detergentes com ou sem fosfato? há crise no ambiente? Lipor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "detergentes com ou sem fosfato? há crise no ambiente? Lipor"

Transcrição

1 nº90 05e Diretor: Miguel Laranjo Publicação bimestral gratuita ISSN ECAL é que está a dar Unesco reconhece Berlengas Novo Regime de Gestão de Resíduos detergentes com ou sem fosfato? Segundo dados do Eurobarómetro em 2009, 83% dos cidadãos europeus mostravam estar preocupados com a qualidade da água e declararam que o impacto do produto no ambiente é um fator importante no ato da sua compra. Apesar desta preocupação, atualmente muitos dos detergentes para a loiça e roupa existentes no mercado português contêm altas concentrações de fosfatos. Os fosfatos quando lançados para o ambiente provocam crescimentos problemáticos de algas, que podem levar à morte da vida aquática presente em rios, lagos e mares. Entre os estados membros, apenas a França possui legislação que regulamenta um limite de 0,5% em teor de fosfatos para detergentes de loiça e roupa, O consumidor português mais preocupado poderá optar por adquirir produtos livres de fosfatos, ou com concentrações abaixo dos 0,5% em teor de fosfatos, se atentar às informações contidas nos rótulos das embalagens destes detergentes. há crise no ambiente? Lipor Pelo terceiro ano consecutivo, a LIPOR promove as Conversas Sustentáveis à Quinta. Este Ciclo de debates visa promover a discussão e esclarecer um público interessado, interventivo e esclarecido acerca de várias temáticas ligadas aos Resíduos e Ambiente. No dia 2 de junho, a sessão teve como tema Há crise no Ambiente?, apresentando como convidados o Eng.º Miguel Laranjo, Diretor Geral, da Formato Verde e o Eng.º Bernardino Guimarães, da Campo Aberto. No final, em tom conclusivo, o Diretor Geral da Formato Verde proferiu que apesar das consequências negativas provocadas globalmente pela crise económica, esta serviu para despertar consciências relativamente à necessidade de investir em tecnologias verdes, principalmente no que diz respeito à energia. formatoverde.pt

2 Dia do Ambiente Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha No âmbito das comemorações do Dia do Ambiente, o Barquinha Parque, no dia 5 de junho, foi palco de um conjunto de atividades lúdico-pedagógicas com os objetivos de promover a redução da produção de Resíduos e a sua separação na origem; informar a população para os diversos tipos de resíduos e qual o seu encaminhamento mais adequado; e permitir um melhor conhecimento do processo de reciclagem dos diferentes tipos de resíduos; entre outros. Este evento foi promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha e dinamizado pela Formato Verde. Das iniciativas desenvolvidas destacam-se os jogos de grandes dimensões «Lixo no bom caminho», «Dominó dos resíduos», «Roleta dos resíduos», «Ecocruzadas», os puzzles gigantes «Eu sou uma peça importante» e o ateliê de música, com instrumentos criados a partir de materiais reciclados. Numa iniciativa dirigida essencialmente às famílias que usufruíam do Parque durante o dia, e assim participaram nas diversas iniciativas permitindo criar uma dinâmica extremamente pedagógica de interação entre pais e filhos. Foi disponibilizado um insuflável com monitorização cuja utilização estava sujeita à participação primária nas restantes atividades. Espetáculo Lixo Total promove a prevenção dos resíduos Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha PUB Terminou o projeto de Educação Ambiental pela Arte, promovido pelo município de Vila Nova da Barquinha e pela Formato Verde, relativo à temática dos resíduos - Lixo Total. A conclusão deste projeto correspondeu à apresentação de dois espetáculos, no passado dia 10 de Junho. Os espetáculos finais foram realizados no exterior, no Barquinha Parque, possibilitando que centenas de pais se reunissem à volta do palco. Palco este, onde cerca de três centenas de pessoas, entre alunos, professores, auxiliares educativos, elementos das associações de pais, atores, e formadores, deram o seu máximo para sensibilizar o público para a prevenção dos resíduos no município. Educação Ambiental pela Arte é um projeto da Formato Verde, que conjuga formações de âmbito artístico, como a expressão musical, a dança educacional, a expressão plástica, e a expressão dramática, com a educação ambiental. As formações passam pela sala de aula, envolvendo os professores e auxiliares educativos em todo o projeto. Existem ainda outras temáticas aplicadas ao projeto de Educação Ambiental pela Arte, como a energia, a floresta, a água, o consumo sustentável, alimentação saudável, etc. em destaque PUB O Dossier do Professor sobre a água é um instrumento pedagógico, produzido pela Formato Verde, que fornece apoio a ações educativas na área da gestão da água. O objetivo é fornecer as linhas mestras sobre o tema incluindo informação teórica sobre a água e a gestão integrada do recurso, transparências, cartazes, experiências e atividades destacáveis, que podem ser utilizadas em ambiente escolar. Para complementar este produto a Formato Verde disponibiliza também um manual pedagógico para os alunos, sobre a mesma temática, que sensibiliza para as boas práticas de poupança deste recurso.

3 ECAL é que está a dar! Ambisousa Encontro Low Carbon Technologies Exhibition Embaixada Britânica de Lisboa Iniciou a iniciativa ECAL é que está a dar!, promovida pela Ambisousa e dinamizada pela Formato Verde, para a promoção da deposição das embalagens de cartão para alimentos líquidos (ECAL) no ecoponto amarelo. A iniciativa tem como objetivo principal o aumento do número de embalagens ECAL depositadas no ecoponto reduzindo a a sua quantidade depositada no contentor de resíduos indiferenciados, e promovendo a sua reciclagem em 100%, já que estas são compostas por cartão, polietileno, e alumínio, que são posteriormente reciclados separadamente. Os prémios para as pessoas que depositem estas embalagens no ecoponto, e tenham escrito a melhor frase com a palavra ECAL e Ambisousa, são vales de 100 em compras. Esta iniciativa decorrerá durante dois meses pelas superfícies comerciais do Vale do Sousa: Intermarché de Castelo de Paiva, Continente Modelo de Lousada, Continente Modelo de Felgueiras, Continente Modelo de Paredes, Intermarché de Paços de Ferreira e Intermarché de São Miguel de Paredes. A Embaixada Britânica em Lisboa acolheu a segunda edição do Low Carbon Technologies Exhibition, reunindo aproximadamente cem organizações e empresários portugueses em torno das tecnologias e serviços ligados à redução das emissões de carbono. A vinda a Portugal de 15 empresas britânicas, potenciais parceiras para o mercado nacional e não só, permitiu a partilha de conhecimento no setor, divulgou oportunidades de negócio para ambos os países e originou 128 reuniões bilaterais. O evento organizado pela Embaixada, através do departamento de comércio e investimento - UK Trade & Investment - decorreu no passado dia 30. Estiveram presentes a Encarregada de Negócios da Embaixada Britânica, Joanna Kuenssberg O Sullivan, e a professora Julia King CBE FREng, representante do Comité para as Alterações Climáticas do governo britânico. O objetivo comum passa por combater as alterações climáticas e reforçar o trabalho no setor das energias renováveis e ambiente, tecnologias da informação e comunicação, construção sustentável e arquitetura, transportes e formação de profissionais. Em Lisboa estiveram presentes algumas das empresas britânicas e portuguesas mais ativas em projetos de baixo carbono, como a Formato Verde, a EDP e a Galp. sabia que... Se o fosfato do detergente da roupa fosse banido haveria uma redução de 30% a 40% deste composto nos esgotos. E se todos os fosfatos fossem eliminados dos detergentes haveria uma redução, na União Europeia, da ordem dos 10 milhões a 693 milhões de euros gastos, por ano, no tratamento de esgotos pelas estações de tratamento de águas residuais (ETAR s). Já existem detergentes alternativos, que são mais benéficos para o ambiente, há mais de 30 anos. Estes detergentes possuem uma etiqueta especial Phosphate Free, que permite ao consumidor, com facilidade, saber que está a comprar um produto sem fosfatos. 69% dos detergentes existentes no mercado na Suécia estavam rotulados com o Phosphate Free em Nos Estados Unidos da América os detergentes da roupa com fosfatos foram banidos há mais de duas décadas. wwf.panda.org formatoverde.pt

4 Angola sugestão de fim-de-semana Ecossistemas apaixonantes Parque Nacional da Kissama Latitude: ,19 S Longitude: ,09 E Com uma área total de hectares de um património paradisíaco, a apenas 70 km da capital de Angola, o nome escolhido para a riqueza que o compõe é Parque Nacional da Kissama. A proposta vagueia entre o laranja avermelhado da terra e as inúmeras tonalidades de verde. No céu, o azul celestial garante a harmonia indescritível de cem mil metros de costa em estado selvagem a todos os visitantes. Obrigatório, será chegar antes de o amanhecer ou então optar por pernoitar nos bungalows de que o Parque dispõe. Afinal, ali a vida começa cedo e a aparente calmaria é feita de movimentos, escutas, e vidas que se escondem na ânsia da sobrevivência. Ao longo do percurso, a imensidão, a inexistência de fronteiras impõe-nos o silêncio e a reflexão. O equilíbrio perfeito entre as térmitas, formigas brancas africanas, que se distinguem pelo seu corpo mole devido à inexistência de quitina na carapaça, na construção dos seus imponentes formigueiros e os elefantes, as pacaças, os potamocheros, as girafas, os gungas, as zebras, os gnus, as tartarugas marinhas, as palancas-vermelhas e os manatins são o slogan perfeito para a sustentabilidade.

5 Excelência de Investigação Huambo Proteger e Preservar para um Futuro Sustentável Governo Provincial de Luanda O Centro Nacional de Ciência e Serviços para Adaptação às Mudanças Climáticas e Uso Sustentável dos Solos (RSSC-SASSCAL) será edificado em breve na província do Huambo. A informação dada por Gabriel Luís Miguel, diretor Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério do Ensino Superior e da Ciência e Tecnologia resulta de diversas reuniões técnicas realizadas em Luanda. De acordo com o mesmo, o centro de investigação será um exemplo para o continente africano já que terá como mais-valia o trabalho em rede, onde estarão envolvidos países como Angola, Botswana, Namíbia e África do Sul. O projeto que decorrerá entre 2012 e 2016 tem um orçamento de 100 milhões de euros e será financiado pelo Governo da Alemanha, enquanto coordenador da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas. A defesa da preservação e proteção das árvores foi feita por Sílvio Alvarenga, responsável dos Serviços Comunitários e Espaços Verdes do Governo Provincial de Luanda. Nas declarações feitas no município da Ingombota, Alvarenga salientou a importância de adequar as espécies aos espaços urbanos bem como a mudança de atitudes dos cidadãos no que se refere à arborização dos espaços. Aproveitou também a ocasião para sensibilizar para a necessidade dos luandenses adotarem novas formas de encararem a cidade já que a atual densidade populacional, avaliada em mais de sete milhões de habitantes, deve estar em equilíbrio com o meio-ambiente. Espécies Aquáticas Fora de Perigo MINADER Fátima Jardim Assina Memorando Ambiental em Cuba Ministério do Ambiente A ministra angolana do Ambiente e o seu homólogo em Cuba, José Miguel Miyar Barrueco assinaram um memorando de entendimento que servirá de base dos acordos a rubricar nos próximos meses entre os dois Governos em matéria de ambiente. Fátima Jardim aproveitou a VIII Convenção sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, em Havana, para realizar atividades junto dos ministérios cubanos da Ciência, da Educação Superior, da Tecnologia e Meio Ambiente e do Centro de Capacitação Física. A Lagoa do Ngolome, no município de Kambambe, província do Kwanza Norte, foi alvo de investigações por parte da equipa técnica do MINADER. Os trabalhos que duraram cinco dias tiveram como objetivo verificar a existência de perigos que pudessem por em risco a sobrevivência dos diversos cardumes que habitam aquele habitat. De acordo com os resultados obtidos, Manuel de Almeida, da seção de ambiente e ecossistema das águas continentais do Instituto Nacional de Investigação Pesqueira, as águas doces do Ngolome apresentam um cardume com espécies preservadas, resultado das normas de captura de pescado impostas pelo Ministério da Agricultura e cumpridas pelos pescadores. sabia que... Zango Amigo do Ambiente Administração Municipal de Viana O programa ambiental de arborização do bairro do Zango irá contar com a parceria entre a administração municipal de Viana e a associação ambiental Mayombe. De acordo com declarações dadas à imprensa por Bunga Filipe, chefe da repartição dos serviços de saneamento básico e espaços verdes de Viana, até ao final do ano centenas de acácias rubras serão plantadas no local. Esta iniciativa além de evidenciar o aumento das preocupações ambientais é também uma estratégia para sensibilizar a população, promovendo desta forma as boas práticas ambientais. As térmitas são insetos da ordem Isoptera e vivem normalmente em florestas tropicais, embora possam ser encontradas noutras partes do mundo. Alimentam-se de matéria morta, e são alimento para outros animais, como aves, chimpanzés, répteis e cobras, entre outros. Existem cerca de espécies diferentes de térmitas, sendo que todas vivem em colónias, constituídas por uma hierarquia de rei ou rainha, trabalhador e soldado. Usualmente, as colónias estão localizadas em grandes montes de terra, que são construídos pelas térmitas e podem chegar a albergar milhões de térmitas. PUB promovendo o bem-estar para todos e para sempre. formatoverde.org formatoverde.org

6 atualidades Portugal tem vindo a melhorar a qualidade ambiental dos portugueses OECD Segundo a organização para a cooperação e desenvolvimento económico (OECD), desde 2001 que Portugal tem vindo a melhorar a qualidade de vida ambiental dos portugueses. Apontam como principais motivos a troca dos combustíveis fósseis pelas energias renováveis, e o reforço das políticas e instituições ambientais. Analisam a situação atual, e preveem que a curto prazo, o desafio de português é melhorar a relação custo efeito nas políticas ambientais e fazer mais com menos recursos. Para o futuro, recomendam que Portugal integre o ambiente nas reformas estruturais para potenciar a produtividade e a competitividade a longo termo. de 60 mil têm proveniência urbana (material oriundo de construção e demolição de edifícios, por exemplo) e 40 mil resultam de paletes, resíduos de carpintaria, entre outros. Ao todo, a Sonae Indústria consumiu 200 mil metros cúbicos de madeira reciclada nas suas fábricas em Portugal, o que equivale a 900 mil árvores. Em Espanha, o valor ascendeu a 400 mil metros cúbicos (cerca de 1,8 milhões de árvores). A Sonae Indústria opera, em Portugal, três centros de reciclagem, geridos pela Ecociclo. Em Espanha, são geridos mais sete centros. sonae.pt Oecd.org WWF e Coca-Cola juntos na proteção do montado português e aquífero Tejo-Sado WWF Volkswagen procura condutor mais eco para oferecer carro Volkswagen O Eco Drive Challenge, é uma iniciativa de âmbito Europeu que visa promover comportamentos de condução mais amigos do ambiente. Para consultar esta iniciativa, basta ir à página de Facebook da Volkswagen. Os 30 primeiros inscritos, na página do Facebook, foram apurados para estar no fim de semana de 16 e 17 de julho, no Kartódromo de Palmela. Em Palmela foi escolhido um representante português, que foi avaliado em Pista, Estrada e também em Sala, onde foram testados de forma prática os conhecimentos adquiridos. O representante português carimbou automaticamente o passaporte para ir à Alemanha disputar a finalíssima, em setembro, com os vencedores dos restantes países. O Grande vencedor vai receber da Volkswagen um Polo Blue- Motion. A organização global de conservação da natureza WWF anunciou o reforço do apoio da Coca-Cola Portugal à sua atividade no nosso país para o ano de Nesta nova fase da colaboração, o projeto de serviços ambientais irá incidir sobre o ecossistema montado da maior mancha de montado do mundo, localizada na margem sul do rio Tejo, e sobre o maior aquífero da Península Ibérica. O qual fornece água para centenas de empresas (incluindo a Coca- Cola), cerca de um milhão de habitantes da Grande Lisboa, bem como para milhares de hectares de regadio agrícola. A WWF classifica o montado de sobro da Bacia do Tejo-Sado como uma Floresta de Alto Valor de Conservação, identificando a regulação do ciclo hídrico que este ecossistema faz sobre o aquífero Tejo-Sado como de importância crítica. A fábrica Refrige, da Coca- Cola, está localizada sobre este aquífero donde capta água, sendo o consumo médio anual de cerca de m 3. O apoio da Coca-Cola permitirá à WWF trabalhar os serviços ambientais do ecossistema montado, a conservação da biodiversidade, o armazenamento de carbono e a regulação do ciclo da água. A WWF pretende com este projeto promover o mercado voluntário de pagamento dos serviços ambientais. wwf.pt volkswagen.pt Sonae recicla 290 mil m 3 de madeira na Península Ibérica Sonae Ao todo, a Sonae Indústria reciclou, em 2010, 290 mil metros cúbicos de madeira. Em Portugal, foram 100 mil as toneladas recicladas, sendo que cerca

7 Lipor vence prémios Novo Norte Lipor A LIPOR foi distinguida, na categoria Norte Inclusivo, nos Prémios Novo Norte, com o Projeto Horta à Porta. Este prémio distinguiu a LIPOR pela inovação na promoção da inclusão social e do apoio à subsistência de comunidades desprotegidas, no contexto da sua missão em prol da sustentabilidade da Área Metropolitana do Porto. Os Prémios Novo Norte são promovidos pela CCDR-N, em parceria com o Jornal de Notícias e visam distinguir e divulgar, publicamente e de forma regular e simbólica, casos de sucesso em temas prioritários para a Região do Norte. lipor.pt UNESCO reconhece Arquipélago das Berlengas como Reserva da Biosfera Câmara Municipal de Peniche O programa da Organização das Nações Unidas (UNESCO) O Homem e a Biosfera (MAB) designou o Arquipélago das Berlengas como Reserva da Biosfera. O Município de Peniche investiu na submissão à UNESCO da candidatura da Berlenga a Reserva da Biosfera, cuja proposta final resultou de um trabalho conjunto com a comunidade local. Para além do reconhecimento do elevado valor do património natural do Arquipélago das Berlengas, a aprovação desta candidatura demonstra igualmente um reconhecimento acerca dos problemas de conservação e de desenvolvimento, assim como a existência de ações concretas e participadas para fazer face a tais constrangimentos. A Reserva da Biosfera das Berlengas abrange a área da atual Reserva Natural das Berlengas, a Península de Peniche e um corredor marítimo. As Reservas da Biosfera possuem como um dos objetivos fundamentais promover a sustentabilidade ambiental, através da criação de elos entre a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento económico, sendo igualmente um excelente veículo para a partilha de conhecimentos e troca de experiências, a investigação e a monitorização, a educação e teste à tomada de decisões participadas, contribuindo assim para a emergência de economias de qualidade e prevenção de conflitos. cm-peniche.pt Prevenindo a extinção das espécies LIFE A Life lançou uma publicação que permite consultar e fazer o balanço dos mais de 80 projetos Life Nature, que tomaram medidas ex-situ de conservação. A maioria dos projetos Life focalizam-se na conservação das espécies insitu, ou seja, no habitat natural de uma espécie ameaçada em específico. Isto pode não ser suficiente para ajudar a maioria das espécies vulneráveis, sendo que medidas de proteção ex-situ são necessárias para prevenir a sua extinção. O programa Life tem um longo historial de financiamento de intervenções ex-situ cujo objetivo foi proteger um leque alargado de espécies vulneráveis, como os casos das espécies bandeira do urso pardo, a águia real, e também algumas espécies menos conhecidas, mas não menos importantes, de peixes, invertebrados, répteis, anfíbios e plantas. Estes projetos contribuíram para a promoção da biodiversidade, suportando os objetivos definidos pela União Europeia. PUB ec.europa.eu A forma de estar sustentável..observar, planear e comunicar as boas práticas ambientais! formatoverde.pt formatoverde.pt

8 legislação Alteração ao regime geral da gestão de resíduos O Decreto-Lei nº 73/2011, de 17 de junho, altera o regime geral da gestão de resíduos e transpõe a Diretiva n.º 2008/98/CE, relativa aos resíduos. Este novo regime vem: clarificar conceitos chave em matéria de resíduos; definir que a gestão de determinados fluxos específicos de resíduos se afaste da hierarquia dos resíduos sempre que justificável por razões de exequibilidade técnica, viabilidade económica e proteção ambiental; promover o incentivo à recolha seletiva, em particular dos biorresíduos e estabelecer um enquadramento regulamentar para a livre comercialização do composto para valorização agrícola; prever a aprovação de programas de prevenção e estabelecer metas de reutilização, reciclagem e outras formas de valorização material de resíduos, a cumprir até 2020; alargar o âmbito do mercado organizado de resíduos, que passa a estar alargado aos subprodutos, materiais reciclados e resíduos perigosos; e no domínio das atividades de gestão de resíduos, vem tornar mais clara a distinção entre armazenamento preliminar de resíduos antes da recolha e o armazenamento antes do tratamento; entre outros. Para mais informações deve consultar este decreto-lei em diário da república. estudo Lavar pratos e roupas sem poluir rios e mares A publicação da WWF, baseada num estudo feito em 2009, revela que na união europeia os detergentes usados libertam todos os anos cerca de 110 mil toneladas de fósforo para os efluentes líquidos. Cerca de 1 quilograma de fósforo é capaz de produzir cerca de 500 quilogramas de algas, responsáveis pelo fenómeno da eutrofização. Atualmente está a discutir-se na união europeia propostas para reduzir o limite do uso de fosfato nos detergentes da roupa, como meta até 2013, mas excluindo os produtos de lavagem de loiça devido à falta de soluções alternativas. Esta publicação critica esta meta, pois argumenta que países como a Suécia e a França já baniram os detergentes de loiça com fosfatos dos seus mercados, demonstrando haver soluções alternativas tecnicamente e economicamente viáveis. wwf.panda.com agenda The Renewable Energy Africa Conference and Expo a 29 de julho Joanesburgo, África do Sul Reafrica.co.za International Solar Photovoltaic Exhibition a 13 de agosto Guangzhou, China Gzxny.com Internacional Conference on Environmental Pollution and Remediation 17 a 19 de agosto Ottawa, Canadá Icepr2011.international-aset.com Ecocity World Summit 22 a 26 de agosto Montreal, Canadá Ecocity2001.com International Conference Wastes: Solutions, Treatments and Opportunities 12 a 14 de setembro Guimarães, Portugal Wastes2011.org Infrastructure for African Development 13 a 16 de setembro Luanda, Angola Angola.ipad-africa.com ficha técnica Entidade proprietária: Formato Verde Comunicação, Formação e Gestão de Conteúdos, Lda., NIPC: Redação e edição: Formato Verde Comunicação, Formação e Gestão de Conteúdos, Lda., R. São Roque da Lameira, 2129, Porto Diretor: Miguel Laranjo Conselho de Administração: Miguel Laranjo Diretor-adjunto: Carla Rodrigues Editor: Fernando Coelho Tel Fax formatoverde.pt Número de Registo: Periodicidade: Bimestral Tiragem: 750 exemplares Distribuição gratuita Impressão: Litogaia, R. Terços, 129-Pavilhão 3, Canelas VNG Depósito legal: XXXXXXXXXX ISSN: Esta publicação foi redigida segundo as regras do novo acordo ortográfico.

Mais clima para todos

Mais clima para todos Mais clima para todos 1 Mais clima para todos Na União Europeia, entre 1990 e 2011, o setor dos resíduos representou 2,9% das emissões de gases com efeito de estufa (GEE), e foi o 4º setor que mais contribuiu

Leia mais

Iniciativas Futuro Verde" do Japão

Iniciativas Futuro Verde do Japão 1. Compreensão Básica Iniciativas Futuro Verde" do Japão 1. Nas condições atuais, em que o mundo está enfrentando diversos problemas, como o crescimento populacional, a urbanização desordenadas, a perda

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas 12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos actores, novas políticas 23 de Maio de 2012 Centro de Congressos da Univ. Católica de Lisboa ORGANIZAÇÃO

Leia mais

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS (Aberto a todos os Cidadãos) 1. O QUE É: O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de

Leia mais

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30 de julho de 2014 Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 Informações gerais O Acordo de Parceria abrange cinco fundos: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Leia mais

Gestão Empresarial para a Sustentabilidade. Wilberto Lima Junior Diretor de Comunicação e Responsabilidade Social

Gestão Empresarial para a Sustentabilidade. Wilberto Lima Junior Diretor de Comunicação e Responsabilidade Social Gestão Empresarial para a Sustentabilidade Wilberto Lima Junior Diretor de Comunicação e Responsabilidade Social Klabin: Uma empresa líder 107 anos de tradição, inovação, liderança e sustentabilidade 17

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 PO AÇORES 2020 UM CAMINHO LONGO, DIVERSAS ETAPAS A definição das grandes linhas de

Leia mais

PROGRAMA ECO-ESCOLAS

PROGRAMA ECO-ESCOLAS PROGRAMA ECO-ESCOLAS Programa de Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável PLANO DE AÇÃO 2014/2015 O Eco-Escolas é um Programa internacional, coordenado em Portugal pela Associação

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais

AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais Organização: Ministério do Ambiente de Angola I Feira Internacional de Luanda I iir Exhibitions Conteúdos Ficha Técnica

Leia mais

SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL

SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL A última reforma da política agrícola comum (PAC) manteve a estrutura em dois pilares desta política, continuando o desenvolvimento rural a representar

Leia mais

1. Acções de sensibilização

1. Acções de sensibilização PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL / 2013-2014 As atividades propostas compreendem diferentes momentos de reflexão, discussão e ação, dirigindo-se a toda a comunidade educativa que contempla diferentes níveis

Leia mais

Brochura Institucional

Brochura Institucional Brochura Institucional INTERFILEIRAS A INTERFILEIRAS representa as organizações - Fileiras de material - criadas ao abrigo de legislação específica com a missão de assegurar a retoma e reciclagem de resíduos

Leia mais

Carta Ambiental do Colégio Penas Real

Carta Ambiental do Colégio Penas Real Carta Ambiental do Colégio Penas Real O Colégio Penas Real está atento à importância de um ensino ambiental de qualidade na escola, tendo por isso vindo a assumir um papel preponderante no desenvolvimento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE PELO QUE S. MIGUEL TEM DE MELHOR. Na altura em que se completam dez anos sobre o início da actividade da AMISM, é oportuno fazer um balanço

Leia mais

ANGOLA FICHA DE MERCADO BREVE CARACTERIZAÇÃO

ANGOLA FICHA DE MERCADO BREVE CARACTERIZAÇÃO FICHA DE MERCADO ANGOLA BREVE CARACTERIZAÇÃO Situa-se na região da África Subsariana, apresentando uma economia em forte crescimento, que converge para uma economia de mercado. É um país extremamente rico

Leia mais

Horta à Porta. LIPOR Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto

Horta à Porta. LIPOR Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto Horta à Porta LIPOR Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto Ana Lopes DVO ana.lopes@lipor.pt 9 de Outubro de 2011 1 Apresentação 8 Municípios Área 648 km2 População 1 milhão habitantes

Leia mais

Centrais Eléctricas de Biomassa Uma Opção Justificável? Posição conjunta da CELPA e da AIMMP sobre BIOMASSA para ENERGIA

Centrais Eléctricas de Biomassa Uma Opção Justificável? Posição conjunta da CELPA e da AIMMP sobre BIOMASSA para ENERGIA Centrais Eléctricas de Biomassa Uma Opção Justificável? Posição conjunta da CELPA e da AIMMP sobre BIOMASSA para ENERGIA Centrais Eléctricas de Biomassa Uma Opção Justificável? O uso de biomassa florestal

Leia mais

Elaborado por: António Esteves WWF Mediterranean - GFTN Iberia

Elaborado por: António Esteves WWF Mediterranean - GFTN Iberia Elaborado por: António Esteves WWF Mediterranean - GFTN Iberia Revisto por: Luís Neves Silva, WWF Mediterranean Portugal Félix Romero, WWF Spain Nora Berrahmouni, WWF Mediterranean O panda que simboliza

Leia mais

Programa Lixo e Cidadania

Programa Lixo e Cidadania Programa Lixo e Cidadania São Bernardo do Campo (SP) Elisabeth Grimberg e Sonia Lima in Segurança Alimentar e Nutricional: a contribuição das empresas para a sustentabilidade das iniciativas locais Fechar

Leia mais

SEMINÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

SEMINÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE SEMINÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE Lisboa, 20 de Maio 2011 ECOTECA DE OLHÃO Fátima Monteiro . Auxiliar de Serviços Gerais.Técnica Administrativa.

Leia mais

Melhoria do desempenho ambiental - implementação do Sistema de Gestão Ambiental

Melhoria do desempenho ambiental - implementação do Sistema de Gestão Ambiental Melhoria do desempenho ambiental - implementação do Sistema de Gestão Ambiental 1 Melhoria do desempenho ambiental implementação do Sistema de Gestão Ambiental A Caixa Geral de Depósitos (CGD) tem implementado

Leia mais

A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO

A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO PARTE 03 - MERCADOS PRIORITÁRIOS Introdução Nas últimas semanas dedicamos a nossa atenção ao

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Vote pelo seu ambiente

Vote pelo seu ambiente Vote pelo seu ambiente Um apelo ambiental para a ação do Parlamento Europeu de 2014-2019 Fotos: Susana Alves, Rúben Coelho e Pedro Geraldes Um papel claro para Europa O grande volume de desafios que a

Leia mais

REGISTRE SEUS DADOS ESCOLA: ALUNO: Prezados alunos e professores!

REGISTRE SEUS DADOS ESCOLA: ALUNO: Prezados alunos e professores! 1 Prezados alunos e professores! O livro Somos os Senhores do Planeta é fruto de um trabalho didático que tem por objetivo reunir em uma única publicação temas sobre o meio ambiente, são textos de fácil

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Plataforma Ambiental para o Brasil A Plataforma Ambiental para o Brasil é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e traz os princípios básicos e alguns dos temas que deverão ser enfrentados na próxima

Leia mais

ANEXO COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

ANEXO COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 2.12. COM() 614 final ANNEX 1 ANEXO da COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES Fechar o ciclo

Leia mais

Inovação Rumo ao Desenvolvimento Sustentável CORTICEIRA AMORIM, S.G.P.S., S.A.

Inovação Rumo ao Desenvolvimento Sustentável CORTICEIRA AMORIM, S.G.P.S., S.A. Inovação Rumo ao Desenvolvimento Sustentável CORTICEIRA AMORIM, S.G.P.S., S.A. Inovação Em 2010 verificou-se uma notoriedade sem precedentes dos produtos e soluções de cortiça e um reforço do seu posicionamento

Leia mais

Explora. Ano Internacional de Cooperação pela Água

Explora. Ano Internacional de Cooperação pela Água 1 Físico-Química Explora Duarte Nuno Januário Eliana do Carmo Correia Carlos Brás Público-alvo Alunos de Físico-Química do 7.º ano, podendo ser aplicado a alunos de outros anos de escolaridade do ensino

Leia mais

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS Revisão 1 : 02/09/2015 PO PO Preparação e Reforço das Capacidades, Formação e Ligação em rede dos Gal (DLBC) Desenvolvimento Local de Base Comunitária 2ª fase Seleção das Estratégias de Desenvolvimento

Leia mais

A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS. 10 de Maio de 2014 Dr. Domingos Saraiva Presidente da Direção da EGSRA

A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS. 10 de Maio de 2014 Dr. Domingos Saraiva Presidente da Direção da EGSRA A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS 10 de Maio de 2014 Dr. Domingos Saraiva Presidente da Direção da EGSRA Surge da vontade dos Sistemas Intermunicipais, que até então se representavam

Leia mais

Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ]

Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ] Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ] Preâmbulo O Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal

Leia mais

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt Pedro Gomes Nunes Director Executivo Lisboa, Fevereiro 2014 RISA - Apresentação ÁREAS DE NEGÓCIO Estudos e Projectos + 20 anos de experiência + 1.500 candidaturas a Fundos Comunitários aprovadas. + 1,6

Leia mais

Explora. Materiais: recuperação para efeitos energéticos

Explora. Materiais: recuperação para efeitos energéticos 1 Ciências Físico-Químicas 7.º ANO Explora Duarte Nuno Januário Eliana do Carmo Correia Ângelo Filipe de Castro Materiais: recuperação para efeitos energéticos Público-alvo Alunos de Ciências Físico-Químicas

Leia mais

Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária

Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária Patrícia Garcia Diretora Recursos Humanos e Qualidade Agridistribuição, S.A. Semana da

Leia mais

Centro Educacional Linus Pauling

Centro Educacional Linus Pauling Centro Educacional Linus Pauling Projeto 2º SEmestre 2012 APRESENTAÇÃO Faz-se necessário entender que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na terra, e que atualmente a preocupação com a degradação

Leia mais

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente PLANO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL 2011/2012 CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente 2011/2012 Índice: Introdução Ações de Sensibilização: Ateliers: Datas Comemorativas: Visitas de Estudo: Concursos: Projetos:

Leia mais

Cidades e Biodiversidade

Cidades e Biodiversidade Cidades e Biodiversidade Curitiba, 26 a 28 de março Ronaldo Vasconcellos Vice-Prefeito de Belo Horizonte Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, é uma das maiores cidade do Brasil. BH Fica a 585 Km de

Leia mais

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade Tema: Uso Sustentável da Água Regulamento do Concurso de Ideias (Aberto a todos os cidadãos) 1. O que é? O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE ALENQUER RELATÓRIO DO 4º FÓRUM DE PARTICIPAÇÃO VECTOR: AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS / POLUIÇÕES 20 DE SETEMBRO DE 2008

AGENDA 21 LOCAL DE ALENQUER RELATÓRIO DO 4º FÓRUM DE PARTICIPAÇÃO VECTOR: AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS / POLUIÇÕES 20 DE SETEMBRO DE 2008 AGENDA 21 LOCAL DE ALENQUER RELATÓRIO DO 4º FÓRUM DE PARTICIPAÇÃO VECTOR: AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS / POLUIÇÕES 20 DE SETEMBRO DE 2008 Elaborado para a Câmara Municipal de Alenquer Por CIVITAS/DCEA/FCT/UNL

Leia mais

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Apresentação dos seguintes projectos: 1) Câmara de Lobos.

Leia mais

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas

12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE. PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas 12. ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ÁGUA&AMBIENTE PORTUGAL EFICIENTE NA GESTÃO DE RECURSOS Novos atores, novas políticas 23 de Maio de 2012 Centro de Congressos da Univ. Católica de Lisboa ORGANIZAÇÃO Uma

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO

FUNDAMENTOS DA GESTÃO A Ultrapar realizou em 2011 um programa de comunicação e disseminação do tema sustentabilidade entre seus colaboradores, com uma série de iniciativas voltadas para o engajamento e treinamento das pessoas.

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI 1. O ECOXXI 2008/2009 1.1. O PROJECTO: objectivos e indicadores Os principais objectivos do Projecto são: Sensibilizar os municípios para uma maior integração

Leia mais

Grandes Problemas Ambientais

Grandes Problemas Ambientais Grandes Problemas Ambientais O aumento do efeito de estufa; O aquecimento global; A Antárctica; A desflorestação; A Amazónia; A destruição da camada de ozono; As chuvas ácidas; O clima urbano; Os resíduos

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI)

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI) - 1 - ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI) ANEXO I PRIMEIRA REUNIÃO INTERAMERICANA DE MINISTROS OEA/Ser./XLIII.1 E ALTAS AUTORIDADES DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo

Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo Resumo Município de Montijo Desafios Globais Visão Acção Local Boas Práticas Conclusões

Leia mais

II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos

II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos Humberto Marques e Humberto Gonçalves Tomar, 3 de Março 2012 INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO A indústria da construção

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 MISSÃO EMPRESARIAL ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 ANGOLA Com capital na cidade de Luanda, Angola é um país da costa ocidental de África, cujo território principal é limitado a norte

Leia mais

Engenharia e Meio Ambiente

Engenharia e Meio Ambiente Engenharia e Meio Ambiente 1. ECOLOGIA 2. MEIO AMBIENTE 3. HABITAT E NICHO ECOLÓGICO 4. POTENCIAL BIÓTICO 5. RESISTÊNCIA AMBIENTAL 6. PEGADA ECOLÓGICA O QUE É ECOLOGIA? 1. Ciência que estuda as relações

Leia mais

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA EDP PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA O Grupo EDP Energias de Portugal centra as suas actividades na produção, distribuição e comercialização de energia eléctrica,

Leia mais

O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal

O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal 19 de Abril de 2012 (5.ª feira), 17h00 CONVITE O Presidente da Sociedade de Geografia de Lisboa (SGL) tem a honra de convidar V. Ex.ª e sua Exma.

Leia mais

2. Segmento de Alto Nível da Conferência das Nações Unidas para as Alterações Climáticas: 6 a 9 de Dezembro;

2. Segmento de Alto Nível da Conferência das Nações Unidas para as Alterações Climáticas: 6 a 9 de Dezembro; RelatóriodaDelegaçãodaAssembleiadaRepúblicaPortuguesaà ConferênciadasNaçõesUnidasparaasAlteraçõesClimáticas(COP 17/CMP 7)emDurban,ÁfricadoSul I)Membrosdadelegação: DeputadoAntónioLeitãoAmaro(GPPSD) DeputadoFernandoJesus(GPPS).

Leia mais

ÁGUA: REFRESQUE SUAS IDEIAS

ÁGUA: REFRESQUE SUAS IDEIAS Revista Eletrônica de Educação de Alagoas - REDUC ISSN 2317-1170 Vol. 02, Nº 01, Maio - 2014 ÁGUA: REFRESQUE SUAS IDEIAS Luiz Carlos Neto MADEIRO 1 Agda Isabele Gonsalves HONORATO² Resumo Uma das maiores

Leia mais

AGENDA 21: Imagine... FUTURO... AGENDA 21: 1. É o principal documento da Rio-92 (Conferência ONU: Meio Ambiente e desenvolvimento Humano); 2. É a proposta mais consistente que existe de como alcançar

Leia mais

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1)

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Permitam que em nome do Governo de Angola e de Sua Excelência Presidente

Leia mais

A Declaração recomenda prudência na gestão de todas as espécies e recursos naturais e apela a uma nova ética de conservação e salvaguarda.

A Declaração recomenda prudência na gestão de todas as espécies e recursos naturais e apela a uma nova ética de conservação e salvaguarda. Programa do XI Governo Regional dos Açores Política Ambiental Senhora Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores Membros do Governo, Na Resolução que adotou a histórica

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 2 CONHECIMENTO Ação 2.1 CAPACITAÇÃO E DIVULGAÇÃO Enquadramento Regulamentar Regulamento (UE) n.º 1305/2013, do Conselho e do Parlamento

Leia mais

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL programa Ao evocar os 260 anos do Terramoto de 1755, a Câmara Municipal de Lisboa, através do Programa que agora se apresenta, pretende levar a cabo um conjunto de atividades e manifestações alusivas à

Leia mais

Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal

Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal O apoio Inovação na Programação do Desenvolvimento Rural Eduardo Diniz Diretor do GPP Seminário Investigação,

Leia mais

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves. Fundos Comunitários geridos pela Comissão Europeia M. Patrão Neves Fundos comunitários: no passado Dependemos, de forma vital, dos fundos comunitários, sobretudo porque somos um dos países da coesão (e

Leia mais

2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? 4. Em que consiste a sustentabilidade ambiental?

2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? 4. Em que consiste a sustentabilidade ambiental? 1. Quais são as dimensões do Desenvolvimento Sustentável? 2. Porque queremos diminuir a Pegada Ecológica? a) Económica b) Social c) Ambiental d) Todas as anteriores a) Melhorar a nossa qualidade de vida

Leia mais

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL -

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL - CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL - PARQUE DA CIDADE Apresentação do Centro Integrando território das freguesias de Aldoar e Nevogilde, o Parque da Cidade é o maior parque urbano do país, inserido

Leia mais

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade significa permanecer vivo. Somos mais de 7 bilhões de habitantes e chegaremos a 9 bilhões em 2050, segundo a ONU. O ambiente tem limites e é preciso fazer

Leia mais

Plano de ação para o tema: Resíduos

Plano de ação para o tema: Resíduos Plano de ação para o tema: Resíduos Diagnóstico (situações a melhorar) Objetivo(s) Meta(s) Ações e Atividades Previstas Concretização Avaliação- instrumentos e Indicadores (de monitorização e avaliação

Leia mais

Pré-Projeto de Educação Ambiental

Pré-Projeto de Educação Ambiental Pré-Projeto de Educação Ambiental Vamos Descobrir e Valorizar o Alvão Ano 2014/15 Centro de Informação e Interpretação Lugar do Barrio 4880-164 Mondim de Basto Telefone: 255 381 2009 ou 255 389 250 1 Descobrir

Leia mais

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about.

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about. 8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA Centro de Congressos Univ. Católica Novos Mercados Encontro de Sectores Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO PARCEIRO PATROCÍNIO INSCREVA-SE JÁ www.expoenergia2011.about.pt

Leia mais

J. GESTÃO DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO

J. GESTÃO DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO J. GESTÃO DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO ENQUADRAMENTO LEGAL Face à necessidade da criação de condições legais para a correta gestão dos Resíduos de Construção e Demolição (RCD), foi publicado

Leia mais

Festival Sudoeste TMN Música, desporto e preservação ambiental

Festival Sudoeste TMN Música, desporto e preservação ambiental Festival Sudoeste TMN This document is intellectual property of PT and its use or dissemination is forbidden without explicit written consent. Festival Sudoeste TMN Enquadramento Conceito Objetivos O SWtmnexiste

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR FICHA TÉCNICA Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar Eng.º Duarte Marques Eng.ª Cristina Vieira Divisão

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta Núcleo União Pró-Tietê Água : O ouro azul do planeta Água A água é um mineral, elemento químico simples (H 2 O) fundamental para o planeta. Forma oceanos, geleiras, lagos e rios. Cobre ¾ da superfície

Leia mais

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015 0 a 9 de outubro de 05 Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social * I Descrição do Projeto O Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social (AECPES), celebrado em 00, teve como objetivo reafirmar

Leia mais

Células de combustível

Células de combustível Células de combustível A procura de energia no Mundo está a aumentar a um ritmo alarmante. A organização WETO (World Energy Technology and Climate Policy Outlook) prevê um crescimento anual de 1,8 % do

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LISBOA

DECLARAÇÃO DE LISBOA DECLARAÇÃO DE LISBOA A 2 de junho de 2014, em Lisboa, Portugal, por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP), em parceria com a CPLP, o Millennium BCP e a SOFID Sociedade para o Financiamento

Leia mais

O projeto MARLISCO e o lixo marinho em Portugal

O projeto MARLISCO e o lixo marinho em Portugal O projeto MARLISCO e o lixo marinho em Portugal Isabel Palma Paula Sobral, Lia Vasconcelos, Graça Martinho, José Carlos Ferreira, Flávia Silva IMAR-Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade NOVA

Leia mais

O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia. Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia

O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia. Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia O CONCEITO DE HORTA URBANA Possui objetivos distintos da atividade agrícola enquanto atividade económica

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA Por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP e das associações empresariais dos PALOP, realizou-se em Luanda, República de Angola, a 17 de Julho de 2014, o Fórum

Leia mais

Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição

Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição 1. Qual o objetivo do Prêmio Petrobras SMES IV Edição? O Prêmio Petrobras SMES IV Edição tem por objetivo estimular a força de trabalho da Companhia

Leia mais

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015 CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA UMA UNIÃO EUROPEIA MAIS FORTE 22 de junho de 2015 A União Europeia deve contar com um quadro institucional estável e eficaz que lhe permita concentrar-se

Leia mais

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA QUINTA DO COVELO

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA QUINTA DO COVELO CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA QUINTA DO COVELO Apresentação do Centro Há perto de 3 séculos, a Quinta do Covelo tinha o nome de Lindo Vale, ou Bela Vista. No século XIX foi comprada por um comerciante,

Leia mais

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa?

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa? Porque é que o Turismo é essencial para a Economia Portuguesa? 14 milhões de hóspedes Vindos do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Brasil, EUA Num leque de países que alarga ano após ano. 9,2 % do

Leia mais

A Nossa Perspectiva Comum. Os Nossos Desafios. As Nossas Responsabilidades. A Nossa Resposta: Os Compromissos de Aalborg

A Nossa Perspectiva Comum. Os Nossos Desafios. As Nossas Responsabilidades. A Nossa Resposta: Os Compromissos de Aalborg AALBORG+10 Inspirando o Futuro Versão Portuguesa: Prof. Doutor João Farinha e Dr.ª Lurdes Poeira, participantes na Conferência, com colaboração da Eng.ª Graciete Silva. A Nossa Perspectiva Comum Nós, Autoridades

Leia mais

Plano de Atividades 2014. www.andonicanela.com

Plano de Atividades 2014. www.andonicanela.com Plano de Atividades 2014 (Revisão) www.andonicanela.com PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2014 REVISTO INTRODUÇÃO e VERTENTE ESTRATÉGICA A LPN como a mais antiga e mais consistente organização não governamental

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO ECO-ESCOLA Ano Lectivo 2010/2011 PROGRAMA ECO-ESCOLAS

PLANO DE ACÇÃO ECO-ESCOLA Ano Lectivo 2010/2011 PROGRAMA ECO-ESCOLAS PLANO DE ACÇÃO ECO-ESCOLA Ano Lectivo PROGRAMA ECO-ESCOLAS Ano Letivo 2013-2014 1 Eu vou de bicicleta para a ESTeSL Depois de no dia 20 de setembro a ESTeSL ter participado na iniciativa de bicicleta para

Leia mais

Unidade de Conservação marinha passa a ser o 11º sítio Ramsar brasileiro e o primeiro na Bahia

Unidade de Conservação marinha passa a ser o 11º sítio Ramsar brasileiro e o primeiro na Bahia Unidade de Conservação marinha passa a ser o 11º sítio Ramsar brasileiro e o primeiro na Bahia Ao anunciar o título de "Sítio Ramsar" ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos, o ministro do Meio Ambiente

Leia mais

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional, Excelência Senhor Presidente do Governo Regional da Madeira, Excelência Senhoras e Senhores Secretários Regionais Senhoras

Leia mais

www.parquesdesintra.pt Parques de Sintra Monte da Lua, S.A.

www.parquesdesintra.pt Parques de Sintra Monte da Lua, S.A. www.parquesdesintra.pt Parques de Sintra Monte da Lua, S.A. Seminário Técnico do Projeto LIFE Biodiscoveries Espécies Invasoras 29 Janeiro 2015 Paisagem Cultural de Sintra Classificada 1995 Parques de

Leia mais

Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social

Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social Resumo da primeira reunião da Equipa de Trabalho 2 Capacitação das organizações para o impacto e investimento social Contacto para questões sobre

Leia mais

Conclusões Fórum Portugal Sou Eu

Conclusões Fórum Portugal Sou Eu Conclusões Fórum Portugal Sou Eu Ministro da Economia lança desafio aos empresários para que façam do Portugal Sou Eu um catalisador da economia Lanço um apelo aos empresários e produtores aqui presentes,

Leia mais

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite para participar neste debate e felicitar os organizadores pela importância desta iniciativa. Na minha apresentação irei falar brevemente da

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

Rede de Centros de Educação Ambiental

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO PARQUE DE S. ROQUE Apresentação do Centro Situado num espaço privilegiado da zona oriental da Cidade, a Quinta da Lameira, hoje conhecida por Parque de S. Roque, constitui

Leia mais

Criar Valor com o Território

Criar Valor com o Território Os territórios como ativos 4 O VALORIZAR é um programa de valorização económica de territórios, que os vê como ativos de desenvolvimento e geração de riqueza e emprego. 5 é a sua visão e a sua assinatura.

Leia mais