C L I P P I N G DATA:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "C L I P P I N G DATA: 20.02.2014"

Transcrição

1 C L I P P I N G DATA:

2 DESTAQUE: Reportagem com SEAC/DF produzida e distribuída pela MaBi sobre a ampliação da coleta seletiva de lixo iniciada essa semana pelo GDF repercute na mídia. Hoje a imprensa registra mais uma publica~ção feita no dia 18de fevereiro.

3

4 Saulo Araújo Publicação: 20/02/ :04 Atualização: 20/02/ :51 e-para-policiais-militares-e-bombeiros-exige-cortes-em-outras-areas.shtml Militares fizeram a segurança do Palácio do Planalto durante manifestação do MST na semana passada: praças ainda reclamam que o reajuste nos benefícios acarretou diferenças maiores em relação aos salários dos oficiais

5 O reajuste concedido aos PMs e bombeiros custará aos cofres públicos R$ 93 milhões em O valor é referente às despesas com os auxílios moradia e alimentação, que serão de R$ 60 milhões e R$ 33 milhões, respectivamente. O recurso para a concessão dos benefícios sairá do Fundo Constitucional, em uma operação que também afeta as contas do GDF. O acerto entre o governo e a PM não agradou totalmente à tropa, principalmente os praças. Eles entendem que a definição criou um abismo ainda maior nos salários dos oficiais e dos militares de baixa patente. Além disso, outra crise ameaça a segurança pública da capital. Policiais Civis participam de uma assembleia na próxima semana para exigir do GDF o mesmo incentivo financeiro dado aos colegas da PM. Com os benefícios, o impacto nos próximos dois anos será ainda maior. Estão previstos o empenho de R$ 299 milhões em 2015 e R$ 504 milhões em Apesar disso, a secretária adjunta de Planejamento, Jackeline Domingues de Aguiar, disse que o aumento nos contracheques não vai onerar o Fundo Constitucional. Ela explica que o GDF, com recursos do próprio Tesouro, vai assegurar os gastos com educação e saúde. Faremos um remanejamento de verba do Fundo. Naturalmente, teremos de apertar em outra área, cortar alguns gastos, mas nada disso vai gerar impacto negativo significativo, explicou Jackeline. Na análise do professor de administração pública da UnB José Matias-Pereira, a operação promovida pelo governo local para atender parte dos anseios dos militares pode ter sido perigosa. É temerário conceder qualquer tipo de aumento sem ter fonte de recurso, seja do Tesouro, seja do Fundo Constitucional. Tirar de uma área e colocar em outra pode ser uma estratégia para apenas empurrar o problema. No fim das contas, alguma área sairá prejudicada, destacou.

6 Acampamentos rotineiros fazem a Esplanada virar terra de ninguém Administração de Regional Brasília não tem critério claro para a montagem de estruturas no gramado central amentos-rotineiros-fazem-a-esplanada-virar-terra-de-ninguem.shtml Ariadne Sakkis Publicação: 20/02/ :03 Atualização: 19/02/ :00 Pelo menos 100 barracas e 300 pessoas, de todo país, pretendem ficar no gramado da Esplanada até hoje O gramado da Esplanada dos Ministérios e adjacências tem sido ocupado rotineiramente por manifestantes e público de eventos religiosos, culturais e esportivos. Alguns chegam a montar acampamentos, com barracas e até cozinha, ocupando um dos principais cartões postais de Brasília. No entanto, os órgãos de fiscalização do Governo do Distrito Federal e a Polícia Militar tratam os ocupantes de forma diferente. Enquanto sequer incomodam alguns grupos, como os apoiadores dos condenados do Mensalão, que permanecem ao lado do Supremo Tribunal Federal (STF) há mais de três meses, mostram tolerância zero com outros, como os alunos das universidades cariocas Gama Filho e UniverCidade, retirados à força quando tentam se fixar em frente ao Ministério da Educação. Presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU), Alberto de Faria é contrário aos eventos no gramado da Esplanada. Para ele, faltam regras claras

7 sobre a ocupação dos espaços na região. Eventos comerciais, esportivos, religiosos ou mesmo aqueles patrocinados pelo Estado, quando muito próximos ao Congresso, devem ser evitados, pois a monumentalidade daquela região deve ser preservada, defende. No entendimento de Faria, porém, manifestações sociais deveriam ser liberadas. O espaço urbano de Brasília é segregador desde sua concepção, por isso, limitar passeatas, acampamentos ou outras manifestações no local é ruim para a cidade e para a reunião popular democrática, defende. Defesa dos animais Os mais recentes moradores da Esplanada são ativistas de direitos dos animais. Eles montaram um acampamento no gramado central, em frente ao Congresso Nacional. Defensores da causa vieram de vários estados para pressionar parlamentares a votar projetos de lei que ampliam a proteção aos bichos e endurecem a punição a autores de maus-tratos. Pelo menos 100 barracas e 300 pessoas prometem ficar no local até hoje. Mas a Administração de Brasília endureceu com os manifestantes que chegaram na noite do último domingo e pediu a retirada de todos, argumentando que eles mão têm autorização do órgão para o ato.

8 PMs e Bombeiros se reúnem na Câmara Legislativa para pedir melhorias O encontro está marcado pra as 11h desta quinta-feira Publicação: 20/02/ :05 Atualização: 20/02/ :16 Policias e bombeiros militares podem melhorias para a categoria Policiais e bombeiros militares se reúnem na manhã desta quinta-feira (20/2), às 11h, na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) para negociar propostas de melhoria salarial. Os praças em questão são contrários à proposta do governo. O encontro foi anunciado pelo deputado Patrício (PT), em sessão ordinária nessa quarta-feira. Na noite da última terça-feira (18/2), o governador Agnelo Queiroz assinou os decretos que estabelecem melhorias para a categoria, para os que estão na ativa e na reserva. O valor do auxílio-alimentação passou para R$ 850 e entrará em vigor a partir de 1 de maio. O reajuste auxílio-moradia será em três etapas, sempre no mês de setembro. A primeira será este ano e as outras duas em 2015 e Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um coronel, com dependente, terá remuneração total de R$ ,13 ( aumento de 20,24%), um subtenente, R$ ,90 (20,48%), enquanto um soldado receberá R$ 7.190,98 (21,66%). Se somados, os benefícios custarão aos cofres públicos R$ 93 milhões neste ano. O recurso sairá do Fundo Constitucional.

9 Raquel MoraisDo G1 DF 66 comentários Insatisfeitos com a forma como foram encerradas as negociações salariais com governo do Distrito Federal, policiais militares divulgaram nesta quarta-feira (19), por , orientações para que a categoria boicote suas atividades. Entre elas, está até mesmo dar informações incorretas a turistas estrangeiros durante a Copa do Mundo, orientando-os a ir a lugares a mais de 40 quilômetros do centro de Brasília, onde ocorrerão os jogos. "[Sobre] informações aos turistas estrangeiros: oriento-os de maneira incorreta (mande-os para o Sol Nascente, Águas Lindas, Planaltina, Vale do Amanhecer etc.), e só os ajudem,

10 claro, de forma incorreta, se ele (estrangeiro) souber falar português (mesmo que o policial saiba falar outra língua)", diz o que circula entre os PMs. O texto não é assinado. O grupo criticou a postura do governo e do comandante-geral, coronel Anderson Moura, que disse que a primeira assembleia para votar a proposta do GDF reajuste de 22% escalonado ao longo de três anos não foi válida porque a maioria dos presentes tinha pouco tempo na corporação. A assembleia foi realizada em frente ao Palácio do Buriti na manhã desta terça. "A maioria do efetivo (cerca de 85%) não está satisfeita com a 'esmola' proposta pelo GDF, e também muitos policiais estão sendo perseguidos (inclusive eu) por ser 'novinho'", completou o PM. As recomendações também orientam os militares a dirigir na velocidade da via, notificar e apreender carros de polícia que descumprirem normas do Código de Trânsito Brasileiro, preencher autos de infração com dados incorretos ou com rasura obrigando o Detran a anular as multas e não utilizar smartphones, tablets ou aplicativos para agilizar o atendimento de ocorrências. Mais cedo, o comandante-geral afirmou considerar a controvérsia sobre o reajuste um assunto "superado", mesmo reconhecendo que parte da categoria está insatisfeita. "Temos um grupo de soldados e cabos que estão demonstrando alguma insatisfação. Mas fizemos uma reunião ontem com todos os oficiais, subtenentes e sargentos, que seriam quase 70% do efetivo, que são os grandes beneficiados com o reajuste do governo", disse. O coronel também afirmou considerar ter maior validade a segunda assembleia, fechada para apenas 70% do efetivo entre oficiais, subtenentes e sargentos, na qual a proposta foi acatada. "Todo mundo recebeu reajuste. Mas eles [insatisfeitos] têm que entender que existe uma carreira e a gente tem que privilegiar os mais antigos. Ele vai passar o maior tempo como subtenente, que é o fim da carreira. Soldado é o começo", afirmou o comandante. Segundo Moura, mesmo aberta para todos os militares, a primeira reunião não teve validade "porque reuniu muita gente que não é da corporação". "Não posso deixar que pessoas alheias à corporação falem por nós e tragam prejuízos à polícia. Havia apenas 2 mil pessoas lá, um número insignificante. E a maioria era de candidatos reprovados e que querem entrar na PM."

11 Policiais militares em reunião geral em frente ao Palácio do Buriti, sede do GDF (Foto: Isabella Formiga/G1) Assembleias A primeira assembleia, em frente ao Palácio do Buriti, havia terminado com recusa à proposta do GDF. Os PMs informaram que rejeitaram a proposta porque queriam que o aumento ocorresse de forma linear, beneficiando a todos igualmente. A segunda, pela tarde, ocorrida na tarde de terça no Clube de Oficiais da PM, a categoria aceitou sem contestações a proposta de reajuste feita pelo GDF. Nesta quarta, o GDF publicou dois decretos que estabelecem os novos valores para os auxílios alimentação e moradia dos militares, na ativa e aposentados. Para o primeiro, o valor previsto é de R$ 850 a partir de 1º de maio. Para o segundo, o pagamento ocorrerá em três etapas, sempre em setembro, a partir deste ano. Nova reunião Membro da base aliada do governo na Câmara, o deputado Patrício (PT) convocou uma reunião com os praças da Polícia Militar na Casa nesta quinta-feira. "Não dá para viver, na capital federal, uma ditadura. Fizeram uma assembleia, com 10 mil homens e mulheres, que vota contra [a proposta do GDF]. Depois, faz-se uma reunião com secretário e comandantes, ligados ao governo, e dizem que vale." O distrital, que é cabo da PM, disse considerar a situação "uma afronta à democracia". Ele afirmou que vai atuar para barrar as votações de projetos do GDF na Câmara, até que o governo retome as negociações com a categoria.

12 Moradores de rua: Um grupo que só cresce População deve aumentar na época da Copa, alerta estudioso. Governo tenta resolver problema social Da Redação Mais de 2,5 mil pessoas se abrigam sob marquises, árvores e viadutos do Distrito Federal. Do total de moradores de rua, cerca de 450 são crianças, segundo pesquisa da Universidade de Brasília (UnB). E a previsão de especialistas não é otimista: esse número deve aumentar com a proximidade de eventos como a Copa do Mundo. Não há como resolver a situação a curto prazo. É preciso haver estratégias a longo prazo, educação da população para não dar esmolas e que o poder público esteja mais atento. Aqui em Brasília as pessoas são muito generosas e acabam estimulando os moradores de rua a pedir, diz o socioeconomista do Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB, Marcel Bursztyn. Medo Mesmo com a criação do Programa Cidade Acolhedora, em julho do ano passado, que busca garantir apoio, orientação e acompanhamento a famílias e indivíduos em situação

13 de rua, ainda se vê centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade social em todo o DF. Comerciantes e moradores do zona central de Brasília estão preocupados com a quantidade de pessoas que vivem nas ruas pedindo esmolas, usando drogas e até cometendo crimes. Muitos confessam que se sentem ameaçados constantemente e até constrangidos com atos obscenos presenciados. A dona de casa Ângela Dourado, moradora da 106 Sul, diz que tem medo de sair às ruas. Eles andam armados, não temos segurança aqui na quadra e estão chegando cada vez mais pessoas, afirma. Ações enérgicas Para o aposentado Renato Moura, é preciso que o poder público tenha ações mais enérgicas e faça programas sociais. Não adianta tirar das ruas. É preciso haver políticas que acolham essas pessoas. Vamos passar uma péssima imagem durante a Copa, diz. Segundo comerciantes da 108 Sul, a Igrejinha, ponto turístico da Asa Sul, está sendo esquecida porque as pessoas têm medo de visitar o local. Construíram barracos atrás da igreja e vivem usando drogas aqui. Eles não respeitam ninguém, relata o comerciante Rubem Lucena. Capacidade insuficiente No Sudoeste, moradores da Quadra 301 contam que veem cenas de nudez e até de sexo frequentemente. Eles usam os prédios como dormitório, banheiro e até como motel, reclama o fiscal de um supermercado Gregório dos Anjos. De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), existe um programa de acolhimento que busca algumas alternativas, como reinserir estas pessoas no mercado de trabalho, as ajudam a voltar para os estados de origem, oferece tratamento para usuários de drogas, tudo visando a diminuição da quantidade de pessoas usando o espaço público como moradia e/ou pontos de drogas. A Sedest também informou que existem centros, unidades de acolhimento e casas conveniadas que oferecem vagas. No entanto, são insuficientes para atender toda a população que vive nas ruas. A rede pública de saúde oferece atendimento especializado para as pessoas que vivem nas ruas do Plano Piloto, Taguatinga e Ceilândia. A atenção básica é oferecida pelo programa Consultório na Rua. Em 2013 foram feitas 7 mil consultas, entre atendimentos médicos, de enfermagem, de psicologia e de assistência social. O principal problema é que, muitas vezes, os pacientes não retornam. Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

14 Publicação: Quinta-feira, 20/02/2014 às 07:32:00 Internação no corredor do Hospital Regional de Taguatinga Filha de paciente de 88 anos reclama da falta de estrutura. Governo reconhece superlotação Ludmila Rocha Ela tem 88 anos, sofre de problemas cardíacos, é hipertensa, diabética, está com pedras na vesícula e sente dores. Ainda assim, aguarda, em uma maca do Corpo de Bombeiros, no corredor, por um leito na Emergência do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Maria Rainha de Jesus chegou ao hospital na tarde da última terça, e, após aguardar mais de oito horas sentada em uma cadeira, comemorou, em vez de reclamar, quando pôde finalmente recostar-se em uma maca. Primeiro, arrumaram uma cadeira comum, onde ela ficou das 13h às 21h. Em seguida, apareceram com uma cadeira de rodas, onde queriam que ela passasse a noite. Só depois de reclamarmos muito é que conseguiram uma maca, alega a dona de casa Vera Apparecida, 54 anos, filha da idosa.

15 A acomodação de pacientes no corredor, porém, é irregular. Há uma placa dizendo que é proibida a permanência de macas no espaço, mas, claro, ninguém respeita. E a justificativa é a de sempre: que todos os leitos estão sendo utilizados por pacientes em estado mais grave e não há onde colocar tanta gente, reclamou. A mulher contou que a mãe é moradora do Recanto das Emas e o primeiro lugar onde buscou atendimento foi a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Samambaia, na semana passada. Ela estava com febre e pressão baixa. Após ter ficado internada por três dias na UPA à espera de exames, disseram que o caso era grave e pediram que procurássemos um hospital. Fomos a uma clínica particular. O médico afirmou que o caso era cirúrgico, mas disse que antes do procedimento, em função de ela ter problemas cardíacos, precisaria colocar um marca-passo. Foi aí que procuramos o HRT. Situação delicada Assim que chegou ao hospital - com pressão arterial a 6x2 e os batimentos cardíacos a 32 batidas por minuto - Maria teria sido encaminhada para fazer exames de sangue. O médico disse que só poderia medicá-la após verificar os exames, comentou a filha. O problema é que o resultado só saiu por volta das 20h30 e, antes de finalmente ser medicada, ainda precisou aguardar o retorno ao médico. Vera conta que os enfermeiros e técnicos até tentam ajudar, mas faltam equipamentos. O pessoal faz o que pode, eles estão sendo educados e atenciosos, mas não depende deles. Falta material básico, lamentou. Problema Frequente Pacientes e familiares reclamam que casos como o da idosa acontecem todos os dias no HRT. Falta de leito é a coisa mais comum aqui, afirmou Juliana Matos, irmã de um paciente. Segundo eles, só ontem pela manhã novas macas estavam sendo providenciadas para os pacientes que se acumulavam nos corredores. Mais unidades em breve Procurada, a Secretaria de Saúde informou que a paciente está sendo acompanhada por clínicos no HRT, está sendo medicada e passa por exames. A paciente foi classificada como verde, ou seja, sem risco de morte (acima do verde temos as cores amarelo, laranja e vermelho). A SES informa que os atendimentos ocorrem de acordo com a classificação de risco, não por idade. Os pacientes mais graves têm preferência no atendimento, diz a pasta. A Saúde explica como funciona a classificação: pacientes classificados como vermelhos, laranjas e amarelos devem procurar os hospitais, pois são situações mais complicadas. Já pacientes classificados como verdes e azuis devem buscar os centros de saúde. Apesar disso, todos os pacientes que chegam ao hospital são atendidos, reforça. A Emergência do HRT tem 62 leitos. Hoje, segundo a pasta, há 147 pacientes na emergência 60% da Região Metropolitana. A demanda é cada vez maior e, por isso, diversas ações têm acontecido, como a construção de nove clínicas da Família, quatro UPAs, reforma e ampliação das unidades e contratação de mais de 14 mil funcionários nos últimos três anos. Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

16 Publicação: Quinta-feira, 20/02/2014 às 07:05:00 Atualização: 20/02/2014 às 09:42:02 Maioridade penal: Proposta rejeitada Senado votou texto que permitiria a redução em alguns casos Renan Bortoletto, com agências Especial para o Jornal de Brasília Sob aplausos, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado rejeitou proposta que permitiria a redução, em determinadas circunstâncias, da maioridade penal. Por 11 votos a oito, os senadores barraram o projeto do líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP). O placar apertado demonstra que a discussão sobre o assunto está longe de acabar. E, assim como os parlamentares do Congresso, especialistas do DF divergem. O texto previa a redução da maioridade para 16 anos nos casos de crimes hediondos, tráfico com uso de violência e reincidência em crimes violentos. Pela proposta, o promotor de Justiça da Vara da Infância e da Juventude é quem levaria ao juiz o pedido para que o jovem pudesse ser punido da mesma maneira que um adulto. O infrator poderia passar por uma avaliação psicológica, socioeconômica e familiar. A proposta foi colocada em pauta pelo presidente da CCJ, senador Vital do Rêgo (PMDB- PB), que está insatisfeito com a presidente Dilma Rousseff por ter sido preterido na reforma ministerial. O Planalto é contra qualquer mudança na maioridade, mesmo ciente

17 do risco eleitoral para Dilma. Pesquisas têm indicado uma maioria da população favorável à mudança. O debate na CCJ foi acalorado. O líder tucano foi chamado de "fascista" por um manifestante, Gustavo Belisário, que foi retirado da sala por seguranças. "É uma medida absolutamente cautelosa, que se justifica diante da gravidade dos crimes bárbaros cometidos por menores de 18 anos e maiores de 16", defendeu Aloysio Nunes Ferreira, que vai apresentar um recurso para que a proposta, mesmo rejeitada, seja votada pelo plenário. Coube à bancada do PT liderar a derrubada da proposta. A presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, Ana Rita (ES), disse que a diminuição da idade não resolveria o problema da violência. "Colocar todos esses jovens na cadeia é agravar ainda mais um sistema caótico, falido", criticou. A senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR) chegou a sugerir o adiamento da votação para que o "debate" fosse feito no âmbito do Estatuto da Criança e do Adolescente. "O grande desafio que temos em relação à inimputabilidade é como a pena do ECA é aplicada", ponderou. Não deve haver limite, diz sociólogo Para o sociólogo da Universidade de Brasília (UnB), Antônio Testa, que estuda a violência, problemas relacionados à juventude e segurança pública há 30 anos, estabelecer idade para punições mais severas privilegia os criminosos. Os atos criminosos não deveriam ser punidos de acordo com a idade, e sim com a gravidade. Uma coisa é você lidar com um menor infrator, e outra é lidar com o infrator assassino. Nossas leis prezam pelos direitos humanos, mas se esquecem das vítimas, das famílias que por conta do crime nunca mais poderão ver entes queridos, pais de família ou filhos, defendeu. De acordo com o sociólogo, os números mostram a necessidade da redução penal a uma idade que, segundo ele, não deveria existir. Estamos cansados de ver meninos de dez, 12 anos, cometendo crimes horríveis. Isso acontece porque desde cedo fazem parte de quadrilhas e, mesmo que sejam apreendidos, cumprem pena de até três anos em média e voltam ainda mais violentos e propensos a cometer crimes com gravidade, sustentou. OAB: tem de aplicar melhor o ECA Por outro lado, a Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) critica a redução da maioridade penal. A OAB é contra a redução da maioridade penal e acredita que o problema não está em prender estes menores com idade inferior a 18 anos. Somos a favor de que o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) seja aplicado de forma mais incisiva. Uma das iniciativas que acreditamos ser importantes para a redução de crimes entre os menores seria oferecer estudo integral no ensino fundamental nas escolas públicas e não deixar que estes jovens caíam na ociosidade, argumentou o presidente da Comissão Criminal da OAB-DF, Alexandre Vieira de Queiroz. A OAB diz acreditar, ainda, que os problemas estão na base estrutural destes jovens, a exemplo do acesso à atenção básica e programas sociais de qualidade. A violência não se resolve colocando um policial a cada esquina. Somos a quarta população carcerária do

18 mundo com mais de 550 mil presos no País. Prendemos muito, mas prendemos mal. Pesquisas revelam que 70% dos jovens presos são reincidentes, é difícil de recuperá-lo. Por isso esse trabalho tem que ser feito antes, concluiu Queiroz. Recusa A recusa do projeto apresentado pelo senador tucano Aloysio Nunes mostra o apoio que o governo Dilma mantém no Senado. O apoio recebido pelo PT de outros partidos da base foi decisivo para que a matéria não seguisse adiante. O senador Aécio Neves (MG), que deverá concorrer à Presidência pelo PSDB, deixou a comissão antes mesmo da votação. Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

19 Publicação: Quinta-feira, 20/02/2014 às 07:48:00 Atualização: 19/02/2014 às 22:57:42 Distritais decidem travar pauta de projetos na Câmara Deputados da chamada "bancada da bala" se unem à oposição para suspender votações de projetos do Buriti Daniel Cardozo Declarando apoiar o movimento dos policiais e bombeiros, deputados decidiram ontem travar a pauta de projetos do governo na Câmara Legislativa. Os distritais ligados às corporações do setor querem impedir votações enquanto a negociação não for concluída. O movimento começou terça-feira, com os deputados Aylton Gomes (PR) e Patrício (PT), que têm como bases eleitorais bombeiros e policiais militares, respectivamente. Mesmo com poucos distritais em plenário, receberam apoios. Sumiço geral Já na sessão de ontem, a tendência continuou: deputados registravam presença, mas poucos permaneciam por muito tempo. Quando chegou a hora de deliberar sobre os projetos, o quorum era de apenas sete, dos 24 parlamentares.

20 Segundo Aylton Gomes, a obstrução é uma maneira de protestar contra o governo, que segundo ele não reconhece a assembleia realizada na terça-feira por policiais militares, embora tenha negociado com os oficiais. O deputado deixou a sessão de ontem logo depois de anunciar que a obstrução continuaria. Acredito que os parlamentares vão realmente trancar a pauta até o governador nos chamar para que a gente possa falar nesse assunto, disse. Os governistas presentes evitaram o confronto, mas repeliram o que consideraram radicalismo de distritais ligados às corporações, em especial deputado petista Patrício, expresidente da Câmara, e o próprio Aylton, Patrício quer ocupar O deputado Patrício prometeu mobilizar os policiais para fazerem o que chamou de ocupação pacífica na Câmara, além de convidar os parlamentares a aderirem à paralisação. A obstrução ganhou apoio dos deputados Doutor Michel (PP), ligado à Polícia Civil, Celina Leão (PDT) e Joe Valle (PDT). A posição de Patrício foi considerada gravíssima pelo líder do bloco PT-PRB, Chico Vigilante. Os deputados governistas acreditam que distritais como Patrício e Aylton estão sacrificando os interesses do Distrito Federal, especialmente a segurança, em favor de interesses eleitoreiros. Ponto de Vista O presidente da Câmara, deputado Wasny de Roure (PT) considera legítima a obstrução da pauta, mas acredita que os próprios parlamentares são prejudicados, porque projetos e requerimentos de autoria de deputados deixam de ser aprovados. É absolutamente da democracia. Precisamos entender que o parlamento não é só uma casa deliberativa, mas tem as injunções políticas e precisamos saber dialogar, disse. Governo apela ao bom senso A líder do governo, deputada Arlete Sampaio (PT), interpreta o cenário como indefinido, mas acredita no bom senso para a condução das negociações. Arlete também pede compreensão aos deputados, em relação ao travamento da pauta. Quero chamar a responsabilidade de meus colegas para que não se deixe de votar projetos importantes, cumprir o nosso papel como parlamentares, por conta de vinculações corporativas. Peço que deixemos de lado isso nosso trabalho corporativo de lado para cumprir nosso trabalho como representantes do povo, recomendou. O deputado Paulo Roriz (PP), escolhido essa semana presidente da Comissão de Segurança Pública, leu em plenário uma carta de entidades representativas dos comerciantes, donos de postos de gasolina e de restaurantes, pedindo apoio dos parlamentares para que a situação seja resolvida.

21 Sem quorum Desde que os parlamentares voltaram do recesso, no dia 3 de fevereiro, não houve quorum para votar projetos, tanto do governo como de distritais. No único dia intenso de trabalhos, houve uma reunião, informal, para tratar da crise de segurança. Nesse dia, foram chamados representantes das associações de policiais militares, integrantes dos conselhos comunitários de segurança e o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

22 GDF sanciona lei sobre serviço de mototáxi em regiões administrativas Após regulamentação, serão emitidas, no máximo, 2,5 mil licenças Publicação: 19/02/ :20 Atualização: 19/02/ :08 O GDF sancionou, nesta quarta-feira (19/2), a lei que permite o serviço de mototáxis no Distrito Federal. Após a regulamentação, que tem prazo de 120 dias, os interessados no serviço podem se inscrever no cadastro de condutores. Será permitido um mototáxi para cada 1 mil habitantes, ou seja, o DF terá no máximo 2,5 mil licenças. O serviço poderá ser feito somente dentro da região administrativa escolhida pelo motorista, sendo proibido o translado de passageiros de uma cidade a outra. Para se inscrever no cadastro de condutores de mototáxi, é necessário: - Ter pelo menos 21 anos; - Ter carteira Nacional de Habilitação na categoria "A" há pelo menos dois anos. Também deve constar na habilitação a observação " Exerce Atividade Remunerada EAR"; - Atestado que comprove a aprovação em curso especializado; - Ser o proprietário ou titular do veículo; - Apresentar comprovante de residência; - Apresentar certidão negativa de antecedentes criminais; - Comprovar estar em dia com obrigações fiscais; - Possuir apólice de seguro de vida e acidentes pessoais para condutor, passageiro e terceiros; - Apresentar laudo médico que comprove estar em condições físicas e mentais para o exercício da atividade de mototaxista; - Estar cadastrado na Secretaria de Estado da Fazenda e no Regime Geral de Previdência Social como autônomo. Dentre os deveres do mototaxista estão o de transportar passageiros com taxímetro em operação e disponibilizar capacete para o passageiro.

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA,

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 12ª (DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 10ª (DÉCIMA) SESSÃO ORDINÁRIA,

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 10ª (DÉCIMA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 10ª (DÉCIMA) SESSÃO ORDINÁRIA,

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO ORDINÁRIA,

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 40ª (QUADRAGÉSIMA) SESSÃO

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

GREVE DOS SERVIDORES GARANTE APROVAÇÃO DO PLC 28 NO SENADO, E O FOCO, AGORA, É A SANÇÃO DA PRESIDENTE DILMA

GREVE DOS SERVIDORES GARANTE APROVAÇÃO DO PLC 28 NO SENADO, E O FOCO, AGORA, É A SANÇÃO DA PRESIDENTE DILMA Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 29 de junho a 03 de julho de 2015 GREVE DOS SERVIDORES GARANTE APROVAÇÃO DO PLC 28 NO SENADO, E O FOCO,

Leia mais

Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal

Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal Quem somos: Movimento CONTRA a Redução da Maioridade Penal Tema de luta histórica de entidades governamentais e não governamentais campanhas, grupos, redes, pastorais, conselhos ligadas, sobretudo aos

Leia mais

A redução da maioridade penal não é a solução

A redução da maioridade penal não é a solução A redução da maioridade penal não é a solução Mandato do Deputado Estadual Marcelo Freixo 2 Redação: Ana Marcela Terra Bruno Villa Sidney Teles Tomás Ramos Edição: Renata Souza Revisão: Bruno Villa Fotos:

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 32 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 30/09/2013 Aos trinta dias do mês de setembro do ano de dois mil e treze, nesta cidade de

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Jornal da Comunidade Data: 05 a 11/03/2011 Seção: Nosso Bairro Pág.: 5 Assunto: Ações

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 26.06.2015

C L I P P I N G DATA: 26.06.2015 C L I P P I N G DATA: 26.06.2015 Treinamento e prazo preocupam diante da adoção da Escrituração Contábil Fiscal Para 40% dos empresários consultados, o principal desafio é a capacitação dos funcionários

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Texto construído com base em diversos trabalhos acadêmicos, dados do Cofen, dados do Coren, Fórum Nacional das 30 horas, Aben e do artigo Jornada

Leia mais

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs O plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ficou lotado durante

Leia mais

Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção

Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção DEBATE Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção DE BRASÍLIA - No último debate em busca do aval dos procuradores para permanecer por mais dois anos na chefia do Ministério Público, o procurador-geral

Leia mais

México. Desaparecimentos JANEIRO DE 2014

México. Desaparecimentos JANEIRO DE 2014 JANEIRO DE 2014 RESUMO DO PAÍS México Após assumir o cargo em dezembro de 2012, o Presidente Enrique Peña Nieto reconheceu que a guerra contra as drogas iniciada por seu predecessor Felipe Calderón havia

Leia mais

Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial

Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 20 a 24 de outubro de 2014 Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial O diretor do SINDIJUFE-MT Pedro

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

LEI SECA de trânsito

LEI SECA de trânsito LEI SECA de trânsito Tire algumas dúvidas sobre a nova Lei Seca no trânsito O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, está apresentando em sua edição desta segunda-feira (23) um interessante serviço público.

Leia mais

Apresentação. Soluções para resolv. Legislação penal. Conclusão

Apresentação. Soluções para resolv. Legislação penal. Conclusão SUMÁRIO Apresentação Introdução Soluções para resolv esolver er a violência e a criminalidade Popularidade de possíveis soluções Políticas sociais x políticas de segurança Redução da maioridade penal Legislação

Leia mais

Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro

Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro A taxa de desocupação registrada pela Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, nas seis principais Regiões Metropolitanas do país (Recife, Salvador, Belo Horizonte,

Leia mais

Ref.: Ataque à comunidade Guarani e Kaiowá Ñande Ru Marangatú e assassinato do jovem Semião Vilhalva.

Ref.: Ataque à comunidade Guarani e Kaiowá Ñande Ru Marangatú e assassinato do jovem Semião Vilhalva. Goiânia e Heidelberg, 02 de setembro de 2015 Senhora Dilma Rousseff Presidenta da República Federativa do Brasil Palácio do Planalto, Praça dos Três Poderes, Brasília DF Ref.: Ataque à comunidade Guarani

Leia mais

PESQUISA MAIORIDADE PENAL

PESQUISA MAIORIDADE PENAL PESQUISA MAIORIDADE PENAL OBJETIVOS Entender o pensamento da população do Rio sobre a redução da maioridade penal; Saber se ela é favorável a mudança das penalidades aplicadas ao menor infrator; Buscar

Leia mais

Estimulada para Senador ; Espontânea para Governador; Estimulada para Governador ; Rejeição/Governador ; Estimulada para Presidente.

Estimulada para Senador ; Espontânea para Governador; Estimulada para Governador ; Rejeição/Governador ; Estimulada para Presidente. Brasília/DF, 7 de agosto de 214. RESULTADO GERAL Pesquisa realizada no Distrito Federal, nas seguintes localidades do DF: Águas Claras; Asa Sul; Asa Norte; Brazlândia; Ceilândia Norte e Sul; Cruzeiro Novo

Leia mais

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS)

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS) Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 05/08/2014. HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS) Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Leia mais

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP) Brasil tem 370 mil usuários regulares de crack nas capitais, aponta Fiocruz Estudo indireto com 25 mil pessoas mediu consumo por 6 meses em 2012. Nordeste lidera lista em números absolutos, e 14% do total

Leia mais

Cinco mitos que precisam ser quebrados

Cinco mitos que precisam ser quebrados Cinco mitos que precisam ser quebrados Há muitos avanços na luta contra a violência no Brasil. Contudo, ainda vivemos um triste círculo vicioso. Com base em alguns mitos sobre como vencer a violência,

Leia mais

Abrangência da terceirização

Abrangência da terceirização Reportagem especial explica os pontos polêmicos do projeto da terceirização A proposta que regulamenta a terceirização no Brasil e derrubou a reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Leia mais

A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A QUESTÃO DA ADOÇÃO NO BRASIL Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.04.2016

C L I P P I N G DATA: 01.04.2016 C L I P P I N G DATA: 01.04.2016 DESTAQUE Limites da terceirização por concessionárias de serviços públicos A lei de concessões e permissões de serviços públicos (8.987/95) permite, no artigo 25, 1º, que

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 Setor de serviços cresceu 2,1% em julho, menor taxa da série para o mês Alta acumulada em 12 meses também é a menor da série histórica do IBGE. Rondônia teve maior alta,

Leia mais

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano Mais um plano CONJUNTURA ECONÔMICA A chave da agenda positiva tão perseguida pelo governo federal em tempos de crise política e volta da inflação parece ser a preservação dos empregos. Na última terça-feira

Leia mais

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO 40 DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! Eduardo Barcaro Carnavali RESUMO O presente artigo tem o intuito de explanar acerca da discussão de um tema cujo debate é extremamente urgente e importante,

Leia mais

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF O Estado de S.Paulo Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF Nardes, do TCU, é citado na Zelotes O Estado de S. Paulo - 10/09/2015 Investigadores analisam informações sobre suposto envolvimento

Leia mais

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente,

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente, ** Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 05/06/2013. MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No dia

Leia mais

Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional

Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional Noticiário de fevereiro de 2013 Brasília, março de 2013 SECRETARIA DE TRANSPARÊNCIA Conteúdo 1. Análise de notícias... 3 2. Pré-sal...

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 Terceirização faz parte de estratégia de negócios das empresas A terceirização é uma realidade mundial e o Brasil não foge à regra. Ela está presente no processo de fabricação

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SEGURO AUTOMOTIVO

DÚVIDAS FREQUENTES SEGURO AUTOMOTIVO DÚVIDAS FREQUENTES SEGURO AUTOMOTIVO 1. DEVO FAZER O BOLETIM DE ACIDENTES DE TRÂNSITO (BAT)? Sim, principalmente se houver terceiros envolvidos e se você for o culpado pelo acidente. 2. QUER DIZER QUE

Leia mais

CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE

CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE ART. 1, 1 da Constituição Federal de 88: Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. Voto consciente:

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 21.05.2015

C L I P P I N G DATA: 21.05.2015 C L I P P I N G DATA: 21.05.2015 DESTAQUE ANS suspende a venda de novos planos de saúde de 22 empresas mas quem já é cliente continua com atendimento normal Venda de 87 planos de saúde de 22 empresas está

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 28.01.2016

C L I P P I N G DATA: 28.01.2016 C L I P P I N G DATA: 28.01.2016 DESTAQUE SEAC DF REFORÇA POSIÇÃO EM FAVOR DA SUSPENSÃO DO PARCELAMENTO DE DÍVIDAS PELO GDF A reportagem distribuída na terça-feira, 26/01, à imprensa para publicação espontânea,

Leia mais

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO ADENDO AO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 18, de 2013, primeiro signatário o Senador Jarbas Vasconcelos, que altera o art. 55 da

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 04 2S2015

Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 04 2S2015 Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 04 2S2015 Professor responsável: Ricardo Lorenzi Pupin Aluno: Semestre/turma: Disciplina: Geral Tema da atividade: Arrastões nas praias do Rio

Leia mais

O Continente faz mobilização contra Prosegur

O Continente faz mobilização contra Prosegur Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 16/06/2015 - Edição 1292 O Continente faz mobilização contra Prosegur Vigilantes da Bahia entregaram carta aberta na porta da Prosegur, denunciando

Leia mais

Tema: Criminalidade e Cotidiano. Título: A violência na História do Brasil.

Tema: Criminalidade e Cotidiano. Título: A violência na História do Brasil. Arquivo do Estado de SP O Uso dos Documentos de Arquivo na Sala de Aula Tema: Criminalidade e Cotidiano. Título: A violência na História do Brasil. Mariana Ramos Apolinário 2º semestre 2013 São Paulo SP

Leia mais

MURAL- JULHO 2015. Compromisso. 10 coisas que todo motorista de caminhão tem que lembrar sobre carros antes de pegar a estrada

MURAL- JULHO 2015. Compromisso. 10 coisas que todo motorista de caminhão tem que lembrar sobre carros antes de pegar a estrada Compromisso 10 coisas que todo motorista de caminhão tem que lembrar sobre carros antes de pegar a estrada É comum ouvirmos motoristas de carro reclamando de caminhões e motoristas de caminhão reclamando

Leia mais

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S ATA DA 9 a REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 33 a LEGISLATURA, 2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS,

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Lei estabelece multa para empregador

Lei estabelece multa para empregador Boletim 503/14 Ano VI 10/04/2014 Lei estabelece multa para empregador Por De Brasília A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que prevê o pagamento de multa de um salário mínimo (atualmente R$ 724)

Leia mais

Telefônica quer ampliar oferta de 3G para 2.400 cidades em 2011. Anatel libera a usuários acesso aos processos contra empresas

Telefônica quer ampliar oferta de 3G para 2.400 cidades em 2011. Anatel libera a usuários acesso aos processos contra empresas Folha de S. Paulo Telefônica quer ampliar oferta de 3G para 2.400 cidades em 2011 A Telefônica Brasil está se esforçando para ampliar a oferta de telefonia 3G para mais de 2.000 municípios ainda neste

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Pesquisa e Consultoria Relatório Síntese PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 89 CNT 18 a 22 de Junho de 2007 SAS Q 06 - Lote 03 - Bloco J Rua Grão Pará, 737-4º andar Ed. Camilo Cola - 2 o andar

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org. COM MAIOR PROCURA POR VAGAS, SALÁRIO EM EMPREGOS COM CARTEIRA ASSINADA CAI PELA 1ª VEZ DESDE 2003 Pernambuco foi o estado com maior perda real, de acordo com dados do Caged, do Ministério do Trabalho O

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 17.12.2015

C L I P P I N G DATA: 17.12.2015 C L I P P I N G DATA: 17.12.2015 DESTAQUE: SEAC/DF e SINDESP/DF ESTÃO DE CARA NOVA NA INTERNET É com prazer que nos apresentamos mais modernos, com uma aparência mais jovem, funções muito mais facilitadas

Leia mais

1 - O QUE DIZ A LEI SECA

1 - O QUE DIZ A LEI SECA INFORMATIVO - N - O QUE DIZ A ANO LEI FEDERAL Nº.7/8. - Fixou tolerância zero à combinação álcool e volante. O motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no organismo é punido. - A lei tornou

Leia mais

Uma vitória sobre o crime

Uma vitória sobre o crime Época 31/01/2008-21:44 Edição nº 507 Uma vitória sobre o crime Como o Estado de São Paulo conseguiu reduzir em mais de 60% a taxa de homicídios nos últimos oito anos e quais as lições que o Brasil pode

Leia mais

SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS

SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS Minhas áreas de atuação são, pela ordem de número de eventos: Gestão de Projetos; Gestão de Ativos; Gestão de Segurança Industrial e Gestão Estratégica de empresas. Considero-me,

Leia mais

10 de Setembro de 2013

10 de Setembro de 2013 10 de Setembro de 2013 TJDFT na mídia http://tjdft2013.myclipp.inf.br Segunda-feira, 09 de Setembro de 2013 Revista Veja/SP Brasil Seg, 09 de Setembro de 2013. 07:48:00. REVISTA VEJA BRASIL TJDFT TRIBUNAL

Leia mais

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 16 A 22 DE JUNHO. Material: Raquel Basilone SEMANA 16 A 22 DE JUNHO

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 16 A 22 DE JUNHO. Material: Raquel Basilone SEMANA 16 A 22 DE JUNHO Bloqueio frustra visita de Aécio à Venezuela Em encíclica, papa responsabiliza ricos por problemas ambientais ATUALIDADES PROFESSOR MARCOS JOSÉ Material: Raquel Basilone Homem branco abre fogo e mata 9

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 22.01.2016

C L I P P I N G DATA: 22.01.2016 C L I P P I N G DATA: 22.01.2016 DESTAQUE: Não esqueça! Os empresários têm até o dia 29 de janeiro para recolher, compulsoriamente e sem multa, a contribuição sindical, conforme determina a Convenção das

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 316B DE 1999 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 316B DE 1999 I RELATÓRIO COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 316B DE 1999 Dispõe sobre a obrigatoriedade dos shopping centers contarem com ambulâncias ou UTIs móveis para transporte de vítimas de emergências.

Leia mais

Cartilha da CRianca e do adolescente

Cartilha da CRianca e do adolescente Cartilha da CRianca e do adolescente Mais um dia vivido pela familia Brasilino Oi, pessoal, cheguei! Oi, filho, tudo bem? Hum... que cheiro bom! Tô morrendo de fome! Vou lá dentro lavar as mãos, guardar

Leia mais

Em seu primeiro encontro, Conselhão discutirá política econômica

Em seu primeiro encontro, Conselhão discutirá política econômica BOLETIM 52 Brasília, 28 de janeiro de 2016 Em seu primeiro encontro, Conselhão discutirá política econômica A presidenta Dilma Rousseff escalou seus principais auxiliares da área econômica para discursar

Leia mais

Avaliação governo Dilma Rousseff. Expectativas econômicas. 03 a 05/06/2014. www.datafolha.com.br

Avaliação governo Dilma Rousseff. Expectativas econômicas. 03 a 05/06/2014. www.datafolha.com.br Intenção de voto presidente Avaliação governo Dilma Rousseff Opinião sobre os protestos Expectativas econômicas PO813747 03 a 05/06/2014 INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE JUNHO DE 2014 DILMA CAI, MAS ADVERSÁRIOS

Leia mais

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Um adolescente entre 16 e 18 anos de idade, que assalta e mata alguém,

Leia mais

Violência homicida. Diferenças regionais

Violência homicida. Diferenças regionais 1 de 6 31/01/2014 23:35 Aumentar a fonte Diminuir a fonte VIOLÊNCIA CORPO NO CHÃO Morto em outubro de 2012, em Itaquera, Zona Leste paulistana: mais uma entre as mais de 40 mil pessoas assassinadas no

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL WWW.SUPERVISORPATRIMONIAL.COM.BR SUPERVISOR PATRIMONIAL ELITE 1 OS 3 PASSOS PARA O SUCESSO NA CARREIRA DA SEGURANÇA PATRIMONIAL Olá, companheiro(a) QAP TOTAL. Muito prazer, meu nome e Vinicius Balbino,

Leia mais

1 Informações diversas Senado aprova MP que reabre prazo do Refis O plenário do Senado aprovou dia 29/10 a Medida Provisória (MP) 651/14 que traz uma série de medidas de incentivo ao setor produtivo. O

Leia mais

Clipping FENTECT CORREIOS - BRASIL. BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso

Clipping FENTECT CORREIOS - BRASIL. BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso Página 1 CORREIOS - BRASIL BEM PÚBLICO Correios divulgam resultado de concurso Os Correios divulgaram nesta terça-feira (5) o resultado das provas objetivas para 9.190 vagas de emprego oferecidas pelo

Leia mais

Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis

Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis Foto Joseph Representantes dos vigilantes e bancários se reuniram com prefeita de Angra dos Reis (RJ) para pedir um projeto de lei no

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA É REALIDADE NA PM

VIDEOCONFERÊNCIA É REALIDADE NA PM VIDEOCONFERÊNCIA É REALIDADE NA PM Comodidade, conforto, agilidade, economia. Estes são alguns dos benefícios que os policiais militares passam a contar a partir de agora. É que ontem, 10, a Polícia Militar,

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 17, DE 2012

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 17, DE 2012 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 17, DE 2012 Primeira sessão de discussão, em primeiro turno, da Proposta de Emenda à Constituição nº 17, de 2012, tendo como primeiro signatário o Deputado Maurício

Leia mais

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado Concurso Público para Admissão ao Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública da Polícia Militar do Estado de São Paulo Assinatura do Candidato 2. Prova de Escolaridade (Parte II) INSTRUÇÕES

Leia mais

Telebras prorroga para até esta 5ª feira, 08/10, o período de inscrição de seu concurso.

Telebras prorroga para até esta 5ª feira, 08/10, o período de inscrição de seu concurso. Telebras prorroga para até esta 5ª feira, 08/10, o período de inscrição de seu concurso. Mais uma chance aos interessados no concurso da Telebras 2015. A Telebras prorrogou até esta quinta-feira, 08 de

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE PSICOLOGIA CONSELHO DO DA UnB SE POSICIONA CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL O Conselho do (CIP/UnB) da, instância máxima do Curso de Psicologia (graduação e pós-graduação), em Reunião Ordinária de 23 de junho

Leia mais

ATA SUCINTA DA 112ª (CENTÉSIMA DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA,

ATA SUCINTA DA 112ª (CENTÉSIMA DÉCIMA SEGUNDA) SESSÃO ORDINÁRIA, 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA DIVISÃO DE TAQUIGRAFIA E APOIO AO PLENÁRIO SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA SUCINTA DA 112ª (CENTÉSIMA DÉCIMA SEGUNDA)

Leia mais

CCJ discute reforma do Código Penal com procurador-geral da República

CCJ discute reforma do Código Penal com procurador-geral da República ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 09 de MAIO de 2014 SENADO FEDERAL CCJ discute reforma do Código Penal com procurador-geral da República A Comissão de Constituição e Justiça volta a discutir, às 9h da

Leia mais

PACOTÃO DE IMPACTO NA MUDANÇA DA CULTURA BRASILEIRA

PACOTÃO DE IMPACTO NA MUDANÇA DA CULTURA BRASILEIRA Ao Exmo. Senador da República CRISTOVAM BUARQUE Brasília, 05 de março de 2007 PACOTÃO DE IMPACTO NA MUDANÇA DA CULTURA BRASILEIRA Quando falamos de planejamento deliberado da cultura, queremos indicar

Leia mais

Brasil JANEIRO DE 2014

Brasil JANEIRO DE 2014 JANEIRO DE 2014 RESUMO DO PAÍS Brasil O Brasil está entre as democracias mais influentes em assuntos regionais e globais. Nos últimos anos, tornou-se uma voz cada vez mais importante em debates sobre as

Leia mais

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO. Maria Audea de Lima e Sousa. Teresina Piaui RESUMO. Palavras chave. Introdução. Diagnóstico. Proposições.

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO. Maria Audea de Lima e Sousa. Teresina Piaui RESUMO. Palavras chave. Introdução. Diagnóstico. Proposições. PROJETO VIDA NO TRÂNSITO Maria Audea de Lima e Sousa Teresina Piaui RESUMO Palavras chave Introdução Diagnóstico Proposições Resultados Introdução O projeto Vida no Trânsito está relacionado a instituições

Leia mais

CPI VIOLÊNCIA CONTRA JOVENS NEGROS E POBRES

CPI VIOLÊNCIA CONTRA JOVENS NEGROS E POBRES CPI VIOLÊNCIA CONTRA JOVENS NEGROS E POBRES Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a apurar as causas, razões, consequências, custos sociais e econômicos da violência, morte e desaparecimento de jovens

Leia mais

Informativo SAI. 08 de junho

Informativo SAI. 08 de junho 08 de junho Informativo SAI 2012 Informativo com notícias sobre avaliação e regulação extraídas da mídia e de sítios eletrônicos de entidades da área educacional. Volume 10 Professor da UFRGS é designado

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH

PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH PROVA DE REDAÇÃO 2º TRIMESTRE DE 2010 PROFª DEBORAH NOME Nº 8 ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente

Leia mais

TJDFT na mídia. Eles defendem a descriminalização das drogas

TJDFT na mídia. Eles defendem a descriminalização das drogas 1 de 7 24/4/2013 15:16 TJDFT na mídia http://tjdft.myclipp.inf.br Segunda-feira, 22 de Abril de 2013 Revista Isto É/SP Comportamento Seg, 22 de Abril de 2013. 08:43:00. REVISTA ISTO É COMPORTAMENTO TJDFT

Leia mais

Empresas não cumprem metas de limpeza de rua em São Paulo

Empresas não cumprem metas de limpeza de rua em São Paulo Clipping 14/12 1 Empresas não cumprem metas de limpeza de rua em São Paulo EVANDROS PINELLI DE SÃO PAULO Contratadas para manter a cidade limpa e evitar o agravamento das enchentes em São Paulo com bocas

Leia mais

BARÔMETRO AMB DE CONFIANÇA A NAS INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS JUNHO 2008

BARÔMETRO AMB DE CONFIANÇA A NAS INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS JUNHO 2008 BARÔMETRO AMB DE CONFIANÇA A NAS INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS JUNHO SUMÁRIO. APRESENTAÇÃO. METODOLOGIA. PRINCIPAIS RETADOS APRESENTAÇÃO O presente estudo inaugura uma iniciativa da Associação dos Magistrados

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 128ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 21/07/2015 A 128ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 12 a 16 de julho de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

Histórico da Chacina de Unaí

Histórico da Chacina de Unaí Histórico da Chacina de Unaí Situação atual Os dois últimos recursos impetrados pelos acusados da Chacina de Unaí, que impediam o retorno do processo principal à Vara Federal de Belo Horizonte, foram julgados

Leia mais

Dossiê sobre a Regulamentação da Profissão de Historiador

Dossiê sobre a Regulamentação da Profissão de Historiador Dossiê sobre a Regulamentação da Profissão de Historiador Como somos profissionais que lidam com a memória, é fundamental que tenhamos conhecimento da longa trajetória, uma verdadeira saga, em busca da

Leia mais

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 21 A 27 DE ABRIL SEMANA 21 A 27 DE ABRIL. Material: Raquel Basilone

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 21 A 27 DE ABRIL SEMANA 21 A 27 DE ABRIL. Material: Raquel Basilone Europa decide agir após tragédias no mar Redução de tropas da ONU no Haiti pré-eleições preocupa brasileiros ATUALIDADES PROFESSOR MARCOS JOSÉ Material: Raquel Basilone Dilma sanciona Orçamento com R$

Leia mais