USO DO ÓLEO DE COZINHA PARA PRODUÇÃO DE PRODUTOS BIODEGRADÁVEIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "USO DO ÓLEO DE COZINHA PARA PRODUÇÃO DE PRODUTOS BIODEGRADÁVEIS"

Transcrição

1 USO DO ÓLEO DE COZINHA PARA PRODUÇÃO DE PRODUTOS BIODEGRADÁVEIS RESUMO Francisca Risianara Felipe de ANDRADE * Paloma Ferreira de ALMEIDA * Francisco Diego PEREIRA * Marta Cordeiro Brito BEZERRA** Luiz Marivando BARROS*** A manipulação de produtos naturais para a fabricação de medicamentos, cosméticos e produtos de limpeza ocorre desde o período colonial. Baseando-se nesse fato, resgatamos este hábito do passado em busca de soluções para situações atuais. Preocupado com os problemas ambientais que o planeta tem vivenciado, foi desenvolvido na escola de E.E.F.M. Amália Xavier um projeto eco-ambiental com a produção de produtos de limpeza biodegradáveis. O presente projeto teve como objetivo não só produzir os produtos ecológicos, mas, principalmente mostrar a importância da substituição dos produtos químicos usados na limpeza da escola pelos biodegradáveis, a partir do reaproveitamento do óleo de cozinha na produção de sabão, detergentes e conscientizar as pessoas sobre os prejuízos causados ao meio ambiente pelo descarte incorreto deste tipo de material e desta forma apresentar os benefícios gerados para a natureza. Foi esclarecido para os alunos e funcionários da limpeza da escola, como os produtos químicos agem na natureza causando prejuízos. No ato do desenvolvimento do projeto foi lançado como metodologia uma campanha de coleta de óleo de cozinha usado, onde os alunos trouxeram o produto de suas casas, e o óleo coletado foi destinado para a fabricação de sabão e detergente. Também foi trabalhada a importância de dar um destino correto ao óleo de cozinha usado, pois o óleo ao ser lançado nos esgotos poluem e também prejudicam o bom funcionamento das encanações. O trabalho inicialmente foi desenvolvido apenas na escola e, atualmente está sendo estendido à comunidade local como forma de contribuir para a melhoria e conservação do meio ambiente. Palavras chave: Óleo de Cozinha, Meio Ambiente, biodegradável. *Bolsista do Programa de Iniciação à Docência PIBID/BIOLOGIA/CAPES/URCA **Supervisora do Programa de Iniciação à Docência PIBID/BIOLOGIA/CAPES/URCA ***Coordenador de Área do Programa de Iniciação à Docência PIBID/BIOLOGIA/CAPES/URCA

2 2 ABSTRACT The manipulation of natural products for the manufacture of medicines, cosmetics and cleaning products occurs since the colonial period. Based on this fact, we rescued this habit of the past in search of solutions for current situations. Concerned about the environmental problems that the planet has experienced, was developed in school E.E.F.M Amália Xavier eco-environmental project with the production of biodegradable cleaning products. This project aims not only to produce environmentally friendly products, but mainly to show the importance of the substitution of chemicals used in cleaning the school biodegradable, from the reuse of cooking oil in the production of soap, detergents and educate people on the damage caused to the environment by the improper disposal of such material and thus present the benefits generated for nature. It was made clear to students and staff cleaning the school, how chemicals act in nature causing damage. Upon the development of the project was launched as a campaign methodology for collecting used cooking oil, where students brought the product from their homes, and the oil collected was intended for the manufacture of soap and detergent. Was also crafted the importance of giving the correct destination used cooking oil because the oil to be released into sewers pollute and also impair the proper functioning of encanações. The work was initially developed only at school, and is currently being extended to the local community as a way of contributing to the improvement and conservation of the environment. Keywords: Cooking Oil, Environment, biodegradable. INTRODUÇÃO Atualmente a reciclagem de resíduos químicos vem destacando-se na sociedade, não simplesmente por esses resíduos representarem matéria-prima de baixo custo, mas principalmente pela crescente e alarmante degradação dos recursos naturais ocasionadas pelas ações humanas. Diante da rapidez com que as catástrofes ambientais estão ocorrendo vários projetos de reciclagem têm sido criados, e apresentados resultados positivos. Podemos destacar o reaproveitamento do óleo de cozinha, uma vez que este descartado de maneira inadequada pode gerar grandes impactos ao meio ambiente. O óleo de cozinha

3 3 é um grande aliado no preparo de vários alimentos, diariamente são utilizados grandes quantidades desse produto nos lares estabelecimentos alimentícios de todo o Brasil. A utilização do óleo de cozinha nas atividades domesticas é uma realidade bem comum e o seu descarte de forma incorreta também é bem costumeiro. A falta de conhecimento e informação sobre os prejuízos causados pelo destino incorreto dos resíduos como óleo de cozinha segundo Santos et al (2010), leva as pessoas a ter atitudes assim: no Brasil são descartados 9 milhões de litros de óleo de cozinha por ano, mas apenas 2,5% de todo esse óleo de fritura é reciclado, ou seja, separado, coletado filtrado e reinserido na cadeia produtiva para atender a diversos seguimentos da indústria. A reutilização desse produto trata-se de um processo simples, e de baixo custo que pode ser trabalhado com facilidade no ambiente escolar, e a apesar de ser uma prática simples que não emprega um método padrão de reutilização, é possível obter grandes resultados. Apesar de pesquisas já terem demonstrado que 1L de óleo de cozinha que vai para o corpo hibrido contamina cerca de 1 milhão de litros de água equivalente ao consumo de uma pessoa durante 14 anos, só agora os ambientalistas concordam que não existe um modelo de descarte ideal para o produto, mais sim alternativas de reaproveitamento do óleo de fritura para a fabricação de biodiesel, sabão e etc. (AMBIENTE EM FOCO, 2014). Frente a essa realidade, foi desenvolvido na E.E.F.M Amália Xavier o presente trabalho, que surgiu com o objetivo de conscientizar a comunidade escolar sobre os prejuízos gerados ao meio ambiente a partir do descarte incorreto do óleo de cozinha usado. 2. REFERENCIAL TEÓRICO Há rios de certas regiões que ainda hoje recebem todo o esgoto do município sem o devido tratamento (PARAÍSO, 2014). Este efluente, agregado com o descarte do óleo residual, acarretará prejuízos irreversíveis ao meio ambiente. A diretora do Curso de Gestão Ambiental da Universidade Potiguar-UnP, Vilma Maciel, destaca que o óleo derramado nos rios e estações de tratamento compromete a qualidade da água, diminui a oxigenação e iluminação dos rios, prejudicando a vida

4 4 naquele habitat (DIÁRIO DE NATAL, 2007). Há pessoas que aconselham colocar o resíduo dentro de uma garrafa PET e jogar no lixo, porém essa não é a solução ideal, já que o óleo pode vazar, contaminando o solo e as águas subterrâneas (ATITUDE VERDE, 2014). O óleo descartado no ralo da pia da cozinha, além de causar mau cheiro, aumenta consideravelmente às dificuldades referentes ao tratamento de esgoto. Este óleo descartado acaba chegando aos rios e até mesmo ao oceano, através das tubulações. A presença do óleo na água é facilmente perceptível. Por ser mais leve e menos denso que a água ele flutua, não se misturando, permanecendo na superfície. Criase assim uma barreira que dificulta a entrada de luz e bloqueia a oxigenação da água. Esse fato pode comprometer a base da cadeia alimentar aquática (fito plânctons), causando um desequilíbrio ambiental, comprometendo a vida (PARAÍSO, 2014). Segundo Paraiso (2014), o lançamento de gordura na rede de esgoto acaba provocando a incrustação nas paredes da tubulação e a consequente obstrução das redes, causando sérios prejuízos. Já o descarte do óleo no solo, pode causar a sua impermeabilização, deixando-o poluído e impróprio para uso. Também não é recomendável separar o óleo em frascos ou garrafas PET, descartando-o na lixeira, uma vez que com esse destino final impróprio, ocorrerá a infiltração e contaminação do lençol freático. O esquema típico de um aterro é a compactação do lixo, principalmente se o aterro não possuir um sistema que impeça a infiltração do óleo nos taludes, como por exemplo, uma geomembrana (Polietileno de alta densidade que promove a cobertura de uma área no solo impedindo o vazamento ou infiltração de efluentes). O lençol freático deste local estará comprometido pela contaminação oriunda dos despejos domésticos. Os órgãos municipais recebem cerca de 600 chamados por mês para desobstruir esgotos entupidos por óleo ou gordura. O óleo também chega a atingir córregos e parte de represas, o que pode representar a impermeabilização do solo e das margens dos rios (RECICLOTECA, 2014). Muitos estabelecimentos comerciais (restaurantes, bares, pastelarias, hotéis,...) e residências depositam o óleo de cozinha usado diretamente na rede de esgoto, com consequente entupimento e mau funcionamento das estações de tratamento. Para retirar o óleo e desentupir os encanamentos são empregados produtos químicos tóxicos, com efeitos negativos sobre o ambiente (MUNDO VERTICAL, 2014).

5 5 Segundo o professor do Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas da Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ, Alexandre D'Avignon, a decomposição do óleo de cozinha emite grandes quantidades de metano na atmosfera. Esse é um dos principais gases causadores do efeito estufa, que contribui para o aquecimento da terra. Segundo ele, o óleo de cozinha que muitas vezes vai para o ralo da pia, acaba chegando ao oceano pelas redes de esgoto. Em contato com a água do mar, esse resíduo líquido passa por reações químicas que resultam em emissão de metano. "Você acaba tendo a decomposição e a geração de metano, através de uma ação de bactérias anaeróbicas, que ocorrem na ausência de ar (AMBIENTE EM FOCO, 2014). O óleo de fritura usado é um dos produtos que depois de reciclado, pode ser utilizado como matéria-prima na produção de resina para tintas, sabão, detergente, amaciante, sabonete, glicerina, ração para animais, biodiesel, lubrificante para carros e máquinas agrícolas e outros. (PORTO ALEGRE, 2014). Mas a alternativa de reaproveitamento do óleo para fazer sabão tem sido considerada a mais simples produção tecnológica de reciclagem fazendo com que haja um ciclo de vida desse produto. Entre as tantas vantagens do sabão produzido a partir do óleo de cozinha, está à economia de água. A professora de bioquímica da Universidade Potiguar- UnP Ana Catarina explica que o sabão de óleo reciclado produz menos espuma. Com isso o gasto de água é menor. É preciso desmistificar com a ideia de que esse sabão não limpa ou então deixa as coisas oleosas. Eu uso em casa e não vejo desvantagem, cita. O grande benefício, segundo ela, é na limpeza de grandes áreas, como terraços e varandas, pois a baixa produção de espuma exige menor desperdício de água para enxaguar o local (DIÁRIO DE NATAL, 2007) De acordo com uma antiga lenda romana, a palavra saponificação tem a sua origem no Monte Sapo, onde eram realizados sacrifícios de animais. A chuva levava uma mistura de gordura animal derretida, com cinzas e barro para as margens do Rio Tibre. Essa mistura resultava numa borra (sabão). As mulheres descobriram que usando essa borra, as suas roupas ficavam mais limpas. Os romanos passaram a chamar essa mistura de sabão e à reação de obtenção do sabão de saponificação (MUNDO VERTICAL, 2014). A cerca de 2800 a.c., um material parecido com sabão foi encontrado em cilindros de barro durante escavações na antiga Babilônia. As inscrições revelam que os

6 6 habitantes ferviam gordura juntamente com cinzas, mas não mencionam para que o "sabão era usado (ARTEBLOG, 2014). De acordo com Arteblog (2014), o uso farmacêutico do sabão encontra-se descrito no Ébers Papyrus (é um dos tratados médicos mais antigos e importantes, escrito no Antigo Egito, considerado fundador da literatura medicinal. Papyrus acabou por revolucionar o tratamento da dor e, por extensão, a própria indústria farmacêutica, o manuscrito é o mais amplo documento médico recuperado e estudado por egiptólogos, uma verdadeira enciclopédia usada para o tratamento dos mais variados males), datado de aproximadamente a.c., onde descreve a combinação de óleos animal e vegetal com sais alcalinos para formar um material semelhante ao sabão, usado para tratar de doenças da pele bem como para o banho, onde os antigos egípcios tomavam banho regularmente. Mais ou menos na mesma época, Moisés entregou aos israelitas leis detalhadas sobre cuidados de limpeza pessoal. Ele também relacionou a limpeza com a saúde. Relatos bíblicos sugerem que os israelitas sabiam que a mistura de cinzas e óleo produzia uma espécie de pomada (ARTEBLOG, 2014). O rápido crescimento populacional implica certa dependência do consumo de combustíveis fósseis (diesel e gasolina) para o funcionamento dos meios de transporte, onde os veículos produzem dióxido de carbono que terá que ser absorvido por milhões de árvores, do contrário este será liberado para a atmosfera. Este e outros fatores e seus descartes indevidos diminuem a qualidade de vida das cidades. Durante centenas de anos líderes políticos, arquitetos e urbanistas criaram comunidades ideais, preocupados com o bom desenvolvimento das cidades, onde se integram aspectos que emolduram uma conscientização ambiental (SHVOONG, 2008). Neste contexto as organizações governamentais e não-governamentais vem se utilizando da educação ambiental como ferramenta de grande importância para o resgate da população ao estímulo da conscientização ecológica e à melhoria da qualidade de vida, exercitando para atitudes que visam o desenvolvimento sustentável. No Capítulo 36 da Agenda 21, a definição de educação ambiental vai de encontro que essa atual realidade sendo a educação ambiental definida como um processo que:

7 7 "(...) busca desenvolver uma população que seja consciente e preocupada com o meio ambiente e com os problemas que lhes são associados. Uma população que tenha conhecimentos, habilidades, atitudes, motivações e compromissos para trabalhar, individual e coletivamente, na busca de soluções para os problemas existentes e para a prevenção dos novos (...). METODOLOGIA Para desenvolvimento do Projeto foram realizadas palestras de conscientização na E.E.F.M. Amália Xavier de Juazeiro do Norte, sobre os prejuízos gerados ao meio ambiente quando ocorre o descarte inadequado do óleo residual de cozinha, em seguida foi lançada uma campanha de coleta do material, onde os alunos trouxeram o material de suas residências e deixaram no laboratório da escola. Todo o óleo recolhido foi coado para a remoção dos resíduos sólidos, em seguida aplicado nas receitas destinadas a fabricação do sabão e detergente biodegradável. As receitas foram escolhidas de acordo com uma avaliação feita com os seguintes critérios: consistência, odor, textura e capacidade de espumar. A receita para produção do sabão e do detergente seguiu os materiais e sua respectiva metodologia descrita abaixo: Receita do Sabão: Materiais 4L de óleo de cozinha usado, 2L de água; 1 kg de soda caustica (NaOH) em escamas; 5ml de corante; 50 ml de mascarante; 50 ml de essências aromatizantes; Luvas; Máscaras descartáveis; 1 balde de plástico; Coador ou palha de aço; 1 colher de plástico; Caixas de papelão vazias. Procedimentos Inicialmente o aluno deverá colocar máscaras e luvas, pois a soda caústica é corrosiva e deve ser manuseada com cuidado. Em um balde dissolver 1 kg de soda

8 8 caustica em 2L de água fria mexer até diluir completamente, em seguida mistura-se a soda dissolvida em 4L de óleo residual (coado) mexe com uma colher de plástico até ficar num ponto cremoso, adiciona-se 50 ml de mascarante e mexe por um período de 20 á 30 minutos. Acrescenta-se 50 ml da essência escolhida junto com o corante. Jogase a mistura dentro da caixa de papelão que foi reservada. Deixa descansar por 24 horas ou até que fique no ponto de ser cortado, quando estiver no ponto corte no tamanho desejado. Receita do Detergente: Materiais: 500g de soda caustica (NaOH) em escamas; 3L de óleo residual de cozinha; 1L de álcool etílico ( etanol); 10L de água fervente sem cloro; 50 ml de essência de preferencia cítrica; Luvas; Máscaras descartáveis; 1 balde de plástico; 1 colher de plástico; Garrafas pet (de 600 ml) Procedimentos O aluno deve se equipar com o material de segurança (luvas e mascaras) para diluir a soda cáustica em 2L de água fria, em seguida misturar todos os outros ingredientes em um balde plástico e mexer durante 40 minutos ou até encontrar a consistência desejada e adicionar a essência preferida e mexer novamente. E pra finalizar armazenar nas garrafas pets. RESULTADOS E DISCUSSÕES Através de realização de palestras foi esclarecido aos alunos e funcionários que cuidam da limpeza da escola, a importância da reutilização do óleo de cozinha na produção de produtos biodegradáveis, como detergente e sabão. Bem como a substituição dos produtos comuns pelos ecológicos, uma vez que estes quando lançados no ambiente aquático se decompõe facilmente pela ação das bactérias, diferente dos comuns que se acumulam nos rios formando uma camada de espuma na superfície que

9 9 bloqueiam a entrada do oxigênio (O 2 ) na água prejudicando a vida das espécies aquáticas, além de poluir as águas e torna-las impropria ao consumo humano. Foi esclarecido que quando o óleo é simplesmente despejado na pia provoca a obstrução nas tubulações das redes de esgotos. Para concretização dos objetivos propostos foram realizadas campanhas de coletas, onde os alunos trouxeram o óleo usado de suas casas, e o produto foi usado na fabricação de sabão e detergente biodegradáveis, e após a fabricação, os produtos foram divididos ente os alunos que colaboraram com a doação do óleo, e também utilizados na limpeza da referida escola. No primeiro momento o projeto atingiu somente o ambiente escolar, mas com o objetivo alcançado pretende-se estender a comunidade local. Com a critica realidade em que o meio ambiente se encontra, é importante tomar medidas como esta, que buscam contribuir para a melhoria da natureza. E o ambiente escolar é o local mais propicio para se trabalhar questões ecológicas e mostrar como a participação humana influencia nos eventos naturais, e nunca esquecer que dependemos constantemente dos recursos para nossa sobrevivência. A procura do desenvolvimento parece que dependemos menos do ambiente e esquecemos que a nossa dependência da natureza é continua (ODUM, 1993). A produção do sabão e desinfetantes biodegradáveis foram destinados a limpeza de roupas e louças, das residências dos alunos e da presente escola. Foram analisados os critérios exigidos desde a escolha da receita: odor, consistência e capacidade de espumar, os usuários observaram que, tanto o sabão quanto o detergente apresentaram excelente consistência, uma boa capacidade de espumar e odor agradável, devido ao mascarante e a essência aromatizante, que substituiu o cheiro do óleo. Depois da aprovação dos produtos, foi desenvolvido outras oficinas de produção de sabão e detergente ecológico. Além da produção de produtos biodegradáveis se trata de uma atitude ecologicamente correta, serviu para aproximar os familiares dos alunos ao ambiente escolar, e participarem desta iniciativa de preservação dos recursos naturais, uma vez que conhecer as principais formas de impacto da atividade humana sobre o ambiente é o primeiro passo para reverter essa situação (SANTOS et al, 2010). CONCLUSÃO

10 10 A realização do projeto para a fabricação de produtos biodegradáveis a partir do uso do óleo de cozinha foi uma grande ferramenta e contribuição para que toda a comunidade escolar tivesse um olhar diferenciado para os problemas ambientais. Pôde-se constatar que medidas simples como a reutilização do óleo de cozinha usado, pode reduzir os impactos a natureza, e para que essas mudanças aconteça depende inteiramente da participação da comunidade. Enfim com o presente Projeto foi possível mostrar aos alunos da escola de E.E.F.M Amália Xavier que o óleo de cozinha é bastante prejudicial ao meio ambiente, mas que o mesmo possui um grande potencial de reaproveitamento e que somado a um fator de interesse mundial, que é o desenvolvimento ecologicamente sustentável, impulsiona a necessidade de reutilizá-lo de forma eficaz. Com os resultados obtidos nesse projeto podemos concluir que o reaproveitamento do óleo de cozinha para a transformação em sabão e detergente, é uma da boa alternativa para a minimização dos problemas ambientais que o mesmo vem causar quando descartado de forma inadequada e que a população necessita de mais informações sobre este assunto. Quando existe o comprometimento e a participação de todos, podemos colocar em prática qualquer projeto desta natureza, principalmente quando o maior objetivo é a preocupação com o meio ambiente. Hoje, pequenas mudanças de atitude perante o nosso meio ambiente, podem fazer muita diferença no futuro. Devemos agir localmente, mas pensar globalmente, pois somente assim poderemos mudar este quadro de degradação ambiental. Analisando o projeto em sua concepção geral, destacamos um ponto fundamental, o respeito pelo meio ambiente, envolvendo uma ação prática, feita com simplicidade e poucos recursos. REFERÊNCIAS AMABIS, J. M.; MARTHO, G. R... Biologia Vol ed. São Paulo: Moderna, AMBIENTE EM FOCO. Reciclar óleo de cozinha pode diminuir para o aquecimento global. Disponível em< >. Acessado em 28/08/2014. ARTEBLOG. Artigos de sabão Disponível em: <www.arteblog.net>. Acessado em 28/08/2014.

11 11 ATITUDE VERDE. Onde jogar o óleo de cozinha Disponível em: <www.atitudeverde.com.br>. Acessado em 09/09/2014. DIÁRIO DE NATAL. Óleo de cozinha usado, o grande vilão para o meio ambiente. Cidades Pág.12. Natal-RN. 09 de dezembro de Jornal impresso. DIÁRIO DE NATAL. Sabão pode ser feito a partir do óleo. Cidades Pág.13. Natal- RN. 09 de dezembro de Jornal impresso. MUNDO VERTICAL. Utilidades Reciclagem Disponível em: <www.mundovertical.com>. Acessado em 29/08/2014. ODUM, E. P. Ecologia Geral, p.1. Editora: Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, PARAÍSO. Programa de coleta seletiva de óleo de cozinha usado Disponível em: <www.paraiso.mg.gov.br>. Acessado em 09/09/2014. PORTO ALEGRE. Meio Ambiente Disponível em: <www2.portoalegre.rs.gov.br>. Acessado em 09/09/2014. RABELO, R. A.; FERREIRA, O. M. Ambiente em foco. Goiânia: p. 21. RECICLOTECA. Informativos recicloteca Disponível em: <www.recicloteca.orga.br>. Acessado em 29/08/2014. SANTOS, A. M; et al. Fabricação de sabão ecológico: Uma alternativa para o desenvolvimento sustentável. In:. III Conferencia Internacional de Gestão de Resíduos Sólidos, p SANTOS, F. S.; AGUILAR, J. B. V; OLIVEIRA, M. M. A. Biologia. Vol.3. Manual do Professor. 1. ed. São Paulo: p.

PROJETO DO LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS

PROJETO DO LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS GOVERNO DE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL NAIR PALÁCIO DE SOUZA NOVA ANDRADINA - MS PROJETO DO LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS 1.TÍTULO: Projeto Óleo e água não se

Leia mais

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE CONSELHEIRO LAFAIETE MG 2012 PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE JUSTIFICATIVA O Centro de Ensino Superior de Conselheiro Lafaiete tem como princípio desempenhar seu

Leia mais

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. O ciclo do óleo de cozinha

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. O ciclo do óleo de cozinha SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ O ciclo do óleo de cozinha Felipe Zulian dos Santos f.zulian@hotmail.com Marivaldo Freixo Neto neto_surfigp@hotmail.com Renato Oliveira

Leia mais

Coleta e reciclagem de óleo de fritura.

Coleta e reciclagem de óleo de fritura. Nivia Sueli de Freitas e Ricardo Motta Pinto Coelho Coleta e reciclagem de óleo de fritura. Saiba como contribuir com o meio ambiente e ainda ganhar em troca. Belo Horizonte. MG 201 1-3 - 2ª Edição Prêmio

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE COLETA DE ÓLEO COMESTÍVEL USADO

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE COLETA DE ÓLEO COMESTÍVEL USADO ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE COLETA DE ÓLEO COMESTÍVEL USADO PROGRAMA Nº1/ 2012 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI Celso Charuri. 2ª edição, revisão e atualização

Leia mais

Coleta e reciclagem de óleo de fritura.

Coleta e reciclagem de óleo de fritura. Nivia Sueli de Freitas, Roberto Góes Menicucci e Ricardo Motta Pinto Coelho Coleta e reciclagem de óleo de fritura. Saiba como contribuir com o meio ambiente e ainda ganhar em troca. Belo Horizonte. MG

Leia mais

Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão

Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão Economia Verde e Sustentabilidade: O sabão em pó de mamão Resumo A escolha do tema envolveu amplas pesquisas, a partir da quais decidimos que o objetivo do grupo seria contribuir, com este estudo, para

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL JUNTO A COLABORADORES DO SETOR DE MINERAIS NÃO METÁLICOS DA PARAÍBA PARA PRODUÇÃO DE SABÃO COM ÓLEO DE COZINHA USADO.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL JUNTO A COLABORADORES DO SETOR DE MINERAIS NÃO METÁLICOS DA PARAÍBA PARA PRODUÇÃO DE SABÃO COM ÓLEO DE COZINHA USADO. EDUCAÇÃO AMBIENTAL JUNTO A COLABORADORES DO SETOR DE MINERAIS NÃO METÁLICOS DA PARAÍBA PARA PRODUÇÃO DE SABÃO COM ÓLEO DE COZINHA USADO. Antonio Augusto Pereira de Sousa - aauepb@gmail.com 1 Djane de Fátima

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

RECICLANDO ATITUDES. Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ;

RECICLANDO ATITUDES. Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ; RECICLANDO ATITUDES Ana MariaVenquiaruti 1 ;Janice de Fátima Preuss dacruz 2 ;Natanael Martins Ajala 3 ; Tanise da Silva Moura 4 ; 1 Farmacêutica, Bioquímica e Pós Graduada em Educação Ambiental- Professora

Leia mais

ECONOMIA DOMÉSTICA: TRABALHANDO NO REAPROVEITAMENTO DE ÓLEO DE COZINHA USADO

ECONOMIA DOMÉSTICA: TRABALHANDO NO REAPROVEITAMENTO DE ÓLEO DE COZINHA USADO ECONOMIA DOMÉSTICA: TRABALHANDO NO REAPROVEITAMENTO DE ÓLEO DE COZINHA USADO Maria da Conceição Gomes Valle 1 Edilene Lagedo Teixeira 1 Solange da Silva Pimentel 2 RESUMO A reciclagem do óleo vegetal residual

Leia mais

Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha)

Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha) Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha) Essa cartilha tem como objetivo, auxiliar no processo de ensinoaprendizagem durante a oficina de Fabricação de sabão a

Leia mais

CONSCIÊNCIA LIMPA: RECICLANDO O ÓLEO DE COZINHA

CONSCIÊNCIA LIMPA: RECICLANDO O ÓLEO DE COZINHA CONSCIÊNCIA LIMPA: RECICLANDO O ÓLEO DE COZINHA ANUÁRIO DA PRODUÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DISCENTE Vol. 13, N. 17, Ano 2010 Priscila Oliveira de Godoy Katiucia Oliskovicz Vânia Maria Bernardino Wellington

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Nobres Vereadores, pretendemos, embasados em uma lei instituída no Estado de São Paulo, em 2005 (Lei nº 12.047, de 21 de setembro de 2005), estabelecer, também, no nosso Município,

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto de olho no óleo

Mostra de Projetos 2011. Projeto de olho no óleo Mostra de Projetos 2011 Projeto de olho no óleo Mostra Local de: São José dos Pinhais Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa: Escola da Colina Educação Infantil e Ensino

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL MENDONÇA, Ana Maria Gonçalves Duarte. Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: Ana.duartemendonca@gmail.com RESUMO

Leia mais

Copasa obtém resultados eficientes no tratamento de esgoto em Serro

Copasa obtém resultados eficientes no tratamento de esgoto em Serro Copasa obtém resultados eficientes no tratamento de esgoto em Serro Inaugurada há pouco mais de 3 anos, Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) garante melhorias na qualidade da água do córrego Lucas, que

Leia mais

UM ESTUDO DE VIABILIDADE E IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR

UM ESTUDO DE VIABILIDADE E IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR UM ESTUDO DE VIABILIDADE E IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR Doralice Cesar dos Santos 1 (Dora@conesulpb.com.br) Antonio Fernandes de Oliveira 2 (f_oliveira-pib@hotmail.com) RESUMO: Os principais autores

Leia mais

reciclagem de óleos e gorduras de uso doméstico, comercial e industrial; VII o estímulo à participação dos consumidores e da sociedade, por seus

reciclagem de óleos e gorduras de uso doméstico, comercial e industrial; VII o estímulo à participação dos consumidores e da sociedade, por seus PROJETO DE LEI Nº Institui, no Município de Canoas, o Programa de Incentivo ao Tratamento e à Reciclagem de Óleos e Gorduras, estabelece suas diretrizes e dá outras providências. Art. 1º. Fica instituído,

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA COLETA SELETIVA NA FAP

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA COLETA SELETIVA NA FAP PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA COLETA SELETIVA NA FAP SILVA V. L. da 1 ; SOUZA T. R. 1 ; RIBEIRO J. S. G. 1 ; CARDOSO C. F. 1 ; SILVA, C. V. da 2. 1 Discentes do Curso de Ciências Biológicas FAP 2

Leia mais

ECO-SABÃO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA 1

ECO-SABÃO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA 1 VII Semana de Ciências e Tecnologia IFMG - Campus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014 ECO-SABÃO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA 1 Amanda Thaciane dos SANTOS¹,

Leia mais

Confecção de produtos de higiene pessoal e limpeza de maneira sustentável

Confecção de produtos de higiene pessoal e limpeza de maneira sustentável Confecção de produtos de higiene pessoal e limpeza de maneira sustentável Engenheiros Agrônomos Gheysa Julio Pinto Fernando Teruhiko Hata Universidade Estadual de Maringá UEM Núcleo/Incubadora Unitrabalho

Leia mais

Lixo é tudo aquilo que já não tem utilidade e é jogado fora, qualquer material de origem doméstica ou industrial.

Lixo é tudo aquilo que já não tem utilidade e é jogado fora, qualquer material de origem doméstica ou industrial. Lixo reflexo da sociedade Definição Lixo é tudo aquilo que já não tem utilidade e é jogado fora, qualquer material de origem doméstica ou industrial. Todo lixo gerado pode ser classificado em dois tipos:orgânico

Leia mais

A COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE ÓLEO E GORDURA RESIDUAL Um estudo em unidades comerciais de alimentação de Salvador

A COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE ÓLEO E GORDURA RESIDUAL Um estudo em unidades comerciais de alimentação de Salvador A COLETA SELETIVA PARA RECICLAGEM DE ÓLEO E GORDURA RESIDUAL Um estudo em unidades comerciais de alimentação de Salvador Daniella de Oliveira Lima, MSc (MEAU/UFBA) Luiz Roberto Santos Moraes, PhD (DEA/UFBA)

Leia mais

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos?

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Cartilha Ambiental Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2 Com atitudes simples você pode contribuir para diminuir sua emissão de CO2,

Leia mais

TÍTULO: O DESTINO DO ÓLEO DE COZINHA USADO: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PALMEIRA D OESTE/SP

TÍTULO: O DESTINO DO ÓLEO DE COZINHA USADO: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PALMEIRA D OESTE/SP Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: O DESTINO DO ÓLEO DE COZINHA USADO: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE PALMEIRA D OESTE/SP CATEGORIA:

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

Profa. Ana Luiza Veltri

Profa. Ana Luiza Veltri Profa. Ana Luiza Veltri EJA Educação de Jovens e Adultos Água de beber Como está distribuída a água no mundo? A Terra, assim como o corpo humano, é constituída por dois terços de água; Apenas 1% da quantidade

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI N o 2.074, DE 2007. (Apensos os PLs nº 2.075, de 2007, nº 2.076, de 2007, nº 2.115, de 2007, nº 2.116, de 2007 e nº 4.015, de

Leia mais

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015.

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Senhor Presidente, Encaminho nesta Casa Legislativa, para apreciação e votação dos nobres Edis, o projeto de lei legislativa nº 009/2015, que INSTITUI O PROGRAMA

Leia mais

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO 1) Analise as alternativas sobre aspectos relacionados ao lixo e marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. ( ) O lixo é caracterizado como tudo aquilo

Leia mais

Problemas Ambientais Urbanos

Problemas Ambientais Urbanos Problemas Ambientais Urbanos INVERSÃO TÉRMICA É comum nos invernos, principalmente no final da madrugada e início da manhã; O ar frio, mais denso, é responsável por impedir a dispersão de poluentes (CO,

Leia mais

ELABORE UMA DISSERTAÇÃO CONSIDERANDO AS IDEIAS A SEGUIR:

ELABORE UMA DISSERTAÇÃO CONSIDERANDO AS IDEIAS A SEGUIR: Disciplina Curso Profª Série REDACÃO Ensino Médio Silvia 3º PROPOSTA DE OUTUBRO A questão do lixo nas sociedades de consumo Meio ambiente e ecologia são assuntos normalmente incômodos para líderes governamentais,

Leia mais

ENSINO E APRENDIZAGEM DE QUÍMICA:OFICINA DE FABRICAÇÃO DE SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA USADO E SABONETES 1

ENSINO E APRENDIZAGEM DE QUÍMICA:OFICINA DE FABRICAÇÃO DE SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA USADO E SABONETES 1 ENSINO E APRENDIZAGEM DE QUÍMICA:OFICINA DE FABRICAÇÃO DE SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA USADO E SABONETES 1 BRASIL, Robledo de Moraes 3 ;DALLA LANA, Regis 2 ; LIMA, Roberta Medianeira dossantos 2 ;PAGNONCELLI,

Leia mais

XIX Exposição de Experiências Municipais em Saneamento De 24 a 29 de maio de 2015 Poços de Caldas - MG PROJETO ÁGUA LIMPA

XIX Exposição de Experiências Municipais em Saneamento De 24 a 29 de maio de 2015 Poços de Caldas - MG PROJETO ÁGUA LIMPA PROJETO ÁGUA LIMPA Celia Regina Franco Passarini (1) brasileira, casada, funcionária pública, ouvidora, participante do Grupo Gestor do Voluntariado, Rua D. Libânia, 1941, apto 162, Vila Itapura Campinas

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA MANIPULAÇÃO, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DOS PRODUTOS QUÍMICOS DOMÉSTICOS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA MANIPULAÇÃO, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DOS PRODUTOS QUÍMICOS DOMÉSTICOS EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA MANIPULAÇÃO, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DOS PRODUTOS QUÍMICOS DOMÉSTICOS Verônica Evangelista de Lima, Simone Daniel do Nascimento, Djane de Fátima Oliveira, Thiago Rodrigo Barbosa

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A Nome do Produto: VERCLEAN 900 FISQP N.º: 02 Página: 1/7 Última Revisão: 08/04/13 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: DETERGENTE VERCLEAN 900 Código Interno de Identificação: 101 Nome

Leia mais

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular Ivanise Gomes O que é Sustentabilidade? Prática de atividades economicamente viáveis, socialmente justas e ecologicamente corretas

Leia mais

Ideal Qualificação Profissional

Ideal Qualificação Profissional 2 0 1 1 Finalista Estadual - SP Categoria Serviços de Educação 2 0 1 2 Vencedora Estadual - SP Categoria Serviços de Educação 2 0 1 2 Finalista Nacional Categoria Serviços de Educação Apresentação O desenvolvimento

Leia mais

NOSSO BAIRRO SEM POLUIÇÃO: REPENSAR HÁBITOS E ATITUDES, SENSIBILIZAR PARA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA.

NOSSO BAIRRO SEM POLUIÇÃO: REPENSAR HÁBITOS E ATITUDES, SENSIBILIZAR PARA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA. NOSSO BAIRRO SEM POLUIÇÃO: REPENSAR HÁBITOS E ATITUDES, SENSIBILIZAR PARA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA. BERTON, Vânia Lúcia 1 Resumo: Este estudo foi desenvolvido através de um projeto de Educação Ambiental

Leia mais

Você sabia. As garrafas de PET são 100% recicláveis. Associação Brasileira da Indústria do PET

Você sabia. As garrafas de PET são 100% recicláveis. Associação Brasileira da Indústria do PET Você sabia? As garrafas de PET são 100% recicláveis Associação Brasileira da Indústria do PET O Brasil é um dos maiores recicladores de PET do mundo A reciclagem é uma atividade industrial que gera muitos

Leia mais

Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos

Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos PROCESSOS VERDES Para se implantar totalmente um processo verde precisamos de produtos químicos verdes, e que tenham sustentabilidade, temas já discutidos anteriormente, mas podemos iniciar o processo

Leia mais

Localização Estoques Hídricos

Localização Estoques Hídricos ÁGUA USO RACIONAL FUNDAÇÃO RELICTOS Ciclo da Água Estado Físico da Água. Localização Estoques Hídricos Água no Mundo Água no Nosso Corpo 74% do nosso corpo também é constituído de água. Assim como a água

Leia mais

Práticas Verdes Para Condomínios

Práticas Verdes Para Condomínios Guia de Práticas Verdes Para Condomínios A economia que faz bem para o seu bolso e para o meio ambiente Com o objetivo de incentivar e disseminar práticas sustentáveis em condomínios, o Secovi Rio criou

Leia mais

Limpando Pegadas fabricação de sabão ecológico. Por um planeta mais limpo e sustentável

Limpando Pegadas fabricação de sabão ecológico. Por um planeta mais limpo e sustentável Limpando Pegadas fabricação de sabão ecológico Por um planeta mais limpo e sustentável SUMÁRIO Introdução...03 Caracterização do problema...03 Justificativa...04 Objetivos...06 Metas e resultados previstos...07

Leia mais

Limpeza e Sustentabilidade. Osmar Viviani Consultor Técnico 1

Limpeza e Sustentabilidade. Osmar Viviani Consultor Técnico 1 Limpeza e Sustentabilidade Osmar Viviani Consultor Técnico 1 ANTIGAMENTE > conceito primário de aproveitamento Trapos (sobras), sabão caseiro, balde, vassoura, rodo, escovão... Era só o que se usava na

Leia mais

Poluição das Águas. A poluição das águas gera efeitos dramáticos em todo o ecossistema COLÉGIO MARISTA SÃO JOSÉ 9º ANO ENS.

Poluição das Águas. A poluição das águas gera efeitos dramáticos em todo o ecossistema COLÉGIO MARISTA SÃO JOSÉ 9º ANO ENS. COLÉGIO MARISTA SÃO JOSÉ 9º ANO ENS. FUNDAMENTAL PROFESSOR: SEBASTIÃO ABICEU / PROFESSORA: JANILDA FRÓES Poluição das Águas A poluição das águas gera efeitos dramáticos em todo o ecossistema A questão

Leia mais

PROJETO ÓLEO DE COZINHA

PROJETO ÓLEO DE COZINHA PROJETO ÓLEO DE COZINHA Orientador: Paulo Egydio Berkenbrock, CPF: 005.078.559-14 Alunos: Leonardo Demitti CPF: 054.818.109-80 Sergio Paulo Bordin de Mello CPF: 082.071.129-21 Vânia Couto CPF: 050.518.299-88

Leia mais

- Análise estatística de impacto ambiental

- Análise estatística de impacto ambiental PROJETO PAPA ÓLEO A preservação do meio ambiente se tornou uma prioridade mundial. Aquecimento global, poluição, doenças respiratórias e de pele, intoxicação, problemas climáticos, são alguns dos problemas

Leia mais

ACONTECENDO? O QUE ESTÁ O QUE PODEMOS FAZER?

ACONTECENDO? O QUE ESTÁ O QUE PODEMOS FAZER? O QUE ESTÁ ACONTECENDO? O futuro é uma incógnita. As tendências são preocupantes, mas uma coisa é certa: cada um tem de fazer sua parte. Todos somos responsáveis. A atual forma de relacionamento da humanidade

Leia mais

Sistema Gestão Ambiental

Sistema Gestão Ambiental Sistema Gestão Ambiental Sistema Gestão Ambiental - ISO 14001 Agora você vai conhecer o Sistema de Gestão Ambiental da MJRE CONSTRUTORA que está integrado ao SGI, entender os principais problemas ambientais

Leia mais

O LIXO NAS RUAS. É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade.

O LIXO NAS RUAS. É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade. O LIXO NAS RUAS É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade. Por Maria Alice Luna Sampaio Hoje em dia, não podemos dar um passo fora de

Leia mais

Alex Maciel Gonzaga, Sean Conney Vieira da SILVA, & Flávia Pereira da SILVA

Alex Maciel Gonzaga, Sean Conney Vieira da SILVA, & Flávia Pereira da SILVA 1 QUALIDADE DA COLETA E A NECESSIDADE DE UMA CONSCIÊNCIA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL NA CIDADE DE GOIANA Alex Maciel Gonzaga, Sean Conney Vieira da SILVA, & Flávia Pereira da SILVA RESUMO O consumismo da

Leia mais

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA 2 Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. 3 Habilidades: Refletir sobre a importância da água para o Planeta Terra, para a vida e o

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO, OBRAS, VIAÇÃO E TRANSPORTE COMISSÃO DO MEIO AMBIENTE. PROJETO DE LEI Nº 237/2012 Com o Substitutivo n o 1

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO, OBRAS, VIAÇÃO E TRANSPORTE COMISSÃO DO MEIO AMBIENTE. PROJETO DE LEI Nº 237/2012 Com o Substitutivo n o 1 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO, OBRAS, VIAÇÃO E TRANSPORTE COMISSÃO DO MEIO AMBIENTE PROJETO DE LEI Nº 237/2012 Com o Substitutivo n o 1 RELATÓRIO: De autoria do Vereador Amauri Cardoso, este projeto

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

Magazine Meio Ambiente

Magazine Meio Ambiente Página 1 de 5 Magazine Meio Ambiente MEIO AMBIENTE Dez atitudes domésticas ecologicamente corretas Publicado a 28 Janeiro 2011 por Danielrox01 Substituir sacolas de plástico A sacola de plástico é a atual

Leia mais

Numa fossa séptica não ocorre a decomposição aeróbia e somente ocorre a decomposição anaeróbia devido a ausência quase total de oxigênio.

Numa fossa séptica não ocorre a decomposição aeróbia e somente ocorre a decomposição anaeróbia devido a ausência quase total de oxigênio. As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico nas quais são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto. É uma maneira simples e

Leia mais

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta.

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. RECICLANDO COM ARTE OBJETIVO Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. METODOLOGIA Montamos uma oficina de reutilização e reciclagem de lixo em nosso Clube de

Leia mais

INTERAÇÃO ENTRE OS SERES VIVOS

INTERAÇÃO ENTRE OS SERES VIVOS INTERAÇÃO ENTRE OS SERES VIVOS PROBLEMAS AMBIENTAIS BRASILEIROS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA RELAÇÃO POSSÍVEL? EXPERIMENTO (Experimento): Reciclando: Confecção de papel reciclado e sabão - Aula 1

Leia mais

Reciclagem do óleo de cozinha e a melhoria da qualidade da água em mananciais urbanos

Reciclagem do óleo de cozinha e a melhoria da qualidade da água em mananciais urbanos Reciclagem do óleo de cozinha e a melhoria da qualidade da água em mananciais urbanos Thiago Eustáquio Lisboa Massula Eng. Ambiental Prof. Ricardo Motta Pinto Coelho Belo Horizonte 2009 Conceito Óleos

Leia mais

LOUÇAS E INSTALAÇÕES SANITÁRIAS

LOUÇAS E INSTALAÇÕES SANITÁRIAS Antes de executar qualquer furação nas paredes, consulte a planta de instalações hidráulicas em anexo, para evitar perfurações e danos à rede hidráulica, bem como na impermeabilização. Não jogue quaisquer

Leia mais

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar!

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar! Sustentabilidade do Planeta Todo mundo deve colaborar! Situação no mundo atual O Planeta pede socorro!!!! A atividade humana tem impactado negativamente o meio ambiente. Os padrões atuais de consumo exploram

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

Água. Material de Apoio - Água

Água. Material de Apoio - Água Água Material de Apoio Programa Escola Amiga da Terra Mapa Verde Realização: Instituto Brookfield Assessoria: Práxis Consultoria Socioambiental Este material foi utilizado pelos educadores participantes

Leia mais

COLETA SELETIVA DE ÓLEO RESIDUAL DE FRITURA PARA APROVEITAMENTO INDUSTRIAL

COLETA SELETIVA DE ÓLEO RESIDUAL DE FRITURA PARA APROVEITAMENTO INDUSTRIAL COLETA SELETIVA DE ÓLEO RESIDUAL DE FRITURA PARA APROVEITAMENTO INDUSTRIAL Renata Aparecida Rabelo 1 Osmar Mendes Ferreira 2 Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Engenharia Ambiental

Leia mais

Em agosto de 2014, o prazo para LIXO HOSPITALAR

Em agosto de 2014, o prazo para LIXO HOSPITALAR LIXO HOSPITALAR ATÉ ONDE VAI A RESPONSABILIDADE LEGAL DO HOSPITAL DE ACORDO COM O PLANO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS? VEJA COMO ALGUMAS INSTITUIÇÕES SE ADAPTARAM PARA CUMPRIR A LEI Por Felipe César Em

Leia mais

Grill. Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada.

Grill. Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada. Grill Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada. Alto poder de limpeza A composição de Suma Grill confere-lhe a propriedade de remover com eficiência sujidades provenientes

Leia mais

UMA ALTERNATIVA CONSCIENTE DE REAPROVEITAMENTO DO ÓLEO DE COZINHA: A FABRICAÇÃO DE SABÃO CASEIRO

UMA ALTERNATIVA CONSCIENTE DE REAPROVEITAMENTO DO ÓLEO DE COZINHA: A FABRICAÇÃO DE SABÃO CASEIRO UMA ALTERNATIVA CONSCIENTE DE REAPROVEITAMENTO DO ÓLEO DE COZINHA: A FABRICAÇÃO DE SABÃO CASEIRO Charlene Testa Martins 1 Tábata Zeferino Conti 1, Vanessa Gonçalo Lisboa 2, Charlene Testa Martins n Escola

Leia mais

RECICLAGEM DE ÓLEO USADO PARA PRODUÇÃO DE SABÃO ARTESANAL

RECICLAGEM DE ÓLEO USADO PARA PRODUÇÃO DE SABÃO ARTESANAL RECICLAGEM DE ÓLEO USADO PARA PRODUÇÃO DE SABÃO ARTESANAL Camila Quintão Moreira, Diego Salomão Bento, Jéssica Paula S. Marra, Lucas Vuolo Moreira, Rodrigo Assunção da Silva Instituto Metodista Izabela

Leia mais

unesp JABOTICABAL Programa Coleta de Óleos de Fritura

unesp JABOTICABAL Programa Coleta de Óleos de Fritura unesp JABOTICABAL Programa Coleta de Óleos de Fritura Desde maio de 2004 o LADETEL USP / RP desenvolve o projeto de reciclagem de óleo de fritura. O óleo de fritura usado é recolhido e enviado ao LADETEL

Leia mais

PRAIA LIMPA É A NOSSA CARA. TRATAMENTO BIOLÓGICO DE EFLUENTES

PRAIA LIMPA É A NOSSA CARA. TRATAMENTO BIOLÓGICO DE EFLUENTES PRAIA LIMPA É A NOSSA CARA. TRATAMENTO BIOLÓGICO DE EFLUENTES Cartilha 1 - Série Educação Ambiental Uma prática para o bem de todos EXPEDIENTE Projeto Educação Ambiental Cartilha 1 - Série Educação Ambiental

Leia mais

PRODUÇÃO DO SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA: ATIVIDADE DESENVOLVIDA NO DIA NACIONAL DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

PRODUÇÃO DO SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA: ATIVIDADE DESENVOLVIDA NO DIA NACIONAL DA RESPONSABILIDADE SOCIAL PRODUÇÃO DO SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE COZINHA: ATIVIDADE DESENVOLVIDA NO DIA NACIONAL DA RESPONSABILIDADE SOCIAL G8- Espaços Educativos, Currículo e Formação Docente (Saberes e Práticas) * Gezyel Barbosa

Leia mais

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 LIXO NO LIXO Dá para

Leia mais

Guia de sustentabilidade para plásticos

Guia de sustentabilidade para plásticos Guia de sustentabilidade para plásticos Maio 2014 1 2 3 4 5 6 7 8 Introdução... 4 Contextualização dos plásticos... 6 Composição dos móveis e utensílios de plásticos...7 Requerimentos para materiais que

Leia mais

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO I Ocorre de maneira natural; Atividade humana; Década de 1970 preocupação com a biodiversidade e poluição; Esforço global... Substituir civilização

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE DA COLETA SELETIVA E DESTINO DOS MATERIAIS DESCARTADOS PROGRAMA Nº 04/2012 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI Celso Charuri.

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

Dupla ação Além de limpador é um excelente renovador de brilho, em especial de ceras lustráveis.

Dupla ação Além de limpador é um excelente renovador de brilho, em especial de ceras lustráveis. Optimum Floral Detergente Limpa Pisos Eficiente e prático Possui em sua formulação detergentes e ceras que possibilitam realizar em uma só operação a limpeza e conservação de pisos / acabamentos. Versatilidade

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Práticas de sustentabilidade Ações que tenham como objetivo a construção de um novo modelo de cultura institucional visando a inserção de critérios de sustentabilidade

Leia mais

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida.

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Plástico é Energia Esta cidade que você está vendo aí de cima tem uma população aproximada de 70.000 mil habitantes e

Leia mais

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM 1 2 Introdução História da limpeza; Educação Ambiental; Campanhas de Sensibilização, Publicidade; Reciclagem antigamente; Materiais reutilizáveis; Processos

Leia mais

BIOCOMBUSTÍVEIS: UMA DISCUSSÃO A RESPEITO DAS VANTAGENS E DESVANTAGENS RESUMO

BIOCOMBUSTÍVEIS: UMA DISCUSSÃO A RESPEITO DAS VANTAGENS E DESVANTAGENS RESUMO BIOCOMBUSTÍVEIS: UMA DISCUSSÃO A RESPEITO DAS VANTAGENS E DESVANTAGENS Juliana da Cruz Ferreira 1 ; Leila Cristina Konradt-Moraes 2 UEMS Caixa Postal 351, 79804-970 Dourados MS, E-mail: julianacruz_gnr@hotmail.com

Leia mais

Projeto - óleo + vida

Projeto - óleo + vida FENABB FederaÅÇo Nacional das AABBs Concurso Socioambiental 2010 Recursos HÉdricos AABB SumarÑ (SP) PROJETO MENOS ÜLEO, MAIS VIDA Novembro/2010 1 IdentificaÅÇo AABB SumarÑ (SP) Projeto: Menos Üleo, Mais

Leia mais

Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano. Água

Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano. Água Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano Água Água é vida A água é para o Homem, para os animais e para as plantas um elemento de primeira necessidade, É essencial à vida! É indispensável

Leia mais

Poluição do Solo. Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente.

Poluição do Solo. Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente. Poluição do Solo 1) Objetivo Geral Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente. 2) Objetivo Específico Conscientizar os alunos da importância

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

VALECONSULT EMPRESARIAL LTDA PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO ÓLEO COMESTÍVEL USADO

VALECONSULT EMPRESARIAL LTDA PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO ÓLEO COMESTÍVEL USADO PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO DO ÓLEO COMESTÍVEL USADO 1 REALIZAÇÃO CLÍNICA DE ENGENHARIA E PARCERIAS 2 OBJETIVOS 01.0-PORQUE COLETAR O ÓLEO DE COZINHA USADO: Batata frita, coxinha, pastel. São muitas as

Leia mais

CONSCIENTIZAÇÃO DO USO E DESCARTE DAS PILHAS E BATERIAS

CONSCIENTIZAÇÃO DO USO E DESCARTE DAS PILHAS E BATERIAS CONSCIENTIZAÇÃO DO USO E DESCARTE DAS PILHAS E BATERIAS 1 João Lopes da Silva Neto; 2 Juciery Samara Campos Oliveira; 3 Thayana Santiago Mendes; 4 Geovana do Socorro Vasconcelos Martins 1 (AUTOR) Discente

Leia mais

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade ESCOLA MUNICIPAL COSTA E SILVA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade Cursistas: Giana K. Mass, Irdes P. Kuhn, Rosane

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO ELETROPOLIMENTO NA LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE EQUIPAMENTOS DAS INDÚSTRIAS DE PROCESSO

A INFLUÊNCIA DO ELETROPOLIMENTO NA LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE EQUIPAMENTOS DAS INDÚSTRIAS DE PROCESSO A INFLUÊNCIA DO ELETROPOLIMENTO NA LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE EQUIPAMENTOS DAS INDÚSTRIAS DE PROCESSO GRUPO HUMMA Eng Fawler Morellato Av. Fagundes Filho, 191 - Cj. 103D Depto. Engenharia e Desenvolvimento

Leia mais

o hectare Nesta edição, você vai descobrir o que é um biodigestor, como ele funciona e também O que é o biodigestor? 1 ha

o hectare Nesta edição, você vai descobrir o que é um biodigestor, como ele funciona e também O que é o biodigestor? 1 ha o hectare Publicação do Ecocentro IPEC Ano 1, nº 3 Pirenópolis GO Nesta edição, você vai descobrir o que é um biodigestor, como ele funciona e também vai conhecer um pouco mais sobre a suinocultura. Na

Leia mais

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores:

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: A consciência ecológica levanta-nos um problema de profundidade e vastidão extraordinárias. Temos que defrontar ao mesmo tempo o problema da Vida na Terra,

Leia mais

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais!

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! Atividades infantis para resolver e colorir. Uma publicação da Corrida da Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar Vamos colorir?

Leia mais

Gerenciamento de Resíduos

Gerenciamento de Resíduos Gerenciamento de Resíduos ANVISA RDC 306/04 - REGULAMENTO TÉCNICO PARA GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE SAÚDE veronica.schmidt@ufrgs.br O perigo do lixo hospitalar. Resíduos biológicos - culturas de microrganismos

Leia mais

sete receitas de xampu caseiro para cães

sete receitas de xampu caseiro para cães Como fazer xampu caseiro para cães sete receitas de xampu caseiro para cães Faça xampu caseiro para cães, caso você esteja procurando uma alternativa natural aos comprados em lojas de produtos para animais.

Leia mais

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental PROJETO AMIGOS DO PLANETA Autor Rose Mariah de Souza Ferreira Gestora Ambiental Gravataí, março de 2011. Introdução Pensar em tornar o ambiente em que se vive sustentável, é direcionar ações capazes de

Leia mais

O mar está morrendo!

O mar está morrendo! A UU L AL A O mar está morrendo! O mar, além de ser fonte de recursos para a humanidade, serve também como local de turismo. Esse ambiente abriga uma grande quantidade de seres vivos, desde formas microscópicas

Leia mais