Sexta-feira, 14 de maio de 2010 PODER EXECUTIVO. terça-feira, 31 DE julho DE 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sexta-feira, 14 de maio de 2010 PODER EXECUTIVO. terça-feira, 31 DE julho DE 2007"

Transcrição

1 Prefeitura Municipal de Rio Claro Gabinete do Prefeito D E C R E T O Nº 9046 de 03 de maio de 2010 (Regula a Emissão de Certidão de Diretrizes e a Rotina de Procedimentos para Abertura de Firma no âmbito do Município de Rio Claro) confere, e CONSIDERANDO a necessidade de modernização da rotina de tramitação dos documentos para abertura de firma no Município; CONSIDERANDO a entrada em vigor de Leis que estimulam as Micro-Empresas e Pequenas Empresas a se instalarem no Município; CONSIDERANDO a necessidade de desburocratizar o andamento dos Processos de solicitação de Abertura de Firma, D E C R E T A : Artigo 1º - Fica estabelecida a obrigatoriedade de solicitação da Certidão de Diretrizes de uso e ocupação do solo, os processos de parcelamento do solo, a construção de obras públicas e particulares, além de toda e qualquer atividade industrial, comercial, de serviços ou institucional que necessitarem de abertura de firma ou instalação de novos equipamentos, e solicitações para ocupação de áreas públicas. 1º - Ficam isentas da solicitação de diretrizes as alterações de firmas que não impliquem em alteração de endereço ou atividade que dependam de verificação quanto ao Plano Diretor, tais como nome dos proprietários, capital, ou demais alterações contratuais que não impliquem na questão urbana. 2º - O Município instituirá Lei Municipal que disporá sobre a concessão de Alvará de Funcionamento Provisório para microempresas e empresas de pequeno porte do Município adequando seus procedimentos de abertura de firma ao disposto na Lei Complementar Nacional nº 123, de 14 de dezembro de 2006, também conhecida como Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. 3º - O Alvará de Funcionamento Provisório não será concedido para atividades de risco ou que: I - abriguem aglomeração de pessoas; II - sirvam como depósitos ou manipulem produtos perigosos, inflamáveis, explosivos ou tóxicos; III - sejam poluentes; IV - dependam de outorga do Poder Público, V - sejam proibidas de ingressar no Simples Nacional, na forma do Artigo nº 17 e 4º do Artigo 3º da Lei Complementar Nacional nº 123 de 14 de dezembro de º - O inciso V do 3º deste Decreto será fiscalizado pelo Departamento de Fiscalização de Rendas Mobiliárias responsável pela tributação bem como pelo enquadramento da empresa perante a Lei. Artigo 2º - A Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente - SEPLADEMA responsável pela fiscalização da aplicação do Plano Diretor quanto às questões urbanísticas e das Posturas Sexta-feira, 14 de maio de 2010 PODER EXECUTIVO terça-feira, 31 DE julho DE 2007 Municipais, emitirá o ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO, conforme Lei Municipal nº 2800 de 29 de dezembro de 1995, que será encaminhado à Divisão de Fiscalização de Rendas Mobiliárias para inscrição da firma - ABERTURA DE FIRMA. Parágrafo Único - O ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO será emitido uma única vez pela SEPLADEMA que fiscalizará regularmente as atividades, devendo as taxas serem lançadas anualmente pelo Departamento de Rendas Imobiliárias da Secretaria de Economia e Finanças. Artigo 3º - As Micro-Empresas - ME e as Empresas de Pequeno Porte - EPP, a sociedade empresária, a sociedade simples e o empresário, ou contribuinte autônomo que não efetuem atendimento ao público ou mantenham estoque de mercadorias ou escritório aberto ao atendimento, poderá utilizar o endereço como Ponto de Referência, pois não estarão sujeitas às restrições do zoneamento municipal. Parágrafo Único - Para atendimento do Artigo 3º será necessária apenas uma Declaração de Ponto de Referência para constar do processo de Abertura de Firma. Artigo 4º - A Divisão de Fiscalização de Rendas Mobiliárias fornecerá a relação de documentos necessários para Abertura de Firma. Parágrafo Único - Deverá ser incluída no rol de documentos necessários para abertura de firma a respectiva certidão de diretrizes, nos termos do Artigo 1º deste Decreto. Artigo 5 - A Abertura de Firma será dividida em três categorias baseadas nas possibilidades conferidas pela Legislação Federal e Estadual, quais sejam: I - Abertura Padrão - é aquela realizada normalmente pela Prefeitura sem a necessidade de anuência da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - CETESB; II - Abertura pelo Licenciamento Ambiental Municipalizado - é aquela realizada pelo Município com anuência da CETESB através de Convênio; III - Abertura com autorização da CETESB - é aquela que depende da autorização desse órgão, Artigo 6 - A rotina de tramitação dos documentos obedecerá à seguinte sequencia: I - Abertura Padrão. a) Requerimento padrão, através do Protocolo Municipal, dirigido ao solicitando Diretrizes para Abertura de Firma acompanhado da Ficha de Incomodidade; b) De posse das Diretrizes, anexar os documentos exigidos pelo Departamento de Rendas Mobiliárias - ISSQN para cadastramento; c) O ISSQN enviará o Processo para a Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente para emissão do ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO; d) Obtido o Alvará de Funcionamento, o Processo retornará ao ISSQN para Abertura Administrativa e entrega da DECA; e) Para completar a documentação e estar de acordo com as demais Leis Federais, Estaduais e Municipais, o interessado deverá dirigirse ao Protocolo e anexar planta das instalações e o Processo deverá ser encaminhado ao Departamento de Engenharia da Secretaria de Obras e Serviços para obtenção da Ordem de Serviço - OS para dar início à preparação do local; f) Obtida a OS o Processo deverá retornar ao ISSQN para entrega do Alvará de Funcionamento, enquanto o Departamento de Engenharia continuará fiscalizando a obra, Ano II - nº 232 Tiragem: exemplares g) O Processo, então, retornará à SEPLADEMA para registro no Cadastro Imobiliário, após o que ficará em Arquivo no Protocolo à disposição para inclusão de novos documentos se a situação assim exigir. II - Abertura com Licenciamento Ambiental Municipalizado. a) Requerimento padrão, via Protocolo Municipal, dirigido ao Sr. Prefeito solicitando Diretrizes para Abertura de Firma acompanhado da Ficha de Incomodidade; b) De posse da Diretriz, encaminhar o Processo à SEPLADEMA para emissão do Licenciamento Ambiental de acordo com o Licenciamento Municipalizado e obtenção do Alvará de Funcionamento; c) O processo será enviado ao Departamento de Engenharia da Secretaria de Obras e Serviços para obtenção da Ordem de Serviço - OS e retornará à SEPLADEMA para obtenção da Licença de Instalação; d) Obtida a Licença a SEPLADEMA enviará o Processo ao ISS- QN para Abertura de Firma e obtenção do Alvará de Funcionamento definitivo; e) O Processo, então, retornará à SEPLADEMA para registro no Cadastro Imobiliário, após o que ficará em Arquivo no Protocolo à disposição para inclusão de novos documentos se a situação assim exigir. III - Licenciamento com autorização da CETESB. a) Requerimento padrão, através do Protocolo Municipal, dirigido ao solicitando Diretrizes para Abertura de Firma acompanhado da Ficha de Incomodidade onde constam dados a respeito das instalações. 1 - Todos os documentos para a abertura de firma, bem como, solicitação para obtenção de horário especial deverão fazer parte de um único Processo Administrativo com o objetivo de facilitar o histórico do empreendimento. 2 - Caso o Processo seja informatizado, seguir as instruções localizadas no próprio site. Artigo 7º - Em caso de se tratar de Ponto de Referência, isto é, quando a atividade não terá lugar fixo de atuação e utilizará o endereço da residência apenas para fornecimento de um endereço para correspondência e demais exigências fiscais, a rotina será a seguinte: I - Abertura de Firma como Ponto de Referência: a) Requerimento padrão, via Protocolo Municipal, dirigido ao Sr. Prefeito solicitando Diretrizes para Abertura de Firma acrescido da Declaração à de Ponto de Referencia; b) Encaminhamento ao ISSQN para cadastramento provisório; c) Encaminhamento à SEPLADEMA para emissão do Alvará de Funcionamento; d) Retorno ao ISSQN para confirmação e emissão do Alvará de Funcionamento definitivo; e) O processo, então, retornará à SEPLADEMA para registro no Cadastro Imobiliário, após o que ficará em Arquivo no protocolo à disposição para inclusão de novos documentos se a situação assim exigir. Artigo 8 - No prazo de 90 dias a contar da data deste Decreto a Prefeitura Municipal se obriga a disponibilizar pela rede mundial de computadores as informações necessárias em atendimento ao artigo 5 da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas.

2 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de Artigo 9º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação revogado o Decreto n 8725 de 01 de junho de Rio Claro, 03 de maio de 2010 refeito Municipal USTAVO RAMOS PERISSINOTTO ecretário Municipal dos Negócios Jurídicos ublicado na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data upra. OSÉ ROBERTO REGINATTO ecretário Municipal de Administração D E C R E T O Nº 9048 de 06 de maio de 2010 (Dispõe sobre os preços públicos pela utilização dos bens componentes da Patrulha Mecanizada Agrícola do Município) confere, e CONSIDERANDO que a finalidade da Patrulha Mecanizada Agrícola é atender as necessidades dos pequenos Produtores Rurais, D E C R E T A : Artigo 1º - Os preços públicos pela utilização dos bens da Patrulha Mecanizada Agrícola, correspondentes ao custo hora e custo dia, manutenção/combustível, a serem recolhidos aos cofres da Prefeitura Municipal, serão os seguintes: - TRATOR COM OPERADOR E IMPLEMENTOS a) para agricultores classificados como familiar (Pronaf) I - Trator traçado : R$30,00 (trinta reais) por hora trabalhada II - Trator simples : R$20,00 (vinte reais) por hora trabalhada b) para demais agricultores I - Trator traçado : R$40,00 (quarenta reais) por hora trabalhada II - Trator simples : R$30,00 (trinta reais) por hora trabalhada - CAMINHÃO Será cobrado, indistintamente, por Km rodado, o valor de R$1,00 (hum real) Artigo 2º - As condições para aplicação do Programa Patrulha Mecanizada Agrícola de Rio Claro são as seguintes: a) relativamente à área e produção: I - o produtor que se enquadra nas característica do Pronaf, tem propriedade : (80% da renda ser proveniente da agricultura; a área rural total não deverá ser maior que 30 há (12,39 alq) ou até 56 há (23,14alq), desde que o programa tenha disponibilidade das máquinas, II - não possuir mais que 02 empregados registrados. b) ser proprietário, arrendatário ou parceiro, c) não possuir máquinas e implementos similares, com exceção se a atividade se destinar à produção de forragem para alimentação animal. Artigo 3º - O atendimento às solicitações obedecerá aos seguintes critérios: a) data da solicitação do serviço (pela ordem das inscrições); b) propriedade rural explorada pela família a qual more no lugar ou em bairro rural próximo, c) havendo lista de espera, cada produtor poderá utilizar o equipamento apenas por 05 dias consecutivos. Artigo 4º - Caberá à Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura determinar os cuidados e condições relativos ao solo e as especificações técnicas dos equipamentos, bem como a recepção e estudos relativos às solicitações dos interessados. Artigo 5º - Após a solicitação, o solicitante deverá aguardar a visita de um técnico da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura a fim de se averiguar viabilidade técnico-física de execução dos trabalhos. Caso se constate impossibilidade de realização dos serviços, será desconsiderada a inscrição, devendo os proprietários ser notificados dos motivos da negativa. Artigo 6º - Responsabilidade do usuário solicitante do serviço: a) pagamento das horas trabalhadas de acordo com as normas; b) o solicitante se responsabilizará pela guarda do trator e dos implementos nos serviços com duração maior que um dia de trabalho, responsabilizando-se por danos ocorridos nas máquinas. O solicitante é responsável pelo transporte do operador; c) qualquer tentativa para obter vantagens não previstas nestas normas, o produtor estará eliminado do programa, d) eventuais diferenças a mais, no serviço contratado não poderá exceder 20%, e serão pagas após o término do serviço. Se o pagamento ultrapassar o valor estabelecido, o produtor ficará com um crédito em hora/máquinas, que será utilizado no próximo atendimento observando a ordem de inscrição. Artigo 7º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, em especial o Decreto nº 7305, de 21 de fevereiro de Rio Claro, 06 de maio de 2010 Secretário Municipal dos Negócioso Jurídicos Publicado na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data D E C R E T O Nº 9051 de 07 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto na Lei Municipal nº 2998, de 01 de outubro de 1998, alterada pela Lei Municipal nº 3788, de 29 de novembro de 2007, D E C R E T A : Artigo 1º - Fica constituído o CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER, composto dos seguintes membros: Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil Titular - ROSILDA SOARES RIBEIRO RUBIO Suplente - SABRINA ROBERTA CHRISTOFOLETTI Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) Titular - SUELI REGINA VIEIRA SIMÕES Suplente - MARIA LUIZA DA S. DE MATTOS Policia Militar Titular - Cabo PM LETICIA TENÓRIO Suplente - Soldado PM REGIANE VIANA Secretaria Municipal de Ação Social Titular - ROSMEIRI PINHEIRO MORAES Suplente - VIVIANE CRISTINA GERALDO Secretária Municipal dos Negócios Jurídicos Titular - REBECA CECCATO ALVES RODRI- GUES Suplente - KAREN APARECIDA PIGNATTI DOS SANTOS Secretaria Municipal de Saúde/Fundação Municipal de Saúde Titular - NEIDE HELOISA OUTEIRO PINTO Suplente - ANA LUCIA R. R. VIGLIO Secretaria Municipal de Cultura Titular - MARYZILDA COUTO CAMPOS Suplente - SERGIO MUNIZ CORREA Secretaria Municipal da Educação Titular - ELIANA DE OLIVEIRA SCHIO Suplente - ESTELA FATIMA SILVA MARTINS MENDES OAB/SP 4ª Subseção de Rio Claro Comissão da Mulher Advogada Titular - MAISA DA COSTA TELLES Suplente - RITA DE CASSIA PESSOA Fundo Social de Solidariedade Titular - CELIA MARIA CESTARO CHRISTOFOLETTI Suplente - MICHELE FERNANDA TROVÓ Poder Legislativo Titular - THAIS LOPES CASADO Suplente - CICILIANA APARECIDA DI BATISTA Movimento Sócio-Cultural do Município Titular - SANDRA MARGARETE ATHAYDE Suplente - MARCIA APARECIDA SALZAMO Movimentos da Cultura Negra de Rio Claro Titular - DIVANILDE APARECIDA DE PAULA Suplente - MARIA LOURDES DA SILVA Entidades Sindicais Titular - MARLI BACHIÃO MARTINS PEREIRA Suplente - MARLENE APARECIDA ANTONIO CUTOLO Entidades de Apoio à Mulher Titular - ILARA BELLAN OLIVEIRA E SILVA Suplente - MARIA MADALENA SILVA MELLO CESAR Movimentos em Defesa da Mulher Titular - ISABEL CRISTINA REZENDE Suplente - SILVIA MARINA ANARUMA Clubes de Serviço Titular - MARIA DO CARMO LOPES DE MORAIS Suplente - REJANE NOTARO BONAVITA Associações Direcionadas à Mulher Titular - MARTA ADRIANA BARBOSA CECCATO Suplente - ANGELICA RIOS DE JESUS Movimento e Fomento de Geração de Renda Titular - CARMELITA LEMOS BRESCANSIN Suplente - MARIA ALEXANDRE SILVA

3 3 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP Consulado da Mulher Titular - ELEN CRISTINA CORREA DE CAMARGO Suplente - RITA DE CASSIA HEBLLING ZANFELICI rtigo 2º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, evogadas as disposições em contrário, em especial o Decreto nº 035, de 22 de abril de io Claro, 07 de maio de 2010 ngº PALMINIO ALTIMARI FILHO refeito Municipal USTAVO RAMOS PERISSINOTTO ecretário Municipal dos Negócios Jurídicos ublicado na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data upra. OSÉ ROBERTO REGINATTO ecretário Municipal de Administração D E C R E T O Nº 9052 de 11 de maio de 2010 ALMINIO ALTIMARI FILHO, Prefeito do Município de Rio laro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que a Lei lhe onfere, e ONSIDERANDO a iniciativa da Secretaria de Gestão Pública rupo Central de Transportes Internos, em doar veículo para uso da uarda Civil desta Prefeitura através do expediente Prot.Geral GS 0.238/2007 SSP (SGP ); E C R E T A : rtigo 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a receber em doação a SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA GRUPO CEN- RAL DE TRANSPORTES INTERNOS, o seguinte veículo: 1 automóvel marca General Motors, Chevr A 20 Custom S, ano e od. 1988, álcool, cor preta, Placas CMW 3242/SP, chassi 9BG- 58NFJJC034448, categoria oficial rtigo 2º - Fica a Secretaria Municipal de Economia e Finanças, través do Departamento de Controle Orçamentário, autorizada a roceder a incorporação patrimonial do bem citado no artigo 1º este Decreto, conforme Certificado de Registro de Veículos que everá ser encaminhado posteriormente ao Setor de Cadastro Patrionial para o devido emplacamento e controle. rtigo 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, evogadas as disposições em contrário. io Claro, 11 de maio de 2010 ngº PALMINIO ALTIMARI FILHO refeito Municipal USTAVO RAMOS PERISSINOTTO ecretário Municipal dos Negócios Jurídicos ublicado na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data upra. OSÉ ROBERTO REGINATTO ecretário Municipal de Administração D E C R E T O Nº 9053 de 12 de maio de 2010 ALMINIO ALTIMARI FILHO, Prefeito do Município de Rio laro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que a Lei lhe onfere, e ONSIDERANDO a necessidade de organização do processo eleitoral para constituição do CONERC Conselho Municipal da Comunidade Negra de Rio Claro, conforme disposto na Lei Municipal nº 4061, de 27 de abril de 2010; D E C R E T A : Artigo 1º - Fica nomeada uma Comissão para organização do processo eleitoral para constituição do CONERC - Conselho Municipal da Comunidade Negra de Rio Claro, composta dos seguintes membros: - DIVANILDE APARECIDA DE PAULA - JANICE APARECIDA REZENDE - MARIA LOURDES DA SILVA - KIZIE DE PAULA AGUIAR SILVA - MARCOS ANTONIO LOPES - DIVANETE MARIA DE PAULA AGUIAR - MARCIA REGINA FRANCISCO - TATIANE DE CASSIA DOS SANTOS MARINHO Artigo 2º - A Comissão ora nomeada ficará sob a coordenação da Secretaria Municipal de Governo, para, em até 60 (sessenta) dias organizar a eleição dos Conselheiros. Artigo 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, Rio Claro, 12 de maio de 2010 Publicado na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data L E I Nº 4066 de 12 de maio de 2010 (Projeto de Lei de autoria do Vereador Sérgio Desiderá) (Institui no Município de Rio Claro a Semana Dalva de Oliveira ) Eu, PALMINIO ALTIMARI FILHO, Prefeito do Município de Rio Claro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que a Lei me confere, faço saber que a Câmara Municipal de Rio Claro aprovou e eu promulgo a seguinte Lei: - Artigo 1º - Fica instituída no Município de Rio Claro, a Semana Dalva de Oliveira, que deverá ocorrer na primeira semana do mês de maio de cada ano. Artigo 2º - A Semana Dalva de Oliveira deverá relembrar a grande cantora nascida em Rio Claro, através de apresentações de música popular brasileira, danças, balet, oficinas de canto e musica. Artigo 3º - A Semana Dalva de Oliveira passa a integrar o Calendário de Eventos do Município de Rio Claro. Artigo 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Rio Claro, 12 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR o sr. YURI VENCATO SILVEIRA, RG , para exercer o cargo estatutário de Eletricista, Padrão A - Ref. 09, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009. C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Ajudante Geral, Padrão A - Ref. 01, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG ROGE ZULZKE PAULA CRISTINA FONDATO SILVANA RAMOS SAMPAIO FABIO ROGERIO BENDILATTI EDGAR CARRASCOZA VASCO MARIA JOSE FRANCISCO X JULIO CESAR NEVES RENATA APARECIDA VENANCIO LIMA BRUNO STANFOCA AUGUSTO DA SILVA FRANCISCA PERCILHANA DE CARVALHO DOMINGOS LAERCIO FIRMINO CORREA JUNIOR

4 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de FERNANDO ANTONIO DE OLIVEIRA CRISTIANO ADLER ALEXANDRE HENRIQUE MARTINELLI VANUZIA APARECIDA TAVARES SILVA EDER GILSON DE JESUS C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Auxiliar de Administração, Padrão A - Ref. 08, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG FLAVIA DE SOUZA SIMÕES AUGUSTO LEITE DE FRANÇA X CARLA MARRISA DEL CONTE ROCHA CAROLINA JORGE SARTORI ANDRE JORGE ARAUJO SIMARA NOVAES CANAL MAURICIO TETSUAKI DONATO VANESSA PAULA AVANSI SOARES JOSE CARLOS QUINTAS CARLETTO MARIO INFORSATI MONICA SORRENTI TOSI GABRIELA MARIA VAZ DA SILVA EMILIO FIM NETO C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR a senhora ZENILDA FEITOSA, RG , para exercer o cargo estatutário de Inspetor de Alunos, Padrão A - Ref. 13, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009. C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Cozinheiro, Padrão A - Ref. 05, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG CLAUDIA ROBERTA RUFINO CRISTIANE DE ARAUJO HUMMEL ARACI APARECIDA LEME SOARES KATIA ROBERTA LEITE DA SILVA X MARIA MARTA DA SILVA DE MORAES MARIA OLINDA DOS SANTOS M MARLI ELENA BRAGA LUCELIA BENEDITA SILVEIRA RAYS ISABEL CRISTINA APARECIDA TAVARES DA SILVA ROUSILENE DE OLIVEIRA X JOANA NUNES CERQUEIRA DOS PASSOS BARROS DA ROCHA C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Monitor de Creche, Padrão A - Ref. 13, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG VALDETE ROGRIGUES DE GODOY MUNHOZ DIANA DA CUNHA DINIZ SILVANA DE FATIMA BALDIN CARDOSO BEATRIZ CHINAGLIA ZABOTTO FRANCISCA PAMELA IDELFONSO DA SILVA CAMILA CRISTOFOLETI MENDES MARIANA CRISTINA BORDIGNON RITA DE CASSIA FERREIRA CHELLES BRUNA APARECIDA DORRICIO VERA LUCIA CARVALHO DOS SANTOS MICHELLE CRISTIANE HONORIO EDNEIA SAMPIETRO KELLY CRISTINA DE OLIVEIRA MEIRA SARAH CANEO GIMENEZ GILDA MARIA DE JESUS DEBORA CRISTINA SPAGNOL LETIZIO GABRIELA CAROLINA BARBOSA DA SILVA ANA APARECIDA DE OLIVEIRA MARCIA MARIA CALDEIRÃO SANTIAGO NELI DAS GRAÇAS DE MOURA CICERA DILEUSA ALVES DE SOUZA C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010

5 5 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Monitor de Ensino, Padrão A - Ref. 13, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG EVELYN MATOS BORTOLIN LAION MANOEL PESSATTO SIQUEIRA GABRIELA MARTINS DE SOUZA BARBARA SUZAN FRANCISCO MARCELO DE ALMEIDA COLOMBINI C U M P R A S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 03 de maio de 2010 confere, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 049, de 13 de abril de 2010, Artigo 1º - EXONERAR, a partir desta data, o senhor JOSÉ LUIZ TIMONI do cargo em comissão de Assessor Especial de Gabinete junto a Secretaria Municipal de Administração e NOMEÁ-LO para o cargo em comissão de Diretor de Departamento, Nível C, Padrão II, constante da Lei Complementar nº 049, de 13 de abril de 2010, junto ao Departamento de Manejo Florestal da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente, com as atribuições e deveres inerentes ao mesmo. C U M P R A - S E. Rio Claro, 03 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 06 de maio de 2010 PALMINIO ALTIMARI FILHO, de Rio Claro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 79, inciso VIII da Lei Orgânica do Município de Rio Claro e, CONSIDERANDO a realização dos Jogos Regionais, no período de 19 a 31 de julho de 2010; CONSIDERANDO a participação de Rio Claro no referido certame, Artigo 1º - Designar o senhor LUIZ FERNANDO MOREIRA, RG , para chefiar a Delegação de Rio Claro nos 54 Jogos Regionais, 4ª Região Esportiva. Artigo 2º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. C U M P R A S E. Rio Claro, 06 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 06 de maio de 2010 PALMINIO ALTIMARI FILHO, de Rio Claro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 79, inciso VIII da Lei Orgânica do Município de Rio Claro e, CONSIDERANDO a necessidade da realização de processo seletivo para suprir a demanda de empregados temporários para o Programa Segundo Tempo, convênio nº , firmado entre MINISTÉRIO DO ESPORTE e Prefeitura Municipal de Rio Claro, pelo prazo estipulado no referido convênio; CONSIDERANDO o disposto na Lei Municipal n 3860 de 1 de julho de 2008, R E S O L V E: Artigo 1º - INSTITUIR uma Comissão Especial Organizadora para a elaboração de procedimentos visando à realização de Processo Seletivo, para provimento de empregos do Projeto Segundo Tempo, convênio nº , firmado com o MINISTÉRIO DO ESPORTE e Prefeitura Municipal de Rio Claro. A comissão será composta dos seguintes membros: JORGE HENRIQUE DE MAGALHAES SASSO SCIASCIO - Diretor do Departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Esportes; JOSE RENATO GONÇALVES - Diretor do Departamento de Administração da Secretaria Municipal de Administração; FATIMA SURIAN TEIXEIRA - Diretora de Departamento de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal de Administração; MAURO KLEBIS SCHIAVON - Coordenador Pedagógico da Secretaria Municipal de Esportes, ROSANA APARECIDA DOS SANTOS NEVES MONCAIO - Coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Esportes. Parágrafo Único - Caberá ao senhor JORGE HENRIQUE DE MAGALHÃES SASSO SCIASCIO - Diretor do Departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Esportes a Presidência da referida Comissão Especial Organizadora. Artigo 2º - Ficará conferida a referida Comissão Especial Organizadora as seguintes atribuições específicas de atuação e competência: 1 - Expedir o competente EDITAL do Processo Seletivo para preenchimento dos empregados temporários do Programa Segundo Tempo, convênio n , obedecidas as regras da Lei Municipal n 3860 de 1 julho de 2008; 2 - Processar a realização do certame, prestando as orientações e esclarecimentos, devendo promover a divulgação através de imprensa oficial do Município e, se necessários, por outros meios que julgar conveniente; 3 - Processar e julgar os recursos interpostos pelos candidatos, funcionando como primeira instância de julgamento, 4 - Processar e encaminhar os recursos interpostos para o julgamento em segunda instância, ficando designados REGINALDO LOU- RENÇO BREDA, Secretário Municipal de Esportes e JOSÉ RO- BERTO REGINATTO,, em suas áreas de atuação, o julgamento final. Artigo 3 - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. C U M P R A S E. Rio Claro, 06 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar nº 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o requerimento da interessada, Artigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir desta data, a senhora ALINI MARIA POLEZE do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Administração. C U M P R A - S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010

6 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 (Autoriza o uso de via pública para exploração de prestação de serviços voltados à vigilância e segurança de veículos em estacionamento, a título precário e gratuito, à empresa R & J COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA LTDA ME ÁGUIA DOURADA SEGURAN- ÇA, que acolherá o público que assistirá ao desfile de modas em comemoração aos cinqüenta anos do Educandário Santa Maria Goretti, e dá outras providências) PALMINIO ALTIMARI FILHO, de Rio Claro, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 109, 4º, da Lei Orgânica do Município de Rio Claro, Artigo 1º - Autorizar o uso, a título precário e gratuito, à empresa R & J COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA LTDA ME ÁGUIA DOURADA SEGURAN- ÇA, inscrita no CNPJ sob nº / , representada por RICHARDI JEAN MENDES, brasileiro, casado, empresário, portador do RG nº e CPF nº e JA- NAINA FERNANDA DE LIMA MENDES, brasileira, casada, empresária, portadora do RG nº e CPF nº , residentes e domiciliados na cidade de Ipeuna/SP, na Avenida 3, nº 262, bairro Centro CEP , da via pública situada na Avenida 1JF defronte ao clube Floridiana Tênis Clube, que acolherá o público que assistirá ao desfile de modas em comemoração aos cinqüenta anos do Educandário Santa Maria Goretti. Artigo 2º - A presente outorga terá vigência no dia 17 de maio de 010, a partir das 19h00. rtigo 3º - São condições da presente outorga, cabendo à empresa outorgada: I apresentar ao Fundo Social de Solidariedade os talonários de ngressos devidamente enumerados e apropriados, utilizando-se a eguinte ordem numérica: I - talão com numeração do nº 392 ao 00; II - talão com numeração do nº 498 ao 500 e III - talão a partir o nº 551, contendo 02 (duas) vias cada ticket, sendo uma para o roprietário do veículo e a outra via ficará com a outorgada que se esponsabilizará com a prestação de contas; I determinar locais para estacionamentos específicos de motocicletas, bem como estacionamentos específicos para portadores de deficiência, de acordo com os padrões exigidos; III confeccionar e colocar placas e/ou faixas indicativas; IV cumprir, rigorosamente, o horário estabelecido no artigo 2º, retro; V fornecer pessoal capacitado e suficiente para o controle de acesso e proteção dos veículos sob sua responsabilidade; VI fornecer uniformes, identificação, alimentação, transporte e instrumentos (rádios, apitos, coletes, lanternas etc.) para os empregados, a fim de propiciar melhor controle e agilização dos serviços; VII após o término do evento, conforme dia e horário estabelecido no art. 2º, retro, a guarda dos veículos que permanecerem no local não será mais de responsabilidade da outorgada; VIII a outorgada, responsabilizar-se-á, totalmente pela segurança e guarda dos veículos que utilizarão o estacionamento dentro do dia e horário estabelecido. Artigo 4º - Será cobrado o valor de R$ 10,00 (dez reais) por veículo. Artigo 5º - Fica expressamente vedada a sub-rogação para exploração do estacionamento, de que trata a presente Portaria. Artigo 6º - À Municipalidade não caberá qualquer responsabilidade por eventuais furtos ou danos em veículos estacionados na área ora autorizada, devendo a outorgada ter segurado o estacionamento de terceiros. Artigo 7º - Os empregados da outorgada que trabalharem no estacionamento ora autorizado, não terão qualquer vínculo empregatício com a Municipalidade, não gerando, assim, qualquer obrigação trabalhista. Artigo 8º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. C U M P R A S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 confere, Artigo 1º - REVOGAR, em todos os seus termos e a partir da data de sua publicação, a Portaria nº , de 30 de abril de C U M P R A - S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar nº 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o requerimento da interessada, Artigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir de 04 de maio de 2010, a senhora FRANCISCA PÂMELA IDELFONSO DA SILVA do cargo de provimento efetivo de Monitor de Creche. retroagindo seus efeitos a 04 de maio de 2010, revogadas as disposições em contrário. C U M P R A - S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar nº 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o requerimento da interessada, Artigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir de 04 de maio de 2010, a senhora ROGERIA FOSCO do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Administração. retroagindo seus efeitos a 04 de maio de 2010, revogadas as disposições em contrário. C U M P R A - S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar nº 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o requerimento do interessado,

7 7 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP Artigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir de 04 de maio de 2010, o senhor ALAN PETERSON LOPES do cargo de provimento efetivo de Monitor de Ensino. retroagindo seus efeitos a 04 de maio de 2010, revogadas as disposições em contrário. C U M P R A - S E. Rio Claro, 07 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 07 de maio de 2010 ALMINIO ALTIMARI FILHO, Prefeito do Município de Rio laro, Estado de São Paulo, usando das atribuições que a Lei lhe onfere, e ONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar º 017, de 16 de fevereiro de 2007; ONSIDERANDO o requerimento da interessada, E S O L V E : rtigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir desta data, a senhora UCIANE SANTOPIETRO GARCIA DE ARAUJO do cargo de rovimento efetivo de Cozinheiro. rtigo 2º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, evogadas as disposições em contrário. U M P R A - S E. io Claro, 07 de maio de 2010 ngº PALMINIO ALTIMARI FILHO refeito Municipal USTAVO RAMOS PERISSINOTTO ecretário Municipal dos Negócios Jurídicos ublicada na Prefeitura Municipal de Rio Claro, na mesma data upra. OSÉ ROBERTO REGINATTO ecretário Municipal de Administração P O R T A R I A Nº de 10 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 41 da Lei Complementar nº 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o requerimento da interessada, Artigo 1º - EXONERAR a pedido e a partir desta data, a senhora NATALIA REGINA DIONIZIO do cargo de provimento efetivo de Monitor de Ensino. C U M P R A - S E. Rio Claro, 10 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 10 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR a sra. CAMILA FERNANDA FRANCO, RG , para exercer o cargo estatutário de Auxiliar de Administração, Padrão A - Ref. 08, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009. C U M P R A S E. Rio Claro, 10 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 10 de maio de 2010 confere e, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 017, de 16 de fevereiro de 2007; CONSIDERANDO o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro para preenchimento de cargos constantes do Edital 001/2009, Artigo 1º - NOMEAR para exercerem o cargo estatutário de Técnico em Administração, Padrão A - Ref. 14, constante do Anexo II da Lei Complementar nº 001, de 26 de abril de 2001, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, tendo em vista a aprovação e classificação no Concurso Público Edital 001/2009, os abaixo relacionados: NOME RG HOSANA SUZEL INFORZATO ROGERIO MARCOS MONARETTI DIRNEI APARECIDO MACHADO MARIA ANGELICA ARNOSTI ALINI MARIA POLEZE NATALIA REGINA DIONIZIO C U M P R A S E. Rio Claro, 10 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 10 de maio de 2010 confere, CONSIDERANDO o disposto nas Leis Complementares nºs 001, de 26 de abril de 2001 e 049, de 13 de abril de 2010, Artigo 1º - NOMEAR a partir desta data, o senhor RAFAEL JOSÉ CAMARINHO para o cargo em comissão de Assessor Especial de Diretoria, Nível C, padrão V, junto ao Departamento de Manejo Florestal da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente, com as atribuições e deveres inerentes ao mesmo. C U M P R A - S E. Rio Claro, 10 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 11 de maio de 2010

8 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de confere, Artigo 1º - EXONERAR a partir desta data, o senhor RENATO BARBOZA DOS ANJOS do cargo em comissão de Diretor do Departamento de Planejamento Ambiental da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente. C U M P R A - S E. Rio Claro, 11 de maio de 2010 P O R T A R I A Nº de 12 de maio de 2010 confere, e CONSIDERANDO a entrada em vigor da Lei Complementar nº 01/2001 de 26 de abril de 2001, publicada em 27 de abril de 2001, Artigo 1º - NOMEAR a partir desta data, o senhor GABRIEL RI- BEIRO CASTELLANO para o cargo em comissão de Diretor de Departamento, Nível C, padrão II, constante do anexo IV da Lei Complementar nº 01/2001 de 26 de abril de 2001, publicada em 27 de abril de 2001, junto ao Departamento de Planejamento Ambiental da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente, com as atribuições e deveres inerentes ao cargo. C U M P R A - S E. Rio Claro, 12 de maio de 2010 Secretaria Municipal de Administração Departamento de Compras e Licitação AVISO DE CLASSIFICAÇÃO E JULGAMENTO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS N. 02/10 EDITAL N. 32/10 Destinada a execução de reforma e adaptação de barracão para alimentação escolar, incluindo material; A CPL passou a registrar as ocorrências referente a abertura do ENVELO- PE N. 02 PROPOSTA da empresa SOROBASE ENGE- NHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. EPP, do processo licitatório em referência, com a convocação da mesma através da imprensa oficial, para exercer seu direito de preferência tendo em vista que o valor inicialmente ofertado pela empresa estava dentro do critério de empate estabelecido pela Lei Complementar n. 123/06. Dentro do prazo estabelecido a empresa SOROBASE protocolou junto ao Departamento de Compras e Licitação seu novo ENVELOPE N.02 - PROPOSTA conforme protocolo n. 1332, dia 28 de abril de 2010, às 11:58 horas, que após, aberto e analisada sua proposta, passamos a emitir novo julgamento em razão da redução de preço, modificando inicialmente o julgamento quanto a classificação das propostas anteriormente emitido, conforme segue: 1º lugar a empresa SOROBASE ENGE- NHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. EPP., com valor total da proposta de R$ ,15; 2º lugar a empresa ARA- CONS CONSTRUTORA LTDA., com valor total da proposta de R$ ,13; 3º lugar a empresa JBS CONSTRU- TORA E SERVIÇOS LTDA., com valor total da proposta de R$ ,47; 4º lugar a empresa WISDOM CONSTRU- TORA E MONTAGEM LTDA., com valor total da proposta de R$ ,69; 5º lugar a empresa EMES CONSTRU- TORA LTDA., com valor total da proposta de R$ ,66; Diante da reclassificação das propostas julgamos VENCE- DORA do certame a empresa classificada em 1º lugar SO- ROBASE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. EPP., pelo critério de menor preço global da proposta. O presente julgamento será publicado na imprensa oficial em cumprimento do disposto no art. 109, inc. I, b e seu 1º da Lei Federal n /93 atualizada. Ficam os autos franqueados para vistas e extração de cópias a todas as empresas e demais interessadas, abrindo-se prazo para interposição de recurso que após, decorrido o prazo legal será remetido à autoridade competente para sua homologação/adjudicação; José Renato Gonçalves Presidente. AVISO DE HOMOLOGAÇÃO EDITAL N. 79/10 PREGÃO PRESENCIAL N. 32/2010 Objeto: Aquisição de ferramentas e materiais elétricos. A vista dos elementos constantes do procedimento licitatório, e da conformidade com a documentação anexada, acolho o julgamento proferido pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio, para que nos termos da Lei Federal n /02, Lei Federal n /93, e de conformidade com o contido no art. 3º, único do Decreto Municipal n. 7290/05, produza seus efeitos legais necessários a todos os procedimentos do certame, HOMOLOGANDO a(s) empresa(s) licitante(s) o(s) item(ns) ofertado(s) e negociado(s), constante(s) da ata da sessão pública, saber: COMERCIAL ATACADISTA ZIAT LTDA - ME, os itens 01, 04, 05, 06, 17, 22, 37, 39, 40, 41, 42, 63, 64, 65, 73, 85, 86, 87, 89 e 130;, R.E. ROBIS ME, os itens 02, 03, 09, 12, 13, 14, 15, 16, 18, 19, 20, 21, 23, 24, 25, 28, 30, 31, 32, 33, 36, 38, 43, 45, 49, 50, 52, 53, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 66, 71, 77, 80, 82, 90, 91, 93, 94, 96, 97, 98, 100, 101, 102, 103, 106, 107, 110, 112, 127, 128, 129, 132, 133, 166, 178, 179, 181, 182, 183, 185, 196, 197 e 199; FERCOM COMÉRCIO DE MATERIAIS ELÉTRICOS CELIA RO- BERTO ME, os itens 07, 08, 11, 26, 44, 46, 95, 99, 119, 139, 188, 189 e 198; SISTEMAS ELETRÔNICOS DE SE- GURANÇA E AFINS LTDA EPP, os itens 10, 34, 47, 62, 74, 92, 125, 134, 135, 136, 137, 138, 140, 141, 142, 143, 144, 145, 146, 147, 148, 149, 150, 151, 152, 153, 154, 155, 156, 157, 158, 159, 160, 161, 162, 163, 169, 170, 171, 172, 173, 174, 175, 184, 186, 187, 190, 191, 192, 193, 194, 195, 200, 201, 202, 203 e 204;, MARTINI COMÉRCIO E IM- PORTAÇÃO LTDA, os itens 27, 29, 35, 48, 51, 61, 67, 69, 70, 72, 75, 76, 78, 79, 81, 83, 84, 88, 104, 105, 108, 109, 111, 124, 131, 164, 165, 167 e 168, ACESSORIUN MATE- RIAIS ELÉTRICOS EPP, o item 176. Valor total contratado R$ ,51 redução em relação ao valor total estimado de aproximadamente 17,34% (dezessete virgula trinta e quatro por cento). Quanto aos itens 113, 114, 115, 116, 117, 118, 120, 121, 122, 123 e 126 foram cancelados em razão da falta de especificações pelo Órgão Requisitante, sendo adquiridos oportunamente. Quanto aos itens 68, 177 e 180 foram cancelados por apresentarem divergências na cotação de preço, sendo adquiridos oportunamente. Quanto ao item 54 não recebeu cotação sendo adquirido oportunamente; Heloísa Maria Cunha do Carmo - Secretária Municipal de Educação. EDITAL N. 90/10 PREGÃO PRESENCIAL N. 40/10 Objeto: Aquisição de paletes e porta paletes. A vista dos elementos constantes do procedimento licitatório, e da conformidade com a documentação anexada, acolho o julgamento proferido pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio, para que nos termos da Lei Federal n /02, Lei Federal n /93, e de conformidade com o contido no art. 3º, único do Decreto Municipal n. 7290/05, produza seus efeitos legais necessários a todos os procedimentos do certame, HOMOLOGANDO a(s) empresa(s) licitante(s) o(s) item(ns) ofertado(s) e negociado(s), constante(s) da ata da sessão pública, saber: INOVA COMÉRCIO DE PRODUTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL LTDA., os itens 01, 02 e 03; COMERCIAL SÃO JUDAS UTILIDADES DOMÉSTICAS LTDA - ME., o item 06. Valor total contratado R$ ,00 acréscimo em relação ao valor total estimado de aproximadamente 4,07% (quatro virgula zero sete por cento). Quanto aos itens 04 e 05 foram cancelados por apresentarem o valor acima do estimado e serão adquiridos oportunamente; Heloísa Maria Cunha do Carmo - Secretária Municipal de Educação. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N. 45/10 EDITAL N. 96/10 ÔRGÃO: Secretaria Municipal de Obras e Serviços OBJETO: Fornecimento de cimento. Os ENVELOPES serão entregues no Departamento de Licitação até às 13:30 horas do dia , quando será feito o credenciamento e a sessão pública de oferta de lances; EDITAIS completos disponíveis gratuitamente, através do Site: sp.gov.br; Pedro Luiz Soares Pregoeiro. PREGÃO PRESENCIAL N. 46/10 EDITAL N. 97/10 ÔRGÃO: Secretaria Municipal de Esportes OBJETO: Aquisição de cloro granulado 65%; Os ENVE- LOPES serão entregues no Departamento de Licitação até às 08:30 horas do dia , quando será feito o credenciamento e a sessão pública de oferta de lances; EDITAIS completos disponíveis gratuitamente, através do Site: Pedro Luiz Soares Pregoeiro. PREGÃO PRESENCIAL N. 47/10 EDITAL N. 98/10 ÔRGÃO: Secretaria Municipal de Obras e Serviços OBJETO: Aquisição de concreto usinado. Os ENVELO- PES serão entregues no Departamento de Licitação até às 08:30 horas do dia , quando será feito o credenciamento e a sessão pública de oferta de lances; EDITAIS completos disponíveis gratuitamente, através do Site: Antonio Carlos Falcão Reis Pregoeiro. PREGÃO PRESENCIAL N. 48/10 EDITAL N. 106/10 ÔRGÃO: Secretaria Municipal de Administração, Ação Social e Educação OBJETO: Aquisição de veiculo funerário e veículos tipo perua 0 km. Os ENVELOPES serão entregues no Departamento de Licitação até às 08:30 horas do dia , quando será feito o credenciamento e a sessão pública de oferta de lances; EDITAIS completos disponíveis gratuitamente, através do Site: Reginaldo Aparecido de Oliveira Pregoeiro. AVISO DE CLASSIFICAÇÃO E JULGAMENTO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA N. 02/10 EDITAL N. 43/10 Destinada a execução da obra do sistema de drenagem talvegue do Córrego e galerias de águas pluviais, canalização de Córrego da Servidão e Avenida Tancredo Neves (trecho a jusante da Rodovia SP-310 até a via férrea da América Latina Logística ALL + 500,00 m) Bairro Jardim Inocoop, Município de Rio Claro, conforme Convênio firmado entre a Prefeitura de Rio Claro e o Ministério das Cidades, no Programa de Aceleração do Crescimento, na Modalidade Manejo de Águas Pluviais, sendo o Agente Financeiro a Caixa Econômica Federal conforme item 7.2 do CONTRATO /09, com fornecimento de material e mão-de-obra necessária; A CPL após abertura dos ENVELOPES N. 02 PROPOSTAS das empresas habilitadas no certame julgou pela classificação de todas as propostas apresentadas conforme segue: 1º lugar a empresa D.R.R. CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO LTDA., com valor total da proposta de R$ ,42; 2º lugar a empresa SOUZA COMPEC ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA., com valor total de R$ ,45; 3º lugar a empresa M. TABET ENGENHA- RIA E CONSTRUÇÕES LTDA., com valor total de R$ ,09; 4º lugar a empresa ENGENHARIA E CO- MÉRCIO BANDEIRANTES LTDA., com valor total de R$ ,24; 5º lugar a empresa CONSTRUTORA AU- GUSTO VELLOSO S.A., com valor total de R$

9 9 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP ,00; 5º lugar a empresa ENGEP ENGENHARIA E PAVIMENTAÇÃO LTDA., com valor total de R$ ,23, sendo julgada VENCEDORA do certame a empresa classificada em 1º lugar D.R.R. CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO LTDA., pelo critério de menor preço global da proposta. Julgamento em cumprimento do disposto no art. 109, inc. I, b e seu 1º da Lei Federal n /93 atualizada. Ficam os autos franqueados para vistas e extração de cópias a todas as empresas e demais os interessados, abrindo-se prazo para interposição de recurso que após, decorrido o prazo legal será remetido à autoridade competente para sua homologação/adjudicação; TOMADA DE PREÇOS N. 05/10 EDITAL N. 62/10 Destinada a execução de galerias de águas pluviais, guias e sarjetas, e pavimentação asfáltica, no Jardim Novo I / Terranova, em trecho da Estrada dos Costas, município de Rio Claro, conforme Convênio firmado no Programa: Pro-Município Médio e Grande Porte, na modalidade: Implantação e Melhoria de Infra-estrutura Urbana, entre o Agente Financeiro Caixa Econômica Federal e o Município de Rio Claro CTR /2008; A CPL após abertura dos ENVE- LOPES N. 02 PROPOSTAS das empresas habilitadas no certame julgou pela CLASSIFICAÇÃO da proposta apresent a d a p e l a e m p r e s a C O N P A R CONSTRUÇÃO,PAVIMENTAÇÃO E RODOVIAS LTDA., com valor total de R$ ,25 e pela DESCLASSIFICA- ÇÃO da proposta da empresa ENGEP - ENGENHARIA E PAVIMENTAÇÃO LTDA. por não atender ao item do EDITAL, proposta com valor global superior ao valor estimado pelo órgão requisitante, apresentando proposta no valor global de R$ ,64; Sendo julgada VENCEDORA d o c e r t a m e a e m p r e s a C O N PA R CONSTRUÇÃO,PAVIMENTAÇÃO E RODOVIAS LTDA., por ter apresentado preço global em sua proposta inferior ao valor estimado. Julgamento publicado em cumprimento do disposto no art. 109, inc. I, b e seu 1º da Lei Federal n /93 atualizada. Ficam os autos franqueados para vistas e extração de cópias a todas as empresas e demais os interessados, abrindo-se prazo para interposição de recurso que após, decorrido o prazo legal será remetido à autoridade competente para sua homologação/adjudicação; José Renato Gonçalves Presidente. EXTRATOS DE CONTRATOS/PRORROGAÇÃO/ RESCISÃO/PRORROGAÇÃO E ADITAMENTO >IL N. 01/10; CONTRATANTE: PMRC SMA; CON- TRATO: ; CONTRATADA: EMPRESA BRA- SILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS.; OBJETO: Destinado a realização de serviços de distribuição das correspondências oficias da Prefeitura Municipal de Rio Claro; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 12 meses; ASSINATU- RA: ; MODALIDADE: Inexigibilidade de Licitação n. 01/10. >EDITAL N. 67/10; CONTRATANTE: PMRC SMH; CONTRATO: 87/10; CONTRATADA: C.M.N. CONSUL- TORIA E PROJETOS URBANÍSTICOS LTDA.; OBJETO: Fornecimento de projeto para legalização de parcelamento do solo urbano, destinado a Empreendimento Habitacional de Interesse Social; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 60 dias; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 34/10; N. PROPONENTES: 3. >EDITAL N. 60/10; CONTRATANTE: PMRC SME; OBJETO: Fornecimento de eletroeletrônicos linha industrial; PRAZO: 20 dias; ASSINATURA: ; MODALI- DADE: Pregão Presencial n. 20/10; N. PROPONENTES: 11. * CONTRATO: 88/10; CONTRATADA: WGTECH CO- MÉRCIO E SERVIÇOS LTDA - ME.; VALOR: R$ 6.830,00; ITENS: 01 e 02. * CONTRATO: 89/10; CONTRATADA: MERCADÃO DE BALANÇAS MAUÁ LTDA - EPP.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 03, 04, 05 e 06. * CONTRATO: 90/10; CONTRATADA: LL & BL CO- MERCIAL LTDA - ME.; VALOR: R$ ,84; ITEM: 07. >EDITAL N. 61/10; CONTRATANTE: PMRC SME; OBJETO: Fornecimento de eletrodomésticos e eletroeletrônicos; PRAZO: 20 dias; ASSINATURA: ; MODA- LIDADE: Pregão Presencial n. 21/10; N. PROPONENTES: 11. * CONTRATO: 91/10; CONTRATADA: OROZIMBO DE OLIVEIRA PINTO - ME.; VALOR: R$ ,70; ITENS: 01, 03, 16, 18 e 19. * CONTRATO: 92/10; CONTRATADA: DAMARIS CO- MÉRCIO DE MÓVEIS E ELETROELETRÔNICOS LTDA - ME.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 02, 06 e 11. * CONTRATO: 93/10; CONTRATADA: WGTECH CO- MÉRCIO E SERVIÇOS LTDA - ME.; VALOR: R$ 4.484,00; ITENS: 04 e 12. * CONTRATO: 94/10; CONTRATADA: TABOADO MA- TOGROSSENSE COMERCIAL LTDA.; VALOR: R$ 7.666,00; ITENS: 10 e 13. * CONTRATO: 95/10; CONTRATADA: BBCOMP CO- MÉRCIO DE PRODUTOS PARA INFORMÁTICA LTDA - EPP.; VALOR: R$ 1.357,00; ITENS: 14, 17 e 21. * CONTRATO: 96/10; CONTRATADA: COMERCIAL SÃO JUDAS UTILIDADES DOMÉSTICAS LTDA - ME.; VALOR: R$ 630,00; ITEM: 15. >EDITAL N. 68/10; CONTRATANTE: PMRC SMA; OBJETO: Fornecimento de gás GLP em botijões P-13 e Cilindro P-45; PRAZO: 12 meses; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 23/10; N. PROPO- NENTES: 2. * CONTRATO: 97/10; CONTRATADA: CÉSAR JOSÉ MEYER - ME.; VALOR: R$ ,00; ITEM: 01. * CONTRATO: 98/10; CONTRATADA: CONSIGAS DIS- TRIBUIDORA DE GÁS LTDA.; VALOR: R$ ,00; ITEM: 02. >EDITAL N. 28/10; CONTRATANTE: PMRC SM- MUSV; CONTRATO: 99/10; CONTRATADA: INDÚS- TRIA TÉCNICA HILÁRIO LTDA.; OBJETO: Fornecimento de máquina de sinalização autopropelida para demarcação viária horizontal sistema de pintura a frio; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 30 dias; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 12/10; N. PROPO- NENTES: 2. >EDITAL N. 74/10; CONTRATANTE: PMRC SMA- AS; CONTRATO: 100/10; CONTRATADA: AURORA MINERAÇÃO LTDA.; OBJETO: Fornecimento de pedra calcária britada; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 12 meses; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 29/10; N. PROPONENTES: 2. >EDITAL N. 69/10; CONTRATANTE: PMRC SMSDC; OBJETO: Fornecimento de uniformes; PRAZO: 10 dias; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 24/10; N. PROPONENTES: 2. * CONTRATO: 101/10; CONTRATADA: UNI-FORME INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE CONFECÇÕES DE ROU- PAS LTDA - EPP.; VALOR: R$ ,20; ITENS: 01, 02, 03, 04, 07 e 11. * CONTRATO: 102/10; CONTRATADA: UNIFORMES CAMPINAS LTDA.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 05, 06, 08, 09 e 10. >EDITAL N. 72/10; CONTRATANTE: PMRC SMOS; OBJETO: Fornecimento de materiais de construção; PRA- ZO: 10 meses; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 26/10; N. PROPONENTES: 3. * CONTRATO: 103/10; CONTRATADA: CIMENTO RIO COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA.; VALOR: R$ ,00; ITEM: 01. * CONTRATO: 104/10; CONTRATADA: J.C. CORREA ALVES & CIA LTDA EPP.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 02, 03 e 04. * CONTRATO: 105/10; CONTRATADA: STAVIAS STA- NOSKI TERRAPLENAGEM PAVIMENTAÇÃO E OBRAS LTDA.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 05, 06, 07, 08 e 09. >EDITAL N. 75/10; CONTRATANTE: PMRC SMOS; CONTRATO: 106/10; CONTRATADA: USIPEDRAMIX BRITAGEM E COMÉRCIO DE PEDRAS LTDA.; OBJE- TO: Fornecimento de pedra rachão; VALOR: R$ ,77; PRAZO: 12 meses; ASSINATURA: ; MODALI- DADE: Pregão Presencial n. 30/10; N. PROPONENTES: 1. >EDITAL N. 77/10; CONTRATANTE: PMRC SME; CONTRATO: 107/10; CONTRATADA: PROPANGÁS LTDA.; OBJETO: Fornecimento de gás liquefeito de petróleo (GLP) a granel; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 6 meses; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 31/10; N. PROPONENTES: 1. >EDITAL N. 78/10; CONTRATANTE: PMRC SME; CONTRATO: 108/10; CONTRATADA: GUIA RIO CLARO COM. LTDA - ME.; OBJETO: Prestação de serviços de administração do Servidor Windows Server Enterprise 2003 Service Pack 1, administração em banco de dados SQL Server 2000 Service Pack 4; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 12 meses; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 38/10; N. PROPONENTES: 3. >EDITAL N. 80/10; CONTRATANTE: PMRC SME/ SMAAS; OBJETO: Fornecimento de equipamentos agrícolas; PRAZO: 10 dias; ASSINATURA: ; MODALI- DADE: Pregão Presencial n. 33/10; N. PROPONENTES: 4. * CONTRATO: 109/10; CONTRATADA: MARTINI CO- MÉRCIO E IMPORTAÇÃO LTDA.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 01, 02, 03, 05 e 07. * CONTRATO: 110/10; CONTRATADA: TIAGO FER- NANDES RODRIGUES - ME.; VALOR: R$ ,00; ITENS: 04, 06 e 08. >EDITAL N. 63/10; CONTRATANTE: PMRC SMOS; CONTRATO: 111/10; CONTRATADA: NBR ENGENHA- RIA LTDA.; OBJETO: Prestação de serviços técnicos p/ elaboração de projetos básicos e executivos da canalização de reforço e o projeto de recuperação estrutural do canal a céu aberto existente do Córrego da Servidão, no trecho compreendido entre a Rodovia SP-310 e a Linha Férrea da A.L.L.; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 3 meses; ASSI- NATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 36/10; N. PROPONENTES: 3. >EDITAL N. 87/10; CONTRATANTE: PMRC SMA; CONTRATO: 112/10; CONTRATADA: FATTORE DISTRI- BUIDORA DE VEICULOS LTDA.; OBJETO: Aquisição de veículos 0 km tipo monovolume; VALOR: R$ ,00; PRAZO: 90 dias; ASSINATURA: ; MODALIDA- DE: Pregão Presencial n. 37/10; N. PROPONENTES: 1. >EDITAL N. 88/10; CONTRATANTE: PMRC SME; OBJETO: Aquisição de colchonetes, caixas plásticas, cadeiras plásticas e poltronas para auditório; PRAZO: 20 dias; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 38/10; N. PROPONENTES: 9. * CONTRATO: 113/10; CONTRATADA: COPERFLEX INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS E PEÇAS PARA ESCRITÓRIO LTDA - ME.; VALOR: R$ ,00; ITEM: 01. * CONTRATO: 114/10; CONTRATADA: COMERCIAL SÃO JUDAS UTILIDADES DOMÉSTICAS LTDA. - ME.; VALOR: R$ ,50; ITENS: 02 e 03. * CONTRATO: 115/10; CONTRATADA: BAPE FORROS & DIVISÓRIAS LTDA - EPP.; VALOR: R$ 252,00; ITEM: 04. * CONTRATO: 116/10; CONTRATADA: LUCIMARA ZÉRIO - ME.; VALOR: R$ 9.204,00; ITEM: 05. >IL N. 08/08; CONTRATANTE: PMRC - SME; CON- TRATO: 33/08; CONTRATADA: SOFTPARK INFORMÁ- TICA LTDA.; 2ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PROR- ROGADO por mais 12 (doze) meses, a partir de , a manutenção do Sistema de Gestão da Educação Municipal SIGEM, compreendendo suporte técnico, capacitação e atualização do sistema; ASSINATURA: ; MODA- LIDADE: Inexigibilidade de Licitação n. 08/08. >EDITAL N. 14/08; CONTRATANTE: PMRC - SMOS; CONTRATO: 72/08; CONTRATADA: PRIME ENGENHA-

10 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de IA E CONSTRUÇÕES LTDA.; 3ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGADO por ais 60 (sessenta) dias, a partir de , para a conclusão dos serviços, referente a obra e recuperação preventiva e corretiva da pavimentação asfáltica em ruas e avenidas da cidade distritos; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Concorrência n. 03/08. EDITAL N. 64/09; CONTRATANTE: PMRC - SMOS; CONTRATO: 67/09; CONTRA- TADA: IPIRANGA ASFALTOS S/A.; 1ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGA- DO por mais 10 (dez) meses, a partir de , para continuidade do fornecimento de emulsão asfáltica RL-1C e RM-1C; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 40/09. >EDITAL N. 64/09; CONTRATANTE: PMRC - SMOS; CONTRATO: 68/09; CONTRA- TADA: STAVIAS STANOSKI TERRAPLENAGEM, PAVIMENTAÇÃO E OBRAS LTDA.; 1ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 10 (dez) meses, a partir de , a continuidade do fornecimento de pó de pedra; ASSINATURA: ; MODA- LIDADE: Pregão Presencial n. 40/09. >EDITAL N. 64/09; CONTRATANTE: PMRC - SMOS; CONTRATO: 69/09; CONTRA- TADA: USIPEDRAMIX BRITAGEM E COMÉRCIO DE PEDRAS LTDA.; 1ª PRORRO- GAÇÃO; OBJETO: Fica prorrogado por mais 10 (dez) meses, a partir de , a continuidade do fornecimento de pedrisco limpo 3/8; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 40/09. >EDITAL N. 126/09; CONTRATANTE: PMRC - SMH; CONTRATO: 143/09; CON- TRATADA: MC2 INCORPORADORA E CONSTRUTORA LTDA.; 3ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 60 (sessenta) dias, a partir de , para continuidade da prestação de serviços técnicos de engenharia para elaboração e aprovação de projetos vinculados a empreendimentos habitacionais de interesse social a serem edificados em parceria com o Ministério das Cidades e o Município através do Programa Minha Casa Minha Vida; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 42/09. >EDITAL N. 37/09; CONTRATANTE: PMRC - SME; CONTRATO: 34/09; CONTRA- TADA: SPQR TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA - ME.; 1ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 12 (doze) meses, a partir de , a continuidade da prestação de serviços de monitoramento e suporte aos Microcpd s e gerenciamento de infovia; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 15/09. >EDITAL N. 42/09; CONTRATANTE: PMRC - SME; CONTRATO: 38/09; CONTRA- TADA: SISTEMAS ELETRÔNICOS DE SEGURANÇA E AFINS LTDA. - ME.; 1ª PROR- ROGAÇÃO; OBJETO: Fica prorrogado por mais 6 (seis) meses, a partir de , para continuidade da locação de sistema de alarme eletrônico, monitoramento e assistência técnica permanente; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 26/09. >EDITAL N. 30/10; CONTRATANTE: PMRC - SMOS; CONTRATO: 62/10; CONTRA- TADA: ROTOLO CONSULTORIA, ASSESSORIA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA LTDA.; 1ª PRORROGAÇÃO; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 45 (quarenta e cinco) dias, a partir de , para continuidade da prestação de serviços técnicos de elaboração de projeto básico e executivo, com a finalidade de duplicar as vias de circulação, implantação e revitalização do trecho da Av. 7, entre Ruas 1 e 1-B; ASSINATU- RA: ; MODALIDADE: Convite n. 17/10. >IL N. 13/08; CONTRATANTE: PMRC - SMA; CONTRATO: 82/08; CONTRATADA: CONSIST CONSULTORIA SISTEMAS E REPRESENTAÇÕES LTDA.; 2ª PRORROGA- ÇÃO; OBJETO: Fica prorrogado por mais 12 (doze) meses, a partir de , referente a renovação de garantia e execução dos serviços de atualização técnica e suporte para com o Sistema Tributação e Arrecadação Municipal Consist/AM, de propriedade do Município; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Inexigibilidade de Licitação n. 13/08. >EDITAL N. 118/05; CONTRATANTE: PMRC; RESCISAO N. 01/10; Rescinde amigavelmente o CONTRATO N. 44/06; CONTRATADA: PLATAFORMA 15 TERMINAIS RO- DOVIÁRIOS LTDA.; OBJETO: Destinado a concessão de uso do Terminal Rodoviário de Rio Claro, para atender a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Sistema Viário; AS- SINATURA: ; MODALIDADE: Concorrência n. 13/2005. >EDITAL N. 19/09; CONTRATANTE: PMRC; CONTRATO: 20/09; CONTRATADA: CIMENTO RIO COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA.; PRORROGAÇÃO/ADITAMENTO N. 01/10; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 5 (cinco) meses, a partir de , e ADITADO em mais 25% (vinte e cinco por cento), o quantitativo inicialmente contratado, o que corresponde ao fornecimento de cimento comum CPII E32; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 09/09. >EDITAL N. 268/08; CONTRATANTE: PMRC; CONTRATO: 292/08; CONTRATADA: ZACHARIAS ARQUITETURA LTDA.; PRORROGAÇÃO/ADITAMENTO N. 02/10; OB- JETO: Fica PRORROGADO por mais 4 (quatro) meses, a partir de , e ADITADO aproximadamente em mais 8,3% (oito virgula três por cento), para continuidade da prestação de serviços profissionais em engenharia e arquitetura para supervisão da execução de obras do Centro Educacional Jardim Novo I; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Convite n. 178/08. >EDITAL N. 137/09; CONTRATANTE: PMRC; CONTRATO: 151/09; CONTRATADA: J.A. LOPES ACESSÓRIOS - ME.; PRORROGAÇÃO/ADITAMENTO N. 03/10; OBJETO: Fica PRORROGADO por mais 90 (noventa) dias, a partir de , e ADITADO aproximadamente em mais 2,34% (dois virgula trinta e quatro por cento), o quantitativo inicialmente contratado, o que corresponde ao fornecimento de portas sanfonadas; ASSINATURA: ; MODALIDADE: Pregão Presencial n. 90/09. EXTRATO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS >EDITAL N. 64/10; PREGÃO PRESENCIAL N. 22/10 ATA REGISTRO DE PREÇOS; OBJETO: Destinado ao fornecimento de gêneros alimentícios estocáveis (arroz, canjica, ervilha, extrato de tomate, feijão, lentilha, proteína de soja, sal e vinagre), para atender o Departamento de Alimentação Escolar; VIGÊNCIA: 12 meses. *ATA N. 06/10; CONTRATADA: ANDRÉ LUIS NORI - ME.; VALOR ESTIMADO: R$ ,00. *ATA N. 07/10; CONTRATADA: NUTRICIONALE COMÉRCIO DE ALIMENTOS LTDA.; VALOR ESTIMADO: R$ ,80. *ATA N. 08/10; CONTRATADA: COMERCIAL JOÃO AFONSO LTDA.; VALOR ESTI- MADO: R$ ,00. *ATA N. 09/10; CONTRATADA: CATHITA COMERCIALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS LTDA.; VALOR ESTIMADO: R$ ,00. AVISO DE HABILITAÇÃO E/OU INABILITAÇÃO DE LICITAÇÃO >EDITAL N. 65/10 CONCORRÊNCIA N. 03/10 Destinada a contratação de empresa de engenharia para execução das obras, serviços de construção do prédio do FÓRUM CÍVEL DE RIO CLARO, situado no futuro Anel Viário entre Avenidas 24-A e Bairro São Miguel junto ao Campus da Unesp Município de Rio Claro, conforme Convênio celebrado em 04/07/08 PROCESSO SJDC N /72, firmado entre a Prefeitura Municipal de Rio Claro e a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, com fornecimento de materiais, equipamentos e mão-de-obra necessária. A CPL após análise criteriosa de toda a documentação em especial a relativa à qualificação técnica realizada pelo Secretário Municipal de Obras e Serviços, passamos a emitir o seguinte julgamento: Pela HABILITA- ÇÃO de todas a empresas licitantes, a saber: R T A ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA.; PROJEÇÃO ENGENHARIA PAULISTA DE OBRAS LTDA.; PRISMA ENGE- NHARIA, GERENCIAMENTO E COMÉRCIO DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO LTDA., e M V G ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA., por terem apresentado em perfeita ordem os documentos de habilitação exigidos no EDITAL. Julgamento publicado para fins de cumprimento ao disposto no art. 109, I, a e 1º da Lei Federal n /93 atualizada. O processo encontra-se devidamente instruído e com vistas franqueadas a todas as empresas licitantes e demais interessadas, sendo que transcorrido o prazo recursal será marcada a data para a abertura dos ENVELOPES N. 02 PROPOSTAS; José Renato Gonçalves Presidente. SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO Extrato de Portarias de Nomeações datada de 14 de maio de 2010, de candidatos aprovados no Concurso Público n 02/2009 desta Secretaria. NOMEANDO, para cargo de Professor de Educação Básica I - Quadro 2, em provimento efetivo, lotados na Secretaria Municipal da Educação, nos termos da Lei Complementar n 024 de 15 de outubro de 2007 com as alterações promovidas pela Lei Complementar n 044 de 08 de setembro de 2009, publicada no DOM de 02 de outubro de 2009, Milene Girella da Costa de Oliveira - EM Isolina Fuppert Cassavia Ana Carolina Dezotti de Mitanda - EM Dom Pedro I Pedro Pancher - EM Jardim Novo I Camila Francatto de Castro - EM Dom Pedro I Marcio José da Silva - EM Dennizard França Machado Rio Claro, 14 de maio de Heloisa Maria Cunha do Carmo Secretária Municipal da Educação REPUBLICADA POR INCORREÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO Resumo das Portarias expedidas conforme dados a seguir: LICENÇA SEM VENCIMENTOS: Secretaria Municipal de Educação Conceder Licença sem Vencimentos até 02 (dois) anos, com base no Inciso I, 2 do artigo 106 da Lei Complementar 024/2007 para a Senhora Claudia Maria Delgi Exposti, lotada na EM Sérgio Hernani Fittipaldi, a partir de 14/04/2010. Conceder Licença sem Vencimentos até 02 (dois) anos, com base nos artigos 113 e 114 da Lei

11 11 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP Complementar 024/2007 para a Senhora Irene Simão, lotada na EM Sueli Aparecida Marin, a partir de 22/04/2010. Rio Claro, 14 de maio de Heloisa Maria Cunha do Carmo Secretária Municipal da Educação ATO DECISÓRIO 2010 Ato Decisório nº 347/2010- MARCIA APARECIDA SILVA CARVALHO - RG Professora de Educação Básica I quadro 2, titular de cargo na EM Deputado Federal Hamilton Prado, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Sérgio Hernani Fittipaldi, em Rio Claro (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 348/2010- RAQUEL IGNÁCIO - RG Professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Marcello Schmidt, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EMEF Dr Ulysses Guimarães, em Ipeúna (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 349/2010- MARIA DE FATIMA FERRAZ BONATTE - RG Professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Marcello Schmidt, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EMEF Dr Ulysses Guimarães, em Ipeúna (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 350/2010- ANELISE SERVIDONI DE ARAUJO - RG X - Professora de Educação Básica II, contratada pelo regime CLT na EM Marcello Schmidt, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica II, contratada pelo regime CLT na EE Prof Délcio Báccaro, em Rio Claro (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 351/2010- ALESSANDRA APARECIDA TOMAZ DE AQUINO - RG Professora titular de cargo de Educação Básica I na EM Prof José Martins da Silva, em Rio Claro (SP), e professora titular de cargo de Educação Básica I na EM Profª Maria Teixeira Fittipaldi, em Rio Claro (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 352/2010- ROSELAINE CORREA WITT ACOSTA - RG Professora de Educação Básica II, contratada pelo regime CLT na EM Marcello Schmidt, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica II, contratada pelo regime CLT na EMEF Profª Nilva de Lourdes Rocha Oliveira, em Santa Gertrudes (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 353/2010- JOSÉ FIRMINO CORRÊA JUNIOR - RG Professor titular de cargo de Educação Básica II na EM Samira Assencio Savoldi, em Rio Claro (SP), e professor titular de cargo de Educação Básica II na EE Cel Joaquim Salles, em Rio Claro (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 354/2010- MARIA LIDIONETA LUIZ - RG Professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Jardim da Palmeiras - CAIC, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Ildebran Prata, em Ipeúna (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 355/2010- NILZA HELENA VAZ - RG Professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EM Jardim das Palmeiras - CAIC, em Rio Claro (SP), e professora titular de cargo de Educação Básica I, aposentada pela Prefeitura Municipal de Rio Claro (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 356/2010- CLAUDIA FRANCISCONI - RG Professora titular de cargo de Educação Básica I quadro II na EM Jardim das Palmeiras - CAIC, em Rio Claro (SP), e professora de Educação Básica I, contratada pelo regime CLT na EMEF Cecy Apparecida Rocha de Aguiar, em Santa Gertrudes (SP). Acumulação legal. Ato Decisório nº 357/2010- MARISTELA BURBARELI CARMINATTI - RG Professora titular de cargo de Educação Básica I na EM Jardim das Palmeiras - CAIC, em Rio Claro (SP), e professora titular de cargo de Educação Básica I Aposentada pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Acumulação legal. Rio Claro, 13 de maio de Heloisa Maria Cunha do Carmo Secretária Municipal de Educação Secretaria Municipal de Esportes EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nª. 001/2010 A PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO CLARO, Estado de São Paulo, nos termos da legislação vigente, através da Comissão Especial de Processo Seletivo Simplificado, nomeada pela Portaria nº de 06 de maio de 2.010, torna público à abertura de inscrições para Processo Seletivo Simplificado para os Empregos Públicos Temporários identificados no quadro demonstrativo no item 1.2., deste Edital, sob a égide da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, que será realizado pela empresa TSR Prestadora de Serviços S/S Ltda. O presente processo destina-se atender ao convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal e o Ministério do Esporte - ME da União sob nº /2009, com suporte na Lei Municipal nº , de , em seu art. 2º - item VII. INSTRUÇÕES ESPECIAIS 1. DO EMPREGO PÚBLICO TEMPORÁRIO 1.1. O Processo Seletivo Simplificado, de que trata este Edital, destina-se ao provimento de emprego público para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, e reger-se-á pela legislação geral pertinente e instruções especiais a seguir transcritas O emprego, número de vagas, vencimento, jornada semanal de trabalho, requisitos exigidos, forma de avaliação e taxa de inscrição, são os estabelecidos na tabela que segue. Cód Emprego Avaliação Coordenador Geral Pedagógico 40 hs Seman. Coordenador de Núcleo Vagas Vagas DF 20 hs Seman. Carga Horária Remuneração R$ 2.400,00 R$ 900,00 Profissional de nível superior da área de Educação Física ou Esporte, com experiência pedagógica comprovada para coordenação, supervisão e orientação na elaboração de Projetos. Profissional de nível superior na área de Educação Física ou Esporte. *** LP = Língua Portuguesa / CE = Conhecimentos Específicos. Requisitos Mínimos/Escolaridade LP/CE *** LP/CE *** Taxa De Inscrição R$ 50,00 R$ 35, O candidato aprovado será contratado segundo a necessidade de pessoal, disponibilidade orçamentária e limites legais para tais despesas, obedecendo à ordem de classificação final Os demais aprovados formarão listagem para serem aproveitados, dentro do prazo de validade do Processo Seletivo, à medida que a vaga for disponibilizada na ocorrência de demissões, afastamentos, aposentadorias, etc A primeira fase do Processo Seletivo será realizada sob a responsabilidade técnica e operacional da empresa TSR Prestadora de Serviços S/S Ltda., que está sujeita a cumprir as normas deste edital Os procedimentos pré-admissionais, exames médicos e complementares e o Curso de Capacitação, neste caso, se necessário, serão de competência da Prefeitura Municipal A seleção compreenderá o exame de conhecimentos aferidos por meio de aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório O candidato aprovado nas provas objetivas estará sujeito a exame médico admissional de caráter obrigatório A Prefeitura estima convocar de imediato, a quantidade de candidatos descrita na coluna N de Vagas da tabela constante do item 1.2. deste Edital A Prefeitura poderá, de acordo com suas necessidades e durante o prazo de validade deste Processo, convocar da lista de aprovados, candidatos para vagas que vierem a existir nos respectivos empregos públicos A jornada de trabalho é especificada na tabela do item 1.2. deste Edital, com atividades de segunda à sexta feira, podendo ocorrer escala de revezamento aos sábados, domingos e feriados, bem como no horário noturno, obedecida a legislação pertinente Os candidatos aprovados em todas as fases do Processo, quando da necessidade e conveniência da Prefeitura Municipal com obediência rigorosa na ordem de classificação, serão

12 4.8. Recomenda-se ao candidato, não se inscrever para mais de um emprego, tendo em vista Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de admitidos em caráter temporário, por um período de até 12 (doze) meses, findo o qual serão dispensados na forma da Lei Desempenho esperado dos profissionais: Conhecimento e domínio dos procedimentos e/ ou técnicas de execução de seu trabalho, realizando suas tarefas com interesse, qualidade, dedicação e responsabilidade; relacionamento interpessoal adequado com a sua equipe de trabalho e com os munícipes, criando um clima de colaboração e de respeito; capacidade para executar suas tarefas com precisão, rapidez e organização; pontualidade; capacidade para identificar as interfaces de seu emprego e o impacto do seu desempenho no resultado de sua unidade e da organização. 2. EMPREGOS DO PROCESSO 2.1. Os empregos, número de vagas, requisitos exigidos, jornada de trabalho, remuneração e taxa de inscrição são especificados na tabela do item 1.2. deste Edital. 3. REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA INGRESSO NO EMPREGO 3.1. O candidato aprovado será convocado para comprovar documentalmente os requisitos exigidos, de acordo com o emprego de opção. Aquele que não comprovar ou que não possua os requisitos até a data da contratação será eliminado definitivamente do Processo. São eles: a) Ter idade mínima de 18 anos completos na data da contratação; b) Ter sido aprovado no Processo Seletivo, na forma estabelecida neste Edital; c) Ter nacionalidade brasileira ou estrangeira, com visto de permanência no Brasil há mais de quinze anos e pedido de naturalização ao Ministério da Justiça, sem condenação penal, em conformidade com o Artigo 12, inciso II, alínea B, 37, Inciso I da Constituição Federal e Título III, Capítulo II da Consolidação das Leis do Trabalho. d) Comprovar, na data da contratação, escolaridade em nível exigido para o emprego ao qual se inscreveu; e) Estar em dia com as obrigações eleitorais; f) Não registrar antecedentes criminais impeditivos do exercício do emprego público, achando-se no pleno gozo de seus direitos civis e políticos; g) Estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino; h) Não ter sido demitido por justa causa a bem do serviço público, mediante decisão transitada em julgado; i) Não receber proventos de aposentadoria, remuneração de cargo, emprego ou função pública, ressalvados os empregos acumuláveis previstos na CF; j) Submeter-se, por ocasião da contratação, ao exame médico pré-admissional de caráter eliminatório, a ser realizado pela Prefeitura ou por sua ordem, para constatação de aptidão física e mental Apresentar outros documentos comprobatórios dos requisitos exigidos, na época da contratação, em conformidade com os termos deste Edital, tantos quanto forem necessários, até que sejam sanadas todas as dúvidas e esclarecidos todos os itens de comprovação documental A não-apresentação dos documentos comprobatórios fixados neste Capítulo, dentro do prazo legal estabelecido para a contratação, implicará na exclusão do candidato do Processo Seletivo. 4. INSCRIÇÕES ON LINE VIA INTERNET As inscrições estarão abertas no período de 17/05/2010 a 19/05/ Para inscrever-se, o candidato deverá, no período das inscrições, preencher corretamente o formulário de inscrição on-line via internet a partir das 00:00 horas do dia 17 de maio de 2010 até ás 23h59min do dia 19 de maio de 2010 observado o horário oficial de Brasília/ DF, através do site Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá ler atentamente o Edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para o ingresso no emprego Efetivada a inscrição, gerar o boleto bancário através do sistema relativo a taxa de inscrição correspondente ao emprego para o qual está concorrendo e efetuar o pagamento A taxa de inscrição corresponde ao ressarcimento de despesas com material e serviços, o qual, depois de quitado comprovará a inscrição do candidato no Processo A inscrição do candidato implicará conhecimento e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste edital, das quais não poderá alegar desconhecimento Objetivando evitar ônus desnecessários, o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor da inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para o Processo e ainda dos locais credenciados para recolhimento da taxa. que as provas serão realizadas no mesmo dia e horário A TSR Prestadora de Serviços S/S Ltda. e a Prefeitura Municipal de Rio Claro, não se responsabilizarão por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento de linha, ou outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado em qualquer agência bancária ou correspondente bancário, até o dia 20 de maio de 2010, exclusivamente através de ficha de compensação por código de barras Não será aceito pagamento da taxa de inscrição, fora do prazo estabelecido no item 4.10 deste Edital O candidato somente terá sua inscrição deferida após o recebimento, pela TSR Prestadora de Serviços S/S Ltda., através do banco, da confirmação do pagamento de sua taxa de inscrição no valor estipulado neste Edital DURANTE AS INSCRIÇÕES O CANDIDATO DEVERÁ ESTAR CIENTE QUE: a) O pagamento da inscrição efetuado com cheque somente será considerado quitado após a respectiva compensação bancária. b) em caso de devolução do cheque por qualquer motivo, a regularização do pagamento somente poderá ser feita dentro do período das inscrições. A não regularização do pagamento, dentro do período determinado, implicará nulidade da inscrição. c) é vedada a devolução da taxa de inscrição, salvo em caso de cancelamento do certame por conveniência ou interesse da Prefeitura Municipal. d) a declaração falsa ou inexata dos dados constantes da Ficha de Inscrição, determinará o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos decorrentes, em qualquer época, ficando o candidato sujeito às penalidades legais. e) os comunicados e atos decorrentes do presente Edital através do site com.br, são de caráter meramente informativo, sendo que os comunicados e atos oficiais serão os divulgados através do Diário Oficial do município de Rio Claro-SP No dia da realização da prova, o candidato deverá levar o comprovante de inscrição e original do documento de identidade Na inscrição o candidato formalizará sua opção para concorrer, exclusivamente às vagas destinadas ao emprego de sua escolha, sendo vedada a alteração de sua opção inicial após o pagamento da taxa de inscrição Durante o prazo de validade deste Processo Seletivo na qual prestará todas as informações solicitadas, o candidato expressa sua concordância em acatar as condições do presente Processo Seletivo e as que vierem a se estabelecer. 5. CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA 5.1. Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscrever neste Processo Seletivo, desde que as atribuições do emprego pretendido não sejam incompatíveis com a deficiência de que são portadoras, e a elas serão reservados 5% (cinco por cento) do total das vagas oferecidas ou que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do Processo, de acordo com o artigo 37, inciso VIII da Constituição Federal e Decreto 3.298, de , e suas alterações Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 4º do Decreto 3.298/ No ato do preenchimento da Ficha de Inscrição, o candidato portador de deficiência deverá declarar no campo apropriado essa condição, e a deficiência da qual é portador Os portadores de deficiência inscritos deverão apresentar, Laudo Médico (original) atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência no ato da convoção para admissão O candidato portador de deficiência que, no ato da inscrição, não declarar essa condição, não poderá interpor recurso em favor de sua situação.

13 13 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP 5.3. O candidato portador de deficiência que necessitar de tempo adicional ou condições especiais para a realização das provas objetivas deverá requerê-lo no prazo de até o 3º (terceiro) dia útil após a efetivação de sua inscrição, indicando claramente quais os recursos especiais necessários, com justificativa acompanhada de parecer emitido por médico. O requerimento deverá ser protocolado na Prefeitura Municipal de Rio Claro na sessão de protocolo andar térreo rua 3 nº Centro Os candidatos que, dentro do prazo estabelecido não atenderem os dispositivos mencionados não terão a prova especial preparada, nem as condições adequadas e nem os recursos necessários, seja qual for o motivo alegado As solicitações de condições especiais, bem como de recursos especiais, serão atendidas obedecendo aos critérios de viabilidade e de razoabilidade Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas aos portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais candidatos, com estrita observância da ordem de classificação Às pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto 3.298/1999, participarão do Processo em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação, critérios de aprovação, horário, local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos O candidato que no ato da inscrição se declarar portador de deficiência, se aprovado e classificado no Processo Seletivo, terá seu nome publicado na lista de classificação geral e em lista à parte Os portadores de deficiência, em razão da necessária igualdade de condições, concorrerão a todas as vagas deste Edital, sendo reservado o percentual de 5% em face da classificação obtida O candidato que tiver concorrendo na condição de portador de deficiência física deverá, em caso de convocação para a fase pré-admissional, submeter-se a exames médicos e complementares realizados pela Secretaria de Saúde do Município, ou credenciados, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente ou não, e o grau de deficiência incapacitante para o exercício das atribuições do emprego Havendo parecer médico contrário à condição de deficiência, apresentada pelo candidato, este terá seu nome excluído da lista de classificação dos portadores de deficiência e passará a integrar a lista de classificação geral Será igualmente excluído da lista de classificação de deficientes, o candidato que não comparecer ou não responder à convocação citada no item Se a deficiência for considerada incompatível com as atividades previstas para o emprego, descrito no preâmbulo do presente edital, o candidato será eliminado do Processo A análise dos aspectos relativos ao potencial de trabalho do candidato portador de deficiência obedecerá ao disposto no artigo 20 da Lei nº 8.112/90, conforme artigos 43 e 44 do Decreto nº 3.298/ DO DEFERIMENTO OU INDEFERIMENTO DAS INSCRIÇÕES Findo o prazo das inscrições, a Comissão publicará a relação dos candidatos inscritos e dos que tiveram sua inscrição indeferida, com os respectivos motivos. Caso sua inscrição não tenha sido deferida ou processada, o mesmo não poderá prestar provas, podendo impetrar recurso, conforme previsto neste Edital Do indeferimento da inscrição caberá recurso, sem efeito suspensivo, no prazo de 02 (dois) dias úteis contados da data da publicação pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro, endereçado ao Presidente da Comissão do Processo Seletivo que será decidido em igual período pela Comissão. O requerimento deverá ser protocolado na Prefeitura Municipal de Rio Claro na sessão de protocolo andar térreo rua 3 nº Centro Na eventual ocorrência da falta de decisão pela Comissão dentro do prazo estabelecido no Inciso anterior, o candidato terá assegurado sua participação nas provas, na pendência da decisão posterior da Comissão sobre o deferimento ou manutenção do indeferimento da sua inscrição Ocorrendo a decisão em favor do candidato, o mesmo permanecerá dentro dos trâmites regulares do processo e, na eventual decisão desfavorável, cessam-se todos os efeitos decorrentes da inscrição e o candidato excluído do Processo O candidato deverá acompanhar todas as publicações oficiais pertinentes a esse edital pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP. Através da internet as informações serão meramente informativas pelos sites ou 7. DAS PROVAS DO PROCESSO 7.1. PROVAS OBJETIVAS - de caráter classificatório e eliminatório A prova objetiva constará das disciplinas especificadas no Anexo II deste Edital e serão apresentadas, em um único caderno, de acordo com o conteúdo programático constante deste edital. Essa prova terá a duração de 3 horas Serão classificados os candidatos que obtiverem nota mínima de 50 (cinqüenta) pontos no conjunto das disciplinas As provas objetivas serão distribuídas conforme especificação abaixo: Disciplina Nº questões Nota Total Pontuação Mínima Português pontos Específica (no conjunto) Totais CRITÉRIOS DE DESEMPATE 8.1. Na hipótese de empate na média final, serão aplicados sucessivamente, os seguintes critérios de desempate: a) o candidato com maior idade conforme Parágrafo Único do Art. 27 da Lei /2003 (Lei do Idoso). b) obtiver maior nota na parte específica; c) tiver maior idade (considerando o dia, mês e ano de nascimento); d) com maior numero de filhos menores de 18 anos ou incapazes; e) sorteio. 9. REALIZAÇÃO DAS PROVAS 9.1. Caso haja necessidade de condições especiais para se submeter às provas e demais exames previstos neste Edital, o candidato portador de deficiência, ou não, deverá solicitá-las por escrito, ao Presidente da Comissão, até o 3º. (terceiro) dia útil após a efetivação da inscrição, indicando claramente quais os recursos especiais necessários, acompanhado de parecer médico. O requerimento deverá ser protocolado na Prefeitura Municipal de Rio Claro-SP na sessão de protocolo andar térreo rua 3 nº. 945-Centro As solicitações de condições especiais, bem como de recursos especiais, serão atendidas obedecendo aos critérios de viabilidade e de razoabilidade As provas serão aplicadas em local e horário a serem divulgados, por ocasião da homologação das inscrições, por meio da Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP e em caráter meramente informativo nos sites e br. É de responsabilidade exclusiva do candidato a consulta e verificação de seu local de prova e o comparecimento no horário determinado A aplicação das provas, nas datas previstas, dependerá da disponibilidade de locais adequados à realização das mesmas e poderão ocorrer em sábados, domingos e feriados, no período da manhã ou da tarde É dever do candidato acompanhar todas as publicações referentes ao Processo pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP O ingresso do candidato na sala onde se realizarão as provas só será permitido mediante a apresentação do Comprovante de Inscrição e de documento de identidade Oficial (original) São considerados documentos de identidade Oficiais os originais de: Carteiras ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Policia Militar. Cédulas de Identidade para Estrangeiros, Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de Identidade, como por exemplo, Carteira do CREF, CREA, OAB, CRC, CRM, etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como, a Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº /77) Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia da realização das provas,

14 9.11. Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para aplicação das Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência com data de validade atualizada, bem como outro documento oficial que o identifique Não serão aceitos como documento de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados, cópias de documentos ainda que autenticadas ou protocolos O candidato que não apresentar documento de identidade oficial original, na forma definida no item deste Edital, não poderá fazer as provas, ou testes o qual for convocado e será automaticamente eliminado do Processo Seletivo Em hipótese alguma serão realizadas provas fora do local, cidade, data e horário determinado Terá sua prova anulada e será automaticamente eliminado deste Processo Seletivo o candidato que: a) faltar, chegar atrasado à prova, ou que, durante a sua realização, for colhido em flagrante comunicação com outro candidato ou com pessoas estranhas, oralmente, por escrito ou através de equipamentos eletrônicos, ou, ainda, que venha a tumultuar a realização das provas, podendo responder legalmente pelos atos ilícitos praticados. b) for surpreendido dando ou recebendo auxílio para a execução das provas; c) entrar e permanecer na sala de provas com aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, relógio do tipo data bank, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, máquinas calculadoras ou similares, anotações, impressos, livros ou qualquer outro material de consulta ou comunicação). Caso o candidato leve algum aparelho eletrônico, este deverá ser recolhido à Coordenação e devolvido ao final das provas. O descumprimento da presente instrução implicará na eliminação do candidato, caracterizando-se tal ato como tentativa de fraude. d) entrar ou permanecer com armas no local de realização das provas. Caso o candidato detenha o porte legal de arma, este deverá recolhê-la à Coordenação, a qual lhe será devolvida ao término das provas. e) forçar a entrada no local de provas, após o fechamento dos portões e/ou o início das provas. f) ausentar-se da sala de realização das provas, sem acompanhamento de fiscal, após ter assinado a lista de presença. g) recusar-se a entregar o material das provas ao término do tempo destinado para a sua realização; h) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a folha de respostas; i) descumprir as instruções contidas no caderno de provas, na folha de respostas ou neste Edital. j) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, com as autoridades presentes e/ou com outros candidatos. k) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos, para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do processo; l) fizer, em qualquer momento, declaração falsa ou inexata. m) não comparecer nos locais, datas e horários determinados. n) demonstrando visíveis sinais de embriagues O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas com, no mínimo, 30 minutos de antecedência, portando lápis preto nº 02, borracha e caneta esferográfica azul ou preta, e só poderá retirar-se do recinto de provas, decorrida 01 (uma) hora do início das mesmas Por razões de segurança, de ordem técnica e de direitos autorais adquiridos, não serão fornecidos exemplares do caderno de questões a candidatos ou instituições de Direito Público ou Privado, mesmo após o encerramento do Processo O candidato ao terminar a prova entregará ao fiscal, juntamente com o Cartão de Respostas, seu Caderno de Questões, e poderá levar, em folha especifica disponibilizada pela TSR, as respostas de suas questões, a fim de conferência posterior com o gabarito Não haverá segunda chamada para as provas. O não-comparecimento a quaisquer das provas resultará na eliminação automática do candidato. provas em virtude de afastamento de candidato da sala de provas As provas objetivas serão corrigidas por meio de processamento eletrônico As respostas das provas objetivas deverão ser transcritas para a Folha de Respostas, que é o único documento válido para correção eletrônica. Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas, sendo da responsabilidade exclusiva do candidato os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente, emenda ou rasura, ainda que legível No dia de realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das provas e/ou os critérios de avaliação A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial para tal fim, deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará as provas Se, a qualquer tempo, forem constatadas por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, ter o candidato utilizado processos ilícitos, sua prova será anulada e ele será automaticamente eliminado do Processo Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado condição especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o candidato será acompanhado por um fiscal devidamente treinado Os eventuais erros de digitação de nome, número do documento de identidade, sexo e data de nascimento, e outros dados pessoais, deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas, em formulário específico. 10. DOS RECURSOS Dos atos decorrentes do presente Processo cabem: Revisões devidamente fundamentadas, no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados da data de: a) Aplicação das provas escritas. (relativo às questões); b) Divulgação dos Gabaritos Oficiais. c) Revisão de Notas, após divulgação de resultados Recursos devidamente fundamentados, no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados da data de divulgação: a) Do deferimento ou indeferimento das inscrições; b) Da classificação dos candidatos; O recurso ou revisão deverá ser entregue e protocolado pelo próprio candidato no Protocolo da Prefeitura Municipal de Rio Claro-SP na sessão de protocolo andar térreo rua 3 nº. 945-Centro, que o encaminhará à Comissão do Processo. Modelo de Identificação de Recurso A Prefeitura Municipal de Rio Claro: Processo : Candidato: Nº. do Documento de Identidade: Nº. de Inscrição:. Emprego: Nº. da Questão: (apenas para recursos quanto às questões apresentadas) Fundamentação e Argumentação lógica: Data: / / Assinatura:

15 15 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP O recurso deverá estar digitado ou datilografado e assinado, não sendo aceito recurso interposto por fac-símile (fax), telex, internet, telegrama ou outro meio não especificado neste Edital A decisão proferida será divulgada pela Imprensa Oficial do Município, sendo que o candidato deverá dirigir-se ao setor de Protocolo da Prefeitura Municipal, para tomar ciência da resposta oferecida ao recurso interposto Será indeferido o recurso interposto fora da forma e dos prazos estabelecidos neste Edital, bem como, aqueles interpostos em prazo destinado a evento diverso do questionado Se procedente o recurso impetrado, a classificação inicial obtida pelo candidato poderá eventualmente ser alterada para um nível superior ou inferior, podendo ainda, ocorrer a desclassificação do candidato que não obtiver a nota mínima exigida para aprovação Não serão aceitos requerimentos de pedidos de exibição de provas de terceiros a qualquer outro candidato, bem como, não serão aceitos vistas de prova, revisão de recurso, recurso do recurso ou recurso de gabarito final definitivo A Comissão Especial de Acompanhamento de Processo Seletivo constitui a última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais Os pontos correspondentes à anulação de item ou questão das provas objetivas, por força do julgamento de recurso, serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido. 11. RESULTADO E CONVOCAÇÃO O gabarito oficial da prova objetiva será divulgado pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP e também, em caráter meramente informativo nos sites com.br e A classificação dos candidatos será divulgada pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP e também, em caráter meramente informativo nos sites com.br e durante 30 dias após a realização das provas A pontuação final do candidato será o resultado da somatória dos pontos obtidos nas provas objetivas A convocação dos aprovados será feita obedecendo-se rigorosamente a ordem de classificação obtida nas provas escritas, dentro das necessidades da Prefeitura Municipal e do prazo de validade do Processo. A chamada será feita por convocação pela Imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP ou e por telegrama Após os procedimentos no item 12.4, não havendo o comparecimento do candidato no prazo pré estabelecido no ato da convocação, o mesmo será excluído do Processo. 12. PROCEDIMENTOS PRÉ- ADMISSIONAIS - de caráter eliminatório Nesta etapa será realizada avaliação da aptidão física e mental, de caráter obrigatório e eliminatório, que deverá envolver, dentre outros, exames médicos e complementares que terão por objetivo averiguar as condições de saúde física e psíquica apresentadas pelos candidatos, face às exigências das atividades inerentes ao emprego O exame médico deverá ser realizado pelo Serviço Médico próprio do Município (SAS), mediante requerimento encaminhado do departamento de Gestão de Pessoas da Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Rio Claro-SP, rua 6 nº 3265 Alto do Santana No caso dos portadores de deficiência, serão submetidos à perícia médica do Serviço Médico próprio do Município (SAS) mediante requerimento encaminhado do departamento de Gestão de Pessoas da Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Rio Claro- SP, rua 6 nº 3265 Alto do Santana, que ratificará a condição do candidato como deficiente, sendo a confirmação da incompatibilidade, ou não, entre as atribuições do emprego e a deficiência do candidato O candidato deverá comparecer à perícia médica munido de laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças - CID, bem como a provável causa da deficiência A omissão e/ou negação, pelo candidato, de informações relevantes na entrevista médica, intencionalmente, implicará em sua imediata eliminação do Processo Seletivo e caso tenha ultrapassado essa fase, na anulação da contratação realizada Após a entrevista médica, a avaliação clínica e a análise dos resultados dos exames complementares realizado pelo candidato, o órgão de medicina do trabalho da Prefeitura Municipal emitirá parecer conclusivo da aptidão ou inaptidão Os exames complementares a serem realizados pelo candidato deverão ser realizados no prazo a ser definido pela área de saúde ocupacional da Prefeitura A critério do médico examinador poderão ser considerados os resultados de exames recentes realizados pelo candidato, às suas expensas, em médico ou em entidade particular ou, ainda, na rede pública de saúde Para submeter-se aos exames pré-admissionais, o candidato deverá comparecer no dia, no horário e no local designados pela Prefeitura Municipal e a ele comunicados por escrito. 13. DISPOSIÇÕES FINAIS É de inteira responsabilidade do candidato em acompanhar na Imprensa Oficial do município de Rio Claro-SP, as publicações de todos os atos e editais referentes a este Processo Seletivo Não haverá, sob qualquer hipótese ou alegação, segunda chamada para as etapas previstas para este Processo Seletivo. O não comparecimento a quaisquer das provas, resultará na eliminação automática do candidato As despesas relativas à participação do candidato no Processo, em todas as etapas, com exceção daquelas expressamente ressalvadas no presente Edital, correrão a expensas do próprio candidato O prazo de validade deste Processo Seletivo é de 01 (um) ano, a contar da data de publicação da sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, atendendo a conveniência e o interesse do serviço público, a juízo da Administração Municipal A mudança de endereço, quando ocorrer, deverá ser informada por meio de requerimento assinado pelo próprio candidato no Protocolo da Prefeitura Municipal de Rio Claro-SP na sessão de protocolo andar térreo rua 3 nº. 945-Centro endereçado ao Departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Esportes de Rio Claro-SP A TSR Prestadora de Serviços S/S Ltda não possui vínculo ou convênio com nenhuma instituição de ensino ou cursos preparatórios, não se responsabilizando por quaisquer cursos, textos ou apostilas não expressamente indicados para este Processo Seletivo Qualquer regra prevista neste Edital poderá ser alterada, atualizada ou sofrer acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito ou até a data de convocação dos candidatos para a correspondente prova, circunstância que será mencionada em Edital ou aviso a ser publicado O resultado final deste Processo Seletivo será devidamente homologado pelo Prefeito Municipal, a partir de sua divulgação na imprensa Oficial do Município de Rio Claro-SP Após análise pelo T.C.E. Tribunal de Contas do Estado de São Paulo dos documentos inerentes ao presente processo, e, não havendo óbice administrativo, judicial ou legal é facultada a incineração dos registros escritos, mantendo se, entretanto, pelo período de validade do Processo, os registros eletrônicos, os gabaritos dos candidatos e uma prova modelo Os casos omissos, não previstos neste Edital ou não incluídos na Ficha de Inscrição, serão apreciados pela Comissão de Acompanhamento deste Processo Seletivo. Rio Claro em 11 de maio de COMISSÃO ESPECIAL ORGANIZADORA DO PRECESSO SELETIVO Jorge Henrique de Magalhães Sasso Sciascio (Presidente) José Renato Gonçalves Fátima Surian Teixeira Mauro Klebis Schiavon Rosana Aparecida dos Santos Neves Moncaio ANEXO I. DESCRIÇÃO DE CARGOS

16 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de Coordenador-Geral Pedagógico: (1 vaga) Qualificação: Profissional de nível superior da área de Educação Física ou Esporte, com experiência pedagógica para coordenação, supervisão e orientação na elaboração de Projetos (Propostas Pedagógicas). Atribuições: Coordenar o processo de planejamento pedagógico dos núcleos juntamente com os demais recursos humanos envolvidos; Definir, organizar e debater a Proposta/Plano Pedagógico dos Núcleos, juntamente com os Coordenadores de Núcleo e seus Monitores Acompanhar e avaliar as atividades e o projeto como um todo, em conjunto com os coordenadores de núcleo e os Monitores que atuam sob sua responsabilidade e coordenação; Acompanhar e avaliar o desempenho das atividades dos membros da equipe, mantendo suas atuações padronizadas, harmônicas e coerentes com os princípios educacionais; Acompanhar o desempenho das atividades de todos os membros da equipe, inclusive com a exigência do cumprimento da carga horária estabelecida para o desenvolvimento do Projeto; Acompanhar o processo de distribuição dos materiais esportivos para garantir o atendimento adequado às modalidades definidas no Projeto; Acompanhar a distribuição dos uniformes para garantir que todos os participantes tenham acesso e possam ser identificados durante as atividades do mesmo; Definir e acompanhar o processo de distribuição do reforço alimentar, conforme o nº de crianças, disponibilidade de espaço físico e logística, avaliando de forma permanente sua qualidade e mantendo o Coordenador Geral informado; Acompanhar o planejamento e o desenvolvimento, juntamente com o(s) Coordenadores de Núcleo e Monitor(es), as atividades mensais e semanais que estarão sob sua supervisão; Supervisionar o controle diário das atividades desenvolvidas; Acompanhar o processo de comprovação da freqüência da equipe técnica e dos beneficiados; Organizar e promover reuniões periódicas com a equipe de recursos humanos para avaliar o andamento da proposta pedagógica do projeto; Manter o Coordenador Geral do Projeto informado quanto às distorções identificadas no Projeto e apresentar, em conjunto com os Coordenadores de Núcleo e Monitores, soluções para correção dos rumos; Apresentar Proposta Pedagógica do Convênio/Projeto e Relatórios periódicos ao Coordenador-Geral do Projeto, para que o mesmo encaminhe junto à SNEED/ME, dentro dos prazos pactuados; Acompanhar o cumprir integral do plano de trabalho estabelecido, bem como as especificidades do Projeto relacionadas no Projeto Básico; Participar do processo de organização e desenvolvimento da capacitação oferecida pelo Ministério do Esporte e para os Monitores do seu Projeto. 2. Coordenador de Núcleo: (10 vagas) Qualificação: Profissional de nível superior da área de Educação Física ou Esporte. Atribuições: Planejar coletivamente, preparar e ministrar as atividades desenvolvidas junto aos beneficiados, conforme Proposta Pedagógica; Acompanhar e avaliar o trabalho dos Monitores que atuam no núcleo sob sua responsabilidade e coordenação; Acompanhar o desempenho das atividades dos membros da equipe, mantendo suas atuações padronizadas, harmônicas e coerentes com os princípios estabelecidos no Projeto; Avaliar a atuação dos Monitores em relação as atribuições estabelecidas à este no Projeto; Organizar, juntamente com o Coordenador Pedagógico, o processo de distribuição das ações estruturantes dos núcleos (materiais esportivos, reforço alimentar, uniformes, adequação do espaço físico, etc.) para garantir o atendimento adequado às modalidades do projeto; Planejar e desenvolver mensalmente, juntamente com o(s) Monitor(es), as atividades que estarão sob sua responsabilidade e supervisão; Supervisionar o controle diário das atividades desenvolvidas no núcleo; Exigir e comprovar a freqüência da equipe técnica e dos beneficiados sob sua responsabilidade; Supervisionar o controle diário das atividades desenvolvidas; Exigir dos Monitores a entrega de Relatórios periódicos das atividades; Promover reuniões periódicas e outras atividades extras que possam enriquecer o projeto; Zelar pela manutenção da segurança integral dos alunos, durante todo o período de sua permanência no local de desenvolvimento das atividades do núcleo; Manter os espaços físicos e as instalações em condições adequadas ao desenvolvimento das atividades; Manter o Coordenador Pedagógico do Projeto informado quanto às distorções identificadas e apresentar, dentro do possível, soluções para a correção dos rumos; Comunicar de imediato à Coordenação Geral e Pedagógica do Projeto, quaisquer fatos que envolvam membro da equipe ou beneficiado em situação não convencional; Procurar encaminhar todos os casos omissos com imparcialidade e cortesia, comunicando-os imediatamente à Coordenação do Projeto; Apresentar planejamento das atividades semanais e relatórios periódicos ao Coordenador-Pedagógico do Projeto; Cumprir integralmente o projeto básico, plano de trabalho e proposta pedagógica estabelecida e encaminhada à SNEED/ME, conforme prazos elencados; Encaminhar junto à Coordenação Pedagógica e Geral do Projeto, a necessidade de ajustes nas ações propostas no Projeto (Projeto Básico e Plano de Trabalho), de forma que este encaminhe a demanda junto à SNEED/ME, no sentido de adquirir a autorização; Participar do processo de capacitação oferecido pelo Ministério do Esporte; Atuar como multiplicador do processo de capacitação do programa, junto aos Monitores do Projeto. ANEXO II. A bibliografia relativa às provas é livre, para que o candidato opte pelo autor ou autores que melhor lhe convier e que, preferencialmente, discorram sobre os temas do Programa de Provas, visto que a extensão, a complexidade e a subjetividade dos diversos assuntos impedem a indicação de uma bibliografia determinada e inflexível. PROGRAMA DA PROVA OBJETIVA 1. Coordenador-Geral Pedagógico: (1 vaga) Qualificação: Profissional de nível superior da área de Educação Física ou Esporte, com experiência pedagógica para coordenação, supervisão e orientação na elaboração de Projetos (Propostas Pedagógicas). CONHECIMENTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de texto. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Acentuação gráfica. Classes Gramaticais. Pontuação. Substantivo e adjetivo: flexão de gênero, número e grau. Verbos: regulares, irregulares e auxiliares. Emprego de pronomes. Preposições e conjunções: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância verbal e nominal. Crase. Regência nominal e verbal. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Conceitos de esportes, jogos, lazer e educação física. Conhecimentos dos instrumentos utilizados nas diversas áreas esportivas; Conhecimentos dos códigos de regras das diversas modalidades do esporte. Esporte e Cidadania, esporte inclusão social, política nacional dos esportes, esportes educacionais. Incentivo e trabalho voltado à inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais no esporte. Primeiros socorros de urgência em situação de prática esportiva. Preparo, Treinamento, qualidades físicas e as relação com a pratica esportiva em esporte de curta e longa duração. Conhecimento dos instrumentos utilizados nas diversas áreas esportivas; Conhecimentos dos códigos de regras das diversas modalidades do esporte. Outros conteúdos disponíveis no site - Projeto Padrão do Ministério do Esporte - Projeto Básico Programa Segundo Tempo Rio Claro - Convênio/Contrato assinado do Município de Rio Claro - Projeto Piloto Especial - Projeto Piloto IESC Colaboradoras - Projeto Piloto Indígena - Projeto Piloto Socio Educativo - Projeto Piloto Universitário - Manual de Identidade Visual do Programa Segundo Tempo - Instrução Normativa da Secretaria do Tesouro Nacional nº 01-97

17 17 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP - Manual de Diretrizes Recreio nas férias Julho Coordenador de Núcleo: (10 vagas) Qualificação: Profissional de nível superior da área de Educação Física ou Esporte. CONHECIMENTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de texto. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Acentuação gráfica. Classes Gramaticais. Pontuação. Substantivo e adjetivo: flexão de gênero, número e grau. Verbos: regulares, irregulares e auxiliares. Emprego de pronomes. Preposições e conjunções: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância verbal e nominal. Crase. Regência nominal e verbal. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Conceitos de esportes, jogos, lazer e educação física. Conhecimentos dos instrumentos utilizados nas diversas áreas esportivas; Conhecimentos dos códigos de regras das diversas modalidades do esporte. Esporte e Cidadania, esporte inclusão social, política nacional dos esportes, esportes educacionais. Incentivo e trabalho voltado à inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais no esporte. Primeiros socorros de urgência em situação de prática esportiva. Preparo, Treinamento, qualidades físicas e as relação com a pratica esportiva em esporte de curta e longa duração. Conhecimento dos instrumentos utilizados nas diversas áreas esportivas; Conhecimentos dos códigos de regras das diversas modalidades do esporte. Secretaria Municipal de Finanças SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA E AUTARQUIAS Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro EDITAL DE ABERTURA DO CONCURSO PÚBLICO N 01/2010

18 Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de O Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro, nos termos da legislação vigente, em especial a Lei Complementar nº 01 de 26 de fevereiro de 2001 e suas alterações e também a Lei Complementar nº 017 de 16 de fevereiro de 2007 e suas alterações, através da Comissão Especial Organizadora instituída pelo Ato no. 8 de 12 de Março de 2010, torna pública a abertura de inscrições ao Concurso Público de Provas, que será realizado pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM para provimento dos cargos que integram seu quadro de pessoal, conforme Tabela do item 1.1, deste Edital. O Concurso Público será regido pelas instruções especiais a seguir transcritas. Instruções Especiais 1. DOS CARGOS Os cargos, as vagas, a escolaridade, as exigências, a carga horária semanal, os salários e as taxas de inscrição são estabelecidos abaixo: Código Cargo 101 Analista Cultural Analista Econômico-Financeiro Auxiliar de Administração Auxiliar de Serviços Gerais Nº de Vagas Escolaridade / Exigências / Carga Horária Semanal Ensino Superior completo/40 horas Ensino Superior completo/40 horas Formação: Ciências Contábeis e registro no CRC. Ensino Médio Completo / 40 horas Alfabetizado 40 horas Salários R$ Taxa Inscrição R$ R$ 1.326,28 R$ 58,00 R$ 1.326,28 R$ 58,00 R$ 793,02 R$ 38,00 R$ 675,61 R$ 25, A descrição sumária das atribuições dos cargos constantes da Tabela do item 1.1 constam no Anexo I deste Edital O Concurso Público destina-se a selecionar candidatos pelo regime Estatutário instituído pela Lei Complementar nº 017 de 16/02/2007 Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais de Rio Claro, e suas alterações, para as vagas relacionadas na Tabela do item 1.1, nesta data, e mais as que vagarem ou que forem criadas durante o prazo de validade do Concurso Público e serão providas mediante nomeação dos candidatos nele habilitados Os salários mencionados referem-se ao mês em curso e serão reajustados de acordo com os percentuais aplicados pela Prefeitura Municipal de Rio Claro aos salários dos servidores públicos municipais da mesma categoria. 2. DAS INSCRIÇÕES 2.1. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e alterações posteriores, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento Objetivando evitar ônus desnecessário, o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor de inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para o Concurso Público de Provas O candidato, ao se inscrever, estará declarando, sob as penas da lei, que, após a habilitação no Concurso Público e no ato da nomeação, irá satisfazer as seguintes condições: a) ser brasileiro nato ou naturalizado, na forma do artigo 12 da Constituição Federal; b) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos; c) estar em dia com as obrigações do Serviço Militar, se do sexo masculino; d) estar em situação regular com a Justiça Eleitoral; e) possuir escolaridade/pré-requisitos exigidos para o cargo; f) não registrar antecedentes criminais, impeditivos do exercício do cargo público, achando-se no pleno gozo de seus direitos civis e políticos; g)não ter sido demitido por justa causa por ato de improbidade no serviço público ou exonerado a bem do serviço público mediante decisão transitada em julgado; h) submeter-se, por ocasião da nomeação, ao exame médico pré-admissional, de caráter eliminatório, a ser realizado pelo Arquivo Público ou por sua ordem, para constatação de aptidão física e mental; i) não receber proventos de aposentadoria ou remuneração de cargo, emprego ou função pública, ressalvados os empregos acumuláveis previstos na Constituição Federal; j) preencher as exigências do cargo segundo o que determina a Lei e a Tabela do item 1.1 do presente Edital No ato da inscrição não serão solicitados comprovantes das exigências contidas no item 2.3, deste Capítulo, sendo obrigatória a sua comprovação quando da convocação para ingresso no quadro de servidores públicos municipais, sob pena de desclassificação automática, não cabendo recurso As inscrições ficarão abertas: - de 17 a 26 de maio de 2010 através da Internet, de acordo com o item 2.6 deste Capítulo e - de 20 a 27 de maio de 2010 das 9 às 16 horas, no Posto de Atendimento do IBAM instalado no Arquivo do Município de Rio Claro - Rua 6 nº 3265 Alto do Santana Pavilhão 12 - Rio Claro - SP 2.6. Para inscrever-se via Internet, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www. ibamsp-concursos.org.br durante o período das inscrições, através dos links correlatos ao Concurso Público de Provas e efetuar sua inscrição, conforme os procedimentos estabelecidos abaixo: Ler e aceitar o requerimento de inscrição, preencher o formulário de inscrição, transmitir os dados via Internet e imprimir o boleto bancário; O boleto bancário disponível no endereço eletrônico br deverá ser impresso para o pagamento do valor da inscrição, após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on-line; O candidato que realizar sua inscrição via Internet poderá efetuar o pagamento do valor da inscrição por boleto bancário, pagável em qualquer banco; A partir de dois dias úteis após o pagamento do boleto o candidato deverá conferir no endereço eletrônico do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) se os dados da inscrição efetuada pela Internet foram recebidos e o valor da inscrição foi creditado; As inscrições efetuadas via Internet somente serão confirmadas após a comprovação do pagamento do valor da inscrição; As solicitações de inscrição via Internet, cujos pagamentos forem efetuados após a data do encerramento das inscrições, não serão aceitas e não haverá devolução do valor pago; O candidato inscrito via Internet não deverá enviar cópia do documento de identidade, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação dos dados cadastrais no ato da inscrição, sob as penas da lei; O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) e o Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro não se responsabilizam por solicitações de inscrições via Internet não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falha de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados; O descumprimento das instruções de inscrição via Internet implicará a não efetivação da inscrição Ao se inscrever o candidato deverá indicar, na ficha de inscrição ou no formulário de inscrição via Internet, o código da opção do cargo para o qual pretende concorrer, conforme tabela constante do item 1.1 deste Edital O candidato que deixar de indicar, na ficha de inscrição ou no formulário de inscrição via Internet, o código da opção do cargo ou fizer indicação de código inexistente terá sua inscrição cancelada Para efetuar sua inscrição o candidato poderá, também, utilizar os equipamentos do Programa Acessa São Paulo (locais públicos para acesso à internet) a seguir relacionados: Aguai: Rua Olinda Silveira da Cruz Braga, Parque Interlagos, Aguaí, tel. (19) Águas de Lindóia: Rua Domingos Lazari, Pimentéis, Águas de Lindóia, tel. (19) Araras: Faculdade Municipal de Araras - Alameda Clementino Dalla Costa, Bairro Belvedere, Araras, tel. (19) Campinas: Rua Odete Terezinha Octaviano Santucci, 92 - Vida Nova, Campinas, tel. (19) Charqueada: R. Arlindo Meneghini, Residencial Antonieta - Centro, Charqueada, tel. (19) Conchal: Rua Mogi Mirim, 42 - Centro, Conchal, tel. (19) Hortolândia: Av. Brasil, Jardim Amanda, Hortolândia, tel. (19) Leme: Av. Visconde de Nova Granada, Jardim Itamarati, Leme, tel. (19) Limeira: Rua Treze de Maio, Centro, Limeira, tel. (19) Mogi-Guaçu: Av. dos Trabalhadores, 2651 / Jardim Camargo, Mogi Guaçu, tel.

19 19 Diário Oficial do Município de Rio Claro - SP (19) / (19) Mogi-Mirim: Rua Francisco Dias Reis, 735, Mogi Mirim, tel. (19) Piracicaba: Rua do Rosário, andar - Centro, Piracicaba, tel. (19) Avenida Dr. Paulo de Moraes, Paulista, Piracicaba Pirassununga: Rua Romilda Victorelli, Vila Redenção (ao lado CDHU), Pirassununga, tel. (19) Rio Claro: Rua 2, Parque do Lago Azul, Rio Claro, tel. (19) Rio das Pedras: Av. Dr. Adhemar de Barros, Bairro Bom Jesus II, Rio das Pedras, tel. (19) Serra Negra: Praça XV de Novembro, s/n - Centro, Serra Negra, tel. (19) Sumaré: Rua Geraldo de Souza, Jardim Carlos Basso, Sumaré, tel. (19) Este programa, além de oferecer facilidade para os candidatos que não têm acesso à Internet, é completamente gratuito. Para utilizar os equipamentos, basta fazer um cadastro apresentando o RG nos próprios Postos Acessa São Paulo Para inscrever-se no Posto de Atendimento indicado no item 2.5, o candidato deverá, no período das inscrições: Efetuar depósito da taxa de inscrição, no valor estabelecido na Tabela do item 1.1 deste Edital no Banco Santander, agência 0648, conta corrente ou Banco do Brasil, agência , conta corrente nº , Banco Itaú, agência 0311, conta corrente nº e comparecer ao Posto de Atendimento definido no item 2.5 de 26 a 30 de abril de 2010 munido do comprovante de depósito da taxa de inscrição e original do documento de identidade, para fornecer os dados para digitação de sua ficha Conferir a ficha de inscrição, assumindo total responsabilidade pelos dados informados, inclusive a data de nascimento (considerada como critério de desempate) assinando-a e receber o protocolo confirmando a efetivação da inscrição O depósito referente ao pagamento da inscrição poderá ser efetuado em dinheiro e em cheque do próprio candidato. Os pagamentos efetuados em cheque somente serão considerados quitados após a respectiva compensação Em caso de devolução do cheque, qualquer que seja o motivo, considerar-se-á automaticamente sem efeito a inscrição O candidato é responsável pelas informações prestadas no formulário de inscrição, arcando com as eventuais conseqüências de erros de preenchimento daquele documento Ao inscrever-se no Concurso Público de Provas, é recomendável ao candidato observar atentamente as informações sobre a aplicação das provas objetivas As informações prestadas na ficha de inscrição/formulário de inscrição via Internet serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se ao Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro e ao Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM o direito de excluir do Concurso Público de Provas aquele que não preencher esse documento oficial de forma completa e correta e/ou fornecer dados inverídicos ou falsos Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alteração do código da opção do cargo O candidato poderá se inscrever para mais de um cargo ficando ciente, entretanto que em caso de coincidência de horário de aplicação das provas deverá optar por uma das provas sendo essa opção de sua inteira responsabilidade Não haverá devolução da importância paga, ainda que a maior ou em duplicidade, seja qual for o motivo alegado Não serão aceitas inscrições por via postal, fac-símile, transferência de conta corrente, DOC, ordem de pagamento, condicionais ou extemporâneas ou por qualquer outra via que não as especificadas neste Edital Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente ao estabelecido neste Edital O candidato que necessitar de condição especial para realização da prova objetiva, ainda que tenha realizado sua inscrição pela internet, deverá solicitá-la, por escrito, no período destinado às inscrições (de 20 a 27 de maio de 2010), junto ao Posto de Atendimento do IBAM, localizado no Arquivo do Município de Rio Claro Rua 6 nº 3265 Alto do Santana Pavilhão 12, Rio Claro - SP, das 9 às 16 horas O candidato que não o fizer até o término das inscrições, seja qual for o motivo alegado, poderá não ter a condição atendida O atendimento às condições solicitadas ficará sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade do pedido A candidata que tiver necessidade de amamentar, durante a realização das provas, deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada e que será responsável pela guarda da criança Não haverá compensação do tempo de amamentação no tempo de duração de prova. 3. DO CANDIDATO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS 3.1. Serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas por cargo para os candidatos portadores de necessidades especiais. 3.2.Serão consideradas deficiências aquelas conceituadas pela medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos e que constituam inferioridade que implique em grau acentuado de dificuldade para a integração social, em conformidade com o artigo 5º do Decreto Federal nº 5.296/ As alterações quanto às definições e parâmetros de deficiência na legislação federal serão automaticamente aplicadas no cumprimento deste Edital Não serão considerados como deficiência, os distúrbios passíveis de correção Os candidatos constantes da lista especial (portadores de necessidades especiais) serão convocados pelo Arquivo Público Histórico do Município de Rio Claro, quando da admissão, para exame médico específico, com finalidade de avaliação da compatibilidade entre as atribuições do cargo e a deficiência declarada, sendo excluído do Concurso Público de Provas o candidato que tiver deficiência considerada incompatível com as atribuições do cargo Após o ingresso do candidato portador de necessidades especiais, as mesmas não poderão ser apresentadas como motivo para justificar a concessão de readaptação do cargo, bem como para a aposentadoria por invalidez As pessoas portadoras de necessidades especiais participarão do Concurso Público de Provas em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere a conteúdo, avaliação, duração, data, horário e local de realização das provas objetivas Não havendo candidatos portadores de necessidades especiais habilitados, as vagas reservadas serão revertidas aos demais candidatos As pessoas portadoras de necessidades especiais, que necessitarem de condições especiais para a realização das provas objetivas, ainda que tenham realizado sua inscrição pela internet, deverão requerê-las por escrito, de 20 a 27 de maio de 2010 das 09 às 16 horas, junto ao Posto de Atendimento do IBAM, localizado no Arquivo do Município de Rio Claro Rua 6 nº Alto do Santana Pavilhão 12, Rio Claro - SP O requerimento a que se refere o item anterior deverá ser protocolado no Posto de Atendimento do IBAM, (no local, período e horário mencionado no item anterior) devendo o candidato anexar ainda os documentos a seguir: a) Laudo médico original e expedido no prazo máximo de 60 (sessenta) dias antes do término das inscrições, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da prova, informando também o seu nome, documento de identidade (RG) e opção do cargo; b) O candidato portador de deficiência visual, além da entrega da documentação indicada na letra a deste item, deverá solicitar, por escrito, até o término das inscrições, a confecção de prova especial em BRAILE ou AMPLIADA, especificando o tipo de deficiência. Aos deficientes visuais (cegos) que solicitarem prova especial no sistema BRAILE deverão transcrever suas respostas também em BRAILE. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção podendo, ainda, utilizarse de soroban Os candidatos que, não atenderem dentro do prazo do período das inscrições, aos dispositivos mencionados no: Item 3.10 letra a - serão considerados como não portadores de necessidades especiais. Item 3.10 letra b não terão a prova preparada, sejam quais forem os motivos alegados O candidato portador de necessidades especiais que não realizar a inscrição conforme instruções constantes neste capítulo, não poderá interpor recurso em favor de sua condição Os candidatos portadores de necessidades especiais aprovados constarão da listagem geral dos aprovados por cargo e de listagem especial Os candidatos portadores de necessidades especiais deverão submeter-se, quando convocados, a exame médico a ser realizado pela Prefeitura ou por sua ordem, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente ou não, e o grau de deficiência capacitante para o exercício do cargo, observada a legislação aplicável à matéria Havendo parecer médico oficial contrário à condição de deficiente, o nome do candidato será excluído da listagem correspondente e inserido na listagem de classificação geral.

20 4.17. Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada, vista ou repetição de prova objetiva Rio Claro, sexta-feira, 14 de maio de h) lançar mão de meios ilícitos para a execução das provas objetivas; O candidato que for julgado inapto, em razão da deficiência incompatibilizar-se com o exercício das atividades próprias do cargo, será desclassificado do Concurso Público A não observância pelo candidato de qualquer das disposições deste Capítulo implicará a perda do direito a ser nomeado para as vagas reservadas aos portadores de necessidades especiais O laudo médico apresentado terá validade somente para este Concurso Público e não será devolvido. 4. DA APLICAÇÃO DAS PROVAS E SEU JULGAMENTO 4.1. O concurso constará de prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos; 4.2. A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 13 de Junho e serão realizadas na cidade de Rio Claro-SP A aplicação das provas objetivas na data prevista dependerá da disponibilidade de locais adequados à realização das mesmas Caso o número de candidatos inscritos exceda a oferta de lugares adequados existentes nas escolas localizadas na cidade de Rio Claro-SP, o IBAM reserva-se o direito de alocá-los em cidades próximas, não assumindo, entretanto, qualquer responsabilidade quanto ao transporte e alojamento desses candidatos Havendo alteração da data prevista no item 4.2, as provas objetivas poderão ocorrer em outra data A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgados através de Editais de Convocação para as provas objetivas a serem publicados nos jornais Cidade de Rio Claro, Diário do Rio Claro e Diário Oficial do Município de Rio Claro dia 8 de Junho, no mural do Arquivo Público e Histórico e nos sites do IBAM e Não serão enviados cartões de convocação devendo o candidato tomar conhecimento dos locais e horários de aplicação das provas objetivas através do Edital de Convocação mencionado no item anterior Ao candidato só será permitida a realização das provas objetivas na respectiva data, no local e no horário constantes das listas afixadas, no Edital de Convocação divulgado e no site do Instituto Brasileiro de Administração Municipal IBAM, devendo o mesmo comparecer com 30 minutos de antecedência do horário previsto Os eventuais erros de dados cadastrais do candidato deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas objetivas em formulário específico Caso haja inexatidão na informação relativa à opção do cargo e/ou a condição de portador de necessidades especiais, o candidato deverá efetuar as alterações necessárias no dia da prova objetiva, junto ao fiscal de sala A alteração de opção do cargo somente será processada, na hipótese de que o dado expresso pelo candidato em sua ficha de inscrição/formulário de inscrição tenha sido transcrito erroneamente para o Edital de Convocação ou nas listas afixadas e divulgadas no sítio eletrônico do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) Não será admitida troca de opção do cargo, exceto na situação descrita no item Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver portando documento original de identidade que bem o identifique. São considerados documentos de identidade os originais de: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de identidade como, por exemplo, as Carteiras do CREA, OAB, CRC, CRM etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/97) É aconselhável, também, estar portando o comprovante de inscrição Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais nem documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados ou quaisquer outros documentos não mencionados no item anterior. Não será aceita cópia de documentos de identidade, ainda que autenticada Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitirem, com clareza, a identificação do candidato Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas objetivas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 (trinta) dias, sendo então submetido à identificação especial, compreendendo coleta de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio. ou ainda, aplicação da mesma em outra data ou horários diferentes dos divulgados no Edital de Convocação O candidato não poderá alegar desconhecimentos quaisquer sobre a realização da prova objetiva como justificativa de sua ausência O não comparecimento às provas objetivas, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará a eliminação do Concurso Público O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM), objetivando garantir a lisura e a idoneidade do Concurso Público o que é de interesse público e, em especial dos próprios candidatos bem como a sua autenticidade solicitará aos candidatos, quando da aplicação das provas objetivas, o registro de sua assinatura em campo específico na folha de respostas, bem como de sua autenticação digital As provas objetivas terão a seguinte composição: Para o cargo de Auxiliar de Serviços Gerais, 30 questões. Para os demais cargos, 40 questões. Todos com duração de 3 horas Cada questão apresentará 4 (quatro) alternativas Cada questão valerá um ponto e considerar-se-á habilitado na prova escrita objetiva o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) da prova Nas provas objetivas, o candidato deverá assinalar as respostas na folha de respostas personalizadas, único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do caderno de questões e na folha de respostas O candidato deverá ler atentamente as instruções contidas na Capa do Caderno de Questões e na Folha de Respostas As instruções contidas no Caderno de Questões e na Folha de Respostas deverão ser rigorosamente seguidas sendo o candidato único responsável por eventuais erros cometidos O candidato deverá informar ao fiscal de sua sala qualquer irregularidade nos materiais recebidos no momento da aplicação das provas não sendo aceitas reclamações posteriores Em hipótese alguma haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato Os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na folha de respostas serão de inteira responsabilidade do candidato O candidato deverá comparecer ao local designado munido de caneta esferográfica de tinta preta ou azul, lápis preto nº 2 e borracha O candidato deverá preencher os alvéolos, na Folha de Respostas da Prova Objetiva, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul Não serão computadas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma marcação, emenda ou rasura, ainda que legível Durante a realização das provas objetivas, não será permitida nenhuma espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou quaisquer anotações Motivará a eliminação do candidato do Concurso Público, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, a burla ou a tentativa de burla a quaisquer das normas definidas neste Edital e/ou em outros relativos ao Concurso Público, nos comunicados, nas instruções aos candidatos e/ou nas instruções constantes da Prova, bem como o tratamento incorreto e/ou descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas objetivas, o candidato que: a) apresentar-se após o horário estabelecido para fechamento dos portões do prédio, inadmitindo-se qualquer tolerância; b) não comparecer às provas objetivas seja qual for o motivo alegado; c) não apresentar o documento que bem o identifique; d) ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal; e) ausentar-se do local antes de decorrida 01 (uma) hora do início das provas objetivas; f) ausentar-se da sala de provas levando folha de respostas ou outros materiais não permitidos, sem autorização; g) estiver portando armas, mesmo que possua o respectivo porte;

Diário Oficial. Índice do diário. Outros. Atos Oficiais. Contas Públicas. Licitações. Prefeitura Municipal de Petrolina. Outros - CONVOCAÇÃO

Diário Oficial. Índice do diário. Outros. Atos Oficiais. Contas Públicas. Licitações. Prefeitura Municipal de Petrolina. Outros - CONVOCAÇÃO Páginas: 8 Outros Outros - CONVOCAÇÃO Atos Oficiais Portaria - N 02590/2015 Portaria - Nº 2571/2015 Portaria - Nº 2572/2015 Portaria - Nº 022/2015 Contas Públicas Contratos - N 023/2015 Contratos - N 025/2015

Leia mais

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.409 Campina Grande, 13 a 17 de Abril de 2015 Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04 de

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina

Diário Oficial. Índice do diário Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina Páginas: 32 Índice do diário Licitações Pregão Presencial - PP 100/2015 Pregão Presencial - PP 101/2015 Pregão Presencial - PP 084/2015 Pregão Presencial - PP 086/2015 Pregão Presencial - PP 074/2015 Pregão

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

www.viradouro.sp.gov.br www.viradouro.dioe.com.br Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9

www.viradouro.sp.gov.br www.viradouro.dioe.com.br Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9 Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE VIRADOURO 2 Atos Oficiais 2 Licitações e Contratos 7 Secretaria de Negócios Jurídicos 7 Outros Atos 7 Secretaria

Leia mais

D.O JOSÉ AUGUSTO GONÇALVES Prefeito

D.O JOSÉ AUGUSTO GONÇALVES Prefeito D.O ALEXANDRE QUINTELLA GAMA Procurador Geral do Município MAURO CEZAR ESTEVES DA CUNHA Chefe de Gabinete VANDERLEI PEREIRA DA SILVA Secretário de Controle Interno ANIBAL LIGEIRO ORNELAS Secretário de

Leia mais

Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1

Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1 Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº.

Leia mais

MUNICÍPIO DE JOSÉ BONIFÁCIO. www.josebonifacio.sp.gov.br www.josebonifacio.dioe.com.br

MUNICÍPIO DE JOSÉ BONIFÁCIO. www.josebonifacio.sp.gov.br www.josebonifacio.dioe.com.br Quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Ano I Edição nº 45 Página 1 de 5 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE JOSÉ BONIFÁCIO 2 Atos Oficiais 2 Portarias 2 Licitações e Contratos 2 Aviso de Licitação 2 Contratos 3 Aditivos

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 Regulamenta a Lei Complementar n 975/2013 que dispõe sobre a criação do Programa ISS Tecnológico, que institui benefícios

Leia mais

ÓRGÃO INFORMATIVO CRIADO PELA LEI MUNICIPAL Nº 292 DE 18/04/1995 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

ÓRGÃO INFORMATIVO CRIADO PELA LEI MUNICIPAL Nº 292 DE 18/04/1995 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA ZENGOLDÁBIL Ano XX nº 2139 ÓRGÃO INFORMATIVO CRIADO PELA LEI MUNICIPAL Nº 292 DE 18/04/1995 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DISPENSA DE LICITAÇÃO (D. O. 2139 de 20/07/2015) Chefe do Poder Executivo acolhe na íntegra

Leia mais

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto. Índice do diário

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto. Índice do diário Diário Oficial Ano: 4 Páginas: 16 Atos Oficiais Decreto - Nº 128/2014 Decreto - Nº 130/2014 Portaria - PORTARIAS Portaria - Nº 02200/2014 Licitações Pregão Presencial - PP 202/2014 Pregão Presencial -

Leia mais

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012.

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. *Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. O Prefeito Municipal de Chapecó, Estado de Santa Catarina,

Leia mais

PORTARIA Nº 1421/2013-GAB, DE 25 DE ABRIL DE 2013

PORTARIA Nº 1421/2013-GAB, DE 25 DE ABRIL DE 2013 Caderno I do dia 18 de Junho de 2013 Ano XV Nº 3536 PODER EXECUTIVO GABINETE DO PREFEITO PORTARIA Nº 1281/2013-GAB, DE 16 DE ABRIL DE 2013 RAIMUNDO MACEDO PREFEITO DE JUAZEIRO DO NORTE REPUBLICADA POR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA DECRETO Nº 4.496, DE 22 DE JULHO DE 2011 Regulamenta os procedimentos para Escrituração Fiscal e Recolhimento de Tributos Municipais de forma Eletrônica no Município de Brumado, e dá outras providências.

Leia mais

Diário Oficial. Atos Oficiais Edital. Índice do diário Atos Oficiais Edital - Nº 01/2015 NOTIFICAÇÃO

Diário Oficial. Atos Oficiais Edital. Índice do diário Atos Oficiais Edital - Nº 01/2015 NOTIFICAÇÃO Ano: 5 Páginas: 10 Índice do diário Atos Oficiais Edital - Nº 01/2015 NOTIFICAÇÃO Licitações Pregão Presencial - PP 003/2015 Pregão Presencial - PP 281/2014 Pregão Presencial - PP 273/2014 Pregão Presencial

Leia mais

ATA DE SESSÃO PÚBLICA

ATA DE SESSÃO PÚBLICA ATA DE SESSÃO PÚBLICA PREGÃO PÚBLICO PRESENCIAL N.º 0048/2015 ÓRGÃO REQUISITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROCESSO Nº 160/2015 OBJETO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

Leia mais

Quarta Feira, 11 de Junho de 2014 Diário Oficial Nº 26310 Página 63 tual contratação de empresa especializada na locação de palco, som, iluminação, tendas, arquibancadas e banheiros químicos a fim de atender

Leia mais

Poder Executivo. Lei. Aviso. Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 19 de Agosto de 2013 Edição 1823 R$ 1,00

Poder Executivo. Lei. Aviso. Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 19 de Agosto de 2013 Edição 1823 R$ 1,00 Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Ponta Porã-MS, 19 de Agosto de 2013 Edição 1823 R$ 1,00 Poder Executivo Aviso Lei Republicar por incorreção Lei nº 3.947, de 28 de Junho de 2013. PREFEITURA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MAIRIPORÃ Estado de São Paulo

PREFEITURA MUNICIPAL DE MAIRIPORÃ Estado de São Paulo Extratos de Contratos/ Aditamentos Contratos Novembro 2008: CONTRATO Nº 436/2008 Contratado: MB ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE LTDA. Objeto: Prestação de serviços de transporte, tratamento e destinação final

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 850 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2014.

LEI MUNICIPAL Nº. 850 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2014. LEI MUNICIPAL Nº. 850 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2014. Dispõe sobre a implementação do Distrito Industrial na localidade denominada de Ouro Branco do Sul, no Município de Itiquira/MT e estabelece normas para

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Contratações. Licitações. Outros. Prefeitura Municipal de Petrolina

Diário Oficial. Índice do diário Contratações. Licitações. Outros. Prefeitura Municipal de Petrolina Páginas: 10 Índice do diário Contratações Convênio - Convênio PMCMV Vivendas I Convênio - Convênio PMCMV Vivendas II Licitações Inexigibilidade - IL 043/2015 Inexigibilidade - IL 045/2015 Pregão Presencial

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Legislativo Câmara municipal de Guanambi - Bahia Ano IV Nº 176 27 de Fevereiro de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: CARTA CONVITE ATA DA CARTA CONVITE

Leia mais

Avisos de Licitação. Salvador, 04 de maio de 2015. Enéas Miguez de Oliveira Filho Pregoeiro.

Avisos de Licitação. Salvador, 04 de maio de 2015. Enéas Miguez de Oliveira Filho Pregoeiro. Salvador, Bahia Terça-feira 05 de maio de 2015 Ano XCIX N o 21.688 Avisos de Licitação AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 08/2015 - UNEB/CAMPUS I - Abertura: 13/05/2015 às 10h00min. (horário local) Objeto:

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Guanambi - Bahia Poder Executivo Ano V Nº 598 26 de Dezembro de 2013 LICITAÇÕES RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: RELANÇAMENTO TOMADA DE PREÇOS

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras Registro http://servicos.ibama.gov.br/ctf/modulos/certificadoregistro/certificado... 1 de 1 25/09/2013 09:16 Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

DECRETO Nº 031, DE 03 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 031, DE 03 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 031, DE 03 DE MARÇO DE 2015 Revoga o Decreto nº 029 de 2015. JUVENIL CIRELLI, Prefeito da Estância Turística de Salto, Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas por

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS DIRETORIA GERAL DE RECURSOS HUMANOS EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO- PESQUISADOR

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS DIRETORIA GERAL DE RECURSOS HUMANOS EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO- PESQUISADOR UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS DIRETORIA GERAL DE RECURSOS HUMANOS EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO- PESQUISADOR 1. A Diretoria Geral de Recursos Humanos, através da Diretoria de Administração

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

ATA DE SESSÃO PÚBLICA Nº 002

ATA DE SESSÃO PÚBLICA Nº 002 PREGÃO PÚBLICO PRESENCIAL N.º 0114/2014 ATA DE SESSÃO PÚBLICA Nº 002 ÓRGÃO REQUISITANTE: FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE PROCESSO Nº 243/2014 OBJETO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

Diário Oficial. Licitações Pregão Presencial. Índice do diário Licitações Pregão Presencial - PP 265/2014 Pregão Presencial - PP 282/2014

Diário Oficial. Licitações Pregão Presencial. Índice do diário Licitações Pregão Presencial - PP 265/2014 Pregão Presencial - PP 282/2014 Ano: 5 Páginas: 38 Índice do diário Licitações Pregão Presencial - PP 265/2014 Pregão Presencial - PP 282/2014 Contas Públicas Termo Aditivo - DL 006/2010 Contratos - Credenciamento 010/2014 Outros Outros

Leia mais

Certificado digital passa a ser obrigatório em todas as assinaturas no Siconfi

Certificado digital passa a ser obrigatório em todas as assinaturas no Siconfi Diário Oficial Nº 410- ANO IX Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2016 Certificado digital passa a ser obrigatório em todas as assinaturas no Siconfi urgentemente a ferramenta. A área técnica em contabilidade

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Urandi - Bahia Poder Executivo Ano II Nº 964 26 de Junho de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LICITAÇÕES PROCESSO DE DISPENSA Nº 016/2015

Leia mais

Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015. Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia

Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015. Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia PREFEITURA MUNICIPAL DE ANAGÉ Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015 Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia O plenário do Senado aprovou nesta

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO LIMPO DE GOIÁS ESTADO DE GOIÁS Adm. 2013/2016

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO LIMPO DE GOIÁS ESTADO DE GOIÁS Adm. 2013/2016 AVISO DE LICITAÇÃO TIPO MENOR PREÇO A PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO LIMPO DE GOIÁS, torna público que fará realizar no dia 17 de janeiro de 2014, às 14:00 horas, na sede da Prefeitura Municipal, localizada

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário

Diário Oficial. Índice do diário Diário Oficial Ano: 5 Páginas: 8 Licitações Pregão Presencial - PP 284/2014 Pregão Presencial - PP 285/2014 Pregão Presencial - PP 030/2014 Convite - CC 047/2014 Convite - CC 044/2014 Contas Públicas Termo

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná CHAMAMENTO PÚBLICO 001/2012 EDITAL DE PROCURA DE IMÓVEL PARA LOCAÇÃO INEXIGIBILIDADE 001/2012 O - CISCOPAR, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto no Artigo 24, Inciso X, da Lei 8.666/93

Leia mais

Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios

Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios 1 A maioria dos Prefeitos e Presidentes de Câmaras de Vereadores não sabe que podem criar o Diário Oficial

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para cadastramento de Fundações Privadas ou Associações pela Comissão de Cadastramento de ONGs e Associações, de

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA ALVORADA, no uso de suas atribuições e de conformidade com o disposto no Artigo 6º alínea XI da Lei Orgânica

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP Palmas TO Ciap CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

Gabinete. Republica-se o decreto n 6525, de 10 de março de 2015, publicado no DOMe n 429, por ter constado erro material.

Gabinete. Republica-se o decreto n 6525, de 10 de março de 2015, publicado no DOMe n 429, por ter constado erro material. Diário Oficial Eletrônico do Município de Bom Despacho / MG - Instituído pela Lei Nº 2.313/13 - Ano III - Edição Nº 430 11.03.2015 Gabinete Republica-se o decreto n 6525, de 10 de março de 2015, publicado

Leia mais

Art. 15º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Art. 15º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Veja, na íntegra, os artigos da lei que estabelece normas para obtenção de alvará de licença e funcionamento de feiras, bazares ou eventos similares itinerantes, de venda a varejo ou no atacado e dá outras

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS PORTARIA Nº. 407 - DE 02 DE JUNHO DE 2014.

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS PORTARIA Nº. 407 - DE 02 DE JUNHO DE 2014. PORTARIA Nº. 407 - DE 02 DE JUNHO DE 2014., PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS, Considerando o Memorando nº. 0334/2014/SC/CMR, expedido pela Sra. Katiuscia Dourado Pereira, datado em 30 de

Leia mais

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS O Presidente da Fundação Nacional de Arte FUNARTE,, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V, artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto 5037 de 07/04/2004,

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS FUNDAÇÃO CULTURAL DE PALMAS FCP

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS FUNDAÇÃO CULTURAL DE PALMAS FCP PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS FUNDAÇÃO CULTURAL DE PALMAS FCP EDITAL Nº. 007/2015 FCP CONCESSÃO DE PAUTA PARA USO PÚBLICO DA GALERIA MUNICIPAL DE ARTES DO NÚCLEO INTEGRADO DE LEITURA E ARTES NILA DO ESPAÇO

Leia mais

ANEXO I - CLASSIFICAÇÃO PROVISÓRIA - PROVA PRÁTICA

ANEXO I - CLASSIFICAÇÃO PROVISÓRIA - PROVA PRÁTICA Prefeitura Municipal de Capivari Concurso Público - 5/2015 PUBLICONSULT ASSESSORIA E CONSULTORIA PUBLICA LTDA ANEXO I - CLASSIFICAÇÃO PROVISÓRIA - PROVA PRÁTICA 1 - Auxiliar de Padeiro Class Inscrição

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 O Prefeito Municipal de Sangão, Sr. Castilho Silvano Vieira, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei Orgânica do município, torna público a realização do processo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL 1. DO OBJETO DO CONCURSO EDITAL 1.1. O presente Concurso tem por objeto a seleção, dentre as propostas inéditas que forem apresentadas, da solução arquitetônica mais adequada para a PRAÇA DO NATAL, com

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAETITÉ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAETITÉ TERMO DE ADJUDICAÇÃO Atendendo a decisão da Comissão de Pregão da Prefeitura Municipal de Caetité, Estado da Bahia, referente ao Pregão Presencial nº 020/2015, fica adjudicada a aquisição dos produtos

Leia mais

D i á r i o O f i c i a l

D i á r i o O f i c i a l D i á r i o O f i c i a l DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM ESTADO DO ESPÍRITO SANTO w w w. c a c h o e i r o. e s. g o v. b r ANO XLIV - Cachoeiro de Itapemirim - Sexta Feira 30 de Abril de 2010

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU Secretaria Municipal de Governo LEI COMPLEMENTAR Nº. 97 DE 1º DE JULHO DE 2010

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU Secretaria Municipal de Governo LEI COMPLEMENTAR Nº. 97 DE 1º DE JULHO DE 2010 Regulamenta o tratamento diferenciado e favorecido ao microempreendedor individual de que trata a Lei Complementar Federal nº 128, de 19 de dezembro de 2008, e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: O foi desenvolvido com o objetivo de simplificar e agilizar o processo de aquisição de materiais e serviços, atendendo as exigências

Leia mais

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.400 Campina Grande, 09 a 13 de Fevereiro de 2015 Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04

Leia mais

(Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) O Congresso Nacional decreta:

(Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI N o, DE 2005 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Dispõe sobre a desburocratização dos processos de constituição, funcionamento e baixa das microempresas e empresas de pequeno porte, nos

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

MUNICÍPIO DE ITAPEMIRIM CNPJ 27.174.168/0001-70

MUNICÍPIO DE ITAPEMIRIM CNPJ 27.174.168/0001-70 12 DE FEVEREIRO DE 2015 Informativo Oficial do Municipio de Itapemirim - Criado pela Lei Municipal nº 1.928/05 e Regulamentado pelo Decreto nº 2.671/05 - Ano IX - 1618 DECRETOS DECRETO Nº. 8.552 /2015

Leia mais

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009.

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. Institui a Lei Geral Municipal da Microempresa, Empresa de Pequeno Porte e Microempreendedor Individual, e dá outras providências. CIRILDE MARIA BRACIAK, Prefeita

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 ALTERA dispositivos da Lei Municipal nº 3.194, de 03 de janeiro de 2006, que dispõe sobre a política habitacional de interesse social do Município, voltada para a população

Leia mais

Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1

Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1 Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04 de

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Guanambi - Bahia Poder Executivo Ano V Nº 559 29 de Outubro de 2013 PORTARIAS RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: PORTARIA Nº 024 DE 23 DE OUTUBRO

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia ATA DE REGISTRO DE PREÇO Modalidade de Licitação PREGÃO PRESENCIAL POR REGISTRO DE PREÇOS Número 017/2015 Aos seis dias do mês de novembro de 2015, presentes de um lado o MUNICÍPIO DE IBIRATAIA, neste

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 OBJETO: LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA CEDÊNCIA A EMPRESA ROSANGELA MENEGAT ALBARELLO & CIA LTDA. VANDERLEI ZANATTA, Prefeito Municipal de Taquaruçu do Sul, no uso das atribuições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MAIRIPORÃ Estado de São Paulo

PREFEITURA MUNICIPAL DE MAIRIPORÃ Estado de São Paulo Extratos de Contratos/ Aditamentos Contratos Fevereiro 2009: CONTRATO Nº 20/2009 Contratado: ALPES MOTORES COMERCIO DE PEÇAS E SERVIÇOS AUTOMOTIVOS LTDA. Objeto: Prestação de serviços de retifica de motor.

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 001/2015

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 001/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 001/2015 Ref. - PROCESSO Nº 04/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 0012015 O CIVAP - CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO VALE DO PARANAPANEMA, pessoa jurídica de direito público, inscrito no

Leia mais

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO I DA CONVOCAÇÃO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO Sebrae/RJ, entidade associativa de direito privado, sem fins econômicos, torna público que promoverá seleção de expositores para

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO MINAS GERAIS EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2015 CONTRATAÇÃO DE BARCOS PARA PRESTAÇÃO DESERVIÇO DE TRANSPORTE FLUVIAL NA PRAIA. O Município de São Francisco, torna público que estará recebendo em sua sede na Avenida

Leia mais

Páginas: RESUMO DE TERMO ADITIVO N 001/2015 AO CONTRATO Nº 045-B/2014

Páginas: RESUMO DE TERMO ADITIVO N 001/2015 AO CONTRATO Nº 045-B/2014 Páginas: 8 Índice do diário Contas Públicas Termo Aditivo - N 001/2015 AO CONT Nº 045-B/2014 Termo Aditivo - N 001/2015 AO CONT Nº 046-A/2014 Termo Aditivo - N 001/2015 AO CONT Nº 051/2014 Atos Oficiais

Leia mais

ATA DE SESSÃO PÚBLICA

ATA DE SESSÃO PÚBLICA ATA DE SESSÃO PÚBLICA PREGÃO PÚBLICO PRESENCIAL N.º: 006/2015 ÓRGÃO REQUISITANTE: FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE PROCESSO Nº: 15/2015 OBJETO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09.

LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09. LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09. INSTITUI A LEI GERAL MUNICIPAL DA MICROEMPRESA, EMPRESA DE PEQUENO PORTE E MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LUÍS CARLOS MACHADO PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

*Lei Complementar 374/2009: CAPÍTULO I DA INSCRIÇÃO, LEGALIZAÇÃO E BAIXA

*Lei Complementar 374/2009: CAPÍTULO I DA INSCRIÇÃO, LEGALIZAÇÃO E BAIXA *Lei Complementar 374/2009: LEI COMPLEMENTAR Nº 374, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. REGULAMENTA O TRATAMENTO DIFERENCIADO E FAVORECIDO ÀS MICROEMPRESAS, ÀS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E AOS MICROEMPRESÁRIOS

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS.

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. DECRETO Nº 16.785, DATA: 5 de outubro de 2005. REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. O Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu,

Leia mais

AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB

AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB AO PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL BNB Ref. Edital da Concorrência 2014/43 NELSON WILIANS & ADVOGADOS ASSOCIADOS, Pessoa Jurídica de direito privado, inscrita

Leia mais

Edição Nº 700- Segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Edição Nº 700- Segunda-feira, 28 de outubro de 2013 Edição Nº 700- Segunda-feira, 28 de outubro de 2013 LEI Nº4.007, DE 28 DE OUTUBRO DE 2.013. DISPÕE SOBRE O DESTINO DO LIVRO DIDÁTICO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS PAG-1 LEI Nº4.008, DE 28

Leia mais

CONDOMÍNIO ROTONDA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS SORTEADAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

CONDOMÍNIO ROTONDA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS SORTEADAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA SORTEADOS Titular 1 17ADILSON GOULART DE JESUS 819.***.***-15 Cangulo I Titular 2 1198 JANAINA COUTO SILVA DE OLIVEIRA 033.***.***-82 Cangulo I Titular 3 600 DARCILENE OLIVEIRA DA SILVA 058.***.***-65

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO 04/11/2014 Resenha D.O.U Seção 1 pág. 9 ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO DE 3 DE NOVEMBRO DE 2014 Abre aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União, em favor de diversos órgãos dos Poderes Judiciário

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS PROJETO BÁSICO PS/TGE/009/2005. CONTRAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO. 1 - Objeto Contratação de empresa especializada em realização de concurso público destinado ao preenchimento

Leia mais