contexto de trabalho dos Cursos de Especialização Tecnológica

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDEAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PROGRAMA NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

SERVIÇO PÚBLICO FEDEAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PROGRAMA NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA SERVIÇO PÚBLICO FEDEAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PROGRAMA NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA EDITAL N. 01/2016-PNAIC/UNIFESSPA PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras Curso de Secretariado Executivo Trilíngue Estágio Curricular Supervisionado MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS. Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS. Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Regulamento de Estágio ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL Coronel Fabriciano/ 2008 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVOS... 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL... 2 4. ATRIBUIÇÕES... 2 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais