EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA"

Transcrição

1 CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA CEUT FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS, SAÚDE, EXATAS E JURÍDICAS DE TERESINA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL N 01/2013 SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA A Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão do Centro de Ensino Unificado de Teresina - torna público que estão abertas as inscrições para seleção de projetos, para o Programa de Iniciação à Pesquisa Científica (PIPC), a ser desenvolvido no período de julho 2013 a julho de DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA Com o intuito de promover a iniciação do aluno na produção do conhecimento científico, o Programa de Iniciação à Pesquisa Científica tem por objetivos: 1.1 Despertar a vocação científica dos estudantes de graduação da, ao tempo em que incentiva novos talentos em todas as áreas do conhecimento. 1.2 Incentivar a formação acadêmica voltada para área de pesquisa e tecnologia, a partir da participação ativa do aluno em projetos de pesquisa. 1.3 Proporcionar ao aluno orientação precisa sobre técnicas e métodos científicos, por parte de um orientador qualificado. 1.4 Estimular o pensamento científico, habilidades, atitudes e criatividade, necessários ao aluno para enfrentamento dos problemas de pesquisa e falseamento de hipóteses. 1.5 Fortalecer a disseminação das informações e conhecimentos científicos entre professores e alunos. 1.6 Preparar alunos para a pós-graduação lato e strictu sensu. 2. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA INSCRIÇÃO 2.1 QUANTO AO PROFESSOR ORIENTADOR Ser professor horista ou tempo fixo da com título de doutor, mestre e/ou especialista, não afastado das atividades acadêmicas, com horário disponível para acompanhamento do processo de pesquisa de seus orientandos Apresentar perfil do pesquisador com domínio na área em que se propõe orientar, comprovado através de Currículo Lattes atualizado nos últimos três meses Orientar discente pesquisador nas distintas fases do trabalho científico e para apresentações junto a eventos científicos da instituição ou fora dela Observar reserva e confidencialidade dos dados do projeto incluindo a temática até a divulgação dos resultados parciais ou totais no Seminário de Iniciação Científica da Faculdade CEUT ou a publicação destes em livro ou periódico científico da Encaminhar à Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, relatórios parcial e final de acompanhamento do discente pesquisador e do andamento da pesquisa O professor tempo fixo terá suas atividades de pesquisas computadas como horário pedagógico. Para tanto deverá ter, no mínimo, 04h/a disponíveis para orientação O professor horista e visitante serão remunerados conforme valores da h/a vigentes, equivalente a 04h/a semanais Caso haja cancelamento do processo de orientação por parte do professor orientador, o mesmo deverá comunicar, no máximo em 72 horas, à Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, para fins de suspensão imediata da bolsa do discente pesquisador Ocorrendo afastamento do docente por período superior a 15 (quinze) dias ininterruptos ou a impossibilidade de continuidade na atividade de orientação, a Coordenação de Pós- Graduação, Pesquisa e Extensão deverá substituir o docente pesquisador por outro (da mesma área) que estejam vinculados ao Programa de Iniciação à Pesquisa Científica da Faculdade CEUT A orientação de projetos não impede o desenvolvimento de pesquisas autônomas realizadas individualmente como professor pesquisador Indicar o(s) discente(s) pesquisador (es) para concorrer as bolsas.

2 2.2 QUANTO AO DISCENTE PESQUISADOR Estar regulamente matriculado na e apresentar rendimento acadêmico igual ou superior a 7 (sete) Cursar, no início da vigência da bolsa, entre o terceiro e o penúltimo período do curso de graduação. No caso de renovação, o discente pesquisador poderá está no penúltimo período no momento da inscrição Executar o projeto aprovado, sob orientação do docente orientador Fazer parte como autor ou co-autor de apenas um Projeto de Iniciação Científica desta instituição ou fora dela Dedicar-se 15 horas semanais às atividades de pesquisa, com no mínimo 05 dessas horas na IES, de acordo com as necessidades do projeto O discente pesquisador não deverá ter reprovação em qualquer disciplina do curso no período em que for bolsista No caso de renovação o discente pesquisador deverá apresentar relatório científico final do projeto em questão, com os resultados alcançados até o momento. A renovação da bolsa estará condicionada à avaliação do desempenho do referido discente durante o desenvolvimento do projeto de pesquisa em curso Elaborar um artigo científico no final do projeto e enviá-lo à Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Participar do Seminário de Iniciação Científica da, com apresentação dos resultados parciais e finais obtidos na pesquisa Fazer referência à sua condição como discente pesquisador da nas publicações e trabalhos apresentados dentro e/ou fora da IES. 3. DATA E LOCAL DAS INSCRIÇÕES 3.1 As inscrições deverão ser realizadas no período de 13 de maio a 13 de junho de Os interessados deverão entregar na Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da, de segunda a quinta-feira das 14h às 21h, e às sextas-feiras das 8h às 12h e das 14h às 21h, os documentos listados no item DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO 4.1 Ficha de Inscrição devidamente preenchida e assinada (ANEXO A). 4.2 Projeto de Pesquisa apresentado de acordo com o padrão estabelecido pela Coordenação de Pós- Graduação, Pesquisa e Extensão da (ANEXO B). 4.3 Plano de Trabalho vinculado ao Projeto de Pesquisa, para cada discente pesquisador, com assinaturas do Orientador e do(s) respectivo(s) discente(s), contendo o plano de atividades detalhado e individualizado e o cronograma das atividades. No caso do projeto de pesquisa envolver dois discentes pesquisadores, deverá haver, OBRIGATORIAMENTE, uma diferenciação nas atividades a serem executadas para cada discente, o que deverá estar evidenciado no Plano de Atividades (ANEXO C). 4.4 Currículo do Orientador (modelo Lattes CNPq atualizado nos últimos três meses), principais produções nos últimos 5 anos, devidamente comprovado. 4.5 Currículo do discente pesquisador (modelo Lattes CNPq atualizado nos últimos três meses) completo e devidamente comprovado. 4.6 Histórico escolar, comprovante de matrícula, cópia do CPF, RG e comprovante de residência atualizado do discente pesquisador. 4.7 Cópia eletrônica em CD do projeto de pesquisa e plano de atividade de cada discente pesquisador. 4.8 Para renovação, acrescentar relatório parcial atualizado e justificativa do orientador para continuidade do projeto e do discente pesquisador no programa. OBSERVAÇÕES: Não serão aceitas inscrições fora dos prazos determinados neste Edital ou com documentação incompleta. O candidato assumirá a responsabilidade de verificar a documentação anexada à ficha de inscrição, antes da entrega da mesma à Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da.

3 5. REQUISITOS DO PROJETO DE PESQUISA DO ORIENTADOR 5.1 Ter mérito técnico-científico, tendo sido aprovado pela Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, através de uma comissão constituída para este fim. Os projetos já aprovados em órgãos de fomento à pesquisa não precisarão ser analisados quanto a esse aspecto. 5.2 Deverá ser apresentado em formulário apropriado (ANEXO B), com uma cópia impressa e uma cópia eletrônica em CD. 5.3 Apresentar viabilidade técnica, econômica e parcerias para financiamento do projeto. 6. REQUISITOS DO PLANO DE TRABALHO DO DISCENTE PESQUISADOR 6.1 O plano de trabalho do discente pesquisador é individual e deverá estar vinculado ao projeto do orientador, de tal forma que cada um tenha oportunidade de participar de um processo completo e único de pesquisa, bem como ter acesso a métodos e processos científicos. 6.2 Cada plano de trabalho deve conter: (1) título; (2) nome do(s) discente(s) pesquisador(es); (3) nome do orientador; (4) resumo dos objetivos do trabalho; (5) cronogramas de atividades para um ano, que contemplem o período de submissão do projeto ao Comissão de Ética e Pesquisa - CEP e realização da mesma somente após aprovação; (6) data e (7) assinaturas do(s) discente(s) e do orientador. O plano de trabalho deverá ainda ser dimensionado de modo a gerar resultados a serem apresentados pelo discente pesquisador, na forma de um trabalho, no Seminário de Iniciação Científica da Faculdade CEUT e um artigo científico. O referido trabalho será de autoria do discente e do orientador (ANEXO C). 7. LIMITE DE INSCRIÇÃO POR DOCENTE PESQUISADOR E VIGÊNCIA DA PESQUISA 7.1 Cada docente poderá inscrever apenas 02 projetos de pesquisa para concorrência neste edital. 7.2 A pesquisa proposta deverá ser executada em 12 meses, a contar da data de aprovação. Casos em que a pesquisa necessite de um prazo maior que 12 meses para sua realização, serão analisados pela Comissão de Avaliação bem como pela Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão através do cronograma de pesquisa e do plano de trabalho. 8. LINHAS DE PESQUISA A proposta de pesquisa deverá pertencer a uma das seguintes linhas de pesquisa: 8.1 Educação, Cultura e Meio Ambiente 8.2 Justiça e Ética 8.3 Planejamento, Gestão e Finanças 8.4 Comunicação, Sistemas e Tecnologia 8.5 Saúde e Qualidade de Vida 8.6 Cidadania e Responsabilidade Social 9. DA ANÁLISE E JULGAMENTO 9.1 A análise e o julgamento dos projetos inscritos serão realizados pela Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, por meio de Comissão de Avaliação formada para este fim. 9.2 A referida Comissão será composta por examinadores com experiência profissional em cada área do conhecimento que integram as linhas de pesquisa apresentadas no item 8 deste edital. Encerrado o processo de análise, os examinadores registrarão em atas os pareceres e resultados finais. 9.3 As atas elaboradas pela Comissão de Avaliação serão submetidas ao Conselho de Pesquisa, composto de 04 membros e presidido pela Diretoria desta IES, para julgamento final e decisão quanto ao financiamento solicitado. Este poderá ser indeferido (não cabe financiamento) ou deferido (com financiamento total ou parcial). 10. DOS CRITÉRIOS PARA O JULGAMENTO O julgamento acontecerá em duas etapas: a primeira, eliminatória e a segunda, classificatória Serão motivos de eliminação: Descumprimento deste edital Inadequação do projeto à linha de pesquisa e/ou à experiência comprovada pelo docente, conforme apresentada no Currículo Lattes Insuficiência do Cronograma.

4 Incapacidade de captar recursos para realização da pesquisa, quando esta não for financiada ou o for parcialmente, por esta IES Proposta de pesquisa inscrita estar relacionada, integral ou parcialmente, a Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação e/ou Especialização, Dissertações de Mestrado, Teses de Doutorado ou quaisquer Trabalhos Técnico-Científicos já realizados ou em andamento Serão considerados para efeito de classificação: Mérito técnico-científico Aprovação da instituição onde será realizada a pesquisa Viabilidade técnica, econômica e parcerias para financiamento do projeto Aprovação prévia em órgãos de fomento à pesquisa Atividades acadêmicas e relacionadas à pesquisa. 11. PERÍODO DE VIGÊNCIA 11.1 A vigência da bolsa será de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogada por igual período. 12. TIPOS DE BOLSA 12.1 O Programa de Iniciação à Pesquisa Científica da concede bolsa aos alunos selecionados, na forma de desconto nas mensalidades de cursos, conforme valores estabelecidos pela IES O pesquisador discente que não cumprir a carga horária semanal especificada neste edital apurada mensalmente pelo professor orientador, caso não seja justificada, terá sua bolsa automaticamente cancelada. 13. NÚMERO DE BOLSAS 13.1 Anualmente serão concedidas 10 (dez) bolsas ao Programa de Iniciação à Pesquisa Científica da É vedado acúmulo de bolsa de iniciação científica a outras bolsas da IES para desconto em mensalidade de curso. Prevalecerá a de maior percentual. 14. PRAZOS PARA PEDIDOS DE RECONSIDERAÇÃO 14.1 O prazo para pedido de reconsideração será de 48 (quarenta e oito) horas a contar da divulgação do resultado final O pedido de reconsideração deverá ser feito por escrito e devidamente fundamentado à Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão que o encaminhará a comissão de professores representantes dos cursos para julgamento. 15. SOLICITAÇÃO DE CANCELAMENTO E SUBSTITUIÇÃO DE BOLSISTAS 15.1 A substituição de bolsista poderá ocorrer após análise do motivo enviado pelo orientador para a Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, desde que a nova indicação não seja inferior a quatro meses; 15.2 O cancelamento da bolsa poderá ser solicitado a qualquer momento. Para o ato de cancelamento, o docente pesquisador deverá entregar o relatório parcial contendo as atividades desenvolvidas durante o período de vigência e um ofício dirigido à Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, em que deverão estar explícitos os motivos do cancelamento da bolsa; 15.3 Caso o discente pesquisador fique reprovado em alguma disciplina, o docente orientador deverá substituí-lo. 16. DISPOSIÇÕES FINAIS 16.1 O projeto apresentado ao Programa de Iniciação a Pesquisa Científica da não poderá ser desenvolvido como Trabalho de Conclusão de Curso O horário destinado ao Programa de Iniciação a Pesquisa Científica da não pode coincidir com os horários de projetos de extensão, estágios supervisionados, disciplinas regulares, monitoria ou outras atividades acadêmicas nesta IES A Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão poderá cancelar ou suspender a bolsa a qualquer momento, caso se verifique o não cumprimento das normas. O cancelamento resultará na

5 desqualificação automática do docente e/ou discente como candidatos à participação em pesquisa por um período de 1 (um) ano Caso ocorra o cancelamento da bolsa por quaisquer motivos, o docente orientador e/ou o discente deverão encaminhar relatório final à Coordenação de Pós- Graduação, Pesquisa e Extensão no prazo máximo de 30 dias Os casos omissos ou não contemplados neste edital serão analisados pela Coordenação de Pós- Graduação, Pesquisa e Extensão e pela Direção desta IES. Teresina (PI), 06 de maio de Profº Honório José Nunes Bona Diretor Geral Profª Msc. Christianne Matos de Paiva Coordenadora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Prof Msc. Rafael Victor F. do Bonfim Divisão de Pesquisa

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE - FACDO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE Rua Santa Cruz, 557. Centro - 77804-090

Leia mais

EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016

EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016 EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), através do Núcleo de Inovação Tecnológica NIT/UFERSA,

Leia mais

EDITAL DIRETORIA nº 02/2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL DIRETORIA nº 02/2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL DIRETORIA nº 02/2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão

Leia mais

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS Núcleo de Prática de Pesquisa Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 EDITAL DE SELEÇÃO - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICANO PARA O ENSINO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL DE INCENTIVO AO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA PROJETO

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA GERÊNCIA DE PROJETOS DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UPE

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA GERÊNCIA DE PROJETOS DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA GERÊNCIA DE PROJETOS DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UPE OBJETIVOS EDITAL IC PFAUPE - 2010 Promover o interesse pela pesquisa

Leia mais

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/USP. Pró-Reitoria de Pesquisa

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/USP. Pró-Reitoria de Pesquisa EDITAL 2015/2016 A Pró-Reitoria de e o Comitê Institucional do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade de São Paulo PIC/PIBITI USP, tornam público o presente Edital de abertura de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MODALIDADES IC/ICJR) EDITAL n 02/2012/DIPESP/IFAM-CMC/IC-ICJR

PROGRAMA INSTITUCIONAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MODALIDADES IC/ICJR) EDITAL n 02/2012/DIPESP/IFAM-CMC/IC-ICJR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS DIRETORIA GERAL DO CAMPUS MANAUS CENTRO DIRETORIA DE PESQUISA E POS-GRADUAÇÃO

Leia mais

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas.

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas. EDITAL PIBIC-EM Nº 01/2015 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de bolsista de Iniciação Científica para o Ensino Médio PIBIC-EM, sob a Coordenação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS EDITAL Nº 001/14 PROEN/DE, de 17 de fevereiro de 2014. PROGRAMA

Leia mais

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio EDITAL Nº. 41/2015 Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio A Universidade Católica de Santos, por meio da Pró-Reitoria de

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2015/1. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

Cadastro do currículo do Bolsista na Plataforma Lattes

Cadastro do currículo do Bolsista na Plataforma Lattes PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 7/2016 PROBITI/FAPERGS (Conforme Normas do Programa PROBITI) A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG) da Universidade de Santa Cruz do Sul torna

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL CONCESSÃO DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

NORMA PROCEDIMENTAL CONCESSÃO DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 20.01.005 1/10 1. FINALIDADE Formalizar e disciplinar os procedimentos para a concessão de bolsas de extensão universitária destinadas a discentes da UFTM, oriundas de recursos financeiros da própria instituição.

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO EDITAL nº 02/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FATENEMODALIDADE MESTRADO E DOUTORADO O Diretor-Geral da Faculdade Terra

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA ANEXO À RESOLUÇÃO 02/2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA 1 TÍTULO I DO OBJETIVO DO PROGRAMA Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Patologia tem por objetivo qualificar

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS 1. Possibilitar o crescimento acadêmico de alunos do Curso, tanto do Aluno/Monitor quanto dos alunos por ele assistidos; 2. Oferecer

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização

Leia mais

EDITAL DE CONCESSÃO DE BOLSA 02/ 2016 - PPGEDUC. 1. Podem candidatar-se os alunos regularmente matriculados no Programa, incluindo os ingressantes;

EDITAL DE CONCESSÃO DE BOLSA 02/ 2016 - PPGEDUC. 1. Podem candidatar-se os alunos regularmente matriculados no Programa, incluindo os ingressantes; UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO TOCANTINS/ CAMETÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E CULTURA DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO TOCANTINS-CAMETÁ EDITAL DE CONCESSÃO DE BOLSA 02/ 2016

Leia mais

NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015

NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015 NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015 Este Regulamento tem por objetivo organizar e regulamentar as propostas, atividades, projetos e/ou programas

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PIBEX

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PIBEX PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PIBEX EDITAL Nº 02/2011 Chamada para seleção de bolsistas de Extensão para o período de 1º de junho de 2011 a 31 de maio

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Sagrado Coração torna público o presente Edital de abertura de inscrições,

Leia mais

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7983 gabinete.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC/FAPEMIG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CNPQ MODALIDADES: PIBIC E PIBITI / 2013 2014 EDITAL Nº 65/PROPESP/IFRO, DE 22 DE JULHO DE

Leia mais

Edital Programa de Iniciação Científica PIC ESBAM 01/2014

Edital Programa de Iniciação Científica PIC ESBAM 01/2014 Edital Programa de Iniciação Científica PIC ESBAM 01/2014 Dispõe sobre as normas contidas no Edital processo de chamada de propostas de projetos de Iniciação Científica para 2014 e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL 003/2015. Coordenação de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão - CPPE da FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS- FMSJC.

EDITAL 003/2015. Coordenação de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão - CPPE da FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS- FMSJC. EDITAL 003/2015 Coordenação de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão - CPPE da FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS- FMSJC. SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE MARANHENSE

Leia mais

Programa Institucional de Pesquisa e Iniciação Científica

Programa Institucional de Pesquisa e Iniciação Científica Programa Institucional de Pesquisa e Iniciação Científica PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1. PROGRAMA O Programa Institucional de Pesquisa e Iniciação Cientifica do Unianchieta

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO

PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO Capitulo I Do Programa Art.1 O presente regulamento do Programa de Monitoria estabelece as regras para o exercício da monitoria por alunos regularmente matriculados

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016 PROTEC/UFAM

EDITAL Nº 01/2016 PROTEC/UFAM Poder Executivo Ministério da Educação Universidade Federal do Amazonas Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica Programa Institucional de Bolsas de Desenvolvimento Tecnológicoe Inovação PIBITI EDITAL Nº 01/2016

Leia mais

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN)

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná (IFPR),

Leia mais

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Pernambuco FACEPE convida as universidades públicas de Pernambuco, federais ou estaduais,

Leia mais

Edital Proppex n 10/2016

Edital Proppex n 10/2016 Edital Proppex n 10/2016 Bolsas de Educação BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A CONVÊNIO DE APOIO AO PROGRAMA DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO CHAMADA PARA PROJETOS DE ESTUDO VOLTADOS À PESQUISA DE GRUPOS DE PESQUISA DA

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública. Abertura de Inscrições para Seleção de Bolsistas PIBITI/CNPq 01/2015

UNIVERSIDADE EDUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública. Abertura de Inscrições para Seleção de Bolsistas PIBITI/CNPq 01/2015 UNIVERSIDADE EDUAL DE FEIRA DE SANTANA Chamada Pública Abertura de Inscrições para Seleção de Bolsistas PIBITI/CNPq 01/2015 1. ABERTURA O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana comunica, a

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFMS Campo Grande - MS 2014 PROGRAMA DE MONITORIA DO IFMS Capítulo I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Programa estabelece as finalidades, objetivos, atribuições e normas para

Leia mais

EDITAL PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar Seleção 2015-2016

EDITAL PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar Seleção 2015-2016 1 EDITAL PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar Seleção 2015-2016 A Coordenadoria de Iniciação Científica e Tecnológica da Pró-Reitoria de Pesquisa da UFSCar torna público o presente Edital e convida

Leia mais

Programa de Iniciação Científica Faculdade Integral Cantareira

Programa de Iniciação Científica Faculdade Integral Cantareira Programa de Iniciação Científica Faculdade Integral Cantareira EDITAL 2015/2016 A Diretoria e o Comitê Institucional do Programa de Iniciação Científica (CIPIC) da Faculdade Cantareira tornam público o

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira EDITAL Nº 006/2016 Campus Itabira PIBIC/PIBITI CNPq, PIVIC Unifei

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE BIOMEDICINA DA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA UNOESTE

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE BIOMEDICINA DA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA UNOESTE REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE BIOMEDICINA DA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA UNOESTE Dispõe sobre o regimento interno da Comissão de Iniciação Científica da Faculdade

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés Regulamento do Programa de Monitoria para os cursos de Graduação A Monitoria é uma atividade Acadêmica dos cursos de Graduação que visa dar oportunidade de aprofundamento vertical de estudos em alguma

Leia mais

EDITAL Nº1/2015 - BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E DESENVOLVIMENTO NA REGIÃO CENTRO-OESTE

EDITAL Nº1/2015 - BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E DESENVOLVIMENTO NA REGIÃO CENTRO-OESTE EDITAL Nº1/2015 - BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E DESENVOLVIMENTO NA REGIÃO CENTRO-OESTE 1. FINALIDADE 1.1. Abrir as inscrições e estabelecer as condições de seleção para ingresso

Leia mais

EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de março de 2015.

EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de março de 2015. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA COORDENADORIA DE PESQUISA EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de

Leia mais

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Secretaria de Cultura Gestão 2012 2016 secult@contato.ufsc.br (48) 3721-2376 BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Em consonância com a Resolução Normativa

Leia mais

EDITAL PROMIN/UFOP/FG Nº 01/2015

EDITAL PROMIN/UFOP/FG Nº 01/2015 EDITAL PROMIN/UFOP/FG Nº 01/2015 A (PROPP) da de Ouro Preto (UFOP) torna público o presente Edital para a seleção de orientadores no âmbito do PROGRAMA ESPECIFÍCO PARA ALUNOS DO CURSO DE ENGENHARIA DE

Leia mais

Programa Bolsa-Sênior

Programa Bolsa-Sênior CHAMADA PÚBLICA 09/2015 Programa Bolsa-Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 015/2015 - PRPGP/UFSM Auxílio à pesquisa de recém-doutores ( FIPE Enxoval ) A Pró-Reitoria de

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UERGS 2011/2012

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UERGS 2011/2012 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UERGS 2011/2012 EDITAL PROPPG 005/2011 O Reitor da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. PREÂMBULO. A Faculdade Cenecista de Osório, no uso de suas atribuições decorrentes da Resolução nº. 1 de junho

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV)

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV) A Coordenação do Programa de Pós Graduação em Segurança Pública (PPGSPo) Mestrado Profissional

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7020 dpag.prograd@ufabc.edu.br EDITAL

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CMR. Edital 2014. Programa de Iniciação Científica Voluntária para o Ensino Fundamental e Médio

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CMR. Edital 2014. Programa de Iniciação Científica Voluntária para o Ensino Fundamental e Médio MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEX DEPA COLÉGIO MILITAR DO RECIFE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CMR Edital 2014 Programa de Iniciação Científica Voluntária para o Ensino Fundamental e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC Edital PROPPG 01/2013 Seleção de Projetos

Leia mais

EDITAL Nº 002 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2010 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2010 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLÓGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS CONGONHAS DIRETORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO, PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Programa de Atividades de Monitoria

Programa de Atividades de Monitoria Programa de Atividades de Monitoria CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS DA MONITORIA Art. 1º A atividade de monitoria é desenvolvida por discentes para aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS VITÓRIA Avenida Vitória, 1729 Jucutuquara 29040-780 Vitória ES 27 3331-2110

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS VITÓRIA Avenida Vitória, 1729 Jucutuquara 29040-780 Vitória ES 27 3331-2110 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS VITÓRIA Avenida Vitória, 1729 Jucutuquara 29040-780 Vitória ES 27 3331-2110 DIREÇÃO GERAL DO IFES CAMPUS VITÓRIA IFES DIRETORIA DE PESQUISA

Leia mais

EDITAL Nº 018/2015 PIBIC-EM/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 018/2015 PIBIC-EM/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 018/2015 PIBIC-EM/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade Federal

Leia mais

EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PIBIC-JR/FAPEMIG

Leia mais

EDITAL 07/2014 - PRPPG SELEÇÃO PARA BOLSAS DO PROGRAMA DE DEMANDA SOCIAL-UNILA DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

EDITAL 07/2014 - PRPPG SELEÇÃO PARA BOLSAS DO PROGRAMA DE DEMANDA SOCIAL-UNILA DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL 07/2014 - PRPPG SELEÇÃO PARA BOLSAS DO PROGRAMA DE DEMANDA SOCIAL-UNILA DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal da Integração Latino-

Leia mais

Universidade de Brasília FACE - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Economia Programa de Pós-Graduação

Universidade de Brasília FACE - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Economia Programa de Pós-Graduação Regulamento do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Economia Aprovado pelo Colegiado de Pós-Graduação em 17/02/2009 Título I Disposições Gerais Art. 1º Art. 2º Art. 3º O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PIBITI/CNPq/UFRGS - 2016/2017

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PIBITI/CNPq/UFRGS - 2016/2017 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PIBITI/CNPq/UFRGS - 2016/2017 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA 2015.2 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Comunitária da Universidade Salvador UNIFACS torna público e convoca

Leia mais

EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES

EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições regimentais, por meio da Portaria n.º 86, de 03 de fevereiro

Leia mais

www.queroserprofessor.

www.queroserprofessor. www.queroserprofessor. Documento Revisado em março de 2011 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. O QUE É A MONITORIA? 3. OBJETIVOS DA MONITORIA 4. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA MONITORIA 5. INSCRIÇÃO 6. ATRIBUIÇÕES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLGIA DE RORAIMA PRO REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLGIA DE RORAIMA PRO REITORIA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLGIA DE RORAIMA PRO REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX Nº 004/2012 RETIFICA O EDITAL PROEX Nº 001/2012 QUE INSTITUI O PROGRAMA INSTITUCIONAL

Leia mais

EDITAL PREG Nº 126, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015.

EDITAL PREG Nº 126, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015. EDITAL PREG Nº 126, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015. A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais e conforme a Lei nº 11.273,

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

CADERNO DE NORMAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - PICDTI/PRPPG/UFPR

CADERNO DE NORMAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - PICDTI/PRPPG/UFPR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Rua Dr. Faivre, 405Ed. D. Pedro II 1.º andar - Centro 80060-140 - Curitiba - PR Tel.: (41) 3360-5332 Fax:

Leia mais

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 SELEÇÃO DE PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR PARA PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO CONTINUADA OFERECIDA NO ÂMBITO DO PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO.

Leia mais

EDITAL 03/2015 PROPIT BOLSA DE DOUTORADO PARA DOCENTE E APOIO À MOBILIDADE/FAPESPA

EDITAL 03/2015 PROPIT BOLSA DE DOUTORADO PARA DOCENTE E APOIO À MOBILIDADE/FAPESPA EDITAL 03/2015 PROPIT BOLSA DE DOUTORADO PARA DOCENTE E APOIO À MOBILIDADE/FAPESPA A (PROPIT) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) em atenção ao Edital Nº 018/2014 da Fundação de

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA

REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO TÍTULO I... 1 DA MONITORIA... 1 CAPÍTULO I... 1 DA CARACTERIZAÇÃO... 1 CAPÍTULO II... 2 DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO III... 2 DO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ENFERMAGEM MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO E RENOVAÇÃO DE

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas EDITAL N O 12, DE 23 DE ABRIL DE 2015 O Diretor Geral do Campus Campinas

Leia mais

EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade Federal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA REITORIA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS EDITAL 11/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA REITORIA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS EDITAL 11/2013 PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS EDITAL 11/2013 Vitória, 27 de agosto de 2013. A Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 21 de setembro de 2009.

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 21 de setembro de 2009. RESOLUÇÃO CAS Nº 32/2009, DE 21 DE SETEMBRO DE 2009. DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPPGE DAS FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação EDITAL PROPPG 05A/2015 PIBIC-EM

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação EDITAL PROPPG 05A/2015 PIBIC-EM 1 de 9 1 2 3 EDITAL OPPG 05A/2015 PIBIC-EM OGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO 4 5 6 7 8 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (OPPG), em conjunto com o Comitê Interno

Leia mais

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário.

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário. RESOLUÇÃOUnC-CONSEPE018/209 Aprova Regulamento do Programa de Monitoria, para a Universidade do Contestado UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação

Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Agência de Inovação Edital para submissão de projetos PIBITI/CNPq PIBINOVA/PDI/UFF

Leia mais

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa e o Núcleo de Inovação

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO -

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO - PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO - O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Administração e Artes de Limeira (Pic-FAAL)

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO Dispõe sobre a Orientação do Trabalho de Conclusão de Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio da Faculdade

Leia mais

CCT Secretaria Acadêmica

CCT Secretaria Acadêmica RESOLUÇÃO CPPGEC n o 02/2012 COMISSÃO COORDENADORA DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUACÃO EM ENGENHARIA Assunto: Modificação da Resolução 02/2009: Disciplina Seminários I, II, III, IV Art. 1º - O PPGEC oferecerá

Leia mais

PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS.

PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (PROEPI) do Instituto Federal do Paraná, por meio da Diretoria de Pesquisa (DIPE)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Projeto Monitoria CAp 2014 1. Definição O Projeto Monitoria CAp é uma ação institucional que abre mais um espaço de aprendizagem

Leia mais

EDITAL FAPES Nº 003/2010

EDITAL FAPES Nº 003/2010 EDITAL FAPES Nº 003/2010 Seleção de propostas a serem apresentadas pelos Programas de Pósgraduação stricto sensu do estado do Espírito Santo, visando à concessão de quotas de bolsas para formação de recursos

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DA UFV PIVIC-UFV EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016

PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DA UFV PIVIC-UFV EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO 36570-000 - VIÇOSA,MG BRASIL Fone: (31)3899-2147/2149 FAX: (31) 3899-2148 E-mail: ic.ppg@ufv.br PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 O Professor Miguel Archanjo de Freitas Júnior, Pró-Reitor de Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no uso de suas atribuições, tendo em vista

Leia mais

EDITAL Nº 05 - /2014 FATEPI INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PRIMO

EDITAL Nº 05 - /2014 FATEPI INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PRIMO Faculdade de Tecnologia do Piauí FATEPI Qualidade em Educação DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE PESQUISA Rua 1º de Maio Nº 2235/N Bairro Primavera Teresina PI Brasil Fone:(86) 2107-2200 Site: www.faespicom.br

Leia mais

1 DO PROGRAMA DE MONITORIA DO IFPE 1.1 OBJETIVO GERAL

1 DO PROGRAMA DE MONITORIA DO IFPE 1.1 OBJETIVO GERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIREÇÃO DE ENSINO DO CAMPUS RECIFE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA DOS CURSOS TÉCNICOS CAMPUS RECIFE EDITALn

Leia mais

Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos Serviço de Pós-Graduação

Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos Serviço de Pós-Graduação Seleção de Bolsista no Programa Nacional de Pós-Doutorado PNPD/CAPES para atuar junto ao Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ENSINO NA EDUCAÇÃO BÁSICA TÍTULO I INTRODUÇÃO GERAL Art. 1 - Este regulamento estabelece as atribuições, responsabilidades e normas específicas do Programa

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA FAMETRO PROGRAMA DE MONITORIA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 007/2015 DA A Direção Acadêmica torna pública a inscrição para docentes e estudantes da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza FAMETRO,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02 A Direção Geral da Faculdade Católica do Tocantins, no uso de suas atribuições faz saber

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - USU EDITAL PQ 01/2014 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE SANTA ÚRSULA

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - USU EDITAL PQ 01/2014 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE SANTA ÚRSULA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - USU EDITAL PQ 01/2014 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE SANTA ÚRSULA A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE DOUTORADO FORA DO ESTADO EDITAL N 07/2015

PROGRAMA DE BOLSAS DE DOUTORADO FORA DO ESTADO EDITAL N 07/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE DOUTORADO FORA DO ESTADO EDITAL N 07/2015 O Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, Prof. Francisco César de Sá Barreto, no uso

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa e Inovação. EDITAL N o 1 2012/2013

Universidade Federal de Itajubá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa e Inovação. EDITAL N o 1 2012/2013 Universidade Federal de Itajubá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa e Inovação A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Itajubá, responsável pela

Leia mais

REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO

REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO REGULAMENTO DO NUPE NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO A Direção Geral da Faculdade ESUP, torna público o presente Regulamento do NUPE Núcleo de Pesquisa e Extensão que tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais