Projeto Dia de Cooperar

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto Dia de Cooperar"

Transcrição

1 Projeto Dia de Cooperar DESCARTE DE LIXO CONSCIENTE EM ABAETÉ Abaeté, 17 de Setembro de 2009.

2 DESCARTE DE LIXO CONSCIENTE EM ABAETÉ Introdução O lixo é o responsável por um dos mais graves problemas ambientais atuais. O crescente consumismo da sociedade, principalmente nos grandes centros urbanos, aumentou proporcionalmente o volume de lixo. Como grande parte do lixo produzido pode ser utilizado como insumo para a geração de novos produtos, surgiu o conceito de reciclagem. Na cidade de Abaeté o lixo é recolhido sem qualquer seleção, sendo depositado em um aterro sanitário, o que pode ocasionar sérios problemas ambientais, já que muitos resíduos do lixo podem demorar centenas de séculos para se decompor. Além poluir de forma direta os lençóis freáticos e o ar, tendo assim, impacto efetivo sobre a qualidade da água consumida na cidade. O lixo acumulado também pode ser considerado um potencial transmissor de doenças, por meio da proliferação de vetores como: ratos, baratas, micróbios. Estes, portanto, podem ser considerados os principais problemas de saúde pública relacionados ao lixo, o que não queremos para a nossa cidade. A conscientização para a coleta seletiva aparece não como uma solução final, mas, como uma das possibilidades de redução do problema, uma vez que grande parte do lixo é composto por diversos materiais reaproveitáveis. Mas isso só é possível através da coleta seletiva, que consiste na separação do lixo em materiais orgânicos e inorgânicos, para que o processo de reciclagem consiga aproveitar ao máximo o potencial destes materiais. Os materiais inorgânicos podem ser reaproveitados para utilização em processos de reciclagem, o que se torna um importante fator econômico para muitos profissionais que vivem deste tipo de matéria-prima. Ao passo que, o material orgânico pode se tornar uma interessante alternativa econômicas para os produtores rurais, que o utiliza muitas vezes como um adubo natural através do processo de compostagem e ao mesmo tempo uma alternativa ambientalmente satisfatória para o meio ambiente, já que o mesmo não se encontra de maneira dispersa no meio ambiente. Objetivos 1. Participar das ações voluntariadas do Dia C proposto pelo sistema Ocemg/Sescoop-MG; 2. Conscientizar as crianças das escolas municipais, estaduais e particulares sobre a maneira correta de descartar o lixo, para que possam ser multiplicadores da idéia para suas famílias; 3. Divulgar a iniciativa através de palestras educativas; 4. Envolver os catadores de lixo e empresas recicladoras no processo da coleta seletiva; 5. Despertar o consumo consciente;

3 Justificativa A Cooperativa dos Produtores Rurais de Abaeté e Região Ltda. juntamente com a Cooperativa de Crédito do Oeste de Minas Gerais Ltda. e Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo, reconhecendo a importância de sua atuação perante a sociedade e interessadas em participar ativamente do processo de cidadania e responsabilidade sócio-ambiental, consolidam ações voluntárias na realização da campanha do Dia C. O lixo com vias de destinação para reciclagem é fato de grande importância na sociedade moderna. No entanto, a cidade de Abaeté carece de projetos que operem dando uma destinação ambientalmente correta para o lixo que pode ser reciclado. Temos a pretensão, portanto, de dar um passo inicial, mas efetivo na concientização de toda a comunidade Abaeteense. Unindo forças com todos os agentes envolvidos, como, sociedade civil organizada, poder público e a iniciativa privada para que possamos construir uma consciência coletiva em prol da coleta seletiva. Pretendemos trabalhar com as crianças de 6 a 10 anos por considerá-las importantes instrumentos de mobilização social. Elas trazem consigo uma inquietação natural com os problemas que afligem a sociedade, sobretudo, por terem uma postura questionadora sobre tudo que as cercam. Este espírito questionador é natural, mas pode ser fomentado com ações educativas, ações estas que pretendemos realizar, através de uma metodologia que coloca em enfoque a educação para a ação. O descaso do poder público para muitas questões sociais pode ser reflexo muitas vezes de uma postura passiva da sociedade. O projeto visa, portanto, contribuir com o Dia C do Cooperativismo, somando se a uma corrente que se estende por toda Minas Gerais, no intuito de se evidenciar a importância do cooperativismo como elemento de transformações sociais. Mas o projeto se justifica ainda mais por ser um vetor de mobilização local, na medida em que ele pretende ser um balizador no debate sobre a questão da coleta seletiva, evidenciando em quais aspectos ela se faz necessária a comunidade Abaeteense. Impactos do projeto Diante da importância da reciclagem é esperado que os resultados diretos desse projeto, tais como a diminuição do volume de lixo produzido pela cidade e potencial geração de renda para catadores, tenham um impacto positivo para a sociedade Abaeteense. Esperase que sirva como agente conscientizador e mobilizador para outras iniciativas nesse sentido. Viabilidade do projeto Para que este projeto seja viável, as Cooperativas envolvidas: Cooperabaeté, Credioeste e Credicim e seus colaboradores contam com a participação da Prefeitura Municipal de Abaeté, WG reciclagem, catadores de lixo e as escolas: Escola Estadual Barão do Indaiá, Escola Estadual Frederico Zacarias, Escola Municipal Irmã Maria de Lourdes, Escola Senador Souza Viana, Escola Municipal Chico Cirilo, Instituto Educacional Criativo de Abaeté, CNEC.

4 Vantagens da Coleta Seletiva e Reciclagem A coleta seletiva desperta no indivíduo a consciência de que o lixo gerado precisa ser reduzido. Não impede que o indivíduo pare de produzir lixo, mas que seja Reduzido, Reutilizado e Reciclado. A conscientização provoca uma mudança de hábitos dos consumidores que também se preocuparão com o ritmo da exploração dos recursos naturais escassos. Metodologia Serão ministradas palestras aos alunos do 1º ao 4º ano das escolas municipais, estaduais e particulares, com a participação de gestores Ambientais e colaboradores das cooperativas participantes; Haverá, também, a distribuição de cartilhas informativas e alocação de lixeiras nas escolas; Alocação de cestos de lixo nas instalações da Cooperabaeté, Credioeste, Credicim e praça da Prefeitura; Será realizada uma concentração na Praça da Prefeitura com premiação para a Escola que levar maior número de alunos para a passeata que seguirá pelas ruas do centro da Cidade; Todo voluntário deverá estar com a camisa/boton da campanha do dia C; Distribuição de bonés e balões com a imagem do Dia C; Material Disponível Flyers, folders, cartazes, botons, faixas, camisas, cartilhas, produtos reciclados, câmeras fotográficas, filmadoras, cestos de lixo. Cronograma de Atividades Atividade ago/09 set/09 out/09 Contato Com Prefeitura Municipal dia 20 Contato com catadores e empresa de reciclagem dia 21 Contato com as escolas envolvidas no projeto dia 21 Contato com palestrantes dia 24

5 Compra de Lixeiras dias 14 a 18 Produção do material de divulgação da coleta seletiva para as escolas dias 21 a 25 Realização de palestras com distribuição de material dias 05 a 09 Realização da passeata dia 17 Preparação do relatório final dias 19 a 23 Envio do relatório à Ocemg/Sescoop dias 26 a 30 Orçamento

Mostra de Projetos Lixo que vale

Mostra de Projetos Lixo que vale Mostra de Projetos 2011 Lixo que vale Mostra Local de: Umuarama Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura Municipal de Umuarama

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL NO IFRN: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO

GESTÃO AMBIENTAL NO IFRN: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO GESTÃO AMBIENTAL NO IFRN: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO PROJETO CAMPUS VERDE INTRODUÇÃO Atualmente a questão ambiental tem sido constantemente discutida em virtude do aumento da degradação do meio ambiente e

Leia mais

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Projeto Coleta Seletiva Sumário 1. Objetivo: Descrição completa do objeto a ser executado --------------------------------- 3 2. Meta desejada: Descrição das Metas desejadas

Leia mais

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Patrícia da Cruz Oliveira 1 1 INTRODUÇÃO O acelerado crescimento urbano das últimas décadas do século passado e início deste, traz algumas questões

Leia mais

COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA

COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA RESUMO EXPANDIDO COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA LUCIMARA DE OLIVEIRA CALVIS¹ AIRTON AREDES ² MARIA ELISA VILAMAIOR³ ¹Bolsista PIBID, acadêmica em Geografia

Leia mais

ITAÚNA. Emancipação: 16 de setembro de 1901.

ITAÚNA. Emancipação: 16 de setembro de 1901. ITAÚNA Emancipação: 16 de setembro de 1901. Localização: Centro-Oeste Mineiro. Distância da capital: 76 km População: 90.084 mil habitantes (Fonte: IBGE) Área: 500 km² Vista parcial de Itaúna Vista parcial

Leia mais

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL Campo Grande 2015 1. JUSTIFICATIVA Considerando a Resolução/FNDE nº 42, de

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE REDUÇÃO DO VOLUME E DESTINAÇÃO DA COLETA SELETIVA DOS MATERIAIS DESCARTADOS

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE REDUÇÃO DO VOLUME E DESTINAÇÃO DA COLETA SELETIVA DOS MATERIAIS DESCARTADOS ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE REDUÇÃO DO VOLUME E DESTINAÇÃO DA COLETA SELETIVA DOS MATERIAIS DESCARTADOS PROGRAMA Nº 07/2014 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI

Leia mais

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS.

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. Profª. Ana Elisa Pascottini. MARIA IANE CAMARGO

Leia mais

DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Apresentado por: Julia Ussy Félix Maputo, Fevereiro de 2014 SEQUÊNCIA

Leia mais

CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL. Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512. Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado

CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL. Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512. Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512 Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado Programa Nº 01/2017 Sumário 1. Objetivo -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Análise SWOT Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Implantação de associação de catadores, melhorando a coleta seletiva. Disponibilização de quantidade maior de lixeiras na cidade. Geração de empregos

Leia mais

Cultura do lixo. Premissas. Modelo Linear

Cultura do lixo. Premissas. Modelo Linear Premissas Ecossistemas naturais Produção de bens e serviços Sociedade: uso e descarte Modelo Linear O modelo de produção e gestão de resíduos pode ser definido como linear, onde extraímos os recursos naturais

Leia mais

Clã Pioneiro Myrddin. G. E. AR Albino Bueno de Camargo 261. D.R.A.C.O.PIO Dia regional de ação comunitária pioneira

Clã Pioneiro Myrddin. G. E. AR Albino Bueno de Camargo 261. D.R.A.C.O.PIO Dia regional de ação comunitária pioneira Clã Pioneiro Myrddin G. E. AR Albino Bueno de Camargo 261 D.R.A.C.O.PIO Dia regional de ação comunitária pioneira Sorocaba / São Paulo Outubro / 2010 Projeto Reciclagem de Óleo Sandro José Martins Morais

Leia mais

Gestão Sustentável e Inclusiva de Resíduos Sólidos

Gestão Sustentável e Inclusiva de Resíduos Sólidos Cushman & Wakefield Gestão Sustentável e Inclusiva de Resíduos Sólidos Dimensões Social e ambiental Data de início Março/2011 Principal objetivo da prática Tornar a gestão de resíduos do condomínio E-Business

Leia mais

Ações práticas da igreja local

Ações práticas da igreja local Ações práticas da igreja local DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO PONTO DE VISTA CRISTÃO IGREJA BATISTA DE TAUÁ Ilha do Governador RJ Pr. Josué Valandro de Oliveira Tema: Vida plena e meio ambiente Na esperança

Leia mais

Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios

Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios Ituiutaba Centralina Canápolis Araporã Gurinhatã Monte Alegre de Minas

Leia mais

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br 5,4 milhões de propriedades rurais Faturamento até R$ 3,6 milhões CNPJ, IE, DAP, Registro no Ministério da Pesca Fonte: Características

Leia mais

Seminário ABRELPE e BID Política Nacional de Resíduos Sólidos Desafios e Recursos. São Paulo, 15/10/2012

Seminário ABRELPE e BID Política Nacional de Resíduos Sólidos Desafios e Recursos. São Paulo, 15/10/2012 Seminário ABRELPE e BID Política Nacional de Resíduos Sólidos Desafios e Recursos São Paulo, 15/10/2012 Política Nacional de Resíduos Sólidos Instituída pela Lei 12.305/2010 e regulamentada pelo Decreto

Leia mais

SUSTENTABILIDADE APLICADA

SUSTENTABILIDADE APLICADA SUSTENTABILIDADE APLICADA América do Norte 2002 Florham Park, Wyandotte, Beachwood Europa 1998 Ludwigshafen América Latina 2005 São Paulo Ásia-Pacífico 2012 Hong Kong Matéria-Prima Químicos de base

Leia mais

PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI

PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI PROEN Pró-Reitoria de Ensino SIBIUN Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI GERÊNCIA DE BIBLIOTECAS Allan Roberto de Almeida Cristiani Regina Andretti Edina Maria Calegaro Rodrigo Pereira de Barros

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DA INFÂNCIA E JUVENTUDE E DA DEFESA DOS USUÁRIOS DOS SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DA INFÂNCIA E JUVENTUDE E DA DEFESA DOS USUÁRIOS DOS SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO "A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. Se a nossa opção é progressista, se estamos a favor da vida e não da morte, da equidade e não da injustiça, do direito

Leia mais

Valorização dos Resíduos Plásticos

Valorização dos Resíduos Plásticos Valorização dos Resíduos Plásticos CENÁRIO CENÁRIO Consumimos 50% a mais do que o planeta é capaz de produzir, absorver e regenerar 16% da população mundial consome 78% dos recursos 2/3 da população não

Leia mais

Prof. Eugênio Batista Leite eugeniobl@pucminas.br 031 99735761

Prof. Eugênio Batista Leite eugeniobl@pucminas.br 031 99735761 XI Congresso de Ecologia do Brasil e IV Seminário de Sustentabilidade na Universidade - A incorporação da sustentabilidade socioambiental na gestão e planejamento territorial do campus universitário. PUC

Leia mais

LIXO UNIVERSITÁRIO E AS FORMAS DE RECICLAGEM: ADOÇÃO DE PRÁTICAS DE CONSCIENTIZAÇÃO

LIXO UNIVERSITÁRIO E AS FORMAS DE RECICLAGEM: ADOÇÃO DE PRÁTICAS DE CONSCIENTIZAÇÃO LIXO UNIVERSITÁRIO E AS FORMAS DE RECICLAGEM: ADOÇÃO DE PRÁTICAS DE CONSCIENTIZAÇÃO Juliana do Nascimento Gomides 1 (PQ), Ismael Custodio Pereira Borges 2 * (IC), Regina Maria da Cruz 2 (IC), Renata Ferreira

Leia mais

PROJETO COLETA SELETIVA. Arnon Tavares; Clécio Francisco; Gilson Freitas; Sheila Mariano; Sulamita Rodrigues; Taiana Corrêa e Valmir Pimentel.

PROJETO COLETA SELETIVA. Arnon Tavares; Clécio Francisco; Gilson Freitas; Sheila Mariano; Sulamita Rodrigues; Taiana Corrêa e Valmir Pimentel. PROJETO COLETA SELETIVA Arnon Tavares; Clécio Francisco; Gilson Freitas; Sheila Mariano; Sulamita Rodrigues; Taiana Corrêa e Valmir Pimentel. 2 PROJETO COLETA SELETIVA Arnon Tavares; Clécio Francisco;

Leia mais

Projeto Futuro Mais Verde

Projeto Futuro Mais Verde Projeto Futuro Mais Verde Resumo Executivo A questão da responsabilidade ambiental tem sido um dos assuntos mais relevantes nas empresas do setor sucroenergético e as usinas da COFCO Agri também se interessam

Leia mais

Objetivo Geral: Objetivos Específicos:

Objetivo Geral: Objetivos Específicos: Objetivo Geral: Desenvolver na Comunidade uma consciência cidadã-participativa, espírito de cooperação e solidariedade e o despertar quanto à importância da preservação do meio ambiente através da Reutilização,

Leia mais

Plano de Intervenção

Plano de Intervenção INTERVENÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL CONVERSANDO SOBRE RECICLAGEM Autor: Josana Maria Tiburcio CONTEXTUALIZAÇÃO Plano de Intervenção As atividades relacionadas à urbanização e à industrialização causam grandes

Leia mais

FILIADAS ESTADUAIS ABAD

FILIADAS ESTADUAIS ABAD FILIADAS ESTADUAIS ABAD CADEIA DE ABASTECIMENTO NACIONAL Quem é o cliente do atacado distribuidor Ranking ABAD Ranking ABAD 2013 base 20122013 base 2012 CONSUMIDOR Política Atacadistas Nacional de Cooperativas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Projeto de Extensão: Escola Cidadã Alfabetização e Inclusão Digital Professor Titular: Professor Auxiliar: Profª. Daniela

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS Sandra Maria Furiam Dias (1) Engenheira Civil, Mestre em Recursos Hídricos e Saneamento.

Leia mais

campanha de conscientização e reciclagem de celulares

campanha de conscientização e reciclagem de celulares campanha de conscientização e reciclagem de celulares reciclecel - o que fazemos? reciclecel é uma empresa que atua no recolhimento, logística e descarte seguro de celulares e smartphones. a grande maioria

Leia mais

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL CONEXÃO VERDE REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL IASEA INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL 1. APRESENTAÇÃO Conexão Verde é uma rede de aprendizagem e colaboração que envolve jovens

Leia mais

Carlos Eduardo Godoy (Prof. Amparo) 1

Carlos Eduardo Godoy (Prof. Amparo)   1 Coleta Seletiva Consciência limpa Carlos Eduardo Godoy (Prof. Amparo) E-mail: cecgodoy@gmail.com 1 Proposta da palestra Apresentar para a Comunidade Móbile informações importantes sobre Responsabilidade

Leia mais

Proposta de Patrocínio, Parceria e Apoio

Proposta de Patrocínio, Parceria e Apoio Proposta de Patrocínio, Parceria e Apoio XVII SEPATUR SEMANA PARANAENSE DE TURISMO 1. O EVENTO A SEPATUR - Semana Paranaense de Turismo é um evento de extensão universitária de caráter técnico-científico,

Leia mais

Curso Tecnólogo em Gestão Ambiental. Larissa Vilaça de Sousa IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO POVOADO DE APARIÇÃO.

Curso Tecnólogo em Gestão Ambiental. Larissa Vilaça de Sousa IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO POVOADO DE APARIÇÃO. Curso Tecnólogo em Gestão Ambiental Larissa Vilaça de Sousa IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO POVOADO DE APARIÇÃO Pará de Minas MG 2015 1 Larissa Vilaça de Sousa IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO POVOADO

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL Promover o desenvolvimento das nossas comunidades por meio do cooperativismo de crédito. Ser a principal instituição financeira do cooperado, reconhecida pela excelência

Leia mais

RESÍDUOS SÓLIDOS E O PROGRAMA DE METAS DA CIDADE DE SÃO PAULO

RESÍDUOS SÓLIDOS E O PROGRAMA DE METAS DA CIDADE DE SÃO PAULO RESÍDUOS SÓLIDOS E O PROGRAMA DE METAS DA CIDADE DE SÃO PAULO Contribuições da Sociedade Civil para a construção de metas de resíduos para o período de 2017-2020 Introdução Eixos 1. 2. Aterros Sanitários

Leia mais

Troca Ecológica Premiada.

Troca Ecológica Premiada. Campanha de Educação Ambiental NÃO JOGUE LIXO RECICLÁVEL FORA AGORA ELE VALE PRÊMIOS Troca Ecológica Premiada. O projeto Troca Ecológica, que tem por finalidade a participação da comunidade no processo

Leia mais

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014 Programa Copa 2014 na Bahia Projeto Legados Sociais para Copa 2014 PROGRAMA COPA 2014 NA BAHIA Missão Assegurar, em nome do Governo do Estado, a realização com pleno êxito, da Copa das Confederações 2013

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Relações Empresariais e Comunitárias Diretoria de Extensão

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Relações Empresariais e Comunitárias Diretoria de Extensão II MOSTRA DE CURTAS UTF DOIS VIZINHOS CÂMARA DE VEREADORES DE DOIS VIZINHOS ÁREA TEMÁTICA: CULTURA DOIS VIZINHOS MAIO 2015 1. Caracterização do Problema O cinema constitui-se em uma das formas mais significativas

Leia mais

PRODUZINDO SUSTENTABILIDADE! MELHORIA DO PROCESSO DE RECICLA- GEM DE LIXO NA COOPERATIVA AÇÃO RECICLAR DE POÇOS DE CALDAS RESUMO

PRODUZINDO SUSTENTABILIDADE! MELHORIA DO PROCESSO DE RECICLA- GEM DE LIXO NA COOPERATIVA AÇÃO RECICLAR DE POÇOS DE CALDAS RESUMO PRODUZINDO SUSTENTABILIDADE! MELHORIA DO PROCESSO DE RECICLA- GEM DE LIXO NA COOPERATIVA AÇÃO RECICLAR DE POÇOS DE CALDAS RESUMO O presente trabalho relata as ações extensionistas desenvolvidas em uma

Leia mais

REUNIÕES DE MOBILIZAÇÃO PARA A REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

REUNIÕES DE MOBILIZAÇÃO PARA A REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS REUNIÕES DE MOBILIZAÇÃO PARA A REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS PROGRAMAÇÃO DAS REUNIÕES DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL 19h00 - ABERTURA 19h15 - APRESENTAÇÃO SOBRE PLANO DIRETOR 19h30 - MOMENTO DE

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA Resumo das ações realizadas em Maraú - BA Março, Abril e Maio e julho de 2016 Coordenação: Priscilla Valentim Educadora Ambiental: Manu Stucchi Atividades

Leia mais

O LIXO URBANO NA ESCOLA E EM SEU ENTORNO

O LIXO URBANO NA ESCOLA E EM SEU ENTORNO O LIXO URBANO NA ESCOLA E EM SEU ENTORNO 1. Identificação NOME DA ESCOLA: E. E. ERNESTO SOLON BORGES. Local: Bandeirantes-MS Turmas(S): 6ºB / 8ºB / 9º A Número de alunos: 28 Professores envolvidos: - Margarete

Leia mais

A3P GESTÃO AMBIENTAL NA

A3P GESTÃO AMBIENTAL NA A3P GESTÃO AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICAP O que é a A3P Uma estratégia para construção de uma nova cultura institucional inserindo critérios sócio-ambientais na administração pública Baseia-se na

Leia mais

Sacolas Bioplásticas e a Coleta Seletiva da cidade de São Paulo

Sacolas Bioplásticas e a Coleta Seletiva da cidade de São Paulo Sacolas Bioplásticas e a Coleta Seletiva da cidade de São Paulo A Lei nº 15.374 de 2011 proíbe a disponibilização de sacolas plásticas descartáveis nos estabelecimentos comerciais do município de São Paulo.

Leia mais

POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL

POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL 1. PoliticadoGrupoThyssenKrupp Esta política trata-se de um complemento à Politica «Group Policy on Corporate Citizenship Activities,MembershipsandTicketsPurchases(últimamodificaçãoJaneiro2013)».

Leia mais

Formação de competências na gestão de resíduos sólidos urbanos

Formação de competências na gestão de resíduos sólidos urbanos Formação de competências na gestão de resíduos sólidos urbanos Um estudo com estudantes do ensino fundamental nos aglomerados de Contagem - Minas Gerais, Brasil. O valor da Educação Ambiental na Escola

Leia mais

DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR!

DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR! DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR! Kurlan Frey (Coordenador das Atividades de Extensão) Darlene Luiza Schneider (SAE) Ivânea Clari Back Rohden (SAE) Raquel Brolesi (SAE) 1 1 TÍTULO DO PROJETO DENGUE:

Leia mais

Coleta Seletiva é o processo de separação e recolhimento dos resíduos conforme sua constituição: orgânico, reciclável e rejeito.

Coleta Seletiva é o processo de separação e recolhimento dos resíduos conforme sua constituição: orgânico, reciclável e rejeito. 1. Definição Coleta Seletiva é o processo de separação e recolhimento dos resíduos conforme sua constituição: orgânico, reciclável e rejeito. Para se adaptar à Coleta Seletiva, é essencial que o material

Leia mais

SABÃO ECOLÓGICO DE CAJÁ- MANGA

SABÃO ECOLÓGICO DE CAJÁ- MANGA SABÃO ECOLÓGICO DE CAJÁ- MANGA Sabão Ecológico de Cajá-manga Identificação Nome de projeto: Sabão Ecológico de Cajá- manga Escola: Colégio Cedel Cidade: Edéia (GO) Categoria: Sustentabilidade Professora

Leia mais

Desafios da Gestão Municipal de Resíduos Sólidos

Desafios da Gestão Municipal de Resíduos Sólidos Desafios da Gestão Municipal de Resíduos Sólidos Cláudia Lins Consultora Ambiental Foi instituída pela Lei 12.305/10 e regulamentada pelo Decreto 7.404/10 A PNRS fixou obrigações para União, Estados e

Leia mais

RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL: REAPROVEITAMENTO DO KRAFT E UTILIZAÇÃO DO MARKETING VERDE

RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL: REAPROVEITAMENTO DO KRAFT E UTILIZAÇÃO DO MARKETING VERDE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL: REAPROVEITAMENTO DO KRAFT E UTILIZAÇÃO DO MARKETING VERDE Leonardo Wagnner Gomes de Souza 1, Emerson Tenório da Silva², Roberto Pereira da Silva Junior³ 1 Graduando no Curso

Leia mais

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO O LIXO NOSSO DE CADA DIA

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO O LIXO NOSSO DE CADA DIA VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO O LIXO NOSSO DE CADA DIA Orientadora: MONTEIRO, Lurdinalva. Especialista no Ensino de Biologia; (Nalva_terra@hotmail.com). Alunas: SILVA, Edjane e SILVA,

Leia mais

PRÊMIO OCEPAR DE JORNALISMO REGULAMENTO 2013

PRÊMIO OCEPAR DE JORNALISMO REGULAMENTO 2013 PRÊMIO OCEPAR DE JORNALISMO REGULAMENTO 2013 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O PRÊMIO OCEPAR DE JORNALISMO é um programa institucional desenvolvido pelo Sistema Ocepar (Ocepar - Sindicato e Organização das

Leia mais

CVSP e Programa de Voluntariado Empresarial

CVSP e Programa de Voluntariado Empresarial CVSP e Programa de Voluntariado Empresarial O Centro de Voluntariado de São Paulo, é uma organização social da sociedade civil, sem fins lucrativos, apolítica, apartidária e sem vínculos religiosos. Foi

Leia mais

FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS. Bauru/SP 20 de Outubro 2016

FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS. Bauru/SP 20 de Outubro 2016 FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS Bauru/SP 20 de Outubro 2016 ENCONTRO DE DIRIGENTES DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS 2015 Dificuldades Inadimplência Marketing Integração

Leia mais

Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP)

Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP) Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP) Currículo do(a) interessado(a) deve ser enviado em documento anexado, junto com carta de apresentação, para escravonempensar@reporterbrasil.org.br,

Leia mais

Projeto 3R s: A Educação Ambiental na Escola

Projeto 3R s: A Educação Ambiental na Escola Projeto 3R s: A Educação Ambiental na Escola Orientador: Prof. Me. Pedro Xavier da Penha Co-orientador: Participantes: Instrutores: Gabriel Dutra Amanda Freitas Débora ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO Introdução

Leia mais

Práticas Socioambientais na Copel Distribuição

Práticas Socioambientais na Copel Distribuição Práticas Socioambientais na Copel Distribuição Ramo de atuação da empresa: Distribuição de Energia Elétrica Certificações da empresa: Não possui sistema de gestão ambiental certificado (ISO 14000). Sustentabilidade

Leia mais

A construção do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos através de Consórcio de Municípios: A Experiência do CISGA

A construção do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos através de Consórcio de Municípios: A Experiência do CISGA 20º Encontro Anual dos Dirigentes Municipais de Meio Ambiente A construção do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos através de Consórcio de Municípios: A Experiência do CISGA Porto

Leia mais

CEADEC 16 anos de história e de luta

CEADEC 16 anos de história e de luta CEADEC 16 anos de história e de luta O CEADEC é uma organização não governamental, qualificada como Oscip Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que atua na assessoria à formação de cooperativas

Leia mais

HOSPITAL FEDERAL CARDOSO FONTES TEMA:

HOSPITAL FEDERAL CARDOSO FONTES TEMA: HOSPITAL FEDERAL CARDOSO FONTES TEMA: Reciclagem e Compostagem de resíduos sólidos em unidade de saúde - como fazemos PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: Ieda Azevedo Nogueira TEL: 21 996259476 E-MAIL: iedazevedonogueira@gmail.com

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Serviços de consultoria para apoio técnico referente à realização dos produtos

Leia mais

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Fevereiro/2016)

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Fevereiro/2016) Núcleo Socioambiental - NSA Objetivo Estratégico / Iniciativa Estratégica/ Meta Estratégica 1. Aumentar para 5% os resíduos sólidos reciclados do TST Ação 1. Recolher Resíduos. Reaproveitamento de resíduos

Leia mais

nº 09/2017 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: GESTÃO DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS

nº 09/2017 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: GESTÃO DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS nº 09/2017 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: GESTÃO DE RESÍDUOS RECICLÁVEIS POLÍTICA INTEGRADA DE SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE POLÍTICA INTEGRADA Disponíveis nos murais e no site da empresa

Leia mais

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL Alison Araujo Santos Acadêmico da Faculdade AGES. Bacharelado em Engenharia

Leia mais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Atividade Final: Elaboração de Pré-Projeto Aluno: Maurício Francheschis Negri 1 Identificação do Projeto Rede Mobilizadores Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Um dia na escola do meu filho:

Leia mais

PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL

PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação das águas do Rio Paraíba do Sul em Campos dos Goytacazes - RJ. 1-) Introdução A Política

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12 CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12 PROGRAMA DE REDUÇÃO DO VOLUME E DESTINAÇÃO DA COLETA SELETIVA DOS MATERIAIS DESCARTADOS Programa Nº 05/2016

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12 CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL ESCOLA SENAI CELSO CHARURI UNIDADE SUMARÉ CFP 5.12 PROGRAMA DE REDUÇÃO DO VOLUME E DESTINAÇÃO CORRETA DE RESÍDUOS PERIGOSOS GERADOS Programa Nº 04/2016 Sumário

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA:

CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA: CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA: Público alvo: Todo corpo decente e discente da Faculdade FAR e Comunidade em Geral. Pessoas envolvidas: Alunos das disciplinas de Psicologia Organizacional ( Administração)

Leia mais

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual;

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual; CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) Consultoria Organizacional Prof. Ms. Carlos William de Carvalho CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 2.2 FORMA DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL: EMPRESA

Leia mais

1º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente. Bento Gonçalves RS, Brasil, 29 a 31 de Outubro de 2008

1º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente. Bento Gonçalves RS, Brasil, 29 a 31 de Outubro de 2008 Diagnóstico da geração e destinação dos resíduos sólidos da Cidade de São Gabriel-RS Acad. Rosangela Silva Gonçalves 1, Acad. Julio Cesar Bresolin Marinho 2, Acad. Ângela Hubert Nelfeld 3, Prof. Dr. Claudia

Leia mais

CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE

CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE FORUM DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE Recife,

Leia mais

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO 2016 1. JUSTIFICATIVA O Projeto de Educação no Trânsito O despertar para um trânsito mais seguro, vem conscientizar que é possível ser reduzido o número de acidentes

Leia mais

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012.

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012. PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012 Design D Kebrada 2. Dados do projeto 2.1 Nome do projeto Design D Kebrada 2.2 Data e

Leia mais

Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza Componente Curricular: Educação e Saúde. Prof. Vanderlei Folmer / Msc. Maria Eduarda de Lima

Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza Componente Curricular: Educação e Saúde. Prof. Vanderlei Folmer / Msc. Maria Eduarda de Lima Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza Componente Curricular: Educação e Saúde Prof. Vanderlei Folmer / Msc. Maria Eduarda de Lima O que é lixo? Latim Lix : cinza ; Europa : resíduos domésticos

Leia mais

Daisy Borges Luiz Moraes

Daisy Borges Luiz Moraes I Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ÁREAS PERIURBANAS Daisy Borges Luiz Moraes INTRODUÇÃO A forma de manejar os resíduos sólidos urbanos

Leia mais

COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO - INSTITUTO ESTADUAL DO CÉREBRO PAULO NIEMEYER E HOSPITAL ESTADUAL ANCHIETA AÇÕES DE SUSTENTABILIDADE

COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO - INSTITUTO ESTADUAL DO CÉREBRO PAULO NIEMEYER E HOSPITAL ESTADUAL ANCHIETA AÇÕES DE SUSTENTABILIDADE COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO - INSTITUTO ESTADUAL DO CÉREBRO PAULO NIEMEYER E HOSPITAL ESTADUAL ANCHIETA AÇÕES DE SUSTENTABILIDADE Nome: Natalia Rente Nunes Telefone: (21) 2277-9417 / (21) 98738-0349 E-mail:

Leia mais

Seminário de Resíduos Sólidos Universidade Feevale Programa Cata Vida e a Cooperativa Coolabore

Seminário de Resíduos Sólidos Universidade Feevale Programa Cata Vida e a Cooperativa Coolabore Seminário de Resíduos Sólidos Universidade Feevale Programa Cata Vida e a Cooperativa Coolabore Objetivo: Desenvolver ações integradas, com base nas dimensões que abrangem a sustentabilidade social, econômica

Leia mais

DESCARTE CONSCIENTE: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA EM TRÊS LAGOAS MS.

DESCARTE CONSCIENTE: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA EM TRÊS LAGOAS MS. DESCARTE CONSCIENTE: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA EM TRÊS LAGOAS MS. ADEMIR MASSAL Discente do Curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS GILSON DIAS DE ARAÚJO Discente

Leia mais

PROJETO CAPÍTULO SUSTENTÁVEL Pensar em sustentabilidade é pensar na família, no próximo e em você mesmo. (Djalma Moura)

PROJETO CAPÍTULO SUSTENTÁVEL Pensar em sustentabilidade é pensar na família, no próximo e em você mesmo. (Djalma Moura) PROJETO CAPÍTULO SUSTENTÁVEL 2016 Pensar em sustentabilidade é pensar na família, no próximo e em você mesmo. (Djalma Moura) EDITAL N.º 02/2015-2016 GABRIEL FERNANDO MUNARO e GUILHERME RAMOS DE OLIVEIRA,

Leia mais

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Projeto de capacitação com foco na sensibilização e conscientização voltado à racionalização do uso da água Contrato FEHIDRO

Leia mais

Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe...

Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe... Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe... Responsabilidade Social na Galp Energia Responsabilidade Social na Galp Energia COLABORADORES ESPECIALISTAS PÚBLICO EM GERAL A Galp Energia foi

Leia mais

7 ERROS. A Turminha da OJI está brincando. Mas, observe as duas cenas e descubra os 7 erros.

7 ERROS. A Turminha da OJI está brincando. Mas, observe as duas cenas e descubra os 7 erros. EDIÇÃO 28 7 ERROS A Turminha da OJI está brincando. Mas, observe as duas cenas e descubra os 7 erros. CORUJITA GODOFREDO BANGO BOLINHA COGUMELO ÁRVORE COQUEIRO ARBUSTOS CÁCTOS Vamos logo, pessoal. Hoje

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL Nº 002/2013 Portaria SEME nº 014/2013 Título: Ambiente e Vida Área: Educação Ambiental Coordenação: Cássia Mara Silveira Leal Supervisora: Júnia

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET RESUMO Atualmente o uso do PET ainda é muito aplicado em garrafas de refrigerantes e também em reciclagens

Leia mais

Diretoria de Ensino Região Centro-Oeste. 6º Seminário dos Profissionais Educadores...Semeando ideias... Valorizando práticas...

Diretoria de Ensino Região Centro-Oeste. 6º Seminário dos Profissionais Educadores...Semeando ideias... Valorizando práticas... Diretoria de Ensino Região Centro-Oeste 6º Seminário dos Profissionais Educadores...Semeando ideias... Valorizando práticas... 2017 Regulamento de Participação 6º Seminário dos Profissionais Educadores...Semeando

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA INTRODUÇÃO O município de São João do Polêsine faz parte da Quarta Colônia de Imigração Italiana, pertencente a região central do Estado

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA P R O J E T O

FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA P R O J E T O FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA P R O J E T O 2007 1 SUMÁRIO 1. IDENTIFICAÇÃO:...3 2. OBJETIVOS:...4 3. JUSTIFICATIVA:...5 4. ATIVIDADES:...7 5. CRONOGRAMA DE AÇÃO:...8 6. AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS...9

Leia mais

INTERVENÇÃO. Um plano para salvar o planeta. CONTEXTUALIZAÇÃO

INTERVENÇÃO. Um plano para salvar o planeta. CONTEXTUALIZAÇÃO INTERVENÇÃO Um plano para salvar o planeta. Por: Gabriele Milbradt Glasenapp CONTEXTUALIZAÇÃO Cuidar do planeta é dever de todo o ser humano, e isso deve ser ensinado desde as séries iniciais nas escolas.

Leia mais

Formulário CDL Destaque

Formulário CDL Destaque Formulário CDL Destaque CDL PARÁ DE MINAS Nome do responsável NILTON FERREIRA DE OLIVEIRA Cargo PRESIDENTE O projeto da CDL se enquadra na categoria: Representatividade política e/ou institucional Processos

Leia mais

Políticas de Gerenciamento de Resíduos e Coleta Seletiva de Lixo para a Universidade Federal do Ceará (UFC) 1

Políticas de Gerenciamento de Resíduos e Coleta Seletiva de Lixo para a Universidade Federal do Ceará (UFC) 1 Políticas de Gerenciamento de Resíduos e Coleta Seletiva de Lixo para a Universidade Federal do Ceará (UFC) 1 Thiago RODRIGUES 2 João André de FREITAS 3 André Santos MIYASAKI 4 Arihel MARRERO 5 Thiago

Leia mais

ANÁLISE DOS MATERIAIS RECICLÁVEIS RESULTANTES DA COLETA SELETIVA DESENVOLVIDA PELA UEPG

ANÁLISE DOS MATERIAIS RECICLÁVEIS RESULTANTES DA COLETA SELETIVA DESENVOLVIDA PELA UEPG ANÁLISE DOS MATERIAIS RECICLÁVEIS RESULTANTES DA COLETA SELETIVA DESENVOLVIDA PELA UEPG 30 Introdução: BERTONI, Aline Cristina CAMPOS, Sandro Xavier de CRUZ, Gilson Campos Ferreira da As Universidades

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM PLÁCIDO DE CASTRO ACRE 2011 FLÁVIO PONTES DA SILVA PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM

Leia mais

PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL.

PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. 1 PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. NASCIMENTO, Ana Lúcia Ribeiro do ¹; AMARAL, Suellem Ferreira do ²; LIMA, Michelle de Castro ³; MARTINS, Carla de Moura

Leia mais