O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE. Célia Maria Vilela Tavares

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE. Célia Maria Vilela Tavares"

Transcrição

1 O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE Célia Maria Vilela Tavares

2 Pré PNE: conferências municipais de educação, participação nas conferências estaduais e na Conferência Nacional de Educação (Conae 2010), com a produção de emendas ao texto do Documento-referência. Em 8 de dezembro de 2010, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, cujo comitê diretivo a Undime integra desde 2001, solicita que o Governo Federal envie ao Congresso Nacional o novo texto do Plano antes do término de Em 15 de dezembro de 2010, o governo encaminha o PL 8035/ 2010 (PNE) ao Congresso Nacional

3 Em fevereiro de 2011, a Campanha apresenta as primeiras 75 emendas à deputada Fátima Bezerra, então, presidenta da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. No mês de abril/2011, foi iniciado o calendário de audiências públicas que contou com intensa participação da Undime, principalmente nas que trataram sobre Qualidade da Educação; Financiamento da Educação e Educação Especial. Em todas as audiências foram entregues aos parlamentares as emendas da Campanha. No mês de maio/2011, elas atingiram o número final de 117 emendas

4 A Undime seguiu os seguintes princípios em suas intervenções: análise das metas e estratégias com base nas deliberações da Conae (março/ 2010); construção coletiva de emendas no âmbito da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

5 OBJETIVOS DA NOSSA MOBILIZAÇÃO: fortalecer e corrigir eventuais limitações do PL; criar ferramentas efetivas para a viabilização de novos recursos financeiros, necessários para a implementação do PNE; tornar as políticas educacionais mais participativas com a efetiva participação dos dirigentes de educação. REGISTRO ESPECIAL A Undime organizou o banco de dados das 2915 emendas 28/07/2011

6 DESAFIOS A SEREM ENFRENTADOS A PARTIR DO PNE UNIVESALIZAÇÃO 4 E 5 ANOS 50% ATÉ 3 ANOS Universalizar, até 2016, a educação infantil na préescola para as crianças de quatro a cinco anos de idade, e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo, cinquenta por cento das crianças de até três anos até o final da vigência deste PNE. Meta 1

7 Estratégias 1.3) Realizar periodicamente, em regime de colaboração, levantamento da demanda por creche como forma de planejar a oferta e verificar o atendimento da demanda manifesta 1.5) Manter e ampliar, em regime de colaboração, programa nacional de construção e reestruturação de escolas bem como aquisição de equipamentos, visando a expansão da melhoria da rede pública de educação infantil.

8 EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, cinquenta por cento das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, vinte e cinco por cento dos (as) alunos (as) da educação básica. Meta 6 Estratégias 6.1) Promover com o apoio da União, a oferta de educação básica pública em tempo integral. Tempo de permanência do Aluno na Escola, passe a ser igual ou superior a sete horas diárias durante todo o ano letivo.

9 6.2) Institucionalizar e manter, em regime de colaboração, Programa nacional de ampliação e reestruturação das escola públicas, por meio da instalação de quadras Poliesportivas, laboratórios, inclusive de informática, Espaços para atividades culturais, bibliotecas, auditórios, Cozinhas, refeitórios, banheiros e outros equipamentos, Bem como de material didático e de formação de recursos Humanos para a educação em tempo integral.

10 FORMAÇÃO Garantir, em regime de colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, no prazo de um ano de vigência deste PNE, política nacional de formação e valorização dos profissionais da educação, assegurado que todos os professores e as professoras da educação básica possuam formação específica de nível superior, obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam. META 15

11 Formar em nível de pós-graduação cinquenta por cento dos professores da educação básica, até o último ano de vigência deste PNE, e garantir a todos os profissionais da educação básica formação continuada em sua área de atuação, considerando as necessidades, demandas e contextualizações dos sistemas de ensino. Meta 16 Estratégia: 16.1) Realizar, em regime de colaboração, o planejamento estratégico para dimensionamento da demanda por formação continuada e fomentar a respectiva oferta por parte das instituições públicas de educação superior, de forma orgânica e articulada às políticas de formação dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

12 EQUIPARAÇÃO SALARIAL Valorizar os (as) profissionais do magistério das redes públicas da educação básica, a fim de equiparar o rendimento médio dos (as) demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do sexto ano da vigência deste PNE. Meta 17 Estratégia 17.4) Ampliar a assistência financeira específica da União aos entes federados para implementação de políticas de valorização dos (as) profissionais do magistério, em particular o piso salarial nacional profissional.

13 PLANO DE CARREIRA Assegurar, no prazo de dois anos, a existência de planos de carreira para os (as) profissionais da educação básica e superior pública de todos os sistemas de ensino e, para o plano de carreira dos profissionais da educação básica pública, tomar como referência o piso salarial nacional profissional, definido em lei federal, nos termos do art. 206, VIII, da Constituição Federal. Meta 18

14 GESTÃO DEMOCRÁTICA Assegurar condições, no prazo de dois anos, para a efetivação da gestão democrática da educação, associada a critérios técnicos de mérito e desempenho e à consulta pública à comunidade escolar, no âmbito das escolas públicas, prevendo recursos e apoio técnico da União para tanto. Meta 19

15 Estratégia 19.3) Incentivar os Estados, o Distrito Federal e os Municípios a constituir Fóruns Permanentes de Educação, com o intuito de coordenar as conferências municipais, estaduais e distrital bem como efetuar o acompanhamento da execução deste PNE e dos seus planos de educação.

16 FINANCIAMENTO Ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de sete por cento do produto Interno Bruto (PIB) do País no quinto ano de vigência desta Lei e, no mínimo, o equivalente a dez por cento do PIB ao final do decênio. Meta 20

17 Estratégias 20.6) No prazo de dois anos da vigência deste PNE, será implantado o Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi), referenciado no conjunto de padrões mínimos estabelecidos na legislação educacional e cujo financiamento será calculado com base nos respectivos insumos indispensáveis ao processo de ensinoaprendizagem e será progressivamente reajustado até a implementação plena do CAQ.

18 20.9) Regulamentar os arts.23, parágrafo único e 211 da Constituição Federal, no prazo de dois anos, por lei complementar, de forma a estabelecer as normas de cooperação entre a União, Estados, Distrito Federal e Municípios, em matéria educacional, e a articulação do sistema nacional de educação em regime de colaboração, com equilíbrio na repartição das responsabilidades e dos recursos e efetivo cumprimento das funções redistributiva e supletiva da União no combate às desigualdades educacionais regionais, com especial atenção às Regiões Norte e Nordeste do país.

19 20.11) Aprovar, no prazo de um ano, Lei de Responsabilidade Educacional, assegurando padrão de qualidade na educação básica, em cada sistema e rede de ensino, aferida pelo processo de metas de qualidade aferidas por institutos oficiais de avaliação educacionais.

20 DESAFIOS MAIS QUE URGENTES Garantir a realização da Conferência Municipal ou Intermunicipal; Contribuir na discussão dos temas defendidos pela Undime, bem como articular-se para viabilizar a representação como delegado na CONAE 2014 Viabilizar a criação e ou adequação do Plano Municipal de Educação. O Dirigente Municipal de Educação no processo de construção da Conae 2014 e do PNE Célia Maria Vilela Tavares, presidenta da Undime Região Sudeste - mesa

O Plano Nacional de Educação PL. 8035/2010 Perspectivas, Desafios e Emendas dos/as Trabalhadores/as em Educação

O Plano Nacional de Educação PL. 8035/2010 Perspectivas, Desafios e Emendas dos/as Trabalhadores/as em Educação SEMINÁRIO CNTE O Plano Nacional de Educação PL. 8035/2010 Perspectivas, Desafios e Emendas dos/as Trabalhadores/as em Educação Secretário Carlos Abicalil EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 59, DE 11 DE NOVEMBRO

Leia mais

O PL 8035/ 2010 (PNE): trajetória histórica e situação atual.

O PL 8035/ 2010 (PNE): trajetória histórica e situação atual. O PL 8035/ 2010 (PNE): trajetória histórica e situação atual. Célia Maria Vilela Tavares Dirigente Municipal de Educação de Cariacica/ ES Presidenta Undime Região Sudeste Linha do tempo da mobilização

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira INFORMATIVO TÉCNICO Nº 2/2015 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024: LINHA DE BASE E PROJEÇÕES DE METAS INTRODUÇÃO A Lei do Plano Nacional de Educação (Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014) estabelece

Leia mais

1 Verificar num primeiro momento as ações para cumprimento das Metas/estratégias com prazo definido para 2015;

1 Verificar num primeiro momento as ações para cumprimento das Metas/estratégias com prazo definido para 2015; Subcomissão permanente para Acompanhar, monitorar e avaliar o processo de implementação das estratégias e do cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação PNE sugestões para Plano de Trabalho Consultorias

Leia mais

Avaliação e Monitoramento do PME. Professora Marcia Adriana de Carvalho

Avaliação e Monitoramento do PME. Professora Marcia Adriana de Carvalho Avaliação e Monitoramento do PME Professora Marcia Adriana de Carvalho TEMAS 1 Por que avaliar e monitorar o PME 2 Qual a diferença entre avaliar e monitorar 3 4 Como definir plano de ações para o período

Leia mais

NOTA TÉCNICA INSTÂNCIAS, ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS PARA O CUMPRIMENTO DAS METAS E ESTRATÉGIAS

NOTA TÉCNICA INSTÂNCIAS, ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS PARA O CUMPRIMENTO DAS METAS E ESTRATÉGIAS NOTA TÉCNICA INSTÂNCIAS, ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS PARA O CUMPRIMENTO DAS METAS E ESTRATÉGIAS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO LEI 13.005/2014 PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO/RS LEI 14.05/2015 PLANO MUNICIPAL

Leia mais

Metas e estratégias do Plano Nacional de Educação com cumprimento previsto para 2015

Metas e estratégias do Plano Nacional de Educação com cumprimento previsto para 2015 Metas e estratégias do Plano Nacional de Educação com cumprimento previsto para 2015 1 Realizar reunião com a Casa Civil, Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e com o Ministério da Educação para

Leia mais

UNIÃO NACIONAL DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PROPOSTAS DE EMENDAS AO PL 8.035/2010 PNE 2011/2020

UNIÃO NACIONAL DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PROPOSTAS DE EMENDAS AO PL 8.035/2010 PNE 2011/2020 PROPOSTAS DE EMENDAS AO PL 8.035/2010 PNE 2011/2020 A União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), entidade criada em 1992 e organizada em todos os estados brasileiros, tem como finalidade

Leia mais

Financiamento da Educação Pública e o novo PNE.

Financiamento da Educação Pública e o novo PNE. Reunião do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação - FNCE Região Nordeste. Financiamento da Educação Pública e o novo PNE. PROFESSOR LUIZ ARAUJO COMITÊ DIRETIVO DA CAMPANHA Disputa pelo fundo

Leia mais

PNE: Metas do PNE: Meta 16. Formação Continuada e Pós-Graduação de Professores

PNE: Metas do PNE: Meta 16. Formação Continuada e Pós-Graduação de Professores Dados Estatísticos: Segundo estimativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apenas no Ensino Médio e nas séries finais do Ensino Fundamental o déficit de professores

Leia mais

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal O Plano Nacional de Educação Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal Plano Nacional de Educação Diretrizes Superação das desigualdades educacionais

Leia mais

Prof Dr Álamo Pimentel,UFSB/CSC/IHAC

Prof Dr Álamo Pimentel,UFSB/CSC/IHAC Prof Dr Álamo Pimentel,UFSB/CSC/IHAC Provocar reflexões sobre as correlações entre diretrizes no investimento, mudanças nos sistemas de ensino e as políticas de educação no Brasil a partir das intersecções

Leia mais

A questão do CAQi e o financiamento do PNE

A questão do CAQi e o financiamento do PNE A questão do CAQi e o financiamento do PNE Daniel Cara Coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação Fontes principais: Campanha Nacional pelo Direito à Educação Undime (União Nacional dos Dirigentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO PMEP-2012 Prof. Dr.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO PMEP-2012 Prof. Dr. UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE PALMAS CURSOS DE FILOSOFIA E ARTES FÓRUM DE DISCUSSÃO DO Prof. Dr. Roberto Carvalho POLÍTICA PÚBLICA: social e econômica Política pública:

Leia mais

PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos

PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos Marialba da Glória Garcia Carneiro Avaliadora Educacional-SASE Secretária Municipal de Educação de Pereira Barreto-SP 2016 PANORAMA

Leia mais

Plano de carreira dos profissionais da educação QUESTÕES EM DEBATE NA CNTE

Plano de carreira dos profissionais da educação QUESTÕES EM DEBATE NA CNTE Plano de carreira dos profissionais da educação QUESTÕES EM DEBATE NA CNTE Qual o melhor plano de carreira? É aquele que cada ente público consegue construir democraticamente, à luz dos anseios da categoria

Leia mais

Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um.

Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. A Educação Básica, B Avanços e Desafios Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva Secretária de Educação Básica Ministério da Educação Foto: João Bittar Garantir o direito de aprender, para todos e para cada

Leia mais

construindo uma agenda

construindo uma agenda Regime de colaboração: construindo uma agenda . Regime de colaboração. Sistema nacional de educação. Responsabilidade da gestão pública educacional. Esforço coordenado e planejado. Atuação propositiva

Leia mais

Alternativas para o financiamento da educação básica no Brasil

Alternativas para o financiamento da educação básica no Brasil Alternativas para o financiamento da educação básica no Brasil Profª. Me. Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral Dirigente Municipal de Educação de Costa Rica/ MS e Vice-presidente da Undime O que apenas

Leia mais

Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola. Concessão de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID

Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola. Concessão de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID Programa 1448 Qualidade na Escola Ações Orçamentárias Número de Ações 16 0E530000 Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola Veículo adquirido Unidade de Medida: unidade UO:

Leia mais

Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília

Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília Art. 2 São diretrizes do PNE: I. erradicação do analfabetismo; II. universalização do atendimento escolar; III. superação das desigualdades

Leia mais

Estrutura e Funcionamento da Educação Básica Brasileira. Fábio Lotti, Larissa Ferreira, Letícia Zacarin, Rafaela de Castro, Lucas Messa

Estrutura e Funcionamento da Educação Básica Brasileira. Fábio Lotti, Larissa Ferreira, Letícia Zacarin, Rafaela de Castro, Lucas Messa Estrutura e Funcionamento da Educação Básica Brasileira Grupo: Fábio Lotti, Larissa Ferreira, Letícia Zacarin, Rafaela de Castro, Lucas Messa 1.Compare o PNE 2001/2010 com o projeto (estrutura do documento,

Leia mais

Financiamento e qualidade da educação. Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

Financiamento e qualidade da educação. Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Financiamento e qualidade da educação Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Rede da Campanha + de 200 entidades; 23 Comitês Regionais ou representações, em 21 estados

Leia mais

FORUNS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO E A CONFERENCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Prof. Eduardo Cezar da Silva

FORUNS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO E A CONFERENCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Prof. Eduardo Cezar da Silva FORUNS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO E A CONFERENCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Prof. Eduardo Cezar da Silva PAPEL DO FÓRUM Representar os mais diferentes segmentos da sociedade Poder Público; Sindicatos; Movimentos

Leia mais

(Projeto de Lei nº 415/12, do Executivo, aprovado na forma de Substitutivo do Legislativo) Aprova o Plano Municipal de Educação de São Paulo

(Projeto de Lei nº 415/12, do Executivo, aprovado na forma de Substitutivo do Legislativo) Aprova o Plano Municipal de Educação de São Paulo LEI Nº 16.271, DE 17 DE SETEMBRO DE 2015 (Projeto de Lei nº 415/12, do Executivo, aprovado na forma de Substitutivo do Legislativo) Aprova o Plano Municipal de Educação de São Paulo META 1. Ampliar o investimento

Leia mais

Consulta Publica Plano Municipal de Educação

Consulta Publica Plano Municipal de Educação Consulta Publica Plano Municipal de Educação O Plano Municipal de Educação é feito a partir da construção coletiva, ou seja, com participação de toda a sociedade. Um plano será mais forte e exigirá mais

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO E NORMAS DE COOPERAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO E NORMAS DE COOPERAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO E NORMAS DE COOPERAÇÃO Audiência Pública em 14/6/16 Na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados Adão Francisco de Oliveira Secretário de Estado da Educação do Tocantins

Leia mais

Novas Universidades Federais: porquê, quando, como e onde?

Novas Universidades Federais: porquê, quando, como e onde? Novas Universidades Federais: porquê, quando, como e onde? Deputada Margarida Salomão Seminário ANDIFES Brasília, 28 de junho de 2017 Características da Educação Superior Brasileira hoje Formação social

Leia mais

Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável

Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável Desafios e alternativas para o aumento do atendimento na educação infantil com qualidade Profª. Me. Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral Dirigente

Leia mais

O II PNE: reflexões sobre o projeto e suas metas. Consultoria Legislativa Abril 2011

O II PNE: reflexões sobre o projeto e suas metas. Consultoria Legislativa Abril 2011 O II PNE: reflexões sobre o projeto e suas metas Consultoria Legislativa Abril 2011 I PNE - Tramitação PL nºs 4.155, de 10/02/98, do Dep. Ivan Valente (PT/SP) e 4.173, de 12/02/98, do Executivo, distribuídos

Leia mais

O financiamento do Ensino Médio M na perspectiva do Custo-Aluno Qualidade Inicial (CAQi) DANIEL CARA Buenos Aires - Argentina

O financiamento do Ensino Médio M na perspectiva do Custo-Aluno Qualidade Inicial (CAQi) DANIEL CARA Buenos Aires - Argentina O financiamento do Ensino Médio M na perspectiva do Custo-Aluno Qualidade Inicial (CAQi) DANIEL CARA Buenos Aires - Argentina 3 Desafios e 1 Convite Estimular a compreensão do financiamento como fundamento

Leia mais

ANÁLISE DA CNTE SOBRE O PARECER DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, EM DEBATE NA COMISSÃO ESPECIAL DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

ANÁLISE DA CNTE SOBRE O PARECER DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, EM DEBATE NA COMISSÃO ESPECIAL DA CÂMARA DOS DEPUTADOS ANÁLISE DA CNTE SOBRE O PARECER DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, EM DEBATE NA COMISSÃO ESPECIAL DA CÂMARA DOS DEPUTADOS No dia 19 de março de 2014, o deputado Ângelo Vanhoni, relator do PNE na Comissão Especial

Leia mais

II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES

II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES PROPOSTAS PRIORITÁRIAS: 1. PARTICIPAÇÃO E CONTROLE SOCIAL Criar o Conselho Estadual da cidade e apoiar a criação dos conselhos municipais, de forma paritária, de caráter

Leia mais

O papel da Undime no fortalecimento da gestão municipal da educação

O papel da Undime no fortalecimento da gestão municipal da educação DESAFIOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS 2016 O papel da Undime no fortalecimento da gestão municipal da educação Prof. Dr. Alessio Costa Lima Dirigente Municipal de Educação de Tabuleiro do Norte/

Leia mais

Respeitados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade previstas na Constituição.

Respeitados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade previstas na Constituição. 1) Acrescenta-se art. 5ºA: Art. 5º A O investimento público total em educação oferecida nas instituições públicas estatais deve atingir, no primeiro ano de vigência do Plano, no mínimo 5% do PIB de Natal.

Leia mais

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS PLANOS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO. Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS PLANOS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO. Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS PLANOS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA Construção histórica do pne2001-2010 Debate intenso da sociedade civil (CONED) Apresentação

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO QUALIDADE INICIAL. CAQi DO CUSTO ALUNO EM MINAS GERAIS. CAQi em 2012. www.sindutemg.org.br NTO: PISO SALARIAL NAL: RICARDO SÁ

ESTUDO COMPARATIVO QUALIDADE INICIAL. CAQi DO CUSTO ALUNO EM MINAS GERAIS. CAQi em 2012. www.sindutemg.org.br NTO: PISO SALARIAL NAL: RICARDO SÁ RAÇÕES: NTO: PISO SALARIAL 30/09/2013 NAL: RICARDO SÁ CAQi em 2012 ESTUDO COMPARATIVO DO CUSTO ALUNO QUALIDADE INICIAL EM MINAS GERAIS 1 Caderno CUSTO de Debates ALUNO CUT/MG - 1 CAQi FILIADO À www.sindutemg.org.br

Leia mais

O lugar da educação infantil nas políticas para primeira infância

O lugar da educação infantil nas políticas para primeira infância O lugar da educação infantil nas políticas para primeira infância Adenilde Stein Silva Dirigente Municipal de Educação de Marechal Floriano/ ES Secretaria de Articulação e Presidenta da Undime/ ES Educação

Leia mais

É um projeto da sociedade, uma Política Pública de Qualidade (PPQ), focada na escola, na promoção e no acompanhamento do ensino e da aprendizagem.

É um projeto da sociedade, uma Política Pública de Qualidade (PPQ), focada na escola, na promoção e no acompanhamento do ensino e da aprendizagem. É um projeto da sociedade, uma Política Pública de Qualidade (PPQ), focada na escola, na promoção e no acompanhamento do ensino e da aprendizagem. Está pautada no compromisso, no diálogo, no planejamento

Leia mais

CIRANDA DA EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE

CIRANDA DA EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE CIRANDA DA EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE - 2016 CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONQUISTA D OESTE TEMA PRINCIPAL PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO UM COMPROMISSO DE TODOS VIDEO ABERTURA ANTONIO NÓVOA NIVEIS DA GRATIDÃO

Leia mais

POLÍTICAS DE VALORIZAÇÃO DOCENTE: AVANÇOS NA MELHORIA DA QUALIDADE EDUCACIONAL

POLÍTICAS DE VALORIZAÇÃO DOCENTE: AVANÇOS NA MELHORIA DA QUALIDADE EDUCACIONAL POLÍTICAS DE VALORIZAÇÃO DOCENTE: AVANÇOS NA MELHORIA DA QUALIDADE EDUCACIONAL Eixo 8: Educação, políticas públicas e gestão educacional Modalidade:Pôster Flávia Paula Nogueira Aranda 1 Elisangela Alves

Leia mais

JEAM ADRIANO ROGONI GESTÃO FINANCEIRA DA EDUCAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 10/09/2014

JEAM ADRIANO ROGONI GESTÃO FINANCEIRA DA EDUCAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 10/09/2014 JEAM ADRIANO ROGONI GESTÃO FINANCEIRA DA EDUCAÇÃO Realização: Parceria: FLORIANÓPOLIS, SC 10/09/2014 OBJETIVO GERAL PROMOVER O DEBATE SOBRE A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PARA GARANTIR O CUMPRIMENTO

Leia mais

PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO

PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO Audiência Pública Câmara dos Deputados Brasília 2014 Extensão: 8,5 milhões km 2 População: 191,5 milhões População

Leia mais

Professor Drº Remi Castione Representante do PROIFES no FNE

Professor Drº Remi Castione Representante do PROIFES no FNE COMISSÃO DE EDUCAÇÃO 55ª Legislatura - 2ª Sessão Legislativa Ordinária PAUTA DE REUNIÃO ORDINÁRIA AUDIÊNCIA PÚBLICA DIA 14/06/2016 LOCAL: Anexo II, Plenário 10 Tema : Discussão do "Sistema Nacional de

Leia mais

Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram avanços importantes no per

Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram avanços importantes no per Qualidade e Financiamento da Educação Básica Carlos Eduardo Sanches 03/03/2016 Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram

Leia mais

SINDICATO MUNICIPAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DE DOURADOS

SINDICATO MUNICIPAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DE DOURADOS Carta-Compromisso Sr(a). Candidato(a) a Prefeito(a): A educação pública de qualidade para todos e todas em todos os níveis, etapas e idades tem sido uma luta histórica dos(as) profissionais, das entidades,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS CUMPRE UM MANDATO CONSTITUCIONAL E LEGAL;

CARACTERÍSTICAS CUMPRE UM MANDATO CONSTITUCIONAL E LEGAL; CARACTERÍSTICAS APROVADO PELO PODER LEGISLATIVO; CUMPRE UM MANDATO CONSTITUCIONAL E LEGAL; POSSUI VIGÊNCIA POR UMA DÉCADA; ABRANGE OS NÍVEIS E MODALIDADES DE ENSINO E AS ÁREAS DA GESTÃO E FINANCIAMENTO

Leia mais

Reunião Plenária do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação FNCE Região Centro Oeste

Reunião Plenária do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação FNCE Região Centro Oeste Reunião Plenária do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação FNCE Região Centro Oeste Instituir um Sistema Nacional Articulado de Educação: agenda obrigatória para o país Francisco Aparecido

Leia mais

Avaliação da Execução das Metas dos Planos de Educação. Leo Arno Richter

Avaliação da Execução das Metas dos Planos de Educação. Leo Arno Richter Avaliação da Execução das Metas dos Planos de Educação Leo Arno Richter richter@tce.rs.gov.br Acordo de Cooperação 07/04/16 Portaria Irb/Atricon Portaria Conjunta nº 01, de 29 março de 2016 Institui grupo

Leia mais

Financiamento da educação: (o FUNDEB e outras) fontes no PNE

Financiamento da educação: (o FUNDEB e outras) fontes no PNE Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais - CCH Faculdade de Educação Programa de Pós-Graduação em Educação PPGEdu Curso: Políticas de Educação Financiamento

Leia mais

XLV Reunião Plenária. 25 a 28 de novembro de 2015, Belém/PA. Um país pensando a educação para a próxima década

XLV Reunião Plenária. 25 a 28 de novembro de 2015, Belém/PA. Um país pensando a educação para a próxima década XLV Reunião Plenária 25 a 28 de novembro de 2015, Belém/PA Um país pensando a educação para a próxima década Prof. Heleno Araújo Filho Diretor do SINTEPE Diretor da CNTE Coordenador do FNE O PNE é um documento

Leia mais

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO OBJETIVOS DO GOVERNO: Consolidar e aprofundar os projetos e ações

Leia mais

FÓRUM PERMANENTE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO RIO DE JANEIRO FPEI/RJ. PROJETO DE LEI N o /2010 (PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARA O DECÊNIO )

FÓRUM PERMANENTE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO RIO DE JANEIRO FPEI/RJ. PROJETO DE LEI N o /2010 (PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARA O DECÊNIO ) FÓRUM PERMANENTE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO RIO DE JANEIRO FPEI/RJ PROJETO DE LEI N o. 8.035/2010 (PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARA O DECÊNIO 2011-2020) Abril/2011 FORMATO DO PNE *Cf. Ivan Paganotti e Rodrigo

Leia mais

Planos Decenais de Educação Desafios e perspectivas para a próxima década da implementação ao monitoramento

Planos Decenais de Educação Desafios e perspectivas para a próxima década da implementação ao monitoramento Planos Decenais de Educação Desafios e perspectivas para a próxima década da implementação ao monitoramento Alessio Costa Lima Dirigente Municipal de Educação de Tabuleiro do Norte/ CE Presidente da Undime

Leia mais

CAPÍTULO III DO FINANCIAMENTO

CAPÍTULO III DO FINANCIAMENTO PROJETO DE LEI Institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO

Leia mais

Propostas 2013 2016. Dr. Marcos Norjosa

Propostas 2013 2016. Dr. Marcos Norjosa Propostas 2013 2016 As propostas do candidato a Prefeito Dr. Marcos têm como meta principal o bem estar do povo de Pacoti, assim como seu desenvolvimento social e financeiro. Este plano de governo é resultado

Leia mais

QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM

QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM A qualidade da educação almejada deve ser definida em consonância com o projeto

Leia mais

MANIFESTAÇÃO DO CNE SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 8.035/2010 * PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO *

MANIFESTAÇÃO DO CNE SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 8.035/2010 * PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO * MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MANIFESTAÇÃO DO CNE SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 8.035/2010 * PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020 * COMISSÃO BICAMERAL Antonio Carlos Caruso Ronca Antônio

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE. Audiência Pública para construção de Unidades Escolares Padronizadas.

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE. Audiência Pública para construção de Unidades Escolares Padronizadas. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Audiência Pública para construção de Unidades Escolares Padronizadas Proinfância B e C Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE O FNDE é

Leia mais

SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA. 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS

SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA. 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS SEMINÁRIO MACRORREGIONAL SOBRE O CONTROLE SOCIAL REGIÃO METROPOLITANA 31 de outubro de 2013 Auditório da Fetag Porto Alegre - RS LEI COMPLEMENTAR N 141/2012 E O PROCESSO DE FINANCIAMENTO DO SUS Sistema

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014 ESTUDO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014 Ana Valeska Amaral Gomes Paulo Sena Consultores Legislativos da Área XV Educação, Cultura e Desporto Nota

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua FINANCIAMENTO DA POLÍTICA EDUCACIONAL BRASILEIRA compreendendo os sistemas de ensino federal, estadual e municipal, a Constituição Federal

Leia mais

O DIREITO À EDUCAÇÃO INFANTIL NA LEGISLAÇÃO ATUAL. Palavras-chave: direito à educação. Educação infantil. Previsão legal. Período integral.

O DIREITO À EDUCAÇÃO INFANTIL NA LEGISLAÇÃO ATUAL. Palavras-chave: direito à educação. Educação infantil. Previsão legal. Período integral. O DIREITO À EDUCAÇÃO INFANTIL NA LEGISLAÇÃO ATUAL Palavras-chave: direito à educação. Educação infantil. Previsão legal. Período integral. Resumo: este artigo tem por objetivo compreender a extensão do

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO ISSN: 2237-8022 (on-line) ISSN: 2318-4469 (CD-ROM) CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO RESUMO Terezinha Severino da SILVA terezinhasilvafeitas@yahoo.com.br

Leia mais

CARTA DE GOIÂNIA - GO

CARTA DE GOIÂNIA - GO CARTA DE GOIÂNIA - GO Nos dias 8 e 9 de junho de 2011, em Goiânia, foi realizado o III Encontro Regional dos Fóruns Estaduais de Educação Infantil da Região Centro-Oeste, com a temática Educação Infantil:

Leia mais

PEC 15/2015. O novo Fundeb como contribuição para a construção do custo aluno qualidade (CAQ) Nelson Cardoso Amaral Universidade Federal de Goiás

PEC 15/2015. O novo Fundeb como contribuição para a construção do custo aluno qualidade (CAQ) Nelson Cardoso Amaral Universidade Federal de Goiás PEC 15/2015 O novo Fundeb como contribuição para a construção do custo aluno qualidade (CAQ) Nelson Cardoso Amaral Universidade Federal de Goiás Há uma inter-relação entre o PNE, o CAQ e o Fundeb Meta

Leia mais

O ato elaborar planos não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. PLANEJAR PARA QUEM? PARA O OUTRO (ALUNO)

O ato elaborar planos não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. PLANEJAR PARA QUEM? PARA O OUTRO (ALUNO) Efetivação das Políticas Educacionais Pós-Publicação dos Pls de Educação Explicitar como o consenso na construção em torno de uma política de educação para o decênio de forma ativa e participativa, constituído

Leia mais

Art O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;

Art O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; CAPÍTULO III DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO Seção I DA EDUCAÇÃO Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade,

Leia mais

ANÁLISE DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

ANÁLISE DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO RESUMO ANÁLISE DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024 Sayonara Ramos Marcelino Ferreira Quirino (1) Autora UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA sayonarapedagoga@gmail.com O Plano Nacional de Educação (PNE)

Leia mais

A EJA após 10 anos do PNE, PEE e PME: avanços e desafios. Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA

A EJA após 10 anos do PNE, PEE e PME: avanços e desafios. Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA A EJA após 10 anos do PNE, PEE e PME: avanços e desafios Maria Margarida Machado FE/UFG Fórum Goiano de EJA Desafio de constituir-se MODALIDADE Construção histórica do PNE 2001-2010 Debate intenso da sociedade

Leia mais

ROTEIRO PROPOSITIVO Proposta Preliminar de Estrutura e Organização do Documento-Referência

ROTEIRO PROPOSITIVO Proposta Preliminar de Estrutura e Organização do Documento-Referência ROTEIRO PROPOSITIVO Proposta Preliminar de Estrutura e Organização do Documento-Referência Introdução: Proposta preliminar construída a partir do documento final da Conae 2014, do PNE e das contribuições

Leia mais

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Profª Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Projeto de Lei 8035/ 2010

Leia mais

Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024

Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024 Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento da EPT no Brasil até 2024 Marcelo Machado Feres Secretário de Educação Profissional e Tecnológica SETEC Ministério da Educação XXXIX edição da Reunião dos

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Ministério da Educação SUMÁRIO MODELO DE PLANEJAMENTO E MONITORAMENTO ESTRATÉGICO PROCESSO DE FORMULAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL CADEIA DE VALOR MAPA ESTRATÉGICO INICIATIVAS ESTRATÉGICAS

Leia mais

AULA 03 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; ; LEI DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 03

AULA 03 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; ; LEI DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 03 AULA 03 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 03 CONSTITUIÇÃO FEDERAL (Art. 205 a 214) CAPÍTULO III DA EDUCAÇÃO,

Leia mais

DIVERGÊNCIAS NACIONAIS RELATIVAS AO SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO - SNE. Maria Beatriz Mandelert Padovani

DIVERGÊNCIAS NACIONAIS RELATIVAS AO SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO - SNE. Maria Beatriz Mandelert Padovani DIVERGÊNCIAS NACIONAIS RELATIVAS AO SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO - SNE Maria Beatriz Mandelert Padovani FONTES DE DEBATES: 1. Texto MEC - Instituir um Sistema Nacional de Educação: agenda obrigatória para

Leia mais

para que a educação seja assumida como responsabilidade de todos, e ampliar o controle social no cumprimento das políticas públicas educacionais.

para que a educação seja assumida como responsabilidade de todos, e ampliar o controle social no cumprimento das políticas públicas educacionais. para que a educação seja assumida como responsabilidade de todos, e ampliar o controle social no cumprimento das políticas públicas educacionais. 19. Constituir fóruns paritários e regulares, envolvendo

Leia mais

Quanto custa financiar um PNE pra valer?

Quanto custa financiar um PNE pra valer? Quanto custa financiar um PNE pra valer? José Marcelino de Rezende Pinto USP ANPED Campanha Nacional pelo Direito à Educação CEDES Associação Nacional de Pesquisa em Financiamento da Educação - Fineduca

Leia mais

Avanços do TPE Setembro 2006 / Maio 2007

Avanços do TPE Setembro 2006 / Maio 2007 Avanços do TPE Setembro 2006 / Maio 2007 Já sabemos que... Educação de qualidade para todos promove: Já sabemos que... Educação de qualidade para todos promove: Crescimento econômico Já sabemos que...

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA. Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância da Juventude CAODIJ

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA. Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância da Juventude CAODIJ MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância da Juventude CAODIJ PACTO PELOS DIREITOS DAS CRIANÇAS, ADOLESCENTES E JOVENS DA CIDADE

Leia mais

Perspectiva para atendimento da Meta 1 do Plano Municipal de Educação de Campinas 2016

Perspectiva para atendimento da Meta 1 do Plano Municipal de Educação de Campinas 2016 Perspectiva para atendimento da Meta 1 do Plano Municipal de Educação de Campinas 2016 Stella Silva Telles Núcleo de Estudos em Políticas Públicas Universidade Estadual de Campinas Francisco José Carbonari

Leia mais

EMENDAS DA ANFOPE AO PL / 2010 IRIA BRZEZINSKI

EMENDAS DA ANFOPE AO PL / 2010 IRIA BRZEZINSKI S DA ANFOPE AO PL.8. 035/ 2010 IRIA BRZEZINSKI META 15. REESTRUTURADA TENDO EM VISTA A CRIAÇÃO, ORGANIZAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO SUBSISTEMA NACIONAL DE FORMAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Ministério da Educação DIRETORIA DE POLÍTICAS DE ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Junho de 2013 Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão - SECADI Panorama da

Leia mais

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Profª Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Projeto de Lei 8035/ 2010

Leia mais

S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações LEI Nº 9.795, DE 27 DE ABRIL DE 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

Diagnóstico da Educação Básica no Ceará Secretaria de Estado da Educação

Diagnóstico da Educação Básica no Ceará Secretaria de Estado da Educação Diagnóstico da Educação Básica no Ceará Secretaria de Estado da Educação Armando Simões Secretário Adjunto Fortaleza, 09 de Junho de 2015 Plano Nacional de Educação O Plano Nacional de Educação, aprovado

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 679/2013 28 DE NOVEMBRO 2013

LEI MUNICIPAL Nº. 679/2013 28 DE NOVEMBRO 2013 LEI MUNICIPAL Nº. 679/2013 28 DE NOVEMBRO 2013 DISPÕE SOBRE O PLANO PLURIANUAL DO MUNICÍPIO DE GOVERNADOR JORGE TEIXEIRA-RO, PARA O QUADRIÊNIO (2014 A 2017), E CONTÉM OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A PREFEITA MUNICIPAL

Leia mais

SINTE/SC - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO NA REDE PÚBLICA DO ENSINO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SINTE/SC - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO NA REDE PÚBLICA DO ENSINO DO ESTADO DE SANTA CATARINA Of. Expedido nº 106/2015 Florianópolis, 10 de Setembro de 2015 Exmo. Sr. Valdir Cobalchini Presidente da Comissão de Educação - ALESC Nesta Senhor Deputado; Face a tramitação do projeto de lei 0227.7/2015,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.150, DE 2014 (Do Sr. Rodrigo Maia)

PROJETO DE LEI N.º 7.150, DE 2014 (Do Sr. Rodrigo Maia) *C0048302E* C0048302E CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.150, DE 2014 (Do Sr. Rodrigo Maia) Altera a Lei nº 8.080, de 11 de setembro, de 1990, para determinar a realização de campanhas destinadas

Leia mais

PLANO DE GESTÃO ORÇAMENTÁRIA 2013

PLANO DE GESTÃO ORÇAMENTÁRIA 2013 PLANO DE GESTÃO ORÇAMENTÁRIA 2013 João Pessoa-PB 2013 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 1 1.PROGRAMAS E AÇÕES... 2 1.1. PROGRAMA 2031 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TECNOLÓGICA... 2 1.1.1.Principais Ações do Programa...

Leia mais

Painel 2: Como o PNE poderá contribuir para formar novos profissionais de que o Brasil precisa?

Painel 2: Como o PNE poderá contribuir para formar novos profissionais de que o Brasil precisa? Painel 2: Como o PNE poderá contribuir para formar novos profissionais de que o Brasil precisa? Brasil Competitivo São Paulo, 19 de agosto de 2014 Aléssio Trindade de Barros alessio.barros@mec.gov.br Metas

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE RIBAS DO RIO PARDO, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que o Plenário Aprovou a seguinte Lei.

O PREFEITO MUNICIPAL DE RIBAS DO RIO PARDO, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que o Plenário Aprovou a seguinte Lei. LEI MUNICIPAL Nº. 932/2010 Dispõe sobre o Sistema Municipal de Habitação de Interesse Social, institui a Coordenadoria Municipal de Habitação de Interesse Social e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO,

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, PORTARIA N DE DE 2016, de Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SINAEB. 0 MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso

Leia mais

I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares I Encontro Nacional do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares GRUPO DE TRABALHO Municípios das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul Criação do Grupo Articulador Definir quem é o grupo

Leia mais

Art A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno

Art A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno CONSTITUIÇÃO FEDERAL DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Seção que pactua a educação como direito de todos. CAPÍTULO III DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO Seção I DA EDUCAÇÃO MS. Carreiro 1 Art. 205.

Leia mais

PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA.

PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA. CARTA COMPROMISSO: PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA. Ilustríssimo Senhor Candidato a Prefeito de Itabuna nas eleições municipais de 2016, Primando por uma Educação de qualidade

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.825, DE 29 DE JUNHO DE 2006. Estabelece as diretrizes para elaboração do Plano de Desenvolvimento dos Integrantes do Plano

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO Formular e implementar estratégias de gestão com participação, transparência, compromisso, responsabilidade e efetividade, potencializando a administração pública

Leia mais

Proposições de Emendas ao PNE, protocolizadas pela FASUBRA Sindical, junto à Câmara dos Deputados

Proposições de Emendas ao PNE, protocolizadas pela FASUBRA Sindical, junto à Câmara dos Deputados Proposições de Emendas ao PNE, protocolizadas pela FASUBRA Sindical, junto à Câmara dos Deputados ARTIGO/META/ESTRATÉGIA PROPOSIÇÃO Art. 2º VIII Estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos

Leia mais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Programa 1374 Desenvolvimento da Educação Especial Ações Orçamentárias Número de Ações 15 05110000 Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Projeto apoiado Unidade de Medida: unidade UO: 26298 FNDE

Leia mais