Avaliação e Incorporação de Tecnologias em Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Avaliação e Incorporação de Tecnologias em Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde"

Transcrição

1 IV Jornada de Economia da Saúde da ABrES Qualificação do Gasto: Avaliação de Tecnologias em Saúde (20-22 de agosto de 2008) Avaliação e Incorporação de Tecnologias em Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde Everton Nunes da Silva Economista/Consultor-Técnico Decit/SCTIE/MS

2 Contexto da ATS, antes de 2000 Ações isoladas Poucas pesquisas aplicadas aos problemas do SUS Poucos grupos de pesquisa em ATS

3 Iniciativas conduzidas pelo MS para institucionalizar a ATS, no âmbito do SUS Desde 2003, o Decit tem desenvolvido as seguintes ações: Criação de uma Coordenação Geral de Avaliação de Tecnologias em Saúde (CG-ATS); Criada em Identificação de prioridades de pesquisa em ATS; Duas oficinas (2006 e 2008). Suporte e produção de estudos Editais específicos em ATS e contratações diretas» Revisões sistemáticas: 31 publicadas e 10 em andamento;» Estudos de ATS: 12 em andamento;» Pareceres técnico-científicos: 60 por ano

4 Continuação... Capacitação em Gestão de Tecnologias; 5 cursos de mestrado 2 cursos de especialização» 171 alunos, distribuídos nas seguintes instituições: UFRGS; CPES-Unifesp; IMS-UERJ; Centro Cochrane do Brasil; ENSP-Fiocruz; e UFBA. Implementação da Rede Nacional de Pesquisa Clínica (RNPC); 19 centros. Implementação da Rede Nacional de Avaliação de Tecnologias em Saúde (REBRATS); Interlocução com outros gestores da saúde. Áreas técnicas do MS, CONASS, CONASEMS, ANS, ANVISA. GT-ATS.

5 Marcos Institucionais (1)

6 Marcos Institucionais (2) Decit US$4,311,265 Parceiros US$396,354 Decit US$8,522,337 Partners US$5,166,800 Estudos em ATS Pesquisa Clínica Cooperação: MS e MCT Programa de Pós-Doc SUS Até R$ 300 mil por pesquisador, em 5 anos Cooperação: MS e MEC

7 Cooperação Internacional INAHTA O Decit é membro da INAHTA desde 2006, com participação nos encontros anuais e apresentação de trabalhos MERCOSUL O Decit participa da Subcomissão de Avaliação e Uso de Tecnologias nos Serviços de Saúde

8 Disseminação dos avanços científicos e tecnológicos 6ª edição do Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia em Saúde

9 Disseminação dos avanços científicos e tecnológicos

10 Disseminação dos avanços científicos e tecnológicos

11 Incorporação de Tecnologias em Saúde no SUS

12 Incorporação de Tecnologias Portaria GM nº 152 de 19 de janeiro de 2006 Art. 1º - institui o fluxo para incorporação de tecnologias no âmbito do SUS. 1º - o fluxo organizar-se-á a partir de ações articuladas e integradas da SAS, SCTIE, SVS, ANVISA e ANS. 2º - Compete à SAS a gestão do processo de incorporação e à SCTIE o processo de gestão da avaliação das tecnologias. Art. 2º - Institui, sob a coordenação da SAS, a Comissão de Incorporação de Tecnologias do Ministério da Saúde (CITEC). 1º - a CITEC será composta por representantes, titular e suplente, da SAS, SCTIE, SVS, ANVISA e ANS. Art. 3º - estabelece que a divulgação dos resultados ocorra após a conclusão do processo de incorporação tecnológica na CITEC.

13 Fluxo para incorporação de tecnologias no SUS (1) As solicitações para incorporação de tecnologias, protocoladas na SAS, são encaminhadas à CITEC (2) A CITEC fará análise prévia e definitiva das solicitações recebidas, concluindo quanto a sua admissibilidade com base na relevância e no impacto da incorporação de tecnologia no SUS, bem como na existência de sólidas evidências científicas preliminares de efetividade da tecnologia proposta. (3) Havendo conclusão negativa, a Comissão comunicará por ofício, ao demandante, e dará por encerrado o processo.

14 (4) Em caso de conclusão positiva, a Comissão solicitará ao DECIT/SCTIE, a realização de estudos de ATS. (5) O DECIT/SCTIE e DAE/SAS definirão, com base no ciclo da tecnologia a ser avaliada, no perfil da rede institucional com potencial para a realização de ATS e nas necessidades de gestão do SUS, a tipologia, a modelagem e o prazo para realização dos estudos contratados. (6) O DECIT/SCTIE definirá as providências necessárias para a contratação, financiamento e o desenvolvimento dos estudos de ATS. (7) Os estudos de ATS serão validados no DECIT/SCTIE e encaminhados com recomendações para a CITEC, que, no prazo de 90 dias, concluirá quanto à admissibilidade da tecnologia no SUS. (8) As conclusões serão encaminhadas à Secretaria-Executiva para providências ex ante a homologação do processo pelo Ministro de Estado da Saúde.

15 Muito Obrigado! Contatos: Telefone:

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 1 INTRODUÇÃO Esta Nota Técnica tem o propósito de relatar as atividades desenvolvidas em 2011 pelo Grupo de Trabalho de Preparação das

Leia mais

Avaliação de Tecnologia em Saúde na Qualificação dos Gastos

Avaliação de Tecnologia em Saúde na Qualificação dos Gastos IV Jornada de Economia da Saúde Agosto 2008 Avaliação de Tecnologia em Saúde na Qualificação dos Gastos Rosimary Almeida Gerência de Avaliação de Tecnologia - GEATS Diretoria de Desenvolvimento Setorial

Leia mais

O SECRETÁRIO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE,

O SECRETÁRIO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE, 16 de Junho de 2015 12:28 Foi publicada no DOU de hoje (16/6), a Portaria SCTIE n. 26 que aprova os requisitos para submissão e análise de proposta de incorporação, alteração ou exclusão de tecnologia

Leia mais

Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) Atualidades

Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) Atualidades Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) Atualidades Classificação de Tipos de Estabelecimentos de Saúde Finalidade do trabalho desenvolvido discutir e apresentar proposta para revisão das

Leia mais

Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde

Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde Avaliação e Incorporação de Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde Flávia T S Elias Coordenadora de Avaliação de Tecnologias em Saúde Departamento de Ciência e Tecnologia DECIT Secretaria de Ciência,

Leia mais

A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS E DESAFIOS PARA A GESTÃO DO SUS

A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS E DESAFIOS PARA A GESTÃO DO SUS MINISTÉRIO DA SAÚDE - MS SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE - SAS DEPARTAMENTO DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES BENEFICENTES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM SAÚDE - DCEBAS A CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE: DCEBAS - AVANÇOS

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O PAPEL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ. Prof. Klenilmar Lopes Dias

POLÍTICA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O PAPEL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ. Prof. Klenilmar Lopes Dias FÓRUM DAS LICENCIATURAS SABERES É PRÁTICAS DOCENTES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES POLÍTICA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O PAPEL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ Prof.

Leia mais

Desafios para a Avaliação e Incorporação de Novas Tecnologias no Sistema Único de Saúde

Desafios para a Avaliação e Incorporação de Novas Tecnologias no Sistema Único de Saúde Desafios para a Avaliação e Incorporação de Novas Tecnologias no Sistema Único de Saúde Tazio Vanni Coordenador Geral de Avaliação de Tecnologias em Saúde Departamento de Ciência e Tecnologia Secretaria

Leia mais

FINANCIAMENTO FEDERAL

FINANCIAMENTO FEDERAL FINANCIAMENTO FEDERAL SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE O art. 198 da CF preconiza que as ações e serviços públicos de saúde - asps integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único organizado

Leia mais

Avaliação de Tecnologias em Saúde: institucionalização das ações no Ministério da Saúde

Avaliação de Tecnologias em Saúde: institucionalização das ações no Ministério da Saúde Informes Técnicos Institucionais Technical Institutional Reports Avaliação de Tecnologias em Saúde: institucionalização das ações no Ministério da Saúde Correspondência Correspondence: Decit - Departamento

Leia mais

Impacto na Avaliação e Inclusão de Tecnologias

Impacto na Avaliação e Inclusão de Tecnologias Lei Orgânica da Saúde no Brasil: Impacto na Avaliação e Inclusão de Tecnologias Dr. Marcos Bosi Ferraz Professor e Diretor Centro Paulista de Economia da Saúde / FAP UNIFESP Diretor de Economia Médica

Leia mais

AULA 3 DIREITO À SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

AULA 3 DIREITO À SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE FACULDADE CATÓLICA RAINHA DO SERTÃO CURSO DE FARMÁCIA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PROFESSOR: MÁRCIO BATISTA AULA 3 DIREITO À SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DIREITO À SAÚDE DIREITO À

Leia mais

PROCESSO DE REGISTRO E INCORPORAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS EM SAÚDE MODELOS DE TRABALHO

PROCESSO DE REGISTRO E INCORPORAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS EM SAÚDE MODELOS DE TRABALHO PROCESSO DE REGISTRO E INCORPORAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS EM SAÚDE MODELOS DE TRABALHO Prof. Giácomo Balbinotto Neto PPGE/UFRGS SÃO PAULO, ABRIL 2008 Tecnologia em Saúde Segundo o Serviço Nacional de Saúde

Leia mais

Estudos de avaliação de tecnologias em saúde e a incorporação de novas tecnologias no sistema de saúde

Estudos de avaliação de tecnologias em saúde e a incorporação de novas tecnologias no sistema de saúde ABRES 2014 - XI Encontro Nacional de Economia da Saúde & VI Encontro Latino Americano de Economia da Saúde Estudos de avaliação de tecnologias em saúde e a incorporação de novas tecnologias no sistema

Leia mais

Avaliação Econômica de Tecnologias em Saúde

Avaliação Econômica de Tecnologias em Saúde Palestra 3: Avaliação Econômica de Tecnologias em Saúde Everton Nunes da Silva everton@ppge.ufrgs.br Maio/2008 CONTEXTO MUNDIAL: GASTO EM SAÚDE Total Health Expenditure % of GDP Public Expenditure % of

Leia mais

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA EM SAÚDE - CQIS/DESID MARCELO SETTE GUTIERREZ Coordenador Economia

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007

PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007 PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde - Pró-Saúde - para os cursos de graduação da área

Leia mais

BRAZIL The New Hepatitis C Treatment Protocol

BRAZIL The New Hepatitis C Treatment Protocol BRAZIL The New Hepatitis C Treatment Protocol Paulo Roberto Lerias de Almeida Hospital Nossa Senhora da Conceição - Pôrto Alegre Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul Ministério da Saúde DISCLOSURE

Leia mais

Antônio Carlos Campos de Carvalho Diretor do Decit/SCTIE/MS. Brasília, 23 de maio de 2013

Antônio Carlos Campos de Carvalho Diretor do Decit/SCTIE/MS. Brasília, 23 de maio de 2013 Antônio Carlos Campos de Carvalho Diretor do Decit/SCTIE/MS Brasília, 23 de maio de 2013 Estrutura do Ministério da Saúde - MS MS SCTIE SVS SAS SGEP SGTES SESAI SE Decit DAF DECIIS CONITEC Organograma

Leia mais

Brasília DF 2009 MINISTÉRIO DA SAÚDE

Brasília DF 2009 MINISTÉRIO DA SAÚDE Brasília DF 2009 MINISTÉRIO DA SAÚDE 2009 Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou

Leia mais

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO Secretaria de Educação Básica Diretoria de Apoio à Gestão 1 Educacional Objetivo do Pacto do Ensino

Leia mais

Fórum Nacional de Diálogos de Direito & Saúde Baseada em Evidências

Fórum Nacional de Diálogos de Direito & Saúde Baseada em Evidências Fórum Nacional de Diálogos de Direito & Saúde Baseada em Evidências 17 e 18 de Março de 2016 Programação: 17 de Março de 2016 Quinta Feira 1. Judicialização da Saúde: contexto e implicações para a Sociedade

Leia mais

Política de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica

Política de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica Política de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica Encontrando caminhos para a institucionalizaçã ção Brasília, agosto 2005 Monitoramento e Avaliação de intervenções no âmbito nacional Componentes

Leia mais

Revisão da Portaria de Potabilidade da água para consumo humano

Revisão da Portaria de Potabilidade da água para consumo humano Revisão da Portaria de Potabilidade da água para consumo humano Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental Departamento

Leia mais

Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias

Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias Ouvidoria - Seguros Unimed Histórico de Implantação da Ouvidoria Seguros

Leia mais

NOTA TÉCNICA 08/2011. Diretrizes para o Programa de Qualificação do Agente de Combate às Endemias. Brasília, 15de abril de 2011.

NOTA TÉCNICA 08/2011. Diretrizes para o Programa de Qualificação do Agente de Combate às Endemias. Brasília, 15de abril de 2011. NOTA TÉCNICA 08/2011 Diretrizes para o Programa de Qualificação do Agente de Combate às Endemias Brasília, 15de abril de 2011. DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

Leia mais

Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein

Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein Luiz Vicente Rizzo Diretor Superintendente Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avaliação de Tecnologia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 007/UFFS/2014 - APOIO A PROJETOS DE FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA REFERENTE À AÇÃO

Leia mais

O USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA Legislação Hídrica no Brasil e a Revisão da Portaria MS 518/04

O USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA Legislação Hídrica no Brasil e a Revisão da Portaria MS 518/04 Secretaria de Vigilância em Saúde O USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA Legislação Hídrica no Brasil e a Revisão da Portaria MS 518/04 Guilherme Franco Netto Diretor de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador

Leia mais

Política Nacional de Gestão de Tecnologias em Saúde

Política Nacional de Gestão de Tecnologias em Saúde Política Nacional de Gestão de Tecnologias em Saúde 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE POLÍTICA NACIONAL DE GESTÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE Política Nacional de Gestão de Tecnologias em Saúde Brasília DF 2010 MINISTÉRIO

Leia mais

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 Institui os Comitês Gestores, Grupos Executivos, Grupos Transversais e os Comitês de Mobilização Social e de Especialistas dos compromissos prioritários de governo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA Edital de Convocação nº. 006/2013 classificação e com a necessidade da Secretaria Municipal de 6º Chamada Professor D1 07 vagas 108º a 114º Professor D2 Língua Inglesa 01 10º Secretaria Municipal de Educação,

Leia mais

Monitoramento da Implementação da Lei de Conflito de Interesses

Monitoramento da Implementação da Lei de Conflito de Interesses Monitoramento da Implementação da Lei de Conflito de Interesses AGOSTO/2015 Plano de Monitoramento 246 Órgãos e entidades do Poder Executivo Federal acompanhados Indicadores (periodicidade mensal, quadrimestral

Leia mais

WORKSHOP A INCORPORAÇÃO DE VACINAS ATRAVÉS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO BRASIL

WORKSHOP A INCORPORAÇÃO DE VACINAS ATRAVÉS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO BRASIL WORKSHOP A INCORPORAÇÃO DE VACINAS ATRAVÉS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO BRASIL Transferência de tecnologia e autossuficiência em vacinas Gina Camilo de Oliveira Coordenação Geral de Base Química e

Leia mais

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar

Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Cartão Nacional de Saúde no âmbito da Saúde Suplementar Coordenação de Beneficiários Gerência de Produção e Análise de Informações GEPIN Gerência-Geral de Informações e Sistemas - GGISS Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Institui a Política Nacional de Capacitação dos Servidores para a Administração Pública Federal direta, autárquica

Leia mais

FARMACOECONOMIA E NOVAS EXIGÊNCIAS REGULATÓRIAS. Denizar Vianna

FARMACOECONOMIA E NOVAS EXIGÊNCIAS REGULATÓRIAS. Denizar Vianna FARMACOECONOMIA E NOVAS EXIGÊNCIAS REGULATÓRIAS Denizar Vianna Estrutura da Apresentação Cenário Brasileiro Avaliação de Tecnologias em Saúde Fluxo para Incorporação de Tecnologias Evolução dos gastos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

Leia mais

EDITAL PF no. 002/2016 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA

EDITAL PF no. 002/2016 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA EDITAL PF no. 002/2016 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA O CONASS: O Conselho Nacional de Secretários de Saúde é uma entidade

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING E TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA CENTRO DE COMPONENTES SEMICONDUTORES - CCS Processo nº 01P-4094/2015 A(O)

Leia mais

A RELAÇÃO MÉDICO X SUS

A RELAÇÃO MÉDICO X SUS A RELAÇÃO MÉDICO X SUS Condições de trabalho Remuneração Direitos e deveres Dr. Angelo Mário Sarti Alta Mogiana / 2013 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Em 1998,elaboração de Manual: SAÚDE & CIDADANIA - 12 volumes,

Leia mais

Processos para o andamento do Inquérito Nacional de Saúde. Deborah Carvalho Malta CGDANT/DASIS/SVS/MS

Processos para o andamento do Inquérito Nacional de Saúde. Deborah Carvalho Malta CGDANT/DASIS/SVS/MS Processos para o andamento do Inquérito Nacional de Saúde Deborah Carvalho Malta CGDANT/DASIS/SVS/MS Brasília, 03 de setembro, 2009 Introdução Informações em saúde são essenciais para o planejamento, monitoramento

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO A FACTO, em cumprimento a Resolução nº. 196, do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS), expedida

Leia mais

Doxiciclina para tratamento da Donovanose

Doxiciclina para tratamento da Donovanose Doxiciclina para tratamento da Donovanose N o 156 Outubro/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016) Dá nova redação à Instrução Normativa n 39, de 19 de dezembro de 2014, do Ministério das Cidades, que Regulamenta o Programa Minha Casa,

Leia mais

Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro

Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro Prof. Marcos Alex Mendes da Silva PhD, MsC, Especialista em Gestão em Saúde Prof. Adjunto FOUFF Nova Friburgo Ciência,

Leia mais

Política Nacional de Atenção Oncológica Claudio Pompeiano Noronha

Política Nacional de Atenção Oncológica Claudio Pompeiano Noronha Política Nacional de Atenção Oncológica Claudio Pompeiano Noronha Coordenação Geral de Ações Estratégicas - CGAE Instituto Nacional de Câncer - INCA Cenário do Câncer no Mundo: perspectiva de crescimento

Leia mais

Texto compilado Institui o Comitê Gestor e o Grupo Executivo do Programa Mais Médicos e dá outras providências.

Texto compilado Institui o Comitê Gestor e o Grupo Executivo do Programa Mais Médicos e dá outras providências. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.040, DE 8 DE JULHO DE 2013 Texto compilado Institui o Comitê Gestor e o Grupo Executivo do Programa Mais Médicos e dá

Leia mais

4ª Reunião do Conselho de Competitividade do Complexo da Saúde

4ª Reunião do Conselho de Competitividade do Complexo da Saúde 4ª Reunião do Conselho de Competitividade do Complexo da Saúde Carlos Augusto Grabois Gadelha Coordenador do GECIS e Secretário de Ciência, tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde 11 de

Leia mais

Congresso das Secretarias Municipais de Saúde 2016 COSEMS/RS. SUS: a conjuntura atual e a gestão que queremos

Congresso das Secretarias Municipais de Saúde 2016 COSEMS/RS. SUS: a conjuntura atual e a gestão que queremos Congresso das Secretarias Municipais de Saúde 2016 COSEMS/RS SUS: a conjuntura atual e a gestão que queremos 13 de julho de 2016 Gestão e Financiamento 1 - Melhorar a gestão e o financiamento da saúde,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Relatório da I Reunião do Conselho Consultivo da EVIPNet Brasil No dia 29 de maio de 2009

Leia mais

Regimento da Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico- Administrativos em Educação

Regimento da Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico- Administrativos em Educação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO Regimento da Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico- Administrativos em Educação Aprovado pela Resolução

Leia mais

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017.

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. ELEIÇÃO PARA RECOMPOSIÇÃO DOS INTEGRANTES DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS

Leia mais

6º Seminário de Capacitação em Atração de Investimentos

6º Seminário de Capacitação em Atração de Investimentos 6º Seminário de Capacitação em Atração de Investimentos Brasília, 22 de outubro, 2015 Roteiro I. Atuação da Renai II. Parceria Renai Secretarias Estaduais III. Atividades Previstas Parte I O que é a Renai?

Leia mais

Educação Permanente em Saúde: uma estratégia de Gestão do Trabalho para o fortalecimento do SUS em Natal.

Educação Permanente em Saúde: uma estratégia de Gestão do Trabalho para o fortalecimento do SUS em Natal. Educação Permanente em Saúde: uma estratégia de Gestão do Trabalho para o fortalecimento do SUS em Natal. Oficina de Premiação INOVASUS 2014 NTECEDENTES HISTÓRICOS A trajetória do SUS é marcada pelo registro

Leia mais

I CIMES Financiamento de Equipamentos pelo Ministério da Saúde para o SUS

I CIMES Financiamento de Equipamentos pelo Ministério da Saúde para o SUS I CIMES - 2012 Financiamento de Equipamentos pelo Ministério da Saúde para o SUS Murilo Contó Coordenação Geral de Investimentos em Saúde - CGIS Roteiro Estrutura do Ministério da Saúde Atribuições da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO OEI/TOR/FNDE/CGETI

Leia mais

HORÁRIOS PROVISÓRIOS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL 2 6º ANO MANHÃ HORÁRIO AULA SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7:20 ÀS 8:10

HORÁRIOS PROVISÓRIOS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL 2 6º ANO MANHÃ HORÁRIO AULA SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7:20 ÀS 8:10 6º ANO MANHÃ ÀS ÀS 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª GEOMÉTRICO/ / Ruth 7º ANO MANHÃ TURMA 01 1ª 2ª ÀS ÀS 3ª 4ª 5ª GEOMÉTRICO/ / Ruth 7º ANO MANHÃ TURMA 02 1ª ÀS ÀS 2ª 3ª 4ª 5ª / Ruth 8º ANO MANHÃ 1ª 2ª ÀS ÀS ÀS 12:50 3ª

Leia mais

Pesquisa epidemiológica no Brasil: um balanço de conjuntura

Pesquisa epidemiológica no Brasil: um balanço de conjuntura Pesquisa epidemiológica no Brasil: um balanço de conjuntura Reinaldo Guimarães Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde reinaldo.guimaraes@saude.gov.br A pesquisa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇAO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

Leia mais

153037.232015.5453.4578.1873553308.44

153037.232015.5453.4578.1873553308.44 153037.232015.5453.4578.1873553308.44 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alagoas Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00023/2015 Às 09:01 horas do dia 11 de junho de 2015, reuniram se

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX XX QUADRIMESTRE Secretaria Municipal de Saúde de xxxxxx Mês e Ano de elaboração Modelo Elaborado pela Gerência de Programação em Saúde (Deplan/Susam) para apoio

Leia mais

Incorporação de Tecnologias no SUS

Incorporação de Tecnologias no SUS Incorporação de Tecnologias no SUS Seminário Inovação Tecnológica em Saúde no SUS IS SES/SP Fernanda Laranjeira Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Departamento de

Leia mais

Coordenação-Geral de Planejamento e Orçamentos. Série B. Textos Básicos de Saúde

Coordenação-Geral de Planejamento e Orçamentos. Série B. Textos Básicos de Saúde Coordenação-Geral de Planejamento e Orçamentos Série B. Textos Básicos de Saúde 2010 Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada

Leia mais

Política de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo PCTIS. 29 de março de 2017

Política de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo PCTIS. 29 de março de 2017 Política de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo PCTIS 29 de março de 2017 Por que uma Política de CT&I da SES-SP? A Política de CT&I em Saúde Constituição

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE.

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE. CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE. INTRODUÇÃO Esta nota técnica se propõe a apresentar alguns conceitos e ações desenvolvidas na área de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde e a atual situação.

Leia mais

Pólos de Educação Permanente em Saúde: a participação na Roda de Gestão

Pólos de Educação Permanente em Saúde: a participação na Roda de Gestão Pólos de Educação Permanente em Saúde: a participação na Roda de Gestão Introdução Em 13 de fevereiro de 2004 o Ministério da Saúde emite a Portaria Nº 198/GM/MS instituindo a Política Nacional de Educação

Leia mais

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde São Paulo, 13 de abril de 2016 No momento em que se aproxima o fim da

Leia mais

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Tecnologias em saúde: considerações iniciais O que é tecnologia em saúde? Medicamentos,

Leia mais

Projetos Filantrópicos IEP

Projetos Filantrópicos IEP Projetos Filantrópicos IEP Contexto da construção dos Projetos em Parceria Portaria GM/MS 3276 de dezembro de 2007 Levantamento de demandas e necessidades com parceiros Ministério da Saúde MS Agência Nacional

Leia mais

Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde. Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde

Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde. Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde Comissão de Avaliação de Tecnologias em Saúde do Estado do Ceará 2012 COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde

Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Idealizada durante a 1ª Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde, realizada em 1994, a Secretaria

Leia mais

REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE PARA O BRASIL: DATASUS/SGEP/MS 02 Julho 2012

REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE PARA O BRASIL: DATASUS/SGEP/MS 02 Julho 2012 RES-SUS SUS Nacional REGISTRO ELETRÔNICO DE SAÚDE PARA O BRASIL: QUAL É O PLANO? DATASUS/SGEP/MS 02 Julho 2012 A escala do Sistema Único de Saúde - SUS Brasileiro 27 Estados 415 Regiões de Saúde 5.564

Leia mais

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU APRESENTAÇÃO A disputa por uma vaga no mercado de trabalho está cada vez mais intensa, tornando os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu indispensáveis. Fazê-los em uma

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Ministério da Educação Nº 2098 - Quinta feira, 29 de setembro de 2016 PORTARIA NORMATIVA Nº 19, DE 28 DE SETEMBRO DE 2016 - Dispõe sobre procedimentos para transferência de mantença de Instituições de

Leia mais

Estudo Multicêntrico de Avaliação em Promoção da Saúde TERMO DE REFERÊNCIA

Estudo Multicêntrico de Avaliação em Promoção da Saúde TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Coordenação-Geral de Doenças e Agravos não Transmissíveis Estudo Multicêntrico de Avaliação em Promoção da Saúde TERMO DE REFERÊNCIA 1. Antecedentes

Leia mais

AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE (ATS)

AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE (ATS) AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE (ATS) TECNOLOGIAS EM SAÚDE Medicamentos, equipamentos e procedimentos técnicos, sistemas organizacionais, informacionais, educacionais e de suporte, e programas e protocolos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE TI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE TI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE TI Plano de Trabalho Elaboração do Plano Estratégico de Tecnologia

Leia mais

Code-P0. Copa 2014. Situação das ações do Governo Brasileiro. Brasília, 2 de junho de 2011

Code-P0. Copa 2014. Situação das ações do Governo Brasileiro. Brasília, 2 de junho de 2011 Code-P0 Copa 2014 Situação das ações do Governo Brasileiro Brasília, 2 de junho de 2011 Code-P1 O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo Constituir arenas

Leia mais

V Fórum Nacional de Gestão da Atenção Básica Allan Nuno Alves de Sousa CGAA/DAB/SAS/MS 26 de março de 2015

V Fórum Nacional de Gestão da Atenção Básica Allan Nuno Alves de Sousa CGAA/DAB/SAS/MS 26 de março de 2015 O e-sus AB como estratégia para potencializar uma Atenção Básica mais acessível, cuidadora e resolutiva V Fórum Nacional de Gestão da Atenção Básica Allan Nuno Alves de Sousa CGAA/DAB/SAS/MS 26 de março

Leia mais

3º Ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) VI Fórum de Gestão da Atenção Básica

3º Ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) VI Fórum de Gestão da Atenção Básica 3º Ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) VI Fórum de Gestão da Atenção Básica Brasília, 23 de Outubro de 2015 PMAQ Objetivos e Características do Programa

Leia mais

Agência Nacional de Saúde Suplementar

Agência Nacional de Saúde Suplementar AS Saúde Suplementar e a inclusão de novos procedimentos no Rol da ANS XXXIV CONGRESSO DA SBHCI 21 Junho de 2012 Agência Nacional de Saúde Suplementar É a agência reguladora do Governo Federal, vinculada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS. CONSELHO SUPERIOR Avenida Professor Mário Werneck, nº. 2590,

Leia mais

PORTARIA N 2.632, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2004

PORTARIA N 2.632, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2004 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N 2.632, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2004 Aprova o Regimento Interno do Comitê Técnico de Saúde da População Negra, e dá outras providências. O MINISTRO DE ESTADO

Leia mais

A nova TGR e o FIA, oportunidades

A nova TGR e o FIA, oportunidades SEMANA EUROPEIA DOS RESÍDUOS 2015 1º Encontro dos SGR do Alentejo A nova TGR e o FIA, oportunidades Pedro Santana DRES-DGIR 24 de novembro de 2015 Objetivo & âmbito Âmbito Taxa de Gestão de Resíduos Objetivos:

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Tendo em vista a ausência de representantes

Leia mais

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale Seminário Incorporação de Novas Tecnologias no SUS SINDUSFARMA Clarice Petramale Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Diretora do Departamento de Gestão e Incorporação

Leia mais

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS CEP/UNIFAL-MG

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS CEP/UNIFAL-MG 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700, Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM

Leia mais

REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS. Programa SOS Emergências. Ministério da Saúde Brasil. Lançamento Nacional em 08/11/2011

REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS. Programa SOS Emergências. Ministério da Saúde Brasil. Lançamento Nacional em 08/11/2011 REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS Programa SOS Emergências Ministério da Saúde Brasil Ação Estratégica do Ministério da Saúde para as Portas de Entrada Hospitalares Prioritárias Lançamento Nacional

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria-Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Coordenação de

Ministério da Saúde Secretaria-Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Coordenação de PROJETO DE CRIAÇÃO DA ÁREA TEMÁTICA GESTÃO DESCENTRALIZADA DAGD/SE/MS Brasília, novembro de 2009 SUMÁRIO 1. Apresentação 3 2. Áreas Promotoras do Projeto 2.1. 4 2.2. Departamento de Apoio à Gestão Descentralizada

Leia mais

FREGUESIA DE QUIAIOS NIPC 510 833 535

FREGUESIA DE QUIAIOS NIPC 510 833 535 PROGRAMA DE HASTA PÚBLICA Para atribuição do direito de ocupação efetiva de natureza precária da loja n.º 4 no Mercado de Quiaios Artigo 1.º Identificação A loja objeto de hasta pública localiza-se no

Leia mais

CONTROLE SOCIAL E AS PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA SAÚDE

CONTROLE SOCIAL E AS PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA SAÚDE Conselho Nacional de Saúde Comissão Intersetorial de Práticas Integrativas e Complementares no SUS CONTROLE SOCIAL E AS PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA SAÚDE Ana Cristhina de Oliveira Brasil

Leia mais

PORTARIA GM/MS Nº 2031, de 23 de setembro de 2004.

PORTARIA GM/MS Nº 2031, de 23 de setembro de 2004. PORTARIA GM/MS Nº 2031, de 23 de setembro de 2004. Dispõe sobre a organização do Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e Considerando

Leia mais

Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/5275925983965290. Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/3461671506497281

Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/5275925983965290. Link do Edital de Pesquisa: http://resultado.cnpq.br/3461671506497281 CNPq 1) Chamada MCTI/CNPq Nº 13/2012 OBJETIVO: Apoiar projetos conjuntos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação que visem a contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral.

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral. Publicada no DJE/TSE nº 142, de 27/7/2012, p. 9/11 RESOLUÇÃO Nº 23.380 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 19.823 (29839-23.2007.6.00.0000) CLASSE 19 BRASÍLIA DF Relatora: Ministra Cármen Lúcia Interessado: Tribunal

Leia mais

EDITAL N 002 /2016 DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL DA COMPETÊNCIA DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL

EDITAL N 002 /2016 DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL DA COMPETÊNCIA DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL EDITAL N 002 /2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS AVANÇADO CRISTALINA.

Leia mais

Conselho Municipal de Meio Ambiente CONSEMAC Câmara Setorial Permanente de Educação Ambiental CSPEA Parecer 03/2013 Março 2013

Conselho Municipal de Meio Ambiente CONSEMAC Câmara Setorial Permanente de Educação Ambiental CSPEA Parecer 03/2013 Março 2013 Conselho Municipal de Meio Ambiente CONSEMAC Câmara Setorial Permanente de Educação Ambiental CSPEA Parecer 03/2013 Março 2013 I. OBJETO Regulamentação da Lei n o 4.791 de 02/04/2008, que dispõe sobre

Leia mais

Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs

Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs 1. OBJETIVO Este documento visa estabelecer critérios para o apoio a eventos técnicos e científicos pela Coordenação Geral

Leia mais