Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo"

Transcrição

1

2 SESSÃO ORDINÁRIA PROCESSO Nº CLASSE 30 NOTAS TAQUIGRÁFICAS Fls. 1/6 RELATÓRIO O Sr. JURISTA GUSTAVO CÉSAR DE MELLO CALMON HOLLIDAY (RELATOR):- Senhor Presidente: Trata-se de Recurso Eleitoral interposto por I Queiroz de Jesus ME com o intuito de reformar a sentença de piso que julgou procedente a representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, devido a uma doação de campanha acima dos limites legais, referente às eleições de A exordial (fls. 02/06) expõe que, durante as eleições de 2012, I Queiroz de Jesus ME doou a quantia de R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) ao candidato a prefeito Ricardo Rosetti Conde, valor este que excedeu o limite previsto pelo 1º do art. 81 da Lei das Eleições. Em sede de defesa (fls. 17/20), alega-se que na contratação houve uma confusão no momento da formalização dos atos, já que, por equívoco, os documentos utilizados foram os da empresa, não os da pessoa física, a qual foi contratada. Com base nos documentos fornecidos pela Receita Federal (fl. 33) juntados aos autos após a quebra de sigilo fiscal da representada (fls. 30/30v), verificou-se que a pessoa jurídica em questão contabilizou rendimentos brutos no total de R$300,00 (trezentos reais) no ano de Constata-se, portanto, que a doação ultrapassou o limite legal equivalente a 2% dos rendimentos brutos do ano anterior. Assim, o recorrente que poderia doar o valor de R$6,00 (seis reais), excedeu em R$2.494,00 (dois mil e quatrocentos e noventa e quatro reais). A sentença julgou procedente a pretensão do Ministério Público e determinou o pagamento de multa de cinco vezes à quantia excedente doada, resultando o valor de R$12.470,00 (doze mil quatrocentos e setenta reais). O recurso eleitoral (fls. 42/51) reiterou a alegação acerca do equívoco em relação à formalização dos atos no contrato, pois a prestação de serviço foi realizada pela pessoa física Izac Queiroz de Jesus e não pela sociedade empresária como consta nos documentos. Diante disso, sustenta o recorrente que, deve-se incidir o art. 23 da Lei 9.504/97, referente à doação realizada por pessoa física, e não o art. 81 como consta na representação. Alega ainda que, em se tratando de pessoa física, o valor da doação seria de 10% dos rendimentos brutos de 2011, ou seja, R$4.800,00 (quatro mil e oitocentos reais), visto que o valor declarado no ano em questão foi de R$48.000,00 (quarenta e oito mil reais). Por último, sustenta que ocorreu uma doação estimável em dinheiro e o limite para tal modalidade de doação é de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais), o que caracteriza a regularidade da doação efetuada. O Parquet contrarrazoou no sentido do não provimento do recurso e conseqüente manutenção da sentença de piso. Em contrapartida, a Procuradoria Regional Eleitoral opina (fls. 60/69) pelo conhecimento do recurso eleitoral e, no mérito, pelo seu provimento integral. Isto porque, trata-se

3 de uma Microempresa individual (pessoa física) e não se pode considerar a ocorrência de ilegalidade na doação, pois o valor doado encontra-se abaixo do limite imposto para pessoas físicas. É o relatório. VOTO O Sr. JURISTA GUSTAVO CÉSAR DE MELLO CALMON HOLLIDAY (RELATOR):- Senhor Presidente: Conforme relatado, a sentença de piso expõe que a empresa recorrente é pessoa jurídica e, portanto, deve ser aplicado o art. 81 da Lei das Eleições para a prática de doação acima do limite legal. No entanto, assim como o douto Parquet, entendo que se trata de uma Microempresa Individual, uma vez que o proprietário da mesma optou por exercer atividades empresariais à custa de seu patrimônio individual. Para comprovar, verifico, à fl. 08, o comprovante de inscrição e de situação cadastral do recorrente, junto à Receita Federal, no qual consta a sua situação como Empresário Individual. A Microempresa Individual é regulamentada pela Lei Complementar nº. 128/08 que oferece certas vantagens como a possibilidade de registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) a fim de facilitar as operações da empresa. Em consulta ao sítio eletrônico consta que O empresário individual não tem personalidade jurídica, ou seja, mesmo tendo registro no CNPJ, não é considerado pessoa jurídica. Assim, consoante jurisprudência que colaciono abaixo, conclui-se que o patrimônio da empresa individual pode-se confundir com o da pessoa física, razão pela qual deve incidir na espécie o limite disposto no 1º do art. 23, não o previsto no art. 81 da Lei das Eleições: REPRESENTAÇÃO - DOAÇÕES DE CAMPANHA - EMPRESÁRIO INDIVIDUAL - UNIDADE ENTRE PATRIMÔNIO DO EMPRESÁRIO E DA EMPRESA - OBSERVÂNCIA DO LIMITE DO ART. 23, 1º, I DA LEI 9.504/97. O empresário individual é pessoa física que explora atividade econômica à custa de seu patrimônio pessoal. A inscrição do empresário no cadastro nacional de pessoas jurídicas possui fins meramente fiscais, e não tem o condão de constituir pessoa jurídica não elencada no rol do artigo 44 do Código Civil Brasileiro, e à qual falte o requisito essencial da coletividade. Nesse contexto, o limite aplicável para a doação do representado está previsto no art. 23, 1º, I, da Lei 9.504/97, e devem ser considerados seus rendimentos pessoais totais, os quais incluem os relativos às suas atividades empresariais, mas não se limitam a eles. Improcedência da representação. (grifei)

4 (TRE/RN, Recurso Especial 2806, Rel.: Cláudio Manoel de Amorim Santos, - Diário de justiça eletrônico, Data 7/10/2009, Página 2). Dessa forma, concluo ser I Queiroz de Jesus ME uma empresa individual, portanto, a ele deve-se aplicar o art. 23 da Lei das Eleições. -DO LIMITE DE 10% APLICADO AO EMPRESÁRIO INDIVIDUAL- O limite da doação de pessoa física, segundo a Lei 9.504/97, é de 10% (dez por cento). Todavia, no caso do empresário individual, entende-se que devem ser somados os rendimentos da pessoa física com os da microempresa. Tal entendimento também é compartilhado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia: Recurso. Representação. Doação de campanha. Capacidade contributiva aferida mediante a soma dos rendimentos da pessoa física e da empresa individual. Reforma da decisão vergastada. Provimento. Dá-se provimento a recurso, para reformar a decisão de primeira instância, porquanto a capacidade contributiva do recorrente deve ser aferida mediante a soma dos seus rendimentos enquanto pessoa física e empresário individual, fato que não foi levado em consideração na sentença vergastada. (grifei) (TRE/BA, Recurso Eleitoral 90660, Rel.: Maria do Socorro Barreto Santiago, Diário da Justiça Eletrônico, Data 25/06/2013). Verifico, portanto, que a doação ocorreu dentro da legalidade, uma vez que, no ano de 2011, os rendimentos enquanto pessoa física equivalem a R$48.000,00 (quarenta e oito mil reais), conforme declaração de imposto de renda, à fl. 22, tornando desnecessária a soma com o montante arrecadado como pessoa jurídica. Diante disso, observa-se que o empresário individual Izac Queiroz de Jesus, que doou o valor de R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), poderia doar até o limite de R$4.800,00 (quatro mil e oitocentos reais). Sendo assim, o valor doado encontra-se dentro dos 10% autorizados à pessoa física doar a candidaturas e não demonstra qualquer tipo de irregularidade. -DO EQUÍVOCO NO PREENCHIMENTO DO RECIBO ELEITORAL- Alega o recorrente a ocorrência de um equívoco em relação à formalização dos atos no contrato atinente à doação estimável, visto que a prestação de serviço foi realizada pela pessoa física Izac Queiroz de Jesus, como profissional liberal, e não pela pessoa jurídica, como consta no documento de fl. 07 juntado pelo próprio representante, o Parquet Eleitoral.

5 Diante deste equívoco, requereu que os dispositivos legais aplicados ao caso fossem os referentes às doações de pessoa física, não de pessoa jurídica. Contudo, a sustentação da ocorrência de tal equívoco em nada ampara o recorrente, pois, já que no recibo consta que a doação foi realizada por pessoa jurídica, presume-se a anuência de ambos para a concretização do contrato. Acatar tal requerimento seria afirmar que um contrato firmado livremente pode ser desconstituído apenas sob o argumento de que houve um equívoco por parte de um dos contratantes. Consequentemente ter-se-ia uma situação de evidente insegurança jurídica, possibilitando inúmeros precedentes danosos neste sentido. Assim, cabe aqui reiterar que deve ser aplicado o limite de 10% referente às doações de pessoa física. Entretanto, não com base no fundamento do equívoco no preenchimento do recibo eleitoral, mas sim pelo fato de que o patrimônio de uma microempresa individual pode ser confundido com o da pessoa física que a criou. -DA DOAÇÃO EM BENS ESTIMÁVEIS- Posteriormente, o recorrente alega que a doação foi realizada através de serviços, portanto, é considerada doação em bens estimáveis, e possui limite de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais). Acerca disso, dispõe o 7º do art. 23 da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral /2012: Art. 23. Pessoas físicas poderão fazer doações em dinheiro ou estimáveis em dinheiro para campanhas eleitorais, obedecido o disposto nesta Lei. 1º A doações e contribuições de que trata este artigo ficam limitadas: I No caso de pessoa física, a dez por cento dos rendimentos brutos auferidos no ano anterior à eleição; [...] 7º - O limite previsto no inciso I do 1º não se aplica a doações estimáveis em dinheiro relativas à utilização de bens móveis ou imóveis de propriedade do doador, desde que o valor da doação não ultrapasse R$50.000,00 (cinqüenta mil reais). Diante do dispositivo supracitado, observa-se que não se aplica o limite em questão às doações estimáveis em dinheiro que dizem respeito à utilização de bens móveis ou imóveis de propriedade do doador. A exemplo disso pode-se citar a concessão de um automóvel a ser utilizado para fins de campanha. Ocorre que o próprio recorrente declara que a doação foi concretizada através da prestação de serviços e não como doação relacionada à utilização de bens móveis ou imóveis de sua posse. Ressalte-se que a legislação não permite interpretação extensiva a fim de incluir este tipo de doação na exceção prevista no 7º, bem como no caso julgado no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, que merece ser transcrito:

6 EMENTA - RECURSO ELEITORAL - REPRESENTAÇÃO POR EXCESSO DE DOAÇÃO - PESSOA FÍSCIA - ARTIGO 23, DA LEI N.º 9.504/97 - DOAÇÃO ESTIMÁVEL EM DINHEIRO - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADVOCATÍCIOS - INAPLICABILIDADE DA EXCEÇÃO PREVISTA NO ARTIGO 23, 7º, DA LEI N.º 9.504/97 - EXCESSO DE DOAÇÃO CONFIGURADO - APLICAÇÃO DA PENA DE MULTA EM SEU GRAU MÍNIMO - IMPOSSIBILIDADE DE DECLARAÇÃO DE INELEGIBILIDADE - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. 1. As normas que estabelecem exceções devem ser interpretadas de forma estrita. Impossibilidade de extensão da exceção prevista no art. 23, 7º da Lei nº 9.504/97 às doações estimáveis em dinheiro relativas à prestação de serviços. 2. Ainda que a declaração na prestação de contas das despesas com honorários advocatícios não seja obrigatória, uma vez formalizada a doação estimável dos serviços destas natureza tal doação deve observar os limites impostos pela legislação. 3. A multa aplicada no mínimo legal não viola o princípio da proporcionalidade e da razoabilidade. Impossibilidade de fixação da pena abaixo do mínimo legal. 4. A representação por excesso de doação não é o foro adequado para a discussão acerca da inelegibilidade prevista no artigo 1º, I, p da LC nº 64/90, com a novel redação dada pela LC nº 135/2010, uma vez que esta não se constitui objeto da representação, mas mero reflexo exoprocessual de sua procedência. 5. Recurso parcialmente provido. (TRE/PR, Recurso Eleitoral 7889 PR, Marcos Roberto Araújo dos Santos, Diário de justiça, Data 09/09/2013). Portanto, embora o recorrente tenha alegado que ocorreu uma doação de bem estimável, na forma do 7º do art. 23 da Res. TSE /2010, este argumento em nada o ampara, pois, de qualquer modo, o limite de doação de pessoa física é de 10% dos rendimentos e o valor doado de R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) encontra-se abaixo do mesmo, como já foi demonstrado. Ante o exposto, voto pelo conhecimento do recurso interposto e, no mérito, pelo seu provimento, a fim de que seja reformada a sentença de 1º grau, afastando a condenação que lhe fora imposta. É como voto. ACOMPANHARAM O VOTO DO EMINENTE RELATOR:- O Sr. Desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama; O Sr. Juiz de Direito Júlio César Costa de Oliveira; O Sr. Jurista Marcus Felipe Botelho Pereira e O Sr. Juiz Federal José Eduardo do Nascimento.

7 DECISÃO: À unanimidade de votos, dar provimento ao recurso, nos termos do voto do eminente Relator. Presidência do Desembargador Álvaro Manoel Rosindo Bourguignon. Presentes o Desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama e os Juízes Júlio César Costa de Oliveira, Marcus Felipe Botelho Pereira, José Eduardo do Nascimento e Gustavo César de Mello Calmon Holliday (Suplente). Presente também o Dr. Carlos Vinícius Soares Cabeleira, Procurador Regional Eleitoral. \cds

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO PROCESSO: RE 13-17.2013.6.21.0077 PROCEDÊNCIA: OSÓRIO RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELITORAL RECORRIDA: ANDREA SOUZA TEIXEIRA GONÇALVES Eleições 2012. Recurso Eleitoral. Representação. Doação acima do

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS JUÍZO DA 37ª ZONA ELEITORAL SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS JUÍZO DA 37ª ZONA ELEITORAL SENTENÇA Protocolo 15488/2011 Ação Representação Autos 220-95.2011.6.04.0000 Classe XLII Representante: Ministério Público Representado: Wellington Lins de Albuquerque Junior Patrona do Maria Benigno OAB/AM A 619

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 28-94.2013.6.21.0041 PROCEDÊNCIA: SANTA MARIA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDOS: SILVIO BONADEU-ME E SILVIO BONADEU -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 118-06.2013.6.21.0170 PROCEDÊNCIA: CANOAS RECORRENTE: FRANCIELE CARRETOS STEFFEN RECORRIDA: JUSTIÇA LEITORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 2 9 0 9 3 Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrente: Ministério Público Eleitoral Recorrido: Sandro Presser Vistos etc., - ELEIÇÃO 2012 - RECURSO ELEITORAL - REPRESENTAÇÃO -

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f TRESC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f ACÓRDÃO N. 310 9 9 Fl. _J03 Relator: Juiz Hélio David Vieira Figueira dos Santos Recorrente: Maxiaço Distribuidor de Material de Construção LTDA. Recorrido:

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Fl. TRESC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Relator: Juiz Oscar Juvêncio Borges Neto Requerente: Paulo Roberto Tesserolli França ACÓRDÃO N. 26081 ELEIÇÕES 2010 - PRESTAÇÃO DE CONTAS - CANDIDATO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS ACÓRDÃO N. 14 AUTOS DE RECURSO ELEITORAL EM PRESTAÇÃO DE CONTAS PROCESSO N.: 544-82.2012.6.04.0022 CLASSE 25 22' ZONA ELEITORAL - SÃO PAULO DE OLIVENÇA - AM PROTOCOLO: 64501/2012 RECORRENTE(S): MINISTÉRIO

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: PC 2072-78.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE INTERESSADO: IVAR PAVAN, CARGO DEPUTADO FEDERAL Nº: 1330 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL EM MATO GROSSO

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL EM MATO GROSSO Processo nº.: 100-88.2012 Classe RE - Protocolo nº 33.449/2012 Assunto: Representação Eleitoral Divulgação de enquete sem observância das prescrições legais Sorriso/MT 43ª ZE/MT Recorrente: Wagner Zanan

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 177-64.2012.6.21.0158 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE RECORRENTE: COMITÊ FINANCEIRO MUNICIPAL DE VEREADOR DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC DE PORTO ALEGRE RECORRIDA: JUSTIÇA ELEITORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes:

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes: 5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: 21ª, de Bambuí Recorrentes: Ministério Público Eleitoral Coligação Todos Juntos por Bambuí Recorrido: Lelis Jorge da Silva Relatora: Juíza Alice

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: PC 1523-68.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE INTERESSADO: KEVIN CHAVES KRIEGER, CARGO DEPUTADO ESTADUAL Nº 11011 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Financiamento de campanhas e prestação de contas

Financiamento de campanhas e prestação de contas Financiamento de campanhas e prestação de contas Crescimento do gasto declarado com campanhas (total nacional) ANO TOTAL DE GASTOS (R$ milhões) ELEITORADO (milhões) CANDIDATOS (unidades) GASTO POR ELEITOR

Leia mais

TCE-RJ PROCESSO Nº 212.955-5/07 RUBRICA: FLS.:

TCE-RJ PROCESSO Nº 212.955-5/07 RUBRICA: FLS.: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ MAURÍCIO DE LIMA NOLASCO VOTO GC-4 50201/2012 PROCESSO: TCE-RJ Nº 212.955-5/07 ORIGEM: FUNDAÇÃO TEATRO MUNICIPAL TRIANON DE CAMPOS

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: PC 1832-89.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE INTERESSADO: GERSON LUIS DE BORBA, CARGO DEPUTADO ESTADUAL Nº: 11002 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Ne omucenos. advogados & associados

Ne omucenos. advogados & associados Ne omucenos advogados & associados ANÁLISE JURÍDICA SOBRE A POSSIBILIDADE DE REDUÇÃO DO LIMITE DO FUNDO FISCOFORTE PARA A LIBERAÇÃO DO VALOR RESPECTIVO AOS SINDICALIZADOS E O POSTERIOR RESTABELECIMENTO

Leia mais

Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais:

Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais: Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais: Art. 4º Toda e qualquer arrecadação de recursos para a campanha eleitoral,

Leia mais

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO)

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) RELATÓRIO O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR FEDERAL

Leia mais

149 º 0384698-38.2012.8.19.0001

149 º 0384698-38.2012.8.19.0001 CONSELHO DA MAGISTRATURA Processo nº 0384698-38.2012.8.19.0001 Interessado: VILMA PUGLIESE SEIXAS Suscitante: CARTÓRIO DO 5 OFICIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS RELATORA: DES. MARIA SANDRA KAYAT DIREITO Reexame

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DA VICE-PRESIDÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DA VICE-PRESIDÊNCIA GABINETE DA VICE-PRESIDÊNCIA RELATÓRIO O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Vice-presidente): Trata-se de agravo regimental interposto por CONSTRUTORA TENóRIO FIGUEIREDO LTDA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO EMENTA nteiro Teor (4842046) de 8 03/03/2016 09:31 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0009189-59.2013.4.03.6100/SP 2013.61.00.009189-0/SP RELATOR APELANTE ADVOGADO APELADO(A)

Leia mais

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2 Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Fls. Órgão : 5ª TURMA CÍVEL Classe : APELAÇÃO N. Processo : 20130111009823APC (0026373-45.2013.8.07.0001) Apelante(s)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro APELAÇÃO CRIMINAL (ACR) Nº 11023/RN (0004472-39.2010.4.05.8400) APTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL APDO : JARBAS CAVALCANTI DE OLIVEIRA ADV/PROC : JOSE ALEXANDRE SOBRINHO E OUTRO ORIGEM : 2ª VARA FEDERAL

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS Ex.mo(a) Sr. (a) Juiz(a) Auxiliar do TRE/GO. O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, pelo Procurador Regional Eleitoral de Goiás, com fundamento no art. 47, da Resolução TSE n 22.250/2006, c/c 25, I, IV e VII,

Leia mais

Base de cálculo= R$ 4.879,50

Base de cálculo= R$ 4.879,50 PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 17 / 04 / 2015 Fls.: 38 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID 42832756 Sessão de 12 de janeiro de 2015 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 53.937 ACÓRDÃO Nº 13.356 INSCRIÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 777.906 - BA (2005/0144695-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO JOSÉ DELGADO : ADALTRO FERRERA DE SOUZA : YOLANDA SANTOS DE SANTANA E OUTROS : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF :

Leia mais

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ I TRIBUNAL SUPERIOR ELE.ITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ Relator: Ministro Arnaldo Versiani Agravantes: Lauro

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014

JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014 JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014 PROCESSO Nº: 2276-69.2014 PROTOCOLO Nº 47.962/2014 ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA CAMPANHA

Leia mais

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança.

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança. APELAÇÃO CIVEL E REEXAME NECESSÁRIO Nº. 917060-5, DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CASCAVEL. APELANTE: MUNICÍPIO DE CASCAVEL APELADO: PROSEGUR BRASIL S.A. TRANSPORTADORA DE VALORES E SEGURANÇA. RELATOR:

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Pará

Tribunal de Contas do Estado do Pará A C Ó R D Ã O Nº 43.099 (Processo nº 2005/53339-0) Assunto: Prestação de Contas relativa ao Convênio nº 027/2005, firmado entre a FEDERAÇÃO PARAENSE DE VOLEIBOL e a SEEL. Responsável: Sr. CARLOS GETÚLIO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.507.239 - SP (2014/0340784-3) RELATÓRIO O SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE: Trata-se de recurso especial interposto por Santander Leasing S.A. Arrendamento Mercantil, com fundamento

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 29344 Relator: Juiz Fernando Vieira Luiz Recorrente: Leonir Antonio Tesser Recorrido: Ministério Público Eleitoral - RECURSO - REPRESENTAÇÃO - DOAÇÃO ACIMA DO LIMITE LEGAL - PESSOA FÍSICA -

Leia mais

336 TRIBUNAL DE JUSTIÇA

336 TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL AGRAVO Nº 0009049-46.2012.8.19.0000 AGRAVANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO AGRAVADO: RAFAEL BEZERRA LEANDRO RELATORA: DES. KATIA MARIA AMARAL JANGUTTA AGRAVO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 24/06/2010 Fls. 06 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 25 de maio de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro APELAÇÃO CRIMINAL (ACR) Nº 11490/CE (0002186-09.2010.4.05.8103) APTE : MANOEL CAMELO FILHO ADV/PROC : JOSE NILSON FARIAS SOUSA JUNIOR E OUTROS APDO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ORIGEM : 18ª VARA FEDERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 728.071 GOIÁS RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :BANCO ITAÚ S/A : WANDERLI FERNANDES DE SOUSA E OUTRO(A/S) :REAL DISTRIBUIÇÃO LTDA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 16/04/2013 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 667.692 SÃO PAULO RELATOR : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI AGTE.(S) :SUDARCY SANSAO

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO N.º : 0031/2003 CRF PAT Nº : 0190/2001-1ª. U.R.T RECORRENTE : Queiroz Oliveira Comércio e Indústria Ltda. RECORRIDO :

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 26.448 - CLASSE 22 a - NATAL - RIO GRANDE DO NORTE. Relator: Ministro Ricardo Lewandowski. Agravante: Wilma Maria de

Leia mais

Processo nº E-04 / 082.012 / 2012 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes

Processo nº E-04 / 082.012 / 2012 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 04 / 12 / 2014 Fls.: 07 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID:42833175 Sessão de 07 de outubro de 2014 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 51.113 ACÓRDÃO Nº 12.374 C. P.

Leia mais

. ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES

. ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES . ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA - 25/2009 - BNDES MARDEN DIVISÓRIAS E CONSTRUÇÕES LTDA apresentou, tempestivamente, RECURSO contra a decisão que declarou vencedora a empresa CONSTRUTORA

Leia mais

ANÁLISE CONSELHEIRO RELATOR RODRIGO ZERBONE LOUREIRO

ANÁLISE CONSELHEIRO RELATOR RODRIGO ZERBONE LOUREIRO CONSELHEIRO RELATOR ANÁLISE NÚMERO E ORIGEM: 114/2014-GCRZ DATA: 16/10/2014 RODRIGO ZERBONE LOUREIRO 1. ASSUNTO Recurso Administrativo interposto pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES LTDA, CNPJ nº 66.970.229/0001-67,

Leia mais

Des. Silvio Dias mj 2ª Câmara Cível AC 1.225.403-2

Des. Silvio Dias mj 2ª Câmara Cível AC 1.225.403-2 Apelação Cível n.º 1.225.403-2 Origem: 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ponta Grossa Apelante1: Elcio Oscar Machisnki e Outros Apelante2: Estado do Paraná Apelados: Os mesmos. Relator: Des. Silvio

Leia mais

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a "RIBUNAL REGIONAL ELI.11 ORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 1649-59.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO PARANÁ COM GOVERNO (PMDB/PV/PPL) Representados : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA BORGHETTI

Leia mais

CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD

CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD ÍNDICE O que é o FUMCAD 2 Conceito e Natureza Jurídica 2 Doações 3 Dedução das Doações Realizadas no Próprio Exercício Financeiro 4 Passo a Passo para a Doação 5 Principais

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA.

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA. PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 13/08/2010 Fls. 04 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 15 de julho de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI AGRTE : JOSE MENDONCA BEZERRA ADV/PROC : MÁRCIO FAM GONDIM E OUTROS AGRDO : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE ORIGEM : 22ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho \,, *.. _ ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL n g- 001.2005.017735-9/001 Comarca de Campina Grande RELATOR : Des. Genésio

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 682.278 / RS

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 682.278 / RS Procuradoria Geral da República Nº 7801 RJMB / tvm RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 682.278 / RS RELATOR : Ministro LUIZ FUX RECORRENTE : Município de Nonoai RECORRIDA : União RECURSO EXTRAORDINÁRIO. I PRELIMINAR

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 13ª VARA CRIMINAL FEDERAL DE CURITIBA - PR. Processo nº 5012323-27.2015.4.04.7000

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 13ª VARA CRIMINAL FEDERAL DE CURITIBA - PR. Processo nº 5012323-27.2015.4.04.7000 DOC 6 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 13ª VARA CRIMINAL FEDERAL DE CURITIBA - PR Processo nº 5012323-27.2015.4.04.7000 JOÃO VACCARI NETO, já qualificado nos autos da Ação Penal que lhe move

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATÓRIO O EXMO. SR. MINISTRO RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA (Relator): Trata-se de recurso especial interposto contra acórdão proferido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo assim ementado: "Exceção

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 32.617 - MT (2010/0131496-9) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO PROCURADOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN : ANTÔNIO MÁXIMO GOMES DE SANTANA : ANA LÚCIA RICARTE : ESTADO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 21 / 09 / 2010 Fls. 07 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 20 de julho de 2010 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 35.357 ACORDÃO Nº 8.335

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete Desembargador Walter Carlos Lemes AC n. 158325-97 DM

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete Desembargador Walter Carlos Lemes AC n. 158325-97 DM APELAÇÃO CÍVEL N. 158325-97.2012.8.09.0011 (201291583254) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA APELANTE : ADÃO MARTINS DE ALMEIDA E OUTRO(S) APELADA : VERA CRUZ S/A 1º INTERES.: MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA

Leia mais

CÓPIA. Coordenação Geral de Tributação. Relatório. Fundamentos. Solução de Consulta Interna nº 20 Cosit Data 13 de setembro de 2012 Origem

CÓPIA. Coordenação Geral de Tributação. Relatório. Fundamentos. Solução de Consulta Interna nº 20 Cosit Data 13 de setembro de 2012 Origem Fl. 11 Fls. 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 20 Data 13 de setembro de 2012 Origem COORDENAÇÃO GERAL DE ACOMPANHAMENTO ADMINISTRATIVO E JUDICIAL (COCAJ) Assunto: Normas

Leia mais

:: Portal da Justiça Federal da 4ª Região :: EMENTA

:: Portal da Justiça Federal da 4ª Região :: EMENTA Página 1 de 6 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RGS - CRC/RS D.E. Publicado em 24/11/2010 EMENTA ADMINISTRATIVO. MULTA. CENSURA PÚBLICA. CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE. DECRETO-LEI Nº

Leia mais

RELATÓRIO. Informações do MM. Juízo a quo, às fls. 55/56, comunicando a manutenção da decisão agravada.

RELATÓRIO. Informações do MM. Juízo a quo, às fls. 55/56, comunicando a manutenção da decisão agravada. RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL ALBERTO NOGUEIRA AGRAVANTE : FRANCISCO RECAREY VILAR ADVOGADO : MARCIO ANDRE MENDES COSTA AGRAVADO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM : TERCEIRA VARA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (200151015086382)

Leia mais

Ação Ordinária nº 200.81.00.006

Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Nos autos da Ação Ordinária n 2000.81.00.006046-9, ajuizada por servidores da Justiça Federal no Ceará contra a União Federal, e que tramita na 2ª Vara da Justiça Federal,

Leia mais

Incentivos Fiscais para captação de recursos

Incentivos Fiscais para captação de recursos Incentivos Fiscais para captação de recursos a) Dedutibilidade das doações A partir de 1º de janeiro de 1996, a Lei 9.249, de 26 de dezembro de 1996, limitou a dedutibilidade de algumas despesas operacionais,

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PGT/CCR/ICP/2301/2012 ÓRGÃO OFICIANTE: PROCURADORA DO TRABALHO ELEONORA BORDINI COCA INTERESSADO 1: PRT INTERESSADO 2: SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO ASSUNTO:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. Acórdão n. 4 Processo n. 129-31.2013.6.04.0001 Classe 25 (SADP n 16.

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. Acórdão n. 4 Processo n. 129-31.2013.6.04.0001 Classe 25 (SADP n 16. 1 Acórdão n. 4 Processo n. 129-31.2013.6.04.0001 Classe 25 (SADP n 16.390/2013) Embargos de Declaração em Representação Embargante: Ministério Público Eleitoral Embargado: Fernando Melo Barbosa Advogado:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº. 0096526-41.2011.8.19.0001 Apelante: Amil Assistência Médica Internacional S/A Apelado: Raul Ricardo Raposo Filho Relator: Des. Elton M.

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS PR/TO nº /2008 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS Autos nº: Recurso Eleitoral nº 962 Recorrente: Deijanira de Almeida Pereira Recorrido: Juízo da 21ª Zona Eleitoral Relator: Juiz Marcelo

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. MANDADO DE SEGURANÇA. SERVIDOR PÚBLICO. DELEGADO DE POLÍCIA. AFASTAMENTO PREVENTIVO DO CARGO. REQUISITOS PARA A MEDIDA LIMINAR. 1. A concessão de medida liminar em mandado de segurança

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS

PRESTAÇÃO DE CONTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRESTAÇÃO DE CONTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS Eleição 2012 Brasília - 2012 Partido do Movimento Democrático Brasileiro Diretório Nacional PMDB - Diretório Nacional Tesouraria Nacional do PMDB Senado Federal

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTTARIO - ACÓRDAO 2ª JJF Nº 0240/01 ORIGEM- IFMT-DAT/NORTE

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 892.964-0, DA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE MARINGÁ. AGRAVANTE:

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 892.964-0, DA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE MARINGÁ. AGRAVANTE: , DA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE MARINGÁ. AGRAVANTE: FUJIFILM DA AMAZÔNIA LTDA AGRAVADAS: DISMAR DISTRIBUIDORA MARINGÁ DE ELETRODOMÉSTICOS LTDA E OUTRA RELATOR: DES. LAURI CAETANO DA SILVA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270 DECRETO Nº 13.270 Regulamenta o parcelamento e pagamento de créditos do município de Vitória e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de EMENTA RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da CURITIBA - PR, sendo Recorrentes ADVOGADO ASSOCIADO - VÍNCULO DE EMPREGO - NÃO CONFIGURADO - Comprovado que a parte autora firmou "contrato de associação com advogado"

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000401513 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0015484-41.2012.8.26.0000, da Comarca de Cardoso, em que é agravante JOÃO FERNANDO PEREIRA DA SILVA,

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO. TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO. RELATOR: JUIZ FEDERAL LEONARDO BUISSA FREITAS RECORRENTE: COLIGAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro MANDADO DE SEGURANÇA (TURMA) (MSTR) Nº 103144/SE (0000385-44.2015.4.05.0000) IMPTTE : FERNANDO LIMA COSTA ADV/PROC : PAULO ROBERTO NERY NASCIMENTO E OUTROS IMPTDO : JUÍZO DA 6ª VARA FEDERAL DE SERGIPE

Leia mais

Desembargador JOSÉ DIVINO DE OLIVEIRA Acórdão Nº 373.518 E M E N T A

Desembargador JOSÉ DIVINO DE OLIVEIRA Acórdão Nº 373.518 E M E N T A Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 6ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20090020080840AGI Agravante(s) POLIMPORT COMÉRCIO E EXPORTAÇÃO

Leia mais

IRPJ GLOSA DE COMPENSAÇÃO DE PREJUÍZOS Merece ser ajustada a glosa de compensação de prejuízos na proporção da matéria exonerada da exigência fiscal.

IRPJ GLOSA DE COMPENSAÇÃO DE PREJUÍZOS Merece ser ajustada a glosa de compensação de prejuízos na proporção da matéria exonerada da exigência fiscal. Recurso nº. :142.205 Matéria : IRPJ e OUTROS EXS.: 1995 e 1996 Recorrente : HOTEL NOVO MUNDO LTDA. Recorrida : 3ª TURMA/DRJ-RIO DE JANEIRO/RJ I Sessão de : 11 DE AGOSTO DE 2005 IRPJ PRELIMINAR NULIDADE

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 21.242/13/1ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000013787-06

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 21.242/13/1ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000013787-06 Acórdão: 21.242/13/1ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000013787-06 Impugnação: Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA 40.010134004-28, 40.010134005-92 (Coob.) Michele de Paula Assis CPF: 055.137.026-22

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N oss" /2012 1 a CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO DE 23/11/2011-085 a SESSÃO EXTRAORDINÁRIA PROCESSO DE RECURSO N

Leia mais

RECURSOS IMPROVIDOS.

RECURSOS IMPROVIDOS. 1 APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO ORDINÁRIA. COMPRA E VENDA DE IMÓVEL NA PLANTA. ENTREGUE DA UNIDADE DENTRO DO PRAZO PREVISTO. DANO MORAL. ALTERAÇÃO DA PLANTA DO IMÓVEL, SEM O CONSENTIMENTO DOS COMPRADORES. MODIFICAÇÃO

Leia mais

LUIZ ANTONIO SOARES DESEMBARGADOR FEDERAL RELATOR

LUIZ ANTONIO SOARES DESEMBARGADOR FEDERAL RELATOR Apelação Cível - Turma Espec. II - Tributário Nº CNJ : 0100686-34.2014.4.02.5006 (2014.50.06.100686-0) RELATOR : LUIZ ANTONIO SOARES APELANTE : PARANÁ GRANITOS LTDA ADVOGADO : EDGAR LENZI E OUTROS APELADO

Leia mais

A C Ó R D Ã O VOTO. Apelação Cível nº 0334235-63.2010.8.19.0001 Página 1 de 4

A C Ó R D Ã O VOTO. Apelação Cível nº 0334235-63.2010.8.19.0001 Página 1 de 4 Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro TRIBUNAL DE JUSTIÇA 2ª CÂMARA CÍVEL ================================================ APELAÇÃO CÍVEL Nº 0334235-63.2010.8.19.0001 APELANTE : MUNICÍPIO DO RIO

Leia mais

GJBB Nº 70031892250 2009/CÍVEL

GJBB Nº 70031892250 2009/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRIBUTÁRIO. ITCD. IMPOSTO REAL. ALÍQUOTAS PROGRESSÍVAS. DESCABIMENTO. VALOR DO BEM TRANSMITIDO OU DOADO. CRITÉRIO QUE NÃO MENSURA E/OU EXPRESSA A CAPACIDADE CONTRIBUTIVA. TRIBUTO

Leia mais

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02 CONSELHO FISCAL DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 022198.0415/02-6 RECORRENTE- AMÉRICA SUPER TRADER LTDA. RECORRIDA- FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 396.320 - PR (2001/0148955-2) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO FRANCISCO PEÇANHA MARTINS : FAZENDA NACIONAL : SANDRA DE CÁSSIA VIECELLI JARDIM E OUTROS : BANESTADO S/A CORRETORA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl nos EDcl no RECURSO ESPECIAL Nº 875.388 - SP (2006/0175502-5) RELATOR : MINISTRO LUIZ FUX EMBARGANTE : UNIMED CAMPINAS COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO ADVOGADO : JOAREZ DE FREITAS HERINGER E OUTRO(S)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.099.480 - MG (2008/0230045-4) RECORRENTE : CONSTRUTORA E INCORPORADORA TERRANOVA LTDA ADVOGADO : JOSÉ CESAR PALACINI DOS SANTOS E OUTRO(S) RECORRIDO : OFICIAL DO CARTÓRIO DE REGISTRO

Leia mais

Extrapolação do Limite de Doação por Pessoa Física para Campanha Eleitoral (Art. 23 da Lei 9.504/1997)

Extrapolação do Limite de Doação por Pessoa Física para Campanha Eleitoral (Art. 23 da Lei 9.504/1997) Poder Judiciário Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal Secretaria Judiciária Coordenadoria de Registro de Partidos Políticos e Jurisprudência Seção de jurisprudência Tema V Extrapolação do Limite

Leia mais

SENTENÇA. 1004424-84.2015.8.26.0053 Procedimento Ordinário - Anulação de Débito Fiscal L Fazenda Publica do Estado de São Paulo

SENTENÇA. 1004424-84.2015.8.26.0053 Procedimento Ordinário - Anulação de Débito Fiscal L Fazenda Publica do Estado de São Paulo fls. 134 SENTENÇA Processo nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: 1004424-84.2015.8.26.0053 Procedimento Ordinário - Anulação de Débito Fiscal L Fazenda Publica do Estado de São Paulo Juiz(a) de Direito:

Leia mais

Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário

Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário Por: Carina Barbosa Gouvêa O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a repercussão geral, através do plenário virtual, do tema debatido

Leia mais

RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 RECORRENTE MUNDIVOX TELECOMUNICAÇÕES LTDA RECORRIDA DÉCIMA SEGUNDA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL

RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 RECORRENTE MUNDIVOX TELECOMUNICAÇÕES LTDA RECORRIDA DÉCIMA SEGUNDA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 10 / 12 / 2015 Fls.: 08 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID:42833175 Sessão de 13 de outubro de 2015 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 INSCRIÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO AGRAVO LEGAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000720-74.2007.4.03.9999/SP 2007.03.99.000720-4/SP RELATOR : Juiz Federal Convocado Silvio Gemaque APELANTE :

Leia mais

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FnzcruJn CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO - CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FnzcruJn CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO - CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT Processo n. 1/3305/2007 RESOLUÇÃO N S=\5 /2009 1 8 CÂMARA DE JULGAMENTO 124 8 SESSÃO ORDINÁRIA EM: 03/07/09 PROCESSO N. 1/3305/2007 Secretaria da FnzcruJn AUTO DE INFRAÇÃO N. 1/200706109-5 RECORRENTE:

Leia mais

RELATÓRIO. Gabinete do Desembargador Alan Sebastião de Sena Conceição

RELATÓRIO. Gabinete do Desembargador Alan Sebastião de Sena Conceição APELAÇÃO CÍVEL Nº 17724-47.2014.8.09.0051 (201490177248) COMARCA DE GOIÂNIA APELANTE : UNIMED GOIÂNIA COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO APELADA RELATOR : ANNA LETÍCIA MIRANDA SANTIAGO : DES. ALAN SEBASTIÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA Classe 2100 : MANDADO DE SEGURANÇA Impetrante : CONSTRUMIL CONSTRUTORA E TERRAPLANAGEM LTDA Impetrado : SUPERINTENDENTE REGIONAL DO DNIT Sentença tipo A SENTENÇA I RELATÓRIO Trata-se de MANDADO DE SEGURANÇA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. BAURUCAR AUTOMÓVEIS E ACESSÓRIOS LTDA. DRJ em São Paulo - SP

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. BAURUCAR AUTOMÓVEIS E ACESSÓRIOS LTDA. DRJ em São Paulo - SP CC02/C01 Fls. nfls txtfls182 Old MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA Processo nº 10825.000305/2003-22 Recurso nº 135.656 Matéria PIS/Pasep Acórdão nº 201-81.013 Sessão

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para as eleições de 2016. O Tribunal

Leia mais

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9 PROCESSO Nº UNIDADE GESTORA : : 1513-0/2014 (AUTOS DIGITAIS) FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDENCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃOZINHO ASSUNTO : CONTAS ANUAIS DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014 GESTOR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 105819/PE (0005639-71.2010.4.05.0000) AGRTE : JOACYR FONSECA SOARES ADV/PROC : MARCO ANTÔNIO DE ALBUQUERQUE MEIRA AGRDO : FAZENDA NACIONAL PARTE R : CARTAGO REVENDEDORA AUTORIZADA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.434.491 - MG (2012/0121695-4) RELATOR : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO RECORRENTE : LAPA INCORPORAÇÕES EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS E SERVIÇOS S/A ADVOGADO : RAIMUNDO FREITAS

Leia mais