Leituras. Fizemos Feira Medieval. Também em Landim. Junho 2013 #45

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Leituras. Fizemos Feira Medieval. Também em Landim. Junho 2013 #45"

Transcrição

1 Leituras E S C O L A P R O F I S S I O N A L C I O R Também em Landim Fizemos Feira Medieval Junho 2013 #45

2 SUMÁRIO Leituras ESCOLA PROFISSIONAL CIOR Junho 2013 #45 FICHA TÉCNICA Encontro AR RISCAR P. 07 Simulacro de Incêncio P Linhas Mestras TÍTULO Leituras CIOR PROPRIEDADE 05 Em Foco Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão, C.R.L. (Escola Profissional CIOR) Estágios no Estrangeiro 26 Livre-Trânsito DIRETORA Carla Oliveira P. 10 Pontes de Esparguete P. 15 Feira Medieval - Landim P Daily English 35 InternaCIORizando 38 Livros de Curso RECOLHA DE INFORMAÇÃO / IMAGEM / FOTOGRAFIA Arcélio Sampaio Cristina Ferreira REVISÃO DE PROVAS Andreia Araújo Carla Susana Azevedo Joaquim Meneses Sarau Cultural Ci ARTE 50 Em Alta/Em Baixa DESIGN GRÁFICO E PAGINAÇÃO Pedro Veloso F1 in Schools Entrevista a Amadeu Dinis P. 19 P. 17 ACD1 Sempre em Ação 51 ADN (In)Confidências 51 Bilhete de Identidade 51 DATA DE PUBLICAÇÃO Junho de 2013 NÚMERO 45 PERIODICIDADE Quadrimestral P. 22 TIRAGEM 1100 Exemplares Apoios e Subsídios aos Atletas Livros de Curso P. 24 P. 30 P. 38 Aproveitamento de Águas Pluviais na CIOR P. 28 Projeto FICA P. 36 Edição Online INÍCIO DE PUBLICAÇÃO 1998 DISTRIBUIÇÃO Gratuita MORADA Rua Amélia Rey Colaço, 106 Apartado V. N. de Famalicão GPS: lat: lon: Tel: Fax: DEPÓSITO LEGAL /09 [ 2 ]

3 O final do ano letivo aproxima-se, muitos acontecimentos e projetos se desenvolveram: intercâmbios, visitas de estudo, festas de Natal, palestras, Feira Medieval, regatas e corridas solares, jornal Leituras, F1 nas escolas, EDP energia com vida, entre outros Tantas atividades realizadas, tantas aprendizagens e tantas alegrias foram vividas por todos durante este ano letivo. Estes grandes momentos ficarão para sempre na memória de todos e registados no nosso Leituras. Momentos extremamente fulcrais na vida de uma escola, mas que só são possíveis com a vontade e a determinação de toda a comunidade escolar. E a nossa escola é prova disso, por isso não podemos terminar este ano letivo sem atribuir mérito aos professores, alunos e funcionários, pois empenham-se dia a dia, no desenvolvimento das diversas atividades, criando entre eles laços de amizade e até mesmo um apego familiar, que são inevitáveis. Tudo isto deixará saudades! Há alunos que deixam a nossa escola para ingressarem no mundo do trabalho ou continuar os seus estudos. Deixarão saudades, mas o que nos tranquilizará é o facto de saber que ficamos com a imensa satisfação e a sensação de dever cumprido. Aulas de Italiano Decorreram, na nossa escola, aulas de Italiano, lecionadas pela Maria Assunta, assistente do programa Comenius. Todas os inscritos foram aceites e até foi preciso fazer duas turmas, tal foi a adesão. O entusiasmo foi grande e pelos corredores já se ouvem algumas palavras em italiano. Ciao, grazie mille, Maria! Intercâmbios Foram muitos e variados os intercâmbios que decorreram durante este ano letivo. No Leituras poderá obter mais informações sobre as várias atividades realizadas. Neste ano os países envolvidos nos intercâmbios foram: Espanha, Itália, Alemanha, Bulgária, Polónia, Reino Unido e Chipre. No próximo ano mais países visitaremos e/ou receberemos. Esta é uma aposta da CIOR e é para continuar! Acidente PPP Pedro Partiu o Pé Pois é, todos estamos sujeitos a acidentes! Um novo desafio se aproxima, que é um novo ano repleto de dificuldades, nomeadamente a instabilidade que continua a dominar as nossas Raramente se fala dos professores, porque os alunos são prioridade. É altura de pensar e refletir sobre as muitas incertezas e angústias com que se depara a classe docente. escolas, devido às mudanças constantes das políticas de educação, em particular aquelas que afetam o corpo docente. Raramente se fala dos professores, porque os alunos são prioridade. É altura de pensar e refletir sobre as muitas incertezas e angústias com que se depara a classe docente. Contudo, e para além do desemprego e instabilidade profissional, há outros aspetos que merecem também alguma reflexão por parte dos dirigentes políticos, pelos professores, pelas famílias, pelos alunos, pela sociedade, em geral: que papel ou papéis cabem, hoje, ao professor? E ao aluno? E às famílias? Será possível estabelecer fronteiras onde começa e termina a ação dos professores e das famílias dos alunos? Que responsabilidades tem cada um? É que parece haver cada vez mais confusão sobre afinal qual é, ou quais são, o papel do Antecâmara Estava o professor Pedro Veloso a preparar a nossa participação na mostra pedagógica, quando tudo aconteceu. Parece que uma escada e um golfinho estiveram envolvidos no acidente! Como aconteceu exatamente, ninguém sabe. O que interessa é que ele já está quase recuperado e tudo não passou de um susto Preparação para os exames nacionais Estamos atentos às necessidades dos nossos alunos. As professoras de Português, Física e Química e de Matemática deram apoio aos alunos interessados em realizar os exames nacionais das respetivas disciplinas. Uma ajuda preciosa e a aproveitar! Boa sorte! Editorial professor e dos demais atores. O professor ensina? O estudante estuda? As famílias educam? Ou será que hoje cabe ao professor desempenhar uma boa parte de todas as tarefas atrás descritas? Estas coisas não são assim lineares. Contudo, há famílias (muitas) que não conseguem educar ( professor, os meus filhos não me obedecem, que faço? ), há alunos (muitos!) que não estudam ( Estudar para quê, professor?). Aquela turma não estuda nada, o que faço?, desabafa o professor. Ora, linearmente, e tendo em conta a idade dos alunos que frequentam esta escola, importa desde já frisar: os alunos têm condições para estudar! É essa a sua função, a obrigação deles! Têm subsídios que são pagos com os impostos dos que trabalham! Têm professores para lhes ensinar e que são pagos, também, com dinheiro dos impostos dos que trabalham! E, se o trabalhador tem de trabalhar, o aluno tem de estudar, sob pena de ser ou se tornar num excluído social! Saber dá poder, o mérito é um trampolim para novas etapas, os excelentes terão mais oportunidades! E estas aparecerão àqueles que mais estudarem, que mais souberem, que mais trabalharem! Não queremos cigarras, mas formigas! Feira Medieval Realizou-se, em V. N. de Famalicão, a Feira Medieval/Quinhentista, de 20 a 23 de junho, com o apoio da Câmara Municipal. Esta foi uma atividade de grande dimensão e que envolveu toda a comunidade escolar. Foi também a prova de Aptidão Profissional da turma de Animação Sociocultural de 12º ano. E que prova! Nova oficina na CIOR A CIOR está a equipar uma nova oficina CNC e serralharia. Pretende-se com esta oficina dotar a escola de maiores e melhores condições de aprendizagem. Identificamos o Futuro e queremos sempre mais e melhor. Alunos finalistas Pois é, terminou mais um ciclo de formação. E que saudades vamos ter de vocês! Foram aulas e testes e trabalhos e amigas e amigos e Crescemos todos! Voltem sempre que queiram! A porta fica aberta! Obrigado pelo que nos deram e aproveitem o que vos foi dado! Até sempre! CR CR [ 3 ]

4 LINHAS MESTRAS As Escolas Profissionais e o Mundo do Trabalho Ensino profissional como alternativa pedagógica de formação e instrumento de valorização do capital humano das empresas, de ser um ensino rigoroso e exigente, que disciplina e proporciona a mobilidade social, que valoriza a formação humana sem descurar o mercado de trabalho e que introduziu o empreendedorismo... Numa altura em que o país e os decisores políticos em particular discutem o(s) Modelo(s) de Educação/Formação Profissional para o país Formação Dual, Aprendizagem; Ensino profissional, Ensino Vocacional a ANESPO (Associação Nacional de escolas Profissionais) organizou, no dia 10 de maio, na Torre do Tombo, em Lisboa, um seminário sobre As escolas Profissionais e o Mundo do Trabalho. O evento contou com as presenças de Guilherme de Oliveira Martins, presidente do Tribunal de Contas, com os secretários de Estado da Educação e do Emprego, dos presidentes da CCP (Confederação do Comércio e serviços de Portugal), da AIP (Associação Industrial Portuguesa), entre outras personalidades. O papel que as Escolas Profissionais têm na formação integral dos jovens e a relevância de imersão em práticas profissionais no decorrer do percurso formativo dos jovens foram os motes para as intervenções dos oradores convidados. Os diferentes oradores deste seminário reconhecerem a importância do Ensino profissional como alternativa pedagógica de formação e instrumento de valorização do capital humano das empresas, de ser um ensino rigoroso e exigente, que disciplina e proporciona a mobilidade social, que valoriza a formação humana sem descurar o mercado de trabalho e que introduziu o empreendedorismo como prática pedagógica, a realização de projectos inovadores, através de parcerias com instituições nacionais e internacionais. Portugal, para responder aos desafios da globalização, e da competitividade económica, precisa, cada vez mais, de uma população qualificada, instruída e competente, uma vez que os estudos mostram claramente que existe de facto casualidade entre a taxa de crescimento económico e a educação. O modelo de competitividade que temos de adotar coloca a qualificação dos jovens e dos ativos como imperativa, foi outra das ideias que sobressaiu deste encontro. Este seminário foi uma jornada de trabalho que demonstrou que o caminho de formação/educação profissional em Portugal é uma aposta ganha com o atual modelo das Escolas Profissionais e que o país, as empresas e as famílias, só têm a ganhar com a sua divulgação e uma maior aposta por parte dos nossos governantes. Este sistema de ensino, com vinte e cinco anos de existência, foi ao longo destes anos sistematicamente avaliado, monitorizado e ajustado à realidade do país e ao desenvolvimento e qualidade do tecido económico e social. AD & JP [ 4 ]

5 EM FOCO Escola de Fontelo na CIOR Os formandos do curso Acompanhantes de Crianças no Domicílio, ACD1, juntamente com a professora Joana Simões, receberam, na Escola Profissional CIOR, os alunos da Escola EB1 de Fontelo, Calendário, para retribuir a visita já relatada na última edição do Leituras. Chegados à CIOR, os alunos foram recebidos calorosamente pela turma ACD1. Seguiu-se Ao longo do curso de Educação, Formação de Adultos (EFA) de Acompanhantes de Crianças ao Domicílio, ACD1, tivemos oportunidade de realizar várias visitas de estudo que nos permitiram contactar com as várias realidades, entre as quais a diferença. Destacamos as visitas da Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência, AFPAD; da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, APPA- CDM, e do Centro Social e Cultural de S. Pedro de Bairro que contribuíram efetivamente para a nossa aprendizagem. No dia 28 de fevereiro de 2013, realizamos a visita à APPACDM com o objetivo de observar e analisar o local, assim como as crianças com necessidades educativas especiais, as suas limitações, comportamentos, constatando a sua aprendizagem, tanto a nível escolar como profissional. Tivemos, ainda, a oportunidade de visitar os ateliers de costura, tapeçaria, serralharia e sala de exposições, onde se encontram todos os trabalhos elaborados pelos utentes. No final, os formandos fizeram uma intervenção musical e teatral, tendo sido muito gratificante, pois cativou a atenção e a alegria de todos. A visita ao Centro Social e Cultural de S. Pedro de Bairro realizou-se no dia 22 de abril, no qual pudemos visitar as valências da creche, centro de dia, lar de idosos, centro de atividades ocupacionais e lar residencial. O contacto com estas valências foi muito enriquecedor, ficando a conhecer as várias respostas sociais de apoio às crianças, jovens e adultos com deficiência ou dificuldades, assim como o trabalho dos técnicos para a integração e inclusão social. A visita a AFPAD realizou-se no dia 30 de abril, onde pudemos observar as várias atividades realizadas com os utentes no centro de atividades ocupacionais. Tivemos o privilégio de assistir a várias atuações de dança e canto, que uma visita guiada e pormenorizada às instalações da escola, conforme estava planeado pelo grupo organizador. À primeira vista, a escola parece pequena, mas não é! A hora do lanche aproximava-se e as barrigas já roncavam! E os alunos foram surpreendidos por um delicioso lanche bem saudável. Já com as energias restabelecidas, finalizaram a visita com variadíssimos jogos, com a intervenção de um palhaço e entrega de lembranças. Foi uma manhã extremamente animada! É pena o curso estar a chegar ao fim, porque eles gostariam de voltar! Ser Igual na Diferença A pessoa que não diferencia faz a diferença! ACD1 nos encantaram, sendo uma das intervenções terapêuticas utilizadas pela instituição. É de louvar o trabalho efetuado por estas instituições, no sentido de dar resposta às necessidades das crianças, jovens e adultos portadores de deficiência, de forma a promover a sua aceitação e integração social, bem-estar e potenciar as suas capacidades. Com o objetivo de mostrar à comunidade escolar as competências adquiridas ao longo da formação e sensibilizar os outros para a problemática da diferença/deficiência, organizamos um colóquio Ser igual na diferença, realizado no dia 4 de junho, no auditório da Escola Profissional CIOR. Tivemos como convidados o Dr. Amadeu Dinis, diretor da nossa escola; o Dr. Leonel Rocha, vereador da Educação e Desporto da Câmara Municipal de V. N. de Famalicão; o Dr. Mário Martins e a Dra. Luísa Araújo, presidente e terapeuta da fala da AFPAD, respetivamente, a Dra. Fátima Moreira e a Dra. Ana Rita Reis, diretora e assistente social da APPACDM, respetivamente, que partilharam as suas experiências pessoais e profissionais nesta área. [ 5 ]

6 Em Foco Os utentes da AFPAD fizeram uma intervenção musical, animando e surpreendendo todos os presentes. Mas não ficamos pelo colóquio Ser Igual na Diferença. Com baterias recarregadas após um fim de semana prolongado, dirigimo-nos à escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões, onde o nosso infiltrado, o prof. Meneses, nos esperava. Uma vez feita a receção, fomos encaminhados para a Unidade de Cuidados de Apoios Especializados a Alunos com Multideficiência (UAEAM) a cargo da professora do ensino especial, Anabela Campos. Nesta sala contactamos com o Simão, o Emanuel, o André, o Carlos, o Luís e o Sérgio que, acompanhados por assistentes ocupacionais e terapeutas, nos deram as boas-vindas e os bons dias. Visualizamos vários trabalhos por eles realizados, tais como colagens, pinturas e carimbagens e a prof. Anabela esclareceu todas as nossas dúvidas, curiosidades e mostrou-nos técnicas e métodos utilizados como o snoezelen. Estas crianças têm ainda sessões de hidroterapia e musicoterapia de forma a estimular corpo e mente. Em seguida visitamos a sala de apoio aos currículos específicos individuais. Fomos recebidos pela prof. Paula Lima e pelo grupo: Rui, Tiago, João, Soraia, Rosaria, Filipa e Bruno. Estas crianças, mais funcionais e autónomas, estão integradas em turmas do ensino regular e são apoiadas por esta valência. Para cada uma delas é elaborado um Plano Individual de Transição que lhes permite um contacto direto com a realidade, em particular com o mundo do trabalho. E foi com a alegria destas crianças que nos despedimos da escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões, mais ricos, conscientes e cientes de que nesta manhã recebemos mais uma lição de vida. Aliás, todas estas experiências contribuíram para o enriquecimento pessoal e formativo, esperando poder colocar estas competências e aprendizagens em prática num futuro profissional próximo como acompanhantes de crianças. Ora as baterias não se descarregaram completamente com a manhã. Não podíamos deixar o dia acabar por aqui, afinal ainda havia toda uma tarde para aproveitar. Assim, com a prof. Eugénia fomos assistir ao desfile das marchas antoninas das crianças. Foi muito interessante ver algumas das instituições que já visitamos representadas nas marchas e constatar a alegria das crianças e a satisfação e orgulho dos pais. Psssssssssst, vamos dizer-vos um segredo, xiuuuuuuu não digam a ninguém mas para as próximas marchas antoninas estaremos a participar como futuras acompanhantes de crianças e com certeza será bem renhida a atribuição dos prémios, pois todos nós daremos o nosso melhor pela instituição que iremos representar. ACD1 Dia Cultural No dia 21 de abril, um grupo de alunas da turma de Animação Sociocultural, ASC9, realizou uma visita às Caves Porto Ferreira e ao Jardim Botânico, na cidade do Porto. Durante a manhã, fizemos a visita às caves, onde aprendemos parte da história, desde o processo de colheita até ao engarrafamento. Por volta das 12h15, fizemos um almoço partilhado entre todos os participantes, e realizámos também diversos jogos tradicionais. Da parte da tarde, realizamos a visita guiada ao Jardim Botânico. Por ser um jardim com história e com diversos tipos de árvores e plantas diferentes, despertou-nos um grande interesse. O lanche foi oferecido pelo grupo organizador e contou com a ajuda de diversos patrocínios. Foi um dia diferente, culturalmente rico e com um balanço positivo. Ana Cláudia, Catarina Silva, Sílvia Barbosa, Andreia Sá e Daniela Gonçalves, ASC9 [ 6 ]

7 Prevenir é o Melhor Remédio Não podia deixar de acontecer, mais uma vez, este ano a comemoração do Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho, dia 28 de abril. Assim, coube à turma de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, de 11º ano, HSTA7, elaborar, ao longo de vários dias, materiais de sensibilização e informação para alertar sobre os riscos profissionais, relacionados com várias profissões, que culminou numa exposição com trabalhos executados. A campanha de 2013 teve como tema central A Prevenção das Doenças Profissionais, em alinhamento com a temática escolhida pela Organização Internacional do Trabalho, OIT, que através da utilização de pequenos bonecos que representam diferentes profissões, pretendeu chamar a atenção para o facto das doenças profissionais não serem causadas apenas pelas profissões que possam estar sujeitas a maiores riscos físicos, mas também alertar e consciencializar que todos estamos expostos aos vários fatores de risco, independentemente da profissão que desempenhamos. As alunas através da elaboração de várias atividades e em ritmo de aprendizagem tomaram consciência e informaram a comunidade escolar de que a cultura de segurança constróise, desde cedo, a partir de pequenos gestos e ensinamentos que nos permitem ao longo da vida adotar práticas seguras no dia a dia, no trabalho e fora dele. Assim, constataram que a escola, enquanto organização, onde se operacionalizam as medidas de política educativa e, simultaneamente, como local de trabalho, constitui o espaço privilegiado para a promoção duma cultura de prevenção. Cristina Ferreira, professora No dia 22 de maio, a Escola Profissional CIOR esteve presente na Universidade Católica do Porto para participar no Encontro AR RISCAR seminário Temático As Provas de Aptidão Profissional e o Conhecimento em Ação. Neste encontro, estiveram presentes 17 escolas e cada uma delas apresentou projetos de PAP dos alunos do 12º ano. A nossa escola apresentou 2 temas: Board Touch, dos alunos Tiago Sousa e João Silva, da turma EL18, e Rega gota a gota com bombagem fotovoltaica, do aluno José Flores, da turma ER5. Neste certame estiveram presentes diversas personalidades relacionadas com o sistema educativo profissional e o Senhor Secretário de Estado do Ministério de Educação. EL18 Encontro AR RISCAR [ 7 ]

8 Em Foco Uma Tarde Diferente... Na tarde do dia 24 de abril, no Parque na Devesa, os formandos do curso de Educação, Formação de Adultos, de Refrigeração, Ar Condicionado e Climatização, RACC 3, organizaram um convívio, no âmbito da atividade integradora O Meio Ambiente. Os formandos, acompanhados pela formadora de Cidadania e Empregabilidade, Susana Meireles, e os formandos do curso Acompanhantes de Crianças no Domicílio, ACD1, juntamente com o professor Luís Bessa, formador de Expressão Dramática, saíram da Escola Profissional CIOR em direção ao Parque da Devesa. Durante o convívio, realizaram-se jogos relacionados com a reciclagem e alusivos à preservação do meio ambiente. Para finalizar da melhor maneira a tarde, resolvemos, presentear o curso ACD1 com um lanche de forma a podermos agradecer a disponibilidade que tem demonstrado no decorrer do curso e desfrutar da beleza do parque. Emilie Perrier, RACC3 No dia 26 de março, no âmbito do tema de vida O MEIO AMBIENTE, os formandos do curso de Educação, Formação de Adultos, RACC3, juntamente com as formadoras Susana Meireles e Carla Susana, de Cidadania e Empregabilidade e Linguagem e Comunicação, respetivamente, deslocaram-se às instalações da LIPOR1, em Ermesinde. A LIPOR é um Serviço Inter municipalizado de gestão de resíduos do Porto, responsável pela recuperação e destino final dos resíduos sólidos urbanos produzidos pelos oito Municípios que a integram. Na LIPOR, fomos recebidos por uma funcionária chamada Maria que nos conduziu a um pequeno auditório e nos explicou como é processado o tratamento dos resíduos. Vimos, ainda, um filme, que nos informou sobre a utilidade e as vantagens da separação do lixo. De seguida, colocámos uma faixa florescente, no braço, e visitámos as instalações. Passámos pelo centro de triagem, local onde são separados os resíduos, recolhidos nos Ecopontos. Quanto às embalagens plásticas são separadas por cores. Depois de prensadas e enfardadas são encaminhadas para as empresas de Visita à LIPOR 1 reciclagem. O mesmo acontece ao papel e ao cartão, retirados do contentor azul. A máquina de enfardar está equipada com um computador que seleciona automaticamente a pressão a exercer sobre cada tipo de resíduo. Tivemos também o privilégio de visitar a Horta da Formiga, que é um Centro de Compostagem Caseira, constituída por uma quintinha onde se pratica agricultura biológica. Posto isto, fomos conduzidos à central de compostagem, onde os resíduos orgânicos são convertidos em composto através de um processo biológico. Os resíduos indiferenciados, recolhidos porta a porta, vão para a LI- POR 2 para ser incineradas as cinzas e as escórias, provenientes da incineração. Posteriormente estes são depositados no aterro sanitário. As cinzas são misturadas com cimento e ficam em forma de blocos, para evitar a propagação de matéria poluente na atmosfera. Emilie Perrier, RACC3 [ 8 ]

9 Uma Brincadeira Muito Séria Mais uma vez, à semelhança de anos anteriores, a nossa escola viveu um dia diferente com a realização do simulacro anual de incêndio. A organização ficou, desta vez, a cargo da turma Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, de 11º ano, HSTA7, que aproveitou assim para consolidar conhecimentos adquiridos nas temáticas Incêndio e Organização da Emergência. De acordo com a legislação em vigor, e atendendo à tipologia IV edifícios escolares em que se enquadra a CIOR, torna-se obrigatório a realização deste tipo de exercícios com uma periodicidade anual, por forma a testar o plano de emergência interna, treinar a comunidade escolar nos seus diversos papéis dentro da organização de emergência e, sobretudo, criar rotinas comportamentais e aperfeiçoar procedimentos. Desta feita, o pseudo-incêndio, com direito a um ambiente fantasmagórico nos corredores da escola, devido ao funcionamento de uma máquina de produção de fumo a que o Sr. Carneiro tomou as rédeas, teve origem num curtocircuito na sala do servidor que rapidamente devorou todo o compartimento. Como resultado foi acionado um detetor manual de incêndio e deu-se início à evacuação do edifício. No meio deste processo, duas alunas que se encontravam na casa de banho acabaram por ficar intoxicadas com o aumento progressivo do fumo. No pavilhão ao lado, aquando da evacuação da sala de aula, uma aluna entrou em pânico, caiu e partiu o pé, ficando imobilizada. Menos de dois minutos após o alarme externo, chegaram os Bombeiros Voluntários de Famalicão, munidos com um carro de combate a incêndios e uma ambulância, bem como de equipamentos de respiração assistida e de salvamento em grande ângulo. Assim, após se inteirarem da situação, procederam ao resgate das três alunas e ao controlo do incêndio. Já a evacuação da escola decorreu com normalidade e foi rápida, com os tempos a serem registados, bem como as situações que carecem de reparo e correção. De um modo geral, todos os intervenientes no plano de emergência interno da escola cumpriram com o seu papel: professores, alunos e, particularmente, funcionários que procederam ao corte de eletricidade e gás, alarme externo e coordenação da evacuação, entre outros. No final, o balanço foi muito positivo e o pouco a corrigir foi identificado e comunicado. Afinal nada que não fosse expectável, afinal somos nós, somos CIOR. Arcélio Sampaio, professor [ 9 ]

10 Em Foco Estágios em Espanha Por terras de Málaga Tivemos a oportunidade de fazer a nossa formação em contexto de trabalho em Málaga, Sul de Espanha. Fomos todos colocados na mesma empresa, mas a adaptação não foi nada fácil. Era uma empresa muito grande, a terceira maior da Europa na área de energias renováveis, com várias filiais em Espanha. Os horários de trabalho eram muito prolongados, entrávamos cedo e saíamos tarde. Fazia muito calor durante o dia e nós integrávamos equipas de trabalho que tinham intervenções em obras da região. Nem sempre entendíamos o espanhol que falavam lá e cada um de nós estava numa equipa de trabalho diferente, só nos encontrávamos à noite. Depois de entrar no ritmo tudo ficou mais fácil Mas sem dúvida que foi muito enriquecedor em termos de aprendizagem de métodos trabalho. Existem grandes diferenças culturais e inimizades antigas. Com este estágio percebemos melhor o que o José Mourinho e o Cristiano Ronaldo sofreram por aqueles lados Estávamos alojados no centro da belíssima cidade de Málaga e, mesmo com tanto trabalho, arranjamos tempo para nos divertirmos e entrarmos no ritmo de festa que esta cidade tem. Também conseguimos fazer uns dias de praia, pois esta é uma cidade costeira. Enfim foi uma experiência que nunca mais vamos esquecer! André Martins, Carlos Correia, Tiago Barbosa e Simão Vilas Boas, ER5 [ 10 ]

11 Estágios na Alemanha Deixamos Marcas Quando soubemos que fomos seleccionados para realizar a formação em contexto de real de trabalho (o estágio) na Alemanha, ficamos extremamente contentes, pois este era um objetivo que há muito ansiávamos. Para alguns de nós, este período de ausência de Portugal significou muitas saudades, mas isso não nos impediu de cumprir o nosso objetivo. As peripécias diárias fizeram desta viagem uma constante aventura. Logo na partida, quase perdemos o avião em Frankfurt. Foi emocionante ouvir os nossos nomes a serem chamados por todos os megafones do Aeroporto. A chegada foi um choque para nós: parecia uma cidade fantasma sem ninguém nas ruas e toda a vegetação estava queimada pela neve. O verdinho que estávamos habituados em Portugal só começou a aparecer umas semanas depois, porque o tempo aqueceu. Primeiro, estivemos alojados numa associação, VITALIS, onde fomos bem recebidos desde que cumpríssemos com as regras que existiam Todas as noites nos batia à porta uma pessoa, que nos dizia que era o chefe e que nos falava algo em alemão, provavelmente, para nos repreender por quebrar uma regra qualquer. Fazíamos as nossas refeições na cantina da associação e lá, conhecemos muitos colegas de outros países, que também estavam a estagiar como nós. Conhecemos polacos, espanhóis, escoceses, romenas e muitos outros Foi uma troca cultural muito interessante, aprendemos alguns costumes deles e ensinámos também os nossos. Durante duas semanas, estivemos alojados num apartamento, mas não era a mesma coisa Felizmente, voltamos para a associação de novo. Era mais divertido lá. Todos nós estávamos a estagiar em empresas diferentes de mecânica automóvel. Em todas elas fomos bem recebidos, aprendemos muito e até fomos convidados pelas empresas para voltar lá, depois do curso terminado, para estabelecer um contrato de trabalho. Ficámos muito entusiasmados com estas propostas e provavelmente iremos aceitá-las. Também tivemos a oportunidade de visitar Berlim, Dresden e Leipzig, cidades vizinhas de Schkeuditz, onde vivíamos. Para não variar, quase perdíamos o avião no regresso... O balanço final não podia ser mais positivo, agradecemos a todos os que tornaram esta oportunidade real. Álvaro, Carlos, Joaquim Fernandes e Rinat, MA2 [ 11 ]

12 Em Foco No dia 9 de maio os formandos dos cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) de Refrigeração, Ar Condicionado e Climatização, RACC3, e de Acompanhantes de Crianças no Domicilio, ACD1, acompanhados pela formadora, Carla Azevedo e a mediadora Catarina Silva, respectivamente, deslocaram-se até à Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (CESPU) para assistir a um colóquio denominado «Europa, uma oportunidade real?». Para iniciar a palestra, tivemos o privilégio de ouvir o hino de alguns países da União Europeia, interpretados pelos alunos da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, orientados pelo professor Rui Mesquita. O colóquio foi organizado pelas comissões sociais inter freguesias do concelho de V. N. de Famalicão. Teve a participação da vice-presidente da CESPU, Dra. Maria Begonha, do vice -presidente da Câmara Municipal de V. N. de Famalicão, Dr. Paulo Cunha, do eurodeputado e presidente da Assembleia Municipal de Famalicão, Dr. Nuno Melo, do presidente da CSIF Dia da Europa de Antas e Calendário Sr. José Maria Costa, e do presidente da CSIF de Brufe, Gavião e V. N. Famalicão, Eng.º Jorge Fernandes. Iniciou o colóquio a Dra. Maria Begonha. Posteriormente intervieram o Sr. José Maria Costa, o Dr. Paulo Cunha e, por último, o Dr. Nuno Melo. Após a intervenção dos convidados, ocorreu um debate aberto para todos os alunos convidados. Foram colocadas algumas perguntas ao eurodeputado Dr. Nuno Melo. Para encerrar esta tarde dedicada ao dia da europa, ainda visitámos uma exposição alusiva aos países da União Europeia, na Central de Camionagem de V. N. de Famalicão, realizada pelos alunos das escolas de Antas, Calendário, Brufe, Gavião, V. N. Famalicão e da escola profissional da CIOR. RACC3 Alunos da CIOR Comemoram Dia Internacional do Sol Na Escola Dr. Nuno Simões O Cláudio Silva, o José Rafael, o Adriano Ferreira e o José Diogo, do Curso de Energias Renováveis, ER7, orientados pelo professor Manuel Vieira, foram à Escola EB2, 3 Dr. Nuno Simões para aí assinalarem o Dia do Sol. Carros, barcos, iluminação, movidos a energia solar, despertaram a curiosidade dos alunos. Foi possível cozinhar alguns alimentos em fornos solares, utilizando uma energia útil, não poluente e renovável. Tivemos assim os nossos alunos embaixadores do conhecimento, de boas práticas na defesa do ambiente. ER7 [ 12 ]

13 Feira Medieval No Mosteiro de Landim Entre os dias 25 a 28 de abril, a turma de Animação Sociocultural, do 12º ano, ASC9, organizou uma Feira Medieval, no Mosteiro de Landim. A organização deste evento foi proposto pela junta de freguesia de Landim, em parceria com a Câmara Municipal de V. N. de Famalicão. À Escola Profissional CIOR coube a organização/realização do evento, por isso preparmos inúmeras animações para a dinamização do espaço. Contamos ainda com a presença de cerca 20 mercadores. Esteve também presente o curso de Educação e Formação de Adultos (EFA) de Acompanhantes de Crianças no Domicilio, ACD1, que nos têm ajudado na reparação e na confeção de materiais para a Feira Medieval/ Quinhentista, em V. N. de Famalicão. Durante a Feira, contamos com a presença de vários alunos das turmas de Animação Sociocultural, ASC10 e ASC11; Mecatrónica Automóvel, MA4; Energias Renováveis, ER5; Instalações Elétricas, IE14; ex-alunos e professores. A todos, muito OBRIGADO! ASC9 [ 13 ]

14 Em Foco O período do meu programa de Assistentato Comenius começou há nove meses e está quase a terminar. Durante este período, tive a oportunidade de conhecer uma nova cultura, uma nova língua, uma realidade escolar diferente da italiana, crescer a nível de trabalho e a nível pessoal. Deixei, nesta escola, um pequeno pedaço de Itália. Ao longo do período promovi múltiplas atividades: preparei a nível cultural e linguístico os alunos que participaram na Mobilidade Leonardo da Vinci, organizei a divulgação da Cultura Europeia (dia 8 de março, a Jornada italiana que contou também com a presença do cônsul italiano, Paolo Pozzan), acompanhei projetos europeus desenvolvidos na escola, como intercâmbios, mobilidades e candidaturas e, agora além de participar na preparação da Feria Medieval, estou a dar aulas de cultura e língua italiana a duas turmas. Il Portogallo mi ha cotta a puntino! Sem dúvida nenhuma, foi uma boa experiência, e espero que outros assistentes estrangeiros tenham a mesma oportunidade e assim possam enriquecer e deixar em Portugal outros pedaços da Europa. Não hesitem, vivam experiências no estrangeiro, pois são únicas e enriquecedoras. É a marca desta nova Europa! Maria Assunta, assistente de línguas Comenius Uma Aula Sobre Itália... No âmbito do tema A Integração no Espaço Europeu, a turma de Animação Sociocultural, ASC11, recebeu a visita da nossa Assistente Comenius, a italiana Maria Assunta. Pretendia-se com esta atividade sensibilizar os alunos para a importância do projeto europeu e para a compreensão da sua diversidade cultural. Deste modo, o grupo teve a oportunidade de conhecer vários aspetos relacionados com a Itália, tais como: a organização política, os principais setores da economia, os locais de interesse a visitar, a gastronomia, as tradições, as personalidades, entre outros. Carla Saldanha, professora Visita do Cônsul Italiano à CIOR Foi com grande honra que, na qualidade de Cônsul Honorário de Itália no Porto, participei, no passado dia 8 de março, na giornata Italiana, organizada pela escola CIOR, de V. N. de Famalicão. Queria destacar e agradecer o esforço da organizadora Maria Assunta Pagliaro, da Direção da escola e dos restantes professores que apoiaram a iniciativa, e obviamente dos alunos que mostraram um grande afeto e carinho pela cultura italiana. Penso que as culturas italiana e portuguesa têm muito em comum, mas ao mesmo tempo tem muito para dar uma à outra, enriquecendo-se mutuamente, pelo que deixo um bem-haja a toda a organização do evento, e um grazie sentito. [ 14 ] Paolo Pozzan, Cônsul Honorário de Itália no Porto

15 I Concurso de Pontes de Esparguete O concurso das Pontes de Esparguete serviu para fortalecer os laços de união entre os alunos, sendo também importante para a descoberta de fenómenos associados à resistência dos materiais estudados na disciplina de Tecnologia e Processos. Todos os alunos ficaram extremamente surpreendidos com os resultados das pontes. É de notar que as pontes que mais se destacaram na classe de resistência foram: JDR, em 1º lugar, que resistiu à carga fantástica de 11,185 kg. Nelinho, em 2º lugar, que resistiu até 5,8 kg. As restantes pontes oscilaram entre os 3 kg e os 4 kg. Na classe de estética triunfou a ponte Kabana. Foi importante a participação, pois sem o esforço de todos, este grande concurso não teria a projeção registada e a alegria que se viveu não seria a mesma. Estão de parabéns todos, mas destacaramse os grupos que construíram as pontes: JDR, Kabana, Nelinho, Gods e B de vaca. Deixamos aqui um enorme agradecimento ao nosso professor e diretor de curso, Manuel Vieira, pela sua disponibilidade, pelo incentivo à participação e por nos ter fornecido os materiais necessários para que esta fantástica experiência se concretizasse. ER7 2º Lugar - Ponte Nelinho 1º Lugar - Ponte JDR Participamos na 7ª Edição da RoboParty A CIOR, pela primeira vez, participou na 7ª edição da RoboParty, organizada pela Universidade do Minho, durante os dias 14, 15 e 16 de março. Só três alunos da turma de Eletrónica, Automação e Comando, EL19, puderam participar, embora o nosso desejo fosse que todos os alunos da turma pudessem, também, estar presentes. Os alunos participantes, foram selecionados com base nas suas médias, empenho e responsabilidade demonstradas. Fizemos o check-in, escolhemos o nosso lugar e, posteriormente, foi-nos entregue o material de trabalho para a montagem mecânica, eletrónica e respetiva programação de um Automated Guided Vehicle (AGV). Ao longo do evento foram dadas diversas formações de eletrónica básica, palestras e muitas atividades recreativas que inspiraram a equipa para o trabalho e divertimento. Embora o evento não seja de natureza competitiva, a organização reservou para o último dia do evento, provas de obstáculos, perseguição e dança com os robôs construídos pelas 111 equipas. A nossa equipa participou na prova de obstáculos e conseguimos realizá-la com um excelente tempo. Numa próxima edição vamos tentar participar nas três provas e tentar resultados que nos permitam ficar entre os primeiros. No final, trouxemos o AGV para a nossa escola e a vontade de participar nas próximas edições e, quem sabe, com mais equipas. Pedro Veloso, professor [ 15 ]

16 Em Foco Feira Medieval Em terras de V. N. de Famalicão, a Escola Profissional CIOR fez Feira Medieval/ Quinhentista, de 20 a 23 de junho, com o apoio da Câmara Municipal. O Rei esteve presente com o seu séquito; o clero deu as bênçãos, cuidando dos enfermos e peregrinos; a nobreza mostrou a sua riqueza e o povo trabalhou para que nada faltasse. Houve mercadores, autos de fé, assaltos ao castelo, jogos e animais, odaliscas, acrobacias, danças do povo, banhos, banquete e baile medieval... Há data de fecho desta edição do Leituras, a Feira estava ainda em preparação, mas acreditamos que tudo o que foi descrito acima será o relato mais fiel do ocorrido! Temos veia de videntes Na próxima edição do Leituras, dar-vos-emos mais pormenores com fotografias e relatos reais do acontecido. Esperamos que tenham aproveitado! CR HSTA7 Sempre Ativos Mesmo ao Sábado de Manhã... A turma de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, HSTA7, não para! No dia 16 de março (sim, sim, o primeiro dia de férias da Páscoa), acompanhados pelo professor Arcélio Sampaio, dirigimo-nos, bem cedo, à empresa Vítor Forte Higiene e Segurança, Lda, em Joane, para participarmos numa sessão de formação sobre Extintores. Fomos recebidos pelo Sr. Vítor Forte que fez HSTA7 no Museu No dia 17 de abril, no âmbito da disciplina de Área de Integração, os alunos da turma de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, HSTA7, realizaram uma visita de estudo ao Museu Bernardino Machado, situado em V. N. de Famalicão. Chegados ao Palacete do Barão da Trovisqueira, local onde está instalado o Museu Bernardino Machado, os alunos foram recebidos por um guia do serviço educativo que fez uma apresentação prévia das salas a visitar. Durante o percurso, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a vida familiar, profissional e política de Bernardino Machado. Foi, ainda, possível observar um conjunto de objetos pessoais, tais como roupas, chapéus, caricaturas, entre outros. Carla Saldanha, professora a abertura da sessão e pelo Sr. Artur Silva, que a ministrou. Ambos se mostraram muito atenciosos e disponíveis para nos esclarecer qualquer dúvida. Esta formação constituiu uma mais-valia para a compreensão das matérias abordadas nos módulos Incêndio ; Prevenção e Combate a Incêndio e Organização das Emergências, da disciplina de Segurança e Higiene no Trabalho. Nesta formação, abordamos vários pontos como, por exemplo, utilizar um extintor. Consolidamos conhecimentos abordados nas aulas como, entre outros, as várias classes de fogos, a sinalização que deve ser utilizada e, não menos importante, como a utilizar. Ficamos a saber também que um extintor de pó químico ABC tem um tempo de vida máximo de 20 anos, enquanto um extintor de CO 2 de 30 anos e que os procedimentos de utilização de cada um deles são bastante diferentes. Além disso, abordamos as regras para a colocação e sinalização de extintores, os prazos de manutenção de cada extintor e a importância da elaboração de um plano funcional que garanta uma manutenção séria e eficaz. Gostamos muito desta formação e saímos de Joane mais enriquecidas. Algumas de nós já nem se lembravam que era sábado Sandra Filipa, Cátia Machado e Sara Silva, HSTA7 [ 16 ]

17 CIOR Distinguida A Escola Profissional CIOR foi distinguida como uma Escola Solidária , no âmbito do projeto Energia com Vida, Escolas Solidárias, promovido pela EDP Gás. Desde o início do ano letivo foram mais de No dia 7 de junho realizou-se no pavilhão da nossa escola um Sarau Cultural Ci`ARTE. Para além da entrega dos prémios do concurso Color Art in CIOR, houve a exposição das telas feitas e os alunos/cursos deram a conhecer alguns dos projetos desenvolvidos, durante o ano letivo, nomeadamente as Provas de Aptidão Profissional. Durante o sarau, tivemos a oportunidade de conhecer e ouvir alguns dos talentos artísticos da nossa escola. Os encarregados de educação foram convidados a participar nesta iniciativa e a adesão foi muito boa. Como Escola Solidária sessenta as escolas que como a nossa, dos distritos de Braga, Porto e Viana do Castelo, responderam ao desafio Energia com Vida e agiram! A CIOR concorreu com dois projetos: Hospital dos Monstros - que consiste na recolha de electrodomésticos avariados, reparação destes e distribuição a famílias carenciadas e o Cantinho dos Avós - com a criação de uma sala dedicada à população sénior, na freguesia de Cruz, V. N. de Famalicão, onde os alunos procederam à requalificação elétrica, bem como à pintura e montagem de eletrodomésticos. O Evento Final Energia com Vida, Escolas Solidárias, realizou-se no passado dia 5 de junho, no Porto, na sede da EDP, com a entrega das distinções. Foi apresentado pela jornalista Fernanda Freitas e ainda assistimos ao entusiasmante concerto dos Mundo Secreto. A CIOR esteve lá! Carla Oliveira, professora Sarau Cultural Ci ARTE CR [ 17 ]

18 Em Foco EL19 Assiste à Peça de Teatro Primavera No dia 22 de maio, a turma Eletrónica, Automação e Comando, de 10º ano, EL19, acompanhada pelo professor Pedro Pinheiro, deslocouse à Casa das Artes de V. N. de Famalicão para assistir à peça de teatro Primavera, com texto e encenação de Rui Alves Leitão e interpretação de Neusa Fangueiro. A peça de teatro Primavera usa a ironia para falar de assuntos relacionados com o despovoamento das aldeias serranas e do interior, a morte solitária dos nossos idosos, o romantismo das aldeias, entre outras histórias. Foi, sem dúvida, uma manhã diferente, onde os alunos tiveram a oportunidade de contactar com os problemas contemporâneos, cada vez mais presentes na nossa sociedade. EL19 Color Art in CIOR O concurso Color Art in CIOR organizado no âmbito do projeto Just Fall in Love with Art, do Programa Comenius - Parcerias Multilaterais, registou uma adesão superior ao esperado. Consideramos muito importante a participação de todos e deixamos um voto de louvor pelo empenho demonstrado aos alunos, orientadores educativos e restantes professores envolvidos nesta atividade. Depois de muito trabalho, o resultado final, que cada turma apresentou, foi muito melhor do que estava previsto. O júri composto por um membro da direção, um representante da Câmara Municipal, um professor, a diretora do jornal Leituras, e a Assistente de Línguas Comenius, reuniu-se, no dia 15 de maio, para proceder a árdua tarefa de escolher os três melhores. Os jurados observaram, analisaram bem e optaram pelas telas que foram elaboradas pelas turmas de Animação Sociocultural, ASC10; Eletrónica, Automação e Comando, EL18, e Instalações Elétricas, IE14. Um projeto diferente e muito interessante! CR Intercâmbio ENEJA 2013 Com a parceria da TOTEM de Itália, as alunas da Escola Profissional CIOR participaram no ENEJA Este intercâmbio decorreu entre os dias 25 e 29 de março, na região de Milão, Lombardia, em Itália. O programa incluiu oficinas de projeto, encontros com os decisores políticos, workshops técnicos, visitas à cidade de Milão, Vila de Varese e noites interculturais. No final, concluiu-se que devem estar na política os melhores e que ninguém, sobretudo os jovens, se pode alhear do fenómeno político. Na perspetiva das alunas Patrícia Oliveira e Daniela Gonçalves, da turma de Animação Sociocultural, de 12º ano, ASC9, as atividades foram bastantes lúdicas e formativas. Foi uma experiência nova e que deu para aprender, principalmente os métodos de trabalho dos outros jovens, oriundos de países estrangeiros. Apesar de ser um país diferente do nosso, adaptamo-nos bem e, assim, pudemos ter uma oportunidade de conhecer pessoas novas e uma cultura diferente. Crescemos a nível pessoal, profissional e cultural. Patrícia Oliveira e Daniela Gonçalves, ASC9 [ 18 ]

19 F1 in Schools 2013 Equipa Dragway Conquista 1º Lugar e Apura-se para a Final Nacional A Escola Profissional CIOR esteve em grande na Final Regional do F1 In Schools 2013, disputada no passado dia 23 de abril, durante a Mostra Pedagógica de V. N. de Famalicão, realizada no Lago Discount, em Ribeirão. A CIOR esteve representada com três equipas: Dragway, Fast Racing Team e MouseArt, constituídas por alunos da turma MA4, do 10º ano, do Curso Técnico de Mecatrónica Automóvel. Apesar de ser a primeira vez em que participaram na competição, as três equipas deram muito boa conta de si, com a equipa Dragway A nossa Assistente Comenius, Maria Assunta, convidou um jovem italiano para conversar com os alunos da turma de Mecatrónica Automóvel, MA3, sobre a sua experiência de voluntariado. O Lorenzo está a participar no Serviço Voluntário Europeu e, por isso, está a residir na nossa cidade. Este programa permite aos jovens levar a cabo um serviço de voluntariado com uma duração máxima de 12 meses num país diferente do seu de residência. Durante esta sessão os alunos colocaram algumas questões, sobretudo relacionadas com o impacto das diferenças culturais. Carla Saldanha, professora a conseguir mesmo atingir o segundo lugar absoluto e o primeiro entre as equipas do Concelho de V. N. de Famalicão, apurando-se deste modo para a Final Nacional da Competição, em que se disputará um lugar para representar Portugal na Final Mundial, que irá decorrer em novembro, em Austin Texas, durante o Grande Prémio de Fórmula 1 dos Estados Unidos da América. As equipas MouseArt e Fast Racing Team (com o carro que ficou conhecido entre todas as equipas como o Tampinhas, devido à tipologia das rodas utilizadas), deixaram também muito boa impressão nesta sua primeira participação no F1 In Schools, obtendo ótimos registos, quer em tempo de reacção, como em velocidade em pista! Esta participação decorreu no âmbito dos módulos dois, três e quatro da disciplina de Tecnologia e Processos, em que os alunos puderam aplicar, em contexto prático e divertido, todos os conhecimentos adquiridos nos campos da Tecnologia de Materiais, Mecânica dos Materiais e Processos de Fabrico. Pedro Silva, professor Serviço Voluntário Europeu Centro de Informação Europe Direct em Barcelos No dia 7 de maio, a turma de Mecatrónica Automóvel, MA3, participou na Semana Europeia, organizada pelo Centro de Informação Europe Direct (CIED) de Barcelos, que decorreu de 6 a 10 de maio. As instalações do CIED Barcelos localizam-se no campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Os alunos foram recebidos pela Dr.ª Alzira Costa, Coordenadora do Centro, que apresentou as instalações e explicou os objetivos dos Centros de Informação Europe Direct. Durante esta visita, os alunos assistiram, ainda, a uma pequena palestra sobre o funcionamento do sistema institucional da União Europeia. Por fim, a turma, dividida em grupos, foi convidada a participar num interessante e divertido Peddy-Paper. Carla Saldanha, professora [ 19 ]

20 Em Foco Cultura em Ação O evento cultural Tempestade de Cultura realizou-se, no dia 13 de abril, na Escola Profissional CIOR, organizado por um grupo de alunos, do 11º ano, do curso de Animação Sociocultural, ASC10. Este evento correu muito bem, recebemos muitas críticas positivas sobre todas as animações que sucederam. No geral, foi um evento muito interessante, repleto de diversas atividades como jazz, hip-hop, rancho, declamação de poemas, muita música, um desfile de moda e Liliane Marise interpretada por Daniela Sousa. Com isto, agradecemos o apoio que tivemos dos participantes, do público e à Escola Profissional CIOR, por nos ter dado esta oportunidade fantástica. Bruna Silva, ASC10 Um grupo de alunos, do 11º ano, de Animação Sociocultural, ASC10, promoveu um Encontro de Crianças, onde dinamizou várias atividades, desde estações de jogos medievais, contos, entre outras, em colaboração com o Centro de Estudos e Atividades Ambientais, CEAB, no Parque da Devesa, destinadas às crianças. Esta intervenção foi muito engraçada, pois as crianças mostraram-se bastante participativas e motivadas, tornando-se, assim, uma manhã diferente e muito divertida. Tanita Freitas, ASC10 No passado dia 14 de abril de 2013, um grupo de alunos da turma de Animação Sociocultural, ASC10, promoveu um sarau cultural, na Biblioteca Municipal de V. N. de Famalicão. Esta intervenção teve como nome Gala Cultural. Foram apresentadas diferentes tipos de atividades: desde a declamação de poemas, músicas populares, interpretadas por Carlos Ribeiro, espetáculos de magia, hip-hop, entre outras. Desta forma, tentámos incutir ao público-alvo um pouco mais da cultura. Foi uma noite bastante animada e com muita cultura. Vera Torres, ASC10 Calçar a Bota Visita à ICC, Indústria de Calçado Que número calça Sr. José? Prefere sapato ou bota? Vá lá, decida, sem isso nem pensar em começar o trabalho!. Fazendo jus à máxima aprender fazendo, a turma de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, HSTA7, visitou a empresa ICC, Indústria de Calçado, localizada em Guimarães, especializada na produção de um tipo de calçado muito particular, o calçado de segurança. Esta visita surgiu no âmbito do estudo ergonómico dos postos de trabalho e do tema da relação e interface Homem-Máquina-Ambiente. As alunas, em pleno ambiente industrial, tiveram oportunidade de relacionar a teoria estudada, em contexto de sala de aula, com o que é posto em prática na realidade das indústrias. Com o objetivo de identificar e estudar a relação existente entre o trabalhador e o seu posto de trabalho e no sentido de diminuir os impactos das más posturas, do erro de interpretação de dados e dos esforços musculares, puderam visualizar a tecnologia dos equipamentos utilizada, assim como os aspetos da segurança dos utilizadores. A empresa, que como referido se dedica ao fabrico de calçado de proteção profissional, enquadrou-se perfeitamente nos objetivos pretendidos, colocando, num mercado cada vez mais exigente, calçado de proteção profissional de alta qualidade e extremamente confortável, tendo uma linha única de calçado de segurança para mulher que atrai muito o mercado internacional. A visita de estudo foi extremamente positiva, guiada pela responsável de segurança da empresa, Engª Carla Matos, que valorizou, sobretudo a transmissão de conhecimentos técnicos, levando as alunas a cada posto de trabalho e explicando, entre outros aspetos, de que forma estava presente a questão de segurança. Cristina Ferreira, professora [ 20 ]

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Cascais Plano Anual de Atividades 2014/2015 ANEXO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO

Agrupamento de Escolas de Cascais Plano Anual de Atividades 2014/2015 ANEXO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO ANEO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO 0 1º Período A CAF (Componente de Apoio à Família 2 primeiras semanas de setembro e interrupção do Natal) será acionada de acordo com resposta dos Encarregados

Leia mais

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO 1 Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO Setembro Acolhimento das crianças - Integração e adaptação das crianças ao Centro Infantil Setembro Reunião de Pais e Encarregados

Leia mais

5ª Edição do Projeto "Energia com vida"

5ª Edição do Projeto Energia com vida 5ª Edição do Projeto "Energia com vida" Maria Isabel Junceiro Agrupamento de Escolas de Marvão No presente ano letivo 2014-15, quatro turmas do Agrupamento de Escolas do Concelho de Marvão (8º e 9º anos),

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação

Projeto Pedagógico e de Animação Projeto Pedagógico e de Animação 1 - Memória Descritiva 2 Identificação e Caracterização da Instituição Promotora 3 - Objetivos Gerais 4 - Objetivos Específicos 5 - Princípios educacionais 6 Metodologias

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes Consciencializar toda a Comunidade Escolar para a Preservação do Meio Envolvente; Sensibilizar a comunidade para a poupança de recursos, promovendo a reutilização e a reciclagem. Valorizar a Educação para

Leia mais

Projeto Viva a Alameda

Projeto Viva a Alameda Projeto Viva a Alameda Janeiro 2012 I. Enquadramento a. Política de Cidades o instrumento PRU b. Sessões Temáticas II. A PRU de Oliveira do Bairro a. Visão b. Prioridades Estratégicas c. Área de Intervenção

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA FAMÍLIAS Grelha Resumo por Sector Sector Rios/Espaços Verdes Animais Dias comemorativos Férias Datas

Leia mais

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente PLANO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL 2011/2012 CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente 2011/2012 Índice: Introdução Ações de Sensibilização: Ateliers: Datas Comemorativas: Visitas de Estudo: Concursos: Projetos:

Leia mais

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades Externato Cantinho Escolar Plano Anual de Atividades Ano letivo 2014 / 2015 Pré-escolar e 1º Ciclo Ação Local Objetivos Atividades Materiais Recursos Humanos Receção dos Fomentar a integração da criança

Leia mais

Braga, 10 de Janeiro de 2011.

Braga, 10 de Janeiro de 2011. Braga, 10 de Janeiro de 2011. Página 1 de 20 INDICE INTRODUÇÃO... 3 Págs. CARACTERIZAÇÃO DO SERVIÇO DE FORMAÇÃO... 10 BALANÇO DAS ACTIVIDADES DEP. FORMAÇÃO.11 PRIORIDADES DE MELHORIA. 15 CONCLUSÃO.. 16

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular

Leia mais

Projeto Curricular do 1.º Ciclo

Projeto Curricular do 1.º Ciclo Projeto Curricular do 1.º Ciclo Tema Felizes os que constroem a vida na verdade e no bem. INTRODUÇÃO Este ano letivo 2014/2015 ficou definido como tema geral Felizes os que constroem a vida na verdade

Leia mais

PROGRAMA ECO-ESCOLAS

PROGRAMA ECO-ESCOLAS PROGRAMA ECO-ESCOLAS Programa de Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável PLANO DE AÇÃO 2014/2015 O Eco-Escolas é um Programa internacional, coordenado em Portugal pela Associação

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma sugestão de ação voluntária, uma competência especial ou específica

1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma sugestão de ação voluntária, uma competência especial ou específica Data última atualização: 05 Novembro de 2012 Índice 1 - Entidades parceiras promotoras de voluntariado 2- Projetos específicos de voluntariado 1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma

Leia mais

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO newsletter copywright Escola Intercultural, empresa municipal E I P D A ENSINO INTERVENÇÃO PARCERIAS DESENVOLVIMENTO AGENDA 01 EDITORIAL Somos o que fazemos É tempo de férias

Leia mais

Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira

Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira Inscreva-se! Uma mão, um amigo Casa do Povo de Relíquias Através da realização de atividades lúdicas, visitas domiciliárias, apoio na alimentação e acompanhamento

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação DEPARTAMENTO: Pré-Escolar PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES - PROPOSTA DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO - 2010 / 2011 Coordenador(a):

Leia mais

SETEMBRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas. Local

SETEMBRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas. Local SETEMBRO Ao longo Oração da manhã Pré-escolar e 1º do ano ciclo 12 set. Receção aos alunos: Convívio de alunos, pais/ee, prof./educ. e vigilantes no campo de jogos Desejo das boas vindas pela direção e

Leia mais

www.avalmancil.pt O escritor José Viale Moutinho na E.B. 1 de Almancil semana de 2 a 6 de Maio de 2011

www.avalmancil.pt O escritor José Viale Moutinho na E.B. 1 de Almancil semana de 2 a 6 de Maio de 2011 N@vegador Jornal Electrónico do Agrupamento Vertical de Almancil www.avalmancil.pt semana de 2 a 6 de Maio de 2011 O escritor José Viale Moutinho na E.B. 1 de Almancil A Biblioteca Escolar Sala Mágica,

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO 2014/2015 Comunidade escolar

PLANO DE COMUNICAÇÃO 2014/2015 Comunidade escolar PLANO DE COMUNICAÇÃO 2014/2015 Comunidade escolar DADOS GERAIS RESINORTE Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, SA: A entidade responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de triagem,

Leia mais

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (22 a 30 de novembro) teve por objetivo a promoção do conceito da Prevenção de Resíduos e a realização

Leia mais

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Apresentação dos seguintes projectos: 1) Câmara de Lobos.

Leia mais

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORDEM DE TRABALHOS.6ª reunião CME Leitura e aprovação da ata da reunião anterior; Balanço do 1º período do ano letivo 2011/12; Intervenção do representante do Ministério

Leia mais

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE Enquadramento geral Os Programas de Educação para a Sustentabilidade têm como principal objectivo promover a educação e a sensibilização ambiental de todos

Leia mais

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS)

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Relatório de Actividades do ano letivo 2014/15 A Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS), tutelada pela API e apoiada pelo Ministério da Educação,

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES DE

GUIA DE ATIVIDADES DE ATIVIDADES DE ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar & 1º Ciclo CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE ALBUFEIRA Localização: Quinta da Palmeira - R. dos Bombeiros Voluntários - 8200 ALBUFEIRA TEL.:

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO MUSSOC

PROJETO PEDAGÓGICO MUSSOC PROJETO PEDAGÓGICO dos Campos de Férias da MUSSOC Associação Mutualista dos Trabalhadores da Solidariedade e Segurança Social I CARATERIZAÇÃO GERAL DA MUSSOC 1. Introdução O presente documento tem como

Leia mais

Índice. - Introdução. 3. - Cronograma 4-5. - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38

Índice. - Introdução. 3. - Cronograma 4-5. - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38 1 2015-2016 Índice - Introdução. 3 - Cronograma 4-5 - Capítulo 1 Plano de Atividades 2015-2016. 6-38 2 Introdução O Município de Paços de Ferreira, assumindo-se como uma Cidade Educadora, respeitando um

Leia mais

Apoio Institucional:

Apoio Institucional: Apoio Institucional: YA ENTREPRENEURSHIP SCHOOL Enquadramento Os Parceiros A YA Entrepreneurship School é um projeto fruto de uma parceria entre o Audax e a UPAJE que pretende fomentar o empreendedorismo

Leia mais

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Programa para a disciplina de oferta complementar do AER (ensino básico): Educação para a Cidadania

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

Nº 26 - Dezembro 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal

Nº 26 - Dezembro 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal Nº 26 - Dezembro 2013 - GRATUITO newsletter copywright Escola Intercultural, empresa municipal E I P D A ENSINO INTERVENÇÃO PARCERIAS DESENVOLVIMENTO AGENDA 01 EDITORIAL Ser inovador é, antes do mais,

Leia mais

P R O G R A M A D E E D U C A Ç Ã O A M B I E N T A L

P R O G R A M A D E E D U C A Ç Ã O A M B I E N T A L P R O G R A M A D E E D U C A Ç Ã O A M B I E N T A L SINES 2015/2016 ÍNDICE INTRODUÇÃO EDITORIAL METODOLOGIA VISUALIZAÇÂO DE FILME AMBIENTAL VISITA À AMBILITAL HORTAS VERTICAIS VERMICOMPOSTAGEM RECICLAGEM

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos

Gestor de Atividades e Recursos Educativos 21/01/ Imprimir atividade Gestor de Atividades e Recursos Educativos Agrupamento de Escolas de Data Atividade Público Alvo Início Término Préescolar Titulo, Tipologia, Proponente, Escola Desafios da Matemática

Leia mais

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá distinguir e recriar

Leia mais

Junho 2007 nº4 MENSAGEM DO PRESIDENTE Olá Viva A edição da nossa revista O Ambúzio de Junho 2007 é um convite a uma visita às nossas Praia da Barra e da Costa Nova, e um desafio para que continues a participar

Leia mais

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) convida todas as Instituições de Ensino da Região Norte, a participar na 2ª edição

Leia mais

Semente de Futuro Cooperativa de Solidariedade Social, IPSS Relatório de Actividades de 2014

Semente de Futuro Cooperativa de Solidariedade Social, IPSS Relatório de Actividades de 2014 Semente de Futuro Cooperativa de Solidariedade Social, IPSS Relatório de Actividades de 2014 Introdução No ano de 2014, foi consensual que todo o trabalho se realizasse na dupla perspectiva de empreendedorismo

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA SÉNIOR Grelha Resumo Sector Designação Opção I - Atelier Entrelaçando Opção II - Atelier de Olaria

Leia mais

ACTIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar & 1º Ciclo

ACTIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar & 1º Ciclo ACTIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar & 1º Ciclo CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE ALBUFEIRA Localização: Quinta da Palmeira - R. dos Bombeiros Voluntários - 8200 ALBUFEIRA TEL.: 289 51 32

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR FICHA TÉCNICA Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar Eng.º Duarte Marques Eng.ª Cristina Vieira Divisão

Leia mais

ANEXO II ATIVIDADES NÃO REGULARES

ANEXO II ATIVIDADES NÃO REGULARES ANEXO II ATIVIDADES NÃO REGULARES Introdução No sentido de fomentar e incentivar a prática desportiva no concelho de Guimarães (privilegiando a igualdade de oportunidades no acesso ao desporto não competitivo,

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

2º Encontro Local Educação para a Cidadania Global na Escola - Seixal

2º Encontro Local Educação para a Cidadania Global na Escola - Seixal 2º Encontro Local Educação para a na Escola - Seixal Camara Municipal do Seixal, 30 de abril de 2014 Encontro organizado em conjunto pela Rede ECG e pela C. M. do Seixal e que contou com a participação

Leia mais

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá

Leia mais

Projeto de Resolução n.º 548/XII/2.ª

Projeto de Resolução n.º 548/XII/2.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projeto de Resolução n.º 548/XII/2.ª Recomenda ao Governo a manutenção da carga letiva da disciplina de Educação Física no currículo do 3º ciclo do ensino

Leia mais

Carta Ambiental do Colégio Penas Real

Carta Ambiental do Colégio Penas Real Carta Ambiental do Colégio Penas Real O Colégio Penas Real está atento à importância de um ensino ambiental de qualidade na escola, tendo por isso vindo a assumir um papel preponderante no desenvolvimento

Leia mais

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã Entidades Promotoras de Voluntariado Câmara Municipal da Casa do Povo da Casa Pia de Lisboa Centro Social e Paroquial da ADAPECIL Associação Juvenil Tá a Mexer GEAL Junta de Freguesia de Ribamar LOURAMBI

Leia mais

Visão. Missão. Valores. Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Visão. Missão. Valores. Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil APCOI lança 4ª edição do projeto que incentiva os alunos a comer mais fruta no lanche escolar Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Depois do sucesso das edições anteriores

Leia mais

MOSTRA DE TEATRO ESCOLAR VILA NOVA DE FAMALICÃO

MOSTRA DE TEATRO ESCOLAR VILA NOVA DE FAMALICÃO PROGRAMAÇÃO 13 a 17 de abril de 2015 MOTE MOSTRA DE TEATRO ESCOLAR VILA NOVA DE FAMALICÃO MOTE MOSTRA DE TEATRO ESCOLAR DE VILA NOVA DE FAMALICÃO PROGRAMAÇÃO 13 a 17 de abril de 2015 13 de abril 15h00

Leia mais

VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA

VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA Setembro 2014 VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA O lançamento de um programa pedagógico e de desenvolvimento educativo de crianças e jovens, partilhado por todos os agentes do sistema escolar e educativo local,

Leia mais

ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião

ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião 1. Tomada de Posse dos membros do Conselho Municipal de Educação; 2. Proposta de regimento do Conselho Municipal de Educação; 3. Apresentação de propostas para a constituição

Leia mais

Clube de Francês / Oficina de Francês (Sala Virtual)

Clube de Francês / Oficina de Francês (Sala Virtual) Agrupamento de Escolas de Santo André, Santiago do Cacém Código: 135513 NIFPC: 600075907 Escola Secundária Padre António Macedo Clube de Francês / Oficina de Francês (Sala Virtual) 2007/2014 Luísa Maria

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO

PROJETO DE INTERVENÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES CANDIDATURA A DIRETOR PROJETO DE INTERVENÇÃO (2013-2017) Pedro Paulo da Costa Cerqueira Amares, maio de 2013 As organizações, tal como os organismos vivos, têm os seus

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO. Revisão: 02. Data: 26/01/2015. Pág.: 1/ 08

PROJETO EDUCATIVO. Revisão: 02. Data: 26/01/2015. Pág.: 1/ 08 PROJETO EDUCATIVO Revisão: 02 Data: 26/01/2015 Pág.: 1/ 08 Uma Escola com Identidade FINALIDADES E PRINCIPIOS GERAIS O projeto educativo de uma Escola Profissional mais do que um referencial de ação, nos

Leia mais

Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças:

Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças: Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças: Ouvir as crianças lutar pelo fim da escravatura de crianças no mundo 41.ª ASSEMBLEIA-GERAL Braga, 28 de Março de 2015 Relatório de Atividades - 2014 INTRODUÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO. Projecto Curricular de Turma SALA DO ATL

INTRODUÇÃO. Projecto Curricular de Turma SALA DO ATL INTRODUÇÃO A Educação não formal distingue-se, nas últimas décadas da Educação formal ou ensino tradicional, uma vez que confere outro tipo de reconhecimento, organização, qualificação e estrutura. A Educação

Leia mais

Teatro com Teias e Histórias

Teatro com Teias e Histórias Teatro com Teias e Histórias 3 em Pipa Associação de Criação Teatral e Animação Cultural Organização de um grupo de voluntários que, integrados num projecto comunitário de vertente artística, actuam junto

Leia mais

Apresentação do Projeto

Apresentação do Projeto (imagem provisória) Apresentação do Projeto Associação Recreativo Cultural INTRODUÇÃO Havendo inúmeros estudos onde as Artes na Educação são apresentadas como um fator essencial no desenvolvimento social,

Leia mais

Lagosdos Descobrimentos

Lagosdos Descobrimentos Coimbra - 3 Dezembro 2009 Câmara Municipal de Lagos Lagosdos Descobrimentos Lagosdos Descobrimentos Praias Galardoadas Luz -desde 1987 Porto de Mós -desde 1987 Camilo em 2009 Meia Praia -desde 1987 D.

Leia mais

TESTEMUNHAS. atores e destinatários do projeto catequese/família

TESTEMUNHAS. atores e destinatários do projeto catequese/família TESTEMUNHAS atores e destinatários do projeto catequese/família Os testemunhos partilhados foram recolhidos a partir de um pequeno questionário realizado, no mês de maio de 2012, junto das famílias dos

Leia mais

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Fundação Centro Social de S. Pedro de, FCSR Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Atividade Objetivos Recursos Calendarização Local Receção e acolhimento das crianças que vão

Leia mais

P L A N O D E A T I V I D A D E S E O R Ç A M E N T O

P L A N O D E A T I V I D A D E S E O R Ç A M E N T O P L A N O D E A T I V I D A D E S E O R Ç A M E N T O p 2 0 1 5 Freguesia de Mire de Tibães Município de Braga Plano de Trabalho relativo ao mandato 2014-2017 OPÇÕES DO PLANO RESPEITANTE AO ANO DE 2015

Leia mais

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro:

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro: CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS RECURSOS HUMANOS Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo Preparar o ano letivo Criar uma relação de empatia entre as crianças e os adultos da sala

Leia mais

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil APCOI lança 5ª edição do projeto que incentiva os alunos a comer mais fruta no lanche escolar Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Depois do sucesso das edições anteriores

Leia mais

NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4. Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5

NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4. Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5 INDICE NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4 Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5 Eixo de Desenvolvimento 2: Empregabilidade de Formação Profissional... 13 Eixo

Leia mais

- INFORMAÇÃO. Agricultura Familiar e Comercialização de Proximidade

- INFORMAÇÃO. Agricultura Familiar e Comercialização de Proximidade APRESENTAÇÃO - INFORMAÇÃO Agricultura Familiar e Comercialização de Proximidade A ATAHCA organiza nos dias 10 e 11 de Outubro em Vila Verde um encontro abordando o tema Agricultura Familiar e Comercialização

Leia mais

MÃOS REFORÇADAS FANZINE SOBRE TRÁFICO DE SERES HUMANOS / FANZINE Nº3 / ARTES VISUAIS / JULHO 2014

MÃOS REFORÇADAS FANZINE SOBRE TRÁFICO DE SERES HUMANOS / FANZINE Nº3 / ARTES VISUAIS / JULHO 2014 / FANZINE Nº3 / ARTES VISUAIS / JULHO 2014 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - MÃOS REFORÇADAS - - - - - - - - - -

Leia mais

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA INED INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROJETO EDUCATIVO MAIA PROJETO EDUCATIVO I. Apresentação do INED O Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED) é uma escola secundária a funcionar desde

Leia mais

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3 Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2 ULS Nordeste é das melhores do país 3 1,2 milhões de euros para investimentos 3 Sessões musicais na Unidade de Cuidados Paliativos 4 UCC de Mirandela

Leia mais

NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave

NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave Sistema de Aprendizagem Com uma vasta experiência nesta modalidade de formação, a Sol do Ave tem vindo a desenvolver

Leia mais

(n.º/lote), (andar), (localidade) (cód. Postal), Freguesia de, com o telefone n.º, telemóvel n.º fax n.º e-mail Site (WWW):.

(n.º/lote), (andar), (localidade) (cód. Postal), Freguesia de, com o telefone n.º, telemóvel n.º fax n.º e-mail Site (WWW):. FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Ano a que respeita a candidatura I. IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE GESTORA (Designação da Entidade/Organização) n.º de contribuinte, com sede na (Rua, Av.) (n.º/lote), (andar), (localidade)

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas Visita de estudo Geografia Conhecer o funcionamento de uma unidade industrial; Reconhecer a importância da atividade industrial na economia. Geografia e Alunos do 9º Ano Unidade Industrial 2ºPeríodo Visita

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

Projeto Linguístico de Francês. Visita de Estudo Cultural

Projeto Linguístico de Francês. Visita de Estudo Cultural Projeto Linguístico de Francês Ano lectivo 2011-12 Visita de Estudo Cultural 1- PORQUÊ ESTUDAR FRANCÊS? A língua francesa é importante para o estudo e pesquisa em várias áreas do conhecimento, incluindo

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014 ÍNDICE I INTRODUÇÃO... 1 II CALENDÁRIO ESCOLAR... 2 III ÁREAS DE INTERVENÇÃO... 3 1 PLANEAMENTO E ORGANIZAÇÃO ESCOLAR... 3 1.1- PREPARAÇÃO DO ANO ESCOLAR... 3 1.2 ABERTURA

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014/2015

Plano Anual de Atividades 2014/2015 Mãos na Massa Plano Anual de Atividades 2014/2015 Equipa pedagógica do Centro de Educação de Infância Casa da Cruz Introdução O Plano Anual de Atividades é um documento orientador de uma dinâmica comum

Leia mais

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida.

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida. 1. APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A Casa do Povo de Alvalade foi criada em 1943, por grupo informal de pessoas, na tentativa de dar resposta às necessidades das pessoas que a esta se iam associando. Com o

Leia mais

Projeto Curricular de Escola

Projeto Curricular de Escola Projeto Curricular de Escola QUADRIÉNIO 2014-2018 Somos aquilo que comemos. Hipócrates Cooperativa de Ensino A Colmeia 2 Índice Introdução... 4 Identificação do Problema... 5 Objetivos... 6 Estratégias/Atividades...

Leia mais

As áreas transversais da educação ganham assim relevo a par do currículo.

As áreas transversais da educação ganham assim relevo a par do currículo. Da escola espera-se a prestação de um serviço transformacional. Da escola espera-se a adoção de uma postura de intervenção no meio. Mas uma intervenção que tem subjacente uma intencionalidade (planificada)

Leia mais

c u r r i c u l u m v i t a e

c u r r i c u l u m v i t a e c u r r i c u l u m v i t a e Informação pessoal Nome Morada Telefone 912079346 Fax Sousa, Cláudia Cristina Assunção Rua Miguel Bombarda, n.º 3, 4ºDto Viseu Correio electrónico floresdelivro@gmail.com

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

Flor de Cerejeira. Editorial. Vai acontecer. Aconteceu. Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães www.apcg.pt

Flor de Cerejeira. Editorial. Vai acontecer. Aconteceu. Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães www.apcg.pt Flor de Cerejeira Número 6, edição trimestral, dezembro 2012 Editorial Encontramo-nos na reta final de mais um ano rico em sucessos e iniciativas desenvolvidas pela APCG. Para todos, foi um ano difícil,

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2014

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2014 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2014 I Apresentação O BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DE VIANA DO CASTELO, continuou em 2014 a sua política interna para fazer mais, com menos, prestando um serviço público, contratualizado

Leia mais

Planeamento Geral de Atividades

Planeamento Geral de Atividades Planeamento Geral de Atividades 2015 Gestão e Organização de Eventos Subunidade Orgânica de Cultura Coordenadora Técnica Tânia Lucas 1 Evento n.º 1: COMEMORAÇÕES DO FERIADO MUNICIAPAL Período de Realização:

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES CAF/AAAF 2015/2016

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES CAF/AAAF 2015/2016 MULTICULTURALIDADE CULTURAS DO MUNDO NO PARQUE DAS NAÇÕES PLANO ANUAL DE ATIVIDADES CAF/AAAF 2015/2016 Junta de Freguesia Parque das Nações Sede: Alameda dos Oceanos, nº 83 1990-212 Lisboa Telf.: +351

Leia mais

ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS)

ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS) ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS) Data: 26-01-2012 Local: Auditório do Edifício Cultural da Câmara Municipal de Peniche Hora de início: 21h15mn Hora do fecho: 23h30mn

Leia mais