VII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Londrina de 08 a 10 novembro de ISSN X Pg.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Londrina de 08 a 10 novembro de 2011 - ISSN 2175-960X Pg."

Transcrição

1 A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: UM LEVANTAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES. DIANA ROSA CAVAGLIERI LIUTHEVICIENE CORDEIRO¹; ANNA AUGUSTA SAMPAIO DE OLIVEIRA². Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP Campus Marília Introdução O levantamento da produção científica sobre um determinado assunto de pesquisa permite a identificação dos temas já estudados e daqueles que ainda necessitam maior exploração, indicando as necessidades de pesquisas futuras e contribuindo para a delimitação de problemas que servirão de objeto de outros estudos. Considerando a temática da inclusão das pessoas com deficiência no trabalho, existem no Brasil dispositivos legais muito avançados que buscam garantir o acesso dessas pessoas ao mercado competitivo de trabalho. Porém, as pesquisas indicam que existe uma dificuldade histórica no acesso dessas pessoas ao mercado de trabalho e ainda há uma grande lacuna na aplicação prática da legislação (ARAUJO; SCHMIDT, 2006; MIRANDA, 2001; TANAKA; MANZINI, 2005). Dentre os fatores que podem dificultar o acesso das pessoas com deficiência ao emprego, destacam-se: a desinformação e conseqüente estigma associado às pessoas com deficiência com falsas crenças de elas serem incapazes, menos produtivas, mais lentas e necessitar de cuidados especiais (NASCIMENTO; MIRANDA, 2007); as condições estruturais, funcionais e sociais do ambiente de trabalho que irá recebê-la como funcionária; e a necessidade de preparo profissional e social da pessoa com deficiência que está buscando o mercado de trabalho (TANAKA; MANZINI, 2005). ¹ Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP Campus Marília. Endereço: Rua Prudente de Morais, n 305 apto Centro Marília SP. CEP: ¹ Professora Assistente Doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP Campus Marília

2 Endereço: Rua Comendador José Zillo, nº 156. Lorenzetti - Marília SP. CEP Considera-se que a falta de escolaridade e de qualificação profissional das pessoas com deficiência são barreiras para sua inserção em postos formais de trabalho, e que a qualificação, quando é realizada, está distante das necessidades do mercado de trabalho, visto que as exigências para contratação nas empresas estão cada dia mais elevadas (SASSAKI, 1997). Historicamente pode-se observar que a formação profissional das pessoas com deficiência, no Brasil, ocorre por intermédio de programas desenvolvidos por oficinas pedagógicas ou protegidas de instituições de ensino especial (CABRAL, 2007; FERNANDES, NOMA; 2008; SILVA, 2008; TANAKA, MANZINI, 2005). As oficinas pedagógicas surgem como as primeiras iniciativas para profissionalização das pessoas com deficiência. São recursos educativos que se utilizam da atividade manual como estratégia para habilitar a pessoa com deficiência para uma atividade produtiva (SILVA, 2008). Como desdobramento das oficinas pedagógicas, surgiram as oficinas de trabalho protegido, que têm por objetivo desenvolver um programa de habilitação profissional em situação similar à do mercado de trabalho, destinada àqueles que não têm condições de ingressar no mercado competitivo, ou desenvolver atividades profissionais de forma autônoma (MIRANDA, 2001). Essas oficinas se caracterizam pela confecção e fabricação de produtos, dentro da instituição, através da aprendizagem de técnicas de artesanato, tapeçaria e marcenaria, muitas vezes escolhidas em função dos recursos materiais disponíveis e da tradição institucional (TANAKA; MANZINI, 2005). As condições de precariedade desses programas de formação profissional já foram detectadas em vários estudos que destacam que seu isolamento e desarticulação em relação à realidade social da comunidade, agravado pela ausência de um sistema integrado de diferentes serviços voltados às pessoas com deficiência, dificulta o encaminhamento de seus aprendizes para o mercado de trabalho e contribui para a manutenção do estereótipo do portador de deficiência (MIRANDA, 2001; SILVA; PALHANO, 2005; SILVA, 2008; TOLDRÁ; SÁ, 2008). Considerando a necessidade de vislumbrar processos de educação profissional para as pessoas com deficiência que além de ampliar seus conhecimentos e habilidades para o trabalho, contribuam para sua efetiva emancipação social, a educação profissional, ao ser realizada na rede regular de ensino, poderia proporcionar uma formação mais próxima à realidade social e potencializar o acesso das pessoas com deficiência ao trabalho. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (BRASIL, 1996) determina que a educação da pessoa com deficiência deve ser oferecida, preferencialmente, pela rede regular de ensino (art. 58). Pela referida lei, também ficou determinado que os sistemas de ensino deveriam assegurar a educação especial para o trabalho aos alunos com deficiência (art. 59) Além disso, segundo a Resolução do Conselho Nacional de Educação/ Câmara de Educação Básica (CNE/ CEB) nº 02, de 11 de fevereiro de 2001, a rede de educação profissional deve possibilitar o acesso e a permanência do aluno com deficiência em suas escolas por meio da 2663

3 adequação do espaço físico, do mobiliário, dos equipamentos utilizados nos laboratórios e da linguagem, além de promover a flexibilização do currículo, a capacitação de recursos humanos e o encaminhamento para o trabalho (BRASIL, 2001). Considerando a importância da formação profissional para inclusão de pessoas com deficiência no trabalho e na construção de sua própria emancipação social, o levantamento da produção científica sobre a educação profissional de pessoas com deficiência se faz necessária para identificar os trabalhos realizados e os limites e possibilidades da educação profissional em diferentes contextos. Os resultados dos estudos já realizados poderão nortear futuras pesquisas e o desenvolvimento de programas e serviços. Assim, o presente trabalho teve como objetivo levantar as teses e dissertações, disponíveis em bases de dados eletrônicas, e que abordam a educação profissional de pessoas com deficiência, e identificar os temas específicos e direcionamentos presentes nessas pesquisas. Método O levantamento de teses e dissertações sobre a educação profissional de pessoas com deficiência foi realizado através de consultas a dois bancos nacionais de teses e dissertações: Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES): Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD): Também foram realizadas buscas através das bibliotecas digitais de teses e dissertações de cinco universidades do Estado de São Paulo: Universidade Estadual Paulista (UNESP): Universidade Federal de São Carlos (UFSCar): Universidade de São Paulo (USP): Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP): Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC - SP): Para a pesquisa de teses e dissertações nessas bases de dados, foi utilizada a relação entre os seguintes grupos de identificadores, através de consultas pelos campos palavra-chave ou assunto : 1) educação profissional, formação profissional, profissionalização; 2) pessoas com deficiência, pessoas com necessidades especiais, deficiência. Não foi delimitado um período específico de busca, aceitando todos os resultados recebidos. 2664

4 Localizadas as referências, foi realizada a leitura dos títulos para verificar se os trabalhos contemplavam o assunto desse estudo. Dentre aqueles trabalhos que contemplavam assunto abordado nesse estudo, foi realizada a leitura dos títulos e resumos para verificar quais temas específicos, relacionados à educação profissional de pessoas com deficiência eram abordados nesses trabalhos. Resultados O número de teses e dissertações encontradas em cada base de dados consultadas são apresentadas no quadro a seguir CAPES BDTD 0 EP x PcD EP x PcNE EP x Def. FP x PcD FP x PcNE FP x Def. Prof. x PcD Prof. x PcNE Prof. x Def. Figura 1. Resultados de buscas de teses e dissertações nas bases de dados CAPES e BDTD, utilizando relações entre os grupos 1 e 2 de palavras-chaves. É possível observar que ao serem consultadas as bases nacionais de teses e dissertações CAPES e BDTD - encontramos um maior número de teses e dissertações quando utilizamos os identificadores educação profissional e formação profissional, em sua relação com os identificadores do grupo 2, que quando utilizamos a identificador profissionalização. Observa-se que buscas utilizando relações entre diferentes identificadores resultaram,algumas vezes, nos mesmos resultados. Segundo Mendes; Nunes; Ferreira (2004), em estudo acerca do estado da arte de pesquisas sobre a temática da educação profissional de pessoas com deficiência, consideram que a 2665

5 terminologia profissionalização não é adequada, justificando que esse termo tem se referido mais a um processo de desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo do que ao ensino de uma determinada profissão. Ao consultar as bibliotecas digitais de teses e dissertações com as relações entre os identificadores apresentados acima, não foram encontrados resultados nas bases de dados da USP e da UNESP. Em busca na biblioteca digital da PUC SP, encontramos apenas um estudo ao utilizar a relação formação profissional x deficiência. O mesmo ocorreu ao consultar a base de dados da UFSCar, na qual só encontramos um estudo, ao utilizar a relação profissionalização x deficiência. A figura abaixo apresenta os resultados das buscas realizadas no banco de teses e dissertações da UNICAMP EP x PcD FP x PcD FP x PcNE FP x Def. Prof. x Def. 0 Figura 2. Resultados de buscas de teses e dissertações na base de dados da UNICAMP, utilizando relações entre os grupos 1 e 2 de palavras-chaves. Observa-se na Figura 2 que as relações entre palavras-chave que forneceram mais resultados de busca foi formação profissional x pessoas com deficiência e formação profissional x deficiência, com 5 resultados para cada busca, porém, os mesmos estudos eram encontrados para outras relações entre diferentes palavras-chaves. Após essa primeira etapa de busca, realizada em cada base de dados, foi procedida a leitura dos títulos e resumos dos trabalhos encontrados, através da qual foi verificado que nem todas as teses e dissertações contemplavam o tema desse estudo, assim foram selecionadas aquelas pesquisas que tinham como tema a educação profissional de pessoas com deficiência e, devido ao grande número de estudos encontrados que não abordavam diretamente a educação profissional, mas sim a inclusão de pessoas com deficiência no trabalho, essa categoria também foi incluída nesse trabalho. As teses e dissertações selecionadas a partir da leitura dos títulos e resumos, nas bases de dados nacionais (CAPES e BDTD), são apresentadas na figura abaixo. 2666

6 EP x PcD EP x PcNE EP x Def. FP x PcD FP x PcNE FP x Def. Prof. x PcD Prof. x PcNE Prof. x Def. CAPES BDTD Figura 3. Resultados de buscas de teses e dissertações relacionadas à educação profissional de pessoas com deficiência e sua inclusão no trabalho, utilizando relações entre os grupos 1 e 2 de palavras-chaves. Mais uma vez observamos a predominância de estudos que utilizam os termos educação profissional e formação profissional em relação aos estudos que usam o termo profissionalização. Também observamos uma quantidade maior de pesquisas que utilizam os termos pessoas com deficiência e deficiência, em relação a pesquisas que usam o termo pessoas com necessidades especiais. Quando realizamos a leitura dos títulos e resumos dos estudos encontrados a partir da busca na base de dados da UNICAMP observamos que apenas uma pesquisa trata do tema abordado. Já os estudos encontrados a partir da primeira busca no site da PUC-SP e UFSCAR tratam da temática da educação profissional de pessoas com deficiência ou sua inclusão no trabalho. A partir da leitura dos títulos e resumos foi possível identificar qual a temática mais específica abordada por cada pesquisa. Esses resultados são apresentados na Figura

7 Relações entre Educação e Trabalho Educação Educação profissional em profissional em escolas especiais escolas regulares Inclusão no trabalho CAPES BDTD UNICAMP PUC-SP UFSCAR Figura 4. Temas abordados nas pesquisas sobre a educação profissional de pessoas com deficiência e sua inclusão no trabalho, utilizando relações entre os grupos 1 e 2 de palavras-chaves. Devido ao reduzido número de estudos encontrados nas bases de dados das universidades do Estado de São Paulo utilizando as relações entre os grupos de palavras-chaves indicadas acima, foi realizada nova busca nessas bibliotecas digitais, utilizando os mesmos termos, porém através de busca simples. Na pesquisa realizada na biblioteca digital de teses e dissertações da Unesp, utilizando os termos educação profissional, formação profissional e profissionalização, isoladamente, não foi localizado nenhum estudo que tratasse da educação profissional de pessoas com deficiência. Já ao utilizar os termos do grupo 2 de palavras-chaves, ou seja, pessoas com deficiência, pessoas com necessidades especiais e deficiência, foram localizadas quatro pesquisas sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Ao realizar buscas no sistema de publicação eletrônica de teses e dissertações da UFSCar, ao utilizar os termos formação profissional e profissionalização foram encontrados dois estudos sobre programas de desenvolvimento de habilidades sociais relacionadas ao trabalho para pessoas com deficiência. Quando foram utilizados os termo pessoas com deficiência foi encontrado um estudo relacionado à inclusão de pessoas com deficiência no trabalho, e nenhum estudo foi encontrado ao buscar pela palavra-chave pessoas com necessidades especiais. Já ao utilizar apenas o termo deficiência foram encontrados sete estudos que tratam da inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, assim como fatores que influenciam e procedimentos relacionados a esse processo. Na pesquisa realizada na biblioteca digital de teses e dissertações da USP foi possível localizar apenas uma dissertação, relacionada ao tema desse estudo, ao utilizar a palavrachave deficiência. Essa pesquisa abordava as relações entre a trajetória educacional e a inclusão da pessoa com deficiência no trabalho. Observamos que a biblioteca digital da USP tem um acervo de teses e dissertações publicadas a partir de 1969, porém, no início, há apenas um estudo disponível a cada ano, a quantidade 2668

8 de estudos disponibilizados on-line aumenta gradativamente, tendo um crescimento significativo a partir de 2000, nesse ano há 340 estudos digitalizados, enquanto no ano de 2010, são 4656 estudos disponíveis. Dessa forma, é possível que hajam outros estudos realizados nessa universidade que tratem da questão da educação profissional de pessoas com deficiência, porém que não estejam disponíveis no banco de dados on-line de teses e dissertações. Ao realizar a busca simples, utilizando cada termo descrito acima, na biblioteca digital de teses e dissertações da UNICAMP, encontramos ao utilizar o termo pessoas com deficiência, 481 resultados. A partir da leitura dos títulos desses trabalhos, foi identificado que apenas 6 desses estudos se relacionavam a educação profissional e inclusão no trabalho de pessoas com deficiência, sendo que 1 estudo abordava a formação profissional de pessoas com deficiência em uma escola especial e 5 pesquisas tratavam de questões relacionadas à inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Já ao utilizar o termo pessoas com necessidades especiais para busca nessa mesma base de dados, foram encontrados 16 estudos, porém nenhum estudo se referia a educação profissional ou inclusão no trabalho dessas pessoas. Ao utilizar, através de busca simples, os termos formação profissional não foi encontrado nenhum estudo referente a formação profissional de pessoas com deficiência. Mas ao utilizar os termos educação profissional e profissionalização, foi encontrado um mesmo estudo que aborda a profissionalização de pessoas com deficiência em uma escola especial, esse estudo foi também localizado ao utilizar o termo pessoas com deficiência. Ao realizar busca no sistema de publicação eletrônica de teses e dissertações da PUC São Paulo, utilizando os termos educação profissional, formação profissional e profissionalização, não foram encontrados estudos que abordassem a educação profissional de pessoas com deficiência. Quando utilizou-se a palavra-chave pessoas com deficiência para busca, foram encontrados três estudos que abordavam questões relacionadas a inclusão de pessoas com deficiência no trabalho. Ao utilizar apenas a palavra deficiência foram encontrados doze estudo relacionados à inclusão no trabalho e um estudo sobre um programa para pessoas com deficiência desenvolvido numa escola pública regular de educação profissional. Os resultados sobre estudos que abordam a questão da educação profissional e inclusão no trabalho de pessoas com deficiência, utilizando os termos referentes à educação profissional e pessoas com deficiência, em buscas simples, nas bases de dados de teses e dissertações das universidades paulistas são apresentadas na Figura

9 UNESP UFSCAR USP UNICAMP PUC-SP Relação entre educação e trabalho Educação profissional em escolas especiais Educação profissional em escolas regulares Inclusão no trabalho Figura 5. Temas abordados sobre a educação profissional de pessoas com deficiência e sua inclusão no trabalho ao utilizar buscas simples nas bases digitais de teses e dissertações das universidades paulistas. É possível observar na Figura 5 que nas buscas realizadas nas bases digitais de teses e dissertações das universidades paulistas, utilizando isoladamente as palavras-chaves dos grupos 1 e 2, ou seja, relacionadas à educação profissional e pessoas com deficiência, encontramos, relacionados ao tema desse trabalho, uma predominância de estudos que abordam as questões relacionadas à inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, mas não tratam da educação profissional de pessoas com deficiências. Se observa ainda que foi encontrado um número significativo de estudos realizados na PUC- SP, ao utilizar essas palavras-chaves, e que nessa universidade foi encontrado o único estudo sobre a inclusão de pessoas com deficiência em uma escola regular de educação profissional. Discussão No presente estudo, ao consultar os bancos nacionais de teses e dissertações e as bibliotecas digitais de teses e dissertações de universidades paulistas, buscando pesquisas sobre a educação profissional de pessoas com deficiência, foi observada uma quantidade maior de estudos que abordam questões relacionadas à inclusão das pessoas com deficiência no trabalho, apesar de o interesse principal desse estudo ter sido localizar pesquisas que tratassem do tema específico da educação profissional, e de não terem sido utilizados, como identificadores, termos relacionados à categoria trabalho. Através da leitura dos resumos desses estudos, observamos que os mesmos abordavam temas como o desenvolvimento de programas de formação profissional no ambiente real de trabalho e ações de inclusão desenvolvidas nas empresas; habilidades sociais de pessoas com deficiência; análise da atividade e postos de trabalho; escolha e desempenho no trabalho; percepções dos empregadores em relação ao trabalho das pessoas com deficiência, entre outras temáticas. Em seguida, em relação à quantidade de resultados encontrados, no geral, observamos os estudos que analisavam as relações entre o processo educacional vivenciado pelas pessoas 2670

10 com deficiência e sua inserção no mercado de trabalho, buscando discutir como o acesso à educação pode possibilitar a inclusão das pessoas com deficiência no mercado competitivo, e ao contrário, como a falta de escolarização está relacionada a dificuldades em acessar vagas no mercado de trabalho. Entende-se que tais estudos podem trazer contribuições significativas em relação às questões relacionadas a educação profissional de pessoas com deficiência, apesar de não tratarem dessa modalidade específica de educação. Considera-se que essas pesquisas podem indicar direções para a discussão de questões como os pré-requisitos de escolaridade para ingresso e o acesso das pessoas com deficiência à educação profissional e ao mercado de trabalho. Foram encontrados alguns estudos sobre programas de formação profissional em instituições especializadas, porém não em quantidade significativa. Podemos discutir esse resultado se considerarmos que muitos estudos relacionados a profissionalização de pessoas com deficiência em instituições de educação especial, oficinas protegidas e pedagógicas foram realizados nas década de 1980 e 1990 e, por isso, muitos deles não estão disponibilizados nas bases digitais de teses e dissertações. Apenas dois estudos sobre programas para pessoas com deficiência em escolas regulares de educação profissional foram encontrados através de buscas nas bases digitais de teses e dissertações, o que aponta para a importância de realizar mais pesquisas nessa direção, que possam abordar e discutir os processos de inclusão das pessoas com deficiência nessas escolas e a contribuição desses processos para seu acesso ao trabalho. Mendes; Nunes; Ferreira (2004) realizaram a análise de dezoito dissertações produzidas em programas de pós-graduação nas áreas de educação e psicologia, de diversas universidades no território nacional, sobre a profissionalização de pessoas com deficiência. Foram identificadas três linhas de pesquisa principais, em relação aos objetivos dos estudos: descrição e análise da formação profissional e dos programas direcionados para indivíduos com deficiência em oficinas de preparação para o trabalho em instituições especializadas (nove dissertações); descrição e análise do processo de inserção e integração de pessoas com deficiência mental no mercado competitivo de trabalho (quatro dissertações) e estudos acerca da opinião dos indivíduos portadores de deficiência, de seus pais e de profissionais em relação ao trabalho (cinco dissertações). Em relação a esse estudo, observamos que o presente trabalho encontrou uma quantidade maior de pesquisas relacionadas à inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, e uma quantidade menor de estudos que abordaram a profissionalização em instituições especializadas. Dessa forma, é possível considerar que as pesquisas, atualmente, atendem à necessidade de contratação de pessoas com deficiência pelas empresas, como forma de cumprir a lei de cotas, já que há fiscalização e punição às empresas pelo seu não cumprimento. Porém, encontra-se uma lacuna na produção científica nacional em relação às questões que se referem aos processos de educação profissional das pessoas com deficiência. Conclusão 2671

11 A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho está sendo largamente discutida na sociedade e encontramos uma grande quantidade de dispositivos legais, no Brasil, que buscam assegurar o acesso de pessoas com deficiência ao trabalho. Porém, apesar das garantias legais, observa-se na prática a dificuldade de acesso das pessoas com deficiência ao mercado de trabalho. Entre os motivos apontados pelos empregadores para a não contratação dessas pessoas encontra-se a falta de qualificação profissional das mesmas para desempenhar as funções necessárias no trabalho competitivo. Através do levantamento de teses e dissertações que abordam a educação profissional de pessoas com deficiência, observamos uma quantidade maior de estudos que abordam a inclusão das mesmas no mercado de trabalho e a formação profissional realizada diretamente no ambiente real de trabalho. Foram observados poucos estudos que abordam os processos de educação profissional de pessoas com deficiência, e aqueles que encontramos, em sua maioria, estudam essa questão em instituições de ensino especiais. Apenas dois estudos foram encontrados na busca, sobre a inclusão de pessoas com deficiência na rede regular de educação profissional Dessa forma, devido ao pequeno número de referências localizadas sobre os processos de educação profissional de pessoas com deficiência, considera-se a importância de realizar pesquisas sobre essa questão, já que a educação profissional das pessoas com deficiência é condição fundamental para sua emancipação e formação como cidadãos, além de seu acesso ao trabalho. Referências ARAUJO, J.P.; SCHIMIDT, A. A inclusão de pessoas com necessidades especiais no trabalho: a visão de empresas e de instituições educacionais especiais na cidade de Curitiba. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 12, n. 2, p , BRASIL. Lei n 9394, de 20 de dezembro de Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 dez Disponível em:< Acesso em: 12 out BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 02, de 11 de fevereiro de Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, DF: Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação, Câmara de Educação Básica. Disponível em: < Acesso em 17 out CABRAL, N. Educação profissional a pessoa com deficiência e o mundo do trabalho. In: SEMINÁRIO NACIONAL - ESTADO E POLÍTICAS SOCIAIS NO BRASIL, 3., 2007, Cascavel, PR. Democracia e políticas sociais. Disponível em: < Acesso em 18 out

12 FERNANDES, O.A.; NOMA, A.K. Educação, trabalho e inclusão social: interface entre educação profissional e educação especial no Brasil a partir de In: SEMINÁRIO DO TRABALHO, 6., 2008, Marília, SP. Trabalho, Economia e educação no século XXI. Disponível em: < anais6seminariodotrabalho/6seminariotrabalho.htm>. Acesso em 18 out MENDES, E.G.; NUNES, L.R.O.P.; FERREIRA, J.R.; SILVEIRA, L.C. Estado da arte das pesquisas sobre profissionalização do portador de deficiência. Temas em Psicologias, v.12, n.2, MIRANDA, T. G. Educação Profissional de pessoas portadoras de necessidades especiais. Cadernos do CRH (UFBA), Salvador, v. 14, n. 34, p , NASCIMENTO, E.S.; MIRANDA, T.G. O trabalho e a profissionalização das pessoas com deficiência. Revista da FACED, Salvador, n. 12, p , jul dez, SASSAKI, R. K. Inclusão construindo uma sociedade para todos. 5ªed. Rio de Janeiro: WVA, SILVA, A. G.; PALHANO, E. Formação Profissional: uma alternativa inclusiva para pessoas com deficiência. In: Reunião Anual da Associação Nacional da Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 28, 2005, Caxambu. 40 Anos de Pós-Graduação em Educação no Brasil. Disponível em: < Acesso em 20 out SILVA, I.M.A. Políticas de Educação Profissional para a pessoa com deficiência. In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 31, 2008, Caxambu. Constituição brasileira, direitos humanos e educação. Disponível em: < Acesso em 20 out TANAKA, E.D.O.; MANZINI, E.J. O que os empregadores pensam sobre o trabalho da pessoa com deficiência? Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 11, n. 2, p , TOLDRÁ, R.C.; SÁ, M.J.C.N. A profissionalização de pessoas com deficiência em Campinas: fragilidades e perspectivas. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 19, n. 1, p , jan/abr

O avanço no plano das regulamentações jurídicas, contudo, não tem uma correspondência no nível prático. A despeito das garantias estabelecidas

O avanço no plano das regulamentações jurídicas, contudo, não tem uma correspondência no nível prático. A despeito das garantias estabelecidas 1 POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA SILVA, Izaura Maria de Andrade da SEE-MG GT-15: Educação Especial Agência Financiadora: Fundação FORD O objetivo da pesquisa que realizamos

Leia mais

Inclusão de pessoas com deficiência no mercado trabalho: implicações da baixa escolarização

Inclusão de pessoas com deficiência no mercado trabalho: implicações da baixa escolarização Inclusão de pessoas com deficiência no mercado trabalho: implicações da baixa escolarização Suelen Moraes de Lorenzo 1 e-mail: suelen.lorenzo@gmail.com Amabriane da Silva Oliveira e-mail: amabriane@r7.com

Leia mais

PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR

PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR EDUCAÇÃO FÍSICA E PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR Gabrielle Cristina Sanchez Adriana Garcia Gonçalves São Carlos - UFSCar Eixo Temático: 9 Pesquisa e Inovação Metodológica

Leia mais

A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: UMA REALIDADE POSSÍVEL

A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: UMA REALIDADE POSSÍVEL A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: UMA REALIDADE POSSÍVEL Priscila Mallmann Bordignon Mestre em Educação pelo Centro Universitário La Salle (UNILASALLE). e Terapeuta Ocupacional

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG Maria Wellitania de Oliveira Adriana de Miranda Santiago Terra Eduardo Fernandes de Miranda Sandra de Cássia Amorim Abrão

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012.

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. Estabelece preceitos para o aperfeiçoamento da política educacional estadual dos sistemas públicos de ensino, para a permanência e o sucesso escolar de alunos com distúrbios,

Leia mais

O USO DE SOFTWARE DE GEOMETRIA DINÂMICA: DE PESQUISAS ACADÊMICAS PARA SALA DE AULA

O USO DE SOFTWARE DE GEOMETRIA DINÂMICA: DE PESQUISAS ACADÊMICAS PARA SALA DE AULA O USO DE SOFTWARE DE GEOMETRIA DINÂMICA: DE PESQUISAS ACADÊMICAS PARA SALA DE AULA Renan Mercuri Pinto Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Campus de Rio Claro renanmercuri@yahoo.com.br

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Tópicos Contemporâneos Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceitos teóricos: Moral

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso

Leia mais

REABILITAÇÃO PROFISSIONAL. INSS- Gex RJ Norte

REABILITAÇÃO PROFISSIONAL. INSS- Gex RJ Norte REABILITAÇÃO PROFISSIONAL INSS- Gex RJ Norte Auxílio Doença do Segurado Empregado Acidente/Doença Incapacidade laborativa Afastamento > 15 dias Auxílio Auxílio Doença Segurado em Auxílio Doença Estabilização

Leia mais

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO Autores Terezinha Mônica Sinício Beltrão. Professora da Rede Pública Municipal de Ensino da Prefeitura do Recife e Professora Técnica da Gerência de Educação

Leia mais

APAE ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS

APAE ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS RELATÓRIO MENSAL DAS ATIVIDADES 2012 MÊS DE FEVEREIRO ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS Técnicos Responsáveis: Diretora Administrativa: Marinalva de Souza Farias da Costa Secretaria: Terezinha

Leia mais

BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES

BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES I Simpósio Nacional de Educação em Astronomia Rio de Janeiro - 2011 1 BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA: IMPLANTAÇÃO, DIFICULDADES E POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES Paulo Sergio Bretones

Leia mais

POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO DO UNIBAVE

POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO DO UNIBAVE CENTRO UNIVERSITÁRIO BARRIGA VERDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO - PROADM PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - PROPPEX POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE

Leia mais

III SEMINÁRIO EM PROL DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA Desafios Educacionais

III SEMINÁRIO EM PROL DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA Desafios Educacionais PRECONCEITO E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE AS PRODUÇÕES CIENTÍFICAS E O DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO DAS POLÍTICAS DE INCLUSÃO ANJOS, Elizabet Pazetto 1 BATISTA, Maria Isabel Formoso Cardoso

Leia mais

TENDÊNCIAS DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA NO BRASIL 1. Paulo Sergio Bretones (IG/UNICAMP e ISCA) Jorge Megid Neto (FE/UNICAMP)

TENDÊNCIAS DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA NO BRASIL 1. Paulo Sergio Bretones (IG/UNICAMP e ISCA) Jorge Megid Neto (FE/UNICAMP) 1 TENDÊNCIAS DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO EM ASTRONOMIA NO BRASIL 1 Paulo Sergio Bretones (IG/UNICAMP e ISCA) Jorge Megid Neto (FE/UNICAMP) Resumo Apresentam-se os resultados de uma pesquisa

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS

PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS Tainá de Oliveira Castelanelli Jáima Pinheiro de Oliveira Instituição de origem dos autores: UNESP Marília/SP Eixo Temático:

Leia mais

Programa de Acesso à Informação Eletrônica PAI-e Capacitação de Usuários em Informação Científica e Tecnológica

Programa de Acesso à Informação Eletrônica PAI-e Capacitação de Usuários em Informação Científica e Tecnológica Programa de Acesso à Informação Eletrônica PAI-e Capacitação de Usuários em Informação Científica e Tecnológica Semana da Economia - 2010 Palestra: As fontes de Informação em meio eletrônico disponíveis

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE PARA A INCLUSÃO DO ESTUDANTE DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ENSINO REGULAR

FORMAÇÃO DOCENTE PARA A INCLUSÃO DO ESTUDANTE DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ENSINO REGULAR FORMAÇÃO DOCENTE PARA A INCLUSÃO DO ESTUDANTE DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ENSINO REGULAR 1.Introdução Josefa Basilio da Silveira. Denise Ivana de Paula Albuquerque. Secretaria Estadual de Educação de São Paulo.

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

BEHAR, Patrícia Alejandra (Org.). Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Penso, 2013.

BEHAR, Patrícia Alejandra (Org.). Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Penso, 2013. BEHAR, Patrícia Alejandra (Org.). Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Penso, 2013. Giselle Massaro a Editor Maria Inês Côrte Vitoria Equipe Editorial Pricila Kohls dos Santos Marcelo Oliveira

Leia mais

A ARTE DA EAD NA BAHIA

A ARTE DA EAD NA BAHIA 1 A ARTE DA EAD NA BAHIA (11/2006) Jaqueline Souza de Oliveira Valladares Faculdade Dois de Julho Salvador Bahia Brasil jaquelinevalladares@yahoo.com.br GT2 EAD e mediação pedagógica Resumo: O presente

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA PROGRAMA: (X ) PIBIC PIBIC-Af

Leia mais

A EDUCAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A EDUCAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1 A EDUCAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Eliane de Sousa Nascimento 1 Theresinha Guimarães Miranda 2 Introdução A educação, a organização política e o trabalho são formas de participação

Leia mais

INVESTIGAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA DOS RESUMOS DE TESES E DISSERTAÇÕES DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONSTANTES NO BANCO DE TESES CAPES

INVESTIGAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA DOS RESUMOS DE TESES E DISSERTAÇÕES DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONSTANTES NO BANCO DE TESES CAPES INVESTIGAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA DOS RESUMOS DE TESES E DISSERTAÇÕES DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONSTANTES NO BANCO DE TESES CAPES RENATA DE ALMEIDA VIEIRA 1. Introdução Apresenta-se neste trabalho um recorte de

Leia mais

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL Ingrid da Silva Ricomini Universidade de São Paulo Eixo Temático: Política educacional inclusiva Palavras chave: Financiamento da educação;

Leia mais

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS Ailton Paulo de Oliveira Júnior UFTM Tayrinne Helena Vaz - UFTM Resumo: Com a intenção de obter indicadores

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL PARA O USO NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

IDENTIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL PARA O USO NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS IDENTIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL PARA O USO NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS Júlio César Neis 1 ; Rosangela Aguiar Adam 2 ; Tiago Lopes Gonçalves 3 ; Vera Regina Mazureck

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA Câmpus São Borja

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA Câmpus São Borja MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA Câmpus São Borja Treinamento para acesso e uso do Portal de periódicos da Capes Biblioteca Apparício

Leia mais

Palavras-Chave: Educação inclusiva. Alfabetização. Deficiente intelectual. Produção científica. 1 Introdução

Palavras-Chave: Educação inclusiva. Alfabetização. Deficiente intelectual. Produção científica. 1 Introdução ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL PUBLICADA NA BASE DE DADOS SCIENTIFIC ELETRONIC LIBRARY ONLINE (SCIELO) Angel Saucedo Silvero Carla Cristina Marinho

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia da Pesquisa Aplicada a Educação I Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º 1 - Ementa (sumário, resumo) A natureza

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02/2014

RESOLUÇÃO Nº 02/2014 RESOLUÇÃO Nº 02/2014 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Federal 8.069/1990, da Lei Municipal 1.261 de 16/03/2005 - com as

Leia mais

A DISCIPLINA DIDÁTICA NOS CURSOS DE LETRAS DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE MATO GROSSO DO SUL

A DISCIPLINA DIDÁTICA NOS CURSOS DE LETRAS DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE MATO GROSSO DO SUL A DISCIPLINA DIDÁTICA NOS CURSOS DE LETRAS DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE MATO GROSSO DO SUL Marlene Eliane dos Santos 1 ; Leomar Alves Rosa 2 ; Flávia Cavalcanti Gonçalves 3 UEMS/UUCG Rua dos Dentistas

Leia mais

POLITICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO ESPECIAL

POLITICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO ESPECIAL 1 POLITICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO ESPECIAL Elisabeth Rossetto 1 A formação de professores para a educação especial enfrenta em nosso país sérios desafios decorrentes tanto do contexto

Leia mais

EDUCAÇÃO E TRABALHO: AÇÕES DE INCLUSÃO PARA JOVENS E ADULTOS

EDUCAÇÃO E TRABALHO: AÇÕES DE INCLUSÃO PARA JOVENS E ADULTOS EDUCAÇÃO E TRABALHO: AÇÕES DE INCLUSÃO PARA JOVENS E ADULTOS CRISTINA ANGÉLICA AQUINO DE C. MASCARO cristinamascaro@hotmail.com FAETEC ANA PAULA PACHECO anapaulafavodemel2013@gmail.com FAETEC RESUMO Discutimos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI SIMULADORES VIRTUAIS ALIADOS AO ENSINO DE FÍSICA GOIOERÊ

Leia mais

AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO

AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO Alvenita Pereira dos Santos Maria José da Silva Morais Simone Bonfim Braga Chaves Universidade Federal

Leia mais

CONHECENDO AS NECESSIDADES INFORMACIONAIS DOS ALUNOS DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM FÍSICA DO IFRN CAMPUS JOÃO CÂMARA: ESTUDO DE CASO

CONHECENDO AS NECESSIDADES INFORMACIONAIS DOS ALUNOS DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM FÍSICA DO IFRN CAMPUS JOÃO CÂMARA: ESTUDO DE CASO Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) CONHECENDO AS NECESSIDADES INFORMACIONAIS DOS ALUNOS DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM FÍSICA DO IFRN CAMPUS JOÃO CÂMARA: ESTUDO DE CASO Vanessa Oliveira de Macêdo Cavalcanti

Leia mais

Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte

Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte Objetivo Geral:Agilizar e dinamizar ações no atendimento às crianças/adolescentes e familiares, assistidos pela OSCIP/FEAS Fundação Educativa Albert

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 15/7/2015, Seção 1, Pág. 9. Portaria n 724, publicada no D.O.U. de 15/7/2015, Seção 1, Pág. 8. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE

Leia mais

O ASSISTENTE SOCIAL E SEU PAPEL NA EFETIVAÇÃO DE GARANTIAS DE DIREITOS DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NAS APAES

O ASSISTENTE SOCIAL E SEU PAPEL NA EFETIVAÇÃO DE GARANTIAS DE DIREITOS DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NAS APAES O ASSISTENTE SOCIAL E SEU PAPEL NA EFETIVAÇÃO DE GARANTIAS DE DIREITOS DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NAS APAES Renata Alves da Silva Farias* Marisa Aparecida Simões Freitas** JUSTIFICATIVA Segundo pesquisa

Leia mais

A EDUCAÇÃO FÍSICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA EXPERIÊNCIA DOCENTE

A EDUCAÇÃO FÍSICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA EXPERIÊNCIA DOCENTE A EDUCAÇÃO FÍSICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA EXPERIÊNCIA DOCENTE AZEVEDO, Luiz Carlos; SOUZA, Maria Valdete Pimentel de. Instituto Federal de Educação-IFPB- luiscarlos-azevedo@bol.com.br;

Leia mais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Programa 1374 Desenvolvimento da Educação Especial Ações Orçamentárias Número de Ações 15 05110000 Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Projeto apoiado Unidade de Medida: unidade UO: 26298 FNDE

Leia mais

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2014 Administração: Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça Secretária do Bem Estar Social: Darlene Martin Tendolo Diretora de Departamento: Silmaire

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA

FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA Érica Aparecida Garrutti-Lourenço Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Eixo Temático: Formação de professores

Leia mais

Dia 21/07/2016 Quinta-Feira Horário: 15:50. Formação de auxiliares de arquivo e biblioteca como política pública brasileira de educação profissional

Dia 21/07/2016 Quinta-Feira Horário: 15:50. Formação de auxiliares de arquivo e biblioteca como política pública brasileira de educação profissional 3º INTEGRAR Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus Tema: PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES São Paulo, 19 a 21 de julho de 2016. Dia 21/07/2016 Quinta-Feira

Leia mais

A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES

A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES Etiene Paula da Silva Diniz/FAED-UFGD 1 Aline Maira da Silva/FAED-UFGD 2 Leonardo Santos Amâncio Cabral/ FAED-UFGD

Leia mais

O jogo do Mico no ensino das Funções Orgânicas: o lúdico como estratégia no PIBID

O jogo do Mico no ensino das Funções Orgânicas: o lúdico como estratégia no PIBID O jogo do Mico no ensino das Funções Orgânicas: o lúdico como estratégia no PIBID Danilo Augusto Matos 1, Vinícius Nunes dos Santos 1, Daniela Marques Alexandrino 2*, Maria Celeste Passos Silva Nascimento

Leia mais

CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA E O PAPEL DA TERAPIA OCUPACIONAL

CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA E O PAPEL DA TERAPIA OCUPACIONAL ANÁLISE BIBLIOGRÁFICA SOBRE A ESTIMULAÇÃO PRECOCE EM CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA E O PAPEL DA TERAPIA OCUPACIONAL Léia Armada Firmino Anna Augusta Sampaio de Oliveira Universidade Estadual Paulista FFC, Marília

Leia mais

FOTOGRAFIA NA LATA: CRIATIVIDADE COM PINHOLE, MARMORIZAÇÃO E BLOG PARA AS ESCOLAS MUNICIPAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL DE SANTA MARIA

FOTOGRAFIA NA LATA: CRIATIVIDADE COM PINHOLE, MARMORIZAÇÃO E BLOG PARA AS ESCOLAS MUNICIPAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL DE SANTA MARIA FOTOGRAFIA NA LATA: CRIATIVIDADE COM PINHOLE, MARMORIZAÇÃO E BLOG PARA AS ESCOLAS MUNICIPAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL DE SANTA MARIA Prof. Dr. Daniel Flores- Universidade Federal de Santa Maria Prof. Dr.

Leia mais

XADREZ NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA DE ENSINO DO 1º AO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL.

XADREZ NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA DE ENSINO DO 1º AO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. XADREZ NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA DE ENSINO DO 1º AO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. Henrique dos Reis Oliveira¹ Giuliano Gomes de Assis Pimentel² Resumo O presente estudo teve

Leia mais

SISTEMA DE ENSINO INTEGRAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS PAULISTAS: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE SP

SISTEMA DE ENSINO INTEGRAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS PAULISTAS: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE SP SISTEMA DE ENSINO INTEGRAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS PAULISTAS: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE SP Gustavo Antonio Valentim - FCT/UNESP Vanda Moreira Machado Lima - FCT/UNESP Resumo É notório

Leia mais

Karla Muniz Belém Secretaria Estadual de Educação do Estado da Bahia (SEC/BA)

Karla Muniz Belém Secretaria Estadual de Educação do Estado da Bahia (SEC/BA) EDUCAÇÃO INCLUSIVA E A FAMÍLIA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA: ANÁLISE DOS ARTIGOS PUBLICADOS NA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO PERÍODO DE 2000 A 2016. Karla Muniz Belém Secretaria Estadual de Educação

Leia mais

ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS: DEFINIÇÃO DE ETAPAS PARA A PRODUÇÃO DE TEXTO ARGUMENTATIVO

ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS: DEFINIÇÃO DE ETAPAS PARA A PRODUÇÃO DE TEXTO ARGUMENTATIVO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS: DEFINIÇÃO DE ETAPAS PARA A PRODUÇÃO DE TEXTO ARGUMENTATIVO Vivian Cristina Jacomite de Souza 1 Luis Mateus da Silva Souza 2 Universidade do Sagrado Coração - USC

Leia mais

A GEOGRAFIA DO PROFESSOR E A EMANCIPAÇÃO DO CIDADÃO

A GEOGRAFIA DO PROFESSOR E A EMANCIPAÇÃO DO CIDADÃO Jônatas Lima Candido Secretaria de Estado da Educação do Paraná SEED PR jonataslimacandido@seed.pr.gov.br A GEOGRAFIA DO PROFESSOR E A EMANCIPAÇÃO DO CIDADÃO INTRODUÇÃO Embora o Ensino de Geografia tenha

Leia mais

CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS NO BRASIL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS NO BRASIL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS NO BRASIL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Alice Frantz Schneider, alice.afs@gmail.com Mestranda em Engenharia de Produção na Escola Politécnica da USP Marco Aurélio de Mesquita,

Leia mais

Situação do jovem no mercado de trabalho no Brasil: um balanço dos últimos 10 anos 1

Situação do jovem no mercado de trabalho no Brasil: um balanço dos últimos 10 anos 1 Situação do jovem no mercado de trabalho no Brasil: um balanço dos últimos 1 anos 1 Marcio Pochmann 2 São Paulo fevereiro de 2.7. 1 Texto preliminar, sujeito a modificações. Situação do jovem no mercado

Leia mais

O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: A IMPORTÂNCIA DO MATERIAL DIDÁTICO COM VISTAS À INCLUSÃO

O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: A IMPORTÂNCIA DO MATERIAL DIDÁTICO COM VISTAS À INCLUSÃO O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: A IMPORTÂNCIA DO MATERIAL DIDÁTICO COM VISTAS À INCLUSÃO Ms. Márcia Valéria Azevedo de Almeida Ribeiro IFFluminense/ISECENSA/UCAM/CEJN mvaleria@censanet.com.br

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO ISSN: 2237-8022 (on-line) ISSN: 2318-4469 (CD-ROM) CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO RESUMO Terezinha Severino da SILVA terezinhasilvafeitas@yahoo.com.br

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 002/2013 - OFICINAS E PALESTRAS PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E SERVIÇOS DE ACESSIBILIDADE O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

INTRODUÇÃO. FIEP BULLETIN - Volume 85 - Special Edition - ARTICLE I - 2015 (http://www.fiepbulletin.net)

INTRODUÇÃO. FIEP BULLETIN - Volume 85 - Special Edition - ARTICLE I - 2015 (http://www.fiepbulletin.net) A PARTICIPAÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM UM NÚCLEO DE APOIO A SAÚDE DA FAMÍLIA: PROTAGONISMO PROFISSIONAL ALÉM DA APLICAÇÃO DE ATIVIDADE FÍSICA INTRODUÇÃO JEFERSON SANTOS JERÔNIMO Universidade

Leia mais

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Elzira Leão Trabalho Social/DHAB/DUAP/SNH Ministério

Leia mais

REFLEXÕES PARA A ELABORAÇÃO DE UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA ENSINO PERSONALIZADO EM CONTEXTO UNIVERSITÁRIO NA MODALIDADE B-LEARNING.

REFLEXÕES PARA A ELABORAÇÃO DE UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA ENSINO PERSONALIZADO EM CONTEXTO UNIVERSITÁRIO NA MODALIDADE B-LEARNING. REFLEXÕES PARA A ELABORAÇÃO DE UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA ENSINO PERSONALIZADO EM CONTEXTO UNIVERSITÁRIO NA MODALIDADE B-LEARNING. Curitiba PR 08/2015 Roberta Galon Silva Inácio Universidade Positivo

Leia mais

PROCESSO N 786/2008 PROTOCOLO N.º 7.212.775-7 PARECER N.º 022/09 APROVADO EM 11/02/09

PROCESSO N 786/2008 PROTOCOLO N.º 7.212.775-7 PARECER N.º 022/09 APROVADO EM 11/02/09 PROTOCOLO N.º 7.212.775-7 PARECER N.º 022/09 APROVADO EM 11/02/09 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL ANTONIO LACERDA BRAGA ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: COLOMBO

Leia mais

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011.

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011. EDITAL Nº 48/2011 O Instituto Federal do Paraná - IFPR torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo para ingresso no curso Técnico Subsequente (pós-médio) em Aquicultura do Campus Foz

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão Empresarial e Marketing (sábado)

Pós-Graduação em Gestão Empresarial e Marketing (sábado) Pós-Graduação em Gestão Empresarial e Marketing (sábado) Início em 26 de setembro de 2015 Aulas aos sábados, das 8h às 15h Valor do curso: R$ 16.482,00 À vista com desconto: R$ 15.657,00 Consultar planos

Leia mais

DO OBJETIVO E FUNCIONAMENTO DO CURSO DE MESTRADO

DO OBJETIVO E FUNCIONAMENTO DO CURSO DE MESTRADO Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas/Campus V Santo Antonio de Jesus Programa de Pós-Graduação em História Regional e Local EDITAL Nº. 003/2015 O Reitor da Universidade

Leia mais

Oficina. Pesquisa Acadêmica em Base de Dados. Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras UNESP

Oficina. Pesquisa Acadêmica em Base de Dados. Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras UNESP Oficina Pesquisa Acadêmica em Base de Dados Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras UNESP 2016 AGENDA O que são bases de dados? Estratégia de buscas; Modos de acesso; Tipos de bases de dados; Repositório

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS - MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER

Leia mais

O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS

O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS Priscila de Carvalho Acosta, Universidade Federal da Grande Dourados; Morgana de Fátima Agostini Martins,

Leia mais

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS.

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. Profª. Ana Elisa Pascottini. MARIA IANE CAMARGO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108 PROGRAMA Nº- 108 AMPLIAÇÃO DO PROJETO VOLTA REDONDA CIDADE DA MÚSICA SUB-FUNÇÃO: 361 ENSINO FUNDAMENTAL Proporcionar aos alunos da Rede Pública Municipal de Volta Redonda atividades musicais diversas nos

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4012 EDITAL Nº 005/2010 1. Perfil: TR 007/2010-CGS - CIÊNCIAS SOCIAIS APLICÁVEIS 3. Qualificação educacional: Graduação na área de CIÊNCIAS SOCIAIS

Leia mais

III SEMINÁRIO DE PRÁTICA DE PESQUISA EM PSICOLOGIA ISSN: Universidade Estadual de Maringá 23 de Novembro de 2013

III SEMINÁRIO DE PRÁTICA DE PESQUISA EM PSICOLOGIA ISSN: Universidade Estadual de Maringá 23 de Novembro de 2013 MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE IDENTIDADE NACIONAL BRASILEIRA NO BANCO DE RESUMOS DA CAPES Cecília Baruki da Costa Marques (Departamento de Psicologia,, Programa de Iniciação Científica); Eliane

Leia mais

PROCESSO Nº 31/2013 PARECER CEE/PE Nº 49/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 13/05/2013 I - RELATÓRIO:

PROCESSO Nº 31/2013 PARECER CEE/PE Nº 49/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 13/05/2013 I - RELATÓRIO: INTERESSADA: AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF /FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA FACAPE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DO CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM SISTEMAS

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO: O APROVEITAMENTO INTEGRAL ALIMENTAR

PROJETO DE INTERVENÇÃO: O APROVEITAMENTO INTEGRAL ALIMENTAR FACULDADE SALESIANA DE VITÓRIA GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL KARLA FRANCINE MOREIRA DE JESUS(MB) ARQUIVO DISPONIBILIZADO NA BIBLIOTECA VIRTUAL DO PROJETO REDESAN Título: Projeto de Intervenção: O Aproveitamento

Leia mais

ScholarApp: um catálogo de aplicativos educacionais

ScholarApp: um catálogo de aplicativos educacionais ScholarApp: um catálogo de aplicativos educacionais Daniel Victor Nunes dos Santos 1 Wellington Gonçalves Ferreira Brito 2 Cleiane Gonçalves Oliveira 3 1 Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG)

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ANÁLISE DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UEMS

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ANÁLISE DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UEMS FORMAÇÃO DE PROFESSORES E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ANÁLISE DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UEMS Silvia da Silva Félix 1 ; Celi Correa Neres 2 Área Temática: Educação Especial Resumo O

Leia mais

A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM GESTÃO DO ESPORTE NA UNIVERSIDADE FEEVALE, NOVO HAMBURGO RS: UM ESTUDO DA TRAJETÓRIA E CONSTITUIÇÃO DOS TRABALHOS.

A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM GESTÃO DO ESPORTE NA UNIVERSIDADE FEEVALE, NOVO HAMBURGO RS: UM ESTUDO DA TRAJETÓRIA E CONSTITUIÇÃO DOS TRABALHOS. A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM GESTÃO DO ESPORTE NA UNIVERSIDADE FEEVALE, NOVO HAMBURGO RS: UM ESTUDO DA TRAJETÓRIA E CONSTITUIÇÃO DOS TRABALHOS. RAQUEL CRISTINE WALLAUER SILVEIRA Universidade Feevale quel-silveira@hotmail.com

Leia mais

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Licenciatura em Filosofia, na modalidade a distância

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Licenciatura em Filosofia, na modalidade a distância MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DECRETO 5.800/2006 Res. 012/2008 CONSU Resolução CD/FNDE Nº 26/2009

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Química FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (X) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: (X) Presencial

Leia mais

SITES ESCOLARES E O MERCADO EDUCACIONAL EM ESCOLAS DE PRESTÍGIO DE CAMPO GRANDE MS

SITES ESCOLARES E O MERCADO EDUCACIONAL EM ESCOLAS DE PRESTÍGIO DE CAMPO GRANDE MS SITES ESCOLARES E O MERCADO EDUCACIONAL EM ESCOLAS DE PRESTÍGIO DE CAMPO GRANDE MS Stephanie Amaya Professora Anos Iniciais do Ensino Fundamental/GEPASE UFMS Jacira Helena do Valle Pereira Universidade

Leia mais

PORTAL DA QUALIFICAÇÃO

PORTAL DA QUALIFICAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET CÂMPUS GUARAPUAVA RICARDO WERZEL PORTAL DA QUALIFICAÇÃO PROPOSTA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR

Leia mais

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO Secretaria de Educação Básica Diretoria de Apoio à Gestão 1 Educacional Objetivo do Pacto do Ensino

Leia mais

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País Norma CNEN para Concessão de Bolsas no País NORMA CNEN PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO PAÍS SUMÁRIO ITEM PÁGINA 1. Da Finalidade, Campo de Aplicação e Conceitos Gerais 2 1.1 Da Finalidade 2 1.2 Do

Leia mais

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual 600 horas Curso Aprovado pela Secretaria do Estado de São Paulo Portaria CEE 356 de 18/09/2013. Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

2014 AÇÕES PLANEJADAS 1. Participação em programas sociais na instituição e na comunidade

2014 AÇÕES PLANEJADAS 1. Participação em programas sociais na instituição e na comunidade 2014 AÇÕES PLANEJADAS 1. Participação em programas sociais na instituição e na comunidade A Faculdade Fidelis (FF) encontra-se inserida no Bairro do Boqueirão e no contexto da comunidade Menonita e por

Leia mais

A PESQUISA COLABORATIVA COMO MÉTODO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

A PESQUISA COLABORATIVA COMO MÉTODO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA A PESQUISA COLABORATIVA COMO MÉTODO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA Tamires Pereira Carvalho Universidade Estadual de Londrina tamirespcarvalho@gmail.com Célia Regina Vitaliano Universidade Estadual

Leia mais

INFORMAÇÃO@PROFISSÕES v.1, n. 1/2, 2012

INFORMAÇÃO@PROFISSÕES v.1, n. 1/2, 2012 INFORMAÇÃO@PROFISSÕES v.1, n. 1/2, 2012 Dissemina comunicações técnicas em Ciência da Informação e suas interfaces para difundir as experiências resultantes dos diálogos entre profissionais, especialistas

Leia mais

O USO DE RECURSOS VISUAIS NA EDUCAÇÃO DE SURDOS

O USO DE RECURSOS VISUAIS NA EDUCAÇÃO DE SURDOS O USO DE RECURSOS VISUAIS NA EDUCAÇÃO DE SURDOS Daniella Zanellato 1 Universidade de São Paulo Elaine Cristina Paixão da Silva 2 Universidade de São Paulo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Educação

Leia mais

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012.

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012. PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012 Design D Kebrada 2. Dados do projeto 2.1 Nome do projeto Design D Kebrada 2.2 Data e

Leia mais

INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc

INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc PARTE I - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO (CNPq) TÍTULO: INCT de Engenharia

Leia mais

3. DA MODALIDADE DAS ATRIBUIÇÕES

3. DA MODALIDADE DAS ATRIBUIÇÕES EDITAL Nº 01/2014 Chamada para Seleção de Programas e/ou Projetos de Bolsas Acadêmicas Modalidade Ensino do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Câmpus Uberaba A Coordenação

Leia mais

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST)

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PPC CAMPUS XXXXXXXXXXXXXXXXXXX.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS. Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS. Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PROJETOS Modalidade On-line EDITAL DE SELEÇÃO Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES A EXPERIÊNCIA DO MATO GROSSO DO SUL

CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES A EXPERIÊNCIA DO MATO GROSSO DO SUL CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES A EXPERIÊNCIA DO MATO GROSSO DO SUL Fabiana Silveira Moura Doutora em Letras - Estudos de Literatura pela PUC-Rio. Analista de Formação EaD no Centro de Políticas Públicas

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2016 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2016 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2016 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO COMPETITIVO: percepções de profissionais de Recursos Humanos

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO COMPETITIVO: percepções de profissionais de Recursos Humanos INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO COMPETITIVO: percepções de profissionais de Recursos Humanos Thelma Helena Costa Chahini. - Universidade Federal do Maranhão Maria da Piedade

Leia mais