DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 2 AGOSTO DE 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 2 AGOSTO DE 2014"

Transcrição

1 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO AGOSTO DE 1 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS COMO LÍDER EM NOMES DE DOMÍNIO E SEGURANÇA NA INTERNET, A VERISIGN ANALISA O ESTADO DO SETOR DE NOMES DE DOMÍNIO POR MEIO DE VÁRIAS PESQUISAS ANALÍTICAS E ESTATÍSTICAS. A VERISIGN OFERECE ESSE RELATÓRIO PARA DESTACAR AS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS EM REGISTRO DE NOMES DE DOMÍNIO, ALÉM DE IMPORTANTES INDICADORES DE DESEMPENHO E OPORTUNIDADES DE CRESCIMENTO PARA ANALISTAS DO SETOR, IMPRENSA E EMPRESAS.

2 RESUMO EXECUTIVO O primeiro trimestre de 1 foi encerrado com uma base de milhões de registros de nomes de domínio em todos os domínios de primeiro nível (TLDs), um aumento de cinco milhões de nomes de domínio, ou 1,% comparado com o quarto trimestre de 1. Os registros aumentaram mais de 19, milhões, ou,%, em relação ao ano anterior. 1 A base de domínios de primeiro nível com código de país (cctlds) foi de 1,1 milhões de nomes de domínio, um aumento de,9% em relação ao trimestre anterior, e um aumento de 1,1% em relação ao ano anterior. Os TLDs.com e.net tiveram um crescimento agregado, alcançando um total conjunto de aproximadamente 18, milhões de nomes de domínio na zona corrigida no primeiro trimestre de 1. Isso representa um aumento de % em relação ao ano anterior. Em 1 de março de 1, a base de nomes registrados no.com chegou a 11, milhões de nomes, enquanto o.net chegou a 1, milhões de nomes. As vendas do comércio móvel aumentaram 11% comparado com o T1 de 1 Novos registros.com e.net alcançaram um total de 8, milhões durante o primeiro trimestre de 1. No primeiro trimestre de 1, novos registros.com e.net alcançaram um total de 8,8 milhões. A ordem dos principais TLDs em termos de tamanho de zona sofreu uma pequena alteração em comparação com o quarto trimestre, à medida que o.ru (Rússia) subiu uma posição na classificação, deixando de ser o nono maior TLD para ser o oitavo. Isso resultou na descida de uma posição na classificação do.info, que passou a ser o nono maior TLD. Todos os outros TLDs da lista dos 1 maiores mantiveram sua classificação. Os maiores TLDs em ordem por tamanho da zona foram:.com,.tk (Toquelau),.de (Alemanha),.net,.uk (Reino Unido),.org,.cn (China),.ru (Federação Russa),.info e.nl (Países Baixos). Em 1 de março de 1, havia 198 novos TLDs genéricos (gtlds) delegados para a raiz; 1 deles foram delegados durante o primeiro trimestre de 1. MAIORES TLDsPOR TAMANHO DA ZONA Fonte: Zooknic, T1 de 1; Verisign, T1 de 1; Centralized Zone Data Service, T1 de 1 1.com (TOQUELAU).tk (ALEMANHA).de.net (REINO UNIDO).uk.org (CHINA).cn 8 (FEDERAÇÃO RUSSA).ru 9.info 1 (PAÍSES BAIXOS).nl Os dados de gtld e cctld citados neste relatório são estimativas válidas até a data em que o relatório foi elaborado, sujeitas a alterações de acordo com o recebimento de mais dados. O total inclui nomes de domínio internacionalizados cctld. Qualquer diferença entre a soma desses números e o valor total da base do nome de domínio se deve a arredondamento..tk é um cctld gratuito que oferece nomes de domínio gratuitos para indivíduos e empresas. A receita é gerada ao monetizar os nomes de domínio expirados. Os nomes de domínio que não são mais usados pelo solicitante do registro ou que tenham expirado são pegos de volta pelo registro, e o tráfego residual é vendido para redes de anúncios. O número de novos gtlds delegados é publicado pela ICANN. O desempenho de vendas do comércio móvel é publicado pela revista Internet Retailer:

3 CLASSIFICAÇÃO DOS gtlds POR TAMANHO DA ZONA Em 1 de março de 1, havia no total gtlds na raiz, com aproximadamente 19 milhões de registros. Os 1 maiores gtlds por tamanho da zona eram.com,.net,.org,.info,.biz,.mobi,.asia,.cat,.tel e.name. Maiores gtlds por tamanho da zona, em milhões Fonte: Centralized Zone Data Service, T1 de com.net.org.info.biz.mobi.asia.cat.tel.name 1 1 No fim do primeiro trimestre de 1, 198 novos gtlds estavam disponíveis para registro. Os registros de novos gtlds chegaram a.91, ou,% do total de registros de gtlds. Os maiores gtlds novos por tamanho da zona eram.guru,.berlin,.photography,.tips,.today,. ,.technology,.company,.directory e.clothing. Maiores TLDs NOVOS por tamanho da zona, em milhares Fonte: Centralized Zone Data Service, T1 de guru.berlin.photography.tips.today. .technology.company.directory.clothing 1 MILHARES O número total de gtlds e seus registros é publicado pelo serviço centralizado de dados da zona: https://czds.icann.org/en

4 CLASSIFICAÇÃO DOS cctlds POR TAMANHO DE ZONA O total de registros de cctld foi de aproximadamente 1,1 milhões no primeiro trimestre de 1, com a inclusão de, milhões de nomes de domínio, ou um aumento de,9% comparado com o quarto trimestre de 1. Isso representa um aumento de aproximadamente 1, milhões de nomes de domínio, ou 1,1% comparado com o ano anterior. Dentre os maiores cctlds, quatro ultrapassaram um crescimento trimestral de %: Toquelau (8%), Argentina (,%), Índia (1,%) e Colômbia (1,%). Isso marca quatro trimestres seguidos em que Toquelau ultrapassou um crescimento de %. 1,1 aumento de,9% de cctlds de um trimestre a outro Em 1 de março de 1, havia 8 extensões cctld em todo o mundo delegadas para a raiz (inclusive os nomes de domínio internacionalizados), com os 1 principais cctlds, que representam,8% de todos os registros de cctld. Maiores cctlds por tamanho da zona, em milhões Fonte: Zooknic, T1 de 1 Para mais informações sobre o dossiê sobre a indústria de domínios na Internet, consulte a última página do relatório. 1 (TOQUELAU).tk (ALEMANHA).de (REINO UNIDO).uk (CHINA).cn (FEDERAÇÃO RUSSA).ru (PAÍSES BAIXOS).nl (UNIÃO EUROPEIA).eu 8 (BRASIL).br 9 (ARGENTINA).ar 1 (AUSTRÁLIA).au dos sites.com estão em inglês 8 Mais de % 9 % das redes estão comprometidas de alguma forma 9 Os usuários da Internet enviam de s por minuto 1 O número de extensões cctld citadas neste relatório é publicado pela IANA. 8 Fonte: Verisign. 9 Fonte: Relatório de tendências da Internet de 1 da Mary Meeker: 1 O número de s enviado por minuto é publicado pela Domo e informado pela Mashable:

5 CARGA DE CONSULTAS AO DNS Durante o primeiro trimestre de 1, a média de consultas diárias ao sistema de nomes de domínio (DNS) da Verisign foi de 8 bilhões, em todos os TLDs operados pela Verisign, com um pico de 1 bilhões. Em comparação com o trimestre anterior, a média diária aumentou,% e o valor de pico cresceu,%. Ano a ano, a média diária aumentou 1,8% e o valor de pico cresceu %. Consultas ao DNS por trimestre T1 de T1 de 1 Máximo de consultas diárias ao DNS Média de consultas diárias ao DNS 1 bilhões T1 T T T T1 T T T T1 8 T 8 T 8 T 8 T1 9 T 9 T 9 O TERRENO DE AMEAÇA DOS DOMÍNIOS: PROTEGER A INFRAESTRUTURA CRÍTICA EXIGE UMA ABORDAGEM DE SEGURANÇA EM CAMADAS Como os nomes de domínio representam uma identidade on-line, as empresas de todos os tamanhos estão cada vez mais preocupadas com o "sequestro de nomes de domínio". O sequestro de um nome de domínio ocorre quando um criminoso falsifica os dados de registro de um nome de domínio, transfere o nome do solicitante do registro original e obtém acesso não autorizado aos dados e controle sobre o universo de nome de domínio. Os invasores usam diversas técnicas para sequestrar os nomes de domínio, de spywares e gravadores de digitação à engenharia social, com os quais os golpistas se passam pelos solicitantes de registro ou outras entidades da cadeia de confiança para acessar senhas e informações pessoais. Independente da técnica usada, o resultado para os solicitantes do registro normalmente é grave. Após assumir o controle total de um nome de domínio, o atacante está livre para usá-lo em qualquer atividade nefasta, desde a criação de websites fraudulentos, para hospedar "locais ARTIGO EM DESTAQUE de diversão" com conteúdo ilegal e perigoso como malwares, até a extorsão do proprietário original. Medidas preventivas T 9 T1 1 T 1 T 1 T 1 T1 11 T 11 T 11 T 11 T1 1 T 1 T 1 T 1 T1 1 T 1 T 1 T 1 T1 1 O perigo do sequestro de um nome de domínio é uma ameaça que pode ser bastante reduzida com planejamento adequado e técnicas de mitigação. O monitoramento da atividade de mudança do Whois, a atividade de mudança do DNS e o estabelecimento e o monitoramento dos serviços de bloqueio do status do domínio/registro do domínio são técnicas que os solicitantes de registro deveriam utilizar com frequência. Além disso, os solicitantes de registro devem fazer uma pesquisa sobre as ofertas de segurança das empresas de registro de domínios e aproveitar as ferramentas oferecidas por eles. Esse tipo de alerta pode ajudar e muito a reduzir o risco de sequestro. Os solicitantes de registro que mantêm relacionamentos ativos com suas empresas de registro de domínios e se certificam de que os dados e as informações de contato do registro estejam atualizados podem evitar ser um "alvo fácil" para os sequestradores.

6 Serviços de bloqueio do registro Atualmente, há ferramentas adicionais que ajudam os solicitantes de registro a proteger seus nomes de domínio. Os Lock Services em nível de registro oferecem níveis adicionais de autenticação entre um registro e uma empresa de registro de domínio, ao ajudar a evitar mudanças não autorizadas, não desejadas ou acidentais em nomes de domínio registrados, com uma proteção em nível de servidor de nomes de domínio "bloqueados" e/ou registros de servidores de nomes para os solicitantes de registro. Por exemplo, o Registry Lock Service da Verisign, disponível por meio das empresas de registro de domínios para nomes de domínio.com,.net,.tv,.cc e.name, foi desenvolvido para ser usado em conjunto com as medidas de segurança próprias da empresa de registro de domínio para proporcionar maior segurança aos nomes de domínio dos solicitantes do registro, além de ajudar a diminuir o potencial de sequestro nos nomes de domínio, exclusões, transferências ou atualizações involuntárias ou acidentais. O Registry Lock permite aos solicitantes de registro estabelecer as condições nas quais as informações do seu registro podem ou não ser alteradas. No seu nível mais alto, o Registry Lock exige uma interação humana direta entre o registro e o solicitante do registro, para que o mesmo seja transferido. Além disso, a ferramenta de pesquisa Whois para registros como a Verisign permite que os administradores verifiquem se seus domínios estão bloqueados no registro. Com o benefício das ferramentas de bloqueio do domínio oferecidas pelas empresas de registro de domínios, os solicitantes de registro podem dificultar e muito que os registros dos nomes de domínios sejam alterados sem o seu total conhecimento e consentimento. No entanto, essa não é a única precaução necessária para evitar o sequestro. Proteção do protocolo DNSSEC contra ataques MITM Uma vez que um único servidor de nomes DNS pode atuar como ponto de resolução de nome para endereço para milhares ou milhões de usuários, o impacto potencial de um ataque man-in-the-middle (MITM) pode ser considerável, e uma das formas mais eficazes de proteção contra ataques MITM é o protocolo Domain Name System Security Extension (DNSSEC). Ele protege a comunidade da Internet contra dados de DNS falsos usando criptografia de chave pública para assinar digitalmente os dados da zona de autoridade. A validação dos dados do protocolo DNSSEC pelos usuários garante que os dados sejam provenientes da fonte indicada e que não foram modificados durante o trânsito. Isso também pode provar que um nome de domínio não existe. O DNSSEC foi implementado pela Verisign nas zonas.com e.net para ajudar a assegurar que os dados recebidos das solicitações na Internet sejam provenientes da fonte declarada e não tenham sido modificados no caminho por agentes maliciosos. Além disso, a Verisign tem servido de meio para promover os protocolos de DNS para segurança e eficiência. Por exemplo, a empresa trabalhou para melhorar o protocolo de autenticação baseada em DNS de entidades nomeadas (DANE), que se baseia na infraestrutura do DNSSEC para habilitar as comunicações seguras do ponto de vista criptográfico. Essa técnica pode ser usada para trocar credenciais criptográficas, como s assinados e criptografados de maneira mais geral entre os usuários da Internet em diferentes organizações. Os benefícios da implementação do DNSSEC são importantes para: A comunidade da Internet, ao melhorar a proteção de segurança nas zonas assinadas. Empresas de registro de domínios, permitindo que elas ofereçam serviços de assinatura de domínio para seus clientes. Provedores de Internet (ISPs), ao aumentar os recursos de verificação da integridade dos dados enviados aos seus clientes. Os usuários, protegendo-os das vulnerabilidades do DNS, como contaminação do cache e ataques MITM. Embora o protocolo DNSSEC aumente a segurança do DNS, ele não é uma solução abrangente. Junto com o DNSSEC, devem ser usadas outras camadas de proteção, como mitigação contra DDoS, inteligência da segurança, criptografia com Secure Sockets Layer (SSL) e validação de sites, bem como autenticação de dois fatores. Embora a ameaça de sequestro do nome de domínio seja um perigo real, as empresas podem reduzir significativamente a ameaça de sequestro com ferramentas eficazes e a vigilância adequada. É essencial que os solicitantes do registro observem os elementos do ecossistema de registro de DNS (p. ex., empresa de registro de domínios, provedores de DNS, operadoras de registros etc.) como parte de sua superfície de ataque, saibam que os adversários os consideram "pontos fracos" em potencial e tratem a prevenção do sequestro de nomes de domínio com muito mais cuidado que qualquer outro ativo ao realizar funções de gestão de riscos.

7 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET / AGOSTO DE 1 SAIBA MAIS Para assinar ou acessar os arquivos que contêm o dossiê sobre a indústria de domínios na internet, acesse VerisignInc.com/DNIB. Envie suas perguntas ou comentários para o SOBRE A VERISIGN Como líder mundial em nomes de domínio e segurança na Internet, a Verisign sustenta a navegação invisível que leva as pessoas para onde elas querem estar na Internet. Há mais de 1 anos, a Verisign opera a infraestrutura para uma carteira de domínios de primeiro nível que atualmente inclui.com,.net,.tv,.edu,.gov,.jobs,.name e.cc, além de dois dos 1 servidores raiz de Internet do mundo. O conjunto de produtos da Verisign também inclui o Distributed Denial of Service (DDoS) Protection Services, o idefense Security Intelligence Services e o Managed DNS. Para saber mais sobre o significado de contar com a tecnologia Verisign, acesse VerisignInc.com. O processo acelerado dos IDN cctlds da Corporação da Internet para Atribuição de Nomes de Números permite que os países e territórios que utilizam idiomas com base em scripts diferentes do latim ofereçam aos usuários nomes de domínio com caracteres não latinos. O primeiro trimestre de 1 foi o primeiro trimestre em que a Verisign fez um relatório sobre esses IDN cctlds, delegados para a zona raiz naquele momento. Ao reconhecer que esse crescimento não ocorreu totalmente no primeiro trimestre de 1, as alterações em registros de nomes de domínio para cada novo TLD foram separadas no início com o trimestre que as variantes de IDN.IDN foram lançadas, para modelar mais de perto as mudanças no crescimento mundial de nomes de domínio. Após o lançamento inicial, a taxa de crescimento trimestral para os lançamentos anteriores de TLDs foi aplicada para determinar a base de domínio. Esses ajustes resultaram em uma curva de crescimento para cada TLD típica de ciclos de vida de introdução de TLDs históricos. METODLOGIA Os dados apresentados neste relatório para cctlds, inclusive métricas de trimestre a trimestre e ano a ano, refletem as informações disponíveis para a Verisign no momento deste relatório e podem incorporar alterações e ajustes aos períodos informados anteriormente, com base em novas informações recebidas desde a data dos relatórios anteriores, para refletir de maneira mais precisa a taxa de crescimento dos cctlds. Além disso, os dados disponíveis para este relatório podem não incluir os dados para as 8 extensões cctld delegadas para a raiz, e incluir apenas os dados disponíveis no momento da preparação deste relatório. Para os dados de gtld e cctld citados com o Zooknic como fonte, a análise do Zooknic utiliza a comparação das mudanças no arquivo da zona raiz dos nomes de domínio, complementadas por dados Whois em um modelo estatístico de nomes de domínio que lista a empresa de registro de domínio responsável por um nome de domínio em particular e a localização do solicitante do registro. Os dados têm uma margem de erro com base no tamanho da amostra e do mercado. Os dados de cctld são baseados em análises de arquivos de zona raiz. Para obter mais informações, acesse ZookNIC.com. As informações contidas ou acessíveis através deste site não fazem parte deste relatório.

8 EVENTOS DO SETOR Próximos eventos do setor até 1 de setembro de 1 WHD.asia: de setembro de 1, Cingapura Nono Fórum Anual para Governança na Internet: de a de setembro de 1, Istambul, Turquia DomainX: de setembro de 1, Hyderabad, Índia ª Assembleia Geral ISO: de 1 a 1 de setembro de 1, Rio de Janeiro, Brasil Congresso The Digital Strategy & DotOps: de 18 a 19 de setembro de 1, Amsterdã, Holanda ICANN, Inovação e Internet da INTA: o terreno em evolução da rede: de 18 e 19 de setembro de 1, São Francisco, Califórnia As declarações deste documento que não sejam fatos e informações históricos são consideradas declarações prospectivas, de acordo com a Seção A do Securities Act de 19 alterado, e a Seção 1E do Securities Exchange Act de 19 alterado. Essas declarações envolvem riscos e incertezas que podem fazer com que nossos resultados reais sejam substancialmente diferentes dos resultados declarados ou implícitos em tais declarações prospectivas. Os riscos potenciais incluem, entre outros, a incerteza sobre a aprovação pelo Departamento de Comércio dos EUA, de qualquer exercício do nosso direito de aumentar os preços do nome de domínio.com, em certas circunstâncias, a incerteza sobre nossa capacidade de demonstrar ao Departamento de Comércio dos EUA que as condições do mercado garantem a remoção das restrições de preços em relação aos nomes de domínio.com e a incerteza em relação a outras mudanças negativas em nossos termos de precificação; a não renovação dos principais acordos com termos similares ou simplesmente a sua renovação; a incerteza sobre receitas e lucros futuros e potenciais oscilações nos resultados operacionais trimestrais devido a esses fatores e a restrições ao aumento dos preços, de acordo com o Contrato de Registro do.com; mudanças nas práticas de propaganda e marketing, inclusive das empresas de registro de domínios de terceiros, aumento da concorrência e pressão de preços dos serviços concorrentes, oferecidos com preços mais baixos; alterações nos algoritmos dos mecanismos de busca e práticas de pagamento de anúncios; a incerteza sobre nossos novos produtos e serviços, sem saber se serão aceitos no mercado ou se gerarão receitas; as condições econômicas globais desafiadoras; os desafios das atuais mudanças na governança e administração da Internet; o resultado de desafios legais ou outros desafios resultantes de nossas atividades ou das atividades das empresas de registro de domínios ou solicitantes de registro, ou litígio em geral; a incerteza em relação ao resultado final ou à quantidade de benefícios que receberemos da redução inútil do estoque; leis e normas governamentais novas ou existentes; mudanças no comportamento do consumidor, nas plataformas da Internet e nos padrões de navegação; interrupções do sistema; falhas na segurança; ataques de hackers na Internet, por vírus ou atos intencionais de vandalismo; dúvida se conseguiremos continuar a ampliar nossa infraestrutura para atender à demanda; a incerteza dos gastos e do momento dos pedidos de indenização, caso haja, relativos a alienações concluídas; e o impacto do lançamento de novos gtlds, quaisquer atrasos em seu lançamento, o impacto do Acordo de Registro da ICANN para novos gtlds, ou se nossas aplicações de gtld ou as aplicações de gtld do requerente que contratamos para oferecer serviços de registro de back-end serão bem-sucedidas; e a incerteza em relação ao impacto, caso haja, da delegação na zona raiz de até 1. novos TLDs. Mais informações sobre os fatores potenciais que possam afetar nossos negócios e resultados financeiros estão nos nossos arquivos na Comissão de Valores Mobiliários (SEC dos EUA), no Relatório Anual da empresa no Formulário 1-K para o exercício findo em 1 de dezembro de 1 e nos Relatórios Trimestrais no Formulário 1-Q e Relatórios Atuais no Formulário 8-K. A Verisign não se responsabiliza pela atualização de qualquer declaração prospectiva após a data deste comunicado. VerisignInc.com 1 VeriSign, Inc. Todos os direitos reservados. VERISIGN, o logotipo VERISIGN e outras marcas comerciais, marcas de serviços e designs são marcas comerciais registradas ou não registradas da VeriSign, Inc. e de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos proprietários. Verisign Public 18

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2014

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2014 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2014 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS COMO LÍDER EM NOMES DE DOMÍNIO, A VERISIGN ANALISA O ESTADO DO SETOR DE NOMES DE DOMÍNIO

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 12 EDIÇÃO 1 MARÇO DE 2015

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 12 EDIÇÃO 1 MARÇO DE 2015 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 2 EDIÇÃO MARÇO DE 5 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS COMO LÍDER EM NOMES DE DOMÍNIO E SEGURANÇA NA INTERNET, A VERISIGN ANALISA O ESTADO DO SETOR

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 4 DEZEMBRO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 4 DEZEMBRO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 4 DEZEMBRO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros para domínios.com e.net, a Verisign monitora a

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 9 - EDIÇÃO 2 - JULHO DE 2012

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 9 - EDIÇÃO 2 - JULHO DE 2012 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 9 - EDIÇÃO 2 - JULHO DE 2012 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros para domínios.com e.net, a Verisign monitora

Leia mais

RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS. VerisignInc.com

RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS. VerisignInc.com DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 3 AGOSTO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros para domínios.com e.net, a VeriSign monitora a situação

Leia mais

Dossiê Sobre. de Domínios na Internet

Dossiê Sobre. de Domínios na Internet Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 7 - Edição 4 - Novembro 21 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros.com e.net, a VeriSign monitora a situação do setor

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 - EDIÇÃO 1 FEVEREIRO DE 2011

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 - EDIÇÃO 1 FEVEREIRO DE 2011 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 - EDIÇÃO 1 FEVEREIRO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros.com e.net, a Verisign monitora a situação do

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 2 MAIO DE 2011

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 2 MAIO DE 2011 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 8 EDIÇÃO 2 MAIO DE 2011 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS COMO OPERADOR GLOBAL DE REGISTROS PARA DOMÍNIOS.COM E.NET, A VERISIGN MONITORA A SITUAÇÃO

Leia mais

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 6 - Edição 2 - Junho de 2009 Relatório da VeriSign sobre Domínios Como operador global de registros.com e.net, a VeriSign monitora a situação do

Leia mais

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 4 - Edição 3 - Junho de 2007

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 4 - Edição 3 - Junho de 2007 Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 4 - Edição 3 - Junho de 2007 Relatório da VeriSign Sobre Domínios Como operador global de registros.com e.net, a VeriSign monitora atentamente a

Leia mais

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 4 JANEIRO DE 2015

DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO 4 JANEIRO DE 2015 DOSSIÊ SOBRE A INDÚSTRIA DE DOMÍNIOS NA INTERNET VOLUME 11 EDIÇÃO JANEIRO DE 015 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS COMO LÍDER EM NOMES DE DOMÍNIO E SEGURANÇA NA INTERNET, A VERISIGN ANALISA O ESTADO

Leia mais

Dossiê Sobre. Domínios na Internet

Dossiê Sobre. Domínios na Internet Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 7 - Edição 1 - Fevereiro de 2010 RELATÓRIO DA VERISIGN SOBRE DOMÍNIOS Como operador global de registros.com e.net, a VeriSign monitora a situação

Leia mais

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Pauta Visão geral sobre nomes de domínio, cronograma de gtld e o novo programa gtld Por que a ICANN está fazendo isso; impacto potencial desta iniciativa

Leia mais

Perspectivas do E-Commerce Brasileiro

Perspectivas do E-Commerce Brasileiro Perspectivas do E-Commerce Brasileiro Perspectivas do E-Commerce Brasileiro 78 Milhões de usuários de internet no Brasil Tíquete médio de compras pela web em 2011 foi de R$ 350,00 São mais de 3.000 de

Leia mais

OUTUBRO 2009. Nomes de Domínios no Brasil e no Mundo. Ano 1 Número 1

OUTUBRO 2009. Nomes de Domínios no Brasil e no Mundo. Ano 1 Número 1 OUTUBRO 2009 Nomes de Domínios no Brasil e no Mundo Ano 1 Número 1 SUMÁRIO EXECUTIVO Informações sobre Nomes de Domínios no Brasil e no Mundo O Brasil possui a 8ª maior base de nomes de domínios entre

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 2014

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 214 RESUMO EXECUTIVO Este relatório contém as observações e conhecimentos derivados de

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE DNS VOLUME 1 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2011

RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE DNS VOLUME 1 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2011 RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE DNS VOLUME 1 EDIÇÃO 1 ABRIL DE 2011 SITES DA WEB E OUTROS SERVIÇOS ONLINE ESTÃO ENTRE AS MAIS IMPORTANTES FERRAMENTAS OPERACIONAIS E DE GERAÇÃO DE RECEITA

Leia mais

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA Visão geral sobre os nomes de domínio; Novos gtld s - o papel do ICANN: Quem? Quando? O quê? Como? Quanto?

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 3A EDIÇÃO 3O TRIMESTRE DE 2014

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 3A EDIÇÃO 3O TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE 3A EDIÇÃO 3O TRIMESTRE DE 2014 CONTEÚDO RESUMO EXECUTIVO 3 TENDÊNCIAS E ATAQUE DDoS OBSERVADAS PELA VERISIGN NO T3 DE 2014 4 Mitigações

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 4A EDIÇÃO, 4O TRIMESTRE DE 2014

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 4A EDIÇÃO, 4O TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE 4A EDIÇÃO, 4O TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO CONTEÚDO RESUMO EXECUTIVO 3 TENDÊNCIAS DE ATAQUE DDoS OBSERVADAS PELA

Leia mais

Protegendo o seu negócio com servidores DNS que se protegem

Protegendo o seu negócio com servidores DNS que se protegem Resumo do produto: A Solução de DNS seguro da Infoblox reduz os ataques aos servidores DNS através do reconhecimento inteligente de vários tipos de ataque e atuando no tráfego de ataque enquanto continua

Leia mais

Conformidade contratual Novo Contrato de Registro 2014 Relatório de Auditoria. Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números

Conformidade contratual Novo Contrato de Registro 2014 Relatório de Auditoria. Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números Conformidade contratual Novo Contrato de Registro Relatório de Auditoria Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números Histórico A missão da equipe de Conformidade Contratual da ICANN é garantir

Leia mais

Notícia de privacidade da Johnson Controls

Notícia de privacidade da Johnson Controls Notícia de privacidade da Johnson Controls A Johnson Controls, Inc. e companhias filiadas (coletivamente, Johnson Controls, nós ou nossa) respeitam sua privacidade e estão comprometidas em processar suas

Leia mais

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 5 - Edição 2 - Março de 2008

Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 5 - Edição 2 - Março de 2008 Dossiê Sobre a Indústria de Domínios na Internet Volume 5 - Edição 2 - Março de 2008 Noções Básicas sobre Nomes de Domínios Como a líder mundial entre os operadores de registro de nomes de domínios, a

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS A POP3 reuniu aqui as principais orientações para registro, renovação e transferência de domínios, entre outras questões que possam ajudar você a entender como funcionam

Leia mais

Anexo F: Ratificação de compromissos

Anexo F: Ratificação de compromissos Anexo F: Ratificação de compromissos 1. Este documento constitui uma Ratificação de compromissos (Ratificação) do Departamento de Comércio dos Estados Unidos ("DOC") e da Corporação da Internet para Atribuição

Leia mais

Norton Internet Security Guia do Usuário

Norton Internet Security Guia do Usuário Guia do Usuário Norton Internet Security Guia do Usuário O software descrito neste guia é fornecido sob um contrato de licença e pode ser usado somente conforme os termos do contrato. Documentação versão

Leia mais

Corporaç ão da Interne t para Atribu ição de No mes e Númer os. Comitê para a obtenção de novos TLDs da GNSO. Relatório Final - Rascunho

Corporaç ão da Interne t para Atribu ição de No mes e Númer os. Comitê para a obtenção de novos TLDs da GNSO. Relatório Final - Rascunho ICANN ORIGINAL: inglês DATA: 16/03/2007 PT STATUS: FINAL - RASCUNHO Corporaç ão da Interne t para Atribu ição de No mes e Númer os Comitê para a obtenção de novos TLDs da GNSO Relatório Final - Rascunho

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

RSA ADAPTIVE AUTHENTICATION

RSA ADAPTIVE AUTHENTICATION RSA ADAPTIVE AUTHENTICATION Uma plataforma completa de autenticação e detecção de fraudes RESUMO GERAL Mede o risco de log-in e pós-log-in avaliando mais de 100 indicadores em tempo real Determina os requisitos

Leia mais

Política de privacidade do Norton Community Watch

Política de privacidade do Norton Community Watch Política de privacidade do Norton Community Watch Data de início: 5 de agosto de 1999 Última atualização: 16 de abril de 2010 O que é o Norton Community Watch? O Norton Community Watch permite que os usuários

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

O Desenvolvimento do DNSSEC Hoje

O Desenvolvimento do DNSSEC Hoje O Desenvolvimento do DNSSEC Hoje O RIPE NCC assina as suas zonas desde 2005. Outros operadores esperaram que a raiz fosse assinada. E a assinatura da zona raiz em Junho de 2010 encorajou claramente outros

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Vulnerabilidade do software Softwares comerciais contém falhas que criam vulnerabilidades na segurança Bugs escondidos (defeitos no

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS Resumo da solução RESUMO As novas ameaças de segurança exigem uma nova abordagem ao gerenciamento de segurança. As equipes de segurança precisam de uma

Leia mais

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 O que é a ICANN? A ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (órgão mundial responsável

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

POLÍTICA DE PRIVACIDADE POLÍTICA DE PRIVACIDADE Obrigado por acessar a BaxTalent, uma ferramenta do processo de inscrição online para vaga de trabalho da Baxter. Antes de usar a BaxTalent você deve ler esta política de privacidade.

Leia mais

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA O programa generic Top Level Domain (gtld) O papel do ICANN e o impacto potencial

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

Sobre o Symantec Internet Security Threat Report

Sobre o Symantec Internet Security Threat Report Sobre o Symantec Internet Security Threat Report O Symantec Internet Security Threat Report apresenta uma atualização semestral das atividades das ameaças na Internet. Nele se incluem as análises dos ataques

Leia mais

Um Caminho Seguro para as Empresas do País: 3 Milhões de domínios do.br. Panorama setorial da Internet SETEMBRO DE 2012

Um Caminho Seguro para as Empresas do País: 3 Milhões de domínios do.br. Panorama setorial da Internet SETEMBRO DE 2012 Panorama setorial da Internet SETEMBRO DE 2012 DOMÍNIO DE PRIMEIRO NÍVEL NO BRASIL Um Caminho Seguro para as Empresas do País: 3 Milhões de domínios do.br Ano 4 Número 2 A INTERNET BRASILEIRA Apresentação

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS)

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS) POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS) 1. A aceitação a esta Política de Privacidade se dará com o clique no botão Eu aceito

Leia mais

Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso

Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso visitante on-line, você tem o direito de saber as práticas que

Leia mais

ESET SMART SECURITY 8

ESET SMART SECURITY 8 ESET SMART SECURITY 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

DNSSEC. Nomes: Flávio,Ienne,Rosane RESUMO

DNSSEC. Nomes: Flávio,Ienne,Rosane RESUMO DNSSEC Nomes: Flávio,Ienne,Rosane RESUMO O objetivo do trabalho é dar uma pequena introdução ao uso de DNSSEC (Domain ame System Security Extensions) e ajudar a entender como a sua utilização pode ajudar

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Amway - Política de privacidade

Amway - Política de privacidade Amway - Política de privacidade Esta Política de Privacidade descreve como a Amway Brasil e determinadas filiadas, inclusive a Amway América Latina (conjuntamente Amway ) utilizam dados pessoais coletados

Leia mais

ESET SMART SECURITY 9

ESET SMART SECURITY 9 ESET SMART SECURITY 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento o ESET Smart Security é um software

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Segurança na Internet Aula 4 Profa. Rosemary Melo Segurança na Internet A evolução da internet veio acompanhada de problemas de relacionados a segurança. Exemplo de alguns casos de falta

Leia mais

Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de 2012

Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de 2012 Resumo executivo Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de Por McAfee Labs Ao término de, o cenário de ameaças continuava a evoluir em muitas frentes, de maneiras que ameaçavam tanto consumidores

Leia mais

AGOSTO DE 2012. DOMÍNIO DE PRIMEIRO NÍVEL NO BRASIL: Um caminho seguro para as empresas do país Ano 4 Número 2

AGOSTO DE 2012. DOMÍNIO DE PRIMEIRO NÍVEL NO BRASIL: Um caminho seguro para as empresas do país Ano 4 Número 2 AGOSTO DE 2012 DOMÍNIO DE PRIMEIRO NÍVEL NO BRASIL: Um caminho seguro para as empresas do país Ano 4 Número 2 SUMÁRIO EXECUTIVO Domínio de Primeiro Nível no Brasil Apresentação Desde 1996 o Comitê Gestor

Leia mais

Payment Card Industry (PCI)

Payment Card Industry (PCI) Payment Card Industry (PCI) Indústria de Cartões de Pagamento (PCI) Padrão de Segurança de Dados Procedimentos para o Scanning de Segurança Version 1.1 Portuguese Distribuição: Setembro de 2006 Índice

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento PARA MAC Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security fornece proteção de última geração para seu computador contra código mal-intencionado.

Leia mais

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à Termos de Uso Sobre o Site Este site e seu conteúdo (o Site ) são de propriedade exclusiva da ROIA COMÉRCIO DE BIJUTERIAS E ACESSORIOS LTDA., sociedade limitada, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.252.911/0001-83

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Política de privacidade V2

Política de privacidade V2 Política de privacidade V2 Para os fins desta Política de Privacidade, as palavras grifadas em maiúsculo terão os seguintes significados: V2 é uma loja virtual disponibilizada na Internet para comercialização

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

Versão preliminar Revisão da implementação do programa

Versão preliminar Revisão da implementação do programa Versão preliminar Revisão da implementação do programa 16 de setembro de 2015 Este relatório, apresentado na forma preliminar para comentário público, tem como objetivo fornecer uma visão geral de alto

Leia mais

Segurança a da Informação Aula 02. Aula 02

Segurança a da Informação Aula 02. Aula 02 Segurança a da Informação 26/9/2004 Prof. Rossoni, Farias 1 Segurança a da Informação é: Cultura, Cidadania, Desenvolvimento pessoal e social, Competitividade, Influência e poder, Imprescindível para a

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Avisos legais Copyright 2013, CA. Todos os direitos reservados. Garantia

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Declaração de privacidade on-line da F. Hoffmann La-Roche AG Obrigado por visitar o Hotsite Accu-Ckek Connect! Na Roche entendemos que proteger a privacidade dos visitantes nos

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Segurança na rede Segurança na rede refere-se a qualquer atividade planejada para proteger sua rede. Especificamente

Leia mais

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Apresentação dos protocolos da camada de aplicação do modelo OSI. DNS É mais fácil de lembrar de um nome de host do

Leia mais

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto Termos de Uso O aplicativo Claro Facilidades faz uso de mensagens de texto (SMS), mensagens publicitárias e de serviços de internet. Nos casos em que houver uso de um serviço tarifado como, por exemplo,

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Malware, scam e fraudes Italo Valcy Fraudes Fraudes na Internet Engenharia social Phishing / Scam Código malicioso Engenharia

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Manual de Boas Práticas

Manual de Boas Práticas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA Serviços de Informática da Universidade Aberta Manual de Boas Práticas Temas: Cuidados a ter com os anexos do correio eletrónico (email) Navegar na internet de forma segura:

Leia mais

Evolução Tecnológica e a Segurança na Rede

Evolução Tecnológica e a Segurança na Rede Evolução Tecnológica e a Segurança na Rede Miriam von Zuben miriam@cert.br! Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasill Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto br

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Tableau Online Segurança na nuvem

Tableau Online Segurança na nuvem Tableau Online Segurança na nuvem Autor(a): Ellie Fields Diretora Sênior de Marketing de Produtos, Tableau Software Junho de 2013 p2 A Tableau Software entende que os dados são um dos ativos mais estratégicos

Leia mais

Política de Uso do JEMS para a CAFe

Política de Uso do JEMS para a CAFe Política de Uso do JEMS para a CAFe Julho de 2013 Conteúdo 1. Apresentação... 3 2. Definições... 3 3. Público Alvo... 3 4. Credenciamento... 3 5. Requisitos... 4 6. Termo de Uso... 4 7. Considerações Finais...

Leia mais

Segurança no InteGrade

Segurança no InteGrade 2 Instituto de Matemática e Estatística Universidade de São Paulo 4 o Workshop do InteGrade Roteiro 1 2 Roteiro 1 2 Requisitos Inerentemente mais vulneráveis a ameaças de segurança Grande quantidade de

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas SISINFO Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Spoofing Tampering Repudiation Information Disclosure Denial of Service Elevation of Privilege

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral Plano de Ensino Introdução à Segurança da Informação Princípios de Criptografia Segurança de Redes Segurança de Sistemas Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador)

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação ICP e Certificados Digitais Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, junho de 2013 Criptografia de chave pública Oferece criptografia e também uma maneira de identificar

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 2: Políticas de Segurança e Respostas Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Estar derrotado é sempre uma condição temporária. Desistir é o que o torna

Leia mais

Fraudes via Internet Estatísticas e Tendências Cristine Hoepers cristine@cert.br

Fraudes via Internet Estatísticas e Tendências Cristine Hoepers cristine@cert.br Fraudes via Internet Estatísticas e Tendências Cristine Hoepers cristine@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto

Leia mais

Política de uso de dados

Política de uso de dados Política de uso de dados A política de dados ajudará você a entender como funciona as informações completadas na sua área Minhas Festas. I. Informações que recebemos e como são usadas Suas informações

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND

POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND 1. Princípios Gerais Esta Política de privacidade descreve como o CONSULTOR HND coleta e usa informações pessoais fornecidas no nosso site: www.consultorhnd.com.br.

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 IMPLEMENTAÇÃO DE SEGURANÇA NO E-COMMERCE: O ESTUDO DE CASO DE UMA EMPRESA DE VAREJO

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 IMPLEMENTAÇÃO DE SEGURANÇA NO E-COMMERCE: O ESTUDO DE CASO DE UMA EMPRESA DE VAREJO IMPLEMENTAÇÃO DE SEGURANÇA NO E-COMMERCE: O ESTUDO DE CASO DE UMA EMPRESA DE VAREJO Ariane Crosara Alvarez¹; Daniela Teodora Leite Feliciano²; Kamilla Costa Siqueira³; Luiz Fernando Ribeiro de Paiva⁴ 1,2,3,4

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas SISINFO Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Spoofing Tampering Repudiation Information Disclosure Denial of Service Elevation of Privilege

Leia mais

KASPERSKY DDOS PROTECTION. Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS

KASPERSKY DDOS PROTECTION. Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS KASPERSKY DDOS PROTECTION Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS OS CIBERCRIMINOSOS ESTÃO A ESCOLHER AS EMPRESAS COMO ALVO Se a sua empresa já tiver sofrido um ataque de

Leia mais