Encarte especial. JBIC entrevista Dr. Eliezer Batista - Páginas 6 e 7. Nesta edição. Encarte

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Encarte especial. JBIC entrevista Dr. Eliezer Batista - Páginas 6 e 7. Nesta edição. Encarte"

Transcrição

1 Ano X maio de 2008 Jornal da Fundação Encarte especial JBIC entrevista Dr. Eliezer Batista - Páginas 6 e 7 33 Nesta edição Página 2 GORCEIX tem novo superintendente Página 3 Editorial Páginas 4 a 10 O que vai pela FG Páginas 11 Nossa gente Página 12 Parcerias Encarte Página 2 Semop s pelo Brasil Páginas 3 a 5 Samarco: 3 décadas Páginas 6 e 7 Entrevista Página 8 O que vai pela Comunidade Página 9 O que vai pela EM Página 10 Biografia Páginas 11 O que vai pela FG Página 12 O que vai pela EM GORCEIX EM 2007 É sempre bom poder mostrar, a cada ano, um pequeno balanço do que foi realizado no cumprimento do Estatuto da GORCEIX. Os números são somados, colocados lado a lado e constata-se, com orgulho e satisfação, que conseguiu-se cumprir com os nobres ideais que nortearam nossos Fundadores. A Escola de Minas, no dizer de seus professores, nunca recebeu tanto apoio da GORCEIX como está recebendo agora. Os alunos carentes da Escola da Minas contam com o apoio necessário para se dedicarem, com tranquilidade, aos estudos e pesquisas. Confira nas páginas 4 a 9 desta edição.

2 Instituição de apoio aos estudantes carentes e à Escola de Minas da UFOP-Universidade Federal de Ouro Preto. Fundada em 18 de abril de CNPJ nº / Sede Logradouro 0390, nº 57 Vila Itacolomy CEP Ouro Preto Minas Gerais Brasil Telefone (31) Presidente Cristovam Paes de Oliveira Superintendente Reinaldo Otávio Alves de Brito Pinheiro Conselho Diretor Antenor Rodrigues Barbosa Júnior Fernando Leopoldo von Krüger Cristovam Paes de Oliveira - Presidente Fernando Antônio Borges Campos Claret Rodrigues da Cunha Kleber Farias Pinto Cassio Elysio de Figueiredo Damazio Paulo Manuel Mendes de Mendonça Constantino Issa Romero Machado Correa Eliezer Batista da Silva Conselho Curador Abílio Machado Filho José Fernando Coura Acyr Ávila da Luz José Mendo Mizael de Souza Aloysio Sá Freire de Lima José Raymundo de Andrade Ramos Aziz Assi Juvenil Tibúrcio Félix Carlos Eduardo Dutra Pires Manoel Moacélio de Aguiar Mendes Carlos Tadeu Fraga Márcio von Krüger Cyro Cunha Melo Marco Túlio Ribeiro Evangelista Eurípedes Palazzo Silva Marcus Rogério Carneiro Lemos Helem Bessa Marcos Tadeu Vaz de Melo João Batista Sabino Orlando Euler de Castro - Presidente João Bosco Silva Paulo José Barros Rabelo José Armando de Figueiredo Campos Rinaldo Campos Soares José Arthur Pena Roberto Lopes Machado José Coutinho Barbosa Roberto Lúcio Nunes de Carvalho José Emanuel Lopes Gomes Rubens Viana de Oliveira Júnior Núcleos NUMAM Núcleo do Meio Ambiente Prof. Wilson José Guerra NUPEC Núcleo de Pesquisa e Educação Continuada Prof. Fernando Gabriel NUPETRO Núcleo de Geologia do Petróleo Prof. Wilson José Guerra NTE Núcleo de Treinamento Empresarial Prof. Eloísio Queiróz Pena NUTEC Núcleo de Inovações Tecnológicas Prof. José Emanuel Lopes Gomes Ano X maio de 2008 Jornal da Fundação 33 Órgão Oficial da FUNDAÇÃO GORCEIX. Jornal de circulação dirigida e distribuição gratuita aos ex-alunos, alunos e professores da Escola de Minas da UFOP, à comunidade de Ouro Preto e Região, às empresas parceiras, às entidades co-irmãs e autoridades municipais, estaduais e federais. As opiniões emitidas nos artigos assinados e publicados no Jornal da GORCEIX são de responsabilidade dos autores. Diretor Responsável: Prof. Dr. Cristovam Paes de Oliveira. Coordenação: Prof. Dr. Antônio Gomes de Araújo. Jornalistas Responsáveis e Editores: Eliza Peixoto (MTE/DRT/MG 2235 JP) e Marco Antônio Vale Gomes (MTE/ DRT/MG 3515 JP). Projeto Editorial, redação e revisão: Profiteor Assessoria (31) Fotos: Paulo Márcio, Roberto Ribeiro, Alexandre Souza e arquivo. Projeto Gráfico e editoração: Pool Comunicação. Impressão: Fumarc. Dra. Telma deixa a Superintendência Depois Jurídica, a Dra. Telma Ribeiro de Queiroz O novo Superintendente da Fundação, designado interinamente pelo prof. Cristovam (até que seja ouvido o Conselho Diretor), é o prof. Reinaldo Otávio Alves de Brito Pinheiro, Engenheiro Civil pela EM (1973), Mestre em Engenharia Civil pela mesma Escola, onde defendeu dissertação sobre Sistemas Construtivos em Estruturas de Aço Aplicados a Moradias em Encostas. Na Escola de Minas lecionou Topografia, Geometria Descritiva, Desenho Técnico e Expressão Gráfica. Foi ainda pró-reitor de Administração da UFOP entre 1989 a Está na GORCEIX desde 2004, quando assumiu a coordenação da Gerência de Projetos. Em 2007 foi transferido para o Núcleo de Inovações Tecnológicas (NUTEC) onde realizou excelente trabalho de organização, sendo ainda o responsável pela captação e execução de diversos projetos desenvolvidos em parceria com empresas do setor mineral. Ao receber as boas-vindas e votos de sucesso na nova missão, o prof. Reinaldo disse que pretende manter a linha administrativa implantada pela Dra. Telma, de sempre modernizar os processos de gestão e investir na qualificação e requalificação dos funcionários para que a GORCEIX continue sendo dinâmica e sempre em crescimento. de quatro anos na função de Superintendente e ainda respondendo pela Assessoria deixou, no último dia 31 de março, por motivo de força maior, a Superintendência da GORCEIX e passará, a partir de agora, a se dedicar exclusivamente ao Departamento Jurídico. Falando sobre o período em que ela exerceu a Superintendência, o presidente da FG, prof. Cristovam, enalteceu sua importante atuação. A Fundação só tem a agradecer à Dra. Telma por seu trabalho em prol do desenvolvimento da instituição, nesses anos em que esteve à frente das ativividades inerentes ao cargo que ocupou e exerceu, com aptidão e idoneidade. E acrescentou: é público e notório que, nesse período, a GORCEIX passou por uma reorganização interna intensa, onde foram contemplados todos os principais parâmetros que regem uma administração moderna. Assim todos os setores receberam a atenção devida a fim de que pudessem responder, com eficiência, toda a demanda de trabalho. Graças à sua dedicação e empenho temos hoje um controle efetivo de nossos procedimentos administrativos, com um grau de informatização adequado à nossa realidade e, mais que isso, equipes bem treinadas que se preocupam efetivamente com a qualidade do trabalho que realizam. Temos certeza de que continuará colaborando para que a GORCEIX possa atingir todos os seus objetivos, a curto e longo prazos. Novo Superintendente Fundação Gorceix dois

3 Editorial Significativo Crescimento AGORCEIX registrou, em 2007 e continua registrando nesses primeiros meses de 2008 importante e significativo crescimento em todas suas áreas de atuação. Se, por um lado, esse crescimento orgulha a todos nós, por outro lado, aumenta as responsabilidades de cada um daqueles que integram nossa organização. É importante ressaltar que todo esse crescimento vem acontecendo sem que a GORCEIX se desvie, um milímetro sequer, das Finalidades Estatutárias definidas pelos Fundadores. Os estudos e pesquisas que empresas e órgãos diversos nos encomendam têm crescido muito nos últimos anos e, como os resultados apresentados às empresas parceiras têm sido considerados sempre positivos, gera-se um círculo virtuoso de mais demanda, o que propicia à Fundação aumentar o número de benefícios a seu público-alvo. Os resultados obtidos em 2007 estão registrados nas páginas 4, 5, 6, 7, 8 e 9 desta edição de nosso jornal. Uma ação que não está nesse pequeno balanço que apresentamos (porque aconteceu no final de março/2008) foi a informatização e implantação da Internet Popular na Biblioteca Pública de Ouro Preto. Vale registrar que é uma das maiores bibliotecas de Minas Gerais, com um índice excelente de consultas/mês e de associados. Grande parte dessas consultas são feitas por alunos da Escola de Minas que usam a Biblioteca no seu dia-a-dia escolar. Mas todo seu acervo de volumes ainda não está informatizado o que será feito agora com a doação, pela GORCEIX, de 16 computadores de última geração. Esses computadores servirão ainda para que os usuários, de todas as idades, origens e classes sociais possam acessar a rede mundial de computadores, dentro do projeto Internet Popular, desenvolvido pela Biblioteca. Há que se registrar ainda as palavras do prefeito Ângelo Osvaldo na solenidade de inauguração, quando enalteceu o papel exercido pela GORCEIX, na cidade e região. Leia mais na página 10. Também em 2008 a GORCEIX teve condição de apoiar um pouco mais a tricentenária Santa Casa de Ouro Preto beneficiando os alunos da EM/UFOP (com assistência médica e estágios profissionalizantes) e toda a população carente da cidade e região. Foram revitalizadas a Enfermaria e a Maternidade da Santa Casa, com a doação de materiais de construção, móveis e rouparia. Mais uma vez o prefeito municipal, Ângelo Osvaldo, referiuse, com simpatia, à GORCEIX, dizendo que apesar dos seus 48 anos, a Fundação não parou no tempo e tem se modernizado, acompanhando as mudanças do mundo. No âmbito interno uma mudança relevante na GORCEIX. A Dra. Telma Ribeiro de Queiroz, Assessora Jurídica da Fundação que, desde abril de 2.004, vinha prestando sua colaboração também como Superintendente da instituição, retornou, por motivos de força maior, às suas funções de origem. Ao mesmo tempo em que faço questão de agradecer a colaboração da Dra. Telma durante esses quatro anos, quando exerceu, com brilhantismo e competência, a trabalhosa missão de gerir a GORCEIX; damos as boas-vindas ao novo Superintendente, prof. Reinaldo Otávio Alves de Brito Pinheiro, ex-professor da Escola de Minas e ex-pró-reitor de Administração da UFOP. Para finalizar, queremos nos congratular com a SAMARCO, uma das mais antigas parceiras da GORCEIX, que comemora seus 30 anos de atividade, sempre investindo, sempre inovando e, sobretudo, sempre contribuindo para o desenvolvimento do setor mineral brasileiro. A matéria está nas páginas 3, 4 e 5 do Encarte Especial que circula nesta edição. Cristovam Paes de Oliveira Presidente três maio de 2008

4 O que vai pela FG NTE Criado no final de 2006, o Núcleo de Treinamento Empresarial (NTE) é coordenado pelo prof. Eloísio Queiroz Pena. Tem o objetivo de complementar a formação profissional dos alunos da Escola de Minas, com prioridade para os carentes. Desta forma os estudantes têm oportunidades de agregar conhecimentos e experiências profissionais ao currículo, facilitando sua inserção no mercado de trabalho. O NTE visa também promover o treinamento de profissionais de empresas, por meio de cursos de curta duração, seminários e treinamentos em técnicas específicas. Durante o ano de 2007 os universitários puderam participar dos cursos de Autocad 2006, Comportamento Empreendedor, Marketing Pessoal, Microsoft Excel, Microsoft Project e Minitab versão 15. Cursos Número de alunos Autocad Comportamento Empreendedor 18 Marketing Pessoal 18 Microsoft Excel 09 Microsoft Project 16 Minitab versão No estatuto da Fundação Gorceix estão previstos, entre outros objetivos, a realização de pesquisas científicas no cam po das ciências geológica, mineira, siderúrgica e meta lúr gica em geral; promover a complementação, a expansão e o aperfeiçoamento da educação cultural e da formação profissional dos alunos da Escola de Minas; cooperação para atender as indústrias mineiras e metalúrgicas na preparação de pessoal técnico de alta qualidade; na solução dos problemas técnicos e econômicos da extração, do beneficiamento, do tratamento e da aplicação dos recursos minerais existentes. A Fundação deve ainda ter uma função educativa para a utilização racional das riquezas minerais do país, pelo estudo permanente e divulgação dos dados e previsões indispensáveis à orientação das autoridades públicas no planejamento de uma política mineral sadia e no estabelecimento e desenvolvimento das indústrias mínero-metalúrgicas. Para cumprir todos esses objetivos, a atual administração da GORCEIX criou núcleos Fundação Gorceix quatro

5 O que vai pela FG Nupec O NUPEC, criado em 2005 e coordenado pelo prof. Fernando Gabriel, trabalha em projetos nas áreas de ensino e pesquisa. Seu foco principal são os cursos de pós-graduação latu e strictu sensu para profissionais e empresas de alta tecnologia no Brasil e no exterior. Ministra também cursos básicos e de especialização para funcionários e trainees de diversas empresas brasileiras e internacionais e ainda presta consultoria e apoio na criação de cursos e de centros de excelência em treinamento, em escolas e empresas. temáticos NUPEC-Núcleo de Pesquisa e Educação Continuada; NUMAM-Núcleo de Meio Ambiente; NTE-Núcleo de Treinamento Empresarial, NUPETRO-Núcleo de Geologia do Petróleo e NUTEC-Núcleo de Inovações Tecnológicas. Coordenadores, professores, estagiários e funcionários desses Núcleos desenvolvem, em parceria com empresas públicas e privadas, projetos científicos de mérito reconhecido internacionalmente. Esses cinco Núcleos integram o CT³-Centro de Treinamento e Transferência de Tecnologia da GORCEIX. Para a divulgação desses trabalhos tanto da área científica e tecnológica, quanto da área social foi criado este jornal, o site na internet e, desde 2004, a GORCEIX passou a ser responsável pela publicação da REM-Revista da Escola de Minas, criada em janeiro de 1936, atualmente tendo como editor o prof. Jório Coelho e diretor-comercial o engenheiro Luciano Rocha Borba. Nesta edição, a primeira de 2008, cumprimos a missão de divulgar os vários trabalhos desenvolvidos pela GORCEIX, envolvendo professores e alunos da EM/UFOP. Projetos desenvolvidos em 2007 Curso de Especialização em Siderurgia em parceira com a ABM. Projeto de Pesquisa em parceria com a CST. Curso de Mineração Básico para funcionários corporativos da Vale. Curso de aperfeiçoamento para trainees internacionais da Vale. Curso de Especialização em Sistemas Minero-Metalúrgicos para os trainees da Vale. Curso de Especialização em Sistemas Minero-Metalúrgicos para os trainees da MBR. Curso de atualização em Sistemas Minero-Metalúrgicos para os funcionários da Samarco. Projeto de pesquisa em parceria com a Orinoco Iron. Curso de Especialização em Ferro-Ligas oferecido aos funcionários da RDM. Projetos de pesquisa para a RDM. Projeto de pesquisa em parceria com a Sidor (Venezuela). Curso de Especialização oferecido na Universidade de Vila Velha (ES). Organização e implantação da Escola de Sistemas Mínero-Metalúrgicos da Academia de Excelência Votorantim. cinco maio de 2008

6 O que vai pela FG FG cumpre objetivos Nupetro O Nupetro, coordenado pelo prof. Wilson José Guerra, foi criado a partir da demanda do mercado por técnicos altamente qualificados, na área de pesquisas geológicas para a indústria do petróleo. São feitos principalmente estudos de análise de bacias sedimentares. Da sua implantação, em 1999 até hoje, todos os projetos desenvolvidos envolveram professores e mais de 100 alunos-bolsistas da Escola de Minas. Os projetos são sempre desenvolvidos em parceria com empresas nacionais, principalmente a Petrobras, e também com empresas estrangeiras e órgãos públicos. Projetos em 2007 Continuação de dois projetos exclusivos para a Petrobrás, envolvendo o estudo do arcabouço tectono-estratigráfico e sistemas petrolíferos, Riftes do Norte do Brasil e Bacias de Pelotas. Projeto Mucuri e Cumuruxatiba em parceria com a Petrobras: estudo e integração geológica-geofísica da Bacia do Mucuri, a partir de dados sísmicos, poços, descrição petrográfica e análise geoquímica. Este trabalho envolve ainda a realização de cursos e treinamento do corpo técnico envolvido. Pelotas Meridional: parceira com Petrobras e ANCAP/Uruguai. Bacia Austral/Argentina: parceira com Petrobrás/Argentina, o projeto realizou a interpreta-ção litológica e organização do banco de dados exploratórios de 200 poços. estatutários A Escola de Minas, dentro do que é previsto pelo estatuto da GORCEIX, foi contemplada com doação de equipamentos a vários departamentos totalizando, em termos financeiros, um valor absolutamente recorde, em toda a existência da Fundação. As doações visam contribuir para o crescimento da Escola, melhorando as condições de ensino e aprendizagem. Entre os equipamentos doados estão computadores, microscópios, livros, soft wares, osciloscópios, impressoras e mate riais para os diversos laboratórios. O prof. Sávio A. L. da Silva, Chefe do Departamento de Engenharia de Controle e Automação e Técnicas Fundamentais, ressalta que as doações feitas pela Fundação GORCEIX em 2007 permitiram equipar os novos laboratórios do DECAT, promovendo uma maior adequação entre o ensino teórico e prático, o que beneficia o nível do ensino e pesquisas oferecidos aos alunos dos cursos de Engenharia da Escola de Minas. O Departamento de Geologia (DEGEO) também começou o ano letivo com novos equipamentos. Foram nove aparelhos de datashow, dois notebooks, uma câmera fotográfica digital e cortinas para todas as salas de aula, doados pela GORCEIX. Além disso, a secretaria recebeu duas impressoras, sendo uma com fax. A professora Selma Maria Fernandes, chefe do Departamento, destacou que esses equipamentos são essenciais para o melhor desenvolvimento didático das aulas e para tornar mais eficientes os serviços da secretaria do Departamento. Nosso obrigado à Fundação. O chefe do Departamento de Enge nha ria de Minas, prof. Carlos Alberto Pe rei ra, enumera as contribuições feitas aos projetos de extensão. Várias foram as doações da GORCEIX para os projetos Oficina de Ciência e Cidadania; Bibliotecas Saramenha, Morro São Sebastião e Santa Cruz; Pesquisa, Educação e Conservação da Cantaria; Educação e Arte para Crianças. Além disso foram disponibilizadas oito bolsas para alunos das áreas de Minas, Civil, História e Turismo e apoio na apresentação de congressos nacionais e internacionais. A extensão, segundo ele, é a única área que permite ao aluno da EM se preparar para ações junto à comunidade, contribuindo na sua formação e desenvolvimento acadêmico. Isso permitiu também que alguns alunos com baixo rendimento melhorassem seus desempenhos. Fundação Gorceix seis

7 O que vai pela FG Doação recorde à Escola de Minas contribui com melhoria do ensino e amplia condições dos alunos carentes Carlos Alberto destaca ainda a doação de livros que possibilitou a atualização do acervo do DEMIN, que estava extremamente desatualizado. O Departamento de Engenharia Civil (DECIV) recebeu dois computadores e um datashow para o Grupo PET Civil; um laptop e vários equipamentos para o Laboratório de Transportes. Segundo o chefe do DECIV, prof. Geraldo Donizetti de Paula, os equipamentos contribuem para a melhoria da qualidade do ensino, principalmente aqueles destinados ao Laboratório de Transportes, sem os quais não poderiam ser realizadas as aulas práticas das disciplinas Superestruturas de Ferrovias e Rodovias. Regina Gontijo Cançado Viana, coor de nadora do Sistema de Bibliotecas e In formação (SISBIN) salienta que as inú meras doações feitas pela Fundação GORCEIX ao SISBIN são de grande impor tância para os usuários das bibliotecas e para o enriquecimento do acervo bibliográfico da UFOP. Agradecemos a Fundação por este apoio. Nos últimos meses, segundo o chefe de Departamento de Engenharia Metalúrgica (DE- MET), prof. Dr. Adilson Rodrigues da Costa, verificou-se um aumento significativo de doações oriundas da Fundação GORCEIX. Para eles estas doações foram fundamentais para que o Curso de Engenharia Metalúrgica conquistasse, pela primeira vez, as CINCO ESTRELAS do Guia do Estudante da Editora Abril, em 14/11/2007. O prof. Adilson disse ainda que ampliar a disponibilidade de recursos materiais melhora a formação dos futuros profissionais e motiva o corpo docente, permitindo o seu acesso às novas tecnologias indispensáveis ao desenvolvimento dos nossos trabalhos. Esperamos continuar obtendo este apoio institucional da Fundação que se soma aos esforços internos em prol da modernização contínua dos nossos Laboratórios, proje tando uma equipe de pesquisadores mais competitiva e um corpo discente mais motivado. De acordo com o prof. Jorge Bréscia Murta, chefe do Departamento de Enge nharia de Produção (DEPRO), as doações feitas pela Fundação GORCEIX em 2007 foram fundamentais para o ensino e pes quisa sob a responsabilidade dos professores deste Departamento, assim como os livros didáticos que contribuíram para a atualização de nosso acervo. Numam O NUMAM, coordenado pelo prof. Wilson José Guerra, é o Núcleo de Estudos Ambientais da Fundação GORCEIX que realiza pesquisas e cursos de especialização em parceria com empresas privadas e públicas voltadas para questões do meio ambiente. Os projetos desenvolvidos envolvem visitas técnicas em empresas, diagnósticos em depósitos de resíduos sólidos urbanos e proposições para solução dos problemas, treinamento de estudantes da Escola de Minas na área ambiental e elaboração de trabalhos para recuperação de áreas degradadas. Desses projetos participam atualmente 11 bolsistas da GORCEIX. Atividades desenvolvidas em 2007 Projeto de Diagnóstico e Controle Ambiental do Lago Soledade e de sua área de entorno, em Ouro Branco, em parceria com a Gerdau. Conclusão do Curso de Pós-graduação em Direito, Impacto e Recuperação Ambiental para membros do Ministério Público e profissionais da área de Direito. Projeto de Acompanhamento do plano de expansáo da Usiminas em Ipatinga sete maio de 2008

8 Departamentos Beneficiados Nutec O Nutec, coordenado pelo prof. José Emanuel Lopes Gomes, foi criado em 1975 com o nome de CT³ - Centro de Treinamento e Transferência de Tecnologia. Prestou inúmeros serviços à comunidade estudantil da EM e às empresas mínero-metalúrgicas nacionais. Hoje, com seus objetivos ampliados, realiza diversas pesquisas e testes de campo que, se são importantes para as empresas parceiras, são mais importantes ainda para que os alunos da EM testem, na prática, tudo o que aprenderam nas salas de aula. Em 2007, exatos 30 estudantes da EM foram bolsistas da GORCEIX, no Nutec. Foi o ano também em que o Núcleo recebeu, da MMX (Mineração e Metálicos S/A), a moderníssima Unidade de Flotação que terá importância fundamental nos trabalhos a serem desenvolvidos e no treinamento dos alunos-bolsistas. Projetos do NUTEC Samarco Mineração S/A Estudos de concentração de minérios de ferro. Em alguns desses estudos foram desenvolvidos trabalhos em nível de mestrado e doutorados de engenheiros da empresa. Outokumpu Estudo de concentração de zircão a partir de uma amostra de minério. Amazônia Mineração Avaliação, em escala piloto, de rotas adequadas de concentração de areia a partir do material de colúvios, resultante de desagregação de gnaisses. MMX Mineração e Metálicos S/A Estudos desenvolvidos de concentração de minérios de ferro oriundos de diversas minas da empresa. Estudos mineralógicos dos concentrados de outros produtos da empresa. Implantação de mini-planta piloto, de fabricação Canadian Process Tecnology (CPT), cedida em comodato à GORCEIX. Bemil - Beneficiamento de Minérios Ltda. Estudos de crepitação de amostras de calcário dolomítico da Bemil. Arcelor Mittal Steel Desenvolvimento de um programa de estudos e pesquisas tecnológicas com o objetivo de definir um circuito para o aproveitamento do material oxidado da ilha Kryviy Rih, na Ucrânia. Open Brazil & Associates Estudos de caracterização de itabiritos. MASA - Mineração Aurizona S/A Estudos de concentração via jigagem e flotação de minérios. V & M do Brasil S/A Estudos de concentração de minério de ferro. Ferrous Resources do Brasil Ltda. Estudos de caracterização química e mineralógica de amostras de minério de ferro. Estudos de concentrabilidade de testemunhos de furos de sonda proveniente da Mineração Esperança. CSN - Companhia Siderúrgica Nacional Testes em bancada para estudos de moagem e concentração de itabirito pobre compacto IPC. Testes de moagem em escala piloto e testes de moabilidade para estudos de moagem de minério tipo pellet feed para pelotização. Prometálica Mineração Estudos de otimização de flotação. Advent Exploration & Resources Ltda. Testes metalúrgicos nos rejeitos do processamento gravimétrico do minério pertencente a Morrinho Mineração. Itaminas Comércio de Minérios S/A Estudos de caracterização tecnológica em amostras de minério de ferro. Votorantim Metais Zinco S/A Estudos de minerografia em amostras de minério de zinco , , , , , , , ,00 0,00 Recursos aplicados na Escola de Minas Departamento Equipamentos para Laboratórios, Material Bibliográfico DECIV (Engª Civil) ,50 DEMET (Engª Metalúrgica e de Materiais) ,80 DEGEO (Engª Geológica) ,38 DECAT (Engª de Controle e Automação) ,36 DEMIN (Engª de Minas) 1.768,90 DEPRO (Engª de Produção) ,00 DEAMB (Engª Ambiental) 169,10 Total / Escola de Minas DECIV DEMET DEGEO DECAT Fundação Gorceix oito

9 O que vai pela FG Gerência de Assistência Social DEMIM DEPRO DEAMB em 2007 Participação em Congressos, Simpósios, apresentação de trabalhos Total por Departamento , , , , , , , , , , , , , , ,28 O compromisso da Funda ção Gorceix com a assistência aos alunos carentes da Escola de Minas está sempre à frente de suas ações. O objetivo básico é amparar estes estudantes em suas necessidades, não só educacionais, mas também as de alimentação, moradia e cuidados com a saúde. Desta forma, são garantidas a eles chances iguais de uma boa formação acadêmica, qualidade de vida e inserção no mercado de trabalho. No ano de 2007 foram distribuídas um total de bolsas, entre auxílio alimentação e saúde, estágios, bolsas de estudo, de iniciação científica, de su plementação educacional e de comple mentação da formação educa cional. Número de bolsas do Programa de Assistência Social Período 01/01/2007 a 31/12/2007 Benefícios Nº de bolsas Auxílio alimentação Auxílio saúde-médico 610 Auxílio saúde-odontológico 172 Bolsa estágio 514 Bolsa estudo 231 Bolsa de iniciação científica Bolsa de suplementação educacional Bolsa de complementação da formação educacional profissional Total nove maio de 2008

10 O que vai pela FG Biblioteca Pública e Santa Casa recebem doações da GORCEIX Luan Alves Cota Mol tem sete anos e já é freqüentador assíduo da Biblioteca Pública. Aluno da Escola Estadual Marília de Dirceu, conta que venho aqui umas duas vezes na semana, para ler e fazer pesquisa. Gosto de livros de história e aventura. Agora vou vir mais para usar a internet. Luan adorou o tamanho da mesa, adequado para crianças. Nunca tinha visto isso, comenta, satisfeito. Na Santa Casa a inauguração da revitalização dos quartos da Enfermaria e Maternidade Duas inaugurações importantes aconteceram em março/2008 em Ouro Preto. Marcando a atuação social da GORCEIX, sempre em colaboração com o Poder Público, como determina o Estatuto da Fundação, foram inauguradas a Informatização e a Internet Popular da Biblioteca Pública Municipal, e a revitalização dos quartos da Enfermaria e Maternidade da Santa Casa de Misericórdia, num total de 17 leitos, que receberam materiais de construção, móveis e rouparia. Na Biblioteca foram instalados 16 computadores, doados pela FG dentro de Convênio Interinstitucional GORCEIX/UFOP/PMOP. A Biblioteca uma das maiores de Minas Gerais mantém um acervo de 50 mil volumes, atende mensalmente usuários e conta com associados. São números mais expressivos ainda se considerarmos que a cidade tem em torno de 80 mil habitantes. Entretanto, apesar de sua importância para a população, principalmente os estudantes, a Biblioteca ainda não contava com um sistema informatizado, conta Florêncio Juliano Cotta, responsável pela administração. Para o presidente da GORCEIX, Prof. Cristovam Paes de Oliveira, é por meio de ações sociais como essas, que podemos retribuir à comunidade de Ouro Preto um pouco do muito que a cidade fez pelos ex-alunos e continua fazendo pelos estudantes da Escola de Minas e da UFOP. Nas duas inaugurações, diversas autoridades falaram sobre a importante contribuição da GORCEIX na minimização dos graves problemas sociais que afligem a comunidade ouro-pretana, principalmente nas áreas de saúde e educação. O prefeito Ângelo Osvaldo fez questão de reafirmar que a Fundação Gorceix está entre as mais qualificadas instituições do gênero, no país. As ações sociais desenvolvidas por ela, mostram que, apesar dos seus 48 anos, a Fundação não parou no tempo e tem se modernizado, acompanhando as mudanças do mundo. Continuando, o prefeito fez questão de ressaltar que algumas pessoas não entendem que o papel exercido pela Fundação GORCEIX vai além do espaço físico da Escola de Minas. Quem assim pensa está fora do seu tempo. Por exemplo, quando a Fundação apóia a Biblioteca ou Santa Casa, está apoiando espaços que são também utilizados pelos alunos da Escola de Minas. Finalizando, quero dizer que hoje é um dia de conquista da Saúde e da Educação em Ouro Preto com a chancela da Fundação GORCEIX. Fundação Gorceix dez

11 Nossa gente Novas a causa da Fundação. Nossos colaboradores pessoas se juntam à equipe da GORCEIX, trazendo sua experiência de trabalho e abraçando como repetimos sempre são fundamentais para que a FG continue crescendo e cumprindo, com responsabilidade e eficiência, seus objetivos estatutários de prestar apoio aos alunos carentes da Escola de Minas e à própria Escola. E o Jornal da GORCEIX, a cada edição, destaca quatro deles, como forma de retribuir sua dedicação e profissionalismo. Tânia de Oliveira da Silva Lívia Gonçalves Batista Juliana Aparecida Xavier Názia de Figueiredo Está há três meses na FG. Paranaense, veio para Minas Gerais com 11 anos e hoje se considera uma mineira da gema. Formada em Ciências Contábeis, Tânia foi funcionária do Hospital de Itabirito, onde trabalhava na área de Treinamento do Departamento de Pessoal. Aqui também presta sua colaboração ao Departamento de Pessoal. Segundo ela, o setor de Pessoal funciona quase da mesma forma em todos os lugares, o que muda é a rotina dos processos. Com a experiência que adquiri no hospital, foi fácil me adaptar ao trabalho na Fundação. Além disso, o ambiente de trabalho é tranqüilo e o pessoal é amigo. Lívia está no NUTEC, desde Técnica em Mineração pelo CEFET, foi estagiária até Em 2006, foi contratada como funcionária na função de Auxiliar de Laboratório. Atualmente atua na planta piloto e no tratamento de dados o que, segundo ela, é fundamental para meu crescimento profissional e para adquirir experiência na área que escolhi. Na GORCEIX temos a chance de ampliar os horizontes e crescer profissionalmente e como pessoa. Teve na FG seu primeiro emprego e está aqui desde Sempre trabalhou no setor de bolsas, onde segundo ela faço de tudo um pouco. Trabalhar na Assistência Social aos alunos da Escola de Minas é muito bom, porque gosto de atender o público e tenho contato direto com os bolsistas. Na Fundação, diz Juliana, os funcionários internalizam o objetivo solidário da entidade, o que resulta na criação de um ambiente de trabalho onde o companheirismo se sobrepõe, ou seja, todos estão sempre dispostos a ajudar um ao outro. É a mais nova mãe na FG e há dois meses está radiante com a chegada de sua Maria Alice. Názia está na FG há três anos e meio, onde trabalha no setor de projetos relacionados ao NUTEC. Antes de vir para a Fundação trabalhou em uma clínica de fisioterapia. Considera a GORCEIX um bom lugar para atuar profissionalmente, pois temos oportunidade de crescer. Além disso, sou uma pessoa detalhista e, em minha função, isso é primordial para um bom desenvolvimento do trabalho. onze maio de 2008

12 impresso Ano X maio de 2008 Jornal da Fundação /2007/DR-MG Fundação Gorceix 33 Parceiros O Brasil destaca-se cada vez mais no cenário mundial como um dos grandes produtores na área mínero-metalúrgica e avança nas inovações tecnológicas, que tornam nossas empresas cada vez mais competitivas. Entre essas empresas estão importantes parceiros da GORCEIX, que também cresce a cada dia. Esse crescimento aumenta também a atuação da entidade nos objetivos que motivaram nossos Fundadores: o apoio ao estudante carente, à EM/UFOP e aos Poderes constituídos. Tudo como reza o Estatuto quase cinqüentenário da Fundação. Nossas homenagens e agradecimentos a todos os nossos parceiros, cujas marcas estampamos nesta página é nosso orgulho caminharmos juntos.

FG investe em planta para testar processos de aglomeração de minério. Encarte. Acervo do Museu de Arte Sacra do Carmo recebe contribuição da FG

FG investe em planta para testar processos de aglomeração de minério. Encarte. Acervo do Museu de Arte Sacra do Carmo recebe contribuição da FG Ano XIV julho de 2012 Jornal da Fundação Encarte Acervo do Museu de Arte Sacra do Carmo recebe contribuição da FG 41 Nesta edição Página 2 Cartas Página 3 Editorial Página 4 a 6 Nºs do 1º semestre Página

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia A Coppe Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia nasceu disposta a ser um sopro de renovação na

Leia mais

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com. 12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO Realização 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.br A ArcelorMittal Mineração Brasil vem apresentar o Prêmio ArcelorMittal

Leia mais

Fundação Gorceix. Relatório de Atividades 2011. Considerações Missão Finalidades - Diretoria

Fundação Gorceix. Relatório de Atividades 2011. Considerações Missão Finalidades - Diretoria Fundação Gorceix Relatório de Atividades 2011 Considerações Missão Finalidades - Diretoria A Fundação Gorceix, no exercício de 2011, em prosseguimento às suas atividades de Fundação de Apoio à Universidade

Leia mais

INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO DE JOVENS PROVINDOS DE PROJETO SOCIAL. Nelson Miguel Betzek 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO DE JOVENS PROVINDOS DE PROJETO SOCIAL. Nelson Miguel Betzek 1 (Coordenador da Ação de Extensão) INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO DE JOVENS PROVINDOS DE PROJETO SOCIAL Área Temática: Educação Nelson Miguel Betzek 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Nelson Miguel Betzek, Vanderlei Roberto Marques 2,

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Meio MARCO DO CINQUENTENÁRIO. Bolsistas se destacam na EM/UFOP. Encarte. Nesta edição

Meio MARCO DO CINQUENTENÁRIO. Bolsistas se destacam na EM/UFOP. Encarte. Nesta edição Encarte Bolsistas se destacam na EM/UFOP MARCO DO Nesta edição Página 2 e 3 Editorial CINQUENTENÁRIO Página 4 Artigo Páginas 5 O que vai pela FG Páginas 6 e 7 O que vai pela FG Páginas 8 O que vai pela

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Programa 0049 DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Objetivo Ampliar e melhorar a oferta de atendimento aos portadores de necessidades educativas especiais. Público Alvo Alunos com necessidades educativas

Leia mais

Boas festas e um próspero 2011.

Boas festas e um próspero 2011. Ano XII dezembro de 2010 Jornal da Fundação Nesta edição Página 2 Saudade Cartas Página 3 A caminho do Centenário Página 4 Sisitema Integrado de Gestão Páginas 5 Intercâmbio com Moçambique Bolsistas entre

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Planejamento Estratégico Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Visão Oferecer ensino de excelência em nível de Graduação e Pós-Graduação; consolidar-se como pólo

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

NUTEC NUPEC NUMAM NUTAP. Mudanças na organização da Gorceix ENCARTE ESPECIAL. Dia do Engenheiro Páginas 2 e 3

NUTEC NUPEC NUMAM NUTAP. Mudanças na organização da Gorceix ENCARTE ESPECIAL. Dia do Engenheiro Páginas 2 e 3 Ano XIII junho de 2011 Jornal da Fundação Dia do Engenheiro Páginas 2 e 3 39 ENCARTE ESPECIAL NUTEC NUPEC NUPETR NUMAM NUTAP Mudanças na organização da Gorceix que vai pela FG Homenagem a FAEMI (Federação

Leia mais

Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação

Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação UFSC Universidade Federal de Santa Catarina DAS Departamento de Automação e Sistemas Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação Prof. Max Hering de Queiroz Coordenador de Curso Agenda 1.

Leia mais

BARRO ALTO. Sesi-Senai inaugura núcleo integrado. Euclides Oliveira

BARRO ALTO. Sesi-Senai inaugura núcleo integrado. Euclides Oliveira BARRO ALTO Sesi-Senai inaugura núcleo integrado Euclides Oliveira O Núcleo Integrado Sesi-Senai foi inaugurado na manhã da quinta-feira (10), em Barro Alto, em parceria com a mineradora Anglo American

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA ALINE CRISTINA DE FREITAS ANA CLÁUDIA ZANDAVALLE CAMILA RIBEIRO VALERIM FERNANDO DA COSTA PEREIRA

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas

Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas As características de gestão escolar e de empresas de outros segmentos são diferentes. Percebendo a falta de um sistema que atendesse as

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 CAPES - ÁREA DE ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA ÁREA 46 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA PROGRAMAS ACADÊMICOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 Para obter nota

Leia mais

Marcus Gregório Serrano

Marcus Gregório Serrano Marcus Gregório Serrano Presidente marcus.gregorio@pmies.org.br presidencia@pmies.org.br Consultor e professor. Graduado em Sistemas de Informação, é especialista em Gerenciamento de Projetos e certificado

Leia mais

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular LICENCIATURA EM HISTÓRIA fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

RESULTADO EDITAL 05/2010 - PROGRAMA DE BOLSAS DE APOIO TÉCNICO

RESULTADO EDITAL 05/2010 - PROGRAMA DE BOLSAS DE APOIO TÉCNICO RESULTADO EDITAL 05/2010 - PROGRAMA DE S DE APOIO TÉCNICO O lançamento do Edital 05/2010 teve por objetivo prover pessoal técnico especializado para o desempenho de tarefas de apoio à pesquisa, atendendo

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ Giselle Gomes Tiscoski, Marcos Franzoni Acadêmicos do Curso de Jornalismo da UFSC Maria José Baldessar, Ms. Professora do Departamento de Jornalismo

Leia mais

REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO

REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO Artigo 1º A unidade acadêmico-gerencial modelo designado Escritório de Práticas de Gestão e com nome fantasia

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

Gestão: 2012 a 2016 Diretora: Jacqueline Ávila Ribeiro Mota Vice-Diretora: Simone Maria Brandão Marques de Abreu

Gestão: 2012 a 2016 Diretora: Jacqueline Ávila Ribeiro Mota Vice-Diretora: Simone Maria Brandão Marques de Abreu PLANO DE TRABALHO ESCOLA DE DESIGN UEMG Gestão: 2012 a 2016 Diretora: Jacqueline Ávila Ribeiro Mota Vice-Diretora: Simone Maria Brandão Marques de Abreu Introdução: A Escola de Design da UEMG, cuja experiência

Leia mais

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia 1 O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia Eng. Maristela Gomes da Silva, Dr. 1 Os objetivos desta primeira intervenção são apresentar a situação

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES CAMPUS CONGONHAS DEZEMBRO - 2013 INFRA-ESTRUTURA Objetivo

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais - Ocemg Data de realização do seminário: 17 de

Leia mais

Núcleo de Gestão Ambiental Avançada - NUGA

Núcleo de Gestão Ambiental Avançada - NUGA Núcleo de Gestão Ambiental Avançada - NUGA Coordenador(es): Istvan Karoly Kasznar MISSÃO O Núcleo de Gestão Ambiental Avançada (NUGA) foi concebido para desenvolver estudos e práticas inovadoras de gestão

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

Histórico. Formação de Recursos Humanos para o Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia do Brasil

Histórico. Formação de Recursos Humanos para o Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia do Brasil Histórico 40 ANOS DE Pós-graduação NO IME Formação de Recursos Humanos para o Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia do Brasil Wilma de Araújo Gonzalez a, Itamar Borges Júnior a,b, José Luiz Lima Vaz

Leia mais

SEMINÁRIO O Desafio da Mineração em Pequena Escala no Brasil Teófilo Otoni, 11 de dezembro de 2003

SEMINÁRIO O Desafio da Mineração em Pequena Escala no Brasil Teófilo Otoni, 11 de dezembro de 2003 SEMINÁRIO O Desafio da Mineração em Pequena Escala no Brasil Teófilo Otoni, 11 de dezembro de 2003 CETEM-EKAMOLLE-MPRI/IDRC Projeto Organização e Institucionalização da Pequena Mineração na América Latina

Leia mais

Você sabe onde quer chegar?

Você sabe onde quer chegar? Você sabe onde quer chegar? O Ibmec te ajuda a chegar lá. Gabriel Fraga, Aluno de Administração, 4º periodo, Presidente do Ibmex, Empresa Jr. Ibmec. Administração Ciências Contábeis Ciências Econômicas

Leia mais

Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil

Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil Desempenho dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional ESTÁGIO CURRICULAR E MONITORIA DE ENSINO Estão abertas inscrições para alunos regularmente matriculados

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS INTRODUÇÃO Com base no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais - REHUF, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

A reprodução desse conteúdo, em parte ou na íntegra, não é permitida sem autorização prévia da Allen.

A reprodução desse conteúdo, em parte ou na íntegra, não é permitida sem autorização prévia da Allen. Investimento contínuo para oferecer educação de qualidade UNIGRANRIO aposta na atualização e padronização de seu parque computacional a fim de propiciar aos alunos as melhores condições de ensino em pé

Leia mais

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa SERVIDORES DO CCA Alberto Luis da Silva Pinto e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa Amilton Gonçalves da Silva Cargo: Auxiliar Operacional Aminthas Floriano Filho Cargo: Técnico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - UNIARA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: DINÂMICA REGIONAL E ALTERNATIVAS DE SUSTENTABILIDADE. CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO PROGRAMA

Leia mais

PDI GERAL DO CEFET/RJ

PDI GERAL DO CEFET/RJ PDI GERAL DO CEFET/RJ Princípios que devem nortear o estabelecimento de políticas e ações no CEFET/RJ e que devem constar do PDI: Institucionalidade/identidade de UT (estabelecimento de um modelo diferenciado

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq (SWG)

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq (SWG) Edital N o 01 SWG/UNICENTRO/CNPq A Universidade Estadual do Centro-Oeste, por meio da Coordenação Institucional do Programa Ciência sem Fronteiras, com base no Termo de Concessão 800773/2011-0 do Programa

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

Projetos de informatização educacional. Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca

Projetos de informatização educacional. Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca Projetos de informatização educacional Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca O uso do computador como instrumento de educação ainda não é uma realidade para muitos no Brasil, mas aqui

Leia mais

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 O Programa O SEBRAE, em parceria com o CNPq, desenvolveu o

Leia mais

Proposta de Gestão. Marcos Amorielle Furini. Candidato a Diretor-Geral do IFSP - Câmpus Votuporanga

Proposta de Gestão. Marcos Amorielle Furini. Candidato a Diretor-Geral do IFSP - Câmpus Votuporanga Proposta de Gestão Marcos Amorielle Furini Candidato a Diretor-Geral do IFSP - Câmpus Votuporanga Continuidade, Avanço e Consolidação de uma Gestão Transparente e Participativa. Prezados servidores e alunos.

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea.

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea. ÍNDICE Sumário Apoios Media Partners Dados Gerais Conferência Expositores Visitantes Campanha de Marketing Mídia Espontânea Imagens 2 Sumário O Evento A 7ª Edição da BRASIL OFFSHORE - Feira e Conferência

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq CAPÍTULO I DA SEDE E FORO Artigo 1º - O CENTRO DE ENSINO E PESQUISA CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO com sede e foro na cidade de São Paulo, à Avenida João Dias, 2046

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 2-CADCAM/C/UNICENTRO, DE 04 DE MAIO DE 2015. Aprova o Regulamento da Farmácia Escola do Campus Cedeteg, UNICENTRO-PR. O PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO DO CAMPUS CEDETEG, UNIDADE UNIVERSITÁRIA

Leia mais

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA LIGA ACADÊMICA DE REABILITAÇÃO EM ORTOPEDIA DA FACULDADE MONTES BELOS Francisco Dimitre Rodrigo Pereira Santos Marillia Pereira Cintra Sintia

Leia mais

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS O Instituto de Ensino de Garça,

Leia mais

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Objetivos Avanço da ciência brasileira em tecnologia, inovação e competitividade, através da expansão da mobilidade internacional:

Leia mais

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses.

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses. RESOLUÇÃO N O 01/201 PPgCO Regulamenta a distribuição de bolsas de estudo no Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica, quanto à concessão, manutenção, duração e cancelamento da bolsa. O Colegiado

Leia mais

Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP

Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP Prof.ª Dra. Vera Mariza Regino Casério e-mail: veracaserio@bauru.sp.gov.br Prof.ª Esp. Fernanda Carneiro Bechara Fantin e-mail: fernandafantin@bauru.sp.gov.br

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 24/12/2003 (*) Portaria/MEC nº 4.035, publicada no Diário Oficial da União de 24/12/2003 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final www.aciaanapolis.com.br Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final De 1º a 07 de Fevereiro de 2014 - Ano 09 - Nº 224 - Diretoria 2013/2015 Diretoria da Associação Comercial e Industrial

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS DE JARDIM/MS PLANO DE AÇÕES

NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS DE JARDIM/MS PLANO DE AÇÕES NÚCLEO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS DE JARDIM/MS PLANO DE AÇÕES PLANO DE AÇÃO 2015 Planejamento anual de atividades a serem Desenvolvidas pelos Professores Lotados no Núcleo de Tecnologias Educacionais

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Comprometidos com o Futuro da Educação

Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Educação Assim se Constroem as Grandes Nações A educação é vital para criar uma cultura baseada na excelência. A demanda por

Leia mais

O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro

O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro Geraldo José Lombardi de Souza, Paulo César Ribeiro Quintairos, Jorge

Leia mais

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. SIC 56/07 Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. 1. DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO, PELO INEP, DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA O CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E SEUS PÓLOS DE APOIO

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

Envie-nos noticias: www.semopbh.com.br

Envie-nos noticias: www.semopbh.com.br 1 A³EM - SEMOP-BH Associação dos Antigos Alunos da Escola de Minas Sociedade dos ex-alunos da Escola de Minas de Ouro Preto em BH. INFORMATIVO Nº53 - Belo Horizonte Fevereiro/2011 Encontros na Quarta-feira,

Leia mais

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013 FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013 UMUARAMA, DEZEMBRO, 2012 RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO I DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome/

Leia mais

OUTROS INSTRUMENTOS CONTRATUAIS - EXERCÍCIO 2015 - TCE/RJ

OUTROS INSTRUMENTOS CONTRATUAIS - EXERCÍCIO 2015 - TCE/RJ 1 Doação 303.762-1/14 SN 23/02/2015 Doação de Bens móveis de propriedade do TCE-RJ, relacionados no Anexo I. 00.517.666/0001-11 RIO SOLIDÁRIO - OBRA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO R$ 0,00 2 3 4 300.781-8/15

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA A FAESA, com atuação na área de ensino há mais de 40 anos, fundou em 2004 a Faculdade de Tecnologia FAESA, CET-FAESA, que há 10 anos oferece graduações Tecnológicas de forma pioneira

Leia mais

AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CRITÉRIOS PARA ACOMPANHAMENTO DE AVALIAÇÃO DE 2004

AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CRITÉRIOS PARA ACOMPANHAMENTO DE AVALIAÇÃO DE 2004 Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes Documento de Área: Ciências e Tecnologia de Alimentos AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública

Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública Veículo: Portal Agência Alagoas Data: 15/05/2015 Coluna/Editoria: EDUCAÇÃO Página: On-line Agência Alagoas Plano Estadual de Educação está disponível para consulta pública Documento está disponível no

Leia mais

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br As Pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e de Graduação (PROGRAD), no uso de suas atribuições, tornam público o edital de seleção interna para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

CORECON-PB realizará Curso de Elaboração de Projetos Econômicos

CORECON-PB realizará Curso de Elaboração de Projetos Econômicos Corecon Paraíba @coreconpb Mural CORECONCORECON - PB 07 a 13 de outubro de 2013 Volume 2, Edição 145 Aniversariantes da Semana Notícias da Semana CORECON-PB realizará Curso de Elaboração de Projetos Econômicos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 RESOLUÇÃO Nº 21/2007 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 25.154/2007-18 CENTRO DE EDUCAÇÃO (CE); CONSIDERANDO

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº30 30/09-06/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº30 30/09-06/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional POLICLÍNICA DE REFERÊNCIA DA UVV-ES ENTREGA SISTEMA FM AOS PACIENTES Sistema melhora o aprendizado

Leia mais

28990 Diário da República, 2.ª série N.º 196 7 de outubro de 2015

28990 Diário da República, 2.ª série N.º 196 7 de outubro de 2015 28990 Diário da República, 2.ª série N.º 196 7 de outubro de 2015 c) Orientar e contribuir ativamente para a formação e pedagógica do pessoal docente que consigo colabore, apoiando a sua formação naqueles

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730 Informe Técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial APRESENTAÇÃO DESEMPENHO & OFERTA v.2, n.1, março de 25 Criado com o propósito de divulgar o comportamento do desempenho institucional no curto

Leia mais