A vez e a voz das crianças

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A vez e a voz das crianças"

Transcrição

1 119 outubro de 2010-ESPECIAL CRIANÇA PARA LER NO AR A vez e a voz das crianças Às vésperas de 12 de outubro, Dia das Crianças, eu convido você, ouvinte, a refletir sobre os direitos das meninas e meninos e os cuidados que todos devem ter para que eles vivam uma infância feliz. Um dos primeiros direitos é a certidão de nascimento. Sim, logo ao nascer, a criança tem o direito de ser registrada. O registro é fundamental para que ela seja reconhecida como cidadã e tenha acesso aos serviços públicos. E ninguém precisa pagar pra registrar seu filho porque a certidão de nascimento é gratuita. Brincadeira de criança é coisa séria, viu?! Todas as crianças (1) têm o direito de brincar. Esse direito é tão importante que está escrito na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente. Também está na Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança. Na convenção, quase 200 países, incluindo o Brasil, reconhecem o direito de meninas e meninos ao lazer, ao divertimento e às atividades recreativas próprias da idade. Resta a nós, adultos, fazer o possível para que o direito de brincar seja respeitado! (1) Para efeitos do Estatuto, criança é a pessoa de até 12 anos incompletos, e adolescente é quem tem entre 12 e 18 anos. Trabalho infantil não é apenas ilegal, mas uma violação grave dos direitos da criança. Ele rouba a infância, além de privar meninos e meninas de brincar e de ter acesso à educação. E como é que a gente pode ajudar a combater esse mal? Ter informação é o primeiro passo. Você sabia que a Convenção sobre os Direitos da Criança, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Constituição brasileira proíbem qualquer trabalho a quem tem menos de 16 anos, salvo como aprendiz? E mesmo como aprendiz(2), só pode a partir dos 14 anos, viu?! Então, alô, ouvinte! Alô, pai, mãe, comunidade! Trabalhar é coisa de adulto. Criança que trabalha, não estuda; se estuda, fica muito mais difícil aprender os conteúdos. O trabalho infantil separa meninos e meninas das famílias e, nos casos mais graves, deixa as crianças expostas à exploração e ao abuso sexual. Se você conhece algum caso de trabalho infantil,

2 denuncie! Disque 100. A ligação é de graça de qualquer lugar do Brasil. (2) Para ser contratado como aprendiz, o adolescente precisa estar na escola, e a atividade não pode comprometer os estudos ou ser perigosa. Um contrato de aprendizagem garante acesso aos direitos previdenciários e trabalhistas. Criança tem direito de aprender. Para garantir esse direito, é preciso a união de todos. Educação pública é responsabilidade das prefeituras, dos governos estaduais, da União e, também, da sociedade. É... Você, ouvinte, também é responsável pela educação dos meninos e meninas do nosso País. Então, se você conhece alguma criança que não estuda, faça a sua parte: procure o Conselho Tutelar do município. E, lembre-se: não basta a criança estar na escola, ela precisa receber Educação de qualidade (3), aprender. Então, se a criança está matriculada, mas sempre faltam professores e merenda, por exemplo, procure a direção da escola e reclame. Se não resolver, coloque a boca no trombone! Se o problema é falta de vagas, você também deve procurar o Conselho Tutelar. Atualmente, quase todas as crianças brasileiras de 7 a 14 anos estão na escola. Eu disse quase. Ainda existem 570 mil crianças fora das salas de aula. ( 3) De acordo com o UNICEF, três características definem educação de qualidade: integral, contextualizada e com atenção individualizada. A educação integral oferece mais oportunidades de aprendizado por meio de ações desenvolvidas em períodos alternativos ao da escola e que contam com o envolvimento da família e da comunidade. Contextualizada significa que a educação considera a realidade da criança e do lugar, a sua cultura, E atenção individualizada implica reconhecer cada criança como única, respeitar o seu tempo de aprendizado. Ajude a garantir os direitos de crianças e adolescentes. Você pode denunciar casos de trabalho infantil e outras violações ao Conselho Tutelar. O Conselho exerce papel-chave na proteção da criança. Ele encaminha os casos de violência aos órgãos responsáveis e também representa a comunidade em problemas relacionados com falta de escolas, postos de saúde e de outros serviços públicos. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, todos os municípios no País devem ter, pelo menos, um Conselho Tutelar funcionando. Os primeiros seis anos de idade são decisivos na vida de uma criança. Quando ela recebe a atenção e os cuidados necessários nessa fase, tem mais chances de crescer com melhor preparo físico e emocional, e com mais facilidade de aprendizado. O papel da família de educar e proteger os filhos é sempre importante, mas nos seis primeiros anos é realmente fundamental. E para que a família possa garantir todos os cuidados que as crianças necessitam, os serviços públicos também precisam funcionar corretamente. Se isso não acontece, você pode e deve

3 procurar o Conselho Tutelar, que exerce papel-chave na proteção da criança. Sabia que toda criança tem o direito de estar plenamente alfabetizada até os 8 anos? A idade coincide com a 2ª série ou 3º ano do ensino fundamental. Se a criança não aprende a ler e a escrever até os 8 anos, todo o restante do aprendizado pode ficar comprometido. A alfabetização nesse período é tão importante que faz parte das diretrizes do Plano de Desenvolvimento da Educação e é, também, uma das metas do movimento Todos pela Educação. Se você é pai, mãe ou professor e não sabe como agir com uma criança de 9 ou 12 anos de idade, por exemplo, que ainda não sabe ler e escrever, atenção: o primeiro passo é investigar qual é o problema da criança. Por mais que o professor e a família se esforcem para que a criança leia, se as causas não forem identificadas, nada feito! Por isso, professor, pai, mãe, investigue! O governo tem até o ano 2016 para garantir matrícula nas escolas a todas as crianças de 4 anos de idade. Uma emenda constitucional aprovada no fim do ano passado obriga o Estado a ampliar o acesso à educação básica, que vai da pré-escola ao ensino médio. Com a mudança, meninos e meninas terão garantia de serem matriculados aos 4 anos e permanecerem na escola, pelo menos, até os 17. Existe uma maneira de você, estudante, defender os próprios direitos dentro da escola. Sabe como? Com o grêmio estudantil, órgão máximo de representação dos alunos, a sua voz na escola. O grêmio é uma organização sem fins lucrativos de defesa dos interesses dos estudantes. Sabe o que eles fazem? Realizam atividades que unem os alunos, aproximam a comunidade da escola e contribuem para o exercício da cidadania. Por exemplo: campanhas de agasalho, organização de gincanas e de campeonatos de futebol, reivindicação por melhorias da escola. Se você é estudante e ficou interessado em criar um grêmio estudantil, o primeiro passo é comunicar o seu desejo aos dirigentes da escola. Pai e mãe, quando a família está por perto, interessada, a criança se sente mais segura e motivada a estudar. Pra se ter uma ideia de como o acompanhamento familiar é importante, basta lembrar que em mais da metade das escolas analisadas pela publicação Aprova Brasil, o Direito de Aprender, o bom desempenho dos estudantes foi atribuído à participação da comunidade no cotidiano da escola, incluindo aí, é claro, os pais. O estudo foi realizado pelo UNICEF, Ministério da Educação (MEC) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). E sabe como a família pode acompanhar da vida escolar das crianças? Participar de reuniões é importante, mas não basta. Você pai, mãe ou responsável deve visitar a escola com frequência, conhecer a diretora, os professores, os funcionários da escola, ouvir o que eles têm a dizer, acompanhar como o seu filho está nos estudos. Vale também

4 conversar com as outras crianças, os outros pais, ajudar na organização de festas e de outros eventos. Enfim, sempre há um jeito de você se aproximar. E que tal fazer parte do Conselho Escolar ou da Associação de Pais e Mestres (APM)? Geralmente a missão da Associação de Pais e Mestres (APM) é de aproximar os pais do dia a dia da escola. Em alguns casos, essas associações também são responsáveis pela gestão e recebimento de recursos do governo. Já o Conselho Escolar reúne representantes da escola, das famílias e da comunidade para opinar e decidir sobre tudo o que tem a ver com a qualidade da escola e do ensino. Os conselhos são criados por lei municipal. Você que é pai, mãe, já pensou em se candidatar a uma vaga no conselho? Então, tá aí a dica. Você, que é pai ou mãe de criança pequena, já comprou ou leu algum livro para ela? Sabia que existem livros para todas as idades? Até para bebês! Eles são feitos com materiais que não machucam, como panos e borrachas, e podem até ser levados para o banho. O objetivo é fazer com que a criança tenha contato, brinque com os livros desde cedo. Agora, se seu filho é mais crescidinho, mas ainda não aprendeu a ler, conte uma história ou leia um livro para ele. É uma forma de preparar a criança para quando chegar a época da alfabetização, fase muito importante da vida escolar. CURIOSIDADES No Brasil, o Dia das Crianças foi criado por decreto. Um deputado federal teve a ideia e, em 1924, os parlamentes aprovaram 12 de outubro como Dia das Crianças. A data foi criada pelo decreto nº No entanto, o dia só passou a ser comemorado mesmo a partir de 1960, quando uma fábrica de brinquedos, de olho no aumento das vendas, resolveu fazer uma promoção. A partir daí, outras empresas tiveram a mesma iniciativa. A data não é a mesma nos outros países, mas existe um dia internacional dedicado às crianças, que é 20 de novembro. É a data da aprovação da Declaração Universal dos Direitos da Criança, em A Declaração é um tratado, assinado por diversos países, entre eles, o Brasil, para proteção dos direitos de meninos e meninas de todo o mundo. SUGESTÃO DE PAUTA Radialista, às vésperas do Dia das Crianças, que tal convidar meninas e meninos de todas as idades para participar da programação da rádio? A ideia é descobrir quais as necessidades, os desejos das crianças e o que cada um pode fazer para garantir a elas uma infância feliz, mas o mais importante é oferecer um espaço onde eles podem manifestar suas opiniões. Além das crianças, convide pais, professores e agentes de saúde, por exemplo, para debater sobre os direitos de crianças e adolecentes, a

5 importância da família e da comunidade em geral para garantir um crescimento saudável, combater o trabalho infantil, melhorar a educação de meninos e meninas... E não custa lembrar aos seus ouvintes que a garantia de desenvolvimento da criança não é tarefa só do governo. A sociedade e a família têm papel fundamental previsto, inclusive, na Constituição. Especialmente para combater o trabalho infantil, você, radialista, pode ajudar de várias formas. Uma delas é tentar acabar com a ideia de que conciliar trabalho e escola é bom. Não é mesmo! Causa prejuízos para a aprendizagem, tira da criança o direito de brincar, de ser criança e de se desenvolver com plenitude. A seguir, algumas sugestões de perguntas para as crianças: O que vocês acham que é preciso para melhorar a sua escola? Vocês gostam da escola? E dos professores? Vocês conhecem alguma criança que trabalha? Sabem como denunciar? O que pensam sobre isso? No futuro, como vocês se imaginam? os educadores: Vocês conseguem identificar quando uma criança está com problema na família ou mesmo de aprendizagem? Nesse caso, o que fazem? O que vocês acham que é preciso fazer para que vocês possam ajudar mais no desenvolvimento das crianças? Quando uma criança falta muitas aulas, a escola procura saber qual o motivo? Existem casos de crianças que deixaram a escola para trabalhar? Qual a atitude de vocês? pais: Vocês participam das reuniões escolares? Vocês têm consciência do quanto a família é importante para que a criança cresça saudável? O que fazem quando as crianças reclamam de algo na escola? Vocês sabiam que os primeiros anos de vida de uma criança são fundamentais para que ela cresça feliz? Vocês têm cartão de vacina das crianças? Vacinam conforme o calendário? PALAVRA DO RADIALISTA Radialista, a Provinha Brasil é um importante instrumento para professores e gestores escolares descobrirem qual é o nível de alfabetização dos alunos. Prefeituras, dirigentes de educação, família, enfim, toda a sua comunidade deve se mobilizar para que as escolas

6 apliquem a Provinha. Ela permite a correção de possíveis falhas de alfabetização ainda no início. A Provinha é aplicada no início e no fim do ano letivo. Então, que tal você divulgar a data da Provinha quando chegar a época. Pra saber mais, basta entrar no endereço eletrônico e clicar no link Provinha Brasil, que aparece do lado esquerdo da tela. Radialista, existe uma cartilha chamada Nenhuma Criança Brasileira vai Crescer sem Saber Ler! Ou sem Gostar de Ler!, lançada pelo MEC em parceria com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e outras instituições. Lá estão várias dicas para ajudar a criança a sentir prazer pela leitura. As ilustrações da cartilha são do Ziraldo. Aos poucos, você pode ler todas elas no ar. Você encontra a cartilha no endereço eletrônico EXPEDIENTE Edição: Heloisa d'arcanchy (Escola Brasil) Reportagem: Radígia de Oliveira Design: Márcio Duarte M10 Design OSCIP Escola Brasil SRTVN 702, Ed. Brasília Rádio Center, 4033 CEP , Brasília-DF Tel.: (61) Movimento Todos pela Educação Av. Paulista, 1294, 19º Andar CEP , São Paulo-SP Tel.: (11) Fundo das Nações Unidas para a Infância SEPN 510, bloco A, 2º andar CEP , Brasília-DF Tel.: (61) Fax: (61) Para deixar de receber este informativo, remova seu da lista

Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês

Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês 09 dezembro de 2010 Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês Mais da metade das novas infecções pelo HIV/aids que ocorrem no Brasil atinge adolescentes e jovens com idade entre 15 e 24

Leia mais

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia Representação da UNESCO no Brasil DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia 1ª Edição Brasília e São Paulo UNESCO e OBORÉ Setembro de 2009 2009 Organização das Nações

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil Brasil livre do trabalho infantil, todos juntos nesse desafio! O Governo Federal e a sociedade brasileira

Leia mais

PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO

PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO Este documento é resultado do chamado do Ministério da Educação à sociedade para um trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel Elaboração Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude e Coordenadoria de Comunicação Social do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Contato Rua Bocaiúva, 1.750, 4º andar - Centro -

Leia mais

Com-Vida. Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida

Com-Vida. Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Com-Vida Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Com-Vida Comissao de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Depois de realizar a Conferência... Realizada a Conferência em sua Escola ou Comunidade, é

Leia mais

Orientação às Famílias

Orientação às Famílias Ministério da Educação Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Cartilha Orientação às Famílias Brasília, 10 de agosto de 2012. 1 Presidência da República Ministério da

Leia mais

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2008 CAMPANHA * COMPROMISSO PELA CRIANÇA E PELO ADOLESCENTE

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2008 CAMPANHA * COMPROMISSO PELA CRIANÇA E PELO ADOLESCENTE ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2008 CAMPANHA * COMPROMISSO PELA CRIANÇA E PELO ADOLESCENTE Carta Aberta aos candidatos e candidatas às Prefeituras e Câmaras Municipais: Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos,

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1

CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1 CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1 CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 2 1 2 3 VISITEM A ESCOLA DE SEUS FILHOS SEMPRE QUE PUDEREM. CONVERSEM COM OS PROFESSORES. PERGUNTEM

Leia mais

Cada pessoa tem a sua história

Cada pessoa tem a sua história 1 Cada pessoa tem a sua história Nina menina [...] Um dia desses, eu passei toda a tarde de um domingo assistindo às fitas de vídeo das minhas festinhas de aniversário de 2, de 3 e de 4 anos. O programa

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam orientação

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 2 1 2 3 Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 4 Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam

Leia mais

O papel dos atores sociais na promoção dos direitos da CRIANÇA

O papel dos atores sociais na promoção dos direitos da CRIANÇA Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE) Sociedade Cearense de Pediatria (SOCEP) Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) Fundação Instituto Cearense de Saúde Reprodutiva (FICSARE) Competências

Leia mais

PROJETOS CULTURAIS ELEIÇÕES. 5 0 a O - fu dame tal. Votar é uma forma de lutar pelos nossos direitos. Justificativa

PROJETOS CULTURAIS ELEIÇÕES. 5 0 a O - fu dame tal. Votar é uma forma de lutar pelos nossos direitos. Justificativa ELEIÇÕES ELEIÇÕES 5 0 a O - fu dame tal Votar é uma forma de lutar pelos nossos direitos. Justificativa PROJETOS CULTURAIS Estamos em época de eleições, em tempo de discutir ideias para fazer a melhor

Leia mais

ROTEIRO PARA REFLEXÃO DO VÍDEO ERA UMA VEZ OUTRA MARIA

ROTEIRO PARA REFLEXÃO DO VÍDEO ERA UMA VEZ OUTRA MARIA SOCIALIZAÇÃO DE MULHERES E HOMENS Quais foram as diferenças entre a criação da Maria e a do seu irmão? Vocês acham que os meninos e as meninas da sua comunidade são criados de formas diferentes? Como?

Leia mais

TRABALHO INFANTIL. Fabiana Barcellos Gomes

TRABALHO INFANTIL. Fabiana Barcellos Gomes TRABALHO INFANTIL Fabiana Barcellos Gomes Advogada, Pós graduada em Direito e Processo Penal com ênfase em Segurança Pública, Direito do Trabalho e Pós graduanda em Direito de Família e Sucessões O que

Leia mais

Solidária à Infância. UNICEF/BRZ/Luca Bonacini

Solidária à Infância. UNICEF/BRZ/Luca Bonacini Empresa Solidária à Infância UNICEF UNICEF/BRZ/Luca Bonacini O Melhor investimento social para a pequena e média empresa UNICEF/BRZ/Mila Petrillo EMPRESA 09 09 09 EMPRESA À INFÂNCIA EMPRESA À INFÂNCIA

Leia mais

QUERIDO(A) ALUNO(A),

QUERIDO(A) ALUNO(A), LANÇADA EM 15 MAIO DE 2008, A CAMPANHA PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS É UMA DAS MAIORES MOBILIZAÇÕES PERMANENTES JÁ REALIZADAS NO PAÍS, COM FOCO NO COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

Como é a criança de 4 a 6 anos

Como é a criança de 4 a 6 anos de 4 a 6 anos Como é a criança Brinque: lendo histórias, cantando e desenhando. A criança se comunica usando frases completas para dizer o que deseja e sente, dar opiniões, escolher o que quer. A criança

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Cartilha de Prevenção Orientações para o combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes Art. 5º Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão,

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Apresentação Esta cartilha representa um grito dos educadores, dos estudantes, dos pais, dos trabalhadores e da sociedade civil organizada em defesa da educação pública de qualidade, direito de todos e

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo APRESENTAÇÃO A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com

Leia mais

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo.

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo. Apoio: A Constituição Federal do Brasil diz que: É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à

Leia mais

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (*) ANGELA GUADAGNIN A sociedade de forma organizada conquistou na constituição que os direitos das crianças e adolescentes fossem um dever a ser implantado e respeitado

Leia mais

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES Para a Patrus Transportes, atuar de forma responsável significa valorizar as pessoas. Essa relação começa no ambiente interno e se estende a todos os stakeholders da empresa, como clientes, fornecedores,

Leia mais

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil 1 Carta-Compromisso pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil Para consagrar o Estado Democrático de Direito, implantado pela Constituição

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ CENTRO DE APOIO OPERACIONAL ÀS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E DA EDUCAÇÃO (Área da Educação) PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PROTEÇÃO À EDUCAÇÃO NO

Leia mais

Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração incentivando envolvimento da sociedade civil em fóruns e conselhos

Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração incentivando envolvimento da sociedade civil em fóruns e conselhos / / Fique ligado Notícias / Especiais Promenino Fundação Telefônica 10/12/2012 Os desafios da fiscalização do trabalho infantil Governo planeja ações com base em dados e tenta aprimorar combate à exploração

Leia mais

BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING

BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING 2012 BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING Desde abril/2009 o consumidor do Estado de São Paulo pode escolher se quer ou não receber ligações telefônicas que ofereçam produtos e serviços.

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro A Campanha Nacional pela Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma colheita para o futuro, é uma ação estratégica do Movimento Sindical de Trabalhadores

Leia mais

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão.

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão. Osdireitosdohomemedocidadãonocotidiano (OscarNiemeyer,1990) "Suor, sangue e pobreza marcaram a história desta América Latina tão desarticulada e oprimida. Agora urge reajustá-la num monobloco intocável,

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

- Adolescentes desprotegidos

- Adolescentes desprotegidos + Adolescentes estudando - Adolescentes desprotegidos É da Nossa Conta! = [Cartilha Empregador] Promenino Fundação Telefônica Apoio cartilha_empregador_geral_final.indd 1 01/08/14 17:22 A Campanha É da

Leia mais

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2014. Carta Compromisso dos candidatos à Prefeitura Municipal de Americana

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2014. Carta Compromisso dos candidatos à Prefeitura Municipal de Americana ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2014 Carta Compromisso dos candidatos à Prefeitura Municipal de Americana A CRIANÇA E O ADOLESCENTE NO CENTRO DA GESTÃO MUNICIPAL O Estatuto da Criança e do Adolescente ECA (Lei nº

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

Observação: De acordo com o art.2º da Lei 8.069/90 Estatuto da Criança e Adolescente :

Observação: De acordo com o art.2º da Lei 8.069/90 Estatuto da Criança e Adolescente : TRABALHO É toda atividade humana, remunerada ou não, sistemática, obrigatória, que pode ou não exigir conhecimentos específicos sobre determinado tema, arte ou ofício, cujo objetivo é o alcance de uma

Leia mais

Assunto: Universalização, até 2016, do atendimento escolar da população de 4 e 5 anos - Cumprimento do art. 6º da Emenda Constitucional n.º 59/2009.

Assunto: Universalização, até 2016, do atendimento escolar da população de 4 e 5 anos - Cumprimento do art. 6º da Emenda Constitucional n.º 59/2009. Ofício nº /2015 MPCPR/ MPPR/MPFPR Curitiba, 11 de maio de 2015. Assunto: Universalização, até 2016, do atendimento escolar da população de 4 e 5 anos - Cumprimento do art. 6º da Emenda Constitucional n.º

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

TRABALHO INFANTIL. CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa

TRABALHO INFANTIL. CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa TRABALHO INFANTIL CEREST ESTADUAL Márcia Peixoto Lucimeira Costa O que é trabalho infantil? São crianças e adolescentes economicamente ativos, meninos e meninas com idade até 18 anos que contribuam para

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N. 4260, DE 2012

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N. 4260, DE 2012 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N. 4260, DE 2012 Altera a Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), para dispor sobre o funcionamento de estabelecimentos

Leia mais

Município. Prefeitura Municipal de Piraí do Norte - BA. Terça-Feira - 15 de dezembro de 2009 - Ano IV - N º 49

Município. Prefeitura Municipal de Piraí do Norte - BA. Terça-Feira - 15 de dezembro de 2009 - Ano IV - N º 49 do Município Prefeitura Municipal de Piraí do Norte - BA Terça-Feira - 15 de dezembro de 2009 - Ano IV - N º 49 EDITAL GSME Nº 01/2009, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre: Diretrizes, normas e períodos

Leia mais

Orientações Operacionais para a Educação

Orientações Operacionais para a Educação PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO Secretaria de Educação Gabinete da Secretária Orientações Operacionais para a Educação Ano Letivo de 2014 Prefeitura Municipal de Cabedelo Secretaria de Educação Rua Pastor

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6]

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] O tema central desta edição do Boletim Informativo será a Psicologia Infantil. A Psicologia Infantil é a área da Psicologia que estuda o desenvolvimento da

Leia mais

Como o Brasil enfrenta a exploração sexualcomercial de crianças e adolescentes

Como o Brasil enfrenta a exploração sexualcomercial de crianças e adolescentes Como o Brasil enfrenta a exploração sexualcomercial de crianças e adolescentes 1. Introdução Fenômeno dos mais graves de nosso tempo, a exploração sexual-comercial de crianças e adolescentes não deve ser

Leia mais

OU SOBRE A EXPLORAÇÃO DE MÃO-DE- OBRA INFANTIL!

OU SOBRE A EXPLORAÇÃO DE MÃO-DE- OBRA INFANTIL! Luiz Inácio Lula da Silva Presidente da República Carlos Lupi Ministro do Trabalho e Emprego André Figueiredo Secretário-Executivo Ruth Beatriz de Vasconcelos Vilela Secretária de Inspeção do Trabalho

Leia mais

Alfabetização. Cleuza Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime

Alfabetização. Cleuza Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Alfabetização Cleuza Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Cleuza Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012

ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012 ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012 Avenida Oliveira Paiva, 2621 Seis Bocas Fortaleza, Ceará, CEP: 60.822-131 Tel: (85) 4006.4058 Fax: (85) 4006.4059

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS EDITAL PROCESSO SELETIVO 2013 - PROGRAMA NOSSAS CRIANÇAS O seguinte edital tem por objetivo convidar organizações da sociedade civil a participarem do processo de seleção de projetos para obtenção de apoio

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES PAIR

PROGRAMA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES PAIR Presidência da República Secretaria de Direitos Humanos Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA Relatório das Ações Desenvolvidas pelo Projeto Oficina Escola 1. Apresentação Companheiros (as) da Associação Tremembé estamos concluindo mais um ano missão e com isso somos convidados (as) a socializar

Leia mais

GUIA DE SUGESTÕES DE ATIVIDADES SEMANA SAÚDE NA ESCOLA TEMA: PARTICIPAÇÃO JUVENIL/INFANTIL

GUIA DE SUGESTÕES DE ATIVIDADES SEMANA SAÚDE NA ESCOLA TEMA: PARTICIPAÇÃO JUVENIL/INFANTIL MINISTÉRIO DA SAÚDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GUIA DE SUGESTÕES DE ATIVIDADES SEMANA SAÚDE NA ESCOLA TEMA: PARTICIPAÇÃO JUVENIL/INFANTIL Brasília - DF 2013 GUIA DE SUGESTÕES DE ATIVIDADES SEMANA SAÚDE NA

Leia mais

Direitos e Deveres das Crianças e Adolescentes

Direitos e Deveres das Crianças e Adolescentes Direitos e Deveres das Crianças e Adolescentes Esta lei dispõe sobre a proteção integral á criança e ao adolescente, considera-se criança, para efeitos desta lei, a pessoa até doze(12) anos de idade incompletos

Leia mais

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral.

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral. EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente nos âmbitos federal, estadual,

Leia mais

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade Nome da empresa: McDonald s Comércio de Alimentos Ltda Data da Fundação: 1979 Número de funcionários: 34 mil Tempo como Franqueador/ Franqueado: 20 anos Localização: Sede: Barueri/ SP e 120 restaurantes

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO jun/15 GRUPO I META 1

AUDIÊNCIA PÚBLICA PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO jun/15 GRUPO I META 1 AUDIÊNCIA PÚBLICA PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO jun/15 GRUPO I META 1 Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta

Leia mais

Paraíso. Em cena. Toques da infância. em foco. Edição X Ano III Maio de 2014

Paraíso. Em cena. Toques da infância. em foco. Edição X Ano III Maio de 2014 Paraíso em foco Edição X Ano III Maio de 2014 Em cena Toques da infância 1 editorial O primeiro Paraíso em Foco do ano traz muitas informações importantes! Você já deve ter ouvido falar da campanha de

Leia mais

Como Organizar órgãos de Representação dos Estudantes dentro do IFSULDEMINAS

Como Organizar órgãos de Representação dos Estudantes dentro do IFSULDEMINAS Como Organizar órgãos de Representação dos Estudantes dentro do IFSULDEMINAS Esta é apenas uma sugestão de criação do Grêmio Estudantil e outros órgãos de representação dos estudantes no IFSULDEMINAS,

Leia mais

Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação

Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação Responsabilidades e desafios do setor público quanto ao direito à educação Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime A Undime como organização

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um.

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Compromisso Todos pela Educação Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Ministério da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Maria do Pilar Lacerda A. Silva DEPARTAMENTO DE PROJETOS

Leia mais

Seria possível uma infância sem racismo?

Seria possível uma infância sem racismo? Seria possível uma infância sem racismo? Seria possível termos todas as crianças de até 1 ano de idade sobrevivendo? Seria possível um Brasil com todas as crianças sem faltar nenhuma delas tendo seu nome

Leia mais

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Eu posso dizer para "NÃO" filho? meu Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

Letramento: Um ano de histórias

Letramento: Um ano de histórias 1 Letramento: Um ano de histórias Joyce Morais Pianchão 1 RESUMO Ensinar a ler e escrever é a meta principal da escola. E para que todos exerçam seus direitos, exercendo com dignidade a sua cidadania na

Leia mais

Processo de construção do Plano Municipal pela Primeira Infância do Rio de Janeiro, Brasil

Processo de construção do Plano Municipal pela Primeira Infância do Rio de Janeiro, Brasil Processo de construção do Plano Municipal pela Primeira Infância do Rio de Janeiro, Brasil Irene Rizzini Universidade PUC-Rio - CIESPI Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância Rio de

Leia mais

Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº. 006/2012 Processo nº. 001.047780.11.8

Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº. 006/2012 Processo nº. 001.047780.11.8 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº. 006/2012 Processo nº. 001.047780.11.8

Leia mais

Ministério da Saúde. Caderneta de. Saúde. Pessoa Idosa

Ministério da Saúde. Caderneta de. Saúde. Pessoa Idosa Ministério da Saúde Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA 1. APRESENTAÇÃO O Estatuto do Idoso representou uma grande conquista social e um marco na garantia de direitos.

Leia mais

A Ética e o Idoso: Comemorando o Dia Internacional da Terceira Idade.

A Ética e o Idoso: Comemorando o Dia Internacional da Terceira Idade. Ministério da Educação Início do Conteúdo A Ética e o Idoso: Comemorando o Dia Internacional da Terceira Idade. Autor e Co-autor(es) Autor Fátima Rezende Naves Dias UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Leia mais

Proposições do Seminário Sistema de Justiça e o Combate ao Trabalho Infantil Rio de Janeiro Agosto 2015

Proposições do Seminário Sistema de Justiça e o Combate ao Trabalho Infantil Rio de Janeiro Agosto 2015 Proposições do Seminário Sistema de Justiça e o Combate ao Trabalho Infantil Rio de Janeiro Agosto 2015 Proposições aprovadas durante o Seminário "Sistema de Justiça e o Combate ao Trabalho Infantil" realizado

Leia mais

Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br

Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br As notícias do UNICEF para todos UNI uni é é um boletim informativo do UNI do UNICEF Brasil Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br O que você fez hoje? O UNICEF acaba de lançar uma campanha especial

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) aprovou três projetos do Instituto Saúde e Sustentabilidade para serem

Leia mais

PLANO DE MOBILIZAÇÃO DAS IGREJAS CRISTÃS PELA EDUCAÇÃO

PLANO DE MOBILIZAÇÃO DAS IGREJAS CRISTÃS PELA EDUCAÇÃO PLANO DE MOBILIZAÇÃO DAS IGREJAS CRISTÃS PELA EDUCAÇÃO Quero trazer à memória aquilo que me dá esperança Lamentações de Jeremias, 3:21 Ensine a criança o caminho por onde andar e, assim, não se desviará

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Crescendo junto com o Brasil. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria

Leia mais

A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma:

A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma: CONDICIONALIDADES DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA ATORES RESPONSÁVEIS PELA GESTÃO A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma:» Intersetorial: com os responsáveis

Leia mais

Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA. Comunicação de Progresso - 2006

Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA. Comunicação de Progresso - 2006 Bolsa de Valores de São Paulo - BOVESPA Comunicação de Progresso - 2006 Quem somos: Número de funcionários: 781 Número de empresas listadas: 391 Volume financeiro diário: R$ 2,4 bilhões Market Cap: R$

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

Mobilização: 5% do Orçamento para Assistência Social. [Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município nº 02/09]

Mobilização: 5% do Orçamento para Assistência Social. [Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município nº 02/09] Mobilização: 5% do Orçamento para Assistência Social [Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município nº 02/09] Apresentação O retrato social da cidade de São Paulo revela uma lógica contraditória: a cidade

Leia mais

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano 1 TÍTULO DO PROJETO O REGISTRO DE NASCIMENTO 2 CICLO OU SÉRIE 1º CICLO OU SÉRIE 1º CICLO 7 anos 3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS Ensino Religioso História Geografia Alteridade (O Eu/ EU sou História local

Leia mais

RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2011

RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2011 RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2011 Dispõe sobre o Programa Adolescente Aprendiz no âmbito do Ministério Público da União e do Estados O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no exercício das atribuições conferidas

Leia mais

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Guilherme Schelb, Promotor de Justiça da Infância em Brasília (1992-1995), especialista em temas da infância e

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Passo a passo para a conferencia

Passo a passo para a conferencia ^ Passo a passo para a conferencia Apresentacao Comunidade sustentável O que é uma Conferência? Uma conferência é um processo no qual as pessoas se reúnem, discutem os temas propostos expondo diversos

Leia mais

Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas

Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas Colunista Capitão Marcelo Sançana Comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar Segundo estudos científicos, até os dezoito anos de idade, o

Leia mais

NOTA DE REPÚDIO ou sob o regime de tempo parcial, a partir de quatorze anos

NOTA DE REPÚDIO ou sob o regime de tempo parcial, a partir de quatorze anos NOTA DE REPÚDIO A presente Nota faz considerações referentes à Proposta de Emenda Constitucional PEC nº 18 de 2011, de autoria do Deputado Federal Dilceu Sperafico e outros, que propõe o seguinte texto

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL N.º 05/2010 PROJETO RONDON- JULHO 2011 A Universidade Metodista de São Paulo concorrerá a quatro operações nacionais no mês de Julho de 2011.

Leia mais

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPACTO DA VIOLÊNCIA NA SAÚDE DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ VOCÊ É A PEÇA PRINCIPAL PARA ENFRENTAR ESTE PROBLEMA Brasília - DF 2008

Leia mais