Os Mecanismos de Rastreabilidade na Cadeia Produtiva Brasileira Ações do MAPA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os Mecanismos de Rastreabilidade na Cadeia Produtiva Brasileira Ações do MAPA"

Transcrição

1 Os Mecanismos de Rastreabilidade na Cadeia Produtiva Brasileira Ações do MAPA Caio Tibério Dornelles da Rocha Secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

2 Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Apoio ao desenvolvimento das cadeias produtivas agrícolas através da capacitação dos agentes do agronegócio (produtores, técnicos e extensionistas) nas Boas Práticas Agrícolas (BPA); Coordenação do programa Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) cujo objetivo é a produção de alimentos de seguros e adoção da rastreabilidade nas cadeias produtivas agrícolas;

3 Food and Agriculture Organization of the United Nations FAO Boas Práticas Agrícolas (BPA) são práticas que devem ser seguidas para se conseguir a sustentabilidade ambiental, econômica e social dentro da propriedade e nos processos de póscolheita e que resultem em um alimento seguro e com qualidade.

4 PRODUÇÃO INTEGRADA É um sistema de produção baseado na SUSTENTABILIDADE, aplicação de recursos naturais e regulação de mecanismos para a substituição de insumos poluentes, utilizando instrumentos adequados de MONITORAMENTO dos procedimentos e a RASTREABILIDADE de todo o processo, tornando-o economicamente viável, ambientalmente correto e socialmente justo.

5 PRODUÇÃO INTEGRADA ADOÇÃO DA RASTREABILIDADE EM TODA A CADEIA PRODUTIVA; ADESÃO VOLUNTÁRIA DOS PRODUTORES; CAPACITAÇÃO CONTÍNUA DOS AGENTES DAS CADEIAS PRODUTIVAS AGRÍCOLAS; RESPEITO À LEGISLAÇÃO VIGENTE; ELABORAÇÃO DE NORMA TÉCNICA ESPECÍFICA; CERTIFICAÇÃO DO PROCESSO PRODUTIVO (MAPA e INMETRO).

6 Selo de Identificação da Conformidade da Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil)

7 Morango com selo PI Brasil que permite a rastreabilidade

8 PRODUÇÃO INTEGRADA A partir do monitoramento em todas as etapas de produção, da análise de resíduos de agrotóxicos e do uso de tecnologias apropriadas que otimizam o trabalho, o sistema resulta em alimentos mais seguros e saudáveis principalmente para o consumo humano, levando em conta uma série de fatores: a segurança do trabalhador, a legislação trabalhista, a qualidade de vida dos produtores e comunidade, a conservação do meio ambiente, a rastreabilidade da produção.

9 Situação Atual da PI Brasil Projetos em 30 cadeias produtivas: 16 normas Técnicas publicadas para as cadeias da fruticultura: maçã, melão, mamão, caqui, uva, pêssego, goiaba, banana, citros, coco, caju, figo, caqui, manga, abacaxi e morango; 01 Norma técnica publicada em 2013: Café; 05 normas a serem publicadas em 2013: batata, trigo, amendoim, gengibre e tabaco; 10 Normas a serem publicadas em 2014: flores, tomate, arroz, feijão, cenoura, hortaliças folhosas e pimentão;

10 RASTREABILIDADE É a identificação, acompanhamento e registro de todas as fases operacionais do processo produtivo, desde a fonte da produção até a sua comercialização

11 DO PRODUTOR AO CONSUMIDOR E DO CONSUMIDOR AO PRODUTOR

12 Adoção do conceito de rastreabilidade nos supermercados O conhecimento da origem dos alimentos é fundamental para se garantir a qualidade do alimento comercializado

13 Rastreabilidade na Europa A partir de janeiro de 2005 nenhum produto agrícola entrou na Europa sem certificação e rastreabilidade No Japão em janeiro de 2006.

14 Parcerias Institucionais com foco na rastreabilidade ANVISA: participação em grupo de trabalho para elaboração de um INC (Anvisa x MAPA) visando a adoção da rastreabilidade nos alimentos vegetais in natura; ABRAS: Acordo de Cooperação com vistas à capacitação de produtores nas Boas Práticas Agrícolas e adoção de rastreabilidade em frutas, legumes e verduras (FLV)

15 Acordo de Cooperação entre o MAPA e a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)

16 Acordo de Cooperação MAPA x ABRAS em

17 Acordo de Cooperação entre o MAPA e a Associação Brasileira de Supermercados - ABRAS, objetiva: I - Implementar atividades conjuntas voltadas à disseminação e ao fortalecimento das Boas Práticas Agrícolas (BPA) na cadeia produtiva das frutas e hortaliças, com vistas ao uso racional e ao monitoramento do uso de agrotóxicos; II - Fomentar programas de atualização periódica dos agentes envolvidos com produção e distribuição de alimentos através do programa Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil);

18 Resultados Esperados Divulgação das ações do MAPA quanto à produção sustentável de alimentos e capacitação de produtores nas Boas Práticas Agrícolas; Adoção da rastreabilidade e das Boas Práticas Agrícolas por produtores e fornecedores de alimentos aos supermercados; Divulgação do selo Brasil Certificado Agricultura de Qualidade, desenvolvido pela SDC/DEPROS/CPIA; Aumento da adesão de produtores e fornecedores à Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil);

19 Capacitação de produtores e supermercadistas em BPA

20 Curso de Capacitação em BPA para produtores e supermercaditas, setembro de 2013 em SC

21 Resultados para o Consumidor Transparência

22 RAMA: Participantes do Programa Implantado (2) Em Implantação (8) Aguardando

23 Participantes do Programa RAMA

24 Unidades Produtivas Mapeadas no Programa

25 Obrigado Ministro Antônio Andrade Secretário Caio Rocha Telefone:(61)

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuário Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola

Leia mais

HISTÓRICO E SITUAÇÃO ATUAL DA PRODUÇÃO INTEGRADA DA CADEIA AGRÍCOLA

HISTÓRICO E SITUAÇÃO ATUAL DA PRODUÇÃO INTEGRADA DA CADEIA AGRÍCOLA HISTÓRICO E SITUAÇÃO ATUAL DA PRODUÇÃO INTEGRADA DA CADEIA AGRÍCOLA COORDENADORA: Rosilene Ferreira Souto DIVISÃO: Frutas: Fernanda A. Lovato Hortaliças: Gisele V. Garcia Grilli Grãos, raízes, oleaginosas

Leia mais

Produção Integrada do Tabaco Instrumento de Desenvolvimento Rural Sustentável

Produção Integrada do Tabaco Instrumento de Desenvolvimento Rural Sustentável Produção Integrada do Tabaco Instrumento de Desenvolvimento Rural Sustentável Coordenação da Produção Integrada Coordenação Geral de Agregação de Valor Departamento de Desenvolvimento de Cadeias Produtivas

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária como instrumento de desenvolvimento rural sustentável

Produção Integrada Agropecuária como instrumento de desenvolvimento rural sustentável Produção Integrada Agropecuária como instrumento de desenvolvimento rural sustentável Coordenação da Produção Integrada de Cadeias Agrícolas Coordenação Geral de Agregação de Valor Departamento de Desenvolvimento

Leia mais

GIL, A. C; Métodos e técnicas de pesquisa social; 4ª Edição; São Paulo: Ed. Atlas, 1997.

GIL, A. C; Métodos e técnicas de pesquisa social; 4ª Edição; São Paulo: Ed. Atlas, 1997. O Sistema de Produção Integrada (PI-Brasil), desenvolvido pela Coordenação de Produção Integrada da Cadeia Agrícola, da Coordenação-Geral de Agregação de Valor, do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias

Leia mais

Um Pomar de Oportunidades de Negócios. Seminário "Mercado de Frutas e Derivados Orgânicos - Fruit Logística e Biofach",

Um Pomar de Oportunidades de Negócios. Seminário Mercado de Frutas e Derivados Orgânicos - Fruit Logística e Biofach, Um Pomar de Oportunidades de Negócios Seminário "Mercado de Frutas e Derivados Orgânicos - Fruit Logística e Biofach", SP dez 2008 O IBRAF O Instituto Brasileiro de Frutas IBRAF é uma organização privada

Leia mais

Demanda do Consumidor por menos Pesticidas

Demanda do Consumidor por menos Pesticidas Fresh Connections: Brazil Demanda do Consumidor por menos Pesticidas Papel do Varejo Alimentar: Supermercados exigindo dos produtores e oferecendo aos consumidores hortifruti mais saudável e seguro 18/ago/2016

Leia mais

POR DENTRO DO PROGRAMA RAMA

POR DENTRO DO PROGRAMA RAMA 2016 POR DENTRO DO PROG O QUE É O PROG? O Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos, o, é um programa de rastreamento e monitoramento de frutas, legumes e verduras idealizado pela ABRAS

Leia mais

Rastreabilidade e recall no mundo das frutas e hortaliças frescas

Rastreabilidade e recall no mundo das frutas e hortaliças frescas Rastreabilidade e recall no mundo das frutas e hortaliças frescas Anita de Souza Dias Gutierrez Centro de Qualidade, Pesquisa e Desenvolvimento da CEAGESP 24 de novembro de 2015 Frutas e hortaliças frescas

Leia mais

Título da. Apresentação

Título da. Apresentação SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA DE PRODUÇÃO INTEGRADA PI-BRASIL Título da Coordenação de Produção Integrada da Cadeia Agrícola Apresentação Luzia Maria Souza Gisele Ventura Garcia Grilli Brasília-DF Setembro-2014

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS Rosilene Ferreira Souto Luzia Souza Setembro 2014 Parceria Institucional com foco na rastreabilidade Acordo de Cooperação entre

Leia mais

AGENDA. O Programa RAMA. Introdução. Resultados Consumidores. Premiação. Desafios

AGENDA. O Programa RAMA. Introdução. Resultados Consumidores. Premiação. Desafios 22 FEVEREIRO 2017 AGENDA Introdução Resultados 2016 Consumidores Desafios O Programa RAMA Premiação INTRODUÇÃO Coordenação entre os Elos da Cadeia da Abastecimento FATURAMENTO DO VAREJO R$ 348,8 Bilhões

Leia mais

PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS PIF NO BRASIL

PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS PIF NO BRASIL WORKSHOP REGIONAL PARA A AMÉRICA DO SUL SOBRE CAPACITAÇÃO EM ESTRATÉGIAS NACIONAIS E SUA IMPLEMENTAÇÃO TRANSVERSAL IMPLANTAÇÃO, AVANÇOS E DESAFIOS DA PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS PIF NO BRASIL Luiz Carlos

Leia mais

Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos RELATÓRIO DE DADOS 2014

Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos RELATÓRIO DE DADOS 2014 1 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria da Saúde do Estado da Bahia Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos RELATÓRIO DE DADOS 2014 O

Leia mais

Programa RAMA RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE AGROTÓXICOS

Programa RAMA RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE AGROTÓXICOS RAMA 1 O QUE É O RAMA? Página 3 Sumário 2 PARA QUE SERVE O RAMA? 3 Página 4 COMO FUNCIONA O RAMA? Página 5 4 POR QUE PARTICIPAR Página 9 DO RAMA? 5 COMO PARTICIPAR DO RAMA? Página 9 6 QUAIS OS BENEFÍCIOS

Leia mais

Produção Integrada no Brasil e Perspectivas para o Agronegócio.

Produção Integrada no Brasil e Perspectivas para o Agronegócio. Produção Integrada no Brasil e Perspectivas para o Agronegócio. Curso de Treinamento para Técnicos da PI Maçã Vacaria, 27 de setembro de 2005 PIF NOS PRINCIPAIS PAÍSES DA EUROPA E AMÉRICA DO SUL PAÍS

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Produtos Hortícolas Da fazenda ao consumidor M.Sc. Gustavo Quesada Roldán Universidad de Costa Rica Doutorando em Fitotecnia ESALQ/USP

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola Secretaria

Leia mais

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Flávio Tadeu C. Silva Analista de Comércio Exterior Internacionalização de Cooperativas Integração Regional no Mercosul Escritório

Leia mais

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba O que é Codevasf? Criada em 1974, a Codevasf é uma empresa pública responsável

Leia mais

Resíduos de Fungicidas em Hortaliças e Frutas. Jessica Aparecida Ferrarezi Lucas Andrade Luís Felipe da Silva Buzolin

Resíduos de Fungicidas em Hortaliças e Frutas. Jessica Aparecida Ferrarezi Lucas Andrade Luís Felipe da Silva Buzolin Resíduos de Fungicidas em Hortaliças e Frutas Jessica Aparecida Ferrarezi Lucas Andrade Luís Felipe da Silva Buzolin SUMÁRIO Introdução Importância dos agroquímicos para o setor de HF Resíduos de fungicidas

Leia mais

Programa RAMA RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE AGROTÓXICOS

Programa RAMA RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE AGROTÓXICOS RAMA 1 O QUE É O RAMA? Página 3 Sumário 2 PARA QUE SERVE O RAMA? 3 Página 4 COMO FUNCIONA O RAMA? Página 5 4 POR QUE PARTICIPAR Página 9 DO RAMA? 5 COMO PARTICIPAR DO RAMA? Página 10 6 QUAIS OS BENEFÍCIOS

Leia mais

IV Reunião Técnica de Pesquisas em Maracujazeiro

IV Reunião Técnica de Pesquisas em Maracujazeiro IV Reunião Técnica de Pesquisas em Maracujazeiro A Produção Integrada do Maracujá Brasília/Planaltina 01 de dezembro de 2005 José Rozalvo Andrigueto Luiz Carlos Bhering Nasser Ministério da Agricultura,

Leia mais

ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA

ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA 1. Definição; 2. Antecedentes; 3. Elaboração; 4. Metodologia; 5. Utilidade; Departamento de Gestão de Risco Rural Coordenação-Geral de Zoneamento Agropecuário

Leia mais

Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária

Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária 1 Programa de Monitoramento de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos Comercializados em Pernambuco: Uma Parceria entre o Ministério Público e Vigilância Sanitária Estadual 2 Antecedentes Ano 2001 3 1. Criação

Leia mais

CERTIFICAÇÃO: Passaporte para os mercados mais exigentes

CERTIFICAÇÃO: Passaporte para os mercados mais exigentes CERTIFICAÇÃO: Passaporte para os mercados mais exigentes Em dois anos, a certificação de frutas no Brasil se transformou em condição imprescindível para a conquista dos clientes mais exigentes. Mas, precisamos

Leia mais

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA Exposição a agrotóxicos Dietética Ocupacional

Leia mais

Programa Integrado de Fruta - PIF. Mauricely Franco Gestora de Acreditação CGCRE/DICOR/Sesit_Eqpep

Programa Integrado de Fruta - PIF. Mauricely Franco Gestora de Acreditação CGCRE/DICOR/Sesit_Eqpep Programa Integrado de Fruta - PIF Mauricely Franco Gestora de Acreditação CGCRE/DICOR/Sesit_Eqpep DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PARA A PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTA ABNT NBR ISO/IEC Guia 65:1997 NIT-DICOR-057

Leia mais

A IOBC (International Organization for Biological Control) definiu esse sistema

A IOBC (International Organization for Biological Control) definiu esse sistema Produção Integrada de Frutas: conceitos básicos 1 Vitor Hugo de Oliveira 2 1. Histórico A produção integrada surgiu na Europa, na década de 80, para ser utilizada em fruteiras de clima temperado, visando

Leia mais

Sugestões antioxidantes:

Sugestões antioxidantes: Sugestões antioxidantes: Os principais fontes dos antioxidantes naturais são as frutas, verduras e legumes. A ação antioxidante das vitaminas A, C e E encontradas nestes alimentos ajuda a evitar a formação

Leia mais

CEASAMINAS UNIDADE GRANDE BELO HORIZONTE CALENDÁRIO DA SAZONALIDADE DOS PREÇOS DE HORTIGRANJEIROS E CEREAIS /2015

CEASAMINAS UNIDADE GRANDE BELO HORIZONTE CALENDÁRIO DA SAZONALIDADE DOS PREÇOS DE HORTIGRANJEIROS E CEREAIS /2015 CEASAMINAS UNIDADE GRANDE BELO HORIZONTE CALENDÁRIO DA SAZONALIDADE DOS PREÇOS DE HORTIGRANJEIROS E CEREAIS - 2011/2015 HORT.FOLHAS,FLOR-HASTE ACELGA FO FO FO RE RE FR FR FR FR FR RE RE AGRIÃO FO FO FO

Leia mais

11/03/2013 DADOS DA DISCIPLINA. Benefícios do consumo regular de f&h. ImportâncIa das f&h DEFINIÇÃO - FRUTAS ALGUNS PROBLEMAS. Carga horária: 80h

11/03/2013 DADOS DA DISCIPLINA. Benefícios do consumo regular de f&h. ImportâncIa das f&h DEFINIÇÃO - FRUTAS ALGUNS PROBLEMAS. Carga horária: 80h INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA RS DADOS DA DISCIPLINA Curso: Técnico em AgroindúsTriA Disciplina: Tecnologia de FruTas e HorTaliças Tema: INTRODUÇÃO AO

Leia mais

PRODUÇÃO INTEGRADA DE UVA. Lucas da R. Garrido

PRODUÇÃO INTEGRADA DE UVA. Lucas da R. Garrido PRODUÇÃO INTEGRADA DE UVA Lucas da R. Garrido Fitopatologia Onde estamos? Onde queremos chegar? CONSUMIDOR PRODUTOR CONSUMIDOR CONSUMIDOR Insumos Agricultura Oportunismo Indústria Distribuidor Consumidor

Leia mais

Certificação garante produção integrada e alimento seguro

Certificação garante produção integrada e alimento seguro Política pública Certificação garante produção integrada e alimento seguro José Rozalvo Andrigueto e Adilson Reinaldo Kososki* Disponibilizar alimentos seguros para a população brasileira é tarefa que

Leia mais

O Paradoxo do Controle fitossanitário: conceito legal e prático. Luís Eduardo Pacifici Rangel Coordenação-Geral de Agrotóxicos e Afins

O Paradoxo do Controle fitossanitário: conceito legal e prático. Luís Eduardo Pacifici Rangel Coordenação-Geral de Agrotóxicos e Afins O Paradoxo do Controle fitossanitário: conceito legal e prático. Luís Eduardo Pacifici Rangel Coordenação-Geral de Agrotóxicos e Afins A Origem do Controle Parte do processo evolutivo da agricultura. Primeiros

Leia mais

Cardápio 1 e 2 de junho

Cardápio 1 e 2 de junho 1 e 2 de junho 1 Quinta 2 Sexta Mini-pão de cenoura com Goiaba e melão Salada de acelga e Carne em cubos Purê de batata e mandioquinha Caqui Mini-pão francês com Banana e mexerica Salada de alface Lasanha

Leia mais

síntese dos indicadores de segurança alimentar e nutricional brasil e regiões

síntese dos indicadores de segurança alimentar e nutricional brasil e regiões síntese dos indicadores de segurança alimentar e nutricional brasil e regiões - 2009 TABELA 1 Produção de alimentos (Volume produzido, em toneladas, dos alimentos mais consumidos pela população) 1.1Arroz

Leia mais

RUMO À MODERNIZAÇÃO HORTIFRUTÍCOLAS EM FOCO

RUMO À MODERNIZAÇÃO HORTIFRUTÍCOLAS EM FOCO RUMO À MODERNIZAÇÃO HORTIFRUTÍCOLAS EM FOCO Por Rafaela Cristina da Silva, Ana Júlia Vidal e Margarete Boteon Q uatro fatores vêm transformando o setor horfifrutícola no mundo todo: a segurança do alimento

Leia mais

Fernando Penteado Secretário Executivo

Fernando Penteado Secretário Executivo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista O Banco do Agronegócio Familiar FEAP-BANAGRO Fernando Penteado Secretário Executivo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) O que é o FEAP É um Fundo

Leia mais

GÊNEROS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA O CARDÁPIO DE 2015 PRODUTO UND QNT MAR. ABR. MAIO JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.

GÊNEROS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA O CARDÁPIO DE 2015 PRODUTO UND QNT MAR. ABR. MAIO JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ. PRODUTO UND QNT MAR. ABR. MAIO JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ. ABACAXI, Fruta in natura, Kg 5.020 502 502 502 502 502 502 502 502 502 502 apresentando grau de ABÓBORA, in natura, kg 1.380 138 138 138

Leia mais

Valor da Produção Agropecuária do Estado de São Paulo em 2013: estimativa preliminar

Valor da Produção Agropecuária do Estado de São Paulo em 2013: estimativa preliminar Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Valor da Produção Agropecuária do Estado de São Paulo em 2013: estimativa preliminar O objetivo deste artigo é apresentar a estimativa preliminar do

Leia mais

CARDÁPIO BERÇÁRIO B MÊS DEJUNHO DE 2016 Juliana Simonetti Ribeiro/ Nutricionista- CRN moída + caldo de Feijão Carioca batido +alface

CARDÁPIO BERÇÁRIO B MÊS DEJUNHO DE 2016 Juliana Simonetti Ribeiro/ Nutricionista- CRN moída + caldo de Feijão Carioca batido +alface REFEIÇOES LANCHE DA MANHÃ ALMOÇO LANCHE DA TARDE JANTAR 30/05 Polenta mole com carne moída + caldo de Feijão Carioca +alface Papinha de batata com frango desfiado + escarola+ caldo de feijão carioca 31/05

Leia mais

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL Semana 1 ABRIL - 2016 01/04 Arroz, feijão, lasanha de carne, omeletão Salada: alface, tomate, cenoura palito Pão dog com manteiga / torrada Bolo de cenoura com cobertura de Sobremesa: caqui / melancia

Leia mais

Sem adição de aromas artificias e corantes

Sem adição de aromas artificias e corantes Lista de Sabores de Picolé Natural RECHEADO Sem adição de aromas artificias e corantes (Caixa com 20 Unidades média de 70 gramas cada picolé) 1. Açaí Recheado com creme de leite condensado 2. Cappuccino

Leia mais

CARDÁPIO 1 (DE 03 A 07 DE OUTUBRO DE 2016)

CARDÁPIO 1 (DE 03 A 07 DE OUTUBRO DE 2016) CARDÁPIO 1 (DE 03 A 07 DE OUTUBRO DE 2016). Poderão ocorrer eventuais alterações no cardápio. Obrigada pela compreensão. ELEIÇÕES Acelga com morango Banana ao forno Palmito Bife de Frango Ensopado de carne

Leia mais

Qualidade Sanitária dos Alimentos em Goiás LACEN/GO. MARLÚCIA CATÚLIO Coordenadora de Produtos e Ambiente/ Lacen-Go 25/08/2016

Qualidade Sanitária dos Alimentos em Goiás LACEN/GO. MARLÚCIA CATÚLIO Coordenadora de Produtos e Ambiente/ Lacen-Go 25/08/2016 Qualidade Sanitária dos Alimentos em Goiás LACEN/GO MARLÚCIA CATÚLIO Coordenadora de Produtos e Ambiente/ Lacen-Go 25/08/2016 LABORATÓRIO CENTRAL DE SAÚDE PÚBLICA DR. GIOVANNI CYSNEIROS MISSÃO: Participar

Leia mais

A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações. Visão do Campo

A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações. Visão do Campo A Metrologia na Gestão da Segurança a dos Alimentos e os Impactos sobre as Exportações Visão do Campo METROALIMENTOS 2008 24/09/2008 José Luiz Viana de Carvalho OBJETIVOS Barreiras não-tarifárias Boas

Leia mais

PREÇOS CORRENTES 14/08/2015

PREÇOS CORRENTES 14/08/2015 PREÇOS CORRENTES 14/08/2015 SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Cotações Base Agrícola 05. Açúcar 07.

Leia mais

CARDÁPIO 1 (DE 01 A 05 DE AGOSTO DE 2016)

CARDÁPIO 1 (DE 01 A 05 DE AGOSTO DE 2016) CARDÁPIO 1 (DE 01 A 05 DE AGOSTO DE 2016). Poderão ocorrer eventuais alterações no cardápio. Obrigada pela compreensão. com morango Banana ao forno Palmito Bife de Frango Ensopado de carne com verdura

Leia mais

SAZONALIDADE DOS PRODUTOS COMERCIALIZADOS NO ETSP

SAZONALIDADE DOS PRODUTOS COMERCIALIZADOS NO ETSP SAZONALIDADE DOS PRODUTOS COMERCIALIZADOS NO ETSP (Seção de Economia e Desenvolvimento da CEAGESP) Frutas Abacate Breda/Margarida Abacate Fucks/Geada Abacate Fortuna/Quintal Abacaxi Havaí Abacaxi Pérola

Leia mais

Cardápio 2 a 4 de agosto

Cardápio 2 a 4 de agosto 2 a 4 de agosto 31 Segunda 1 Terça 2 Quarta 3 Quinta 4 Sexta Bolo de maçã e banana e Isca de carne Farofa de couve e ovos Suco de Maçã e mamão Salada de repolho e Mini-pão de batata com cream-cheese e

Leia mais

Produção Brasileira de Melão por Estado 2007 Estados Área (ha) Volume (Ton) Valor (Mil R$) Rio Grande do Norte Ceará 6.

Produção Brasileira de Melão por Estado 2007 Estados Área (ha) Volume (Ton) Valor (Mil R$) Rio Grande do Norte Ceará 6. Produção Brasileira de Abacaxi por Estado 2007 Pará 15.462 701.948 125.596 Paraíba 11.600 625.527 150.054 Minas Gerais 7.593 596.668 127.597 Bahia 6.430 282.634 63.185 São Paulo 3.620 271.380 76.161 Rio

Leia mais

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL Semana 1 JULHO - 2016 01/07 Sucos ou iogurte Cereal matinal/ tortinhas de morango Arroz, feijão, lasanha a bolonhesa, ovos mexidos Salada: vinagrete, repolho branco ralado Sobremesa: fatias de abacaxi

Leia mais

Secretaria da Agricultura e do Abastecimento - SEAB. Departamento De Economia Rural - DERAL PROGRAMA SEGURO RURAL PSR/PR

Secretaria da Agricultura e do Abastecimento - SEAB. Departamento De Economia Rural - DERAL PROGRAMA SEGURO RURAL PSR/PR Secretaria da Agricultura e do Abastecimento - SEAB Departamento De Economia Rural - DERAL PROGRAMA SEGURO RURAL PSR/PR Fórum Nacional de Seguro Rural Curitiba Pr - Agosto de 2016 SECRETARIA DA AGRICULTURA

Leia mais

CARDÁPIO DO BABY SPACE KIDS (ABRIL/2016) 1ª Semana e 3ª Semana

CARDÁPIO DO BABY SPACE KIDS (ABRIL/2016) 1ª Semana e 3ª Semana Idade CARDÁPIO DO BABY SPACE KIDS (ABRIL/2016) 1ª Semana e 3ª Semana Almoço 4 a 5 meses Creme de Batata inglesa 4 a 5 meses Carne guisada, Legumes (abóbora, chuchu, brócolis, (M) Papinha de manga, maçã

Leia mais

Boletim Diário de Preços Completo Data do Boletim: 22/03/2011 Mercado: CEASA MG UNIDADE GRANDE BH

Boletim Diário de Preços Completo Data do Boletim: 22/03/2011 Mercado: CEASA MG UNIDADE GRANDE BH Grupo : HORTALICAS Quantidade de Produto(s) : 96 Subgrupo : FOLHA,FLOR E HASTE Quantidade de Produto(s) : 24 ACELGA MINEIRA DZ 18,00 18,00 20,00MFR AGRIAO PRIMEIRA DZ 4 KG 15,00 17,00 18,00MFR ALFACE CRESPA

Leia mais

Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias

Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias Produção Integrada Agropecuária PI Brasil Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias Agosto/2011 CUSTO DA POSIÇÃO DE DESTAQUE DA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA * Pode ter sido produzido com antibióticos

Leia mais

PERÍODO DE 18 A 22/08/2014

PERÍODO DE 18 A 22/08/2014 CARDÁPIO BERÇÁRIO I 1ª FASE MATUTINO COLAÇÃO Papinha de Papinha de Papinha de Papinha de Maçã raspadinha 8H30 banana manga melão mamão legumes legumes legumes (abóbora legumes (mandioca, (mandioquinha,

Leia mais

CRIANÇA 8: Água de coco, suco de caju e guaraná: CRIANÇA 10: prato com tomate, arroz, feijão, bife de vaca e alface:

CRIANÇA 8: Água de coco, suco de caju e guaraná: CRIANÇA 10: prato com tomate, arroz, feijão, bife de vaca e alface: 184 CRIANÇA 8: Água de coco, suco de caju e guaraná: CRIANÇA 10: prato com tomate, arroz, feijão, bife de vaca e alface: CRIANÇA 9: prato com arroz, carne, alface, queijo e tomate: CRIANÇA 11: prato com

Leia mais

DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO Lanche

DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO Lanche CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR Amazonas / Mato Grosso / Maria Carraro - Abril /2015 DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO Lanche 01/04/2015 Quarta-Feira Iogurte / Biscoito Maria Suco de Cajú /Rosquinha de Milho/ Banana

Leia mais

SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA

SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA 01/03/2016 02/03/2016 03/03/2016 04/03/2016 BEBIDA Chocolate Quente Chocolate Quente Chocolate Quente Chocolate Quente BEBIDA Suco Uva Suco de Limão Suco Caju Suco de Limão BEBIDA Iogurte Suco de Maracuja

Leia mais

PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ (PRÉ-PRODUÇÃO)

PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ (PRÉ-PRODUÇÃO) PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ (PRÉ-PRODUÇÃO) MATTOS, M.L.T. 1 ; MARTINS, J.F. da S 1.; BARRIGOSSI, A. 2.; NOLDIN, J.A. 3 ; SIMON, G. 4 1 Engo. Agro., Pesquisador, Embrapa Clima Temperado, BR 392 km 78, C.P.

Leia mais

HISTÓRICO DE ATUAÇÃO E DEMANDAS TECNOLÓGICAS DO SETOR AGROPECUÁRIO DO DF

HISTÓRICO DE ATUAÇÃO E DEMANDAS TECNOLÓGICAS DO SETOR AGROPECUÁRIO DO DF HISTÓRICO DE ATUAÇÃO E DEMANDAS TECNOLÓGICAS DO SETOR AGROPECUÁRIO DO DF Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal SETEMBRO 2016 O QUE É A EMATER-DF? Empresa Pública, criada em

Leia mais

ESCOLA INFANTIL PARAÍSO UNIDADE III JUNHO 2016 Cardápio sujeito a alterações de acordo com a disponibilidade dos alimentos

ESCOLA INFANTIL PARAÍSO UNIDADE III JUNHO 2016 Cardápio sujeito a alterações de acordo com a disponibilidade dos alimentos 01/06 02/06 03/06 LANCHE DA MANHÃ Banana Manga Goiaba Yakissoba de carne com legumes (macarrão cabelo anjo) Frango desfiado com tomate Guarnição ---- Milho refogado com Bolinho de peixe com batata doce

Leia mais

Debater o PL 174 de 2011, que "Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT".

Debater o PL 174 de 2011, que Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT. Audiência Pública COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL Debater o PL 174 de 2011, que "Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT". Gilberto

Leia mais

ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE

ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE ALIMENTOS SEGUROS, BEM-ESTAR ANIMAL E SUSTENTABILIDADE OBJETIVOS GERAIS Fortalecimento do setor produtivo: a) Adequação de procedimentos; b) Aumento da rentabilidade e competitividade; c) Garantia de alimentos

Leia mais

SEGURO RURAL BRASILEIRO. Elaine Cristina dos Santos Ferreira

SEGURO RURAL BRASILEIRO. Elaine Cristina dos Santos Ferreira SEGURO RURAL BRASILEIRO Elaine Cristina dos Santos Ferreira MODALIDADES OFERTADAS DE SEGURO RURAL Agrícola Pecuário Florestas Aqüícola Penhor rural Benfeitorias e produtos agropecuários CPR Vida do Produtor

Leia mais

CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS

CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS Brasília/DF, 26 de novembro de 2010 LUZIA M. SOUZA FFA(ENGª AGRª,

Leia mais

Melhoria da Qualidade Sanitária do Trigo- Um Desafio Multisetorial! MSc Denise de Oliveira Resende Consultora Técnica/ Abitrigo

Melhoria da Qualidade Sanitária do Trigo- Um Desafio Multisetorial! MSc Denise de Oliveira Resende Consultora Técnica/ Abitrigo Melhoria da Qualidade Sanitária do Trigo- Um Desafio Multisetorial! MSc Denise de Oliveira Resende Consultora Técnica/ Abitrigo IA BRASIL (inglês) LMR BRASIL LMR Argentina Comparação LMR Argentina LMR

Leia mais

CARDÁPIO DE FEVEREIRO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA

CARDÁPIO DE FEVEREIRO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA 01/02/2016 02/02/2016 03/02/2016 04/02/2016 05/02/2016 Suco manga Suco Uva Suco de Limão Suco de Laranja Suco de Limão Suco Abacaxi Iogurte Agua de Coco Leite Puro Iogurte SALGADO OU DOCE Pão de Cenoura

Leia mais

Exportação de Frutas e Derivados

Exportação de Frutas e Derivados Exportação de Frutas e Derivados A Importância da Logística e do Transporte Profª Paola Piedrabuena O Brasil é um dos três maiores produtores de frutas. Atrás apenas da China e da Índia 5% da produção

Leia mais

CARDÁPIO ESCOLAR 2015

CARDÁPIO ESCOLAR 2015 Lanche da manhã 26/01/2015 Almoço ******* 4ª SEMANA DE JANEIRO (27/01/15 A 30/01/15) 27/01/2015 28/01/2015 29/01/2015 30/01/2015 ******* Banana Maçã Mamão *** Estrogonofe de Frango e de Soja, Batata Palito

Leia mais

PRODUÇÃO INTEGRADA AVANÇOS E PERSPECTIVAS

PRODUÇÃO INTEGRADA AVANÇOS E PERSPECTIVAS UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB FAV FACULDADE DE AGRONOMIA E MEDICINA VETERINÁRIA PRODUÇÃO INTEGRADA AVANÇOS E PERSPECTIVAS ALESSANDRA SOUSA DA SILVEIRA Brasília 2013 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB FAV FACULDADE

Leia mais

CARDAPIO DE 6 A 12 MESES SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 01 DE SETEMBRO 02 DE SETEMBRO

CARDAPIO DE 6 A 12 MESES SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 01 DE SETEMBRO 02 DE SETEMBRO SETEMBRO DE 2016 01 DE SETEMBRO 02 DE SETEMBRO SUCO DE UVA SUCO DE LARANJA BISNAGUINHA C/ C/ACEROLA REQUEIJÃO BOLO DE LARANJA CENOURA REFOGADA CARNE COM BOLINHA Sobremesa PAPINHA DE ABACATE PAPINHA DE

Leia mais

Projetos Bayer. Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Mariana Beig Jordão Marketing Estratégico

Projetos Bayer. Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Mariana Beig Jordão Marketing Estratégico Projetos Bayer Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Mariana Beig Jordão Marketing Estratégico Agenda/ Content Portfólio Bayer HF Projetos Bayer - CSFIs Planejamento Interno Hortifruti

Leia mais

Boas Práticas Agrícolas. Felipe Vita Pedrosa Médico Veterinário Vigilância em Saúde Secretaria de Saúde Prefeitura Municipal de Campinas

Boas Práticas Agrícolas. Felipe Vita Pedrosa Médico Veterinário Vigilância em Saúde Secretaria de Saúde Prefeitura Municipal de Campinas Boas Práticas Agrícolas Felipe Vita Pedrosa Médico Veterinário Vigilância em Saúde Secretaria de Saúde Prefeitura Municipal de Campinas Conteúdo 1. Introdução 2. Regularização de Estabelecimentos de Interesse

Leia mais

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA)

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) Agência Nacional de Vigilância Sanitária Gerência Geral de Toxicologia Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) Carlos Alexandre Oliveira Gomes MSc. Ciências e Tecnologia de Alimentos

Leia mais

Cardápio infantil e fundamental - 1ª semana de 04/09 a 08/09

Cardápio infantil e fundamental - 1ª semana de 04/09 a 08/09 Cardápio infantil e fundamental - 1ª semana de 04/09 a 08/09 Segunda - feira 04 Terça - feira 05 Quarta - feira 06 Quinta - feira 07 Sexta - feira 08 Lanche anhã Lanche anhã Lanche anhã Lanche anhã Lanche

Leia mais

Brasil São Paulo 04 a 6/08/2015. Carta de Recomendações. Normatização da cadeia produtiva de FLV IV Gama no Brasil

Brasil São Paulo 04 a 6/08/2015. Carta de Recomendações. Normatização da cadeia produtiva de FLV IV Gama no Brasil Brasil São Paulo 04 a 6/08/2015 Carta de Recomendações Normatização da cadeia produtiva de FLV IV Gama no Brasil Carta de Recomendações Cadeia Produtiva FLV IV Gama Introdução: Pelo segundo ano consecutivo

Leia mais

Gerência de Compra GERÊNCIA DN. Endereço : AVENIDA AYRTON SENNA, JACAREPAGUA Tel. : Fax : FORNECEDOR

Gerência de Compra GERÊNCIA DN. Endereço : AVENIDA AYRTON SENNA, JACAREPAGUA Tel. : Fax : FORNECEDOR 1 1 12/03514 ABACATE COMUM KG 1.100 2 ABACAXI MÉDIO.000 3 ABÓBORA BAHIA OU PESCOÇO KG 18.500 4 ABOBRINHA VERDE EXTRA KG 17.400 5 ABOBRINHA ITALIANA KG 1.000 6 ACELGA KG 3.000 7 AGRIÃO KG 10.000 8 AIPIM

Leia mais

CARDÁPIOS CARDÁPIOS DESENVOLVIDOS PELA EQUIPE HS ASSESSORIA NUTRICIONAL PARA CRIANÇAS DO BERÇÁRIO, REFERENTES À DATA DE 24/03/2014 A 30/04/2014.

CARDÁPIOS CARDÁPIOS DESENVOLVIDOS PELA EQUIPE HS ASSESSORIA NUTRICIONAL PARA CRIANÇAS DO BERÇÁRIO, REFERENTES À DATA DE 24/03/2014 A 30/04/2014. CARDÁPIOS BERÇÁRIO, REFERENTES À DATA DE 24/03/2014 A 30/04/2014. (24/03 A 28/03) SEGUNDA 24/03 TERÇA 25/03 QUARTA 26/03 QUINTA 27/03 SEXTA 28/03 Melão amassadinho Água de coco Mamão amassadinho Suco de

Leia mais

Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins)

Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins) Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins) 1.1 Sobre o Projeto Contratante: ABPM- Associação Brasileira de Produtores de Maçãs Objetivo: Desenvolvimento de um projeto de Análise

Leia mais

Pera Raspadinha. Papa de Abacate Sopa de canjiquinha de milho, brócolis, cenoura e salsinha. Papa de Abacate

Pera Raspadinha. Papa de Abacate Sopa de canjiquinha de milho, brócolis, cenoura e salsinha. Papa de Abacate CARDÁPIO BERÇÁRIO I 1ª FASE MATUTINO Manga batata com cenoura e espinafre Pera Raspadinha Creme de abóbora com e couve flor Abacate canjiquinha de milho, brócolis, cenoura e salsinha Banana mandioca, vagem

Leia mais

Uma rápida visão da cadeia produtiva de hortaliças no Brasil

Uma rápida visão da cadeia produtiva de hortaliças no Brasil II CONFERÊNCIA NACIONAL DEFESA AGROPECUARIA. Uma rápida visão da cadeia produtiva de hortaliças no Brasil Maio 28,2010 ESALQ 1973 CONSULTORIA PROJETO ESPECIAL QUEM É A ABCSEM? - ABCSEM ABCSEM - Defesa

Leia mais

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL Semana 1 JUNHO - 2016 01/06 02/06 Arroz, feijão, coxinha de frango ao molho, quiabo Sucos: Opção 1- uva refogado, farofa doce. Salada: alface, tomate, abobrinha refogada Pão de batata recheado / biscoito

Leia mais

Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012

Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012 Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012 Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Desenvolvimento de novas moléculas Registro

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE FORTE VELHO

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE FORTE VELHO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE FORTE VELHO O Conselho Escolar de Forte Velho, pessoa jurídica de direito público, com sede à Rua Professor Antônio Elias S/N, fone (83) 36641107 Bairro

Leia mais

Cadeia da Olericultura

Cadeia da Olericultura Cadeia da Olericultura Olericultura A olericultura é a área da horticultura que abrange a exploração de hortaliças e que engloba culturas folhosas, raízes, bulbos, tubérculos, frutos diversos e partes

Leia mais

CARDÁPIO DE AGOSTO LANCHE DA MANHÃ

CARDÁPIO DE AGOSTO LANCHE DA MANHÃ 03/08/2015 04/08/2015 05/08/2015 06/08/2015 07/08/2015 Chá de Limão Iogurte Morango Água de Coco Leite Puro Iogurte de morango Suco de Laranja Suco de Uva Suco de Limão Suco de Laranja Suco de Limão Pão

Leia mais

Cardápio. Cardápio. janeiro. 28 janeiro. 29 janeiro. 1º fevereiro LANCHE MANHÃ ALMOÇO LANCHE TARDE. quarta-feira. quinta-feira.

Cardápio. Cardápio. janeiro. 28 janeiro. 29 janeiro. 1º fevereiro LANCHE MANHÃ ALMOÇO LANCHE TARDE. quarta-feira. quinta-feira. agosto Cardápio 2014 janeiro Cardápio sujeito a / alterações fevereiro 2016 27 janeiro Pão francês integral com requeijão. Banana com aveia. Leite com chocolate. Bife grelhado acebolado. Frango de panela.

Leia mais

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL CEASA-DF CEASA-DF

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL CEASA-DF CEASA-DF 2013 Boletim Mensal Abril CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO DISTRITO FEDERAL CEASA-DF CEASA-DF GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Centrais de Abastecimento

Leia mais

CARDÁPIO DE MÊS FEVEREIRO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA

CARDÁPIO DE MÊS FEVEREIRO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA 30/01/2017 31/01/2017 01/02/2017 02/02/2017 03/02/2017 BEBIDA Suco de Laranja Suco de Maracujá Suco de Manga Suco de Uva Suco de Limão BEBIDA Chá de Limão Água de Coco Iogurte de Frutas Vermelhas Água

Leia mais

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL

CARDÁPIO PERÍODO INTEGRAL Semana 1 SETEMBRO - 2016 01/09 02/09 Arroz, feijão, carne ensopada com legumes, farofa doce Salada: vinagrete, alface Bolo de cenoura / sequilhos de laranja Fatias de Goiaba Suco: acerola Cereais matinais/

Leia mais

Cardápio Agosto/ semana (01/08 até 04/08)

Cardápio Agosto/ semana (01/08 até 04/08) Cardápio Agosto/2017 1 semana (01/08 até 04/08) Melancia ( Purê de Maçã Banana ( Purê de Goiaba Mandioquinha (bem cozida) Brócolis (cozido e picado) Purê de Pera com Espinafre branco Beterraba (picadinha)

Leia mais

COMPRA DIRETA DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

COMPRA DIRETA DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR BOCAINA DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE BOCAINA DO SUL COMPRA DIRETA DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Nutricionista Giselle de O. Faccin MUNICÍPIO DE BOCAINA DO SUL LOCALIZAÇÃO: - Planalto

Leia mais

Cardápio 29 de fevereiro a 4 de março

Cardápio 29 de fevereiro a 4 de março 29 de fevereiro a 4 de março 29 Segunda 1 Terça 2 Quarta 3 Quinta 4 Sexta com cream cheese e melão Beterraba e cenoura ralada Carne desfiada com e cebola Polenta Vagem refogada Pão integral com queijo

Leia mais

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações.

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. Levando em considerações os aspectos sociais, econômicos e ambientais, o Sistema Federação

Leia mais

Cardápio de AGOSTO 2016 Fundamental I e II - BOTAFOGO

Cardápio de AGOSTO 2016 Fundamental I e II - BOTAFOGO 01/ago 02/ago 03/ago 04/ago 05/ago Mix de alfaces Acelga, tomate cereja, azeitonas, carambola Beterraba cozida com salsa Ervilha Alface-americana Pepino japonês Berinjela assada com orégano e tomate Canja

Leia mais

CARDÁPIO DE JUNHO LANCHE DA MANHÃ

CARDÁPIO DE JUNHO LANCHE DA MANHÃ 01/06/2015 02/06/2015 03/06/2015 04/06/2015 05/06/2015 BEBIDA Quente Quente Quente BEBIDA Leite Puro Iogurte Morango Água de Coco BEBIDA Suco de Laranja Suco de Uva Suco de Limão SALGADO OU DOCE Nescau

Leia mais

CARDÁPIO DE MÊS MAIO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA

CARDÁPIO DE MÊS MAIO LANCHE DA MANHÃ LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA LANCHE SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA 02/05/2016 03/05/2016 04/05/2016 05/05/2016 06/05/2016 BEBIDA Chocolate Quente Chocolate Quente Chocolate Quente Chocolate Quente

Leia mais