Guns N Roses. Biografia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guns N Roses. Biografia"

Transcrição

1 Guns N Roses Biografia Saul Hudson nasceu em Londres, Inglaterra, no dia 23 de julho de A mãe, americana, era designer de roupas de artistas como David Bowie; o pai, inglês, era diretor artístico de álbuns de artistas como Neil Young e Joni Mitchell. Aos 11 anos Slash mudou-se para Los Angeles, junto com sua mãe. Cresceu cercado dos amigos artistas de seus pais. Era comum receberem visitas de Joni Mitchell, David Geffen, David Bowie, Ron Wood e Iggy Pop. Na metade da década de 1970, com a separação dos pais, Slash foi morar com sua avó e começou a praticar bicicross. Chegou a se profissionalizar, ganhando várias corridas. Em 1980, ao completar 15 anos, ganhou de sua avó a primeira guitarra e começou a tocar as músicas de seus ídolos: Led Zeppelin, Eric Clapton, Rolling Stones, Aerosmith, Jimi Hendrix, Jeff Beck e Neil Young. A partir dessa época, a guitarra tomou conta de sua vida. Ele começou a estudar mais de 12 horas por dia e a tocar com várias bandas de Los Angeles. Junto com Steven Adler, formou a banda Road Crew, e quando estavam procurando por um vocalista conheceram Izzy Stradlin, que lhes mostrou uma gravação com Axl Rose cantando. O grupo encontrou o baixista perfeito em Duff McKagan e assim formaram uma das maiores bandas das décadas de 1980 e 90, o Guns N Roses. Em 1986 a banda gravou o EP Like A Suicide e firmou um contrato com a Geffen Records que rendeu mais cinco álbuns: Appetite for Destruction, G N R Lies, Use Your Illusion I, Use Your Illusion II e The Spaghetti Incident?. Entre 1990 e 93 Slash participou dos álbuns de Iggy Pop, Bob Dylan, Lenny Kravitz e Alice Cooper, Michael Jackson, Spinal Tap, Motörhead, Carole King e de seu companheiro de Guns, Duff McKagan. No ano de 1992, depois da turnê Illusion Tours, a banda deu uma pausa nas suas atividades e Slash resolveu montar, junto com Matt Sorum, Gilby Clarke, Mike Inez e Eric Dover, um projeto paralelo chamado Slash s Snakepit. Após a gravação de The Spaghetti Incident?, em 1993, o Guns estava começando a ruir. Slash passou a se dedicar mais ao Snakepit e lançou, em 1985, It s Five o Clock Somewhere. Em 1996, quando foi a Budapeste, na Hungria, para se apresentar em um concerto de blues, acabou montando uma nova banda, a Slash s Blues Ball que, infelizmente, não gravou nenhum álbum. Em outubro deste ano, Slash deixou o Guns devido a diferenças com Axl a respeito do rumo musical que a banda deveria tomar. Depois de sua saída do Guns, Slash continuou participando de vários projetos, como a trilha sonora de filmes e álbuns de vários músicos, que requisitavam seus serviços. O Snakepit voltou à ativa em 2000 e lançou Ain t Life Grand. Em fevereiro de 2002 nasceu seu primeiro filho, London Hudson, do casamento com Perla Ferrer. 2 - Guitar Class - Book Guns

2 Histórico Guns N Roses A banda Guns N Roses foi formada em 1985 pela união de membros de três bandas (Hollywood Rose, L. A. Guns e Road Crew) de Los Angeles, Califórnia. Sua formação original contava com o vocalista Axl Rose (William Bailey), o baterista Steven Adler, o baixista Duff McKagan (Michael McKagan) e os guitarristas Izzy Stradlin (Jeffrey Isbell) e Slash (Saul Hudson). Em 1986 a banda gravou seu primeiro EP, Like A Suicide pelo selo independente UZI/Suicide. Esse EP gerou um grande interesse da crítica especializada e das gravadoras e, em 1987, o Guns fechou um contrato com a Geffen Records. Appetite for Destruction saiu em julho desse mesmo ano e atingiu a marca de 20 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. A banda fez vários shows na Europa e nos Estados Unidos e teve vários incidentes envolvendo suas apresentações. O que mais marcou foi a morte de dois fãs do grupo durante o show que fizeram no Monsters Of Rock, em Donington, Inglaterra, em No final de 1988 saiu GN R Lies, que tinha uma sonoridade mais direcionada para o acústico. Durante os anos de 1989 e 90 a banda viveu sua fase mais extrema de sexo, drogas & rock n roll. Izzy chegou a ponto de urinar em público dentro de um avião. Steven Adler foi despedido em 1990 pelo uso excessivo de drogas e substituído por Matt Sorum (ex-the Cult). Paralelamente ao Guns, Slash começou a construir uma carreira-solo muito sólida ao participar de álbuns de vários artistas como Michael Jackson, Alice Cooper, Iggy Pop e Lenny Kravitz. Durante as gravações do álbum seguinte, entrou para banda o tecladista Dizzy Reed (Darren Reed) e o que era para, inicialmente, ser um único álbum, acabou se transformando em dois em setembro de 1991 saíam Use Your Illusion I e Use Your Illusion II. Esses álbuns representavam o projeto mais ousado da banda. Com baladas de dez minutos, letras introspectivas, vocais femininos, uma produção digna de rock de arena e a inclusão de algumas músicas em trilhas sonoras de filmes (Knocking On Heavens Door Dias de Trovão e You Could Be Mine O Exterminador do Futuro II), o Guns atingiu o ápice do seu sucesso. A banda acabou perdendo seu melhor compositor no final de 1991, com a saída de Izzy Stradlin, que foi para o Ju-Ju Hounds. Izzy foi substituído por Gilby Clarke (ex- Kill For Thrills), que participou das gravações de The Spaghetti Incident? (1993), um álbum de covers de músicas punk. Esse trabalho, infelizmente, não se saiu tão bem quanto os anteriores, provavelmente pelas brigas internas que começavam a desestruturar o grupo. Gilby foi despedido no final de 1994 e substituído por Paul Huge, um velho conhecido da banda. Paul participou da gravação da versão de Sympathy For The Devil (Rolling Stones), incluída na trilha sonora do filme Entrevista com o Vampiro. Paul ficou pouco tempo na banda e quase foi substituído por Zakk Wylde, que acabou se desentendendo com Axl. Em maio de 1995 Izzy voltou para o posto de segundo guitarrista. Entre 1992 e 93 a banda ficou meio inativa e Slash criou um projeto paralelo, o Slash s Snakepit, que lançou, em 1995, o álbum It s Five o Clock Somewhere. Em novembro de 1996 Slash anunciava sua saída da banda. Nos anos seguintes, Axl e Dizzy, os membros remanescentes, entraram num ostracismo que só foi quebrado em 1998, quando entraram em estúdio junto com o guitarrista Robin Finck (Nine Inch Nails), o baixista Tommy Stinson (Replacements), o baterista Josh Freese (Vandals) e o guitarrista Paul Huge para trabalharem no novo álbum da banda, Chinese Democracy (que ainda não foi lançado). Em 1999, a música Oh My God fez parte da trilha sonora do filme Fim Dos Dias, de Arnold Schwarzegger. Nesse mesmo ano a Geffen lançou um álbum duplo, Live Era 87-93, e em 2000 Buckethead foi anunciado como o novo guitarrista da banda, substituindo Paul. Discografia da Banda Like a Suicide (1986) Appetite For Destruction (1987) Gn R Lies (1988) Use Your Illusion I (1991) Use Your Illusion II (1991) The Spaghetti Incident? (1993) Live Era (1999) Book Guns - Guitar Class - 3

3 Discografia Guns N Roses - A Guns N Roses - Like a Suicide Lançamento: Dezembro 1986 Guns N Roses - Appetite for Destruction Lançamento: 31 de julho de 1987 Guns N Roses - GN R Lies Lançamento: 30 de novembro de 1988 Movie Soundtrack - Lean on Me Lançamento: 14 de março de Welcome to the Jungle Charity Album - Nobody s Child: The Romanian Angel Appeal Lançamento: Civil War Iggy Pop - Brick By Brick Lançamento: 10 de julho de Home - Butt Town - Pussy Power - My Baby Wants to Rock N Roll Bob Dylan - Under the Red Sky Lançamento: 11 de setembro de Wiggle, Wiggle Movie Soundtrack - Days of Thunder Lançamento: Knockin On Heaven s Door Lenny Kravitz - Mama Said Lançamento: 2 de abril de Always on the Run - Fields of Joy Slash também tem créditos pela composição de: - Always on the Run Alice Cooper - Hey Stoopid Lançamento: 2 de julho de Hey Stoopid - Wind-Up Toy Guns N Roses - Use Your Illusion I Lançamento: 17 de setembro de 1991 Guns N Roses - Use Your Illusion II Lançamento: 17 de setembro de 1991 Michael Jackson - Dangerous Lançamento: 26 de novembro de Black or White - Give In To Me Spinal Tap - Break Like the Wind Lançamento: Break Like the Wind Motorhead - March or Die Lançamento em 28 de julho de Ain t No Nice Guy - You Better Run Carole King - Colour of Your Dreams Lançamento: 1993 Slash atua em : - Hold Out for Love Duff McKagan - Believe in Me Lançamento: 28 de setembro de Believe in Me - Just Not There Movie Soundtrack - Coneheads Lançamento: 20 de julho de Magic Carpet Ride Guns N Roses - The Spaghetti Incident? Lançamento: 23 de novembro de 1993 Tribute to Jimi Hendrix - Stone Free Lançamento: 9 de novembro de I Don t Live Today Carole King - In Concert Lançamento: Hold Out for Love - Locomotion Movie Soundtrack - Interview with the Vampire Lançamento: 13 de dezembro de Sympathy for the Devil Gilby Clarke - Pawnshop Guitars Lançamento: Cure Me... Or Kill Me - Tijuana Jail Slash s Snakepit - It s Five o Clock Somewhere Lançamento: 14 de fevereiro de 1995 Michael Jackson - History: Past, Present & Future Lançamento: 20 de junho de D.S. - Black or White Carmine Appice - Guitar Zeus Lançamento: Where You Belong Blackstreet - Another Level Lançamento: 10 de setembro de Fix Various Artists - Concert for the Rock and Roll Hall of Fame Lançamento: 17 de setembro de Red House Marta Sanchez - Los Mejores Anos De Nuestra Vida Lançamento: 24 de dezembro de Moja Mi Corazon Movie Soundtrack - Curdled Lançamento: 1º de outubro de Obsession - Obsession Confession Sam Kinison - Leader of the Banned Lançamento: Wild Thing - Highway to Hell Movie Soundtrack (???) Lançamento: 13 de março de Guitar Class - Book Guns

4 - Live and Let Die Sammy Hagar - Marching to Mars Lançamento: 20 de maio de Little White Lie Alice Cooper - Fistful of Alice Lançamento: 29 de julho de Only Women Bleed Insane Clown Posse - The Great Milenko Lançamento: 27 de agosto de Halls of Illusions Carmine Appice - Guitar Zeus II Lançamento: Novembro Where You Belong Various Artists - Gypsy Soul: New Flamenco Lançamento: 24 de maio de 1998 Slash recebe créditos como arranjador, produtor e instrumentista. - Obsession Confession Movie Soundtrack - Can t Hardly Wait Lançamento: 26 de maio de Paradise City Guns N Roses - Use Your Illusion (rack version) Various Artists - Pop en Espanol Ultra Mix, Vol. 2 Lançamento: 14 de março de 2000 Slash recebe créditos pela direção de arte e design Doro - Calling the Wild Lançamento: 12 de setembro de 2000 Slash é o solista Cheap Trick - Silver Lançamento: 27 de fevereiro de You re All Talk Various Artists - Essential Metal Masters Lançamento: 8 de maio de No More Mr. Nice Guy Equipamento Slash possui uma coleção de mais de 90 guitarras e violões que é composta basicamente de modelos da Gibson, Fender, Guild, B.C. Rich e Ernie Ball/Music Man. Ele utiliza amplificadores Marshall Slash foi o primeiro guitarrista a possuir um modelo signature da Marshall e cordas Ernie Ball ( ). Guitarras Gibson Les Paul Gibson Les Paul Slash Signature Model Gibson SG Gibson Flying V Fender Telecaster Fender Stratocaster Ernie Ball/Music Man Silhouette B.C. Rich Mockingbird Violões Ramirez (nylon) Guild 12 cordas Guild Crossroads Double Neck Slash Signature Model (este instrumento é uma combinação de guitarra de seis cordas e violão de doze cordas) Guild 6 cordas Gibson J-100 Cordas Ernie Ball ( ) Palhetas Jim Dunlop Tortex 1.14 mm Captadores Seymour Duncan Alnico Pro II Amplificadores Marshall JCM Slash (com válvulas Groove Tubes) Marshall 2555 Silver Jubilee de 50 watts (usado para o Talk Box) Marshall JCM 800 Cabinetes 4 Marshall 4X12 equipados com Celestion Vintage 30 de 70 watts cada Efeitos Boss GE-7 Equalizer Boss DD-5 Digital Delay Dunlop Rackmount Wah Wah Nady 950-GT Wireless System (transmissor sem fio) Todos os efeitos passam por um sistema Bob Bradshaw de divisão de sinal. Book Guns - Guitar Class - 5

5 Lição 1 / Escala Pentatônica A escala pentatônica (cinco notas) foi descoberta na Antiguidade pelos chineses. Essa escala acabou se tornando a principal escala da música oriental e até hoje é considerada uma escala sagrada, usada para fins meditativos e espirituais, já que a estrutura da escala não possui trítonos (tensões). Entre os ocidentais, a pentatônica se popularizou a partir do século XX e se tornou a escala característica do blues e do rock. Na guitarra ela se torna de fácil visualização pois o shape (desenho) possui uma simetria fácil de decorar. Por possuir cinco notas, pode-se obter um total de cinco inversões. É uma escala de fácil aplicação e se encaixa em diversas progressões de acordes, servindo de atalho para quem está improvisando. Pentatônica Maior X Escala Maior Natural (Modo Jônio) Escala Pentatônica Menor - Tom Am Sequencias de notas: Lá, Do, Ré, Mi e Sol) PENTATÔNICA MAIOR X ESCALA MAIOR NATURAL (MODO JÔNIO) Tendo como exemplo a tônica sobre a nota DO (C): Escala Maior Natural de DO (Jônio): DO RE MI FA SOL LA SI Escala Pentatônica Maior de DO: DO RE MI SOL LA F. 04 Conclusão: Pentatônica Maior = Escala Maior Natural (Jônio) sem a quarta (4 a justa) e a sétima (7 a maior) notas. F. 05 F. 06 PENTATÔNICA MENOR X ESCALA MENOR NATURAL (MODO EÓLIO) Tendo como exemplo a tônica sobre a nota LA (A): Escala Menor Natural de LA (Eólio): LA SI DO RE MI FA SOL F. 04 F. 05 F. 06 Escala Pentatônica Menor de LA: LA DO RE MI SOL Conclusão: Pentatônica menor = 6 - Guitar Class - Book Guns

6 Lição 1 / Escala Pentatônica Escala menor natural (Eólio) sem a segunda (2 a maior) e a sexta (6 a menor) notas. PENTATÔNICA MAIOR X PENTABLUES MAIOR Combinando Inversões de Pentatônica Menor Posição Fundamental e Primeira Inversão Tom - Am (Lá Menor) Tendo como exemplo a tônica sobre a nota DO (C ): Escala Pentatônica Maior de DO: DO RE MI SOL LA Escala Pentablues Maior de DO: DO RE Mib MI SOL LA Conclusão: Pentablues Maior = Pentatônica Maior com 3 a menor PENTATÔNICA MENOR X PENTABLUES MENOR Tendo como exemplo a tônica sobre a nota LA (A): Escala Pentatônica Menor de LA: LA DO RE MI SOL Escala Pentablues Menor de LA: LA DO RE Mib MI SOL F. 04 F. 05 Conclusão: Pentablues Menor = Pentatônica Menor com 5 a diminuta F. 06 F. 07 F. 08 F. 09 F. 04 F. 05 F. 06 F. 07 F. 08 F. 09 Book Guns - Guitar Class - 7

7 Lição 2 / Bends O bend é uma das principais formas de expressão no mundo guitarrístico, usado principalmente entre os guitarristas de rock e blues. No jazz, o bend é pouco utilizado, pois muitas frases são inspiradas em frases de instrumentos de sopro, como saxofone ou trumpete. O bend é um artifício que só pode ser usado em instrumentos de corda, principalmente por guitarristas e baixistas. A técnica consiste em arquear a corda (Foto 1), tendo como objetivo alcançar outras notas tocando na mesma casa. Para se tocar o bend, é necessário que se conheçam os dois tipos de pegada existentes na guitarra: 1) Pegada clássica, em que se usa o polegar no meio do braço com os quatro dedos alinhados na escala (Foto 2). Esse tipo de pegada é usado para tocar músicas que exigem muita técnica. Para quem está olhando de frente, o polegar não deve aparecer, ficando escondido atrás do braço (Foto 3). Para tocar o bend, essa pegada não deve ser utilizada. 2) Pegada de blues, em que se usa o polegar na parte superior do braço com apenas três dedos alinhados na escala, ou seja, para quem está olhando de frente, o polegar deve aparecer apoiado em cima do braço (Foto 4). O dedo 4 (mínimo) não é muito utilizado, ficando sempre em repouso (Foto 5). Essa é a pegada apropriada para o uso de bends. Para executar o bend, use a pegada de blues, pois é necessário que se tenha o apoio do polegar em cima do braço. Só assim você terá força para subir a corda. Os dedos mais e menos usados no bend são: - Dedos 2 e 3 (mais usados) - Dedos 1 e 4 (menos usados) Um fator determinante para que o bend soe de forma correta é o uso dos dedos auxiliares (que não estão sendo usados na hora do bend, mas que auxiliam no arqueamento da corda). Exemplo 1 - Bend Deve-se arquear a corda para a nota soar 1 tom (2 casas), sem voltar para a nota original. Exemplo 2 - Bend e Reverse Deve-se arquear a corda para soar 1 tom (2 casas) acima, voltando para a nota original. Exemplo 3 - Pré Bend O toque deve ser feito com a corda arqueada 1 tom acima (2 casas), sem voltar para a nota original. Exemplo 4 - Pré Bend e Reverse O toque deve ser feito com a corda arqueada 1 tom acima (2 casas), palhetando somente a volta do bend para a nota original. Exemplo 5 - Unisson Bend Toca-se as duas notas simultâneamente e a nota mais grave deve alcançar a mais aguda através do bend. F. 04 F Guitar Class - Book Guns

8 Lição 2 / Bends Exemplos: - quando tocar o bend com o dedo 2, use também o dedo 1 para puxar a corda. O dedo 1 terá a função de dedo auxiliar e, dessa forma, você terá mais força para alcançar a nota desejada; Lick de Repetição 1 Licks de Repetição Escolhemos alguns licks de repetição para que você possa fortalecer os dedos ao deslocar as cordas e conseguir bends afinados. Toque esses exemplos devagar, mas por três ou quatro minutos seguidos, para que possa afiná-los sem cansar os dedos. Evite cordas de grosso calibre (0.011 ou 0.010) para começar e fique atento a dores musculares excessivas. As únicas dores normais são as dos calos dos dedos, que vão triplicar com esses exercícios. Lick 1 - Aqui tocaremos um arpejo de Lá menor feito com bend, pois temos as notas Dó, Mi e Lá. A nota Mi só aparece com o deslocamento da terceira corda. Lick 2 - Este lick possui, ao contrário do anterior, um pull-off (ligado descendente), que deve ser executado com rigor para que soe tão forte quanto as outras notas. Lick 3 - Este é uma réplica do lick número 1 com double stops, que você fará com uma pequena pestana do dedo 1. Lick 4 - Aqui finalmente temos um lick em tercinas com muita variação. Memorize-o bem antes de praticá-lo. Lick de Repetição 2 F. 04 F. 04 F. 05 F. 06 Lick de Repetição 3 F. 07 F. 08 F. 07 F. 09 F. 05 F. 08 F. 06 F. 09 Lick de Repetição 4 F. 10 F. 11 F. 12 F. 10 F. 11 F. 12 Book Guns - Guitar Class - 9

9 Lição 3 / Wah - Wah História O pedal wah - assim como os efeitos de distorção, phaser, octaver, etc. - apareceu na década de 1960, quando os primeiros pedais foram introduzidos no mercado, causando uma verdadeira revolução na indústria eletrônica e fazendo com que diversas empresas começassem a pesquisar novas possibilidades sonoras para o instrumento que estava virando símbolo de uma geração. O pedal wah chegou no auge de sua popularidade quando Jimi Hendrix o acrescentou em seu set. Aliás, a maioria dos efeitos citados acima também foi difundida graças ao experimentalismo que Hendrix colocava em sua música. A principal empresa da época era a Vox, que fez história com o pedal wah modelo Cry Baby (hoje fabricado pela Dunlop). A sonoridade fazia com que a guitarra ficasse com nuances vocais. Ouça a música Voodoo Chile (Slight Return), de Jimi Hendrix, para entender o motivo que transformou esse pedal num sucesso. Com o passar dos anos, novos pedais foram aparecendo, mas houve poucas mudanças em relação ao projeto original. Apenas alguns pedais, como o Morley Bad Horsie, que não possui potenciômetro, trouxeram alguma novidade nessa área, mas a maioria dos pedais que existem hoje tenta recriar os timbres clássicos do Vox V847 e do Dunlop Cry Baby. Aqui estão alguns exercícios para que você adquira habilidade com o pedal wah wah. Considere todos os sinais de mais (+) como agudo. Para isso, acione pisando o pedal até o fundo. O sinal de menos (-) deve ser considerado como grave - nesses casos, levante o pé. Antes de prosseguir, experimente brincar um pouco com o pedal, abrindo-o e fechando-o enquanto toca algum lick ou solo que você conheça. Não esqueça de ligar uma distorção junto para realçar o efeito do wah wah. Wah-Wah com Ghost Notes Encoste a mão esquerda (para destros) nas cordas na região da casa 12. Não aperte as cordas; somente encoste de forma que quando palhetar com a mão esquerda, não soe nenhuma nota, apenas um ruído - simbolizado pela letra X que está na partitura e na tablatura. Tome um andamento lento e toque colcheias sobre ele (duas notas por tempo), obedecendo aos sinais que estão sobre cada nota para acionar ou levantar o pedal de wah wah. Exemplo 1 A cada toque da palheta, mude a posição do pedal e lembre-se de que a guitarra não deve emitir nenhuma nota, só o ruído abafado. Exemplo 2 Aqui só no primeiro toque do grupo de 4 palhetadas é que você deve acionar o pedal. Um metrônomo pode ser útil para manter o ritmo do exercício. Aplicações O funcionamento do pedal wah é bem simples: ele possui uma chave liga/desliga que é acionada com o pé e que fica embaixo do pedal de expressão. Quando essa chave é acionada, o timbre vai variando do grave para o agudo, conforme você pisa. Quando o pedal está para baixo, o timbre fica agudo, e quando está levantado, fica grave. Pode-se dizer que o wah funciona como um controle de tone da guitarra. Experimente tocar mexendo nesse contro- Exemplo 3 Neste exemplo teremos tercinas sobre grupos de colcheias. Isso fará com que você varie a abertura do pedal, que a essa altura já está soando como um acento Guitar Class - Book Guns

10 le. Note que você irá obter um efeito parecido, mas como fica difícil fazer as duas coisas ao mesmo tempo, o ideal é utilizar o pé... Na maioria das vezes usa-se o pedal wah junto com a distorção para realçar aquela nuance vocal, fazendo com que a sua guitarra chore (daí vêm os termos Cry Baby, Crying, etc.). Quando se usa com o som limpo, você consegue um timbre muito utilizado por guitarristas de funk e soul music, principalmente se tiver uma guitarra tipo Strato, de captadores single, na posição médio-agudo (combinação dos captadores do meio e da ponte). Muitos baixistas também utilizam o pedal wah para tocar com slap, técnica em que o baixista puxa as cordas, dando um som estalado. Exemplo 4 Esta é uma variação do exemplo anterior, pois propõe uma tercina e depois quebra o acento. Exemplo 5 Neste exemplo temos, pela primeira vez, a nota do primeiro tempo do compasso com o pedal levantado. Estes exerciíios de wha-wha, tem como principal alvo o desenvolvimento ritmico de sincronia entre o punho e o pé que aciona o pedal. É claro que um mundo de possibilidades se abre quando voce une o acento, com a divisão ritmica. Quanto mais o estudante se aprofundar no estudo da leitura ritmica mais possibilidades tera no momento de compor e improvisar. Mude as formulas de compasso varie os grupos ritmico a cada tempo, mantendo ou não o acento e boa viagem nesse mundo infinito de possibilidades. Ligações A forma mais adequada de ligar o pedal wah é plugá-lo depois da guitarra, ou seja, se você tiver uma pedaleira ou pedais avulsos, ligue o wah antes desses pedais, pois ele tem de ser o primeiro na sua cadeia de efeitos. Se o seu amplificador tiver effect loop, você pode ligar o in do pedal no send do amp e o out do pedal no return do amp, fazendo com que o efeito fique entre o pre amp e o power amp, mas poucos usam esse tipo de ligação. Alguns guitarristas preferem ligar o wah depois da distorção, como o saudoso Stevie Ray Vaughan, que plugava o wah depois de um pedal Ibanez Tube Screamer TS-10. Se você usa um Fuzz Face (um dos primeiros pedais de distorção, que hoje é fabricado pela Dunlop) igual ao de Hendrix, perceberá que ele também só funciona bem se você conectá-lo depois do wah. Isso acontece por causa da própria construção do Fuzz Face, que possui um projeto bem peculiar e que até hoje é motivo de muita discussão. Dicas Um truque que produz ótimos resultados é usar o pedal wah como filtro, deixando-o parado em determinada posição. Você descobrirá novos timbres e poderá utilizá-lo para acentuar freqüências médio-graves ou médio-agudas. Com o pedal ligado, ache uma posição para o timbre que está procurando e mantenha o pedal parado nessa posição. Entenda melhor esse efeito ouvindo as músicas Brothers In Arms e Money For Nothing, do grupo Dire Straits. Stevie Ray Vaughan usava dois pedais, um como wah e outro como filtro. Outra dica que muitas pessoas utilizam é trocar o potenciômetro dos pedais por um de seis pinos DPDT, transformandoo em true bypass. Na maioria dos casos, os pedais não possuem bypass real, ou seja, mesmo quando ele está desligado, o sinal passa pelo circuito do pedal, fazendo com que o timbre se deteriore. Com a chave de seis pinos, isso não acontece. Essa modificação geralmente é feita nos pedais Vox e Dunlop Cry Baby. Esse serviço pode ser feito por um técnico eletrônico especializado. Book Guns - Guitar Class - 11

Zakk Wylde. Comentário e Transcrição Kleber K. Shima. No More Tears / do álbum No More Tears (1991) 0 31-0 40

Zakk Wylde. Comentário e Transcrição Kleber K. Shima. No More Tears / do álbum No More Tears (1991) 0 31-0 40 Zakk Wylde Comentário e Transcrição Kleber K. Shima Rapidinha 1 No More Tears / do álbum No More Tears (1991) 0 31-0 40 Neste riff, Zakk mostra como se usa bottleneck (ou slide) em um contexto mais pesado,

Leia mais

Ace Frehley C C. Rapidinhas. por. Rapidinha 2/ Detroit Rock City / do álbum Destroyer 0 48-0 53

Ace Frehley C C. Rapidinhas. por. Rapidinha 2/ Detroit Rock City / do álbum Destroyer 0 48-0 53 C C por Ace Frehley Rapidinhas Jota Santana COMENTÁRIO E TRANSCRIÇÃO KLEBER K. SHIMA Rapidinha 1/ Detroit Rock City / do álbum Destroyer 0 00-0 05 Nesse grande clássico do rock, a introdução começa com

Leia mais

Escala Pentatônica - Desenho 3

Escala Pentatônica - Desenho 3 Escala Pentatônica - Desenho A escala pentatônica é a escala de melhor custo x benefício que existe. Ela é derivada da escala maior (aqueles 7 nomes...dó, ré, mi, fá, sol, lá e si ) só que ela não tem

Leia mais

MODELOS CLÁSSICOS DE GUITARRA

MODELOS CLÁSSICOS DE GUITARRA MODELOS CLÁSSICOS DE GUITARRA Na hora de comprar uma guitarra, é muito comum surgir a dúvida: Qual modelo comprar?, principalmente quando se trata da sua primeira guitarra. Por isso, hoje estamos começando

Leia mais

Steve Vai. limites para estilos ou rótulos. A escala é a frígio dominante ou frígio maior (V grau

Steve Vai. limites para estilos ou rótulos. A escala é a frígio dominante ou frígio maior (V grau C C por Steve Vai Rapidinhas Jota Santana COMENTÁRIO E TRANSCRIÇÃO KLEBER K. SHIMA Rapidinha 1/ Bangkok / do álbum Fire Garden 1 58-2 04 Steve dá um toque de world music nesse exemplo, provando que, em

Leia mais

O desenho 3 ordem PROVA Prova Adaptabilidade Conectando... Desenho 5 e 1 Desenho 4 Desenho 2 Desenho 3 No mé m t

O desenho 3 ordem PROVA Prova Adaptabilidade  Conectando... Desenho 5 e 1 Desenho 4 Desenho 2 Desenho 3 No mé m t Repertório Palm Muting. Intro de Que País é esse? You shook Beat it 14 Ainda é Cedo harmônicos. 14 Ode à Alegria Arranjo quarteto de cordas. 9 30 25 24 22 21 20 16 13 12 11 10 8 4 7 5 2 mulado 29 28 26

Leia mais

Parabéns, você agora tem em seu setup:

Parabéns, você agora tem em seu setup: Parabéns, você agora tem em seu setup: Conceito Bobber Moto: Surgiu na década de 40, logo após a segunda guerra mundial. Entediados com o período pós-guerra, alguns soldados começaram a se aventurar nas

Leia mais

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar.

VIOLÃO 1. escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar. VIOLÃO 1 escalas, formação de acordes, tonalidade e um sistema inédito de visualização de trechos para improvisar CD com solos e acompanhamento Saulo van der Ley Guitarrista e violonista Composição & Regência

Leia mais

GUITARRA 1. da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes. CD com solos e acompanhamento

GUITARRA 1. da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes. CD com solos e acompanhamento GUITARRA 1 da afinação ao improviso, escalas maiores, menores, pentatônicas e de blues, formação de acordes e bicordes CD com solos e acompanhamento Apoios: Saulo van der Ley Guitarrista e violonista Composição

Leia mais

Parabéns, você agora tem em seu setup:

Parabéns, você agora tem em seu setup: 2 Parabéns, você agora tem em seu setup: Pedal desenvolvido em parceira com o guitarrista Edu Ardanuy, é o segundo pedal da linha Signature da FireCustom Shop. Com dois canais (WARM e HOT) oferece versatilidade

Leia mais

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos

O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior. Acordes Básicos O básico da Guitarra - Aula 6 J. Junior Acordes Básicos Muitas vezes, o que mexe com a gente e nos faz querer tocar guitarra é aquele solo ou riff do guitarrista da nossa banda favorita, mas devemos saber

Leia mais

Índice. Curso Prático de Guitarra

Índice. Curso Prático de Guitarra Índice Introdução... 01 Notas no seu Instrumento... 02 Escala Cromática Diatônica... 04 Relatividade entre Acordes... 05 Harmonia... 06 Formação de Dissonâncias... 07 Conhecendo melhor os Intervalos...

Leia mais

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch? Escalas - I Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?v=ek0phekndbu Sumário Introdução Escalas Musicais...0 Escala Pentatônica Menor Histórico

Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Apostila de Iniciação ao Violão e Guitarra Miigueell do Prrado Urrttado São Carlos SP, 23 de fevereiro de 2006. Contatos: miguelurtado@yahoo.com.br miguelurtado@polvo.ufscar.br Proibido reprodução do material

Leia mais

http://www.contrabaixo2.blogger.com.br/

http://www.contrabaixo2.blogger.com.br/ 1 de 7 21/09/2010 23:50 Harmonia funcional 1 Introdução A harmonia funcional é um campo da música que estuda os acordes, a relação entre eles e a função de cada um dentro da música. Aprender harmonia funcional

Leia mais

Escalas III Escalas - III Escala Menor Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v1393

Escalas III Escalas - III Escala Menor Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v1393 Escalas - III Escala Menor Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v9 Philippe Lobo Sumário Introdução Escalas Menores... 0 Entendendo a escala Contextualização teórica... 0 Transpondo

Leia mais

FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS:

FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS: FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS: CROMÁTICA, DIATÔNICA, NATURAL, GREGAS, MELÓDICAS, HARMÔNICAS, DIMINUTAS, PENTATÔNICAS. SINAIS COMUNS E SÍMBOLOS MUSICAIS NOÇÕES DE IMPROVISAÇÃO: RITÍMICA, BASE

Leia mais

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Violão Clássico Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas

Leia mais

SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005.

SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005. SOBRE GHOST DOGS: A banda Ghost Dogs foi fundada em Abril de 2005. Em Outubro de 2006 a Ghost Dogs foi convidada pela professora Eliete Murari do IC&T (Instituto de Canto e Tecnologia) para ser a banda

Leia mais

Considerações finais...45

Considerações finais...45 1 INDICE Comentário Importante...03 Sua Participação...03 O Contra Baixo...04 A origem do nome contrabaixo...04 Partes do contra baixo...05 Afinação do Contra Baixo...06 Escalas e arpejos Arpejo Maior

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS CAMPO HARMÔNICO São Paulo 2013 SUMARIO O QUE É O CAMPO HARMÔNICO... 02 OUTROS CAMPOS MAIORES... 03 HARMONIZAÇÃO PELO C.H E DICA DE COMPOSIÇÃO... 05 O QUE

Leia mais

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 7º Passo

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 7º Passo INSTRUTOR Zeh Blackie CURSO DE GUITARRA Nível Básico 7º Passo Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos

Leia mais

MULHERES GUITARRISTAS

MULHERES GUITARRISTAS MULHERES GUITARRISTAS Texto: Gabriela Gonzalez Quando o assunto é grandes guitarristas de jazz da atualidade, não há como deixar de mencionar o nome de Mimi Fox. Basta lembrar que a musicista foi nomeada

Leia mais

Violão Popular. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Violão Popular. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Violão Popular Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas particulares

Leia mais

HARMONIA. A à Z. Por: Fábio Leão

HARMONIA. A à Z. Por: Fábio Leão HARMONIA DE A à Z Por: Fábio Leão 1 Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição -Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil. Para ver uma cópia desta licença, visite:

Leia mais

Caderno de Postura. Prof. Luiz Mello

Caderno de Postura. Prof. Luiz Mello Caderno de Postura Prof. Luiz Mello CADERNO DE POSTURA Este caderno de postura tem como objetivo demonstrar os principais pontos relacionados a maneira de como tocar violão e guitarra de uma maneira saudável,

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música?

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço IGREJA CRISTÃ MARANATA Apostila De Teclado Comissão de ensino Vale do Aço Introdução O Teclado é um dos instrumentos mais utilizados hoje em dia, por sua grande flexibilidade e diversificação. Com um simples

Leia mais

TECLADO PARA INICIANTES

TECLADO PARA INICIANTES TECLADO PARA INICIANTES Esqueça tocar com ritmo, só a sua tia e a sua avó vão achar bonito. Talvez a turma do buteco. Se você quer tocar na sua igreja ou na sua banda aprenda desta maneira: FASE 1 - HARMONIA

Leia mais

Meteoro. Nitrous GS160 ELG

Meteoro. Nitrous GS160 ELG Meteoro Nitrous GS160 ELG Manual do Proprietário Desenvolvido pelo Especialista de Produtos Eduardo Parronchi Conteúdo Início /Apresentação...3 Notas Importantes...4 Descrição do Painel...5 Ligando o NITROUS

Leia mais

O Beat Beatles é um espetáculo musical que conta em detalhes a trajetória da banda mais importante de todos os tempo, os Beatles.

O Beat Beatles é um espetáculo musical que conta em detalhes a trajetória da banda mais importante de todos os tempo, os Beatles. The Beat Beatles www.beatbeatles.com.br A banda é formada por dois ex-integrantes da lendária banda Beatles 4ever. Fabio Colombini (John Lennon) e Ricardo Júnior (Paul McCartney) interpretaram juntos durante

Leia mais

Retrato. do Artista Inquieto

Retrato. do Artista Inquieto Retrato do Artista Inquieto A Backstage visitou o ateliê (como ele próprio prefere definir seu estúdio) de Jr Tostoi, no Rio, e descobriu alguns dos segredos que forjam a sonoridade única e contemporânea

Leia mais

BONGO. Prefácio. Aprender rapidamente e de forma fácil

BONGO. Prefácio. Aprender rapidamente e de forma fácil BONGO Aprender rapidamente e de forma fácil Página 1 Prefácio Com este guia de aprendizagem, passado pouco tempo conseguirás tocar as primeiras batidas no teu bongo. A combinação de manual e CD é ideal

Leia mais

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO...

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... Índice ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... 4 O TECLADO... 4 TIPOS DE TECLADOS... 4 Sintetizadores... 4 Teclados com acompanhamento automático... 4 Workstations... 4 Pianos digitais...

Leia mais

Escalas II Escalas - II Escala Maior Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v977

Escalas II Escalas - II Escala Maior Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v977 Escalas - II Escala Maior Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v977 Sumário Introdução Escalas Naturais... 0 Conceitos preliminares Tônica, Tom e Tonalidade... 0 Melodia e Harmonia...

Leia mais

M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M

M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M Mais que uma programação feita para ouvintes exigentes, a Mundo Livre FM ultrapassa a frequência do rádio e se estabelece como uma identidade conceitual. No ar há 7 anos,

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

Título: Partitura Total

Título: Partitura Total Título: Partitura Total 1. Apresentação: O método dmusichouse é reconhecido como o pioneiro do mundo e atualmente como o melhor da América Latina. Nosso trabalho é facilmente demonstrado através de diversos

Leia mais

DENIS WARREN. Entrevista

DENIS WARREN. Entrevista Entrevista texto e entrevista: Luciano Vieira Entrevistamos o guitarrista brasileiro radicado em Londres, para saber sobre sua carreira, seus projetos e também as diferenças entre ser músico no Brasil

Leia mais

1 Aspectos históricos e técnicos da guitarra elétrica

1 Aspectos históricos e técnicos da guitarra elétrica 1 Aspectos históricos e técnicos da guitarra elétrica Pode-se dividir as guitarras elétricas em dois tipos básicos: Guitarras Semi-acústicas e Guitarras Maciças. Guitarras semi-acústicas São guitarras

Leia mais

Início em Arranjos Musicais

Início em Arranjos Musicais Marcelo Morales Torcato Início em Arranjos Musicais 1ª. Edição Pauliceia Marcelo Morales Torcato 2009 PRIMEIRA AULA. As notas musicais são sete: dó; ré; mi; fá; sol; lá; si. Também podem ser representadas

Leia mais

Apostila de Ensino Violão (Módulo I)

Apostila de Ensino Violão (Módulo I) Apostila de Ensino Violão (Módulo I) APRESENTAÇÃO Esta apostila reúne uma compilação de estudos embasados nas devidas referências bibliográficas, notações complementares e exercícios práticos criados;

Leia mais

APOSTILA DO CURSO. Parabéns por ter se cadastrado no curso online da D Music House!

APOSTILA DO CURSO. Parabéns por ter se cadastrado no curso online da D Music House! APOSTILA DO CURSO Parabéns por ter se cadastrado no curso online da D Music House! A partir de agora você entrará em contato com o primeiro e melhor curso de violão e guitarra via internet do Mundo! Atenção:

Leia mais

04 Armadura de Clave Como identificar o Tom a partir dos acidentes da Armadura de Clave. 06 Relação Tom x Acidentes. 12 Círculo das Quintas

04 Armadura de Clave Como identificar o Tom a partir dos acidentes da Armadura de Clave. 06 Relação Tom x Acidentes. 12 Círculo das Quintas 03 Introdução onalidade 04 Armadura de Clave Como identificar o om a partir dos acidentes da Armadura de Clave 06 Relação om x Acidentes ons com sustenidos ons com bemóis 12 Círculo das Quintas ons Vizinhos

Leia mais

COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I

COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I COMO LER E ESCREVER PARTITURAS - I ALTURAS Philippe Lobo 03 Introdução Um pouco de História 06 Conhecimentos Preliminares Contextualização Teórica Cordas Soltas + Escala Cromática 08 Entendendo a Pauta

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música?

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música por meio

Leia mais

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi

Noções Básicas de Teoria Musical. por Alessandro Penezzi Noções Básicas de Teoria Musical por Alessandro Penezzi São Paulo, 1999 1) INTRODUÇÃO...4 a) Som é tudo o que ouvimos....4 b) Música é a arte de combinar sons....4 c) Notas Musicais...4 d) Grau Conjunto...5

Leia mais

02 ELABORADO POR PROFESSOR MUSICAL OTANIEL RICARDO

02 ELABORADO POR PROFESSOR MUSICAL OTANIEL RICARDO MÉTOO E VIOLINO NÍVEL INTERMEIÁRIO Vol. 02 ELBORO POR PROFESSOR MUSICL OTNIEL RICRO 1 UTOR Otaniel Ricardo Santos Foi Professor/Maestro da Banda Musical Ecos do Céu da Igreja Evangélica ssembléia de eus

Leia mais

Esta ilustração mostra como utilizar o pedal Nova Modulator em uma configuração Mono (1 amplificador)

Esta ilustração mostra como utilizar o pedal Nova Modulator em uma configuração Mono (1 amplificador) Manual do usuário 1 Características do Nova Modulator Sete efeitos de modulação com qualidade de estúdio Pedal com duplo circuito 9/18 Presets programáveis pelo usuário Sincronizador LFO LFO trigger Tap

Leia mais

FORTALECENDO A MÃO ESQUERDA

FORTALECENDO A MÃO ESQUERDA FORTALECENDO A MÃO ESQUERDA Muitas vezes, quando nós guitarristas estamos tocando, sentimos um certo cansaço na mão esquerda. Isso nos atrapalha principalmente na hora de fazer solos que exigem um nível

Leia mais

O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA

O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA Por Turi Collura Elaborado no Século XIX, o antigo livro de técnica pianística chamado Hanon - O Pianista Virtuoso resiste

Leia mais

Os kits de John Bonham com o Led Zeppelin. Por Jorge Anielo

Os kits de John Bonham com o Led Zeppelin. Por Jorge Anielo Os kits de John Bonham com o Led Zeppelin Por Jorge Anielo Em meados de 1968, John Henry Bonham começa um legado que influenciaria muitos outros bateristas em todo o mundo com seu grandioso kit de bateria

Leia mais

Procol Harum - A Whiter Shade Of Pale

Procol Harum - A Whiter Shade Of Pale POR jobert gaigher Vintage Dizem que a vida começa aos 40. E Nelson Rodrigues já aconselhava sabiamente à juventude de outrora: Jovens: envelheçam! O mais rápido que puderem!. Bem, pelo menos em matéria

Leia mais

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama

APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama APRENDA MÚSICA Vol I 1. As notas musicais no endecagrama Devido à grande extensão do teclado e conseqüentemente um grande número de notas, localizadas em diferentes oitavas, precisamos de dois pentagramas.

Leia mais

Apostila Básica de Violão

Apostila Básica de Violão Apostila Básica de Violão Resumos para aulas MARANATA O Senhor Jesus Vem! Sumário Introdução... 2 Estrutura musical... 3 Cifras... 4 Acordes e Escalas... 4 Conhecendo o violão... 5 Enfim a prática!...

Leia mais

Conteúdos: Gêneros musicais: Rock. Revisão. Avaliação

Conteúdos: Gêneros musicais: Rock. Revisão. Avaliação Conteúdos: Gêneros musicais: Rock Revisão Avaliação Habilidades: Valorizar as diversas culturas musicais, especialmente as brasileiras Habilidades: Reconhecer e utilizar com propriedade diversas técnicas

Leia mais

MÉTODO Maurício Barca

MÉTODO Maurício Barca MÉTODO Maurício Barca GUIA DE ESTUDO PREPARATÓRIO M.B Copyright 1999Todos os direitos reservados A maior parte dos músicos guitarristas vivem da música tocando pôr aí com um pouco mais das informações

Leia mais

Exercícios de aquecimento. 1. Introdução

Exercícios de aquecimento. 1. Introdução Exercícios de aquecimento 1. Introdução Os exercícios de aquecimento são práticas de rotina necessárias para que o músico se prepare para performances em público, gravações, estudos, etc. Esses exercícios

Leia mais

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO Componente Curricular OBOÉ FAGOTE FLAUTA TRANSVERSAL Temas respiração, aplicados ao ensino

Leia mais

e como tocar a escala menor harmônica.

e como tocar a escala menor harmônica. 36 - Guitar Class - Fevereiro 2003 Guitar Class - Vamos começar falando sobre como surgiu o seu interesse pela música... Eduardo - Minha família sempre foi muito musical. Minha mãe era cantora profissional,

Leia mais

ROLLING STONES COVER www.rockinstones.com.br. Shows: (11) 99293-0058 / (11) 98949-1091

ROLLING STONES COVER www.rockinstones.com.br. Shows: (11) 99293-0058 / (11) 98949-1091 ROLLING STONES COVER www.rockinstones.com.br Shows: (11) 99293-0058 / (11) 98949-1091 ROCKINSTONES ROLLING STONES COVER Jagger/Richards/Wood/Watts/Wyman O Rockinstones foi criado em São Paulo em 2011 com

Leia mais

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1

CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO. REV. A - Pg 1 CJ50TUBE AMPLIFIER MANUAL DO USUÁRIO REV. A - Pg 1 APRESENTAÇÃO Agradecemos a aquisição de um produto da Rotstage. O amplificador CJ50 foi desenvolvido para o guitarrista que tem estilo e faz estilos.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

Baofeng UV-5R correção modulação

Baofeng UV-5R correção modulação Baofeng UV-5R correção modulação Aqui está um post que foi no meu site anterior, que era popular. Esta modificação foi feita originalmente por Colin G4EML do Reino Unido. Eu já tinha visto este método

Leia mais

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário

Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock. Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Model 7 Pré-amplificador com Timbre Lock Manual do Usuário Queremos agradecer sua escolha do AUDIOPAX Model 7. Sabemos que você deve estar ansioso

Leia mais

Acordes, sua estrutura e cifragem

Acordes, sua estrutura e cifragem Por Turi Collura Acordes, sua estrutura e cifragem O acorde é composto por um grupo de notas que soam simultaneamente. É uma unidade sonora, formada de, no mínimo 3 sons (certamente, podemos ter harmonias

Leia mais

Montando seu Estúdio Digital

Montando seu Estúdio Digital Montando seu Estúdio Digital 1. Definição da configuração ideal Antes de tudo, é preciso saber o que você pretende fazer em seu estúdio, para podermos definir os componentes necessários para a realização

Leia mais

Tutorial para calibração de receptores Telecontrolli

Tutorial para calibração de receptores Telecontrolli Tutorial para calibração de receptores Telecontrolli Introdução: Muitos na Guerra de Robôs, Sumô e outras modalidades de competição com robôs utilizam módulos de rádio da empresa Telecontrolli ou similar.

Leia mais

Guitar x - No Dia-a-Dia do Guitarrista! - www.guitarx.com.br ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Guitar x - No Dia-a-Dia do Guitarrista! - www.guitarx.com.br :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Arpegios Harã Lemes Oi Pessoal, tudo Bend? Hehe Vou começar nesta quarta, a falar sobre algumas técnicas de guitarra, e continuaremos com a coluna Teoria e Composição aos sábados!! Bom, não vou seguir

Leia mais

A GUITARRA ELÉTRICA DE PEPEU GOMES Affonso Celso de Miranda Neto Timerocker@hotmail.com Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

A GUITARRA ELÉTRICA DE PEPEU GOMES Affonso Celso de Miranda Neto Timerocker@hotmail.com Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) A GUITARRA ELÉTRICA DE PEPEU GOMES Affonso Celso de Miranda Neto Timerocker@hotmail.com Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) Resumo Este artigo pretende mostrar através da análise

Leia mais

Entrevista com Atomic Fear

Entrevista com Atomic Fear Entrevista com Atomic Fear 1- Quando a Atomic Fear diz que foge dos lugares comuns em suas composições, oque vocês realmente desejam expressar? Que não nos preocupamos em seguir determinadas tendências,

Leia mais

TIME FOR FUN ANUNCIA SHOWS NO BRASIL DO G3, TRIO DE GUITARRISTAS FORMADO POR JOE SATRIANI, JOHN PETRUCCI E STEVE MORSE

TIME FOR FUN ANUNCIA SHOWS NO BRASIL DO G3, TRIO DE GUITARRISTAS FORMADO POR JOE SATRIANI, JOHN PETRUCCI E STEVE MORSE TIME FOR FUN ANUNCIA SHOWS NO BRASIL DO G3, TRIO DE GUITARRISTAS FORMADO POR JOE SATRIANI, JOHN PETRUCCI E STEVE MORSE Apresentações acontecem em outubro no Rio de Janeiro, dia 11 e em São Paulo, dia 12

Leia mais

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS Direitos Autorais Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Gratuito Fórmula Violão Express. Parartestes Alongamento dodo ViolãoViolão

Leia mais

Noise Gate Pedal para redução de ruídos

Noise Gate Pedal para redução de ruídos Noise Gate Pedal para redução de ruídos O Noise Gate é um pedal para redução de ruído. Porém, ao contrário dos filtros tradicionais, que introduzem mudança no timbre do instrumento, o Noise Gate faz um

Leia mais

DISCÓRDIA Biografias

DISCÓRDIA Biografias A L I C E DISCÓRDIA Biografias Afonso Alves // Voz - Já há algum tempo que queria escrever na língua em que sonho [visto que anteriormente escrevia maioritariamente em inglês]. O Diogo foi o primeiro reflexo

Leia mais

As consequências. Brasilidade

As consequências. Brasilidade O inicio No fim do século passado surgiu no cenário musical norte americano uma fusão chamada acid jazz, onde a harmonia e a melodia sofisticada do jazz encontravam os beats derivados do rap e do funk,

Leia mais

AMOSTRA ATENÇÃO: SUMÁRIO. Introdução...1. Notação musical...3. Teoria musical...13. Harmonia...30. Escalas...44. Dicionário de acordes...

AMOSTRA ATENÇÃO: SUMÁRIO. Introdução...1. Notação musical...3. Teoria musical...13. Harmonia...30. Escalas...44. Dicionário de acordes... AMOSTRA ATENÇÃO: ESTE DOCUMENTO SE TRATA APENAS DE UMA AMOSTRA. AS PÁGINAS AQUI EXPOSTAS SÃO PÁGINAS ALEATÓRIAS DA APOSTILA, MESCLADAS DO APRENDIZADO ADULTO COM O APRENDIZADO INFANTIL, COM EFEITO APENAS

Leia mais

Curso Contrabaixo Básico

Curso Contrabaixo Básico Seja Bem Vindo! Curso Contrabaixo Básico Carga horária: 25hs Dicas importantes Nunca se esqueça de que o objetivo central é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso. Qualquer um termina, só os

Leia mais

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO

CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO CURSO DE ÁUDIO E TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO EM ESTÚDIO Nos encontramos na música O AfroReggae e a Natura acreditam na cultura. Por isso, estamos juntos mais uma vez para revelar talentos e dar voz aos jovens

Leia mais

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin Fotos: Luís Antônio Rodrigues No Perfil & Perfil Em meio às gravações no estúdio Brothers da Lua do músico, juntamente com o gravamos uma entrevista, onde eles nos contam como começou essa amizade e parceria,

Leia mais

CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR?

CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR? CAPOTRASTE ou BRAÇADEIRA VOCÊ SABE COMO USAR? MARCAS - FABRICANTES As Fotos mostram alguns modelos mais usados de Capotraste. Teoricamente o capotraste ou braçadeira, uma vez adaptado ao braço do violão,

Leia mais

Valores: R$ 21,00 (comerciário/dependente), R$ 37,00 (conveniado) e R$ 48,00 (usuário).

Valores: R$ 21,00 (comerciário/dependente), R$ 37,00 (conveniado) e R$ 48,00 (usuário). CURSOS DE MÚSICA DO SESC (2º Semestre) MODALIDADE INICIANTE 1) VIOLÃO POPULAR Este curso está direcionado ao estudo da música popular com acompanhamento harmônico. Serão praticadas canções do repertório

Leia mais

Acabando com a "Guerra do Volume"

Acabando com a Guerra do Volume Acabando com a "Guerra do Volume" Autor: Fernando A. B. Pinheiro Desde que comecei a trabalhar com sonorização em igrejas, há 15 anos, sempre vi uma guerra ser travada a cada culto e evento realizado.

Leia mais

O presente material se baseia nos equipamentos fornecidos pelo PES às ICM, um kit composto pelos seguinte equipamentos: ( que chamaremos de KIT )

O presente material se baseia nos equipamentos fornecidos pelo PES às ICM, um kit composto pelos seguinte equipamentos: ( que chamaremos de KIT ) Prefácio O presente material se baseia nos equipamentos fornecidos pelo PES às ICM, um kit composto pelos seguinte equipamentos: ( que chamaremos de KIT ) 1 mesa de som 6 canais ( MXS6 ou MXS6II Wattsom

Leia mais

irig

<!--:pt-->irig<!--:--> Descrição https://www.youtube.com/watch?v=8ng6uvqcjlo AmpliTube irig, a melhor maneira de plugar sua guitarra, baixo ou teclado no seu ipad, iphone ou ipod Touch*. 1 / 5 O irig é uma combinação perfeita

Leia mais

guitarraparainiciantes.com.br 1

guitarraparainiciantes.com.br 1 guitarraparainiciantes.com.br 1 Índice Introdução ---------------------------------------5 Bem-vindo! --------------------------------------5 Não é um bicho de sete cabeças ---------------6 Mas quem sou

Leia mais

24 Acorde Maior X Acorde Menor - Conteúdo

24 Acorde Maior X Acorde Menor - Conteúdo Introdução Formação de Escalas e de Acordes Encadeamentos e Harmonia Acordes Maiores e Menores Tons Homônimos Encadeamento V7 i em Fá Menor (Fm) Cadência de Picardia próxima 2 Introdução Nas Unidades de

Leia mais

Oficina de Formação Musical - I. Projeto de rádio escolar : educação e música na rádio!

Oficina de Formação Musical - I. Projeto de rádio escolar : educação e música na rádio! Oficina de Formação Musical - I Projeto de rádio escolar : educação e música na rádio! Etapa I Apresentação do projeto de rádio escolar e instalação; Manuseio dos programas (VDJ e Audacity); Produção de

Leia mais

MuseCode: uma abordagem aritmética à música tonal

MuseCode: uma abordagem aritmética à música tonal MuseCode: uma abordagem aritmética à música tonal José Carlos Ramalho University of Minho Braga, Portugal jcr@di.uminho.pt Resumo Hoje em dia, a utilização de software musical para apoio à composição,

Leia mais

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português 1 Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português A partir do momento que você souber de cor a função de cada peça do nosso jogo de dominó, você não terá mais problemas para formular frases,

Leia mais

Este projeto estará acessível a todos que tiverem interesse e disponibilidade. Piano Booster: Musical Instrumental Midi. Deu trabalho pra fazer!

Este projeto estará acessível a todos que tiverem interesse e disponibilidade. Piano Booster: Musical Instrumental Midi. Deu trabalho pra fazer! Partituras Digitais com opções de vários tipos de leitura facilitada, com letras símbolos das notas, ou de modo convencional. Antes de tudo, você deverá e precisara ter á técnica de solo, do tipo de instrumento

Leia mais

Release. Jazz a Três. Contato: (31) 8737-9183 - E-mail: jazzatres@gmail.com

Release. Jazz a Três. Contato: (31) 8737-9183 - E-mail: jazzatres@gmail.com Release Jazz a Três Contato: (31) 8737-9183 - E-mail: jazzatres@gmail.com Um pouco sobre a banda O Jazz a Três iniciou suas atividades em 2008 com o objetivo de levar ao público standards do Jazz e da

Leia mais

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h.

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programação Geral Música Regional Brasileira A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programa destinado a divulgar a música típica das regiões do Brasil. Toca os grandes mestres da música nordestina e mostra

Leia mais

a coletânea os Intocáveis, da CBS, produzido por Leo Jaime. Tocou também com Elétrodomésticos e foi convidado a tocar com Leo Jaime.

a coletânea os Intocáveis, da CBS, produzido por Leo Jaime. Tocou também com Elétrodomésticos e foi convidado a tocar com Leo Jaime. LANÇAMENTO 01. Trem Bala 02. 7 Vidas 03. Quem Não Viu? 04. Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda 05. Maior Abandonado 06. Não Vá 07. Helpless 08. Knockin On Heavens Door / A Dois Passos do Paraíso 09. Corações

Leia mais

Historia dos Tokio hotel

Historia dos Tokio hotel ttokio hotel 1 Historia dos Tokio hotel A banda Tokio Hotel foi fundada pelo vocalista Bill Kaulitz e o guitarrista Tom Kaulitz, que são gêmeos idênticos, baterista Gustav Schäfer e o baixista Georg Listing.

Leia mais

Sistemas de Organização Sonora

Sistemas de Organização Sonora Sistemas de Organização Sonora Apoio para Unidade 3 Introdução à Prosódia Musical Coordenador: Fernando Lewis de Mattos Bolsistas: Fernanda Krüger Garcia Bernardo Grings Gerson de Souza Departamento de

Leia mais

Manual 2014/2015. www.tone.pt geral@tone.pt

Manual 2014/2015. www.tone.pt geral@tone.pt Manual 2014/2015 www.tone.pt O presente manual é um documento orientador e um compêndio de informação relativa à SUA escola. Será actualizado ao longo do ano pelo que poderá confirmar a sua versão pela

Leia mais

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento TECLADO (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento O Piano e o Órgão são os instrumentos musicais mais tradicionais

Leia mais

O SOM E SEUS PARÂMETROS

O SOM E SEUS PARÂMETROS O SOM E SEUS PARÂMETROS Você já percebeu como o mundo está cheio de sons? Mas você já parou para pensar o que é o SOM? Pois bem, som é tudo o que nossos ouvidos podem ouvir, sejam barulhos, pessoas falando

Leia mais

Pickups Finos, feitos

Pickups Finos, feitos Pickups Finos, feitos da mesma forma que você toca o seu instrumento... com as mãos! Catálogo de Captadores Humbucker DUAL BLADE QUAD BLADE SINGLE COIL NOISELESS SOBRE NÓS A empresa Uma palavra de Sergio

Leia mais