2 capítulo Guascor O Grupo livro_10_anos.indb 48 31/10/ :15:35

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2 capítulo Guascor O Grupo livro_10_anos.indb 48 31/10/2008 12:15:35"

Transcrição

1 2capítulo O Grupo

2 Rumo ao futuro H á mais de quarenta anos nascia a empresa Guascor S.A, com o objetivo de fabricar motores de propulsão marítima e auxiliares para barcos de médio porte, visando a atender principalmente a indústria pesqueira marítima. Os motores Guascor transformaram-se em referência pela elevada confiabilidade dentro de seu espectro de fabricação (35 kw a kw) e pela garantia de segurança perante os riscos da navegação. O mercado tradicional de motores marítimos foi o espanhol, porém nos últimos anos a Guascor vem aumentando sua presença em outros países, principalmente na Europa e África. A Guascor é a única marca espanhola Rumo ao futuro no setor com tecnologia própria e conta com uma fábrica na província de Guipuzcoa (País Basco) e distribuidores no mundo todo. Em 1994, a partir de uma mudança na composição acionária e uma considerável injeção de capital, se iniciou um forte processo de investimentos no biênio com a criação da Guascor I+D (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de motores), destinada a promover outras aplicações ao conceito básico dos motores, aproveitando a experiência adquirida para o desenvolvimento de novas tecnologias. Os motores marítimos perderam peso paulatinamente dentro do Grupo (representavam 25% do faturamento em 2001 passando a 12% em 2006). No 49

3 Guascor 10 anos entanto, o negócio continua sendo estratégico pela sua importância para o desenvolvimento tecnológico de motores. A vasta experiência adquirida no passado permite ao Grupo, hoje, produzir motores capazes de trabalhar sob as mais rígidas condições climáticas, com um mínimo consumo de combustível e alta durabilidade de componentes, o que representa uma tecnologia de bases próprias fundamental. A partir do crescimento da Guascor S.A e da diferenciação de aplicações para os novos motores desenvolvidos, outros negócios foram criados: uso de reciclagem de óleos, sociedades de co-geração (combinação de fontes energéticas para garantir suprimento de geração) e emprego de biomassa são alguns deles. A captação de novas oportunidades tecnológicas permitiu ao Grupo incorporar 50

4 Rumo ao futuro ao seu escopo equipamentos produzidos por outros fornecedores, para atender demandas promissoras no segmento energético, como a hidráulica e a eólica. Esta evolução envolveu o surgimento da CESA Companhia Eólica S.A, que se transformou na principal promotora de geração eólica na Espanha e constitui um divisor de águas na história do Grupo. De 1998 a 2002 o Grupo Guascor consolidouse em diferentes áreas de atuação: Tratamento de dejetos suínos (redução de impacto ambiental) Geração de energia para regiões isoladas, com a Guascor do Brasil Energias renováveis (hidráulica, biomassa, etc) Energia eólica, produzindo usinas com capacidade próxima a 300 MW na Espanha, Itália e Grécia Re-potenciação de pequenas centrais hidráulicas de Jucú, Alegre e Fruteiras, no Brasil Construção da PCH (Pequena Central Hidrelétrica) de Jaguari, em Rio Grande do Sul, uma das primeiras do Brasil a obter certificação da ONU (Protocolo de Kyoto) para vender créditos de carbono Biomassa e aterros sanitários na Itália, onde há a usina de gaseificação à base de caroço de azeitonas em Rossano com 5 MW, e mais 6 MW de aproveitamento de biogás proveniente de aterros sanitários. Estratégia bem-sucedida Apesar das fortes mudanças econômicas nos países em desenvolvimento nos quais o Grupo Guascor havia investido, das diferentes revisões nos marcos regulatórios do setor elétrico e de flutuações significativas de preços de mercado, o Grupo fechou o ano de 2007 com bons resultados. Na Guascor do Brasil, houve crescimento do faturamento por venda. Na divisão de fabricação de motores, houve incremento nos investimentos, produção e vendas. A opção pela incorporação de atividades vinculadas à geração de energia solar também se revelou uma estratégia bem-sucedida. 51

5 Guascor 10 anos Foram criadas quatro novas empresas: Guascor Solar, Guascor Promotora Solar, Gate Solar e Guascor Fotón, sendo esta o primeiro fabricante europeu de módulos fotovoltaicos de alta concentração. O crescimento espetacular desta nova divisão muito em breve alcançará a produção de até 20 MW/ano e prevê a ampliação de instalações para atingir o patamar de 80 MW/ano. A estratégia de longo prazo do Grupo Guascor é apostar em novas tecnologias, transformarse em referência no setor de microenergia e energias renováveis, apoiando-se na constante inovação. O Grupo trabalha, ainda, para ampliar sua consolidação como organização empresarial internacional, otimizando seu modelo de negócio financeiramente sólido e rentável. E o Brasil é um projeto de suma relevância neste contexto. 52

6 Rumo ao futuro Atualmente a Guascor oferece um amplo espectro de soluções energéticas adaptáveis às mais diversas condições e apresenta importantes vantagens frente às demais alternativas. A experiência adquirida na produção de energia elétrica para áreas isoladas no Brasil, hoje próximo dos 200 MW instalados, possibilitou o desenvolvimento específico de um modelo singular e aplicável a outras regiões com necessidades prementes de fornecimento elétrico. Tal sucesso propiciou o vertiginoso desenvolvimento de novos negócios com outros países, como República Dominicana, Cuba, Venezuela, Bolívia, Moçambique e Mauritânia. A expansão em novos mercados, a busca pela inovação tecnológica e empresarial, o respeito ao meio ambiente, a atuação ética e rentável, e a promoção do desenvolvimento sustentado constituem o compromisso da Guascor em todos os países onde atua e seu principal patrimônio, resume Joseba Mikel Grajales, presidente do Grupo Guascor. 53

7 Guascor 10 anos A Guascor brasileira Uma das principais produtoras independentes de energia do país, a Guascor do Brasil iniciou as suas operações, em Belém (PA), em Dali a companhia expandiu-se para Rondônia e, em seguida, para o Acre. Uma das chaves para entender a vitória da empresa em meio à densa floresta tropical é o conceito de operador mantenedor. Creio que este é o nosso ponto forte, assegura Joaquim Augusto Sanches Pereira, presidente da Guascor do Brasil. No setor elétrico, as funções relacionadas à operação e manutenção são tradicionalmente divididas entre profissionais específicos. Ao operador de uma planta de geração termelétrica, por exemplo, cabe fazêla funcionar. A manutenção fica ao cargo de um técnico especializado, do qual a equipe de operação depende tanto no dia-a-dia quanto em ocorrências mais complexas ou de emergência. Já o operador mantenedor é qualificado para executar com perícia e segurança as duas funções que lhe dão o título: operação e manutenção. A inovação surgiu como resposta a uma dificuldade aparentemente intransponível: como deslocar profissionais de manutenção pelo interior da Amazônia? Para se ter idéia da logística da região, basta citar o caso de Afuá, no Pará. De Belém, a capital, para este município, pode-se levar até três dias de viagem, com trechos por estrada e rio, observa Pereira. Amplamente disseminado na empresa, o conceito foi importado da Espanha, quando das visitas dos profissionais brasileiros a uma usina do Grupo Guascor em Vitória, na província de Alava. O chefe da usina cuidava da operação e manutenção dos motores a diesel. Vê-lo trabalhar com autonomia e pleno domínio da planta nos inspirou a adaptar esta prática à nossa realidade, diz. Em 2000 a Guascor do Brasil implantou um programa de treinamento técnico destinado a formar operadores mantenedores. Também fazíamos palestras para apresentar as vantagens da novidade para o colaborador, já que esta 54

8 Rumo ao futuro solução beneficia também nosso capital humano e não só a empresa. A reação dos colaboradores à nova proposta foi muito positiva. De imediato todos compreenderam que iriam adquirir mais conhecimento, experiência e autoridade. Além de fazer a usina funcionar, eles também aprenderiam a avaliar a performance dos equipamentos e manter os motores sempre em ordem, por meio de intervenções preventivas e corretivas. Os técnicos de manutenção seriam chamados esporadicamente, em situações complicadas. O operador mantenedor tornouse, assim, o protagonista da energia gerada para sua comunidade. Os Centros de Operação e Manutenção (COM) da Guascor brasileira ficaram circunscritos às capitais do Acre, Rondônia e Pará, além de Santarém (PA), Ariquemes e Rolim de Moura (RO) e Cruzeiro do Sul (AC). Criamos uma assistência técnica local que garante o funcionamento da usina 24 horas Manutenção tipo exportação A Guascor brasileira é um laboratório. Na Espanha, os motores Guascor são empregados em plantas de emergência e requerem pouca manutenção, dado o seu funcionamento esporádico. Já no Brasil, o uso contínuo das máquinas nos Sistemas Isolados exigiu a aplicação de uma tecnologia de manutenção única dentro do Grupo. São procedimentos sofisticados de correção e prevenção, como análise de óleo lubrificante, de emissões atmosféricas, entre outros tipos de intervenção praticados pelo operador mantenedor. Este diferencial motivou o Grupo Guascor a exportar os conhecimentos e práticas da Guascor do Brasil para Cuba, onde foram instaladas diversas usinas a diesel no conceito de geração distribuída/isolada e equipadas com motores Guascor. Este é um indicador de nosso sucesso e com muito orgulho participamos desta experiência, avalia Fernando Pinho, diretor de operações. É o reconhecimento da matriz espanhola ao nosso padrão de excelência. 55

9 Guascor 10 anos 56

10 Rumo ao futuro por dia, eleva a autoconfiança de todos os colaboradores e atende com eficácia às necessidades da população, resume Pereira. terrenos escolhidos ficam afastados de áreas residenciais e em uma posição que facilite a dispersão sonora por meio do vento. Compromisso ambiental O respeito ao meio ambiente é outra característica marcante nos empreendimentos da Guascor do Brasil. A construção da usina é feita somente sobre a mata rasteira e a mata adulta é sempre preservada. Por isso, árvores, flores, frutos, pássaros e até hortas cultivadas pelos próprios colaboradores podem ser vistos no parque elétrico da empresa. Jardins, com canteiros e vasos, também são comuns. A jardinagem, feita espontaneamente pelos colaboradores, é uma distração nas horas de descanso e deixa o lugar mais agradável para todos. Barulho há pouco. Os motores Guascor reduziram em quase 40% o nível de ruído de uma planta, que hoje está em 70 decibéis, o equivalente a uma sala com várias pessoas falando ao mesmo tempo. Os O óleo combustível e óleo lubrificante empregados nas usinas obedecem a rigorosos procedimentos de transporte, armazenamento, uso e descarte. Bacias de contenção com tamanho igual ou 20% superior aos reservatórios de óleo são utilizadas para evitar a contaminação do solo e dos lençóis freáticos em caso de vazamento. E, havendo algum acidente, imediatamente a equipe técnica de meio ambiente é acionada para realizar um processo chamado de descontaminação de solo. O material que vazou é recolhido, tratado e armazenado dentro de um tanque de aço impermeabilizado e, depois, encaminhado para outro tanque, de onde, já devidamente limpo, é direcionado para o solo. O índice de emissões atmosféricas também é muito baixo, graças à tecnologia dos motores 57

11 Guascor 10 anos A menor usina e a maior usina A tecnologia da Guascor do Brasil permite-lhe oferecer soluções de geração que se adaptam a diferentes necessidades e condições. Uma das menores usinas da Guascor fica em Araras (RO), onde foi instalado o maior painel fotovoltaico da América Latina (foto à esq.), com 320 m 2 e 21 kw de potência nominal, sendo este um projeto experimental de sistema híbrido, que combina as energias térmica e solar. Em Maici (RO) está a menor usina termelétrica da empresa e um bom exemplo de área isolada. A localidade fica às margens do rio Maici, afluente do Madeira, situando-se a 200 km de Porto Velho, capital de Rondônia. Para alcançar Maici, porém, somente de barco. A viagem dura por volta de seis horas na cheia, de dezembro a março, partindo da capital. Na estiagem é necessário sair de Calama e levamos quatro horas num percurso de 30 km, conta Luiz Carlos Teixeira, técnico de segurança do trabalho da filial rondoniense. O rio seca e exige um barco menor. Imagine levar ferramentas e peças de reposição numa canoa, diverte-se Teixeira. Quando aparecem troncos ou bancos de areia pelo trajeto, a tripulação é obrigada a sair da embarcação e carregá-la com muito cuidado: o rio é cheio de raias e o único modo de não ser ferido, é arrastar os pés, para não pisar nelas. As 12 famílias que vivem em Maici somam aproximadamente 50 pessoas. É para esta pequena comunidade que a Guascor produz 58

12 Rumo ao futuro energia elétrica 24 horas por dia desde 1999, tendo ali 50 kw instalados, embora o consumo seja de 5 kw. A chegada da empresa trouxe novas perspectivas aos moradores. A localidade ganhou escola, acesso a aparelhos como TV e geladeira, e o pescado e polpa de frutas passaram a ser refrigerados e comercializados a partir de Calama. Foi uma verdadeira revolução, lembra Teixeira. Já em Cruzeiro do Sul (AC) fica a maior usina da Guascor. Situada na região do Juruá, a cidade é a segunda maior do estado, atrás apenas de Rio Branco, a capital. Possui cerca de 100 mil habitantes e constitui um importante pólo econômico e turístico acreano. A agricultura e a pecuária são as suas principais atividades mas estas avançam a passos lentos em virtude da dificuldade de acesso que enfrenta o município. Cruzeiro do Sul não tem ligação rodoviária com Rio Branco e o acesso ao município é somente aéreo e fluvial. A usina da Guascor em Cruzeiro do Sul tem potência instalada de 18 mil kw e beneficia toda a cidade. Além da planta, dotada de modernos grupos geradores cabinados, ali fica um dos dois Centros de Operação e Manutenção (COM) acreanos, que dá apoio a outras sete usinas. Guascor. Equipados com injeção eletrônicas e de acordo com a severa legislação ambiental espanhola, os gases emitidos pelos geradores são considerados pouco poluentes e ficam bem abaixo da quantidade permitida pelos órgãos ambientais brasileiros. Assim como cuida de seu entorno, a Guascor do Brasil cuida de todos os detalhes do ambiente interno. A organização e limpeza das usinas são exemplares. Não se vê uma ferramenta ou peça fora do lugar, todos vestem uniformes e equipamentos de segurança, o piso, as paredes e até mesmo as máquinas, livres de qualquer tipo de sujeira, chegam a brilhar. A impressão que as nossas usinas causam em visitantes é de que acabaram de ser inauguradas, pois são muito bem conservadas pelos colaboradores, ressalta Wladimir Panzarini, gerente de planejamento e implantação da Guascor do Brasil. A Guascor do Brasil rompeu o paradigma de que usina a diesel não pode ser bonita, silenciosa e limpa. 59

13 Guascor 10 anos Soluções criativas Os Sistemas Isolados operados pela Guascor brasileira constituem um grande desafio também na etapa de implantação. Não fosse o comprometimento e inventividade de nossa equipe seria impossível atingir os resultados desejados, analisa Panzarini. Áreas afastadas, cercadas de rios, igarapés e vegetação, e desprovidas de comércio e serviços, oferecem inúmeros obstáculos à realização das obras. Em Afuá (PA), por exemplo, município erguido sobre palafitas, motores Guascor de 6 mil quilos chegaram de balsa e a instalação foi trabalhosa. Como a cidade sofre constantes alagamentos, construiu-se uma espécie de palafita, que mantém a usina suspensa e protegida na época de enchentes. Em Rondônia, à beira do rio Madeira, foi preciso abrir uma pequena estrada e usar um skid de aço, espécie de trenó, para arrastar os motores para sete usinas. Isso tudo tomando o cuidado de desmatar o mínimo possível, pois estamos na floresta amazônica, frisa Panzarini. Ao implantar uma usina, os colaboradores da Guascor enfrentam as limitações impostas pela geografia amazoniense e infra-estrutura precária. Geralmente dormem e comem em casas de ribeirinhos, escolas, posto de saúde ou onde for possível não há hotel ou restaurante na imensa maioria das localidades em que a Guascor brasileira atua. Também não encontram cimento, areia, tijolo ou pedra. Todo o material de construção tem de ser comprado no centro urbano mais próximo, ensacado e transportado por balsa. Por vezes, a equipe fica em um município e viaja horas por terra e por rio, em uma voadeira, para chegar ao local de trabalho. As dificuldades são tantas que acabam virando histórias e, estas, entram para a memória da empresa. Um dos episódios mais inusitados e lembrados pelos colaboradores aconteceu em Rondônia, onde as usinas são instaladas em terrenos regidos por um contrato de cessão de uso por tempo determinado. A utilização de cada terreno é negociada com o proprietário. Panzarini foi o pivô de uma negociação particularmente 60

14 Rumo ao futuro intrigante em Conceição da Galera, cujo fornecimento era restrito a seis horas diárias. Primeiro, o dono não queria ceder o terreno. Foram necessárias várias conversas até que ele concordasse. Com a autorização do proprietário em mãos, a Guascor escolheu uma área dentro do terreno para instalar a usina. Daí o proprietário disse que naquele lugar não podia. Escolhemos outro, ele também negou. Até que finalmente sugerimos um local que ele aceitou. Veio, então, uma nova surpresa. A Guascor do Brasil contratou uma empreiteira para realizar as obras. Eis que um dia o encarregado telefona apavorado para Panzarini, avisando que todos os operários haviam ido embora e não queriam mais trabalhar. Motivo: durante as escavações foram encontrados ossos humanos. Estávamos construindo em cima de um cemitério, sem saber disso, relembra. Panzarini contatou novamente o proprietário, que apenas disse: Não tem problema não. Os mortos não incomodam ninguém. E a usina ali foi construída. 61

15 Guascor 10 anos Como funciona uma usina Guascor Uma típica usina da Guascor do Brasil é composta por grupos geradores diesel, motores, tanque de armazenamento de combustível e de óleo lubrificante, caixas separadoras e uma subestação de transmissão. Outras instalações presentes na planta são a sala de operação climatizada, escritório e área de lazer, com projeto paisagístico que preserva a flora nativa. Os geradores e motores constituem o parque de máquina da usina e ficam dentro de contêineres por isso são chamadas de máquinas ou grupo geradores cabinados. Os contêineres possuem revestimento térmico e acústico, garantindo boas condições de trabalho aos operadores mantenedores. A usina funciona 24 horas, em três turnos de trabalho. O processo é todo automatizado e os grupos geradores operam sincronizados. Os geradores são os principais equipamentos. Eles são acoplados a motores movidos a óleo diesel e geram a energia. No Acre e em Rondônia, o combustível (diesel) e óleo lubrificante são transportados até a usina por rio e estrada. No Pará, o transporte é somente a balsa. Nas usinas, ambos são armazenados em tanques e chegam aos motores por meio de tubulações embutidas no solo. A energia gerada segue para a subestação, onde um transformador eleva a sua potência de 480 volts para 13,8 quilovolts. A concessionária estadual distribui o montante gerado à população. O óleo usado na geração eventualmente escorre para fora do gerador. Quando isso acontece, o líquido é encaminhado para caixas separadoras por canaletas de escoamento. Nestas caixas, óleo e água se decantam, por terem densidades diferentes: o óleo sobe e a água desce, evaporando ou retornando ao solo, sem perigo. Uma vez separados, o lubrificante é armazenado em um 62

16 Rumo ao futuro tanque com 30 mil litros de capacidade. Depois, é transportado para fora da usina por uma empresa especializada. A operação é registrada em um documento, que atesta a sua segurança. O uso de uniforme e de equipamentos de segurança é obrigatório dentro do parque de máquinas e da subestação. Capacete, botas, luvas de borracha e óculos de proteção são alguns dos itens necessários nestes locais. Quando não estão em campo, os colaboradores costumam ficar na sala de operação, de onde acompanham o desempenho das máquinas. E nos períodos de intervalo, desfrutam da área de lazer. Todas as plantas contam com um chefe, que é chamado de chefe de usina. Assim como os demais operadores mantenedores, este profissional geralmente é oriundo da própria comunidade. Ele e sua equipe são responsáveis por gerar energia para suas famílias, amigos e vizinhos. A escolha de nativos é um modo de fomentar o desenvolvimento local e cultivar o vínculo da Guascor com a população, explica Panzarini. 63

17 1) Centro de Manutenção Guascor 10 anos 2) Tanques de diesel 3) Subestação - transformadores elevam a potência da energia gerada em 480 volts para 13,8 quilovolts. A partir daí, é feita a distribuição à população, pela concessionária estadual 1 4) Sala de Operação 5) Grupo geradores cabinados os geradores ficam no no interior de contêineres, e possuem revestimento térmico e acústico. Eles são acoplados a motores movidos a óleo diesel e geram a energia 6) Área de recepção e armazenagem de óleo diesel 2 7) Acesso para circulação de caminhões que abastecem a usina com óleo diesel 64

18 Rumo ao futuro

19 Guascor 10 anos Clientes e parceiros no Brasil CEG (Companhia Estadual de Gás do Rio de Janeiro), capital - implantação de sete grupos geradores a gás natural, totalizando 5,2MW instalados, em operação desde 2002 CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) operação da Pequena Central Hidrelétrica Furnas do Segredo, com 9,8 MW instalados, em Jaguari (RS), desde 2005 Celpa (Centrais Elétricas do Pará) - geração a diesel em Sistemas Isolados, desde 1997 Ceron (Centrais Elétricas de Rondônia) geração a diesel em Sistemas Isolados, desde 1998 Eletroacre (Companhia de Eletricidade do Acre) - geração a diesel em Sistemas Isolados, desde 1999 Embraer, em São José dos Campos, São Paulo implantação de dez grupos geradores a gás natural, que operam desde 2002, totalizando 9 MW instalados Latapack, em Jacareí, São Paulo implantação de dois grupos geradores a gás natural, totalizando 1,8 MW instalado, a partir de 2003 Plaza Iguatemi Business Center, em São Paulo, capital projeto de co-geração a gás natural com três grupos geradores, em operação desde 2002, com 2,7 MW instalados Silimed, no Rio de Janeiro, capital implantação de um grupo gerador a gás natural, que opera desde

20 Rumo ao futuro 67

A Companhia Energética Manauara é proprietaria de uma Usina Termelétrica, situada em Manaus, no Estado do Amazonas,

A Companhia Energética Manauara é proprietaria de uma Usina Termelétrica, situada em Manaus, no Estado do Amazonas, A Companhia Energética Manauara é proprietaria de uma Usina Termelétrica, situada em Manaus, no Estado do Amazonas, na Rodovia AM-010 KM-20. A Manauara nasceu do desejo de contribuir para um país mais

Leia mais

Energias Renováveis Tecnologias Integradas com o Sistema Nacional

Energias Renováveis Tecnologias Integradas com o Sistema Nacional Energias Renováveis Tecnologias Integradas com o Sistema Nacional Fimai/Simai/ Câmara Ítalo - Brasileira Elaborada por: Eng. Marcio Takata Novembro/ 2010 Contexto Fonte: Apresentação Solvis Energia - Tendências

Leia mais

Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira

Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira AULA Fundação 4 MATRIZ Universidade ELÉTRICA Federal de Mato Grosso do Sul 1 Matriz Energética Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira Prof. Márcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul FAENG /

Leia mais

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem. Bertold Brecht

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem. Bertold Brecht Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem Bertold Brecht Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 3 Usinas Hidrelétricas

Leia mais

Política Energética Brasileira Panorama da Biomassa

Política Energética Brasileira Panorama da Biomassa Política Energética Brasileira Panorama da Biomassa MME Secretaria de Planejamento Energético Brasília Março de 2010 Roteiro 1. Cenário da Expansão 2. Características 3. Políticas Energéticas 4. Leilões

Leia mais

Financiamento para SUSTENTABILIDADE

Financiamento para SUSTENTABILIDADE Financiamento para SUSTENTABILIDADE POSICIONAMENTO DO SANTANDER Gerar RESULTADOS para o negócio e para todos, com práticas de gestão e soluções financeiras transformadoras que perenizem o meio ambiente

Leia mais

Os proprietários no Brasil podem ser: Empresas concessionárias de serviço público de geração;

Os proprietários no Brasil podem ser: Empresas concessionárias de serviço público de geração; GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DEFINIÇÃO A geração distribuída de eletricidade consiste na produção da eletricidade no local de seu consumo, ou próximo a ele; Eventuais excedentes desta geração podem ser vendidos

Leia mais

Consumo Consciente Energia Elétrica

Consumo Consciente Energia Elétrica Consumo Consciente Energia Elétrica Agosto 2010 Planeta SUSTENTABILIDADE NO CONSUMO Incentivo ao consumo responsável e consciente IMPORTÂNCIA DA ENERGIA PARA O GRUPO Compra energia elétrica de 23 concessionárias

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A visão corrente de que o Brasil possui um dos maiores parques de energia hidrelétrica do mundo, nos afasta de uma realidade um pouco distante disto.

Leia mais

Termo de Referência DOP/004/2012

Termo de Referência DOP/004/2012 Termo de Referência DOP/004/2012 Contratação de empresa especializada para realização de transporte fluvial de óleo diesel para atender as usinas localizadas às margens dos rios: Madeira, Mamoré e Guaporé.

Leia mais

Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano

Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano Valor faz parte de plano de investimentos crescentes focado em manutenção, modernização e expansão das operações

Leia mais

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS. O Sol, o vento, os mares...fontes naturais de energia que não agridem o meio ambiente. Será viável utilizá-las? A Energia renovável é aquela que é obtida

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural. Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com.

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural. Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com. COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com.br - Outubro 2009-1 1 AGENDA 1. Up to Date Ar Condicionado

Leia mais

II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO

II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO Luiz Eduardo Barata Secretário-Executivo CÂMARA DOS DEPUTADOS Brasília, 22 de setembro de 2015 Energia

Leia mais

Fique ligado na energia!

Fique ligado na energia! A U A UL LA 3 Fique ligado na energia! Todos os processos vitais do planeta - circulação das águas e dos ventos, a fotossíntese, entre outros - dependem de energia. A principal fonte de energia na Terra

Leia mais

Lista dos tópicos tecnológicos

Lista dos tópicos tecnológicos Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Energia Anexo 1 Lista dos tópicos tecnológicos 1 2 Energia 1. Tecnologias para a geração de energia elétrica Combustíveis fósseis

Leia mais

Comentários sobre o. Plano Decenal de Expansão. de Energia (PDE 2008-2017)

Comentários sobre o. Plano Decenal de Expansão. de Energia (PDE 2008-2017) Comentários sobre o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2008-2017) PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA JANEIRO/2009 Paulo César Ribeiro Lima 2 Comentários sobre o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2008-2017)

Leia mais

Programa de Gestão de Resíduos da Amazonas Distribuidora de Energia S.A.

Programa de Gestão de Resíduos da Amazonas Distribuidora de Energia S.A. Programa de Gestão de Resíduos da Amazonas Distribuidora de Energia S.A. Apresentação Thiago Flores dos Santos Gerente da Assessoria de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental EMENTA 1 2 3 Motivação

Leia mais

Resumo Técnico: Avaliação técnica e econômica do mercado potencial de co-geração a Gás Natural no Estado de São Paulo

Resumo Técnico: Avaliação técnica e econômica do mercado potencial de co-geração a Gás Natural no Estado de São Paulo Resumo Técnico: Avaliação técnica e econômica do mercado potencial de co-geração a Gás Natural no Estado de São Paulo São Paulo 2008 1. Introdução. Este estudo tem como finalidade demonstrar a capacidade

Leia mais

COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA. PROJETO DE LEI N o 3.986, DE 2008 I - RELATÓRIO

COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA. PROJETO DE LEI N o 3.986, DE 2008 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA PROJETO DE LEI N o 3.986, DE 2008 Altera dispositivos da Lei nº 9.427, de 26 de dezembro de 1996, e da Lei nº 10.848, de 15 de março de 2004, para promover a geração e o consumo

Leia mais

ANEXO III Resolução 1 da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima. Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável

ANEXO III Resolução 1 da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima. Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável ANEXO III Resolução 1 da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável Projeto: Geração de eletricidade a partir de fontes

Leia mais

Apresentação Grupo Solví

Apresentação Grupo Solví Apresentação Grupo Solví Mesa redonda Mercado de Metano Experiência Brasileira do Grupo Solvi com Gás G s Metano O Grupo Solví Resíduos Valorização Energética Saneamento O Grupo Solví Grupo Solví Valorização

Leia mais

Linha Economia Verde

Linha Economia Verde Linha Economia Verde QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio àexecução de políticas

Leia mais

ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ENERGIA RENOVÁVEIS & EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUPERINTENDÊNCIA DE PROJETOS DE GERAÇÃO (SPG) CHESF 1 TEMAS ABORDADOS PERFIL DA CHESF MATRIZ ENERGÉTICA FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEIS & NUCLEAR ASPECTOS ECONÔMICOS

Leia mais

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES FONTES DE ENERGIA Hídrica Eólica Biomassa Solar POTENCIAL HÍDRICO Fonte: Eletrobras, 2011. APROVEITAMENTO DO POTENCIAL HIDRELÉTRICO

Leia mais

ETENE. Energias Renováveis

ETENE. Energias Renováveis Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste ETENE Fonte: http://www.noticiasagronegocios.com.br/portal/outros/1390-america-latina-reforca-lideranca-mundial-em-energias-renovaveis- 1. Conceito

Leia mais

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Answers for energy. Turbina Francis, gerador síncrono e unidade hidráulica Cubículos de média tensão Transformadores de distribuição Uma completa

Leia mais

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

ENERGIAS RENOVÁVEIS NO BRASIL MAIO 2010

ENERGIAS RENOVÁVEIS NO BRASIL MAIO 2010 ENERGIAS RENOVÁVEIS NO BRASIL MAIO 2010 Índice Conceito de Energia Renovável Energias Renováveis no Brasil Aspectos Gerais de Projetos Eólicos, a Biomassa e PCHs Outorga de Autorização de Projetos Incentivos

Leia mais

Geração de energia elétrica

Geração de energia elétrica Geração de energia elétrica Suprimento (geração, transmissão e distribuição) de energia elétrica: aspectos socioambientais Lineu Belico dos Reis REQUISITOS BÁSICOS: Atendimento ao arcabouço legal ambiental

Leia mais

Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora

Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora Wellington Bahnemann São Paulo Mickey Peters, presidente da Duke Energy no Brasil, demonstra entusiasmo ao falar das perspectivas da companhia

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD)

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL RAQUEL ALVES DA SILVA CRUZ Rio de Janeiro, 15 de abril de 2008. TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL TERMOELÉTRICAS

Leia mais

3º. Seminário Nacional de Segurança e Saúde no Setor Elétrico Brasileiro

3º. Seminário Nacional de Segurança e Saúde no Setor Elétrico Brasileiro SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA, SAÚDE OCUPACIONAL E MEIO AMBIENTE: A EXPERIÊNCIA DA Rio de Janeiro, 2002 ! A Light - Serviços de Eletricidade S.A. foi constituída em 9 de julho de 1904, no Canadá, e recebeu

Leia mais

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos:

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Conceito são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Renováveis renovação em um curto período de tempo; Não renováveis

Leia mais

Valor Setorial Energia (Valor Econômico) 15/04/2015 Garantia para o sistema

Valor Setorial Energia (Valor Econômico) 15/04/2015 Garantia para o sistema Valor Setorial Energia (Valor Econômico) 15/04/2015 Garantia para o sistema Duas importantes medidas foram anunciadas no fim de março pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para tornar mais

Leia mais

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM Linha BOOSTER Agilidade, confiabilidade e eficiência BOOSTER Os compressores Schulz modelo SB, possuem como função principal elevar a pressão da rede de baixa pressão para até 40 bar (580 psi). Benefícios

Leia mais

Conceito Geral. Produção de eletricidade em pequena escala por intermédio de instalações de pequena potência.

Conceito Geral. Produção de eletricidade em pequena escala por intermédio de instalações de pequena potência. Microgeração Conceito Geral Produção de eletricidade em pequena escala por intermédio de instalações de pequena potência. Meio para produção de energia através de instalações de pequena escala, utilizando

Leia mais

RECURSOS HÍDRICOS DISPONÍVEIS NO BRASIL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

RECURSOS HÍDRICOS DISPONÍVEIS NO BRASIL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA RECURSOS HÍDRICOS DISPONÍVEIS NO BRASIL PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Deodato do Nascimento Aquino Técnico

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ Formação e Capacitação de Recursos Humanos p/exploração de Recursos Energéticos e Geração de Energia Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional

Leia mais

Abioeletricidade cogerada com biomassa

Abioeletricidade cogerada com biomassa bioeletricidade Cana-de-Açúcar: um pr energético sustentável A cana-de-açúcar, a cultura mais antiga do Brasil, é hoje uma das plantas mais modernas do mundo. A afirmação é do vice-presidente da Cogen

Leia mais

curitiba / pr Módulos a partir de 1.600m 2 Área bruta locável de 51.000m 2

curitiba / pr Módulos a partir de 1.600m 2 Área bruta locável de 51.000m 2 Perspectiva artística. curitiba / pr Módulos a partir de 1.600m 2 Área bruta locável de 51.000m 2 Commercial Properties HORTOLÂNDIA A LOG ComMercial Properties A LOG Commercial Properties, empresa do grupo

Leia mais

12º Congresso Brasileiro de Eficiência Energética

12º Congresso Brasileiro de Eficiência Energética 12º Congresso Brasileiro de Eficiência Energética Palestra Comgás Eficiência Energética em Sistemas de Ar Condicionado Híbrido Ricardo Augusto Michelin Comgás A maior distribuidora de gás natural canalizado

Leia mais

Seminário: Energia e Meio Ambiente A origem hídrica da crise de energia

Seminário: Energia e Meio Ambiente A origem hídrica da crise de energia Seminário: Energia e Meio Ambiente A origem hídrica da crise de energia José Henrique R. Cortez Câmara de Cultura José Henrique Cortez 1 Energia e Meio Ambiente Crise Energética? José Henrique Cortez 2

Leia mais

Grupos Geradores OnPower para Locação.

Grupos Geradores OnPower para Locação. Grupos Geradores OnPower para Locação. Você é o protagonista desse sucesso OnPower é uma montadora de usinas termelétricas modulares e grupos geradores que atua exclusivamente com motores e alternadores

Leia mais

4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER

4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER 4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER Painel II BIOMASSA: Disponibilidade Energética para uma Civilização Sustentável Departamento de Desenvolvimento Energético

Leia mais

Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável

Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável Anexo III da Resolução n o 1 da CIMGC Contribuição da Atividade de Projeto para o Desenvolvimento Sustentável I Introdução A atividade de projeto do Projeto de MDL das Usinas Eólicas Seabra, Novo Horizonte

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados

Leia mais

XVII ENERJ. A Importância da Termoeletricidade na Matriz Elétrica Brasileira para os próximos 5 e 10 anos. Cenário de uso reduzido de reservatórios

XVII ENERJ. A Importância da Termoeletricidade na Matriz Elétrica Brasileira para os próximos 5 e 10 anos. Cenário de uso reduzido de reservatórios XVII ENERJ A Importância da Termoeletricidade na Matriz Elétrica Brasileira para os próximos 5 e 10 anos. Cenário de uso reduzido de reservatórios 27 de novembro de 2015 1 Considerações Iniciais Cenário

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - SEP PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA Visão global de um sistema

Leia mais

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº050/2008 NOME DA INSTITUIÇÃO: GUASCOR DO BRASIL LTDA

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº050/2008 NOME DA INSTITUIÇÃO: GUASCOR DO BRASIL LTDA MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº050/2008 NOME DA INSTITUIÇÃO: GUASCOR DO BRASIL LTDA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: NOTA TÉCNICA 045/2008

Leia mais

Mesa Redonda - Perspectivas de Suprimento e Preços da Energia Elétrica para a Indústria

Mesa Redonda - Perspectivas de Suprimento e Preços da Energia Elétrica para a Indústria Mesa Redonda - Perspectivas de Suprimento e Preços da Energia Elétrica para a Indústria Sílvio Roberto Areco Gomes ABRAGE São Paulo 05 de junho de 2008 ROTEIRO A ABRAGE Situação Atual do Armazenamento

Leia mais

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear.

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Tipos de Energia Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Primaria fontes que quando empregadas diretamente num trabalho ou geração de calor. Lenha, para produzir

Leia mais

Gestão Ambiental. Diretrizes GRI: 2 EC2 EN27. Conformidade Legal. Principais Aspectos e Impactos Ambientais. Equilíbrio

Gestão Ambiental. Diretrizes GRI: 2 EC2 EN27. Conformidade Legal. Principais Aspectos e Impactos Ambientais. Equilíbrio GRI: 2 EC2 EN27 Gestão Ambiental Diretrizes Conformidade Legal Todas as usinas operadas pela Tractebel Energia possuem as autorizações e licenças ambientais exigidas pela legislação em vigor. A Companhia

Leia mais

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014 40 41 Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. MEIO AMBIENTE 42 Gerdau é reconhecida pela eficiência de suas práticas de proteção ao meio ambiente

Leia mais

A Empresa. utilizados em seus equipamentos.

A Empresa. utilizados em seus equipamentos. Grupos Geradores A Empresa Desde sua fundação em 1940, a Heimer tem se dedicado com sucesso à fabricação de Grupos Geradores de Energia, Grupos de Solda, Quadros de Comando, Motobombas e Alternadores.

Leia mais

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde Região Norte P1 4 Bimestre Geografia 7 ano manhã e tarde A Região Norte é a maior região brasileira em área. Apresenta população relativamente pequena, é a região com a menor densidade demográfica. Um

Leia mais

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS Ubirajara Rocha Meira Diretor de Tecnologia 12ª Feira Internacional da Indústria Elétrica e Eletrônica Belo Horizonte MG 19-22 AGOSTO 2008 Sumário O Sistema

Leia mais

Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO

Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária

Leia mais

Fontes Alternativas de Energia (3 créditos/45 aulas) Ementa

Fontes Alternativas de Energia (3 créditos/45 aulas) Ementa Prof. Augusto C. Pavão Fontes Alternativas de Energia (3 créditos/45 aulas) Ementa O problema energético global. Aproveitamento das energias solar, eólica, hidráulica e da biomassa. Energia solar e as

Leia mais

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL SOBRE LOG-IN BENEFÍCIOS MONITORAMENTO 24HS DAS CARGAS Monitoramento de risco e informação de todas as viagens; INTERMODALIDADE

Leia mais

GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA HIDRELÉTRICA-SISTEMA ELÉTRICO

GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA HIDRELÉTRICA-SISTEMA ELÉTRICO GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA HIDRELÉTRICA-SISTEMA ELÉTRICO HIDRELÉTRICAS Definição Originada a partir da energia solar, responsável pela evaporação da água; A água que precipita é armazenada na forma de

Leia mais

Rodada de negócios com empresários de Rheinland-Pfalz Rio Grande do Sul e Natal 20-27 de outubro

Rodada de negócios com empresários de Rheinland-Pfalz Rio Grande do Sul e Natal 20-27 de outubro 1 Segurança / POLÍCIA / MILITAR Equipamentos de proteção individual para a polícia e militares: Tonfas Sistemas de algemas Aparelhos de busca e localização Proteção para o corpo (especial) Equipamento

Leia mais

Sistemas de Supressão de Fogo em Veículos Especiais Departamento Técnico da GIFEL Engenharia de Incêndios

Sistemas de Supressão de Fogo em Veículos Especiais Departamento Técnico da GIFEL Engenharia de Incêndios Sistemas de Supressão de Fogo em Veículos Especiais Departamento Técnico da GIFEL Engenharia de Incêndios Antes da introdução de sistemas de supressão de fogo em veículos especiais na indústria de mineração,

Leia mais

Tecnologia de Tração Elétrica

Tecnologia de Tração Elétrica REV.00 01 Tecnologia de Tração Elétrica Veículos a Bateria Trólebus Híbridos Hidrogênio Fuel Cel ou Pilha a Combustível 02 Veículos a Bateria VANTAGENS 1. TOTALMENTE ELÉTRICO. POLUIÇÃO PRATICAMENTE ZERO.

Leia mais

www.soumaisenem.com.br

www.soumaisenem.com.br 1. (Enem 2011) Uma das modalidades presentes nas olimpíadas é o salto com vara. As etapas de um dos saltos de um atleta estão representadas na figura: Desprezando-se as forças dissipativas (resistência

Leia mais

Estado de Mato Grosso Assembleia Legislativa

Estado de Mato Grosso Assembleia Legislativa Projeto de lei - 1o15299h Estado de Mato Grosso Assembleia Legislativa Despacho NP: 1o15299h SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS 17/10/2013 Projeto de lei nº 372/2013 Protocolo nº 6443/2013 Processo nº

Leia mais

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Tecnologias da Elipse Software permitem controlar os sistemas de refrigeração e distribuição de energia elétrica aos

Leia mais

Capítulo 1 Introdução ao Guia de Ferramentas

Capítulo 1 Introdução ao Guia de Ferramentas Capítulo 1 Introdução ao Guia de Ferramentas 1. OBJETIVO DO GUIA DE FERRAMENTAS Então você está pensando em começar ou expandir um negócio de energia limpa? Este é um guia passo a passo para que seu negócio

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Nós Apostamos nosso Legado na CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Por aproximadamente 75 anos, a Thermo King ofereceu produtos e desempenho superiores para seus clientes. E com o Precedent estamos elevando esta

Leia mais

Usinas termelétricas em Manaus, capital do Amazonas

Usinas termelétricas em Manaus, capital do Amazonas Usinas termelétricas em Manaus, capital do Amazonas Registro fotográfico no bairro Mauazinho, durante visita técnica à central da Manaus Energia + re-edição fotos aérea e satélite Oswaldo Sevá Julho 1999

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL TERMO DE REFÊRENCIA PARA ELABORACÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE DEDETIZADORAS, LIMPA FOSSA E EMPRESAS QUE PRESTA SERVIÇO DE LIMPEZA. Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO AMBIENTAL

Leia mais

É a alteração no meio ambiente ou em algum de seus componentes por determinada ação ou atividade humana.

É a alteração no meio ambiente ou em algum de seus componentes por determinada ação ou atividade humana. 7. IMPACTOS AMBIENTAIS E MEDIDAS MITIGADORAS RECOMENDADAS 7.1. AVALIAÇÃO GERAL O que é Impacto Ambiental? É a alteração no meio ambiente ou em algum de seus componentes por determinada ação ou atividade

Leia mais

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade,

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade, Logística que supera desafios. Mais que movimentar materiais com agilidade, segurança e eficiência, a Transpes oferece um pacote de soluções completas para vários tipos de operações logísticas. Conte com

Leia mais

Efeitos da Corrente Elétrica. Prof. Luciano Mentz

Efeitos da Corrente Elétrica. Prof. Luciano Mentz Efeitos da Corrente Elétrica Prof. Luciano Mentz 1. Efeito Magnético Corrente elétrica produz campo magnético. Esse efeito é facilmente verificado com uma bússola e será estudado no eletromagnetismo. 2.

Leia mais

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Texto Preliminar Completo - Agosto 2011 INTRODUÇÃO Começam a existir no Brasil um bom número de edifícios com

Leia mais

EMISSÕES DE CO2 USO DE ENERGIA RESÍDUOS SÓLIDOS USO DE ÁGUA 24% - 50% 33% - 39% 40% 70%

EMISSÕES DE CO2 USO DE ENERGIA RESÍDUOS SÓLIDOS USO DE ÁGUA 24% - 50% 33% - 39% 40% 70% USO DE ENERGIA EMISSÕES DE CO2 USO DE ÁGUA RESÍDUOS SÓLIDOS 24% - 50% 33% - 39% 40% 70% Certificado Prata Ouro Platina Prevenção de Poluição nas Atividades de Construção: Escolha do terreno Densidade

Leia mais

7º Fórum Latino Americano de Smart Grid - 10/09/2014 Newton Duarte newton.duarte@cogen.com.br

7º Fórum Latino Americano de Smart Grid - 10/09/2014 Newton Duarte newton.duarte@cogen.com.br 7º Fórum Latino Americano de Smart Grid - 10/09/2014 Newton Duarte newton.duarte@cogen.com.br... um novo e Sustentável ciclo de Produção Descentralizada de Energia Elétrica Blackout New York 14, August

Leia mais

PRINCIPAIS CONSTATAÇÕES

PRINCIPAIS CONSTATAÇÕES PRINCIPAIS CONSTATAÇÕES GRUPO DE ESTUDOS DE GERAÇÃO HIDRÁULICA GGH É necessário o aprofundamento dos estudos para o uso de unidades geradoras hidráulicas que permitam a otimização do uso da água Geradores

Leia mais

Fórum e Exposição Energias Renováveis e Alternativas no Cone Sul- ERACS

Fórum e Exposição Energias Renováveis e Alternativas no Cone Sul- ERACS Fórum e Exposição Energias Renováveis e Alternativas no Cone Sul- ERACS Apresentação O Fórum e Exposição Energias Renováveis e Alternativas no Cone Sul- ERACS ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de outubro de

Leia mais

Disciplina: Fontes Alternativas de Energia

Disciplina: Fontes Alternativas de Energia Disciplina: Fontes Alternativas de Parte 1 Fontes Renováveis de 1 Cronograma 1. Fontes renováveis 2. Fontes limpas 3. Fontes alternativas de energia 4. Exemplos de fontes renováveis 1. hidrelétrica 2.

Leia mais

O SEU PARCEIRO DE ENERGIA SOLAR PRODUZA A SUA PRÓPRIA ENERGIA LIMPA E MELHORE O SEU FUTURO

O SEU PARCEIRO DE ENERGIA SOLAR PRODUZA A SUA PRÓPRIA ENERGIA LIMPA E MELHORE O SEU FUTURO O SEU PARCEIRO DE ENERGIA SOLAR PRODUZA A SUA PRÓPRIA ENERGIA LIMPA E MELHORE O SEU FUTURO Escolha o melhor parceiro LÍDER DE MERCADO COM MAIS DE 50 ANOS DE EXPERIÊNCIA Em 31 de março de 2013, gerimos

Leia mais

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Divisão de Engenharia Civil

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Divisão de Engenharia Civil Instituto Tecnológico de Aeronáutica Divisão de Engenharia Civil O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Infraestrutura do ITA (PG-EIA) é um dos pioneiros do país em sua área e lançou as bases para

Leia mais

Conceito e Evolução da utilização da Energia

Conceito e Evolução da utilização da Energia Energia Limpa Agenda O que é energia limpa? Tipos de energia limpa Energia Hídrica Energia Eólica Energia Geotérmica Biomassa Energia Solar Energia do Mar O Brasil neste cenário Protocolo de Kyoto Conceito

Leia mais

Comercialização de Energia Elétrica no Brasil III Seminário: Mercados de Eletricidade e Gás Natural Investimento, Risco e Regulação

Comercialização de Energia Elétrica no Brasil III Seminário: Mercados de Eletricidade e Gás Natural Investimento, Risco e Regulação Comercialização de Energia Elétrica no Brasil III Seminário: Mercados de Eletricidade e Gás Natural Investimento, Risco e Regulação Élbia Melo 12/02/2010 Agenda O Setor Elétrico Brasileiro Comercialização

Leia mais

Parte A - Questões Múltipla Escolha

Parte A - Questões Múltipla Escolha Matriz Energética Professor: Marcio Luiz Magri Kimpara Parte A - Questões Múltipla Escolha LISTA DE EXERCÍCIOS 1 1) Uso de fontes renováveis de energia no mundo. Fonte: Rio de Janeiro: IBGE, 21 O uso de

Leia mais

Responsabilidade Social, Preservação Ambiental e Compromisso com a Vida: -Sustentabilidade - Energia Renovável e Limpa!

Responsabilidade Social, Preservação Ambiental e Compromisso com a Vida: -Sustentabilidade - Energia Renovável e Limpa! Responsabilidade Social, Preservação Ambiental e Compromisso com a Vida: -Sustentabilidade - Energia Renovável e Limpa! Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental Sonora-MS Outubro/2012 ONDE ESTAMOS?

Leia mais

VENDA LOCAÇÃO INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO ASSISTÊNCIA 24H

VENDA LOCAÇÃO INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO ASSISTÊNCIA 24H Apresentação Institucional Apresentação Manitec Grupos Geradores Soluções em Sistemas de Energia VENDA LOCAÇÃO INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO ASSISTÊNCIA 24H f www.facebook.com/manitecgeradores facebook.com/manitecgeradores

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO 1 Definição ANEXO I (Incluído pela Portaria SIT n.º 15, de 03 de julho de 2007) ANEXO IV PLATAFORMAS DE TRABALHO AÉREO (Alterado

Leia mais

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL -1 - NOSSO CONSÓRCIO AES ELETROPAULO, empresa brasileira, maior distribuidora de eletricidade da América Latina, será responsável por: (i) especificação e aprovação da sub-estação elétrica; (ii) conecção

Leia mais

1. Canteiro de Obra Cajazeiras 02

1. Canteiro de Obra Cajazeiras 02 1. Canteiro de Obra Cajazeiras 02 A cidade de Cajazeiras, localizada no estado da Paraíba (PB), é um dos municípios no qual dispõe de boa estrutura para implantação de um dos três canteiros de obras que

Leia mais

Definição do gás natural. Desenvolvimento do mercado de gás natural no Brasil. O uso do gás natural. Sobre a ANP. O uso do gás natural

Definição do gás natural. Desenvolvimento do mercado de gás natural no Brasil. O uso do gás natural. Sobre a ANP. O uso do gás natural Definição do gás natural. Desenvolvimento do mercado de gás natural no Brasil. O gás natural é uma mistura de hidrocarbonetos gasosos, dentre os quais se destacam o metano, o etano e o propano, resultantes

Leia mais

1 Área técnica administrativa. 2 Área de Soldagem

1 Área técnica administrativa. 2 Área de Soldagem Voith Hydro Manaus 1 2 3 4 5 1 Área técnica administrativa 2 Área de Soldagem 3 Oportunidades para mulheres. Jovem, que iniciou como soldadora, hoje é auxiliar administrativa da produção 4 Área de Jateamento

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL SIN

CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL SIN 2 CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL SIN 2.1 VOCAÇÃO À HIDROELETRICIDADE O sistema de produção e transmissão de energia elétrica do Brasil Sistema Interligado Nacional (SIN) pode ser classificado

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE

TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO DE CONTROLE

Leia mais

Classificação: Público

Classificação: Público Classificação: Público Classificação: Público Empresa Um dos maiores e mais sólidos grupos de energia elétrica do Brasil e América Latina, que completa 60 anos em 2012. Principais Atividades Energia: geração,

Leia mais

ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL

ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL 1. EMPRESA A EMPRESA ILHA PURA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS É UMA EMPRESA CRIADA COM O OBJETIVO

Leia mais

Reservatórios: queda nos estoques Aumento das restrições ambientais para UHEs reduz volume de armazenamento para menos de um ano

Reservatórios: queda nos estoques Aumento das restrições ambientais para UHEs reduz volume de armazenamento para menos de um ano Page 1 of 5 Reservatórios: queda nos estoques Aumento das restrições ambientais para UHEs reduz volume de armazenamento para menos de um ano Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Reportagem Especial

Leia mais