Portaria da EPSJV 023/2012-DIR/EPSJV. O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, no uso de suas atribuições, RESOLVE: 1.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Portaria da EPSJV 023/2012-DIR/EPSJV. O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, no uso de suas atribuições, RESOLVE: 1."

Transcrição

1 01 O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, no uso de suas atribuições, 1. DOS OBJETIVOS RESOLVE: Normatizar o pagamento da Gratificação por Encargo de Curso, no âmbito da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio referente à prestação de serviço na modalidade de hora-aula para profissionais autônomos de acordo com a legislação vigente, Lei de 17 de março de 1964, Lei 8.666/93 e suas alterações posteriores, Instrução Normativa nº 02 de 11/10/2010 e suas alterações posteriores, Instrução normativa nº 02 de 30/04/2008 e suas alterações posteriores, Norma Operacional Técnica nº 004-DIREH, de 08 de novembro de 20, creto nº 7689 de 02/03/2012, Lei de 18/03/ DA CONCESSÃO 2.1. A concessão do pagamento de hora aula destina-se aos profissionais autônomos contratados de acordo com a previsão legal contida nos artigos 24 e 25 da lei 8666/93, respectivamente dispensa de licitação e inexigibilidade de licitação, na orientação contida na Norma operacional 04-DIREH, de 08 de novembro de 20, que atuem em caráter eventual e obedeçam às regras estabelecidas na presente portaria interna Poderá inscrever-se como INSTRUTOR INTERNO, profissional autônomo, PREVIAMENTE HABILITADO para ministrar cursos e/ou palestras, na área de atuação a que se propuser a ministrar aula Considera-se profissional autônomo para efeito desta portaria interna aquele que apresente o seguinte perfil: exercer, habitualmente e por conta própria, atividade profissional remunerada prestando serviço de caráter eventual a uma empresa ou mais, SEM VÍNCULO EMPREGATÍCIO Considera-se serviço de caráter eventual todo aquele que é realizado ocasionalmente, SEM REPETIÇÃO, sem continuidade.

2 A contratação do profissional será realizada por conteúdo programático das disciplinas/aulas/palestras, sendo necessário que o Requisitante informe previamente o conteúdo das disciplinas/aulas/palestras que serão ministradas nos cursos e/ou palestras A direção da EPSJV poderá limitar a quantidade que horas para cursos/palestras no período de um ano (compreendido de janeiro a dezembro). 3. FLUXO DOS PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÕES POR DISPENSA DE LICITAÇÃO A solicitação de contratação de profissional autônomo para ministrar aulas/palestras deverá ocorrer através da seguinte ordem: 3.1. Seção de Gestão de Pessoas/SGP-EPSJV deverá receber Memorando da Chefia do Grupo de Trabalho e/ou Laboratório com a autorização da Vice Direção de Ensino da EPSJV para dar início à divulgação do processo seletivo para a contratação de profissional autônomo verá ser encaminhada cópia do programa do curso e/ou palestra com a grade de disciplinas e/ou aula contendo a carga horária juntamente com o memorando acima; 3.2 O SGP-EPSJV divulgará o processo seletivo para a contratação do profissional no portal da EPSJV e mensagem para o da FIOCRUZ-L, visando dar ampla divulgação e atendimento aos princípios constitucional da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e ao art. 32 da lei /11. (Anexo 1 - Modelo Divulgação Hora-aula autônomo); 3.3 O processo seletivo dos profissionais autônomos se dará mediante análise curricular e/ou entrevistas do Requisitante em parceria com o SGP da Unidade O SGP-EPSJV realizará a guarda e o arquivo dos currículos encaminhados pelos profissionais que participarem da seleção. 3.4 Serão solicitados apenas para o profissional escolhido no processo seletivo os seguintes documentos: Cópia autenticada ou verificada por fé pública de servidor público federal dos seguintes documentos: 2

3 Documento de identidade; CPF; Comprovante de residência (conta de água, luz, telefone dos últimos três meses) Diplomas ou Certificados profissionais ou claração de Conclusão emitida pela instituição de ensino; PIS/ PASEP/INSS; Currículo profissional assinado e datado ou na Plataforma Lattes; Dados da conta corrente individual do proponente (de preferência enviar cópia do cartão do banco ou da folha do cheque); É Vedada a utilização de conta poupança e conta conjunta Ficha de Cadastro (Anexo 2 - Ficha cadastral); claração de que não possui vínculo como servidor na Administração Pública (Anexo 3 - claração de Inexistência de Vínculo); O SGP verificará se o profissional possui vínculo institucional com a Fiocruz, com base no sistema Gerencial; Solicitação de cadastramento do profissional no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF e comprovante de regularidade de sua situação fiscal, conforme determina a Instrução normativa 02 de 11/10/2010 do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão; (Anexo 4 - Procedimentos necessários para cadastro no SICAF). 3.5 Caso o profissional possua outro vínculo empregatício que efetue o recolhimento de contribuições previdenciárias, anexar cópia do comprovante de recolhimento referente ao mês anterior. 3.6 Elaboração da Requisição de Compras e Serviços RCO, projeto básico e nota técnica, pelo Requisitante (Anexos 5, 6 e 7). 3.7 O Requisitante enviará a requisição, plano de trabalho e nota técnica, devidamente assinada, juntamente com toda a documentação mencionada nos itens a dessa portaria a Seção de Materiais e Compras / SMC-EPSJV 3.8 A SMC-EPSJV providenciará abertura de processo administrativo, na Seção de Protocolo da Dirad A EPSJV é uma unidade centralizada na Dirad na execução desta atividade. 3

4 A SMC-EPSJV consultará as certidões abaixo: SICAF Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores CADIN Cadastro de Informação ao Crédito não Quitado CNJ Cadastro Nacional de Condenação por Ato de Improbidade Administrativa CEIS Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (Portal Transparência / pessoa física - CPF) CNDT Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas 3.10 A SMC-EPSJV verificará a regularidade das certidões Constatando pendência o processo será devolvido ao SGP-EPSJV; Constatado a regularidade das certidões, será realizado o SIDEC-Sistema de Divulgação Eletrônica do Governo Federal O Sidec é realizado pela SMC-EPSJV, ao término da divulgação das informações no sistema do governo federal, essas são automaticamente disponibilizadas no portal transparência ( O processo será encaminhado a Seção Financeira/SF-EPSJV para a emissão de AEM - autorização de emissão de empenho, que realiza a reserva do recurso orçamentário para a cobertura de despesa com obrigação patronal, alíquota de 20%, calculada sobre o valor a ser pago ao contratado (na dotação própria ) A SF EPSJV encaminhará o processo para a Seção Orçamentária/SEOR-Dirad para a emissão da nota de empenho A EPSJV é uma unidade centralizada na Dirad na execução desta atividade Após a emissão da nota de empenho o processo retornará a SF EPSJV Será providenciada cópia da nota de empenho e apensado ao quadro de aviso da SMC-EPSJV Após a conclusão da prestação do serviço (hora-aula), o Requisitante deverá atestar o recibo de pagamento (Anexo 8 -Recibo de Pagamento) e encaminhá-lo a Seção Financeira-EPSJV A Seção Financeira-EPSJV providenciará a emissão da ATP Autorização de Pagamento e encaminhará o processo a Seção de Tesouraria/Setes Dirad A EPSJV é uma unidade centralizada na Dirad na execução desta atividade. O prazo máximo para a efetivação do pagamento será de até 15 dias úteis, contados do recebimento do processo pela Seção de Tesouraria/Setes Dirad O prazo máximo para a efetivação do pagamento será de até 15 dias úteis, contados do recebimento do processo pela Seção de Tesouraria/Setes Dirad. 4

5 Após o pagamento, o processo será encaminhado a Unidade de Recursos Humanos (Direh), sempre no máximo até o dia (sete) de cada mês, caso o referido dia não seja útil e deverá ser encaminhado no dia anterior útil, ao Serviço de Pagamento da Direh (Sepag), para inserir informações no sistema da Caixa Econômica Federal (CEF), Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e Informações à Previdência Social Guia GFIP A EPSJV é uma unidade centralizada na Direh na execução no recolhimento do FGTS e GFIP A Seção Financeira EPSJV promoverá o registro da prestação de serviços dos autônomos no SGA Direh Após o registro o processo deverá ser arquivo pela Seção Financeira EPSJV Caso o profissional venha a realizar nova prestação de serviço, no mesmo exercício financeiro (ano - compreendido janeiro a dezembro) deverá ser utilizado o processo administrativo existente (aberto) no período, devendo, caso necessário, promover o desarquivamento junto a Seção de Arquivo e Microfilmagem O desarquivamento do processo administrativo do profissional deverá ser providenciado pela Seção de Gestão de Pessoas/SGP-EPSJV No caso de haver mais de um pagamento de hora aula dentro do mesmo mês, o cálculo do imposto de renda será cumulativo, podendo ultrapassar a alíquota estabelecida por Lei ocorrida no primeiro pagamento, estando, portanto, sujeito à alteração de cálculo no momento do pagamento subseqüente pelo Serviço de Tesouraria da Dirad (SETES/DEFIN/DIRAD) Não será permitida que a solicitação de contratação pelo requisitante seja posterior a data de realização da prestação de serviços (hora-aula), em obediência ao artigo 60 da Lei nº 4320/64 que proíbe a realização de despesas pela administração pública sem prévio empenho A solicitação de contratação pelo requisitante, por meio de Memorando, deverá ser entregue a SGP-EPSJV com no mínimo 40 dias úteis prévios à data da realização dos serviços, a fim de que todo o trâmite administrativo seja cumprido pelos diversos setores envolvidos na contratação. 5

6 No caso de conteúdo programático idêntico e/ou similar de contratação anterior, o valor total das contratações não poderá ultrapassar ao limite de dispensa de licitação prevista no artigo 24 Inciso II da lei 8666/93, atualmente fixado em R$ 8.000,00 (Oito mil reais) Nos casos em que o limite de dispensa não puder ser respeitado deverá ser utilizada a modalidade de licitação de pregão. 4. FLUXO DOS PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÕES POR INEXIGILIDADE DE LICITAÇÃO A solicitação de contratação de profissional autônomo para ministrar aulas/palestras deverá ocorrer através da seguinte ordem: 4.1. O Requisitante deverá providenciar os seguintes documentos: Elaboração da requisição de compras e serviços - RCO e do plano de trabalho e da nota técnica (Anexos 5, 6 e 7); Memorando contendo a justificativa da indicação do profissional em conformidade com o 1º, art. 25 da Lei 8666/ Entregar uma cópia do memorando, da ficha de cadastro (Anexo 2 -Ficha Cadastral) no SGP-EPSJV para controle e guarda e do programa do curso e/ou palestra com a grade de disciplinas e/ou aula contendo a carga horária Juntar toda a documentação mencionada no a dessa portaria interna O Requisitante deverá entregar todos os documentos mencionados no item 4.1 na SMC-EPSJV A SMC-EPSJV providenciará abertura de processo administrativo, na Seção de Protocolo da Dirad A EPSJV é uma unidade centralizada na Dirad na execução desta atividade A SMC-EPSJV consultará as certidões mencionadas no item A SMC-EPSJV verificará a regularidade das certidões Constatando pendência o processo será devolvido para o Requisitante -EPSJV; Constatado a regularização das certidões será encaminhado a Procuradoria Federal / PF-Fiocruz para emissão de parecer jurídico; Retorno do processo da PF-Fiocruz, com o parecer jurídico Reprovado, o processo será devolvido ao Requisitante-EPSJV; 6

7 Aprovado será realizado o SIDEC- Sistema de Divulgação Eletrônica do Governo Federal O SIDEC é realizado pela SMC-EPSJV, ao termino da divulgação das informações no sistema do governo federal as informações são automaticamente disponibilizadas no portal transparência ( A partir deste momento o processo segue o fluxo descrito nos itens a desta portaria interna O SEOR/DIRAD deverá enviar o processo administrativo para a SMC-EPSJV a fim de que seja providenciada a ICNE -Informações complementares a nota de empenho ou para o Termo de contrato, e após a conclusão o mesmo será devolvido a SF-EPSJV A SMC providenciará a assinatura do ordenador de despesa e o requisitante do profissional contrato A ICNE ou Termo de Contrato deverá vir assinado junto com o recibo de pagamento. A partir desse momento segue o fluxo descrito nos itens 3.12 a TABELA DE VALORES DE HORA-AULA O Valor da hora-aula a ser pago ao profissional autônomo referente à prestação de serviço na modalidade de hora-aula está definido na tabela abaixo. Titulação Acadêmica Valor Doutorado/Notória Especialização R$ 100,00 Mestrado R$ 80,00 Especialização/ Pós-graduação R$ 60,00 Graduação R$ 50,00 Habilitação Técnica R$ 40,00 6. VIGÊNCIA / REVOGAÇÃO Esta portaria interna entra em vigor na data de sua assinatura e publicação. Mauro de Lima Gomes Diretor 7

Lei n 8.666/93, art. 7º 1.7 Documento assinado pela COMAP com a indicação das empresas a serem convidadas

Lei n 8.666/93, art. 7º 1.7 Documento assinado pela COMAP com a indicação das empresas a serem convidadas CHECK LIST DOS PROCESSOS LICITATÓRIOS DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA REITORIA Este documento visa orientar a formalização dos processos licitatórios para contratação de obras e serviços de engenharia,

Leia mais

ANEXO 01 Modelo Divulgação Hora-aula autônomo DIVULGAÇÃO HORA-AULA AUTÔNOMO

ANEXO 01 Modelo Divulgação Hora-aula autônomo DIVULGAÇÃO HORA-AULA AUTÔNOMO ANEXO 01 Modelo Divulgação Hora-aula autônomo DIVULGAÇÃO HORA-AULA AUTÔNOMO A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio - EPSJV torna pública a seleção de profissional para Cadastro de Reserva de Instrutor

Leia mais

FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. Diretoria de Recursos Humanos FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS

FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. Diretoria de Recursos Humanos FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 004 DIREH, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2007. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para o pagamento de hora-aula aos profissionais

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA n.º 01/1997, de 22 de maio de 1997 D.O.E. de 09 de fevereiro de 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA n.º 01/1997, de 22 de maio de 1997 D.O.E. de 09 de fevereiro de 1999 181 INSTRUÇÃO NORMATIVA n.º 01/1997, de 22 de maio de 1997 D.O.E. de 09 de fevereiro de 1999 O, no uso das atribuições que lhe confere o inciso XII do Art. 78 da Constituição Estadual, bem como o inciso

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DO ESTAGIÁRIO JULHO 2015 abatista@fatecbt.edu.br 03 a 14/08/2015 Matrícula de Estágio Supervisionado para os alunos que não constam no SIGA. 03 a 14/08/2015 Confirmação da

Leia mais

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE 10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de 2008. DOE 28.04.2008 Instrução Normativa AGE nº 001, de 25 de abril de 2008. Institui normas e rotinas para padronização e uniformização dos procedimentos

Leia mais

ENDEREÇO: CIDADE: ESTAD O:

ENDEREÇO: CIDADE: ESTAD O: CARTA CONVITE CONTRATAÇÃO DE SEGURO DE VIDA E ACIDENTES PESSOAIS PARA 600 BOLSISTAS Nº/ANO: 034/2001 CONVIDADO / CGC: TELEFONE / FAX: ENDEREÇO: CIDADE: ESTAD O: Convidamos Vossa Senhoria a apresentar,

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS INTRODUÇÃO Esse documento orienta as aquisições da Agência de Desenvolvimento e Inovação de Guarulhos, doravante denominada AGENDE, inscrita no CNPJ nº

Leia mais

INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO

INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO MANUAL SINTÉTICO DE PROCEDIMENTOS DE AQUISIÇÃO INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO Via Universitária, s/n. Pitanguinha. Simões Filho - BA CEP: 43.700 000 Tel.: (071) 3396-8400 CNPJ: 10.764.307/0006-27

Leia mais

01 - Manual de Políticas e Procedimentos 01.01 Processo aquisitivo 01.01.02 Requisição para contratação de serviços Atualizado em 16/01/2015

01 - Manual de Políticas e Procedimentos 01.01 Processo aquisitivo 01.01.02 Requisição para contratação de serviços Atualizado em 16/01/2015 Dispõe sobre as políticas, fluxos e procedimentos do processo de contração de serviços da UFAL para o ano de 2015. 1 DA POLÍTICA 1.1 Objetivos da política de compras 1.1.1 Tornar os processos de compras

Leia mais

EDITAL 01/2015- PIQPG/PRPI/CQA PIQPG / 2015

EDITAL 01/2015- PIQPG/PRPI/CQA PIQPG / 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL 01/2015- PIQPG/PRPI/CQA PIQPG / 2015 Programa de Incentivo para Qualificação em Cursos de Pós-Graduação dos

Leia mais

I. mínimo de 3 (três) anos para o mestrado; II. mínimo de 4 (quatro) anos para doutorado

I. mínimo de 3 (três) anos para o mestrado; II. mínimo de 4 (quatro) anos para doutorado MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CÂMPUS JATAÍ EDITAL Nº 003/2015/IFG-CÂMPUS JATAÍ SELEÇÃO DE SERVIDORES

Leia mais

PORTARIA CG/SIC/ADG Nº 99 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2011

PORTARIA CG/SIC/ADG Nº 99 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2011 PORTARIA CG/SIC/ADG Nº 99 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a instrução processual e procedimentos inerentes à apresentação à Auditoria Geral da Prestação de Contas dos Responsáveis por Almoxarifado

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE

ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE 2016. Estabelece calendário de abertura, inventário trimestral, bloqueio e fechamento, referente

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA Edição Nº 030/2912 00091 Quarta-Feira Quit-Feira 0815 de de Março Maio de 2013 2012 1 A Prefeitura Municipal de Itiuba, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

EDITAL Nº11 /CSSB, DE 28 DE JUNHO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO

EDITAL Nº11 /CSSB, DE 28 DE JUNHO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL Nº11 /CSSB, DE 28 DE JUNHO DE 2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO O DIRETOR GERAL DO CAMPUS SÃO SEBASTIÃO, nomeado pela Portaria N 1256, de 03 de dezembro

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 CURSOS

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 CURSOS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL DE INCENTIVO À CAPACITAÇÃO EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DESTINADO AOS SERVIDORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO

Leia mais

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS SUMÁRIO APÊNDICES 1 - Objetivo A - Solicitação de Cadastro de Pessoa Jurídica 2 - Referências normativas B - Solicitação de Cadastro de Pessoa

Leia mais

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A CAPITAL EMPRESA DE SERVIÇOS GERAIS LTDA., PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MICROFILMAGEM E DIGITALIZAÇÃO DE

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

Tribunal Superior do Trabalho

Tribunal Superior do Trabalho PLANO ANUAL DE AUDITORIA 2016 Tribunal Superior do Trabalho PLANO ANUAL DE AUDITORIA 2016 Secretaria de Controle Interno PLANO ANUAL DE AUDITORIA DA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - EXERCÍCIO 2016 Aprovado

Leia mais

4. Se Prestador de serviço ou fornecedor de bem tipo PESSOA FÍSICA:

4. Se Prestador de serviço ou fornecedor de bem tipo PESSOA FÍSICA: INSTRUÇÃO NORMATIVA PROAD Nº 001/2017 Estabelece novos procedimentos para formalização de processos de Reconhecimentos de Débito para PRESTADORES DE SERVIÇO ou FORNECEDORES DE BENS e OUTROS SEM VÍNCULO

Leia mais

CEBGAS Companhia Brasiliense de Gás

CEBGAS Companhia Brasiliense de Gás REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE POSTOSREVENDEDORES DE COMBUSTÍVEIS PARA FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL VEICULAR GNV, PROVENIENTE DO GÁS NATURAL LIQUEFEITO - GNL Considerando que a Companhia

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016

EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016 EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016 SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DO ACRE PARA AFASTAMENTO INTEGRAL PARA QUALIFICAÇÃO NO ANO DE 2016 A Reitora do

Leia mais

UFT 2013. Manual de Procedimentos Suprimento de Fundos

UFT 2013. Manual de Procedimentos Suprimento de Fundos UFT 2013 Manual de Procedimentos Suprimento de Fundos UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINSPRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS DIRETORIA DE CONTABILIDADE E FINANÇAS - CPE Conteúdo SUPRIMENTO DE FUNDOS...

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA O PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA O PROGRAMA JOVEM APRENDIZ EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA O PROGRAMA JOVEM APRENDIZ Dispõe sobre a Seleção Pública Simplificada para o cargo de educadores sociais e Ofícineiro de teatro visando atuação no Programa Jovem

Leia mais

Montagem do processo de Dispensa e Inexigibilidade

Montagem do processo de Dispensa e Inexigibilidade Montagem do processo de Dispensa e Inexigibilidade Capa do Processo Modalidade; Número sequencial; Objeto a ser contratado ou adquirido; Campus; Número de protocolo. Solicitação de compra Verificar a classificação

Leia mais

INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO

INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO Via Universitária, s/n. Pitanguinha. Simões Filho - BA CEP: 43.700 000 Tel.: (071) 3396-8400 CNPJ: 10.764.307/0006-27 Inscrição: nº 314.603.001-43 EP MANUAL SINTÉTICO DE PROCEDIMENTOS DE AQUISIÇÃO INEXIGIBILIDADE

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO MEDIO INTEGRADO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação Belém, 05 de dezembro de 2012. Conforme disposto no art. 2º da Lei nº 8.666/93 as obras, serviços,

Leia mais

MANAD CONTABILIDADE NOVA

MANAD CONTABILIDADE NOVA MANAD CONTABILIDADE NOVA RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005.

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE UBERABA-MG CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. Aprova o Regulamento de Estágio dos Cursos do Centro Federal de

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011 Altera o 2º do art. 4º da Lei nº 10.522, de 19 de julho de 2002, que dispõe sobre o cadastro informativo dos créditos não quitados de órgãos e entidades

Leia mais

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 Estabelece os critérios relativos à Autorização de Funcionamento (AFE) e de Autorização Especial (AE) de farmácias e drogarias. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO COTAÇÃO DE PREÇOS: Nº 352/2016/300 OBJETO: MATERIAIS P/ FILTRAÇÃO MILLIPORE VENCIMENTO: 18/05/2016 CONDIÇÕES GERAIS Condição de Pagamento: 30 DDL. Os pagamentos serão efetuados por meio de crédito em conta

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA Nº 973/2010. (publicada no DOAL nº 9757, de 14 de maio de 2010) Dispõe sobre a concessão e pagamento

Leia mais

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 O MUNICÍPIO DE SERAFINA CORRÊA, RS, comunica aos interessados que está procedendo o CHAMAMENTO PÚBLICO, a contar de 21 de junho de 2013, no horário compreendido

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003/2013. EMENTA: Aprova normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação emitidos por instituições estrangeiras.

RESOLUÇÃO Nº 003/2013. EMENTA: Aprova normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação emitidos por instituições estrangeiras. RESOLUÇÃO Nº 003/2013 EMENTA: Aprova normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação emitidos por instituições estrangeiras. A Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade

Leia mais

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE PESQUISA

Leia mais

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Versão 01 - Página 1/24 PROCESSO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP-GO PROCEDIMENTO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP- GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Objetivo estratégico:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PINHEIRO ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PINHEIRO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE CONVITE Nº 006/2013 processo nº 103/13 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: 11/07/2013 até às 09h30. ABERTURA E JULGAMENTO: 11/07/2013 às 10h00. A Comissão Permanente de Licitação

Leia mais

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE-MS, 6 DE MAIO DE 2015.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE-MS, 6 DE MAIO DE 2015. GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA- SEJUSP/MS AGÊNCIA ESTADUAL DE ADMINISTRAÇÃO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO-AGEPEN/MS PORTARIA AGEPEN Nº 4, DE 6 DE

Leia mais

INSTRUÇAO NORMATIVA Nº O2/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015

INSTRUÇAO NORMATIVA Nº O2/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO CAMPUS PETROLINA ZONA RURAL INSTRUÇAO NORMATIVA Nº O2/2015

Leia mais

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 DO OBJETO 1.1 Aquisição de umidificadores de ar destinados a atender às demandas

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo EDITAL Nº 16/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Dispõe sobre abertura das inscrições de Oficineiros, previstos na Lei Municipal nº 3184 de 21 de 2013, para ministração de oficinas no Projeto JOVENS

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/8 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREA GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: OPERACIONALIZAR CONTA VINCULADA ELABORADO EM:29/07/2014 REVISADO

Leia mais

O exame de processos de outorga de concessão deve conter em sua introdução as informações básicas relativas ao tipo de processo.

O exame de processos de outorga de concessão deve conter em sua introdução as informações básicas relativas ao tipo de processo. Tribunal de Contas da União MANUAL PARA INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE LICITAÇÃO PARA OUTORGA DE APROVEITAMENTOS HIDRELÉTRICOS E DE LINHAS DE TRANSMISSÃO 1 - INTRODUÇÃO 1.1. CARACTERÍSTICAS GERAIS O exame de

Leia mais

CHAMADA 03/2015 PROEX I FEIRA DE ESTÁGIO E NEGÓCIOS DO IFRO

CHAMADA 03/2015 PROEX I FEIRA DE ESTÁGIO E NEGÓCIOS DO IFRO CHAMADA 03/2015 PROEX I FEIRA DE ESTÁGIO E NEGÓCIOS DO IFRO A Pró-Reitoria de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, no uso de suas atribuições, torna pública a Chamada

Leia mais

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho de Administração. RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho Universitário

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho de Administração. RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho Universitário CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho de Administração. RESOLUÇÃO Nº 08/08 Conselho Universitário Fixa critérios à concessão de desconto para docentes, em mensalidades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2015/PROEN-PROEX/UFCA PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DE ENSINO E EXTENSÃO PEEX As Pró Reitorias de Ensino e Extensão da

Leia mais

EDITAL 12/2016/ FORMAÇÃO EM TAXISTAS

EDITAL 12/2016/ FORMAÇÃO EM TAXISTAS 1 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN DIRETORIA TECNICA E EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO - DETET ESCOLA PÚBLICA DE TRÂNSITO - EPTRAN EDITAL 12/2016/ FORMAÇÃO EM TAXISTAS O Diretor

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006 CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA DE PESQUISA NOS NOVOS CAMPI DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

Leia mais

1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO

1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Caixa Postal 3037 - Lavras - MG - 37200-000 Telefone: (35) 3829-1858 - E-mail: dri@dri.ufla.br EDITAL N 002/2015/DRI/UFLA INGLÊS SEM

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Institui o Sistema de Exportação - SISEXP -. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA, no uso das atribuições, tendo em vista o disposto no art. 82

Leia mais

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP FACULDADE DE EDUCAÇÃO Faculdade de Educação PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO EM EDUCAÇÃO NO SEGUNDO SEMESTRE

Leia mais

CAMPUS ABAETETUBA PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS

CAMPUS ABAETETUBA PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PAE) EDITAL Nº 003/2015 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DIDÁTICO-CIENTÍFICOS Parecer favorável da Procuradoria Federal/IFPA Proc. 23051.005120/2015-98 O Diretor Geral

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este regulamento disciplina o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC dos Cursos das Faculdades Integradas Hélio Alonso,

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo PO/PROAD/CMP/ 1 de 6 Glossário de Termos: CATMAT Sistema

Leia mais

2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-GO Nº 002/2014.

2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-GO Nº 002/2014. 2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-GO Nº 002/2014. 2ª Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, no âmbito do PAA, para suplementação alimentar de grupos populacionais

Leia mais

DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS (DRH)

DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS (DRH) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS (DRH) A Divisão de Recursos Humanos (DRH) e suas Seções são responsáveis pelas demandas referentes

Leia mais

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País Norma CNEN para Concessão de Bolsas no País NORMA CNEN PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO PAÍS SUMÁRIO ITEM PÁGINA 1. Da Finalidade, Campo de Aplicação e Conceitos Gerais 2 1.1 Da Finalidade 2 1.2 Do

Leia mais

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, IFPI, torna público o presente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL EDITAL 001/2013 Seleção para o Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG.

EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG. EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG. Dispõe sobre o Processo de Seleção Simplificada com vistas à seleção de bolsistas para atuarem na ação do Programa Bolsaformação do Programa Nacional de

Leia mais

Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4049, DE 29 DE AGOSTO DE 2013.

Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4049, DE 29 DE AGOSTO DE 2013. 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4049, DE 29 DE AGOSTO DE 2013. Regulamenta a Lei nº 9.322, de 25 de julho de 2013, que autoriza o Chefe do Executivo a Instituir o Programa Passe Livre Estudantil no âmbito

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria EDITAL N 098/IFC/2016, de 24 de junho de 2016. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A Reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense IFC, no uso de suas atribuições legais e nos termos

Leia mais

RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012. Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. RESOLVE

RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012. Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. RESOLVE RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012 Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. O Presidente do Conselho Universitário do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI, no

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DA ESCOLA SALESIANA PADRE RINALDI

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DA ESCOLA SALESIANA PADRE RINALDI EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DA ESCOLA SALESIANA PADRE RINALDI A DIREÇÃO GERAL DA ESCOLA SALESIANA PADRE RINALDI, através do seu Diretor

Leia mais

Regulamento de Compras e Contratações de Serviços

Regulamento de Compras e Contratações de Serviços Regulamento de Compras e Contratações de Serviços Capítulo I INTRODUÇÃO Dos Princípios Art.1º- Este regulamento estabelece normas para a aquisição e alienação de bens e para a contratação de obras e serviços

Leia mais

CLASSE 12: PLANOS DE SEGUROS DAS CONCESSIONÁRIAS DO STFC

CLASSE 12: PLANOS DE SEGUROS DAS CONCESSIONÁRIAS DO STFC TÍTULO DO DOCUMENTO Nº DO DOCUMENTO METODOLOGIA PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DAS OBRIGAÇÕES DAS SRF.MT. 012 PRESTADORAS DO SERVIÇO TELEFÔNICO VERSÃO VIGÊNCIA FIXO COMUTADO - STFC 1 17/04/2006 CLASSE

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos;

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Psicologia é uma atividade obrigatória, em consonância

Leia mais

1.3 - A taxa de inscrição, que não será devolvida em hipótese nenhuma, terá o valor de R$ 25,00.

1.3 - A taxa de inscrição, que não será devolvida em hipótese nenhuma, terá o valor de R$ 25,00. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE OUTRAS CAPTAÇÕES UNA 2016/2º - PARA OS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA, FACULDADE UNA DE BETIM E A FACULDADE UNA DE CONTAGEM A Vice-Reitoria do Centro Universitário

Leia mais

ANEXO II CARTA SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO

ANEXO II CARTA SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO ANEXO II CARTA SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO Ao Diretor-Geral do SENADO FEDERAL A empresa (nome / razão social), CNPJ nº, com logradouro à (endereço completo), fones de contato nºs /, por intermédio de

Leia mais

CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC

CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC PLANO DE OUTORGA ANEXO IV INFORMAÇÕES QUE DEVERÃO SER ENVIADAS AO ÓRGÃO GESTOR DO SERVIÇO Abril/2014

Leia mais

Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS

Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS Edital FAPEAL N o 001/2009 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas FAPEAL, em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES,

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/14 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREA GESTÃO DE COMPRAS/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: REALIZAR DISPENSA POR COTAÇÃO ELETRÔNICA ELABORADO EM: 16/03/2016 REVISADO

Leia mais

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores 1/15 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 01 26 02 27 03 28 04 29 05 30 06 31 07 32 08 33

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2010

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2010 CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2010 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ESTANTES E ARMÁRIOS DE AÇO ATRAVÉS DE REGISTRO DE PREÇOS, QUE ENTRE SI FAZEM A DE PRIMEIRO GRAU E A EMPRESA PROCESSO Nº /2010-EOF A DE PRIMEIRO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO ACT Nº. 0001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014.

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO ACT Nº. 0001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014. EDITAL DE SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO ACT Nº. 0001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014. atribuições; O PREFEITO MUNICIPAL DE FRAIBURGO, Estado de Santa Catarina, no uso de suas FAZ SABER: Encontram-se

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO MENOR DE PASSO FUNDO SEPLAN 054/2007 O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições Câmara Técnica 3ª reunião PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES Entidades que enviaram contribuições

Leia mais

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO JOÃO DOS PATOS DIRETORIA GERAL NÚCLEO DE ASSISTENCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA

Leia mais

Termo de Adesão. 1 Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior IES. 2 Dados cadastrais da Unidade Administrativa / Local de Oferta

Termo de Adesão. 1 Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior IES. 2 Dados cadastrais da Unidade Administrativa / Local de Oferta Termo de Adesão 1 Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior IES 1.1 Informações da IES 1.1.1 IES: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE 1.1.2 Sigla: FURG 1.1.3 Código: 12 1.1.4 CNPJ: 94.877.586/0001

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011 Exercício 2011 JANEIRO 17 O titular do Poder Executivo deverá enviar cópia do PPA atualizado, da LOA e da LDO juntamente com os anexos. Órgãos: deverão enviar a prestação de contas do mês de dezembro/2010.

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR Nº 23, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO 2013/1 PARA INGRESSO DE ALUNOS NO IF FARROUPILHA

EDITAL COMPLEMENTAR Nº 23, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO 2013/1 PARA INGRESSO DE ALUNOS NO IF FARROUPILHA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi - 97110-767 Santa

Leia mais

EDITAL INTERNO Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTE POR TEMPO DETERMINADO

EDITAL INTERNO Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTE POR TEMPO DETERMINADO EDITAL INTERNO Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTE POR TEMPO DETERMINADO O Chefe em exercício do da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia UFBA, no uso de suas atribuições

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MATO GROSSO PORTARIA Nº 276/2012

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MATO GROSSO PORTARIA Nº 276/2012 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MATO GROSSO PORTARIA Nº 276/2012 Dispõe sobre a requisição de técnicos para realização do exame das prestações de contas de candidatos e de comitês financeiros nas campanhas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 4050

PROJETO DE LEI Nº. 4050 PROJETO DE LEI Nº. 4050 Institui o Centro de Especialidades Odontológicas CEO Tipo 2, dispõe sobre a contratação temporária de pessoal, nos termos da Lei Municipal nº. 2.854/2011 e do art. 37, IX, da Constituição

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS NO SCDP VIAGENS INTERNACIONAIS

ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS NO SCDP VIAGENS INTERNACIONAIS ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS NO SCDP VIAGENS INTERNACIONAIS OBJETIVO Estas instruções foram elaboradas com o objetivo de orientar os servidores, docentes e técnico-administrativos,

Leia mais

1. JUSTIFICATIVA 3. VALOR ESTIMADO E ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS

1. JUSTIFICATIVA 3. VALOR ESTIMADO E ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS RUA 08 DE MAIO SINo - CENTRO, CEP: 65.712-000 - LAGO DOS RODRIGUES _ MARANHÃO 1. JUSTIFICATIVA PROJETO BÁSICO As atividades operacionais da Prefeitura Municipal de LAGO DOS RODRIGUES, irão requerer a contratação

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO N.º 015/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA SIMPLIFICADA DE PROFESSOR BOLSISTA PRONATEC

EDITAL DE EXTENSÃO N.º 015/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA SIMPLIFICADA DE PROFESSOR BOLSISTA PRONATEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO EDITAL DE EXTENSÃO

Leia mais

CONVITE Nº 049A/2015

CONVITE Nº 049A/2015 Processo nº 0263.1511/15-2 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 049A/2015 DATA DA ABERTURA: 14/08/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG CHAMADA 01/2017 PPG Manutenção de equipamentos de apoio aos Programas de Pós-Graduação A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PPG), com apoio da Pró-Reitoria de Administração (PROAD) e com Recursos provenientes

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação

Secretaria Municipal de Educação EDITAL SME 001/2016 DISPÕE SOBRE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE EDUCAÇÃO, COM VISTAS AO PREENCHIMENTO MEDIANTE CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO, DE VAGA PARA O CARGO DE NUTRICIONISTA.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA AS AGÊNCIAS DE PUBLICIDAE DO MINISTÉRIO DO TURISMO

ORIENTAÇÕES PARA AS AGÊNCIAS DE PUBLICIDAE DO MINISTÉRIO DO TURISMO ORIENTAÇÕES PARA AS AGÊNCIAS DE PUBLICIDAE DO MINISTÉRIO DO TURISMO As orientações a seguir visam disciplinar a forma de atuação entre o Ministério do Turismo e as Agências de Publicidade, contratadas

Leia mais